Larissa Biato de Azevedo

Mestre (2015), bacharel e licenciada (2012) em História pela Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - UNESP/campus de Franca. Durante o mestrado estudou as perspectivas do governo provincial de São Paulo a respeito da temática indígena. Atualmente é doutoranda do Programa de Pós-Graduação em História da mesma universidade, onde desenvolve pesquisa sobre a relação entre policiamento e escravidão no Brasil do século XIX. Possui experiência em História, com ênfase em História do Brasil Império, atuando nos seguintes temas: polícia, governo, Estado, escravidão, projetos civilizatórios.

Informações coletadas do Lattes em 02/02/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em História

2019 - Atual

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: Escravos e libertos nos registros policiais (São Paulo e Pernambuco, 1827-1888),
Ricardo Alexandre Ferreira. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: Escravidão; Registros policiais; Estado.Grande área: Ciências Humanas

Mestrado em História

2013 - 2015

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: Concepções sobre a questão indígena: província de São Paulo, 1822-1834,Ano de Obtenção: 2015
Marisa Saenz Leme.Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: questão indígena; Província de São Paulo; conselhos provinciais.Grande área: Ciências Humanas

Graduação em História

2009 - 2012

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: A política indigenista no Conselho de Presidência da Província de São Paulo (1822-1831)
Orientador: Marisa Saenz Leme
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Maps & Mapping History. (Carga horária: 15h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2016 - 2016

Narrativas e Aprendizagens. (Carga horária: 40h). , Museu da Pessoa Ltda, MPESSOA, Brasil.

2016 - 2016

A Mediação da Leitura pela Escrita. (Carga horária: 8h). , Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, SISEB, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em História das Religiões. (Carga horária: 30h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Introdução à Arqueologia - Desenvolvimento Cultural na América e no Brasil. (Carga horária: 30h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2009 - 2009

Ação Educativa em Museus. (Carga horária: 24h). , Instituto Brasileiro de Museus, IBRAM, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Francês

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas / Área: História.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil Império.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

VIOTTI, A. C. C. ; GUIMARÃES, V. S. ; AZEVEDO, L. B. . Monitora na XIX Semana de História - História, leitura e cultura midiática. 2013. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

30° Simpósio Nacional de História - ANPUH.Escravos e libertos nos registros policiais da Província de São Paulo. 2019. (Simpósio).

II Seminário de Pesquisa e I Fórum Docente de Pesquisa da UNESP.Escravos e libertos nos registros policiais (São Paulo e Pernambuco, 1827-1888). 2019. (Seminário).

IV Congresso Internacional do Grupo de Pesquisa 'Escritos sobre os Novos Mundos'. 2019. (Congresso).

XIV Semana de Museus - Franca. 2019. (Encontro).

História, Historiadores e Historiografia sobre o negro no Brasil. 2018. (Seminário).

Seminário do Grupo de Pesquisa 'Historiar'.Civilizar o indígena na província de São Paulo: conter, deslocar e atrair. 2015. (Outra).

The Library of Congress and Teachers: Unlocking the Power of Primary Sources. 2015. (Outra).

Escrever e ensinar História na Pós-modernidade. 2013. (Outra).

VIII Semana de História da UERJ/ V Seminário Nacional de História: Política, Cultura e Sociedade.O método religioso em questão: a política indigenista do Conselho de Presidência da província de São Paulo (1821-1834). 2013. (Seminário).

XIX Semana de História - História, leitura e cultura midiática. 2013. (Congresso).

20º Simpósio Internacional de Iniciação Científica.A política indigenista no Conselho de Presidência da Província de São Paulo (1822-1831). 2012. (Simpósio).

Congresso Internacional USP e UNESP/Franca - Historiografia e Retórica: intencionalidade do discurso e análise histórica. 2012. (Congresso).

Introdução à Iconografia: a construção da imagem de Cristo. 2012. (Oficina).

XVIII Encontro Regional ANPUH MG: Dimensões do Poder na História.Província paulista, política indigenista e instituições (1822-1831). 2012. (Encontro).

XXIV Congresso de Iniciação Científica da Unesp. O Conselho do Governo e as políticas indigenistas na província São Paulo (1822-1831). 2012. (Congresso).

Educação para a sensibilidade: Introdução à Estética. 2011. (Oficina).

Inclusão e diferença: o desafio da compreensão. 2011. (Outra).

Patrimônio em Rede: Acervos Artísticos. 2011. (Encontro).

Questões que incomodam o historiador. 2011. (Encontro).

Semana de Ciência e Tecnologia de Franca. 2011. (Outra).

XIX Seminário de Iniciação Científica da UFOP.O Conselho de Presidência de São Paulo e a política indigenista no Primeiro Império. 2011. (Seminário).

XVIII Semana de História: Linguagens da História. 2011. (Outra).

A crítica do valimento na Monarquia Hispânica do século XVII. 2010. (Outra).

Arte PET - Entre Ficção e a realidade:um diálogo de nosso tempo. 2010. (Outra).

Freiras de origem cristã-nova processadas pela Inquisição portuguesa no século XVII. 2010. (Outra).

II Colóquio Entre Brasil e Portugal: Reflexões sobre a República. 2010. (Outra).

XX Encontro Regional de História - ANPUH São Paulo. 2010. (Encontro).

As histórias em quadrinhos e seu uso didático: perspectivas e aplicações. 2009. (Outra).

Colóquio Entre Brasil e Portugal: Memória e Identidade Nacional. 2009. (Outra).

IV Semana Nacional dos Museus. 2009. (Outra).

Os Pilares do Islã. 2009. (Outra).

Os Sentidos do Novo Reformismo. 2009. (Outra).

O tratamento de fontes textuais na história do Mediterrâneo Antigo. 2009. (Oficina).

Para não dizer que não falei das flores: crimes políticos e Lei da Anistia. 2009. (Outra).

XI Ciclo de Estudos Antigos e Medievais e I Encontro de Estudos Antigos e Medievais. 2009. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

COSTA, A. S.; LIMA, M. M. N.;AZEVEDO, L. B.. Coordenação de Simpósio Temático no IV Congresso Internacional do Grupo de Pesquisa 'Escritos sobre os Novos Mundos'. 2019. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

GAJARDONI, R. M. V.;AZEVEDO, L. B.. Coordenação de Sessão no II Seminário de Pesquisa da UNESP. 2019. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Ricardo Alexandre Ferreira

FERREIRA, R. A.; LEME, M. S.; SLEMIAN, Andrea. Concepções sobre a questão indígena: Província de São Paulo, 1822-1834. 2015. Dissertação (Mestrado em História e Cultura) - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - UNESP - Campus de Franca.

Ricardo Alexandre Ferreira

Ferreira, Ricardo Alexandre; LEME, M. S.; NAXARA, M. R. C.. Concepções sobre a questão indígena na Província de São Paulo: organismos de governo, imprensa e tratados gerais (1822-1834). 2014. Exame de qualificação (Mestrando em História e Cultura) - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - UNESP - Campus de Franca.

Denise Aparecida Soares de Moura

MOURA, Denise Aparecida Soares de; LEME, M. S.. A política indigenista no Conselho de Presidência da Província de São Paulo (1822-1831). 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Marisa Saenz Leme

LEME, M. S.; NAXARA, M. R. C.; FERREIRA, R. A.. Concepções sobre a questão indígena da Província de São Paulo: organismos do governo, imprensa e tratados gerais (1822-1834). 2014. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - Unesp.

Marisa Saenz Leme

LEME, M. S.. A política indigenista no Conselho de Presidência da província de São Paulo (1822-1831). 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - Unesp.

Márcia Regina Capelari Naxara

LEME, Marisa Saenz;NAXARA, Márcia R. C.; FERREIRA, Ricardo A.. Concepções sobre a questão indígena na Província de São Paulo: organismos do governo, imprensa e tratados gerais (1822-1834). 2014. Exame de qualificação (Mestrando em História(Franca)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Márcia Regina Capelari Naxara

LEME, Marisa Saenz;NAXARA, Márcia R. C.. A política indigenista no Conselho de Presidência da Província de São Paulo (1822-1831). 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Ricardo Alexandre Ferreira

Escravos e libertos nos registros policiais (São Paulo e Pernambuco, 1827-1888); Início: 2019; Tese (Doutorado em HIstória) - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - UNESP - Campus de Franca, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; (Orientador);

Marisa Saenz Leme

A política indigenista no Conselho de Presidência da província de São Paulo (1822-1831); 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - Unesp, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Marisa Saenz Leme;

Marisa Saenz Leme

A política indigenista no Conselho de Presidência da província de São Paulo (1822-1831); 2012; Iniciação Científica; (Graduando em História) - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - Unesp, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Marisa Saenz Leme;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • AZEVEDO, L. B. . -Os índios do Planalto Paulistano sob a perspectiva das autoridades de São Paulo (1828-1834). Dimensões - Revista de História da UFES , v. 1, p. 173-198, 2018.

  • AZEVEDO, L. B. . Por uma sensibilidade renovada: o Ultimatum de Álvaro de Campos. Ensaios de História (Franca) , v. 16, p. 23-32, 2014.

  • AZEVEDO, Larissa Biato de. . Sobre as disfunções burocráticas e o Estado brasileiro contemporâneo. In: BIASON, R. C.. (Org.). Cultura Política e transgressões na História. 1ed.São Paulo: Plêiade, 2013, v. , p. 241-251.

  • AZEVEDO, L. B. . A questão indígena na província de São Paulo (1823-1830). In: V Seminário Nacional de História: Política, Cultura e Sociedade, 2013, Rio de Janeiro. VII Semana de História Política da UERJ: V Seminário Nacional de História: Política, Cultura e Sociedade. Rio de Janeiro: PPGH/UERJ, 2013. v. 2. p. 494-505.

  • AZEVEDO, L. B. . A política indigenista no Conselho de Presidência da província São Paulo (1822-1831). In: XVIII Encontro Regional - ANPUH MG, 2012, Mariana. ANAIS DO XVIII ENCONTRO REGIONAL ANPUH-MG, 2012.

  • AZEVEDO, L. B. . Escravos e libertos nos registros policiais (São Paulo e Pernambuco, 1827-1888). 2019. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • AZEVEDO, L. B. . Escravos e libertos nos registros policiais da Província de São Paulo. 2019. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • AZEVEDO, L. B. . Civilizar o indígena na província de São Paulo: conter, deslocar e atrair. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • AZEVEDO, L. B. . O método religioso em questão: a política indigenista do Conselho de Presidência da Província de São Paulo (1824-1834). 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • AZEVEDO, L. B. . A política indigenista no Conselho de Presidência da Província de São Paulo (1822-1831). 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • AZEVEDO, L. B. . A política indigenista no Conselho de Presidência da província São Paulo (1822-1831). 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • AZEVEDO, L. B. . O Conselho de Presidência da Província de São Paulo e a política indigenista no Primeiro Império (1822-1831). 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • AZEVEDO, L. B. . O Conselho de Presidência de São Paulo e a política indigenista no Primeiro Império. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • AZEVEDO, L. B. . O Estado imperial: um senhor de escravos 'pouco definido'. Almanack, n. 22, p. 612-618, ago. 2019 (Resenha).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

AZEVEDO, L. B. . Atividades realizadas na Região Administrativa de Franca (ago-dez) - SEC/SP. 2018. (Relatório de atividade).

ÁVILA, D. P. ; MACIEL, F. ; ROCHA, D. M. ; AZEVEDO, L. B. . Dossiê História e Relações Internacionais. 2015. (Editoração/Periódico).

AZEVEDO, L. B. . Relatório Final de Pesquisa de Mestrado. 2015. (Relatório de pesquisa).

MISSIATO, V. A. R. ; LUZ, E. M. M. ; AZEVEDO, L. B. . Dossiê Presença jesuítica nas Américas portuguesa e espanhola. 2014. (Editoração/Periódico).

MISSIATO, V. A. R. ; LUZ, E. M. M. ; AZEVEDO, L. B. . Dossiê História e Sociologia. 2014. (Editoração/Periódico).

NARITA, F. Z. ; GONÇALVES, S. C. ; FRANCO, G. Y. ; SCHMIEDECKE, N. A. ; AZEVEDO, L. B. . Dossiê História e Literatura no século XIX. 2014. (Editoração/Periódico).

AZEVEDO, L. B. . Relatório Final de Pesquisa de Iniciação Científica. 2013. (Relatório de pesquisa).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Escravos e libertos nos registros policiais (São Paulo e Pernambuco, 1827-1888), Descrição: No Brasil do Oitocentos, o problema da segurança pública, como um tema de governo, seguiu-se ao nascimento do Estado Imperial, sobretudo, após a entrada em vigor da Constituição de 1824. A partir de então, foram criados, na Corte e nas províncias, cargos e instituições com a competência de impedir a prática de delitos. De muitas maneiras, e essa não foi uma especificidade da história brasileira, civilizar e evitar a prática de crimes eram temas que, no período, corriam em simultâneo. Todo esse esforço, que mais tarde foi também acompanhado de uma produção legislativa norteadora, resultou num conjunto significativo de registros diários de natureza policial. O objetivo principal desta pesquisa é analisar o lugar de escravos e de libertos nos registros policiais produzidos nas Províncias de São Paulo e de Pernambuco entre 1827 e 1888. A consecução desse objetivo geral será norteada pelas seguintes questões específicas: a partir das Províncias de São Paulo e Pernambuco, partes do que no período Imperial era conhecido como o Sul e o Norte do Brasil, que ocorrências relacionadas a escravos e a libertos foram registradas pelas autoridades policiais nesse período? Que juízos sobre os delitos e os comportamentos desses indivíduos foram partilhados nos registros policiais de ambas as províncias? Que providências quanto a escravos e a libertos constaram nesses registros e como tais medidas se relacionaram com as determinações sobre a segurança pública e particular no Império emitidas pelos Presidentes das duas Províncias em análise e pelos Ministros da Justiça? Busca-se compreender, em suma, como os registros policiais ajudaram a configurar, concomitantemente à construção dos parâmetros de segurança pública e de Estado, um modo de ver escravos e libertos na sociedade brasileira oitocentista. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Larissa Biato de Azevedo - Integrante / Ricardo Alexandre Ferreira - Coordenador., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 2013 - 2015

    Concepções sobre a questão indígena na Província de São Paulo (1822-1834), Descrição: O objetivo deste trabalho é compreender como a questão indígena foi politicamente concebida durante as duas primeiras décadas do século XIX. Neste período de discussões caras à formação do estado nacional brasileiro, os contemporâneos procuraram estabelecer diretrizes para o trato das populações indígenas do Império do Brasil, o que dizia respeito à definição de meios para a 'civilização' desses indivíduos. Exploramos essa temática por intermédio de discussões parlamentares, de leis e de projetos, destacando três propostas oriundas de personagens da província de São Paulo, apresentadas entre 1822 e 1823, e os posicionamentos dos membros do Conselho de Presidência e do Conselho Geral dessa mesma província, órgãos que estiveram em atividade de 1824 a 1834. Embora uma legislação indigenista não tenha sido definida nessa época, as concepções sobre a questão indígena mostraram a busca por novos sentidos para civilizar os índios em meio ao pacto político que então se formulava no Império. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Larissa Biato de Azevedo - Integrante / Marisa Saenz Leme - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2012 - 2012

    A política indigenista no Conselho de Presidência da Província de São Paulo (1822-1831), Descrição: O Conselho de Presidência da Província de São Paulo foi um dos novos governos provinciais criados pela Assembleia Constituinte de 1823, os quais tinham como uma de suas responsabilidades promover a catequese e a civilização dos índios. Nessa época, entre os assuntos relacionados à organização política do recente país independente, a questão indígena foi um importante tema debatido pelas autoridades imperiais e provinciais, pois a forte presença de índios em várias regiões do país e a ausência de uma política indigenista geral tornava necessário discutir e redefinir posturas para lidar com os nativos. O presente trabalho tem como objetivo analisar os conteúdos políticos dos pareceres e projetos dos membros do Conselho de Presidência da Província de São Paulo, relativos aos índios, durante o Primeiro Império brasileiro (1822-1831). Para tanto, foram utilizadas as atas das sessões do Conselho paulista realizadas nesse período. De modo complementar, recorreu-se ao projeto indigenista de José Bonifácio, escrito em 1823 e a legislação indigenista do século XIX. Por intermédio dessas fontes, foi possível compreender como a questão indígena foi politicamente pensada pelas autoridades provinciais numa época em que, apesar dos debates sobre a questão, não havia um regulamento indigenista geral que pudesse ser utilizado como referência. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Larissa Biato de Azevedo - Integrante / Marisa Saenz Leme - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP - Campus de Franca. , Avenida Eufrásia Monteiro Petráglia - lado par, Jardim Doutor Antônio Petráglia, 14409160 - Franca, SP - Brasil, Telefone: (16) 37068700, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2019 - Atual

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

    Vínculo: Discente, Enquadramento Funcional: Discente do PPGH - Doutorado

    Outras informações:
    Membro do núcleo de pesquisa 'Legislação, direito e escravidão na porção lusa das Américas: das ordenações aos manuais e tratados práticos (séculos XVIII e XIX)', coordenado pelo Prof. Dr. Ricardo Alexandre Ferreira, que integra o Projeto Temático 'Escritos sobre os novos mundos: uma história da construção de valores morais em língua portuguesa' (FAPESP).

  • 2013 - 2015

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

    Vínculo: Discente, Enquadramento Funcional: Discente do PPGH - Mestrado

    Outras informações:
    Membro da revista discente do Programa de Pós-Graduação, 'História e Cultura', entre dezembro de 2013 e março de 2015. Participante do grupo de pesquisa 'Historiar: construções identitárias, conceitos, linguagens' (CNPq), coordenado pela Profa. Dra. Márcia Regina Capelari Naxara, entre abril de 2015 e março de 2016.

  • 2009 - 2012

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

    Vínculo: Discente, Enquadramento Funcional: Discente de Graduação

  • 2018 - 2018

    Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

    Vínculo: Temporário, Enquadramento Funcional: Agente Mobilizadora, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Vínculo obtido por meio de processo seletivo simplificado - Resolução SC - 72, publicado no DOE de 28-07-2018. Atividade voltada à ampliação da rede de 'Pontos de Cultura' na Região Administrativa de Franca.

  • 2015 - 2018

    Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

    Vínculo: Contrato Temporário, Enquadramento Funcional: Professora PEB II, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Disciplinas: História e Sociologia. Níveis: Ensino Fundamental II, Ensino Médio e EJA. Municípios: Franca (ago/2015 a jul/2016); Mogi Mirim (2017); Mogi Guaçu (ago/2016 e jan-jul/2018). Participação em atividades e projetos: I. 'Oficina de Escrita': projeto voluntário realizado com os alunos do Ensino Médio da Escola Estadual 'Nenê Lourenço', em Ribeirão Corrente - SP (Diretoria de Ensino de Franca), projeto integrado ao programa 'Escola da Família' da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. O objetivo desse projeto foi incentivar a prática da escrita, em especial o gênero redação. II. 'A invenção do 7 de setembro': aula realizada com a turma do 9º ano da Escola Estadual 'Stella da Matta Ambrosio' (Franca - SP). O objetivo dessa atividade foi refletir sobre a construção, ao longo do século XIX, da comemoração da Independência do Brasil. III. 'EscreViver': projeto voluntário realizado com os alunos do Ensino Médio da Escola Estadual 'Valério Strang' (Mogi Mirim - SP). Os objetivos desse projeto foram: apresentar aos alunos os critérios de correção da redação do ENEM, incentivar a prática regular da escrita desse gênero de texto e envolver os alunos quanto ao Ensino Superior. IV. Monitoria voluntária de Português para alunos do Ensino Fundamental da Escola Estadual 'Valério Strang' (Mogi Mirim - SP), atividade promovida pelo programa 'Novo Mais Educação' do Ministério da Educação. O objetivo da monitoria foi incentivar a leitura e a escrita de diferentes gêneros de textos para o reforço das competências em Linguagens e Códigos.

  • 2013 - 2013

    Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

    Vínculo: Contrato Temporário, Enquadramento Funcional: Professora PEB II, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Disciplina: História. Nível: Ensino Fundamental. Município: Franca. Contrato encerrado devido à obtenção de bolsa CAPES para o financiamento da pesquisa de mestrado.

  • 2011 - 2012

    Prefeitura Municipal de Franca

    Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Atividades principais: registro de atas das reuniões do CONDEPHAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Turístico de Franca-SP); levantamento documental e bibliográfico para compor os processos de tombamento do patrimônio histórico do município de Franca; elaboração de material de divulgação dos bens materiais e imateriais tombados pelo CONDEPHAT. Outras atividades: atendimento aos consulentes; organização e conservação do acervo do Arquivo Histórico Municipal 'Capitão Hipólito Antônio Pinheiro'; montagem, acompanhamento e divulgação dos cursos, oficinas e exposições da Secretaria Municipal de Educação de Franca. Contrato encerrado em março de 2012 devido à aprovação do projeto de Iniciação Científica pela FAPESP.

  • 2010 - 2010

    Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

    Vínculo: Temporário, Enquadramento Funcional: Recenseadora, Carga horária: 20