Ligian Cristiano Gomes

Possui Graduação em Geografia - Bacharelado (2018) pela Universidade Federal de Santa Maria, Especialização em Geografia Regional Brasileira (2021) pela Faculdade Dom Alberto e Mestrado em Geografia (2021) pela Universidade Federal de Santa Maria. Atualmente, é Doutorando em Geografia pela Universidade Federal de Santa Maria, sob orientação do Prof°. Dr° Eduardo Schiavone Cardoso. Pesquisa e tem interesse em temas relacionados a Geografia Cultural, especialmente: organização espacial, códigos culturais, imigração alemã, imigração italiana, região e regionalização.

Informações coletadas do Lattes em 13/04/2022

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Geografia

2022 - Atual

Universidade Federal de Santa Maria
Título: A REORGANIZAÇÃO ESPACIAL DA REGIÃO DO VALE DO CAÍ/RS: UM OLHAR A PARTIR DA GEOGRAFIA CULTURAL,
Orientador: Eduardo Cardoso Schiavone
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Geografia Cultural. Grande Área: Ciências Humanas / Área: Geografia / Subárea: Cultura alemã.

Mestrado em Geografia

2019 - 2021

Universidade Federal de Santa Maria
Título: A Organização Espacial do município de Carlos Barbosa/RS pelo viés cultural,Ano de Obtenção: 2021
Eduardo Schiavone Cardoso.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Códigos Culturais; CULTURA; Geografia Cultural; Organização Espacial.Grande área: Ciências Exatas e da TerraGrande Área: Ciências Humanas / Área: Geografia / Subárea: Organização espacial. Grande Área: Ciências Humanas / Área: Geografia / Subárea: Cultura alemã.

Especialização em Geografia Regional Brasileira

2021 - 2021

Faculdade Dom Alberto
Título: A CULTURA ALEMÃ E ITALIANA NA PAISAGEM DE CARLOS BARBOSA/RS: REFLEXÕES A PARTIR DA RELIGIOSIDADE TÍPICA
Orientador: ANA PAULA RODRIGUES

Graduação em Geografia

2015 - 2018

Universidade Federal de Santa Maria
Título: A DINÂMICA ESPACIAL RESULTANTE DA MATERIALIZAÇÃO DA CULTURA ALEMÃ EM FELIZ/RS
Orientador: Meri Lourdes Bezzi

Ensino Médio (2º grau)

2007 - 2009

Colégio Coronel Pilar

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2020 - 2020

Curso de Extensão Espanhol 1. (Carga horária: 30h). , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS, Brasil.

2020 - 2020

Cultura Digital na Educação. (Carga horária: 4h). , Universidade Presbiteriana Mackenzie, MACKENZIE, Brasil.

2020 - 2020

A Crise Brasileira e as Saídas Populares. (Carga horária: 18h). , Projeto Brasil Popular, PBP, Brasil.

2018 - 2018

Moodle para Alunos. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

2018 - 2018

Desenvolvimento Humano e Educação. (Carga horária: 45h). , Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.

2018 - 2018

Curso de Gerenciamento de Projetos. (Carga horária: 60h). , Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.

2018 - 2018

Curso de Tecnologia e Inovação. (Carga horária: 60h). , Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.

2018 - 2018

Curso de Relacões Internacionais. (Carga horária: 60h). , Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.

2018 - 2018

Multimeios em Educação. (Carga horária: 60h). , Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.

2018 - 2018

Curso de Ética Profissional. (Carga horária: 30h). , Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.

2018 - 2018

Dificuldades de Aprendizagem. (Carga horária: 45h). , Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.

2017 - 2017

Curso de Gestão em Agronegócio. (Carga horária: 60h). , Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.

2017 - 2017

Curso de Princípios de Mineração. (Carga horária: 60h). , Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.

2017 - 2017

Curso de Gestão Ambiental e Sustentabilidade. (Carga horária: 60h). , Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.

2017 - 2017

Curso de Psicologia da Educação. (Carga horária: 60h). , Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.

2017 - 2017

Curso de Geografia Aplicada. (Carga horária: 30h). , Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.

2017 - 2017

Curso de Recursos Ambientais Aplicados ao Turismo. (Carga horária: 60h). , Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.

2017 - 2017

Curso de Conceitos em Biodiversidade. (Carga horária: 40h). , Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.

2017 - 2017

Capacitação para o Cadastro Ambiental Rural (CAR). (Carga horária: 80h). , Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.

2016 - 2016

Evento de Alinhamento para Aplicação de Exames e Avaliações do Inep. (Carga horária: 20h). , Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, INEP/MEC, Brasil.

2016 - 2016

Matemática Básica. (Carga horária: 60h). , Portal Educação de Campo Grande, PE, Brasil.

2008 - 2008

Programa Miniempresa. (Carga horária: 53h). , Junior Achievement Brasil, JAB, Brasil.

2007 - 2007

Informática Básica - Compacto. (Carga horária: 60h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - RS, SENAC/RS, Brasil.

2005 - 2007

ipd, Digitação Windows, Word, Excel, Power Point, OpenOffice, Access, Inter. (Carga horária: 96h). , Systen's Profissional Center, SPC, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

GOMES, L. C. . XXI Jornada do Trabalho - Geografia, Trabalho e Ambiente: desigualdades territoriais e desafios da pandemia COVID - 19. 2021. (Outro).

GOMES, L. C. . II Encontro Internacional de Pesquisa em Ciências Humanas (II EIPCH). 2018. (Outro).

GOMES, L. C. . IX SEMANA ACADÊMICA DA GEOGRAFIA. 2018. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

25 anos do LAGEOLAM Espaço de Reflexão e Conhecimento. 2021. (Outra).

conferência ?Olhar Geográfico, natureza e ambiente no contexto atual?. 2021. (Outra).

II Ciclo de Debates Geográficos da UEG UnU PORANGATU- Geografia e as questões ambientais: cenários e perspectivas no ensino e na pesquisa no Brasil. 2021. (Outra).

XXI Semana de Geografia da FCT UNESP - Outras Geografias e (A)dversidades; Experiências e Potencialidades. 2021. (Seminário).

1 Ciclo de palestras do Internacional Conference on Advances in Geography: (RE)PENSANDO A GEOGRAFIA. 2020. (Outra).

25 anos de Lageolam - Espaço de reflexão e conhecimento com Denilson Kulman. 2020. (Outra).

25 anos do LAGEOLAM Espaço de Reflexão e Conhecimento: relatos sobre a atuação do profissional em Geografia com Leônidas Luiz Volcato Descovi Filho atu. 2020. (Outra).

25 anos do LAGEOLAM Espaço de Reflexão e Conhecimento com Edson Luis de Oliveira. 2020. (Outra).

25 anos do LAGEOLAM Espaço de Reflexão e Conhecimento com Marcos Geovane Berger. 2020. (Outra).

25 anos do LAGEOLAM Espaço de Reflexão e Conhecimento com Maria Madruga Brito. 2020. (Outra).

25 anos do LAGEOLAM Espaço de Reflexão e Conhecimento com Sandro Sidnei Vargas de Cristo. 2020. (Outra).

7ª Conferência On-line NEPST - Desvendando o caráter ideológico dos mapas. 2020. (Outra).

Colóquio Internacional do PPGGEO: paisagem, memória e tecnologias. 2020. (Outra).

Congresso Latino Americano de Educação Inovadora. 2020. (Congresso).

III Ciclo de Debates do GPEALE, Experiências de internacionalizaçao na Pesquisa. 2020. (Outra).

III Ciclo de debates do GPEALE -Espaços escolares para eduacação Literária: o lugar e o não lugar da biblioteca na formação do aluno leitor. 2020. (Outra).

I Seminário Internacional do Grupo de Pesquisa Turismo em Tempos de Pandemia. 2020. (Seminário).

V Ciclo de palestras e I GPET online: reflexões sobre o ensino de geografia em tempos de pandemia (Ensino de Geografia e Ensino Remoto). 2020. (Outra).

V Ciclo de Palestras e I GPET Online. Ensino e temáticas transversais a geografia da saúde. 2020. (Encontro).

XXVIII Colóquio Temático de Geografia da UnB: Condicionamento do território e histórias entrelaçadas na América Latina,. 2020. (Outra).

IX Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional.A dinâmica e regionalização da cadeia produtiva da maça na Microrregião Geográfica de Vacaria/RS. 2019. (Seminário).

XI JORNADAS INTERDISCIPLINARIAS DE ESTUDIOS AGRARIOS Y AGROINDUSTRIALES ARGENTINOS Y LATINOAMERICANOS. "Dinâmica da cadeia produtiva dos galináceos na microrregião geográfica de Guaporé/Rio Grande do Sul/Brasil". 2019. (Congresso).

1° Congresso Ibero Americano em Estudos de Paisagem. As marcas culturais presentes na Paisagem do município de Picada Café/Rio Grande do Sul/Brasil. 2018. (Congresso).

Ciclo Institucional Permanente sobre à Docência na UFSM (CIPED). 2018. (Outra).

Geografia do Sistema Único de Saúde no Brasil: os desafios da universidade, equidade e integralidade. 2018. (Outra).

I Simpósio Latino Americano de Estudos de Desenvolvimento Regional.Materializações Germânicas e sua influência na organização espacial do Município de Feliz/RS: Uma análise na perspectiva cultural. 2018. (Simpósio).

II AgroecoWeb - Congresso Internacional online de AGROECOLOGIA e PERMACULTURA. 2017. (Congresso).

II Ciclo de Estudos: Saberes Tradicionais - As expressões Artesanais do Rural. 2017. (Seminário).

II Congresso Internacional Interdisciplinar de Ciências Humanas ? COINTER. A PRESENÇA DA CULTURA ITALIANA NA REORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO RURAL DE DILERMANDO DE AGUIAR/RS/BRASIL. 2017. (Congresso).

I SEMINÁRIO INTERNACIONAL TALIAN: REFERÊNCIA CULTURAL BRASILEIRA. 2017. (Seminário).

SEMANA DA GEOGRAFIA E OS 30 ANOS DO DAGEO: BACHARÉIS E LICENCIADOS NO MUNDO DO TRABALHO.SEMANA DA GEOGRAFIA E OS 30 ANOS DO DAGEO: BACHARÉIS E LICENCIADOS NO MUNDO DO TRABALHO. 2017. (Outra).

VIII Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional.Desenvolvimento Regional: A contribuição da cultura alemã da formação étnica do município de Picada Café/RS. 2017. (Seminário).

31ª Jornada Acadêmica Integrada. GEOGRAFIA CULTURAL: A CONTRIBUIÇÃO DA CULTURA ALEMÃ NA FORMAÇÃO ÉTNICA DO MUNICÍPIO DE PICADA CAFÉ/RS. 2016. (Exposição).

III Seminário ?Alimentos e Manifestações Culturais Tradicionais?.GEOGRAFIA CULTURAL: O RESGATE E A INFLUÊNCIA DA CULTURA ALEMÃ NA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DO MUNICÍPIO DE FELIZ/RS/BRASIL. 2016. (Seminário).

II SIMPÓSIO INTERNACIONAL ?ALIMENTAÇÃO E CULTURA: TRADIÇÃO E INOVAÇÃO NA PRODUÇÃO E CONSUMO DE ALIMENTOS?.A CADEIA PRODUTIVA DA MAÇÃ: DO TRADICIONAL AS NOVAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO EM SÃO JOAQUIM/RS/BRASIL. 2016. (Simpósio).

X Simpósio Internacional sobre Espaço e Cultura.GEOGRAFIA CULTURAL: A CONTRIBUIÇÃO DA CULTURA ALEMÃ NA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DO MUNICÍPIO DE PICADA CAFÉ/RS. 2016. (Simpósio).

30ª Jornada Acadêmica Integrada.Geografia Cultural: a influência da cultura alemã na organização espacial do município de Feliz/RS. 2015. (Outra).

I Colóquio sobre Cidade e Cidadania.Geografia Urbana: condomínios de moradia popular; o caso do Residencial Videiras, Santa Maria/RS. 2015. (Outra).

I Colóquio sobre Cidade e Cidadania.A contribuição da cadeia produtiva da maçã na organização espacial de São Joaquim/SC. 2015. (Outra).

Jornada das Águas e Comunidades Tradicionais.A contribuição da cadeia produtiva da maçã na organização espacial de São Joaquim/SC. 2015. (Outra).

V Colóquio Internacional sobre Comércio e Consumo Urbano.A contribuição da cadeia produtiva da maçã na organização espacial de São Joaquim/SC. 2015. (Outra).

V Colóquio Internacional sobre Comércio e Consumo Urbano.Geografia Urbana: condomínios de moradia popular; o caso do Residencial Videiras, Santa Maria/RS. 2015. (Outra).

VIII Simpósio Nacional de Geografia Agrária.A contribuição da cadeia produtiva da maçã na organização espacial de São Joaquim/SC. 2015. (Simpósio).

VII SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE DESENVOLVIMENTO REGIONAL-GLOBALIZAÇÃO EM TEMPOS DE REGIONALIZAÇÃO-REPERCUSSÕES NO TERRITÓRIO.VII SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE DESENVOLVIMENTO REGIONAL - GLOBALIZAÇÃO EM TEMPOS DE REGIONALIZAÇÃO - REPERCUSSÕES NO TERRITÓRIO. 2015. (Seminário).

VII Simpósio Internacional de Geografia Agrária.A contribuição da cadeia produtiva da maçã na organização espacial de São Joaquim/SC. 2015. (Simpósio).

XI Seminário de Estudos Urbanos e Regionais.A contribuição da cadeia produtiva da maçã na organização espacial de São Joaquim/SC. 2015. (Seminário).

XI Seminário de Estudos Urbanos e Regionais.Geografia Urbana: condomínios de moradia popular; o caso do Residencial Videiras, Santa Maria/RS. 2015. (Seminário).

XXVII Seminário de Educação Socioambiental. 2015. (Seminário).

IX Simpósio Internacional sobre Espaço e Cultura. 2014. (Simpósio).

XIX Seminário de Educação Socioambiental. 2014. (Seminário).

XVIII Seminário de Educação Socioambiental. 2014. (Seminário).

28ª Jornada Acadêmica Integrada. 2013. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Rhuan Vargas de Castro

VIERA, V.; KAYSER, L. P.;GOMES, L. C.. A EXPERIÊNCIA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO: ATUAÇÃO DO TÉCNICO EM GEOPROCESSAMENTO EM UMA EMPRESA DE ENGENHARIA E CONSULTORIA AMBIENTAL. 2021. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em TÉCNICO EM GEOPROCESSAMENTO) - Universidade Federal de Santa Maria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Juliana Cristina Franz

CARDOSO, E. S.; SPODE, E. L.; FARIA, R. M.;FRANZ, J. C.. A organização espacial do município de Carlos Barbosa/RS pelo viés cultural. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em Geografia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Elsbeth Léia Spode Becker

CARDOSO, E. S.;BECKER, E. L. S.; Rivaldo Mauro de Faria. A ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DO MUNICÍPIO DE CARLOS BARBOSA/RS PELO VIÉS CULTURAL. 2021. Dissertação (Mestrado em programa de pós-graduação em Geografia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Elsbeth Léia Spode Becker

CARDOSO, E. S.; BEZZI, M. L.;BECKER, E. L. S.. A organização espacial do município de Carlos Barbosa pelo viés cultural. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em programa de pós-graduação em Geografia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Rivaldo Mauro de Faria

CARDODO, E. S.;FARIA, Rivaldo; BECKER, E. L. S.. AA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DO MUNICÍPIO DE CARLOS BARBOSA/RS PELO VIÉS CULTURAL. 2021. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Geografia - UFSM) - Universidade Federal de Santa Maria.

Meri Lourdes Bezzi

ROCHA, Lilian Hahn Mariano da; WERLANG, Mauro Kampfer;BEZZI, M. L.. O papel do profissional bacharel em Geografia nos estudos que caracterizam a Geografia Cultural. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Meri Lourdes Bezzi

BEZZI, MERI LOURDES; FIGUEIREDO, L. C.; VOIGT, E.. A DINÂMICA ESPACIAL RESULTANTE DA MATERIALIZAÇÃO DA CULTURA ALEMÃ EM FELIZ/RS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Mauro Kumpfer Werlang

BEZZI, Meri Lourdes;WERLANG, M. K.; ROCHA, L. H. M.. Ó papel do profissional bacharel em geografia nos estudos que caracterizam a geografia cultural. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia-Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Maria.

Eduardo Schiavone Cardoso

CARDOSO, Eduardo Schiavone. A organização espacial do município de Carlos Barbosa/RS pelo viés cultural. 2021. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Eduardo Schiavone Cardoso

CARDOSO, Eduardo Schiavone. A organização espacial do município de Carlos Barbosa - RS, pelo viés cultural. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Geografia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Meri Lourdes Bezzi

A dinâmica espacial resultante da materialização da cultura alemã em Feliz/RS; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Geografia) - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Meri Lourdes Bezzi;

Meri Lourdes Bezzi

Análise do patrimônio histórico cultural de Santa Maria/RS: Interação didática junto ao arquivo histórico municipal; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Geografia) - Universidade Federal de Santa Maria, Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Meri Lourdes Bezzi;

Meri Lourdes Bezzi

Geografia Cultural: a influência da cultura alemã na organização espacial do município de Feliz-RS; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Geografia) - Universidade Federal de Santa Maria, Fundo de Incentivo a Pesquisa Ufsm; Orientador: Meri Lourdes Bezzi;

Eduardo Schiavone Cardoso

A organização espacial do município de Carlos Barbosa/RS pelo viés cultural; 2021; Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Eduardo Schiavone Cardoso;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • GOMES, LIGIAN CRISTIANO ; CANCELIER, JANETE WEBLER . A organização dos agricultores familiares do município de Carlos Barbosa/RS. DIVERSITAS JOURNAL , v. 6, p. 2459-2477, 2021.

  • GOMES, L. C. ; PESSETTI, M. . Análise ambiental do município de Mostardas/RS: proposta de empreendimento de turismo fotográfico. REVISTA LATINOAMERICANA DE ESTUDIANTES DE GEOGRAFÍA , v. 1, p. 8-20, 2020.

  • PESSETTI, M. ; GOMES, L. C. . Região e regionalização no Rio Grande do Sul. BOLETIM GEOGRÁFICO DO RIO GRANDE DO SUL , v. 2, p. 57-80, 2020.

  • ALVES ; STEDILE NETO ; SILVA, G. M. ; GOMES, L. C. . O uso de métodos didáticos para a compreensão da Cartografia no Ensino Fundamental. REVISTA ENSINO DE GEOGRAFIA (RECIFE) , v. 2, p. 113-125, 2019.

  • PESSETTI, M. ; GOMES, L. C. ; BITENCOURT, L. R. . Evolução e Dinâmica da Produção de Galináceos na Microrregião de Guaporé/RS / Growth and Dynamics of the Poultry Production Chain in the Geographical Micro-region of Guaporé/RS. ESPAÇO ABERTO, PPGG - UFRJ , v. 9, p. 119-136, 2019.

  • GOMES, L. C. . ESTUDO ECOSSISTÊMICO DO MUNICÍPIO DE MOSTARDAS-RS E O TURISMO FOTOGRÁFICO. Geopauta , v. 2, p. 42, 2018.

  • GOMES, L. C. ; PESSETTI, M. ; SACCOL, P. T. ; STEDILE NETO . GEOQUÍMICA DA SUPERFÍCIE ? ANÁLISE DO POÇO 7538/SANTA CRUZ DO SUL-RS. Revista Científica Semana Acadêmica , v. 01, p. 1-18, 2018.

  • SACCOL, P. T. ; STEDILE NETO ; GOMES, L. C. ; PESSETTI, M. . O PROCESSO DE MODERNIZAÇÃO NA AGRICULTURA FAMILIAR. Revista Científica Semana Acadêmica , v. 01, p. 1-15, 2018.

  • PESSETTI, M. ; GOMES, L. C. ; SACCOL, P. T. ; STEDILE NETO ; BITENCOURT, L. R. . O TRABALHO DE CAMPO E O ESTUDO DA PAISAGEM CULTURAL ARQUITETÔNICA NO RIO GRANDE DO SUL. Revista Científica Semana Acadêmica , v. 01, p. 1-18, 2018.

  • STEDILE NETO ; SOUTO, T. S. ; SACCOL, P. T. ; GOMES, L. C. ; PESSETTI, M. . SABERES TRADICIONAIS: UMA ANÁLISE DO ARTESANATO URBANO E RURAL DO MUNICÍPIO DE CAÇAPAVA DO SUL/RS/BRASIL. Revista Científica Semana Acadêmica , v. 01, p. 01-15, 2018.

  • SACCOL, P. T. ; GOMES, L. C. ; STEDILE NETO ; PESSETTI, M. . TERRITÓRIOS RURAIS: PECULIARIDADES SOBRE O MUNICÍPIO DE DILERMANDO DE AGUIAR/RS. Revista Científica Semana Acadêmica , v. 01, p. 1-12, 2018.

  • GOMES, L. C. ; STEDILE NETO ; SOUTO, T. S. . PROPOSTA DE DOSSIÊ PAISAGÍSTICO: A IMPORTÂNCIA DA CULTURA ALEMÃ NA FORMAÇÃO PAISAGÍSTICA DE FELIZ/RS. Revista Científica Semana Acadêmica , v. 01, p. 1-14, 2018.

  • BITENCOURT, L. R. (Org.) ; GOMES, L. C. (Org.) ; PESSETTI, M. (Org.) . Dinâmicas Espaciais: olhares sobre o agrário, o urbano e o cultural. 1. ed. São Leopoldo: Oikos, 2020. v. 1. 311p .

  • BITENCOURT, L. R. (Org.) ; GOMES, L. C. (Org.) ; PESSETTI, M. (Org.) . Dinâmicas Espaciais: olhares sobre o agrário, o urbano e o cultural - E-book. 2. ed. São Leopoldo: Oikos, 2020. v. 1. 314p .

  • PESSETTI, M. (Org.) ; GOMES, L. C. (Org.) . Geografia regional: perspectivas teóricas e práticas vol. 1. 1. ed. Rio de Janeiro: Eulim, 2020. v. 1. 214p .

  • PESSETTI, M. (Org.) ; GOMES, L. C. (Org.) . Geografia regional: perspectivas teóricas e práticas vol. 2. 1. ed. Rio de Janeiro: Eulim, 2020. v. 2. 236p .

  • GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. . A Dinâmica Espacial e a Materialização da Cultura Alemã em Feliz/RS. 01. ed. Balti (Maldovia): Novas Edições Acadêmicas, 2018. v. 01. 69p .

  • GOMES, L. C. ; CARDOSO, E. S. . A cultura alemã e italiana na paisagem de Carlos Barbosa/RS: um olhar a partir da arquitetura típica. In: Vanessa Manfio; Vinício Luís Pierozan. (Org.). Paisagem, identidade e cultura: reflexões no espaço geográfico brasileiro. 1ed.Foz do Iguaçu: CLAEC e-Books, 2021, v. 1, p. 56-67.

  • GOMES, L. C. ; PESSETTI, M. ; MACHADO, D. L. . Um olhar sobre os investimentos na educação: o caso do FUNDEB. In: Fernanda Monteiro Rigue; Tascieli Feltrin; Natália Lampert Batista. (Org.). Um olhar sobre os investimentos na educação: o caso do FUNDEB. 1ed.Rio de Janeiro: MARES, 2020, v. 1, p. 1-229.

  • GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. . AS MARCAS CULTURAIS MEDIADAS PELA ARQUITETURA ALEMÃ PRESENTE NA PAISAGEM DO MUNICÍPIO DE PICADA CAFÉ/RIO GRANDE DO SUL. In: Luciane Rodrigues de Bitencourt; Ligian Cristiano Gomes; Mateus Pessetti. (Org.). Dinâmicas espaciais: olhares sobre o agrário, o urbano e o cultural. 1ed.São Leopoldo: Oikos, 2020, v. 1, p. 220-235.

  • PESSETTI, M. ; GOMES, L. C. ; MACHADO, D. L. . O trabalho docente em tempos de pandemia. In: Cristiane de Castro Ramos Abud; Karina de Araújo Dias. (Org.). (Re)pensar a educação em tempos de pandemia. 1ed.Rio de Janeiro: Editores Mares, 2020, v. 1, p. 13-34.

  • PESSETTI, M. ; GOMES, L. C. ; CARDOSO, E. S. . Regionalizações no Rio Grande do Sul: das microrregiões (1968) às regiões geográficas (2017). In: Mateus Pessetti; Ligian Cristiano Gomes. (Org.). Geografia regional: perspectivas teóricas e práticas vol. 1. 1ed.Rio de Janeiro: Eulim, 2020, v. 1, p. 44-81.

  • VESTENA, M. H. ; ERD, J. T. ; GOMES, L. C. ; PESSETTI, M. . Regionalização da cadeia produtiva da erva-mate no Rio Grande do Sul nos anos de 2002, 2007, 2012 e 2017. In: Mateus Pessetti; Ligian Cristiano Gomes. (Org.). Geografia regional: perspectivas teóricas e práticas vol. 2. 1ed.Rio de Janeiro: Eulim, 2020, v. 1, p. 112-139.

  • PESSETTI, M. ; GOMES, L. C. . Práticas de ensino em Geografia: Uma reflexão a partir da vivência do Estágio Supervisionado I. In: ascieli Feltrin; Fernanda Monteiro Rigue; Natália Lambert Batista. (Org.). A formação de professores no Brasil: historicidade, subjetividade, gênero, professoralidade e docências tradicionais e contemporâneas.. 1ed.Rio de Janeiro: Mares, 2019, v. 1, p. 140-156.

  • GOMES, L. C. ; PESSETTI, M. ; BEZZI, M. L. . Prática pedagógica sobre patrimônio cultural de Santa Maria/RS. In: Natália Lampert Batista; Maurício Rizzatti. (Org.). O ensino de Geografia na contemporaneidade práticas e desafios. 1ed.Rio de Janeiro: Mares, 2019, v. 1, p. 1-376.

  • GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. . As marcas culturais presentes na paisagem do município de Picada Café /Rio Grande do Sul /Brasil. As marcas culturais presentes na paisagem do município de Picada Café /Rio Grande do Sul /Brasil. 1ed.Lisboa: Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Socias e Humanas, 2018, v. 4, p. 84-98.

  • GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. . A influência da cultura alemã na organização espacial do município de Feliz/RS. In: Helena Brum Neto/Meri Lourdes Bezzi. (Org.). Estudos sobre Geografia Cultural no Rio Grande do Sul. 1ed.São Leopoldo/RS: Oikos Ltda., 2017, v. 1, p. 7-183.

  • STEDILE NETO ; BARRETO, J. R. ; GOMES, L. C. . A INFLUÊNCIA DO RESTAURANTE PORTUGUÊS AUGUSTO NA CULINÁRIA DE SANTA MARIA/RS/BRASIL. Livro de atas do III Seminário. 1ed.Vila Real, Portugal: , 2016, v. , p. 377-.

  • BARRETO, J. R. ; BEZZI, M. L. ; GOMES, L. C. ; STEDILE NETO . A CADEIA PRODUTIVA DA MAÇÃ: DO TRADICIONAL AS NOVAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO EM SÃO JOAQUIM/SC/BRASIL. Livro de atas do III Seminário. 1ed.Vila Real, Portugal: , 2016, v. , p. 59-.

  • GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. ; BARRETO, J. R. ; STEDILE NETO . GEOGRAFIA CULTURAL: O RESGATE E A INFLUÊNCIA DA CULTURA ALEMÃ NA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DO MUNICÍPIO DE FELIZ/RS/BRASIL. Livro de atas do III Seminário. 1ed.Vila Real, Portugal: , 2016, v. , p. 627-.

  • GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. . O Resgaste da Cultura Alemã e sua Influência na Organização Espacial do Município de Feliz/Rio Grande do Sul/RS. Actas do Congresso Ibero-Americano. 1ed.Lisboa: LNEC, 2016, v. , p. 1-.

  • GOMES, L. C. ; CARDOSO, E. S. . A CULTURA ALEMÃ E ITALIANA NA PAISAGEM DE CARLOS BARBOSA/RS: UM OLHAR A PARTIR DA ARQUITETURA TIPÍCA. In: Simpósio de Geografia: O fazer geográfico no Sul Global: espacialidades e temporalidades diversas, 2020, União da Vitória. Anais do XIV Simpósio de Geografia: O fazer geográfico no Sul Global: espacialidades e temporalidades diversas, 28 de outubro, 03, 12, 17, 18, 19 e 25 de novembro de 2020 / organizado pelo Colegiado do Curso de Licenciatura em Geografia - União da Vitória. União da Vitória: UNESPAR,, 2020. v. 1. p. 1-329.

  • GOMES, L. C. ; PESSETTI, M. ; BEZZI, M. L. . A dinâmica e regionalização da cadeia produtiva da cadeias produtiva da maça na Microrregião Geográfica de Vacaria/RS. In: XI Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional, 2019, Santa Cruz do Sul. Anais SIDR. Santa Cruz do Sul: Unisc, 2019. v. I.

  • PESSETTI, M. ; GOMES, L. C. ; BITENCOURT, L. R. . 'Dinâmica da cadeia produtiva dos galináceos na microrregião geográfica de Guaporé/Rio Grande do Sul/Brasil'. In: XI JORNADAS INTERDISCIPLINARIAS DE ESTUDIOS AGRARIOS Y AGROINDUSTRIALES ARGENTINOS Y LATINOAMERICANOS, 2019, Buenos Aires. ANAIS XI JORNADAS INTERDISCIPLINARIAS DE ESTUDIOS AGRARIOS Y AGROINDUSTRIALES ARGENTINOS Y LATINOAMERICANOS. Buenos Aires, 2019. v. 1.

  • BEZZI, M. L. ; GOMES, L. C. . Materializações Germânicas e sua influência na organização espacial do Município de Feliz/RS: Uma análise na perspectiva cultural. In: I Simpósio Latino Americano de Estudos de Desenvolvimento Regional, 2018, Ijuí. Anais do SLAEDR. Ijuí: Editora UNIJUÍ, 2018. v. 1.

  • BEZZI, M. L. ; GOMES, L. C. . Desenvolvimento Regional: A contribuição da cultura alemã da formação étnica do município de Picada Café/RS. In: VIII Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional, 2017, Santa Cruz do Sul. Anais do Seminário International sobre Desenvolvimento Regional, 2017.

  • BARRETO, J. R. ; GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. . A contribuição da cadeia produtiva da maçã na organização espacial de São Joaquim/SC. In: VII Seminário Internacional de Geografia Agrária, 2015, Goiânia. Anais do VII Seminário Internacional de Geografia Agrária, 2015.

  • STEDILE NETO ; GOMES, L. C. ; BOLFE . Geografia Urbana: condomínios de moradia popular; o caso do Residencial Videiras, Santa Maria/RS. In: V Colóquio Internacional sobre Consumo e Comércio Urbano, 2015, Pelotas. Anais do V Colóquio Internacional sobre Consumo e Comércio Urbano, 2015.

  • GOMES, L. C. ; STEDILE NETO . A contribuição da cadeia produtiva da maçã na organização espacial de São Joaquim/SC. In: V Colóquio Internacional sobre Consumo e Comércio Urbano, 2015, Pelotas. Anais do V Colóquio sobre Consumo e Comércio Urbano, 2015.

  • STEDILE NETO ; GOMES, L. C. ; BOLFE . Geografia Urbana: condomínios de moradia popular; o caso do Residencial Videiras, Santa Maria/RS. In: XI Seminário de Estudos Urbanos e Regionais, 2015, Pelotas. Anais do XI Seminário de Estudos Urbanos e Regionais, 2015.

  • GOMES, L. C. ; STEDILE NETO . A contribuição da cadeia produtiva da maçã na organização espacial de São Joaquim/SC. In: XI Seminário de Estudos Urbanos e Regionais, 2015, Pelotas. Anais do XI Seminário de Estudos Urbanos e Regionais, 2015.

  • BARRETO, J. R. ; GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. . A contribuição da cadeia produtiva da maçã na organização espacial de São Joaquim/SC. In: VIII Simpósio Nacional de Geografia Agráriaa, 2015, Goiânia. Anais do VIII Simpósio Nacional de Geografia Agrária, 2015.

  • GOMES, L. C. ; CARDOSO, E. S. . A Organização Espacial do Município de Carlos Barbosa/RS Pelo Viés Cultural. In: 17 CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE INTEGRAÇÃO REGIONAL, FRONTEIRAS E GLOBALIZAÇÃO NO CONTINENTE AMERICANO, 2019, Foz do Iguaçu. 17 CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE INTEGRAÇÃO REGIONAL, FRONTEIRAS E GLOBALIZAÇÃO NO CONTINENTE AMERICANO CADERNO DE RESUMOS, 2019. v. 1. p. 1-136.

  • BEZZI, M. L. ; SACCOL, P. T. ; GOMES, L. C. . A PRESENÇA DA CULTURA ITALIANA NA REORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO RURAL DE DILERMANDO DE AGUIAR/RS/BRASIL. In: II Congresso Internacional Interdisciplinar de Ciências Humanas, 2017, São Borja. CADERNO DE RESUMOS DOS TRABALHOS APRESENTADOS NA MODALIDADE PÔSTER. São Borja: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA - CURSO DE CIÊNCIAS HUMANAS ? LICENCIATURA, 2017. v. 1. p. 1-41.

  • BARRETO, J. R. ; GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. ; STEDILE NETO . A Cadeia Produtiva da Maçã: do tradicional as novas perspectivas de produção em São Joaquim/SC/Brasil. In: II Simpósio Internacional Alimentação e cultura: tradição e inovação na produção e consumo de alimentos, 2016, Vila Real. Livro de Resumos II Simpósio Internacional Alimentação e cultura: tradição e inovação na produção e consumo de alimentos. Vila Real, Portugal: Utad, 2016. p. 27-27.

  • STEDILE NETO ; BEZZI, M. L. ; GOMES, L. C. ; BARRETO, J. R. . A Influência do Restaurante Português Augusto na Culinária de Santa Maria/RS/Brasil. In: II Simpósio Internacional Alimentação e Cultura: tradição e inovação na produção e consumo de alimentos, 2016, Vila Real. Livro de Resumos II Simpósio Internacional Alimentação e Cultura: tradição e inovação na produção e consumo de alimentos. Vila Real, Portugal: Utad, 2016. p. 68-68.

  • GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. ; STEDILE NETO ; BARRETO, J. R. . Geografia Cultural: o resgate e a influência da cultura alemã na organização espacial do município de Feliz/RS/Brasil. In: II Simpósio Internacional Alimentação e Cultura: tradição e inovação na produção e consumo de alimentos, 2016, Vila Real. Livro de Resumos II Simpósio Internacional Alimentação e Cultura: tradição e inovação na produção e consumo de alimentos. Vila Real, Portugal: Utad, 2016. p. 98-98.

  • GOMES, L. C. . ?Geografia Cultural e os Códigos Culturais'. 2021. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GOMES, L. C. ; PESSETTI, M. ; BEZZI, M. L. . A dinâmica e regionalização da cadeias produtiva da maça na Microrregião Geográfica de Vacaria/RS. 2019. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • PESSETTI, M. ; GOMES, L. C. ; BITENCOURT, L. R. . 'Dinâmica da cadeia produtiva dos galináceos na microrregião geográfica de Guaporé/Rio Grande do Sul/Brasil'. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. . As marcas culturais presentes na Paisagem do município de Picada Café/Rio Grande do Sul/Brasil. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • BEZZI, M. L. ; GOMES, L. C. . Materializações Germânicas e sua influência na organização espacial do Município de Feliz/RS: Uma análise na perspectiva cultural. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • BEZZI, M. L. ; GOMES, L. C. . Desenvolvimento Regional: A contribuição da cultura alemã da formação étnica do município de Picada Café/RS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • GOMES, L. C. ; SACCOL, P. T. ; BEZZI, M. L. . A PRESENÇA DA CULTURA ITALIANA NA REORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO RURAL DE DILERMANDO DE AGUIAR/RS/BRASIL. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GOMES, L. C. . GEOGRAFIA CULTURAL: A INFLUÊNCIA DA CULTURA ALEMÃ NA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL NO MUNICÍPIO DE FELIZ/RS. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. . GEOGRAFIA CULTURAL: A CONTRIBUIÇÃO DA CULTURA ALEMÃ NA FORMAÇÃO ÉTNICA DO MUNICÍPIO DE PICADA CAFÉ/RS. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. ; BARRETO, J. R. ; STEDILE NETO . GEOGRAFIA CULTURAL: O RESGATE E A INFLUÊNCIA DA CULTURA ALEMÃ NA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DO MUNICÍPIO DE FELIZ/RS/BRASIL. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • BARRETO, J. R. ; GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. ; STEDILE NETO . A CADEIA PRODUTIVA DA MAÇA: DO TRADICIONAL AS NOVAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO EM SÃO JOAQUIM/SC/BRASIL. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. . GEOGRAFIA CULTURAL: A CONTRIBUIÇÃO DA CULTURA ALEMÃ NA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DO MUNICÍPIO DE PICADA CAFÉ/RS. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • BARRETO, J. R. ; GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. . A contribuição da cadeia produtiva da maçã na organização espacial de São Joaquim/SC. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • GOMES, L. C. ; BEZZI, M. L. . GEOGRAFIA CULTURAL: A INFLUÊNCIA DA CULTURA ALEMÃ NA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DO MUNICÍPIO DE FELIZ/RS. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

GOMES, L. C. ; BITENCOURT, L. R. . Geografia Cultural e os Códigos Culturais. 2021. (Palestra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    Desenvolvimento de políticas públicas para inovação e incremento produtivo do setor pecuário de leite bovino no Brasil: o pequeno produtor como foco de análise, Descrição: A produção de leite bovino é um setor de grande relevância para o Brasil, pois a mesma é responsável pela geração de divisas, emprego, renda, bem como, para a manutenção do homem no campo. Considerando o panorama produtivo leiteiro em uma escala internacional, algumas questões podem ser levantadas ao tratar da relevância deste setor no Brasil, como referente à importância desta atividade frente as demais produções agropecuárias que possuem maior interesse para o capital externo, às perspectivas e entraves para o incremento da pecuária leiteira no país, como também a realidade vivenciada pelos pequenos produtores, os quais possuem importância na esfera produtiva, social e econômica local. Neste sentido, o projeto terá como alvo de verificação in loco os produtores de leite bovino que fazem parte da Associação dos Pequenos Produtores de Leite do Rincão do Ivaí (APPROLERI), no município de Salto do Jacuí - RS. O problema deste projeto é direcionado a falta de políticas públicas e ações do setor privado que sejam eficazes para o crescimento da produção de leite bovino no Brasil, enfocando a realidade vivenciada pelos pequenos produtores.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ligian Cristiano Gomes - Integrante / Meri Lourdes Bezzi - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    ANÁLISE DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO CULTURAL DE SANTA MARIA/RS: INTERAÇÃO DIDÁTICA JUNTO AO ARQUIVO HISTÓRICO MUNICIPAL, Descrição: A cultura constitui-se, atualmente, em uma das temáticas centrais para explicar a interação sociedade-natureza. Desta forma, evidencia-se a importância da temática cultural para a compreensão do processo de organização/reorganização espacial. O projeto de trabalho enfatiza, com base na Geografia Cultural, dar continuidade no desenvolvimento de estudos que valorizem o patrimônio cultural do município de Santa Maria, uma vez que, por meio destes, pode-se compreender as relações socioculturais e as influências que modificam a cultura de um grupo social de acordo com as temporalidades que evidenciam materialidades distintas no espaço. A relevância da pesquisa deve-se, em princípio, a uma compilação de dados e informações sobre o patrimônio histórico desta unidade territorial, contribuindo para o desenvolvimento de discussões e debates sobre a temática no Colégio Nossa Senhora de Fátima, localizado em Santa Maria/RS. Neste contexto, infere-se que a inserção da temática cultural, em sala de aula, oportuniza, aos educandos, o debate e a reflexão sobre essa temática, ainda pouco discutida. Por meio do emprego de instrumentos didáticos pedagógicos, busca-se construir de forma dinâmica uma abordagem geográfica em relação ao debate cultural, entre os educandos e o acadêmico fazendo com que os mesmos percebam seu espaço vivido. Deste modo, a problematização e reflexão desta temática buscam colaborar na construção do conhecimento e na inserção do estudante de Geografia da UFSM junto à sociedade local e, particularmente, à comunidade escolar, buscando vivenciar na prática a práxis educativa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ligian Cristiano Gomes - Integrante / Meri Lourdes Bezzi - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Geografia Agrária: Reorganização espacial do Município de Toropi/RS, uma análise de 1997 a 2017, Descrição: A geografia, como ciência social, tem por objeto de estudo o espaço geográfico, o qual é palco das relações humanas e destas com a natureza. O espaço é dinâmico e se transforma através do trabalho humano, de acordo com os interesses vigentes em cada período histórico, o que se visualiza através da paisagem. Neste sentido, pode-se afirmar que a organização espacial está associada as metamorfoses espaciais e a evolução da sociedade. Hoje, por menor que seja o lugar, ele apresenta tanto relações diretas quanto indiretas com outros lugares, numa escala cada vez mais global. O espaço rural também é alvo das transformações, sendo que o capital é o principal agente modificador deste meio. As técnicas são constantemente aperfeiçoadas visando uma maior produtividade e, por consequência, o aumento da lucratividade. A economia do município baseia-se na agricultura e na pecuária, destacando-se a produção primária obtida em propriedades de agricultura familiar, desenvolvidas em pequenas porções de terra, onde se produz, principalmente, milho, soja, fumo, bovinos e suínos, entre outros em menor quantidade. Neste sentido, a relevância da presente pesquisa está no envolvimento com a população local, essencialmente com os proprietários rurais de Toropi. Estes deverão reivindicar, juntamente com poder público, medidas que viabilizem incentivos econômicos, via políticas públicas visando uma melhor transição da cultura do fumo, que está em constante desvalorização, para outras culturas que sejam rentáveis e menos prejudiciais à saúde dos trabalhadores.Tal pesquisa busca Identificar as principais mudanças na organização espacial do município de Toropi/RS, no período de 1997 a 2017, considerando como as transformações em escala global afetaram a unidade territorial em estudo. Bem como, entender os processos econômicos que ocasionaram a desvalorização da cultura do fumo em nível global, bem como os impactos no município de Toropi; identificar as atuais atividades produtivas responsáveis pelo desenvolvimento local, com o intuito de correlacioná-las com as políticas de incentivo à produção visando proporcionar uma reorganização espacial na unidade territorial em análise; espacializar as principais culturas presentes em Toropi, entregando um mapa do uso do solo na Prefeitura para que os órgãos gestores conheçam a dinâmica produtiva do município. A presente pesquisa tem como metas obter resultados relevantes ao contexto do município de Toropi/RS, com ênfase ao espaço rural, uma vez que a economia é proveniente deste meio. Deste modo, a preocupação deste trabalho é verificar as transformações e/ou reorganização territorial ocorrida nesta área de estudo no período de 1997 a 2017, sendo que estás mudanças são materializadas na paisagem, através da redução da área plantada de fumo, bem como pelo aumento de outras culturas. Salienta-se que ao final desta pesquisa espera-se obter os seguinte impactos: (a) obter resultados condizentes com a realidade espacial do município de Toropi, visando entender o contexto local a partir da compreensão de sua relação com o global; (b) contribuir para o desenvolvimento intelectual dos pesquisadores envolvidos; (c) divulgar os resultados da pesquisa para a população do município em estudo, visando facilitar a compreensão do espaço vivido pelos jovens munícipes, uma vez que é através do conhecimento do espaço e de sua função nele, que os indivíduos estarão capacitados a exercer seu papel como cidadão; (d) publicar trabalhos em periódicos específicos além de apresentá-lo em eventos da área da geografia. Busca-se, também, contribuir com estudos sobre o município, uma vez que não há trabalhos enfocando esta temática no mesmo e, consequentemente, subsidiar futuras pesquisas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ligian Cristiano Gomes - Integrante / Meri Lourdes Bezzi - Coordenador / ANDRIELE PRUNZEL KOGLIN - Integrante.

  • 2017 - Atual

    A identidade territorial da região turística central do Rio Grande do Sul, Descrição: A pergunta de partida, ou seja, a questão chave desta tese é: Qual a identidade territorial da região turística central do Rio Grande do Sul? É necessária a compreensão da sua formação espacial e o significado da denominação ?central?, onde esta, não compreende de forma precisa, um posicionamento identitário relacionado à estruturação, ordenamento, cultura e promoção do turismo, pois o que significa ?central?? A pesquisa tem como principal objetivo compreender o processo de formação espacial da região turística central a partir da Politica Pública do Turismo, especificamente o Programa Nacional de Regionalização do Turismo a fim de definir a identidade territorial através dos marcadores territoriais, que são elementos espaciais materializados que contribuem para o reconhecimento identitários regional representado em momentos históricos culturais vivenciados em determinado espaço social. A identidade territorial se manifesta em escala variadas das nações, regiões, aos espaços sociais, nas cidades, territorialidades muitas vezes marcadas pela segregação ou pela auto segregação. Quanto à escala, ou seja, o recorte espaço temporal, os quais são também as coordenadas básicas de todos os sistemas de representações, o recorte histórico espaço temporal da pesquisa é do ano de 1996 a 2017. Optou-se por este recorte histórico temporal, pois é no ano de 1996 que inicia o ordenamento e gestão da política pública do turismo no Brasil com a elaboração do Plano Nacional de Turismo 1996-1999 e no ano de 2017 ocorreu à última versão da categorização turística dos municípios regionalizados no Rio Grande do Sul, através do Mapa do Turismo Brasileiro integrante do Programa de Regionalização do Turismo. Na escala de análise, ou seja, a categoria analítica será utilizada a região, como agente planejador e ambiente de praticas social, cultural, ora mais material, ora mais simbólico e de ações políticas concretas na realidade epistemológica que vai ao encontro da dinâmica social que produz uma determinada articulação diferenciada no espaço. A base empírica é a região localizada geograficamente no centro do Rio Grande do Sul, denominada ?Região Turística Central?, e é composta por 18 municípios, conforme a categorização no ano de 2017, a saber: Agudo, Cachoeira do Sul, Dona Francisca, Faxinal do Soturno, Itaara, Ivorá, Júlio de Castilhos, Nova Palma, Novo Cabrais. Paraíso do Sul, Pinhal Grande, Restinga Seca, Santa Maria, São João do Polêsine, São Pedro do Sul, São Sepé, Silveira Martins e Toropi.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ligian Cristiano Gomes - Integrante / THAÍS SILVEIRA ALVES - Integrante / Meri Lourdes Bezzi - Coordenador / ANDRIELE PRUNZEL KOGLIN - Integrante / Paloma Tavares Saccol - Integrante / Mireli Milani da Silva - Integrante.

  • 2017 - Atual

    A imaterialidade da cultura italiana no município de Serafina Corrêa/RS: as relações culturais rururbanas em um município agroindustrial, Descrição: Os processos migratórios que aconteceram no Brasil foram responsáveis pelo desenvolvimento socioespacial do território brasileiro. Os imigrantes que chegavam em solo nacional foram os grandes responsáveis pelas dinâmicas que caracterizaram a construção do país. Neste sentido, cabe ressaltar que a colonização italiana foi um dos fatores principais da formação socioespacial do Rio Grande do Sul. Esses imigrantes que chegaram ao estado sulino, principalmente na segunda metade do século XIX, consolidaram sua cultura, a qual se encontra incorporada as gerações até a atualidade. Desta forma, a pesquisa elegeu como recorte espacial de estudo o município de Serafina Corrêa, o qual se insere na Mesorregião do Nordeste Rio-Grandense, e pertencente à Microrregião de Guaporé. O município está localizado numa área entre vales e montanhas na encosta da porção nordeste do Estado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ligian Cristiano Gomes - Integrante / RICARDO STEDILE NETO - Integrante / Meri Lourdes Bezzi - Coordenador / Thales Silveira Souto - Integrante.

  • 2016 - Atual

    Ensino da língua alemã nas Escolas Municipais de Cerro Largo, RS: Uma contribuição a Geografia Cultural, Descrição: O projeto do trabalho busca, com base na Geografia Cultural, dar continuidade no desenvolvimento de estudos que valorizem o patrimônio cultural priorizando os códigos culturais materializados na paisagem, uma vez que, por meio destes, pode-se compreender as relações socioculturais e as influências que modificam a cultura de determinado grupo social. A relevância da pesquisa deve-se, em princípio, a uma compilação de dados e informações sobre a história do dialeto alemão na unidade territorial do município em questão, contribuindo para o desenvolvimento de discussões e debates sobre a temática, cultural alemã, na escola Dom Pedro II de educação básica do município de Cerro Largo. Após desenvolver o conteúdo sobre imigração e realizar visitas aos códigos alemães presentes no município, pretende-se elaborar uma cartilha resgatando os códigos culturais como: a oralidade, a arquitetura, a gastronomia e a religião. Nesse sentido, pretende-se construir o conhecimento referente à temática em estudo juntamente ao conhecimento desenvolvido pelos alunos por meio da vivência, do cotidiano da cultura local. Como resultado espera-se no período de duração do projeto, promover a aproximação do acadêmico do Curso de Geografia da UFSM com a comunidade escolar local, visando colaborar para o aprofundamento do conhecimento das questões culturais referentes à imigração alemã gaúcha. Objetivo Geral: Contribuir com estudos e valorização da Geografia Cultura através do código cultural imaterial oralidade alemã presente no município de Cerro Largo/RS, o qual fornece uma identidade cultural ao grupo social que reproduz suas práticas sociais neste recorte espacial. Os objetivos específicos (a) Identificar as escolas municipais que possuem em seu currículo escolar o ensino da Língua mãe (dialeto alemão) como disciplina obrigatória, além de transcrever os principais motivos e objetivos que levam as supostas escolas permanecerem ensinado este dialeto; (b) elaborar, juntamente com os alunos, por meio de atividades-lúdicas, uma cartilha que visa reproduzir aspectos da história da imigração alemã do município, ressaltando a oralidade e alguns dos principais códigos culturais materializados em sua paisagem.(d) proporcionar discussões em sala de aula, de temas ligados aos processos migratórios, por meio da articulação desta temática e a formação do professor de Geografia, utilizando-se como instrumento pedagógico a técnica fanzine como auxílio para a prática do ensino-aprendizagem.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ligian Cristiano Gomes - Integrante / Elizandra Voigt - Integrante / Meri Lourdes Bezzi - Coordenador / Ana Carla Lenz - Integrante / Juliana Cristina Franz - Integrante.

  • 2016 - Atual

    Geografia cultural: a identificação dos restaurantes étnicos nos distritos do município de Santa Maria/RS, Descrição: Geografia, enquanto ciência tem seu objeto de estudo centrado na compreensão da relação sociedade e natureza. Considerando os diversos temas analisados, se destacam os estudos culturais, devido à necessidade de entendimento da diversidade étnico cultural, da qual resultam as formas e funções atuais. Dentre os códigos culturais, salienta-se a gastronomia, como um marco identificador dos grupos sociais, principalmente, pelo seu caráter relacional. A gastronomia representa as preferências materializadas nos costumes alimentares. Além disso, há que se ressaltar a interrelação com o cotidiano e com as festividades representativas dos grupos sociais. Neste sentido, esta pesquisa propõe analisar os restaurantes étnicos do município de Santa Maria - RS, especificamente, espacializar e identificar os aspectos inerentes a gastronomia típica. Pretende-se, assim, realizar um diagnóstico dos restaurantes étnicos do município, visando fornecer subsídios teóricos e práticos sobre a questão gastronômica local. Justifica-se a realização desta pesquisa mediante a carência de estudos que visam valorizar a diversidade cultural, especificamente, no âmbito da gastronomia típica. A pesquisa resultará em um banco de dados significativo para os estudos sobre restaurantes étnicos, bem como, para o poder público e empreendedores para que possam identificar as potencialidades e fragilidades do setor em âmbito local/regional, o município se configura como um pólo regional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ligian Cristiano Gomes - Integrante / Elizandra Voigt - Integrante / Jaqueline da Rosa Barreto - Integrante / Meri Lourdes Bezzi - Coordenador.

  • 2016 - Atual

    A contribuição da cultura alemã na formação étnica do Município de Picada Café/RS, Descrição: As inúmeras manifestações culturais como objeto de estudo na Geografia apresentam uma ampla diversidade de temas abordados nas pesquisas que são realizadas no Brasil, pois o país possui uma grande diversidade cultural, devido a sua formação étnica heterogênea. Neste sentido, a cultura tornou-se um conceito chave para a ciência geográfica, explicando as diversas relações que o homem estabelece com a natureza e a sociedade na qual vive. Pode-se afirmar, então, que a cultura consiste em um conjunto de ações de um grupo social, por meio de um sistema simbólico, responsável pela sua identificação, sendo então, formas e funções repletas de significados, os quais são verdadeiros legados culturais que testemunham a história dos lugares e representam o sistema cultural orientador dos arranjos socioespaciais. (VOIGT, 2013). Neste contexto, a presente pesquisa terá como laboratório de estudo o município de Picada Café/RS, localizado na encosta da serra gaúcha. Esta unidade territorial apresenta uma geografia montanhosa, com matas nativas, riachos que deságuam no rio Cadeia, afluente do rio Cai, tendo o município como característica, a presença significativa de descendentes alemães. É importante salientar que a população, do município em estudo, mantém as tradições culturais de seus antepassados, preservando e desenvolvendo os códigos culturais alemães, os quais se encontram materializados na paisagem, especialmente representados pela arquitetura, religiosidade, musica, folclore, gastronomia entre outros. A relevância da pesquisa justifica-se pela importância dos estudos referentes à temática cultural, através dos processos de identificação que se materializam mediante uma simbologia específica, moldando paisagens singulares, bem como sua influência na formação étnica de Picada Café/RS. Este projeto tem como objetivo geral, analisar a contribuição da cultura alemã, mediada pela perspectiva cultural, resgatando a gênese migratória da etnia alemã, bem como, os códigos culturais (materiais e imateriais) presentes na paisagem e que são responsáveis pela formação étnica do município de Picada Café/RS.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ligian Cristiano Gomes - Integrante / RICARDO STEDILE NETO - Integrante / Elizandra Voigt - Integrante / Jaqueline da Rosa Barreto - Integrante / Meri Lourdes Bezzi - Coordenador.

  • 2015 - 2016

    A influência da cultura alemã na organização espacial do Município de Feliz/RS, Descrição: A Geografia tem como preocupação central a interface natureza-sociedade em seus diversos aspectos. A partir do momento em que a cultura passou a fazer parte dos seus estudos, originou-se a Geografia Cultural. Esta é considerada uma linha de pesquisa que prioriza as ações humanas na organização e/ou reorganização espacial. Desse modo, considerando que a cultura consiste, basicamente, em um conjunto de crenças e valores que orientam as ações de um grupo social, Cosgrove (1998) afirma a importância da cultura como organizadora do espaço a partir de um sistema simbólico, responsável pela identificação desse grupo. O espaço geográfico se define como um conjunto de formas representativas de relações socias do passado e do presente e por uma estrutura representada por relações socias que se manifestam através de processos e funções. (SANTOS, 1978, p. 122) Neste sentido, a cultura tornou-se um conceito chave para a ciência geográfica, explicando as diversas relações que o homem estabelece com a natureza e a sociedade na qual vive. Pode-se afirmar, então, que a cultura consiste em um conjunto de crenças e valores que orientam as ações de um grupo social, por meio de um sistema simbólico, responsável pela sua identificação, sendo então, formas e funções repletas de significados, os quais são verdadeiros legados culturais que testemunham a história dos lugares e representam o sistema cultural orientador dos arranjos socioespaciais. (VOIGT, 2013). O estudo da Geografia Cultural apresenta-se como uma das formas de interpretar e analisar a organização e/ou reorganização espacial, bem como, explicar a relação natureza-sociedade. De acordo com Wagner; Mikesell (2003, p. 29) "a cultura atribui significado a tudo, desde sons vocais deliberadamente articulados até seres, objetos e lugares". No caso específico das migrações, o novo ambiente requer do grupo social algumas adaptações, as quais geram mudanças de hábito. A inovação emerge, geralmente, diante das dificuldades, como medida eficaz para a resolução dos problemas. É como se fosse uma imposição natural para o ajuste cultural, para que o grupo social possa adaptar-se ao novo espaço. (BRUM NETO, 2007) Neste contexto, a presente pesquisa terá como laboratório de estudo o município de Feliz/RS, localizado no Vale do Caí, o qual tem como característica, a presença expressiva de descendentes alemães, tanto no espaço rural quanto no urbano. É importante salientar que a população, do município em estudo, mantém as tradições culturais de seus antepassados, preservando e desenvolvendo os códigos culturais alemães, os quais se encontram materializados na paisagem, especialmente representados pela arquitetura, religiosidade, música, folclore, gastronomia entre outros. Pela imaterialidade da cultura pode-se perceber os saberes e fazeres tradicionais e os dialetos da língua alemã, ou seja, a oralidade, comumente utilizado entre os seus habitantes como uma forma de manter sua unidade cultural. A relevância da pesquisa justifica-se pela importância dos estudos referentes à temática cultural, através dos processos de identificação que se materializam mediante uma simbologia específica, moldando paisagens singulares, bem como sua influência na organização do espaço de Feliz/RS. Esta pesquisa tem como objetivo geral, analisar as transformações espaciais, mediadas pela perspectiva cultural, resgatando a gênese migratória da etnia alemã, bem como, os códigos culturais (materiais e imateriais) presentes na paisagem e que são responsáveis pela diversidade cultural no município de Feliz/RS. Como objetivos específicos, a pesquisa visa: (a) resgatar a gênese do processo migratório alemão no Município Feliz/RS; (b) identificar os códigos culturais, materiais e imateriais da etnia alemã neste recorte espacial; (c) verificar as contribuições da cultura alemã na organização socioespacial do município e (d) elaborar um ar. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Ligian Cristiano Gomes - Coordenador / Elizandra Voigt - Integrante / Jaqueline da Rosa Barreto - Integrante / Meri Lourdes Bezzi - Integrante / Ana Luiza Pinto Alves - Integrante.

  • 2015 - Atual

    Geografia cultural: a espacialização dos restaurantes étnicos gaúchos em Santa Maria/RS., Descrição: A Geografia enquanto ciência enfatiza a interface natureza-sociedade em seus diversos aspectos. A partir do momento em que a cultura foi adicionada aos seus estudos originou a Geografia Cultural. Esta é considerada uma linha de pesquisa que prioriza as ações humanas na organização e/ou reorganização espacial. Enfatiza-se que a Geografia Humana tem como um de seus segmentos, a Geografia Cultural, que estuda, descreve e analisa os códigos culturais materiais ou imateriais, bem como, a metamorfose dos mesmos no decorrer do tempo, frente aos processos de globalização que tendem a homogeneizar a diversidade cultural. Pode-se afirmar que a cultura é fundamental para a diversidade dos grupos sociais, até porque, a partir das peculiaridades de cada grupo, haverá a identificação, como também as singularidades, representando-os. Desta forma, a cultura tornou-se um conceito chave para a Geografia Cultural, a qual possibilita a explicação das diversas relações que o homem estabelece com a natureza, entre elas a gastronomia (alimentação). Essa se constitui em um código cultural significativo para expressar a diversidade dos grupos sociais, sendo um signo identificador das diversas etnias. É importante destacar que a formação do território rio-grandense ocorreu pela inserção de etnias diversificadas decorrentes do seu povoamento e sua colonização. Considerando as suas etnias formadoras destaca-se os nativos, os povoadores portugueses e espanhóis e a inserção de imigrantes que contribuíram para o processo de ocupação territorial da metade sul. Pode se dizer, então, que a pecuária bovina foi responsável pela gênese da gastronomia gaúcha representada principalmente pelo churrasco considerado um símbolo da sua culinária e, na atualidade, caracteriza os restaurantes étnicos gaúchos. Nesta perspectiva, a gastronomia é uma característica que identifica determinados grupos sociais. Ressalta-se que a alimentação reflete as estruturas da sociedade, as razões pelas quais a humanidade destina parte de seu tempo e renda ao consumo alimentício. Portanto, ela não é somente para sua necessidade de sobrevivência, pois alimentar-se é também um prazer. Além disso, é um código que agrega os seres humanos, pois os mesmos gostam de experimentar e compartilhar de cardápios diferenciados. Tal fato ocorre principalmente nas viagens de turismo nas quais a gastronomia é uma atividade fundamental e identifica a cultura local. A história da gastronomia mostra a estreita relação que ela apresenta com a evolução do homem no processo de civilização, pois cada grupo étnico apresenta particularidade e/ou singularidade alimentares que são considerados signos identificadores da sua cultura. Neste sentido, justifica-se a realização desta pesquisa para identificar os restaurantes étnicos gaúchos (churrascarias) existentes em Santa Maria/RS, os quais permitem visualizar como a cultura rio-grandense consegue diminuir a monotonia dos ritmos cotidianos dos seus frequentadores. Desta forma, na investigação, será resgatado o código cultural - gastronomia, procurando verificar se os mesmos o mantém traços identificadores da culinária gaúcha como o churrasco, o carreteiro entre outros; se os garçons vestem trajes típicos; se o restaurante é decorado com objetos identificadores do gaúcho entre outros elementos.Assim, busca-se colaborar com a diversidade e riqueza gastronômica regional/local como fator de identidade cultural enfatizando os saberes e os fazeres dos grupos sociais gaúchos. Portanto, a problemática desta investigação alicerça-se na valorização cultural gastronômica mediado pelos restaurantes étnicos gaúchos enfocando o município de Santa Maria, o qual é o recorte espacial em análise. A unidade territorial em estudo apresenta uma população formada por diferentes culturas e riquezas históricas, com 261.031habitantes segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Ligian Cristiano Gomes - Coordenador / Elizandra Voigt - Integrante / Jaqueline da Rosa Barreto - Integrante / Meri Lourdes Bezzi - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2018 - 2018

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor da Dis, Hist. Pensamento Geográfico, Carga horária: 8

Outras informações:
Realizou as atividades de Monitor na disciplina de Historiografia do Pensamento Geográfico, do curso de Geografia da Universidade Federal de Santa Maria, com orientação da Professora Titular Doutora Meri Lourdes Bezzi

2017 - 2017

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista PROLICEN/UFSM, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Realizou pesquisa na área da Geografia Cultural e da Educação, analisando a contribuição cultural das etnias que formaram o município de Santa Maria/RS, sob orientação da Professora Doutora Titular Meri Lourdes Bezzi

2015 - 2016

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista FIPE SÊNIOR/UFSM, Carga horária: 20

Outras informações:
Realizou pesquisa na área da Geografia Cultural, analisando a contribuição cultural da etnia alemã em distintos municípios, sob orientação da Professora Doutora Titular Meri Lourdes Bezzi

2015 - 2015

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista FIPE SÊNIOR UFSM, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Realizou pesquisa na área da Geografia Cultural, analisando a contribuição cultural da etnia alemã em distintos municípios, sob orientação da Professora Doutora Titular Meri Lourdes Bezzi

2014 - 2014

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor da Dis. de Climatologia Geográfica, Carga horária: 8

Outras informações:
Realizou as atividades de Monitor na disciplina de Climatologia Geográfica II, do curso de Geografia da Universidade Federal de Santa Maria, com orientação do Professor Doutor Cássio Arthur Wollmann