Ariadne Costa Sanches

Bacharela em Ciências Biológicas pela Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - UNESP Jaboticabal/SP. Atualmente mestranda no programa de Entomologia da Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto - FFCLRP/USP. Possui experiência na área de biologia molecular e de microrganismos relacionado ao controle de pragas agrícolas com enfase na utilização de toxinas da bactéria Bacillus thuringiensis (Bt) para o controle de lepidópteros praga.

Informações coletadas do Lattes em 02/02/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Entomologia

2018 - Atual

Universidade de São Paulo
Orientador: Ricardo Antonio Polanczyk;Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Graduação em Ciências Biológicas

2014 - 2018

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: Susceptibilidade de toxinas Cry1A e Vip3A no controle de Elasmopalpus lignosellus (Zeller, 1848) (Lepidoptera: Pyralidae)
Orientador: Janete Apparecida Desidério

Ensino Médio (2º grau)

2009 - 2011

Otoniel Mota

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

Clonagem Molecular: Conceitos Básicos, Ferramentas e Aplicações. (Carga horária: 20h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2018 - 2018

Utilização de plantas Bt no manejo de insetos praga. (Carga horária: 14h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2017 - 2017

Biossegurança em pesquisa, uso e contribuições de plantas Bt. (Carga horária: 20h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2017 - 2017

"II Minicurso de Fermentação Láctica e Produção de Queijos". (Carga horária: 8h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2017 - 2017

"II Minicurso de Produção de Cerveja Artesanal". (Carga horária: 12h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2016 - 2016

Melhoramento Clássico de Alógamas. (Carga horária: 20h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2015 - 2015

Pocket Curso de Estresse e Melhoramento de Plantas. (Carga horária: 3h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2015 - 2015

Tópicos especiais em proteção de cultivares e regulação de plantas transgên. (Carga horária: 20h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2015 - 2015

Workshop de Biossegurança e Responsabilidade na Pesquisa. (Carga horária: 4h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2014 - 2014

Biologia Forense. (Carga horária: 12h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2014 - 2014

Bioinformática no estuda da diversidade microbiana. (Carga horária: 20h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Molecular e de Microorganismos.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade/Especialidade: Entomologia Agrícola.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SANCHES, A. C. . VII BioNativa. 2016. .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

XV Curso de Inverno de Genética. 2019. (Outra).

X Congresso Latino-Americano de Entomologia. 2018. (Congresso).

XII Curso de Inverno em Entomologia. 2018. (Outra).

XXVII Congresso Brasileiro de Entomologia. scetibilidade de Anticarsia gemmatalis e Chrysodeixis includens à proteína Cry1Ac de Bacillus thuringiensis. 2018. (Congresso).

XXVII Congresso Brasileiro de Entomologia. Análise de toxicidade de esporos de Bacillus thuringiensis para Anticarsia gemmatalis (Lepidoptera: Erebidae). 2018. (Congresso).

XI Curso de Inverno em Entomologia. 2017. (Congresso).

XXIX Congresso de Iniciação Científica da Unesp. Análise sinérgica de toxinas Cry1A e Vip3 como controle deElasmopalpus lignosellus à cana-de- açúcar Bt. 2017. (Congresso).

I Congresso Brasileiro de Microbiologia Agropecuária, Agrícola e Ambiental - CBMAAA. Identificação e análise in silico de genes de Xanthomonas fuscans subsp. aurantifoliil tipo C implicadas na patogênese =. 2016. (Congresso).

XII Curso de Inverno de Genética. 2016. (Outra).

32º ENCONTRO SOBRE TEMAS DE GENÉTICA E MELHORAMENTO. 2015. (Encontro).

Seminários Crebio - 3º Ciclo. 2015. (Seminário).

XIV Jornada Anual Biológica. 2015. (Outra).

XXVII Congresso de Iniciação Científica da UNESP. Construção de uma biblioteca de mutantes de Xanthomonas fuscans subsp. aurantifolii tipo C (XauC). 2015. (Congresso).

V BioNativa. USO DE CORANTES NATURAIS COMO ÁCIDO-BASE. 2014. (Feira).

X Curso de Inverno de Genética. 2014. (Outra).

XIII Jornada Anual Biológica da UNESP - JABU. 2014. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Janete Apparecida Desidério

DESIDERIO, J. A.. Susceptibilidade de toxinas Cry1A e Vip3A no controle de Elasmopalpus lignosellus (Zeller) (Lepidoptera, Pyralidae). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Campus de Jaboticabal UNESP.

Camila Soares Figueiredo

FIGUEIREDO, C. S.; LEMOS, M. V. F.; POLANCZYK, R. A.. Susceptibilidade de toxinas Cry1A e Vip3A no controle de Elasmopalpus lignosellus (Zeller, 1948) (Lepidopetra, Pyralidae). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (SP) / FCAV.

Sérgio Antônio de Bortoli

POLANCZYK, R.A.; DESIDÉRIO, J.A.;DE BORTOLI, S.A.. Interação da toxina Cry 1 Ac de Bacillus thuringiensis com as microvilosidades das células colunares do intestino médio de diferentes ínstares larvais de Chrysodeixes includens (Lepidoptera: Noctuidae).. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Entomologia) - Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Janete Apparecida Desidério

Avaliação de sinergismo de toxinas Cry1A e Vip3 como manejo de resistência de Elasmopalpus lignosellus à cana-de- açúcar Bt; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Campus de Jaboticabal UNESP; Orientador: Janete Apparecida Desidério;

Helen Alves Penha

Desvendando os mecanismos moleculares do agente etiológico do cancro cítrico tipo C: Investigação de genes relacionados a interação planta-patógeno entre Citrus aurantifolia (Lima Ácida Galego) e Xanthomonas fuscans subsp; aurantifolii Tipo C; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; Orientador: Helen Alves Penha;

ALessandro de Mello Varani

Desvendando os mecanismos moleculares do agente etiológico do cancro cítrico: Investigação de genes relacionados a interação planta-patógeno entre Citrus aurantifolia (Lima Ácida Galego) e Xanthomonas fuscans subsp; aurantifolii Tipo C (XauC); 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; Orientador: Alessandro de Mello Varani;

Eduardo Custódio Gasparino

TREINAMENTO EM TÉCNICAS POLÍNICAS E LABORATORIAIS (MORFOLOGIA VEGETAL); 2014; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; Orientador: Eduardo Custódio Gasparino;

Camila Soares Figueiredo

Susceptibilidade de toxinas Cry1A e Vip3 no controle de Elasmopalpus lignosellus (Zeller, 1848) (Lepidoptera, Pyralidae); 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; Orientador: Camila Soares Figueiredo;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SANCHES, A. C. ; POLANCZKY, R. A. ; DESIDÉRIO, J. A. ; FERNANDES, F. O. ; NASCIMENTO, J. ; LOPES, L. N. ; SOUZA, T. D. . Análise de toxicidade de esporos de Bacillus thuringiensis para Anticarsia gemmatalis (Lepidoptera: Erebidae). In: XXVII Congresso Brasileiro de Entomologia, 2018, Gramado. XXVII CBE, 2018.

  • SANCHES, A. C. ; POLANCZKY, R. A. ; DESIDÉRIO, J. A. ; DA SILVA, I. H. S. ; GONÇALVES, K. C. ; FERNANDES, F. O. ; NASCIMENTO, J. ; SOUZA, T. D. . Suscetibilidade de Anticarsia gemmatalis e Chrysodeixis includens à proteína Cry1Ac de Bacillus thuringiensis. In: XXVII Congresso Brasileiro de Entomologia, 2018, Gramado. XXVII CBE, 2018.

  • DA SILVA, I. H. S. ; NASCIMENTO, J. ; SANCHES, A. C. ; DESIDÉRIO, J. A. ; VALICENTE, H. F. ; SOBERON, M. ; POLANCZKY, R. A. ; BRAVO, A. . Degradation of Cry1Ac protoxin can explain the decreased susceptibility in late instars of Helicoverpa armigera. In: XXVII Congresso Brasileiro de Entomologia. In: XXVII Congresso Brasileiro de Entomologia, 2018, Gramado. XXVII CBE, 2018.

  • NASCIMENTO, J. ; FERNANDES, F. O. ; SOUZA, T. D. ; DA SILVA, I. H. S. ; GONÇALVES, K. C. ; SANCHES, A. C. ; POLANCZKY, R. A. . Eficiência de bioinseticidas a base de Bacillus thuringiensis no controle de lagartas do gênero Spodoptera no algodão. In: XXVII Congresso Brasileiro de Entomologia, 2018, Gramado. XXVII CBE, 2018.

  • SOUZA, T. D. ; FERNANDES, F. O. ; NASCIMENTO, J. ; LOPES, L. N. ; SANCHES, A. C. ; BORGES, M. H. T. G. ; POLANCZKY, R. A. . Seleção de isolados de Beauveria bassiana para o controle de Anticarsia gemmatalis Hubner, 1818 (Lepidoptera: Noctuidae. In: XXVII Congresso de Entomologia e X Congresso Latino-Americano, 2018, Gramado. XXVII CBE, 2018.

  • SOUZA, T. D. ; FERNANDES, F. O. ; NASCIMENTO, J. ; LOPES, L. N. ; SANCHES, A. C. ; JORGE, S. J. ; POLANCZKY, R. A. ; BARROS, A. R. A. . Efeito de Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. Sobre o ácaro predador Euseius concordis (Chant) (Acarina: Phytoseiidae). In: XXVII Congresso de Entomologia e X Congresso Latino-Americano, 2018, Gramado. XXVII CBE, 2018.

  • SANCHES, A. C. ; FIGUEIREDO, C. S. ; DESIDÉRIO, J. A. . Análise sinérgica de toxinas Cry1A e Vip3 como controle de Elasmopalpus lignosellus à cana-de-açúcar Bt. In: XXIX Congreso de iniciação científica da UNESP, 2017, Jaboticabal. XXIX Congreso de iniciação científica da UNESP, 2017.

  • SANCHES, A. C. ; MELLO, J. A. F. ; PASQUINI, I. C. ; SOUZA, E. H. C. ; CONTILIANI, D. F. ; VARANI, A. M. ; PENHA, H. A. ; FERRO, J. A. . IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE IN SILICO DE GENES DE XANTHOMONAS FUSCANS SUBSP. AURANTIFOLII TIPO C IMPLICADA NA PATOGÊNESE. In: 1º CONGRESSO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA AGROPECUARIA, AGRÍCOLA E AMBIENTAL, 2016, Jaboticabal. Edição Especial (CBMAAA). Jaboticabal: Ciência & Tecnologia: Fatec - JB, 2016. v. 8.

  • MELLO, J. A. F. ; MARDEGAN, C. ; SANCHES, A. C. ; PENHA, H. A. ; FERRO, J. A. . Construção de uma biblioteca de mutantes de Xanthomonas fuscans subsp. aurantifolii tipo C (XauC). In: XXVII Congresso de Iniciação Científica da Unesp, 2015, Jaboticabal. XXVII Congresso de Iniciação Científica da Unesp, 2015.

  • SANCHES, A. C. ; POLANCZKY, R. A. ; DESIDÉRIO, J. A. ; FERNANDES, F. O. ; NASCIMENTO, J. ; LOPES, L. N. ; SOUZA, T. D. . Análise de toxicidade de esporos de Bacillus thuringiensis para Anticarsia gemmatalis (Lepidoptera: Erebidae). 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SANCHES, A. C. ; POLANCZKY, R. A. ; DESIDÉRIO, J. A. ; DA SILVA, I. H. S. ; GONÇALVES, K. C. ; FERNANDES, F. O. ; NASCIMENTO, J. ; SOUZA, T. D. . Suscetibilidade de Anticarsia gemmatalis e Chrysodeixis includens à proteína Cry1Ac de Bacillus thuringiensis. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SANCHES, A. C. ; FIGUEIREDO, C. S. ; DESIDÉRIO, J. A. . 'Análise sinérgica de toxinas Cry1A e Vip3 como controle deElasmopalpus lignosellus à cana-de- açúcar Bt'. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SANCHES, A. C. . Identificação e análise in silico de genes de Xanthomonas fuscans subsp. aurantifoliil tipo C implicadas na patogênese =. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Interação da toxina Cry1Ac de Bacillus thurigiensis às microvilosidades apicais das células colunares (BBMVs) do intestino médio de diferentes instares larvais de Chrysodeixis includens. (Lepidoptera:Noctuidae), Descrição: Devido à intensa utilização de inseticidas químicos para o controle da Chysodeixis includens, populações tem desenvolvido resistência a vários inseticidas químicos, sendo esta espécie a que apresenta maior número de relatos de resistência a inseticidas no mundo. Desta forma, é necessário a utilização de outras formas de controle, como por exemplo, o controle microbiano com o uso da bactéria Bacillus thuringiensis (Bt), que além da sua eficiência e baixa pressão de seleção que reduz a possibilidade de resistência, preserva o meio ambiente a não afeta os inimigos naturais. Esta bactéria tem sido utilizada em vários países no controle desta praga, seja na forma de bioinseticidas ou na forma de planta transgênica. Dentre as toxinas altamente toxicas para C. includens, Cry1Ac se destaca com uma das mais virulentas para este inseto. No entanto, há vários relatos de diferenças na suscetibilidade de C. includens a toxina Cry1Ac em seus diferentes instares larvais. Esta variação na susceptibilidade a toxina Cry1Ac pode estar relacionada a modificações na interação da toxina aos receptores de membrana presentes nas microvilosidades apicais das células colunares (BBMVs) do intestino médio, com a capacidade de ligação da toxina Cry aos receptores (reversibilidade da ligação) ou a expressão destes receptores na membrana. Desta forma, os objetivos deste projeto são avaliar a toxicidade da toxina Cry1Ac em diferentes instares de C. includens, correlacionar a susceptibilidade do inseto com a capacidade de ligação da toxina às suas BBMVs e identificar e quantificar os receptores funcionais para Cry1Ac em diferentes instares desta praga.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ariadne Costa Sanches - Integrante / Ricardo Antonio Polanczky - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2017 - 2017

    Avaliação de sinergismo de toxinas Cry1A e Vip3 como manejo de resistência de Elasmopalpus lignosellus à cana-de- açúcar Bt., Descrição: A cana-de-açúcar é uma cultura de grande importância tanto no Brasil quanto no mundo por sua ampla utilidade, podendo ser usada in natura na alimentação de animais ou como matéria prima para a produção de álcool e açúcar. Contudo, há uma limitação no seu cultivo por conta da diversidade de pragas que prejudicam as plantações. Uma dessas pragas é a lagarta Elasmopalpus lignosellus que gera uma perda significativa da produção desta cultura. Os genes cry e vip da bactéria Bacillus thuringiensis (Bt) possuem grande potencial tecnológico para a construção de plantas resistentes a lagartas, porém, o crescente desenvolvimento de resistência por parte dos insetos-praga vem preocupando o uso desta tecnologia. Assim, faz-se importante a busca e o estudo das interações de genes com diferentes modos de ação que possam retardar a evolução da resistência em variedades de plantas transgênicas. Deste modo, o objetivo deste trabalho foi estudar as interações sinérgicas ou antagônicas das proteínas Cry1Ab, Cry1Ac, Vip3Ae e Vip3Af de B. thuringiensis produzidas a partir de células de Escherichia coli. Estas tiveram suas toxicidades estimadas por meio da CL50 e CL90 em duas condições: individualizadas e combinadas em bioensaios com lagartas da espécie E. lignosellus. Todas as combinações testadas (Cry1Ac+Vip3Ae, Cry1Ac+Vip3Af, Cry1Ab+Vip3Ae e Cry1Ab+Vip3Af) foram igualmente eficientes por apresentarem sobreposição nos intervalos de confiança, todas apresentaram interação sinérgica no controle da lagarta elasmo. Essas combinações poderão aumentar a eficiência do controle desta praga e retardar um possível aumento da frequência de resistência em plantas de cana-de-açúcar piramidadas que, por ventura, venham a ser lançadas no mercado.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Ariadne Costa Sanches - Integrante / Camila Soares Figueiredo - Integrante / Janete Apparecida Desidério - Coordenador., Financiador(es): Bolsa de Apoio Acadêmico e Extensão I - Bolsa.

  • 2015 - 2016

    Desvendando os mecanismos moleculares do agente etiológico do cancro cítrico tipo C: Investigação de genes relacionados a interação planta-patógeno entre Citrus aurantifolia (Lima Ácida Galego) e Xanthomonas fuscans subsp. aurantifolii Tipo C, Descrição: O cancro cítrico tipo C é um dos problemas fitossanitários da citricultura brasileira, e tem como agente causal a bactéria Xanthomonas fuscans subsp. aurantifolii tipo C (XauC), a qual restringe sua patogênese a Citrus aurantifolia ? lima Ácida Galego e citrumelo ?Swingle? (C. paradisi Macf. X Poncirus trifoliata). Quando inoculada em folhas de outras espécies cítricas, XauC causa uma Resposta de Hipersensibilidade (HR), a qual é responsável pela contenção do patógeno no sítio de infecção, conferindo resistência. Visando a identificação da proteína efetora que XauC secreta e é reconhecida pelo sistema de defesa dos citros, ou de genes envolvidos no processo de instalação e patogenicidade desta bactéria, o objetivo foi testar in planta clones oriundos de uma biblioteca de mutantes de XauC desenvolvida por meio da inserção aleatória de transposon Tn5, visando a identificação de clones que apresentem fenótipo alterado em laranjeira Pêra-Rio e/ou em lima Ácida Galego, e sequenciamento e identificação dos genes mutados.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ariadne Costa Sanches - Integrante / Alessandro de Mello Varani - Integrante / Helen Alves Penha - Coordenador., Financiador(es): Bolsa de Apoio Acadêmico e Extensão I - Bolsa.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2016

Melhor trabalho na sessão de pôsteres da área de Genética e Biologia Molecular de Micro-organismos, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - FCAV.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal. , Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, Vila Industrial, 14884900 - Jaboticabal, SP - Brasil, Telefone: (16) 32092675

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2016 - 2017

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica

  • 2015 - 2016

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 12

  • 2015 - 2015

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

    Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Estagiária no LBM - Laboratório de Biologia Molecular localizado no Departamento de Tecnologia da UNESP - FCAV.

  • 2014 - 2015

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

    Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 12

    Outras informações:
    TREINAMENTO EM TÉCNICAS POLÍNICAS E LABORATORIAIS (MORFOLOGIA VEGETAL)

    Atividades

    • 04/2016 - 04/2017

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, .,Cargo ou função, Representante discente junto ao conselhos dos departamentos da FCAV.

    • 09/2015 - 09/2016

      Extensão universitária , Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, .,Atividade de extensão realizada, Membro estatutário do Centro Acadêmico do Curso de Ciências Biológicas ocupando o cargo de representante discente da biologia ingressante em 2014.

  • 2018 - Atual

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrado, Regime: Dedicação exclusiva.