Eduardo Rodrigues Mota

Enfermeiro graduado pela Universidade Federal do Ceará (2018). Mestrando do Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Ceará. Pós-Graduando em Enfermagem Cardiovascular e Hemodinâmica pela Universidade Estadual do Ceará. Coorientador e Membro-fundador do Núcleo de Urgência e Emergência Pré-Hospitalar atuando no projeto desde 2016. Com interesse pela área de Cardiologia, Urgência e Emergência e Atendimento Pré-Hospitalar.

Informações coletadas do Lattes em 04/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Enfermagem

2019 - Atual

Universidade Federal do Ceará
Orientador: Marli Teresinha Gimeniz Galvão;

Especialização em andamento em Enfermagem Cardiovascular e Hemodinâmica

2017 - Atual

Universidade Estadual do Ceará

Graduação em Enfermagem

2013 - 2018

Universidade Federal do Ceará
Título: USO DA TERAPIA FIBRINOLÍTICA PRÉ-HOSPITALAR PARA O TRATAMENTO DO INFARTO AGUDO NO MIOCÁRDIO
Orientador: Rogério Pinto Giesta

Ensino Médio (2º grau)

2006 - 2008

Colégio Espaço Aberto

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2013 -

Extensão universitária em Terapia Intensiva. (Carga horária: 60h). , Faculdade Metropolitana da Grande Fortaleza, FAMETRO, Brasil.

2018 - 2018

Aperfeiçoamento Profissional em Enfermagem. (Carga horária: 120h). , Aperfeiçoar Saúde, AS, Brasil.

2017 - 2017

Extensão universitária em II Curso Avançado de Atendimento à Vítima de AVC Agudo. (Carga horária: 40h). , Núcleo de Educação Permanente do SAMU192 CE, SAMU CE 192, Brasil.

2016 - 2016

Curso Avançado de Cirurgia Vascular. (Carga horária: 6h). , Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, SBACVCE, Brasil.

2014 - 2016

Extensão universitária em Inglês. (Carga horária: 128h). , British and American, BA, Brasil.

2015 - 2015

Extensão universitária em I Curso Multidisciplinar em Diabetes. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.

2014 - 2014

Extensão universitária em III Jornada de Endocrinologia. (Carga horária: 40h). , Centro Universitário Christus, UNICHRISTUS, Brasil.

2014 - 2014

Processo de Enfermagem com Ênfase em Diagnóstico. (Carga horária: 8h). , Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.

2014 - 2014

Prevenção do Câncer de Colo do Útero e Mama. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.

2014 - 2014

Cálculo de Medicamento. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.

2013 - 2013

Extensão universitária em Urgência e Emergência Pré-hospitalar Básico. (Carga horária: 60h). , 4 SABERES CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO E QUALIFICAÇÃO LTDA-ME., 4SABERES, Brasil.

2013 - 2013

Extensão universitária em Enfermagem de Diabetes e Hipertensão. (Carga horária: 20h). , Instituto Politécnico de Ensino a Distância, IPED, Brasil.

2013 - 2013

Exame Neurológico. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.

2013 - 2013

A Atuação do Enfermeiro na Atenção Básica. (Carga horária: 28h). , Programa de Educação Tutorial De Enfermagem - UFC, PET ENFERMAGEM, Brasil.

2013 - 2013

Atenção do Enfermeiro no Suporte Básico de Vida. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Diabetes Mellitus.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Enfermagem Neurológica.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

GIESTA, R. P. ; MOTA, E. R. ; FREITAS, V. C. A. ; LIMA, C. E. A. ; SILVA, R. L. ; ABREU, Y. M. ; MACEDO, J. P. F. ; MOTA, J. O. . III Simpósio de Urgência e Emergência Pré-Hospitalar. 2018. (Outro).

GIESTA, R. P. ; MOTA, E. R. ; SILVA, R. L. ; FREITAS, V. C. A. ; VIEIRA, M. S. ; CARNEIRO, M. A. G. ; LIMA, C. E. A. ; MACEDO, J. P. F. ; ABREU, Y. M. . II Simpósio de Urgência e Emergência Pré-Hospitalar da UFC. 2017. (Outro).

MOTA, E. R. . 14º Jornada Norte-Nordeste de Centro Cirúrgico e Central de Esterilização. 2016. (Congresso).

GIESTA, R. P. ; FREITAS, V. C. A. ; MOTA, E. R. ; CARNEIRO, M. A. G. ; BRITO, E. A. W. S. . I Simpósio de Urgência e Emergência Pré-Hospitalar da UFC. 2016. (Outro).

MONTENEGRO JUNIO, R. M. ; MOTA, E. R. ; LOPES, P. L. ; MOREIRA, P. P. P. ; ALENCAR, P. R. B. M. ; ALVES, D. P. ; SILVA NETO, A. M. ; SOLANO, P. ; MONTEIRO, L. T. O. ; AGOSTINHO, L. M. . II Museu do Diabetes. 2016. (Outro).

MONTENEGRO JUNIO, R. M. ; MOTA, E. R. ; LOPES, P. L. ; MOREIRA, P. P. P. ; SOLANO, P. ; ALVES, D. P. ; FURTADO, M. A. ; AGOSTINHO, L. M. . I Museu de Diabetes. 2015. (Outro).

MOTA, E. R. . I Mostra de Enfermagem Neurológica da UFC. 2014. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

VI Congresso Brasileiro de Medicina de Emergência Adulto e Pediátrico. 2018. (Congresso).

23º CONGRESSO CEARENSE DE CARDIOLOGIA. PERFIL DO PACIENTE SUBMETIDO À TERAPIA TROMBOLÍTICA NO SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA (SAMU 192 CEARÁ). 2017. (Congresso).

II Simpósio de Urgência e Emergência Pré-Hospitalar da UFC. 2017. (Simpósio).

2º Congresso Brasileiro de Especialidades de Enfermagem. ?SIMULAÇÃO DE INCIDENTE COM MÚLTIPLAS VÍTIMAS: RESGATE E ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR?, ?DIFERENCIAIS DA MORTALIDADE POR HANSENÍASE SEGUNDO GÊNERO NO BRASIL? e ?GENOGRAMA COMO FERRAMENTA PARA ANÁLISE DA VULNERABILIDADE FAMILIAR NO CONTEXTO DA HANSENÍASE?. 2016. (Congresso).

III Jornada de Atendimento Pré-Hospitalar da COAPH. 2016. (Outra).

III Simpósio de Hepatologia do Nordeste, Monotemático de Complicações da Cirrose, Curso Básico Multiprofissional para Diagnóstico e Acompanhamento de Hepatites. 2016. (Simpósio).

XI Encontro Norte-Nordeste de Angiologia, Cirurgia Vascular e Endovascular. 2016. (Congresso).

I Seminário Internacional dos Programas de Pós-Graduação Cuidados Clínicos em Enfermagem e Saúde UECE/Brasil e Investigação em Ciência Sócio Sanitárias UCAM/Espanha.Atuação do Enfermeiro na Terapia com Bomba de Infusão de Insulina e Sistema de Monitorização Contínua de Glicose em Tempo Real: Um Relato de Experiência. 2014. (Seminário).

VI Mostra Acadêmica de Enfermagem.Diagnósticos de Enfermagem Identificados na Consulta de Enfermagem ao Paciente com Hanseníase. 2014. (Seminário).

VI Mostra Acadêmica de Enfermagem.Diagnósticos de Enfermagem na Atenção à Gravidez na Adolescência: Um Estudo de Caso. 2014. (Seminário).

V Mostra Acadêmica de Enfermagem - UFC. 2013. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Rogério Pinto Giesta

GIESTA, R. P.. Uso da terapia fibrinolítica pré-hospitalar para o tratamento do infarto agudo do miocárdio. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará.

Jênifa Cavalcante dos Santos Santiago

GIESTA, Rogério Pinto;Santiago, Jênifa Cavalcante dos Santos; FREITAS, Vívien Cunha Alves. Uso da terapia fibrinolítica pré-hospitalar para o tratamento do infarto agudo do miocárdio. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará.

Vívien Cunha Alves de Freitas

GIESTA, R. P.; SANTIAGO, J. C. S.;FREITAS, V. C. A.. USO DE TERAPIA FIBRINOLÍTICA PRÉ-HOSPITALAR PARA O TRATAMENTO DO INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Rogério Pinto Giesta

Uso da terapia fibrinolítica pré-hospitalar para o tratamento do infarto agudo do miocárdio; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; Orientador: Rogério Pinto Giesta;

Alberto Novaes Ramos Júnior

Monitoria da disciplina Epidemiologia Especial - Curso Enfermagem - UFC; 2016; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Alberto Novaes Ramos Júnior;

Adriana Rolim Campos Barros

Estudo da utilização de plantas medicinais por portadores de diabetes mellitus na cidade de Fortaleza; 2015; Orientação de outra natureza; (Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Adriana Rolim Campos Barros;

Marli Teresinha Gimeniz Galvão

Sarcopenia e aids; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará; (Orientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SANTIAGO, F. A. ; GIESTA, R. P. ; MOTA, E. R. ; VIANA, M. M. N. ; ROCHA, M. A. C. . Processos Formativos para Implantação e Implementação de Nova Tecnologia de Tratamento de Infarto Agudo do Miocárdio, no Atendimento Pré-Hospitalar. In: 35 Congresso de Cardiologia SOCERJ, 2018, Rio de Janeiro. 35 Congresso de Cardiologia da SOCERJ, 2018.

  • SANTIAGO, F. A. ; GIESTA, R. P. ; MOTA, E. R. ; VIANA, M. M. N. ; ROCHA, M. A. C. . Terapia Fibrinolítica como nova tecnologia de tratamento do infarto agudo do miocárdio no atendimento pré-hospitalar. In: 35 Congresso de Cardiologia SOCERJ, 2018, Rio de Janeiro. 35 Congresso de Cardiologia da SOCERJ, 2018.

  • SANTIAGO, F. A. ; GIESTA, R. P. ; MOTA, E. R. ; RODRIGUES, J. S. ; ROCHA, M. A. C. ; LIMA, C. E. A. ; SILVA, R. L. . Risco cardiovascular identificado em idosos atendimentos pelo Serviço Móvel de Urgência (SAMU 192 CE). In: 30º Congresso de Cardiologia do Estado da Bahia, 2018, Salvador. 30º Congresso de Cardiologia do Estado da Bahia, 2018.

  • GIESTA, R. P. ; SANTIAGO, F. A. ; MOTA, E. R. ; FREITAS, V. C. A. ; VIANA, M. M. N. ; ROCHA, M. A. C. ; LIMA, C. E. A. . Criação de um grupo de comunicação on-line como meio facilitador de diagnóstico de IAM. In: 30º Congresso de Cardiologia do Estado da Bahia, 2018, Salvador. 30º Congresso de Cardiologia do Estado da Bahia, 2018.

  • SANTIAGO, F. A. ; GIESTA, R. P. ; MOTA, E. R. ; ROCHA, M. A. C. ; VIANA, M. M. N. ; FREITAS, V. C. A. ; SILVA, R. L. ; LIMA, C. E. A. ; RODRIGUES, J. S. . Terapia Fibrinolítica no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência do Estado do Ceará: 1 ano de experiência. In: 30º Congresso de Cardiologia do Estado da Bahia, 2018, Salvador. 30º Congresso de Cardiologia do Estado da Bahia, 2018.

  • MOTA, E. R. ; GIESTA, R. P. ; RODRIGUES, J. S. ; ROCHA, M. A. C. ; ABREU, Y. M. . PERFIL DO PACIENTE SUBMETIDO À TERAPIA TROMBOLÍTICA NO SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA (SAMU 192 CEARÁ). In: 23º Congresso Cearense de Cardiologia, 2017, Fortaleza. Revista Especial do 23º Congresso Cearense de Cardiologia. Fortaleza-CE: Sociedade Brasileira de Cardiologia Ceará, 2017. v. XIII. p. 69-69.

  • MOTA, E. R. ; GIESTA, R. P. ; BULHOES, A. M. ; GIESTA, M. A. G. ; SANTIAGO, F. A. . ESTUDO DE CASO: TERAPIA TROMBOLÍTICA COM TENECTEPLASE NO SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA (SAMU 192 CEARÁ). In: 23º Congresso Cearense de Cardiologia, 2017, Fortaleza. Revista Cearense de Cardiologia. Fortaleza CE: Sociedade Brasileira de Cardiologia CEARÁ, 2017. v. XIII. p. 93-93.

  • MOTA, E. R. ; ANDION, M. R. ; ALMEIDA, H. G. C. ; SOUZA, C. S. ; SOUZA NETO, J. D. . PERFIL DAS INTERNAÇÕES POR INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO NO ESTADO DO CEARÁ EM COMPARAÇÃO COM O RESTANTE DO NORDESTE. In: 23º Congresso Cearense de Cardiologia, 2017, Fortaleza-CE. Revista Cearense de Cardiologia. Fortaleza-CE: Sociedade Brasileira de Cardiologia CEARÁ, 2017. v. VIII. p. 76-77.

  • MOTA, E. R. ; SOUZA, C. S. ; CACAU, L. T. ; SOUZA, B. N. ; SOUZA NETO, J. D. . ESTUDO DA INCIDÊNCIA DE CIRURGIAS DE REVASCULARIZAÇÃO DO MIOCÁRDIO REALIZADAS EM CARÁTER DE URGÊNCIA NO ESTADO DO CEARÁ. In: 23 Congresso Cearense de Cardiologia, 2017, Fortaleza-CE. Revista Cearense de Cardiologia. For: Sociedade Brasileira de Cardiologia CEARÁ, 2017. v. VIII. p. 75-76.

  • CARNEIRO, M. A. G. ; BRITO, E. A. W. S. ; MOTA, E. R. ; FREITAS, V. C. A. ; SILVA, R. L. ; GIESTA, R. P. . A VIVÊNCIA DO ACADÊMICO DE ENFERMAGEM PARTICIPANTE DO PROJETO DE EXTENSÃO DE URGÊNCIA E EMERGENCIA PRÉ-HOSPITALAR. In: Congresso Brasileiro de Especialidades de Enfermagem (2.: Fortaleza: 2016), 2017, Fortaleza. Anais - 2 Congresso Brasileiro de Especialidades de Enfermagem. Recife: Instituto de Desenvolvimento Educacional., 2016. v. 1. p. 103-103.

  • REIS, C. S. ; MONTEIRO, L. T. O. ; MOTA, E. R. ; BARBOSA, J. E. C. ; LOPES, P. L. ; MONTENEGRO JUNIO, R. M. . CURSO DE QUALIFICAÇÃO MULTIPROFISSIONAL EM DIABETES REALIZADO POR ACADÊMICOS DE SAÚDE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. In: Congresso Brasileiro de Especialidades de Enfermagem (2.: Fortaleza: 2016), 2017, Fortaleza. Anais - 2 Congresso Brasileiro de Especialidades de Enfermagem. Recife: Instituto de Desenvolvimento Educacional, 2016. v. 1. p. 351-351.

  • MOTA, E. R. ; FERREIRA, A. F. ; SOUZA, E. A. ; BOIGNY, R. N. ; RAMOS JUNIOR, A. N. . DIFERENCIAIS DA MORTALIDADE POR HANSENÍASE SEGUNDO GÊNERO NO BRASIL. In: Congresso Brasileiro de Especialidades de Enfermagem (2.: Fortaleza: 2016), 2017, Fortaleza. Anais - 2 Congresso Brasileiro de Especialidades de Enfermagem. Recife: Instituto de Desenvolvimento Educacional, 2016. v. 1. p. 375-375.

  • MOTA, E. R. ; BOIGNY, R. N. ; SOUZA, E. A. ; OLIVEIRA, H. X. ; BARBOSA, J. C. ; RAMOS JUNIOR, A. N. . GENOGRAMA COMO FERRAMENTA PARA ANÁLISE DA VULNERABILIDADE FAMILIAR NO CONTEXTO DA HANSENÍASE. In: Congresso Brasileiro de Especialidades de Enfermagem (2.: Fortaleza: 2016), 2017, Fortaleza. Anais - 2 Congresso Brasileiro de Especialidades de Enfermagem. Recife: Instituto de Desenvolvimento Educacional, 2016. v. 1. p. 462-462.

  • CARNEIRO, M. A. G. ; BRITO, E. A. W. S. ; MOTA, E. R. ; FREITAS, V. C. A. ; GIESTA, R. P. . PERIODICIDADE DAS OCORRÊNCIAS DO SERVIÇO DE REMOÇÃO E RESGATE AEROMÉDICOS NO ESTADO DO CEARÁ NO ANO DE 2015. In: Congresso Brasileiro de Especialidades de Enfermagem (2.: Fortaleza: 2016), 2017, Fortaleza. Anais - 2 Congresso Brasileiro de Especialidades de Enfermagem. Recife: Instituto de Desenvolvimento Educacional, 2016. v. 1. p. 649-649.

  • MOTA, E. R. ; COUTINHO, J. F. V. ; SILVA, A. C. S. ; NOGUEIRA, P. S. F. ; OLIVEIRA, L. A. ; TELES, L. M. R. . MONITORIA COM USO DE ATIVIDADES ON-LINE E PRESENCIAIS: RELATO DE EXPERIÊNCIA. In: Encontros Universitários - UFC, 2017, Fortaleza. Revista Encontros Universitários da UFC. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 2017. v. 2. p. 2834-2834.

  • CARNEIRO, M. A. G. ; FREITAS, V. C. A. ; MOTA, E. R. ; ABREU, Y. M. ; LIMA, C. E. A. ; GIESTA, R. P. . A SIMULAÇÃO REALÍSTICA COMO FERRAMENTA EDUCATIVA NA ABORDAGEM DO TRAUMA MUSCULOESQUELÉTICO. In: Encontros Universitários da UFC, 2017, Fortaleza. Revista Encontros Universitários da UFC. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 2017. v. 2. p. 3469-3469.

  • ABREU, Y. M. ; MOTA, E. R. ; CARNEIRO, M. A. G. ; SILVA, R. L. ; MACEDO, J. P. F. ; GIESTA, R. P. . REANIMAÇÃO CARDIOPULMONAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA DE OFICINA TEÓRICO-PRÁTICA. In: Encontros Universitários da UFC, 2017, Fortaleza. Revista Encontros Universitários da UFC. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 2017. v. 2. p. 4006-4006.

  • SOLANO, P. ; MOTA, E. R. ; AGOSTINHO, L. M. ; PIRES, N. S. C. G. ; MONTENEGRO JUNIO, R. M. . CONHECIMENTO DE IDOSAS SOBRE ALIMENTAÇÃO PARA HIPERTENSOS E DIABÉTICOS. In: V Semana de Enfermagem da Unichristus, 2017, Fortaleza. Anais da V Semana de Enfermagem da Unichristus. Fortaleza: Unichristus, 2017. p. 81-82.

  • SILVA, R. L. ; MOTA, E. R. ; ABREU, Y. M. ; FREITAS, V. C. A. ; VIEIRA, M. S. ; GIESTA, R. P. . TRAUMA CRANIOENCEFÁLICO: SIMULAÇÃO REALÍSTICA COMO ESTRATÉGIA EDUCATIVA. In: Encontros Universitários da UFC, 2017, Fortaleza. Revista Encontros Universitários da UFC. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 2017. v. 2. p. 4051-4051.

  • MOTA, E. R. ; FREITAS, V. C. A. ; BRITO, E. A. W. S. ; CARNEIRO, M. A. G. ; GIESTA, R. P. ; TRIGUEIRO, R. L. . ATUAÇÃO DO ACADÊMICO DE ENFERMAGEM NO SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA. In: VIII Mostra Acadêmica de Enfermagem da UFC, 2016, Fortaleza. Enfermagem UFC: 40 anos consagrando a excelência profissional. Fortaleza: (PET/Enfermagem/UFC), 2016.

  • FREITAS, V. C. A. ; CARNEIRO, M. A. G. ; MOTA, E. R. ; BRITO, E. A. W. S. ; TRIGUEIRO, R. L. ; GIESTA, R. P. . Transporte aeromédico no Ceará: relevância no atendimento pré-hospitalar. In: Medtrop 2016, 2016, Maceió. Anais Medtrop 2016, 2016.

  • ALMEIDA, P. J. ; SILVEIRA, M. Y. M. ; MOTA, E. R. ; COUTINHO, J. F. V. . Coproscopias realizadas pelo Programa de Controle da Esquistossomose- PCE. In: 52 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, 2016, Maceió. ANAIS MEDTROP 2016, 2016.

  • ALMEIDA, P. J. ; MARQUES, M. B. ; MOTA, E. R. ; DOMINGOS, G. B. M. ; OLIVEIRA, T. P. ; SILVEIRA, M. Y. M. . Visita domiciliária como instrumento de cuidado para promoção da saúde e prevenção de agravos em paciente com hanseníase: Relato de Experiência. In: 52 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, 2016, Maceió. ANAIS MEDTROP 2016, 2016.

  • XAVIER, T. H. V. ; MOTA, E. R. ; CARVALHO, Z. M. F. . Levantamento Bibliográfico: Caring Hability Inventory na Prática de Enfermagem. In: 18 Seminário Nacional de Pesquisa em Enfermagem, 2015, Fortaleza. Pesquisa em Enfermagem, Aplicabilidade e Visibilidade, 2015.

  • LOPES, P. L. ; ALENCAR, P. R. B. M. ; ALMEIDA, J. H. M. ; FURTADO, M. A. ; MOREIRA, P. P. P. ; AMANCIO, M. C. ; MOTA, E. R. ; MENEZES, A. P. ; NOGUEIRA, J. C. ; FONTENELE, M. S. M. ; GURGEL, S. C. V. ; OLIVEIRA, T. P. ; MONTENEGRO JUNIO, R. M. . CONSTRUÇÃO E DIVULGAÇÃO DE UM SÍTIO VIRTUAL SOBRE ACROMEGALIA E DOENÇAS ASSOCIADAS: UMA FERRAMENTA DE DIFUSÃO DO CONHECIMENTO PARA A COMUNIDADE. In: Congresso Latino Americano de Endocrinologia - Endorecife, 2015, Porto de Galinhas. ARCHIVES OF ENDOCRINOLOGY AND METABOLISM. São Paulo: OFFICIAL JOURNAL OF THE BRAZILIAN SOCIETY OF ENDOCRINOLOGY AND METABOLISM, 2015. v. 59. p. 29-29.

  • LOPES, P. L. ; ALENCAR, P. R. B. M. ; MOREIRA, P. P. P. ; MOTA, E. R. ; OLIVEIRA, T. P. ; FONTENELE, M. S. M. ; AMANCIO, M. C. ; PIRES, N. S. C. G. ; MENEZES, A. P. ; FURTADO, M. A. ; GURGEL, S. C. V. ; NOGUEIRA, J. C. ; ALMEIDA, J. H. M. . ANÁLISE DE IMPACTO DA PRÁTICA DE ATIVIDADES FÍSICAS E A ADESÃO DE UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NA QUALIDADE DE VIDA DE PACIENTES COM DIABETES MELLITUS TIPO 2 EM UMA AMOSTRA DA POPULAÇÃO DE FORTALEZA. In: Congresso Latino Americano de Endocrinologia - ENDORECIFE, 2015, Porto de Galinhas. ARCHIVES OF ENDOCRINOLOGY AND METABOLISM ENDOCRINOLOGY SUPPLEMENT. São Paulo: OFFICIAL JOURNAL OF THE BRAZILIAN SOCIETY OF ENDOCRINOLOGY AND METABOLISM, 2015. v. 59. p. 30-30.

  • LOPES, P. L. ; MOTA, E. R. ; ALENCAR, P. R. B. M. ; MOREIRA, P. P. P. ; OLIVEIRA, T. P. ; FONTENELE, M. S. M. ; FURTADO, M. A. ; AMANCIO, M. C. ; PIRES, N. S. C. G. ; ALMEIDA, J. H. M. ; Silvia Cristina Vieira Gurgel ; NOGUEIRA, J. C. ; MENEZES, A. P. . CONHECIMENTO DE UMA AMOSTRA DA POPULAÇÃO DE FORTALEZA-CEARÁ ACERCA DO PÉ DIABÉTICO. In: Congresso Latino Americano de Endocrinologia - ENDORECIFE, 2015, Porto de Galinhas. ARCHIVES OF ENDOCRINOLOGY AND METABOLISM SUPPLEMENT. São Paulo: OFFICIAL JOURNAL OF THE BRAZILIAN SOCIETY OF ENDOCRINOLOGY AND METABOLISM, 2015. v. 59.

  • LOPES, P. L. ; ALENCAR, P. R. B. M. ; MOTA, E. R. ; MOREIRA, P. P. P. ; FONTENELE, M. S. M. ; FURTADO, M. A. ; AMANCIO, M. C. ; PIRES, N. S. C. G. ; ALMEIDA, J. H. M. ; GURGEL, S. C. V. ; OLIVEIRA, T. P. ; MENEZES, A. P. ; NOGUEIRA, J. C. . ANÁLISE DA PREVALÊNCIA DE TABAGISMO E DO HISTÓRICO FAMILIAR DE DIABETES MELLITUS TIPO 2 EM UMA SUBPOPULAÇÃO DE FORTALEZA. In: Congresso Latino Americano de Endocrinologia - Endorecife, 2015, Porto de Galinhas. Archives of Endocrinology and metabolism supplements. São Paulo: OFFICIAL JOURNAL OF THE BRAZILIAN SOCIETY OF ENDOCRINOLOGY AND METABOLISM, 2015. v. 59.

  • LOPES, P. L. ; MOTA, E. R. ; MENEZES, A. P. ; ALENCAR, P. R. B. M. ; MOREIRA, P. P. P. ; OLIVEIRA, T. P. ; AMANCIO, M. C. ; FONTENELE, M. S. M. ; FURTADO, M. A. ; ALMEIDA, J. H. M. ; NOGUEIRA, J. C. ; PIRES, N. S. C. G. ; Silvia Cristina Vieira Gurgel . CONHECIMENTO DA POPULAÇÃO ADULTA ACERCA DO DIABETES MELLITUS EM UMA AMOSTRA DA POPULAÇÃO DE FORTALEZA. In: Congresso Latino Americano de Endocrinologia, 2015, Porto de Galinhas. Archives of Endocrinology and Metabolism Supplement. São Paulo: OFFICIAL JOURNAL OF THE BRAZILIAN SOCIETY OF ENDOCRINOLOGY AND METABOLISM, 2015. v. 59.

  • LOPES, P. L. ; MOTA, E. R. ; ALENCAR, P. R. B. M. ; MOREIRA, P. P. P. ; OLIVEIRA, T. P. ; MENEZES, A. P. ; Silvia Cristina Vieira Gurgel ; ALMEIDA, J. H. M. ; NOGUEIRA, J. C. ; AMANCIO, M. C. ; FONTENELE, M. S. M. ; FURTADO, M. A. ; PIRES, N. S. C. G. . RELAÇÃO DA PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA COM ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E O DIABETES MELLITUS EM UMA AMOSTRA DA POPULAÇÃO DE FORTALEZA-CE. In: Congresso Latino Americano de Endocrinologia - ENDORECIFE, 2015, Porto de Galinhas. Archives of Endocrinology and Metabolism Supplement. São Paulo: OFFICIAL JOURNAL OF THE BRAZILIAN SOCIETY OF ENDOCRINOLOGY AND METABOLISM, 2015. v. 59.

  • LOPES, P. L. ; MOTA, E. R. ; ALENCAR, P. R. B. M. ; MOREIRA, P. P. P. ; OLIVEIRA, T. P. ; Silvia Cristina Vieira Gurgel ; MENEZES, A. P. ; ALMEIDA, J. H. M. ; NOGUEIRA, J. C. ; FONTENELE, M. S. M. ; AMANCIO, M. C. ; FURTADO, M. A. ; PIRES, N. S. C. G. . ANÁLISE DOS HÁBITOS NUTRICIONAIS COMO FATOR INFLUENTE PARA DIABETES MELLITUS 2 EM UMA SUBPOPULAÇAO DE FORTALEZA. In: Congresso Latino Americano de Endrocrinologia, 2015, Porto de Galinhas. Archives of Endocrinology and Metabolism Supplement. São Paulo: OFFICIAL JOURNAL OF THE BRAZILIAN SOCIETY OF ENDOCRINOLOGY AND METABOLISM, 2015. v. 59.

  • LOPES, P. L. ; MOREIRA, P. P. P. ; ALENCAR, P. R. B. M. ; MOTA, E. R. ; OLIVEIRA, T. P. ; Silvia Cristina Vieira Gurgel ; MENEZES, A. P. ; FONTENELE, M. S. M. ; FURTADO, M. A. ; AMANCIO, M. C. ; PIRES, N. S. C. G. ; ALMEIDA, J. H. M. ; NOGUEIRA, J. C. . RELAÇÃO DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA COM O DIABETES MELLITUS TIPO 2 EM UMA AMOSTRA DA POPULAÇÃO DE FORTALEZA. In: Congresso Latino Americano de Endocrinologia - ENDORECIFE, 2015, Porto de Galinhas. Archives of Endocrinology and Metabolism Supplement. São Paulo: OFFICIAL JOURNAL OF THE BRAZILIAN SOCIETY OF ENDOCRINOLOGY AND METABOLISM, 2015. v. 59.

  • XAVIER, T. H. V. ; CARVALHO, Z. M. F. ; MOTA, E. R. . Levantamento Bibliográfico: Caring Hability Inventory na Prática de Enfermagem. In: 18º SENPE - Seminário Nacional de Pesquisa em Enfermagem, 2015, Fortaleza. ANAIS 18 SENPE, 2015. v. 3.

  • MOTA, E. R. ; FERREIRA, G. L. ; SILVA, K. B. ; ARAUJO, M. E. M. ; LOPES, M. V. O. . Diagnósticos de Enfermagem Identificados na Consulta ao Paciente com Hanseníase. In: VI Mostra Acadêmica de Enfermagem da UFC, 2014, Fortaleza. Anais da VI Mostra Acadêmica de Enfermagem da UFC. Fortaleza: PET Enfermagem UFC, 2014.

  • MOTA, E. R. ; FERREIRA, G. L. ; DOMINGOS, G. B. M. ; OLIVEIRA, R. A. P. ; GUBERT, F. A. . Diagnósticos de Enfermagem na Atenção à Gravidez na Adolescência: Um Estudo de Caso. In: VI Mostra Acadêmica de Enfermagem da UFC, 2014, Fortaleza. Anais da VI Mostra Acadêmica de Enfermagem da UFC. Fortaleza: PET Enfermagem UFC, 2014.

  • MOTA, E. R. ; ARAUJO, M. E. M. ; DOMINGOS, G. B. M. ; ARAUJO, S. T. . ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NA TERAPIA COM BOMBA DE INFUSÃO DE INSULINA E SISTEMA DE MONITORIZAÇÃO CONTÍNUA DE GLICOSE EM TEMPO REAL: Um Relato de Experiência. In: Seminário Internacional do PPCCLIS e ENFERMAIO, 2014, Fortaleza. Seminário Internacional do PPCCLIS e ENFERMAIO. Fortaleza, 2014.

  • MOTA, E. R. ; ROCHA, A. T. ; LIMA, C. E. A. . Prevenção de Acidentes de Transito e Primeiros Socorros à vítimas de acidentes. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • MOTA, E. R. . Noções Básicas de ECG. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • MOTA, E. R. . Trauma Torácico. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

MOTA, E. R. . Enfermeiro Cardiologista. 2018; Tema: Enfermagem em Cardiologia. (Rede social).

MOTA, E. R. . Trauma Torácico. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

MOTA, E. R. . Noções Básicas de ECG. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

MOTA, E. R. ; LIMA, C. E. A. ; ROCHA, A. T. . Prevenção de Acidentes de Transito e Primeiros Socorros à vítimas de acidentes. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

MOTA, E. R. . Avaliação da Cena, Cinemática do Trauma e Avaliação Primária. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

MOTA, E. R. . Parada Cardiorrespiratória. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

AGUIAR, M. I. F. ; MOTA, E. R. . Suporte Básico de Vida - Parada Cardiorrespiratória. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

MOTA, E. R. ; AGUIAR, M. I. F. . Simulação Realística em Emergência Pré-Hospitalar - Traumas. 2018. .

MOTA, E. R. ; AGUIAR, M. I. F. . Simulação Realística em Emergência Pré-Hospitalar - SBV. 2018. .

MOTA, E. R. ; AGUIAR, M. I. F. . Simulação Realística em Emergência Pré-Hospitalar - Suporte Básico de Vida. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

MOTA, E. R. ; GIESTA, R. P. ; FREITAS, V. C. A. ; ABREU, Y. M. ; MACEDO, J. P. F. ; SILVA, R. L. ; CARNEIRO, M. A. G. ; VIEIRA, M. S. . 1º Semana do Trauma da UFC. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

MOTA, E. R. . Controle de Hemorragias. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    CRIOTERAPIA APLICADA A PESSOAS EM TRATAMENTO QUIMIOTERÁPICO COM 5-FU: ESTUDO CLÍNICO CONTROLADO RANDOMIZADO​, Descrição: Objetivo Geral​ - Verificar o efeito da crioterapia na redução da mucosite oral em pacientes em uso de 5-fluorouracil em bolus.​ Objetivos Específicos​ - Caracterizar a amostra de pacientes oncológicos em uso de 5-fluorouracil em bolus admitidos no ambulatório de quimioterapia quanto a variáveis clínicas e demográficas;​ - Comparar o grau de mucosite apresentado pelos pacientes do grupo experimental nos períodos de pré-teste (antes da intervenção de crioterapia) e pós-teste (após a intervenção de crioterapia).​ - Comparar o grau de mucosite apresentado pelos pacientes do grupo experimental e controle após a intervenção de crioterapia (pós-teste).​ - Correlacionar o grau de mucosite com as seguintes variáveis clínicas e demográficas: gênero, idade, doença oncológica, dose do quimioterápico 5-FU, hábitos alimentares e de higiene oral.​ Tipo de estudo​ Trata-se de um ensaio clínico placebo-controlado, duplo cego e randomizado. ​ Campo de estudo​ O estudo será realizado no setor de quimioterapia no Centro Regional Integrado de Oncologia (CRIO).​ ​ População e amostra​ Os critérios para inclusão no estudo serão: ​ Pacientes portadores de câncer que recebam o quimioterápico 5- fluorouracil (5-FU) em bolus como parte do protocolo quimioterápico em início de tratamento (primeiro ou segundo ciclos);​ Pacientes com idade superior a 18 anos; ​ Pacientes com pontuação na escala de Glasgow igual a 15. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eduardo Rodrigues Mota - Coordenador / Maria Isis Freire de Aguiar - Integrante / Andrea Bezerra Rodrigues - Integrante., Financiador(es): Hemocentro do Ceará - Outra / Universidade Federal do Ceará - Outra.

  • 2016 - Atual

    Recorrência transgeracional de hanseníase em núcleos familiares de áreas com diferentes perfis de endemicidade no Nordeste do Brasil: magnitude, padrões e contextos de vulnerabilidade, Descrição: A hanseníase representa condição crônica e negligenciada que persiste com elevados níveis de detecção de casos novos e de morbimortalidade em vários países, incluindo o Brasil. Os indicadores epidemiológicos e operacionais apontam para manutenção de níveis elevados de endemicidade nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. A detecção precoce de casos impacta não apenas na dinâmica de transmissão de Mycobasterium leprae, mas também na redução do grau 2 de incapacidade. Nesta perspectiva, a recorrência transgeracional de hanseníase em núcleos familiares pode ser traduzida em indicadores de natureza operacional e epidemiológica com potencial significativo no contexto da vigilância à saúde no território da atenção primária, revelando de forma sensível dimensões de vulnerabilidade nos microespaços. No entanto, há um desconhecimento da magnitude deste evento bem como dos padrões e contextos de vulnerabilidade associados à manutenção da hanseníase em diferentes gerações da mesma família e nas redes sociais relacionadas a estas famílias. Explorar estes aspectos em diferentes cenários de endemicidade na região Nordeste, traz elementos importantes para o controle. Objetivo: Analisar a magnitude da recorrência transgeracional de hanseníase em núcleos familiares, bem como padrões e contextos de vulnerabilidade, em municípios dos Estados da Bahia e do Piauí com diferentes perfis de endemicidade, no período de 2001 a 2014. De forma específica, pretende-se caracterizar os aspectos clínicos, epidemiológicos e sociodemográficos dos casos de hanseníase nos núcleos familiares com recorrência transgeracional; descrever os tipos de família com recorrência de hanseníase e suas relações intrafamiliares e sociais com o meio e a comunidade onde habitam; caracterizar as diferentes gerações acometidas pela hanseníase, incluindo densidade de casos confirmados, itinerário diagnóstico-terapêutico e tempo transcorrido para diagnóstico entre os casos; determinar a magnitude de casos de hanseníase entre contatos intradomiciliares, coabitantes residentes e coabitantes sociais vinculados aos núcleos familiares com recorrência transgeracional.; identificar padrões de distribuição espaço-temporal de famílias com recorrência transgeracional de hanseníase nos municípios em estudo e descrever os contextos de vulnerabilidade individual, programática e social associados à manutenção da ocorrência de novos casos de hanseníase em um mesmo núcleo familiar. Procedimentos Metodológicos: estudo transversal, com abordagens descritiva e analítica, a ser realizado a partir de núcleos familiares com recorrência transgeracional de hanseníase residentes no Estado do Bahia (nos municípios de Vitória da Conquista e Tremedal), e no Estado do Piauí (nos municípios de Picos e Floriano), a partir de casos referência diagnosticados e notificados no período de 2001 a 2014. Está estruturado em 6 etapas. Nas primeiras 4, são abordadas diferentes dimensões do núcleo familiar. Compreende-se núcleo familiar como o conjunto de casos-referências, contatos intradomiciliares, coabitantes residentes e coabitantes sociais. Estima-se que existam aproximadamente 250 casos-referências vinculados a núcleos familiares com recorrência transgeracional de hanseníase nos municípios selecionados dos 2 estados, previamente identificados a partir de estudos conduzidos ou apoiados pela Universidade Federal do Ceará. A coleta de dados acontecerá por intermédio de entrevista estruturada com profissionais e gestores da atenção primária e vigilância epidemiológica, o caso referência, e caso tenha a autorização expressa por ele, será abordado os demais componentes do núcleo familiar também acometido pela hanseníase. Para entrada de dados será utilizado o programa EpiInfo Versão 7.1.5; a construção do genograma e ecomapa será feito no software GenoPro, versão 3.0.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (5) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Eduardo Rodrigues Mota - Integrante / Thaissa Pinto de Melo - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Alberto Novaes Ramos Junior - Coordenador / Duane Charles Hinders - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Thayse Andrade Fernandes - Integrante / Klaas Hendrik Eggens - Integrante / Reagan Nzundu Boigny - Integrante / Margarida Maria Araújo Praciano - Integrante / Héllen Xavier Oliveira - Integrante / Josilene Silva Oliveira - Integrante / José Mário Barbosa dos Santos - Integrante / Carlos Henrique Morais de Alencar - Integrante / Telma Maria Evangelista de Araújo - Integrante / Danusa de Araujo Felinto - Integrante / Thainá Isabel Bessa de Andrade - Integrante / Anderson Fuentes Ferreira - Integrante / Thalita Caroline Costa Façanha - Integrante / Sinara de Menezes Lisboa Freire - Integrante / Suellen Menezes Lisboa Freire - Integrante / Olívia Dias de Araújo - Integrante / Gilberto Valentim Silva - Integrante / Hilda Beatriz Miranda-Galarza - Integrante / Suyanne Freire de Macêdo - Integrante / Walquirya Maria Pimentel Santos Lopes - Integrante / Klécia Nascimento Mendes da Silva - Integrante.

  • 2016 - Atual

    Ferramenta genérica para avaliação e monitoramento de morbidade e incapacidade relacionadas a doenças tropicais negligenciadas no Brasil: desenvolvimento e potencial com foco na integralidade --- DTN-TOOLKIT-BRASIL, Descrição: O Global Forum for Health Research define doenças tropicais negligenciadas (DTN) como um grupo de enfermidades intrinsecamente associadas à condição de pobreza, como causa ou como consequência. Apesar de responsáveis por quase 1/2 da carga de doença em países em desenvolvimento, com amplas dimensões associadas ? social, psicológica, estigma, etc ?, desconhece-se o padrão geral de expressão de incapacidade nesta população. Incapacidade aqui remete-se a termo genérico que inclui não apenas deficiência física, mas também limitações de atividades e restrições à participação. Denota aspectos negativos da interação entre indivíduo com uma condição de saúde e fatores ambientais, sociais e pessoais. Morbidade remete-se à frequência de doença, gravidade percebida e duração da incapacidade, tanto em indivíduos quanto em grupos. Existe, portanto, uma significativa lacuna técnico-científica, nacional e internacionalmente, de reconhecimento destas questões em DTNs. Este projeto tem como objetivo geral avaliar a aplicabilidade de conjunto de instrumentos validados como ?kit de ferramentas? genérico para abordagem de morbidade e incapacidade relacionadas a múltiplas DTNs (hanseníase, doença de chagas, leishmaniose visceral, esquistossomose mansoni) em diferentes cenários brasileiros. Para tanto, busca-se: desenvolver ?kit? e identificar áreas prioritárias para a rede de atenção e cuidado às DTNs; validar este ?kit? em diferentes cenários brasileiros; conhecer as percepções das pessoas com DTNs envolvidas na pesquisa em relação à experiência e aplicabilidade deste ?kit de ferramentas? e delinear proposta de módulo de educação permanente brasileiro voltada para a implementação do ?kit? em protocolos piloto. Como questões iniciais para o enfrentamento destes desafios inserem-se: qual deveria ser o conteúdo deste ?kit de ferramentas? genérico para múltiplas DTN? Em que medida este ?kit de ferramentas? seria adequado e aplicável em diferentes contextos e realidades demográficas, sociais, culturais, econômicas e epidemiológicas de áreas endêmicas e não endêmicas? De forma preliminar, foi desenvolvido estudo utilizando o método Delphi com a participação de experts de várias partes do mundo para identificação e reconhecimento deste conjunto de ferramentas. Após rodadas no painel de especialistas, estruturou-se uma proposta preliminar de ?kit?, contendo uma série de instrumentos que integram as seguintes dimensões: funcionalidade e incapacidade relacionada às condições de saúde; distúrbios psiquiátricos; incapacidades nas atividades diárias (cognição, mobilidade, autocuidado, convivência com as pessoas, atividades de vida e participação na sociedade); restrições percebidas à participação das pessoas afetadas; estigma; barreiras atitudinais, políticas e físicas; qualidade de vida geral; qualidade de vida associada à incapacidade; e empoderamento. Trata-se de estudo transversal descritivo, com abordagens quantitativa e qualitativa, para avaliação de 9 instrumentos ou escalas a serem integrados no ?kit de ferramentas?: WHO ICF Checklist; Self-Reporting Questionnaire (SRQ); World Health Organization Disability Assessment Schedule (WHODAS); Participation scale (P-scale); Explanatory Model Interview Catalogue (EMIC) - individual; EMIC ? em comunidade; Craig Hospital Inventory of Environmental Factors (CHIEF) scale e WHOQOL-BREF com o modulo WHOQOL-DIS (disability); e Empowerment Scale. O estudo será desenvolvido nas cidades de Fortaleza (Ceará) e do Rio de Janeiro (RJ), a partir de instituições e serviços de referência de atenção e cuidado a DTNs. Serão incluídas pessoas atingidas por pelo menos uma das DTNs, que tenham 18 anos de idade ou mais. Além da aplicação do ?kit de ferramentas?, será avaliada a perspectiva sobre o instrumento e a experiência no processo, das pessoas que participaram no estudo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (5) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Eduardo Rodrigues Mota - Coordenador / Thaissa Pinto de Melo - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Alberto Novaes Ramos Junior - Integrante / Duane Charles Hinders - Integrante / Thayse Andrade Fernandes - Integrante / Reagan Nzundu Boigny - Integrante / Margarida Maria Araújo Praciano - Integrante / Héllen Xavier Oliveira - Integrante / Thainá Isabel Bessa de Andrade - Integrante / Anderson Fuentes Ferreira - Integrante / Marta Guimarães Cavalcanti - Integrante / Sarah Maria Fraxe Pessoa - Integrante / Marta Cristhiany Cunha Pinheiro - Integrante / Fernando Schemelzer de Moraes Bezerra - Integrante / Wim van Brakel - Integrante / Andréa Silvestre de Sousa - Integrante / Maria Solange Araújo Paiva Pinto - Integrante / Maria Iranilda Queirós - Integrante.

  • 2016 - Atual

    Adaptação transcultural das Escalas de Estigma (EMIC) e Empoderamento para a versão Português-Brasil: avaliação integrada em busca do desenvolvimento inclusivo no contexto da hanseníase, Descrição: A hanseníase mantém-se como um processo infeccioso de elevada magnitude, assumindo caráter de doença negligenciada, que demanda ações integradas para desenvolvimento inclusivo das populações acometidas. Considerando-se a especificidade de Mycobacterium leprae pelo acometimento de nervos periféricos bem como o potencial de geração de alterações motoras e sensoriais potenciais, impactos significativos do ponto de vista físico, psicológico, social e econômico ampliam os impactos em indivíduos, famílias e comunidades. Por sua natureza incapacitante, a baixa gravidade e o estigma relacionado, um grande contingente de pessoas que vivem com a hanseníase apresenta necessidades marcantes ao longo de suas vidas. Ampliar o empoderamento destas pessoas representa estratégia chave para superar o estigma, percebido ou sentido, bem como os diferentes contextos de vulnerabilidade. Este projeto busca ampliar a capacidade de intervenção na composição de estratégias para o desenvolvimento inclusivo. A proposta visa explorar o estigma como categoria analítica amplificadora da vulnerabilidade social, do preconceito e da restrição à participação social, além de geradora de impactos no perfil de ocorrência e de atenção/cuidado da hanseníase em áreas endêmicas do Norte e Nordeste do Brasil. Assim, tomando como base referencial a integralidade do cuidado como um dos princípios norteadores do SUS, o objetivo geral deste projeto é adaptar transculturalmente para o Brasil as escalas de estigma Explanatory Model Interview Catalogue (EMIC ? individual e para comunidade) e de empoderamento em pessoas acometidas pela hanseníase. O projeto estrutura-se nos seguintes objetivos específicos: verificar a presença de publicações técnico - científicas oriundas do país de origem da elaboração das escalas e no Brasil; avaliar a pertinência e a adequação do formato das questões e do instrucional, do cenário de administração das escalas e do modo de aplicação; verificar a equivalência semântica por tradução e retrotradução, e entre a retrotradução e as escalas originais; verificar questões gerais referentes a adequação das escalas para possíveis ajustes finais junto à população-alvo e a especialistas; realizar pré-teste da versão final das escalas adaptadas e verificar a equivalência funcional das escalas por meio de análise psicométrica. O projeto é fundamentado em estudo epidemiológico de adaptação transcultural, com base em escalas multidimensionais, com módulos abarcando um ou mais construtos. Inclui um processo combinado entre um componente de tradução literal de palavras e frases do inglês para o português, e um processo cuidadoso de harmonização que contemple o contexto cultural e estilo de vida da população-alvo nos diferentes cenários incluídos no projeto. O desenho do estudo inclui ainda a verificação da equivalência conceitual, de itens, semântica, operacional, de mensuração e funcional das escalas. O estudo será desenvolvido nos Estados da Bahia (Vitória da Conquista), Rondônia (Cacoal), Piauí (Floriano) e Ceará (Redenção). Os participantes do estudo para adaptação das escalas EMIC (indivíduo e comunidade) e Escala de Empoderamento serão pessoas acometidas pela hanseníase, em diferentes momentos em relação à poliquimioterapia (tratamento ativo ou pós-alta), independentemente do sexo, podendo apresentar incapacidades ou deficiências (ou nenhuma das duas). Também será incluída abordagem à comunidade somente para escala EMIC - comunidade.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Eduardo Rodrigues Mota - Coordenador / Thaissa Pinto de Melo - Integrante / Jaqueline Caracas Barbosa - Integrante / Alberto Novaes Ramos Junior - Integrante / Duane Charles Hinders - Integrante / Eliana Amorim de Souza - Integrante / Thayse Andrade Fernandes - Integrante / Maria de Jesus Freitas de Alencar - Integrante / Reagan Nzundu Boigny - Integrante / Margarida Maria Araújo Praciano - Integrante / Héllen Xavier Oliveira - Integrante / José Mário Barbosa dos Santos - Integrante / Danusa de Araujo Felinto - Integrante / Thainá Isabel Bessa de Andrade - Integrante / Klécia Nascimento Mendes da Silva - Integrante / Sarah Maria Fraxe Pessoa - Integrante / Wim van Brakel - Integrante / Maria Solange Araújo Paiva Pinto - Integrante / Andréia Alves Castilhano - Integrante / Teresinha Cicera Teodora Viana - Integrante / Priscila do Nascimento Rosa - Integrante.

  • 2014 - 2015

    Habilidade de Cuidado dos Familiares Cuidadores de pessoas com Lesão Medular, Descrição: O projeto visa descrever a habilidade de cuidado do cuidador familiar das pessoas com lesão medular,em domicilios por meio da aplicação do Inventário para a habilidade de cuidado (CAI, Caring Hability Inventory) de Ngozi Nkongho e avaliar o grau de conhecimentos, de valor e de paciência do cuidador familiar principal, para ofertar cuidado a pessoa com lesão medular.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eduardo Rodrigues Mota - Coordenador / Zuila Maria de Figueiredo Carvalho - Integrante / Teully Hermeson Viana Xavier - Integrante / Raellly Ramos Campos - Integrante / Joyce Miná Albuquerque Coelho - Integrante / Dilene Maria de Araújo Façanha - Integrante / Renata Sá Ferreira Brasileiro - Integrante / Daisy Maria Silva - Integrante / Amanda Holanda Severo - Integrante / Annyelly Aires Leal Braga - Integrante / Rebeca Bandeira Barbosa - Integrante / Priscila Alencar Mendes Reis - Integrante / Samia Jardelle Costa de Freitas Maniva - Integrante / Winner Gomes Machado - Integrante.

  • 2013 - 2015

    Estudo da Utilização de Plantas Medicinais por Portadores de Diabetes Mellitus na Cidade de Fortaleza, Descrição: O Hospital Walter Cantídio é um centro de referência no estado do Ceará e recebe pacientes oriundos da capital e do interior. Desta forma, os achados deste estudo podem ser considerados como um estudo regional sobre o uso de plantas medicinais por diabéticos no Ceará. Objetivo geral Avaliar o conhecimento e a utilização de plantas medicinais não prescritas, por pacientes portadores de diabetes atendidos em dois Centros de atendimento no município de Fortaleza. Objetivos específicos Identificar as plantas medicinais utilizadas por esses pacientes; se foi e por quem foi indicada ou prescrita, as motivações para o seu uso; a forma e o tempo de utilização; e a sua credibilidade e grau de satisfação com essas opções de tratamento; Relacionar o uso das plantas a idade, condição socioeconômica, religião ou crença, escolaridade, tipo de diabetes, tempo de doença, controle metabólico, presença de complicações e co-morbidades, orientações prévias, adesão e tipo de tratamento. Comparar a prevalência e os tipos de plantas utilizadas entre os assistidos na atenção primária e especializada.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eduardo Rodrigues Mota - Coordenador / Renan Magalhães Montenegro Junio - Integrante / Adriana Rolim Campos Barros - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Ceará. , Rua Alexandre Baraúna - de 701/702 ao fim, Rodolfo Teófilo, 60430160 - Fortaleza, CE - Brasil, Telefone: (85) 33668455

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2016 - 2018

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação à Docência, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Disciplina de Epidemiologia Especial

  • 2016 - 2018

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Extensão, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Núcleo de Urgência e Emergência Pré-Hospitalar da UFC

  • 2017 - 2017

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação à Docência, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Enfermagem no Processo de Cuidar do Idoso

  • 2013 - 2017

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Extensão, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Liga Acadêmica de Diabetes

  • 2014 - 2014

    Universidade Federal do Ceará

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação à Docência, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Disciplina de Processo Histórico da Enfermagem

  • 2013 - 2014

    Instituto Cearense de Endocrinologia

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Trainee de Pesquisas Clínicas, Carga horária: 12

  • 2013 - 2014

    Universidade de Fortaleza

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista PIBIC, Carga horária: 20

  • 2018 - Atual

    Hospital Distrital Evandro Ayres de Moura

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Enfermeiro, Carga horária: 40