Rachel Cruz Alves

Atualmente é Biomédica na Universidade Federal de Rondonópolis. Participa de projetos de pesquisas ligados a detecção e caracterização molecular de arboviroses de importância em saúde pública, e também acompanhamento de crianças diagnosticadas com Síndrome Congênita do Zika Virus. Possui graduação em Biomedicina pela Universidade Federal Fluminense (2008) e mestrado em Biologia Celular e Molecular pela Fundação Oswaldo Cruz (2011). . Tem experiência nas área de Morfologia, com ênfase em Citologia e Biologia Celular; Epidemiologia Molecular de Arboviroses (Flavivirus e Alphavirus), Técnicas de Biologia Molecular, Cultura de Células, Microscopia óptica e eletrônica.

Informações coletadas do Lattes em 26/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Biologia Celular e Molecular

2009 - 2011

Fundação Oswaldo Cruz
Título: Papel da fibronectina e seus receptores na interação fibroblasto de derme-Leishmania (Leishmania) amazonensis,Ano de Obtenção: 2011
Suzana Côrte-Real.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Fibronectina; Leishmania Leishmania amazonensis; Fibroblasto; VLA4; VLA5.Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.

Graduação em Biomedicina

2004 - 2008

Universidade Federal Fluminense
Título: Estudo da participação da fibronectina na interação fibroblasto de derme-Leishmania (Leishmania) amazonensis
Orientador: Suzana Côrte-Real Faria

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2020 - 2020

PROTOCOLOS DE MANEJO CLÍNICO DO CORONAVÍRUS (COVID-19). (Carga horária: 15h). , Ministério da Saúde, MS, Brasil.

2019 - 2019

écnicas de Análise Espacial Aplicadas à Vigilância em Saúde na Atenção Prim. (Carga horária: 80h). , Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.

2019 - 2019

Treinamento Operacional Equipamento CFX-96 e Kit ZDC. (Carga horária: 12h). , Bio-Rad Laboratórios Brasil, BIO-RAD, Brasil.

2019 - 2019

Workshop DivulgaMicro on Science Communication and Outreach. (Carga horária: 3h). , American Society For Microbiology, Estados Unidos.

2018 - 2018

Metodologia Ativa de Avaliação. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.

2017 - 2017

O Fazer da Saúde Indígena. (Carga horária: 60h). , Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.

2017 - 2017

Saúde das Populações do Campo, da Floresta e das Águas. (Carga horária: 45h). , Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.

2017 - 2017

Gerenciamento de Rotinas Administrativas. (Carga horária: 45h). , Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.

2017 - 2017

Planejamento Estratégico. (Carga horária: 60h). , Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.

2017 - 2017

Delineando um projeto de pesquisa. (Carga horária: 60h). , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2017 - 2017

LICITAÇÃO E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS. (Carga horária: 45h). , Universidade Federal do Maranhão, UFMA, Brasil.

2016 - 2016

Hanseníase na Atenção Básica. (Carga horária: 30h). , Ministério da Saúde, MS, Brasil.

2016 - 2016

Manejo Clínico de Chikungunya. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.

2016 - 2016

Iniciação ao Serviço Público. (Carga horária: 60h). , Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.

2016 - 2016

Zika: Abordagem clínica na atenção básica. (Carga horária: 45h). , Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.

2014 - 2014

Capacitação em Língua Brasileira de Sinais - Libras. (Carga horária: 120h). , Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.

2008 - 2008

Biotecnologia Aplicada a Saúde. (Carga horária: 70h). , Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.

2007 - 2007

Biossegurança nos serviços de saúde. (Carga horária: 12h). , Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.

2003 - 2006

INGLÊS. (Carga horária: 190h). , Fisk Idiomas, FISK, Brasil.

2005 - 2005

Alterações das Funções Endócrinas em Situações Esp. (Carga horária: 8h). , Federação das Sociedades de Biologia Experimental, FeSBE, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Citologia e Biologia Celular.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Molecular e de Microorganismos.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Biologia e Fisiologia dos Microorganismos/Especialidade: Virologia.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SILVA, M. A. B. D. ; MONTEIRO, A. ; FIGUEIREDO, A. E. V. L. D. ; SUDRE, G. A. ; PAVONI, J. H. C. ; MELO, L. V. L. ; FERREIRA, M. D. ; FERNANDE, W. V. B. ; CARVALHO, A. G. D. ; LUZ, J. G. G. ; ROMA, J. H. F. ; CASTRO, L. S. ; SOUSA JUNIOR, T. D. S. ; ALVES, R C . I Simpósio de Medicina. 2015. (Outro).

SILVA, M. A. B. D. ; MONTEIRO, A. ; FIGUEIREDO, A. E. V. L. D. ; SUDRE, G. A. ; PAVONI, J. H. C. ; MELO, L. V. L. ; FERREIRA, M. D. ; FERNANDE, W. V. B. ; CARVALHO, A. G. D. ; LUZ, J. G. G. ; ROMA, J. H. F. ; CASTRO, L. S. ; SOUSA JUNIOR, T. D. S. ; ALVES, R C . I Simpósio de Medicina. 2015. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

55 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, XXVI Congresso da Sociedade Brasileira de Parasitologia, 34 Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 22 Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. 2019. (Congresso).

XXX Brazilian Congress of Virology & XIV Mercosur Meeting of Virology. Avaliador. 2019. (Congresso).

XXX Brazilian Congress of Virology & XIV Mercosur Meeting of Virology. Molecular Detection of Yellow Fever Virus in Human Samples, Central West, 2018. 2019. (Congresso).

III Simpósio de Medicina de Rondonópolis - Urgência e Emergência: Correndo Contra o Tempo. 2018. (Simpósio).

I Simpósio de Medicina de Rondonópolis: Atualização em Hipertensão Arterial.Perfil Epidemiológico da Dengue no Sul do Estado do Mato Grosso, Brasil (2008-2012). 2015. (Simpósio).

Simpósio de Oncobiologia. 2012. (Simpósio).

Jornada Anual de Iniciação Científica do Instituto Oswaldo Cruz.Estudo da participação de receptores para Fc e fibronectina na interação fibroblastos- Leishmania (Leishmania) amazonensis. 2008. (Outra).

XVI Reunião Anual de Iniciação Científica.Estudo da participação de receptores para Fc e fibronectina na interação fibroblastos- Leishmania (Leishmania) amazonensis. 2008. (Outra).

XXIII Annual Meeting of the Brazilian Society of Protozoology/ XXXIV Annual Meeting on Basic Research in Chagas Disease. Analysis of fibronectin participation in dermal fibroblast-Leishmania (Leishmania) amazonensis interaction. 2008. (Congresso).

Jornada Anual de Iniciação Científica do Instituto Oswaldo Cruz.Estudo sobre a participação de receptores para Fc e Fibronetina na interação Fibroblastos-Leishmania (L.) amazonensis. 2007. (Outra).

XV Reunião Anual de Iniciação Científica.Estudo da participação de receptores para Fc e fibronectina na interação fibroblastos-Leishmania (L.) amazonensis. 2007. (Outra).

XIV Reunião Anual de Iniciação Científica.Estudo sobre a participação de receptores para Fc e Fibronectina na interação Fibroblastos- Leishmania Leishmania Amazonensis. 2006. (Encontro).

XX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FeSBE. 2005. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Camila Barreto Guerra

CÔRTE-REAL, S.; CARVALHO, L. O. P.;GUERRA, C.B.; CALABRESE, K. S.. Estudo da participação da fibronectina na interação fibroblasto de derme-Leishmania (Leishmania) amazonensis.. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal Fluminense.

Saulo Cabral Bourguignon

BOURGUIGNON, SC; BOURGUIGNON, S C;CORTE-REAL, Suzana; Kalabrese K.S.. Análise da infecção de fobroblasto de derme por leishmania amazonensis. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal Fluminense.

Vinícius Cotta de Almeida

Cotta-de-Almeida V; PEREIRA, M. C. S.; SANTOS, D. O.. Papel da fibronectina e seus receptores na interação fibroblasto de derme-Leishmania (Leishmania) amazonensis. 2011. Dissertação (Mestrado em Biologia Celular e Molecular) - Fundação Oswaldo Cruz.

Dilvani Oliveira Santos

SANTOS, D. O.; C. Miriam. Estudo da participação de receptores para complemento tipo 1 e tipo 3, receptores para Fc e para fibronectina na interação fibroblasto de derme-Leishmania (Leishmania) amazonensis,. 2011. Dissertação (Mestrado em Biologia Celular e Molecular) - FIOCRUZ - IOC.

SUZANA CÔRTE-REAL FARIA

Côrte-Real, S.Calabrese KSBOURGUIGNON, S. C.. Análise da infecção de fibroblastos de derme por Leishmania (Leishmania) amazonensis. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal Fluminense.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Maria Angelica Guzman-Silva

Estudo morfo-funcional de músculo esquelético e fígado em ratas castradas submetidas a terapia hormonal após uso de anticoncepcional hormonal na vida reprodutiva; Início: 2012; Orientação de outra natureza; Universidade Federal Fluminense; (Orientador);

Dilvani Oliveira Santos

Efeito de derivados sintéticos de amidinas-tieno-piridinas sôbre Leishmania amazonensis; 2005; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Dilvani Oliveira Santos;

Luiz Otávio Pereira Carvalho

Participação de receptores pra fibronectina e laminina na interação de fibroblastos com Leishmania (L; ) amazonensis; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Instituto Oswaldo Cruz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Luiz Otávio Pereira Carvalho;

SUZANA CÔRTE-REAL FARIA

Papel da fibronectina e seus receptores na interação fibroblastos de derme de camundongo com Leishmania (L) amazonensis; 2011; Dissertação (Mestrado em Pós-graduação em Biologia Celular e Molecular) - Instituto Oswaldo Cruz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Suzana Côrte-Real Faria;

SUZANA CÔRTE-REAL FARIA

Estudo da participação de receptores para complemento tipo I e tipo III, para porção Fc de imunoglobulinas e para fibronectina na interação fibroblastos de derme- Leishmania (Leishmania) amazonensis; ; 2008; Dissertação (Mestrado em Pós-graduação em Biologia Celular e Molecular) - Instituto Oswaldo Cruz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Suzana Côrte-Real Faria;

SUZANA CÔRTE-REAL FARIA

Análise da interação de fibroblastos de derme por Leishmania (L; ) amazonensis; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Suzana Côrte-Real Faria;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • ROMA, JOSÉ HENRIQUE FRANCISCO ; ALVES, RACHEL CRUZ ; SILVA, VANESSA SIANO DA ; FERREIRA, MARCIO JOSÉ ; ARAÚJO, CLAUDINÉIA DE ; PAVONI, JULIANA HELENA CHAVÉZ . Descriptive study of suspected congenital Zika syndrome cases during the 2015-2016 epidemic in Brazil. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA , v. 52, p. 01-08, 2019.

  • ALVES, R C ; CASTRO, L. S. ; ROMA, J. H. F. ; LUZ, J. G. G. ; CARVALHO, A. G. D. ; Goulart, LS ; Araujo, C ; CHAVEZ-PAVONI, J. H. . DENGUE EPIDEMIOLOGICAL PROFILE IN THE SOUTHERN STATE OF MATO GROSSO, BRAZIL (2008-2012). REVISTA DE PATOLOGIA TROPICAL (IMPRESSO) , v. 46, p. 23-34, 2017.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

ALVES, Rachel Cruz ; GUERRA, C. B. ; ARNEZ, L. E. A. ; MACEDO, A. B. R. B. ; MARQUES, C. S. ; SOUZA, C. R. ; COVAS, C. J. F. ; SANTOS, D. S. ; VERGARA, F. M. F. ; PEREIRA, I. R. ; LIMA, N. S. ; MUNO, R. M. ; BORNSTEIN, V. A. U. ; AMARO FILHO, S. M. ; Rubem Menna-Barreto . Imunologia de doenças infecciosas e parasitárias. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

ALVES, Rachel Cruz ; ARNEZ, L. E. A. ; GUERRA, C. B. ; MUNO, R. M. ; PEREIRA, I. R. ; VERGARA, F. M. F. ; Neves, P ; Vilar, G ; Rubem Menna-Barreto . Imunologia de Doneças Infecciosas e Parasitárias. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

ALVES, Rachel Cruz . Microscopia de fluorescência e Microscopia confocal. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

ALVES, Rachel Cruz . Ensaios de Endocitose: Detecção de filamentos de actina. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

ALVES, Rachel Cruz ; AMARO FILHO, S. M. ; ARNEZ, L. E. A. ; BORNSTEIN, V. A. U. ; GUERRA, C. B. ; LIMA, N. S. ; MACEDO, A. B. R. B. ; MARQUES, C. S. ; MUNO, R. M. ; PEREIRA, I. R. ; SANTOS, D. S. ; SOUZA, C. R. ; VERGARA, F. M. F. ; COVAS, C. J. F. ; Rubem Menna-Barreto . Imunologia de doenças infecciosas e parasitárias. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

Anissa Daliry ; Bárbara Lago ; GUERRA, C. B. ; Cynthia Cascabulho ; Lucia Elena Alvarado ; Pedro Paulo Manso ; ALVES, Rachel Cruz ; Rubem Menna-Barreto ; Helene Santos Barbosa . Novas perspectivas do estudo da biologia. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Anissa Daliry ; Bárbara Lago ; GUERRA, C. B. ; Cynthia Cascabulho ; Lucia Elena Alvarado ; Pedro Paulo Manso ; ALVES, Rachel Cruz ; Rubem Menna-Barreto ; Helene Santos Barbosa . Novas Perspectivas do Estudo da Biologia. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Síndrome da Infecção Congênita pelo Zika Vírus: Detecção, Avaliação e Acompanhamento da Gestação, Nascimento e Desenvolvimento, Descrição: A síndrome congênita do zika (SCZV) é caracterizada por um padrão único de defeitos congênitos encontrados entre fetos e bebês infectados com o zika vírus (ZIKV) durante a gravidez. Na SCZV, os bebês afetados podem apresentar microcefalia grave, tecido cerebral reduzido, alterações oftalmológicas e auditivas, distúrbios articulares e também excesso de tônus muscular, entre outras alterações. Como o ZIKV foi recentemente introduzido em nosso país, estudos que associem a infecção na gestação com a presença de malformações congênitas são essenciais para uma melhor definição da SCZV. Além disso, verificar a progressão do quadro das crianças afetadas é fundamental para se estabelecer um possível prognóstico dos casos. Nesse sentido, o presente projeto objetiva realizar uma análise retrospectiva dos casos de SCZV notificados no sul do Mato Grosso. Essa análise levará em consideração informações epidemiológicas e os dados clínicos das mães e dos bebês afetados pelo ZIKV. Em um cenário prospectivo, será realizada para futuros casos notificados a mesma análise, com a possibilidade de realização de exames laboratoriais para confirmar a infecção. Além disso, este estudo pretende analisar as informações do acompanhamento pediátrico de crescimento e desenvolvimento das crianças afetadas. Os participantes do estudo retrospectivo poderão ter os dados clínicos do acompanhamento pediátrico analisados por um período de até 48 meses. Já a análise de dados dos participantes do estudo prospectivo será realizada em até 24 meses após o nascimento. Dessa forma, este projeto é de grande importância para fornecer informações acerca manejo adequado de casos confirmados de infecção ZIKV em gestantes. Além disso, o estudo poderá fornecer dados relevantes no que tange aos aspectos epidemiológicos, diagnóstico laboratorial preciso, crescimento e desenvolvimento das crianças afetadas pelo ZIKV durante a gestação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rachel Cruz Alves - Integrante / Juliana Helena Chávez Pavoni - Coordenador / José Henrique Francisco Roma - Integrante / Ludiele Souza Castro - Integrante / Vanessa Siano Silva - Integrante / Claudinéia de Araújo - Integrante / Márcio José Ferreira - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

  • 2017 - Atual

    Padronização e Uso de Métodos Laboratoriais para Confirmação do Diagnóstico Clínico de Zika vírus, Descrição: Em Abril de 2015, o vírus Zika (ZIKV) foi primeiramente identificado no Brasil, a partir de pacientes com doença febril aguda exantemática. Logo, a infecção em gestantes foi associada ao surgimento de casos de microcefalia. O tamanho do surto e a severidade ligada à transmissão congênita levou a Organização Mundial de Saúde a declarar, em fevereiro de 2016, a infecção por ZIKV como uma emergência em saúde pública de importância internacional. Clinicamente, oitenta por cento dos pacientes infectados são assintomáticos, enquanto os demais apresentam um quadro de doença febril aguda exantemática, que pode ser confundido com outras arboviroses como Dengue (DENV) e Chikungunia (CHIKV). Dessa forma, o diagnóstico laboratorial é imprescindível para confirmação da suspeita clínica, especialmente no acompanhamento de gestantes com risco para a síndrome congênita relacionada ao ZIKV. Laboratorialmente, o diagnóstico da infecção por ZIKV compreende técnicas moleculares e sorológicas, as quais devem ser realizadas em diferentes momentos da infecção. O genoma do ZIKV pode ser detectado por métodos moleculares específicos logo nos primeiros dias após início dos sintomas, enquanto a detecção de anticorpos por sorologia tarda um pouco mais e pode apresentar reação cruzada com outros vírus, como DENV. Portanto, o presente estudo visa a padronização e uso de técnicas moleculares (reação em cadeia da polimerase) e sorológicas (ensaio imunoenzimático e soroneutralização) para confirmação de casos suspeitos de ZIKV. Uma vez padronizadas, tais técnicas serão comparadas com testes de referência, podendo representar uma alternativa diagnóstica para direcionar o acompanhamento e manejo clínico da infecção... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rachel Cruz Alves - Integrante / Juliana Helena Chávez Pavoni - Coordenador / José Henrique Francisco Roma - Integrante / Ludiele Souza Castro - Integrante / Letícia Silveira Goulart - Integrante / Vanessa Siano Silva - Integrante / Claudinéia de Araújo - Integrante / Márcio José Ferreira - Integrante / Renata D SLHESSARENKO - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Investigação de Arboviroses em Pacientes com Doença Febril Aguda Exantemática e Suspeita de Dengue no Sul do Estado de Mato Grosso, Descrição: As arboviroses são doenças virais que envolvem complexos ciclos entre vertebrados e vetores artrópodes hematófagos, principalmente mosquitos e carrapatos. Dentre as arboviroses, aquelas transmitidas por mosquitos e causadas por Flavivirus e Alphavirus são as mais importantes causadoras de surtos e epidemias. A exemplo disso podem ser citadas as epidemias de dengue e febre amarela. Atualmente, entre as arboviroses existentes no país, a de maior importância em saúde pública é a dengue, com grande número de casos em muitas regiões brasileiras, sendo que as manifestações graves da doença podem ocasionar a morte e são associadas à circulação de diferentes sorotipos virais, fato que causa grande preocupação das autoridades sanitárias. Além disso, outros vírus como os da Febre Amarela, Mayaro, Encefalite de Saint Louis e Chikungunia também estão relacionados a surtos e epidemias no Brasil e, portanto, representam ameaças sanitárias expressivas. Recentemente, o vírus Zika foi introduzido no país causando extensa e devastadora epidemia, sendo associado a casos de microcefalia em gestantes, além de graves manifestações neurológicas. De maneira geral, as arboviroses causam quadros de doença febril aguda com ou sem a presença de exantemas, os quais são clinicamente muito semelhantes, o que normalmente direciona o diagnóstico clínico para dengue. Neste sentido, o conhecimento dos arbovírus circulantes na região, através de técnicas moleculares, pode ser esclarecedor para o manejo clínico adequado, além de diagnosticar a presença de coinfecções. Desta forma este trabalho propõe a investigação da presença de Flavivirus e Alphavirus em pacientes com quadro de doença febril aguda com ou sem a presença de exantemas e suspeita de dengue no município de Rondonópolis-MT. Amostras de sangue e urina serão coletadas após a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) pelos pacientes incluídos no estudo. Em seguida, as amostras serão processadas para pesquisa de genoma viral de Flavivirus e Alphavirus por RT-PCR, além da quantificação da carga viral. Os possíveis vírus identificados por essas metodologias terão seus genomas sequenciados, para confirmação e análise epidemiológica molecular. Por fim, será realizado uma associação entre o quadro clínico do paciente e o diagnóstico molecular realizado. Em suma, este projeto de pesquisa poderá contribuir com valiosas informações epidemiológicas acerca dos arbovírus que circulam em Rondonópolis, as quais podem auxiliar o diagnóstico e o manejo clínico de casos suspeitos de arboviroses com sintomatologia clínica presente.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rachel Cruz Alves - Integrante / Juliana Helena Chávez Pavoni - Coordenador / José Henrique Francisco Roma - Integrante / Ludiele Souza Castro - Integrante / Letícia Silveira Goulart - Integrante / Vanessa Siano Silva - Integrante / Claudinéia de Araújo - Integrante / Márcio José Ferreira - Integrante / Renata D SLHESSARENKO - Integrante.

  • 2014 - Atual

    DETECÇÃO E CARACTERIZACÃO DE DENGUE E OUTROS FLAVIVIRUS EM LARVAS DE MOSQUITOS DOS GÊNEROS AEDES E CULEX (DIPTERA, CULICIDAE) NA CIDADE DE RONDONÓPOLIS, MT., Descrição: As arboviroses são doenças com complexos ciclos entre vertebrados e vetores artrópodes hematófagos, principalmente mosquitos dos gênero Aedes e Culex. Dentre elas, a dengue merece grande destaque. Desta forma, o objetivo deste trabalho é investigar a presença de dengue e outros Flavivirus em larvas de mosquitos no município de Rondonópolis, MT. O presente projeto contribuirá com valiosas informações acerca da circulação dos diferentes sorotipos de dengue, além de outros vírus que circulam no município, com risco potencial à saúde da população local.. Integrantes: Juliana Helena Chávez-Pavoni - Coordenador / Erica Regina de Melo Panhan - Integrante / Cladinéia de Araújo - Integrante / Letícia Silveira Goulart - Integrante / Rachel Cruz Alvez - Integrante / Ludiele Souza Castro - Integrante / João GAbriel Guimarães Luz - Integrante / José Henrique Francisco Roma - Integrante / Aquilla Henrique Gonçalves Teixeira - Integrante / Paulo Adaias Piza - Integrante / Guilherme Resende Pioli - Integrante. Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso - Auxílio financeiro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rachel Cruz Alves - Integrante / Juliana Helena Chávez Pavoni - Coordenador / João Gabriel Guimarães Luz - Integrante / José Henrique Francisco Roma - Integrante / Ludiele Souza Castro - Integrante / Cladinéia de Araújo - Integrante / Letícia Silveira Goulart - Integrante / Aquilla Henrique Gonçalves Teixeira - Integrante / Paulo Adaias Piza - Integrante / Guilherme Resende Pioli - Integrante.

  • 2012 - 2013

    Estudo morfo-funcional de músculo esquelético e fígado em ratas castradas submetidas à terapia hormonal após uso de anticoncepcional hormonal na vida reprodutiva, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (2) . , Integrantes: Rachel Cruz Alves - Integrante / MARIA ANGÉLICA GUZMÁN-SILVA - Coordenador / HELENE NARA HENRIQUES BLANC - Integrante / Porphirio Jose Soares Filho - Integrante / Analucia Rampazzo Xavier - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Estudo sobre a participação de receptores para Fc e Fibronectina na interação de fibroblastos?Leishmania (L.) amazonensis, Descrição: Descrição: Em lesões induzidas por parasitos do gênero Leishmania, as células da derme infectadas têm importante papel nos momentos iniciais da infecção e na resposta inflamatória. A capacidade das espécies de Leishmania de invadir e sobreviver nas células do hospedeiro envolve a interação de moléculas da superfície do parasito e da célula hospedeira. Nosso objetivo é estudar, in vitro, a expressão e a participação de receptores para Fc e fibronectina, na interação de fibroblastos de derme com Leishmania (L.) amazonensis. Culturas primárias de fibroblasto de derme serão obtidas pela dissociação da pele de embriões de camundongos swiss webster. A partir da terceira passagem, os fibroblastos são utilizados nos experimentos de interação com o parasito na fase estacionária. A expressão e a participação desses receptores serão estudadas através das técnicas de imunoflourescência indireta, citometria de fluxo e imunocitoquímica ultra-estrutural. A contribuição deste trabalho consiste em mostrar a participação de alguns receptores de superfície no processo de invasão da L. (L.) amazonensis em fibroblastos de derme. Este estudo abre perspectiva de se investigar o papel de fibroblastos como células hospedeiras nas primeiras e últimas etapas da infecção in vivo.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Rachel Cruz Alves - Integrante / Suzana Corte-Real Faria - Coordenador / Vanessa de Souza Vaz - Integrante / Camila Barreto Guerra - Integrante / Luis Otávio Pereira Carvalho - Integrante / Katia da Silva Calabrese - Integrante / Andréia Henriques Pons - Integrante / Roger Magno Macedo Silva - Integrante / Carina de Lima Pereira dos Santos - Integrante / Mirian Claudia de Souza Pereira - Integrante.

  • 2006 - 2011

    Estudo da participação de receptores para Complemento tipo1 e tipo 3, receptores para Fc e para fibronectina na interação fibroblasto de derme-Leishmania (Leishmania) amazonensis, Descrição: Descrição: Nos estudos do processo de interação dos parasitos do gênero Leishmania com células hospedeiras, o principal modelo celular utilizado, in vitro, tem sido os macrófagos e seus receptores utilizados na interação com parasitos do gênero Leishmania. Entretanto, várias células de mamíferos, primárias ou de linhagens, mesmo as que não têm propriedade de fagocitose, podem ser infectadas por parasitos do gênero Leishmania. Dados da literatura mostram que fibroblastos de derme (FD) podem abrigar este parasito na fase inicial da infecção e, principalmente, na fase crônica latente, evidenciando o papel destas células como mecanismo de escape para o parasito e manutenção da infecção. Receptores localizados na superfície da célula hospedeira são relevantes na infecção possibilitando a adesão do parasito, e subseqüente internalização por fagocitose. Neste contexto, há um grande empenho em definir estas moléculas como possíveis alvos terapêuticos para o tratamento da leishmaniose. Nosso objetivo é estudar a participação dos receptores para complemento tipo 1 (CR1) e tipo 3 (CR3), receptores para Fc e receptores para fibronectina na interação FD-L. (L.) amazonenis. Para responder estas questões, serão utilizados FDs provenientes de culturas primárias de embriões de camundongo e FDs de linhagem, infectados com L. (L.) amazonensis. A modulação dos receptores que participam desta interação será determinada utilizando citometria de fluxo, western blot e dosagem de RNAm. E, para analisar a participação dos receptores na interação fibroblasto-L. (L.) amazonensis, serão utilizadas as técnicas de citoquímica e imunocitoquímica ultra-estrutural e de microscopia confocal. Esta abordagem é pioneira e abre perspectivas de se investigar quais receptores de superfície do FD interagem com os ligantes do parasito permitindo a invasão e posteriormente sua conversão em amastigotas... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Rachel Cruz Alves - Integrante / Suzana Corte-Real Faria - Coordenador / Vanessa de Souza Vaz - Integrante / Camila Barreto Guerra - Integrante / Luis Otávio Pereira Carvalho - Integrante / Katia da Silva Calabrese - Integrante / Roger Magno Macedo Silva - Integrante / Carina de Lima Pereira dos Santos - Integrante.

  • 2006 - 2010

    Avaliação, invivo e in vivo, da participação de receptores de superfície de membrana na interação de fibroblastos de derme e macrófagos com parasita do gênero Leishmania., Descrição: Descrição: Embora os macrófagos representem as principais células hospedeiras para Leishmania, os fibroblastos localizados no sítio da inoculação do parasita também podem abrigar este parasita uma vez que esta célula apesar de produzir NO através da ativação da iNOS, a quantidade liberada é significativamente menor quando comparada a quantidade de NO produzida pelos macrófagos. Sendo assim, os fibroblastos podem servir como um ambiente menos hostil e mais propício para a permanência temporária da Leishmania durante os primeiros momentos da infecção, servindo como mecanismo de escape para o parasita. Diversos trabalhos demonstram o papel dos fibroblastos no sistema imune da pele, onde atuam na primeira linha de defesa participando da resposta inflamatória. Entretanto, após estimulação por patógenos ou por mediadores inflamatórios como TNF- e IL-1 produzidos por outros tipos celulares presentes na pele, os fibroblastos são ativados e passam a produzir citocinas, quimiocinas e fatores de crescimento que podem agir de maneira autócrina ou parácrina amplificando a resposta inflamatória. Na fase crônica latente desta doença, fibroblastos de derme e de linfonodos se apresentaram parasitados, evidenciando o papel destas células como hospedeiras para a manutenção do parasita no mamífero mantendo assim a doença em forma latente. No presente projeto, padronizaremos alguns aspectos relevantes da interação fibroblastos-Leishmania investigando a participação de sistemas receptores/ ligantes na invasão in vitro e in vivo. Serão analizados os receptores para Toll ?Like?. O estudo a ser realizado com estes receptores valida-se devido a relatos na literatura que patógenos intracelulares são capazes de modular a expressão destes receptores em fagócitos não profissionais tais como células endoteliais e fibroblastos. Avaliação, in vivo e in vitro, da participação de receptores de superfície de membrana na interação de fibroblastos de derme e macrófagos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Rachel Cruz Alves - Integrante / Suzana Corte-Real Faria - Coordenador / Camila Barreto Guerra - Integrante / Luis Otávio Pereira Carvalho - Integrante / Katia da Silva Calabrese - Integrante / Patricia T Bozza - Integrante / Andréia Henriques Pons - Integrante / Roger Magno Macedo Silva - Integrante / Carina de Lima Pereira dos Santos - Integrante / Vanessa Alvaro Diniz - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Rondonópolis, Coordenação de Curso de Medicina/UFR. , Fundação Universidade Federal de Mato Grosso, Cidade Universitária, 78736900 - Rondonópolis, MT - Brasil, Telefone: (66) 34104004, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2014 - 2018

Universidade Federal de Mato Grosso

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Biomédica, Carga horária: 40

Atividades

  • 07/2014

    Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Medicina - Rondonópolis, .,Linhas de pesquisa

2012 - 2013

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Temporário, Carga horária: 20

Outras informações:
Professora Temporária das disciplinas de Patologia e processos Gerais e Citopatologia Clínica.

2012 - 2013

Grupo de Ensino Luna Carrascosa

Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 9

Outras informações:
Professora do Curso Técnico de Análises Clínicas das disciplinas de Biossegurança, Citologia e Genética, Anatomia e Fisiologia, Ética e Legislação Profissional, Introdução a Bioquímica, Bioquímica e Biofísica, Introdução a Microbiologia e Imunologia.

2009 - 2011

Fundação Oswaldo Cruz

Vínculo: Bolsista de mestrado, Enquadramento Funcional: estudante, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2006 - 2009

Fundação Oswaldo Cruz

Vínculo: Aluno de Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Projeto: Estudo sobre a participação de receptores para Fc e Fibronectina na interação Fibroblasto- Leishmanina (L.) amazonensis Orientador: Suzana Côrte-Real Faria/ Laboratório de Biologia Estrutural/ Departamento de Ultraestrutura e Biologia Celular/ Instituto Oswaldo Cruz Co-orientador: Luiz Otavio Pereira Carvalho/ Laboratório de Imunomodulação/ Departamento de Protozoologia/ Instituto Oswaldo Cruz

2005 - 2006

Universidade Federal Fluminense

Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: estagiária, Carga horária: 0

Outras informações:
Estágio no Laboratório de Ativação Celular sob a orientação da Profa. Dilvani Oliveira Santos

2020 - Atual

Universidade Federal de Rondonopolis

Vínculo: Apoio ao enfrentamento COVID19, Enquadramento Funcional: Biomédica, Carga horária: 40

Outras informações:
Diagnóstico Molecular de Vírus Respiratórios (SARS-CoV-2).

2014 - Atual

Universidade Federal de Rondonopolis

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Biomédica, Carga horária: 40

Atividades

  • 01/2020

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Ciencias Exatas e Naturais/UFR, .,Cargo ou função, Gestor de Contrato.

  • 06/2019

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Coordenação de Curso de Medicina/UFR, .,Cargo ou função, Representante Técnico do Colegiado do Curso de Medicina.