Natália Caroline Soares de Oliveira

Doutoranda pelo programa de Pós-Graduação em Justiça Administrativa da Universidade Federal Fluminense. Mestre em Ciências Sociais e Ciências Jurídicas pelo programa de Pós-Graduação em Sociologia e Direito da Universidade Federal Fluminense. Possui graduação em Direito - Faculdades Integradas Vianna Junior (2013). Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Teoria do Direito e Filosofia do Direito, atuando principalmente no seguinte tema: Teoria Feminista do Direito, Reconhecimento, Redistribuição e representação, atualmente concentra suas pesquisas em participação das mulheres na esfera pública e arena política, utilizando de conceitos de Democracia, Representação e Esfera Pública..

Informações coletadas do Lattes em 04/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Justiça Administrativa

2017 - Atual

Universidade Federal Fluminense
Título: DEMOCRACIA, ESFERA PÚBLICA E REPRESENTAÇÃO NO BRASIL: aspectos fundantes para uma análise crítica da participação da mulher na esfera pública brasileira,
Eder Fernandes Monica. Grande área: Ciências Sociais AplicadasGrande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Teoria do Direito / Especialidade: Filosofia do Direito.

Mestrado em Sociologia e Direito

2015 - 2017

Universidade Federal Fluminense
Título: RECONHECIMENTO, REDISTRIBUIÇÃO E REPRESENTAÇÃO: contribuições a partir de Nancy Fraser para a participação da mulher na esfera pública brasileira,Ano de Obtenção: 2017
Eder Fernandes Monica..

Graduação em Direito

2009 - 2013

Faculdades Integradas Vianna Junior
Título: Luta por Reconhecimento: dos conflitos sociais à normatização jurídica
Orientador: Bruno Stigert de Sousa

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Alemão

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Teoria do Direito.

    Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Teoria do Direito/Especialidade: Filosofia do Direito.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

OLIVEIRA, N. C. S. ; CIRINO, S. M. ; OLIVEIRA. Simone Vinhas de . V Simpósio Gênero e Políticas Públicas (UEL) - Coordenadora do Grupo de Trabalho (GT7): Teorias de justiça e relações de gênero. 2018. (Outro).

OLIVEIRA, N. C. S. ; AKUTSU, B. H. S. . Fórum: Construindo caminhos para o enfrentamento da violência de gênero e raça na UFF. 2018. (Outro).

AKUTSU, B. H. S. ; OLIVEIRA, N. C. S. ; MARTIRE, G. C. L. . minicurso/aula- Identidade de gênero e violência contra a mulher. 2018. (Outro).

OLIVEIRA, N. C. S. . IV Jornada Internacional sobre Ética, Justiça e Gestão Institucional,. 2018. (Outro).

OLIVEIRA, N. C. S. ; AKUTSU, B. H. S. ; SANTOS, C. C. P. ; FERNANDES M., Eder . I Seminário Direito e Racismo da Universidade Federal Fluminense.. 2016. (Outro).

OLIVEIRA, N. C. S. ; AKUTSU, B. H. S. ; FERNANDES M., Eder . I Jornada SDD: Qual o futuro da sexualidade no Direito. 2016. (Outro).

AKUTSU, B. H. S. ; OLIVEIRA, N. C. S. ; MARTIRE, G. C. L. . XIV Semana Afro-Brasileira. 2016. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

a IV Jornada Internacional sobre Ética, Justiça e Gestão Institucional.A MULHER NA POLÍTICA BRASILEIRA- PENSANDO REPRESENTAÇÃO SEGUNDO NANCY FRASER?. 2018. (Outra).

Construindo caminhos para o enfrentamento da violência de gênero e raça na UFF.Construindo caminhos para o enfrentamento da violência de gênero e raça na UFF. 2018. (Outra).

V SIMPÓSIO GÊNERO E POLÍTICAS PÚBLICAS."O PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE LONDRINA E A REPRESENTATIVIDADE "POLÍTICA DO MOVIMENTO LGBT NOS ESPAÇOS DE DELIBERAÇÃO DO MUNICÍPIO". 2018. (Simpósio).

Lançamento de livro:qual o futuro da sexualidade no direito.qual o futuro da sexualidade no direito. 2017. (Outra).

Mulheres em ação.Mulheres em ação. 2017. (Outra).

6º Seminário em Sociologia e Direito.TEORIA DO RECONHECIMENTO: UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE HABERMAS E FRASER. 2016. (Seminário).

Aula de artes.Oficina de enfrentamento à violência contra a mulher, realizada no Colégio Estadual Macedo Soares, com 6ªC a B..Oficina de enfrentamento à violência contra a mulher. 2016. (Oficina).

Aula de artes.Oficina de enfrentamento à violência contra a mulher, realizada no Colégio Estadual Macedo Soares, com a 6ª B..Oficina de enfrentamento à violência contra a mulher. 2016. (Oficina).

I Jornada SDD: Qual o futuro da sexualidade no Direito..Gênero, justiça e políticas públicas sob a ótica de Nancy Fraser. 2016. (Outra).

I Jornada SDD: Qual o futuro da sexualidade no Direito. mesa 2.mesa 2. 2016. (Outra).

I seminário direito e racismo. 2016. (Seminário).

Pesquisas na Faculdade de Direito..Pesquisas na Faculdade de Direito.. 2016. (Outra).

VIII Congresso Internacional de estudos sobre a diversidade sexual e de gênero da Associação Brasileira de Estudos da Homocultura (ABEH). A sexualidade na divisão do trabalho. 2016. (Congresso).

VIII Congresso Internacional de estudos sobre a diversidade sexual e de gênero da Associação Brasileira de Estudos da Homocultura (ABEH),. Pessoas trans e trabalho vivo,. 2016. (Congresso).

VIII Congresso Internacional de estudos sobre a diversidade sexual e de gênero da Associação Brasileira de Estudos da Homocultura (ABEH),. Papéis de gênero e violências contra a mulher,. 2016. (Congresso).

XII Congresso Nacional de Excelência em Gestão (ISSN 1984-9354) & III INOVARSE - Inovação & Responsabilidade Social.. AS TRANSFORMAÇÕES DAS RELAÇÕES DE GÊNERO E SUAS IMPLICAÇÕES NA GESTÃO DE PESSOAS NO MUNDO DO TRABALHO.. 2016. (Congresso).

XIV Semana Afro-Brasileira- colegio estadual Conselheiro Macedo Soares. 2016. (Outra).

4º CONINTER: CONGRESSO INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES: FRONTEIRA E INTEGRAÇÃO - ESTUDOS INTERDISCIPLINARES NA AMÉRICA LATINA. Reconhecimento, Redistribuição e Desconstrução do gênero: Um debate entre Nancy Fraser e Judith Butler.. 2015. (Congresso).

5º SEMINÁRIO INTERDISCIPLINAR EM SOCIOLOGIA E DIREITO.Luta por reconhecimento: uma análise do feminismo. 2015. (Seminário).

XXIV Congresso do CONPEDI. IDENTIDADE, RECONHECIMENTO E PRECARIEDADE DA VIDA: uma análise a partir da transexualidade. 2015. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Vitor Gabriel de Moura Gonçalves

OLIVEIRA, N. C. S.; PESSANHA, Rachel Bruno; SILVA, P. M.; TORRES, M. A. A.. DIREITO E BIG DATA: A CONCORRÊNCIA NA ERA DIGITAL. 2017.

Aluno: ANA CAROLINA PAIVA PENY

OLIVEIRA, N. C. S.; PESSANHA, Rachel Bruno; SILVA, P. M.. A APLICAÇÃO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA E COMPLIANCE NOS CASOS DA SADIA E SIEMENS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Carolina Seixas Braga

OLIVEIRA, N. C. S.; SILVA, P. M.; PESSANHA, Rachel Bruno. PATRIMÔNIO DE AFETAÇÃO E RECUPERAÇÃO JUDICIAL SOB A PERSPECTIVA DAS INCORPORAÇÕES IMOBILIÁRIAS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Thaís Moura Carreira

OLIVEIRA, N. C. S.; PESSANHA, Rachel Bruno; SILVA, P. M.. RESPONSABILIDADE CIVIL DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS SOBRE OS TÍTULOS DE CRÉDITO. 2017.

Aluno: Vitória Neffá Lapa e Silva

OLIVEIRA, N. C. S.; PESSANHA, Rachel Bruno; SILVA, P. M.. ARBITRAGEM SOCIETÁRIA: A VINCULAÇÃO DOS ADMINISTRADORES DAS S.A. À CLÁUSULA COMPROMISSÓRIA ESTATUTÁRIA. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Tatiana de Araújo Carilo

OLIVEIRA, N. C. S.; MONICA, E. F.;AKUTSU, B. H. S.. DESAFIOS DO MOVIMENTO FEMINISTA PARA IMPLEMENTAÇÃO DE DIREITOS DA MULHER NO CENÁRIO POLÍTICO ATUAL. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Jéssica da Cunha Ramos

MONICA, E. F.; YACOUB, G. P.;MARTINS, A. P. A.OLIVEIRA, N. C. S.. O Gênero dentro da perspectiva feminista e sua relação com o direito. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Mariana César de Souza

FERNANDES M., EderOLIVEIRA, N. C. S.; GEISLER, A. R. R.. A RECEPTIVIDADE DA PARENTALIDADE SOCIOAFETIVA NO DIREITO BRASILEIRO E OS FENÔMENOS DA HOMOPARENTALIDADE E DA MULTIPARENTALIDADE. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade Federal Fluminense.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Bruno Stigert de Sousa

STIGERT, Bruno.; VIANNA, Z. M.. Luta por reconhecimento: dos conflitos sociais à normatização jurídica.. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdades Integradas Vianna Júnior.

Carla Appollinario de Castro

MONICA, E. F.;CASTRO, C. A.; MARTINS, A. P. A.; GEISLER, A. R. R.. NANCY FRASER, EMANCIPAÇÃO FEMININA E ESPAÇOS UNIVERSITÁRIOS: o combate à violência sexual e a discriminação de gênero nas universidades UNICAMP, Bergische Universität Wuppertal e UFF. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Direitos, Instituições e Negócios) - Universidade Federal Fluminense.

Leticia Helena Medeiros Veloso

MONICA, E. F.;VELOSO, Letícia H. Medeiros; HANSEN, G. L.. Reconhecimento, Redistribuição e Representação: as principais contribuições teóricas de Nancy Fraser para se pensar a participação da mulher na esfera pública brasileira. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia e Direito) - Universidade Federal Fluminense.

Eder Fernandes Monica

MONICA, E. F.HANSEN, G. L.VELOSO, L. H. M.. RECONHECIMENTO, REDISTRIBUIÇÃO E REPRESENTAÇÃO: as principais. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia e Direito) - Universidade Federal Fluminense.

Gilvan Luiz Hansen

MONICA, Eder F.; VELOSO, Letícia H.;HANSEN, Gilvan Luiz; MULHOLLAND, Caitlin Sampaio. Reconhecimento, redistribuição e representação: contribuições a partir de Nancy Fraser para a participação da mulher na esfera pública brasileira. 2017. Dissertação (Mestrado em Sociologia e Direito) - Universidade Federal Fluminense.

Gilvan Luiz Hansen

MONICA, Eder F.;HANSEN, Gilvan Luiz; VELOSO, Letícia H.. Reconhecimento, redistribuição e representação: contribuições a partir de Nancy Fraser para a participação da mulher na esfera pública brasileira. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia e Direito) - Universidade Federal Fluminense.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Tatiana de Araújo Carilo

DESAFIOS DO MOVIMENTO FEMINISTA PARA IMPLEMENTAÇÃO DE DIREITOS DA MULHER NO CENÁRIO POLÍTICO ATUAL; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Direito) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Natália Caroline Soares de Oliveira;

Jéssica da Cunha Ramos

O gênero dentro da perspectiva feminista e sua relação com o Direito; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Direito) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Natália Caroline Soares de Oliveira;

Mariana César de Souza

A RECEPTIVIDADE DA PARENTALIDADE SOCIOAFETIVA NO DIREITO BRASILEIRO E OS FENÔMENOS DA HOMOPARENTALIDADE E DA MULTIPARENTALIDADE; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Direito) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Natália Caroline Soares de Oliveira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Bruno Stigert de Sousa

Luta por reconhecimento: dos conflitos sociais à normatização jurídica; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Direito) - Faculdades Integradas Vianna Júnior; Orientador: Bruno Stigert de Sousa;

Eder Fernandes Monica

DEMOCRACIA, ESFERA PÚBLICA E REPRESENTAÇÃO NO BRASIL: aspectos fundantes para uma análise crítica da participação da mulher nas esfera pública brasileira; Início: 2017; Tese (Doutorado em Justiça Administrativa) - Universidade Federal Fluminense; (Orientador);

Eder Fernandes Monica

RECONHECIMENTO, REDISTRIBUIÇÃO E REPRESENTAÇÃO: contribuições a partir de Nancy Fraser para a participação da mulher na esfera pública brasileira; ; 2017; Dissertação (Mestrado em Sociologia e Direito) - Universidade Federal Fluminense,; Orientador: Eder Fernandes Monica;

Eder Fernandes Monica

RECONHECIMENTO, REDISTRIBUIÇÃO E REPRESENTAÇÃO: contribuições a partir de Nancy Fraser para a participação da mulher na esfera pública brasileira; ; 2015; Dissertação (Mestrado em Sociologia e Direito) - Universidade Federal Fluminense,; Orientador: Eder Fernandes Monica;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • OLIVEIRA, N. C. S. . Gênero, justiça e políticas públicas sob a ótica de Nancy Fraser. In: Eder Fernandes Monica; Ana Paula Antunes Martins. (Org.). Qual o futuro da sexualidade no direito?. 1ed.rio de janeiro: Bonecker Ltda, 2017, v. 1, p. 7-393.

  • OLIVEIRA, N. C. S. ; MARTIRE, G. C. L. . Repensando Direitos Humanos a partir das subjetivações: o "trote" como instrumento de dominação. In: Mauricio Castanheira, Felipe Pinto, Loudes Bastos, Rafael Alvarenga. (Org.). Maçã com canela: produtos educacionais e outros. 1ed.Rio de Janeiro: Publit, 2017, v. V, p. 244-255.

  • AKUTSU, B. H. S. ; OLIVEIRA, N. C. S. . Papéis de gênero e violências contra a mulher. In: Anderson Ferrari; Roney Polato de Castro. (Org.). VIII CONGRESSO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE A DIVERSIDADE SEXUAL E DE GÊNERO: ABEH e a construção de um campo de Pesquisa e Conhecimento: desafios e potencialidades de nos re-inventarmos. 1ed.Campina Grande: Realize Editora, 2017, v. , p. 1533-1539.

  • OLIVEIRA, N. C. S. . RECONHECIMENTO, REDISTRIBUIÇÃO E DESCONSTRUÇÃO: UMA ANÁLISE DA TRANSEXUALIDADE NO BRASIL. In: Brunello Souza Stancioli; Letícia Albuquerque; Riva Sobrado De Freitas Tavares. (Org.). BIODIREITO E DIREITOS DOS ANIMAIS I. 1ed.Florianópolis: CONPEDI, 2015, v. , p. 487-502.

  • OLIVEIRA, N. C. S. . A teoria de Nancy Fraser, reconhecimento e redistribuição: suas principais contribuições na reflexão acerca da subordinação. In: I Congresso de Diversidade Sexual e de Gênero, 2016, Belo Horizonte. As várias faces da sujeição humana: desigualdade, trabalho e interseccionalidades de gênero e sexualidade. Belo Horizonte: Initia Via, 2016. v. 1.

  • OLIVEIRA, N. C. S. ; LACERDA, G. A. L. A. . Pessoas trans e trabalho vivo. In: VIII Congresso Internacional de estudos sobre a diversidade sexual e de gênero da Associação Brasileira de Estudos da Homocultura (ABEH), 2016, Juiz de Fora. VIIICongressoABEH 2016, 2016.

  • OLIVEIRA, N. C. S. ; ALFAYA, N. . TEORIA DO RECONHECIMENTO: UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE HABERMAS E FRASER. In: 6º Seminário Interdisciplinar em Sociologia e Direito., 2016, niteroi. 6º Seminário Interdisciplinar em Sociologia e Direito., 2016.

  • SOUZA, David E. S. ; SGANZERLA. Rogério Barros ; OLIVEIRA, N. C. S. . A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO MERCADO DE TRABALHO. In: XII CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO & III INOVARSE, 2016, Rio de Janeiro. XII CNEG & III INOVARSE, 2016.

  • OLIVEIRA, N. C. S. . A sexualidade na divisão do trabalho. In: VIII Congresso Internacional de estudos sobre a diversidade sexual e de gênero da Associação Brasileira de Estudos da Homocultura (ABEH),., 2016, Juiz de Fora. VIIICongressoABEH 2016, 2016.

  • OLIVEIRA, N. C. S. . Reconhecimento, Redistribuição e Desconstrução do gênero:mapeando as teorias de Nancy Fraser e Judith Butler. In: 4º CONINTER: CONGRESSO INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES: FRONTEIRA E INTEGRAÇÃO - ESTUDOS INTERDISCIPLINARES NA AMÉRICA LATINA, 2015, Foz do Iguaçu. CONINTER 4, 2015.

  • OLIVEIRA, N. C. S. . Luta por reconhecimento: uma análise do feminismo. In: 5º Seminário Interdisciplinar em Sociologia e Direito, 2015, Niterói. 5º Seminário Interdisciplinar em Sociologia e Direito, 2015.

  • OLIVEIRA, N. C. S. . Luta por reconhecimento: dos conflitos sociais à normatização jurídica. In: 5ª Jornada Científica, 2014, Juiz de Fora. Anais da 5ª Jornada Científica das Faculdades Integradas Vianna Júnior, 2014.

  • OLIVEIRA, N. C. S. . ?A MULHER NA POLÍTICA BRASILEIRA- PENSANDO REPRESENTAÇÃO SEGUNDO NANCY FRASER?,. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • OLIVEIRA, N. C. S. ; JARRETA. MARCELO LUAN LOPES . 'O PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE LONDRINA E A REPRESENTATIVIDADE POLÍTICA DO MOVIMENTO LGBT NOS ESPAÇOS DE DELIBERAÇÃO DO MUNICÍPIO'. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • OLIVEIRA, N. C. S. . Mulheres em Ação. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OLIVEIRA, N. C. S. . Qual o futuro da sexualidade no Direito. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OLIVEIRA, N. C. S. . A TEORIA DE NANCY FRASER RECONHECIMENTO E REDISTRIBUIÇÃO: SUAS PRINCIPAIS CONTRIBUIÇÕES NA REFLEXÃO ACERCA DA SUBORDINAÇÃO. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, N. C. S. ; AKUTSU, B. H. S. . Papéis de gênero e violências contra a mulher. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, N. C. S. . Pessoas trans e trabalho vivo. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, N. C. S. . A sexualidade na divisão do trabalho. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, N. C. S. ; ALFAYA, N. . TEORIA DO RECONHECIMENTO: UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE HABERMAS E FRASER. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • OLIVEIRA, N. C. S. . Luta por reconhecimento: uma análise do feminismo. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • OLIVEIRA, N. C. S. . Reconhecimento, Redistribuição e Desconstrução do gênero: Um debate entre Nancy Fraser e Judith Butler. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, N. C. S. . IDENTIDADE, RECONHECIMENTO E PRECARIEDADE DA VIDA: uma análise a partir da transexualidade. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, N. C. S. . Luta por reconhecimento: dos conflitos sociais à normatização jurídica. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

FERNANDES M., Eder ; AKUTSU, B. H. S. ; BONFIM, A. ; OLIVEIRA, N. C. S. . Relatório de mérito para um caso submetido à Comissão Interamericana de Direitos Humanos.. 2016.

OLIVEIRA, N. C. S. ; CIRINO, S. M. . Direito de importunar? Perspectiva teórica de Nancy Fraser para o alcance de uma justiça de gênero não essencialista e emancipadora da mulher. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

OLIVEIRA, N. C. S. ; AKUTSU, B. H. S. . Identidade de gênero e violência contra a mulher.. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Fatores ambientais, comportamentais e psicossociais relacionados à qualidade de vida de estudantes de Odontologia, Descrição: A passagem pela vida universitária, na maioria das vezes, está associada a diversos desafios na vida dos estudantes incluindo distanciamento de familiares e amigos, alterações nos hábitos alimentares, na prática de atividades físicas, no lazer e enfretamento de dificuldades em relação aos custos financeiros da formação. As exigências da vida acadêmica demandam, portanto, altos investimentos pessoais por parte dos estudantes. Além desses desafios, a literatura tem apontado que o abuso de poder, autoritarismo, assédios e outras formas de violência tem feito parte do cotidiano universitário, princpalmente nas relações docentes-discentes. Poucos estudos nacionais, entretanto, tem sido desenvolvidos para investigar o perfil e as vivências do estudante universitário bem como suas repercussões sobre seus estilos de vida, co ndições de saúde e qualidade de vida. A presente esquisa pretende contribuir para o debate a respeito do desenvolvimento integral e do bem-estar dos estudante. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

  • 2017 - Atual

    POLÍTICA SEXUAL, MORALIDADE E DIREITO (Grupo de Pesquisa Sexualidade, Direito e Democracia), Descrição: O projeto desenvolve uma ampla pesquisa sobre política e legislação sexual no Brasil, dentro do Grupo de Pesquisa ?Sexualidade, Direito e Democracia?. Trabalha-se com a hipótese geral de que a legislação sexual atual se caracteriza como um instrumento afirmativo da autodeterminação sexual das pessoas, bem como um meio de proteção da liberdade sexual. Especificamente, o recorte desse projeto terá a preocupação de verificar essa hipótese a partir de temas da política e legislação brasileira sobre sexualidade, desde a independência até os tempos atuais. De início, será feito um recorte analítico com o tema da legislação sexual, dividindo a pesquisa em algumas etapas: primeira, o estudo das fases históricas de negociação e alteração dos sentidos de sexualidade na história brasileira. Segunda, o estudo da legislação sexual e da jurisprudência correspondente no tocante às temáticas que envolvem a sexualidade e a respectiva coleta de dados, correlacionando os dados com o seu período histórico. Terceira, análise crítica dos dados coletados a partir de marcos teóricos específicos que fornecerão a percepção do conteúdo da política sexual de cada uma das fases estudadas, dentro do tema investigado. Na primeira fase, a metodologia é de revisão bibliográfica. Nas demais, será utilizado o método de análise de conteúdo. Como o trabalho é uma investigação ampla, todos os membros do Grupo de Pesquisa participarão do debate analítico das informações, em uma rede de discussões que já se encontra em funcionamento, gerando a oportunidade de contrastar os dados coletados com os dados de outros pesquisadores... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Natália Caroline Soares de Oliveira - Integrante / Eder Fernandes Monica - Coordenador / Beatriz Hiromi da Silva Akutsu - Integrante / Carolina Câmara Pires dos Santos - Integrante / Ariini bonfim - Integrante / Rogério Barros Sganzerla - Integrante / David Emmanuel de Souza - Integrante.

  • 2016 - Atual

    LIBERDADES EM DISPUTAS: FUNDAMENTOS PARA AUTONOMIA PRIVADA PARA TEORIA DO DIREITO ENTRE A CONFLITUALIDADE DOS MOVIMENTOS SOCIAIS, Descrição: A pesquisa busca investigar as categorizações da autonomia privada para a construção do discurso do direito privado e suas conseqüências para a sedimentação da teoria do direito entre a conflitualidade dos movimentos sociais. Sendo assim, é necessário o estudo sistemático e atualizado da historiografia do direito privado brasileiro, a partir da concretude antropológica, política e social do Brasil, revisitando a bibliografia já consolidada e propondo novas formas de narrativas e desenvolvimentos históricos, bem como compreender a constituição dos paradigmas liberal e social e suas implicações para o direito privado. Nesse sentido, pretende-se discutir as propostas atuais de superação da crise paradigmática e de legitimidade do direito privado e analisar, performativamente, a viabilidade de um projeto discursivo para a superação da dicotomia entre direito privado e direito público para a construção de novos paradigmas para do direito privado brasileiro no modelo de democracia deliberativa. O método de pesquisa consiste na verificação de hipóteses, por meio de levantamento de dados teórico e empírico, demonstrando, performativamente, as possibilidades do paradigma procedimental entre a participação desses sujeitos nas decisões que envolvem a luta social por reconhecimento de direito. Com isso, tem-se como o resultado pretendido da pesquisa, ao investigar o conflito social apresentado pelos movimentos sociais, a identificação dos elementos para o aprimoramento da autônima dos sujeitos (participantes) e a renovação teórica para o direito privado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Natália Caroline Soares de Oliveira - Integrante / Simone Vinhas de Oliveira - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Democratização da esfera privada, Sexualidade e Poder (Grupo de Pesquisa: Democracia, Cidadania e Autonomia Privada), Descrição: O projeto se propõe a discutir os processos políticos de subjetivação com relação ao corpo e à sexualidade abordados nas expressões que se extraem inicialmente dos movimentos feministas e LGBT, bem como dos movimentos que inserem os homens nas ações transformadoras pela igualdade de gênero, questionando as relações de gênero na perspectiva decolonial na atualidade. Busca identificar as múltiplas formas de resistência e de transformação das subjetividades e grupos sociais, inseridas dentro das diversas manifestações de violência contra as manifestações de sexualidade e compreensões de gênero e produtoras de novas tecnologias de organização e mobilização social. Os conceitos tematizados terão como ponto de flexão os seguintes marcadores sociais de diferença: gênero , raça , sexo , geração e renda , primordialmente. As analíticas também serão desenvolvidas a partir das intersecções entre as esferas públicas e privadas como flexões de transversalidade dos discursos, práticas e processos epistemológicos, por meio da relação de reconhecimento, proteção dos direitos e realização da autonomia dos sujeitos.... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2016 - Atual

    Universidade Estadual de Londrina

    Vínculo: pesquisador, Enquadramento Funcional: pesquisador

    Outras informações:
    participante do grupo de pesquisa LIBERDADES EM DISPUTAS: FUNDAMENTOS PARA AUTONOMIA PRIVADA PARA TEORIA DO DIREITO ENTRE A CONFLITUALIDADE DOS MOVIMENTOS SOCIAIS

  • 2015 - Atual

    Universidade Federal Fluminense

    Vínculo: pesquisador, Enquadramento Funcional: pesquisador

    Outras informações:
    Pesquisador integrante do grupo de pesquisa Sexualidade, Direito e Democracia

  • 2016 - 2016

    Universidade Federal Fluminense

    Vínculo: estagio docência, Enquadramento Funcional: estagio docência, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Estagio docência na matéria Direito e sexualidade (SDV00124) no departamento de Direito Privado (Faculdade de Direito UFF)

  • 2016 - 2016

    Universidade Federal Fluminense

    Vínculo: estagio docência, Enquadramento Funcional: estagio docência, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Estagio docência realizado no departamento de direito privado (Faculdade de Direito UFF), matéria Teoria Feminista do Direito (SGD00019)

  • 2011 - 2011

    Faculdades Integradas Vianna Junior

    Vínculo: Monitora, Enquadramento Funcional: Monitora na disciplina Filosofia do direito, Carga horária: 5

  • 2010 - 2011

    Prefeitura de Juiz de Fora

    Vínculo: Estágio remunerado, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Auxilio, nos limites legais e regulamentares, aos servidores do departamento de Divida Ativa da Prefeitura de Juiz de Fora, na elaboração de petições e pesquisas jurídicas relacionadas ao tema, em especial direito tributário.

  • 2011 - 2013

    AGU/Procuradoria Federal Especializada-INSS

    Vínculo: Estágio remunerado, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Auxilio, nos limites legais e regulamentares, aos servidores da AGU/INSS, no desempenho das atividades a estes atribuídas; realização de pesquisas pertinentes ao conteúdo do curso de Direito, em especial a área de previdenciário, quando solicitado pelos servidores bem como elaboração de petições e demais trâmites processuais; comparecimento em audiências na Justiça Federal e Estadual e entrega de petições e protocolos.