Márcio Levi Kramer de Macedo

Possui graduação em Engenharia Metalúrgica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1992) e Doutorado em Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2011). Atualmente é Engenheiro Metalúrgico do Labotatório de Metalurgia Física do Depto. de Metalurgia da Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Engenharia de Materiais e Metalúrgica, com ênfase em Propriedades Mecânicas/Metalúrgicas dos Metais e Ligas e Soldagem, atuando principalmente nos seguintes temas: caracterização mecânica/metalúrgica de materiais e componentes, análise de falhas, análise de componentes ferroviários e soldas de trilhos.

Informações coletadas do Lattes em 12/04/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais

2005 - 2011

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Caracterização de Depósitos Roealizados Pelo Processo de Deposição por Fricção em Chapas de Aço de Alto Carbon
Telmo Roberto Strohaecker. Palavras-chave: FRICÇÃO; DEPOSIÇÃO; AÇO ALTO CARBONO; DEFEITOS.Grande área: EngenhariasGrande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física / Especialidade: Estrutura dos Metais e Ligas. Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física / Especialidade: Transformação de Fases. Setores de atividade: Desenvolvimento de Novos Materiais; Metalurgia Básica; Fabricação de Estruturas Metálicas, Caldeiraria Pesada, Tanques, Reservatórios e Outros Produtos de Metal, Exclusive Máquinas e Equipamentos.

Mestrado em Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais

1992 - 1994

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Formulação, Desenvolvimento e Produção de Eletrodos Revestidos para Soldagem de Aços Cromo-Molibdênio,Ano de Obtenção: 1994
Ivan Guerra Machado.Grande área: Engenharias

Graduação em Engenharia Metalúrgica

1986 - 1992

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Resistência ao Desgaste de Revestimentos Protetores Depositados Pelo Processo de Eletrodo Revestido
Orientador: Ivan Guerra Machado

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Conceitos e Práticas do Gerenciamento de Projetos de Inovação. (Carga horária: 40h). , Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial. - EMBRAPII, EMBRAPII, Brasil.

2016 - 2016

NR 12 - Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos - Cuidados em Labo. (Carga horária: 8h). , BEE ASSESSORIA & CONSULTORIA, BEE, Brasil.

2008 - 2008

Auditoria Interna de Gestão da Qualidade ISO17025. (Carga horária: 24h). , Bureau Veritas, BV, Brasil.

2006 - 2006

Curso de Qualificação em SMS - Espaço Confinado. (Carga horária: 24h). , PETROBRAS, E&P / UN-BSOL, Brasil.

1999 - 1999

Extensão universitária em Origin Measurement And Effects Of Residual Stresse. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

1999 - 1999

Norma Iso Iec Guia 25. (Carga horária: 8h). , Metroquality, METROQUALITY, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física/Especialidade: Propriedades Mecânicas dos Metais e Ligas.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física/Especialidade: Propriedades Físicas dos Metais e Ligas.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia de Transformação/Especialidade: Soldagem.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia de Transformação/Especialidade: Tratamentos Térmicos, Mecânicos e Químicos.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia de Transformação/Especialidade: Recobrimentos.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física/Especialidade: Estrutura dos Metais e Ligas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

XXVI CONAEND. 2008. (Congresso).

XXXIV CONSOLDA e IIW - International Congress. Processo de Deposição por Fricção e Suas Aplicações. 2008. (Congresso).

9 COTEQ. 2007. (Congresso).

XXXIII. 2007. (Congresso).

XXIV CONAEND. 2006. (Congresso).

Seminário Internacional de Soldagem. 2005. (Seminário).

I Simpósio de Tratamentos Superficiais para Ferramentas. 1999. (Simpósio).

8 SIBRAT. 1994. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Gabriel Radaelli Piazza

CLARKE, T. G. R.;MACEDO, M. L. K.; BORGES, M. F.; CAMARAO, A. F.. Avaliação de Componente de Suspenção Veicular Sob Fadiga Com Carregamentos de Amplitude Variável. 2018. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Alexandre Jose Baumgaertner Filho

MACEDO, M. L. K.; MAZZAFERRO, J. A. E.; NEIS, P. D.. Análise dos Parâmetros da Polaridade Negativa na Curva de Corrente de Soldagem MIG/MAG Polaridade Variável Aplicadas à Soldagem para Revestimento. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Everton Luis Polinski

MACEDO, M. L. K.; MAZZAFERRO, J. A. E.; VERASTEGUI, R. N.; MALFATTI, C. F.. Influência da Energia de Soldagem na Resistência à Corrosão por Pites do Aço Inoxidável Duplex SAF 2205. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Dante Gageiro La Porta Neto

MAZZAFERRO, J. A. E.;MACEDO, M. L. K.; NEIS, P. D.. Avaliação da Influência da Espessura da Mesa, Espessura da Alma e Energia de Soldagem Sobre as Deformações Angulares em Juntas em Ângulo de Filete. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Márcio Medeiros de Magalhães

FROEHLICH, Andre Ronaldo; RAMOS, Fabiano Dornelles;MACEDO, M. L. K.. Avaliação das Propriedades Mecânicas e Metalúrgicas de Juntas Soldadas pelo Processo de Fricção com Pino Consumível, em Aço Grau R4, Submetidas a um Tratamento Térmico de Revenimento Após a Soldagem. 2017. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Rafael Eugenio dos Santos

REGULY, AfonsoMACEDO, M. L. K.; LIMA, T. R. S.. Caracterização Mecânica e Metalúrgica de um Elo de Corrente em Aço para Aplicação Naval na Indústria do Petróleo. 2017. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Jeferson Andre Sbalchiero

STROHAECKER, T. R.; CLARKE, T. G. R.; RAMOS, Fabiano Dornelles;MACEDO, M. L. K.. Substitução da Soldagem MAG por Soldagem por Fricção em Tubos Hidráulicos. 2016. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Vinícius de Freitas Paz

FERREIRA, Ney F;MACEDO, M. L. K.; FROEHLICH, Andre Ronaldo. Estudo e Caracterização Metalográfica da Resistência ao Desgaste em Aços Ferramenta Sinterizado, Temperados a Vácuo, Utilizados em Matrizes de Estampagem. 2016. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Marcelo Moussalle Macedo

FROEHLICH, André Ronaldo;MACEDO, M. L. K.; PEREIRA, L. C.. Influência do Tratamento Térmico de Revenimento na Tenacidade à Fratura Dinâmica e na Tenacidade à Fratura Assistida pelo Ambiente de Um Aço Inoxidável Martensítico AISI 420. 2016. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Tiago Soares Docé

BUENO, A. F. B.; SCHEID, A.;MACEDO, M. L. K.. Avaliação de Derivações em Sistemas de Tubulações Sujeitas à Vibração. 2015. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Tiago Mezzomo

RAMOS, Fabiano Dornelles; LIMBERGER, Inacio de Fontoura; STROHAECKER, T. R.;MACEDO, M. L. K.. Estudo Comparativo do Efeito de Diferentes Arames de Adição em Juntas Soldadas de Aços de Fase Dupla no Comportamento em Fadiga por Flexão. 2015. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Diego Rafael Alba

STROHAECKER, T. R.;MACEDO, M. L. K.; Dos Santos, Jorge Fernandez; MAZZAFERRO, J. A. E.. Soldagem Híbrida por Difusão Através de Fricção (HFDB) para a União de Tubos e Flanges de Alumínio. 2015. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Emília Lucena de Oliveira Kozminski

KWIETNIEWSKI, Carlos Eduardo Fortis;MACEDO, M. L. K.STROHAECKER, Telmo Roberto; CHLUDZINSKI, M.. Análise Microestrutural e Avaliação Mecânica de Juntas Soldadas por Fricção e Mistura Mecânica (FSW) do Aço Inoxidável Dúplex UNS S 31803. 2015. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Marcelo Sartori

KWIETNIEWSKI, Carlos Eduardo Fortis;MACEDO, M. L. K.; LIMA, T. R. S.; CLARKE, T. G. R.. Avaliação da Tenacidade à Fratura da Liga Inconel 718 Sob Proteção Catódica em Água do Mar Sintética Utilizando a Técnica Step Loading. 2014. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Bruno Diehl Neto

KWIETNIEWSKI, Carlos Eduardo Fortis;REGULY, AfonsoMACEDO, M. L. K.; LIMA, T. R. S.. Validação do Método de Queda de Potencial para Medião do Comprimento de Trinca em Corpos de Prova tipo SENB com Trinca Curta em Ensaios de Propagação de Trinca por Fadiga. 2014. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Marcelo Freitas Caregnato

REGULY, AfonsoMACEDO, M. L. K.STROHAECKER, Telmo Roberto; RAMOS, Fabiano Dornelles. Distribuição de Sulfetos de Manganês no Processo de Soldagem FHPP em Aço C-Mn. 2013. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Carolina Conter Englert

REGULY, AfonsoMACEDO, M. L. K.; BRAGA, Rubem Manoel de; KLUJSZO, L. A. C.. Estudo da Influência da Composição Química e dos Parâmetros de Beneficiamento na Tenacidade e na Resistência Mecânica de Aços para Fixadores com Aplicações em Baixas Temperaturas. 2012. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Antonio Ricardo Stadtlander

REGULY, Afonso; RAMOS, Fabiano Dornelles;MACEDO, M. L. K.; BIELEFELDT, W. V.. Estudo Comparativo Através de Simulação Numérica de Dois Ciclos de Reaquecimento de Tarugos de Aço. 2012. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Tiago Giordani

KWIETNIEWSKI, Carlos Eduardo Fortis; RAMOS, Fabiano Dornelles;MACEDO, M. L. K.; FROEHLICH, Andre Ronaldo. Avaliação Metalúrgica e Mecânica de Aços Cementados e Temperados de Forma Convencional e Intensiva. 2012. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Lucas Tadeu Amarante Bombana

ROCHA, A. S.; BRITO, A. M. G.;MACEDO, M. L. K.; BIELEFELDT, W. V.. Influência da Qualidade e Tipo de Esmerilhamento de Tarugos na Geração de Defeitos Superficiais de Barras Laminadas. 2012. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Ana Paula Perotti

MACEDO, M. L. K.; FERREIRA, Ney F; GONZALEZ, A. R.. Desenvolvimento de Eletrodos Revestidos Resistentes ao Desgaste Abrasivo. 2012. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Saulo Machado Rodrigues

REGULY, AfonsoMACEDO, M. L. K.; GONZALEZ, A. R.; MAZZAFERRO, C. C. P.. Estudo do Comportamento em Fadiga de Juntas Soldadas de Aços de Alta Resistência Bifásicos. 2012. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Graziela Cestari da Silva

REGULY, AfonsoMACEDO, M. L. K.; KLUJSZO, L. A. C.; LIMA, T. R. S.. Estudo da Influência do Bismuto Sobre a Usinabilidade de Aços DIN 20MnCr5. 2012. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Mateus Daroit

REGULY, Afonso; FROEHLICH, André Ronaldo; RAMOS, Fabiano Dornelles;MACEDO, M. L. K.. Estudo de Aço Microligado ao Vanádio para a Produção d eBarra Nervurada para Concreto Armado com Característica de Soldabilidade. 2012. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Emanoela Pereira de Mattos

REGULY, Afonso; RAMOS, Fabiano Dornelles;MACEDO, M. L. K.STROHAECKER, Telmo Roberto. Estudo da Influência do Pré-Aquecimento na Soldagem por Atrito com Furo Passante do Pino EN1. 2012. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Ruth Renati Ractz Martins

FROEHLICH, André Ronaldo;MACEDO, M. L. K.; BRAGA, Rubem Manoel de;STROHAECKER, Telmo Roberto. Comparação das Propriedades Mecânicas e de Fadiga entre Ferro Fundido Vermicular e Cinzento Utilizados em Blocos de Motor Diesel. 2012. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: José Thiago da Cunha

KWIETNIEWSKI, Carlos Eduardo Fortis;MACEDO, M. L. K.; LIMA, T. R. S.; CLARKE, T. G. R.. Estudo do Desgaste de Rodas de Pontes Rolantes Utilizadas em Siderurgia. 2012. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Gabriel Petry

MACEDO, M. L. K.; WOLFART JR, Mário;STROHAECKER, Telmo Roberto; FRAINER, Vitor José. Comparação do Efeito de Retardo de Trinca por Sobrecarga entre Corpos de Prova CT e Troincas em Dutos Reais. 2011. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Diego Belato Rosado

REGULY, Afonso; RAMOS, Fabiano Dornelles;MACEDO, M. L. K.; MAZZAFERRO, C. C. P.. Comparação do Efeito da Fragilização por Hidrogênio em Aços com Resistência à Tração acima de 1000 MPa. 2011. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Douglas Maurício Demori

REGULY, AfonsoMACEDO, M. L. K.; CARDOSO, Paulo Hernrique;STROHAECKER, Telmo Roberto. Avaliação do Aço UNS S32760 Submetido ao Ensaio de Baixa Taxa de Deformação : Influência da Proteção Catódica. 2011. Dissertação (Mestrado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Aldoni Gabriel Wiedenhoft

MACEDO, M. L. K.REGULY, Afonso; RAMOS, Fabiano Dornelles; TIER, M. A. D.. Avaliação do Desempenho de Juntas Sobrepostas Soldadas por Fricção de Ligas de Alumínio 6060 T5 e Cobre ASTM B-187 liga C110. 2018. Tese (Doutorado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Cleber Rodrigo de Lima Lessa

REGULY, Afonso; MAZZAFERRO, C. C. P.; RAMOS, Fabiano Dornelles;MACEDO, M. L. K.. Qualificação Metalúrgica do Processo de Soldagem FHPP Aplicado no Aço Inox Duplex SAF 2205. 2016. Tese (Doutorado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Pedro Henrique Costa Pereira

REGULY, Afonso; ROLDO, Liane;MACEDO, M. L. K.; MAZZAFERRO, C. C. P.; BOEIRA, A. P.. Caracterização Mecânica e Metalúrgica da Liga GL E36 Soldada Através de Friction Stir Welding (FSW). 2014. Tese (Doutorado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Antonio Ricardo Stadtlander

MACEDO, M. L. K.REGULY, Afonso; FROEHLICH, André R. Estudo e Caracterização de Liga de Al-Cu-Mg-Ni-Fe com Adição de Ce e Zr. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Tiago Giordani

MACEDO, M. L. K.; CLARKE, T. G. R.;REGULY, Afonso; LIMA, T. R. S.. Efeito da Pré-Deformação na Vida em Fadiga de Alto e Baixo Ciclo do Aço Inoxidável AISI 304. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Marcelo Favaro Borges

MACEDO, M. L. K.; LIMA, T. R. S.; FALCADE, T.. Correlação Numérica-Experimental da Redução da Vida em Fadiga de Dutos Flexíveis Operando com Anular Alagado na Presença de CO2. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Cristian Pohl Meinhardt

KWIETNIEWSKI, Carlos Eduardo Fortis;MACEDO, M. L. K.; STROHAECKER, T. R.; CHLUDZINSKI, M.; GONZALEZ, A. R.. Avaliação do Comprtamento de Tenacidade a Fratura de Juntas Soldadas por Fricção e Mistura Mecânica (FSW) do Aço Inoxidável Superdúplex UNS S32760. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Leandro Medeiros da Silva

STROHAECKER, T. R.; GONZALEZ, A. R.; LIMA, T. R. S.;MACEDO, M. L. K.. Estudo dos Parâmetros de Deposição por Fricção da Liga Inconel 625 em Chapas de Aço SAE 4140. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Cleber Rodrigo de Lima Lessa

MACEDO, M. L. K.STROHAECKER, Telmo Roberto; MAZZAFERRO, C. C. P.; GONZALEZ, A. R.. Caracterização Mecânica e Metalúrgica de Juntas de Chapas e Pinos de Aços Inox Dúplex Soldadas Através de Soldagem por Fricção com Pino Consumível (SFPC). 2013. Exame de qualificação (Doutorando em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Pedro Henrique Costa Pereira da Cunha

REGULY, Afonso; ROLDO, Liane;MACEDO, M. L. K.STROHAECKER, Telmo Roberto; MAZZAFERRO, C. C. P.. Caracterização Mecânica e Metalúrgica de Juntas de Chapas de Aço Soldadas Através de Soldagem por Fricção e Mistura Mecânica (SFMM). 2012. Exame de qualificação (Doutorando em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Arnaldo Ruben Gonzalez

GONZALEZ, A. R.; MAZZAFERRO, C. C. P.; WOLFART JUNIOR, M.; SANTOS, J. F.. Caracterização de Depósitos Realizados pelo Processo de Deposição por Fricção em Chapas de Aço Alto Carbono. 2011. Tese (Doutorado em Pós Graduação em emgenharia de minas metalúrgica e materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Arnaldo Ruben Gonzalez

GONZALEZ, A. R.. Processo de Deposição por Fricção para Reparos em Defeitos Superficiais em Trilhos Ferroviários. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Telmo Roberto Strohaecker

Caracterização de Depósitos Realizados pelo Processo de Deposição por Fricção em Chapas de Aço Alto Carbono; 2011; Tese (Doutorado em PPGEM/UFRGS Programa de Pós-Graduação em Eng Minas, Metalúrgica e Materiais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Telmo Roberto Strohaecker;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • LESSA, C. R. L. ; CARTEGNATO, M. F. ; CUNHA, P. H. ; CHLUDZINSKI, M. ; MACEDO, M. L. K. ; STROHAECKER, Telmo Roberto ; PAES, M. T. P. . Estudo da Microestrutura Formada no Processo de Soldagem por Atrito em Aço C-Mn com Pino Consumível. Soldagem e Inspeção (Impresso) , v. 16, p. 2-11, 2011.

  • MACEDO, M. L. K. ; PINHEIRO, G.A. ; RSTROHAECKER, Telmo ; DOS SANTOS, J. F. . Deposit by Friciton Surfacing and Its Applications. Welding International , v. 24, p. 422-431, 2010.

  • MACEDO, M. L. K. ; PINHEIRO, G.A. ; DOS SANTOS, J. F. ; STROHAECKER, Telmo Roberto . Processo de Deposição por Fricção e Suas Aplicações. Soldagem e Inspeção (Impresso) , v. 13, p. 286-295, 2008.

  • MENDONCA, L. G. ; MACEDO, M. M. ; COGO, G. ; MACEDO, M. L. K. ; CUNHA, P. H. ; STROHAECKER, Telmo Roberto . Análise de Falha em uma Lâmina de Feixe de Molas. In: 68 Congresso Anual da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração, 2013, Belo Horizonte. 68 Congresso Anual da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração, 2013.

  • MATTOS, E. P. ; LESSA, C. R. L. ; MACEDO, M. L. K. ; REGULY, Afonso ; PAES, M. T. P. . Estudo da influência do pré-aquecimento na soldagem por atrito com furo passante do pino EN14. In: XXXVII Congresso Nacional de Soldagem (Consolda 2011), 2011, Natal - RN. XXXVII Congresso Nacional de Soldagem, 2011.

  • LESSA, C. R. L. ; CARTEGNATO, M. F. ; CUNHA, P. H. ; CHLUDZINSKI, M. ; MACEDO, M. L. K. ; STROHAECKER, Telmo Roberto ; PAES, M. T. P. . ESTUDO DA MICROESTRUTURA FORMADA NO PROCESSO DE SOLDAGEM POR FRICÇÃO EM AÇO COM PINO CONSUMÍVEL. In: XXXVI CONSOLDA - Congresso Nacional de Soldagem, 2010, Recife - PE. XXXVI CONSOLDA, 2010.

  • MACEDO, M. L. K. ; PINHEIRO, G.A. ; Dos Santos, Jorge Fernandez ; STROHAECKER, Telmo Roberto . O USO DO PROCESSO DE DEPOSIÇÃO POR FRICÇÃO PARA RECUPERAÇÃO DE COMPONENTES EM AÇO DE ALTO CARBONO. In: 1 63° Congresso Anual da ABM, 2008, São Paulo. 63° Congresso Anual da ABM, 2008.

  • ROSA, J. ; MACEDO, M. L. K. ; REGULY, Afonso ; STROHAECKER, Telmo Roberto ; SANTOS FILHO, J. R. . Avaliação de Solda Aluminotérmica em Ângulo. In: IIW INTERNATIONAL CONGRESS, 2nd Latin American Welding Congress and XXXIV CONSOLDA, 2008, São Paulo. IIW INTERNATIONAL CONGRESS, 2nd Latin American Welding Congress and XXXIV CONSOLDA, 2008.

  • ROSA, J. ; MACEDO, M. L. K. ; REGULY, Afonso . ANÁLISE DE FALHA EM TRILHO MICROLIGADO. In: 63° Congresso Anual da ABM, 2008, São Paulo. 63° Congresso Anual da ABM, 2008.

  • REGULY, Afonso ; BRAGA, Rubem Manoel ; MACEDO, M. L. K. ; STROHAECKER, Telmo Roberto ; SCHNOR, Luiz Henrique . Determinação de Perda de Espessura em Tubulações de Caldeira por Ultra-som. In: Congresso de Inovação Tecnológica em Energia Elétrica - CITENEL, 2003, Salvador. 2 CITENEL, 2003.

  • MACEDO, M. L. K. ; REGULY, Afonso ; SILVA, A. M. . Avaliação de Segmento de Trilho Ferroviário de Origem Polonesa. In: Jornadas SAM - CONAMET, 2001, Posadas, 2001.

  • MACEDO, M. L. K. ; MACHADO, I. G. . Formulação, Desenvolvimento e Produção de Eletrodos Revestidos para Soldagem de Aços Cromo-Molibdênio.. In: XXI Encontro Nacional de Tecnologia da Soldagem, 1995, Caxias do Sul - RS, 1995.

  • MACEDO, M. L. K. ; MACHADO, I. G. . Desenvolvimento de Eletrodo Revestido Para Depositar Metal de Solda ao Cromo-Molibdênio Com Alta Tenacidade na Condição Como Soldado. In: 8° Simpósio Brasileiro Sobre Tubulações e Vasos de Pressão - SIBRAT., 1994, Gramado - RS, 1994.

  • RONÉSIO ; MACEDO, M. L. K. . Avaliação da Susceptibilidade a Corrosão Intergranular da Nova Linha de Transferência em Aço Inoxidável da Unidade de Destilação Atmosférica da REFAP. In: 3a Mesa Redonda CATUB/ 14a Mesa Redonda MIC., 1992, Rio de Janeiro - RJ, 1992.

  • MACEDO, M. L. K. ; Gustavo Pinheiro ; Dos Santos, Jorge Fernandez ; STROHAECKER, Telmo Roberto . Processo de Deposição por Fricção e Suas Aplicações. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MACEDO, M. L. K. ; REGULY, Afonso ; GRIZA, Sandro ; STROHAECKER, Telmo Roberto . FADIGA E ANÁLISE DE FALHAS. Porto Alegre: Gráfica da UFRGS, 2000 (apostila).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

MACEDO, M. L. K. . Curso de Soldagem. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2002 - 2004

    Pesquisa Aplicada em Integridade de Tubulações de Caldeira, Descrição: A proposta de projeto visa pesquisar a integridade de tubulações de caldeira através de uma avaliação criteriosa das tubulações de parede de água, aquecedores e superaquecedores de caldeira, bem como estabelecer critérios operacionais de controle de temperatura (gradientes térmicos) a fim de aumentar a vida útil das tubulações e a conseqüente diminuição de paradas de manutenção, reduzindo os custos de manutenção e de operação das caldeiras da Termoelétrica Presidente Médici em Candiota - RS. A justificativa está baseada no fato das caldeiras da Termoelétrica Presidente Médici apresentarem uma concepção única, ou seja, todo o seu projeto de construção e funcionamento são peculiares (sem tubulão e de resposta rápida). No país estas caldeiras são únicas e existem poucas unidades no mundo. Os problemas que ocorrem no funcionamento dessas caldeiras são mais complexos que em outras caldeiras. Foram detectados pela equipe técnica da CGTEE, problemas de vazamento em serviço de tubos verticais da caldeira, entre a região de bifurcação e trifurcação (região de vapor), com pouco tempo de serviço, chegando a ocorrer a perfuração de tubos com apenas 3 meses de uso. Em uma primeira análise este vazamento ocorre devido a acentuada perda de espessura das paredes internas dos tubos, principalmente no lado de maior calor. Esta perda de espessura está relacionada a uma severa oxidação do tubo. Os níveis de oxidação apresentados pelo feixe de tubos nas caldeiras de Candiota são muito acima do reportado na literatura, inclusive não há registros na literatura pesquisada (manual da EPRI, Metals Handbook - Corrosion, entre outras) de um nível de oxidação tão intenso em tubos verticais (algo similar só ocorre em tubos horizontais em equipamentos que operam de forma intermitente).Em comparação aos casos normais de vazamentos em tubos de caldeiras encontrados na literatura não foi possível identificar qual ou quais os fatores que estão levando os tubos a estes problemas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Coordenador / Afonso Reguly - Integrante / Rubem Manoel Braga - Integrante / Telmo RStrohaecker - Integrante., Financiador(es): Comphia de Geração Térmica de Energia Elétricaan - Cooperação / Agência Nacional de Energia Elétrica - Auxílio financeiro.

  • 2001 - 2003

    Comportamento Mecânico de Luvas Bipartidas para Reparos de Dutos Terrestres, Descrição: O objetivo principal do projeto é estudar o comportamento mecânico de luvas metálicas bipartidas para reparos em dutos quando submetidas às pressões de colapso e a pressões cíclicas. O projeto se justifica pelo fato de que os reparos feitos em tubulações de óleo e gás, utilizando-se luvas bipartidas, são os mais viáveis economicamente. Este tipo de operação, por ser extremamente prática, pode ser utilizada para a grande maioria de ocorrências na linha, tais como reforço por perda de espessura de parede dos tubos motivada por corrosão ou abrasão, e até mesmo pra estancar vazamentos pelo aparecimento de defeitos passantes, os quais podem ser originados por trincas, corrosão perfurante e outros acidentes. Ocorre, entretato, que este tipo de reparo, embora reconhecidamente viável pela sua praticidade, não possui um estudo sistemático do seu comportamento em serviço. Até o presente são poucos os dados disponíveis para que se possa fazer uma avaliação da sua vida útil, sendo impossível prever sua eficiência frente ao método tradicional de substituição pura e simples do trecho de tubo danificado. Para que se possa ter uma avaliação do comportamento dos reparos tipo calha bipartida é necessário que se reveja desde os aspectos físicos, como tamanho e forma, passando pelos processos de soldagem, até o monitoramento das tensões geradas durante o processo de confecção do reparo e a posterior colocação do mesmo em serviço. Desta forma são necessários testes que procurem simular situações reais de trabalho, para que se tenha condições de fazer uma avaliação criteriosa do comportamento em serviço. Assim sendo, os testes que se pretendem utilizar são testes de colapso e testes de fadiga que visam avaliar a vida dos componentes nas diversas situações de trabalho e nas diversas formas construtivas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Sandro Griza - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Liane Roldo - Integrante / Luis Carlos Lopo - Integrante / Luciano André Piana - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.

  • 2001 - 2002

    Pesquisa Aplicada em Superaquecedores: Modelagem e Controle da Temperatura Limite das Paredes dos Tubos Metálicos, Descrição: O início das atividades de pesquisa referentes a este projeto foi através de uma visita a Usina Termelétrica Presidente Médici, localizada na cidade de Candiota no Rio Grande do Sul, realizada nos dias 3 e 4 de Outubro de 2001. Nesta visita foi realizada uma reunião com os técnicos e coordenadores da CGTEE e da FLE/UFRGS objetivando uma avaliação preliminar de documentação da caldeira e dos problemas relativos as tubulações dos superaquecedores e das paredes de aquecimento, bem como definir as atividades a serem realizadas. As principais etapas de trabalho retiradas desta reunião foram: 1 - determinar via réplicas metalográficas a condição microestrutural da linha VS; 2 - desenvolvimento de procedimentos para análise por ultra-som dos tubos de superaquecimento e das paredes de aquecimento da caldeira. 3 - estudo do fenômeno de desgaste e perfuração de tubulação na linha de aquecimento (paredes d' água); 4 - monitoramento da temperatura nas linhas de aquecimento e superaquecimento; A primeira etapa do projeto foi determinar via réplicas metalográficas a integridade microestrutural em 5 pontos da linha de vapor supersaturado (VS) que foram determinados pelos técnicos da CGTEE. Este trabalho foi realizado no dia 16 de Outubro de 2001 na Usina de Candiota. Os pontos foram preparados conforme procedimentos padronizados de lixamento, polimento e ataque metalográfico para caracterização microestrutural. O método utilizado de réplicas metalográficas é não destrutível. As réplicas foram analisadas e fotografadas em um microscópio óptico (MO) da marca Union Versamet 3. Na seqüência dos trabalhos, foram desenvolvidos diversos procedimentos para análise por ultra-som em tubulações de parede d'água e superaquecedores a fim de determinar com a melhor precisão possível as espessuras das tubulações, devido ao fato de diversos tubos estarem perfurando em serviço e com pouco tempo de operação, tendo casos de tubos novos da parede d'água apresentarem perfuração com apenas. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo RStrphaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Osvaldo Gamarra Arthur Regis Proença - Integrante / Angelo Daniel Magalhães - Integrante., Financiador(es): Comphia de Geração Térmica de Energia Elétricaan - Cooperação / Agência Nacional de Energia Elétrica - Auxílio financeiro.

  • 2001 - 2002

    Comportamento à Fadiga de Tubos Bobinados para Aplicação em Risers, Descrição: O comportamento à fadiga de risers rígidos não é conhecido plenamente até hoje. Os métodos de soldagem de várias seções e o lançamento dos mesmos influi neste comportamento, sendo necessária a previsão da sua durabilidade. O ensaio de fadiga pode ser executado por vários métodos, dentre eles o ensaio de ressonância é o que apresenta menor tempo de ensaio a um custo baixo. Este tema se enquadra no tem "T15 - Sistemas de Risers e Umbilicais para Águas Profundas (perfuração, completação, produção e exportação)" do CT-Petro/2001.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Sandro Griza - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Liane Roldo - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Luis Carlos Lopo - Integrante / Rosa Irene Terra Pinto - Integrante / Luciano Andre Piana - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2005 - Atual

    Atuador com Controle Eletrônico para Válvulas de Gás Natural, Descrição: Este projeto terá por objetivo de projetar, construir e o teste de um sistema de prevenção de falhas com controle eletrônico em válvulas de gás. Este sistema de atuação deverá ser dimensionado para operar quando ocorrer uma falha no sistema de transporte de gás por duto. Como todos os atuadores existentes no mercado possuem um controle mecânico que atua em caso de falhas, acredita-se que já existe possibilidade tecnológica para a produção de um atuador que incorporesistemas de monitoramento elétricos bem conhecidos e amplamente utilizados para, através de um sistema eletrônico de comando, realizar o monitoramento e operação em caso de falha. Este sistema deverá constituir-se de um atuador comandado pelo próprio gás da linha, de um acumulador e de sensores de pressão. A este conjunto será incorporado um sistema eletrônico de monitoramento e comando que terá a função principal de disparar os mecanismos de fechamento ou abertura da válvula em caso de falha.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Ral Wellis de Souza - Integrante / Daniel Rodrigues - Integrante / Fabricio Pinheiro tosdos San - Integrante / Genaro Zanon - Integrante / Gabriel Petry - Integrante / Charles Guilherme Kuhn - Integrante / Alter Durand da Costa - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Coester Automação S A - Auxílio financeiro / Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Projeto Verde - Amarelo / FINEP / CVRD, Descrição: O Brasil, como grande produtor de minério de ferro, tem três das mais importantes ferrovias de transporte do mundo. Uma delas é a Estrada de Ferro Carajás (EFC) em São Luiz (MA), com 900 km de extensão. Nesta ferrovia são transportadas 173.880 ton/dia (cada vagão transporta cerca de 124 ton de minério de ferro), em termos mundiais esta é uma das maiores cargas por eixo utilizadas. Devido a estas características a linha férrea é assentada de maneira a formar uma via contínua, a qual é obtida através da soldagem dos segmentos de trilhos. Faz-se necessário um grande cuidado com a manutenção da via, pois é de suma importância que tenha boas condições de tráfego, garantindo o fluxo de carga com a menor probabilidade de ocorrência de acidentes. Possíveis acidentes ocasionados por falhas nos trilhos, placas, tirefões e dormentes podem trazer, como conseqüência, perdas humanas além de perdas econômicas e prejuízos ambientais. A operação de manutenção na ferrovia é bastante complexa, devido ao grande fluxo de trens, deixando pouco tempo útil de trabalho para as equipes de manutenção e além do fato de que os locais tem pouca infra-estrutura e exigem o deslocamento de equipamentos e materiais por longos trechos. Com a caracterização mecânica e metalúrgica dos componentes ferroviários e a avaliação dos tipos de solicitações que atuam sobre os trilhos, pode-se aplicar os conceitos da Mecânica da Fratura criando-se, assim, a possibilidade de manter em operação na via, de forma segura, componentes com defeitos, obtendo um maior tempo de vida útil. Desta forma pode-se definir novos métodos e procedimentos de manutenção, dando maior segurança aos usuários e reduzindo significativamente os custos operacionais da via. Isto destaca a importância da qualificação de materiais em uso e também na pesquisa de novas alternativas técnicas para uso na via.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Coordenador., Financiador(es): Companhia Vale do Rio Doce - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.

  • 2004 - Atual

    Unidade de Bombeio, Descrição: A Unidade de Bombeio (UB) é o equipamento chave para a operação de poços em terra. A concepção das mesmas é bem tradicional sendo poucas as alternativas para o sistema de cavalo mecânico convencional. As bases de exploração contam com milhares de UBs distribuídas em um grande número de sítios. Toda operação de manutanção/intervenção acarreta em uma parada de produção e custos razoáveis. O desenvolvimento de uma UB mais simples e compacta, com um menor número de mancais leva a um equipamento mais robusto, com a necessidade de menor número de intervenções e com maior economia em termos de energia consumida. O Laboratório de Metalurgia Física (LAMEF) da UFRGS já está interagindo com a Base de Natal-RN da PETROBRAS a alguns anos, podendo ser destacadas duas ações: o desenvolvimento de hastes de bombeio a nível nacional e o interesse da PETROBRAS em buscar alternativas para as UBs através de um contrato de desenvolvimento de montagem de 8 UBs com tecnologia alternativa. Nesse projeto, 4 UBs são do tipo convencional e 4 UBs com tecnologia ortogonal, ou seja, o eixo redutor é ligado em linha com o redutor sendo utilizado um inversor para controle de frequência de acionamento. O envolvimento do LAMEF com a equipe técnica da PETROBRAS levou a concepção de uma UB modificada.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Dambroz S A - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2005

    ATUADOR DE FALHA SEGURA PARA A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO, Descrição: Atuadores elétricos são equipamentos que operam remotamente válvulas industriais e se interligam a sistemas de controles automatizados. Embora os atuadores elétricos representem o estado da arte em automação de válvulas, os mesmos não dispõem de uma função crítica em determinadas aplicações que é de um dispositivo de falha segura. Este dispositivo garante que a válvula seja posicionada em uma posição pré-determinada mesmo em casos de falta de energia (elétrica, pneumática ou hidráulica). O desenvolvimento de atuadores eletro-hidráulico de falha segura para automação de válvulas industriais são utilizados em especial pelo setor de petróleo e gás. A fim de aumentar a segurança de suas plataformas a área de exploração e produção da PETROBRAS estabeleceu que todos os atuadores de válvulas a serem utilizados tenham falha segura. Este tipo de atuador é aplicado tanto na área de refino como em dutosda TRANSPETRO. No momento não há nenhum fabricante no País deste tipo de dispositivo e o número de Empresas fornecedoras no exterior é muito reduzido. A fabricação destes produtos no Brasil permitirá não só a substituição de importações pela PETROBRAS como também o acesso de uma empresa nacional a um mercado externo muito competitivo. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Jailson Torma Betanzos - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante / Susi Mari Pereira Marques - Integrante / Vitor José Frainer - Integrante / Marcus Coester - Integrante / Rômulo Jaques Garcia - Integrante / Carlos Henrique Hennig - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Coester Automação S A - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2005

    Desenvolvimento de Uma Manilha de Alta Capacidade de Carga, Descrição: O objetivo da proposta é o desenvolver manilhas forjadas de alta capacidade de carga para aplicação off-shore. As manilhas são componentes de alta responsabilidade empregadas, por exemplo, na atracação de plataformas e navios de produção. O nível de solicitação em fadiga é elevado, e deve ser contemplado no desenvolvimento do produto. As manilhas fazem parte de um conjunto maior (estacas, amarras ou cordoalhas e ganchos) e a sua não disponibilidade no país acarreta em transtornos e dependência externa. Itens passam a ser importantes pois passa a ser comum em licitações a exigência do fornecimento de todo sistema de ancoramento. Para atender os rigorosos requisitos de desempenho de manilhas de grau 10, há a necessidade de cuidados em todas as etapas de fabricação: desde a inspeção de recebimento da matéria-prima, passando pelas etapas de processamento termo-mecânico até as etapas finais de acabamento - sendo imprescindível monitorar em todas as etapas de fabricação a evolução e o controle microestrutural. Problemas de acabamento ou descarbonetação superficial, por exemplo, acarretam em uma drástica queda no desempenho em fadiga do componente. O controle metalúrgico de todas as etapas é fundamental. O LAMEF/UFRGS conta com todos os equipamentos para acompanhar as etapas de processamento, desde a metalografia completa, passando por aparelhos de dureza portáteis, equipamentos de inspeção por ultra-som culminando com toda parte de equipamentos para os ensaios necessários - desde ensaios em corpos de prova até o ensaio final de qualificação do componente em fadiga, conforme exigido no edital, sendo que a Norma ABNT exige ensaios de fadiga apenas para manilhas de até 32 toneladas, enquanto que a PETROBRAS quer manilhas com capacidade acima de 100 toneladas com desempenho em fadiga assegurado.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante / Jailson Torma Betanzos - Integrante / Susi Mari Marques Pereira - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Koch Metalúrgica S A - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2001 - 2003

    Controle de Atmosferas em Fornos a Gás Natural, Descrição: Este projeto visa substituir o gás liquefeito de petróleo (GLP), óleo diesel e a energia eletrica por Gás Natural (GN) em instalações de Tratamentos Térmicos no setor metal-mecânico. Planeja-se primeiro o monitoramento da taxa e potência de aquecimento, produtos de combustão e homogeneidade térmica de fornos com esta substituição, através de pesquisa aplicada na área de utilização do GN nos tratamentos térmicos e aquecimento de componentes na indústria metal -mecânica, mediante testes experimentais em fornos de dimensões reais "in loco". Simultaneamente, será desenvolvida a aplicação de programas computacionais para controle de atmosferas em tratamentos térmicos. Também serão analisadas as atmosferas e rendimentos de fornos de tratamentos te'rmicos a partir de coletas de dados obtidos nos testes.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Coordenador / Afonso Reguly - Integrante / Rubem Manoel Braga - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Liane Roldo - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Luis Carlos Lopo - Integrante / Luciano Andre Piana - Integrante / Rosa Irene Terra - Integrante / Andre Ronaldo Froehlich - Integrante / Vilson João Batista - Integrante / Carlos Eduardo Fortis Kwietniewski - Integrante / Paulo Hernrique Cardoso - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro / Companhia de Gas do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro / Transportadora Brasileira Gasoduto Bolivía-Brasil - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2003

    Projeto Verde-Amarelo - Otimização e Qualificação de Componentes (CETECO), Descrição: Este projeto, unindo esforços da Escola de Engenharia da UFRGS e da Funda"cão de ciência e tecnologia do estado do rio grande do sul (CIENTEC) objetivam proporcionar a região Sul do païs um moderno Centro de Testes de Componentes (CETECO) aliando a estrutura já existente nos laboratórios da Escola de Engenharia da UFRGS e do CIENTEC possibilitará unir a experiência e qualidade de serviços de ensaios prestados pelo CIENTEC à experiência e os contatos com o setor industrial dos laboratórios vinculados ao tradicional Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais, Minas e Metalurgia (PPGEM) da UFRGS. O CETECO possibilitaria atender a três objetivos: 1 - Aumento da oferta de Ensaios de Qualificação de Componentes 2 - Análise de Causas de Reprovação de Componentes Ensaiados em Fadiga 3 - Treinamento de Pessoal. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Liane Roldo - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Alessandro José Staniecki - Integrante / Alex Avila Nunes - Integrante / Alexandre Pinto Trindade - Integrante / Antonio Luiz Souza Melo - Integrante / Carlos Arthur Ferreira - Integrante / Diogens da Silva Pereira - Integrante / Eduardo Roberto Costa Irigoyen - Integrante / Rubem Fritsch - Integrante / Paulo H Cardoso - Integrante / Ney F Ferreira - Integrante / Milton Antonio Zaro - Integrante / Jose Gerbase Filho - Integrante / Jose Eduardo R Sanz - Integrante / Joaquin Bas Guirao - Integrante / Inacio de Fontoura Limberger - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Bruning Tecnometal - Auxílio financeiro / Dana S A - Auxílio financeiro / Wax Company - Auxílio financeiro / Aços Finos Piratini S/A - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2002

    Tratamento Superficial de Componentes para Uso na Indústria Petroquímica, Descrição: A indústria petroquímica tem grande parte de sua receita focada ao reparo e substituição de componentes corroídos e desgastados e qualquer esforço para amenizar tais problemas é de grande importânica e relevância. O desgaste de componentes diminui a eficiência do processo produtivo aumentando os tempos de set-ups de máquina, troca de componentes e gasto em reparos. Sendo assim, o principal objetivo do projeto é estudar e avaliar tratamento superficiais que visem a melhoria das propriedades tribológicas de componentes metálicos sujeitos a degradação na indústria petroquimica com o uso dos tratamentos de nitretação à plasma e deposição de TiN/CrN por PVD (processo duplex). Com a possibilidade da realização do tratamento duplex, o grupo de engenharia de superfícies do LAMEF/UFRGS, dará mais um passo importante nessa área de pesquisa possibilitando a realização de publicações científicas, trabalhos de iniciação científica, dissertações de mestrado, teses de doutorado, além da tranferência tecnológica para as indústrias nacionais interessadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo RStrohaecker - Coordenador / Sandro Griza - Integrante / Marcelo Dornelles Pimenta - Integrante / Mário Wolfart Jr - Integrante / Ricardo Reppold Marinho - Integrante / Michele de Almeida Pessim - Integrante / Lui Carlos Nascimento Lopo - Integrante / Liane Roldo - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 1998 - 1999

    Desenvolvimento e Caracterização de Recobrimentos pelo Processo PVD, Descrição: O trabalho consiste em efetuar deposições via PVD e tratamento duplex (nitretação inônica + deposição de TiN por PVD). Primeiramente será estudada a deposição de Nitreto de Titânio (TiN) via PVD, visando entender todos os detalhes do processo, variando-se os parâmetros : temperatura, mistura gasosa, pressão e tensão. Nesta etapa serão efetuadas análises das propriedades mecânicas e fisico-químicas. O passo seguinte é efetuar deposições de TiN via PVD em ferramentas de usinagem e testar estas em laboratório e na indústria.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (8) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (9) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Rubem Manoel Braga - Integrante / Telmo RStrohaecker - Coordenador / Marcelo Dornelles Pimenta - Integrante / Alexandre Rocha - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Lucas Sassaki Borges - Integrante / Ricardo Gonsioroki Mombrú - Integrante / André R Froehlich - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / Dana S A - Cooperação / Ikro S A - Cooperação / Wax Company - Cooperação / Copê Cia Ltda - Cooperação / Elevadores Sûr - Cooperação.

  • 1995 - 1996

    Desenvolvimento de Eletrodos Revestidos para Soldagem Sub-Aquática, Descrição: O presente projeto teve como objetivo de desenvolver eletrodos revestidos para soldagem sub-aquática para reparos em equipamentos e plataformas off-shore, que apresentem alta resistência mecânica e tenacidade e baixa produção de hidrogênio no metal de solda.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Ivan Guerra Machado - Coordenador., Financiador(es): Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Atuador com Controle Eletrônico para Válvulas de Gás Natural, Descrição: Este projeto terá por objetivo de projetar, construir e o teste de um sistema de prevenção de falhas com controle eletrônico em válvulas de gás. Este sistema de atuação deverá ser dimensionado para operar quando ocorrer uma falha no sistema de transporte de gás por duto. Como todos os atuadores existentes no mercado possuem um controle mecânico que atua em caso de falhas, acredita-se que já existe possibilidade tecnológica para a produção de um atuador que incorporesistemas de monitoramento elétricos bem conhecidos e amplamente utilizados para, através de um sistema eletrônico de comando, realizar o monitoramento e operação em caso de falha. Este sistema deverá constituir-se de um atuador comandado pelo próprio gás da linha, de um acumulador e de sensores de pressão. A este conjunto será incorporado um sistema eletrônico de monitoramento e comando que terá a função principal de disparar os mecanismos de fechamento ou abertura da válvula em caso de falha.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Ral Wellis de Souza - Integrante / Daniel Rodrigues - Integrante / Fabricio Pinheiro tosdos San - Integrante / Genaro Zanon - Integrante / Gabriel Petry - Integrante / Charles Guilherme Kuhn - Integrante / Alter Durand da Costa - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Coester Automação S A - Auxílio financeiro / Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Projeto Verde - Amarelo / FINEP / CVRD, Descrição: O Brasil, como grande produtor de minério de ferro, tem três das mais importantes ferrovias de transporte do mundo. Uma delas é a Estrada de Ferro Carajás (EFC) em São Luiz (MA), com 900 km de extensão. Nesta ferrovia são transportadas 173.880 ton/dia (cada vagão transporta cerca de 124 ton de minério de ferro), em termos mundiais esta é uma das maiores cargas por eixo utilizadas. Devido a estas características a linha férrea é assentada de maneira a formar uma via contínua, a qual é obtida através da soldagem dos segmentos de trilhos. Faz-se necessário um grande cuidado com a manutenção da via, pois é de suma importância que tenha boas condições de tráfego, garantindo o fluxo de carga com a menor probabilidade de ocorrência de acidentes. Possíveis acidentes ocasionados por falhas nos trilhos, placas, tirefões e dormentes podem trazer, como conseqüência, perdas humanas além de perdas econômicas e prejuízos ambientais. A operação de manutenção na ferrovia é bastante complexa, devido ao grande fluxo de trens, deixando pouco tempo útil de trabalho para as equipes de manutenção e além do fato de que os locais tem pouca infra-estrutura e exigem o deslocamento de equipamentos e materiais por longos trechos. Com a caracterização mecânica e metalúrgica dos componentes ferroviários e a avaliação dos tipos de solicitações que atuam sobre os trilhos, pode-se aplicar os conceitos da Mecânica da Fratura criando-se, assim, a possibilidade de manter em operação na via, de forma segura, componentes com defeitos, obtendo um maior tempo de vida útil. Desta forma pode-se definir novos métodos e procedimentos de manutenção, dando maior segurança aos usuários e reduzindo significativamente os custos operacionais da via. Isto destaca a importância da qualificação de materiais em uso e também na pesquisa de novas alternativas técnicas para uso na via.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa / Companhia Vale do Rio Doce - Auxílio financeiro.

  • 2004 - Atual

    Unidade de Bombeio, Descrição: A Unidade de Bombeio (UB) é o equipamento chave para a operação de poços em terra. A concepção das mesmas é bem tradicional sendo poucas as alternativas para o sistema de cavalo mecânico convencional. As bases de exploração contam com milhares de UBs distribuídas em um grande número de sítios. Toda operação de manutanção/intervenção acarreta em uma parada de produção e custos razoáveis. O desenvolvimento de uma UB mais simples e compacta, com um menor número de mancais leva a um equipamento mais robusto, com a necessidade de menor número de intervenções e com maior economia em termos de energia consumida. O Laboratório de Metalurgia Física (LAMEF) da UFRGS já está interagindo com a Base de Natal-RN da PETROBRAS a alguns anos, podendo ser destacadas duas ações: o desenvolvimento de hastes de bombeio a nível nacional e o interesse da PETROBRAS em buscar alternativas para as UBs através de um contrato de desenvolvimento de montagem de 8 UBs com tecnologia alternativa. Nesse projeto, 4 UBs são do tipo convencional e 4 UBs com tecnologia ortogonal, ou seja, o eixo redutor é ligado em linha com o redutor sendo utilizado um inversor para controle de frequência de acionamento. O envolvimento do LAMEF com a equipe técnica da PETROBRAS levou a concepção de uma UB modificada.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Dambroz S A - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2005

    ATUADOR DE FALHA SEGURA PARA A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO, Descrição: Atuadores elétricos são equipamentos que operam remotamente válvulas industriais e se interligam a sistemas de controles automatizados. Embora os atuadores elétricos representem o estado da arte em automação de válvulas, os mesmos não dispõem de uma função crítica em determinadas aplicações que é de um dispositivo de falha segura. Este dispositivo garante que a válvula seja posicionada em uma posição pré-determinada mesmo em casos de falta de energia (elétrica, pneumática ou hidráulica). O desenvolvimento de atuadores eletro-hidráulico de falha segura para automação de válvulas industriais são utilizados em especial pelo setor de petróleo e gás. A fim de aumentar a segurança de suas plataformas a área de exploração e produção da PETROBRAS estabeleceu que todos os atuadores de válvulas a serem utilizados tenham falha segura. Este tipo de atuador é aplicado tanto na área de refino como em dutosda TRANSPETRO. No momento não há nenhum fabricante no País deste tipo de dispositivo e o número de Empresas fornecedoras no exterior é muito reduzido. A fabricação destes produtos no Brasil permitirá não só a substituição de importações pela PETROBRAS como também o acesso de uma empresa nacional a um mercado externo muito competitivo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Jailson Torma Betanzos - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante / Susi Mari Pereira Marques - Integrante / Vitor José Frainer - Integrante / Marcus Coester - Integrante / Rômulo Jaques Garcia - Integrante / Carlos Henrique Hennig - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Coester Automação S A - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2005

    Desenvolvimento de Uma Manilha de Alta Capacidade de Carga, Descrição: O objetivo da proposta é o desenvolver manilhas forjadas de alta capacidade de carga para aplicação off-shore. As manilhas são componentes de alta responsabilidade empregadas, por exemplo, na atracação de plataformas e navios de produção. O nível de solicitação em fadiga é elevado, e deve ser contemplado no desenvolvimento do produto. As manilhas fazem parte de um conjunto maior (estacas, amarras ou cordoalhas e ganchos) e a sua não disponibilidade no país acarreta em transtornos e dependência externa. Itens passam a ser importantes pois passa a ser comum em licitações a exigência do fornecimento de todo sistema de ancoramento. Para atender os rigorosos requisitos de desempenho de manilhas de grau 10, há a necessidade de cuidados em todas as etapas de fabricação: desde a inspeção de recebimento da matéria-prima, passando pelas etapas de processamento termo-mecânico até as etapas finais de acabamento - sendo imprescindível monitorar em todas as etapas de fabricação a evolução e o controle microestrutural. Problemas de acabamento ou descarbonetação superficial, por exemplo, acarretam em uma drástica queda no desempenho em fadiga do componente. O controle metalúrgico de todas as etapas é fundamental. O LAMEF/UFRGS conta com todos os equipamentos para acompanhar as etapas de processamento, desde a metalografia completa, passando por aparelhos de dureza portáteis, equipamentos de inspeção por ultra-som culminando com toda parte de equipamentos para os ensaios necessários - desde ensaios em corpos de prova até o ensaio final de qualificação do componente em fadiga, conforme exigido no edital, sendo que a Norma ABNT exige ensaios de fadiga apenas para manilhas de até 32 toneladas, enquanto que a PETROBRAS quer manilhas com capacidade acima de 100 toneladas com desempenho em fadiga assegurado.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante / Jailson Torma Betanzos - Integrante / Susi Mari Marques Pereira - Integrante., Financiador(es): Koch Metalúrgica S A - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2001 - 2003

    Controle de Atmosferas em Fornos a Gás Natural, Descrição: Este projeto visa substituir o gás liquefeito de petróleo (GLP), óleo diesel e a energia eletrica por Gás Natural (GN) em instalações de Tratamentos Térmicos no setor metal-mecânico. Planeja-se primeiro o monitoramento da taxa e potência de aquecimento, produtos de combustão e homogeneidade térmica de fornos com esta substituição, através de pesquisa aplicada na área de utilização do GN nos tratamentos térmicos e aquecimento de componentes na indústria metal -mecânica, mediante testes experimentais em fornos de dimensões reais "in loco". Simultaneamente, será desenvolvida a aplicação de programas computacionais para controle de atmosferas em tratamentos térmicos. Também serão analisadas as atmosferas e rendimentos de fornos de tratamentos te'rmicos a partir de coletas de dados obtidos nos testes.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Coordenador / Afonso Reguly - Integrante / Rubem Manoel Braga - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Liane Roldo - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Luis Carlos Lopo - Integrante / Luciano Andre Piana - Integrante / Rosa Irene Terra - Integrante / Andre Ronaldo Froehlich - Integrante / Vilson João Batista - Integrante / Carlos Eduardo Fortis Kwietniewski - Integrante / Paulo Hernrique Cardoso - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro / Companhia de Gas do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro / Transportadora Brasileira Gasoduto Bolivía-Brasil - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2003

    Projeto Verde-Amarelo - Otimização e Qualificação de Componentes (CETECO), Descrição: Este projeto, unindo esforços da Escola de Engenharia da UFRGS e da Funda"cão de ciência e tecnologia do estado do rio grande do sul (CIENTEC) objetivam proporcionar a região Sul do païs um moderno Centro de Testes de Componentes (CETECO) aliando a estrutura já existente nos laboratórios da Escola de Engenharia da UFRGS e do CIENTEC possibilitará unir a experiência e qualidade de serviços de ensaios prestados pelo CIENTEC à experiência e os contatos com o setor industrial dos laboratórios vinculados ao tradicional Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais, Minas e Metalurgia (PPGEM) da UFRGS. O CETECO possibilitaria atender a três objetivos: 1 - Aumento da oferta de Ensaios de Qualificação de Componentes 2 - Análise de Causas de Reprovação de Componentes Ensaiados em Fadiga 3 - Treinamento de Pessoal. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Liane Roldo - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Alessandro José Staniecki - Integrante / Alex Avila Nunes - Integrante / Alexandre Pinto Trindade - Integrante / Antonio Luiz Souza Melo - Integrante / Carlos Arthur Ferreira - Integrante / Diogens da Silva Pereira - Integrante / Eduardo Roberto Costa Irigoyen - Integrante / Rubem Fritsch - Integrante / Paulo H Cardoso - Integrante / Ney F Ferreira - Integrante / Milton Antonio Zaro - Integrante / Jose Gerbase Filho - Integrante / Jose Eduardo R Sanz - Integrante / Joaquin Bas Guirao - Integrante / Inacio de Fontoura Limberger - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Bruning Tecnometal - Auxílio financeiro / Dana S A - Auxílio financeiro / Aços Finos Piratini S/A - Auxílio financeiro / Wax Company - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2002

    Tratamento Superficial de Componentes para Uso na Indústria Petroquímica, Descrição: A indústria petroquímica tem grande parte de sua receita focada ao reparo e substituição de componentes corroídos e desgastados e qualquer esforço para amenizar tais problemas é de grande importânica e relevância. O desgaste de componentes diminui a eficiência do processo produtivo aumentando os tempos de set-ups de máquina, troca de componentes e gasto em reparos. Sendo assim, o principal objetivo do projeto é estudar e avaliar tratamento superficiais que visem a melhoria das propriedades tribológicas de componentes metálicos sujeitos a degradação na indústria petroquimica com o uso dos tratamentos de nitretação à plasma e deposição de TiN/CrN por PVD (processo duplex). Com a possibilidade da realização do tratamento duplex, o grupo de engenharia de superfícies do LAMEF/UFRGS, dará mais um passo importante nessa área de pesquisa possibilitando a realização de publicações científicas, trabalhos de iniciação científica, dissertações de mestrado, teses de doutorado, além da tranferência tecnológica para as indústrias nacionais interessadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo RStrohaecker - Coordenador / Sandro Griza - Integrante / Marcelo Dornelles Pimenta - Integrante / Mário Wolfart Jr - Integrante / Ricardo Reppold Marinho - Integrante / Michele de Almeida Pessim - Integrante / Lui Carlos Nascimento Lopo - Integrante / Liane Roldo - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 1998 - 1999

    Desenvolvimento e Caracterização de Recobrimentos pelo Processo PVD, Descrição: O trabalho consiste em efetuar deposições via PVD e tratamento duplex (nitretação inônica + deposição de TiN por PVD). Primeiramente será estudada a deposição de Nitreto de Titânio (TiN) via PVD, visando entender todos os detalhes do processo, variando-se os parâmetros : temperatura, mistura gasosa, pressão e tensão. Nesta etapa serão efetuadas análises das propriedades mecânicas e fisico-químicas. O passo seguinte é efetuar deposições de TiN via PVD em ferramentas de usinagem e testar estas em laboratório e na indústria.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (8) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (9) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Rubem Manoel Braga - Integrante / Telmo RStrohaecker - Coordenador / Marcelo Dornelles Pimenta - Integrante / Alexandre Rocha - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Lucas Sassaki Borges - Integrante / Ricardo Gonsioroki Mombrú - Integrante / André R Froehlich - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / Dana S A - Cooperação / Ikro S A - Cooperação / Copê Cia Ltda - Cooperação / Elevadores Sûr - Cooperação / Wax Company - Cooperação.

  • 1995 - 1996

    Desenvolvimento de Eletrodos Revestidos para Soldagem Sub-Aquática, Descrição: O presente projeto teve como objetivo de desenvolver eletrodos revestidos para soldagem sub-aquática para reparos em equipamentos e plataformas off-shore, que apresentem alta resistência mecânica e tenacidade e baixa produção de hidrogênio no metal de solda.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Ivan Guerra Machado - Coordenador., Financiador(es): Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Atuador com Controle Eletrônico para Válvulas de Gás Natural, Descrição: Este projeto terá por objetivo de projetar, construir e o teste de um sistema de prevenção de falhas com controle eletrônico em válvulas de gás. Este sistema de atuação deverá ser dimensionado para operar quando ocorrer uma falha no sistema de transporte de gás por duto. Como todos os atuadores existentes no mercado possuem um controle mecânico que atua em caso de falhas, acredita-se que já existe possibilidade tecnológica para a produção de um atuador que incorporesistemas de monitoramento elétricos bem conhecidos e amplamente utilizados para, através de um sistema eletrônico de comando, realizar o monitoramento e operação em caso de falha. Este sistema deverá constituir-se de um atuador comandado pelo próprio gás da linha, de um acumulador e de sensores de pressão. A este conjunto será incorporado um sistema eletrônico de monitoramento e comando que terá a função principal de disparar os mecanismos de fechamento ou abertura da válvula em caso de falha.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Ral Wellis de Souza - Integrante / Daniel Rodrigues - Integrante / Fabricio Pinheiro tosdos San - Integrante / Genaro Zanon - Integrante / Gabriel Petry - Integrante / Charles Guilherme Kuhn - Integrante / Alter Durand da Costa - Integrante., Financiador(es): Coester Automação S A - Auxílio financeiro / Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Projeto Verde - Amarelo / FINEP / CVRD, Descrição: O Brasil, como grande produtor de minério de ferro, tem três das mais importantes ferrovias de transporte do mundo. Uma delas é a Estrada de Ferro Carajás (EFC) em São Luiz (MA), com 900 km de extensão. Nesta ferrovia são transportadas 173.880 ton/dia (cada vagão transporta cerca de 124 ton de minério de ferro), em termos mundiais esta é uma das maiores cargas por eixo utilizadas. Devido a estas características a linha férrea é assentada de maneira a formar uma via contínua, a qual é obtida através da soldagem dos segmentos de trilhos. Faz-se necessário um grande cuidado com a manutenção da via, pois é de suma importância que tenha boas condições de tráfego, garantindo o fluxo de carga com a menor probabilidade de ocorrência de acidentes. Possíveis acidentes ocasionados por falhas nos trilhos, placas, tirefões e dormentes podem trazer, como conseqüência, perdas humanas além de perdas econômicas e prejuízos ambientais. A operação de manutenção na ferrovia é bastante complexa, devido ao grande fluxo de trens, deixando pouco tempo útil de trabalho para as equipes de manutenção e além do fato de que os locais tem pouca infra-estrutura e exigem o deslocamento de equipamentos e materiais por longos trechos. Com a caracterização mecânica e metalúrgica dos componentes ferroviários e a avaliação dos tipos de solicitações que atuam sobre os trilhos, pode-se aplicar os conceitos da Mecânica da Fratura criando-se, assim, a possibilidade de manter em operação na via, de forma segura, componentes com defeitos, obtendo um maior tempo de vida útil. Desta forma pode-se definir novos métodos e procedimentos de manutenção, dando maior segurança aos usuários e reduzindo significativamente os custos operacionais da via. Isto destaca a importância da qualificação de materiais em uso e também na pesquisa de novas alternativas técnicas para uso na via.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Coordenador., Financiador(es): Companhia Vale do Rio Doce - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.

  • 2004 - Atual

    Unidade de Bombeio, Descrição: A Unidade de Bombeio (UB) é o equipamento chave para a operação de poços em terra. A concepção das mesmas é bem tradicional sendo poucas as alternativas para o sistema de cavalo mecânico convencional. As bases de exploração contam com milhares de UBs distribuídas em um grande número de sítios. Toda operação de manutanção/intervenção acarreta em uma parada de produção e custos razoáveis. O desenvolvimento de uma UB mais simples e compacta, com um menor número de mancais leva a um equipamento mais robusto, com a necessidade de menor número de intervenções e com maior economia em termos de energia consumida. O Laboratório de Metalurgia Física (LAMEF) da UFRGS já está interagindo com a Base de Natal-RN da PETROBRAS a alguns anos, podendo ser destacadas duas ações: o desenvolvimento de hastes de bombeio a nível nacional e o interesse da PETROBRAS em buscar alternativas para as UBs através de um contrato de desenvolvimento de montagem de 8 UBs com tecnologia alternativa. Nesse projeto, 4 UBs são do tipo convencional e 4 UBs com tecnologia ortogonal, ou seja, o eixo redutor é ligado em linha com o redutor sendo utilizado um inversor para controle de frequência de acionamento. O envolvimento do LAMEF com a equipe técnica da PETROBRAS levou a concepção de uma UB modificada.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante., Financiador(es): Dambroz S A - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2005

    ATUADOR DE FALHA SEGURA PARA A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO, Descrição: Atuadores elétricos são equipamentos que operam remotamente válvulas industriais e se interligam a sistemas de controles automatizados. Embora os atuadores elétricos representem o estado da arte em automação de válvulas, os mesmos não dispõem de uma função crítica em determinadas aplicações que é de um dispositivo de falha segura. Este dispositivo garante que a válvula seja posicionada em uma posição pré-determinada mesmo em casos de falta de energia (elétrica, pneumática ou hidráulica). O desenvolvimento de atuadores eletro-hidráulico de falha segura para automação de válvulas industriais são utilizados em especial pelo setor de petróleo e gás. A fim de aumentar a segurança de suas plataformas a área de exploração e produção da PETROBRAS estabeleceu que todos os atuadores de válvulas a serem utilizados tenham falha segura. Este tipo de atuador é aplicado tanto na área de refino como em dutosda TRANSPETRO. No momento não há nenhum fabricante no País deste tipo de dispositivo e o número de Empresas fornecedoras no exterior é muito reduzido. A fabricação destes produtos no Brasil permitirá não só a substituição de importações pela PETROBRAS como também o acesso de uma empresa nacional a um mercado externo muito competitivo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Jailson Torma Betanzos - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante / Susi Mari Pereira Marques - Integrante / Vitor José Frainer - Integrante / Marcus Coester - Integrante / Rômulo Jaques Garcia - Integrante / Carlos Henrique Hennig - Integrante., Financiador(es): Coester Automação S A - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2005

    Desenvolvimento de Uma Manilha de Alta Capacidade de Carga, Descrição: O objetivo da proposta é o desenvolver manilhas forjadas de alta capacidade de carga para aplicação off-shore. As manilhas são componentes de alta responsabilidade empregadas, por exemplo, na atracação de plataformas e navios de produção. O nível de solicitação em fadiga é elevado, e deve ser contemplado no desenvolvimento do produto. As manilhas fazem parte de um conjunto maior (estacas, amarras ou cordoalhas e ganchos) e a sua não disponibilidade no país acarreta em transtornos e dependência externa. Itens passam a ser importantes pois passa a ser comum em licitações a exigência do fornecimento de todo sistema de ancoramento. Para atender os rigorosos requisitos de desempenho de manilhas de grau 10, há a necessidade de cuidados em todas as etapas de fabricação: desde a inspeção de recebimento da matéria-prima, passando pelas etapas de processamento termo-mecânico até as etapas finais de acabamento - sendo imprescindível monitorar em todas as etapas de fabricação a evolução e o controle microestrutural. Problemas de acabamento ou descarbonetação superficial, por exemplo, acarretam em uma drástica queda no desempenho em fadiga do componente. O controle metalúrgico de todas as etapas é fundamental. O LAMEF/UFRGS conta com todos os equipamentos para acompanhar as etapas de processamento, desde a metalografia completa, passando por aparelhos de dureza portáteis, equipamentos de inspeção por ultra-som culminando com toda parte de equipamentos para os ensaios necessários - desde ensaios em corpos de prova até o ensaio final de qualificação do componente em fadiga, conforme exigido no edital, sendo que a Norma ABNT exige ensaios de fadiga apenas para manilhas de até 32 toneladas, enquanto que a PETROBRAS quer manilhas com capacidade acima de 100 toneladas com desempenho em fadiga assegurado.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante / Jailson Torma Betanzos - Integrante / Susi Mari Marques Pereira - Integrante., Financiador(es): Koch Metalúrgica S A - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2001 - 2003

    Controle de Atmosferas em Fornos a Gás Natural, Descrição: Este projeto visa substituir o gás liquefeito de petróleo (GLP), óleo diesel e a energia eletrica por Gás Natural (GN) em instalações de Tratamentos Térmicos no setor metal-mecânico. Planeja-se primeiro o monitoramento da taxa e potência de aquecimento, produtos de combustão e homogeneidade térmica de fornos com esta substituição, através de pesquisa aplicada na área de utilização do GN nos tratamentos térmicos e aquecimento de componentes na indústria metal -mecânica, mediante testes experimentais em fornos de dimensões reais "in loco". Simultaneamente, será desenvolvida a aplicação de programas computacionais para controle de atmosferas em tratamentos térmicos. Também serão analisadas as atmosferas e rendimentos de fornos de tratamentos te'rmicos a partir de coletas de dados obtidos nos testes.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Coordenador / Afonso Reguly - Integrante / Rubem Manoel Braga - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Liane Roldo - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Luis Carlos Lopo - Integrante / Luciano Andre Piana - Integrante / Rosa Irene Terra - Integrante / Andre Ronaldo Froehlich - Integrante / Vilson João Batista - Integrante / Carlos Eduardo Fortis Kwietniewski - Integrante / Paulo Hernrique Cardoso - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante., Financiador(es): Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro / Companhia de Gas do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro / Transportadora Brasileira Gasoduto Bolivía-Brasil - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2003

    Projeto Verde-Amarelo - Otimização e Qualificação de Componentes (CETECO), Descrição: Este projeto, unindo esforços da Escola de Engenharia da UFRGS e da Funda"cão de ciência e tecnologia do estado do rio grande do sul (CIENTEC) objetivam proporcionar a região Sul do païs um moderno Centro de Testes de Componentes (CETECO) aliando a estrutura já existente nos laboratórios da Escola de Engenharia da UFRGS e do CIENTEC possibilitará unir a experiência e qualidade de serviços de ensaios prestados pelo CIENTEC à experiência e os contatos com o setor industrial dos laboratórios vinculados ao tradicional Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais, Minas e Metalurgia (PPGEM) da UFRGS. O CETECO possibilitaria atender a três objetivos: 1 - Aumento da oferta de Ensaios de Qualificação de Componentes 2 - Análise de Causas de Reprovação de Componentes Ensaiados em Fadiga 3 - Treinamento de Pessoal. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Liane Roldo - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Alessandro José Staniecki - Integrante / Alex Avila Nunes - Integrante / Alexandre Pinto Trindade - Integrante / Antonio Luiz Souza Melo - Integrante / Carlos Arthur Ferreira - Integrante / Diogens da Silva Pereira - Integrante / Eduardo Roberto Costa Irigoyen - Integrante / Rubem Fritsch - Integrante / Paulo H Cardoso - Integrante / Ney F Ferreira - Integrante / Milton Antonio Zaro - Integrante / Jose Gerbase Filho - Integrante / Jose Eduardo R Sanz - Integrante / Joaquin Bas Guirao - Integrante / Inacio de Fontoura Limberger - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Bruning Tecnometal - Auxílio financeiro / Dana S A - Auxílio financeiro / Aços Finos Piratini S/A - Auxílio financeiro / Wax Company - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2002

    Tratamento Superficial de Componentes para Uso na Indústria Petroquímica, Descrição: A indústria petroquímica tem grande parte de sua receita focada ao reparo e substituição de componentes corroídos e desgastados e qualquer esforço para amenizar tais problemas é de grande importânica e relevância. O desgaste de componentes diminui a eficiência do processo produtivo aumentando os tempos de set-ups de máquina, troca de componentes e gasto em reparos. Sendo assim, o principal objetivo do projeto é estudar e avaliar tratamento superficiais que visem a melhoria das propriedades tribológicas de componentes metálicos sujeitos a degradação na indústria petroquimica com o uso dos tratamentos de nitretação à plasma e deposição de TiN/CrN por PVD (processo duplex). Com a possibilidade da realização do tratamento duplex, o grupo de engenharia de superfícies do LAMEF/UFRGS, dará mais um passo importante nessa área de pesquisa possibilitando a realização de publicações científicas, trabalhos de iniciação científica, dissertações de mestrado, teses de doutorado, além da tranferência tecnológica para as indústrias nacionais interessadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo RStrohaecker - Coordenador / Sandro Griza - Integrante / Marcelo Dornelles Pimenta - Integrante / Mário Wolfart Jr - Integrante / Ricardo Reppold Marinho - Integrante / Michele de Almeida Pessim - Integrante / Lui Carlos Nascimento Lopo - Integrante / Liane Roldo - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 1998 - 1999

    Desenvolvimento e Caracterização de Recobrimentos pelo Processo PVD, Descrição: O trabalho consiste em efetuar deposições via PVD e tratamento duplex (nitretação inônica + deposição de TiN por PVD). Primeiramente será estudada a deposição de Nitreto de Titânio (TiN) via PVD, visando entender todos os detalhes do processo, variando-se os parâmetros : temperatura, mistura gasosa, pressão e tensão. Nesta etapa serão efetuadas análises das propriedades mecânicas e fisico-químicas. O passo seguinte é efetuar deposições de TiN via PVD em ferramentas de usinagem e testar estas em laboratório e na indústria.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (8) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (9) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Rubem Manoel Braga - Integrante / Telmo RStrohaecker - Coordenador / Marcelo Dornelles Pimenta - Integrante / Alexandre Rocha - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Lucas Sassaki Borges - Integrante / Ricardo Gonsioroki Mombrú - Integrante / André R Froehlich - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / Dana S A - Cooperação / Wax Company - Cooperação / Copê Cia Ltda - Cooperação / Elevadores Sûr - Cooperação / Ikro S A - Cooperação.

  • 1995 - 1996

    Desenvolvimento de Eletrodos Revestidos para Soldagem Sub-Aquática, Descrição: O presente projeto teve como objetivo de desenvolver eletrodos revestidos para soldagem sub-aquática para reparos em equipamentos e plataformas off-shore, que apresentem alta resistência mecânica e tenacidade e baixa produção de hidrogênio no metal de solda.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Ivan Guerra Machado - Coordenador., Financiador(es): Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Atuador com Controle Eletrônico para Válvulas de Gás Natural, Descrição: Este projeto terá por objetivo de projetar, construir e o teste de um sistema de prevenção de falhas com controle eletrônico em válvulas de gás. Este sistema de atuação deverá ser dimensionado para operar quando ocorrer uma falha no sistema de transporte de gás por duto. Como todos os atuadores existentes no mercado possuem um controle mecânico que atua em caso de falhas, acredita-se que já existe possibilidade tecnológica para a produção de um atuador que incorporesistemas de monitoramento elétricos bem conhecidos e amplamente utilizados para, através de um sistema eletrônico de comando, realizar o monitoramento e operação em caso de falha. Este sistema deverá constituir-se de um atuador comandado pelo próprio gás da linha, de um acumulador e de sensores de pressão. A este conjunto será incorporado um sistema eletrônico de monitoramento e comando que terá a função principal de disparar os mecanismos de fechamento ou abertura da válvula em caso de falha.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Ral Wellis de Souza - Integrante / Daniel Rodrigues - Integrante / Fabricio Pinheiro tosdos San - Integrante / Genaro Zanon - Integrante / Gabriel Petry - Integrante / Charles Guilherme Kuhn - Integrante / Alter Durand da Costa - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Coester Automação S A - Auxílio financeiro / Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Projeto Verde - Amarelo / FINEP / CVRD, Descrição: O Brasil, como grande produtor de minério de ferro, tem três das mais importantes ferrovias de transporte do mundo. Uma delas é a Estrada de Ferro Carajás (EFC) em São Luiz (MA), com 900 km de extensão. Nesta ferrovia são transportadas 173.880 ton/dia (cada vagão transporta cerca de 124 ton de minério de ferro), em termos mundiais esta é uma das maiores cargas por eixo utilizadas. Devido a estas características a linha férrea é assentada de maneira a formar uma via contínua, a qual é obtida através da soldagem dos segmentos de trilhos. Faz-se necessário um grande cuidado com a manutenção da via, pois é de suma importância que tenha boas condições de tráfego, garantindo o fluxo de carga com a menor probabilidade de ocorrência de acidentes. Possíveis acidentes ocasionados por falhas nos trilhos, placas, tirefões e dormentes podem trazer, como conseqüência, perdas humanas além de perdas econômicas e prejuízos ambientais. A operação de manutenção na ferrovia é bastante complexa, devido ao grande fluxo de trens, deixando pouco tempo útil de trabalho para as equipes de manutenção e além do fato de que os locais tem pouca infra-estrutura e exigem o deslocamento de equipamentos e materiais por longos trechos. Com a caracterização mecânica e metalúrgica dos componentes ferroviários e a avaliação dos tipos de solicitações que atuam sobre os trilhos, pode-se aplicar os conceitos da Mecânica da Fratura criando-se, assim, a possibilidade de manter em operação na via, de forma segura, componentes com defeitos, obtendo um maior tempo de vida útil. Desta forma pode-se definir novos métodos e procedimentos de manutenção, dando maior segurança aos usuários e reduzindo significativamente os custos operacionais da via. Isto destaca a importância da qualificação de materiais em uso e também na pesquisa de novas alternativas técnicas para uso na via.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa / Companhia Vale do Rio Doce - Auxílio financeiro.

  • 2004 - Atual

    Unidade de Bombeio, Descrição: A Unidade de Bombeio (UB) é o equipamento chave para a operação de poços em terra. A concepção das mesmas é bem tradicional sendo poucas as alternativas para o sistema de cavalo mecânico convencional. As bases de exploração contam com milhares de UBs distribuídas em um grande número de sítios. Toda operação de manutanção/intervenção acarreta em uma parada de produção e custos razoáveis. O desenvolvimento de uma UB mais simples e compacta, com um menor número de mancais leva a um equipamento mais robusto, com a necessidade de menor número de intervenções e com maior economia em termos de energia consumida. O Laboratório de Metalurgia Física (LAMEF) da UFRGS já está interagindo com a Base de Natal-RN da PETROBRAS a alguns anos, podendo ser destacadas duas ações: o desenvolvimento de hastes de bombeio a nível nacional e o interesse da PETROBRAS em buscar alternativas para as UBs através de um contrato de desenvolvimento de montagem de 8 UBs com tecnologia alternativa. Nesse projeto, 4 UBs são do tipo convencional e 4 UBs com tecnologia ortogonal, ou seja, o eixo redutor é ligado em linha com o redutor sendo utilizado um inversor para controle de frequência de acionamento. O envolvimento do LAMEF com a equipe técnica da PETROBRAS levou a concepção de uma UB modificada.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Dambroz S A - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2005

    ATUADOR DE FALHA SEGURA PARA A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO, Descrição: Atuadores elétricos são equipamentos que operam remotamente válvulas industriais e se interligam a sistemas de controles automatizados. Embora os atuadores elétricos representem o estado da arte em automação de válvulas, os mesmos não dispõem de uma função crítica em determinadas aplicações que é de um dispositivo de falha segura. Este dispositivo garante que a válvula seja posicionada em uma posição pré-determinada mesmo em casos de falta de energia (elétrica, pneumática ou hidráulica). O desenvolvimento de atuadores eletro-hidráulico de falha segura para automação de válvulas industriais são utilizados em especial pelo setor de petróleo e gás. A fim de aumentar a segurança de suas plataformas a área de exploração e produção da PETROBRAS estabeleceu que todos os atuadores de válvulas a serem utilizados tenham falha segura. Este tipo de atuador é aplicado tanto na área de refino como em dutosda TRANSPETRO. No momento não há nenhum fabricante no País deste tipo de dispositivo e o número de Empresas fornecedoras no exterior é muito reduzido. A fabricação destes produtos no Brasil permitirá não só a substituição de importações pela PETROBRAS como também o acesso de uma empresa nacional a um mercado externo muito competitivo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Jailson Torma Betanzos - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante / Susi Mari Pereira Marques - Integrante / Vitor José Frainer - Integrante / Marcus Coester - Integrante / Rômulo Jaques Garcia - Integrante / Carlos Henrique Hennig - Integrante., Financiador(es): Coester Automação S A - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2005

    Desenvolvimento de Uma Manilha de Alta Capacidade de Carga, Descrição: O objetivo da proposta é o desenvolver manilhas forjadas de alta capacidade de carga para aplicação off-shore. As manilhas são componentes de alta responsabilidade empregadas, por exemplo, na atracação de plataformas e navios de produção. O nível de solicitação em fadiga é elevado, e deve ser contemplado no desenvolvimento do produto. As manilhas fazem parte de um conjunto maior (estacas, amarras ou cordoalhas e ganchos) e a sua não disponibilidade no país acarreta em transtornos e dependência externa. Itens passam a ser importantes pois passa a ser comum em licitações a exigência do fornecimento de todo sistema de ancoramento. Para atender os rigorosos requisitos de desempenho de manilhas de grau 10, há a necessidade de cuidados em todas as etapas de fabricação: desde a inspeção de recebimento da matéria-prima, passando pelas etapas de processamento termo-mecânico até as etapas finais de acabamento - sendo imprescindível monitorar em todas as etapas de fabricação a evolução e o controle microestrutural. Problemas de acabamento ou descarbonetação superficial, por exemplo, acarretam em uma drástica queda no desempenho em fadiga do componente. O controle metalúrgico de todas as etapas é fundamental. O LAMEF/UFRGS conta com todos os equipamentos para acompanhar as etapas de processamento, desde a metalografia completa, passando por aparelhos de dureza portáteis, equipamentos de inspeção por ultra-som culminando com toda parte de equipamentos para os ensaios necessários - desde ensaios em corpos de prova até o ensaio final de qualificação do componente em fadiga, conforme exigido no edital, sendo que a Norma ABNT exige ensaios de fadiga apenas para manilhas de até 32 toneladas, enquanto que a PETROBRAS quer manilhas com capacidade acima de 100 toneladas com desempenho em fadiga assegurado.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante / Jailson Torma Betanzos - Integrante / Susi Mari Marques Pereira - Integrante., Financiador(es): Koch Metalúrgica S A - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2001 - 2003

    Controle de Atmosferas em Fornos a Gás Natural, Descrição: Este projeto visa substituir o gás liquefeito de petróleo (GLP), óleo diesel e a energia eletrica por Gás Natural (GN) em instalações de Tratamentos Térmicos no setor metal-mecânico. Planeja-se primeiro o monitoramento da taxa e potência de aquecimento, produtos de combustão e homogeneidade térmica de fornos com esta substituição, através de pesquisa aplicada na área de utilização do GN nos tratamentos térmicos e aquecimento de componentes na indústria metal -mecânica, mediante testes experimentais em fornos de dimensões reais "in loco". Simultaneamente, será desenvolvida a aplicação de programas computacionais para controle de atmosferas em tratamentos térmicos. Também serão analisadas as atmosferas e rendimentos de fornos de tratamentos te'rmicos a partir de coletas de dados obtidos nos testes.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Coordenador / Afonso Reguly - Integrante / Rubem Manoel Braga - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Liane Roldo - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Luis Carlos Lopo - Integrante / Luciano Andre Piana - Integrante / Rosa Irene Terra - Integrante / Andre Ronaldo Froehlich - Integrante / Vilson João Batista - Integrante / Carlos Eduardo Fortis Kwietniewski - Integrante / Paulo Hernrique Cardoso - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Companhia de Gas do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro / Transportadora Brasileira Gasoduto Bolivía-Brasil - Auxílio financeiro / Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2003

    Projeto Verde-Amarelo - Otimização e Qualificação de Componentes (CETECO), Descrição: Este projeto, unindo esforços da Escola de Engenharia da UFRGS e da Funda"cão de ciência e tecnologia do estado do rio grande do sul (CIENTEC) objetivam proporcionar a região Sul do païs um moderno Centro de Testes de Componentes (CETECO) aliando a estrutura já existente nos laboratórios da Escola de Engenharia da UFRGS e do CIENTEC possibilitará unir a experiência e qualidade de serviços de ensaios prestados pelo CIENTEC à experiência e os contatos com o setor industrial dos laboratórios vinculados ao tradicional Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais, Minas e Metalurgia (PPGEM) da UFRGS. O CETECO possibilitaria atender a três objetivos: 1 - Aumento da oferta de Ensaios de Qualificação de Componentes 2 - Análise de Causas de Reprovação de Componentes Ensaiados em Fadiga 3 - Treinamento de Pessoal. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Liane Roldo - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Alessandro José Staniecki - Integrante / Alex Avila Nunes - Integrante / Alexandre Pinto Trindade - Integrante / Antonio Luiz Souza Melo - Integrante / Carlos Arthur Ferreira - Integrante / Diogens da Silva Pereira - Integrante / Eduardo Roberto Costa Irigoyen - Integrante / Rubem Fritsch - Integrante / Paulo H Cardoso - Integrante / Ney F Ferreira - Integrante / Milton Antonio Zaro - Integrante / Jose Gerbase Filho - Integrante / Jose Eduardo R Sanz - Integrante / Joaquin Bas Guirao - Integrante / Inacio de Fontoura Limberger - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Bruning Tecnometal - Auxílio financeiro / Wax Company - Auxílio financeiro / Aços Finos Piratini S/A - Auxílio financeiro / Dana S A - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2002

    Tratamento Superficial de Componentes para Uso na Indústria Petroquímica, Descrição: A indústria petroquímica tem grande parte de sua receita focada ao reparo e substituição de componentes corroídos e desgastados e qualquer esforço para amenizar tais problemas é de grande importânica e relevância. O desgaste de componentes diminui a eficiência do processo produtivo aumentando os tempos de set-ups de máquina, troca de componentes e gasto em reparos. Sendo assim, o principal objetivo do projeto é estudar e avaliar tratamento superficiais que visem a melhoria das propriedades tribológicas de componentes metálicos sujeitos a degradação na indústria petroquimica com o uso dos tratamentos de nitretação à plasma e deposição de TiN/CrN por PVD (processo duplex). Com a possibilidade da realização do tratamento duplex, o grupo de engenharia de superfícies do LAMEF/UFRGS, dará mais um passo importante nessa área de pesquisa possibilitando a realização de publicações científicas, trabalhos de iniciação científica, dissertações de mestrado, teses de doutorado, além da tranferência tecnológica para as indústrias nacionais interessadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo RStrohaecker - Coordenador / Sandro Griza - Integrante / Marcelo Dornelles Pimenta - Integrante / Mário Wolfart Jr - Integrante / Ricardo Reppold Marinho - Integrante / Michele de Almeida Pessim - Integrante / Lui Carlos Nascimento Lopo - Integrante / Liane Roldo - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 1998 - 1999

    Desenvolvimento e Caracterização de Recobrimentos pelo Processo PVD, Descrição: O trabalho consiste em efetuar deposições via PVD e tratamento duplex (nitretação inônica + deposição de TiN por PVD). Primeiramente será estudada a deposição de Nitreto de Titânio (TiN) via PVD, visando entender todos os detalhes do processo, variando-se os parâmetros : temperatura, mistura gasosa, pressão e tensão. Nesta etapa serão efetuadas análises das propriedades mecânicas e fisico-químicas. O passo seguinte é efetuar deposições de TiN via PVD em ferramentas de usinagem e testar estas em laboratório e na indústria.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (8) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (9) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Rubem Manoel Braga - Integrante / Telmo RStrohaecker - Coordenador / Marcelo Dornelles Pimenta - Integrante / Alexandre Rocha - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Lucas Sassaki Borges - Integrante / Ricardo Gonsioroki Mombrú - Integrante / André R Froehlich - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / Dana S A - Cooperação / Wax Company - Cooperação / Copê Cia Ltda - Cooperação / Elevadores Sûr - Cooperação / Ikro S A - Cooperação.

  • 1995 - 1996

    Desenvolvimento de Eletrodos Revestidos para Soldagem Sub-Aquática, Descrição: O presente projeto teve como objetivo de desenvolver eletrodos revestidos para soldagem sub-aquática para reparos em equipamentos e plataformas off-shore, que apresentem alta resistência mecânica e tenacidade e baixa produção de hidrogênio no metal de solda.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Ivan Guerra Machado - Coordenador., Financiador(es): Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Atuador com Controle Eletrônico para Válvulas de Gás Natural, Descrição: Este projeto terá por objetivo de projetar, construir e o teste de um sistema de prevenção de falhas com controle eletrônico em válvulas de gás. Este sistema de atuação deverá ser dimensionado para operar quando ocorrer uma falha no sistema de transporte de gás por duto. Como todos os atuadores existentes no mercado possuem um controle mecânico que atua em caso de falhas, acredita-se que já existe possibilidade tecnológica para a produção de um atuador que incorporesistemas de monitoramento elétricos bem conhecidos e amplamente utilizados para, através de um sistema eletrônico de comando, realizar o monitoramento e operação em caso de falha. Este sistema deverá constituir-se de um atuador comandado pelo próprio gás da linha, de um acumulador e de sensores de pressão. A este conjunto será incorporado um sistema eletrônico de monitoramento e comando que terá a função principal de disparar os mecanismos de fechamento ou abertura da válvula em caso de falha.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Ral Wellis de Souza - Integrante / Daniel Rodrigues - Integrante / Fabricio Pinheiro tosdos San - Integrante / Genaro Zanon - Integrante / Gabriel Petry - Integrante / Charles Guilherme Kuhn - Integrante / Alter Durand da Costa - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Coester Automação S A - Auxílio financeiro / Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Projeto Verde - Amarelo / FINEP / CVRD, Descrição: O Brasil, como grande produtor de minério de ferro, tem três das mais importantes ferrovias de transporte do mundo. Uma delas é a Estrada de Ferro Carajás (EFC) em São Luiz (MA), com 900 km de extensão. Nesta ferrovia são transportadas 173.880 ton/dia (cada vagão transporta cerca de 124 ton de minério de ferro), em termos mundiais esta é uma das maiores cargas por eixo utilizadas. Devido a estas características a linha férrea é assentada de maneira a formar uma via contínua, a qual é obtida através da soldagem dos segmentos de trilhos. Faz-se necessário um grande cuidado com a manutenção da via, pois é de suma importância que tenha boas condições de tráfego, garantindo o fluxo de carga com a menor probabilidade de ocorrência de acidentes. Possíveis acidentes ocasionados por falhas nos trilhos, placas, tirefões e dormentes podem trazer, como conseqüência, perdas humanas além de perdas econômicas e prejuízos ambientais. A operação de manutenção na ferrovia é bastante complexa, devido ao grande fluxo de trens, deixando pouco tempo útil de trabalho para as equipes de manutenção e além do fato de que os locais tem pouca infra-estrutura e exigem o deslocamento de equipamentos e materiais por longos trechos. Com a caracterização mecânica e metalúrgica dos componentes ferroviários e a avaliação dos tipos de solicitações que atuam sobre os trilhos, pode-se aplicar os conceitos da Mecânica da Fratura criando-se, assim, a possibilidade de manter em operação na via, de forma segura, componentes com defeitos, obtendo um maior tempo de vida útil. Desta forma pode-se definir novos métodos e procedimentos de manutenção, dando maior segurança aos usuários e reduzindo significativamente os custos operacionais da via. Isto destaca a importância da qualificação de materiais em uso e também na pesquisa de novas alternativas técnicas para uso na via.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Coordenador., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa / Companhia Vale do Rio Doce - Auxílio financeiro.

  • 2004 - Atual

    Unidade de Bombeio, Descrição: A Unidade de Bombeio (UB) é o equipamento chave para a operação de poços em terra. A concepção das mesmas é bem tradicional sendo poucas as alternativas para o sistema de cavalo mecânico convencional. As bases de exploração contam com milhares de UBs distribuídas em um grande número de sítios. Toda operação de manutanção/intervenção acarreta em uma parada de produção e custos razoáveis. O desenvolvimento de uma UB mais simples e compacta, com um menor número de mancais leva a um equipamento mais robusto, com a necessidade de menor número de intervenções e com maior economia em termos de energia consumida. O Laboratório de Metalurgia Física (LAMEF) da UFRGS já está interagindo com a Base de Natal-RN da PETROBRAS a alguns anos, podendo ser destacadas duas ações: o desenvolvimento de hastes de bombeio a nível nacional e o interesse da PETROBRAS em buscar alternativas para as UBs através de um contrato de desenvolvimento de montagem de 8 UBs com tecnologia alternativa. Nesse projeto, 4 UBs são do tipo convencional e 4 UBs com tecnologia ortogonal, ou seja, o eixo redutor é ligado em linha com o redutor sendo utilizado um inversor para controle de frequência de acionamento. O envolvimento do LAMEF com a equipe técnica da PETROBRAS levou a concepção de uma UB modificada.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Dambroz S A - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2005

    ATUADOR DE FALHA SEGURA PARA A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO, Descrição: Atuadores elétricos são equipamentos que operam remotamente válvulas industriais e se interligam a sistemas de controles automatizados. Embora os atuadores elétricos representem o estado da arte em automação de válvulas, os mesmos não dispõem de uma função crítica em determinadas aplicações que é de um dispositivo de falha segura. Este dispositivo garante que a válvula seja posicionada em uma posição pré-determinada mesmo em casos de falta de energia (elétrica, pneumática ou hidráulica). O desenvolvimento de atuadores eletro-hidráulico de falha segura para automação de válvulas industriais são utilizados em especial pelo setor de petróleo e gás. A fim de aumentar a segurança de suas plataformas a área de exploração e produção da PETROBRAS estabeleceu que todos os atuadores de válvulas a serem utilizados tenham falha segura. Este tipo de atuador é aplicado tanto na área de refino como em dutosda TRANSPETRO. No momento não há nenhum fabricante no País deste tipo de dispositivo e o número de Empresas fornecedoras no exterior é muito reduzido. A fabricação destes produtos no Brasil permitirá não só a substituição de importações pela PETROBRAS como também o acesso de uma empresa nacional a um mercado externo muito competitivo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Jailson Torma Betanzos - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante / Susi Mari Pereira Marques - Integrante / Vitor José Frainer - Integrante / Marcus Coester - Integrante / Rômulo Jaques Garcia - Integrante / Carlos Henrique Hennig - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Coester Automação S A - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2005

    Desenvolvimento de Uma Manilha de Alta Capacidade de Carga, Descrição: O objetivo da proposta é o desenvolver manilhas forjadas de alta capacidade de carga para aplicação off-shore. As manilhas são componentes de alta responsabilidade empregadas, por exemplo, na atracação de plataformas e navios de produção. O nível de solicitação em fadiga é elevado, e deve ser contemplado no desenvolvimento do produto. As manilhas fazem parte de um conjunto maior (estacas, amarras ou cordoalhas e ganchos) e a sua não disponibilidade no país acarreta em transtornos e dependência externa. Itens passam a ser importantes pois passa a ser comum em licitações a exigência do fornecimento de todo sistema de ancoramento. Para atender os rigorosos requisitos de desempenho de manilhas de grau 10, há a necessidade de cuidados em todas as etapas de fabricação: desde a inspeção de recebimento da matéria-prima, passando pelas etapas de processamento termo-mecânico até as etapas finais de acabamento - sendo imprescindível monitorar em todas as etapas de fabricação a evolução e o controle microestrutural. Problemas de acabamento ou descarbonetação superficial, por exemplo, acarretam em uma drástica queda no desempenho em fadiga do componente. O controle metalúrgico de todas as etapas é fundamental. O LAMEF/UFRGS conta com todos os equipamentos para acompanhar as etapas de processamento, desde a metalografia completa, passando por aparelhos de dureza portáteis, equipamentos de inspeção por ultra-som culminando com toda parte de equipamentos para os ensaios necessários - desde ensaios em corpos de prova até o ensaio final de qualificação do componente em fadiga, conforme exigido no edital, sendo que a Norma ABNT exige ensaios de fadiga apenas para manilhas de até 32 toneladas, enquanto que a PETROBRAS quer manilhas com capacidade acima de 100 toneladas com desempenho em fadiga assegurado.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / André Ronaldo Froehlich - Integrante / Fabiano Dornelles Ramos - Integrante / Fabiano Mattei - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante / Ralf Wellis de Souza - Integrante / Jailson Torma Betanzos - Integrante / Susi Mari Marques Pereira - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Koch Metalúrgica S A - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2001 - 2003

    Controle de Atmosferas em Fornos a Gás Natural, Descrição: Este projeto visa substituir o gás liquefeito de petróleo (GLP), óleo diesel e a energia eletrica por Gás Natural (GN) em instalações de Tratamentos Térmicos no setor metal-mecânico. Planeja-se primeiro o monitoramento da taxa e potência de aquecimento, produtos de combustão e homogeneidade térmica de fornos com esta substituição, através de pesquisa aplicada na área de utilização do GN nos tratamentos térmicos e aquecimento de componentes na indústria metal -mecânica, mediante testes experimentais em fornos de dimensões reais "in loco". Simultaneamente, será desenvolvida a aplicação de programas computacionais para controle de atmosferas em tratamentos térmicos. Também serão analisadas as atmosferas e rendimentos de fornos de tratamentos te'rmicos a partir de coletas de dados obtidos nos testes.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Coordenador / Afonso Reguly - Integrante / Rubem Manoel Braga - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Liane Roldo - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Luis Carlos Lopo - Integrante / Luciano Andre Piana - Integrante / Rosa Irene Terra - Integrante / Andre Ronaldo Froehlich - Integrante / Vilson João Batista - Integrante / Carlos Eduardo Fortis Kwietniewski - Integrante / Paulo Hernrique Cardoso - Integrante / Vitor Jose Frainer - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro / Companhia de Gas do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro / Transportadora Brasileira Gasoduto Bolivía-Brasil - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2003

    Projeto Verde-Amarelo - Otimização e Qualificação de Componentes (CETECO), Descrição: Este projeto, unindo esforços da Escola de Engenharia da UFRGS e da Funda"cão de ciência e tecnologia do estado do rio grande do sul (CIENTEC) objetivam proporcionar a região Sul do païs um moderno Centro de Testes de Componentes (CETECO) aliando a estrutura já existente nos laboratórios da Escola de Engenharia da UFRGS e do CIENTEC possibilitará unir a experiência e qualidade de serviços de ensaios prestados pelo CIENTEC à experiência e os contatos com o setor industrial dos laboratórios vinculados ao tradicional Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais, Minas e Metalurgia (PPGEM) da UFRGS. O CETECO possibilitaria atender a três objetivos: 1 - Aumento da oferta de Ensaios de Qualificação de Componentes 2 - Análise de Causas de Reprovação de Componentes Ensaiados em Fadiga 3 - Treinamento de Pessoal. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo Roberto Strohaecker - Coordenador / Rubem Manoel de Braga - Integrante / Sandro Griza - Integrante / Liane Roldo - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Alessandro José Staniecki - Integrante / Alex Avila Nunes - Integrante / Alexandre Pinto Trindade - Integrante / Antonio Luiz Souza Melo - Integrante / Carlos Arthur Ferreira - Integrante / Diogens da Silva Pereira - Integrante / Eduardo Roberto Costa Irigoyen - Integrante / Rubem Fritsch - Integrante / Paulo H Cardoso - Integrante / Ney F Ferreira - Integrante / Milton Antonio Zaro - Integrante / Jose Gerbase Filho - Integrante / Jose Eduardo R Sanz - Integrante / Joaquin Bas Guirao - Integrante / Inacio de Fontoura Limberger - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Bruning Tecnometal - Auxílio financeiro / Wax Company - Auxílio financeiro / Aços Finos Piratini S/A - Auxílio financeiro / Dana S A - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2002

    Tratamento Superficial de Componentes para Uso na Indústria Petroquímica, Descrição: A indústria petroquímica tem grande parte de sua receita focada ao reparo e substituição de componentes corroídos e desgastados e qualquer esforço para amenizar tais problemas é de grande importânica e relevância. O desgaste de componentes diminui a eficiência do processo produtivo aumentando os tempos de set-ups de máquina, troca de componentes e gasto em reparos. Sendo assim, o principal objetivo do projeto é estudar e avaliar tratamento superficiais que visem a melhoria das propriedades tribológicas de componentes metálicos sujeitos a degradação na indústria petroquimica com o uso dos tratamentos de nitretação à plasma e deposição de TiN/CrN por PVD (processo duplex). Com a possibilidade da realização do tratamento duplex, o grupo de engenharia de superfícies do LAMEF/UFRGS, dará mais um passo importante nessa área de pesquisa possibilitando a realização de publicações científicas, trabalhos de iniciação científica, dissertações de mestrado, teses de doutorado, além da tranferência tecnológica para as indústrias nacionais interessadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Afonso Reguly - Integrante / Telmo RStrohaecker - Coordenador / Sandro Griza - Integrante / Marcelo Dornelles Pimenta - Integrante / Mário Wolfart Jr - Integrante / Ricardo Reppold Marinho - Integrante / Michele de Almeida Pessim - Integrante / Lui Carlos Nascimento Lopo - Integrante / Liane Roldo - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 1998 - 1999

    Desenvolvimento e Caracterização de Recobrimentos pelo Processo PVD, Descrição: O trabalho consiste em efetuar deposições via PVD e tratamento duplex (nitretação inônica + deposição de TiN por PVD). Primeiramente será estudada a deposição de Nitreto de Titânio (TiN) via PVD, visando entender todos os detalhes do processo, variando-se os parâmetros : temperatura, mistura gasosa, pressão e tensão. Nesta etapa serão efetuadas análises das propriedades mecânicas e fisico-químicas. O passo seguinte é efetuar deposições de TiN via PVD em ferramentas de usinagem e testar estas em laboratório e na indústria.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (8) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (9) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Rubem Manoel Braga - Integrante / Telmo RStrohaecker - Coordenador / Marcelo Dornelles Pimenta - Integrante / Alexandre Rocha - Integrante / Mario Wolfart Jr - Integrante / Lucas Sassaki Borges - Integrante / Ricardo Gonsioroki Mombrú - Integrante / André R Froehlich - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / Dana S A - Cooperação / Wax Company - Cooperação / Copê Cia Ltda - Cooperação / Elevadores Sûr - Cooperação / Ikro S A - Cooperação.

  • 1995 - 1996

    Desenvolvimento de Eletrodos Revestidos para Soldagem Sub-Aquática, Descrição: O presente projeto teve como objetivo de desenvolver eletrodos revestidos para soldagem sub-aquática para reparos em equipamentos e plataformas off-shore, que apresentem alta resistência mecânica e tenacidade e baixa produção de hidrogênio no metal de solda.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Marcio Levi Kramer de Macedo - Integrante / Ivan Guerra Machado - Coordenador., Financiador(es): Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Engenharia, Departamento de Metalurgia. , Av.Osvaldo Aranha, 99 sala 610, Centro, 90035190 - Porto Alegre, RS - Brasil, Telefone: (51) 33083593, Fax: (51) 33083988, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2006 - 2006

    GKSS Forschungszentrum Geesthacht GmbH

    Vínculo: Estágio Técnico, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 40

  • 2002 - 2005

    GKSS Forschungszentrum Geesthacht GmbH

    Vínculo: estagio de aperfeiçoamento, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0

    Atividades

    • 09/2005 - 09/2005

      Estágios , Instiut Für Werstoffforschung, Watz Joining Technology.,Estágio realizado, Processo de Deposição por Fricção.

    • 09/2004 - 10/2004

      Estágios , Instiut Für Werstoffforschung, Watz Joining Technology.,Estágio realizado, Processo de Deposição por Fricção.

    • 11/2003 - 11/2003

      Estágios , Instiut Für Werstoffforschung, Watz Joining Technology.,Estágio realizado, Processo de Deposição por Fricção.

    • 10/2002 - 11/2002

      Estágios , Instiut Für Werstoffforschung, Watz Joining Technology.,Estágio realizado, Processo de Deposição por Fricção.

  • 1993 - Atual

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: ENGENHEIRO METALÚRGICO, Carga horária: 40

    Atividades

    • 05/2004

      Pesquisa e desenvolvimento , Escola de Engenharia, Departamento de Metalurgia.,Linhas de pesquisa

    • 09/2001

      Pesquisa e desenvolvimento , Escola de Engenharia, Departamento de Metalurgia.,Linhas de pesquisa

    • 07/1996

      Serviços técnicos especializados , Escola de Engenharia, Departamento de Metalurgia.,Serviço realizado, Caracterização Metalúrgica e Mecânica em Materiais Metálicos.

    • 07/1996

      Outras atividades técnico-científicas , Escola de Engenharia, Escola de Engenharia.,Atividade realizada, Auxiliar em Práticas de Metalografia, Microscopia óptica, microscopia eletrônica de varredura e tratamentos térmicos.

    • 07/2003 - 08/2003

      Treinamentos ministrados , Escola de Engenharia, Departamento de Metalurgia.,Treinamentos ministrados, CURSO TEÓRICO E PRÁTICO DE METALÚRGIA BÁSICA PARA CVRD

    • 06/2002 - 07/2002

      Treinamentos ministrados , Escola de Engenharia, Departamento de Metalurgia.,Treinamentos ministrados, Curso Básico Teórico e Prático de Metalurgia

    • 11/1993 - 06/1996

      Serviços técnicos especializados , Laboratório de Soldagem e Técnicas Conexas, Laboratório de Soldagem e Técnicas Conexas.,Serviço realizado, Soldagem Sub-Aquática com eletrodos revestidos.

    • 11/1993 - 06/1996

      Outras atividades técnico-científicas , Laboratório de Soldagem e Técnicas Conexas, Laboratório de Soldagem e Técnicas Conexas.,Atividade realizada, Auxiliar em Práticas de processos de soldagem (Eletrodo revestido, MIG/MAG, TIG, Arco Submerso, ponto).

    • 03/1995 - 03/1996

      Pesquisa e desenvolvimento , Laboratório de Soldagem e Técnicas Conexas, Laboratório de Soldagem e Técnicas Conexas.,Linhas de pesquisa

  • 1991 - 1992

    Refinaria Alberto Pasqualini

    Vínculo: s/vinculo, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Estágio de 6 meses no setor de inspeção de equipamentos da REFAP.

    Atividades

    • 06/1991 - 01/1992

      Estágios , Produção, Setor de Inspeção de Equipamentos.,Estágio realizado, Inspeção de Equipamentos.