Fernanda Bernardo Cripa

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná - Campus Toledo (2012) e mestrado em Bioenergia pela Universidade Federal do Paraná (2016). Atualmente é técnica de laboratório/ Análises Clínicas da Universidade Federal da Fronteira Sul - campus Realeza PR.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Bioenergia

2014 - 2016

Universidade Federal do Paraná
Título: AVALIAÇÃO DE INÓCULOS MISTOS PARA PRODUÇÃO DE BIOHIDROGÊNIO,Ano de Obtenção: 2016
Helton José Alves.Coorientador: Rodrigo Sequinel. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Dark fermentation; Biohidrogênio; Efluente.

Especialização em Análises Clínicas e Microbiologia

2017 - 2019

Universidade Candido Mendes
Título: Anemia ferropriva e a importância do hemograma

Graduação em Ciências Biológicas

2009 - 2012

Pontifícia Universidade Católica do Paraná- Campus Toledo
Título: PADRONIZAÇÃO DO TESTE DE TETRAZÓLIO PARA SEMENTES DE Eugenia involucrata DC. E Eugenia pyriformis Cambess.
Orientador: Michele Fernanda Bortolini
Bolsista do(a): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, FAADCT/PR, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Treinamento operacional do microscópio eletrônico de varredura, modelo Vega. (Carga horária: 28h). , Tescan do Brasil Instrumentos Científicos Ltda, TESCAN, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em Exame andrológico. (Carga horária: 36h). , Pontifícia Universidade Católica do Paraná- Campus Toledo, PUC, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em Oratória. (Carga horária: 10h). , Pontifícia Universidade Católica do Paraná- Campus Toledo, PUC, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Reprodução de peixes nativos. (Carga horária: 10h). , Pontifícia Universidade Católica do Paraná - Campus Toledo, PUC/PR, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Taxidermia. (Carga horária: 10h). , Pontifícia Universidade Católica do Paraná- Campus Toledo, PUC, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

CRIPA, F. B. . V Semana Acadêmica de Ciências Biológicas. 2010. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Auicultura: o futuro do pescado?. 2012. (Outra).

Fauna Silvestre Paranaense. 2012. (Outra).

Gestão de carreiras. 2012. (Outra).

Novo Código Florestal. 2012. (Outra).

Uso Racional da Água nas Edificações e uso da Chuva para fins não Potáveis. 2012. (Outra).

Água e riscos ambientais. 2011. (Outra).

Água e Riscos Ambientais. 2011. (Outra).

Dia de Campo sobre Pinhão-manso. 2011. (Encontro).

IV Fórum de Biologia da Pontifícia Universidade católica do Paraná - Campus de Toledo. 2011. (Outra).

VII Semana Acadêmica de Ciências Biológicas. 2011. (Encontro).

Encontro de iniciação científica - ENIC.Potencial alelopático de Eugenia blastantha. 2010. (Encontro).

Saúde e Qualidade de Vida com foco em Meio Ambiente e Produtos Orgânicos cos. 2010. (Outra).

Aula magna - Biomonitoramento como instrumento de gestão de recursos hídricos. 2009. (Outra).

V Semana Acadêmica de Ciências Biológicas. 2009. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Helton José Alves

Avaliação de inóculos para a produção de biohidrogênio; 2016; Dissertação (Mestrado em Bioenergia) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Helton José Alves;

MICHELE FERNANDA BORTOLINI

VIABILIDADE DE SEMENTES DE Eugenia involucrata E Eugenia pyriformis; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Pontificia Universidade Católica do Paraná, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Michele Fernanda Bortolini;

MICHELE FERNANDA BORTOLINI

Viabilidade de sementes de espécies frutíferas nativas; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em CIências Biológicas) - Pontificia Universidade Católica do Paraná, Fundação Araucária; Orientador: Michele Fernanda Bortolini;

Rodrigo Sequinel

Avaliação de inóculos para a produção de biohidrogênio por fermentação anaeróbia do glicerol; ; 2016; Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Bioenergia) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Rodrigo Sequinel;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SCHNEIDER, MARLA ; FREITAS, MARIANNE ; MEDEIROS, JUCEMARA ; CRIPA, FERNANDA ; MACHADO, LUCIANA . PRESENÇA DE AMASTIGOTAS DE Leishmania sp. EM SANGUE PERIFÉRICO DE CÃO: RELATO DE CASO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA , v. 16, p. 1224-1236, 2019.

  • MEIER, T. R. W. ; CRIPA, F. B. ; FEROLDI, M. ; CREMONEZ, P. ; SCHNEIDER, L. T. ; BONASSA, G. ; TELEKEN, J. G. . Avaliação da produção de ésteres metílicos e glicerol a partir das misturas de óleo residual, de soja e de canola. Revista Tecnológica , v. 1, p. 73-81, 2015.

  • CRIPA, FERNANDA BERNARDO ; FREITAS, LAURA CRISTIANE NASCIMENTO DE ; GRINGS, ANDRIELI CRISTINE ; BORTOLINI, MICHELE FERNANDA . Tetrazolium test for viability estimation of Eugenia involucrata DC. and Eugenia pyriformis Cambess. seeds. Journal of Seed Science , v. 36, p. 305-311, 2014.

  • CRIPA, F. B. ; ARANTES, M. K. ; SEQUINEL, R. ; NEVES, A. C. ; ESTEVAM, A. ; ALVES, H. J. . AVALIAÇÃO DE INÓCULOS PARA BIODIGESTÃO ANAERÓBIA DE RESÍDUOS E GERAÇÃO DE HIDROGÊNIO COMBUSTÍVEL. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Química, 2016, Fortaleza CE. Anais do Congresso Brasileiro de Engenharia Química, 2016.

  • ARANTES, M. K. ; CRIPA, F. B. ; ALVES, H. J. ; SEQUINEL, R. ; SILVA, E. A. . Evaluation Of Inoculum For Biohydrogen Production Aiming Glycerol Utilization. In: XII Latin American Workshop and Symposium on Anaerobic Digestion, 2016, Cusco. Anais do XII DAAL, 2016.

  • MEIER, T. R. W. ; CRIPA, F. B. ; FEROLDI, M. ; CREMONEZ, P. ; TELEKEN, J. G. ; SCHNEIDER, L. T. ; BONASSA, G. . Avaliação da produção de ésteres metílicos e glicerol residual a partir das misturas de óleo residual, de soja e de canola. In: II SIMBIOMERCOSUL, 2014, Foz do Iguaçu. II Simpósio de Bioenergia e Biocombustíveis do Mercosul, 2014.

  • RANKRAPE, F. ; RODRIGUES, B. F. ; SILVA, M. I. V. ; CRIPA, F. B. ; MACHADO, L. P. . IMPACTO SOCIOECONÔMICO DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM PATOLOGIA CLÍNICA VETERINÁRIA À COMUNIDADE DE REALEZA - PR E REGIÃO. In: Seminário Integrador de Extensão, 2019, Chapecó SC. Seminário Integrador de Extensão, 2019. v. 2.

  • SCHNEIDER, M. ; MEDEIROS, J. M. ; CRIPA, F. B. ; FREITAS, M. M. ; VIDAL, C. V. ; VIEITEZ, P. O. ; SIMOES, T. O. ; MACHADO, L. P. . LEISHMANIOSE CANINA: RELATO DE CASO. In: II SIMPÓSIO EM SAÚDE E ALIMENTAÇÃO, 2018, Chapecó. II SIMPÓSIO EM SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL, 2018. p. 1-3.

  • NEVES, A. C. ; SOUZA, M. C. ; CRIPA, F. B. ; ALVES, H. J. ; ARANTES, M. K. . AVALIAÇÃO DE MEIOS DE CULTURA ALTERNATIVOS PARA L. plantarum E DE ESTRATÉGIAS DE FERMENTAÇÃO VISANDO A EXTRAÇÃO DO BIOPOLÍMERO QUITINA. In: 5o Simpósio de Biotecnologia na Agroindústria, 2015, Palotina. 5o Simpósio de Biotecnologia na Agroindústria, 2015. v. 1. p. 1-2.

  • SHAFFNER, R. A. ; SCHWENGBER, C. A. ; BACH, V. R. ; CRIPA, F. B. ; SILVA, F. A. ; FERNANDES-MACHADO, N. R. C. ; ALVES, H. J. . Dry reforming of methane over Ni/Al2O3 and Ni/MCM-41 catalysts: Effect of Mg addition.. In: 3nd International Congress on Catalysis for Biorefineries, 2015, Rio de Janeiro. 3nd International Congress on Catalysis for Biorefineries, 2015. v. X. p. 1-2.

  • CRIPA, F. B. ; ARANTES, M. K. ; ALVES, H. J. . Produção de bio-hidrogênio a partir da fermentação do glicerol, coproduto do biodiesel. In: II SIMBIOMERCOSUL, 2014, Foz do Iguaçu. II Simpósio de Bioenergia e Biocombustíveis do Mercosul, 2014.

  • MEDEIROS, J. M. ; DALLO, B. F. ; SOARES, D. R. ; CRIPA, F. B. ; SCHNEIDER, M. ; MACHADO, L. P. . Alterações hematológicas em um cão com anemia hemolítica imunomediada associado a filariose: relato de caso. In: II Encontro Nacional de Patologia Clinica Veterinária - II ENPCV 2018, 2018, Jaboticabal. Acta Veterinária Brasílica. v. 12. p. 29-29.

  • CRIPA, F. B. ; BORTOLINI, M.F. ; FREITAS. L.C.N. ; GRINGS, A. C. ; ANTUNES, N. T. B. . Aplicação do teste de tetrazólio em sementes de Eugenia pyriformis Cambess. e Eugenia involucrata Dc.. In: XX SEMIC - Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica da PUCPR, 2012, Curitiba - PR. 20º SEMIC e 14º Mostra de Pesquisa - PUCPR - 2012, 2012.

  • FREITAS. L.C.N. ; BORTOLINI, M.F. ; CRIPA, F. B. ; GRINGS, A. C. . Padronização do teste de tetrazólio para sementes de Matayba elaeagnoides Radlk.. In: XX SEMIC - Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica da PUCPR, 2012, Curitiba - PR. 20º SEMIC e 14º Mostra de Pesquisa - PUCPR - 2012, 2012.

  • GRINGS, A. C. ; BORTOLINI, M.F. ; ANTUNES, N. T. B. ; FREITAS. L.C.N. ; CRIPA, F. B. . Produção de mudas de Astronium graveolens Jacq.. In: XX SEMIC - Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica da PUCPR, 2012, Curitiba. 20º SEMIC e 14º Mostra de Pesquisa - PUCPR - 2012, 2012.

  • BORTOLINI, M.F. ; FREITAS. L.C.N. ; CRIPA, F. B. . Teste de Tetrazólio para sementes de diferentes lotes de Eugenia uniflora L. (Myrtaceae). In: 63º Congresso Nacional de Botânica, 2012, Joinville - SC. anais 63º Congresso Nacional de Botânica, 2012.

  • Feix, A. ; FREITAS. L.C.N. ; CRIPA, F. B. ; ANTUNES, N. T. B. ; BORTOLINI, M.F. . Efeito fitotóxico de Rauvolfia sellowii Müll. Arg. na germinação de alface. In: II Encontro de Pesquisa da PUCPR (EPPUC), 2011, Toledo. anais do EPPUC, 2011. p. 59-59.

  • ANTUNES, N. T. B. ; PAVLAK, R. J. ; GRINGS, A. C. ; CRIPA, F. B. ; FREITAS. L.C.N. ; BORTOLINI, M.F. . Aplicabilidade do teste de tetrazólio na avaliação de danos causados por métodos de superação de dormência em sementes de Gleditschia amorphoides Taub.. In: II Encontro de Pesquisa da PUCPR (EPPUC), 2011, Toledo. anais do EPPUC, 2011. p. 62-62.

  • FREITAS. L.C.N. ; CRIPA, F. B. ; GRINGS, A. C. ; ANTUNES, N. T. B. ; KAISER, D. K. ; TARTARI, R. A. ; BORTOLINI, M.F. . Teste de envelhecimento acelerado para a avaliação do vigor de sementes de Gleditschia amorfoides Taub.. In: II Encontro de Pesquisa da PUCPR (EPPUC), Campus ? Toledo, 2011, Toledo. anais do EPPUC, 2011. p. 68-68.

  • GRINGS, A. C. ; CRIPA, F. B. ; FREITAS. L.C.N. ; ANTUNES, N. T. B. ; PEREIRA, N. M. ; BORTOLINI, M.F. . Germinação de sementes de Astronium graveolens Jacq. em diferentes substratos e fotoperíodo. In: II Encontro de Pesquisa da PUCPR (EPPUC), 2011, Toledo. anais do EPPUC, 2011. p. 69-69.

  • PAVLAK, R. J. ; ANTUNES, N. T. B. ; GRINGS, A. C. ; CRIPA, F. B. ; FREITAS. L.C.N. ; FRAGOSO, D. ; BORTOLINI, M.F. . Influencia da profundidade de semeadura na velocidade de emergência e desenvolvimento de mudas de Gleditschia amorfoides Taub.. In: II Encontro de Pesquisa da PUCPR (EPPUC), Campus ? Toledo, 2011, Toledo. anais do EPPUC, 2011. p. 78-78.

  • BORTOLINI, M.F. ; FREITAS. L.C.N. ; CRIPA, F. B. ; FALABRETTI, A. M. . Teste de tetrazólio para sementes de três espécies de Myrtaceae. In: XIII Congresso Brasileiro de Fisiologia Vegetal, 2011, Búzios. Livro de resumos do XIII Congresso Brasileiro de Fisiologia Vegetal, 2011. p. 141-141.

  • FREITAS. L.C.N. ; CRIPA, F. B. ; FALABRETTI, A. M. ; GRINGS, A. C. ; BORTOLINI, M.F. . Emergência de plântulas de Eugenia uniflora L. e Eugenia pyriformis Cambess. submetidas a diferentes profundidades de semeadura. In: XIII Congresso Brasileiro de Fisiologia Vegetal, 2011, Búzios. Livro de resumos do XIII Congresso Brasileiro de Fisiologia Vegetal, 2011. p. 88-88.

  • FREITAS. L.C.N. ; CRIPA, F. B. ; FALABRETTI, A. M. ; BORTOLINI, M.F. . Fracionamento de uvaia e pitanga. In: XIII Congresso Brasileiro de Fisiologia Vegetal, 2011, Búzios. Livro de resumos do XIII Congresso Brasileiro de Fisiologia Vegetal, 2011. p. 87-88.

  • FREITAS. L.C.N. ; BORTOLINI, M.F. ; FALABRETTI, A. M. ; CRIPA, F. B. . Padronização do teste de germinação e do teste de tetrazólio para Eugenia uniflora L.. In: XIX Seminário de Iniciação Científica (SEMIC), 2011, Curitiba. Anais do XIX Semic, 2011.

  • FREITAS. L.C.N. ; CRIPA, F. B. ; ROMERO, M.L.L ; ASSIS, E.G. ; BORTOLINI, M.F. . Potencial alelopático de Eugenia blastantha. In: Encontro de iniciação científica - ENIC, 2010, Toledo. Encontro de iniciação científica - ENIC, 2010.

  • CRIPA, F. B. ; ARANTES, M. K. ; SEQUINEL, R. ; FIORINI, A. ; ROSADO, F. R. ; ALVES, H. J. . Poultry slaughterhouse anaerobic ponds as a source of inoculum for biohydrogen production. JOURNAL OF BIOSCIENCE AND BIOENGINEERING , 2019.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    EFEITO DO EXERCÍCIO DA PROVA DE LAÇO COMPRIDO NO PERFIL HEMATOLÓGICO E BIOQUÍMICO DE EQUINOS, Descrição: Os equinos são muito utilizados em competições tradicionalistas no país e na região sul participam da prova de laço comprido, caracterizada como um exercício de alta intensidade e curta duração. Compreender a resposta ao exercício auxilia na monitoração do desempenho animal e intensidade do exercício. A pesquisa tem por objetivo avaliar o efeito do exercício de laço comprido nos parâmetros fisiológicos, hematológicos e bioquímicos, em dois experimentos distintos, em prova simulada e prova oficial, avaliando o efeito do exercício em diferentes horários. Serão utilizados 22 equinos adultos, de ambos os sexos, com 3 a 10 anos de idade. No experimento 1 o efeito do exercício será avaliado em 10 equinos durante uma prova simulada de laço comprido, em três horários diferentes, prova 1 (P1) das 8:00 as 10:00h; prova 2 (P2) das 12:00 as 14:00h e prova 3 (P3) das 16:00 as 18:00h, com intervalo de uma semana entre as provas. Em cada prova serão avaliados os seguintes momentos: antes do início do exercício com o animal selado e montado (M0), logo após um conjunto de 5 corridas (M1) e 30 minutos após a quinta corrida (M2). No experimento 2 serão avaliados 12 equinos durante uma competição formal de prova de laço comprido, oriundos de propriedades até 200 km de distância do local da prova, divididos em dois grupos. Grupo 1 (G1) constituído por seis equinos que realizarem um ciclo de cinco corridas da competição no período da manhã e grupo 2 (G2) formado por seis equinos que realizarem o ciclo no período da tarde. Serão avaliados os momentos: início da manhã em repouso (M0), logo após um conjunto de 5 corridas (M1) e 30 minutos após a quinta corrida (M2). Em todos os momentos, de ambos os experimentos, serão mensurados os parâmetros clínicos de frequência cardíaca, frequência respiratória e temperatura retal e dados climáticos de temperatura e umidade relativa do ar. Amostras de sangue serão coletadas por punção jugular, sendo 4 mL em tubo com anticoagulante EDTA, para realização do hemograma, 4mL em tubo com ativador de coagulação para obtenção de soro e 4mL em tubo com EDTA+ fluoreto de sódio para obtenção de plasma. O hemograma será realizado em contador automático de células e a contagem diferencial e avaliação morfológica em microscopia. O perfil bioquímico sérico avaliará a atividade das enzimas musculares (creatina quinase e aspartato aminotransferase) e a concentração de ácido úrico, albumina e proteínas totais. Será mensurada a concentração plasmática de glicose e lactato. Todas as análises bioquímicas serão realizadas em analisador bioquímico semiautomático com kits comerciais. Em ambos os experimentos será realizada análise de variância (ANOVA) e teste de Tukey para a comparação entre os momentos e grupos, considerando-se significância de 5%. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Fernanda Bernardo Cripa - Integrante / Jucemara Madel de Medeiros - Integrante / Luciana Pereira Machado - Coordenador / Marcelo Falci Mota - Integrante / Bianca de Fátima Dallo - Integrante / Gabrieli Américo da Silva - Integrante / Marina Penso Botini - Integrante / Letícia Viviane de Jesus - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2018 - Atual

    Avaliação do bem-estar de equinos no exercício de laço comprido, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Luciana Pereira Machado em 20/08/2019., Descrição: Os equinos são muito utilizados em competições tradicionalistas no país, que representam atividades culturais e esportivas. Na região Sul do Brasil participam da prova de laço comprido, caracterizada como um exercício de alta intensidade e curta duração. O desempenho dos animais atletas está diretamente ligado ao seu bem-estar. Animais com comprometimento do bem-estar produzem maior concentração de cortisol, conhecido como hormônio do estresse, que leva a incremento da taxa metabólica, maior produção de radicais livres e menor desempenho. Recentemente, pesquisadores da medicina esportiva equina nacional desenvolveram uma escala para avaliação do bem-estar de equinos atletas, porém a mesma ainda carece de estudos que avaliem a sua aplicabilidade nas diferentes modalidades equestres. A pesquisa tem por objetivo avaliar o efeito do exercício de laço comprido no bem-estar dos equinos e a aplicabilidade da escala bem-estar. Serão utilizados 10 equinos adultos, de ambos os sexos, com idade variando de 3 a 10 anos, mantidos em propriedades com distância máxima de 100 Km do local do exercício. O efeito do exercício será avaliado em uma prova simulada de laço comprido utilizando-se um protótipo bovino mecânico conduzido por motocicleta, em pista com medida oficial. No repouso (R) serão avaliados no início da manhã, antes do deslocamento para o local de competição (R1) e com 1h de descanso após a chegada no local de competição (R2). No exercício (E) serão avaliados os seguintes momentos: logo após um conjunto de três corridas sequenciais (E1), 30 minutos (E2), 4h (E3) e 24h (E4) após as três corridas. Em todos os momentos serão colhidas amostras de sangue por punção da veia jugular e avaliados os parâmetros fisiológicos (frequência cardíaca, frequência respiratório e temperatura retal) e ambientais (temperatura e humidade do ar). O bem-estar dos equinos será avaliado com a escala de avaliação de bem-estar em equídeos atletas, que contempla sete itens: (1) escore corporal, (2) frequência cardíaca de recuperação, (3) presença de ferimentos, sangramentos e taras, (4) dor/claudicação, (5) alteração do número de neutrófilos, (6) presença de anemia e (7) elevação da creatina quinase (CK). O hemograma será realizado por compor a escala de avaliação de bem-estar e para caracterização da resposta hematológica. A partir das amostras sanguíneas serão obtidos soro e plasma para as análises da intensidade do exercício (glicose e lactato); atividade da CK que compõem a escala de bem-estar; concentração sérica das proteínas totais e albumina, e determinação do cortisol sérico, como marcador de estresse. Será realizado teste t pareado comparando-se os momentos pós-exercício com os de repouso. O teste de correlação de Person será utilizado para a correlação entre a escala de bem-estar e a concentração de cortisol, assim como com os marcadores bioquímicos e hematológicos. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Fernanda Bernardo Cripa - Integrante / Jucemara Madel de Medeiros - Integrante / Luciana Pereira Machado - Coordenador / Marcelo Falci Mota - Integrante / Bianca de Fátima Dallo - Integrante / Gabrieli Américo da Silva - Integrante / Marina Penso Botini - Integrante / Letícia Viviane de Jesus - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal da Fronteira Sul - Bolsa / Universidade Federal da Fronteira Sul - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Produção de biohidrogênio através de fermentação anaeróbia de efluentes agroindustriais, Descrição: A produção de hidrogênio (H2) para fins de geração de energia em células a combustível tem sido estudada sob diferentes processos químicos e biológicos. Dentre os processos biológicos destaca-se a fermentação anaeróbia, onde microrganismos produtores de H2 utilizam matéria orgânica como substrato. O uso de águas residuárias como fonte de matéria orgânica agrega importância a este processo uma vez que alia a geração de energia ao tratamento de efluentes.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Fernanda Bernardo Cripa - Coordenador / Mabel Karina Arantes - Integrante / Helton José Alves - Integrante / Rodrigo Sequinel - Integrante / Andressa Estevam - Integrante / Bruna Machado - Integrante.

  • 2010 - 2012

    Viabilidade de Sementes de Espécies Frutíferas Nativas, Descrição: Desenvolver metodologias para a condução de teste de viabilidade em sementes de espécies frutiferas nativas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Fernanda Bernardo Cripa - Integrante / Andréa Maria Teixeira Fortes - Integrante / Angela Feix - Integrante / Luciana Alves Fogaça - Integrante / José Volnei Bisognin - Integrante / Michele Fernanda Bortolini - Coordenador., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2018 - Atual

Universidade Federal da Fronteira Sul

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2013 - 2014

Aliança Biotecnologia

Vínculo: Colaboradora, Enquadramento Funcional: Auxiliar de laboratório, Carga horária: 40

2012 - 2012

Pontifícia Universidade Católica do Paraná- Campus Toledo

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitoria, Carga horária: 8

2010 - 2012

Pontifícia Universidade Católica do Paraná- Campus Toledo

Vínculo: bolsista, Enquadramento Funcional: pesquisador, Carga horária: 20

2011 - 2011

Pontifícia Universidade Católica do Paraná- Campus Toledo

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitoria, Carga horária: 8

2010 - 2011

Centro Acadêmico de Ciências Biológicas Professor Waldemar Ens

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenadora do Conselho Consultivo e Fiscal

2009 - 2010

Prati-Donaduzzi

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Auxiliar de Laboratório, Carga horária: 48

2015 - 2018

Universidade Federal do Paraná

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Técnico de Laboratório/ Biologia, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.

2018 - Atual

Universidade Federal da Fronteira Sul

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Técnica de Laboratório/ análises clínicas, Carga horária: 40