Viviane Santos da Silva

Possui Graduação em Zootecnia (2010) e Licenciatura em Pedagogia pela Universidade Federal de Santa Maria; Pós graduação (Mestrado-2012 e Doutorado-2015) em Produção Animal pela Universidade Federal de Santa Maria (Laboratório de Bovinocultura de Corte do Departamento de Zootecnia). Têm experiência em: Alimentação e Seleção genética de Bovinos de Corte e Aprendizagem Rural. Atualmente é prestadora de serviço ao Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/RS) como instrutora no exercício de capacitação, assessoria e consultoria rural. Atua nos seguintes temas: Manejo alimentar de bovinos de corte (forragicultura, suplementação e confinamento) e Boas Práticas e Bem Estar Animal (manejo e instalações).

Informações coletadas do Lattes em 27/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Produção Animal

2012 - 2015

Universidade Federal da Santa Maria
Título: Terminação de novilhos aos 18 meses de idade, suplementados em pastagem de sorgo forrageiro
Ivan Luiz Borndani. Coorientador: Dari Celestino Alves Filho. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: comportamento ingestivo; massa de laminas foliares; ganho de peso; Sorghum bicolor; suplementação energética; tempo de pastejo. Grande área: Ciências AgráriasGrande Área: Ciências Agrárias / Área: Zootecnia.

Mestrado em Produção Animal

2010 - 2012

Universidade Federal da Santa Maria
Título: Fontes de Carboidratos no Comportamento Ingestivo de Novilhos Confinados,Ano de Obtenção: 2012
Dari Celestino Alves Filho.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Charolês; casca de soja; Farelo de trigo; milho moido; Nelore; ocio em pé. Grande área: Ciências AgráriasSetores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.

Graduação em Programa Especial de Graduação de Formação de Professores Para A Educação P

2013 - 2015

Universidade Federal de Santa Maria

Graduação em ZOOTECNIA

2005 - 2010

Universidade Federal de Santa Maria
Bolsista do(a): Fundo de insentivo a pesquisa, FIPE, Brasil.

Curso técnico/profissionalizante

2003 - 2005

Colégio Politécnico de Santa Maria

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2020 - 2020

Introdução ao Bem Estar Animal. (Carga horária: 8h). , Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura, IICA, Brasil.

2019 - 2019

Reprodução Animal. (Carga horária: 30h). , Portal de Educação do SENAR (EAD), SENAR EAD, Brasil.

2019 - 2019

Capacitação e Nivelamento Técnico - Motivação Didática. (Carga horária: 20h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (RS), SENAR - RS, Brasil.

2018 - 2018

Manejo Produtivo na Piscicultura. (Carga horária: 40h). , Portal de Educação do SENAR (EAD), EAD SENAR, Brasil.

2018 - 2018

Melhoramento Genético Animal. (Carga horária: 30h). , Portal de Educação do SENAR (EAD), EAD SENAR, Brasil.

2018 - 2018

Componente Animal nos Sistemas de ILPF. (Carga horária: 30h). , Portal de Educação do SENAR (EAD), EAD SENAR, Brasil.

2017 - 2017

Curso de seleção, julgamento e melhoramento genético ANGUS/BRANGUS. (Carga horária: 8h). , Núcleo Centro Angus, NCA, Brasil.

2017 - 2017

Workshop Programa Boas Práticas Agropecuárias em Bovinos de Corte. (Carga horária: 16h). , Embrapa Pecuária Sul, EMBRAPA, Brasil.

2016 - 2016

Conceitos e Ferramentas do Melhoramento Genético de Bovinos de Corte. (Carga horária: 13h). , Embrapa Pecuária Sul, EMBRAPA, Brasil.

2016 - 2016

Avaliação Morfológica na Raça Crioula. (Carga horária: 2h). , Portal Doma e Treinamento, PORTAL D&T, Brasil.

2015 - 2015

Treinamento Metod. da Formação Profissional Rural. (Carga horária: 40h). , Serviso Nacional de Aprendisagem Rural- Adm. Reg. do Rio Grande do Sul, SENAR, Brasil.

2013 - 2014

Estágio Curricular. (Carga horária: 315h). , Escola Estadual Dr. Rubens da Rosa Guedes, ETERRG, Brasil.

2010 - 2010

I Mini Curso de Adestramento para Cães. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal da Santa Maria, UFSM, Brasil.

2010 - 2010

Treinamento de Cães para Pastoreio. (Carga horária: 16h). , Associação Gaucha de Criadores de Border Collie, AGCBC, Brasil.

2009 - 2009

Zootecnia. (Carga horária: 500h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2005 - 2009

Estagio Extracurricular - Zootecnia. (Carga horária: 5000h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2005 - 2009

Zootecnia. (Carga horária: 5000h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2008 - 2008

Extensão universitária em Trabalho de area tecnica de Expofeiras. (Carga horária: 32h). , Sindicato Rural de Caçapava do Sul, SRC, Brasil.

2007 - 2007

Extensão universitária em Trabalho de area tecnica de Expofeiras. (Carga horária: 32h). , Sindicato Rural de Caçapava do Sul, SRC, Brasil.

2005 - 2005

Estagio Curso Tec. Forragicultura. (Carga horária: 360h). , Centro de Pesquisa de Pecuária dos Campos Sul-brasileiros, CPPSUL, Brasil.

2004 - 2004

Manejo Integrado de Pragas. (Carga horária: 8h). , Colegio Agricola de Santa Maria, CASM, Brasil.

2004 - 2004

Inseminação Artificial em Bovinos. (Carga horária: 30h). , Colegio Agricola de Santa Maria, CASM, Brasil.

2000 - 2000

IPD, Dos, Windows, Word, Excel e Internet. (Carga horária: 50h). , Systen's & Star's Informatica, SSI, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Aprendizagem Rural.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Zootecnia / Subárea: Produção Animal.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Zootecnia / Subárea: Nutrição e Alimentação Animal.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Zootecnia / Subárea: Pastagem e Forragicultura.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SILVA, V. S. . I Ciclo de Palestras em Zootecnia. 2014. (Outro).

SILVA, V. S. . Dia de Campo do Laboratório de Bovinocultura de Corte - Alternativas de Recria e Terminação em período Hibernal. 2013. (Outro).

Ivan Luís Brondani ; Dari Celestino Alevs Filho ; Luiz Angelo Daminan Pizzuti ; Alisson Marian Calleagaro ; SILVA, V. S. ; Perla Cordeiro de Paula ; Matheus Smid Weise ; Cattelam, J. ; Flania Monego Argenta . VI Ciclo de Palestras em Pecuária de Corte. 2011. (Outro).

SILVA, V. S. . lll Cilco de Palestras em Pecuária de Corte. 2010. (Outro).

Ivan Luís Brondani ; Dari Celestino Alevs Filho ; Leandro da Silva Freitas ; Luiz Angelo Daminan Pizzuti ; Alisson Marian Calleagaro ; SILVA, V. S. ; Perla Cordeiro de Paula ; Matheus Smid Weise ; Cattelam, J. ; Flania Monego Argenta . IV Ciclo de Palestras em Pecuaria de Corte. 2010. (Outro).

Ivan Luís Brondani ; Dari Celestino Alevs Filho ; Leandro da Silva Freitas ; Luiz Angelo Daminan Pizzuti ; Alisson Marian Calleagaro ; SILVA, V. S. ; Perla Cordeiro de Paula ; Matheus Smid Weise ; Cattelam, J. ; Flania Monego Argenta . V Ciclo de Palestras em Pecuária de Corte. 2010. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Workshop NESpro. 2019. (Outra).

Encorte. 2017. (Outra).

Agricultura familiar e meio ambiente no Alto Uruguai Catarinense. 2016. (Seminário).

Seminário Catarinense sobre Sistemas Integrados de Produção (Integração Lavoura-Pecuária-Floresta). 2016. (Seminário).

75 etapa do Fórum Permanente do Agronegócio: "De onde virão os terneiros"?. 2015. (Outra).

37 Congreso Argentino de Produción Animal. 2014. (Congresso).

I Ciclo de Palestras em Zootecnia. 2014. (Outra).

IX Jornada NESPRO. 2014. (Outra).

VIII Jornada NESPRO / I Simpósio Internacional sobre Sistemas de Produção de Bovinos de Corte. 2013. (Simpósio).

XXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOTECNIA - ZOOTEC2013. 2013. (Outra).

IV Seminário O Pampa e o Gado. 2012. (Seminário).

ZOOTEC 2012 - XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOTECNIA. 2012. (Simpósio).

VI Ciclo de Palestras em Pecuária de Corte-'O AMBIENTE, A SUSTENTABILIDADE, O PLANEJAMENTO E A PRODUÇÃO DE BOVINOS'. 2011. (Outra).

17ª Semana Acadêmica do curso de Zootecnia da Universidade Federal de Santa Maria. 2010. (Encontro).

I Simpósio Gaúcho de Ovinocultura- Diversificação e agregação de valor na produção ovina. 2010. (Simpósio).

IV Ciclo de Palestras em Pecuária de Corte- Eficiência, reflexos e negociação de bovinos de corte. 2010. (Outra).

lll Ciclo de Palestras em Pecuária de Corte- Sistema NOVITEL e Integração lavoura-pecuária na produção de bivinos de corte. 2010. (Encontro).

V Ciclo de Palestras em Pecuária de Corte- A experiência, o manejo e o sucesso. 2010. (Outra).

18° ENCORTE. 2009. (Simpósio).

I Ciclo de Palestras de Pecuária de Corte- A produção de Carne no contexto atual. 2009. (Simpósio).

ll Ciclo de Palestras em Pecuária de Corte- A genética, o tamanho e a energia voltada para eficiência produtiva. 2009. (Outra).

Reunião Nacional de Ensino de Zootecnia. 2009. (Outra).

XV Reunião Nacional de Ensino de Zootecnia. 2009. (Outra).

ZOOTEC2009- Simposio de Cadeia Agroindustrial de Carnes. 2009. (Simpósio).

15° Semana Academica da Zootecnia. 2008. (Simpósio).

23° Jornada Academica Integrada da Universidade Fedetal de Santa Maria.Avaliação dasaracteristicas quantitativas da carcaça de novilhos terminados em pastagem de estção fria, suplementados ou não com silagem milho e/ou concentrado. 2008. (Outra).

45°Reunião Anual da SBZ. Substituição da silagem de milho (Zea mays,L.) por silagem de girasol (Helianthus annuus,L.) na dieta de novilhos confinados-Desempenho. 2008. (Congresso).

45° Reunião Anual da SBZ. cAracteristicas da carcaça de novilhos terminados em confinamento com diferentes de proteina via uréia.. 2008. (Congresso).

45°Reunião Anual da SBZ- Simposio de Pastagem. 2008. (Congresso).

13° Semana Academica da Zootecnia. 2007. (Outra).

14° Semana Academica da Zootecnia. 2007. (Simpósio).

PROSUL. 2007. (Simpósio).

15°ENCORTE. 2006. (Simpósio).

XV Dia de Campo do Laboratorio de Bovinocultura de Corte da UFSM.'Substituição da Silagem de milho (Zea mays L.) pela sialgem de Girasol (Helianthus annuus L.) na laimentação de novilhos em confinamento". 2006. (Outra).

13° ENCORTE. 2004. (Simpósio).

4ª Olimpíada Brasileira de Astronomia. 2001. (Olimpíada).

Ciclo de Palestras sobre Educação Ambiental. 1998. (Outra).

XI Feira Regional de Ciências. MACONHA,afinal para que serve!. 1998. (Feira).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Vitor Hugo

Dias, P.;SILVA, V. S.; Mayer, A.R.. Manejo de ovinos em uma propriedade rural. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Agropecuária) - Escola Estadual Dr. Rubens da Rosa Guedes.

Aluno: Vitória Medeiros

Dias, P.;SILVA, V. S.; Mayer, A.R.. Síndrome Tristeza Parasitária Bovina. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Agropecuária) - Escola Estadual Dr. Rubens da Rosa Guedes.

Aluno: Anna Carla Oliveira

Dias, P.;SILVA, V. S.; Mayer, A.R.. Inseminação Artificial Bovina. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Agropecuária) - Escola Estadual Dr. Rubens da Rosa Guedes.

Aluno: Flaviane Saraiva Bastos

Dias, P.;SILVA, V. S.; Mayer, A.R.. A importância da conscientização a respeito da Mosca do Chifre e seus métodos de controle. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Agropecuária) - Escola Estadual Dr. Rubens da Rosa Guedes.

Aluno: Gerônimo Erielton Lopes Rodrigues

Dias, P.;SILVA, V. S.; Mayer, A.R.. Síndrome Tristeza Parasitaria. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Agropecuária) - Escola Estadual Dr. Rubens da Rosa Guedes.

Aluno: Carla Dias

Dias, P.;SILVA, V. S.; Mayer, A.R.. Cisticercose bovina. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Agropecuária) - Escola Estadual Dr. Rubens da Rosa Guedes.

Aluno: Joanderson Osório Forgiarini

Dias, P.;SILVA, V. S.; Mayer, A.R.. Abate bovino e seu fluxograma. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Técnico em Agropecuária) - Escola Estadual Dr. Rubens da Rosa Guedes.

Aluno: Patrícia Machado Martini

BRONDANI, I. L.SILVA, V. S.; RODRIGUES, L. S.. COMPORTAMENTO INGESTIVO DE BOVINOS DE CORTE EM FASE DE CRESCIMENTO MANTIDOS EM PASTAGEM DE SORGO OU MILHETO. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Arthur Ligório Guerra

ALVES FILHO, D. C.; PAULA, P. C.;SILVA, V. S.. Defesa Formal de Estagio Supervisionada em Agronomia. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: José Garibalde Borin Colvero Filho

ALVES FILHO, D. C.; PAULA, P. C.;SILVA, V. S.. Defesa Formal de Estagio Supervisionada em Zootecnia. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

SILVA, V. S.. Banca de Apresentação de Trabalhos de Conclusão de Curso. 2017. Escola Estadual Dr. Rubens da Rosa Guedes.

SILVA, V. S.. Avaliador ad hoc de Projetos de Pesquisa. 2016. Instituto Federal Catarinense - Campus Videira (SC).

SILVA, V. S.. Estágio Curricular Obrigatório (Trabalho de Conclusão de Curso). 2016. Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Neventon Ubirajara Moreira de Carvalho

CARVALHO, N. U. M.. Estágio em Forrageiras. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Técnico em Agropecuária) - Colégio Politécnico da UFSM.

Glaucia Azevedo do Amaral

BRONDANI, Ivan LuizALVES FILHO, Dari CelestinoAMARAL, G. A.SILVEIRA, Magali Floriano da; GONCALVES, M. B. F.. Terminação de novilhos jovens suplementados em pastagem de sorgo forrageiro. 2016. Tese (Doutorado em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Paulo Santana Pacheco

BRONDANI, Ivan LuizAlves Filho, Dari CelestinoSILVEIRA, Magali Floriano daROCHA, Marta Gomes daPACHECO, Paulo Santana. Terminação de novilhos jovens suplementados em pastagem de sorgo. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Angélica Pereira dos Santos Pinho

SANTOS, Angélica Pereira dosALVES FILHO, Dari CelestinoBRONDANI, Ivan Luiz; SILVA, V. S.. REFLEXO DA UTILIZAÇÃO DE DIFERENTES FONTES DE CARBOIDRATO NA DIETA SOBRE O COMPORTAMENTO INGESTIVO DE NOVILHOS CONFINADOS COM PREDOMINÂNCIA RACIAL CHAROLÊS OU NELORE. 2012. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Dari Celestino Alves Filho

ALVES FILHO, Dari CelestinoBrondani, Ivan LuizSANTOS, Angélica Pereira dos. Fontes de carboidratos no comportamento ingetivos de novilhos confinandos. 2012. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Dari Celestino Alves Filho

BRONDANI, I.L.;ALVES FILHO, DARI CELESTINOAMARAL, Glaucia Azevedo DoSILVEIRA, Magali Floriano da; GONCALVES, M. B.. Terminação de novilhos jovens suplementados em pastagem de sorgo forrageiro. 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Dari Celestino Alves Filho

Brondani, Ivan Luiz;ALVES FILHO, DARI CELESTINOSILVEIRA, Magali Floriano da; ROCHA, Marta Gomes da;PACHECO, Paulo Santana. Terminação de novilhos jovens suplementados em pastagem de sorgo. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Dari Celestino Alves Filho

ALVES FILHO, Dari CelestinoALVES FILHO, Dari Celestino. Presidente de Banca de Estágio Curricular Supervisionado em Zootecnia. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Dari Celestino Alves Filho

ALVES FILHO, Dari CelestinoALVES FILHO, Dari Celestino. Presidente de Banca de Estágio Curricular Supervisionado em Zootecnia. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Ivan Luiz Brondani

ALVES FILHO, D. C.BRONDANI, I. L.; PINHO, A. S.. Fontes de carboidrato no comportamento ingestivo de novilhos confinados. 2012. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Ivan Luiz Brondani

BRONDANI, I. L.ALVES FILHO, D. C.; AMARAL, G. A.;SILVEIRA, M. F.; GONCALVES, M. B.. Terminação de novilhos jovens suplementados em pastagem de sorgo forrageiro. 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Ivan Luiz Brondani

BRONDANI, I. L.ALVES FILHO, D. C.SILVEIRA, M. F.ROCHA, Marta Gomes daPACHECO, P. S.. Terminação de novilhos jovens suplementados em pastagem de sorgo. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Ivan Luiz Brondani

ALVES FILHO, D. C.Brondani, Ivan LuizCALLEGARO, Alisson Marian. Banca de Defesa de estagio supervisionado em Zootecnia. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Magali Floriano da Silveira

SILVEIRA, Magali Floriano da; AMARAL, Glaucia Azevedo Do; Alves Filho, Dari Celstino; Brondani, Ivan Luis; GONÇALVEZ, Maria Beatriz Fernandez. Terminação de novilhos jovens suplementados em pastagem de sorgo forrageiro. 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Alisson Marian Callegaro

ALVES FILHO, D. C.;BRONDANI, I. L.CALLEGARO, Á. M.. Banca de Defesa Formal de Estágio Supervisionado em Zootecnia. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Camila Regina Tezori Massing

Principais Patologias Observadas em Propriedades Leiteiras da Região de Peritiba / SC; ; 2016; Orientação de outra natureza; (Técnico em Agropecuária Intergrado) - Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia (SC); Orientador: Viviane Santos da Silva;

Denise Regina Dahmer

Bovinocultura de Leite ? Qualidade e Produção de Leite; ; 2016; Orientação de outra natureza; (Técnico em Agropecuária Intergrado) - Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia; Orientador: Viviane Santos da Silva;

Sheila Suelen Roegelin

Bovinocultura de Leite ? Manejo Sanitário e Qualidade do Leite; ; 2016; Orientação de outra natureza; (Técnico em Agropecuária Intergrado) - Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia; Orientador: Viviane Santos da Silva;

Igor Herder

Levantamentos Topográficos Urbanos e Rurais; 2016; Orientação de outra natureza; (Técnico em Agropecuária Intergrado) - Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia; Orientador: Viviane Santos da Silva;

Ágata Vendruscolo

Bovinocultura de Corte ? Melhoramento Genético; 2016; Orientação de outra natureza; (Técnico em Agropecuária Intergrado) - Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia; Orientador: Viviane Santos da Silva;

Jardel Broch

Bovinocultura de Leite - Qualidade do Leite e Manejo Alimentar; 2016; Orientação de outra natureza; (Técnico em Agropecuária Intergrado) - Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia; Orientador: Viviane Santos da Silva;

Amanda Julia Rosetto, Amanda Paula Basso, Eduarda Ampezzo

; ; ; BOVINOS: Produtos e Subprodutos; 2016; Orientação de outra natureza; (Técnico em Agropecuária Intergrado) - Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia (SC); Orientador: Viviane Santos da Silva;

Stéfani Fredizzi

Inseminação Artificial em Bovinos; 2016; Orientação de outra natureza; (Técnico em Agropecuária Intergrado) - Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia (SC); Orientador: Viviane Santos da Silva;

Aandreza C

Cesco; Emissão de metano pelos bovinos: Esclareimentos e Perspectivas; 2016; Orientação de outra natureza; (Técnico em Agropecuária Intergrado) - Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia (SC); Orientador: Viviane Santos da Silva;

Emanuele Sontag

Produção de Bovinos de Corte; 2016; Orientação de outra natureza; (Técnico em Agropecuária Intergrado) - Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia; Orientador: Viviane Santos da Silva;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

José Henrique Souza da Silva

Diferentes fontes energéticas na terminação de bovinos confinados- Aspéctos comportamentais; Início: 2010; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Neventon Ubirajara Moreira de Carvalho

Orientação do Estágio no Curso Técnico em Agropecuária do Colégio Politécnico da UFSM; 2004; Orientação de outra natureza; (Curso Técnico em Agropecuária) - Colégio Politécnico da UFSM; Orientador: Neventon Ubirajara Moreira de Carvalho;

Leandro da Silva Freitas

Estágio Supervisionado em Zootecnia; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Leandro da Silva Freitas;

Dari Celestino Alves Filho

Diferentes fontes energéticas na terminação de bovinos confinados- Aspéctos comportamentais; 2012; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Dari Celestino Alves Filho;

Dari Celestino Alves Filho

Terminação de novilhos jovens suplementados em pastagem de sorgo forrageiro; 2015; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Dari Celestino Alves Filho;

Dari Celestino Alves Filho

Frequencias do fornecimento de volumoso e concentrado na terminação de vacas e novilhas; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria, Fundo de Incentivo à Pesquisa; Orientador: Dari Celestino Alves Filho;

Ivan Luiz Brondani

Diferentes fontes energéticas na terminação de bovinos confinados- Aspectos comportamentais; 2012; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Ivan Luiz Brondani;

Ivan Luiz Brondani

Terminação de novilhos jovens suplementados em pastagem de sorgo forrageiro; 2015; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Ivan Luiz Brondani;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SILVEIRA, MAGALI FLORIANO DA ; RESTLE, JOÃO ; BRONDANI, IVAN LUIZ ; MACHADO, DIEGO SOARES ; PACHECO, RANGEL FERNANDES ; ARGENTA, FLÂNIA MÔNEGO ; SILVA, VIVIANE SANTOS DA ; HOFFMANN, FABIANE . Effect of age and genetic group on the development of calves weaned at 63 days until one year of age. SEMINA. CIÊNCIAS AGRÁRIAS (ONLINE) , v. 40, p. 1631, 2019.

  • PEREIRA, L.B. ; MACHADO, D. S ; ALVES FILHO, D. C. ; BRONDANI, I. L. ; SILVA, V. S. ; ARGENTA, F. M. ; Moura, A. F. de ; Borchate, D. . Características agronômicas da planta e produtividade da silagem e grãos de milho submetido a diferentes arranjos populacionais. MAGISTRA CRUZ DAS ALMAS-BA , v. 29, p. 18-27-27, 2018.

  • SILVA, VIVIANE SANTOS DA ; BRONADANI, IVAN LUIZ ; ALVES FILHO, DARI CELESTINO ; PAULA, PERLA CORDEIRO DE ; MARTINI, ANA PAULA MACHADO ; MOURA, AMANDA FARIAS DE . Dynamics of Tifton 85 pasture ( Cynodon dactylon L. Pers ) over seeded with cool season species, under continuous grazing . ACTA SCIENTIARUM. ANIMAL SCIENCES , v. 40, p. 36363, 2018.

  • RODRIGUES, L.S. ; ALVES FILHO, D.C. ; BRONDANI, I.L. ; SILVA, V.S. ; PAULA, P.C. ; ADAMS, S.M. ; MARTINI, P.M. ; MARTINI, A.P.M. . Variáveis morfogênicas e estruturais de sorgo forrageiro implantado com diferentes arranjos populacionais sob pastoreio contínuo. ARQUIVO BRASILEIRO DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA (ONLINE) , v. 70, p. 287-296, 2018.

  • RODRIGUES, L. S. ; ALVES FILHO, D. C. ; BRONDANI, I. L. ; SILVA, V. S. ; PAULA, P. C. ; ADAMS, S. M. ; MARTINI, P. M. ; CARDOSO, G. S. . Effect of planting pattern of forage sorghum on forage productivity and heifer performance during finishing phase. SEMINA. CIÊNCIAS AGRÁRIAS (ONLINE) , v. 38, p. 1537, 2017.

  • CALLEGARO, A. M. ; ALVES FILHO, DARI CELESTINO ; BRONDANI, IVAN LUIZ ; SILVEIRA, MAGALI FLORIANO DA ; PIZZUTI, LUIZ ANGELO DAMIAN ; PAULA, PERLA CORDEIRO DE ; SILVA, V. S. ; FREITAS, LEANDRO DA SILVA ; SEGABINAZZI, LUCIANE RUMPEL ; MACHADO, D. S. ; MARTINI, A. P. M. ; RODRIGUES, L. S. . Consumo e desempenho de novilhos alimentados com borra de soja em confinamento. SEMINA. CIÊNCIAS AGRÁRIAS (ONLINE) , v. 36, p. 2055, 2015.

  • SILVA, VIVIANE SANTOS DA ; ALVES FILHO, DARI CELESTINO ; FREITAS, LEANDRO DA SILVA ; BRONDANI, IVAN LUIZ ; RESTLE, JOÃO ; AZEVEDO JUNIOR, RICARDO LIMA DE ; TEIXEIRA, ODILENE DE SOUZA ; BORCHATE, DANIELE . Sources of carbohydrates in the ingestive behavior of feedlot steers. Revista Brasileira de Zootecnia (Online) , v. 43, p. 273-277, 2014.

  • MACHADO, D. S. ; BRONDANI, IVAN LUIZ ; ALVES FILHO, D. C. ; Cattelam, J. ; Rodrigues, A. ; SILVA, V. S. ; Cardoso, G.dos S. ; Borchate, D. . Efeito heterótico sobre o desempenho e medidas corporais de novilhos confi nados. REVISTA DE CIÊNCIAS AGROVETERINÁRIAS (UDESC) , v. 13, p. 284-292, 2014.

  • ARGENTA, FLÂNIA MÔNEGO ; BRONDANI, IVAN LUIZ ; ALVES FILHO, DARI CELESTINO ; RESTLE, JOÃO ; SEGABINAZZI, LUCIANE RUMPEL ; CATTELAM, JONATAS ; SILVA, VIVIANE SANTOS DA ; PAULA, PERLA CORDEIRO DE ; AZEVEDO JÚNIOR, RICARDO LIMA DE ; KLEIN, JOHN LENON ; ADAMS, SANDER MARTINHO ; TEIXEIRA, ODILENE DE SOUZA . Desempenho de novilhos alimentados com rações contendo silagem de capim papuã (Urochloa plantaginea) x silagem de sorgo (Sorghum bicolor (L.) Moench). Semina. Ciências Agrárias (Impresso) , v. 35, p. 951, 2014.

  • FREITAS, LEANDRO DA SILVA ; BRONDANI, IVAN LUIZ ; SEGABINAZZI, LUCIANE RUMPEL ; RESTLE, JOÃO ; ALVES FILHO, DARI CELESTINO ; PIZZUTI, LUIZ ANGELO DAMIAN ; SILVA, VIVIANE SANTOS DA ; RODRIGUES, LEONEL DA SILVA . Performance of finishing steers fed different sources of carbohydrates. REVISTA BRASILEIRA DE ZOOTECNIA-BRAZILIAN JOURNAL OF ANIMAL SCIENCE , v. 42, p. 354-362, 2013.

  • FREITAS, LEANDRO DA SILVA ; SILVA, JOSÉ HENRIQUE SOUZA DA ; SEGABINAZZI, LUCIANE RUMPEL ; SILVA, VIVIANE SANTOS DA ; ALVES FILHO, DARI CELESTINO ; BRONDANI, IVAN LUIZ . Substituição da silagem de milho por silagem de girassol na dieta de novilhos em confinamento: comportamento ingestivo. REVISTA BRASILEIRA DE ZOOTECNIA-BRAZILIAN JOURNAL OF ANIMAL SCIENCE , v. 39, p. 225-232, 2010.

  • MISSIO, REGIS LUIS ; BRONDANI, IVAN LUIZ ; RESTLE, JOÃO ; SILVA, JOSÉ HENRIQUE SOUZA DA ; SILVEIRA, MAGALI FLORIANO DA ; SILVA, VIVIANE SANTOS DA . Partes nÃo-integrantes da carcaÃa de tourinhos alimentados com diferentes nÃveis de concentrado na dieta. Revista Brasileira de Zootecnia (Online) , v. 38, p. 906-915, 2009.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2015 - 2015

    DESEMPENHO REPRODUTIVO DE FÊMEAS BOVINAS JOVENS DE DIFERENTES CLASSES DE PESOS NO PRIMEIRO ACASALAMENTO, Descrição: O conhecimento sobre os efeitos e aspectos que interferem nos índices reprodutivos dos rebanhos de cria, são de extrema relevância na gestão dos rebanhos bovinos. Dentre esses aspectos, o peso vivo na primeira monta e subépoca da primeira parição dessa fêmea pode refletir na sua vida reprodutiva. Dessa forma, o objetivo desse estudo será de avaliar o reflexo do peso vivo aos 24 meses de idade durante a primeira monta e subépoca da primeira parição sobre histórico reprodutivo das fêmeas até os 7 anos de idade. Para isso, será analisado o banco de dados com o histórico produtivo do rebanho de bovinos do Laboratório de Bovinocultura de Corte do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Santa Maria, compreendendo o intervalo entre os anos de 2003 até 2014. Serão consideradas todas as novilhas submetidas a monta pela primeira vez aos 24 meses de idade. O estudo será dividido em dois capítulos, no primeiro as fêmeas serão classificadas em três classes de peso vivo e será avaliado o desempenho reprodutivo na primeira monta. O segundo capítulo as fêmeas serão avaliadas em função da classe de peso vivo na primeira mota e a subépoca da primeira parição sobre o desempenho reprodutivo até os 7 anos de idade. Os dados serão submetidos a análise variância pelo teste F, teste de normalidade, teste de comparação de médias e análises de correlação a 5% de significância. O projeto está estimado em R$1.374.900,00.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (21) / Mestrado acadêmico: (11) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Integrante / Rangel Fernandes Pachego - Integrante / Jonatas Cattelam - Integrante / DIEGO SOARES MACHADO - Integrante / LUCAS BRAIDO PEREIRA - Integrante / ODILENE DE SOUZA TEIXEIRA - Integrante / Amanda Farias de Moura - Integrante / Paulo Santana Pacheco - Integrante / Andrei Retamoso Mayer - Integrante / Daniele Borchate - Integrante / Leonel da Silva Rodrigues - Integrante / Ana Paula Machado Martini - Integrante / Joziane Michelon Cocco - Integrante / BRONDANI, IVAN LUIZ - Coordenador / Sander Martinho Adams - Integrante / John Lenon Klein - Integrante / Luzilene da Silva Costa - Integrante / Álisson Marian Callegaro - Integrante / Perla Cordeiro de Paula - Integrante / Matheus Smidt Weise - Integrante / Flânia Mônego Argenta - Integrante / Luiz Ângelo Damian Pizzuti - Integrante / DARI CELESTINO ALVES FILHO - Integrante / Gilmar dos Santos Cardoso - Integrante / ADRIELI LINHAT DA SILVA - Integrante / ALEXANDRA FABIELLE PEREIRA VIANA - Integrante.

  • 2015 - 2015

    Níveis crescentes ou constante de energia na terminação de novilhos confinados, Descrição: Esta pesquisa tem por objetivo o estudo de estratégias de gestão do recurso alimentar, através da manipulação da relação volumoso:concentrado, utilizando níveis crescentes ou constante de concentrado na dieta de novilhos confinados. O experimento será desenvolvido no Laboratório de Bovinocultura de Corte do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Santa Maria. Serão utilizados 27 novilhos, puros e com predominância Charolês ou Nelore com idade e média inicial de 22 meses, divididos em três tratamentos: Tratamento Referência (TR) - relação volumoso:concentrado de 60:40; Tratamento Crescente 5 (TC5) - relação volumoso:concentrado de 70:30 no inicio do experimento, finalizando o período experimental com relação volumoso:concentrado de 50:50. Tratamento Crescente 10 (TC10) - relação volumoso:concentrado de 80:20 no inicio do experimento, finalizando o período experimental com relação volumoso:concentrado de 40:60. As dietas serão isoproteicas a nível de 13% de proteína bruta. Os animais serão adaptados às instalações e as dietas durante 14 dias e o período experimental terá duração de 105 dias, dividido em cinco períodos de 21 dias. Os animais serão pesados no início e final da adaptação e após, a cada 21 dias. As avaliações de comportamento ingestivo serão realizadas em datas próximas a metade de cada período, durante 24 horas ininterruptas. O abate dos bovinos será realizado após o término do período experimental, com expectativa de escore corporal acima de 3,5, em frigorífico comercial, obedecendo ao fluxo normal do estabelecimento após jejum de sólidos e líquidos. O delineamento será inteiramente causalizado. Os dados coletados serão testados quanto à normalidade, após, serão submetidos à análise de variância e teste F, e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de significância.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (17) / Mestrado acadêmico: (8) / Doutorado: (7) . , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Integrante / Rangel Fernandes Pachego - Integrante / Jonatas Cattelam - Integrante / LUCAS BRAIDO PEREIRA - Integrante / ODILENE DE SOUZA TEIXEIRA - Integrante / Amanda Farias de Moura - Integrante / Andrei Retamoso Mayer - Integrante / Daniele Borchate - Integrante / Leonel da Silva Rodrigues - Integrante / Ana Paula Machado Martini - Integrante / Joziane Michelon Cocco - Integrante / BRONDANI, IVAN LUIZ - Integrante / Sander Martinho Adams - Integrante / John Lenon Klein - Integrante / Patrícia Machado Martini - Integrante / Mauren Burin da Silva - Integrante / Luzilene da Silva Costa - Integrante / Rafael do Amaral Bona - Integrante / Cristiane Guzatto - Integrante / Perla Cordeiro de Paula - Integrante / Guiherme Joner - Integrante / Camille Carijo Domingues - Integrante / Diego Soares Machado - Integrante / DARI CELESTINO ALVES FILHO - Coordenador / Gilmar dos Santos Cardoso - Integrante / ADRIELI LINHAT DA SILVA - Integrante / ALEXANDRA FABIELLE PEREIRA VIANA - Integrante / DIOGO LIMA DUARTE - Integrante / RENATA VOLPATTO PORSCH - Integrante / VITOR HUGO RAMOS DE RAMOS - Integrante.

  • 2015 - 2015

    AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA E ECONOMICIDADE DE MÉTODOS DE CONTROLE DA LAGARTA DO CARTUCHO NA CULTURA DO MILHO, Descrição: No Brasil, a cultura do milho tem singular importância e, apresentou significativa melhora tecnológica, refletindo em acréscimos de produtividade. Porém, entre outros fatores o ataque de pragas, interferem na capacidade produtiva deste cereal, sendo a lagarta do cartucho (Spodoptera frugiperda) a mais importante para este cereal. Neste víes, o objetivo do presente estudo é estudar a eficiência e a economicidade, para a região central do Rio Grande do Sul, de métodos isolados ou associados no controle da lagarta do cartucho na cultura do milho. O trabalho será realizado nas dependências do laboratório de bovinocultura de corte da Universidade Federal de Santa Maria. Será utilizado o delineamento blocos ao acaso, num esquema fatorial 02 x 03 (tecnologia na cultivar e controle adicional, respectivamente) em quatro repetições, compondo desta maneira os seguintes tratamentos: Milho transgênico (controles adicionais: agente químico, agente biológico e sem controle adicional) e milho convencional (controles adicionais: agente químico, agente biológico e sem controle adicional). Para avaliação será feitas avaliações subjetivas seguindo a escala de 0 a 9, sendo a menor nota atribuída para plantas sem ataque e maior nota para plantas totalmente destruídas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (21) / Mestrado profissional: (11) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Integrante / Rangel Fernandes Pachego - Integrante / Emerson Dalla Chieza - Integrante / Jonatas Cattelam - Integrante / LUCAS BRAIDO PEREIRA - Integrante / ODILENE DE SOUZA TEIXEIRA - Integrante / Amanda Farias de Moura - Integrante / Andrei Retamoso Mayer - Integrante / Daniele Borchate - Integrante / Leonel da Silva Rodrigues - Integrante / Ana Paula Machado Martini - Integrante / Vicente Siqueira Júnior - Integrante / Joziane Michelon Cocco - Integrante / Sander Martinho Adams - Integrante / John Lenon Klein - Integrante / Patrícia Machado Martini - Integrante / Mauren Burin da Silva - Integrante / Luzilene da Silva Costa - Integrante / Rafael do Amaral Bona - Integrante / Cristiane Guzatto - Integrante / Ricardo Lima de Azevedo Júnior - Integrante / Perla Cordeiro de Paula - Integrante / Matheus Smidt Weise - Integrante / Flânia Mônego Argenta - Integrante / Guiherme Joner - Integrante / Camille Carijo Domingues - Integrante / Diego Soares Machado - Integrante / DARI CELESTINO ALVES FILHO - Coordenador / Gilmar dos Santos Cardoso - Integrante / ADRIELI LINHAT DA SILVA - Integrante / ALEXANDRA FABIELLE PEREIRA VIANA - Integrante / VITOR HUGO RAMOS DE RAMOS - Integrante / ALISSON ANDRE DE MELLO CHARAO - Integrante / BARBARA SPORL MENA BARRETO - Integrante / GABRIEL CHIMENDES RODRIGUES - Integrante / MARCELO ASCOLI DA SILVA - Integrante / MARIANA VIERO CARPES - Integrante.

  • 2014 - 2016

    USO DA CASTRAÇÃO IMUNOLÓGICA COMO ALTERNATIVA À CASTRAÇÃO CIRÚRGICA PARA NOVILHOS MANTIDOS EM PASTAGEM, Descrição: O objetivo deste estudo é avaliar a eficácia da castração imunológica, comparado à castração cirúrgica, quanto aos níveis séricos de testosterona, desempenho animal e características da carcaça e carne de novilhos Angus e cruza Angus, em pastagem no Sul do Brasil. A produção nacional de carne bovina ocupa lugar de destaque no cenário mundial, no entanto o mercado comprador de carne, principalmente os que melhor remuneram, têm tornado-se cada vez mais exigentes com relação ao processo de produção e a qualidade do produto. No caso de bovinos machos a castração muitas vezes é usada como uma ferramenta de gestão, por melhorar a qualidade da carcaça, reduzir os comportamentos agressivos e sexuais, facilitar o manejo, além de melhorar o bem-estar animal. A castração imunológica temporária surge como uma alternativa a castração cirúrgica por eliminar os inconvenientes inerentes ao processo cirúrgico. Em bovinos, vacinas anti-GnRH induzem anticorpos neutralizantes, resultando em imunocastração caracterizado por supressão de LH e de testosterona (BONNEAU & ENRIGHT, 1995; GEARY et al. 2011). Os animais que serão utilizados no estudo são pertencentes à fazenda Conceição da Pirajú, situada no município de Manuel Viana- RS. Serão utilizados 48 bezerros Angus e cruza Angus. Um lote destes bezerros (12) será castrado ao nascimento e o restante permanecerão não-castrados até a desmama, com idade média de 6 meses e peso médio de 160 kg. Os animais serão distribuídos uniformemente nos seguintes tratamentos com 12 repetições em cada: castrados cirurgicamente ao nascer; castrados cirurgicamente ao desmame; castrados imunologicamente com 3 aplicações da vacina Bopriva; castrados imunologicamente com 4 aplicações da vacina Bopriva. Após o desmame os animais serão mantidos em pastagem de aveia (Avena strigosa Shreb) e azevém (Lolium multiflorum Lam.), no inverno e pastagem natural com suplementação no verão até o abate com idade de 18 meses. O delineamento será o inteiramente causalizado com 4 tratamentos e 12 repetições. Os dados coletados serão testados quanto à normalidade, se necessário serão realizados ajustes. Os dados serão submetidos à análise de variância e teste F, e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de significância.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (18) / Mestrado profissional: (10) / Doutorado: (7) . , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Integrante / Rangel Fernandes Pachego - Integrante / Matheus Smid Weise - Integrante / Jonatas Cattelam - Integrante / LUCAS BRAIDO PEREIRA - Integrante / Andrei Retamoso Mayer - Integrante / Daniele Borchate - Integrante / Ana Paula Machado Martini - Integrante / Vicente Siqueira Júnior - Integrante / Joziane Michelon Cocco - Integrante / BRONDANI, IVAN LUIZ - Integrante / Sander Martinho Adams - Integrante / John Lenon Klein - Integrante / Patrícia Machado Martini - Integrante / Mauren Burin da Silva - Integrante / Luzilene da Silva Costa - Integrante / Rafael do Amaral Bona - Integrante / Cristiane Guzatto - Integrante / Álisson Marian Callegaro - Integrante / Ricardo Lima de Azevedo Júnior - Integrante / Perla Cordeiro de Paula - Integrante / Flânia Mônego Argenta - Integrante / Guiherme Joner - Integrante / Camille Carijo Domingues - Integrante / Luiz Ângelo Damian Pizzuti - Integrante / Diego Soares Machado - Integrante / DARI CELESTINO ALVES FILHO - Coordenador / Gilmar dos Santos Cardoso - Integrante / ALEXANDRA FABIELLE PEREIRA VIANA - Integrante / DIOGO LIMA DUARTE - Integrante / BARBARA SPORL MENA BARRETO - Integrante / MARCELO ASCOLI DA SILVA - Integrante / SAYURI BORBA FERIGOLLO - Integrante.

  • 2014 - 2015

    TERMINAÇÃO DE NOVILHOS CONFINADOS RECEBENDO URÉIA PROTEGIDA OU AGRÍCOLA COMO FONTE PROTEICA NA DIETA, Descrição: A adoção do confinamento é uma das estratégias utilizadas por produtores, objetivando a intensificação do sistema de produção. Desde que bem planejado possibilita a redução da idade de abate e previsão da data de abate dos animais dentre outras vantagens, como a obtenção de carcaças de melhor qualidade e maior giro de capital.A utilização de forragens conservadas de qualidade associadas a concentrados de baixo custo é primordial para minimizar os custos da dieta com bovinos confinados. Conforme Pacheco et al. (2006), a alimentação é responsável por aproximadamente 73,9% do custo total do confinamento excluindo-se o valor dos animais. Valores maiores foram citados por Leme et al. (2003), quando atribuíram à alimentação aproximadamente 85% do custo da atividade produtiva, sendo a fração de concentrado da dieta o principal limitante responsável nesse sistema. Um dos produtos mais utilizados e com custo elevado na alimentação de bovinos é o farelo de soja, alimento rico em proteína bruta que torna os sistemas de produção onerosos dependendo da quantidade utilizada. A utilização de fontes alternativas de proteína na alimentação de ruminantes é importante, como no caso da uréia que apresenta baixo custo quando comparado a outras fontes de proteína, como o farelo de soja. A substituição das fontes convencionais de proteína pela uréia se torna possível em virtude da capacidade dos microrganismos ruminais de converter NNP em proteína de alto valor biológico.Por isso o objetivo deste trabalho é avaliar a viabilidade do confinamento mediante a utilização de uréia na terminação de novilhos e avaliar desempenho e comportamento ingestivo de novilhos terminados em confinamento,avaliar as características quantitativas e qualitativas da carcaça e avaliar os componentes não-integrantes da carcaça.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (21) / Mestrado profissional: (11) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Integrante / Rangel Fernandes Pachego - Integrante / Jonatas Cattelam - Integrante / DIEGO SOARES MACHADO - Integrante / LUCAS BRAIDO PEREIRA - Integrante / ODILENE DE SOUZA TEIXEIRA - Integrante / Amanda Farias de Moura - Integrante / Daniele Borchate - Integrante / Leonel da Silva Rodrigues - Integrante / Ana Paula Machado Martini - Integrante / Vicente Siqueira Júnior - Integrante / Joziane Michelon Cocco - Integrante / BRONDANI, IVAN LUIZ - Coordenador / Sander Martinho Adams - Integrante / John Lenon Klein - Integrante / Patrícia Machado Martini - Integrante / Mauren Burin da Silva - Integrante / Luzilene da Silva Costa - Integrante / Rafael do Amaral Bona - Integrante / Cristiane Guzatto - Integrante / Ricardo Lima de Azevedo Júnior - Integrante / Perla Cordeiro de Paula - Integrante / Matheus Smidt Weise - Integrante / Flânia Mônego Argenta - Integrante / Guiherme Joner - Integrante / Camille Carijo Domingues - Integrante / DARI CELESTINO ALVES FILHO - Integrante / Gilmar dos Santos Cardoso - Integrante / ADRIELI LINHAT DA SILVA - Integrante / ALEXANDRA FABIELLE PEREIRA VIANA - Integrante / VITOR HUGO RAMOS DE RAMOS - Integrante / ALISSON ANDRE DE MELLO CHARAO - Integrante / BARBARA SPORL MENA BARRETO - Integrante / GABRIEL CHIMENDES RODRIGUES - Integrante / MARCELO ASCOLI DA SILVA - Integrante / MARIANA VIERO CARPES - Integrante.

  • 2014 - 2015

    RECRIA DE BEZERROS DE CORTE MANTIDOS EM PASTAGEM DE SORGO OU MILHETO, Descrição: A recria eficiente de bezerros na pecuária de corte é responsável por melhorar a eficiência da produção, tornando a atividade mais competitiva economicamente. No Rio Grande do Sul essa fase de criação coincide com os períodos de inverno e verão. No período de inverno os campos nativos são de baixa qualidade, tornando-se incapazes de suprir as exigências nutricionais desta categoria bastante exigente, levando a necessidade suplementar a dieta via concentrado (NRC, 1996). Com finalidade de ofertar uma forragem de melhor qualidade, lança-se mão de pastagens temperadas de aveia e azevém. Em sistemas de produção semi-intensivos, onde a terminação de bovinos ocorre aos dois anos, a fase de recria se estende ao período de verão, onde a base da alimentação é o campo nativo, que apresenta baixa qualidade de forragem (ALVES FILHO, 1995). O manejo da oferta de forragem (OF) constitui um dos parâmetros determinantes das produções primária e secundária dos ecossistemas pastoris (NEVES et al., 2008). A utilização de diferentes níveis de oferta de forragem pode determinar composições botânicas e estruturas de vegetação distintas, assim como diferentes ganhos de peso vivo (PV) por animal e por área (CARVALHO et al., 2007). Visando maximizar o desempenho dos novilhos e antecipar a idade de abate dos animais, uma prática muito utilizada é a implantação de pastagens tropicais de melhor qualidade (RESTLE et al., 1996). Entre as espécies utilizadas, estão o milheto e o sorgo forrageiro, espécies de alta qualidade nutricional e com boa aceitabilidade, resultando em ganhos consideráveis. É de comum saber que as espécies de sorgo e milheto são amplamente utilizadas como pastagens anuais de verão no Rio Grande do Sul. De acordo com o exposto acima, torna-se relevante estudos que comparem o potencial produtivo das mesmas sob diferentes circunstâncias de clima, solo, níveis de fertilização, massas de oferta de forragem, categoria animal, etc, para que se tenham elementos para tomadas de decisões frente às diversidades de solo, clima e capacidade de investimento que nosso estado nos põe, o que é um desafio. Por isso objetivo deste trabalho será avaliar o desempenho de bezerros recriados exclusivamente em pastagem tropical de milheto e sorgo forrageiro manejados sob massa de forragem constante.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (22) / Mestrado profissional: (11) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Integrante / Rangel Fernandes Pachego - Integrante / Emerson Dalla Chieza - Integrante / Jonatas Cattelam - Integrante / DIEGO SOARES MACHADO - Integrante / LUCAS BRAIDO PEREIRA - Integrante / ODILENE DE SOUZA TEIXEIRA - Integrante / Amanda Farias de Moura - Integrante / Daniele Borchate - Integrante / Leonel da Silva Rodrigues - Integrante / Ana Paula Machado Martini - Integrante / Vicente Siqueira Júnior - Integrante / Joziane Michelon Cocco - Integrante / BRONDANI, IVAN LUIZ - Coordenador / Sander Martinho Adams - Integrante / John Lenon Klein - Integrante / Patrícia Machado Martini - Integrante / Mauren Burin da Silva - Integrante / Luzilene da Silva Costa - Integrante / Rafael do Amaral Bona - Integrante / Cristiane Guzatto - Integrante / Ricardo Lima de Azevedo Júnior - Integrante / Perla Cordeiro de Paula - Integrante / Matheus Smidt Weise - Integrante / Flânia Mônego Argenta - Integrante / Guiherme Joner - Integrante / Camille Carijo Domingues - Integrante / DARI CELESTINO ALVES FILHO - Integrante / Gilmar dos Santos Cardoso - Integrante / ADRIELI LINHAT DA SILVA - Integrante / ALEXANDRA FABIELLE PEREIRA VIANA - Integrante / VITOR HUGO RAMOS DE RAMOS - Integrante / ALISSON ANDRE DE MELLO CHARAO - Integrante / BARBARA SPORL MENA BARRETO - Integrante / GABRIEL CHIMENDES RODRIGUES - Integrante / MARCELO ASCOLI DA SILVA - Integrante / MARIANA VIERO CARPES - Integrante.

  • 2014 - 2015

    TERMINAÇÃO DE BOVINOS SUPERPRECOCES DE DIFERENTES CONDIÇÕES SEXUAIS, Descrição: A presente pesquisa tem por objetivo comparar a terminação de bovinos de corte superprecoces, de diferentes condições sexuais suplementados em capim Aruana (Panicum maximum Jacq cv. Aruana). Atualmente, é possível terminar animais superprecoces de diferentes condições sexuais, em sistema de terminação, tais como, pastagem de verão com uso de suplementação energética. As diferentes condições sexuais compreendem os animais não-castrados, castrados cirurgicamente e animais imunocastrados. Os animais não-castrados possuem características positivas para a produção de carne, no entanto, a deposição de gordura na carcaça é mais tardia, o que pode acarretar em carcaças com inferior acabamento, além dos comportamentos agressivos e sexuais que estão relacionados ao elevado nível de hormônios gonadais. Já a castração cirúrgica possibilita a produção de animais que apresentam carcaças com melhor acabamento, porém este método pode comprometer o bem-estar animal. Com isso, surgiu um método menos invasivo, a imunocastração, que pode eliminar os inconvenientes da castração cirúrgica, através da aplicação de vacinas anti-GnRH induzem anticorpos neutralizantes, resultando em imunocastração, caracterizado por supressão de LH e de testosterona (BONNEAU e ENRIGHT, 1995; GEARY et al., 2011). O experimento será realizado no Laboratório de Bovinocultura de Corte pertencente à Universidade Federal de Santa Maria - RS. Serão utilizados 42 animais oriundos do cruzamento rotativo alternado contínuo entre as raças Charolês e Nelore. Estes animais serão distribuídos nos seguinte tratamentos: animais castrados cirurgicamente (TCC), não-castrados (TNC) e imunocastrados (TI). A terminação será realizada em pastagem de aruana, além do fornecimento de suplemento energético. O delineamento será o inteiramente causalizado com 3 tratamentos e 4 períodos de avaliação. Os dados coletados serão testados quanto à normalidade, após, serão submetidos à análise de variância e teste F, e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de significância.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (24) / Mestrado profissional: (11) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Integrante / Rangel Fernandes Pachego - Integrante / Jonatas Cattelam - Integrante / DIEGO SOARES MACHADO - Integrante / LUCAS BRAIDO PEREIRA - Integrante / ODILENE DE SOUZA TEIXEIRA - Integrante / Amanda Farias de Moura - Integrante / Paulo Santana Pacheco - Integrante / Andrei Retamoso Mayer - Integrante / Leonel da Silva Rodrigues - Integrante / Ana Paula Machado Martini - Integrante / Vicente Siqueira Júnior - Integrante / Joziane Michelon Cocco - Integrante / BRONDANI, IVAN LUIZ - Coordenador / Sander Martinho Adams - Integrante / John Lenon Klein - Integrante / Patrícia Machado Martini - Integrante / Alessandra Bianchin - Integrante / Jalana Mendonça Campara - Integrante / Mauren Burin da Silva - Integrante / Luzilene da Silva Costa - Integrante / Rafael do Amaral Bona - Integrante / Amanda Souto Tatsch - Integrante / Cristiane Guzatto - Integrante / Álisson Marian Callegaro - Integrante / Ricardo Lima de Azevedo Júnior - Integrante / Perla Cordeiro de Paula - Integrante / Matheus Smidt Weise - Integrante / Matheus Meneghello Carvalho Bernardes - Integrante / Flânia Mônego Argenta - Integrante / Guiherme Joner - Integrante / Camille Carijo Domingues - Integrante / Luiz Ângelo Damian Pizzuti - Integrante / DARI CELESTINO ALVES FILHO - Integrante / Gilmar dos Santos Cardoso - Integrante / ADRIELI LINHAT DA SILVA - Integrante / ALEXANDRA FABIELLE PEREIRA VIANA - Integrante / VITOR HUGO RAMOS DE RAMOS - Integrante / ALISSON ANDRE DE MELLO CHARAO - Integrante / GABRIEL CHIMENDES RODRIGUES - Integrante / ANDERSON FONSECA BINOTTO - Integrante / BRUNA DA SILVA CARVALHO - Integrante / GUILHERME HENRIQUE SIMAS PERUFO - Integrante.

  • 2014 - 2015

    TERMINAÇÃO DE NOVILHOS JOVENS SUPLEMENTADOS EM PASTAGEM SORGO (Sorghum bicolor), Descrição: Na atual conjuntura do senário agropecuário do Rio Grande do Sul a pecuária corte depara-se com um grande desafio frente ao aumento das áreas ocupadas pela agricultura, especialmente pela cultura da soja (CONAB, 2013). Andrade et al., (2007) citam como principais motivos deste avanço o baixa retorno econômico da atividade pecuária, a elevada demanda em capital produtivo e forte dependência de outras atividades produtivas (agricultura) ou de rendas não-agrícolas (aposentadorias, arrendamentos, etc.). Esse fato altera o cenário dos sistemas de produção pecuários, pela redução na área pastoril, e justifica a intensificação desta atividade através, principalmente, do uso da suplementação na alimentação dos rebanhos. Barcellos & Pedrozo (2001) afirmam que a pecuária de corte tem incorporado tecnologias que tem permitido a obtenção resultados promissores em termos de aumento de produtividade. O abate de novilhos jovens é uma técnica respaldada basicamente por se tratar de uma categoria altamente eficiente biologicamente e por permitir a exploração do potencial genéticos dos animais. Permite ainda desocupar áreas da propriedade beneficiando outras categorias e/ou outras atividades produtivas, além de promover o fornecimento de carne de melhor qualidade, o que pode agregar valor ao produto e beneficiar os consumidores. As condições de temperaturas primavera/verão (21 a 27C), mais de três mil horas luz por ano e distribuição adequada de chuvas favorecem o desenvolvimento de gramíneas tropicais no estado (Anualpec2012). Dentre as gramíneas com potencial de utilização no RS está o sorgo forrageiro, amplamente utilizada devido à sua alta produtividade de matéria seca (>8 t ha-1), e qualidade química mostrando-se uma importante fonte de energia e proteína bruta (PB entre 8% e 16% e NDT entre 50% e 70%) na dieta de ruminantes. Esta gramínea apresenta-se também tolerante a solos de menor fertilidade e menor umidade, o que tem contribuído para o aumento da área de cultivo e das formas de utilização na produção animal no Brasil (GOBETTI, 2010). Diante do exposto, propõe-se neste trabalho investigar o nível de suplementação mais adequado para terminação de novilhos jovens em pastagem de sorgo forrageiro, visto a relevância visto e necessidade de fornecer subsídios para sua utilização nas propriedades, bem como melhorar o entendimento e eficiência da utilização desta gramínea para pastejo junto aos atuais sistemas produtivos do Rio Grande do Sul.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado profissional: (5) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Integrante / Amanda Farias de Moura - Integrante / Andrei Retamoso Mayer - Integrante / Daniele Borchate - Integrante / Joziane Michelon Cocco - Integrante / BRONDANI, IVAN LUIZ - Coordenador / Sander Martinho Adams - Integrante / John Lenon Klein - Integrante / Patrícia Machado Martini - Integrante / Perla Cordeiro de Paula - Integrante / Flânia Mônego Argenta - Integrante / Camille Carijo Domingues - Integrante / Diego Soares Machado - Integrante / DARI CELESTINO ALVES FILHO - Integrante.

  • 2014 - 2015

    PARÂMETROS PRODUTIVOS, DINÂMICA DE CRESCIMENTO DE PASTAGEM DE SORGO FORRAGEIRO IMPLANTADA COM DIFERENTES ARRANJOS POPULACIONAIS SOB O DESEMPENHO DE NOVILHAS SUPERPRECOCES EM TERMINAÇÃO, Descrição: A busca por encontrar arranjos populacionais em que as culturas alcancem um elevado rendimento, tanto de produção de biomassa quanto de grãos, é alvo de muitas pesquisas. Porém o estudo de arranjos populacionais em plantas forrageiras ainda são escassos na literatura, estando as pesquisas focadas principalmente nas espécies cultivadas com o objetivo de produção de grãos. O sorgo forrageiro possui características de suportar temperaturas elevadas, média tolerância à acidez do solo, e desenvolve-se bem em zonas secas e quentes, apresentando boa produção de massa seca, e o poder extraordinário de recuperação quando estresse é interrompido. O arranjo de plantas pode ser manipulado através de alterações na densidade de plantas, no espaçamento entre linhas, na distribuição de plantas na linha, sendo que as variações na distância entre plantas na linha e nas entre linhas conferem os diferentes arranjos na lavoura. O experimento será desenvolvido no Laboratório de Bovinocultura de Corte da Universidade Federal de Santa Maria, os tratamentos serão constituídos de 4 arranjos populacionais, sendo: E22D24 (espaçamento entre linhas de 22 cm e densidade de sementes de 24 kg/ha); E44D24 (espaçamento entre linhas de 44 cm e densidade de sementes de 24 kg/ha); E22D12 (espaçamento entre linhas de 22 cm e densidade de sementes de 12 kg/ha); E44D12 (espaçamento entre linhas de 44 cm e densidade de sementes de 12 kg/ha). Serão utilizadas novilhas cruzadas Charolês x Nelore de 15 meses de idade inicial e 270 kg de peso vivo, que receberão suplementação a base de 1% do peso vivo. Serão realizadas avaliações no pasto e nas novilhas experimentais. O delineamento experimental será o inteiramente causalizado, com medidas repetidas no tempo. As variáveis serão analisadas com auxilio do programa estatístico SAS.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (24) / Mestrado profissional: (11) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Integrante / Rangel Fernandes Pachego - Integrante / Jonatas Cattelam - Integrante / LUCAS BRAIDO PEREIRA - Integrante / ODILENE DE SOUZA TEIXEIRA - Integrante / Amanda Farias de Moura - Integrante / Paulo Santana Pacheco - Integrante / Andrei Retamoso Mayer - Integrante / Daniele Borchate - Integrante / Leonel da Silva Rodrigues - Integrante / Ana Paula Machado Martini - Integrante / Vicente Siqueira Júnior - Integrante / Joziane Michelon Cocco - Integrante / BRONDANI, IVAN LUIZ - Integrante / Sander Martinho Adams - Integrante / John Lenon Klein - Integrante / Patrícia Machado Martini - Integrante / Jalana Mendonça Campara - Integrante / Mauren Burin da Silva - Integrante / Luzilene da Silva Costa - Integrante / Rafael do Amaral Bona - Integrante / Amanda Souto Tatsch - Integrante / Cristiane Guzatto - Integrante / Álisson Marian Callegaro - Integrante / Ricardo Lima de Azevedo Júnior - Integrante / Perla Cordeiro de Paula - Integrante / Matheus Smidt Weise - Integrante / Matheus Meneghello Carvalho Bernardes - Integrante / Flânia Mônego Argenta - Integrante / Guiherme Joner - Integrante / Camille Carijo Domingues - Integrante / Luiz Ângelo Damian Pizzuti - Integrante / Diego Soares Machado - Integrante / DARI CELESTINO ALVES FILHO - Coordenador / Gilmar dos Santos Cardoso - Integrante / ADRIELI LINHAT DA SILVA - Integrante / ALEXANDRA FABIELLE PEREIRA VIANA - Integrante / VITOR HUGO RAMOS DE RAMOS - Integrante / ALISSON ANDRE DE MELLO CHARAO - Integrante / ANDERSON FONSECA BINOTTO - Integrante / BRUNA DA SILVA CARVALHO - Integrante / GUILHERME HENRIQUE SIMAS PERUFO - Integrante.

  • 2014 - 2015

    USO DE SUPLEMENTAÇÃO COMO ESTRATÉGIA DE PRODUÇÃO DE CARNE E CARCAÇA DE NOVILHOS SUPERJOVENS MANTIDOS EM PASTAGEM DE SORGO, Descrição: O Brasil é considerado um país com potencial de crescimento na produção de bovinos de corte, e de acordo com a Associação Brasileira de Indústrias Exportadoras - ABIEC (2011) foi produzido 9,1 milhões de toneladas de equivalente carcaça (tec) de carne bovina e exportado 1,5 milhão de tec., representando 16,5% do total produzido no país. Devido à produção de bovinos de corte ser uma atividade em destaque na produção pecuária, o produtor precisar ser mais competitivo, sendo o abate precoce de bovinos uma alternativa a ser aliada com outras, como uso de pastagens e suplemento, a fim de proporcionar maior rentabilidade e ainda reduzir o ciclo de produção. A utilização de pastagens anuais de verão como o sorgo forrageiro, pode ser uma alternativas, apesar de maior custo que a pastagem nativa, possibilitaria diminuir o período de terminação de novilhos em função dos altos ganhos individuais (RESTLE et al., 1996), e devido aos valores nutricionais das espécies forrageiras tropicais, possibilitaria também a redução de custos com suplementações. Santos et al. (2002), avaliando a influência da suplementação sobre as características da carcaça em bovinos F1 Limousin x Nelore, terminados precocemente em pastagens de Brachiaria decumbens Stapf na época seca, observaram que o fornecimento de suplementos proporcionou a terminação e o abate de animais jovens e com carcaças da mais alta qualidade. Desta maneira, o objetivo deste trabalho é avaliar a influência de duas alturas da pastagem de sorgo forrageiro e dois níveis de suplementação nas características da carcaça e da carne de novilhos superjovens.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (15) / Mestrado profissional: (10) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Integrante / Rangel Fernandes Pachego - Integrante / Matheus Smid Weise - Integrante / Jonatas Cattelam - Integrante / LUCAS BRAIDO PEREIRA - Integrante / ODILENE DE SOUZA TEIXEIRA - Integrante / Amanda Farias de Moura - Integrante / Andrei Retamoso Mayer - Integrante / Daniele Borchate - Integrante / Leonel da Silva Rodrigues - Integrante / Vicente Siqueira Júnior - Integrante / BRONDANI, IVAN LUIZ - Coordenador / Sander Martinho Adams - Integrante / John Lenon Klein - Integrante / Patrícia Machado Martini - Integrante / Mauren Burin da Silva - Integrante / Luzilene da Silva Costa - Integrante / Cristiane Guzatto - Integrante / Álisson Marian Callegaro - Integrante / Perla Cordeiro de Paula - Integrante / Flânia Mônego Argenta - Integrante / Camille Carijo Domingues - Integrante / Diego Soares Machado - Integrante / DARI CELESTINO ALVES FILHO - Integrante / Gilmar dos Santos Cardoso - Integrante / ADRIELI LINHAT DA SILVA - Integrante / VITOR HUGO RAMOS DE RAMOS - Integrante / GABRIEL CHIMENDES RODRIGUES - Integrante / MARIANA VIERO CARPES - Integrante / ANDERSON FONSECA BINOTTO - Integrante / BRUNA DA SILVA CARVALHO - Integrante / GUILHERME HENRIQUE SIMAS PERUFO - Integrante / PAULO HENRIQUE TASCHETTO UBERTI - Integrante.

  • 2014 - 2015

    TERMINAÇÃO DE NOVILHAS EM PASTAGEM TEMPERADA SUPLEMENTADAS COM AVEIA BRANCA, Descrição: Na produção de bovinos, o Brasil apresenta um dos maiores rebanhos com aproximadamente 176 milhões de cabeça (ANUALPEC, 2010), com crescimento na taxa de abate no último ano. Destaca-se a participação de vacas de descarte no abate, sendo animais com baixa eficiência biológica e muitas vezes permanecendo em campo nativo. Essa produção ainda é caracterizada pela criação extensiva, precisando mudar em direção à intensificação dos sistemas, visando proporcionar um aumento na produção e uma diminuição de animais não produtivos no rebanho. Uma alternativa de manejo pode ser a utilização de pastagem consorciada de aveia preta (Avena strigosa Schreb.) + azevém (Lolium multiflorum). A associação entre as duas ou mais espécies forrageiras com produções em períodos distintos seria uma forma de minimizar a carência alimentar, em função de a aveia preta possuir ciclo mais curto e produção de forragem mais precoce em relação ao azevém (ROCHA et al., 2007), sendo que, a mistura das duas espécies resulta no aumento da produção e do período de utilização da pastagem por combinar picos de produção de matéria seca atingidos em diferentes épocas (ROSO et al., 1999). Além da utilização consorciada de aveia preta e azevém, outra ferramenta de manejo para auxiliar na terminação dos animais pode ser a suplementação com grãos, como no caso do grão de aveia branca. Segundo Santos et al. (2005), a suplementação energética em pastagem de alta qualidade constitui uma alternativa para aumentar a velocidade de crescimento dos animais, a partir de melhor balanceamento de nutrientes da dieta e de aumento do consumo total de matéria seca. Dessa forma, o presente projeto tem como objetivo avaliar o uso da suplementação de aveia branca (Avena sativa L.) na terminação de novilhas em pastagem de aveia preta e azevém.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (15) / Mestrado profissional: (9) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Integrante / Rangel Fernandes Pachego - Integrante / Jonatas Cattelam - Integrante / LUCAS BRAIDO PEREIRA - Integrante / ODILENE DE SOUZA TEIXEIRA - Integrante / Andrei Retamoso Mayer - Integrante / Leonel da Silva Rodrigues - Integrante / Ana Paula Machado Martini - Integrante / Vicente Siqueira Júnior - Integrante / Joziane Michelon Cocco - Integrante / BRONDANI, IVAN LUIZ - Coordenador / Sander Martinho Adams - Integrante / John Lenon Klein - Integrante / Patrícia Machado Martini - Integrante / Mauren Burin da Silva - Integrante / BORCHATE, DANIELE - Integrante / Álisson Marian Callegaro - Integrante / Ricardo Lima de Azevedo Júnior - Integrante / Perla Cordeiro de Paula - Integrante / Matheus Smidt Weise - Integrante / Flânia Mônego Argenta - Integrante / Guiherme Joner - Integrante / Luiz Ângelo Damian Pizzuti - Integrante / DARI CELESTINO ALVES FILHO - Integrante / Gilmar dos Santos Cardoso - Integrante / ALEXANDRA FABIELLE PEREIRA VIANA - Integrante.

  • 2014 - 2015

    AVALIAÇÃO PÓS-ABATE DE BOVINOS TERMINADOS COM DIETA DE ALTO GRÃO, Descrição: A utilização do confinamento é prática bastante difundida entre os produtores de bovinos de corte, com crescimento na pecuária nacional de 32,2% nos últimos cinco anos, sendo que 7,39% dos bovinos terminados são resultantes desse sistema (ANUALPEC, 2010). No entanto, sua dieta é baseada no uso de silagens junto a concentrados, o que, além de exigir equipamentos e maquinários tecnificados para produzir, requer extensas áreas, as quais estão sujeitas as intempéries climáticas e maior necessidade de emprego e custo com mão de obra. Com isso, surge a possibilidade do uso de dietas de alto grão, facilitando o manejo, pois não há necessidade da confecção de silagem. Diante disso, alternativas devem ser buscadas à substituição do volumoso na alimentação de bovinos em confinamento, diminuindo assim, os custos operacionais e possíveis problemas relacionados a intempéries, assim como promover intensificação da cadeia produtiva de bovinos de corte. No Brasil, ocorreu aumento de 66% da produção de grãos nos últimos dez anos (CONAB, 2011), e como consequência, promoveu aumento da disponibilidade de produtos na indústria. Além das culturas como o milho produzido na maior parte do Brasil, dispõe-se da cultura do arroz (Oriza sativa), sendo o RS o maior produtor, além da aveia branca (Avena sativa L.), cultura regional favorecida pelas condições climáticas do estado. Outro aspecto relevante quanto a intensificação da produção de bovinos de corte, refere-se a redução na idade de abate dos novilhos, assim como maior pressão de seleção, destinando ao abate fêmeas descartadas da reprodução, visando tornar mais rápido o retorno econômico e o giro de capital na propriedade. Assim, devem-se utilizar animais que apresentem boa resposta biológica durante o período de terminação, as quais podem ser respondidas, em parte, através do estudo das partes não-integrantes da carcaça dos bovinos. Do mesmo modo, há preocupações com a saúde alimentar humana, associada a efeitos maléficos ou benéficos associadas ao consumo de gorduras (KAZAMA et al., 2008). Entre os aspectos positivos do consumo de carne bovina está a presença do ácido linoléico conjugado (CLA), o qual tem efeitos anticarcinogênico, antiteratogênico e imunomodulador (MULVIHILL, 2001). Desse modo, o presente estudo tem por objetivo avaliar as características pós-abate de bovinos de corte terminados com dieta de alto grão em confinamento.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (18) / Mestrado profissional: (11) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Integrante / Rangel Fernandes Pachego - Integrante / Jonatas Cattelam - Integrante / LUCAS BRAIDO PEREIRA - Integrante / ODILENE DE SOUZA TEIXEIRA - Integrante / Andrei Retamoso Mayer - Integrante / Daniele Borchate - Integrante / Leonel da Silva Rodrigues - Integrante / Ana Paula Machado Martini - Integrante / Vicente Siqueira Júnior - Integrante / BRONDANI, IVAN LUIZ - Integrante / Sander Martinho Adams - Integrante / John Lenon Klein - Integrante / Patrícia Machado Martini - Integrante / Mauren Burin da Silva - Integrante / Rafael do Amaral Bona - Integrante / Cristiane Guzatto - Integrante / Álisson Marian Callegaro - Integrante / Ricardo Lima de Azevedo Júnior - Integrante / Perla Cordeiro de Paula - Integrante / Matheus Smidt Weise - Integrante / Flânia Mônego Argenta - Integrante / Camille Carijo Domingues - Integrante / Diego Soares Machado - Integrante / DARI CELESTINO ALVES FILHO - Coordenador / Gilmar dos Santos Cardoso - Integrante / ADRIELI LINHAT DA SILVA - Integrante / ALEXANDRA FABIELLE PEREIRA VIANA - Integrante.

  • 2014 - 2015

    CARACTERÍSTICAS MORFOGÊNICAS E ESTRUTURAIS DA PASTAGEM DE SORGO SUBMETIDA AO PASTEJO CONTINUO COM SUPLEMENTAÇÃO, Descrição: O uso da cultura do sorgo (Sorghum bicolor L. Moench) pode ser uma alternativa no intuito de auxiliar a pecuária de corte e maximizar o sistema de produção, uma vez que a cultura é resistente ao déficit hídrico. Várias são as informações geradas sobre as características morfogênicas de gramíneas de estação quente, contribuindo para o entendimento sobre o desenvolvimento e crescimento de forrageiras e possíveis estratégias de manejo de pastagens. No entanto, são poucos os estudos morfogênicos referentes a cultura do sorgo, comprometendo a tomada de decisões quanto à utilização em sistemas alimentares para bovinos de corte. O objetivo do projeto é avaliar as características morfogênicas e estruturais da pastagem de sorgo submetida ao pastejo continuo. O projeto será desenvolvido na área experimental do Laboratório de Bovinocultura de Corte da UFSM. As avaliações de campo serão realizadas no período de Janeiro a maio de 2015. Os resultados serão submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de significância utilizando o pacote estatístico SAS versão 9.2 (2009).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (21) / Mestrado profissional: (11) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Integrante / Rangel Fernandes Pachego - Integrante / Matheus Smid Weise - Integrante / Jonatas Cattelam - Integrante / LUCAS BRAIDO PEREIRA - Integrante / ODILENE DE SOUZA TEIXEIRA - Integrante / Amanda Farias de Moura - Integrante / Paulo Santana Pacheco - Integrante / Andrei Retamoso Mayer - Integrante / Daniele Borchate - Integrante / Leonel da Silva Rodrigues - Integrante / Ana Paula Machado Martini - Integrante / Vicente Siqueira Júnior - Integrante / Joziane Michelon Cocco - Integrante / BRONDANI, IVAN LUIZ - Coordenador / Sander Martinho Adams - Integrante / John Lenon Klein - Integrante / Patrícia Machado Martini - Integrante / Mauren Burin da Silva - Integrante / Rafael do Amaral Bona - Integrante / Cristiane Guzatto - Integrante / Álisson Marian Callegaro - Integrante / Ricardo Lima de Azevedo Júnior - Integrante / Perla Cordeiro de Paula - Integrante / Flânia Mônego Argenta - Integrante / Guiherme Joner - Integrante / Camille Carijo Domingues - Integrante / Luiz Ângelo Damian Pizzuti - Integrante / Diego Soares Machado - Integrante / DARI CELESTINO ALVES FILHO - Integrante / Gilmar dos Santos Cardoso - Integrante / ADRIELI LINHAT DA SILVA - Integrante / VITOR HUGO RAMOS DE RAMOS - Integrante / GABRIEL CHIMENDES RODRIGUES - Integrante / ANDERSON FONSECA BINOTTO - Integrante / BRUNA DA SILVA CARVALHO - Integrante.

  • 2014 - 2015

    COMPARAÇÃO DE DIFERENTES ALIMENTOS UTILIZADOS NA TERMINAÇÃO DE BOVINOS EM CONFINAMENTO, Descrição: Ao analisarmos as vantagens do uso da técnica de confinamento, dentre elas: escolha da época de abate, na busca de melhores preços; giro rápido do capital investido; liberação de áreas para outras categorias e melhoria e padronização de lotes e carcaças. E também observando o cenário da pecuária brasileira nos últimos 10 anos, onde número de animais confinados aumentou cerca de 80% nos últimos 10 anos, passando de 1,9 no de 2001, para 3,4 milhões no ano de 2011 (ANUALPEC, 2012), pensaríamos que esta seria uma técnica muito empregada na pecuária nacional. Mas se compararmos o número de animais confinados em 2011, com o total do rebanho brasileiro de corte no mesmo ano, que ficou acima de 143 milhões (ANUALPEC, 2012), observamos que apenas 2,4% dos bovinos de corte brasileiros foram confinados, uma realidade muito diferente de países como os Estados Unidos, que termina em confinamento, mais de 80% do seu gado (USDA, 2012). Esta realidade do baixo número de animais confinados no Brasil em relação a outros países esta associada, em parte, a sua grande extensão territorial, uma das características do Brasil, que possui mais de 172 milhões de hectares de pastagens (IBGE, 2006). Segundo Paulino et al. (2011), fatores como baixo custo, grande aptidão produtiva e fácil cultivo tornam os pastos a base da exploração pecuária no Brasil, sendo que a maior parte da produção de ruminantes no Brasil (cerca de 90%) é gerada sobre pastagens. Também podemos destacar que o confinamento é marcado pelo seu alto investimento e problemas com logística, sendo que a produção e estocagem de alimentos volumosos, talvez seja um dos maiores gargalos para as grandes operações de engorda em confinamento, devido à necessidade de grandes áreas para a produção de volumosos, maquinários de elevado custo para corte e transporte, bem como sua estocagem e fornecimento para os animais, traz dificuldades para a operação, onerando custos operacionais (CERVIERI et al., 2009). Porém nos últimos anos, o Brasil vem se destacando na produção de grãos, onde, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB, 2012), a estimativa de plantio para a safra 2012/13 indica um aumento 2,6% em relação à safra 2011/12, ou seja, poderão ser acrescidos 1,34 milhão de hectares a área de 50,89 milhões cultivada na safra anterior. Neste levantamento foram contempladas como: algodão, arroz, milho soja, e as culturas de inverno, (aveia, canola, centeio, cevada, trigo e triticale), onde apenas a de soja apresenta crescimento de área, previsto entre 5,5% e 9,3%, superior à cultivada na safra anterior, passando de 25,04 milhões de hectares para 26,43 a 27,38 milhões de hectares, constituindo-se na maior área cultivada com a oleaginosa. Consequentemente, com esse aumento na produção agrícola, maior será a disponibilidade de grãos e subprodutos para a alimentação de animais em confinamento, no qual beneficiará o sistema, pois segundo Cervieri et al. (2009), confinamento está totalmente atrelado à produção de grãos, farelos e subprodutos e aos custos de aquisição destes insumos. O aumento da eficiência produtiva é primordial para a lucratividade da pecuária de corte, sendo que as atividades produtivas devem ser entendidas e manejadas dentro de um enfoque sistêmico, em busca da maximização de lucros. Os sistemas de produção de gado de corte são complexos e diversificados, não havendo fórmulas e nem recomendações únicas que possam ser largamente aplicadas por todo o Brasil (BARBOSA et al., 2010). Neste sentido podemos destacar as dietas chamadas alto grão, que podem ser uma estratégia de terminação de animais em confinamento. Destacando que esta alternativa de engorda, não exige uma grande área para a produção do volumoso, que consequentemente, pode ter a mão de obra e maquinário reduzido, beneficiando principalmente os pequenos produtores. Portanto o objetivo deste estudo é comparar e av. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (15) / Mestrado profissional: (8) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Integrante / Rangel Fernandes Pachego - Integrante / Jonatas Cattelam - Integrante / LUCAS BRAIDO PEREIRA - Integrante / ODILENE DE SOUZA TEIXEIRA - Integrante / Amanda Farias de Moura - Integrante / Andrei Retamoso Mayer - Integrante / Daniele Borchate - Integrante / Leonel da Silva Rodrigues - Integrante / Ana Paula Machado Martini - Integrante / BRONDANI, IVAN LUIZ - Coordenador / Sander Martinho Adams - Integrante / John Lenon Klein - Integrante / Patrícia Machado Martini - Integrante / Álisson Marian Callegaro - Integrante / Perla Cordeiro de Paula - Integrante / Matheus Smidt Weise - Integrante / Flânia Mônego Argenta - Integrante / Guiherme Joner - Integrante / Diego Soares Machado - Integrante / DARI CELESTINO ALVES FILHO - Integrante / Gilmar dos Santos Cardoso - Integrante.

  • 2011 - 2013

    AVALIAÇÃO DA SILAGEM DE CAPIM PAPUÃ (Brachiaria plantaginea) NA TERMINAÇÃO DE NOVILHOS EM CONFINAMENTO, Descrição: O sistema tradicional de produção de bovinos de corte tem apresentado limitações econômicas, obrigando os produtores buscar novas alternativas que aumentem a rentabilidade da propriedade (MISSIO et al, 2009). Nesse intuito, a adoção do confinamento é uma das estratégias utilizadas por produtores, objetivando a intensificação do sistema de produção. Desde que bem planejado possibilita a redução da idade de abate e previsão da data de abate dos animais dentre outras vantagens, como a obtenção de carcaças de melhor qualidade e maior giro de capital. Dessa forma, a utilização de forragens conservadas de qualidade associadas a concentrados de baixo custo, é primordial para minimizar os custos da dieta com bovinos confinados. Isto se deve em função de grande parte dos custos da engorda em confinamento ser referentes à alimentação e a busca da máxima eficiência durante a terminação, sendo de grande importância. Excluindo os animais, cerca de 70% do custo total do confinamento é proveniente da alimentação (RESTLE & VAZ, 1999). Várias forrageiras podem ser utilizadas para a produção de silagem, estando o milho (Zea mays L.) e o sorgo (Sorghum bicolor (L.) Moench) entre as mais empregadas. O milho é a espécie forrageira mais utilizada, devido aos seus adequados teores de matéria seca (MS), de carboidratos solúveis e à pequena capacidade tampão (MCDONALD, 1981). Além disso, proporciona volumoso de alto valor nutritivo e de grande aceitação pelos animais (POSSENTI et al., 2005). No entanto, a produção e qualidade da silagem de milho são incertas por serem fortemente influenciadas pela disponibilidade hídrica, tolerância a pragas e invasoras. Em relação ao sorgo é a segunda espécie forrageira mais utilizada, apresentando maior tolerância ao estresse hídrico, quando comparado ao milho, proporcionando um volumoso de alto valor nutritivo e de grande aceitação pelos animais. Além dessas forrageiras que são usualmente utilizadas, pode-se usar culturas alternativas como o capim papuã. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Coordenador.

  • 2011 - 2013

    Diferentes fontes energéticas na terminação de novilhos de corte em confinamento - Aspectos comportamentais, Descrição: Há pouco mais de uma década o Brasil ocupa uma posição de destaque no cenário do agronegócio mundial. Detentor do maior rebanho comercial bovino do mundo, com aproximadamente 200 milhões de cabeças (Anualpec, 2009), tem na cadeia da carne bovina um dos setores mais expressivos do comércio brasileiro. Baseado no presente cenário, muitas pesquisas tem sido realizadas com o intuito de fornecer aos produtores subsídios para alcançar a eficiência produtiva utilizando técnicas que contemplem as exigências, muito bem definidas, do mercado consumidor; enfatizando a produção de alimento de qualidade em sistemas de criação menos agressivos ao ecossistema. Cabe então aos profissionais da área e aos produtores, o monitoramento do processo produtivo como um todo, não apenas em caráter comercial, atendendo requisitos de produtividade, mas também de caráter moral, atendendo aos preceitos de comportamento e bem estar animal (Euclides Filho, 2004; Souza, 2007). Neste contexto a Etologia, ciência aplicada ao comportamento animal, surge como uma ferramenta para nos capacitar a ver os animais de forma mais ampla, não apenas como meios de produção, mas como indivíduos, fornecendo-nos critérios para avaliar, reavaliar e desenvolver manejos criatórios e alimentares capazes de proporcionar bem estar aos animais e, com isso, melhorar substancialmente a eficiência produtiva dos rebanhos (Polli, 1995). Assim o conhecimento da influencia de características das dietas como composição, forma física, densidade, digestibilidade e balanço de nutrientes sobre a freqüência, duração e distribuição destas atividades comportamentais pode servir suporte a pesquisa, no planejamento e interpretação de resultados, além de possibilitar a realização de ajustes no manejo e alimentação, com intuito de melhorar a eficiência zootécnica dos animais (Albright, 1993, Freitas, 2008, Polli, 1995). A energia é o nutriente que mais limita o desempenho dos ruminantes, merecendo, portanto, especial atenção no que se refer. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Coordenador.

  • 2011 - 2013

    IMPACTO DO USO DA SILAGEM DE PAPUÃ (Brachiaria plantaginea) NAS CARACTERÍSTICAS DA CARCAÇA, DA CARNE E DOS COMPONENTES NÃO INTEGRANTES DA CARCAÇA DE NOVILHOS TERMINADOS EM CONFINAMENTO, Descrição: O rebanho bovino brasileiro é o maior rebanho comercial do mundo, superando o indiano e o chinês. É composto por cerca de 80% de animais de raças zebuínas (Bos taurus indicus) e de 20% de raças taurinas (Bos taurus taurus) (ABIEC, 2010 a). Ainda, segundo a ABIEC (2010 b), transformar a carne brasileira em produto destacado, com o valor agregado e não em mais uma commodity, é um dos grandes desafios que a cadeia do agronegócio da Bovinocultura tem que enfrentar. Portanto busca-se cada vez mais no setor agropecuário, o aumento da produtividade sem agregar mais custos a produção. No caso da bovinocultura de corte, onde as margens de lucro são muito baixas, tem se buscado alternativas mais eficientes para aumentar a lucratividade, tanto do produtor quanto para o frigorífico. Ao mesmo tempo em que se busca um produto de melhor qualidade, seja para exportação ou para o mercado interno. Mercado interno este, que possui cada dia, mais consumidores exigentes, que buscam produtos, principalmente alimentícios de melhor aparência e qualidade. Porém segundo Restle et al. (1999), a carne que chega ao consumidor brasileiro é geralmente de animais abatidos com idade avançada que conseqüentemente oferece uma carne de inferior qualidade quanto à maciez. No caso dos frigoríficos, a busca é por carcaças que ofereçam bom rendimento, mas principalmente bom acabamento de gordura, a exigência dos frigoríficos é de carcaças que tenham no mínimo 3mm e no máximo 6mm de espessura de gordura. Segundo Müller (1987), que trabalhou em estipular normas para avaliação de carcaças, gordura subcutânea abaixo de 3mm, não protege a carcaça ao resfriamento, favorecendo o escurecimento da parte externa dos músculos que fica exposta ao resfriamento. O que confere a carne um aspecto indesejável para a comercialização. Diante disso, o uso de alimentos que possam diminuir os custos e aumentar a lucratividade, ao mesmo tempo em que possam agregar qualidade ao produto, seria uma das alternativas viáveis para o. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Coordenador.

  • 2011 - 2013

    HIERARQUIA SOCIAL E BEM-ESTAR DE BOVINOS CONFINADOS COM DIEFERENTES ESPAÇOS INDIVIDUAIS, Descrição: A produção de bovinos de corte brasileira destaca-se pela liderança no ranking de exportação. Porém, juntamente com exigências na qualidade da carne, surgem preocupações com o meio de produção dos bovinos, bem como com as técnicas de manejo empregadas e instalações utilizadas, visando, com isso, promover melhorias em conforto e bem-estar dos animais em produção. Quando terminados em sistemas intensivos como confinamento, os bovinos são alojados em locais com espaços reduzidos e em contato com outros animais, o que gera conflitos de dominância em virtude da hierarquia social estabelecida entre esses. Val-Laillet et al. (2008) observaram que vacas de maior posição na hierarquia social dedicaram mais tempo (43,8%) a alimentação que as fêmeas de menor dominância social no grupo (36,7%). Além dos conflitos, outras implicações do espaço reduzido são influências exercidas sobre o desempenho e comportamento dos animais. Fisher et al. (1997) confinando novilhas com espaços de 1,5; 2,0; 2,5 e 3,0m2 por animal observaram menor ganho médio diário de peso nos animais estabulados com menor espaço individual. Os mesmos autores ressaltam que os animais com disponibilidade 1,5m2 apresentaram menor tempo diário de ruminação, o que pode estar relacionado ao menor dispêndio em deitar-se, contribuindo para a aparente pior eficiência alimentar desses. A redução no espaço individual disponível torna os animais mais estressados, fato esse que reflete diretamente na cadeia produtiva da carne bovina. Voisinet et al. (1997a) observaram que animais mais reativos apresentaram menor ganho de peso médio diário em relação aos bovinos mais calmos, assim como Voisinet et al. (1997b) relataram que animais de temperamento menos excitável apresentaram carne de melhor maciez. Fisher et al. (1997) observaram maior proporção de descarte na carcaça de novilhas alojadas em baias com menor espaço individual. Oliveira et al. (2008) ressaltam que o aperfeiçoamento das práticas de manejo pode tornar os sistemas. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Coordenador.

  • 2011 - 2013

    PERFIL AGRONÔMICO DA PLANTA E VALOR NUTRITIVO DA SILAGEM DE MILHO (Zea may, L.) ADUBADO COM FERTILIZANTES ORGÂNICOS E QUÍMICOS, SOB DIFERENTES FORMAS DE APLICAÇÃO, Descrição: A silagem é uma forma de conservação de forragens bastante difundida entre os produtores de bovinos de leite e corte, e serve como base forrageira para a maioria dos animais terminados em confinamento. Pimentel et al. (1998), relataram que para a produção de silagem, é aconselhável o cultivo de espécies forrageiras que proporcionem alta produção de massa ensilada por área e boa qualidade nutritiva para os animais. Entretanto, a composição física das estruturas anatômicas da planta de milho interfere na qualidade da silagem, sendo que a produção de silagem de alta qualidade deve apresentar em torno de 60 a 65 % de espigas, o que define a participação em torno de 45 % de grãos no material ensilado (Nussio, 1992) Sendo assim, a forragem mais utilizada para a produção de silagem é o milho, pois é considerado um alimento volumoso de alto valor nutricional, principalmente devido ao seu alto valor energético, boa digestibilidade e potencial de consumo (Fancelli & Dourado Neto, 2000; Restle et al., 1999). O aproveitamento integral e racional dos recursos disponíveis dentro da propriedade rural pode influenciar fortemente o potencial produtivo das forragens, assim como diluir os custos de produção. Um desses recursos é o "chorume", que é constituídos por elementos químicos que tanto podem promover o desenvolvimento das plantas, quanto causar danos ambientais devido às aplicações sucessivas dos dejetos; pela poluição do solo, decorrente de repetidas aplicações, gerando um desbalanço e mesmo o excesso de alguns nutrientes (Seganfredo, 1999; Schoenau et al., 2004). Os adubos orgânicos, segundo Sherer et al. (1984), apresentam um maior efeito residual no solo, que os de origem mineral, tornando os nutrientes disponíveis num maior espaço de tempo, devido a lenta mineralização dos compostos orgânicos, já que estes nutrientes ficam menos sujeitos as reações químicas do solo, ao contrário dos adubos minerais. Diante da necessidade de mais informações sobre o aproveitamento da adubaç. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Coordenador.

  • 2010 - 2012

    USO DA SUPLEMENTAÇÃO DE FARELO DE ARROZ INTEGRAL E/OU GORDURA PROTEGIDA NA RECRIA DE FÊMEAS DE 18 MESES EM PASTAGEM DE AVEIA PRETA (Avena strigosa Schreb.) E AZEVÉM (Lolium multiflorum), Descrição: A idade ao primeiro acasalamento de fêmeas de reposição tem grande reflexo na eficiência do sistema de produção de bovinos de corte em propriedades de cria. No Rio Grande do Sul nos períodos outono/inverno, as condições do campo nativo são desfavoráveis para que esses animais atinjam o peso mínimo necessário para o primeiro acasalamento aos 24 meses de idade, o que eleva a idade ao primeiro acasalamento para 36 meses, diminuindo a vida útil da matriz e influenciando negativamente a eficiência do sistema de cria. A resposta produtiva de fêmeas de reposição estará diretamente relacionada ao manejo alimentar que antecede o período de acasalamento, onde cada propriedade de cria definirá o seu sistema de trabalho, seja ele acasalamento aos 14/15, 17/18 ou 24/26 meses, sendo essa definição dependente do nível tecnológico encontrado na propriedade. Segundo Semmelmann et al. (2001), o objetivo principal de um sistema de recria de reposição é desenvolver novilhas que tenham alcançada a puberdade e ciclem regularmente antes do início da primeira estação de acasalamento, sendo que, falhas no manejo e planejamento de alimentação durante os meses de menor oferta de forragem (outono/inverno) tendem a diminuir os índices reprodutivos do rebanho. Com vistas a diminuir o número de animais não produtivos dentro de um rebanho, é fundamental que as novilhas de reposição sejam manejadas de modo a atingir a puberdade o mais cedo possível (ROCHA et al., 2003b). Uma alternativa de manejo pode ser a utilização de pastagem consorciada de aveia preta (Avena strigosa Schreb.) + azevém (Lolium multiflorum) no período que antecede o acasalamento aos 24/26 meses de idade. A associação entre as duas ou mais espécies forrageiras com produções em períodos distintos seria uma forma de minimizar a carência alimentar, em função de a aveia preta possuir ciclo mais curto e produção de forragem mais precoce em relação ao azevém (ROCHA et al., 2007), sendo que, a mistura das duas espécies resulta no aument. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Coordenador.

  • 2010 - 2012

    Cruzamento rotativo alternado envolvendo as raças bovinas Charolês e Nelore para a produção de carne, Descrição: O presente projeto está em andamento, teve início em 1984 e tinha sua conclusão prevista para 1999, quando fosse atingida quinta geração de cruzamento (G5). No entanto, visando avaliar plenamente a quinta geração de cruzamento, o projeto será estendido até o ano de 2012. Foram produzidos em quinze anos (1985 a 2001) um total de 2803 animais, ou seja, dezessete produções de animais puros (definidos) Charolês (C) e Nelore (N) e quinze produções de animais da primeira geração de cruzamento - G1 (1/2 CN e 1/2 NC) nos anos de 1985 a 2001; quatorze produções de segunda geração de cruzamento - G2 (3/4 C 1/4 N e 3/4 N 1/4 C) nos anos de 1988 a 2001; onze produções da terceira geração de cruzamento - G3 (5/8 C 3/8 N e 5/8 N 3/8 C) nos anos de 1991 a 2001; sete produções da G4 (11/16 C 5/16 N e 5/16 C 11/16 N) nos anos de 1995 a 2001. Em 1997/01 foram produzidos animais da quinta geração de cruzamento - G5. Atualmente, o projeto contém, dos diferentes grupos genéticos, 819 animais, entre esses estão 265 vacas prenhas. O projeto Cruzamento Alternado Contínuo das Raças Charolês e Nelore, foi apoiado financeiramente pela FINEP em 1985 (convênio 42.85.0462.00), em 1989 (convênio 42.89.0214.00). A partir de 1994 passou a receber auxílio na forma de recursos e bolsas do CNPq via Projetos Integrados. Este é um projeto de longo prazo, que visa a obtenção de dados científicos mais sólidos e confiáveis para a orientação de técnicos e produtores, sobre o cruzamento em bovinos de corte no nosso meio. A importância dos dados gerados não são apenas regional, mas atinge o âmbito nacional. Os resultados finais e globais do projeto serão publicados a partir de 2007. No entanto, os dados parciais estão sendo utilizados para teses de alunos do Curso de Pós-Graduação (já foram geradas oito teses a nível de mestrado). Os resultados, à medida que estão sendo obtidos, são divulgados aos técnicos e produtores através de "Dias de Campo", publicações em revistas especializadas e jornais. As informaçõe. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Coordenador.

  • 2009 - 2013

    CARACTERIZAÇÃO DO EFEITO DO ACABAMENTO E EXPRESSÃO MUSCULAR SOBRE AS CARACTERÍSTICAS DE CARCAÇA E CARNE DE VACAS DE DESCARTE NELORE, Descrição: O Brasil tem-se destacado nos últimos anos como grande produtor de proteínas de alto valor biológico, fundamentais na alimentação do ser humano. A rápida expansão nas exportações de carne bovina, para as mais diferentes regiões e países do mundo, colocou o país no cenário mundial como grande exportador. O abate de bovinos vem aumentado gradativamente nos últimos anos, atingindo 47 milhões de cabeças em 2006, sendo que deste total, 24 milhões são fêmeas, demonstrando a relevância desta categoria na produção de carne. Apesar da importância das vacas de descarte na produção de carne e na renda das propriedades rurais, poucas informações científicas foram geradas no país sobre as características de carcaça e da carne desta categoria. As informações geradas no país referem-se, na sua maioria, a novilhos. Além do peso, dois aspectos importantes da carcaça podem ser avaliados durante o abate dos animais, a cobertura de gordura e a conformação. Estas características são importantes para todos os segmentos da cadeia da carne bovina, pois se relacionam com as demais características da carcaça e da carne. É consenso que gordura de cobertura na carcaça inferior a 3 mm é inadequada, e que os frigoríficos em geral dão preferência para espessura entre 3 e 6 mm. No entanto, recentemente frigoríficos estão bonificando através do preço, carcaças com espessura de gordura superior visando o incremento na qualidade da carne. Isto pode representar recorte com eliminação do excesso de gordura antes da pesagem da carcaça com redução de peso da carcaça para o produtor, quando o animal é comercializado a rendimento. A conformação, que é avaliada subjetivamente, considera o desenvolvimento muscular. A conformação tem relevante importância comercial devido ao melhor aspecto visual que a carcaça com maior hipertrofia muscular apresenta. A maioria dos estudos que abordam as características da carcaça e da carne no país se referem a novilhos, poucos são os estudos realizados com vacas, embora est. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Coordenador.

  • 2009 - 2012

    EFEITO DA SUPLEMENTAÇÃO DE SILAGEM DE MILHO E, OU CONCENTRADO NA TERMINAÇÃO DE NOVILHOS DE CORTE EM PASTAGEM DE AZEVÉM(L.multiflorum), Descrição: No Rio Grande do Sul, durante a estação fria, a utilização de pastagens cultivadas de inverno tem se tornado uma prática corriqueira em propriedades com sistemas de produção menos extensivos. Visto que durante este período a falta de alimento leva a um déficit produtivo acarretando em perdas que serão retomadas somente no período de estações mais quentes, que é quando as pastagens tendem a se recuperar e o ganho de peso é positivo. Espécies forrageiras de estação fria, como o azevém (Lolium multiflorum), possuem alta digestibilidade e níveis de proteína bruta superiores às exigências de bovinos em terminação. O método de utilização de alimentos concentrados protéicos e energéticos são os mais utilizados na suplementação de animais em pastejo. Esta escolha se baseia no manejo de fornecimento mais simplificado, que proporciona intervalos mais prolongados de permanência nos cochos, além de exigir dos produtores menor investimento em instalações e equipamentos. Visando esses fatores objetivo do presente trabalho foi estudar diferentes níveis de utilização da silagem de milho como suplemento fornecido junto, ou não, ao concentrado, com base em milho quebrado, através do desempenho de novilhos de cortes submetidos a pastejo contínuo em pastagem de azevén até a terminação dos mesmos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Coordenador.

  • 2009 - 2012

    Suplementação com sais de cálcio de ácidos graxos durante o período pré e/ou pós-parto de vacas de corte mantidas em pastagem natural, Descrição: A pecuária de corte brasileira apresenta baixos índices de eficiência do rebanho de cria, e atualmente apresenta valores próximos a 55 % de natalidade. No estado do Rio Grande do Sul os índices reprodutivos do rebanho bovino de cria não diferem muito da situação brasileira, principalmente por que as matrizes se alimentam basicamente de pastagens nativas, as quais estão sujeitas às oscilações no valor nutritivo e produtivo da forragem. A dependência exclusiva dos pastos aumenta os riscos de fracasso, sendo que uma adequada nutrição é fator crítico para o sucesso da função reprodutiva de vacas de corte. O consumo inadequado de energia na dieta e uma baixa condição corporal podem afetar negativamente a função reprodutiva. A suplementação com lipídios tem sido utilizada para aumentar a densidade energética da dieta, além disso, pode também apresentar efeitos diretos na reprodução, como estimular o crescimento dos folículos. A inclusão de lipídios insolúveis no rúmen (inertes), como sais de cálcio de ácidos graxos de cadeia longa, têm sido uma boa alternativa para os sistemas de produção de bovinos, uma vez que, promove um retorno mais rápido do balanço energético positivo, antecipação do ciclo ovariano no pós-parto e altas taxas de concepção no primeiro serviço, além de melhorar a produção de leite. Assim, estratégias de manejo e inclusão de tecnologias que melhorem o aspecto fisiológico dos ovários e atividade cíclica, melhorias nas taxas de prenhez e peso de bezerros ao desmame, dependem de um arranjo nas práticas de manejo e melhores condições nutricionais. Dessa forma, o presente estudo tem como objetivo avaliar estratégias de suplementação com sais de ácidos graxos para vacas de corte mantidas em pastagem natural.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Coordenador.

  • 2008 - 2011

    Cruzamento Rotativo das Raças Bovinas Charolês e Nelore, Descrição: O presente projeto tem como objetivo incrementar a produção de bovinos para a produção de carne através do cruzamento alternado e sistemático de uma raça bovina de corte européia com uma zebuína. Ainda o projeto visa avaliar por cinco gerações sucessivas, o desempenho das cruzas Charolês x Nelore, comparando com as raças puras Charolês e Nelore. Avaliar, quantitativamente e qualitativamente a carcaça e a carne dod novilhos e das fêmeas de descarte dos grupos genéticos envolvidos. Medir o grau de heterose mantido nas gerações sucessivas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Coordenador.

  • 2008 - 2011

    FREQÜÊNCIAS DO FORNECIMENTO DE VOLUMOSO E CONCENTRADO NA TERMINAÇÃO DE VACAS E NOVILHAS, Descrição: O experimento será realizado no Laboratório de Bovinocultura de Corte e avaliará diferentes freqüências do fornecimento de volumoso e concentrado no desempenho e comportamento ingestivo de vacas e novilhas, terminadas em confinamento. O experimento constará de quatro tratamentos alimentares conforme as freqüências do fornecimento de volumoso e concentrado, que serão animais alimentados com o volumoso e concentrado 2 vezes ao dia fornecidos em parte iguais, às 8:00 e às 18:00 horas; animais alimentados com volumoso e concentrado 1 vez ao dia (8:00 h); animais alimentados com o volumoso 1 vez ao dia (8:00 h) e o concentrado fornecido 2 vezes ao dia (8:00 e 18:00 h) e animais alimentados com o volumoso 1 vez ao dia (8:00 h) e o concentrado fornecido 3 vezes ao dia (8:00, 13:00 e 18:00 h). Serão avaliados os efeitos das diferentes freqüências no ganho de peso médio diário; consumo de matéria seca; consumo médio diário expresso por 100 kg de peso vivo; consumo médio diário expresso por unidade de tamanho metabólico e conversão alimentar. O volumoso será composto de silagem de milho e serão retiradas semanalmente amostras de sobras para análise bromatológica, assim como do concentrado que será composto por farelo de trigo, milho, farelo de glúten de milho, uréia, calcário calcítico e sal comum. Na análise bromatológica avaliar-se-á os teores de matéria seca, proteína bruta, fibra em detergente neutro, fibra em detergente ácido, lignina em detergente ácido, nitrogênio insolúvel em detergente neutro, nitrogênio insolúvel em detergente ácido e extrato etéreo. O delineamento experimental será inteiramente casualizado em arranjo fatorial 4 x 2 (4 freqüências de fornecimento e 2 categorias). Os resultados obtidos serão submetidos à análise de variância, e as médias comparadas pelo teste de Tukey, ao nível de 5% de significância. As análises dos dados serão realizadas utilizando-se o pacote estatístico SAS.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Coordenador / Dari Celestino Alevs Filho - Integrante / Ivan Luís Brondani - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Dinâmica da pastagem de sorgo (Sorghum bicolor L. moench) e desempenho animal sob diferentes ofertas de lâminas foliares, Descrição: No Rio Grande do Sul a pastagem nativa representa a base forrageira para bovinos de corte durante o verão. Assim, para aumentar a produtividade do sistema de criação, é necessária a utilização de tecnologias alternativas, como exemplo, as pastagens cultivadas de verão. Estas, normalmente produzem alimentação de melhor qualidade e maior quantidade, melhorando os índices de produtividade do rebanho e aumentam a eficiência do uso das terras em sistemas de recria e engorda de bovinos. No Rio Grande do Sul, durante o verão, destacam-se a utilização do milheto (Pennisetum americanum L.) e do capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum), como alternativas para pastejo, além de espécies forrageiras para a confecção de silagens, como o milho (Zea mays) e o sorgo (Sorghum bicolor L. Moench). A utilização do sorgo para pastejo é muito restrita, principalmente no Rio Grande do Sul, podendo ser devido ao fato do seu manejo ser difícil, diminuindo o interesse dos produtores por esta alternativa. O sucesso do uso das forragens depende de fatores edafo-climáticos, do estádio de desenvolvimento das plantas, das características intrínsecas de cada cultivar, bem como da freqüência e intensidade de corte ou de pastejo, visto que quando o animal pasteja, exerce três diferentes efeitos sobre a pastagem: desfolha, excreção e pisoteio. O objetivo deste trabalho é determinar a oferta de forragem de sorgo (Sorghum bicolor L. Moench) que possibilite bom desenvolvimento forrageiro, associado ao bom desempenho animal, gerando dados que auxiliem sua utilização pelos produtores.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Viviane Santos da Silva - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2010 - 2015

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Bolsista CAPES, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2009 - 2009

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitoria, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

2007 - 2009

Universidade Federal da Santa Maria

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20

2016 - 2016

INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS CONCÓRDIA

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2016 - Atual

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (RS)

Vínculo: Instrutor, Enquadramento Funcional: Instrutor