Bruna Santos Souza

Possui graduação em Urbanismo pela Universidade do Estado da Bahia (2017). Tem experiência na área de Planejamento Urbano e Regional, com ênfase nas ferramentas de Geoprocessamento, atuando principalmente nos seguintes temas: Mobilidade das mulheres, planejamento urbano e gênero.

Informações coletadas do Lattes em 27/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em Urbanismo

2013 - 2017

Universidade do Estado da Bahia
Título: As desigualdades de gênero no Espaço Urbano: Um estudo sobre a mobilidade das mulheres na Rua Silveira Martins, Salvador - BA
Orientador: Liliane Ferreira Mariano da Silva

Ensino Médio (2º grau)

2008 - 2010

Colégio Santíssimo Sacramento

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Workshop de Produção de Mapas e Geoprocessamento. (Carga horária: 5h). , ClickGeo - Curcos de Geotecnologias, CLICKGEO, Brasil.

2017 - 2017

Reabilitação Urbana com Foco em Áreas Centrais. (Carga horária: 28h). , Ministério das Cidades, MC, Brasil.

2017 - 2017

Parcelamento, Edificação ou Utilização Compulsórios e IPTU progressivo. (Carga horária: 30h). , Ministério das Cidades, MC, Brasil.

2016 - 2016

Curso de Introdução ao Geoprocessamento em SIG. (Carga horária: 20h). , Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.

2014 - 2014

Geoprocessamento em Spring. (Carga horária: 30h). , Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Planejamento Urbano e Regional.

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Planejamento Urbano e Regional / Subárea: Geoprocessamento.

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo / Subárea: Urbanismo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SOUZA, B. S. . Semur - Semana de Urbanismo. 2014. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Semur - Semana de Urbanismo. 2017. (Seminário).

Semur - Semana de Urbanismo. 2016. (Seminário).

Enea - XXXIX Encontro Nacional de Estudantes de Arquitetura e Urbanismo. 2015. (Encontro).

I Seminário Interdepartamental de Gestão Urbana, Ambiental e Sustentabilidade. 2015. (Seminário).

Semur - Semana de Urbanismo. 2015. (Seminário).

Semur - Semana de Urbanismo. 2014. (Seminário).

Gargalos logísticos: Desafios para o desenvolvimento da Bahia e do Brasil. 2013. (Outra).

Projeto Sistema Viário Oeste - Ponte Salvador-Itaparica. 2013. (Outra).

Semur 2013: Cidade para Todos. 2013. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Claudia Andrade Vieira

SILVA, L. F. M.; PEREIRA, G. L.;VIEIRA, C. A.. As desigualdades de gênero no espaço urbano - um estudo sobre a vivência das mulheres no bairro do Cabula, Salvador - Ba. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Urbanismo) - Universidade do Estado da Bahia.

Elisabete Zardo Búrigo

NOTARE, M. R.;BÚRIGO, E. Z.BASSO, M. V. A.. A aprendizagem de matemática via projetos no SLogo: o aluno como protagonista na construção do conhecimento. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Matemática) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

João Soares Pena

As desigualdades de gênero no espaço urbano: um estudo sobre a vivência das mulheres no bairro do Cabula, Salvador-BA; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Urbanismo) - Universidade do Estado da Bahia; Orientador: João Soares Pena;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SOUZA, B. S. . As desigualdades de gênero no Espaço Urbano ? Um estudo sobre a mobilidade das mulheres na Rua Silveira Martins, Salvador - BA 2017 (Tcc).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2013 - 2015

    Ponto Certo: Mapeamento e Acessibilidade, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Macello Santos de Medeiros em 21/07/2018., Descrição: A questão da Acessibilidade é um assunto que tange diversos setores da sociedade. Desde a inserção no mercado de trabalho através da Lei de Cotas (Lei n. 8.213/91) passando pela obrigatoriedade de vagas em estacionamento público através da Lei n. 10.098/00, as demandas desse setor têm sido acolhidas e incorporadas nas agendas política, social e econômica no Brasil e no mundo. No entanto, ainda existe muito a fazer, quando nos referimos, por exemplo, ao direito de ir e vir das pessoas com dificuldades de locomoção e/ou mobilidade reduzida como os deficientes visuais, cadeirantes idosos, etc. Esta proposta de pesquisa visa, portanto, investigar as condições de acessibilidade dos pontos de ônibus em Salvador/BA, utilizando o recurso da cartografia digital (SIG). Para esta Chamada, tendo em vista o valor do recurso financeiro disponível para cada projeto, iremos propor uma ação pontual: realizar o georreferenciamento de pontos de ônibus dentro de um raio de 10 km tendo como ponto central o Hospital Sarah, referência no tratamento de portadores de limitação motora, disponibilizando informações sobre as condições de acessibilidade para acesso dos usuários através de um mapa digital com base no Sistema de Informação Geográfica (SIG). A escolha também se deve pelo fluxo e convergência de pessoas que transitam nesta área próxima a dois Shoppping Centers e da rodoviária de Salvador. Após mapear os principais pontos, iremos georreferenciá-los adicionando informações sobre as condições de Acessibilidade de cada um a partir de uma inspeção técnica in loco. Com base em um formulário (anexo), serão coletados os dados referentes às condições de acessibilidade, em seguida, os pontos mapeados serão classificados, dentro de um ?ranking? de Acessibilidade dos Pontos de Ônibus que poderá receber a condição de ?Crítico?, ?Aceitável? e ?Favorável?, de acordo com a tabulação e um barema. O principal objetivo desta ação é envolver o cidadão na discussão dos problemas que atingem a cidade, porém de modo específico e pontual: a relação entre Mobilidade Urbana e Acessibilidade. Para isso, iremos utilizar uma ferramenta de comunicação: um mapa digital georreferenciado composto de informações específicas, neste primeiro momento, sobre as condições de acessibilidade nos pontos. Todo cidadão, principalmente aqueles portadores de limitações físicas, tem o direito garantido por Lei de acessar informações sobre o sistema de transporte urbano, como, por exemplo, as condições de mobilidade da sua cidade, resgatando aquilo que Lefebvre (1978) defende que é o direito à cidade. Para que melhor forma de resgate senão o acesso irrestrito à informação? O novo cidadão informado dos seus direitos contribui para a construção de uma nova cidade. Se para Enrique Peñalosa, ex-Prefeito de Bogotá, ativista e urbanista, uma cidade bem planejada é aquela onde a criança é seu principal indicador, acreditamos que este sucesso seria ainda maior se a cidade fosse construída pensando naqueles que são portadores de limitações físicas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2016 - 2018

Prefeitura Municipal de Salvador

Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiária da Secretaria da Fazenda, Carga horária: 20

Outras informações:
Atividade exercida no Setor de Mapas e Valores, incluindo análise de processos de IPTU e ITIV; atividades com software de geoprocessamento e georreferenciamento de imóveis; e elaboração de laudos de avaliação de imóveis.

2013 - 2015

Universidade do Estado da Bahia

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro de Comissão

Outras informações:
Representante Estudantil de Urbanismo no Departamento de Ciências Exatas e da Terra (Campus I). Designado pelo Centro Acadêmico de Urbanismo