Juliana Teixeira Fiquer

Possui graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo - USP (2005) e mestrado em Psicologia (Psicologia Experimental) pela USP (2006), com tema relacionado à Psicologia Positiva, com ênfase no bem-estar subjetivo e qualidade de vida de pessoas provenientes de diferentes cidades brasileiras. É doutora em Psicologia (Psicologia Experimental) pela USP (2010) na área de avaliação de comunicação não-verbal com técnicas etológicas em quadros psicopatológicos, tendo se especializado na análise de indicadores não-verbais em quadros depressivos no Centro Médico da Universidade de Groningen (University Medical Centre of Groningen), Holanda. Realizou pós-doutorado no Instituto de Psiquiatria da FMUSP (2015), com ênfase na intersecção entre Psiquiatria, Etologia e Psicologia, investigando a relação entre expressividade não-verbal, gravidade da depressão e resposta clínica. Atua na área de avaliação de pacientes psiquiátricos, atendimento clínico psicológico e docência (graduação e pós-graduação) em Psicologia. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Experimental, Etologia Humana e Saúde Mental. Atua principalmente nos seguintes temas: bem - estar, psicopatologia, métodos de registro e análise de comunicação não-verbal, motivação, emoção, além de trabalhar com pesquisas de desenvolvimento de instrumentos para avaliação de comportamentos expressivos e estados afetivos de amostras clínicas e não-clínicas.

Informações coletadas do Lattes em 21/12/2018

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Psicologia Experimental

2006 - 2010

Universidade de São Paulo
Título: Comunicação Não-Verbal e Depressão: uso de indicadores não-verbais para avalição de gravidade, melhora clínica e prognóstico
Orientador: Emma Otta (orientador) e Clarice Gorenstein (co-orientador)
com Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: depressão; comunicação não-verbal; teorias interpessoais da depressão; psicopatologia; neuropsicologia; diagnóstico. Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia. Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Psiquiatria.

Mestrado em Psicologia (Psicologia Experimental)

2005 - 2006

Universidade de São Paulo
Título: Bem-estar subjetivo: influência de variáveis pessoais e situacionais em auto-relato de afetos positivos e negativos,Ano de Obtenção: 2006
Emma Otta.Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: Felicidade; aprovação social; depressão; desenvolvimento humano; ambientes urbanos; gênero e envelhecimento. Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Experimental. Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia da Saúde e Saúde Mental. Setores de atividade: Saúde Humana; Desenvolvimento Urbano.

Especialização em Formação em Psicanálise

2006 - 2012

Instituto Sedes Sapientiae
Título: Tr@nsferênci@ e @dolescênci@: Uso da auto-expressão virtual no trabalho psicanalítico com adolescentes
Orientador: Ligia Valdes Gomez

Graduação em Psicologia

2001 - 2005

Universidade de São Paulo
Título: Bem-Estar Subjetivo e suas alterações ao longo da vida
Orientador: Emma Otta
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2012 - 2015

Pós-Doutorado. , Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, IPQ-HC, Brasil. , Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. , Grande área: Ciências Humanas, Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Psiquiatria. , Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Etologia Humana.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2013 - 2013

Writing in the Sciences (Online Course). , Stanford University, STANFORD, Estados Unidos.

2004 - 2004

Idéias de Lacan- Simbólico- Imaginário- Real. (Carga horária: 30h). , Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.

2003 - 2003

Extensão universitária em Transtornos do Humor. (Carga horária: 45h). , Faculdade de Medicina da USP, FMUSP, Brasil.

2003 - 2003

Psicologia Hospitalar. (Carga horária: 45h). , Hospital Público Municipal, HSPM, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Alemão

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia do Desenvolvimento Humano.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Tratamento e Prevenção Psicológica.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Experimental.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Clínica.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: PSICANÁLISE.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Simpósio 25 anos do LIM 23. 2013. (Simpósio).

Simpósio GRUDA 30 anos: "A Clínica dos Transtornos de Humor". 2013. (Simpósio).

XXI Conference on Human Ethology. Why is human ethology relevant to clinical psychology and psychiatry?. 2012. (Congresso).

III Congresso Brasileiro de Psicologia: Ciência e Profissão. Coordenação da mesa redonda: Avanços na compreensão da decodificação humana de estímulos Sócio-Emocionais: Influência de estilos cognitivos, estados afetivos momentâneos e psicopatologia no reconhecimento de emoções. 2010. (Congresso).

Simpósio Antidepressivos no século XXI: limites da terapêutica convencional. 2009. (Simpósio).

XXVII Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Mesa Redonda: Manifestações Físicas e Psicossociais nos transtornos mentais - Subtema: Comunicação interpessoal não-verbal na depressão. 2009. (Congresso).

XXXIX Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia. Aspectos Físicos, Psicológicos e Sociais da Depressão: Fatores de Risco e Prevalência de episódios depressivos em diferentes amostras populacionais. 2009. (Congresso).

XXXIX Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia. Comportamento Interpessoal não-verbal em pacientes deprimidos: comparação com controles saudáveis e alterações específicas de gênero. 2009. (Congresso).

Workshop on conciliatory processes. 2008. (Outra).

XIX Biennial Conference of the International Society for Human Ethology. Theory of Mind and affect: influences of positive and negative affect on the mental state decoding abilities of brazilian subjects. 2008. (Congresso).

XXIX International Congress of Psychology. A Brief Self-Report Scale on Positive and Negative Affect in Depressed and Nondepressed Subjects. 2008. (Congresso).

Palestra: Comunicação Não-Verbal na Depressão: uma abordagem etológica. 2007. (Outra).

XV Congresso Interno do Núcleo de Pesquisa em Neurociência e Comportamento. Alterações em auto-relatos de estado de ânimo em pacientes submetidos a tratamento com estimulação transcraniana por corrente contínua. 2007. (Congresso).

XXXVII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia. Depressão em Foco: Avanços Teóricos, Metodológicos e de Tratamento - Alterações em auto-relatos de estado de ânimo em pacientes depressivos submetidos a tratamento com estimulação transcraniana por corrente contínua. 2007. (Congresso).

Simpósio: Regulação da Resposta Emocional e Neuroproteção: Pesquisas Recentes. 2006. (Simpósio).

VII Jornada de Alunos e Ex-alunos do Departamento Formação em Psicanálise.."Paixões que Alucinam" - Explorações sobre a concepção freudiana de inconsciente. 2006. (Outra).

III Mostra de Estágios do Centro de Psicologia Aplicada ao Trabalho (CPAT) do IPUSP.III Mostra de Estágios do Centro de Psicologia Aplicada ao Trabalho (CPAT). 2005. (Encontro).

IV Congresso Norte Nordeste de Psicologia. Avaliação do Bem-estar subjetivo e de suas alterações ao longo da vida: Estudo da Influência de variáveis situacionais, de gênero e de religiosidade sobre relatos de bem-estar subjetivo e qualidade de vida. 2005. (Congresso).

V Congresso Brasileiro de Psicologia do Desenvolvimento. Alterações em Relatos de Estado de Ânimo ao longo do ciclo de vida. 2005. (Congresso).

12o. Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP.Bem-estar subjetivo e suas alterações ao longo da vida. 2004. (Simpósio).

I Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica e IX Conferência Internacional de Avaliação Psicológica. I Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica e IX Conferência Internacional de Avaliação Psicológica: Formas e Contextos. 2003. (Congresso).

I Congresso Brasileiro de Saúde Mental e Qualidade de Vida em Nefrologia. I Congresso Brasileiro de Saúde Mental e Qualidade de Vida em Nefrologia. 2003. (Congresso).

III Congresso Norte-Nordeste de Psicologia. III Congresso Norte-Nordeste de Psicologia. 2003. (Congresso).

IV Congresso Brasileiro de Psicologia do Desenvolvimento. Bem-estar subjetivo e suas alterações ao longo da vida. 2003. (Congresso).

X ENPAH - Encontro Nacional de Psicólogos da Área Hospitalar.X ENPAH - Encontro Nacional de Psicólogos da Área Hospitalar. 2003. (Encontro).

XVI Congresso Brasileiro de Cancerologia e XIII Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica. XVI Congresso Brasileiro de Cancerologia e XIII Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica. 2003. (Congresso).

Encontro Regional de Estudantes de Psicologia do Estado de São Paulo.V Encontro Regional de Estudantes de Psicologia do Estado de São Paulo. 2002. (Encontro).

Simpósio Internacional Realidade Real.Simpósio Internacional Realidade Irreal :. 2002. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Barbara Schwair Nogueira

FIQUER, JULIANA TEIXEIRA; Fragas Jr., R.; BRUNONI, A. R.. Características de Temperamento e Caráter no Transtorno Depressivo Maior: um estudo transversal. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Comportamento) - Instituto de Psicologia da Universidadede São Paulo.

Aluno: Elaine Aparecida Dacol Henna

FIQUER, J. T.; Zilberman, M.L.; Serafim, A.P.; Moreira, D.F.; Caetano, S. C.. Relação entre temperamento, caráter e bem-estar subjetivo: estudo em uma amostra de sujeitos saudáveis. 2011. Tese (Doutorado em Psiquiatria) - Faculdade de Medicina da USP.

Aluno: Antônio Reis de Sá Júnior

FIQUER, JULIANA TEIXEIRA; Louzã Neto, M.R.; Fragas Jr., R.. Aplicação da Teoria de Resposta ao Item na análise de diferença de gênero de sintomas depressivos na população universitária brasileira. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Psiquiatria) - Faculdade de Medicina da USP.

Aluno: Barbara Schwair Nogueira

FIQUER, JULIANA TEIXEIRA; Fragas Jr., R.; BRUNONI, A. R.. Características de Temperamento e Caráter no Transtorno Depressivo Maior: um estudo transversal. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Comportamento) - Instituto de Psicologia da Universidadede São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Vera Silvia Raad Bussab

Bussab, V. S. R.; TEIXEIRA, R.P.. Bem-estar subjetivo: influência de variáveis pessoais e situacionais em auto-relato de afetos positivos e negativos. 2006. Dissertação (Mestrado em Psicologia (Psicologia Experimental)) - Universidade de São Paulo.

Vera Silvia Raad Bussab

OTTA, E.Bussab, V. S. R.. Bem estar subjetivo: influência de variáveis pessoais e situacionais em auto-relato de afetos positivos e negativos. 2006. Dissertação (Mestrado em Psicologia (Psicologia Experimental)) - Universidade de São Paulo.

Ricardo Alberto Moreno

MORENO, R. A.. Comunicação não-verbal e depressão: uso de indicadores não-verbais para avaliação de gravidade, melhora clínica e prognóstico.. 2011. Tese (Doutorado em Psicologia Experimental) - Universidade de São Paulo.

Renata Plaza Teixeira

OTTA, EmmaTEIXEIRA, R. P.; BUSSAB, Vera Silvia Raad. Participação de Banca Examinadora de Qualificação de Mestrado - Título do projeto: Influência de variáveis pessoais e situacionais em auto-relato de afetos positivos e negativos. 2006. Dissertação (Mestrado em Psicologia (Psicologia Experimental)) - Universidade de São Paulo.

Daniel Fuentes Moreira

FUENTES, D; BOGGIO, P. S.; MEYER, S. B.;GORENSTEIN, Clarice. Comunicação não-verbal e depressão: uso de indicadores não-verbais para avaliação de gravidade, melhora clínica e prognóstico.. 2011. Tese (Doutorado em Psicologia Experimental) - Universidade de São Paulo.

SONIA BEATRIZ MEYER

Clarice Gorenstein; Paulo Sérgio Boggio; Daniel Fuentes Moreira; Ricardo Alberto Moreno;MEYER, S. B.. Comunicação não-verbal e depressão: uso de indicadores não-verbais para avaliação de gravidade, melhora clínica e prognóstico. 2011. Tese (Doutorado em Psicologia Experimental) - Universidade de São Paulo.

Paulo Sérgio Boggio

GORENSTEIN, C.; MEYR, S. B.; MORENO, R. A.; MOREIRA, D. F.;BOGGIO, P. S.. Comunicação não-verbal e depressão: uso de indicadores não-verbais para avaliação de gravidade, melhora clínica e prognóstico. 2011. Tese (Doutorado em Psicologia Experimental) - Universidade de São Paulo.

Paulo Sérgio Boggio

OTTA, E.GORENSTEIN, C.BOGGIO, P. S.. Comunicação não-verbal e depressão: uso de indicadores não-verbais para avaliação de gravidade, de prognóstico e de melhora clínica em quadros de depressão. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Psicologia Experimental) - Universidade de São Paulo.

CLARICE GORENSTEIN

GORENSTEIN, C.MORENO, R. A.FUENTES, DanielBOGGIO, P. S.; MEYER, S. B.. Comunicação não-verbal e depressão: uso de indicadores não-verbais para avaliação de gravidade, melhora clínica e prognóstico. 2011. Tese (Doutorado em Neurociências e Comportamento) - Instituto de Psicologia da Usp.

CLARICE GORENSTEIN

GORENSTEIN, C.BOGGIO, P. S.OTTA, E.. Comunicação não verbal e depressão: uso de indicadores não-verbais para avaliação de gravidade, de prognóstico e de melhora clínica em quadros de depressão. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Neurociências e Comportamento) - Instituto de Psicologia da Usp.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Thiago Mazzoli Pedroso de Moraes

Desenvolvimento da versão brasileira da Escala de Níveis de Consciência Emocional (LEAS): elaboração do teste e manual de correção; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Juliana Teixeira Fiquer;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Emma Otta

Um estudo sobre a PANAS em depressivos e população não clinica; 2006; Dissertação (Mestrado em Psicologia (Psicologia Experimental)) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Emma Otta;

Emma Otta

Comunicação não-verbal e depressão: uso de indicadores não-verbais para avaliação de gravidade, melhora clínica e prognóstico; 2011; Tese (Doutorado em Psicologia Experimental) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Emma Otta;

Emma Otta

PANAS como um instrumento para avaliação de estados afetivos positivos e negativos; 2004; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Emma Otta;

CLARICE GORENSTEIN

Início: 2012; Instituto de Psiquiatria HCFMUSP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo;

CLARICE GORENSTEIN

Comunicação não-verbal e depressão: uso de indicadores não-verbais para avaliação de gravidade, melhora clínica e prognóstico; 2011; Tese (Doutorado em Neurociências e Comportamento) - Neurociências e Comportamento, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Clarice Gorenstein;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • 2017 CANALES, JANETTE Z. ; FIQUER, JULIANA T. ; CAMPOS, RODOLFO N. ; SOEIRO-DE-SOUZA, MÁRCIO GERHARDT ; MORENO, RICARDO ALBERTO . Investigation of associations between recurrence of major depressive disorder and spinal posture alignment: A quantitative cross-sectional study. GAIT & POSTURE , v. 52, p. 258-264, 2017.

  • 2017 FIQUER, JULIANA TEIXEIRA ; MORENO, RICARDO ALBERTO ; CANALES, JANETTE Z. ; CAVALCANTI, ANDRE ; GORENSTEIN, CLARICE . Is nonverbal behavior in patients and interviewers relevant to the assessment of depression and its recovery? A study with Dutch and Brazilian patients. PSYCHIATRY RESEARCH , v. 250, p. 59-64, 2017.

  • 2017 FERNANDES, RAQUEL A. ; FIQUER, JULIANA T. ; GORENSTEIN, CLARICE ; RAZZA, LAIS BORALLI ; FRAGUAS, RENÉRIO ; BORRIONE, LUCAS ; BENSEÑOR, ISABELA M. ; LOTUFO, PAULO A. ; DANTAS, EDUARDO MIRANDA ; CARVALHO, ANDRE F. ; BRUNONI, ANDRÉ R. . Nonverbal behaviors are associated with increased vagal activity in major depressive disorder: Implications for the polyvagal theory. JOURNAL OF AFFECTIVE DISORDERS , v. 209, p. 18-22, 2017.

  • 2016 FIQUER, JULIANA TEIXEIRA . Nonverbal Behavior in Psychopathological Conditions. Acta Psychopathologica , v. 02, p. 9-9, 2016.

  • 2013 FIQUER, JULIANA TEIXEIRA ; BOGGIO, PAULO SÉRGIO ; GORENSTEIN, CLARICE . Talking bodies: Nonverbal behavior in the assessment of depression severity. Journal of Affective Disorders (Print) , v. 150, p. 1114-1119, 2013.

  • 2010 Canales, J. Z. ; Cordás, T.A. ; FIQUER, J. T. ; CAVALCANTI, A. ; Moreno, R. A. . Postura e imagem corporal em indivíduos com depressão: um estudo controle. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso) , v. 32, p. 375-380, 2010.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

FIQUER, JULIANA TEIXEIRA ; Gattaz, W. ; Gabriel Alvez . Gestos e postura ajudam a detectar e avaliar depressão. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento da versão brasileira da Escala de Níveis de Consciência Emocional (LEAS): elaboração do teste e manual de correção, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Clarice Gorenstein em 10/12/2012., Descrição: Consciência emocional é a capacidade de reconhecer, diferenciar e descrever a própria emoção e a de outras pessoas, que contribui para a adaptação social. Para medir diferenças individuais na consciência emocional dos indivíduos, foi criado um instrumento nos EUA, nomeado de LEAS (Levels of Emotional Awareness Scale - Escala de Avaliação dos Níveis de Consciência Emocional). O LEAS contém situações interpessoais que estimulam o respondente a descrever emoções próprias e de outros, e tem se mostrado associado a importantes resultados clínicos (ex. realização de psicodiagnósticos e avaliação de melhora clínica). Não existe uma versão do LEAS para aplicação na população brasileira. O objetivo da presente pesquisa é desenvolver uma versão adaptada e válida do teste e do manual de correção para uso em contextos clínicos e não-clínicos no Brasil. Participarão da pesquisa 160 indivíduos, entre 18 e 65 anos, de ambos os sexos, incluindo: a) voluntários saudáveis previamente selecionados para pesquisas em andamento no Instituto de Psiquiatria (IPq) do HC-FMUSP; b) pacientes com diagnóstico de depressão maior, em tratamento no Grupo de Estudos de Doenças Afetivas do IPq-HC-FMUSP. Será realizada seleção de termos para constituição do glossário do manual de correção; adaptação adicional do teste (quando necessária); e avaliação das propriedades psicométricas da versão final do instrumento. Considera-se que o desenvolvimento da versão brasileira do LEAS auxiliará a realização de pesquisas nacionais focadas no processamento emocional humano. Também poderá ajudar profissionais da saúde na avaliação diagnóstica, elaboração de tratamentos e mensuração de melhora clínica de pacientes brasileiros com distúrbios afetivos. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Juliana Teixeira Fiquer - Integrante / Clarice Gorenstein - Coordenador / Thiago Mazzoli Pedroso de Moraes - Integrante.

  • 2006 - Atual

    Comunicação Não-Verbal e Depressão: uso de indicadores não-verbais para avalição de gravidade, melhora clínica e prognóstico, Descrição: Depressão é um transtorno de humor de alta prevalência e repercussões negativas para o indivíduo do ponto de vista físico, psicológico e social. Entre os múltiplos aspectos da doença ainda pouco investigados está o comportamento expressivo não-verbal que pode indicar emoções, pensamentos e intenções automáticos que ocasionam problemas interpessoais e piora da depressão. O objetivo deste projeto de pesquisa é investigar o papel da comunicação não-verbal como parâmetro para avaliar características diagnósticas, prognósticas e de melhora clínica da depressão. Para tanto, pacientes deprimidos, submetidos a diferentes condições de tratamento antidepressivo serão avaliados no pré e pós-tratamento através de medidas afetivas, neuropsicológicas e comportamentais. As avaliações comportamentais são baseadas em técnicas etológicas de registro e análise de comportamento não-verbal desenvolvidas por nosso grupo de pesquisa e por colaboradores do Centro Mëdico da Universidade de Groningen (Holanda).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Juliana Teixeira Fiquer - Coordenador / Emma Otta - Integrante / Clarice Gorenstein - Integrante / Erwin Geerts - Integrante / Wiel - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 7

  • 2003 - 2006

    Bem-estar subjetivo e suas alterações ao longo da vida: influência de variáveis pessoais e situacionais em auto-relato de afetos positivos e negativos, Descrição: Considerando a influência de estados emocionais sobre a saúde das pessoas, a presente pesquisa visou investigar o bem-estar subjetivo de homens e mulheres de quatro grupos etários (jovens, adultos, meia-idade e idosos), moradores de quatro diferentes cidades brasileiras (São Paulo-SP; Socorro-SP; João Pessoa-PB e Salvador - BA). No total, 331 pessoas participaram do estudo, respondendo escalas de afetos positivos e negativos. Foram testadas 3 teorias relacionadas ao efeito de idade sobre o bem-estar do individuo: 1) a teoria dos indicadores sociais, segundo a qual maior idade estaria associada a menor bem-estar, em função de declínio da saúde e perdas sociais ; 2) a teoria da seletividade socioemocional, segundo a qual maior idade pode estar relacionada a maior regulação de emoções, resultando em maior bem-estar, e 3) a teoria do set-point, segundo a qual o bem-estar é determinado por traços de personalidade dos indivíduos, sendo a idade irrelevante. Os resultados obtidos indicam que idosos ativos, tais como avaliados na pesquisa, apresentam maiores níveis de bem-estar em comparação com pessoas de faixas etárias mais jovens, corroborando a perspectiva da seletividade socio-emocional. Habitantes da cidade de São Paulo-SP apresentaram os menores índices de bem-estar em comparação com habitantes das outras cidades brasileiras. Do ponto de vista de relevância prática, consideramos que bem-estar é uma medida de qualidade de vida e a compreensão dos seus determinantes pessoais e situacionais é importante para políticas públicas que visem a saúde.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Juliana Teixeira Fiquer - Integrante / Emma Otta - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa., Número de produções C, T & A: 3

  • 2003 - Atual

    Qualidades Psicométricas da Escala Brasileira de Afetividade (EBA) em amostras clínicas e não-clínicas, Descrição: A experiência emocional humana é composta por duas grandes dimensões afetivas, denominadas Afetos Positivos (AP) e Afetos Negativos (AN). O registro das dimensões afetivas pode contribuir para a compreensão de reações emocionais presentes em quadros psicopatológicos e estados de ânimo saudáveis. O objetivo da presente pesquisa é o desenvolvimento de um instrumento breve e simples de mensuração de afetos em amostras clínicas e não-clinicas. Este instrumento, denominado de EBA (Escala Breve de Afetividade) vem sendo avaliado com relação à sua aplicabilidade em amostras de indivíduos sem doenças psiquiátricas e indivíduos deprimidos. Os resultados iniciais tem se mostrado promissores, no sentido de indicar consistência da EBA para avaliação de ambas dimensões afetivas. Consideramos que o desenvolvimento de instrumentos breves de mensuração de experiência emocional pode auxiliar em contextos nos quais a brevidade é fundamental, tais como pesquisas populacionais focadas em fatores afetivos e serviços públicos de saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Juliana Teixeira Fiquer - Coordenador / Emma Otta - Integrante / Clarice Gorenstein - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo. , RUA. DR. OVÍDIO PIRES DE CAMPOS, 785 (lim-23; térreo), 01060-970 - Sao Paulo, SP - Brasil, Telefone: (11) 26616958

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2011 - 2012

    Centro Universitário Padre Anchieta, UniAnchieta

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Docente de Curso Superior em Psicologia, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Docente responsável pelas disciplinas de Psicopatologia I e II ministradas para o curso superior de Psicologia.

  • 2007 - 2008

    Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo

    Vínculo: Estágio de Capacitação, Enquadramento Funcional: Estagiário de Capacitação em Serviço, Carga horária: 18

    Outras informações:
    Estágio de Capacitação em Serviço - Modalidade: Atividade Profissional Supervisionada no Núcleo de Estudos e Pesquisa em Psiquiatria Forense e Psicologia Jurídica (NUFOR) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Carga horária cumprida: 960 horas.

    Atividades

    • 02/2007 - 02/2008

      Estágios , Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, .,Estágio realizado, Estágio de capacitação em Serviço.

  • 2006 - 2017

    Consultório Particular, -

    Vínculo: Psicóloga Clínica, Enquadramento Funcional: Psicóloga clínica de adultos e crianças

    Outras informações:
    Especialista em psicologia clínica (Sedes Sapientiae), atua no atendimento psicoterapêutico de adultos e crianças em consultório particular. Local: Avenida Brigadeiro Luis Antonio, 2696, São Paulo, Brasil.

  • 2006 - 2006

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor palestrante (colaborador)

    Outras informações:
    Ministrou a palestra "Bem-estar subjetivo" como parte das atividades da Missão de Estudos Psicologia Evolucionista do Projeto PROCAD/CAPES, realizada no Insituto de Psicologia (USP), São Paulo, entre os dias 06 de Novembro e 01 de Dezembro de 2006.

  • 2004 - 2004

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: monitor, Carga horária: 8

    Outras informações:
    Monitora junto ao Departamento de Psicologia da Aprendizagem, do Desenvolvimento e da Personalidade, na disciplina ""Técnicas de Exame Psicológico II", Instituto de Psicologia (USP)

  • 2004 - 2004

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: monitor, Carga horária: 8

    Outras informações:
    Monitora junto ao Departamento de Psicologia da Aprendizagem, do Desenvolvimento e da Personalidade, na disciplina "Testes para Diagnósticos Especiais", Instituto de Psicologia (USP)

  • 2003 - 2003

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: monitor, Carga horária: 8

    Outras informações:
    Monitora junto ao Departamento de Psicologia da Aprendizagem, do Desenvolvimento e da Personalidade para a disciplina "Técnicas de Exame Psicológico I", Instituto de Psicologia (USP)

    Atividades

    • 03/2004 - 12/2004

      Estágios , Associação Brasileira de Portadores de Esclerose Lateral Amiotrófica, .,Estágio realizado, Estágio Extracurricular em Avaliação, Compreensão e Formas de Intervenção a Cuidadores e Pacientes com Esclerose Lateral Amiotrófica em parceria com o Laboratório APOIAR (IPUSP).

    • 08/2003 - 12/2003

      Estágios , Instituto de Psicologia, .,Estágio realizado, Estágio Extracurricular em Entrevista Inicial de embasamento teórico psicanalítico voltado para a compreensão de conflitos de ordem emocional e psicodiagnóstico de pacientes do Laboratório de Saúde Mental e Psicologia Clínica Social (APOIAR- IPUSP).

    • 08/2003 - 12/2003

      Estágios , Hospital das Clínicas - SP, .,Estágio realizado, Estágio Extracurricular nos projetos de Investigação de Aspectos da Personalidade de Pacientes com Acidente Vascular Cerebral e de Pacientes com Intervenções Cirúrgicas de aparelho digestivo..

    • 03/2003 - 12/2003

      Estágios , Instituto de Psicologia, .,Estágio realizado, Estágio Extracurricular de Atendimento Psicológico Infantil e ao Adolescente Surdo (Proejto APOIAS - IPUSP)..