Maria Lúcia da Silva Cordeiro

Possui graduação em Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos pela Universidade Federal de Campina Grande (2015), tendo atuado principalmente nas áreas de Microbiologia, Fitopatologia e Biotecnologia Ambiental. Mestre em Bioquímica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2018), com experiência em estudos de atividade farmacológica e caracterização fitoquímica de plantas medicinais.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Bioquimica

2016 - 2018

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Título: CARACTERIZAÇÃO FITOQUÍMICA E AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE E CITOTÓXICO DE EXTRATOS DAS FOLHAS DE IMBURANA DE ESPINHO (Commiphora leptophloeos) (Mart.) J.B. Gillett (BURSERACEAE),Ano de Obtenção: 2018
Katia Castanho Scortecci.Coorientador: Hugo Alexandre de Oliveira Rocha.. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: câncer; biofármacos.

Graduação em Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos

2010 - 2015

Universidade Federal de Campina Grande

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2014 - 2014

Curso sobre orientações sobre métodos laboratoriais no LAFISA. (Carga horária: 192h). , Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Brasil.

2014 - 2014

Métodos Numéricos para Engenharia. (Carga horária: 24h). , Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Brasil.

2013 - 2013

Bioinformática em Medicina. (Carga horária: 20h). , Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas, FACISA, Brasil.

2010 - 2010

Farmacobiotecnologia: Processos de Descobertas de. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

CORDEIRO, M. L. S. . I Simpósio de Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos do Semiárido. 2014. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Simpósio de Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos do Semiárido.BIOMINERAÇÃO: EXTRAÇÃO SUSTENTÁVEL E SILENCIOSA DE MINÉRIO; Anticorpos Monoclonais: implicações terapêuticas no câncer. 2014. (Simpósio).

9º ENEDS - Encontro Nacional de Engenharia e Desenvolvimento Social.. 2012. (Encontro).

XXI CONGRESSO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA. 2012. (Congresso).

II Congresso Norte - Nordeste de Genética Médica e I Jornada de Genética na Pediatria.. 2011. (Congresso).

I Workshop de Biotecnologia do CDSA - O Mercado de Trabalho da Biotecnologia.. 2010. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Katia Castanho Scortecci

SCORTECCI, KÁTIA C.; Moreira SMG; Santos, DYAC. Caracterização Fitoquímica e Avaliação do efeito antioxidante e citotoxico de extratos das folhas de imburana de espinho (Commiphora leptophoes) (Mart.) J.B. Gillett (Burseraceae). 2018. Dissertação (Mestrado em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Diego de Araujo Sabry

GIORDANI, R. B.; MEDEIROS, C. A. C. X.;SABRY, Diego de Araujo. Caracterização fitoquímica e avaliação do efeito antioxidante e citotóxico de extratos das folhas de Commiphora leptophloeos (Mart.) J.B. Gillett. (Burseraceae). 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Raquel Brandt Giordani

GIORDANI, R. B.; SCORTECCI, KATIA C.. CARACTERIZAÇÃO FITOQUÍMICA E AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE E CITOTÓXICO DE EXTRATOS DAS FOLHAS DE Commiphora leptophloeos (Mart.) J.B. Gillett. (BURSERACEAE). 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Bioquimica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Ilza Maria do Nascimento Brasileiro

BRASILEIRO, I. M. N.. ATIVIDADE FUNGITÓXICA DE EXTRATOS VEGETAIS DE PLANTAS NATIVAS DA CAATINGA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos) - Universidade Federal de Campina Grande.

Susana Margarida Gomes Moreira

SCORTECCI, K. C.;Moreira, S. M G.; SANTAOS, D. Y. A. C.. Caracterização Fitoquímica e avaliação do efeito antioxidante e citotóxico de extratos das folhas de Imburana de espinho (Commiphora leptophloeos) (mart.) J.B. Gillett (burseraceae). 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Humberto Actis Zaidan

Monitoria para a disciplina Biologia Celular e Molecular; 2013; Orientação de outra natureza; (Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Humberto Actis Zaidan;

Hugo Alexandre de Oliveira Rocha

Atividades biológicas de estratos de pitomba; Início: 2019; Tese (Doutorado em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Hugo Alexandre de Oliveira Rocha

CARACTERIZAÇÃO FITOQUÍMICA E AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE E CITOTÓXICO DE EXTRATOS DAS FOLHAS DE IMBURANA DE ESPINHO (Commiphora leptophloeos) (Mart; ) J; B; Gillett (BURSERACEAE); 2018; Dissertação (Mestrado em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Hugo Alexandre de Oliveira Rocha;

Katia Castanho Scortecci

Prospecção de atividades biologicas de pitomba; Início: 2019; Tese (Doutorado em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Katia Castanho Scortecci

Caracterização fitoquímica e avaliação do efeito antioxidante e citotóxico de extratos das folhas de imburana de espinho (Commiphora leptophloeos) (mart; ) j; b; gillett (Burseraceae); ; 2016; Dissertação (Mestrado em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Katia Castanho Scortecci;

Maria Zilderlânia Alves

ATIVIDADE FUNGITÓXICA DE EXTRATOS VEGETAIS DE PLANTAS NATIVAS DA CAATINGA SOBRE O FUNGO Colletotrichum musae, AGENTE CAUSADOR DA ANTRACNOSE DA BANANA (Musa sp); 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Maria Zilderlania Alves;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • CORDEIRO, M. L. S. ; SILVA, N. L. F. ; VAZ, M. R. F. ; NOBREGA, F. F. F. . ANTICORPOS MONOCLONAIS: IMPLICAÇÕES TERAPÊUTICAS NO CÂNCER. Revista Saúde & Ciência Online , v. 3, p. 252-262, 2014.

  • ARAÚJO, E. C. O ; SILVA, I. R. ; FERREIRA, J. S. ; CORDEIRO, M. L. S. ; COELHO, G. D. . BIOMINERAÇÃO: EXTRAÇÃO SUSTENTÁVEL E SILENCIOSA DE MINÉRIO. Revista Saúde & Ciência online , v. 3, p. 253-265, 2014.

  • GUIMARÃES, J. R. ; CORDEIRO, M. L. S. ; SILVA, I. R. ; ARAUJO, E. C. O. ; GONÇALVES, R. J. S. . DESCOLORAÇÃO BIOLÓGICA DO CORANTE TÊXTIL VERMELHO DO CONGO POR ESPÉCIES DE Aspergillus. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica, 2017, São Carlos. Chemical Engineering Proceedings. São Paulo: Blucher. v. 1. p. 1128.

  • GUIMARÃES, J. R. ; CORDEIRO, M. L. S. ; ARAUJO, E. C. O. ; SILVA, I. R. ; GONÇALVES, R. J. S. . SELEÇÃO DE FUNGOS FILAMENTOSOS DO BIOMA CAATINGA PARA A PRODUÇÃO DE QUITINASE. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica, 2017, São Carlos. Blucher Chemical Engineering Proceedings. São Paulo: Blucher. v. 1. p. 1145.

  • CORDEIRO, M. L. S. ; SILVA, N. L. F. ; VAZ, M. R. F. ; NOBREGA, F. F. F. . ANTICORPOS MONOCLONAIS: IMPLICAÇÕES TERAPÊUTICAS NO CÂNCER. In: I Simpósio de Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos do Semiárido, 2014, Sumé. ?BIOCIÊNCIA, SUSTENTABILIDADE E DESENVOLVIMENTO REGIONAL?, 2014.

  • ARAÚJO, E. C. O ; SILVA, I. R. ; FERREIRA, J. S. ; CORDEIRO, M. L. S. ; COELHO, G. D. . BIOMINERAÇÃO: EXTRAÇÃO SUSTENTÁVEL E SILENCIOSA DE MINÉRIO. In: I Simpósio de Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos do Semiárido, 2014, Sumé. ?BIOCIÊNCIA, SUSTENTABILIDADE E DESENVOLVIMENTO REGIONAL?, 2014.

  • GUIMARÃES, J. R. ; SILVA, I. R. ; ARAUJO, E. C. O. ; CORDEIRO, M. L. S. ; BEZERRA JUNIOR, A. G. ; ALVES, M. Z. ; GONÇALVES, R. J. S. . FUNGOS FILAMENTOSOS COM ATIVIDADE QUITOSANOLÍTICA PARA ESTUDO DO MECANISMO DE PRODUÇÃO DE QUITO-OLIGOSSACARÍDEOS. In: I Encontro Nacional de Agroindústria, 2015, Bananeiras. I Encontro Nacional de Agroindústria, 2015.

  • CORDEIRO, M. L. S. ; SILVA, I. R. ; ARAUJO, E. C. O. ; GUIMARÃES, J. R. ; SILVA, L. R. I. ; GONÇALVES, R. J. S. ; ALVES, M. Z. . ATIVIDADE FUNGITÓXICA DE EXTRATOS VEGETAIS DE PLANTAS NATIVAS DO BIOMA CAATINGA SOBRE Colletotrichum musae, AGENTE CAUSAL DA ANTRACNOSE EM BANANA. In: I Encontro Nacional de Agrindústria, 2015, Bananeiras. I Encontro Nacional de Agrindústria, 2015.

  • RIBEIRO, A. R. C. ; CORDEIRO, M. L. S. ; CALAND, R. B. O. ; CADAVID, C. O. M. ; OLIVEIRA, R. P. ; SCORTECCI, K. C. . Efeito de Salvia hispanica (Lamiaceae) sobre EROs e expressão de sod-3: GFP em Caenorhabditis elegans. In: XXII Encontro de Genética do Nordeste, 2018, Natal. XXII Encontro de Genética do Nordeste, 2018.

  • RIBEIRO, A. R. C. ; QUEIROZ NETO, M. F. ; CORDEIRO, M. L. S. ; SILVA, L. M. P. ; LANGASSNER, S. M. Z. ; ROCHA, H. A. O. ; SCORTECCI, K. C. . Prospecção química e atividade antioxidante de extratos das folhas de Salvia hispanica (Lamiaceae). In: Encontro de Biotecnologia do Nordeste, 2017, Natal. Encontro de Biotecnologia do Nordeste, 2017.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - Atual

    PROSPECÇÃO DE BIOMOLÉCULAS EM PLANTAS DA CAATINGA E DA MATA ATLÂNTICA COM ATIVIDADE BIOLÓGICA E FARMACOLÓGICA NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, Descrição: A utilização das plantas medicinais é uma tradição antiga principalmente nos países em desenvolvimento, de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde) em torno de 65-80 % da população mundial depende essencialmente das plantas para tratamento de diversas doenças. A indústria farmacêutica também depende de plantas medicinas, segundo a OMS mais de 90% dos medicamentos comercializados atualmente são oriundos direta ou indiretamente de moléculas obtidas de plantas. Portanto, devido a esta dependência da indústria, existe um grande investimento de recursos para se descobrir novas moléculas que bioativas que possam ser aplicadas na indústria farmacêutica, bem como em outras indústrias como a de cosméticos, alimentos, etc. Todavia, apesar do grande investimento há ainda um grande número de espécies de plantas cujo potencial farmacológico e biotecnológico ainda não foi explorado. No caso do Brasil, vários biomas se enquadram nesta característica, ou seja, possuem um grande número de espécies ainda não estudadas, e mais especificamente no estado do Rio Grande do Norte. Assim, com intuito de começar a preencher a lacuna existente pela falta de conhecimento do potencial farmacológico e biotecnológico de moléculas bioativas sintetizadas por plantas propõem-se inicialmente realizar um estudo de prospecção etnofarmacológica para identificar espécies de plantas que são utilizadas popularmente no combate de problemas que sejam de ordem global, mas que sejam também de grande importância para a população potiguar. A partir das espécies escolhidas serão obtidos extratos que serão avaliados como anticoagulantes, antioxidantes, anticancerígenos (antiadesivo, antimigratório e antiproliferativo). Após as análises dos dados, os extratos que forem identificados como mais potentes, serão submetidos a processos de purificação bioguiados afim de obter suas moléculas bioativas. Vale salientar, que a descoberta de moléculas biologicamente ativas nas plantas com grande potencial farmacológico/biotecnológico poderá agregar um maior valor de mercado para as estas. Esses resultados em conjunto serão medidas de alto impacto sócio-econômico, pois aumentarão o poder aquisitivo das pessoas que desenvolvem ou possam desenvolver o cultivo destas espécies, aumentarão o valor agregado das espécies exploradas e criarão toda uma cadeia produtiva ao redor do cultivo e exploração das espécies. Por outro lado, mostrará à sociedade como um todo, de forma prática, a importância do investimento em pesquisa, da Universidade e da pesquisa desenvolvida por esta como agentes modificadores de realidades sociais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maria Lúcia da Silva Cordeiro - Integrante / Ana Raquel Carneiro Ribeiro - Integrante / Hugo Alexandre de Oliveira Rocha - Integrante / Katia Castanho Scortecci - Coordenador / LUCIANA FENTANES MOURA DE MELO - Integrante / VERONICA GIULIANI DE QUEIROZ AQUINO MARTINS - Integrante / ANA KARINA DE LIMA NASCIMENTO - Integrante.

  • 2014 - 2015

    Variabilidade Genética para a Podução de Quitinase em Coleção de Fungos da Caatinga com Potencial Aplicação no Controle Biológico de Pragas, Descrição: O controle biológico por microrganismos apresenta se como alternativa inteligente para a redução ou eliminação do uso de agroquímicos no controle de fitopatógenos. A diversidade de microrganismos surge como ferramenta importante para a aplicação do controle biológico. Entre os microrganismos com potenciais aplicações para o controle biológico com o objetivo de reduzir o uso de inseticidas químicos, os fungos entomopatogênicos têm sido utilizados como alternativa ao controle de insetos praga na agricultura. Proteases e quitinases têm sido aceitas como os principais fatores determinantes da virulência dos fungos entomopatogênicos. Assim, o objetivo desta pesquisa será de verificar a existência de variabilidade genética para a produção de quitinase em isolados de fungos pertencentes à coleção de fungos da caatinga, e avaliar a eficiência do método de seleção empregado, pela estimação dos coeficientes de variação genética e ambiental, e das herdabilidades no sentido amplo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maria Lúcia da Silva Cordeiro - Integrante / Eudocia Carla Oliveira de Araújo - Integrante / Isabella da Rocha Silva - Integrante / Ranoel José de Sousa Gonçalves - Coordenador / José Renato Guimarães - Integrante.

  • 2014 - 2015

    Seleção de Fungos da Caatinga com Maior Potencial para a Produção de Quitosanase, Descrição: A bioprospecção consiste na exploração e investigação de recursos provenientes da microbiota e da flora, a fim de identificar princípios ativos para obtenção de novos produtos com vista à comercialização. Desta forma, a prospecção para a produção de quitosanase, produzidos a partir de fungos da Caatinga, trás uma enorme expectativa na descoberta de novos bioprodutos e uma nova perspectiva para prospecção biotecnológica no semiárido... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maria Lúcia da Silva Cordeiro - Integrante / Isabella da Rocha Silva - Integrante / Ranoel José de Sousa Gonçalves - Coordenador / José Renato Guimarães - Integrante / Eudocia Carla Oliveira de Araújo - Integrante.

  • 2014 - 2014

    Atividade Fungitóxica de Extratos Vegetais de Plantas Nativas da Caatinga sobre o Colletotrichum musae, Descrição: A antracnose, causada pelo fungo Colletotrichum musae, destacase como uma das mais importantes doenças póscolheita que acometem abanana, sendo responsável por consideráveis perdas na produção dessa cultura. Com objetivo de controlar esse patógeno, avaliouse in vitro o efeito fungitóxico de plantas nativas do bioma Caatinga, na forma de extratos vegetais, bem como, o efeito das concentrações 25%, 50%, 75% e 100% destes extratos, sobre o crescimento micelial do fungo Colletotricum musae agente causal da antracnose em banana. Os extratos hidroetanólicos de aroeira (Astronium urundeuva [Fr. All.] Engl.), angico (Anadenanthera colubrina var.cebil), alecrim do campo (Lippia microphylla Cham), e catingueira [Poincianella pyramidalis (Tul.) L. P. Queiroz]foram adicionados ao meio BDA (batata, dextrose e agar) nas concentrações de 25%, 50%, 75%, 100% e a testemunha continha apenas o meio de cultivo. As avaliações foram feitas pela média de duas medidas, diariamente opostas do diâmetro das colônias, às 48, 72, 96 e 120h após a instalação do experimento. O experimento foi montado em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições. Os dados foram submetidos a analise de variância onde as médias foram comparadas pelo teste de ScottKnott a 5 % de probabilidade. Os resultados obtidos para os testes in vitro mostraram que o extrato de alecrim do campo, em todas as concentrações testadas, foi o mais efetivo, inibindo o crescimento do patógeno em 100 %. Em relação aos demais extratos, de modo geral, reduções significativas sobre o diâmetro das colônias fúngicas foram constatadas apenas quando se empregou a maior concentração em estudo. A efetividade da ação fungitóxica, in vitro, sobre o desenvolvimento de fungo Colletotricum musae evidenciou que os compostos presentes nos extratos hidroetanólicos das espécies vegetais da Caatinga, apresentaram-se como potenciais no controle deste fitopatógeno.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maria Lúcia da Silva Cordeiro - Integrante / Eudocia Carla Oliveira de Araújo - Integrante / Isabella da Rocha Silva - Integrante / Maria Zilderlania Alves - Coordenador / Lucas Rodolfo Inacio da Silva - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2016 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2014 - 2014

Universidade Federal de Campina Grande

Vínculo: , Enquadramento Funcional: