Idaílis Santana Costa

Possui graduação em Licenciatura Plena em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Piauí(2007) e especialização em Gestão Ambiental- àreas Verdes Urbanas pela Universidade Estadual do Piauí(2008).

Informações coletadas do Lattes em 22/10/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Especialização em Gestão Ambiental- àreas Verdes Urbanas

2007 - 2008

Universidade Estadual do Piauí
Título: A ARBORIZAÇÃO DO CAMPUS DA UESPI- POETA TORQUATO NETO EM TERESINA-PI: DIAGNÓSTICO E MONITORAMENTO
Orientador: Roselis Ribeiro Barbosa Machado

Graduação em andamento em Ciências Biológicas

2011 - Atual

Universidade Federal do Piauí

Graduação em Licenciatura Plena em Ciências Biológicas

2003 - 2007

Universidade Estadual do Piauí

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2014 - 2014

Sala de Situação: Fique por Dentro/Gestão dos Recursos Hídricos. (Carga horária: 4h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2013 - 2013

Curso prático de Gerenciamento Ambiental. (Carga horária: 8h). , ASSOCIAÇÃO ESTADUAL DOS GESTORES AMBIENTAIS DO PIAUÍ, AGAPI, Brasil.

2009 - 2009

CULTIVO, MANEJO E MANIPULAÇÃO DE PLANTAS AROMÁTICAS E MEDICINAIS. (Carga horária: 10h). , Universidade Federal do Piauí, UFPI, Brasil.

2008 - 2008

MICROBIOLOGIA ALIMENTAR. (Carga horária: 40h). , Instituto Federal do Piauí, IFPI, Brasil.

2007 - 2007

Extensão universitária em Inglês Conversação. , Universidade Estadual do Piauí, UESPI, Brasil.

2007 - 2007

MANEJO DE ÁREAS VERDES. (Carga horária: 26h). , CENTRO PAISAGÍSTICO GUSTAAF WINTERS, CPGW, Brasil.

2007 - 2007

DIREITO AMBIENTAL. (Carga horária: 8h). , ESCOLA JUDICIÁRIA ELEITORAL DO PIAUÍ, TRE, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

II Simpósio Internacional de Morfogênese e Diferenciação Celular.DESCRIÇÃO ANATÔMICA E MORFOMÉTRICA DA GLÂNDULA ADRENAL DE TATU (Dasypus novebcintuctus). 2016. (Simpósio).

II Simpósio Internacional de Morfogênese e Diferenciação Celular.ESTUDO MORFOMÉTRICO DE FÍGADO DE CANINOS COM LEISHIMANIOSE VISCERAL, TRATADOS COM CÉLULAS MONONUCLEARES DE MEDULA ÓSSEA. 2016. (Simpósio).

I Encontro de Meio Ambiente do Piauí. 2009. (Congresso).

X Semana de Biologia da Universidade Federal do Piauí- UFPI,. 2009. (Simpósio).

II Simpósio de Biologia ?Vida e ambiente: Equilíbrio e proteção.PESCA ARTESANAL E CONHECIMENTO POPULAR DOS PESCADORES DO BAIRRO POTY VELHO EM TERESINA-PI. 2008. (Simpósio).

VII Simpósio de produção Científica, IV Seminário de Pós-Graduação, V Seminário de Iniciação Científica e I Seminário de Extensão.ESTUDO DO POTENCIAL FARMACOLÓGICO DA FLORA URBANA DE TERESINA PIAUÍ E RECOMENDAÇÕES DE USO EM PAISAGISMO. 2007. (Simpósio).

57ª Congresso Nacional de Botânica, 13º Encontro Estadual de Botânica e 5º Encontro Estadual de Herbários. TRANSPLANTIOS DE ESPÉCIES NATIVAS PARA A ARBORIZAÇÃO URBANA DE TERESINA-PI. 2006. (Congresso).

II SIMPÓSIO DESENVOLVIMENTO DO TRÓPICO ECOTONAL DO NORDESTE - BIODIVERSIDADE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. II SIMPÓSIO DESENVOLVIMENTO DO TRÓPICO ECOTONAL DO NORDESTE - BIODIVERSIDADE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. 2006. (Congresso).

XXIX Reunião Nordestina deBotânica - Diversidade,conservação e uso sustentável da flora nordestina..INVENTÁRIO DAS ÁRVORES URBANAS DE TERESINA-PI. 2006. (Encontro).

XXIX Reunião Nordestina de Botânica - Diversidade, conservação e uso sustentável da flora nordestina.. DIAGNÓSTICO DA ARBORIZAÇÃO DO CENTRO DE BURITI DOS LOPES-PI. 2006. (Congresso).

XXIX Reunião Nordestina de Botânica - Diversidade, conservação e uso sustentável da flora nordestina.. PÓLO SAÚDE DE TERESINA-PI: PLANO DE MANEJO DA ARBORIZAÇÃO. 2006. (Congresso).

12ª Jornada Nacional de Iniciação Científica, realizada durante a 57ª Reunião da SBPC. A ARBORIZAÇÃO DO CAMPUS DA UESPI-PIRAJÁ-DIAGNÓSTICO E MONITORAMENTO. 2005. (Feira).

II ENCONTRO DE ZOOLOGIA DA UFPI E I CONGRESSO PIAUIENSE DE ZOOLOGIA.II ENCONTRO DE ZOOLOGIA DA UFPI E I CONGRESSO PIAUIENSE DE ZOOLOGIA. 2005. (Encontro).

Semana de Nacional de Ciência e Tecnologia. Teratologia. 2005. (Feira).

VI Simpósio de Produção Científica, IV Seminário de Iniciação Científica e III Seminário de Pós-Graduação da Universidade Estadual do Piauí-UESPI. A ARBORIZAÇÃO DO CAMPUS POETA TORQUATO NETO-PIRAJÁ-DIAGNÓSTICO E MONITORAMENTO. 2005. (Congresso).

XXVIII Reunião Nordestina de Botânica. DIAGNÓSTICO DA ARBORIZAÇÃO DO CANTEIRO CENTRAL DA AVENIDA FREI SERAFIM, TERESINA-PI. 2005. (Congresso).

II Encontro de Biologia.II Encontro de biologia. 2004. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Paula Janaína Mendes Lopes

COSTA, Idaílis Santana;LOPES, Paula Janaína Mendes. A ARBORIZAÇÃO DO CAMPUS DA UESPI POETA TORQUATO NETO: DIAGNÓSTICO E RECOMENDAÇÕES. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão Ambiental - Áreas VErdes Urbanas) - Universidade Estadual do Piauí.

ROSELIS RIBEIRO BARBOSA MACHADO

MACHADO, Roselis Ribeiro Barbosa; Dias, J.A.O; LOPES, P.J.M. A arborização do campus da Uespi Poeta Torquato Neto: diagnóstico e recomendações. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Gestão Ambiental - Áreas verdes) - Universidade Estadual do Piauí.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Maria da Conceição Prado de Oliveira

Interferência da precipitação e da temperatura na produção de serrapilheira da Unidade de Conservação Floresta Nacional de Palmares, no município de Altos - PI, Brasil; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Piauí; Orientador: Maria da Conceicao Prado de Oliveira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • 2009 COSTA, I. S. ; MACHADO, R. R. B. . Sociedade Brasileira de Arborização Urbana Título: A arborização do campus da UESPI- Poeta Torquato Neto em Teresina-PI: Diagnóstico e Monitoramento ( Afforestation campus of the Poet UESPI- Torquato neto in Teresina-PI: Diagnosis and Monitoring).. Revista Brasileira de Arborização Urbana , v. 4, p. 32-46, 2009.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2005 - 2006

    ESTUDO DO POTENCIAL FARMACOLÓGICO DA FLORA URBANA DE TERESINA ? PIAUÍ E RECOMENDAÇÕES DE USO EM PAISAGISMO, Descrição: O objetivo do presente trabalho foi traçar o perfil farmacológico da flora urbana de Teresina- PI, identificando as principais espécies, verificando a incidência de cada uma delas e sua utilização pela população através de pesquisas em mercados públicos com a utilização de planilhas, a fim de elaborar cartilhas de recomendações de uso paisagísticos e medicinais das espécies avaliadas. Teresina ocupa uma área de 1.673 Km2 e uma população de 801.971 mil habitantes. Foram registradas 63 espécies vegetais com indicações para uso medicinal, com ampla distribuição nos comércios públicos, além das vias públicas. O levantamento constatou grande intercambio entre os estados do Piauí, Maranhão e Pará em relação ao comércio de espécies com valor medicinal e o uso inadequado das mesmas. Do total de espécies registradas, 14 são utilizadas no paisagismo, em composição de jardins apresentando valor paisagístico relevante. Os resultados apontaram a necessidade da realização de estudos científicos para a comprovação dos benefícios medicinais desta flora com dosagens adequadas de cada uma delas. PALAVRAS - CHAVE: Potencial Farmacológico - Flora Urbana - Paisagismo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Idaílis Santana Costa - Integrante / Roselis Ribeiro Barbosa Machado - Coordenador.

  • 2004 - 2005

    A arborização do campus da UESPI- Poeta Torquato Neto em Teresina-PI: Diagnóstico e Monitoramento., Descrição: O objetivo do presente trabalho foi avaliar as condições físicas e a distribuição espacial dos indivíduos existentes na arborização do Campus Poeta Torquato Neto da Universidade Estadual do Piauí-UESPI. O campus ocupa uma área de 126.491m2, sendo 15.272,97m2 de área construída e 29.950,45m de área pavimentada. Tomou-se uma distribuição total da área em 09 subáreas feitas de forma aleatória. Amostras botânicas foram coletadas e herborizadas para posterior identificação. Através do levantamento realizado foram registradas 46 espécies vegetais e 20 famílias botânicas, sendo a Arecaceae a família mais representativa com 08 espécies. Dentre as espécies amostradas, a mais abundante foi a Mangifera indica Linn. (com 186 indivíduos ? 23,5% do total dos indivíduos), seguido pela Tabebuia avellanidae Lor. (com 69 indivíduos ? 8,7% do total dos indivíduos); entre as menos abundantes estão a Orbygnia speciosa Mart. e Tamarindus indica L. (com 01 indivíduo cada ? 0,1%do total dos indivíduos). O percentual de cobertura arbórea calculada a partir da área de projeção de copas foi de 30,17%. Os dados demonstram a necessidade de implantação imediata das ações de manejo e monitoramento para a arborização local, o que propiciará benefícios ambientais e paisagísticos, além do bem ? estar à população que veicula na área. Palavras-chave: arborização- monitoramento ? UESPI.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Idaílis Santana Costa - Integrante / Roselis Ribeiro Barbosa Machado - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2005 - 2007

    Universidade Estadual do Piauí

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiaria, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Desenvolvimento de Projeto de Pesquisa: A arborização do campus Poeta Torquato Neto-Diagnóstico e Monitoramento / PIBIC-UESPI 2004/2005 Estudo do Potencial Farmacológico da Flora Urbana de Teresina-Piauí e Recomendações de Uso em Paisagismo / PIBIC-UESPI 2005/2006