Marcelo Simi Czykiel

Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Medicina. Trabalhou em projetos de Iniciação Científica nas Áreas de Infectologia e Psiquiatria, nesta última com foco especial em Transtornos de Ansiedade. Tem interesse em especializar-se na área de Psiquiatria.

Informações coletadas do Lattes em 27/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Medicina

2010 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Ensino Médio (2º grau)

2005 - 2007

Colégio Santa Familia

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2015 - 2015

Fundamentos Básicos em Videolaparoscopia. (Carga horária: 8h). , Instituto Simutec, INST. SIMUTEC, Brasil.

2015 - 2015

Basic Skills em Videolaparoscopia. (Carga horária: 8h). , Instituto Simutec, INST. SIMUTEC, Brasil.

2014 - 2014

Curso Publicação de Artigos Científicos. (Carga horária: 1h). , Hospital de Clínicas de Porto Alegre, HCPA, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em LIGA DE PSIQUIATRIA. (Carga horária: 34h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

34ª Semana Científica do HCPA.Citocinas Inflamatórias e Dano Endotelial em uma Coorte de Pacientes com Transtorno do Pânico. 2015. (Outra).

III CONGRESSO INTERNACIONAL e XXIII BRASILEIRO DA ABENEPI, XXIII CONGRESO ANUAL DE LA AINP e CONGRESO LATINOAMERICANO DE FLAPIA. INFLUÊNCIA DE PSICOSE E HISTÓRIA FAMILIAR DE TRANSTORNOS DE HUMOR NA AVALIAÇÃO DO AMBIENTE FAMILIAR EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES BIPOLARES. 2015. (Congresso).

III CONGRESSO INTERNACIONAL e XXIII BRASILEIRO DA ABENEPI, XXIII CONGRESO ANUAL DE LA AINP e CONGRESO LATINOAMERICANO DE FLAPIA. O GANHO DE PESO EM PACIENTES DO PROGRAMA DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES BIPOLARES DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE. 2015. (Congresso).

Simpósio de Genética, Psiquiatria e Saúde Mental da LIPSAM. 2015. (Simpósio).

34ª Semana Científica do HCPA.Terapia cognitivo-comportamental (TCC) para ansiedade em crianças é capaz de influenciar a sintomatologia materna?. 2014. (Outra).

34ª Semana Científica do HCPA.Evidências de Disfunção Endotelial numa Coorte de Pacientes com Transtorno do Pânico. 2014. (Outra).

III Simpósio da Liga de Psiquiatria da UFRGS - Neurociências e Temas Polêmicos. 2014. (Simpósio).

Salão UFRGS 2014: SIC - XXVI SALÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFRGS.EVIDÊNCIAS DE DISFUNÇÃO ENDOTELIAL NUMA COORTE DE PACIENTES COM TRANSTORNO DO PÂNICO. 2014. (Outra).

33ª Semana Científica do HCPA.Detecção de T. pallidum em líquor de pacientes com Neurossífilis e HIV através da Reação em Cadeia da Polimerase. 2013. (Outra).

XXXI Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 2013. (Congresso).

1° Simpósio da Liga de Psiquiatria - UFRGS. 2012. (Simpósio).

Ciência e Inovação em Psiquiatria. 2011. (Simpósio).

PACTO AVC. 2010. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Gisele Gus Manfro

MARCADORES INFLAMATÓRIOS E DE FUNÇÃO ENDOTELIAL EM PACIENTES COM TRANSTORNO DO PÂNICO REFRATÁRIOS E RESPONSIVOS A TRATAMENTO; ; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Gisele Gus Manfro;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • MONTAGNER, RACHEL ; MOGG, KARIN ; BRADLEY, BRENDAN P. ; PINE, DANIEL S. ; CZYKIEL, MARCELO S. ; MIGUEL, EURIPEDES CONSTANTINO ; ROHDE, LUIS A. ; MANFRO, GISELE G. ; SALUM, GIOVANNI A. . Attentional bias to threat in children at-risk for emotional disorders: role of gender and type of maternal emotional disorder. European Child & Adolescent Psychiatry , v. Epub, p. Epub, 2015.

  • FRAGA, D. D. ; MULLER, A. L. A. ; CZYKIEL, M. S. ; ARMAS, Y. ; WISSMANN, G. ; GOLDANI, L. Z. . Detection of Treponema pallidum by Semi-Nested PCR in the Cerebrospinal Fluid of Asymptomatic HIV-Infected Patients with Latent Syphilis. Clinical Laboratory (Heidelberg. 1996) , v. 60, p. 2051-2054, 2014.

  • CZYKIEL, M. S. ; FRAGA, D. D. ; MULLER, A. L. A. ; WISSMANN, G. ; GOLDANI, L. Z. . Detecção de T. Pallidum em líquor de pacientes com neurossífilis e HIV através da reação em cadeia da polimerase. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2012 - 2013

    DETECÇÃO DE DNA DE TREPONEMA PALLIDUM ATRAVÉS DA REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE EM LÍQUOR DE PACIENTES COM NEUROSSÍFILIS E HIV ATENDIDOS NO SERVIÇO DE INFECTOLOGIA DO HOSPITAL DE CLÍNICA DE PORTO ALEGRE, Descrição: Neurossífilis é o resultado da infecção do sistema nervoso central pelo Treponema pallidum. É desenvolvida a partir da sífilis não tratada devido à manifestações tardias, formas assintomáticas ou infecção pelo vírus HIV. Os principais exames baseiam-se nas reações sorológicas como o VDRL e o FTA-abs no soro e o estudo do líquido cefalorraquidiano com contagem de células e dosagem de proteínas, mas que ainda desafiam os laboratórios clínicos em razão dos resultados, por vezes, inconclusivos. O tratamento convencional para neurossífilis consiste na administração de Penicilia G 24mU/dia por 14 dias. Para avaliarmos a presença de DNA em líquido cefalorraquidiano de pacientes com neurossifilis e HIV, visamos a utilização de técnicas moleculares que detectam DNA de Treponema pallidum em líquor para o monitorando da infectividade, relevante no tratamento. Através da técnica de PCR propusemos uma alternativa para complementar e fortalecer os exames de rotina. A pesquisa será desenvolvida no Laboratório Especial em Doenças Infecciosas no Centro de Pesquisa Experimental do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Marcelo Simi Czykiel - Integrante / Luciano Zubaran Goldani - Coordenador / Daniela Duarte de Fraga - Integrante / André Luis Aquino Müller - Integrante / Gustavo Wissmann - Integrante.

  • 2010 - Atual

    COORTE DE ALTO RISCO PARA O DESENVOLVIMENTO DE TRANSTORNOS PSIQUIÁTRICOS NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA: SEGUIMENTO DE 3 E 6 ANOS. SUB-PROJETOS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE E TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO, Descrição: Relevância: Os transtornos psiquiátricos são uma das causas líderes de ônus à saúde. A maioria desses transtornos psiquiátricos inicia na infância sendo que cerca de 1 em cada 10 crianças em todo o mundo possui um diagnóstico de um transtorno psiquiátrico. No entanto, muito pouco investimento em pesquisa é destinado para o estudo de transtornos mentais na infância. Muito pouco se sabe acerca dos fatores de risco e proteção e acerca das rotas biológicas relacionadas à origem e ao curso desses transtornos. A investigação dessas rotas biológicas pode trazer avanços importantes no tratamento e, principalmente, na prevenção dessas doenças, suportando o objetivo principal deste estudo. Desenho do projeto: foram entrevistadas 10.000 famílias oriundas de 57 escolas de Porto Alegre e São Paulo e 2500 (1.000 de forma aleatória e 1.500 de alto risco para transtornos psiquiátricos - classificadas como alto risco pela presença de sintomas psiquiátricos e na história familiar positiva para transtornos psiquiátricos) para serem intensamente avaliadas com avaliações domiciliares de saúde dos pais e da criança na escola e seguidas ao longo do tempo (3 e 6 anos após a avaliação da linha de base). Todas as crianças e seus pais doaram amostras de DNA através da saliva para estudos de genética e 750 dessas crianças realizaram um protocolo de estudo de neuroimagem estrutural e funcional. A avaliação da linha de base do projeto já ocorreu (ano de realização: 2010). Este projeto tem a intenção de apresentar os objetivos, métodos e justificativa para os seguimentos de 3 e 6 anos para os subprojetos de Transtornos de Ansiedade e Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. Dentre os objetivos do presente projeto, o aluno de IC ficou envolvido no sub-projeto que busca Investigar se vieses na orientação da atenção na linha de base podem predizer: (1) incidência de casos novos; (2) persistência de transtornos de ansiedade na adolescência; (3) comorbidade com outros transtornos psiquiátricos ? 3 anos após a avaliação da linha de base. Para isto, o aluno pode se apropriar de ferramentas capazes de medir o viés atencional como o dotprobe. Este paradigma é utilizado para avaliar o limiar para um indivíduo com transtorno de ansiedade para ter sua atenção capturada por estímulo moderadamente aversivos no ambiente é menor do que para indivíduos sem transtornos de ansiedade. Por essa razão, a atenção de indivíduos com transtornos de ansiedade está enviesada para estímulos ameaçadores no ambiente.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Simi Czykiel - Integrante / Gisele Gus Manfro - Integrante / ROHDE, LUIS A. - Integrante / SALUM, GIOVANNI A. - Coordenador.

  • 1998 - Atual

    Marcadores Inflamatórios e de Função Endotelial em Pacientes com Transtorno de Pânico Refratários e Responsivos à Tratamento, Descrição: O Transtorno do Pânico tende a ser crônico e recorrente. Considerando que TP possa constituir um fator de risco independente para mortalidade por DCV, acredita-se que quanto mais cronicamente os indivíduos forem acometidos, maiores serão os seus graus de disfunção endotelial e de inflamação vascular sistêmica. Desta forma seria importante uma melhor elucidação de seu processo fisiopatológico e este conhecimento pode ser decisivo no curso e na redução dos danos provocados pelo TP e demais transtornos de ansiedade. Para isto o presente projeto tem como objetivo avaliar a fisiopatologia periférica do TP refratário e responsivo aos tratamentos realizados, verificando os diferentes níveis de marcadores inflamatórios e de disfunção endotelial nos pacientes com TP em remissão total, remissão parcial e nos pacientes refratários. Será realizado um estudo do tipo transversal com os pacientes provenientes da coorte de pacientes em tratamento para TP do ambulatório de transtornos de ansiedade do Hospital de Clinicas de Porto Alegre. Esta coorte teve início em 1998 com o objetivo de avaliar a resposta a médio,e longo prazo dos pacientes com TP entre 18 e 65 anos, com sintomas residuais após o tratamento com doses adequadas de antidepressivos e submetidos à terapia cognitivo-comportamental em grupo (TCCG). Estes pacientes (n=200) serão reavaliados através do Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI) e divididos entre os que responderam, os que tiveram um curso oscilante e os refratários a tratamento e avaliados quanto a presença de marcadores inflamatórios e de disfunção endotelial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Marcelo Simi Czykiel - Integrante / Gisele Gus Manfro - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2012 - 2015

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluno de Iniciação Científica, Carga horária: 20