Gustavo Guimarães Ávila

Bacharel em Engenharia Ambiental e Sanitária pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará.

Informações coletadas do Lattes em 22/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária

2007 - 2013

Instituto Federal do Ceará - Campus Maracanaú
Título: Susceptibilidade à erosão na Estação Ecológica de Aiuaba-CE e seus impactos sobre a vegetação de caatinga
Orientador: Pedro Henrique Augusto Medeiros

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2014 - 0

Engenharia de Segurança do Trabalho. (Carga horária: 690h). , Instituto de Pós-Graduação CV & C Ateneu.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Sanitária / Subárea: Engenharia Ambiental.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Roberto Albuquerque Pontes Filho

MEDEIROS, P. H. A.;PONTES FILHO, R. A.. SUSCEPTIBILIDADE À EROSÃO NA ESTAÇÃO ECOLÓGICA DE AIUABA ? CE E SEUS IMPACTOS SOBRE A VEGETAÇÃO DE CAATINGA. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária) - IFCE - CAMPUS MARACANAÚ.

Roberto Albuquerque Pontes Filho

MEDEIROS, P. H. A.;PONTES FILHO, R. A.; SILVEIRA, R. B.. .Susceptibilidade à erosão na Estação Ecológica de Aiuaba - CE e seus impactos sobre a vegetação de Caatinga. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária) - IFCE - CAMPUS MARACANAÚ.

Pedro Henrique Augusto Medeiros

Medeiros, P.H.A.; Silveira, R.B.; Pontes Filho, R.A.. Susceptibilidade à erosão na Estação Ecológica de Aiuaba - CE e seus impactos sobre a vegetação de Caatinga. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Instituto Federal do Ceará - Reitoria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Pedro Henrique Augusto Medeiros

Susceptibilidade à erosão na Estação Ecológica de Aiuaba - CE e seus impactos sobre a vegetação de Caatinga; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental) - Instituto Federal do Ceará - Reitoria; Orientador: Pedro Henrique Augusto Medeiros;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • ÁVILA, G. G. ; RAMALHO, G. L. B. . Avaliação do ruído em ambientes industriais através de modelos computacionais. In: Congresso de Pesquisa e Inovação da Rede Norte Nordeste de Educação Tecnológica, 2009, Belém do Pará. Congresso de Pesquisa e Inovação da Rede Norte Nordeste de Educação Tecnológica - CONNEPI (4.: 2009: BELÉM, PA) Anais [recurso eletrônico], 2009.

  • ÁVILA, G. G. ; MEDEIROS, P. H. A. . Susceptibilidade à erosão e vulnerabilidade da Caatinga aos processos erosivos na Estação Ecológica de Aiuaba CE.. In: I Simpósio Brasileiro de Recursos Naturais do Semiárido - SBRNS, 2013, Iguatu. Anais do I Simpósio Brasileiro de Recursos Naturais do Semiárido, 2013.

  • ÁVILA, G. G. ; MEDEIROS, P. H. A. . Susceptibilidade à erosão e vulnerabilidade da Caatinga aos processos erosivos na ESEC de Aiuaba - CE. Revista Conexões - Ciência e tecnologia , 2015.

  • ÁVILA, G. G. ; RAMALHO, G. L. B. . AVALIAÇÃO DO RUÍDO EM AMBIENTES INDUSTRIAIS ATRAVÉS DE MODELOS COMPUTACIONAIS. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2013 - 2014

VBA TECNOLOGIA E ENGENHARIA S/A

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Engenheiro Sanitarista, Carga horária: 40

Outras informações:
Desenvolvimento de projetos na área de recursos hídricos (estudos hidrológicos e hidráulicos), topografia e terraplanagem.

2012 - 2012

Instituto Federal do Ceará - Campus Maracanaú

Vínculo: Monitor, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 3

Outras informações:
Atividades de ensino na disciplina de Recuperação de Áreas Degradadas para Curso Técnico em Meio Ambiente, com carga horária total de 60 horas.