Bruna Barnei Saraiva

Graduada em Zootecnia pela Universidade Estadual de Maringá, durante a graduação, trabalhou com nutrição de pequenos ruminantes e desenvolvimento de novos produtos com a utilização de probióticos para alimentação de animais de produção. Atualmente, mestranda em produção animal, com ênfase em bovinocultura de leite e tecnologia de produtos de origem animal pelo Programa de Pós-Graduação em Zootecnia da Universidade Estadual de Maringá.

Informações coletadas do Lattes em 27/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em Zootecnia

2014 - 2018

Universidade Estadual de Maringá

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Estágio Supervisionado não Obrigatório em Bovinocultura de Leite. (Carga horária: 110h). , Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.

2015 - 2016

Estágio Supervisionado não Obrigatório em Caprinocultura. (Carga horária: 74h). , Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.

2015 - 2016

Estágio Supervisionado não Obrigatório em Avicultura. (Carga horária: 78h). , Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.

2015 - 2015

Avaliação da Conformação Ideal das Vacas Leiteiras. (Carga horária: 16h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - AR/PR, SENAR-PR, Brasil.

2015 - 2015

Caprinocultura de Corte. (Carga horária: 16h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR-PR, Brasil.

2015 - 2015

Nutrição c/ Ferramenta p/ Pecuária Mais Eficiente. (Carga horária: 2h). , Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.

2014 - 2014

Bovinocultura de Corte - Casqueamento. (Carga horária: 16h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR-PR, Brasil.

2014 - 2014

Bovinocultura de Corte - Manejo. (Carga horária: 24h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - AR/PR, SENAR-PR, Brasil.

2014 - 2014

Geforce- Grupo de Estudos em Forragicultura Cecato. (Carga horária: 400h). , Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

II - Mostra Ciência na Praça - Mostra de Atividades da Pós-graduação da UEM. Mostra de Atividades da Pós-graduação da UEM. 2018. (Exposição).

26° Encontro Anual de Iniciação Científica.Valor nutritivo de rações contendo grãos secos destilados com solúveis DDGS em cabritos. 2017. (Encontro).

Semana Integrada de Zootecnia: Ciência e Profissão. 2016. (Congresso).

XXVI Congresso Brasileiro de Zootecnia. 2016. (Congresso).

III Simpósio de Produção Animal a Pasto.Ácidos graxos no músculo Longissimus de bovinos Nelore em alturas de pastejo de Brachiaria brizantha. 2015. (Simpósio).

VI Simpósio de Gestão do Agronegócio, VI Mostra de Trabalhos Científicos e XXX Semana da Zootecnia. 2015. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Magali Soares dos santos Pozza

CASTILHA, L. D.; SOUZA, H. M.;POZZA, MAGALI SOARES DOS SANTOS. Viabilidade de Kefir com diferentes metodos de incorporacao em racao peletizada. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Zootecnia) - Universidade Estadual de Maringá.

Leandro Dalcin Castilha

POZZA, M.S.S.CASTILHA, L. D.; ZANIBONI, H. M. S.. Viabilidade de quefir com diferentes métodos de incorporação em ração peletizada. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Zootecnia) - Universidade Estadual de Maringá.

Hâmara Milaneze de Souza

SARAIVA, B. B.; POZZA, M. S. S.; CASTILHA, L. D.;SOUZA, H. M.. VIABILIDADE DE QUEFIR COM DIFERENTES MÉTODOS DE INCORPORAÇÃO EM RAÇÃO PELETIZADA. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Zootecnia) - Universidade Estadual de Maringá.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Magali Soares dos santos Pozza

Fotoinativação de fungos micotoxigênicos em queijos; Início: 2019; Dissertação (Mestrado profissional em Zootecnia) - Universidade Estadual de Maringá, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Magali Soares dos santos Pozza

Viabilidade de quefir com diferentes metodos de incorporação em ração peletizada; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Zootecnia) - Universidade Estadual de Maringá; Orientador: Magali Soares dos Santos Pozza;

Claudete Regina Alcalde

Valor nutritivo de rações contendo grãos secos destilados com solúveis ? DDGS para cabritos Boer; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Zootecnia) - Universidade Estadual de Maringá, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Claudete Regina Alcalde;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SARAIVA, B. B. ; OLIVO, P. M. ; RODRIGUES, B. M. ; CASTILHA, L. D. ; POZZA, M. S. S. . Viabilidade de kefir liofilizado incorporado em ração peletizada com diferentes métodos. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SARAIVA, B. B. ; TEIXEIRA, U. H. G. ; SILVA, C. I. ; DUARTE, V. ; ALCALDE, C. R. . Valor nutritivo de rações contendo grãos secos destilados com solúveis DDGS em cabritos. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SARAIVA, B. B. ; LALA, B. ; PEREIRA, V. V. ; MARI, G. C. ; BRIDI, A. M. ; CECATO, U. . Ácidos graxos no músculo Longissimus de bovinos Nelore em alturas de pastejo de Brachiaria brizantha. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

SARAIVA, B. B. . Produção e Tecnologia de Queijos. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - 2017

    Valor nutritivo de rações contendo grãos secos destilados com solúveis DDGS em cabritos, Descrição: Objetivou-se avaliar a ingestão e a digestibilidade da matéria seca e dos nutrientes utilizando grãos secos destilados com solúveis DDGS (dried distillers grains with solubles ? DDGS, 34% de proteína bruta) nas rações. Os 24 cabritos com peso médio de 27 kg foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado para três tratamentos: controle sem DDGS e os demais 50% ou 100% de DDGS, em substituição ao farelo de soja nas rações. Os animais foram pesados incialmente e o manejo alimentar era feito uma vez por dia. Os alimentos e as rações foram analisados para determinar o teor de matéria seca e dos nutrientes. As fezes foram coletadas para a determinação da digestibilidade da matéria seca e dos nutrientes. As excreções fecais foram estimadas utilizando a fibra em detergente neutro indigestível (FDNi) como indicador interno. Em conclusão, até 50% de substituição do DDGS nas rações apresenta resultado positivo (P<0,05) para nutrientes digestíveis totais.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Bruna Barnei Saraiva - Integrante / Ubiara Henrique Gomes Teixeira - Integrante / Caroline Isabela Silva - Integrante / Vanessa Duarte - Integrante / Claudete Regina Alcalde - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2016 - 2017

Universidade Estadual de Maringá

Vínculo: , Enquadramento Funcional: