Davi Mamblona Marques Romão

Diretor Executivo Adjunto do Instituto Veredas, onde atua na promoção de Políticas Informadas por Evidências e na aproximação entre gestão pública, academia e terceiro setor para o desenvolvimento de políticas públicas mais eficientes e efetivas. Foi Coordenador de Pesquisa e do Programa de Qualidade de Vida para Profissionais de Segurança Pública da Secretaria Nacional de Segurança Pública - Ministério da Justiça e Cidadania. Coordenou também a área de ensino presencial da mesma Secretaria. É Analista Técnico de Políticas Sociais, licenciado, da Secretaria Nacional de Segurança Pública - Ministério da Justiça e Segurança Pública. Formado em Psicologia pela Universidade de São Paulo. Mestre em Psicologia pelo Programa de Psicologia da Aprendizagem e do Desenvolvimento Humano da mesma instituição. Mestrando em Políticas Públicas na Universidade de Oxford. Especialista em Gestão de Políticas de Saúde Baseadas em Evidências pelo Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio-Libanês.

Informações coletadas do Lattes em 24/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Master of Public Policy

2019 - Atual

University of Oxford
Orientador: Julien Labonne;Bolsista do(a): Fundação Lemann, FL, Brasil.

Mestrado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano

2010 - 2013

Universidade de São Paulo
Título: Jornalismo Policial: indústria cultural e violência,Ano de Obtenção: 2013
Pedro Fernando da Silva.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Indústria Cultural; Jornalismo; violência; teoria crítica; Meios de Comunicação de Massa.Grande área: Ciências Humanas

Especialização em Gestão de Políticas de Saúde Informadas por Evidências

2017 - 2017

Hospital Sirio-Libanes
Título: Gestão de Políticas de Saúde Informadas por Evidências

Graduação em Psicologia

2005 - 2009

Universidade de São Paulo

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2017 - 2017

Statistics: Unlocking the World of Data. (Carga horária: 30h). , University of Edinburgh, EDINBURGH, Escócia.

2017 - 2017

Searching for Research Evidence in Public Health. (Carga horária: 4h). , National Collaborating Centre for Methods and Tools, NCCMT, Canadá.

2016 - 2016

Ferramentas SUPPORT para Políticas Informadas por Evidências. (Carga horária: 36h). , Ministério da Saúde, MS, Brasil.

2016 - 2016

Quantitative Research Designs 101 - Adressing Practice-Based Issues in Publ. , National Collaborating Centre for Methods and Tools, NCCMT, Canadá.

2016 - 2016

Introduction to Evidence-Informed Decision Making. , National Collaborating Centre for Methods and Tools, NCCMT, Canadá.

2016 - 2016

JPAL101x: Evaluating Social Programs. , Massachusetts Institute of Technology, MIT, Estados Unidos.

2016 - 2016

Inspiring and Motivating Individuals. (Carga horária: 20h). , University of Michigan, UMICH, Estados Unidos.

2015 - 2015

Gestão por Competências. (Carga horária: 21h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2015 - 2015

Gestão Estratégica de Pessoas e Planos de Carreira. (Carga horária: 20h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2015 - 2015

Introdução à Gestão de Processos. (Carga horária: 20h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2015 - 2015

Estatística. (Carga horária: 20h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2015 - 2015

Gestão de Pessoas: fundamentos e tendências. (Carga horária: 21h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2015 - 2015

Elaboração de Indicadores de Desempenho Institucional. (Carga horária: 35h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2014 - 2014

Legislação Aplicada à Gestão de Pessoas. (Carga horária: 30h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2014 - 2014

Planejamento de Projetos no Setor Público. (Carga horária: 30h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2014 - 2014

Sistemas e Gestão em Segurança Pública. (Carga horária: 60h). , Secretaria Nacional de Segurança Pública, SENASP, Brasil.

2014 - 2014

Elaboração de Projetos. (Carga horária: 35h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2014 - 2014

Orçamento Público: conceitos básicos. (Carga horária: 30h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2014 - 2014

Gestão de Convênios para Concedentes. (Carga horária: 28h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2013 - 2013

Curso de Ambientação para ATPS. (Carga horária: 40h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2013 - 2013

ASP - Ciclo de Gestão do Investimento Público. (Carga horária: 12h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2007 - 2007

Extensão universitária em Acompanhamento Terapêutico. (Carga horária: 19h). , Lugar de Vida - Centro de Educação Terapêutica, LV, Brasil.

2005 - 2005

Transtornos Abrangentes do Desenvolvimento. (Carga horária: 15h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2005 - 2005

Sartre, Cultura e Compromisso. , Centro Universitário Maria Antônia, CUMA, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

ROMÃO, D. M. M. ; IZUME, C. ; THEODORO, A. R. ; OI, Celia ; RIZZI, Helena ; MORENO, Luiz ; Endo, P. C. ; ALVAREZ, R. . Hiroshima e Nagasaki em São Paulo: testemunho, inscrição e memória das catástrofes. 2012. (Exposição).

ROMÃO, D. M. M. ; IZUME, C. ; THEODORO, A. R. ; RIZZI, Helena ; MORENO, Luiz ; ALVAREZ, R. ; Endo, P. C. ; OI, Celia . Hiroshima e Nagasaki em São Paulo: testemunho, inscrição e memória das catástrofes. 2012. (Congresso).

Endo, P. C. ; GALEAO, L. ; ROMÃO, D. M. M. ; PASSARELLI, V. L. S. ; LAGATTA, P. ; IZUME, C. ; THEODORO, A. R. ; MOREIRA, L. E. ; ALVAREZ, R. . Semana Contra a Anistia aos Toruturadores. 2010. (Congresso).

ROMÃO, D. M. M. ; FRANCO, F. L. F. N. ; MANZI, R. F. ; LIMA, R. A. . Colóquio Patologias do Social: a Razão Diagnóstica em Questão. 2009. (Congresso).

ROMÃO, D. M. M. ; RODRIGUES, R. ; PASSARELLI, V. L. S. ; FREIRE, V. B. ; CUNHA, E. L. ; BENTO, M. F. T. ; LOFFREDO, A. M. . V Encontro Psicanalítico da Teoria dos Campos. 2008. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Fórum Internacional de Gestão em Políticas de Saúde Informadas por Evidências. 2019. (Seminário).

A experiência da Escola da Ponte. 2008. (Outra).

Estudo Comparativo de descompensação psicótica na adolescência no Brasil e França. 2008. (Outra).

II Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano.Função e Valor da Escola Segundo os Alunos do Ensino Médio. 2008. (Seminário).

XIII Semana de Psicologia (IP - USP). 2008. (Outra).

Um dia na universidade dialogando com Winnicott, Klein e Lacan sobre a criança e o adolescente: dez anos depois. 2007. (Congresso).

Vida e Obra... Para conhecer... Jaques Lacan. 2007. (Outra).

Vida e Obra... Para conhecer... Melanie Klein. 2007. (Outra).

Vida e Obra... Para conhecer... Sigmund Freud. 2007. (Outra).

Vida e Obra... Para conhecer... Wilhelm Reich. 2007. (Outra).

II Encontro Nacional de Pesquisadores em Filosofia e Psicanálise. 2006. (Encontro).

Mini Curso de História da Filosofia Contemporânea. 2006. (Oficina).

A importância de uma medicina mais humana. 2005. (Outra).

Nutrição aplicada às modalidades esportivas. 2005. (Outra).

Seminário Arte / Música - As Musas da Mitologia Grega Promovendo Saúde: Reabilitação Neurológica. 2005. (Seminário).

Seminário Educação Brasileira: Dignóstico e Alternativas. 2005. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Fabiano Vianna Coppieters

ROMÃO, D. M. M.; BATISTA, A. L. S.. A Municipalização da Segurança Pública no Governo Municipal da Cidade de Salvador - BA, com a instituição do Estatuto Geral das Guardas Civis Municipais, Através da Lei n13.022/2014. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Segurança Pública e Cidadania) - Universidade de Brasília.

Aluno: Anderson de Oliveira Araújo

ROMÃO, D. M. M.; COELHO, C. M.. A Reincidência de Adolescentes e Jovens Infratores no Setor Habitacional Sol Nascente na Cidade Satélite de Ceilândia. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Segurança Pública e Cidadania) - Universidade de Brasília.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Pedro Fernando da Silva

SILVA, P. F.; Crochík, J. L.; GINZBURG, J.. Jornalismo policial: indústria cultural e violência. 2013. Dissertação (Mestrado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano) - Universidade de São Paulo.

Pedro Fernando da Silva

SILVA, P. F.; Crochík, J. L.; GINZBURG, J.. Indústria Cultural e violência: a apropriação da violência urbana pela mídia brasileira. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano) - Universidade de São Paulo.

Jaime Ginzburg

SILVA, P. F.; CROCHIK, J. L.;GINZBURG, Jaime. Jornalismo policial: indústria cultural e violência. 2013. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social) - Universidade de São Paulo.

Jose Leon Crochik

SILVA, P. F.; GINZBURG, J.;CROCHÍK, J. L.. Jornalismo policial: indústria cultural e violência. 2013. Dissertação (Mestrado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano) - Instituto de Psicologia da USP.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Pedro Fernando da Silva

Jornalismo policial: indústria cultural e violência; 2013; Dissertação (Mestrado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Pedro Fernando da Silva;

Pedro Fernando da Silva

Investigação acerca dos efeitos subjetivos da violência urbana; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade de São Paulo; Orientador: Pedro Fernando da Silva;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • ROMÃO, D. M. M. . A violência do Esclarecimento. TransFormações em Psicologia , v. 3, p. 1-15, 2010.

  • ROMÃO, D. M. M. ; PASSARELLI, V. L. S. ; Endo, P. C. . Memória e Resistência: a luta permanente. Correio da APPOA , v. n° 196, p. 41-47, 2010.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

ROMÃO, D. M. M. . Artigo avaliado para a Revista Psicologia Política ? 18358. 2019.

ROMÃO, D. M. M. . Artigo avaliado para a Revista Psicologia Política ? 18358 (2 parecer). 2019.

ROMÃO, D. M. M. . Parecer para a revista TransFormações. 2011.

ROMÃO, D. M. M. . Parecer para a revista TransFormações. 2011.

ROMÃO, D. M. M. . Parecer para a revista TransFormações. 2010.

ROMÃO, D. M. M. . Patrulha Paz e Bem. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

ROMÃO, D. M. M. . Estudo do IP analisa indústria cultural e violência no jornalismo policial brasileiro. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

ROMÃO, D. M. M. . VerTV: Jornalismo Policial. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

ROMÃO, D. M. M. . Jornalismo policial na TV aborda violência superficialmente. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

ROMÃO, D. M. M. . Na prática, a teoria é outra. 2017; Tema: Políticas Públicas Informadas por Evidências. (Blog).

ROMÃO, D. M. M. . Chega de mentiras!. 2017; Tema: Políticas Públicas Informadas por Evidências. (Blog).

ROMÃO, D. M. M. . O desafio de achar evidências para políticas públicas. 2017; Tema: Políticas Públicas Informadas por Evidências. (Blog).

ROMÃO, D. M. M. . Por que ?Políticas informadas por evidências??. 2017; Tema: Políticas Públicas Informadas por Evidências. (Blog).

Boeira, L. ; ROMÃO, D. M. M. ; Carvalho, M. ; RIBEIRO, N. . Alternativas às prisões provisórias: síntese de evidências. 2019. (Relatório de pesquisa).

Vahdat, V. ; ROMÃO, D. M. M. ; SEVERIAN, D. ; FILHO, P. ; FRANÇA, J. ; BAUER, M. ; FAVARETO, A. . INCLUSÃO PRODUTIVA NO BRASIL: EVIDÊNCIAS PARA IMPULSIONAR OPORTUNIDADES DE TRABALHO E RENDA. 2019. (Relatório de pesquisa).

BARRETO, J. O. M. ; Boeira, L. ; Carvalho, M. ; ROMÃO, D. M. M. ; ALENCAR, T. ; RAMALHO, W. ; SALLES, I. ; FILHO, F. ; CHIARELLI, A. . PREVENÇÃO DE ACIDENTES DOMÉSTICOSNO DISTRITO FEDERAL. 2019. (Relatório de pesquisa).

ROMÃO, D. M. M. . Filosofia de Direitos Humanos Aplicada à Atividade Policial. 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Revisão de conteúdo de curso EAD).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - 2019

    Trajetórias de cidadania: um diagnóstico das prisões provisórias no Distrito Federal, Descrição: Caracterizar a população presa provisoriamente no DF, entre 2016 e 2017, identificando dados sociais, demográficos e jurídicos, além de suas trajetórias antes e depois da prisão, e nos percursos institucionais antes, durante e após sua interação com o sistema de justiça, com especial atenção às dimensões de raça/cor e gênero; - Levantar e sistematizar as causas das prisões provisórias, e suas consequências para as pessoas presas, bem como implicações para o sistema de justiça e para a sociedade, abarcando aspectos como impacto na vida pessoal, custo social e atuação dos sistemas de segurança pública e de justiça na perpetuação deste problema, entre outros; e - Identificar e sistematizar estratégias efetivas de intervenção frente aos principais desafios para enfrentamento do abuso de prisões provisórias e suas consequências no território, com foco no combate e prevenção de tratamentos degradantes e tortura, na garantia da assistência prestada e no fortalecimento de medidas alternativas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Davi Mamblona Marques Romão - Coordenador / Laura dos Santos Boeira - Integrante / Marcel Henrique de Carvalho - Integrante.

  • 2018 - 2019

    Inclusão Produtiva no Brasil - oportunidades de impacto, Descrição: Objetivos Etapa I - Abordagens para a Inclusão Produtiva Sistematização do debate existente acerca da inclusão produtiva, incluindo: definição, escopo, públicos-alvo, identificação, caracterização dos diferentes campos de atuação existentes e das lideranças envolvidas no debate, bem como as principais tendências demográficas e sociais que afetarão a área nas próximas décadas. Identificação preliminar de intervenções com efetividade comprovada no campo da inclusão produtiva, as quais servirão de referência para escolha de áreas com maior potencial de impacto no Brasil Etapa II - Inclusão Produtiva no Brasil - necessidades e oportunidades Diagnóstico do problema no Brasil, sua caracterização, levantamento de necessidades brasileiras na área, indicadores relevantes por Estado - tais como IDH, índices de emprego, acesso a serviços básicos, educação -, regiões prioritárias, com destaque para diferenças regionais e para potencialidades junto à população jovem. Levantamento e caracterização de campos de intervenção de maior relevância no Brasil. A partir dos elementos levantados nos objetivos anteriores, bem como de dados relativos aos esforços já existentes no país em inclusão produtiva e ao mapeamento de oportunidades pouco exploradas, será possível identificar e caracterizar áreas de intervenção mais promissoras. Se pertinente, será também realizado recorte territorial. Etapa III - Investindo em impacto Identificação, na literatura técnica e científica, nacional e internacional, de intervenções de impacto positivo na área de inclusão produtiva, dentre as áreas de atuação priorizadas. Mapeamento de iniciativas brasileiras na área de inclusão produtiva, dentre as áreas de atuação priorizadas. Identificação das iniciativas com maior potencial de impacto. Etapa IV - Construindo novos caminhos Organização de referências e bases de dados identificadas durante o projeto, e potencialmente relevantes para futuros esforços. Mapeamento de perguntas relevantes, promissoras e com carência de estudos, com vistas a apoiar futuros investimentos em pesquisa. Busca-se, assim, facilitar o acesso e suprir eventuais lacunas de informações necessárias para o aperfeiçoamento da área de inclusão produtiva no Brasil.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Davi Mamblona Marques Romão - Coordenador / Vahíd Shaikhzadeh Vahdat - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Partners for Evidence-driven Rapid Learning in Social Systems (PERLSS), Descrição: Objetivos: 1) Adaptar mecanismos para incorporação de evidências de "sistemas de saúde" para apoiar a formulação de políticas baseadas em evidências sobre os sistemas sociais em geral e, quando apropriado, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (SDGs) não relacionados à saúde em particular; 2) Fortalecer as capacidades institucionais das organizações-alvo, "juntar-se" aos ecossistemas de organizações de apoio a políticas em nível de país e desenvolver uma comunidade internacional para apoiar o desenho de políticas informadas por evidências nos sistemas sociais; 3) Garantir que a Rede de Políticas Informadas por Evidências (EVIPNet), que apóia essas e outras organizações semelhantes em seu trabalho nos sistemas de saúde esteja aproveitando as lições aprendidas com esse projeto e as melhores solicitações de intermediação de países que não têm essas organizações.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Davi Mamblona Marques Romão - Coordenador / Laura dos Santos Boeira - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Anemia e Beribéri em mulheres e crianças indígenas, Descrição: Descrição: Desenvolvimento de síntese de evidências de modo a oferecer opções para o enfrentamento da anemia ferropriva e da beribéri em mulheres e crianças indígenas, que dialoguem com as especificidades culturais e regionais dos povos e comunidades, e com os saberes e práticas da medicina tradicional indígena.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Davi Mamblona Marques Romão - Coordenador / Laura dos Santos Boeira - Integrante / Marcel Henrique de Carvalho - Integrante.

  • 2016 - 2017

    Pensando a Segurança Pública, Descrição: O Projeto ?Pensando a Segurança Pública?, desenvolvido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), busca estabelecer parcerias para realização de pesquisas aplicadas no campo da Segurança Pública e da Justiça Criminal. O Projeto, inspirado na metodologia da iniciativa ?Pensando o Direito?, da Secretaria de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, visa buscar mais informações sobre questões fundamentais para as ações da Senasp, auxiliando sua avaliação e fundamentando novos direcionamentos quando necessários.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Davi Mamblona Marques Romão - Coordenador.

  • 2010 - 2013

    Jornalismo policial: indústria cultural e violência, Descrição: O objetivo desta pesquisa é analisar e discutir a forma como a violência é apresentada nos programas do gênero televisivo Jornalismo Policial. Para tanto, selecionamos como material de análise algumas edições de programas do gênero. Em seguida, a partir de conceitos fundamentais da Teoria Crítica da Sociedade, em especial os de indústria cultural, pseudoformação e falsa projeção, além de bibliografia específica sobre o tema, procuramos traçar a estrutura básica destes programas e interpretá-la criticamente. Os programas selecionados foram o Brasil Urgente (transmitido pela TV Bandeirantes São Paulo), o Cidade Alerta e o Balanço Geral (ambos transmitidos pela TV Record São Paulo). Para a realização da análise, assistimos e transcrevemos um total de 7 edições. Identificamos que o conteúdo do Jornalismo Policial pode ser dividido em três categorias principais, as quais se repetem estereotipadamente em todas as reportagens. A primeira categoria corresponde a recursos sensacionalistas utilizados para a captação e manutenção da atenção dos telespectadores. A segunda tem por função a construção de uma aparência de credibilidade e autoridade para a visão de mundo apresentada. Já a terceira é a visão de mundo apresentada pelo Jornalismo Policial. Nesse sentido, identificamos a compreensão de que a realidade social brasileira é extremamente perigosa, de que somos todos muito vulneráveis e de que a fonte desses perigos são as pessoas de mau caráter. Os programas afirmam constantemente o medo gerado pela violência que nos cerca. Como resposta, os apresentadores pedem raivosamente por leis mais fortes e por policiamento mais amplo e eficiente. Para além disso, não há nenhuma discussão aprofundada sobre o problema da violência. A partir desta análise dos programas, chegamos à conclusão de que a estrutura do Jornalismo Policial parece provocar pelo menos dois grandes efeitos em seu público: por um lado, ela coloca seus telespectadores em uma posição conformista, por meio da qual o sistema social é protegido e reforçado; por outro lado, os programas alimentam uma forma paranoica de relação com a realidade social que nos circunda. O aspecto paranoide do Jornalismo Policial está vinculado à sua forma de apresentar a realidade social. O discurso dos programas serve basicamente para a construção de uma imagem de mundo fundada no medo. Este medo seria proveniente da contínua exposição a pessoas de má índole, os criminosos, que são identificados como causa de todos os males apresentados. Constrói-se, assim, tal como no delírio paranoico, uma realidade persecutória da qual o indivíduo deve se proteger. Ao mesmo tempo, um determinado grupo social no caso, os criminosos é eleito como bode expiatório, sendo a ele dirigida a raiva proveniente das mais diversas frustrações geradas socialmente. O ódio presente no discurso dos programas indicaria a necessidade de atacar esse bode expiatório, sendo uma resposta a sua lógica persecutória. Assim, os próprios programas servem de ocasião para expressão da raiva por eles alimentada. No entanto, ao oferecer uma satisfação parcial a seus telespectadores e ao desviar a atenção destes das verdadeiras causas de suas angústias, o Jornalismo Policial acentuaria ainda mais uma postura conformista.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Davi Mamblona Marques Romão - Coordenador.

  • 2009 - 2013

    Paranoia: Controle Social e Projeção, Descrição: Sub-área vinculada ao projeto de pesquisa Patologias do Social: Crítica da Razão Diagnóstica do Laboratório de Teoria Social, Psicanálise e Filosofia da USP (Latesfip), no qual pretende-se formular um quadro teórico das formas de articulação entre crítica da razão e crítica das formas de vida no pensamento do século XX, demonstrando assim como tal atividade induz à identificação de patologias sociais. Pretende-se nesta sub-área pesquisar especificamente a noção de paranoia como laço social, trabalhando, para tanto, autores como Freud, Lacan, Eric Santner, Adorno, Horkheimer, entre outros.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Davi Mamblona Marques Romão - Integrante / Christian Dunker - Integrante / Vladimir Safatle - Coordenador / Nelson da Silva Jr - Integrante.

  • 2008 - 2013

    Investigação acerca dos efeitos da violência urbana na subjetividade, Descrição: Partindo do repertório teórico da Teoria Crítica da Sociedade e tendo em vista o estudo dos diferentes efeitos que a exposição à violência urbana pode causar na vida psíquica dos indivíduos, tem-se como objetivo pesquisar por meio de quais mecanismos os moradores da comunidade São Remo lidam com a presença da violência nos seus cotidianos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Davi Mamblona Marques Romão - Coordenador.

  • 2008 - 2009

    Adorno e a noção de narcisismo, Descrição: Sub-área vinculada ao projeto de pesquisa Patologias do Social: Crítica da Razão Diagnóstica do Laboratório de Teoria Social, Psicanálise e Filosofia da USP (Latesfip), no qual pretende-se formular um quadro teórico das formas de articulação entre crítica da razão e crítica das formas de vida no pensamento do século XX, demonstrando assim como tal atividade induz à identificação de patologias sociais. Pretende-se nesta sub-área pesquisar especificamente a noção de de narcisismo tal como aparece na obra de T. W. Adorno. Para tanto, abordaremos a crítica da metafísica da identidade presente neste autor. Isolamos o processo descrito como fim das práticas clássicas de internalização. Examina-se a tese de uma individualidade sem eu, a partir dos fenômenos de informidade, estranhamento, não identidade e fracasso na constituição de formas nomeadas de sofrimento. Pretendemos examinar conceitualmente a extensão desta categoria em contraste com os signos clínicos que a representam no DSM-IV, notadamento o eixo diagnóstico (2) (transtornos de personalidade), e em correlação com a tese do declínio da autoridade (imago) paterna, proposta por Lacan... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Davi Mamblona Marques Romão - Integrante / Christian Dunker - Integrante / Vladimir Safatle - Coordenador / Nelson da Silva Jr - Integrante.

  • 2007 - 2008

    Função e Valor da Escola Segundo os Alunos do Ensino Médio, Descrição: Tendo por base investigações anteriores no campo da Psicologia Moral inspiradas pela abordagem teórica da ?construção da personalidade ética?, a pesquisa em questão tem por objetivo dar continuidade ao tema, com foco no levantamento de dados qualitativos sobre a dimensão ética, na perspectiva de melhor compreender aspectos relevantes do universo de valores de jovens do Ensino Médio. Para tanto, somar-se-ão dados qualitativos a uma pesquisa quantitativa sobre esse ponto, anteriormente realizada com estudantes do Ensino Médio de São Paulo (La Taille, 2006). Procuraremos saber como estes jovens compreendem a função da escola e que espaços a escola tem ocupado em suas vidas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Davi Mamblona Marques Romão - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2006 - 2008

    Investigação em Psicanálise: especificidades do método psicanalítico, Descrição: O objetivo da pesquisa é examinar as peculiaridades do modo de produção de conhecimento na psicanálise, na perspectiva das resistências implicadas no descentramento da consciência. Desde que se trata de nomear que gênero de objetividade e de realidade são constitutivos do tipo de cientificidade pertinente ao discurso psicanalítico, é retomada a inovação fundamental instaurada em A Interpretação dos Sonhos, na qual o caráter originário da situação interpretativa recorta uma nova concepção da própria idéia de teoria. A partir da aparente dicotomia entre uma energética e uma semântica na teoria freudiana, frutos de uma posição filosófica que demarca uma oposição entre explicar e compreender, pretende-se abordar a questão do descentramento da consciência por meio de três eixos: 1.o estudo das origens do freudismo, em termos de uma historiografia fundada na gênese dos conceitos freudianos fundamentais. 2.a concepção de método psicanalítico desenvolvida por Fábio Herrmann ,em sua Teoria dos Campos , que fornece uma proposta de tratamento para as noções de sujeito, inconsciente, desejo e consciência, a que se vincula a conceituação fundamental de Clínica Extensa . 3.o estilo da escrita freudiana, que aponta como o retorno à tradição mito-poética se articula a uma particularidade epistemológica do discurso freudiano, explicitando uma relação de fundamentos entre estilo e método de investigação. Os resultados parciais dessa proposta de investigação fazem parte de um capítulo de livro (Loffredo,2004) , de três artigos e de uma resenha da coordenadora do Projeto: um artigo e resenha já publicados ( Loffredo, 2006),uma publicação no prelo (Loffredo, 2007) ,bem como de um trabalho aceito para ser apresentado no 45 Congresso Internacional de Psicanálise,em Berlim,2007;uma Dissertação de mestrado (Lima,2006) dois projetos de mestrado em andamento (Ghirardi,2006 e Ghertman,2006); e onze projetos nos moldes de IC, elaborados em Prática de Pesquisa I e II, no IPUSP... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Davi Mamblona Marques Romão - Integrante / Ana Maria Loffredo - Coordenador / Mariana Fontoura Terra Bento - Integrante / Alan Osmo - Integrante / Juliano Watanabe - Integrante / Andrá Rosa - Integrante / Tiago Novaes Lima - Integrante / Maria Luiza A. Moura Ghirardi - Integrante / André Rosa Silva - Integrante / Elisa Soares do Amara - Integrante / Ester Luchini Cunha - Integrante / Marcio Leitão Bandeira - Integrante / Rafael Rodrigues - Integrante / Vanessa Lopes dos Santos Passarelli - Integrante / Victor Barão Freire - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2018 - Atual

Hospital Sirio-Libanes

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2018 - Atual

Instituto Veredas

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2016 - 2017

Ministério da Justiça

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2016 - Atual

Instituto Veredas

Vínculo: Sócio Fundador, Enquadramento Funcional: Diretor Executivo Adjunto, Carga horária: 30

Outras informações:
O Instituto Veredas tem por missão construir pontes entre gestão pública, academia e sociedade civil, de forma que o conhecimento técnico e científico possa ser utilizado no aperfeiçoamento das políticas públicas brasileiras. Com isso, temos convicção de que nossas políticas públicas poderão se tornar mais eficientes, efetivas e democráticas, promovendo direitos e garantindo boas condições de vida para todos os brasileiros e brasileiras.

2013 - 2017

Secretaria Nacional de Segurança Pública/Ministério da Justiça

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Ativo permanente, Carga horária: 40

Outras informações:
Carreira: Analista Técnico de Políticas Sociais. Lotação: Projeto Qualidade de Vida para os Profissionais da Segurança Pública, projeto que visa promover a valorização profissional, a saúde mental e física e o bem-estar de policiais civis, policiais militares, peritos criminais e bombeiros militares. Coordenação de Ensino Presencial, área responsável por cursos presenciais de aprimoramento profissional. Coordenação de Pesquisa, área responsável pelo desenvolvimento de pesquisas para a qualificação de políticas de Secretaria Nacional de Segurança Pùblica.

Atividades

  • 08/2016

    Direção e administração, Depaid, .,Cargo ou função, Coordenador de Pesquisa da Secretaria Nacional de Segurança Pública.

  • 04/2015

    Direção e administração, Depaid, .,Cargo ou função, Coordenador do Programa de Qualidade de Vida no Trabalho para Profissionais de Segurança Pública.

  • 03/2016 - 08/2016

    Direção e administração, Depaid, .,Cargo ou função, Coordenador de Ensino Presencial para Profissionais de Segurança Pública.

  • 11/2015 - 02/2016

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Depaid, .,Cargo ou função, Membro da Comissão.

2006 - 2013

Universidade de São Paulo

Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Discente

Atividades

  • 01/2008

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Psicologia, .,Cargo ou função, Membro da Comissão de Assessoria à CG (Discussão Curricular).

  • 12/2007 - 12/2008

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Psicologia, .,Cargo ou função, Representante Discente na Congregação.

  • 12/2005 - 12/2006

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Psicologia, .,Cargo ou função, Representante Discente na Comissão de Acompanhamento Curricular.

2007 - 2008

Centro Acadêmico Iara Iavelberg

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador