Filipe Moreno Horta

Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de São Carlos (PPGS/UFSCar). Mestre em Sociologia pelo Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP/UERJ), bolsista CNPq. Bacharel em Ciências Sociais, com ênfase em Sociologia, pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), bolsista FAPESP. Foi Pesquisador Júnior do Centro de Estudos da Metrópole (CEM/CEBRAP) e Pesquisador Associado do NaMargem - Núcleo de Pesquisas Urbanas (UFSCar).

Informações coletadas do Lattes em 24/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Sociologia

2016 - Atual

Universidade Federal de São Carlos
Título: Vendettas, autoritarismo e estado de exceção: o Presídio Político da Ilha dos Porcos (1931-1942) e o conflito entre São Paulo, Rio Grande do Sul e Getúlio Vargas,
Oswaldo Mario Serra Truzzi. Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia Urbana. Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil República.

Mestrado em Sociologia

2012 - 2013

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Título: Dia de rebelião: as margens do Estado no cotidiano civil-prisional da Ilha Anchieta (1942-1955),Ano de Obtenção: 2013
Orientador: Luiz Antonio Machado da Silva
Coorientador: Gabriel de Santis Feltran. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: História. Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia.

Graduação interrompida em 2015 em Direito

2014 - Interrompido

Faculdade de Direito de Varginha
Ano de interrupção: 2015

Graduação em Ciências Sociais

2008 - 2011

Universidade Federal de São Carlos
Título: Ordenação, disciplina e punição militar: a ausência da vigilância e a presença de um suplício no Instituto Correcional da Ilha Anchieta (1942-1953)
Orientador: Gabriel de Santis Feltran
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Cartografias do Estado, capital e cidadania no Brasil contemporâneo. (Carga horária: 9h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2011 - 2011

Antropologia das Relações de Poder. (Carga horária: 12h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2009 - 2011

Francês. (Carga horária: 162h). , Alliance Francaise, AF, Brasil.

2009 - 2009

Pensamento Político e Social Brasileiro. (Carga horária: 12h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2000 - 2006

Inglês. (Carga horária: 460h). , Number One, NUMBER ONE, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia da Violência.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia Urbana.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

HORTA, F. M. ; BRESSAN, L. M. ; SILVA, D. E. M. ; BERTOLO, G. ; MELO, D. R. S. . VIII Semana de Ciências Sociais , UFSCar. 2010. (Outro).

BENATTI, N. A. ; BRESSAN, L. M. ; HORTA, F. M. ; BERTOLO, G. . 1º Festival Arte pra Bixo. 2010. (Festival).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Seminário da Revista do Arquivo Nº 9, "Proteção de dados pessoais, acesso à informação, tecnologia da informação e os impactos nas atividades dos arquivos". 2019. (Seminário).

Seminários CEBRAP - "Democracy and Globalization: historical reflections ", Jeremy Adelman (Princeton University). 2019. (Seminário).

II Seminário Conjunto do CEPID CEM. 2016. (Seminário).

Jornadas ?Crimen y Sociedad: diez años de estudios sobre Policía, Delito y Justicia en perspectiva histórica?. Do juiz-de-pavilhão ao piloto: seis décadas de construção histórica de posições políticas entre administração prisional e presos no estado São Paulo (1942-2012). 2016. (Congresso).

Palestra do Prof. Jean Daudelin (Carleton University). 2016. (Outra).

Seminário "Segurança Pública e Encarceramento no Brasil". 2016. (Seminário).

Seminário de Pesquisa "Gestão da (des)ordem e dinâmicas urbanas" (LAPS-USP). 2016. (Seminário).

Congresso Internacional ?Delitos, Policías y Justicia en América Latina?. Conflitos no Estado: as secretarias de governo e a marginalização da direção do Instituto Correcional da Ilha Anchieta (1942-1955). 2013. (Congresso).

Conversa com Prof. Ernesto Laclau (University of Essex), (IESP/UERJ). 2013. (Outra).

Palestra do Prof. Geoffrey Pleyers (UC Louvain),. 2013. (Outra).

Seminário "As Margens da Cidade" (CEM/UFSCar).Uma balada para o outro: as protest songs de Bob Dylan (1961-1965). 2013. (Seminário).

Palestra do Prof. Kees Kooning (Utrecht University e CEDLA/University of Amsterdam), atividade no âmbito do curso, ?Polícia e Policiamento na Literatura Internacional?, ministrado pelo prof. Luiz Antonio Machado da Silva (IESP/UERJ). 2012. (Outra).

Palestra do Prof. Rainer Forst (Goethe University), ?Two Pictures of Justice?. (IESP/UERJ). 2012. (Outra).

Seminário ?Favela é Cidade!? (CEVIS, IBASE, PEEP-EBAPE/FGV). 2012. (Seminário).

Seminário em Homenagem a Amaury de Souza: Trajetória e Personalidade (IESP/UERJ). 2012. (Seminário).

Seminário Franco-Brasileiro Juventude, violência e controle socioespacial na França e no Brasil. 2012. (Seminário).

Seminário História do Direito e das Instituições Políticas (IESP/UERJ, FCRB, IBHD). 2012. (Seminário).

Seminário Internacional ?Segurança Pública, Direitos e Justiça? (FGV). 2012. (Seminário).

Seminário Processos de Estado, Violência e Desigualdades (MN/UFRJ). 2012. (Seminário).

II Seminário do Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Sociedade e Subjetividade: desafios sociológicos na contemporaneidade. 2011. (Seminário).

I Seminário Internacional ?Ruralidades, Trabalho e Meio Ambiente". 2011. (Seminário).

IX Congresso de Iniciação Científica (UFSCar). Continuidades e rupturas: contextos e desdobramentos da. 2011. (Congresso).

IX Semana de Ciências Sociais (UFSCar).Relações e dinâmicas do aparato do Estado no Instituto Correcional da Ilha Anchieta. 2011. (Outra).

IX Semana de Ciências Sociais (UFSCar). 2011. (Outra).

Quarta Indomável, apresentação do Dr. Lenin Pires (PPGA/UFF e INCT-InEAC). 2011. (Outra).

Quarta Sociológica, apresentação do Prof. Dr. Luiz Antonio Machado da Silva (IESP/UERJ e IFCS/UFRJ). 2011. (Outra).

XIX Jornadas de Jóvenes Investigadores AUGM: Ciencia en el bicentenario de los pueblos latinoamericanos. A rebelião da Ilha Anchieta (1952) como foco de análise das relações de poder do Estado. 2011. (Congresso).

34º Encontro Anual da ANPOCS. 2010. (Encontro).

Seminário CEBRAP, "Qu'est-ce que l'ethnographie? Débats actuels", proferido pelo Prof. Dr. Daniel Cefaï (EHESS). 2010. (Seminário).

VIII Semana de Ciências Sociais (UFSCar). 2010. (Outra).

Seminário Intermediário da ABCP: a Ciência Política e a Interdisciplinaridade. 2009. (Seminário).

VIII Jornada Científica e Tecnológica (UFSCar). 2009. (Outra).

VI Semana de Ciências Sociais e Estudos Marxistas (UFSCar). 2008. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Oswaldo Mário Serra Truzzi

TRUZZI, OSWALDO; FELTRAN, G. S.; CEPEDA, V. A.. O presídio político da Ilha dos Porcos: 1a. fase, 1931 a 1934. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia) - Universidade Federal de São Carlos.

Vera Alves Cepeda

CEPÊDA, VERA ALVES; FELTRAN, G.; TRUZZI, O. M. S.. O presídio político da Ilha dos Porcos: 1ª fase (1931-1934). 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia) - Universidade Federal de São Carlos.

Jacqueline Sinhoretto

FELTRAN, G.;SINHORETTO, J.. Ordenação, disciplina e punição militar: a ausência da vigilância e a presença de um suplício no Instituto Correcional da Ilha Anchieta (1942-1953). 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Ciências Sociais) - Universidade Federal de São Carlos.

Gabriel de Santis Feltran

SILVA, L. A. M.;FELTRAN, G. S.; VANDEMBERGHE, F.. Dia de rebelião: as margens do Estado no cotidiano da Ilha Anchieta (1942-1955). 2013. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Gabriel de Santis Feltran

SINHORETTO, J.;FELTRAN, G. S.. A Rebelião de 1952 no presídio da Ilha Anchieta. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de São Carlos.

Marcos Luiz Bretas da Fonseca

SILVA, L. A. M.;BRETAS, M. L.. Dia de Rebelião: as margens do estado no cotidiano civil-prisional da Ilha Anchieta (1942-1955). 2013. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Frederic Vandenberghe

L. Machado; FELTRAN, G. S.;VANDENBERGHE, Frederic; BRETAS, M. L.. Dia de rebelião. As margens do estado no cotidiano civil-prisional da Ilha Anchieta (1942-1955). 2013. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Instituto de Estudos Sociais e Politicos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Gabriel de Santis Feltran

ORDENAÇÃO, DISCIPLINA E PUNIÇÃO MILITAR: A AUSÊNCIA DA VIGILÂNCIA E A PRESENÇA DE UM SUPLÍCIO NO INSTITUTO CORRECIONAL DA ILHA ANCHIETA (1942-1953); 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de São Carlos; Orientador: Gabriel de Santis Feltran;

Gabriel de Santis Feltran

Continuidades e rupturas: contexto e desdobramentos da; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de São Carlos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Gabriel de Santis Feltran;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • HORTA, F. M. . Arquivos: conhecimento social, garantia de direitos e resistência. Revista do Arquivo: Uma publicação online do Arquivo Público do Estado de São Paulo , v. 9, p. 109-112, 2019.

  • HORTA, F. M. . Quando uma aparente saída ao capitalismo é a concreta individualização: a subjetividade de Bob Dylan na ?ruptura? com o folk (1962-1966). ÁSKESIS , v. 6, p. 218, 2017.

  • FELTRAN, G. S. ; HORTA, F. M. . Carros, drogas, seguros: negócios articulados. In: LABATE, Beatriz C.; RODRIGUES, Thiago. (Org.). Política de Drogas no Brasil: Conflitos e Alternativas. 1ed.Campinas; São Paulo: Mercado das Letras; Núcleo Interdisciplinares de Estudos sobre Psicoativos (NEIP), 2018, v. , p. 169-198.

  • HORTA, F. M. . O que (não) esperar do novo álbum de Bob Dylan. Revista Bula: Literatura e Jornalismo Cultural, http://www.revistabula.com/, 31 ago. 2012.

  • HORTA, F. M. . A rebelião da Ilha Anchieta (1952) como foco de análise das relações de poder do Estado. In: XIX Jornadas de Jóvenes Investigadores: Ciencia en el bicentenario de los pueblos latinoamericanos, 2011, Ciudad del Este. XIX Jornadas de Jóvenes Investigadores AUGM. Ciencia en el bicentenario de los pueblos latinoamericanos. Ciudad del Este, Paraguay: Ediciones UNE, 2011.

  • HORTA, F. M. . Continuidades e rupturas: contextos e desdobramentos da. In: IX Congresso de Iniciação Científica UFSCar, 2011, São Carlos. Anais de Eventos da UFSCar, 9ª Jornada, p. 899, 2011, 2011.

  • HORTA, F. M. . A rebelião da Ilha Anchieta (1952) como foco de análise das relações de poder do Estado. In: XIX Jornadas de Jóvenes Investigadores: Ciencia en el bicentenario de los pueblos latinoamericanos, 2011, Ciudad del Este. XIX Jornadas de Jóvenes Investigadores AUGM. Ciencia en el bicentenario de los pueblos latinoamericanos. Ciudad del Este, Paraguay: Ediciones UNE, 2011. p. 193-193.

  • HORTA, F. M. . Histórias possíveis: as prisões da Ilha Anchieta (1908-1961). 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • HORTA, F. M. . Uma história possível: as prisões da Ilha Anchieta (1908-1957). 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • HORTA, F. M. . Documentos históricos no PEIA: breves pontos sobre uma esquecida e antiga ilha prisional (1908-1957). 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • HORTA, F. M. . Mercado de subtração de veículos entre conflitos: sensibilidades entre um crime e a letalidade policial no Estado de São Paulo (1996-2015). 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • HORTA, F. M. . Do juiz-de-pavilhão ao piloto: seis décadas de construção histórica de posições políticas pela administração penitenciária e presos no estado São Paulo (1942-2012). 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • HORTA, F. M. . Uma balada para o outro: as protest songs de Bob Dylan (1961-1965). 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • HORTA, F. M. . Conflitos no Estado: as secretarias de governo e a marginalização da direção do Instituto Correcional da Ilha Anchieta (1942-1955). 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • HORTA, F. M. . O Estado e o Instituto Correcional da Ilha Anchieta: limites e conflitos. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • HORTA, F. M. . Continuidades e rupturas: contextos e desdobramentos da. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • HORTA, F. M. . Dia de rebelião: as margens do Estado no cotidiano civil-prisional da Ilha Anchieta (1942-1955) 2013 (Dissertação).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

HORTA, F. M. . Relatório semestral de pesquisa COTEC/SMA/PEIA. 2017. (Relatório de pesquisa).

HORTA, F. M. . Relatório anual de pesquisa COTEC/SMA/PEIA. 2017. (Relatório de pesquisa).

HORTA, F. M. . Relatório anual de pesquisa COTEC/SMA/PEIA. 2016. (Relatório de pesquisa).

SILVA, João Paulo da ; CONCEICAO, C. F. ; HORTA, F. M. . Ciências Sociais e História: temporalidades, mudanças e permanências. 2016. (Coordenação de GT).

FELTRAN, G. S. ; HORTA, F. M. ; MELO, D. R. S. ; PAZZINI, D. ; PEREIRA, L. F. P. ; TAKAHASHI, H. ; OLIVEIRA, L. M. F. ; BARBOSA, A. R. ; BATISTA, L. G. ; MARTINEZ, M. M. ; MATSUSHITA, L. L. . As margens da cidade: grupos urbanos marginalizados, política e violência em três territórios do estado de São Paulo. 2012. (Relatório de pesquisa).

HORTA, F. M. . Relatório Final de Bolsa de Iniciação Científica. 2011. (Relatório de pesquisa).

HORTA, F. M. . Relatório de Acompanhamento de Bolsa de Iniciação Científica. 2011. (Relatório de pesquisa).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2012 - 2013

    Dia de rebelião: as margens do Estado no cotidiano civil-prisional da Ilha Anchieta (1942-1955), Descrição: A Ilha Anchieta está localizada no litoral norte do Estado de São Paulo, no município de Ubatuba. Um importante sítio que apresenta em seu passado a presença de uma prisão, que perpassou múltiplas formas de encarceramento entre 1908-1955. O escopo da presente dissertação se restringe ao período entre 1942-1955 quando era denominado Instituto Correcional da Ilha Anchieta (ICIA), tendo como momento de inflexão e reflexão uma grande rebelião prisional ocorrida em 20 de junho de 1952. A partir da pesquisa etnográfica, documental e bibliográfica realizada durante a graduação (2011) e mestrado (2012-2013), procurou-se entender, principalmente, como eram organizadas as redes de sociabilidade entre militares, funcionários civis, mulheres, crianças e os indivíduos privados da liberdade, que lá se encontravam encarcerados e ilhados. Durante o percurso historiográfico e micro sociológico, as relações foram sendo reveladas no plano das práticas cotidianas em escalas e perspectivas distintas, mas congruentes, que passaram a ser descritas, revelando uma intrincada malha de sociabilidade que misturava interesses e agentes variados, uma minuciosa trama de conflitos e dinâmicas sociais. O que está em voga são as fronteiras que operam nos momentos de interação social, subdivididas em cotidiano e rebelião, de como as dinâmicas sociais de um sujeito denominado Ilha Anchieta, operam com a população residente e observar, principalmente, a dicotomia entre margens e Estado. A pesquisa permitiu ver como os indivíduos e as categorias operavam tanto no cotidiano, quanto no momento de evento crítico,de rebelião, me levando a afirma que, em momentos de ruptura, há um ?deslaçamento? das dinâmicas previamente construídas para, no momento da ruptura, os indivíduos retornarem discursiva e praticamente às suas esferas categóricas de pertencimento, me levando a crer que, é no cotidiano e nas dinâmicas do dia-a-dia que as formas de nomeação e conceitualização, usualmente marginalizadas, se entrelaçam tanto para dentro, como para fora do Estado. Desse choque surgem possibilidades de análise dos conflitos, contextos políticos e seus desdobramentos na história do sistema prisional paulista.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Filipe Moreno Horta - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2012

    As margens da cidade: grupos urbanos, Descrição: Este projeto se propõe a pesquisar circuitos sociais de grupos urbanos considerados marginais na cidade contemporânea, como jovens de periferia, moradores de rua, usuários de drogas, traficantes, criminosos e prostitutas. Rompendo com o senso comum e as abordagens que costumam figurá-los como excluídos da vida social, pretende-se verificar que relações esses sujeitos marginais estabelecem entre si e com outras instâncias sociais e políticas mais amplas, como a família, o mercado de trabalho, as igrejas, as políticas sociais, o mundo do crime e o Estado. Os objetivos específicos do projeto são: i) etnografar os mecanismos de gestão interna dessas populações (códigos de conduta, hierarquia internas, sociabilidades etc.); ii) etnografar as relações desses sujeitos marginais com as esferas da família, do trabalho, políticas sociais, religião, polícia, mundo do crime etc.; iii) comparar esses circuitos marginais em três territórios urbanos distintos do estado de São Paulo: o distrito de Sapopemba, na periferia leste da capital; uma cidade média (São Carlos); e uma pequena cidade do interior paulista.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (9) Doutorado: (2) . , Integrantes: Filipe Moreno Horta - Integrante / Gabriel de Santis Feltran - Coordenador / Daniel Ramos da Silva Melo - Integrante / Domila Pazzini - Integrante / Luiz Fernando de Paula Pereira - Integrante / Henrique Takahashi - Integrante / Luciano Márcio Freitas de Oliveira - Integrante / Aline Ramos Barbosa - Integrante / Liniker Giamarin Batista - Integrante / Leilane Latorre Matsushita - Integrante / Mariana Medina Martinez - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Continuidades e rupturas: contextos e desdobramentos da "Rebelião de 1952" no presídio da Ilha Anchieta, Descrição: Este projeto de pesquisa propõe um estudo da ?Rebelião de 1952? no Instituto Correcional da Ilha Anchieta (ICIA), em Ubatuba-SP. Seu objetivo geral é reconstruir o contexto social e político desse ?evento crítico? (Das, 1995), na perspectiva de seus protagonistas e observar como a estrutura e as relações sociais naquele contexto poderiam ter possibilitado uma ação de ruptura. Através de pesquisa bibliográfica e documental, pretende-se descrever e analisar: i) contextos e estruturação do Instituto Correcional da Ilha Anchieta, sobretudo entre 1942-1955; ii) relações sociais e políticas que se desenvolveram entre presos, funcionários da Secretaria de Segurança Pública, funcionários da Secretaria de Justiça e moradores da ilha; iii) as etapas de elaboração, planejamento e execução da rebelião. A análise pretende propor hipóteses quanto a possíveis desdobramentos daquela rebelião para o sistema prisional paulista, para possível desenvolvimento posterior.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Filipe Moreno Horta - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa., Número de produções C, T & A: 10

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de São Carlos, Centro de Educação e Ciências Humanas, Departamento de Sociologia. , Universidade Federal de São Carlos, Jardim Guanabara, 13565905 - São Carlos, SP - Brasil, Telefone: (16) 33518673, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2012 - 2014

Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Regime: Dedicação exclusiva.

2013 - 2013

Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Estágio Docência, Enquadramento Funcional: Professor Estagiário-Docente, Carga horária: 3

Outras informações:
Graduação em Psicologia, disciplina: "Sociologia Geral". Estágio supervisionado pelo Prof. Frédéric Vandenberghe (IESP/UERJ).

2016 - 2017

Universidade Federal de São Carlos

Vínculo: Estagiário-Docente, Enquadramento Funcional: Estagiário-Docente, Carga horária: 4

Outras informações:
Graduação em Ciências Sociais, disciplina: "Sociologia Clássica". Estágio supervisionado pelo Prof. Gabriel de Santis Feltran (UFSCar).

2011 - 2012

Universidade Federal de São Carlos

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

2010 - 2011

Centro de Estudos da Metrópole

Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Júnior

Outras informações:
Pesquisador no Projeto "As margens da cidade: grupos urbanos 'marginais', política e violência em três territórios do estado de São Paulo"