Fernanda Caroline Guasselli

Bacharel em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Fronteira Sul (2017), mestranda em Urbanismo, História e Arquitetura da Cidade pelo Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, PósArq-UFSC. Atua como pesquisadora nas seguintes linhas: percepção e avaliação da paisagem urbana, relação rios e cidades.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Arquitetura e Urbanismo

2018 - Atual

Universidade Federal de Santa Catarina
Título: A percepção da paisagem do entorno urbano do rio Carahá em Lages/SC,Orientador:
Vanessa Casarin.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Paisagem fluvial urbana; Percepção ambiental; Preferência visual.Grande área: Ciências Sociais AplicadasGrande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo / Subárea: Desenho Urbano.

Graduação em Arquitetura e Urbanismo

2012 - 2017

Universidade Federal da Fronteira Sul
Título: Complexo de Educação Integral: diretrizes para um Bairro-Escola
Orientador: Murad Jorge Mussi Vaz

Curso técnico/profissionalizante em Curso técnico em Edificações

2009 - 2011

Centro de Educação Profissionalizante Renato Ramos da Silva

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Alina Gonçalves Santiago

CASARIN, VanessaSANTIAGO, A. G.SABOYA, R. T.. A Percepção Da Paisagem Fluvial Urbana: Um Estudo De Caso Em Lages/SC. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Paulo Ricardo Müller

Patrimônio material e imaterial: os cinemas de Erechim - RS; 2013; Orientação de outra natureza; (Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal da Fronteira Sul, Universidade Federal da Fronteira Sul; Orientador: Paulo Ricardo Müller;

Vanessa Casarin

A percepção da paisagem do entorno urbano do rio Carahà, em Lages, SC; ; Início: 2018; Dissertação (Mestrado em Programa de pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • MULLER, P. R ; GUASSELLI, F. C. . Memória e patrimônio material: o caso dos cinemas de Erechim-RS. In: VII Seminário Internacional em Memória e Patrimônio : Convenção do Patrimônio Imaterial: 10 anos depois [2003-2013], 2014, Pelotas/RS. Anais do VII Seminário: Convenção do Patrimônio Imaterial: 10 anos depois. Pelotas/RS: Ed. da UFPel, 2013., 2013. p. 568-576.

  • GUASSELLI, F. C. ; CATTANEO, Dilermando ; MULLER, P. R . Territorialidade e identidade: abordagens conceituais para o estudo de caso dos empreendimentos hidrelétricos de Garabi e Panambi. In: III Seminário Nacional sobre Múltiplas Territorialidades e III Seminário Internacional sobre Microterritorialidades nas Cidades, 2014, Porto Alegre. III Seminário Nacional sobre Múltiplas Territorialidades e III Seminário Internacional sobre Microterritorialidades nas Cidades. Porto Alegre: UFRGS, 2014.

  • GUASSELLI, F. C. ; TSUTSUMI, E. K. . Da cidade ao bairro: análise da produção do espaço urbano do bairro Progresso em Erechim/RS. In: 5º Encontro Internacional sobre cidade, contemporaneidade e morfologia urbana, 2016, Pelotas. 5º Encontro Internacional sobre cidade, contemporaneidade e morfologia urbana. Pelotas: FAURB - UFPEL, 2016. p. 67-70.

  • CATTANEO, Dilermando ; MULLER, P. R ; GUASSELLI, F. C. . Territorialidade e Identidade: Abordagens conceituais para o estudo de caso dos empreendimentos hidrelétricos de Garabi e Panambi. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • GUASSELLI, F. C. ; SILVA, G.S ; MULLER, P. R ; ALBERTON, J.O . O caso dos cinemas em Erechim/RS: discutindo patrimônio material e imaterial. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MULLER, P. R ; GUASSELLI, F. C. . Memória e patrimônio material: o caso dos cinemas de Erechim-RS. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2015 - 2016

    Concebido e vivido: caminhos para inovação metodológica em arquitetura e urbanismo, Descrição: Partindo do pressuposto que o objeto de estudo do arquiteto e urbanista é o espaço, identificou-se no decorrer desta pesquisa arbitrariedades conceituais que fomentam as problemáticas teórico-metodológicas, principalmente no que se refere à definição epistemológica desta área. Nesse sentido, objetivou-se identificar caminhos metodológicos no âmbito do urbanismo a partir de perspectivas filosóficas que visam superar os paradigmas progressistas presente na história desta técnica/ciência, priorizando um conceito de espaço para além do euclidiano (geométrico), trazendo à tona o espaço de experimentação, vivência e percepção, o denominado espaço concreto. Para tanto, a metodologia é composta por dois grandes módulos: pesquisa bibliográfica e pesquisa-ação, havendo ramificações que visam o aprofundamento em alguns subtemas, tais como: epistemologia/metodologia; o desenho como linguagem do arquiteto; novas possibilidades metodológicas e de representação do espaço. Deste modo, foi possível construir um arcabouço teórico com análise e sistematização de conteúdo que abre espaço para um debate inovador, a teoria do conhecimento no urbanismo, seguindo a linha da teoria arquiteturológica de Philippe Boudon. No que tange a metodologia, os caminhos encontrados visam à superação do espaço de concepção do urbanista embasado na geometria euclidiana e modos de representação alternativos a planificação tecnocrática. Resumidamente, refere-se às potencialidades da Cartografia Social no âmbito no urbanismo, que intenciona, também, pensar nas aproximações epistemológicas entre geografia e urbanismo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Fernanda Caroline Guasselli - Integrante / Fábio Francisco Feltrin de Souza - Coordenador.

  • 2015 - 2016

    Concebido e vivido: caminhos para inovação metodológica em arquitetura e urbanismo, Descrição: Partindo do pressuposto que o objeto de estudo do arquiteto e urbanista é o espaço, identificou-se no decorrer desta pesquisa arbitrariedades conceituais que fomentam as problemáticas teórico-metodológicas, principalmente no que se refere à definição epistemológica desta área. Nesse sentido, objetivou-se identificar caminhos metodológicos no âmbito do urbanismo a partir de perspectivas filosóficas que visam superar os paradigmas progressistas presente na história desta técnica/ciência, priorizando um conceito de espaço para além do euclidiano (geométrico), trazendo à tona o espaço de experimentação, vivência e percepção, o denominado espaço concreto. Para tanto, a metodologia é composta por dois grandes módulos: pesquisa bibliográfica e pesquisa-ação, havendo ramificações que visam o aprofundamento em alguns subtemas, tais como: epistemologia/metodologia; o desenho como linguagem do arquiteto; novas possibilidades metodológicas e de representação do espaço. Deste modo, foi possível construir um arcabouço teórico com análise e sistematização de conteúdo que abre espaço para um debate inovador, a teoria do conhecimento no urbanismo, seguindo a linha da teoria arquiteturológica de Philippe Boudon. No que tange a metodologia, os caminhos encontrados visam à superação do espaço de concepção do urbanista embasado na geometria euclidiana e modos de representação alternativos a planificação tecnocrática. Resumidamente, refere-se às potencialidades da Cartografia Social no âmbito no urbanismo, que intenciona, também, pensar nas aproximações epistemológicas entre geografia e urbanismo.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Fernanda Caroline Guasselli - Integrante / Fábio Francisco Feltrin de Souza - Coordenador.