Renata Sesterhenn

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Luterana do Brasil (2011) , mestrado em Ciências Veterinárias pelo Centro de Diagnóstico e Pesquisa em Patologia Aviária (CDPA) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2013) e especialização em Produção, Higiene e Tecnologia de Alimentos de Origem Animal pelo Centro de Ensino, Pesquisa e Tecnologia de Carnes (CEPETEC) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2012). Atualmente é doutoranda no Centro de Diagnóstico e Pesquisa em Patologia Aviária (CDPA) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2017).

Informações coletadas do Lattes em 05/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias

2014 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Estudo proteômico e patológico da miopatia dorsal cranial em frangos de corte,
Orientador: David Driemeier
Coorientador: Liris Kindlein. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Mestrado em Ciências Veterinárias

2011 - 2013

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Lesões cutâneas ulcerativas em frangos de corte: estudo histopatológico e epidemiológico,Ano de Obtenção: 2013
Prof Dr. Hamilton Luiz de Souza Moraes.Coorientador: Prof Dr. Luiz Cesar Bello Fallavena. Palavras-chave: Queratoacantoma; Carcinoma dérmico de células escamosas; Dermatite granulomatosa por corpo estranho; Lesões ulcerativas cutâneas; frangos de corte.Grande área: Ciências Agrárias

Especialização em Produção, Tecnologia e Higiene de Alimentos

2010 - 2012

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Avaliação da atividade antimicrobiana in vitro dos óleos essenciais de Eugenia caryophyllata (cravo) e Oreganum vulgaris (orégano) e dos antimicrobianos eritromicina e ácido nalidíxico frente a isolados de Escherichia coli de origem avícola
Orientador: ?Profª Dra. Liris Kindlein

Graduação em Medicina Veterinária

2005 - 2011

Universidade Luterana do Brasil
Título: Exames laboratoriais em sanidade avícola: biologia molecular, microbiologia e patologia
Orientador: Prof. Dr. Luiz Cesar Bello Fallavena

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Patologia Animal/Especialidade: Patologia Aviária.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Ciência e Tecnologia de Alimentos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SALLE, C. T. P. ; MORAES, H. L. S. ; FURIAN, T. ; BORGES, K. ; SESTERHENN, R ; PERDONCINI, G. ; TEJKOWSKI, T. M. ; CARVALHO, D. ; CAMILOTTI, E. . I Simpósio de Patologia e Produção Avícola. 2011. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

XII Congresso Brasileiro de Higienistas de Alimentos. Avaliação da rotulagem de enlarados de atum e sardinha conforme ligislação brasileira. 2013. (Congresso).

XI Semana Acadêmica da Faculdade de Veterinária. 2012. (Seminário).

22º Congresso Brasileiro de Avicultura. Principais causas de condenações em abatedouros de frangos de corte sob inspeção estadual e federal no estado do Rio Grande do Sul. 2011. (Congresso).

22º Congresso Brasileiro de Avicultura. Critérios de condenação de frangos de corte por dermatose sob inspeção estadual e federal no estado do Rio Grande do Sul. 2011. (Congresso).

38º Conbravet - Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária. IMPACTO ECONÔMICO DE CONDENAÇÕES POST MORTEM DE AVES SOB INSPEÇÃO. 2011. (Congresso).

38º Conbravet - Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária. CONDENAÇÕES POR CELULITE EM ABATEDOUROS DE FRANGOS DE CORTE NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ABATIDOS SOB INSPEÇÃO FEDERAL NOS ANOS DE 2005 A 2010.. 2011. (Congresso).

I Simpósio de Patologia e Produção Avícola. 2011. (Simpósio).

VI Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Carnes. Avaliação de temperatura, pH e peso em amostras de salmão inteiro e cortes de filé resfriado e congelado. 2011. (Congresso).

VI Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Carnes. Produção de carne de frangos e perus em abatedouros nacionais sob inspeção federal no período de 2009 a 2010. 2011. (Congresso).

VI Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Carnes. Influência das embalagens em filme PVC e a vácuo na conservação de cortes de carne bovina sobre suas características organolépticas. 2011. (Congresso).

VI Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Carnes. Impacto econômico de condenações post mortem em um abatedouro de frangos de corte no estado do Rio Grande do Sul. 2011. (Congresso).

X Fórum de Pesquisa, XVI Salão de Iniciação Científica e Mostra de Inovação da Ulbra DA.Lesões ulcerativas cutâneas em frangos de corte - Diagnóstico Histopatológico e estudos etiológicos sobre o carcinoma dérmico de células escamosas (querato-acantoma). 2010. (Simpósio).

Curso de Gestão da Qualidade em Alimentos - 4ª edição. 2009. (Outra).

Seminário de Responsabilidade Técnica - Módulo Básico. 2009. (Seminário).

Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária. Abordagens Cirúrgicas ao Tórax na Espécie Canina. 2008. (Congresso).

II Ciclo de Palestras sobre Carne e Leite. 2008. (Seminário).

XI Ciclo de Palestras em Produção e Manejo de Bovinos. 2007. (Outra).

Ciclo de Palestras em Clínica e Cirurgia de Pequenos Animais. 2006. (Seminário).

XI Ciclo de Palestas em Produção e Manejo de Bovinos. 2006. (Simpósio).

XIII Semana Acadêmica da Medicina Veterinária. 2006. (Seminário).

XVII Congresso Estadual de Medicina Veterinária. 2006. (Congresso).

XII SEMANA ACADÊMICA DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DA ULBRA. 2005. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

SESTERHENN, R; FOSSATI, A. A. N.; SOUZA, S. M. G. XXV Salão de Iniciação Cientifica - Avaliação do farelo de trigo fino como fonte de betaína em dietas para suínos em crescimento. 2013. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

SESTERHENN, R; FOSSATI, A. A. N.; SOUZA, S. M. G. XXV Salão de Iniciação Cientifica - Suplementação de L-valina e L-isoleucina em dietas vegetais com proteína reduzida para frangos de corte. 2013. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

SESTERHENN, R; FOSSATI, A. A. N.; SOUZA, S. M. G. XXV Salão de Iniciação Cientifica - Avaliação de uma alfa amilase exógena sobre a digestibilidade de nutrientes em diferentes secções do trato digestivo de frangos de corte. 2013. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

SESTERHENN, R; FOSSATI, A. A. N.; SOUZA, S. M. G. XXV Salão de Iniciação Cientifica - Relação de índices zootécnicos e qualidade de carne de cordeiros abatidos no estado do Rio Grande do Sul. 2013. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

SESTERHENN, R; FOSSATI, A. A. N.; SOUZA, S. M. G. XXV Salão de Iniciação Cientifica - Quantificação de compostos nitrogenados e sua influência na variação do valor proteico de coprodutos de trigo. 2013. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

SESTERHENN, R; FOSSATI, A. A. N.; SOUZA, S. M. G. XXV Salão de Iniciação Cientifica - Análises Bioeconômicas Aplicada à Cadeia da Carne Bovina do RS. 2013. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

SESTERHENN, R; FOSSATI, A. A. N.; SOUZA, S. M. G. XXV Salão de Iniciação Cientifica - Desempenho de frangos de corte suplementados com diferentes fontes e níveis de colina. 2013. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Celso Pianta

FALLAVENA, L. C. B.PIANTA, C.; LUNGE, V. R.. Biologia Molecular, Microbiologia Veterinária e Patologia Aviária. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Luterana do Brasil.

Lucas Brunelli de Moraes

OLIVEIRA, S. J.;NASCIMENTO, V. P.MORAES, L. B.. Lesões cutâneas ulcerativas em frangos de corte: estudo histopatológico e epidemiológico.. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Vladimir Pinheiro do Nascimento

NASCIMENTO, V. P.; OLIVEIRA, Sérgio José de;MORAES, Lucas Brunelli de. Lesões cutâneas ulcerativas em frangos de corte: estudo histopatológico e epidemiológico. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Benito Guimarães de Brito

NASCIMENTO, V. P.; MORAES, H. L. S.;BRITO, BENITO GUIMARÃES DE; FURIAN, K. B.. Caracterização histopatológica e histomorfométrica do músculo anterior latissimus dorsi e avaliação de marcadores bioquímicos de frangos de corte acometidos com a miopatia dorsal cranial. 2018. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Hamilton Luiz de Souza Moraes

BRITO, B. G.;MORAES, H. L. S.Borges, K.A.. Caracterização histopatológica e histomorfométrica do musculo latissimus dorsi e avaliação de marcadores bioquímicos de frangos de corter acometidos com a miopatia dorsal cranial. 2018. Tese (Doutorado em PROGRAMA DE POS GRADUAÇÃO EM CIENCIAS VETERINARIAS) - FACULDADE DE VETERINÁRIA DA UFRGS.

Hamilton Luiz de Souza Moraes

Moraes, H. L. S.ZIMERMANN, F. C.; ISOLAN, L. W.. Caracterização histopatológica e histomorfométrica do músculo anterior latissimus dorsi e avaliação de marcadores enzimáticos de frangos de corte acometidos com a miopatia dorsal cranial. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em PROGRAMA DE POS GRADUAÇÃO EM CIENCIAS VETERINARIAS) - FACULDADE DE VETERINÁRIA DA UFRGS.

Vagner Ricardo Lunge

PIANTA, C.; FALLAVENA, L. C. B.;LUNGE, V.. Biologia Molecular, Microbiologia Veterinária e Patologia Aviária. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Luterana do Brasil.

Karen Apellanis Borges

BORGES, K.A.BRITO, B. G.MORAES, H.L.S.. Banca de doutorado - Renata. 2018. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Sérgio José de Oliveira

OLIVEIRA, S. J.; Nascimento, V. P.; MORAES, L. B.. Lesões cutâneas ulcerativas em frangos de corte: estudo histopatológico e epidemiológico. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Faculdade de Veterinária da UFRGS.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Luiz César Bello Fallavena

Sanidade avícola - diagnóstico laboratorial; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Luterana do Brasil; Orientador: Luiz Cesar Bello Fallavena;

Vladimir Pinheiro do Nascimento

Caracterização histopatológica e histomorfométrica do músculo anterior latissimus dorsi e avaliação de marcadores enzimáticos de frangos de corte acometidos com Miopatia Dorsal Cranial; 2018; Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Vladimir Pinheiro do Nascimento;

Liris Kindlein

Estudo proteômico da miopatia dorsal cranial em frangos de corte; 2014; Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Liris Kindlein;

Franciele Maboni Siqueira

CARACTERIZAÇÃO HISTOPATOLOGICA E HISTOMORFOMETRICA DO MÚSCULO ANTERIOR LATISSIMUS DORSI E AVALIAÇÃO DE MARCADORES ENZIMÁTICOS DE FRANGOS DE CORTE ACOMETIDOS COM A MIOPATIA DORSAL CRANIAL; 2016; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Franciele Maboni Siqueira;

Hamilton Luiz de Souza Moraes

LESÕES CUTÂNEAS EM FRANGOS DE CORTE: CARCINOMA DÉRMICO DE CÉLULAS ESCAMOSAS EM FRANGOS DE CORTE; DIAGNÓSTICO MACROSCÓPICO E MICROSCÓPICO; ; Início: 2011; Dissertação (Mestrado em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS) - FACULADE DE VETERINÁRIA - UFRGS; (Orientador);

Hamilton Luiz de Souza Moraes

Lesões cutâneas ulcerativas em frangos de corte: estudo histopatológico e epidemiológico; 2013; Dissertação (Mestrado em Programa de Pos Graduação em Ciencias Veterinárias) - FACULDADE DE VETERINÁRIA DA UFRGS,; Orientador: Hamilton Luiz de Souza Moraes;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • BIANCHI, M. M. ; AVILA, J. ; SESTERHENN, R ; MORAES, H. L. S. ; FALLAVENA, L. C. B. . Lesões Ulcerativas em Frangos de Corte Abatidos no RGS: Estudo Sobre a Cama dos Aviários: Material Utilizado e Número de Reutilizações. Revista de Iniciação Científica da ULBRA , v. 11, p. 14-20-20, 2013.

  • FERREIRA, T. Z. ; SESTERHENN, R ; KINDLEIN, L. . Perdas econômicas das principais causas de condenações de carcaças de frangos de corte em Matadouros-Frigoríi cos sob Inspeção Federal no Rio Grande do Sul, Brasil. Acta Scientiae Veterinariae (Online) , v. 40, p. 1021, 2012.

  • SESTERHENN, R ; TRAMONTINI, D. ; ARGENTA, F. F. ; PIANTA, C. ; ESMERALDINO, A. T. ; FALLAVENA, L. C. B. . Lesões ulcerativas cutâneas em frangos de corte?diagnóstico histopatológico. Revista de Iniciação Científica da ULBRA , v. 23, p. 15-21, 2011.

  • LAVINIKI, V. ; SESTERHENN, R ; KINDLEIN, L. ; NASCIMENTO, V. P. . Comparação de duas técnicas para avaliar a atividade antimicrobiana do oléo essencial de óregano frente a Salmonella isolada de aves. In: VI Simpósio de Microbiologia Aplicada e II Encontro Latino Americano de Microbiologia Aplicada, 2012, Porto Alegre. VI Simpósio de Microbiologia Aplicada e II Encontro Latino Americano de Microbiologia Aplicada, 2012.

  • SESTERHENN, R ; LAVINIKI, V. ; KINDLEIN, L. ; NASCIMENTO, V. P. . Avaliação da atividade antimicrobiana in vitro dos oléos essenciais de alecrim, cravo e óregano e de antimicrobianos frente a isolados de E. coli. In: VI Simpósio de Microbiologia Aplica e II Encontro Latino-Americano de Microbiologia Aplicada, 2012, Porto Alegre. VI Simpósio de Microbiologia Aplica e II Encontro Latino-Americano de Microbiologia Aplicada, 2012.

  • SESTERHENN, R ; PODELESKI, R. ; BAJA, K. G. . ABORDAGENS CIRÚRGICAS AO TÓRAX NA ESPÉCIE CANINA. In: 35º CONBRAVET - Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária, 2008, Gramado. ABORDAGENS CIRÚRGICAS AO TÓRAX NA ESPÉCIE CANINA, 2008.

  • SESTERHENN, R ; KINDLEIN, L. . Avaliação do controle de temperatura e rendimento de carne bovina moída em estabelecimentos varejistas. In: VI Congresso LatinoAmericano e XII Congresso Brasileiro de Higienistas de Alimentos, 2013, Gramado. VI Congresso LatinoAmericano e XII Congresso Brasileiro de Higienistas de Alimentos, 2013.

  • SESTERHENN, R ; FERREIRA, T. Z. ; KINDLEIN, L. ; GERGMANN, G. P. . Avaliação de temperatura, pHe peso em amostras de salmão inteiro e contes de filé resfriado e congelado. In: VI Congresso brasileiro de ciência e tecnologia de carnes, 2011, São Pedro - SP. VI Congresso brasileiro de ciência e tecnologia de carnes, 2011.

  • FERREIRA, T. Z. ; SESTERHENN, R ; KINDLEIN, L. . Condenações por celulite em abatedouros de frangos de corte no Estado do Rio Grande do Sul abatidos sob inspeção federal de 2005 a 2010. In: 38º Conbravet, 2011, Florianópolis. 38º Conbravet, 2011.

  • FERREIRA, T. Z. ; SESTERHENN, R ; KINDLEIN, L. . Impacto econômico de condenações post mortem em um abatedouro de frangos de corte no Estado do Rio Grande do Sul. In: VI Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Carnes, 2011, Campinas. VI Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Carnes, 2011.

  • SESTERHENN, R ; FERREIRA, T. Z. ; KINDLEIN, L. ; MORAES, H. L. S. . Impacto econômico de condenações post mortem de aves sob inpeção estadual no Estado do Rio Grande do Sul. In: 38º Conbravet, 2011, Florianópolis. 38º Conbravet, 2011.

  • FERREIRA, T. Z. ; SESTERHENN, R ; GERGMANN, G. P. ; KINDLEIN, L. . Influência das embalagens de PVC à vácuo na conservação de cortes de carne bovina sobre suas características organolépticas. In: VI Cngresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Carnes, 2011, Campinas. VI Cngresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Carnes, 2011.

  • FERREIRA, T. Z. ; SESTERHENN, R ; KINDLEIN, L. . Principais causas de condenação em frangos de corte sob inspeção estadul e federal no Estado do Rio Grande do Sul. In: 22º Congresso Brasileiro de Avicultura, 2011, São Paulo. 22º Congresso Brasileiro de Avicultura, 2011.

  • SESTERHENN, R ; FERREIRA, T. Z. ; KINDLEIN, L. ; MORAES, H. L. S. . Produção de carnes de frangos e perus em abatedouros nacionais sob inspeção federal no período de 2009 a 2010. In: VI Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Carnes, 2011, Campinas. VI Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Carnes, 2011.

  • SESTERHENN, R ; FERREIRA, T. Z. ; KINDLEIN, L. . Critérios da Condenação de Frangos de Corte por dermatose sob inspeção estadual e federal no Estado do Rio Grande do Sul. In: Congresso Brasileiro de Avicultura, 2011, São Paulo. Congresso Brasileiro de Avicultura, 2011.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

SESTERHENN, R . Intoxicação por Enterolobium contortisiliquum. 2007. (Editoração/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2013 - Atual

    ESTUDO ESTRATEGICO DO CENARIO DO SETOR INDUSTRIAL AVICOLA FRENTE AS CONDENACOES E AS PERDAS QUALI-QUANTITATIVAS DA CARCACA DE FRANGOS DE CORTE, Descrição: O Brasil é o terceiro maior produtor mundial de frangos de corte e o maior exportador de carne de frango. A avicultura brasileira obteve um crescimento significativo nos últimos anos, apresentando altos índices de produtividade devido a programas de qualidade implementados em todas as etapas da cadeia, com destaque para a genética, nutrição, manejo e sanidade. Para o setor manter-se no mercado competitivo, é de suma relevância o estudo das causas das condenações de carcaça e perdas produtivas e econômicas do setor avícola no que se refere a produção de carne. Estas perdas podem ser classificadas devido sua causa-origem e nomeadas como: tecnopatias, de origem patológica ou inadequações de manejo. Além disto, os ciclos de criação são muito curtos em comparação com outras espécies de produção de carne, o que permitiu que a genética evoluísse rapidamente nas últimas décadas, com especial enfoque no melhoramento do rendimento muscular. Com o aumento das taxas de crescimento e do tamanho dos músculos, a incidência de alterações musculares em frangos de corte vem adquirindo importância cada vez maior, como é o caso da Miopatia Dorsal Cranial (MDC). Esta é uma alteração muscular caracterizada por lesão degenerativa e multifásica em frangos de crescimento rápido e que afeta a porção cranial do dorso (músculos Anterior latissimus dorsi e adjacentes), porém esta afecção não possui uma etiologia claramente definida. Além de ocasionar condenação parcial ou total das carcaças, também é responsável pela redução no valor e qualidade do produto final. Outro recente problema relacionado à qualidade de carne tem sido verificado com o aparecimento de vários graus de estrias esbranquiçadas no peito de frangos de corte ( White Striping ) as quais seguem a direção da fibra muscular e que aumentam de acordo com a idade do animal. Além destas patologias, destaca-se a LSN ( Low Score Normal ), caracterizada por ser uma doença muscular genética em razão da redução da habilidade das aves em se levantar de uma posição de supino, possivelmente decorrente de um aumento tardio na expressão da decorina seguida pela subsequente elevação da reticulação de colágeno. Em razão de o músculo do peito ser o principal alvo nos programas de seleção e estar entre os músculos subjacentes acometidos pelas Miopatia Dorsal Cranial, White Striping e LSN , faz-se necessário o estudo destas enfermidades em conjunto neste trabalho. Por haverem inúmeras incertezas da histofisiologia destas miopatias, identifica-se grande dificuldade de tomada de ações seguras para o consumidor em nível de inspeção, o que tange o destino correto das carcaças nos abatedouros. Desta forma, identificar as propriedades funcionais e histofisiológicas das miofibrilas e colágeno, bem como os mecanismos moleculares relacionados com as miopatias descritas durante o crescimento de frangos de corte são primordiais para esclarecer suas influências sobre os atributos qualitativos da carne. O objetivo do presente projeto será analisar e propor estratégias para sancionar ou minimizar as as perdas quali-quantitativas da carcaça de frangos de corte prevalentes no setor industrial avícola atual. Além disto irá estudar as características histomorfológicas das fibras dos músculos Pectoralis thoracicus e subjacentes (Anterior l. dorsi, Rhomboideus superficialis, Scapulohumeralis caudalis, Triceps brachii e Supracoracoideus) de frangos de corte machos da linhagem Cobb acometidos com as enfermidades musculares Miopatia Dorsal Cranial , Low Score Normal e White Striping abatidos em diferentes idades. Além disso, o estudo irá descrever o perfil eletroforético das miosinas de cadeia pesada destes músculos, bem como identificar os mecanismos moleculares relacionados através da expressão gênica do colágeno e da atividade mitocondrial das células satélites através de microscopia eletrônica de transmissão.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata Sesterhenn - Integrante / Tamara Zinn Ferreira - Integrante / Liris Kindlein - Coordenador / Guiomar Pedro Gergmann - Integrante.

  • 2012 - Atual

    HISTOFISIOLOGIA DAS MIOPATIAS DE FRANGOS DE CORTE, Descrição: O Brasil é o terceiro maior produtor mundial de frangos de corte e o maior exportador de carne de frango. A avicultura brasileira obteve um crescimento significativo nos últimos anos, apresentando altos índices de produtividade devido a programas de qualidade implementados em todas as etapas da cadeia, com destaque para a genética, nutrição, manejo e sanidade. Os ciclos de criação são muito curtos em comparação com outras espécies de produção de carne, o que permitiu que a genética evoluísse rapidamente nas últimas décadas, com especial enfoque no melhoramento do rendimento muscular. Com o aumento das taxas de crescimento e do tamanho dos músculos, a incidência de alterações musculares em frangos de corte vem adquirindo importância cada vez maior, como é o caso da Miopatia Dorsal Cranial (MDC). Esta é uma alteração muscular caracterizada por lesão degenerativa e multifásica em frangos de crescimento rápido e que afeta a porção cranial do dorso (músculos Anterior latissimus dorsi e adjacentes), porém esta afecção não possui uma etiologia claramente definida. Além de ocasionar condenação parcial ou total das carcaças, também é responsável pela redução no valor e qualidade do produto final. Outro recente problema relacionado à qualidade de carne tem sido verificado com o aparecimento de vários graus de estrias esbranquiçadas no peito de frangos de corte ( White Striping ) as quais seguem a direção da fibra muscular e que aumentam de acordo com a idade do animal. Além destas patologias, destaca-se a LSN ( Low Score Normal ), caracterizada por ser uma doença muscular genética em razão da redução da habilidade das aves em se levantar de uma posição de supino, possivelmente decorrente de um aumento tardio na expressão da decorina seguida pela subsequente elevação da reticulação de colágeno. Em razão de o músculo do peito ser o principal alvo nos programas de seleção e estar entre os músculos subjacentes acometidos pelas Miopatia Dorsal Cranial, White Striping e LSN , faz-se necessário o estudo destas enfermidades em conjunto neste trabalho. Por haverem inúmeras incertezas da histofisiologia destas miopatias, identifica-se grande dificuldade de tomada de ações seguras para o consumidor em nível de inspeção, o que tange o destino correto das carcaças nos abatedouros. Desta forma, identificar as propriedades funcionais e histofisiológicas das miofibrilas e colágeno, bem como os mecanismos moleculares relacionados com as miopatias descritas durante o crescimento de frangos de corte são primordiais para esclarecer suas influências sobre os atributos qualitativos da carne. O objetivo do presente projeto será estudar as características histomorfológicas das fibras dos músculos Pectoralis thoracicus e subjacentes (Anterior l. dorsi, Rhomboideus superficialis, Scapulohumeralis caudalis, Triceps brachii e Supracoracoideus) de frangos de corte machos da linhagem Cobb acometidos com as enfermidades musculares Miopatia Dorsal Cranial , Low Score Normal e White Striping abatidos em diferentes idades. Além disso, o estudo irá descrever o perfil eletroforético das miosinas de cadeia pesada destes músculos, bem como identificar os mecanismos moleculares relacionados através da expressão gênica do colágeno e da atividade mitocondrial das células satélites através de microscopia eletrônica de transmissão. Como objetivos específicos irá determinar a expressão gênica da decorina nos músculos afetados pelas miopatias elucidadas (MDC, White Scriping, LSN) e identificará os mecanismos moleculares relacionados com as miopatias (MDC, White Scriping, LSN) e suas correlações com atributos de qualidade da carne. Adicionalmente, o projeto visa contribuir significativamente para o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação na Ciência Avícola.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata Sesterhenn - Integrante / Tamara Zinn Ferreira - Integrante / Liris Kindlein - Coordenador / Guiomar Pedro Gergmann - Integrante.

  • 2010 - 2013

    Lesões cutâneas ulcerativas em frangos de corte: CDCE (querato-acantoma), dermatites traumáticas e por corpos estranhos., Descrição: As lesões ulcerativas na pele de frangos de corte são causas comuns de condenação total ou parcial de carcaças em frigoríficos. O carcinoma dérmico de células escamosas (CDCE) ou querato-acantoma é uma das causas mais freqüentes dessas lesões, sendo de etiologia desconhecida. Por outro lado, lesões ulcerativas macroscopicamente semelhantes às do CDCE e causadas por granulomas do tipo corpo estranho, possivelmente de origem vegetal, vem sendo observadas em aves abatidas em alguns frigoríficos do RG. No presente trabalho, objetiva-se o estudo histopatológico de lesões ulcerativas cutâneas de forma a fornecer subsídios para a determinação da etiologia das mesmas. Palavras-chave: frangos de corte, causas de condenação, lesões ulcerativas, carcinoma de células escamosas, granuloma por corpo estranho.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata Sesterhenn - Integrante / Luis Cesar Bello Fallavena - Coordenador / Celso Pianta - Integrante / AnaMaria T. Esmeraldino - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Veterinária. , Av. Bento Gonçalves 8834 - CEPETEC, Agronomia, 91540510 - Porto Alegre, RS - Brasil, Telefone: (51) 33086137, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2013 - 2014

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 20

    Outras informações:
    PROJETOS CONTEMPLADOS EAD UFRGS 18 Linha - A: Oferta de disciplinas na modalidade a distância em cursos presenciais de graduação. Projeto: De disciplina a distância em curso presencial de graduação em Medicina Veterinária. Proponente: Guiomar Pedro Bergmann Tipo de Bolsa concedida: Pós-Graduação

  • 2011 - 2011

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Participação em projeto MAPA/ CNPq, Carga horária: 20

    Outras informações:
    PROJETO: 577872/2008-7 - Associação do Centro de Diagnóstico e Pesquisa em Patologia Aviária, Faculdade de Veterinária, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (CDPA-UFRGS) como Centro Colaborador do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

  • 2010 - 2010

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Estágio Curricular, Enquadramento Funcional: Estágiaria, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Estágio curricular no Centro de diagnóstico e Pesquisa em Patologia Aviária (CDPA) que é um setor vinculado ao Departamento de Medicina Animal da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O CDPA é um laboratório veterinário voltado à prestação de serviços na área de sanidade avícola, ao ensino e à pesquisa. Entre seus principais objetivos, estão: o diagnóstico em patologia aviária; a monitoria das principais doenças avícolas conforme credenciamento e metodologia oficial do MAPA, a formação e o aprimoramento de alunos de graduação e pós-graduação e a pesquisa nas áreas de interesse sanitário na avicultura industrial. No decorrer do estágio, foram acompanhados as atividades de rotina do laboratório e os experimentos em andamento dos alunos bolsistas e de mestrandos, além das aulas práticas e teóricas da disciplina de Medicina de Aves, pertencente à grade curricular da graduação, perfazendo um total de 120 horas.

  • 2008 - 2008

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Estágio Extra-Curricular, Enquadramento Funcional: Estágiaria, Carga horária: 15

    Outras informações:
    Realizou estágio extra-curricular no CDPA (Centro de Diagnóstico e Pesquisa em Patologia Aviária) da Faculdade de Veterinária da UFRGS nos setores de limpeza e desinfecção de materiais, bacteriologia, sorologia, histopatologia e meios de cultura, totalizando 340 horas.

  • 2011 - 2011

    Universidade Luterana do Brasil

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Voluntária, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Realizou atividades voluntárias, com visão educativa, sem exclusividade no projeto de Extensão Castração de Cães e Gatos, promovido pelo curso da Medicina Veterinária da ULBRA, perfazendo um total de 52 horas.

  • 2010 - 2010

    Universidade Luterana do Brasil

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Participou como estagiária do Programa de Iniciação Cientifica e Tecnologia da Universidade Luterana do Brasil, como bolsista PIBIC/CNPq, na pesquisa intitulada Lesões Cutâneas Ulcerativas em Frangos de Corte: Carcinoma Dérmico de Células Escamosas (Querato-Acantoma), Dermatites Traumáticas e por Corpos Estranhos, Estudos Macroscópico, Microscópico e Microbiológico, sob orientação do professor Dr. Luis Cesar Bello Fallavena, no Campus de Canoas, totalizando um total de 720 horas.

  • 2007 - 2007

    Universidade Luterana do Brasil

    Vínculo: Estágio Extra-Curricular, Enquadramento Funcional: Estágiaria, Carga horária: 15

    Outras informações:
    Plantão noturno auxiliando os residentes veterinários em procedimentos como auxilio no atendimento a consultas, emergências, rotina noturna de ronda e aplicação de fármacos em animais internados no hospital Perfazendo um total de 182 horas.

  • 2006 - 2006

    Universidade Luterana do Brasil

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Estágiária, Carga horária: 6

    Outras informações:
    Participou de estágio-extracurricular no CEULBRA (Centro Experimental de Montenegro), localizado na cidade de Montenegro, no Rio Grande do Sul, em uma área de 320 hectares, perfazendo um total de 96 horas. O Campo Experimental da Universidade Luterana do Brasil - CEULBRA, priorizava a prática do ensino, da pesquisa e da extensão, beneficiando, principalmente, os alunos dos cursos de Engenharia Agrícola, Engenharia Ambiental, Medicina Veterinária, Biologia e Farmácia. Desenvolvia projetos em piscicultura, fruticultura, plantas nativas, desenvolvimento ambiental e plantio direto.

  • 2006 - 2006

    Universidade Luterana do Brasil

    Vínculo: Estágio Curricular, Enquadramento Funcional: Estágiaria, Carga horária: 6

    Outras informações:
    Estágio na área de Cirurgia de Pequenos Animais no Hospital Veterinário -Universidade Luterana do Brasil, sob supervisão da Dra. Karine Gehlen Baja. Perfazendo um total de 96 horas.

  • 2006 - 2006

    Universidade Luterana do Brasil

    Vínculo: Estágio Extra-Curricular, Enquadramento Funcional: Estágiaria, Carga horária: 3

    Outras informações:
    Participou de estágio extra-curricular no Laboratório de Parasitologia do Hospital Veterinário da Ulbra, totalizando um total de 40 horas.

  • 2005 - 2005

    Universidade Luterana do Brasil

    Vínculo: Estágio Extra-Curricular, Enquadramento Funcional: Estágiaria, Carga horária: 5

    Outras informações:
    Participou de estágio extra-curricular na área de Tratamento do Hospital Veterinário - Ulbra, perfazendo um total de 80 horas.