Marcos da Silva Pacheco

Possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal Fluminense (2002), graduação em Ciencias Biologicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998), mestrado em Ciências Morfológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2004) e doutorado em Ciências Morfológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2008). Tem experiência na área de Biologia Celular, Histologia, Embriologia e Anatomia: Possui pós doutorado em Biologia do Desenvolvimento na área formação crânio-facial. Atualmente é Professor Associado I da Universidade Federal do Espírito Santo em regime de dedicação exclusiva

Informações coletadas do Lattes em 26/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Ciências Morfológicas

2004 - 2008

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Título: O papel de CCN2 e CCN5 da família CCN na diferenciação condrocítica in vitro.
Orientador: em UCLA - School of Medicine ( Karen M. Lyons)
com Jose Garcia Ribeiro Abreu. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: CCN family; CCN; Disco epifisario; CCN5/WISP2; siRNA.Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Embriologia. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Embriologia / Especialidade: Biologia do desenvolvimento.

Mestrado em Ciências Morfológicas

2003 - 2004

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Título: EXPRESSÃO DE CTGF E COMPONENTES DA VIA DE SINALIZAÇÃO TGF- NOS PRIMEIROS CENTROS INDUTORES DA ODONTOGÊNESE: PARTICIPAÇÃO DESTES FATORES NA INTERAÇÃO EPITÉLIO-MESENQUIMAL,Ano de Obtenção: 2004
José Garcia Ribeiro Abreu Júnior.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Centro indutor; CTGF; Odontogênese; via de sinalização.Grande área: Ciências Biológicas

Graduação em Odontologia

1997 - 2002

Universidade Federal Fluminense

Graduação em Ciencias Biologicas

1995 - 1998

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2008 - 2008

Pós-Doutorado. , University of Southern California, USC, Estados Unidos. , Grande área: Ciências Biológicas, Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Embriologia. , Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Embriologia / Especialidade: Biologia do desenvolvimento.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2004 - 2004

Extensão universitária em Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. (Carga horária: 24h). , Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.

2004 - 2004

Stem cell and cellular therapy. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.

2004 - 2004

Molecula approaches to study embryogenesis. (Carga horária: 8h). , International Symposium on Extracellular Matrix, SIMEC, Brasil.

2003 - 2003

Marcadores Moleculares na Genética Forense. (Carga horária: 8h). , Federação das Sociedades de Biologia Experimental, FeSBE, Brasil.

2003 - 2003

Uso de Citometria de Fluxo. (Carga horária: 8h). , Federação das Sociedades de Biologia Experimental, FeSBE, Brasil.

2002 - 2002

Extensão universitária em Os Mistérios da Célula. (Carga horária: 80h). , Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.

1999 - 1999

Extensão universitária em Periodontite de inicio precoce. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.

1999 - 1999

Extensão universitária em Anestesiologia. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.

1997 - 1997

Extensão universitária em Iniciação em Odontologia. (Carga horária: 12h). , Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Odontologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Educação.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

PACHECO, M. S. . Fórum do CCS - Saúde e Sociedade. 2009. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Fórum do CCS. 2009. (Encontro).

II CBIO - Congresso de Biólogos dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo. 2009. (Congresso).

Fesbe 2005. Fesbe 2005. 2005. (Congresso).

Jornada de Iniciação Científica da UFRJ - XXV. 2005. (Outra).

Second International meeting of the latin american society of developmental biology.Second International Meeting of the Latin American Society of Developmental Biology. 2005. (Encontro).

Chaire Unesco.Stem Cell and Cellular Therapy. 2004. (Simpósio).

International symposium on extracellular matrix.III International Symposium on Extracellular Matrix. 2004. (Simpósio).

Jornada de Iniciação Científica da UFRJ - XXIV. 2004. (Outra).

XII Congresso da Sociedade Brasileira de Biologia Celular e IX Congresso Iberoamericano. Semana Nacional de Ciência e Tecnologia da UFRJ. 2004. (Congresso).

FeSBE. Fesbe 2003. 2003. (Congresso).

Jornada de Iniciação Científica. 2003. (Outra).

Second International symposium on developmental genetics in the post-genome era.Second International Symposium on Developmental Genetics in the Post-Genome Era. 2003. (Simpósio).

XXXVII Jornada Fluminense de Odontologia. 2001. (Congresso).

XXXVI Jornada Fluminense de odontologia. 2000. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Carolina Brioschi Mathias

Souza, L. N. G.; BAUTZ, W. G.; VAZ, S. L. A.;PACHECO, M. S.. Análise dos aspectos morfológicos e da expressão de TIMP-1 na cartilagem articular da mandíbula em condições de má oclusão experimental. 2018. Dissertação (Mestrado em mestrado profissionalizante em odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Ana Maria Rodrigues da Silva

RANGEL, L. B. A.; GIMBA, E. R. P.; GONCALVES, J. B. C.;PACHECO, M. S.. Avaliação da expressão da interleucina-1beta e do inflamassoma NLRP3 no câncer epitelial de ovário: papel na quimiorresistência a cisplatina. 2018. Dissertação (Mestrado em mestrado profissionalizante em odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Renata Escapini Fanchiotti

Souza, L. N. G.; Pimenta-de-Barros L.A.; BARROSO, D. R. C.;PACHECO, M. S.. Análise do perfil do Colágeno tipo 1 em carcinoma de células escamosas orais e suas lesões precursoras. 2017. Dissertação (Mestrado em mestrado profissionalizante em odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Nathália Gonring Sandoval

COBURN, K. L. A.; Azeredo R;PACHECO, M. S.. MMP-2 atua no desenvolvimento dentário e na remodelação óssea durante a erupção dentária. 2016. Dissertação (Mestrado em mestrado profissionalizante em odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Eline Manhães Reid Silva

Souza, L. N. G.;PACHECO, M. S.; FREITAS, V. M.. Estudo de biomarcadores relacionados a agressividade e invasividade em lesões de carcinoma de células escamosas orais. 2015. Dissertação (Mestrado em mestrado profissionalizante em odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Carolina Brioschi Mathias

Souza, L. N. G.; BAUTZ, W. G.;PACHECO, M. S.. Alterações na cartilagem articular da mandíbula: análise de aspectos morfológicos e mudanças na expressão de TIMP-1 em condição de má oclusão experimental. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em mestrado profissionalizante em odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Nayra de Souza Carvalho Lima

COBURN, K. L. A.; Azeredo R;PACHECO, M. S.. Análise clinica e morfológica da remodelação tecidual durante o processo eruptivo. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em mestrado profissionalizante em odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Renata Escapini Fanchiotti

Souza, L. N. G.; Pimenta-de-Barros L.A.;PACHECO, M. S.. Análise do perfil do colágeno tipo I em neoplasias da cavidade oral. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em mestrado profissionalizante em odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Nathália Gonring Sandoval

COBURN, K. L. A.; Azeredo R;PACHECO, M. S.. MMP-2 é expressa no germe dentário e osso circunjacente durante o processo de erupção dentária. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em mestrado profissionalizante em odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Eline Manhães Reid Silva

Souza, L. N. G.;PACHECO, M. S.; NOGUEIRA, B. V.. Estudo de biomarcadores relacionados a agressividade e invasividade em lesões de carcinoma de células escamosas orais.. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em mestrado profissionalizante em odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Fabiano de Azevedo Ribeiro

PACHECO, M. S.; Souza, L. N. G.; Pimenta-de-Barros L.A.. Caracterização da expressão molecular da podoplanina e do Ki-67 nas displasias epiteliais e carcinomas de células escamosas orais: análise da transformação maligna. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em mestrado profissionalizante em odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Wanessa Siqueira Cavalcante

Coburn KL;PACHECO, M. S.. ANÁLISE MORFOLÓGICA DE LESÕES DE CARCINOMAS DE CÉLULAS ESCAMOSAS ORAIS: DETERMINAÇÃO DA GRADAÇÃO HISTOPATOLÓGICA E DA INVASÃO PERINEURAL E PERIVASCULAR. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em mestrado profissionalizante em odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Lívia Fiorim de Lima

Souza, L. N. G.;PACHECO, M. S.; Coburn KL. Análise histomorfométrica e imunohistoquímica dos efeitos do estrógeno sobre o processo de erupção dentária em ratos. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em mestrado profissionalizante em odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Lorena De Angeli

Souza, L. N. G.;PACHECO, M. S.; Coburn KL. Detecção da laminina 332 em vasos de lesões de CCEs orais invasores: análise do perfil da expressão e correlações clínicas. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Nayra de Souza Carvalho Lima

PACHECO, M. S.. Análise da degradação e formação tecidual durante o processo eruptivo. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Nayra de Souza Carvalho Lima

PACHECO, M. S.; COBURN, K. L. A.. Análise da degradação e formação tecidual durante o processo eruptivo. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Rhaila Erlacher

PACHECO, M. S.. A Separação Maternal Como Modelo Para Induzir Depressão e Ansiedade e Analisar Possíveis Consequências no Desenvolvimento Animal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fonoaudiologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

PACHECO, M. S.; cardoso caf. Seleção para professor de Botânica. 2009. Centro Universitário Serra dos Órgãos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Christina Maeda Takiya

TAKIYA, C. M.. Expressão de CTGF e componentes da via de sinalização TGF-B nos primeiros centros indutores da odontogênese: participação destes fatores na interação epitélio-mesenquinal. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Loraine Campanati Araujo de Andrade

Campanati, L.; Andrade L.R.; Rossi, M. Papel da crista neural na formação de estruturas crânio-faciais. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Alex Balduino de Souza

BALDUINO, A.DUARTE, M. E. L.. A Relevância das Proteínas CCN2 e CCN5 da Família CCN na Diferenciação Condrocítica In Vitro. 2008. Tese (Doutorado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

TANIA MARIA RUFFONI ORTIGA

Ortiga-Carvalho, T. M.. A Relevância das Proteínas CCN2 e CCN5 da Família CCN na Diferenciação Condrocítica in vitro. 2008. Tese (Doutorado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Cláudia Patrocínio Pedroza Canal

ROSA, E. M.;CANAL, Cláudia Patrocinio Pedroza; TUDGE, J. R. H.. A vivência da reprovação escolar por estudantes de uma escola pública de ensino médio: um estudo à luz da Teoria Bioecológica do Desenvolvimento Humano. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Helena Maria Marcolla Araujo

ARAUJO, H. M. M.. Expressão de CTGF e componentes da via de sinalização TGFb nos primeiros centros indutores de odontogênese. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

CLAUDIA DOS SANTOS MERMELSTEIN

MERMELSTEIN, C. S.; MARCOLLA, Helena Araújo; Takyia CM; Garcia Jr, J. Expressão de CTGF e componentes da via de sinalização TGFb nos primeiros centros indutores da odontogênese. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Maria Eugênia Leite Duarte

DUARTE, M. E. L.. A relevancia das proteinas CCN2 e CCN5 da familia CCN na diferenciacao condrocitica in vitro.. 2008. Tese (Doutorado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Edinete Maria Rosa

ROSA, E. M.; CANAL, C. P. P.; TUDGE, J. R. H.. A vivência da reprovação escolar por estudantes de uma escola pública de ensino médio: um estudo à luz da Teoria Bioecológico do Desenvolvimento Humano. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Márcia Grillo Cabral

CABRAL, M. G.. Expressão de CTGF e componentes da via de sinalização TGF-beta nos primeiros centros indutores da odontogênese:participação destes fatores na interação epitélio-mesenquimal. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Ana Luisa Moreira de Miranda

"O efeito da indução de fenda palatina pela administração de Dexametasona sobre a proliferação celular; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Medicina) - Universidade Federal do Espírito Santo; (Orientador);

Livia Fiorim Lima

Análise morfológica dos efeitos do estrógeno sobre o processo de erupção dentária em ratos; 2013; Dissertação (Mestrado em mestrado profissionalizante em odontologia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Coorientador: Marcos da Silva Pacheco;

Rhaila Erlacher

A Separação Maternal Como Modelo Para Induzir Depressão e Ansiedade e Analisar Possíveis Consequências no Desenvolvimento Animal; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Fonoaudiologia) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Pandreli Testa Santorio

A relação entre a administração de dexametasona para produzir fenda palatina na via de sinalização de TGFbeta em camundongos nos estágios iniciais do desenvolvimento; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Nathalia da Silva Conci

A relação entre a administração de dexametasona para produzir fenda palatina na via de sinalização de TGFbeta em camundongos nos estágios finais do desenvolvimento; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Pandreli Testa Santorio

Análise do destino das células da linha epitelial mediana e da matriz extracelular em fendas palatinas induzidas por dexametasona; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Nathalia da Silva Conci

Análise da deposição de proteoglicanos e da proliferação celular durante o estabelecimento de fenda palatina em camundongos tratados com dexametasona; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Thamiris Monteiro Moreno

A formação do estudante: uma visão psicológica sobre as propostas pedagógicas das escolas; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Fernanda da Conceição Barbosa

Caracterização da matriz extracelular na matéria cinzenta periaquedutal dorsal em ratos sujeitos à privação de sono e indução de pânico; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Bunela Loureiro Paiva

A influência da depressão induzida por separação maternal na ocorrência de mastócitos no hipocampo de rato; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Fonoaudiologia) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Ingrid Cristina Silva

A influência da depressão induzida por separação maternal na produção de matriz extracelular e sua relação com os mastócitos no córtex pré-frontal e no hipocampo; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Fonoaudiologia) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Rhaila Erlacher

A influência da depressão induzida por separação maternal na ocorrência de mastócitos no córtex pré-frontal de rato; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Fonoaudiologia) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Leticia Dias Dornelas Paula

Analise vascular em córtex pré-frontal de Ratos submetidos à separação maternal; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Fonoaudiologia) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Rafaela Carolina Sarnáglia Caliari Bispo

Análise histológica e morfométrica de discos epifisários em ratos recém nascidos tratados com estrogênio; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Lunielle da Cruz Caldeira

A relevância do estrogênio no estabelecimento das células do disco epifisário e da matriz extracelular de ossos recém formados em ratos jovens; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Ludmilla Ventura Lirio

Análise histológica do desenvolvimento do osso palatino; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Rayanne Nunes Federici

Caracterização histológica do estabelecimento e destino da cartilagem de Meckel; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Thais Zamprogno Vilas Boas

Expressão ontogenética de componentes da via de sinalização por TGF-beta durante a; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Odontologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Kristian França Wessman

Expressão de CTGF nos centros indutores da odontogênese, interação com TGF-beta e relação; 2005; Iniciação Científica; (Graduando em Ciencias Biologicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Alice Helena dos Reis

Relação Entre a Expressão de CTGF e TGF-beta e a Proliferação Celular Presentes nos Centros; 2004; Iniciação Científica; (Graduando em Fonoaudiologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Orientador: Marcos da Silva Pacheco;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

José Garcia Ribeiro Abreu Júnior

Expressao de CTGF e componentes da via de sinalizacao TGFbeta nos primeiros centros indutores da odontogenese: Participacao destes fatores na interacao epitelio-mesenquimal; 2004; Dissertação (Mestrado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Jose Garcia Ribeiro Abreu Junior;

José Garcia Ribeiro Abreu Júnior

A relevancia das proteinas CCN2 e CCN5 da familia CCN na diferenciação condrocitica in vitro; 2008; Tese (Doutorado em Programa de Pos-graduacao em ciencias morfologicas) - Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Jose Garcia Ribeiro Abreu Junior;

Edinete Maria Rosa

O Fracasso escolar sob a perspectiva da Teoria Bioecológica do Desenvolvimento; Início: 2017; Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo; (Orientador);

Alessandra Brunoro Motta Loss

Estresse e estratégias de enfrentamento em adolescentes com desenvolvimento típico; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Alessandra Brunoro Motta Loss;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • Silva, D.B.L. ; Liqui, L.L. ; PACHECO, P. M. ; GUIMARÃES, MARCO CESAR CUNEGUNDES ; PACHECO, M. S. . Novas Tecnologias Educacionais: a Elaboração e Apresentação de um Livro Digital de Histologia. INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO , v. 23, p. 81, 2020.

  • LIMA-PANSINI, LIVIA FIORIM DE ; LIMA, NAYRA DE SOUZA CARVALHO ; GUSS, NATAN OLIVEIRA ; ALVES, IZABELA SINARA SILVA ; GAMA-DE-SOUZA, LETÍCIA NOGUEIRA DA ; GRACELLI, JONES BERNARDES ; PACHECO, MARCOS DA SILVA ; COBURN, KARLA LOUREIRO ALMEIDA . Analysis of Estrogen Effects on Eruption of Rat Molars. INTERNATIONAL JOURNAL OF ODONTOSTOMATOLOGY , v. 13, p. 418-427, 2019.

  • PACHECO, MARCOS DA SILVA ; MORENO, THAMIRIS MONTEIRO ; PACHECO, PAULA MELLO . O quê e a quem se quer ensinar: análise das propostas pedagógicas, missões e valores das escolas com os melhores resultados no ENEM. INTERFACES DA EDUCAÇÃO , v. 9, p. 270-290, 2018.

  • LIMA, N. S. C. ; MAGALHAES, I. R. ; Lima, L. F. ; Souza, L. N. G. ; DA SILVA PACHECO, MARCOS ; Coburn KL . Bone Cells and Mast Cells Express MMP-9 During Tooth Eruption In Vivo. JOURNAL OF OROFACIAL SCIENCES , v. 10, p. 127-133, 2018.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

cardoso caf ; PACHECO, M. S. . PPP - Ciências Biológicas. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Projeto Político Pedagógico do Curso de Ciências Biológicas).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    A vivência da reprovação escolar por estudantes de uma escola pública de ensino médio: um estudo à luz da teoria bioecológica do desenvolvimento humano., Descrição: A reprovação escolar é uma das manifestações de um fenômeno mais abrangente amplamente estudado na literatura conhecido como fracasso escolar. A ocorrência da reprovação escolar é pronunciada no ensino médio em escolas públicas e pode produzir os mais diversos impactos nos estudantes que podem perceber esse evento ou como um fracasso ou como uma segunda oportunidade para aprender. Neste projeto pretendemos estudar a vivência da reprovação escolar por estudantes de uma escola pública de ensino médio utilizando a Teoria Bioecológica do Desenvolvimento Humano (TBDH), uma teoria contextualista que considera as relações estabelecidas entre os sujeitos em diferentes contextos ao longo do tempo. A metodologia pela qual a TBDH fundamenta seus estudos e produz conhecimentos baseia-se no modo descoberta, que permitirá o acesso aos quatro elementos do modelo PPCT de um modo integrado que são os processos proximais (interações com pessoas, objetos e símbolos, que se dão ao longo de uma quantidade considerável e regular de tempo e de complexidade crescente), a pessoa (o sujeito em desenvolvimento com suas características de demanda, recurso e força), o contexto (que vai desde o microssistema como a casa até o macrossistema com o contexto social) e o tempo (período em que ocorre o desenvolvimento). Esse estudo será realizado em uma escola pública no município de Vila Velha/ES e buscará compreender como os processos proximais são estabelecidos em estudantes neste contexto, bem como a influência de suas características pessoais e as redes de apoio estabelecidas. Este projeto foi dividido em dois estudos sendo que o primeiro irá investigar a maneira como os alunos encaram a reprovação. O segundo estudo será conduzido com estudantes que estiverem repetindo a série no ano da coleta e um número igual de estudantes não reprovados, e irá investigar processos proximais estabelecidos por estes alunos bem como as redes de apoio estabelecidas durante a vivência da reprovação. Desta forma, por meio deste estudo pretende-se conhecer como a vivência da reprovação escolar interfere no desenvolvimento de estudantes pela análise dos processos proximais estabelecidos, pelos planos para o futuro e estabelecimento de redes de apoio, e como estas pessoas participam deste processo de reprovação. Espera-se conhecer por meio deste estudo longitudinal que processos proximais são estabelecidos durante a vivência da reprovação bem como outros efeitos resultantes da reprovação escoar sobre o desenvolvimento de adolescentes em uma escola pública no Espírito Santo. Espera-se que com este estudo constatar que a reprovação possa ter efeitos ambíguos sobre o desenvolvimento dos adolescentes especialmente por conta das características pessoais destes e das pessoas com quem convivem e a qualidade deste convívio. Assim, estudantes com características desenvolvimentais que favorecem a produção de processos proximais, e que tenham uma rede de apoio eficiente provavelmente terão uma enfrentamento positivo em relação à vivência da reprovação. Por outro lado, estudantes com características desfavoráveis e que estabelecem processos proximais pobres terão um enfrentamento mais negativo frente a reprovação, resultando numa sensação de fracasso e desânimo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) . , Integrantes: Marcos da Silva Pacheco - Coordenador / Arthur Santos Almeida - Integrante.

  • 2015 - Atual

    Indução de malformações crânio-faciais pela administração de Dexametasona e suas possíveis implicações teciduais, Descrição: O desenvolvimento crânio-facial conta com um controle genético extremamente preciso no qual as moléculas secretadas em um fino controle temporal e espacial determinam o sucesso da formação e desenvolvimento dos diversos órgãos e estruturas. Perturbações neste desenvolvimento podem levar a defeitos morfológicos e funcionais. Dentre estes, a fenda palatina representa um dos defeitos congênitos mais comuns. As origens da fenda palatina são as mais diversas, contando com fatores genéticos e ambientais. A fenda se estabelece quando as prateleiras palatinas não se fundem, especialmente pelo não desparecimento da linha epitelial mediana. O conhecimento dos possíveis destinos assumidos pelas células da linha epitelial mediana e do comportamento dos tecidos envolvidos neste processo são de grande relevância para a compreensão da formação da fenda palatina. Para se promover fendas palatinas in vivo utiliza-se como ferramenta o corticoide Dexametasona, e desta forma, a utilização desta técnica permite a comparação entre o padrão tecidual de estruturas envolvidas na formação do osso palatino bem como a caracterização dos eventos responsáveis pelo desaparecimento da linha epitelial mediana. Desta forma, com este trabalho pretende-se pela administração de Dexametasona promover a formação de fenda palatina e com isso comparar e analisar as alterações teciduais presentes na formação da fenda Com este trabalho pretende-se trazer informações à respeito do processo de formação do osso palatino e qual a participação das células da linha epitelial mediana que devem desaparecer durante o estabelecimento deste osso. Pretendemos trazer informações sobre a morfologia e proliferação destas células ao longo deste processo e como ele se dá quando produzimos fenda palatina pelo uso de dexametasona. Ainda esperamos analisar como a matriz extracelular se apresenta no palato normal e no palato fendido.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Marcos da Silva Pacheco - Coordenador / Pandreli Testa Santorio - Integrante / Nathalia da Silva Conci - Integrante.

  • 2015 - Atual

    A formação do estudante: uma visão psicológica sobre as propostas pedagógicas das escolas., Descrição: A formação escolar é afetada constantemente pela influência de todas as outras instituições que a cerca e a atravessa. Desta forma, certas escolas vêm moldando sua forma de educar numa lógica capitalista de produção de capital humano capaz de obter êxito nos vestibulares mais disputados. A boa colocação no ENEM significa uma escola bem sucedida, e a formação acaba sendo baseada neste exame. Assim concebe-se uma escola visando apenas este fim, fazendo com que se perca a dimensão plural que a escola precisa ter na busca de qualidade. Este estudo pretende compreender por meio dos sítios de divulgação das escolas de que forma estas instituições expressam seus índices de qualidade, apresentam sua forma de trabalhar e que tipo formação acreditam ser um bom norteador de suas práticas pedagógicas. Teremos como ponto de partida a colocação nos Exame Nacional do Ensino Médio, ou qualquer outro dispositivo que apresente técnicas de controle da vida e produção de capital humano com fins de produção de manutenção de classes sociais. Com este trabalho pretendemos analisar como os vestibulares e o Exame Nacional do Ensino Médio influenciam na maneira como a escola educa e forma seus estudantes. Pretendemos ver qual a relação entre uma formação de qualidade e uma formação de capital humano produtivo e eficiente. Pretendemos verificar se as escolas que mais aprovam no vestibular e no ENEM primam por uma formação ampla, diversificada que valoriza as multiplicidades de um cidadão consciente e preparado para questionar o mundo ao seu redor em vez de submeter a instituições naturalizadas. Pela análise dos sítios das escolas mais bem colocadas no ENEM pretendemos verificar se as propostas pedagógicas, missões e valores da escola são direcionadas no sentido de formar um cidadão pleno ou um mero solucionador de provas previsíveis que pouco falam sobre o que de fato uma formação deve construir nos estudantes. Analisaremos que tipo de informações, divulgação de rankings, ?medalhômetros?, ou outros elementos são utilizados para conquistar novos pais a matricularem seus filhos e que escolas divulgam propostas que de fato primam por uma formação de qualidade.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Marcos da Silva Pacheco - Coordenador / Thamiris Monteiro Moreno - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Análise das alterações morfológicas e vasculares exibidas por molares em desenvolvimento durante o processo de erupção dentária., Descrição: A formação dos elementos dentários resulta de um processo de indução recíproca entre epitélio oral e o ectomesênquima subjacente. Enquanto o ectomesênquima formará a papila e o folículo dentário, a porção ectodérmica originará o órgão do esmalte, constituiído pelo epitélio interno/ameloblastos, epitélio externo, retículo estrelado e estrato intermediário. Com o avanço da odontogênese, tem início a deposição de tecidos mineralizados que atuam como barreira à nutrição das células ameloblásticas a partir dos vasos sanguíneos da papila dentária. Desse modo, o órgão do esmalte sofre um processo de involução, levando a uma mudança no padrão de nutrição dos ameloblastos, que passa a ocorrer a partir dos vasos que invadem o retículo estrelado, provenientes do folículo dentário. Essa modificação na distribuição dos capilares sanguíneos é determinante e parece estar associada à ação do fator de crescimento do endotélio vascular, VEGF, molécula associada aos processos de angiogênese. Esse fator de crescimento também tem sido apontado como importante para deflagrar os mecanismos de reabsorção óssea necessários para que ocorra o processo eruptivo, o qual avança paralelamente ao processo de odontogênese. À medida que esses elementos dentários se desenvolvem, a ossificação ocorre ao redor dos mesmos, de modo que os germes dentários encontram-se envoltos por uma cripta óssea. A erupção dentária é um processo complexo que possibilita ao dente atravessar essas barreiras teciduais até emergir na cavidade oral. A reabsorção do tecido ósseo, primeiramente, seguida do rompimento do tecido conjuntivo da lâmina própria, constituem etapas essenciais do movimento eruptivo e dependem da ação de osteoclastos e mastócitos, os quais atuam na liberação de metaloproteinases (MMPs) responsáveis pela degradação da matriz extracelular desses tecidos. A lâmina própria sofre ainda alterações vasculares mediadas pela pressão do elemento dentário sobre a mesma, reduzindo a microcirculação local. Esta pode ser analisada através da imunomarcação para a glicoproteína CD31, que evidencia as células endoteliais de capilares sanguíneos. Dessa forma, esse projeto tem como objetivo analisar as mudanças morfológicas exibidas por germes dentários durante a erupção dentária, evidenciando as alterações vasculares dos mesmos e da lâmina própria durante sua degradação, e a distribuição de mastócitos nesse tecido ao longo do processo eruptivo. Para isso, serão utilizados ratos com idades entre 02 a 16 dias, nos quais a hemiarcada direita será preparada para a obtenção de cortes histológicos. Estes serão processados para a coloração com Alcian Blue (para a detecção de mastócitos) e para a técnica imunohistoquímica, utilizando anticorpos monoclonais para MMP-2, MMP-9, CD31 e VEGF. Uma análise morfométrica das maxilas será conduzida, quantificando o número de vasos sanguíneos (imunomarcados para CD31) no retículo estrelado e lâmina própria e mastócitos (corados por Alcian Blue) na lâmina própria. Será analisada a expressão de VEGF, MMP-2 e MMP-9 nos elementos dentários e tecidos circunjacentes em cada grupo etário estudado. Esses dados contribuirão para elucidar os mecanismos que envolvem o processo eruptivo, ajudando a compreender as mudanças no padrão de vascularização do germe dentário e lâmina própria durante a erupção, bem como o papel da MMP-2 e MMP9 na degradação da lâmina própria.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcos da Silva Pacheco - Integrante / Letícia Nogueira da Gama de Souza - Integrante / Karla Loureiro Almeida Coburn - Coordenador.

  • 2013 - 2017

    Análise comparativa do perfil de tumores odontogênicos ceratocísticos esporádicos e relacionados a síndromes, Descrição: O Tumor Odontogênico Ceratocístico (KCOT) é definido como um tumor benigno de natureza epitelial, intraósseo uni ou multicístico, revestido de forma bem característica por um epitélio pavimentoso estratificado paraqueratinizado. Do ponto de vista clínico, exibe um comportamento agressivo, com tendência à destruição local, caráter infiltrativo e potencial recidivante. O KCOT pode ser solitário ou múltiplo, sendo neste último caso uma das manifestações da Síndrome do Carcinoma Nevóide Basocelular (NBCCS). Todavia, é possível a ocorrência de tumores isolados, não associados a manifestações sindrômicas. Evidências mostram que o gene patched pode ser um significante fator no desenvolvimento de KCOTs isolados, por ter sua atividade inativada. Esse gene codifica a proteína Patched, uma proteína transmembrana que regula negativamente a via de Sonic Hedgehog. Patched coibe principalmente a ação proliferativa da via, de modo que é considerado um supressor de tumor. Objetivo: Esse trabalho tem como objetivo realizar uma análise comparativa entre os tumores ceratocísticos odontogênicos de ocorrência isolada e sindrômica, verificando o padrão de expressão da proteína Patched nesses tumores. Material e Método: Cerca de vinte e cinco espécimes de KCOTs registrados no Serviço de Anatomia Patológica (SAP) do curso de Odontologia da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) durante o período 2004-2012, serão submetidos à análise histopatológica, com coloração por Hematoxilina & Eosina e Alcian Blue, e será realizada a detecção de mastócitos. Os cortes obtidos serão ainda submetidos à técnica imuno-histoquímica para detecção de Patched. Serão obtidas imagens com câmera Axiocam e programa Axiovision. Serão quantificados o número de células Patched-positivas e o número de mastócitos presentes. As informações provenientes dessa análise serão comparadas aos dados clinicopatológicos previamente coletados, com o objetivo de correlacionar esses dados com o padrão biomolecular dos tumores, especialmente informações relacionadas ao grau de agressividade e recorrência dos mesmos. Dado o comportamento biológico agressivo dos KCOTs, o estudo de moléculas potencialmente relacionadas à patogênese desses tumores será importante para gerar conhecimento base para o estabelecimento de futuras modalidades terapêuticas mais conservadoras.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Marcos da Silva Pacheco - Integrante / Letícia Nogueira da Gama de Souza - Integrante / Karla Loureiro Almeida Coburn - Coordenador.

  • 2011 - Atual

    A Relevância das proteínas da Família CCN na formação de estruturas Crânio-faciais e sua relação com a via de sinalização TGF., Descrição: Este projeto visa comprrender o papel das proteínas da família CCN na formação de estruturas crânio-faciais (mandíbula, dentes e palato), e analisar sua relação com a via de sinalização de TGFbeta.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcos da Silva Pacheco - Coordenador / Willian Grassi Bautz - Integrante / Rogério Azeredo - Integrante.

  • 2008 - Atual

    O papel de CCN2 na proliferação celular durante a fusão de células da linha media na palatogênese, Descrição: Este trabalho tem por objetivo avaliar a participação de CCN2 na proliferação celular durante o desenvolvimento do palato. A participação de CCN2 em processos proliferativos, e o papel já conhecido de TGFbeta durante o fechamento do palato. Aliado a este fato, sabe-se que camundongos mutantes para CCN2 apresentam fenda palativa são fortes indicativos de que CCN2 seja um morfógeno de grande relevância para a formação de fendas palatinas e que este processo ocorra devido à fenômenos proliferativos. Neste projeto são utilizados camundongos mutantes para CCN2 para ensaios de proliferação celular e análise fenotípica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcos da Silva Pacheco - Coordenador.

  • 2007 - Atual

    O papel de CCN5 na diferenciação condrocítica e formação do disco epifisário, Descrição: Nossos estudos preliminares mostraram que CCN5 está expresso no disco epifisário em condrócitos proliferativos. Estudos envolvendo RNA interferencial apontaram para uma redução drástica na diferenciação condrocítica na ausência de CCN5.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcos da Silva Pacheco - Coordenador.

  • 2007 - Atual

    O papel de CCN2 na diferenciação condrogênica, Descrição: Este projeto tem o objetivo de elucidar o papel de CCN2 durante o processo de diferenciação condrocítica in vivo e in vitro. A presença de CCN2 nas placas de crescimento de ossos longos e defeitos do desenvolvimento destas estruturas em camundongos mutantes apontam para um fundamental papel desta proteína. Este estudo envolverá analise de pré-condrocitos diferenciadas e análise histológica de placas de crescimento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcos da Silva Pacheco - Coordenador.

  • 2002 - 2005

    MECANISMOS DE SINALIZAÇÃO POR TGF-beta E CTGF DURANTE A EMBRIOGÊNESE E ORGANOGENESE: APLICAÇÕES EM BIO-ENGENHARIA D0 TECIDO VASCULAR, Descrição: Descrição: O laboratório de Biologia Celular e Molecular do Desenvolvimento emprega conhecimentos de biologia celular e embriologia molecular de vertebrados no estudo dos mecanismos que controlam ações de membros da familia TGF- e de seus moduladores extra-celulares, como o Connective Tissue Growth Factor (CTGF). Este projeto tem interesse principal nas ações de BMP e TGF-1, que são fatores de crescimento envolvidos em múltiplos processos celulares como, controle da divisão celular, diferenciação e migração celular, produção de matriz extra-celular e apoptose. O objetivo específico do projeto é investigar os mecanismos moleculares pelos quais a sinalização por TGF-1 é modulada por CTGF ou outros co-fatores. Recentemente, demosntramos que a ação sinérgica de TGF-1 e CTGF induz a formação de estruturas com características de vasos sangüíneos. Desta forma, utilizemos cultura de células de linhagens epiteliais e endoteliais para produzir e caracterizar o tipo de vaso sangüíneo induzido por estes fatores, com o objetivo de montar de um modelo aplicado de bioengenharia do tecido vascular. Embora pareça ousada no âmbito experimental a proposta deste projeto, o coordenador está capacitado para implantar de imediato novas tecnologias adquiridas durante um período de Pós-doutoramento de três anos na Universidade da Califórnia, UCLA, supervisionado pelo professor Dr. Edward De Robertis. O coordenador conta com um fomento inicial de US$35.000 doado pela fundação PEW para implantar tais metodologias. E o laboratório Integrado de Biologia Celular e Molecular do Desenvolvimento possui infra-estrutura para implantação destas tecnologias no Departamento de Anatomia da UFRJ. .. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcos da Silva Pacheco - Coordenador.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2009

Prêmio de Melhor Poster - Ciências Biológicas - Fórum CCS, UNIFESO.

2006

Bolsa PDEE, CAPES.

2005

Menção honrosa, FESBE.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Espírito Santo. , Rua Marechal Campos 1468, Maruipe, 29040090 - Teresópolis, RJ - Brasil, Telefone: (21) 27427000, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2008 - 2008

University of Southern California

Vínculo: Outro (especifique) Pós doutor, Enquadramento Funcional: Pós doutoramento, Carga horária: 40

2002 - 2005

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 40

1996 - 1996

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Vínculo: Bolsista de Monitoria, Enquadramento Funcional: Monitor de Vegetais Inferiores - Biologia, Carga horária: 12

2010 - Atual

Universidade Federal do Espírito Santo

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado I, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 08/2018

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro Biomédico, .,Linhas de pesquisa

  • 08/2015

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro Biomédico, .,Linhas de pesquisa

  • 08/2015

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro Biomédico, .,Linhas de pesquisa

2009 - 2010

Centro Universitário Serra dos Órgãos

Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40

Outras informações:
Tutor do Curso de Medicina - Saúde da Criança Professor de Citologia, Histologia e Embriologia (Farmácia) Professor de Morfologia Humana e Comparada (Ciências Biológicas) Professor de Construção do Conhecimento Científico (Ciências Biológicas) Professor de Ciências: Conteúdo e Método (Pedagogia)

2009 - 2010

Centro Universitário Serra dos Órgãos

Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Coordenador de Período do Curso de Biologia, Carga horária: 5

2007 - 2007

University of California - Los Angeles

Vínculo: Pesquisador Assistente, Enquadramento Funcional: Pesquisador Assistente, Carga horária: 40

2000 - 2000

Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Vínculo: Estagiário Suseme, Enquadramento Funcional: Estagiário de Clínica Odontológica, Carga horária: 12

2001 - 2005

Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: SEEDUC, Enquadramento Funcional: Professor I, Carga horária: 12

Outras informações:
Professor de Ciências para o Ensino Fundamental

1999 - 2005

Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor I, Carga horária: 12

Outras informações:
Professor de Biologia para o Ensino Médio

2009 - 2010

SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO RIO DE JANEIRO

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor de Ensino Médio, Carga horária: 16