Larissa Lages Ferrer de Oliveira

Enfermeira formada pela Universidade Federal de Alagoas, especialista em Enfermagem Obstétrica na modalidade Residência pela Secretaria de Saúde de Pernambuco e Mestra em Enfermagem pela Universidade Federal de Alagoas. Atualmente, atua como Assessora Técnica da Rede Cegonha na Secretaria de Saúde do Estado de Alagoas, Enfermeira Obstétrica da empresa Matria e Docente do Curso de Enfermagem no Centro Universitário CESMAC.

Informações coletadas do Lattes em 26/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Enfermagem

2017 - 2019

Universidade Federal de Alagoas
Título: A caracterização do cuidado obstétrico em hospitais de ensino de alto risco: um estudo de coorte retrospectivo,Ano de Obtenção: 2019
Ruth França Cizino Trindade.Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas, FAPEAL, Brasil. Palavras-chave: Violência contra mulher; Obstetrícia; Humanização da Assistência; Enfermagem Obstétrica.Grande área: Ciências da Saúde

Especialização - Residência médica

2015 - 2017

Secretaria Municipal de Saúde de Recife
Residência médica em: Enfermagem ObstétricaNúmero do registro: . Bolsista do(a): Ministério da Saúde, MS, Brasil. Grande área: Ciências da Saúde

Graduação em Enfermagem

2010 - 2015

Universidade Federal de Alagoas
Título: As vivências de Conforto e Desconforto da Mulher durante o Trabalho de Parto e Parto: uma Contribuição da Enfermagem
Orientador: Maria Cristina Soares Figueiredo Trezza

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Curso de Formação de Tutor da EAAB. (Carga horária: 32h). , Secretaria de Saúde do Estado de Alagoas, SESAU/AL, Brasil.

2018 - 2018

Spinning Babies GOs/EOs/O. (Carga horária: 8h). , Simpósio Internacional de Assistência ao Parto, SIAPARTO, Brasil.

2018 - 2018

Capacitação para o enfrentamento a violência sexual e doméstica na Saúde. (Carga horária: 40h). , Secretaria Municipal de Saúde de Maceió, SMS/AL, Brasil.

2018 - 2018

Reanimação Neonatal. (Carga horária: 4h). , Simpósio Internacional de Assistência ao Parto, SIAPARTO, Brasil.

2016 - 2016

Introdução as Boas Práticas para uma Assistência Segura 2016. (Carga horária: 20h). , Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira, IMIP, Brasil.

2015 - 2015

Curso de Atualização em Manobras PCR em Gestantes e RN's. (Carga horária: 4h). , Prefeitura da Cidade de Recife, PCR, Brasil.

2015 - 2015

Curso de Capacitação PREUVE (Evidências Obstétricas e Neonatais). (Carga horária: 85h). , Centro de Formação, Aperfeiçoamento Profissional e Pesquisa, CEFAPP, Brasil.

2015 - 2015

ALSO - Suporte Avançado de Vida em Obstetrícia. (Carga horária: 16h). , Instituto de Ensino e Simulação em Saúde, INESS, Brasil.

2015 - 2015

Curso de Manejo em Aleitamento Materno. (Carga horária: 20h). , Prefeitura da Cidade de Recife, PCR, Brasil.

2012 - 2014

Liga Acadêmica de Cuidados Integrais de Feridas. (Carga horária: 90h). , Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas, UNCISAL, Brasil.

2013 - 2013

ABC do Câncer. (Carga horária: 30h). , Instituto Nacional do Câncer, INCA, Brasil.

2013 - 2013

Aleitamento materno. (Carga horária: 60h). , Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.

2013 - 2013

II Curso Introdutório da LACIF. (Carga horária: 30h). , Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas, UNCISAL, Brasil.

2013 - 2013

O parto seguro, amoroso e digno - Mini-curso. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal do Vale do São Francisco, UNIVASF, Brasil.

2007 - 2013

Curso Regular de Língua Inglesa. (Carga horária: 405h). , Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.

2012 - 2012

I Curso Introdutório da LACIF. (Carga horária: 12h). , Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas, UNCISAL, Brasil.

2012 - 2012

Desbridamento e cobertura de feridas. (Carga horária: 30h). , Atualiza Consultoria e Eventos, ATUALIZA, Brasil.

2012 - 2012

I Simpósio Alagoano de Cuidados Paliativos. (Carga horária: 16h). , Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas, UNCISAL, Brasil.

2012 - 2012

Protocolo de Tratamento da Influenza - capacitação. (Carga horária: 5h). , Secretaria Municipal de Saúde de Maceió, SMS, Brasil.

2012 - 2012

Atualidades em Administração de Medicamentos. (Carga horária: 4h). , Associação Brasileira de Enfermagem, ABEN, Brasil.

2011 - 2011

(Re)inovação dos cuidados paliativos - Oficina. , Associação Brasileira de Enfermagem, ABEN, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Enfermagem em Saúde da Mulher.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

OLIVEIRA, L. L. F. . XI Congresso Brasileiro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal. 2019. (Congresso).

MELO, G. C. ; TREZZA, M. C. S. F. ; OLIVEIRA, L. L. F. ; PINTO, L. M. T. R. . Curso introdutório de Cuidados Paliativos na Assistência às pessoas vivendo com HIV\Aids. 2014. (Outro).

OLIVEIRA, L. L. F. . II Simpósio Alagoano de Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva. 2014. (Outro).

OLIVEIRA, L. L. F. . II Curso Introdutório da Liga Acadêmica de Cuidados Integrais de Feridas da UNCISAL - LACIF. 2013. (Outro).

OLIVEIRA, L. L. F. . I Simpósio Alagoano de Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva. 2013. (Outro).

OLIVEIRA, L. L. F. . XV Seminário de Pesquisa em Enfermagem - SEPENF ' A formação em Enfermagem no Cuidado com a vida'. 2013. (Outro).

OLIVEIRA, L. L. F. ; SANTANA, V. V. R. S. . Capacitação no novo protocolo de tratamento da influenza. 2012. (Outro).

OLIVEIRA, L. L. F. . 71ª Semana Brasileira de Enfermagem. 2010. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

V Simpósio Internacional de Assistência ao Parto. 2018. (Simpósio).

II ENCONTRO DE ENFERMAGEM OBSTÉTRICA E NEONATAL - HUMANIZAÇÃO OBSTÉTRICA E NEONATAL: A ENFERMAGEM NO CUIDADO CENTRADO NA MULHER, RECÉM-NASCIDO E FAMÍLIA.O Sentimento de Mulheres acerca do Toque Vaginal durante o Trabalho de Parto e Parto. 2016. (Encontro).

II SEMINÁRIO ALAGOANO SOBRE PARTO E NASCIMENTO: ROMPENDO PARADIGMAS. O Nascimento como Conforto para o Trabalho de Parto e Parto: A Contribuição de Puérperas para o Cuidado de Enfermagem à Parturiente. 2016. (Congresso).

IX CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM OBSTÉTRICA E NEONATAL e III CONGRESSO INTERNACIONAL DE ENFERMAGEM OBSTÉTRICA E NEONATAL. Vivências de Conforto e Desconforto da Mulher durante o Trabalho de Parto e Parto. 2016. (Congresso).

X SIMPÓSIO PERNAMBUCANO DE ALEITAMENTO MATERNO. 2015. (Simpósio).

75ª SEMANA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM DO HUPAA- 2014. 2014. (Outra).

65º CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM - CBEN. LIGA ACADÊMICA DE CUIDADOS INTEGRAIS DE FERIDAS NA COMUNIDADE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2013. (Congresso).

74ª SEMANA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM - SBEn\ABEN-AL. 2013. (Encontro).

I Encontro Nordestino de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde - p.O TOQUE TERAPÊUTICO COMO UMA FORMA DE CUIDAR EM ENFERMAGEM. 2013. (Encontro).

XV SEMINÁRIO DE PESQUISA EM ENFERMAGEM - SEPENF.AS INDICAÇÕES E CONTRAINDICAÇÕES DA CESÁREA. 2013. (Seminário).

73ª SEMANA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM - SBEn\ABEN-AL. 2012. (Encontro).

I SIMPÓSIO ALAGOANO DE CUIDADOS PALIATIVOS. 2012. (Simpósio).

XIV SEMINÁRIO DE PESQUISA EM ENFERMAGEM.AS PRÁTICAS ALTERNATIVAS E COMPLEMENTARES COMO INOVAÇÃO DA ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO IDOSO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DE LITERATURA. 2012. (Seminário).

63º CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM - CBEN. 2011. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Eduarda Mariá Leandro Silva e Emilly Caroline S

SILVA, E. M. L.; SANTOS, E. C. S.; ARAUJO, B. R. O.;OLIVEIRA, L. L. F.. dos Santos.Percepção das mulheres quanto a vulnerabilidade a infecções sexualmente transmissíveis. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Thalita Felix da Silva e Fábia Laynara M

SILVA, T. F.; ALMEIDA, F. L. M.; ARAUJO, B. R. O.;OLIVEIRA, L. L. F.. de Almeida.Gestar no SUS: um estudo de caso de experiência de cuidado transcultural em saúde. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Centro Universitário CESMAC.

Aluno: Izadora Borges Prudencio Coutinho

COUTINHO, I. B. P.; SANTOS, A. A. P.; LIMA, E. T.;OLIVEIRA, L. L. F.. Repercussões do toque vaginal no processo de parto e nascimento: vivências das parturientes. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Alagoas.

Aluno: Danielle Vieira Silva

SANTOS, A. A. P.;OLIVEIRA, L. L. F.; PINTO, L. M. T. R.. Evolução do parto normal no Brasil: escolhas e desafios. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Alagoas.

OLIVEIRA, L. L. F.. Avaliadora de trabalhos científicos na 80ª Semana Brasileira de Enfermagem. 2019. Associação Brasileira de Enfermagem.

OLIVEIRA, L. L. F.. Avaliadora de trabalhos científicos no XI Congresso Brasileiro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal. 2019. Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras - Nacional.

OLIVEIRA, L. L. F.. Avaliadora de trabalhos científicos na 79ª Semana Brasileira de Enfermagem - Sessão Pôster. 2018. Associação Brasileira de Enfermagem.

OLIVEIRA, L. L. F.. Avaliadora de trabalhos científicos submetidos para apresentação oral na III Jornada Científica de Enfermagem. 2017. Universidade Federal de Alagoas.

OLIVEIRA, L. L. F.. Avaliadora de trabalhos científicos submetidos para apresentação oral no 18º Seminário de Pesquisa em Enfermagem - SEPENF. 2017. Universidade Federal de Alagoas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Maria Cristina Soares Figueiredo Trezza

TRINDADE, R. F. C.; ALMEIDA, M. S.; SANTOS, A. A. P.; ALMEIDA, A. M.;TREZZA, M. C. S. F.. Violência obstétrica em hospitais de ensino: um estudo de prevalência. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Alagoas.

Maria Cristina Soares Figueiredo Trezza

TRINDADE, R. F. C.; ALMEIDA, M. S.; SANTOS, A. A. P.; ALMEIDA, A. M.;TREZZA, M. C. S. F.. Caracterização do cuidado obstétrico em hospitais de ensino de alto risco: um estudo de coorte retrospectivo. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Enfermagem) - Universidade Federal de Alagoas.

Maria Cristina Soares Figueiredo Trezza

TREZZA, M. C. S. F.; SANCHES, M. E. T. L.; SANTOS, A. A.. As vivências de conforto e desconforta da mulher na sala de parto: uma contribuição da enfermagem. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Alagoas.

Amuzza Aylla Pereira dos Santos

TRINDADE, R. F. C.; ALMEIDA, M. S.;Amuzza Aylla Pereira dos Santos. Caracterização do cuidado obstétrico em hospitais de ensino de alto risco: um estudo de coorte retrospectivo. 2019. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Alagoas.

Amuzza Aylla Pereira dos Santos

TRINDADE, R. F. C.; ALMEIDA, M. S.;Amuzza Aylla Pereira dos Santos. Violência Obstétrica em Hospitais de ensino: um estudo de prevalência. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Enfermagem) - Universidade Federal de Alagoas.

Amuzza Aylla Pereira dos Santos

TREZZA, M. C. S. F.; SANCHES, M. E. T. L.;Amuzza Aylla Pereira dos Santos. As Vivências de Conforto e Desconforto da Mulher Durante o Trabalho de Parto. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Alagoas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Maria Cristina Soares Figueiredo Trezza

As Vivências de conforto e desconforto da mulher durante o trabalho de parto e parto: uma contribuição da enfermagem; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Alagoas; Orientador: Maria Cristina Soares Figueiredo Trezza;

Ruth França Cizino da Trindade

VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA EM HOSPITAIS-ESCOLA: UM ESTUDO DE PREVALÊNCIA; Início: 2017; Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Alagoas; (Orientador);

Amuzza Aylla Pereira dos Santos

Trabalho de parto e parto sob a ótica da mulher baseado na fenomenologia; ; 2017; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Programa de Residência em Enfermagem Obstétrica) - Prefeitura Municipal de Recife; Orientador: Amuzza Aylla Pereira dos Santos;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • OLIVEIRA, LARISSA LAGES FERRER DE ; TRINDADE, RUTH FRANÇA CIZINO DA ; SANTOS, AMUZZA AYLLA PEREIRA DOS ; ARAÚJO, BÁRBARA RÉGIA OLIVEIRA DE ; PINTO, LAURA MARIA TENÓRIO RIBEIRO ; SILVA, LUCAS KAYZAN BARBOSA DA . VViolência obstétrica em serviços de saúde: constatação de atitudes caracterizadas pela desumanização do cuidado [Obstetric violence in health services: verification of attitudes characterized by dehumanization of care] [Violencia obstétrica en servicios de salud: constatación de actitudes caracterizadas por la deshumanización del cuidado]. REVISTA ENFERMAGEM UERJ , v. 27, p. e38575, 2019.

  • ARAUJO, B. R. O. ; OLIVEIRA, L. L. F. ; TREZZA, M. C. S. F. ; SANTOS, R. M. ; PINTO, L. M. T. R. . Entre ritos y contextos: Resoluciones y significados atribuidos al parto natural humanizado. CULTURA DE LOS CUIDADOS , v. 54, p. 206-216, 2019.

  • PINTO, L. M. T. R. ; SANTOS, A. A. P. ; OLIVEIRA, L. L. F. ; CARVALHO, J. S. N. ; CORREIA, R. M. ; LINS, E. S. F. . Interfaces entre profissionais de saúde e a humanização da assistência ao parto. ENFERMAGEM EM FOCO DO COFEN , v. 9, p. 53-58, 2018.

  • FREIRE, M. M. ; HAGEN, B. M. ; LIMA, C. F. ; OLIVEIRA, L. L. F. ; PINTO, L. M. T. R. ; SANTOS, A. A. P. . Câncer de mama e seus tratamentos: repercussões na sexualidade vivenciada por mulheres. Revista de Enfermagem UFPE on line , v. 11, p. 4511-4514, 2017.

  • PINTO, L. M. T. R. ; TREZZA, M. C. S. F. ; SANTOS, A. A. P. ; MELO, G. C. ; SILVA, J. M. O ; OLIVEIRA, L. L. F. . O manejo alimentar durante o parto sob a percepção da mulher [Food management during childbirth under woman?s perception] [Manejo de alimentos durante el parto bajo la percepción de la mujer]. REVISTA ENFERMAGEM UERJ , v. 25, p. e14205, 2017.

  • OLIVEIRA, LARISSA LAGES FERRER DE ; TREZZA, MARIA CRISTINA SOARES FIGUEIREDO ; MELO, GÉSSYCA CAVALCANTE DE ; SANTOS, AMUZZA AYLLA PEREIRA DOS ; SANCHES, MARIA ELISÂNGELA TORRES DE LIMA ; PINTO, LAURA MARIA TENÓRIO RIBEIRO . As vivências de conforto e desconforto da mulher durante o trabalho de parto e parto [The experiences of comfort and discomfort of woman in labor and childbirth] [Las experiencias de comodidad y incomodidad de la mujer durante el trabajo de parto y parto]. REVISTA ENFERMAGEM UERJ , v. 25, p. e14203, 2017.

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; PINTO, L. M. T. R. ; ALBUQUERQUE, M. C. S. ; ALVES, V. M. ; BELO, F. M. P. ; LIMA, J. L. R. ; VIEIRA, M. E. R. ; PACHECO, M. S. ; MELO, P. O. C. ; MAYNART, W. H. C. . O silêncio como recurso terapêutico no cuidado em saúde. In: Maria Cícera dos Santos de Albuquerque; Verônica de Medeiros Alves; Flaviane Pereira Belo; Jorgina Sales Jorge.. (Org.). Tecnologias inovadoras da relação interpessoal nos cuidados de enfermagem. 1ed.Maceió: Editora da Universidade Federal de Alagoas, 2019, v. 1, p. 47-.

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; PINTO, L. M. T. R. ; COUTINHO, I. B. P. ; LIMA, E. T. ; SANTOS, A. A. P. . O SENTIMENTO DE MULHERES ACERCA DO TOQUE VAGINAL DURANTE O TRABALHO DE PARTO E PARTO. In: II ENCONTRO DE ENFERMAGEM OBSTÉTRICA E NEONATAL DO ESTADO DE ALAGOAS, 2016, Maceió. II ENCONTRO DE ENFERMAGEM OBSTÉTRICA E NEONATAL DO ESTADO DE ALAGOAS, 2016.

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; SANTOS, A. A. P. ; PINTO, L. M. T. R. ; GAMA, G. A. ; LIMA, M. G. T. . GESTAÇÃO X REDUÇÃO DE DANOS: UMA VISÃO A LUZ DA TEORIA DE IMOGENE KING. In: II ENCONTRO DE ENFERMAGEM OBSTÉTRICA E NEONATAL DO ESTADO DE ALAGOAS, 2016, Maceió. II ENCONTRO DE ENFERMAGEM OBSTÉTRICA E NEONATAL DO ESTADO DE ALAGOAS, 2016.

  • PINTO, L. M. T. R. ; SANTOS, A. A. P. ; LOBO, A. L. S. F. ; RODRIGUES, S. T. C. ; OLIVEIRA, L. L. F. . REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE MULHERES FRENTE A DESCOBERTA DO DIAGNÓSTICO DO HIV. In: II ENCONTRO DE ENFERMAGEM OBSTÉTRICA E NEONATAL DO ESTADO DE ALAGOAS, 2016, Maceió. II ENCONTRO DE ENFERMAGEM OBSTÉTRICA E NEONATAL DO ESTADO DE ALAGOAS, 2016.

  • MELO, G. C. ; TREZZA, M. C. S. F. ; OLIVEIRA, L. L. F. ; PINTO, L. M. T. R. ; CONCEIÇÃO, S. B. M. . A EXPERIÊNCIA DO ESTÁGIO DOCENTE SUPERVISIONADO NA FORMAÇÃO DO MESTRE DE ENFERMAGEM. In: 14º Seminário Nacional de Diretrizes para a Educação em Enfermagem, 2014, Maceió. 14º Seminário Nacional de Diretrizes para a Educação em Enfermagem, 2014.

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; TREZZA, M. C. S. F. ; PROCOPIO, I. K. P. ; PROCOPIO, R. P. P. . O TOQUE TERAPÊUTICO COMO UMA FORMA DE CUIDAR EM ENFERMAGEM. In: I ENCONTRO NORDESTINO DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES EM SAÚDE, 2013, Juazeiro-BA. I ENCONTRO NORDESTINO DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES EM SAÚDE: PELA RECONSTRUÇÃO DO MODELO DO CUIDADO, 2013.

  • RAMOS, S. M. R. ; LACERDA, L. F. ; PINTO, L. M. T. R. ; HOLANDA, J. B. L. ; OLIVEIRA, L. L. F. . AÇÕES SOBRE MÉTODOS CONTRACEPTIVOS COMO RECURSO PARA O PLANEJAMENTO FAMILIAR EM UM CENTRO DE SAÚDE DE ALAGOAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA. In: 65º Congresso Brasileiro de Enfermagem - CBEN, 2013, Rio de Janeiro- RJ. 65º Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2013.

  • PINTO, L. M. T. R. ; OLIVEIRA, L. L. F. ; RAMOS, S. M. R. . PROPOSTA DE UM INSTRUMENTO PARA CUIDAR DE PACIENTES EM CUIDADOS PALIATIVOS ONCOLÓGICOS NO DOMICÍLIO. In: 65º Congresso Brasileiro de Enfermagem - CBEN, 2013. 65º Congresso Brasileiro de Enfermagem.

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; OLIVEIRA, T. C. ; ROCHA, L. K. . LIGA ACADÊMICA DE CUIDADOS INTEGRAIS DE FERIDAS NA COMUNIDADE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. In: 65º Congresso Brasileiro de Enfermagem - CBEN, 2012, Rio de Janeiro- RJ. 65º Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2012.

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; SANTOS, A. A. P. ; ARAUJO, B. R. O. ; PINTO, L. M. T. R. ; PIMENTEL, R. M. R. . CARACTERIZAÇÃO DO CUIDADO OBSTÉTRICO EM HOSPITAIS DE ENSINO DE ALTO RISCO: ESTUDO DE COORTE RETROSPECTIVO. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Integrante ; OLIVEIRA, L. L. F. ; ARAUJO, B. R. O. ; SANTOS, A. A. P. . LACERAÇÕES VULVOPERINEAIS ASSOCIADAS ÀS POSIÇÕES VERTICAIS NO PARTO. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, L. L. F. . PLANO DE PARTO ENQUANTO ESTRATÉGIA PRÉ-NATAL. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OLIVEIRA, L. L. F. . NOÇÕES BÁSICAS DE PRÉ-NATAL. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OLIVEIRA, L. L. F. . GESTAÇÃO - PLANO DE PARTO. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OLIVEIRA, L. L. F. . O EMPODERAMENTO DA ENFERMAGEM NO PARTO DOMICILIAR. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OLIVEIRA, L. L. F. . AUTONOMIA DA ENFERMEIRA OBSTÉTRICA: DA ADMISSÃO À ALTA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; PINTO, L. M. T. R. ; SANTOS, A. A. P. ; TREZZA, M. C. S. F. ; LIMA, E. T. . O NASCIMENTO COMO CONFORTO PARA O TRABALHO DE PARTO E PARTO: A CONTRIBUIÇÃO DE PUÉRPERAS PARA O CUIDADO DE ENFERMAGEM À PARTURIENTE. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; PINTO, L. M. T. R. ; RÊGO S.M.S ; TREZZA, M. C. S. F. . ALEITAMENTO MATERNO: VIVÊNCIA DE MULHERES NA FASE DE DESMAME. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • OLIVEIRA, L. L. F. . CLIMATÉRIO E A SAÚDE DA MULHER: PROMOÇÃO A SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; PINTO, L. M. T. R. ; SANTOS, A. A. P. ; TREZZA, M. C. S. F. ; LIMA, E. T. . VIVÊNCIAS DE CONFORTO E DESCONFORTO DA MULHER DURANTE O TRABALHO DE PARTO E PARTO: UMA CONTRIBUIÇÃO DA ENFERMAGEM. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; VICENTE, C. D. ; ALBUQUERQUE, N. L. A. ; SILVA, S. Z. R. ; PINTO, L. M. T. R. . ALIMENTAÇÃO INFANTIL: PERFIL ENCONTRADO ENTRE PUÉRPERAS DE UM HOSPITAL AMIGO DA CRIANÇA. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PINTO, L. M. T. R. ; VICENTE, C. D. ; OLIVEIRA, L. L. F. ; ALBUQUERQUE, N. L. A. ; SILVA, S. Z. R. . CONHECIMENTO ACERCA DO ALEITAMENTO MATERNO ENCONTRADO ENTRE PUÉRPERAS DE UM HOSPITAL AMIGO DA CRIANÇA. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PINTO, L. M. T. R. ; TREZZA, M. C. S. F. ; SILVA, J. M. O ; SANTOS, A. A. P. ; OLIVEIRA, L. L. F. . AS VIVÊNCIAS ALIMENTARES DA MULHER DURANTE O PARTO. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; TREZZA, M. C. S. F. . AS VIVÊNCIAS DE CONFORTO E DESCONFORTO DA MULHER DURANTE O TRABALHO DE PARTO E PARTO: UMA CONTRIBUIÇÃO DA ENFERMAGEM. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • MELO, G. C. ; TREZZA, M. C. S. F. ; OLIVEIRA, L. L. F. ; PINTO, L. M. T. R. ; CONCEIÇÃO, S. B. M. . A EXPERIÊNCIA DO ESTÁGIO DOCENTE SUPERVISIONADO NA FORMAÇÃO DO MESTRE EM ENFERMAGEM. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; PINTO, L. M. T. R. ; MELO, G. C. . O CONFORTO NA PERCEPÇÃO DE MULHERES EM TRABALHO DE PARTO E PARTO EM TRÊS MATERNIDADES PÚBLICAS DE MUNICÍPIO DE MACEIÓ-AL. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; PROCOPIO, I. K. P. ; PROCOPIO, R. P. P. ; TREZZA, M. C. S. F. . O TOQUE TERAPÊUTICO COMO UMA FORMA DE CUIDAR EM ENFERMAGEM. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; SANTOS, A. A. P. . AS INDICAÇÕES E CONTRAINDICAÇÕES DA CESÁREA. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • RAMOS, S. M. R. ; LACERDA, L. F. ; PINTO, L. M. T. R. ; OLIVEIRA, L. L. F. ; HOLANDA, J. B. L. . AÇÕES SOBRE MÉTODOS CONTRACEPTIVOS COMO RECURSO PARA O PLANEJAMENTO FAMILIAR EM UM CENTRO DE SAÚDE EM ALAGOAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, L. L. F. . ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM À PESSOA EM CUIDADOS PALIATIVOS. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PINTO, L. M. T. R. ; OLIVEIRA, L. L. F. ; RAMOS, S. M. R. ; TREZZA, M. C. S. F. . PROPOSTA DE UM INSTRUMENTO PARA CUIDAR DE PACIENTES EM CUIDADOS PALIATIVOS NO DOMICÍLIO. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; ROCHA, L. K. ; OLIVEIRA, T. C. . LIGA ACADÊMICA DE CUIDADOS INTEGRAIS DE FERIDAS NA COMUNIDADE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, L. L. F. ; TREZZA, M. C. S. F. ; LIMA, K. R. S. . AS PRÁTICAS ALTERNATIVAS E COMPLEMENTARES COMO INOVAÇÃO DA ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO IDOSO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DE LITERATURA. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

OLIVEIRA, L. L. F. ; MOURA, B. S. ; ALMEIDA, C. T. G. ; LUCIO, I. M. L. . Quais caminhos seguir no combate a Violência Obstétrica?. 2019. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

OLIVEIRA, L. L. F. . Violência obstétrica: mulheres devem ter voz ativa durante o parto. 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

OLIVEIRA, L. L. F. ; PINTO, L. M. T. R. . PINTURA DE BARRIGA E BARRIGA DE GESSO. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

OLIVEIRA, L. L. F. . A ASSISTÊNCIA DA ENFERMEIRA EM URGÊNCIAS OBSTÉTRICAS: ABORDANDO SÍNDROMES HEMORRÁGICAS E HIPERTENSIVAS. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

OLIVEIRA, L. L. F. ; PINTO, L. M. T. R. ; TREZZA, M. C. S. F. ; MELO, G. C. . ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM À PESSOA EM CUIDADOS PALIATIVOS. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - 2019

    Violência Obstétrica em Hospitais de Ensino: um Estudo de Prevalência, Descrição: Objetivo: analisar o cuidado obstétrico em hospitais de ensino da cidade de Maceió destinados à assistência a gestações de alto risco. Método: estudo epidemiológico observacional caracterizado como coorte retrospectivo realizado com 291 mulheres que receberam assistência ao parto vaginal, cesárea ou processo de abortamento nos hospitais de ensino selecionados como cenário desta pesquisa. A coleta dos dados ocorreu entre os meses de junho e novembro de 2018, por meio de um formulário de entrevista contendo questões que permitiram a caracterização sociodemográfica e obstétrica das mulheres entrevistadas, bem como a análise da assistência fornecida à estas mulheres e sua relação com a violência obstétrica, sendo a estatística descritiva e analítica base para a interpretação dos dados. Resultado: quanto a modalidade da internação hospitalar, 69,8% das mulheres entrevistadas foram submetidas à cesárea, 29,5% das mulheres vivenciaram o parto vaginal e apenas 0,7% estavam internadas em decorrência da assistência ao processo de abortamento. No que se refere a caracterização da assistência obstétrica: 18,9% não se sentiram à vontade para expor queixas ou dúvidas; 16,5% tiveram mãos, braços ou pernas amarrados; 13,1% não conseguiram compreender as informações que receberam; 10,3% não se sentiram seguras diante do cuidado recebido; 9,6% não receberam informações acerca dos procedimentos desenvolvidos pelos profissionais de saúde; 7,9% não sentiram-se acolhidas e/ou apoiadas; 4,5% acreditam que não tiveram a privacidade respeitada; 4,5% vivenciaram procedimentos não consentidos; 4,1% não permanecerem com acompanhantes de sua escolha; 4,1% receberam gritos durante a assistência e 3,1% foram solicitadas a parar de chorar ou gritar. Com relação às mulheres que receberem assistência ao trabalho de parto, observou-se que 72,1% delas não se alimentaram; a 54,4% não foram ofertados métodos não farmacológicos para o alívio da dor; 46,3% não ingeriram líquidos; 32,0% foram submetidas a toques vaginais consecutivos por pessoas distintas; 31,3% receberam ocitocina sintética por meio de acesso venoso; 28,6% foram submetidas à amniotomia; 21,8% não tiveram liberdade para deambular e/ou mudar de posição; 6,1% foram submetidas tricotomia e 4,8% foram submetidas à lavagem gástrica. Quanto à assistência ao período expulsivo, 91,9% das mulheres pariram em posições não supinas; 72,1% receberam indução de puxos; 15,1% foram submetidas à episiotomia e 5,8% à Manobra de Kristeller. No que se refere à assistência recebida por mulheres e recém-nascidos no pós-parto (partos vaginais e cesáreas), em 56,4% não houve estímulo ao aleitamento na primeira hora de vida do recém- nascido; em 47,8% os binômios não estabeleceram contato pele a pele com a mãe; em 39,8% não houve clampeamento tardio de cordão umbilical e 38,8% a mulher não pôde permanecer com seu filho(a). Conclusão: a caracterização da assistência fornecida pelos hospitais de ensino traduz-se em violência obstétrica quanto violência institucional e de gênero, distanciando-se dos princípios da maternidade segura e autonomia da mulher e família.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Larissa Lages Ferrer de Oliveira - Coordenador / Amuzza Aylla Perreira dos Santos - Integrante / Ruth França Cizino da Trindade - Integrante.

  • 2015 - 2017

    A Percepção da Mulher acerca do Trabalho de Parto e Parto em Maternidades Públicas de Recife-PE, Descrição: O crescimento das questões vinculadas à humanização do parto torna-se cada vez mais evidente na busca pelo resgate da integralidade e protagonismo da mulher, cabendo ao profissional de saúde o cuidado ético e baseado em evidências científicas, tendo o enfermeiro obstetra relevância no cuidado à parturiente. Nesse contexto, o presente projeto de pesquisa possui como objeto de estudo a percepção da mulher acerca do trabalho de parto e parto em maternidades públicas da cidade de Recife-PE, sendo seus objetivos descrever as percepções da mulher acerca do trabalho de parto e parto por ela vivenciado e analisar quais dessas percepções tem implicação para o cuidado em saúde da parturiente e como questão norteadora: qual a percepção da mulher acerca da vivência do trabalho de parto e parto em maternidades públicas de Recife-PE? Trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa a ser realizado com puérperas maiores de 18 anos que se encontram no Alojamento Conjunto das maternidades selecionadas como cenário da pesquisa, utilizando como instrumento de coleta de dados um formulário de entrevista semiestruturado. Este estudo utilizará abordam fenomenológica como referencial teórico para análise dos dados uma vez que esta possibilita a compreensão do fenômeno à medida que o mesmo se apresenta em sua essência. Espera-se que os resultados dessa pesquisa possam contribuir para o cuidado em saúde à parturiente no que se refere à humanização da assistência e aos direitos da parturiente.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Larissa Lages Ferrer de Oliveira - Integrante / Amuzza Aylla Perreira dos Santos - Coordenador.

  • 2014 - 2014

    As Vivências de Conforto e Desconforto da Mulher durante o Trabalho de Parto e Parto: uma Contribuição da Enfermagem, Descrição: Apesar do crescimento da humanização do parto, muitas mulheres estão aquém dessa realidade, sendo pouco ouvidas sobre o que lhe traria conforto ou desconforto no momento do seu parto. Dessa forma, trata-se de um estudo descritivo qualitativo realizado em três maternidades de Maceió-AL com 40 puérperas de julho a setembro de 2014 através de entrevista semiestruturada, tendo como referencial teórico a Teoria do Conforto de Katharine Kolcaba que objetivou analisar as vivências de conforto e desconforto da mulher durante o trabalho de parto e parto. Os resultados indicam que o nascimento do filho, a assistência dos profissionais, o acompanhante, a dor, a episiorrafia e o aumento das dores devido ao uso do ?soro? estão entre as principais vivências de conforto e desconforto relatadas. Deste modo, o conforto e desconforto podem influenciar a satisfação da mulher durante o seu parto, requerendo por parte da equipe de saúde um olhar humanizado para efetivação do cuidado.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Larissa Lages Ferrer de Oliveira - Integrante / Maria Cristina Soares Figueiredo Trezza - Coordenador / Géssyca Cavalcante de Melo - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2019

Prêmio Marilanda Lima, Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermagem Obstétrica (ABENFO).

2015

Prêmio Madre Maria Domineuc, Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermagem Obstétrica (ABENFO).

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2018 - 2019

Universidade Federal de Alagoas

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrado em Enfermagem, Regime: Dedicação exclusiva.

2012 - 2014

Universidade Federal de Alagoas

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista do Programa BDI, Carga horária: 20

Outras informações:
Bolsista de extensão do projeto de extensão CUID(A)ÇÃO.

2015 - 2017

Secretaria Municipal de Saúde de Recife

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Residente de Enfermagem, Carga horária: 60, Regime: Dedicação exclusiva.

2018 - Atual

SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DE ALAGOAS

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Assessora técnica, Carga horária: 30

2019 - Atual

Centro Universitário CESMAC

Vínculo: Professor efetivo, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 20