Luciano Rocha Pinto

Doutor em História pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPGH-UERJ), com Pós-doutorado em História, pela Universidade Federal Fluminense (PPGH-UFF) e em Teologia Sistemática, pela Pontifícia Universidade do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Áreas de atuação: História política, Poder pastoral no ocidente e perspectivas do espaço sagrado.

Informações coletadas do Lattes em 04/03/2024

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em História

2010 - 2014

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Título: Câmara Municipal: uma sociedade de discurso na cidade-corte do Império do Brasil (1828-1834)
Orientador: Profa. Dra. Marilene Rosa Nogueira da Silva
, Ano de obtenção: 2014. Bolsista do(a): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, FAPERJ, Brasil. Palavras-chave: Brasil Império; História administrativa; Câmara Municipal; Produção de subjetividade; Relações de poder.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Relações de poder e subjetivação (Séc. XIX). Setores de atividade: Educação.

Mestrado em História

2005 - 2007

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Título: O Avaliador de Escravos: política e negócio na Câmara Municipal carioca (1808-1831)
, Ano de Obtenção: 2007.Marilene Rosa Nogueira da Silva.Palavras-chave: História; Século XIX; Câmara Municipal; Avaliador de Escravos; Política.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil Império.

Aperfeiçoamento em Teologia e Pastoral

2015 - 2018

Escola Diaconal Santo Efrém - Arquidiocese do Rio de Janeiro
Título: O DIACONADO PERMANENTE E OS NOVOS AREÓPAGOS: UMA ANÁLISE DO SERVIÇO ÀS MESAS NA PÓS-MODERNIDADE. Ano de finalização: 2018
Orientador: João Paulo Sequeira de Carvalho

Aperfeiçoamento em Filosofia

1997 - 1999

Faculdade de São Bento do Rio de Janeiro
Título: --. Ano de finalização: 1999

Graduação em História

2000 - 2004

Universidade Gama Filho
Título: O Mercado de Almas da Cidade do Rio de Janeiro: organicidade e especificidade (1808-1831)
Orientador: Marilene Rosa Nogueira da Silva

Pós-doutorado

2017 - 2019

Pós-Doutorado. , Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil. , Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. , Grande área: Ciências Humanas

2014 - 2016

Pós-Doutorado. , Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil. , Grande área: Ciências Humanas, Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Relações de poder e subjetivação (Séc. XIX).

Formação complementar

2013 - 2013

Entre Foucault e Certeau: contribuições .... (Carga horária: 6h). , Associação Nacional de História, ANPUH, Brasil.

2011 - 2011

História, Direito e Cultura Jurídica: um balanço... (Carga horária: 6h). , Associação Nacional de História - Sede, ANPUH/Sede, Brasil.

2010 - 2010

O mundo visto pela ótica da ciência. (Carga horária: 20h). , Instituto Ciência Hoje/SBPC, ICH/SBPC, Brasil.

2004 - 2004

Política. (Carga horária: 60h). , Universidade Gama Filho, UGF, Brasil.

1997 - 1999

Filosofia. (Carga horária: 2190h). , Faculdade de São Bento do Rio de Janeiro, FSB-RJ, Brasil.

1994 - 1995

Ensino Normal - Magistério de 1o Grau. (Carga horária: 2430h). , Colégio Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento, CNSS, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Teologia / Subárea: História da Igreja.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Teologia / Subárea: História do Brasil Império.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Teologia / Subárea: Relações de poder e subjetivação (Séc. XIX).

Participação em eventos

Fórum de Discussão: "As leis 10.639/2003 e 11.645/2008 - Perspectivas e avanços nas discussões".Fórum de Discussão: "As leis 10.639/2003 e 11.645/2008 - Perspectivas e avanços nas discussões". 2016. (Oficina).

X Semana de História Política / VII Seminário Nacional de História: Política, Cultura & Sociedade.Norma, prática e costume no mundo colonial português. 2015. (Simpósio).

IX Semana de História Política / VI Seminário Nacional de História.Norma, prática e costume no mundo colonial português. 2014. (Seminário).

IX Semana de História Política / VI Seminário Nacional de História.Poder, Justiça e Criminalidade. 2014. (Seminário).

Entre Foucault e Certeau: contribuições para o campo da História da Saúde no XXVII Simpósio Nacional de de História (Anpuh 2013).. 2013. (Simpósio).

Fórum de Professores (EJA): a neurociência no contexto escolar.. 2013. (Outra).

III Fórum de Pesquisadores.Discurso e formação humana na (pós) modernidade. 2013. (Outra).

V Seminário Nacional de História: Política e Culturas & Política e Sociedade.Norma, prática e costume no mundo colonial português.. 2013. (Seminário).

XXVII Simpósio Nacional de História.Planejando os espaços e regulando a circulação: a Câmara Municipal e a construção de um dispositivo inspecional-disciplinar (Rio de Janeiro, décadas de 1820-1830).. 2013. (Simpósio).

Centro de Estudos Integrado da 7a CRE - Gerência de Educação PEJA-SME-Rio.A construção da noção de disciplina na Modernidade. 2011. (Encontro).

Curso de Extensão "Michel Foucault e a História II".A emergência da normalização no município da corte. 2011. (Outra).

Fórum de Pesquisadores.A DISCIPLINA COMO ESTRATÉGIA DE PODER: O CASO DO AVALIADOR DE ESCRAVOS. 2011. (Outra).

III Seminário LEDDES: História, Discursos e Poderes.A História como Jogo: as contribuições de Michel Foucault para o historiador. 2011. (Seminário).

VIII Simpósio de História: Estado, poder e violência..O poder soberano e a reforma do sistema penal. 2011. (Simpósio).

VI Semana de História Política / III Seminário Nacional de História: Política e Cultura & Política e Sociedade.O Corpo e o Poder Político: uma análise do encarceramento como instrumento de correção dos indesejáveis no Código Criminal do Império do Brasil. 2011. (Seminário).

XVI Congreso Internacional de AHILA: El nascimento de la liberdad en la Península Ibérica e Latinoamérica.... Código Criminal do Império do Brasil: entre a soberania e a disciplina.. 2011. (Congresso).

XXVI Simpósio Nacional de História.Moral e Religião no Código Criminal Imperial ou uma Apologia da Soberania em Tempos de Ilustração. 2011. (Simpósio).

Curso de Extensão.A Formação da Sociedade Disciplinar e a Construção da Ordem do Discurso sobre Crime e Castigo no Código Criminal do Império do Brasil. 2010. (Outra).

Curso de Extensão.Terror e Política: o medo como efeito de poder. 2010. (Outra).

II Seminário sobre as Diferenças e Desigualdades Sociais: vulnerabilidades e controle social.Tecnologias do Sistema Escravista. 2010. (Seminário).

XIV Encontro Regional da ANPUH-Rio: Memória e Patrimônio.Sobre a arte de punir no Código Criminal Imperial. 2010. (Encontro).

Semana da Africanidade no Centro de Referência de Educação de Jovens e Adultos (CREJA-SME-Rio).Escravidão Urbana: o Rio de Janeiro no século XIX. 2009. (Encontro).

Encontro de Professores do Ensino Fundamental. 2008. (Encontro).

III Semana de História Política.Comunicação. 2008. (Seminário).

Ciclo de Formação: Desenvolvimento Humano em Questão. 2007. (Encontro).

Centro Integral de Estudos. Ciep Graciliano Ramos.O Avaliador de Escravos: poder e hierarquização no século XIX carioca.. 2006. (Encontro).

Centro Integral de Estudos. CIEP Graciliano Ramos.Fundamentalismo e Racionalidade: a relação entre a fé e a razão. 2006. (Encontro).

Diferenças e Desigualdades no Conselho Carioca: o caso do Avaliador de escravos..XII Encontro Recional de História. 2006. (Encontro).

III Ciclo de Palestras: Avaliação no processo ensino-aprendizagem. 2006. (Encontro).

XII Encontro Regional de História. 2006. (Encontro).

Fórum de Atualização da Multieducação. 2005. (Outra).

Trabalho com Imagens em Sala de Aula. 2005. (Oficina).

II Seminário Integrado da Diretoria de Educação Fundamental (SME-Rio).II Seminário Integrado da Diretoria de Educação Fundamental. 2004. (Seminário).

Saúde da voz. 2004. (Encontro).

América Latina e Neoliberalismo. 2002. (Encontro).

A Preservação do Patrimônio Cultural.A Preservação do Patrimônio Cultural. 2002. (Outra).

CIclo de palestra - História.Ciclo de Palestra. 2002. (Seminário).

Israelenses e Palestinos: contra seus próprios interesses.Israelenses e Palestinos: contra seus próprios interesses. 2002. (Outra).

Seminário Interno de Pesquisa.Seminário Interno de Pesquisa. 2002. (Seminário).

Cultura, Religião e Poder na Idade Média.Cultura, Religião e Poder na Idade Média. 2001. (Seminário).

VII Semana de História - UGF.VII Semana de História. 2001. (Seminário).

I Semana de Filosofia.I Semana de Filosofia e Teologia - Fé e Razão. 2000. (Seminário).

VI Semana de História - UGF.VI Semana Pedagógica de História. 2000. (Seminário).

Participação em bancas

Aluno: Júlio César Bendinelli

MORAES, A. O.; AMADO, J. P.; SANTANA, L. F. R.; SANTOS, A. F. J.;PINTO, LUCIANO ROCHA. Servidor da mesa da Palavra de Deus: estudo teológico-pastoral sobre o ministério do diácono permanente. 2016. Tese (Doutorado em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Aluno: Valdir Damião Santos

PINTO, Luciano Rocha. Livres para Quitandar: os alforriados proprietários de casas comerciais na cidade do Rio de Janeiro (1847-1849). 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

Aluno: Flávia Rodrigues de Mello

PINTO, Luciano Rocha. O MERCADO DE ESCRAVOS DO RIO DE JANEIRO. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

Aluno: Ana Priscila Cerqueira Leon

PINTO, Luciano Rocha. DA VALA COMUM A SÃO FRANCISCO XAVIER. UM ESTUDO DO CEMITÉRIO NO RIO DE JANEIRO (1838-1851). 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

Aluno: Eraldo Collaço Viana

PINTO, Luciano Rocha. NA CONTRAMÃO DA REPRESSÃO: O SURGIMENTO DA UMBANDA EM UMA SOCIEDADE URBANO-INDUSTRIAL. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

Aluno: Mirella Reis Pereira

PINTO, Luciano Rocha. A PRESENÇA FEMININA DA CASA DE DETENÇÃO DO RIO DE JANEIRO. DA CORTE À BELLE ÉPOQUE. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

PINTO, LUCIANO ROCHA. Banca de Correção da prova de História do Exame Discursivo do Vestibular Estadual 2015. 2014.

Comissão julgadora das bancas

Marilene Rosa Nogueira da Silva

SILVA, Marilene Rosa Nogueira da. O Avaliador de Escravos: Política e Negócio na Câmara Municipal Carioca(1808-1850). 2007. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Marilene Rosa Nogueira da Silva

SILVA, Marilene Rosa Nogueira da. A Câmara Municpal: Uma Sociedade de Discurso na cidade corte do Império do Brasil -1828/1834. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pos Graduação em História -PPGH) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Marilene Rosa Nogueira da Silva

SILVA, Marilene Rosa Nogueira da. O Avaliador de Escravos: Política, negócios, relações e representações na Camara Municipal Carioca. 2006. Outra participação, Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Renata Rozental Sancovsky

SANCOVSKY, R. R.; SILVA, Marilene Rosa Nogueira da; SANCHES, Marcos Guimarães. O Mercado de Almas da Cidade do Rio de Janeiro. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

Márcia de Almeida Gonçalves

BICALHO, Maria Fernanda;GONÇALVES, M. A.; SILVA, Marilene Rosa N. da. Câmara Municipal: a emergência de uma sociedade de discurso na Corte Imperial (1828-1834). 2013. Exame de qualificação (Doutorando em História Política) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas/UERJ.

Marcos Guimarães Sanches

SANCHES, M. G.; CARVALHO FILHO, Silvio de Almeida; SILVA, M. R. N.. O Avaliador de Escravos: Política e Negócio na Câmara Municipal Carioca (1808-1831). 2007. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Marcos Guimarães Sanches

SILVA, M. R. N.; RODRIGUES, Cláudia; GONCALVES, M. A.; SCHEINVAR, E.;SANCHES, M. G.. Câmara Municipal: uma sociedade de discurso na cidade-corte do Império do Brasil (1828-1834). 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Marcos Guimarães Sanches

SANCHES, M. G.; SILVA, M. R. N.; SANCOVSKY, R. R.. O Mercado de Almas da Cidade do Rio de Janeiro: organicidade e especificidade. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

Estela Scheinvar

SCHEINVAR, E.; SILVA, Marilene Rosa Nogueira da; GONÇALVES, Márcia de Almeida; RODRIGUES, Claudia; SANCHES, Marcos Guimarães. Câmara Municipal: uma sociedade de discurso na cidade-corte do Império do Brasil (1928-1834). 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Eliane Garcindo de Sá

SÁ, Eliane Garcindo de; ROSA, Marilene. O avaliador de escravos:política, negócios, relações e representações na Câmara Municipal carioca (1808-1813). 2006. Outra participação, Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Cláudia Rodrigues

SILVA, M. R. N. da;RODRIGUES, C.; GONÇALVES, M. A; SANCHES, M. G.; SHEINVAR, E.. Câmada Municipal: uma sociedade de discurso na cidade-corte do Império do Brasil (1828-1834). 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Silvio de Almeida Carvalho Filho

CARVALHO FILHO, S. de A.; SILVA, Marilene Rosa Nogueira da; SANCHES, Marcos Guimarães. O Avaliador de Escravos: Política e negócio na Câmara Municipal Carioca (1808-1831). 2007. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Maria Fernanda Baptista Bicalho

SILVA, M. R. N.;BICALHO, M. F. B.BICALHO, M. F. B.. Câmara Municipal: a emergência de uma sociedade de discurso na corte imperial (1828-1834). 2013. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Foi orientado por

Marilene Rosa Nogueira da Silva

O Avaliador de Escravos: Política e Negócio na Câmara Municipal Carioca(1808-1850); 2007; Dissertação (Mestrado em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro,; Orientador: Marilene Rosa Nogueira da Silva;

Marilene Rosa Nogueira da Silva

A Câmara Municipal: Uma Sociedade de Discurso na cidade corte do Império do Brasil -1828/1834; 2014; Tese (Doutorado em Programa de Pos Graduação em História -PPGH) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Marilene Rosa Nogueira da Silva;

Marilene Rosa Nogueira da Silva

O Mercado de Almas da Cidade do Rio de Janeiro:Organicidade e especificidade-1808-1831; 2004; 90 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Gama Filho; Orientador: Marilene Rosa Nogueira da Silva;

Abimar Oliveira de Moraes

2019; Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro,; Abimar Oliveira de Moraes;

Humberto Fernandes Machado

2014; Universidade Federal Fluminense,; Humberto Fernandes Machado;

Produções bibliográficas

  • PINTO, Luciano Rocha . Os Sete helenistas e os dispersos de Jerusalém: o serviço às mesas como diaconia de encontro e construção identitária da missão na igreja apostólica.. ATUALIDADE TEOLÓGICA , v. XXIX, p. 468-489, 2020.

  • PINTO, Luciano Rocha . O ministério das diaconisas: ensaio histórico-teológico sobre a diaconia das mulheres no primeiro milênio. COLETÂNEA (RIO DE JANEIRO) , v. 17, p. 123-144, 2018.

  • PINTO, Luciano Rocha . ORDENADO PARA O SERVIÇO: UMA HISTÓRIA DO PASTORADO A PARTIR DA RELAÇÃO EPÍSCOPODIÁCONO NOS PRIMEIROS SÉCULOS CRISTÃOS. REVISTA HISTÓRIA (RIO DE JANEIRO) , v. 1, p. 9-35, 2018.

  • PINTO, LUCIANO ROCHA . O PODER PASTORAL COMO DIACONIA CARITATIS: UM OLHAR HISTÓRICO-TEOLÓGICO DO DIACONADO EM SUA TESSITURA NO TEMPO. ATUALIDADE TEOLÓGICA , v. 2017, p. 129-153, 2017.

  • PINTO, LUCIANO ROCHA . In persona Christi servi: sobre a diaconia de Cristo e o ministério diaconal. Revista de Cultura Teológica , v. 1, p. 144-171, 2017.

  • PINTO, LUCIANO ROCHA . A formação do diacônio carioca: origens e desenvolvimento do ministério diaconal na Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro. REVISTA HISTÓRIA (RIO DE JANEIRO) , v. 1, p. 111-143, 2017.

  • PINTO, LUCIANO ROCHA . MENSA VERBI DEI: O MINISTÉRIO DIACONAL DA PALAVRA DE DEUS. COLETÂNEA (RIO DE JANEIRO) , v. 16, p. 81-103, 2017.

  • PINTO, LUCIANO ROCHA . Indisciplina, vigilância e produção da ilegalidade na cidade-corte do império do Brasil (décadas de 1820 e 1830). Passagens: Revista Internacional de História Política e Cultura Jurídica , v. 8, p. 233-251, 2016.

  • PINTO, LUCIANO ROCHA . EXPERIMENTANDO ESTRATÉGIAS DE SUJEIÇÃO: A CÂMARA MUNICIPAL DA CIDADE-CORTE DO IMPÉRIO DO BRASIL E AS TÉCNICAS DE NOMEAÇÃO E DE REGISTRO (DÉCADAS DE 1820 E 1830). Revista Tempos Históricos , v. 18, p. 491-516, 2014.

  • PINTO, Luciano Rocha . Amar e temer a Deus, obedecer e honrar os soberanos: A construção da soberania pela mise-en-scéne litúrgico-festiva-cortesã (Rio de Janeiro, 1808-1822). Coletânea (Rio de Janeiro) , v. XIII, p. 274-291, 2014.

  • PINTO, LUCIANO ROCHA . Vigilâncias múltiplas e entrecruzados olhares: a Câmara Municipal e a (in)disciplina no Rio de Janeiro (décadas 1820-1830) - doi: 10.4025/dialogos.v17i2.753. Dialogos (Maringa) , v. 17, p. 523-548, 2013.

  • PINTO, Luciano Rocha . A história como jogo: contribuições de Michel Foucault para o ensino da história. História & Ensino , v. 17, p. 149, 2011.

  • ROCHA PINTO, LUCIANO . DIACONADO LATINO: UMA REFLEXÃO SOBRE SEU DESAPARECIMENTO A PARTIR DAS RELAÇÕES DE PODER PASTORAL. ATUALIDADE TEOLÓGICA , v. 20, p. 106-128, 2011.

  • PINTO, Luciano Rocha . O avaliador de escravos e o status social da função na sociedade carioca oitocentista.. LPH (UFOP) , v. 18, p. 202-246, 2008.

  • PINTO, Luciano Rocha . O Avaliador de Escravos: poder local e hierarquização (1808-1831). Revista do Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro , v. 2, p. 101-117, 2008.

  • PINTO, LUCIANO ROCHA . Ministério Diaconal: História e Teologia. 1. ed. São Paulo: Paulus, 2020. v. 1000. 377p .

  • PINTO, Luciano Rocha . Arte de Governar: o poder local no Brasil, séculos XVIII-XIX. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora Multifoco/Luminária Academia, 2014. v. 1000. 307p .

  • PINTO, L. R. (Org.) ; PINTO, Luciano Rocha (Org.) . Histórias Revistas: sobre instituições, corpos e 'almas'.. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora Multifoco/Luminária Academia, 2013. v. 1000. 343p .

  • PINTO, Luciano Rocha . Sobre a Arte de Punir: ensaio sobre o Código Criminal do Império do Brasil. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora Multifoco, 2012. v. 1000. 194p .

  • PINTO, Luciano Rocha ; SILVA, Marilene Rosa Nogueira da, et alii (Org.) . Experimentadores: Michel Foucault e práticas historiográficas.. 1. ed. Rio de Janeiro: Pajú, 2011. v. 1000. 250p .

  • PINTO, Luciano Rocha . Poder e Escravidão: o caso do Avaliador de Escravos no município da corte (Rio de Janeiro 1808-1831). 1. ed. Rio de Janeiro: Paju, 2010. v. 1000. 181p .

  • PINTO, Luciano Rocha . O Avaliador de Escravos e o Mercado de Almas da Praça Carioca (1808-1831). 1. ed. Rio de Janeiro: Luciano Rocha Pinto Editor, 2005. v. 1000. 140p .

  • PINTO, Luciano Rocha . O Regente, o Avaliador e o Escravo: uma história do corpo na Corte carioca ou um olhar sobre a existência humana.. In: Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro (SME-Rio). (Org.). Rio de Janeiro: histórias concisas de uma cidade de 450 anos. 1ed.Rio de Janeiro: Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro (SME-Rio), 2015, v. 1, p. 72-82.

  • PINTO, Luciano Rocha . Do orgânico ao biológico, do corpo à população: os domínios da Câmara Municipal da cidade-corte do Império do Brasil a partir das Posturas de 1830. In: Luciano Rocha Pinto. (Org.). Arte de Governar: o poder local no Brasil, séculos XVIII-XIX. 1aed.Rio de Janeiro: Editora Multifóco / Luminária Academia, 2014, v. 1000, p. 188-225.

  • PINTO, Luciano Rocha . A tecnologia política da alma: relação Estado/Igreja e produção de corpos dóceis no Brasil Império.. In: Luciano Rocha Pinto. (Org.). Histórias Revistas: sobre instituições, corpos e 'almas'.. 1ed.Rio de Janeiro: Luciano, 2013, v. , p. 89-103.

  • PINTO, Luciano Rocha . A formação da sociedade disciplinar e a construção da ordem no discurso sobre crime e castigo no código criminal do império do Brasil. In: Silva, Marilene Rosa N. da; Torres, Magda; Pinto, Luciano Rocha. (Org.). Experimentadores: Michel Foucault e práticas historiográficas.. 1ed.Rio de Janeiro: Pajú, 2011, v. 1000, p. -.

  • PINTO, Luciano Rocha . Planejando os espaços e regulando a circulação: a Câmara Municipal e a construção de um dispositivo inspecional-disciplinar (Rio de Janeiro, décadas de 1820 e 30).. In: XXVII Simpósio Nacional de História: conhecimento histórico e diálogo social., 2013, Natal - RN. Anais do XXVII Simpósio Nacional de História (Anpuh-2013), 2013.

  • PINTO, Luciano Rocha . O Regimento das Câmaras Municipais do Império do Brasil e a construção de uma nova episteme para as municipalidades. In: VII Semana de História Política / IV Seminário Nacional de História: Cultura e Sociedade, 2012, Rio de Janeiro. Anais do VII Semana de História Política / IV Seminário Nacional de História: Cultura e Sociedade. Rio de Janeiro: PPGH-UERJ, 2012. v. 1. p. 1127-1135.

  • PINTO, Luciano Rocha . O poder soberano e a reforma do sistema penal. In: VIII Simpósio de História: Estado, poder e violência., 2011, São Gonçalo. Anais do VI Simpósio de História: Revoluções, Repúblicas e Utopias, 2011. v. 1. p. 1-698.

  • PINTO, Luciano Rocha . Moral e Religião no Código Criminal Imperial ou uma Apologia da Soberania em Tempos de Ilustração. In: XXVI Simpósio Nacional de História, 2011, São Paulo. Anais do XXVI SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA - ANPUH: 50 anos, 2011. v. 1.

  • PINTO, Luciano Rocha . O Corpo e o Poder Político: uma análise do encarceramento como instrumento de correção dos indesejáveis no Código Criminal do Império do Brasil. In: VI Semana de História Política / III Seminário Nacional de História: Política e Cultura & Política e Sociedade, 2011, Rio de Janeiro. Anais do III Seminário Nacional de História..., 2011.

  • PINTO, Luciano Rocha . A HISTÓRIA COMO JOGO: CONTRIBUIÇÕES DE MICHEL FOUCAULT PARA O TRABALHO DO HISTORIADOR. In: III Seminário LEDDES: História, Discursos e Poderes, 2011, Rio de Janeiro. Anais Eletrônicos do III Seminário LEDDES: História, Discursos e Poderes. Rio de Janeiro: Laboratório de Estudos das Diferenças e Desigualdades Sociais (LEDDES), 2011. v. 1. p. 465-478.

  • PINTO, LUCIANO ROCHA . O Código Criminal do Império do Brasil entre a soberania e a disciplina: as sobrevivências do Antigo Regime no discurso penal brasileiro. In: XVI Congreso Internacional de AHILA: el nascimento de la libertad en la Península Ibérica y Latinoamérica, 2011, San Fernando. Actas del XVI Congreso Internacional de AHILA - San Fernando (Espaa). San Fernando: XVI Congreso Internacional de AHILA, 2011. p. 1679-1707.

  • PINTO, Luciano Rocha . Sobre a arte de punir no Código Criminal Imperial. In: XIV Encontro Regional da ANPUH-Rio: Memória e Patrimônio, 2010, Rio de Janeiro. XIV Encontro Regional da ANPUH-Rio: Memória e Patrimônio. Rio de Janeiro: ANPUH-Rio, 2010. v. 1.

  • PINTO, Luciano Rocha . O AVALIADOR DE ESCRAVOS (Rio de Janeiro, 1774-1831). In: III Semana de História Política, 2008, Rio de Janeiro. III Semana de História Política, 2008.

  • PINTO, Luciano Rocha . O Avaliador de Escravos: desigualdade e estratificação social (Rio de Janeiro - 1774-1831). In: V Simpósio Nacional Estado Brasileiro: Hegemonia, 2008, Niterói. V Simpósio Nacional Estado Brasileiro: Hegemonia, 2008. v. 1.

  • PINTO, Luciano Rocha . Diferenças e Desigualdades no Conselho Carioca: o caso do Avaliador de Escravos (1808-1831). In: XII Encontro Regional de História, 2006, Anpuh-Rio. Usos do Passado: XII Encontro Regional de História, 2006.

  • PINTO, Luciano Rocha . O Regente, o Avaliador e o Escravos: uma história do corpo na Corte carioca ou um olhar sobre a existência. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PINTO, Luciano Rocha . A memória da democracia brasileira. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PINTO, Luciano Rocha . Município Pedagógico: uma história do corpo e da produção subjetiva na cidade-corte do Império do Brasil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PINTO, Luciano Rocha . Discurso e formação humana na pós-modernidade. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PINTO, Luciano Rocha . Poder e escravidão. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PINTO, Luciano Rocha . O Regimento das Câmaras Municipais do Império do Brasil e a construção de uma episteme para as municipalidades. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PINTO, Luciano Rocha . Código Criminal do Império do Brasil: entre a soberania e a disciplina. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PINTO, Luciano Rocha . MORAL E RELIGIÃO NO CÓDIGO CRIMINAL IMPERIAL OU UMA APOLOGIA DA SOBERANIA EM TEMPOS DE ILUSTRAÇÃO. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • PINTO, Luciano Rocha . A emergência da normalização no município da corte. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PINTO, Luciano Rocha . O Corpo e o Poder Político: uma análise do encarceramento como instrumento de correção dos indesejáveis no Código Criminal do Império do Brasil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • PINTO, Luciano Rocha . A História como Jogo: as contribuições de Michel Foucault para o historiador. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • PINTO, Luciano Rocha . O Poder Soberano e a Reforma do Sistema Penal.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • PINTO, Luciano Rocha . Sobre a arte de punir no Código Criminal Imperial. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • PINTO, Luciano Rocha . O Avaliador de Escravos: desigualdade e estratificação social (Rio de Janeiro - 1774-1831). 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • PINTO, Luciano Rocha . O Avaliador de Escravos: poder e hierarquizção no século XIX carioca. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PINTO, Luciano Rocha . Fundamentalismo e Racionalidade: a relação entre a fé e a razão. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PINTO, Luciano Rocha . Diferenças e Desigualdades no COnselho Carioca: o caso do Avaliador de escravos". 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PINTO, Luciano Rocha . Editorial Revista História - 2018. Rio de Janeiro, 2018. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

  • PINTO, LUCIANO ROCHA . Editorial - Revista História 2017. Rio de Janeiro, 2017. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

  • PINTO, Luciano Rocha . Apresentação do Dossiê Abordagens da violência na América Latina. Rio de Janeiro, 2016. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

  • OLIVEIRA, J. ; PINTO, Luciano Rocha . Abordagens da Violência na América Latina. Rio de Janeiro, 2016. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

  • FARIAS, S. C. ; PINTO, Luciano Rocha . Rio de Janeiro: uma cidade de 450 anos. Rio de Janeiro, 2016. (Prefácio, Pósfacio/Introdução)>.

  • PINTO, Luciano Rocha . O discurso historiográfico: sobre os poderes locais no Brasil Colônia/Império (Apresentando o dossiê, tramando uma discussão). Rio de Janeiro, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

  • PINTO, Luciano Rocha . Sobre a arte de governar das 'Representantes de Sua Majestade': apresentando nossos olhares e fazeres. Rio de Janeiro, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

  • PINTO, Luciano Rocha . Sobre o trabalho em seu movimento: apresentando nossas histórias e experimentações. Rio de Janeiro, 2013. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

  • PINTO, Luciano Rocha ; SANTOS, T. DE O. . Contos Africanos e Ameríndios. Rio de Janeiro, 2008. (Prefácio, Pósfacio/Introdução)>.

  • PINTO, Luciano Rocha ; Franco, A. C. (Dir.Org) . A Missão Varnhagen nas Repúblicas do Pacífico (1863-1867). Rio de Janeiro/Brasília: CHDD/FUNAG, 2005 (Transcrição Paleográfica).

Outras produções

PINTO, Luciano Rocha . 'História da teologia do martírio na América Latina'. 2020.

PINTO, Luciano Rocha . Câmara Municipal da Cidade-Corte do Império do Brasil (Décadas de 1830-1840) Banco de Dados - Autos de Infrações. 2016.

PINTO, Luciano Rocha . A ADMINISTRAÇÃO LOCAL NO BRASIL IMPERIAL: NOTAS PRELIMINARES SOBRE AS MUNICIPALIDADES NOS DEBATES PARLAMENTARES. (Revista Clio-n. 34.1-2016). 2016.

PINTO, Luciano Rocha . O Império do Brasil e os Estados do Rio da Prata diante da Farroupilha (1835 ? 1845). 2015.

PINTO, Luciano Rocha . Vozes da Guerra Urbana no Rio de Janeiro: anotações sobre a tomada da Vila Cruzeiro e do Complexo do Alemão. 2015.

PINTO, Luciano Rocha . Escravidão e bens no Recife no limiar do século XIX - Revista Transversos, n. 2, ano 2014.. 2014.

PINTO, Luciano Rocha . O combate ao tráfico de escravos e a renovação da esquadra no Segundo Reinado - Revista Transversos, n. 2, ano 2014.. 2014.

PINTO, Luciano Rocha . O bom governo da municipalidade: Notas sobre a Câmara Municipal do Recife e sua organização para a administração da cidade (1829-1849) - Revista História, n. 4, ed. 2013. 2013.

PINTO, Luciano Rocha . O ordenamento do espaço urbano na corte imperial: O caso dos ?inconvenientes? quiosques frequentados por ?gente grosseira? (décadas de 1870-1880). 2013.

PINTO, Luciano Rocha . LIVROS DE MATRÍCULAS DA CASA DE DETENÇÃO: MEMÓRIAS DOS ?DESEDUCADOS? DA CORTE (1880-1889).. 2011.

PINTO, Luciano Rocha . O CONTROLE SOCIAL DA DELINQUÊNCIA INFANTIL NA CIDADE DE SÃO PAULO NA PASSAGEM DOS SÉCULOS XIX - XX PELA TEORIA DE MICHEL FOUCAULT. 2011.

PINTO, LUCIANO ROCHA . Projeto de Transcrições de Documentos Diplomáticos - Centro de História e Documentação Diplomática da Fundação Alexandre de Gusmão. 2003.

PINTO, LUCIANO ROCHA . Tratamento Técnico do Fundo Gestão do Prefeito Cesar Maia (1992-1996). 2001.

PINTO, LUCIANO ROCHA . TV UVA - Pedagogia em Ação - Uso do celular no ensino fundamental e médio. 2015.

PINTO, Luciano Rocha ; SILVA, M. R. N. ; TAPAJOS, V. M. N. . Revista História. 2010; Tema: Revista de divulgação científica. (Site).

PINTO, Luciano Rocha . Revista História: v. 1, n. 1 (2016): Abordagens da violência na América Latina: aproximações, debates e estudos de casos. 2016. (Editoração/Periódico).

PEREIRA, J. C. L. ; DUARTE, M. F. ; MARCOLINA, A. C. ; REIS, M. A. B. ; CAMPOS, W. J. ; XAVIER, T. A. O. ; SOARES, E. S. M. ; DAROSSI, F. P. ; MALTAURO, M. A. ; PINTO, Luciano Rocha . Revista História: ano 6, vol. 1, núm. 1 (2015). 2015. (Editoração/Periódico).

PINTO, Luciano Rocha . Revista História - Dossiê Câmara Municipal: Fontes, formação e historiografia do poder local no Brasil Colônia e Império (Ed. 2014).. 2014. (Editoração/Periódico).

PINTO, L. R. (Org.) ; PINTO, Luciano Rocha . Revista História - Dossiê Religiões e Religiosidade (Ed. 2013).. 2013. (Editoração/Periódico).

PINTO, Luciano Rocha . Revista Maracanan - Volume IX, n. 9, Janeiro-Dezembro de 2013. 2013. (Editoração/Periódico).

PINTO, Luciano Rocha . A História como Jogo: contribuições de Michel Foucault para o ensino da História.. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

BIAR, M. C. ; PINTO, Luciano Rocha . Revista História - Dossiê Criminalidade (Ed. 2012). 2012. (Editoração/Periódico).

PINTO, Luciano Rocha . A cidade do Rio de Janeiro e o escravo urbano. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

PINTO, Luciano Rocha . Revista História - Dossiê Punição e Controle (Ed. 2011).. 2011. (Editoração/Periódico).

PINTO, Luciano Rocha ; SILVA, Marilene Rosa Nogueira da, et alii . Experimentadores: Michel Foucault e práticas historiográficas.. 2011. (Editoração/Livro).

PINTO, Luciano Rocha . Revista História: Ano 1, Vol. 1, Núm. 1 (2010). 2010. (Editoração/Periódico).

PINTO, Luciano Rocha . Em algum lugar do rio de janeiro - Tirando a droga de cena - Edição 2013 (SME-Rio). 2013. Vídeo.

PINTO, Luciano Rocha . Caminhos (Tirando a Droga de Cena - Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro Edição 2013. 2013. Vídeo.

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Ministérios de serviço: identidade, sacramentalidade, missão e contribuições pastorais, Descrição: Esse projeto de pesquisa propõe aprofundar diversas questões que gravitam em torno dos chamados ?ministérios de serviço? da comunidade eclesial que desempenham importante função evangelizadora e educadora. Tais ministérios realizam-se sobremaneira através dos sacramentos da ordem e do matrimônio, entendidos como mediações privilegiadas que a comunidade eclesial possui. No centro das investigações desse projeto, estarão temas como: sacramentalidade, ordem, matrimônio, ministerialidade, família, dentre outras... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Luciano Rocha Pinto - Integrante / Abimar Oliveira de Moraes - Coordenador.

  • 2016 - Atual

    A construção do Diaconado Latino na modernidade., Descrição: O presente projeto inscreve-se no campo da História da Igreja, dialogando com a área Sistemático-Pastoral, por privilegiar uma abordagem histórica do diaconado, tomando por estudo de caso o ministério diaconal no Brasil em sua ação pastoral. Ocupa-se, portanto, com a estilização do diaconado restabelecido pelo Concílio Vaticano II, como ministério autônomo e permanente. Tem por objetivo geral analisar a atuação do diácono no mundo moderno, levando em consideração os diversos campos de ação ministerial (diaconias) como um novo modo de ser igreja, justamente por recompor, na modernidade, outros lugares de diálogo, de relação e de afinidade a partir da diaconia.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Luciano Rocha Pinto - Integrante / Abimar Oliveira de Moraes - Coordenador.

  • 2014 - 2016

    Em nome da segurança e comodidade dos cidadãos: governo local e práticas discursivas no Município Neutro, Descrição: Problematizo o modo de governar da Câmara Municipal da cidade do Rio de Janeiro, entre os anos de 1834 e 1889. Analiso as formas de condução, regulação, adestramento e assujeitamento presentes no habitual dos poderes locais, modelos sutis de modificação dos corpos e disciplinarização das condutas. São produções discursivas, saberes que tem por objeto os corpos e por objetivo sua normalização. Problematizar as práticas de governo, nesta pesquisa, significa vasculhar a Câmara do Município Neutro para compreender seu olhar para fora de si mesma, sua governamentalidade. O procedimento consiste em apresentar, descrever e analisar seu arquivo discursivo, visível a partir das posturas municipais, dos editais e dos diversos registros de infração às posturas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Luciano Rocha Pinto - Coordenador.

  • 2010 - 2014

    Câmara Municipal: uma sociedade de discurso na cidade-corte do Império do Brasil (1828-1834), Descrição: O presente trabalho problematiza a Câmara Municipal da cidade-corte do Rio de Janeiro como uma sociedade de discurso. Por meio de seus enunciados, visíveis a partir das Posturas Municipais, é possível entender o discurso como um mecanismo de poder, que estabelece relações e sujeições. Prática que busca formar sistematicamente os objetos de que fala, a lei é um dispositivo de poder e um espaço de exterioridade, que cria e desenvolve uma rede de lugares distintos. Este saber/poder inventa formas de percepção e hierarquizações, fabrica evidências e organiza lugares. Produz mais que dizibilidades, saberes que devem circular, ser conhecidos e obedecidos. Há toda uma produção de visibilidades, ancorada às normas, que procura formar individualidades docilizadas. Oficiais nomeados e transgressores são, portanto, efeitos de uma governamentalidade que, após a emancipação política do Brasil, se volta ao cotidiano em seus mais efêmeros detalhes. O objetivo é cartografar esta matriz discursiva e os dispositivos de sujeição experimentados pela Câmara Municipal, analisando suas Posturas e Registros de Infração, como práticas de subjetivação aplicadas no governo da cidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Luciano Rocha Pinto - Coordenador., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Bolsa.

  • 2005 - 2007

    O Avaliador de escravos: política e negócio na Câmara Municipal carioca (1808-1831), Descrição: O projeto tem por objetivo problematizar o Avaliador de Escravos, que a serviço da Câmara Municipal, apreçava os cativos hipotecados aos cofres públicos. Representante da legalidade, promovia a legitimação da ideologia escravista que hierarquizava os indivíduos mediante a posse do trabalhador cativo. Mais que gerar divisas aos cofres públicos, reiterava a estrutura escravista e o status quo daquela elite camarária.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Luciano Rocha Pinto - Coordenador.

Prêmios

2014

Concurso de Produções Audiovisuais "Tirando a Droga de Cena" (Edição 2013), Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro (SME-Rio).

2007

Menção Honrosa - Concurso de Monografias - Prêmio Afonso Carlos Marques dos Santos, Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro.

Histórico profissional

Experiência profissional

2022 - Atual

Pont. Univ. Católica do Rio de Janeiro

Vínculo: Pós-doutorando, Enquadramento Funcional: Estagiário de Pós-doutorado

2020 - Atual

Santa Marcelina

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Regente, Carga horária: 10

2003 - Atual

Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Regente, Carga horária: 22

2017 - 2019

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pós-doutorando, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 04/2016

    Estágios , Programa de Pós-graduação em Teologia.,Estágio realizado, Pós-doutorado em Teologia.

2020 - 2020

Faculdade de São Bento do Rio de Janeiro

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Regente, Carga horária: 5

Outras informações:
Curso "O rito nas religiões" para a pós graduação em Ciências da Religião.

2017 - 2019

Instituto Metodista Bennett

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Coordenador da Área de Humanidades, Carga horária: 12

2015 - 2019

Instituto Metodista Bennett

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Regente, Carga horária: 12

2014 - 2016

Universidade Federal Fluminense

Vínculo: Estágio de Pós-doutorado, Enquadramento Funcional: Pós-doutorando, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Desenvolvimento do Projeto de Pesquisa "Em nome da segurança e comodidade dos cidadãos: governo local e práticas discursivas no Município Neutro". Aulas ministradas na Graduação no período de dezembro/2015 à março/2016. Título do curso: Seminário em História, poder e política XIV - Poder local no Brasil Império: formação, historiografia e fontes.

Atividades

  • 12/2015 - 03/2016

    Ensino, Abi - História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Seminário em História, poder e política XIV: poder local no Brasil Império - formação, historiografia e fontes

2005 - 2014

Laboratório de Estudos sobre Diferenças e Desigualdades Sociais

Vínculo: Pesquisador Associado, Enquadramento Funcional: Pesquisador Associado

2010 - 2014

Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorando, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Doutorando do Programa de Pós-Graduação em História (PPGH-UERJ).

2013 - 2013

Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estágio Docente, Carga horária: 2

Outras informações:
Disciplina eletiva: História do Rio de Janeiro Colonial.

2006 - 2013

INSTITUTO JESUS EUCARÍSTICO

Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Regente, Carga horária: 12

Outras informações:
Ensino Médio e Fundamental

Atividades

  • 02/2006 - 05/2013

    Ensino,,Disciplinas ministradas, História

2010 - 2012

Centro de Educação Continuada

Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Tutor, Carga horária: 12

Outras informações:
Tutoria nos cursos de História e Pedagogia na CEDUCON, Polo Presencial de Educação a Distância da UNOPAR - Universidade do Norte do Paraná; e FAEL - Sociedade Técnica Educacional da Lapa. Cursos de Graduação e Pós-Graduação.

Atividades

  • 02/2010 - 12/2012

    Ensino, História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História do Brasil

2007 - 2008

Colégio Pinheiro Guimarães

Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Regente, Carga horária: 4

Atividades

  • 02/2007 - 09/2008

    Ensino,,Disciplinas ministradas, História

2002 - 2003

Fundação Alexandre de Gusmão

Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 22

Outras informações:
Trabalhou com transcrição dos documentos diplomáticos do período de 1863 a 1867 referentes à Legação Imperial do Brasil no Peru, Chile e Equador.

2001 - 2001

Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro

Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 17

Outras informações:
Trabalhou no tratamento técnico do Fundo Gestão do Prefeito Cesar Maia (1992-1996)