Eliandro Reis Tavares

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Londrina (2009), mestrado em Microbiologia pela Universidade Estadual de Londrina (2012) e doutorado em Microbiologia pela Universidade Estadual de Londrina (2016). Atualmente é professor da Universidade Estadual de Londrina e pós-doutorando do Programa Nacional de Pós-Doutorado - PNPD. Tem experiência na área de Genética, com ênfase em Genética Molecular e de Microorganismos, atuando principalmente nos seguintes temas: Diagnóstico molecular de agentes etiológicos de doenças infecciosas, quantificação de RNA mensageiro por PCR em tempo real, estudo de produtos naturais e sintéticos com atividade antimicrobiana, biofilmes, genômica e transcriptômica.

Informações coletadas do Lattes em 01/02/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Microbiologia

2012 - 2016

Universidade Estadual de Londrina
Título: Caracterização do biofilme de Cryptococcus gattii utilizando abordagens fenotípicas e moleculares
Sueli Fumie Yamada Ogatta. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Cryptococcus gattii; Biofilme; Virulência; Genes diferencialmente expressos.Grande área: Ciências BiológicasSetores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.

Mestrado em Microbiologia

2010 - 2012

Universidade Estadual de Londrina
Título: Diferenciação entre Cryptococcus gattii e Cryptococcus neoformans utilizando o espaço intergenico 1 (IGS1) do rRNA por PCR em tempo real,Ano de Obtenção: 2012
Lucy Megumi Yamauchi Lioni.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Cryptococcus gattii; Cryptococcus neoformans; PCR em tempo real; Espaço Intergênico.Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Biologia e Fisiologia dos Microorganismos / Especialidade: Micologia. Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.

Graduação em Ciências Biológicas

2006 - 2009

Universidade Estadual de Londrina
Título: Padronização de uma seminested-PCR em uma única etapa para detecção molecular do fungo Histoplasma capsulatum
Orientador: Emerson José Venancio

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2016

Pós-Doutorado. , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil. , Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. , Grande área: Ciências Biológicas, Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Microbiologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2017 - 2017

70º Curso Básico para a formação de Tutores. (Carga horária: 16h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2014 - 2014

Princípios Básicos de Bioinformática. (Carga horária: 26h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2009 - 2009

PURIFICAÇÃO DE PRODUTOS BIOTECNOLOGICOS. (Carga horária: 8h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2009 - 2009

MANIPULAÇÃO DE ÁCIDOS NUCLEICOS. (Carga horária: 40h). , Universidade Estadual Paulista, UNESP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Molecular e de Microorganismos.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Microbiologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

TAVARES, E. R. . III Congresso Paranaense de Microbiologia e International Symposium of Mycology. 2018. (Congresso).

TAVARES, E. R. ; TAVARES, ELIANDRO REIS . I Congresso Paranaense de Microbiologia e Simpósio Sul-Americano de Escherichia coli. 2014. (Congresso).

TAVARES, E. R. . I Encontro de Ciências Biológicas da Universidade Estadual de Londrina. 2010. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

7º CONGRESSO PARANAENSE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS. RNA-Seq: da Tecnologia para a Biologia. 2017. (Congresso).

II Congresso Paranaense de Microbiologia e Simpósio Sul-Americano de Microbiologia Ambiental. Bioinformática para a Microbiologia. 2016. (Congresso).

XXII Congreso Latinoamericano de Microbiología y 4 Congreso Colombiano de Microbiología. DIFFERENTIATION OF CRYPTOCOCCUS GATTII AND CRYPTOCOCCUS NEOFORMANS BY REALTIME PCR USING THE INTERGENIC SPACER REGION (IGS) 1 OF RIBOSOMAL DNA. 2014. (Congresso).

XXI Congresso Latinoamericano de Microbiologia. Diferenciação Entre Cryptococcus Gattii e Cryptococcus neoformans usando a região IGS1 do DNA ribossomal por PCR em tempo real. 2012. (Congresso).

VI Curso de Veraão "Manipulação de Ácidos Nucleicos: do DNA ao Produto Gênico. 2009. (Outra).

VIII FORUM DE INFECÇÕES FÚNGICAS NA PRÁTICA CLÍNICA. PADRONIZAÇÃO DE UMA REAÇÃO DE SEMINESTED-PCR PARA DETECÇÃO MOLECULAR DO FUNGO Histoplasma capsulatum. 2009. (Congresso).

V SEMANA DE BIOTECNOLOGIA.ANALISE DA VARIAÇÃO DAS SEQUENCIAS NUCLEOTIDICAS DAS REGIOES ITS1, 5.8S E ITS2DO DNA RIBOSSOMAL DE FUNGOS PATOGENICOS PARA O HOMEM. 2009. (Outra).

V SEMANA DE BIOTECNOLOGIA.UTILIZAÇÃO DOS OLIGONUCLEOTIDEOS PC04 E GH20 COMO CONTROLE INTERNO DE UMA REAÇÃO DE PCR PARA DETECÇÃO DO FUNGO Paracoccidioides brasiliensis. 2009. (Outra).

Semana de Saude e Segurança na Construção Civil.Exposição de Material e Orientaçao para a Comunidade sobre Biologia. 2008. (Outra).

XVII EAIC PIBIC/CNPq.ANÁLISE DA VARIAÇÃO DAS SEQÜÊNCIAS NUCLEOTÍDICAS DAS. 2008. (Encontro).

XXXVII Congresso Argentino de Genetica. ANALISE DA VARIAÇÃO DAS SEQUENCIAS NUCELOTIDICAS DAS REGIOES ITS1, 5.8S E ITS2 DO DNA RIBOSSOMAL DE FUNGOS PATOGENICOS PARA O HOMEM. 2008. (Congresso).

II Encontro de Bolsistas do Programa de Apoio a Ações Afirmativas para Inclusao Social e II Encontro de Bolsistas do Programa de Iniciação Cientifica Junior 2007.PADRONIZAÇÃO DA UTILIZAÇÃO DOS PRIMERS PC04 E GH20 COMO CONTROLE INTERNO DE UMA REAÇÃO DE PCR PARA DETECÇÃO DE Paracoccidiodes brasilienses. 2007. (Encontro).

VII Congresso Londrinense de Biologia Aplicada a Saude e III Simposio Paranaense de Patologia Experimental. UTILIZAÇÃO DOS OLIGONUCLEOTIDEOS PC04 E GH20 COMO CONTROLE INTERNO DE UMA REAÇÃO DE PCR PARA DETECÇÃO DO FUNGO Paracoccidiodes brasiliensis. 2007. (Congresso).

I Workshop Paranaense de Micologia Medica. 2006. (Outra).

XI Semana da Fisica. 2006. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Ana Elisa Belotto Morguette

YAMADA-OGATTA, S. F.; LONNI, A. A. S. G.;TAVARES, E. R.. Colonização por Streptococcus agalactiae em Gestantes e Formulação de Hidrogel para Controle de Infecção Neonatal. 2018. Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Heloisa Moreira Martins

NAKAZATO, G.;TAVARES, E. R.; KOBAYASHI, R. K. T.. Potencial Toxigênico de Amostras de Escherichia coli Produtoras de Shiga Toxina Isoladas de Humanos, Bovinos e Ovinos da Região de Londrina - PR- Brasil. 2018. Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Rosemary Cervantes Rocha

BOTELHO, N. S.;MOREY, A. T.TAVARES, E. R.YAMADA-OGATTA, S. F.. Efeito do óleo de copaíba em Enterococcus faecium resistente a vancomicina. 2017. Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Caroline Souza Azevedo

LIONI, L. M. Y.TAVARES, E. R.; PANAGIO, L. A.. Potencial de Virulência de leveduras dos Complexos Cryptococcus neoformans e Cryptococcus gattii isoladasde excretas de aves da cidade de Londrina, Paraná. 2017. Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Pollyana Myrella Capela dos Santos

LIONI, L. M. Y.MOREY, A. T.TAVARES, E. R.; BOTELHO, N. S.; KOBAYASHI, R. K. T.. Efeito do extrato da casca de Poincianella pluviosa e fluconazol sobre células planctônicas e sésseis de Candida spp. 2018. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Lucas Fernando da Silva

YAMADA-OGATTA, S. F.; KIAN, D.;TAVARES, E. R.LIONI, L. M. Y.; BOTELHO, N. S.. Enterococcus faecium resistente à vancomicina isolado de infecção urinária: formação de biofilme e genoma. 2018. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Ananda Marques de Godoi

LINHARES, R. E. C.; ORSATO, A.;TAVARES, E. R.; GALHARDI, L. C. F.; AMARANTE, M. K.. Atividade antiviral in vitro de polissacarideos obtidos de plantas para herpesvirus e poliovirus. 2018. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Eliane Saori Otaguiri

YAMADA-OGATTA, S. F.; GIONCO, B.;TAVARES, E. R.; LOPES, G. K.; ROCHA, S. P. D.. Estratégias para prevenções de infecções causadas por Streptococcus agalactiae.. 2017. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Priscilla de Freitas Cardoso

TAVARES, E. R.; VILAS-BOUAS, G. F. L. T.; SOUZA, R. F.; SARTORI, D.; RODRIGUES, E. P.. Rap-Phr Systems in Bacillus cereus group - plasmid as important factor for regulation of sporulation. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Heloisa Moreira Martins

NAKAZATO, G.;TAVARES, E. R.; PANAGIO, L. A.. Novas Abordagens no Estudo de Amostras de Escherichia coli Produtora de Shiga Toxiina (STEC). 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Caroline Souza Azevedo

LIONI, L. M. Y.; MOREY, A. T.;TAVARES, E. R.. Caracterização da virulência de leveduras do complexo Cryptococcus neoformans e Cryptococcus gattii isolados de excretas de aves da cidade de Londrina-PR. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduaçao em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Aline Emi Tanida

YAMADA-OGATTA, S. F.; OLIVEIRA, A. G.;TAVARES, E. R.. Caracterização do biofilme misto entre Streptococcus agalactiae e Candida albicans. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduaçao em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Erika Tyemi Goya

ANDRADE, G.;TAVARES, E. R.; SIMIONATO, A. S.. Avaliação da atividade antifúngica de metabólitos secundários de Pseudomonas aeruginosa (Cepa LV) contra Rhizoctonia solani.. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Gabriella Maria Andriani

YAMAUCHI, L. M.MOREY, A. T.TAVARES, E. R.. Avaliação do efeito da combinação do antifúngico fluconazol com o extrato da casca de Caesalpinia pluviosa (Sibipiruna) sobre Candida spp.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Tânia Fraga Barros

VENÂNCIO EJ; LIONI LMY;BARROS, T F. Diferenciação entre Cryptococcus neoformans e Cryptococcus gattii usando a região IGS1 do DNA ribossomal por PCR em tempo Real. 2012. Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Emerson José Venâncio

LIONI, Lucy Megumi Yamauchi; BARROS, T.F.;Venancio, E.J.. Diferenciação entre Cryptococcus neoformans e Cryptococcus gattii usando a região IGS1 do DNA ribossomal por PCR em tempo real. 2012. Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Emerson José Venâncio

LIONI, Lucy Megumi Yamauchi; NAKAZATO, G.;VENANCIO, E. J.. Diferenciação entre Cryptococcus neoformans e Cryptococcus gatti usando a região IGS1 do DNA ribossomal por PCR em tempo real. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Fabrício Martins Lopes

OGATTA, Sueli F. Y.;LOPES, Fabrício M.; ISHIDA, Kelly; KOBAYASHI, Renata K. T.; ROCHA, Sergio P. D.. Caracterização fenotípica e molecular do biofilme do Cryptococcus gattii. 2016. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Sérgio Paulo Dejato da Rocha

Ogatta SFY; KOBAYASHI, R. K. T.;ROCHA, S.P.D.; ISHIDA, K.; LOPES, F. M.. Caracterização fenotípica e molecular do biofilme de Cryptococcus gattii. 2016. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Renata Katsuko Takayama Kobayashi

OGATTA, S. F. Y.; LOPES, F. M.; ISHIDA, K.;KOBAYASHI, R K T; ROCHA, S. P. D.. Caracterização fenotípica e molecular do biofilme de Cryptococcus gattii. 2016. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Renata Katsuko Takayama Kobayashi

OGATTA, S. F. Y.; OLIVEIRA, ADMILTON G;Kobayashi, Renata Katsuko Takayama. Micologia: Aspectos Gerais. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Kelly Ishida

ISHIDA, KELLYYamada-Ogatta, S.F.; LOPES, F. M.; KOBAYASHI, R. K. T.; ROCHA, S. P. D.. Caracterização fenotípica e molecular do biofilme de Cryptococcus gattii. 2016. Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Admilton Gonçalves de Oliveira Júnior

YAMADA-OGATTA, S. F.OLIVEIRA, A. G.; Kobayashi, R. K. T.. Micologia: Aspectos Gerais. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-graduação em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

GERSON NAKAZATO

NAKAZATO, G.; VENANCIO, E. J.; Lioni, L.M.Y.. Aplicação de PCR em Tempo Real na detecção e quantificação de infecções fúngicas. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Gabriella Maria Andriani

Efeito antifúngico do estrato da casca de Caesalpinia pluviosa sobre espécies dos complexos Cryptococcus gattii e Cryptococcus neoformans; Início: 2017; Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Lucy Megumi Yamauchi Lioni

Diferenciação entre Cryptococcus gattii e Cryptococcus neoformans utilizando uma região do espaçador intergênico 1 (IGS1) do DNA ribossomal por PCR em tempo real; 2012; Dissertação (Mestrado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Lucy Megumi Yamauchi Lioni;

Sueli Fumie Yamada Ogatta

Caracterização do biofilme de Cryptococcus gattii utilizando abordagens fenotípicas e moleculares; ; 2016; Tese (Doutorado em Microbiologia) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Sueli Fumie Yamada Ogatta;

Emerson José Venâncio

Padronização de uma semi-nested PCR para detecção Molecular do Fungo Histoplasma capsulatum; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Emerson José Venâncio

Padronização de uma semi-nested PCR para detecção Molecular do Fungo Histoplasma capsulatum; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Emerson José Venâncio

Detecção molecular do fungo Paracoccidioides brasiliensis em lesões orais; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária; Orientador: Emerson José Venancio;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • 2019 TAVARES, ELIANDRO REIS ; DA SILVA, LUCAS FERNANDO ; MOREY, ALEXANDRE TADACHI ; DE OLIVEIRA, ADMILTON GONÇALVES ; DA ROCHA, SERGIO PAULO DEJATO ; RIBEIRO, RENAN AUGUSTO ; HUNGRIA, MARIANGELA ; THIHARA, ISABELLA RAMOS TREVIZANI ; PERUGINI, MARCIA REGINA ECHES ; YAMAUCHI, LUCY MEGUMI ; YAMADA-OGATTA, SUELI FUMIE . Draft Genome Sequence of Vancomycin-Resistant Enterococcus faecium UEL170 (Sequence Type 412), Isolated from a Patient with Urinary Tract Infection in a Tertiary Hospital in Southern Brazil. Microbiology Resource Announcements , v. 8, p. 1-3, 2019.

  • 2019 MIRANDA-SAPLA, MILENA MENEGAZZO ; TOMIOTTO-PELLISSIER, FERNANDA ; ASSOLINI, JOÃO PAULO ; MACHADO CARLOTO, AMANDA CRISTINA ; TACIANE DA SILVA BORTOLETI, BRUNA ; GONÇALVES, MANOELA DAIELE ; TAVARES, ELIANDRO REIS ; HENRIQUE DA SILVA RODRIGUES, JEAN ; COLADO SIMÃO, ANDRÉA NAME ; YAMAUCHI, LUCY MEGUMI ; NAKAMURA, CELSO VATARU ; VERRI, WALDICEU A. ; COSTA, IDESSANIA NAZARETH ; CONCHON-COSTA, IVETE ; PAVANELLI, WANDER ROGERIO . trans-Chalcone modulates Leishmania amazonensis infection in vitro by Nrf2 overexpression affecting iron availability. EUROPEAN JOURNAL OF PHARMACOLOGY , v. 853, p. 275-288, 2019.

  • 2019 TAVARES, ELIANDRO REIS ; GIONCO, BÁRBARA ; MORGUETTE, ANA ELISA BELOTTO ; ANDRIANI, GABRIELLA MARIA ; MOREY, ALEXANDRE TADACHI ; DO CARMO, ANDERSON OLIVEIRA ; DE PÁDUA PEREIRA, ULISSES ; ANDRADE, GALDINO ; DE OLIVEIRA, ADMILTON GONÇALVES ; PINGE-FILHO, PHILENO ; NAKAMURA, CELSO VATARU ; YAMAUCHI, LUCY MEGUMI ; YAMADA-OGATTA, SUELI FUMIE . Phenotypic characteristics and transcriptome profile of Cryptococcus gattii biofilm. Scientific Reports , v. 9, p. 1-14, 2019.

  • 2019 SILVA, TAYLON FELIPE ; CONCATO, VIRGÍNIA MÁRCIA ; TOMIOTTO-PELLISSIER, FERNANDA ; GONÇALVES, MANOELA DAIELE ; BORTOLETI, BRUNA TACIANE DA SILVA ; TAVARES, ELIANDRO REIS ; YAMAUCHI, LUCY MEGUMI ; GRION, CINTIA MAGALHÃES CARVALHO ; SIMÃO, ANDRÉA NAME COLADO ; MIRANDA-SAPLA, MILENA MENEGAZZO ; COSTA, IDESSANIA NAZARETH ; PAVANELLI, WANDER ROGÉRIO ; CONCHON-COSTA, IVETE . Reactivation of Cytomegalovirus Increases Nitric Oxide and IL-10 Levels in Sepsis and is Associated with Changes in Renal Parameters and Worse Clinical Outcome. Scientific Reports , v. 9, p. 1-9, 2019.

  • 2019 FÁVARO, LARISSA DOS SANTOS ; DE PAULA-PETROLI, SUELEN BALERO ; ROMANIN, PRISCILA ; TAVARES, ELIANDRO DOS REIS ; RIBEIRO, RENAN AUGUSTO ; HUNGRIA, MARIANGELA ; DE OLIVEIRA, ADMILTON GONÇALVES ; YAMAUCHI, LUCY MEGUMI ; YAMADA-OGATTA, SUELI FUMIE ; CARRARA-MARRONI, FLORISTHER ELAINE . Detection of OXA-58-producing Acinetobacter bereziniae in Brazil. Journal of Global Antimicrobial Resistance , v. 1, p. 1, 2019.

  • 2019 MORGUETTE, ANA ELISA BELOTTO ; BIGOTTO, BRIANI GISELE ; VARELLA, RENATA DE LIMA ; ANDRIANI, GABRIELLA MARIA ; SPOLADORI, LAÍS FERNANDA DE ALMEIDA ; PEREIRA, PATRÍCIA MORAES LOPES ; DE ANDRADE, FABIO GOULART ; LANCHEROS, CESAR ARMANDO CONTRERAS ; NAKAMURA, CELSO VATARU ; SYOGO ARAKAWA, NILTON ; BRUSCHI, MARCOS LUCIANO ; CARLOS TOMAZ, JOSÉ ; LONNI, AUDREY ALESANDRA STINGHEN GARCIA ; KERBAUY, GILSELENA ; TAVARES, ELIANDRO REIS ; YAMAUCHI, LUCY MEGUMI ; YAMADA-OGATTA, SUELI FUMIE . Hydrogel Containing Oleoresin From Copaifera officinalis Presents Antibacterial Activity Against Streptococcus agalactiae. Frontiers in Microbiology , v. 10, p. 1-16, 2019.

  • 2018 CONTRERAS, C. A. L. ; PELEGRINO, M. T. ; KIAN, D. ; TAVARES, E. R. ; HIRAIWA, P. M. ; GOLDENBERG, S. ; NAKAMURA, C. V. ; YAMAUCHI, L. M. ; PINGE FILHO, P. ; SEABRA, A. B. ; YAMADA-OGATTA, S. F. . Selective antiprotozoal activity of nitric oxide-releasing chitosan nanoparticles against Trypanosoma cruzi: toxicity and mechanisms of action. CURRENT PHARMACEUTICAL DESIGN , v. 24, p. 830-839, 2018.

  • 2018 BAPTISTA, JULIA PEZARINI ; SANCHES, PAULA PINHEIRO ; TEIXEIRA, GUSTAVO MANOEL ; MOREY, ALEXANDRE TADACHI ; TAVARES, ELIANDRO REIS ; YAMADA-OGATTA, SUELI FUMIE ; DA ROCHA, SÉRGIO PAULO DEJATO ; HUNGRIA, MARIANGELA ; RIBEIRO, RENAN AUGUSTO ; BALBI-PEÑA, MARIA ISABEL ; CHIDEROLI, ROBERTA TORRES ; PEREIRA, ULISSES DE PADUA ; DE OLIVEIRA, ADMILTON GONÇALVES . Complete Genome Sequence of LABIM40, an Effective Antagonist of Fungal Plant Pathogens. GENOME ANNOUNCEMENTS , v. 6, p. e00595-18, 2018.

  • 2018 DUARTE, FELIPE CREPALDI ; TAVARES, ELIANDRO REIS ; DANELLI, TIAGO ; RIBEIRO, MARIA ALICE GALVÃO ; YAMAUCHI, LUCY MEGUMI ; YAMADA-OGATTA, SUELI FUMIE ; PERUGINI, MARCIA REGINA ECHES . Disseminated Clonal Complex 5 (CC5) methicillin-resistant Staphylococcus aureus SCCmec type II in a tertiary hospital of Southern Brazil. REVISTA DO INSTITUTO DE MEDICINA TROPICAL DE SÃO PAULO , v. 60, p. 1-5, 2018.

  • 2018 DUARTE, F. C. ; DANELLI, T. ; TAVARES, E. R. ; MORGUETTE, A. E. B. ; KERBAUY, G. ; GRION, C. M. C. ; YAMAUCHI, L. M. ; PERUGINI, M. R. E. ; YAMADA-OGATTA, S. F. . Fatal sepsis caused by mecA-positive oxacillin-susceptible Staphylococcus aureus: First report in a tertiary hospital of southern Brazil. JOURNAL OF INFECTION AND CHEMOTHERAPY , p. 1-5, 2018.

  • 2018 OTAGUIRI, ELIANE SAORI ; MORGUETTE, ANA ELISA BELOTTO ; MOREY, ALEXANDRE TADACHI ; TAVARES, ELIANDRO REIS ; KERBAUY, GILSELENA ; DE ALMEIDA TORRES, ROSÂNGELA S. L. ; CHAVES JÚNIOR, MAURICIO ; TOGNIM, MARIA CRISTINA BRONHARO ; GÓES, VIVIANE MONTEIRO ; KRIEGER, MARCO AURÉLIO ; PERUGINI, MARCIA REGINA ECHES ; YAMAUCHI, LUCY MEGUMI ; YAMADA-OGATTA, SUELI FUMIE . Development of a melting-curve based multiplex real-time PCR assay for simultaneous detection of Streptococcus agalactiae and genes encoding resistance to macrolides and lincosamides. BMC Pregnancy and Childbirth , v. 18, p. 1-11, 2018.

  • 2017 GIONCO, BÁRBARA ; TAVARES, ELIANDRO R. ; DE OLIVEIRA, ADMILTON G. ; YAMADA-OGATTA, SUELI F. ; DO CARMO, ANDERSON O. ; PEREIRA, ULISSES DE PÁDUA ; CHIDEROLI, ROBERTA T. ; SIMIONATO, ANE S. ; NAVARRO, MIGUEL O. P. ; CHRYSSAFIDIS, ANDREAS L. ; ANDRADE, GALDINO . New Insights about Antibiotic Production by Pseudomonas aeruginosa: A Gene Expression Analysis. Frontiers in Chemistry , v. 5, p. 1-10, 2017.

  • 2016 BODNA, G. C. ; MARTINS, H. M. ; OLIVEIRA, C. F. ; MOREY, A. T. ; TAVARES, E. R. ; CARDOSO, J. D. ; PERUGINI, M. R. E. ; YAMAUCHI, L. M. ; YAMADA-OGATTA, S. F. ; KOBAYASHI, R. K. T. ; NAKAZATO, G. . Comparison of High Resolution Melting analysis and three rep-PCR genomic fingerprint methods for rapid typing on methicillin-resistant Staphylococcus aureus clinical isolates at a hospital in Brazil. The Journal of Infection in Developing Countries , v. 10, p. 1306-1317, 2016.

  • 2015 TAVARES, ELIANDRO REIS ; AZEVEDO, CAROLINE SOUZA ; PANAGIO, LUCIANO APARECIDO ; PELISSON, MARSILENI ; PINGE-FILHO, PHILENO ; VENANCIO, EMERSON JOSÉ ; BARROS, TÂNIA FRAGA ; YAMADA-OGATTA, SUELI FUMIE ; YAMAUCHI, LUCY MEGUMI . Accurate and sensitive real-time PCR assays using intergenic spacer 1 region to differentiate Cryptococcus gattii sensu lato and Cryptococcus neoformans sensu lato . Medical Mycology (Oxford. Print) , v. 54, p. myv078-96, 2015.

  • 2013 OTAGUIRI, ELIANE ; MORGUETTE, ANA ELISA ; TAVARES, ELIANDRO ; DOS SANTOS, POLLYANNA MYRELLA ; MOREY, ALEXANDRE ; CARDOSO, JUSCÉLIO ; PERUGINI, MÁRCIA REGINA ; YAMAUCHI, LUCY ; YAMADA-OGATTA, SUELI . Commensal Streptococcus agalactiae isolated from patients seen at University Hospital of Londrina, Paraná, Brazil: capsular types, genotyping, antimicrobial susceptibility and virulence determinants. BMC Microbiology (Online) , v. 13, p. 297, 2013.

  • 2013 PITZ, AMANDA DE FAVERI ; KOISHI, ANDREA CRISTINE ; TAVARES, ELIANDRO REIS ; ANDRADE, FABIO GOULART DE ; LOTH, EDUARDO ALEXANDRE ; GANDRA, RINALDO FERREIRA ; VENANCIO, EMERSON JOSE . An optimized one-tube, semi-nested PCR assay for Paracoccidioides brasiliensis detection. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , v. 46, p. 783-785, 2013.

  • TAVARES, E. R. ; CYOIA, P. S. ; SCANDORIEIRO, S. ; KOGA, V. L. ; NAKAZATO, G. ; KOBAYASHI, R. K. T. . Fatores de Virulência em Escherichia coli Patogênica Extraintestinal. In: Sueli Fumie Yamada-Ogatta; Gerson Nakazato; Marcia Cristina Furlaneto; Marco Antonio Nogueira. (Org.). Tópicos Especiais em Microbiologia. 1ed.Londrina: Universidade Estadual de Londrina, 2015, v. 1, p. 58-70.

  • TAVARES, E. R. ; VENANCIO, E. J. . ANALISE DA VARIAÇÃO DAS SEQUENCIAS NUCLEOTIDICAS DAS REGIOES ITS1, 5.8S E ITS2 DO DNA RIBOSSOMAL DE FUNGOS PATOGENICOS PARA O HOMEM. In: XVII EAIC, 2008, Foz do Iguaçu. XVII EAIC, 2008.

  • TAVARES, E. R. ; SANTOS, J. P. ; PAULA, S. B. ; LONGHI, C. ; GUNDI, J. S. ; AZEVEDO, S. C. ; YAMADA-OGATTA, S. F. ; YAMAUCHI, L. M. . DESENVOLVIMENTO DE UMA REAÇÃO DE AMPLIFICAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE PARA IDENTIFICAÇÃO DE Cryptococcus neoformans e Cryptococcus gattii, UTILIZANDO A REGIAO IGS DO rDNA. In: 26º Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2011, Foz do Iguaçu. 26º Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2011.

  • TAVARES, E. R. ; VENANCIO, E. J. ; DEGANELLO, J. . ANALISE DA VARIAÇÃO DAS SEQUENCIAS NUCLEOTÍDICAS DAS REGIOES ITS1, 5.8S E ITS2 DO DNA RIBOSSOMAL DE FUNGOS PATOGENICOS PARA O HOMEM. In: V SEMANA DE BIOTECNOLOGIA, 2009, LONDRINA. ANAIS DA V SEMANA DE BIOTECNOLOGIA, 2009.

  • TAVARES, E. R. ; VENANCIO, E. J. ; DEGANELLO, J. . UTILIZAÇÃO DOS OLIGONUCLEOTIDEOS PC04 E GH20 COMO CONTROLE INTERNO DEUMA REAÇÃO DE PCR PARA DETEÇÃO DO FUNGO Paracoccidioides brasilienses. In: V SEMANA DE BIOTECNOLOGIA, 2009, LONDRINA. ANAIS DA V SEMANA DE BIOTECNOLOGIA, 2009.

  • TAVARES, E. R. ; VENANCIO, E. J. ; QUIRINO, J. S. . ANALISE DA VARIANCIA GENENTICA DAS REGIOES ITS1, 5.8S E ITS2 DO DNA RIBOSSOMAL DE FUNGOS PATOGENICOS PARA O HOMEM. In: XXXVII Congresso Argentino de Genetica, 2008, Tandil - Ar. Revista de la Sociedad argentina de Genetica. Buenos Aires, 2008. v. XIX. p. 71-72.

  • TAVARES, E. R. ; VENANCIO, E. J. . UTILIZAÇÃO DOS OLIGONUCLEOTIDEOS PC04 E GH20 COMO CONTROLE INTERNO DE UMA REAÇÃO DE PCR PARA DETECÇÃO DO FUNGO Paracoccidiodes brasiliensis. In: VII Congresso Londrinense de BIologia Aplicada à Saúde e III Simpósio Paranaense de Patologia Experimental, 2007, Londrina. Biosaude: Revista do Departamento de Ciencias Patologicas - CCB. Londrina: EdUEL, 2007. v. 09. p. 66-66.

  • SILVA, T. F. ; CONCATO, V. M. ; TOMIOTTO-PELLISSIER, F. ; GONCALVES, M. D. ; BORTOLETI, B. T. A. S. I. ; TAVARES, E. R. ; YAMAUCHI, L. M. ; GRION, C. M. C. ; SIMAO, A. N. C. ; SAPLA., M. M. M. ; COSTA, I. N. ; PAVANELLI, W. R. ; CONCHON-COSTA, I. . Reativação do citomegalovírus em pacientes com sepse: associação de mediadores imunológicos, parâmetros laboratoriais e manifestações clínicas. 2019. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • MARINI, P. V. B. ; MOTTER, C. W. ; TAVARES, E. R. ; GIMENES, F. ; MITSUGUI, C. S. ; YAMADA-OGATTA, S. F. ; TOGNIM, M. C. B. . Sequenciamento total do genoma de um isolado de Raoultella platicola resistentes aos carbapenêmicos. 2019. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • DANELLI, TIAGO ; OLIVEIRA, T. A. ; DUARTE, F. C. ; SILVA, R. S. ; CASONATTO, A. ; TAVARES, E. R. ; YAMAUCHI, L. M. ; PERUGINI, M. R. E. ; YAMADA-OGATTA, S. F. . Prevalence of colonization by Staphylococcus aureus and Methicillin-resistant Staphylococcus aureus (MRSA) among health care professionals and students. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • BIASI-GARBIN, R. P. ; MORGUETTE, A. E. B. ; BRITO, T. O. ; MACEDO JR, F. ; ANDRIANI, G. M. ; BISPO, M. L. F. ; TAVARES, E. R. ; YAMAUCHI, L. M. ; YAMADA-OGATTA, S. F. . Antibacterial activity of N-(Butylcarbamothioyl)benzamide (RTB168) agaist planktonic and biofilm cells of Streptococcus agalactiae. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • BIASI-GARBIN, R. P. ; MORGUETTE, A. E. B. ; ANDRIANI, G. M. ; BRITO, T. O. ; MACEDO JR, F. ; BISPO, M. L. F. ; TAVARES, E. R. ; YAMAUCHI, L. M. ; YAMADA-OGATTA, S. F. . In vitro screening of antimicrobial activity and structure-activity relationship study of a series of thiourea-containing compounds. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • VARELLA, R. L. ; MORGUETTE, A. E. B. ; BIGOTTO, B. G. ; ANDRIANI, G. M. ; BIASI-GARBIN, R. P. ; OTAGUIRI, E. S. ; TAVARES, E. R. ; YAMADA-OGATTA, S. F. . Characterization of semisolid formulations enriched with copaiba oil and its antibacterial activity against Streptococcus agalactiae. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ANDRIANI, G. M. ; SPOLADORI, L. F. A. ; MORGUETTE, A. E. B. ; BIASI-GARBIN, R. P. ; TAVARES, E. R. ; MELLO, J. C. P. ; YAMAUCHI, L. M. ; YAMADA-OGATTA, S. F. . In vitro antifungal effect of ethyl-acetate extract of Poincianella pluviosa (DC.) L.P. Queiroz stem barck in combination with amphotericin B or fluconazole in Cryptococcus spp.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ANDRIANI, G. M. ; SPOLADORI, L. F. A. ; MORGUETTE, A. E. B. ; BIASI-GARBIN, R. P. ; TAVARES, E. R. ; MELLO, J. C. P. ; YAMAUCHI, L. M. ; YAMADA-OGATTA, S. F. . Antifungal potential of different extracts of Poincianella pluviosa (Sibipiruna) bark in Cryptococcus spp. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SPOLADORI, L. F. A. ; CABRAL, W. R. C. ; ANDRIANI, G. M. ; BIASI-GARBIN, R. P. ; TAVARES, E. R. ; YAMADA-OGATTA, S. F. . Efeito antifúngicos de derivados sintéticos de tioureia sobre o crescimento de Candida spp.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • DUARTE, F. C. ; DANELLI, T. ; TAVARES, E. R. ; DAGA, A. P. ; CASONATTOO, A. ; VESPERO, E. C. ; YAMAUCHI, L. M. ; YAMADA-OGATTA, S. F. ; PERUGINI, M. R. E. . High prevalence of methicillin-resistant Staphylococcus aureus SCCmec type II and oxacillin-susceptible mecA-positive S. aureus isolated from tracheal secretion and blood of hospitalized patients in a tertiary hospital of southern Brazil.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PEREIRA, P. M. L. ; FERNANDES, B. T. ; SANTOS, V. R. ; BISPO, M. L. F. ; MACEDO JUNIOR, F. C. ; TAVARES, E. R. ; YAMAUCHI, L. M. ; PINGE FILHO, P. ; BRITO, T. O. ; YAMADA-OGATTA, S. F. . Selective antiprotozoal activity of a series of benzoylthioureas against Trypanosoma cruzi.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CABRAL, W. R. C. ; ANDRIANI, G. M. ; TAVARES, E. R. ; SPOLADORI, L. F. A. ; MELLO, J. C. P. ; YAMAUCHI, L. M. ; YAMADA-OGATTA, S. F. . Atividade antifúngica do extrato da casca de Caesalpinia pluviosa (sibipiruna) sobre células planctônicas e sésseis dos complexos Cryptococcus gattii e Cryptococcus neoformans. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • MARTINS, H. M. ; BODNA, G. C. ; TAVARES, E. R. ; MOREY, A. T. ; YAMADA-OGATTA, S. F. ; PERUGINI, M. R. E. ; KOBAYASHI, R. K. T. ; NAKAZATO, G. . Genotypc profile analysis using high-resolution melting of Methilillin-Resistant Staphylococcus aureus (MRSA). 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • TAVARES, E. R. ; AZEVEDO, S. C. ; SANTOS, V. P. ; QUESADA, R. M. B. ; PANAGIO, L. A. ; VENANCIO, E. J. ; YAMADA-OGATTA, S. F. ; YAMAUCHI, L. M. . Differentiation of Cryptococcus gattii and Cryptococcus neoformans by real-time PCR using the Intergenic Spacer region (IGS) 1 of ribosomal DNA. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • AZEVEDO, S. C. ; TAVARES, E. R. ; SANTOS, V. P. ; PANAGIO, L. A. ; YAMADA-OGATTA, S. F. ; LIONI, L. M. Y. . Cryptococcus spp. identificação fenotípica e molecular, avaliação do perfil de sensibilidade ao fluconazol e capacidade de formação de biofilme. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • AZEVEDO, S. C. ; TAVARES, E. R. ; SANTOS, V. P. ; PANAGIO, L. A. ; YAMADA-OGATTA, S. F. ; YAMAUCHI, L. M. . Isolation and Identification of Cryptococcus sp. of Pigeon Excreta in Londrina, Paraná, Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TAVARES, E. R. ; SANTOS, J. P. ; PANAGIO, L. A. ; PINGE FILHO, P. ; VENANCIO, E. J. ; YAMADA-OGATTA, S. F. ; YAMAUCHI, L. M. . Diferenciação entre Cryptococcus Gattii e Cryptococcus neoformans usando a região IGS1 do DNA ribossomal por PCR em tempo real. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TAVARES, E. R. ; VENANCIO, E. J. ; KOISH, A. C. ; FONSECA, D. F. V. . Padronização de uma reação de seminested-PCR para detecção molecular do fungo Histoplasma capsulatum. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TAVARES, E. R. ; VENANCIO, E. J. . ANÁLIDE DA VARIAÇÃO DAS SEQÜÊNCIAS NUCLEOTÍDICAS DAS REGIÕES ITS1, 5.8S E ITS2 DO DNA RIBOSSOMAL DE FUNGOS PATOGÊNICOS PARA O HOMEM. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TAVARES, E. R. ; VENANCIO, E. J. . ANÁLIDE DA VARIAÇÃO DAS SEQUENCIAS NUCLEOTIDICAS DAS REGIOES ITS1, 5.8S E ITS2 DO DNA RIBOSSOMAL DE FUNGOS PATOGENICOS PARA O HOMEM. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • TAVARES, E. R. ; VENANCIO, E. J. . UTILIZAÇÃO DOS OLIGONUCLEOTÍDEOS PC04 E GH20 COMO CONTROLE INTERNO DE UMA REAÇÃO DE PCR PARA A DETECÇÃO DO FUNGO Paracoccidioides brasiliensis. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TAVARES, E. R. ; VENANCIO, E. J. . PADRONIZAÇÃO DA UTILIZAÇÃO DOS PRIMERS PC04 E GH20 COMO CONTROLE INTERNO DE UMA REAÇÃO DE PCR PARA A DETECÇÃO DE Paracoccidiodes brasiliensis. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

TAVARES, E. R. . Primers: who are they and how to outline them?. 2019. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

TAVARES, E. R. . Notions of Molecular Biology. 2019. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

TAVARES, E. R. . Amplificação de ácidos nucleicos in vitro: técnica e aplicações. 2019. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    AVALIAÇÃO DA AÇÃO DE MICROCÁPSULAS CONTENDO NANOPARTÍCULAS BIOGÊNICAS DE PRATA ASSOCIADAS AO CALCIPOTRIOL NO MODELO EXPERIMENTAL DE ESQUISTOSSOMOSE MANSÔNICA, Descrição: A esquistossomose mansônica é uma doença parasitária causada pelo trematódeo Schistosoma mansoni, cujas formas adultas habitam os vasos portais e mesentéricos do homem e as formas intermediárias se desenvolvem em moluscos gastrópodes do gênero Biomphalaria. A fase aguda pode ser assintomática ou apresentar sintomas leves como febre, dor de cabeça e calafrios, podendo evoluir para a fase crônica, de grande morbidade. A fase crônica é caracterizada por formação de inúmeros granulomas hepáticos ao redor dos ovos de S. mansoni devido à resposta imune do hospedeiro, e consequente fibrose e hipertensão portal, que pode ser fatal. Atualmente, o tratamento para esquistossomose baseia-se no uso do medicamento praziquantel, o qual é eficiente apenas contra os vermes adultos, apresentando também limitações como baixa biodisponibilidade e metabolismo rápido. Tendo em vista a magnitude de sua prevalência, severidade das formas clínicas e ineficiência do tratamento contra formas imaturas e em casos crônicos, é necessário a busca por novas alternativas terapêuticas, tanto na fase aguda como crônica da doença. Nanopartículas de prata apresentam-se como alternativas importantes na eliminação de diversos microrganismos, atuando através da geração de ânions prata capazes de agir sobre a membrana dos patógenos. Além disso, o calcipotriol, análogo da vitamina D3, também vem sendo promissor em diversos trabalhos mostrando sua eficiência em modelos de fibrose hepática. Assim, nosso trabalho pretende avaliar a ação de microcápsulas contendo nanopartículas biogênicas de prata associadas ou não ao calcipotriol no modelo in vitro e in vivo de esquistossomose mansônica experimental.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi - Integrante / Gerson Nakazato - Integrante / Renata Katsuko Takayama Kobayashi - Integrante / Larissa Ciappina de Camargo - Integrante / IVETE CONCHON COSTA - Integrante / WANDER ROGERIO PAVANELLI - Integrante / Francisco Jose De Abreu Oliveira - Integrante / Idessania Nazareth Da Costa - Integrante / Luryan Silverio Fidelis Ortiz - Integrante / Mariana Barbosa Detoni - Integrante / Milena Menegazzo Miranda Sapla. - Coordenador.

  • 2019 - Atual

    ANÁLISE DA ATIVIDADE ANTIMICROBIANA E IMUNOMODULADORA DE BENZOILTIOUREIAS NO MODELO MURINO DA DOENÇA DE CHAGAS., Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Sueli Fumie Yamada-Ogatta - Integrante / Phileno Pinge Filho - Integrante / Lucy Megume Yamauchi Lioni - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2019 - Atual

    DESENVOLVIMENTO DE UM FITOTERÁPICO INOVADOR A PARTIR DO ÓLEO RESINA DE Copaifera reticulata Ducke PARA O TRATAMENTO DE PACIENTES COM DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS, Descrição: A proposta apresentada envolve pesquisadores de diferentes Grupos das áreas da Saúde e Química da Universidade Estadual de Maringá, Universidade Estadual de Londrina e Instituto Militar de Engenharia (RJ). Tem como objetivo o desenvolvimento de fitoterápico de uso tópico e oral contendo óleo resina de Copaifera reticulata Ducke como princípio ativo para o tratamento de doenças infecciosas como leishmaniose e infecções por Staphylococcus aureus. A espécie selecionada para o trabalho está na lista interesse do Sistema Único de Saúde com bases etnofarmacológicas estabelecidas. Os resultados anteriores dos grupos envolvidos confirmam o potencial terapêutico do óleo resina de Copaíba, justificando a continuação das pesquisas. Ainda, os dados obtidos em conjunto com os encontrados na literatura, demonstram a baixa toxicidade do óleo resina, tanto in vitro quanto in vivo. Baseado nisso, iremos padronizar metodologias para caracterização e validação dos óleos resina de C. reticulata, a fim de garantir a qualidade e segurança do uso; gerar formulações que permitam manter a estabilidade e atividade do óleo e avaliar a atividade in vivo das formulações oral e tópica em Leishmania amazonensis, L. infantum e S. aureus. Assim, os resultados irão contribuir com a pesquisa e o desenvolvimento de um novo fitoterápico com maior eficácia e menos efeitos colaterais para o tratamento de pacientes acometidos por essas patologias. Acreditamos que o projeto irá consolidar os grupos envolvidos e torná-los referência nesta área no Brasil. Os possíveis resultados poderão trazer benefícios diretos para a sociedade, uma vez que se trata de um tema de grande importância tanto econômica, como para a melhoria da qualidade de vida da população. Trata-se de um tema que demanda conhecimento de alta tecnologia, o que garante o caráter científico e tecnológico do projeto. Finalmente, o projeto irá ainda contribuir com patentes e produções que beneficiarão os pacientes atendidos pelo Sistema Único de Saúde... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (12) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Sueli Fumie Yamada-Ogatta - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi - Integrante / Ana Elisa Belotto Morguette - Integrante / Natália de Souza Botelho - Integrante / Phileno Pinge Filho - Integrante / Celso Vataro Nakamura - Coordenador / GABRIELLA MARIA ANDRIANI - Integrante / Audrey Alessandra Stinghen Garcia Lonni - Integrante / RENATA DE LIMA VARELLA - Integrante / BRUNA TERCI FERNANDES - Integrante / CAROLINE LUCIO MOREIRA - Integrante / GUILHERME BARTOLOMEU GONÇALVES - Integrante / ISABELLA RAMOS TREVIZANI THIHARA - Integrante / PATRÍCIA MORAIS LOPES PEREIRA - Integrante / Sueli de Oliveira Silva Lautenschlager - Integrante / Marcos Luciano Bruschi - Integrante / Valdir Florencio Veiga Junior - Integrante / Daniele Lazarin Bidóia - Integrante / Lúcio Cardoso Filho - Integrante / Nilma de Souza Fernandes - Integrante / Renato Sonchini Gonçalves - Integrante / Hélito Volpato - Integrante / Lais Alonso - Integrante / Bruno Henrique Vilsinski - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2018 - 2019

    AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIVIRAL DE PRODUTOS NATURAIS, Descrição: A ameaça que as viroses representam principalmente à saúde pública, é notória, seja pela ampla distribuição, facilidade de transmissão, capacidade de alguns vírus de estabelecer infecções latentes, ou pela dificuldade no controle e no desenvolvimento de vacinas e antivirais. Além disso, infecções causadas por vírus, até então desconhecidos, têm surgido com frequência, aumentando os riscos para a saúde pública mundial e tornando as doenças virais uma das mais importantes causas de morte em humanos no mundo. Dessa forma, os produtos de origem natural podem ser investigados para o desenvolvimento de novos agentes antivirais, mais efetivos e com menor efeito colateral. O objetivo deste projeto é avaliar a atividade antiviral de extratos, frações e substâncias isoladas de produtos naturais, na replicação viral. A citotoxicidade será avaliada por MTT e a atividade antiviral por ensaio de redução de plaques. Os resultados obtidos serão expressos em concentração citotóxica (CC50%) e inibitória (CI50%) de 50% e o índice de seletividade (IS) será determinado. Este projeto contribuirá para o conhecimento de produtos naturais com atividade antiviral, estudos biológicos para determinação do mecanismo de ação e estudos químicos para determinação dos compostos e moléculas farmacologicamente ativas. Além disso, irá incentivar a colaboração e integração de pesquisadores de diferentes áreas e contribuirá para a formação multidisciplinar de recursos humanos, do grupo de pesquisa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Audrey Alessandra Stinghen Garcia Lonni - Integrante / Alexandre Orsato - Integrante / Ligia Carla Faccin Galhardi - Coordenador / Camila Harumi Sunahara - Integrante / Daniela Padilha - Integrante / Gabriela Gomes Celestino - Integrante / Jussevania Santos Rubbo De Sá - Integrante / Mikaela Miguel Sevidanis - Integrante / Vinicius Martinez Rino - Integrante / Vitor Yuji Ito - Integrante / Vitoria Dinardo - Integrante.

  • 2018 - Atual

    ANTIBIÓTICO PRODUZIDO POR Pseudomonas aeruginosa CEPA LV: ENSAIO CLÍNICO E OBTENÇÃO DO PRODUTO CONTRA BACTÉRIAS MULTIRRESISTENTES Klebsiella pneumoniae E Staphylococcus aureus., Descrição: Novos fármacos de ação antimicrobiana para o controle das bactérias resistentes devem ser encontrados devido ao crescente surgimento de cepas multirresistentes aos antibióticos disponíveis no mercado, para que ocorra a redução da morbimortalidade e o tempo de internação hospitalar assim como o custo de tratamento destes pacientes com infecções. No laboratório de ecologia microbiana, estamos estudando há mais de 10 anos o isolamento e caracterização de cepas que produzem antibióticos, e a sua purificação para o controle de bactérias fitopatogênicas e isolados clínicos bacterianos que causam infecção hospitalar. Os resultados até o momento demonstraram que quanto maior o nível de purificação das substâncias, maior é o efeito no controle das cepas patogênicas. As frações com atividade antibiótica já foram caracterizadas e estão sendo testadas nos mais importantes grupos de bactérias multirresistentes, tais como Enterococcus sp. resistentes à vancomicina (VRE), bactérias produtoras de betalactamases e carbopenicilinases (KPC) e Staphylococcus resistentes a meticilina (MRSA). No entanto, pouco se conhece sobre a forma de ação deste composto no controle de bactérias multirresistentes em camundongos previamente infectados. A determinação da concentração inibitória mínima e a forma de ação das substâncias na ultraestrutura das células de órgãos do animal tratado, são informações relevantes para o determinar o potencial terapêutico do composto. Espera-se também no término deste projeto, melhorar a produção e qualidade das substâncias antibióticas produzidas pelas cepas de P. aeruginosa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Sueli Fumie Yamada-Ogatta - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi - Integrante / Eliana Carolina Vespero - Integrante / Floristher Elaine Carrara - Integrante / Marcia Regina Eches Perugini - Integrante / Renata Katsuko Takayama Kobayashi - Integrante / WELLINTOM RICARDO YUKI YOKOYAMA - Integrante / Galdino Andrade - Coordenador / Ane Stéfano Simionato - Integrante / WESLEI ROBERTO CORREIA CABRAL - Integrante / GUSTAVO CAZARI VIEGAS - Integrante / Carolina Martins Kaminami - Integrante / Evelyn Poliana Candido - Integrante / Flúvio Modolon Da Silva - Integrante / Geovana Aparecida Okabe Dias - Integrante / Guilherme Edison Almeida - Integrante / Janaina Emiliano - Integrante / Joice Lopes Siqueira - Integrante / Larissa Ayumi Taira - Integrante / Leandro Afonso Da Silva - Integrante / Matheus Dominato Munuera - Integrante / Mickely Liuti Dealis - Integrante.

  • 2018 - Atual

    USO DO MEL E PRÓPOLIS DE ABELHAS INDÍGENAS NA ATIVIDADE ANTIMICROBIANA, Descrição: Existe uma grande preocupação em relação a resistência bacteriana aos antimicrobianos aumentando a necessidade de novas alternativas a terapia antibacteriana. Produtos oriundo de abelhas tem diversas aplicações incluindo na atividade antimicrobiana, e a vantagem desses está associada às características de produtos naturais, além de estimular a ecologia das abelhas, e criar novos mercados. Assim, o objetivo desse projeto é dar continuidade aos projetos anteriores sobre a mesma temática, porém agora focando o uso conjunto com própolis de abelhas indígenas da região de Londrina-PR. Para isso, ensaios in vitro (determinação da concentração inibitória mínima, curvas de crescimento e morte, sinergismo da atividade de mel e própolis, e microscopia eletrônica) e in vivo (testes de desafio em modelos murinos)de atividade antibacteriana de méis e própolis de abelhas indígenas e europeias contra bactérias e fungos multirresistentes aos antimicrobianos convencionais serão realizados durante o projeto. Os resultados mostraram a eficiência desses compostos naturais no controle de infecções bacterianas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Sueli Fumie Yamada-Ogatta - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Gerson Nakazato - Coordenador / Renata Katsuko Takayama Kobayashi - Integrante / ADMILTON GONÇALVES DE OLIVEIRA - Integrante / ERICK KENJI NISHIO - Integrante / Audrey Alessandra Stinghen Garcia Lonni - Integrante / EDSON APARECIDO PRONI - Integrante / LEONARDO PINTO MEDEIROS - Integrante / MIRIAM DIBO - Integrante / VICTOR HUGO CLÉBIS - Integrante.

  • 2018 - Atual

    COMPOSTOS SINTÉTICOS E NATURAIS: ATIVIDADE ANTIMICROBIANA E IMUNOMODULADORA SOBRE MICRORGANISMOS PATOGÊNICOS, Descrição: A busca de compostos com atividade antimicrobiana é o grande desafio entre os pesquisadores que estudantes novas terapêuticas para o tratamento das doenças causadas por microrganismos patogênicos. Dentre as dificuldades de tratamento pode-se destacar o aumento da resistência aos antimicrobianos e os efeitos colaterais dos mesmos. O nosso laboratório tem se empenhado em identificar potenciais antimicrobianos sintéticos ou naturais. Nos últimos anos foram publicados artigos relatando a atividade antimicrobiana sobre diversos patógenos, no entanto, como se dá essa atividade antimicrobiana na relação parasito-hospedeiro ainda não foi explorada. Assim, neste projeto serão estudados os seguintes microrganismos como modelos de patógenos: o protozoário Trypanosoma cruzi, os fungos de espécies de Cryptococcus e Candida e as bactérias dos gêneros Streptococcus agalactiae, Staphylococcus spp., e os seguintes compostos naturais ou sintéticos: derivados de tioureia, extratos de cianobactérias e de mamona (Ricinus communis). Estes compostos serão inicialmente testados quanto à atividade antiproliferativa das formas de multiplicação dos patógenos. Outra ação será entender como esses compostos irão eliminar os patógenos, quais são parâmetros bioquímicos e fisiológicos ativados, bem como as alterações morfológicas e ultraestruturais geradas pelo contato dos mesmos com os compostos. Por fim, os compostos serão testados quanto as suas atividades imunomoduladoras, inicialmente in vitro utilizando o modelo de infecção e tratamento de macrófagos peritoneais de camundongos e posteriormente in vivo simulando o tratamento em modelo experimental das doenças. Assim, nós iremos avaliar quais as vias de eliminação dos parasitos serão ativadas, e quais citocinas e outras moléculas estarão sendo produzidas nesse processo. Essas etapas são necessárias para o desenvolvimento de fármacos mais eficazes e seguros para sua utilização.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Sueli Fumie Yamada-Ogatta - Integrante / Ana Elisa Belotto Morguette - Integrante / Phileno Pinge Filho - Integrante / GABRIELLA MARIA ANDRIANI - Integrante / Lucy Megume Yamauchi Lioni - Coordenador / MARCELLE DE LIMA FERREIRA BISPO - Integrante / RENATA DE LIMA VARELLA - Integrante / LAIS FERNANDA DE ALMEIDA SPOLADORI - Integrante / ANNA PAULA SILVA OLAK - Integrante / AYRTON PAPPI-NETTO - Integrante / BRUNA TERCI FERNANDES - Integrante / CAROLINE LUCIO MOREIRA - Integrante / DANIELA ADELIA FERNANDES - Integrante / Fernando César de Macedo Júnior - Integrante / GUILHERME BARTOLOMEU GONÇALVES - Integrante / GUSTAVO CAZARI VIEGAS - Integrante / ISABELLA RAMOS TREVIZANI THIHARA - Integrante / IVETE CONCHON COSTA - Integrante / LILLIAN MARTINS CRUZ - Integrante / PATRÍCIA MORAIS LOPES PEREIRA - Integrante / WANDER ROGERIO PAVANELLI - Integrante.

  • 2018 - Atual

    FREQUÊNCIA, PERFIL EPIDEMIOLÓGICO, CLÍNICO, MOLECULAR E LABORATORIAL DE Staphylococcus aureus ISOLADOS DE PACIENTES COM PNEUMONIA ASSOCIADA AO VENTILADOR EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DO SUL DO BRASIL, Descrição: Bacterias do gênero Staphylococcus aureus são extremamente virulentas, resistentes e estão associadas a diversas infecções, tanto comunitárias quanto hospitalares. Entre as cepas de S. aureus OS MRSA (methicillin-resistant Staphylococcus aureus) estão frequentemente associados aos processos infecciosos. No ambiente hospitalar, acredita-se que, até 40% dos casos de pneumonia estão relacionadas a esse patógeno. Serão analisados, nesse estudo retrospectivo, observacional, longitudinal, 108 amostras colhidas de secreção traqueal de pacientes com diagnóstico de pneumonia associada ao ventilador (PAV) por S. aureus internados no hospital universitário de londrina durante os anos de 2015 e 2016. Pacientes sem o diagnóstico definido, prontuários com ausência de informações, infecção polimicrobiana, ou com isolados que apresentem perfil de susceptibilidade fora do esperado serão excluídos do estudo. Os dados coletados serão tabelados e a análise estatística será feita utilizando o programa IBM SPSS 20.0 Software (SPSS, Chicago, Il, USA). Esperamos, como conclusão deste estudo, encontrar os genes envolvidos no processo de resistência associados a falha terapêutica e comparar os achados laboratoriais/moleculares com a evolução clínica do paciente.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (6) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Sueli Fumie Yamada-Ogatta - Integrante / Eliana Carolina Vespero - Integrante / Floristher Elaine Carrara - Integrante / Gilselena Kerbauy Lopes - Integrante / Marcia Regina Eches Perugini - Coordenador / Marsileni Perisson - Integrante / Lucy Megume Yamauchi Lioni - Integrante / Tiago Danelli - Integrante / THILARA ALESSANDRA DE OLIVEIRA - Integrante / RAQUEL SOARES DA SILVA - Integrante / ALEXANDRE CASONATTO - Integrante / Alexandre Mestre Tejo - Integrante / Alisson Santana Da Silva - Integrante / Caio Henrique Bonaldo De Oliveira - Integrante / Diogo Cesar Carraro - Integrante / Fernanda Do Prado Ferreira - Integrante / Georgia Peluci Durante - Integrante / Melissa Furucava Delarco - Integrante / Priscila Audibert Nader - Integrante / Raphael Chalbaud Biscaia Hartmann - Integrante / Susana Lilian Wiechmann - Integrante / Tatiana Jabor Botura - Integrante / Vitor Hugo Perugini - Integrante / Vitor Santili Depes - Integrante / Zuleica Naomi Tano - Integrante / Luis Felipe Perugini - Integrante.

  • 2017 - Atual

    BIOPRODUTOS INOVADORES COM POTENCIAL PARA O TRATAMENTO DE FERIDAS: DESENVOLVIMENTO E CARACTERIZAÇÃO DAS PROPRIEDADES ANTIMICROBIANA E CICATRIZANTE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Sueli Fumie Yamada Ogatta em 11/04/2019., Descrição: Este projeto tem como objetivo principal desenvolver e caracterizar formulações semi-sólidas (hidrogéis) de uso tópico incorporados com antimicrobianos naturais com potencial para o tratamento de feridas. Após caracterização físico-química, os bioprodutos serão analisados quanto a atividade antimicrobiana e anti-infecciosa in vitro em células planctônicas e biofilme de espécies microbianas mais prevalentes em infecções de feridas. Feridas, infectadas ou não, induzidas em camundongos sadios e portadores de diabetes experimental serão utilizados para avaliar o efeito dos bioprodutos sobre: a evolução da cicatrização; o tratamento preventivo; e o tratamento curativo. Os substratos naturais (óleo de copaíba, óleo de orégano, mel de abelhas indígenas sem-ferrão, nanopartículas de prata biológicas) que serão utilizados nesta proposta mostram-se promissores para o desenvolvimento de bioprodutos para o tratamento de feridas, uma vez que podem contribuir em várias etapas do processo de cicatrização. Resultados prévios do nosso grupo de pesquisa e outros descritos na literatura mostram que os substratos apresentam isoladamente biocompatibilidade, e atividades antimicrobiana, anti-inflamatória, angiogênica e cicatrizante. A combinação dessas atividades biológicas nos bioprodutos pode estar associada a várias vantagens como: desenvolvimento de produto inovador de forma econômica e sustentável para o tratamento de feridas, maior acesso à população, diminuição dos custos de assistência à saúde, e principalmente a melhora na qualidade de vida do indivíduo acometido por feridas crônicas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Sueli Fumie Yamada-Ogatta - Coordenador / Alexandre Tadachi Morey - Integrante / Floristher Elaine Carrara - Integrante / Marcia Regina Eches Perugini - Integrante / Phileno Pinge Filho - Integrante / Celso Vataro Nakamura - Integrante / Gerson Nakazato - Integrante / Renata Katsuko Takayama Kobayashi - Integrante / Lucy Megume Yamauchi Lioni - Integrante / Nelson Eduardo Durán Caballero - Integrante / Galdino Andrade - Integrante / Amedea Barozzi Seabra - Integrante / Audrey Alessandra Stinghen Garcia Lonni - Integrante / Gilselena Kerbauy - Integrante / MARCELLE DE LIMA FERREIRA BISPO - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    ULTRAESTRUTURA E PERFIL TRANSCRICIONAL DE CÉLULAS PLANCTÔNICAS E SÉSSEIS DE Cryptococcus gattii (SOROTIPO B, VGI): IDENTIFICAÇÃO DE PROVÁVEIS GENES ENVOLVIDOS COM A FORMAÇÃO DO BIOFILME., Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Sueli Fumie Yamada Ogatta em 31/10/2018., Descrição: A maioria dos microrganismos vive em seus ambientes naturais predominantemente em comunidades altamente estruturadas denominadas biofilmes. Esse modo de crescimento pode ser definido como células ligadas entre si e a uma superfície (biótica ou abiótica), e envoltas por uma matriz polimérica extracelular. As células presentes no biofilme (células sésseis) apresentam fenótipo distinto das células de crescimento ?livre? (células planctônicas). Clinicamente importante, os biofilmes apresentam sensibilidade reduzida ou resistência aos agentes antimicrobianos e aos mecanismos de defesa do hospedeiro dificultando o seu controle. A habilidade para formar biofilmes tem sido mostrada para várias espécies de fungos (Sardi et al., 2014). Entretanto a maioria do conhecimento sobre biofilmes fúngicos vem de estudos com Candida albicans (Bonhomme; d?Enfert, 2013; Ramage et al., 2014). Alguns estudos mostram a capacidade de Cryptococcus neoformans em formar biofilme em diferentes superfícies, tais como vidro, poliestireno, polivinil e cateteres, além de outros dispositivos médicos. A cápsula polissacarídica expressa por está espécie é essencial na formação do biofilme, envolvendo grande deposição e acúmulo de glucuronoxilomanana (GXM) na matriz extracelular, o que pode contribuir para o aumento de resistência das células sésseis a diferentes antifúngicos (Robertson; Casadevall, 2009). Até o momento, não há trabalhos reportando o estudo do biofilme em C. gattii. Nesse sentido, o nosso grupo de pesquisa iniciou um estudo sobre o biofilme desta espécie. Como mostra a figura 1, isolados ambientais e clínicos de C. gattii s.l. são capazes de formar biofilme, em maior ou menor extensão, em superfície abiótica. Entre 24 e 72 horas de incubação a 35 oC, um aumento acentuado na biomassa do biofilme de C. gattii pode ser observado (Figura 2). Análises de microscopia eletrônica de transmissão mostram um biofilme maduro denso e com grande quantidade de matriz extracelular (dados não mostrados). A compreensão de mecanismos moleculares envolvidos na formação do biofilme microbiano é crucial para o seu controle. Assim, em continuidade a esses estudos, este projeto tem por principal objetivo a caracterização de genes que possam estar envolvidos no processo de formação do biofilme de C. gattii, bem como na resistência aos agentes antifúngicos e desta forma contribuir para o desenvolvimento de estratégias para o seu controle.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Sueli Fumie Yamada-Ogatta - Coordenador / Alexandre Tadachi Morey - Integrante / Phileno Pinge Filho - Integrante / Celso Vataro Nakamura - Integrante / Lucy Megume Yamauchi Lioni - Integrante / MARCELLE DE LIMA FERREIRA BISPO - Integrante / Tatiana de Arruda Campos Brasil de Souza - Integrante / Fabricio Martins Lopes - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2018

    AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE VIRULÊNCIA DE LEVEDURAS DOS COMPLEXOS Cryptococcus neoformans E Cryptococcus gattii ISOLADOS DE EXCRETAS DE AVES NA CIDADE DE LONDRINA, PR, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Sueli Fumie Yamada Ogatta em 02/06/2016., Descrição: Criptococose é a infecção causada por leveduras do gênero Cryptococcus. Destacam-se como importantes patógenos os complexos C. neoformans, formado por duas espécies e um híbrido, e o complexo C. gattii, formado por cinco espécies e três híbridos. O complexo C. neoformans é encontrado por todo o mundo, causando doença principalmente em pacientes portadores de HIV, e outros imunossuprimidos. No ambiente, está presente principalmente em excretas de aves, já o complexo C. gattii é encontrado em regiões de clima mais quente, como América do Sul e Austrália, e acomete indivíduos imunocompetentes. São considerados fatores de virulência para Cryptococcus spp. A presença de cápsula, síntese de melanina e de enzimas hidrolíticas, como urease e fosfolipase. Em um trabalho prévio realizado no laboratório de biologia molecular de microrganismos foi encontrada elevada prevalência dos complexos C. neoformans e C. gattii, em excretas de aves na cidade de Londrina, PR. O objetivo desse trabalho será identificar a espécie, caracterizar a virulência desses isolados avaliando a produção de fatores de virulência e o seu potencial patogênico durante a infecção experimental.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Caroline S. Azevedo - Integrante / Sueli Fumie Yamada-Ogatta - Coordenador / Lucy Megumi Yamauchi - Integrante / Alexandre Tadachi Morey - Integrante / Phileno Pinge Filho - Integrante / WELLINTOM RICARDO YUKI YOKOYAMA - Integrante / DANIELLE KIAN - Integrante / Andre Luiz Burci Regazzo - Integrante / Jean Lucas Ramos - Integrante / Vitoria Ribeiro Santos - Integrante.

  • 2012 - 2017

    MONITORAMENTO DA QUALIDADE DE ATENÇÃO AO PRÉ-NATAL RELACIONADA AO RISCO DE INFECÇÃO NEONATAL POR Streptococcus agalactiae EM USUÁRIAS DO SUS NO PARANÁ E ANÁLISE DE ESTRATÉGIAS PARA PREVENÇÃO DA ENFERMIDADE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Sueli Fumie Yamada Ogatta em 02/06/2016., Descrição: Streptococcus agalactiae (EGB - Estreptococo do Grupo B de Lancefield) continua sendo uma importante causa de infecção em gestantes e recém-nascidos no mundo inteiro, provocando significante morbidade e mortalidade entre essa população. A implantação de diretrizes para detecção e terapia antimicrobiana profilática intraparto em gestantes portadoras de EGB conduziu a uma redução significativa na incidência de infecção neonatal precoce em várias regiões do mundo. No brasil não há consenso em relação à estratégia de prevenção de infecção neonatal por EGB. Considerando que as taxas de colonização de gestantes por EGB, bem como os fatores de risco associados à colonização e desenvolvimento de infecção pela mesma bactéria em recém-nascidos pode variar em diferentes comunidades, é de extrema importância o conhecimento desses parâmetros para permitir a escolha adequada da estratégia de prevenção a ser adotada. Em vista disso, este projeto tem por objetivo principal o monitoramento da qualidade de atenção ao pré-natal em usuárias do SUS no paraná (região de Londrina e Maringá) relacionada ao risco de infecção neonatal por Streptococcus agalactiae (EGB ? Estreptococos do Grupo B de Lancefield), bem como análise de estratégias para prevenção da transmissão do agente e desenvolvimento da enfermidade em recém-nascidos. Serão consideradas as diretrizes do Centers for Disease Control atuais para prevenção de infecção neonatal por EGB baseadas em antibioticoterapia profilática intraparto. Paralelamente à estratégia de cultura de triagem será padronizada uma metodologia de multiplex-PCR em tempo real para detecção simultânea de EGB e marcadores de resistência para antibacterianos. Esta metodologia poderá ser aplicada, também, a gestantes em parto prematuro ou que não tiveram acompanhamento pré-natal, uma vez que apresenta alta sensibilidade, permitindo a detecção de quantidades mínimas de ácidos nucleicos de forma rápida. Além disso, extratos e substâncias purificadas a partir de produtos naturais serão analisados quanto ao seu potencial antibacteriano sobre os isolados. Os resultados podem contribuir para o desenvolvimento de profilaxia e terapia alternativas para o manejo da infecção por EGB.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Jussevânia Pereira Santos - Integrante / Sueli Fumie Yamada-Ogatta - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi - Coordenador / Alexandre Tadachi Morey - Integrante / Ana Elisa Belotto Morguette - Integrante / Caio Ferreira de Oliveira - Integrante / Eliana Carolina Vespero - Integrante / Eliane Saori Otaguiri - Integrante / Floristher Elaine Carrara - Integrante / Galdino Andrade Filho - Integrante / Gilselena Kerbauy Lopes - Integrante / Jaqueline Dario Capobiango - Integrante / Marcia Regina Eches Perugini - Integrante / Marsileni Perisson - Integrante / Natália de Souza Botelho - Integrante / Phileno Pinge Filho - Integrante / Regina Mariuza Borsato Quesada - Integrante / Pollyanna Myrella Capela dos Santos - Integrante / RENATA PERUGINI BIASI - Integrante / Camila de Assis Marchi - Integrante.

  • 2012 - 2016

    CARACTERIZAÇÃO DO BIOFILME DE Cryptococcus gattii UTILIZANDO ABORDAGENS FENOTÍPICAS E MOLECULARES, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Sueli Fumie Yamada Ogatta em 02/06/2016., Descrição: A criptococose, causada pelos fungos encapsulados Cryptococcus gattii e Cryptococcus neoformans, é uma doença cosmopolita, potencialmente fatal, que acomete mamíferos domésticos, principalmente o gato e o cão, animais silvestres e o homem. A infecção por Cryptococcus spp. inicia-se no trato respiratório causando desde infecções assintomáticas à doença grave, incluindo pneumonia e infecção disseminada em vários sítios, como sistema nervoso central, olhos e pele. Estes patógenos são responsáveis por cerca de 1 milhão de casos de meningite criptocócica por ano em pacientes com AIDS. Entretanto, esses patógenos também são agentes oportunistas importantes em pacientes com câncer e naqueles que se submetem às terapias imunossupressoras, procedimentos médicos invasivos ou utilizam antibióticos de amplo espectro. Até a década passada, C. gattii e C. neoformans eram consideradas variedades da mesma espécie. Entretanto, características bioquímicas, imunológicas e genéticas reclassificaram a espécie C. neoformans var. gattii como C. gattii que pode ser dividido em quatro tipos moleculares - VGI, VGII, VGIII e VGIV. Um aspecto clinicamente importante associado a C. gattii é que esta espécie (tipos VGI e VGII) pode, também, acometer pacientes imunocompetentes. As infecções causadas por C. gattii são mais agressivas, quando comparadas àquelas causadas por C. neoformans. Em infecções por C. gattii observa-se uma maior frequência de hidrocefalias e lesões cerebrais focais, maior predominância de criptococomas no pulmão e no cérebro, resposta mais lenta a terapia com os antifúngicos, ocorrência de um maior número de sequelas, bem como a necessidade de intervenções cirúrgicas. Em muitos casos a persistência da infecção microbiana está relacionada com a capacidade de alguns fungos em formar biofilme em superfície biótica, bem como em vários dispositivos médicos implantados, sendo considerado um importante problema clínico e econômico. O biofilme constitui-se em uma comunidade de microrganismos aderidos (células sésseis) a um substrato e embebido em uma matriz polimérica extracelular. As células sésseis diferem das células planctônicas (crescimento livre) principalmente em relação à taxa de crescimento e resistência aos agentes antimicrobianos e aos mecanismos de defesa do hospedeiro. Embora não seja um fator de virulência clássico, a capacidade de formar biofilme tem contribuído consideravelmente na virulência de muitas espécies de fungos. Neste contexto, C. neoformans pode formar biofilme em diferentes superfícies, tais como vidro, poliestireno e materiais médicos. Considerando a importância clínica de c. Gattii e o conhecimento escasso sobre sua virulência, principalmente em relação à capacidade de formar biofilme o objetivo principal desse projeto é iniciar um estudo de caracterização do biofilme desta espécie, utilizando abordagens fenotípicas e moleculares. Os resultados podem gerar subsídios para uma melhor compreensão do processo, bem como o desenvolvimento de estratégias para bloquear a sua formação.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Caroline S. Azevedo - Integrante / Sueli Fumie Yamada-Ogatta - Coordenador / Lucy Megumi Yamauchi - Integrante / Natália de Souza Botelho - Integrante / WELLINTOM RICARDO YUKI YOKOYAMA - Integrante.

  • 2010 - 2014

    AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIMALÁRICA DOS EXTRATOS E DE ALCALOIDES DE Aspidosperma., Descrição: Esse projeto tem como título "Avaliação da atividade antimalárica dos extratos e de alcaloides de Aspidosperma polyneuron [Apocinaceae]". A malária é causada pelo protozoário Plasmodium. A mortalidade é altíssima (cerca de um milhão de pessoas) devido as dificuldades no acesso ao tratamento nos diversos vilarejos, bem como o aparecimento de parasitos resistentes aos fármacos. O tratamento dessa doença é baseado em compostos provenientes da natureza, principalmente de plantas. O gênero Aspidosperma polyneuron (Apocinaceae) tem sido objeto de investigações químicas as quais revelaram a presença de alcaloides indólicos, sendo usados para tratamentos de infecções parasitárias. Assim, o projeto tem como objetivo a análise da atividade antimalárica de extratos de A. polyneuron e suas frações em ensaios in vivo e in vitro. Os extratos do composto natural com atividade antimalárica serão extraídos em solventes hexano, acetato de metila e metanol, após os testes serão subfracionados e novamente tratados para verificação da ação microbicida, até que se consigam as moléculas com atividade antimalárica in vivo. Os ensaios in vitro serão realizados somente com os extratos que apresentarem atividade in vivo, devido ao alto custo dos testes que são realizados com sangue humano. Os testes serão realizados com cepas de Plasmodium falciparum resistentes ou não a cloroquina. Esse projeto será utilizado para a formulação de trabalhos de conclusão de curso dos cursos de graduação e de dissertação de mestrado dessa universidade. Ou seja, será utilizado para a formação e capacitação de estudantes de graduação e pós-graduação dessa universidade. Os trabalhos resultantes desse projeto serão submetidos à publicação em revistas da área de interesse, bem como serem apresentados em congressos e simpósios da área.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Jussevânia Pereira Santos - Integrante / Suelen Baleiro de Paula - Integrante / Carline Longhi - Integrante / Jackson Seiti Gundi - Integrante / Sueli Fumie Yamada-Ogatta - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi - Coordenador / Phileno Pinge Filho - Integrante / Celso Vataro Nakamura - Integrante / Dalva Trevisan Ferreira - Integrante / Jurandir Pereira Pinto - Integrante.

  • 2010 - 2014

    APLICAÇÃO DE PCR EM TEMPO REAL NA DETECÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE AGENTES CAUSADORES DE INFECÇÕES FÚNGICAS, Descrição: Esse projeto tem como tema "Aplicação de PCR em tempo real na detecção e identificação de agentes etiológicos de infecções fúngicas", será desenvolvido no laboratório de Biologia Molecular de Microrganismos do Departamento de Microbiologia da Universidade Estadual de Londrina. A medicina tem desenvolvido novas técnicas que prolongam a vida de um paciente, no entanto, essas intervenções têm um preço alto a ser pago pelo paciente. Nas últimas décadas, o número de casos de infecções fúngicas tem aumentando, levando a uma alta taxa de morbidade e mortalidade nos pacientes imunossuprimidos, principalmente. O diagnóstico precoce e preciso eleva as chances de sobrevida desse paciente. Nesse aspecto, as técnicas utilizadas visam principalmente o isolamento e a crescimento dos microrganismos das amostras clínicas. Dependendo do tipo de infecção, as técnicas são ineficientes devido às dificuldades inerentes ao método. Atualmente os métodos moleculares têm sido muito utilizados, sendo o locus do DNA ribossomal usado como padrão para a amplificação e identificação das espécies de fungos. Esse locus apresenta três genes rRNA 18S, 5.8S e 28S que são altamente conservadas e duas regiões intergênicas denominadas de its1 e its2 que apresentam divergências na sequência de nucleotídeos, o que possibilita a identificação do gênero e da espécie de muitos fungos de interesse médico. No entanto, as técnicas para serem mais específicas utilizam uma sonda interna que identifica a espécie de fungo. Esse procedimento aumenta a especificidade, mas eleva o custo da técnica. Assim, esse projeto tem como objetivo a padronização de uma reação de PCR em tempo real para os fungos que são encontrados com maior frequência no Hospital Universitário de Londrina no estado do Paraná, sem a utilização de uma sonda fluorescente. Utilizar essa reação para identificar os diferentes fungos, ou seja, um método que possa ser utilizado nos laboratórios de rotina. O diagnóstico de microrganismos através da PCR em tempo real busca trazer maior eficácia, sensibilidade e especificidade ao resultado, podendo utilizar tanto o material genético obtido de culturas puras como também o uso de amostras clínicas, sem perda da sua eficiência. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Emerson José Venâncio - Integrante / Jussevânia Pereira Santos - Integrante / Suelen Baleiro de Paula - Integrante / Caroline S. Azevedo - Integrante / Sueli Fumie Yamada-Ogatta - Integrante / Lucy Megumi Yamauchi - Coordenador / Ana Elisa Belotto Morguette - Integrante / Phileno Pinge Filho - Integrante / Luciano Aparecido Panagio - Integrante / Virgínia Prezzi Santos - Integrante.

  • 2010 - 2013

    Candida spp. ISOLADAS DE MUCOSA BUCAL DE PACIENTES PORTADORES DE HIV: DETERMINAÇÃO DOS FATORES DE VIRULÊNCIA, FORMAÇÃO DE BIOFILME E SENSIBILIDADE AOS ANTIFUNGICOS, Descrição: Entre pacientes portadores do vírus da imunodeficiência humana (HIV positivos), a candidíase orofaríngea (COF) continua sendo a infecção oportunista mais frequente. No Brasil estima-se que Candida spp. seja responsável por cerca de 30% das mortes ocorridas em pacientes HIV positivos decorrentes de infecção fúngica. A COF e a candidíase esofágica podem ocorrer em qualquer fase do curso da infecção pelo HIV e são consideradas como um importante marcador da síndrome da deficiência humana adquirida (AIDS) e sua progressão. Tanto a candidíase eritematosa quanto a pseudomembranosa são consideradas preditivas de progressão da imunodeficiência e estabelecimento da AIDS. A frequência de COF nesses pacientes pode estar correlacionada a progressiva imunodeficiência celular com baixas contagens de linfócitos CD4+, e um aumento na carga viral. Candida albicans é a espécie mais prevalente em isolados clínicos, entretanto um aumento na frequência de outras espécies de Candida tem sido observado nos últimos anos. Embora seja menos prevalente que C. albicans, pelo menos dois fatores corroboram a importância clínica das outras espécies de Candida: a alta taxa de mortalidade dos pacientes, sensibilidade variada e a emergência de isolados resistentes aos agentes antifúngicos. Dessa forma a identificação das espécies responsáveis por COF é de grande importância especialmente para selecionar uma terapia que possa reduzir o índice de mortalidade. O estudo dos fatores de virulência pode contribuir tanto no conhecimento da patogênese da COF, quanto no desenvolvimento de estratégias para combate às infecções por Candida spp. Principalmente nesses indivíduos. Além disso, extratos de plantas serão analisados quanto ao seu potencial antifúngico sobre os isolados. Os resultados podem contribuir para o desenvolvimento de terapias alternativas para o tratamento de candidíase orofaríngea.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Jussevânia Pereira Santos - Integrante / Suelen Baleiro de Paula - Integrante / Caroline S. Azevedo - Integrante / Sueli Fumie Yamada-Ogatta - Coordenador / Alexandre Tadachi Morey - Integrante / Gilselena Kerbauy Lopes - Integrante / Natália de Souza Botelho - Integrante / Ricardo Sergio Couto de Almeida - Integrante / Luiz Toshio Ueda - Integrante / Ester Sena Souza - Integrante / Ediel Clementino de Souza - Integrante / Wallace Cardoso de Matos - Integrante.

  • 2007 - 2011

    UTILIZAÇÃO DE ANTICORPOS MONOCLONAIS/POLICLONAIS PARA FINS DE DIAGNÓSTICO E OU ESTUDO DA PATOGENIA DE MICOSES SISTÊMICAS, PERIODONTITE E REABSORÇÃO DENTÁRIA, Descrição: Os imunoreagentes são técnicas bioanalíticas poderosas com aplicação nas mais diversas áreas das ciências biológicas e da saúde. No presente trabalho é proposto utilizar anticorpos monoclonais obtidos pelos projetos anteriores, bem como obter novos anticorpos monoclonais/policlonais para diagnóstico bem como para o estudo de patogenia de micoses sistêmicas (paracoccidioidomicose (PCM), histoplasmose, micose causada pelo fungo A. kalrae), periodontite e reabsorção dentária. Assim, pretende-se analisar o efeito protetor ou patogênico de ~gp380 e sub-frações na PCM e verificar efeito de imunização associada a tratamento com drogas antifúngicas. Obter e analisar frações antigênicas/imunogênicas e anticorpos específicos a Histoplasma capsulatum, para fins de diagnóstico e estudo de interação parasito-hospedeiro. Obter anticorpos policlonais a A. kalrae (ak) e analisar as frações antigênicas/imunogênicas e investigar os fatores de virulência, bem como determinar nível de IgG a componentes de ak em amostras de sangue de pacientes com esquizofrenia e em pacientes com AIDS. Obter e caracterizar anticorpos monoclonais a protease de ka e determinar nível em amostras biológicas de pacientes com periodontites e em isolados de ak. Introduzir nova metodologia de diagnóstico precoce de reabsorção dentária e investigar os papéis de anticorpos envolvidos na patogênese da referida doença. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Emerson José Venâncio - Integrante / Eiko Nakagawa Itano - Coordenador.

  • 2006 - 2008

    DETECÇÃO MOLECULAR DO FUNGO Paracoccidioides brasiliensis EM LESÕES ORAIS, Descrição: Padronizar uma reação de detecção molecular de Paracoccidioides brasiliensis em lesões orais para auxiliar no diagnóstico a paracoccidioidomicose, micose sistêmica que é endêmica na américa do sul. Atualmente o diagnóstico pode ser feito por diferentes métodos laboratoriais em associação com os sintomas clínicos. Os métodos de diagnóstico mais utilizados são cultura, o exame histopatológico e os testes sorológicos, que apesar de serem relativamente simples apresentam algumas limitações. Estudos anteriores têm mostrado que os métodos moleculares, como a PCR, para o diagnóstico da paracoccidioidomicose mostram que eles são rápidos, tem alta sensibilidade e especificidade e independem da imunocompetência do paciente.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eliandro Reis Tavares - Integrante / Emerson José Venâncio - Coordenador / Josiane da Silva Quirino - Integrante / Débora Fonseca Vituri - Integrante / Debora Kimura Mendes Sassine - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2007

melhor trabalho cientifico, Departamento de Ciencias Patologicas-CCB-UEL.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Estadual de Londrina, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Microbiologia. , Rodovia Celso Garcia Cid PR 445 km 380 laboratorio imunologia Iv, Campus Universitario, 86051990 - Londrina, PR - Brasil - Caixa-postal: 6001, Telefone: (043) 33714297

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2019 - Atual

    Universidade Estadual de Maringá

    Vínculo: , Enquadramento Funcional:

  • 2012 - 2012

    Colégio Maestral

    Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor do Ensino Fundamental II, Carga horária: 12

  • 2017 - Atual

    Universidade Estadual de Londrina

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40

  • 2012 - 2016

    Universidade Estadual de Londrina

    Vínculo: Estudante de Pós-Graduação, Enquadramento Funcional: Estudante de Pós-Graduação, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Doutorado em Microbiologia pelo Programa de Pós-Graduação em Microbiologia

  • 2010 - 2012

    Universidade Estadual de Londrina

    Vínculo: Estudante de Pós-Graduação, Enquadramento Funcional: Estudante de Pós-Greaduação, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Mestrado em Microbiologia pelo Programa de Pós-Graduação

  • 2006 - 2009

    Universidade Estadual de Londrina

    Vínculo: bolsista Iniciação cientifica, Enquadramento Funcional: Estudante de Graduação, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Graduação em Ciências Biológicas

  • 2015 - 2017

    EDITORA E DISTRIBUIDORA EDUCACIONAL S/A

    Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor Assistente B, Carga horária: 20

  • 2016 - 2016

    Instituto Federal do Paraná

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40