Maria Yury Travassos Ichihara

Graduada em Medicina pela Universidade Federal do Pará (1984), Residência Médica em Medicina Social (1982), Mestrado em Saúde Comunitária (1999) e Doutorado em Saúde Pública (2014) pelo Instituto de Saúde Coletiva/UFBa. Foi Coordenadora do Programa de Controle das Leishmanioses na Bahia (1985-1986), Coordenadora Regional da FUNASA na Bahia (2003-2007) e Diretora Geral da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (2010-2011). É professora colaboradora do Programa de Pós-graduação desde 2015 e pesquisadora colaboradora do Instituto de Saúde Coletiva desde 1998, onde participou de pesquisas prioritárias para o SUS e de interesse da Vigilância à Saúde/Ministério da Saúde no período de 1998 a 2015. Atualmente, é vice-coordenadora do Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde (CIDACS),unidade do Instituto Gonçalo Moniz/FIOCRUZ, que realiza o manejo de grande volume de dados para avaliação de determinantes sociais e de impacto de politicas públicas na saúde. Dentre os projetos nos quais participa como pesquisadora, destaca-se o projeto da Coorte de 100 milhões de brasileiros para análise de efeitos de determinantes sociais e políticas públicas na saúde da população brasileira, com ênfase na saúde materno-infantil, na ocorrência de doenças infecciosas e doenças crônicas e mortalidade. Participou de estudos em avaliação do impacto do Programa Bolsa Família na incidência de sífilis congênita, avaliação de efetividade da vacinas (BCG, influenza, rotavirus), avaliação de capacidades básicas de vigilância e resposta para atendimento ao Regulamento Sanitário Internacional, além dos seguintes temas: tuberculose, mortalidade neonatal precoce, diarréia por rotavírus e vigilância epidemiológica. Desenvolveu experiência na elaboração e execução de projetos com parceiros internacionais como a London School of Hyginie and Tropical Medicine, University of Glasgow, Fundação Bill Melinda Gates, com instituições nacionais de ensino e pesquisa, e com o MInistério da Saúde, o Ministério de Desenvolvimento Social, Ministério das Cidades, entre outros.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Saúde Pública -área de concentração em Epidemiologia

2010 - 2014

Instituto de Saúde Coletiva
Título: Internação por diarréia aguda em menores de 2 anos no Brasil: fatores de risco e efetividade da vacina oral monovalente contra rotavirus humano
Mauricio Lima Barreto. Coorientador: Carlos Antonio de Souza Teles Santos. Palavras-chave: avaliação de tecnologia em saúde; vacina; prevenção diarreia aguda.Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.

Doutorado em Epidemiologia

2013 - 2013

London School of Hygiene and Tropical Medicine
Título: Internação por diarréia aguda em menores de 2 anos no Brasil:Fatores de risco e efetividade da vacina oral monovalente contra rotavirus humano
Orientador: em London School of Hygiene and Tropical Medicine ( Laura C Rodrigues)
com Mauricio Lima Barreto. Coorientador: Carlos Antonio de Souza Teles Santos. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: vaccine effectiveness; rotavirus vaccine; acute diarrhea hospitalization.Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.

Mestrado em Saúde Comunitária

1998 - 1999

Instituto de Saúde Coletiva
Título: Avaliação da Assistência à Saúde do Recém nascido no município de Salvador, 1993,Ano de Obtenção: 1999
Orientador: Maria da Conceição Nascimento Costa
Coorientador: Estela Maria Leão de Aquino. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: mortalidade neonatal precoce; qualidade da assistência; assistência ao recém-nascido.Grande área: Ciências da SaúdeSetores de atividade: Saúde Humana.

Especialização em Especialização Em Epidemiologia

1990 - 1990

Escola Nacional de Saúde Pública

Especialização em Residência Médica em Medicina Social

1982 - 1984

Universidade Federal da Bahia
Bolsista do(a): Instituto de Assistência e Previdência Social, INAMPS, Brasil.

Graduação em Medicina

1976 - 1981

Universidade Federal do Pará
Título: Estudo sobre neuroblastoma: estudo de caso
Orientador: Núbia Medonça

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Extensão universitária em Introdução a Modelagem com Variáveis Latentes. (Carga horária: 16h). , Instituto de Matemática e Estatistica da UFBa, IME/UFBA, Brasil.

2018 - 2018

INTRODUÇÃO AO PYTHON PARA ESTATÍSTICA. (Carga horária: 16h). , Instituto de Matemática e Estatistica da UFBa, IME/UFBA, Brasil.

2018 - 2018

Imputação Múltipla. (Carga horária: 8h). , Instituto de Matemática e Estatistica da UFBa, IME/UFBA, Brasil.

2017 - 2017

Methodologies for Program Evaluation: the impact of Bolsa Familia. (Carga horária: 24h). , Instituto de Matemática e Estatistica da UFBa, IME/UFBA, Brasil.

2017 - 2017

Aprendizado de Máquina no R. (Carga horária: 16h). , Instituto de Matemática e Estatistica da UFBa, IME/UFBA, Brasil.

2016 - 2016

Biossegurança. (Carga horária: 20h). , FIOCRUZ-Centro de Pesquisa Gonçalo Moniz, CPQGM, Brasil.

2016 - 2016

Capacitação dos Avaliadores do BASis. (Carga horária: 8h). , Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, INEP/MEC, Brasil.

2015 - 2015

Curso sobre o software R enterprise. (Carga horária: 8h). , Instituto de Saúde Coletiva, ISC, Brasil.

2010 - 2010

Extensão universitária em Introdução á Modelagem de Equações Estruturais. (Carga horária: 12h). , Instituto de Matemática da UFBa, IM/UFBA, Brasil.

2001 - 2001

Extensão universitária em Introdução ao uso do Stata. (Carga horária: 12h). , Instituto de Saúde Coletiva, ISC, Brasil.

1993 - 1993

Aperfeiçoamento em Sistema de Informação Saúde. (Carga horária: 200h). , Escola Nacional de Saúde Pública, ENSP/FIOCRUZ, Brasil.

1992 - 1992

Estudos Ecológicos. (Carga horária: 16h). , Associação Brasileira de Saúde Coletiva, ABRASCO, Brasil.

1987 - 1987

Capacitação Pedagógica. (Carga horária: 40h). , Fundação Serviços Especiais de Saúde Pública, FSESP, Brasil.

1987 - 1987

Administração e Gerência Sistema Público Saúde. (Carga horária: 16h). , Associação Bahiana de Medicina, ABM, Brasil.

1986 - 1986

Planejamento estratégico: instrumento para a reforma sanitária?. (Carga horária: 7h). , Associação Brasileira de Saúde Coletiva, ABRASCO, Brasil.

1985 - 1985

Calazar. (Carga horária: 80h). , Superintendencia de Campanhas Saúde Pública/Organização Panamericana Saúde, SUCAM/OPAS, Brasil.

1985 - 1985

Atualização em Doenças Tropicais. (Carga horária: 16h). , Associação Bahiana de Medicina, ABM, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: saúde coletiva.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: avaliação de politicas públicas.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: avaliação de impacto de vacina.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Uso de grandes bases de dados.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica/Especialidade: Doenças Infecciosas e Parasitárias.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

Mauricio L Barreto ; ICHIHARA, Maria Yury . III Congresso Brasileiro, II Congresso Ibero-americano e I Congresso Latino-americano. 1995. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Oficina de Visualização de dados. 2018. (Seminário).

Seminário Comunicação e Translação: Estratégia para Ciência em Saúde. 2018. (Seminário).

Seminário de Avaliação de políticas públicas: Programa Minha Casa Minha Vida. 2018. (Seminário).

Workshop Big Data Science Bahia 2018. 2018. (Seminário).

Feira de Soluções para a Saúde. 2017. (Feira).

Oficina de Dados abertos, ciencia aberta:Questões legais para pesquisa. 2017. (Oficina).

OFICINA NACIONAL DO PROGRAMA GRANDES DESAFIOS BRASIL.Evaluating the impact of social factors and social interventions on health growth and development: the 100 million Brazilian cohort. 2017. (Oficina).

Reunião de Monitoramento e Avaliação dos Projetos Grand Challenges.Preliminar results of the project "Evaluating the impact of social factors and social interventions on health growth and development: the 100 million Brazilian cohort ". 2017. (Outra).

Seminário Internacional sobre Privacidade e Proteção de dados Pessoais. 2017. (Seminário).

Oficina de Conversação Projeto "Desenvolvimento de projetos de estudos e avaliações dos programas e politicas de assistenca social do MDS". 2016. (Oficina).

Seminário Abordagens metodológicas para avaliação de impacto de políticas sociais em uma Coorte de 100 milhões de brasileiros. 2016. (Oficina).

II Reunião do comitê Assessor em Imunização-II CTAI 2015. 2015. (Outra).

Seminário de Intercâmbio de Pesquisas em Políticas Sociais, Combate à Fome a Miséria no País- II Oficina da Chamada CNPq/MDS-24/2-13.Avaliação do Impacto do programa Bolsa Família nas doenças infecciosas ligadas à pobreza nos municípios brasileiros. 2015. (Seminário).

I Encontro Científico de Pesquisas Aplicadas à Vigilância em Saúde.Efetividade da Vacina VORH na prevenção de internação por diarreia causada por rotavirus no Brasil: um estudo caso-controle. 2014. (Encontro).

i Reunião do Comitê Assessor de Imunnizações-CTAI.Efetividade da VORH na prevenção de internação por diarréia causada por rotavirus no Brasil: um estudo caso controle. 2014. (Outra).

IX Congresso Brasileiro de Epidemiologia. Efetividade da vacina monovalente contra rotavirus humano na prevenção de internação por diarréia aguda causada por rotavirus segundo as Regiões brasileiras: um estudo caso-controle. 2014. (Congresso).

IX Congresso Brasileiro de Epidemiologia. Fatores de risco associados à internação por diarréia sguda em crianças brasileiras: um estudo caso-controle. 2014. (Congresso).

V Seminário Gestão de Tecnologia e Inovação em Saúde: Avaliação do Impacto de Intervenções na Saúde das Populações. 2014. (Seminário).

Vaccine Interest Group Meeting.Effectiveness of rotavirus oral monovalent vaccine in preventing rotavirus hospital admission with acute diarrhoea in Brazilian children. 2013. (Outra).

V Seminário Gestão de Tecnologia e Inovação em Saúde: Avaliação do Impacto de Intervenções na Saúde das populações. 2013. (Seminário).

11a Mostra Nacional de Experiências Bem-sucedidas em Epidemiologia , Prevenção e Controle de Doenças.Efetividade da vacina de rotavirus no Brasil. 2011. (Outra).

VIII Congresso Brasileiro de Epidemiologia. 2011. (Congresso).

2a Reunião de Avaliação da Efetividade da Vacina Oral de Rotavirus.Efetividade da vacina VORH-resultados preliminares. 2010. (Outra).

Oficina de Trabalho para Formulação da Politica Estadual de Promoção da Saúde. 2010. (Oficina).

Oficina sobre estratégias para estruturar a vigilância sentinela de novos agravos: rotavirus, inlfuenza e pneumoniae. 2010. (Oficina).

Reunião para revisão do protocolo e ficha de investigação de vigilância do rotavírus. 2010. (Outra).

VII Encontro Nacional de Escolas e Centros Formadores em Saúde. 2010. (Encontro).

(a Mostra de Experiências Bem-sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças. 2009. (Outra).

Ia Reunião do Projeto de Efetividade da vacina oral contra rotavirus humano.Projeto Rotavac - Relatório de Situação. 2009. (Outra).

Reunião para 2a Avaliação da Pesquisa "Monitoramento da Segurança da vacina oral contra o rotaviurs utilizada e comercializada no Brasil.Resultados preliminares da pesquisa "Avaliação da Efetividade da vacina oral monovalente contra o rotavirus humano na (VOHR) na prevenção de diarréia aguda graves causadas por esse agente em crianças n no Brasil. 2009. (Outra).

8a Mostra Nacional de Experiências Bem Sucedidas Em Epidemiologia, Prevenção e Controle da Doença. 2008. (Outra).

I Encontro Promoção da Equidade Etnico-Racial.Politica de Inclusão Social-PAC Quilombola. 2007. (Outra).

Oficina de trabalho intersetorial-Planejamento integrado nas Comunidaes Quilombolas.Metodologia de diagnostico das comunidades quilombolas. 2007. (Oficina).

Oficina de Trabalho sobre o Marco Regulatório de Saneamento Básico.Agenda de Comprommissos-Implementação do Marco Regulatório de Saneamento na Bahia. 2007. (Oficina).

Oficina sobre Fundação estatal: A ousadia de construir alternativas para enfrentar a construção do SUS na Bahia. 2007. (Oficina).

5a Mostra Nacional de Experiências Bem Sucedidas em Epidemiologia. 2006. (Outra).

Oficina de Trabalho em Saúde Indígena: Apresentação de protocolos de pesquisa. 2006. (Oficina).

Oficina Regional de Planejamento do Mês de Vacinação dos Povos Indígenas, 2006. 2006. (Oficina).

IV Oficina de Saúde Bucal dos Povos Indigenas.Diretrizes para a Atenção da Saude Bucal nos Distritos Especiais Indigenas. 2005. (Oficina).

5o. Congresso Brasileiro de Medicamentos Genéricos, 4a Exoosição de Industria Famaceutica,Simpósio da Atenção Farmaceutica à Saúde Indigena.Assistência farmaceutica para a Atenção dos Povos Indigenas-um processo em construção. 2004. (Simpósio).

i Seminário Nacional de Estudos e Pesquisas em Saúde dos Povos Indigenas. 2004. (Seminário).

Oficina de Trabalho Indiadores Epidemiológicos, Avaliação de Serviços e Saúde Indigena.Epidemiologia e Saúde Indígena na Bahia. 2004. (Oficina).

Oficina sobre a Agenda de Pesquisas Avaliativas dos Subsistemas de Saúde Indígena. 2004. (Oficina).

3a Mostra Nacional de Experiências Bem-sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças.Avaliação da Eficácia da Revacinação com a vacina BCG. 2003. (Outra).

XII ASSEMAE Regional Nordeste I.Responsabilidades Intergestoras Bipartite para o controle da qualidade da água. 2003. (Outra).

Seminário de Sensibilização para Implantação do Comitê Estadual de Estudos da Mortalidade Infantil.Situação da Mortalidade Neonatal Precoce em Salvador. 2002. (Seminário).

Oficina de Trabalho para operacionalização dos Comitês Hospitalares de Mortalidade Neonatal.Avaliação da qualidade da assistencia ao recém-nascido no municipio de Salvador. 2000. (Oficina).

VI Semana Baiana de Tuberculose e Seminário Estadual de Avaliação deda Hanseníase na Bahia.Estudo de revacinação com BCG: situação atual. 2000. (Seminário).

Oficina Pedagógica sobre Descentralização em Saúde.Politica de Saúde e Descentralização da Fundação Nacional de Saúde. 1997. (Oficina).

I Seminário de Atualização em Dermatologia Sanitária.Situação do Controle das Leishmanioses na Bahia. 1986. (Seminário).

I Seminário de Atualização em Dermatologia Sanitária.Integração Interinstitucional no Programa de Controle do Calazar. 1986. (Seminário).

Encontro de Trabalho sobre Controle de Zoonoses.Problema das Leishmanioses no Estado da Bahia. 1985. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Ana Paula de Lima

Firpo, Marcelo;ICHIHARA, Maria Yury; Rezende, Monica. REFLEXÃO TEÓRICA METODOLÓGICA DO PROCESSO DE FORMAÇÃO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FORMAÇÃO DOCENTE NA ÁREA DE VIGILÂNCIA DA SAÚDE REALIZADO NA ENSP- FIOCRUZ.. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE ESPECIALIZACAO EM FORMAÇÃO DOCENTE EM VIG) - Escola Nacional de Saúde Pública.

Aluno: Flávia Maria Selestrino

Firpo, Marcelo;ICHIHARA, Maria Yury; Rezende, Monica. REFLEXÃO SOBRE A FORMAÇÃO DOCENTE EM VIGILÂNCIA EM SAÚDE. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE ESPECIALIZACAO EM FORMAÇÃO DOCENTE EM VIG) - Escola Nacional de Saúde Pública.

Aluno: Roselene Hans Santos

Firpo, Marcelo;ICHIHARA, Maria Yury; Rezende, Monica. Relato Teórico e Metodológico da Experiência vivenciada no Curso de Especialização de Formação Docente na área de Vigilância da Saúde. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE ESPECIALIZACAO EM FORMAÇÃO DOCENTE EM VIG) - Escola Nacional de Saúde Pública.

Aluno: Ana Carolina de Paula Teixeira Miranda

Bessa, Fernando; Bezerra, Herlon Alves;ICHIHARA, Maria Yury. FORMAÇÃO DOCENTE NA ÁREA DE VIGILÂNCIA DA SAÚDE: REFLEXÕES CRÍTICAS. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE ESPECIALIZACAO EM FORMAÇÃO DOCENTE EM VIG) - Escola Nacional de Saúde Pública.

Aluno: Eliane Aparecida do Nascimento

Bessa, Fernando; Bezerra, Herlon Alves;ICHIHARA, Maria Yury. A proposta de implementação de uma nova prática de docência e ações para a área de vigilância em saúde. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE ESPECIALIZACAO EM FORMAÇÃO DOCENTE EM VIG) - Escola Nacional de Saúde Pública.

Aluno: Silvana Aparecida Furtado de Souza Schons

Firpo, Marcelo;ICHIHARA, Maria Yury; Rezende, Monica. FORMAÇÃO DOCENTE NA ÁREA DE VIGILÂNCIA DA SAÚDE: REFLEXÕES CRÍTICAS. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE ESPECIALIZACAO EM FORMAÇÃO DOCENTE EM VIG) - Escola Nacional de Saúde Pública.

Aluno: Carolina Maia Martins Sales

Firpo, Marcelo;ICHIHARA, Maria Yury; Rezende, Monica. Reflexão sobre a formação docente em vigilância da saúde. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE ESPECIALIZACAO EM FORMAÇÃO DOCENTE EM VIG) - Escola Nacional de Saúde Pública.

Aluno: Gilcélia Galvão Andrade de Oliveira

Oliveira GGA;ICHIHARA, Maria Yury; REGO, R.. Convênios da FUNASA com municípios da Bahia na área de saneamento 2003 e 2004. 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Saúde Coletiva) - Instituto de Saúde Coletiva.

Aluno: Rachel Mendes de Carvalho Lima

Lima, RMdeC;ICHIHARA, Maria Yury; TEIXEIRA, C.. Modelo de Gestão na Saúde Indígena na Bahia. 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Saúde Coletiva) - Instituto de Saúde Coletiva.

Aluno: Denise Maria do Nascimento Pinheiro

Pinheiro, DMdoN;ICHIHARA, Maria Yury; TEIXEIRA, C.; Lima, RMdeC. Modelo de Gestaõ na Saúde Indigena na Bahia. 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Saúde Coletiva) - Instituto de Saúde Coletiva.

Aluno: Laurêncio Cardim Côrtes

Cortes, LC;ICHIHARA, Maria Yury; TEIXEIRA, C.. Modelo de Gestão na Saúde Indígena na Bahia. 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Saúde Coletiva) - Instituto de Saúde Coletiva.

ICHIHARA, Maria Yury; CERQUEIRA, E. M.; Carlos A.S. Teles Santos. Incidencia e distribuição da sifilis congenita em um municipio baiano. 2017. Universidade Estadual de Feira de Santana.

ICHIHARA, Maria Yury; Jacy Amaral Freire de Andrade;PEREIRA, S. M.. Eventos adversos pós-vacinais vinculados aos imunobiológicos em unidades básicas de saúde no município de Salvador-Bahia. 2014. Instituto de Saúde Coletiva.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

MARIA DA GLÓRIA LIMA CRUZ TEIXEIRA

Barreto, Mauricio LTeixeira, M Gloria; E, L.. Avaliação da efetividade da vacina oral monovalente contra rotavírus humano (VORH) na prevenção de diarréia agudas graves causadas por esse agente em crianças de 4 a 24m no Brasil. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Mestrado Em Saúde Coletiva) - Instituto de Saúde Coletiva.

Estela Maria Motta Lima Leão de Aquino

AQUINO,Estela MariaMOTA, Eduardo Luiz Andrade. Avaliação da assistência à saúde do recém-nascido no município de Salvador - 1993. 1999. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal da Bahia.

Maria do Carmo Leal

LEAL, M. C.. Avaliação da Assistência à Saúde do Recém-nascido no Município de Salvador, 1993. 1999. Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Saúde Coletiva) - Universidade Federal da Bahia.

Expedito José de Albuquerque Luna

Barreto, M.L.; PEREIRA, S.M.; Rodrigues, L.C.; Leite, J. P. G.;LUNA, E. J. A.. Internação por disrréia aguda em menores de dois anos no Brasil: fatores de risco e efetividade da vacina oral monovalente contra rotavirus humano. 2014. Tese (Doutorado em Doutorado em Saúde Coletiva) - Instituto de Saúde Coletiva.

Expedito José de Albuquerque Luna

Barreto, M.L.; TEIXEIRA, M. G.;LUNA, E. J. A.. Avaliação da efetividade da vacina oral monovalente contra rotavírus humano (VORH) na prevenção de diarréias agudas graves causadas por esse agente em crianças de 4 a 24 meses no Brasil. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Saúde Coletiva) - Instituto de Saúde Coletiva.

Susan Martins Pereira

BARRETO, Mauricio LPEREIRA, Susan MartinsRODRIGUES, Laura Cunha; LUNA, Expedito. Internação por diarréia aguda em menores de 2 anos no Brasil: fatores de risco e efetividade da vacina oral monovalente contra rotavirus humano. 2014. Tese (Doutorado em Doutorado em Saúde Pública) - Instituto de Saude Coletiva.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Elzo Pereira Pinto Júnior

Início: 2019; Centro de Integração de dados e Conhecimentos para Saúde, National Institute for Health Research;

Dandara de Oliveira Ramos

Início: 2017; Centro de Integração de Dados e Conhecimento para Saúde, Fundação Bill e Melinda Gates;

Roselene Hans Santos

Relato Teórico e Metodológico da Experiência vivenciada no Curso de Especialização de Formação Docente na área de Vigilância da Saúde; 2011; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE ESPECIALIZACAO EM FORMAÇÃO DOCENTE EM VIG) - Escola Nacional de Saúde Pública; Orientador: Maria Yury Travassos Ichihara;

Eliane Aparecida do Nascimento

A proposta de implementação de uma nova prática de docência e ações para a área de vigilância em saúde; 2011; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE ESPECIALIZACAO EM FORMAÇÃO DOCENTE EM VIG) - Escola Nacional de Saúde Pública; Orientador: Maria Yury Travassos Ichihara;

Ana Carolina de Paula Teixeira Miranda

FORMAÇÃO DOCENTE NA ÁREA DE VIGILÂNCIA DA SAÚDE: REFLEXÕES CRÍTICAS; 2011; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE ESPECIALIZACAO EM FORMAÇÃO DOCENTE EM VIG) - Escola Nacional de Saúde Pública; Orientador: Maria Yury Travassos Ichihara;

Gilcélia Galvão de Andrade Oliveira

Convênios na FUNASA com municípios da bahia na área de saneamento 2003 e 2004; 2006; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Saúde Coletiva) - Instituto de Saúde Coletiva; Orientador: Maria Yury Travassos Ichihara;

Cynthia Bomfim Gomes Feitosa e Tatiane Carvalho da Silva

A atuação da enfermagem no Programa de Saúde da Família na perspctiva da Vigilância em Saúde: uma revisão de literatura; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia; Orientador: Maria Yury Travassos Ichihara;

Nívea Maria Silva

Avaliação da qualidade das informações do Sistema de Nascidos Vivos, Salvador,1998; 2002; Iniciação Científica - Instituto de Saúde Coletiva; Orientador: Maria Yury Travassos Ichihara;

Simone Azevedo

Percepção da vacina contra influenza; 2002; Iniciação Científica - Instituto de Saúde Coletiva, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: Maria Yury Travassos Ichihara;

Lenaldo A

Santos; Modelo preditivo de diagnóstico de tuberculose em escolares de 7 a 18 anos; 2001; Iniciação Científica - Instituto de Saúde Coletiva, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria Yury Travassos Ichihara;

Adriana l, Freire; Edilane l

Gouveia; Ana Luisa M Itaparica; Quaidade da assistência ao recém-nascido: um estudo sobre seus efeitos na mortalidade neonatal preoce; 1995; Iniciação Científica - Instituto de Saúde Coletiva, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria Yury Travassos Ichihara;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Maurício Lima Barreto

Internação por diarreia aguda em menores de 2 anos no Brasil: fatores de risco e efetividade da vacina oral monovalente contra rotavirus; ; 2014; Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal da Bahia,; Orientador: Mauricio Lima Barreto;

Estela Maria Motta Lima Leão de Aquino

Avaliação da assistência à saúde do recém-nascido no município de Salvador - 1993; 1999; 0 f; Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal da Bahia,; Coorientador: Estela Maria Motta Lima Leão de Aquino;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • ALLIK, MIRJAM ; LEYLAND, ALASTAIR ; TRAVASSOS ICHIHARA, MARIA YURY ; DUNDAS, RUTH . Creating small-area deprivation indices: a guide for stages and options. JOURNAL OF EPIDEMIOLOGY AND COMMUNITY HEALTH , v. 74, p. 20-25, 2020.

  • Nery, Joilda Silva ; RAMOND, ANNA ; PESCARINI, JULIA MOREIRA ; ALVES, ANDRÉ ; STRINA, AGOSTINO ; ICHIHARA, Maria Yury ; FERNANDES PENNA, MARIA LUCIA ; SMEETH, LIAM ; RODRIGUES, LAURA C ; BARRETO, MAURICIO L ; BRICKLEY, ELIZABETH B ; PENNA, GERSON OLIVEIRA . Socioeconomic determinants of leprosy new case detection in the 100 Million Brazilian Cohort: a population-based linkage study. Lancet Global Health , v. 7, p. 1226-1236, 2019.

  • ALI, M SANNI ; PRIETO-ALHAMBRA, DANIEL ; LOPES, LUCIANE CRUZ ; RAMOS, DANDARA ; BISPO, NIVEA ; ICHIHARA, MARIA Y. ; PESCARINI, JULIA M. ; WILLIAMSON, ELIZABETH ; FIACCONE, ROSEMEIRE L. ; BARRETO, MAURICIO L. ; SMEETH, LIAM . Propensity Score Methods in Health Technology Assessment: Principles, Extended Applications, and Recent Advances. Frontiers in Pharmacology , v. 10, p. 1-19, 2019.

  • ALMEIDA, BETHANIA DE ARAUJO ; BARRETO, MAURICIO LIMA ; ICHIHARA, MARIA YURI ; BARRETO, MARCOS ENNES ; CABRAL, LILIANA ; FIACCONE, ROSEMEIRE ; CARREIRO, ROBERTO P ; TELES, CARLOS ; PITA, ROBESPIERRE ; PENNA, GERSON ; BARRAL-NETTO, MANOEL ; ALI, M. SANNI ; BARBOSA, GEORGE ; DENAXAS, SPIROS ; RODRIGUES, LAURA ; SMEETH, LIAM . The Center for Data and Knowledge Integration for Health (CIDACS). International Journal of Population Data Science , v. 4, p. 1-11, 2019.

  • ALI, M SANNI ; ICHIHARA, Maria Yury ; LOPES, LUCIANE CRUZ ; BARBOSA, GEORGE C.G. ; PITA, ROBESPIERRE ; CARREIRO, ROBERTO PEREZ ; DOS SANTOS, DJANILSON BARBOSA ; RAMOS, DANDARA ; BISPO, NIVEA ; RAYNAL, FABIANA ; CANUTO, VANIA ; DE ARAUJO ALMEIDA, BETHANIA ; FIACCONE, ROSEMEIRE L. ; BARRETO, MARCOS E. ; SMEETH, LIAM ; BARRETO, MAURICIO L. . Administrative Data Linkage in Brazil: Potentials for Health Technology Assessment. Frontiers in Pharmacology , v. 10, p. 1-20, 2019.

  • ICHIHARA, MARIA YURY TRAVASSOS ; RAMOS, DANDARA ; REBOUÇAS, POLIANA ; OLIVEIRA, FLÁVIA JÔSE ; FERREIRA, ANDRÊA J. F. ; TEIXEIRA, CAMILA ; ALLIK, MIRJAM ; KATIKIREDDI, SRINIVASA VITTAL ; BARRETO, MAURICIO L. ; LEYLAND, ALASTAIR H ; DUNDAS, RUTH . Area deprivation measures used in Brazil. REVISTA DE SAUDE PUBLICA , v. 52, p. 83, 2018.

  • BARRETO, M. E. ; ALVES, A. ; SENA, S. ; AMORIM, L. ; FIACCONE, R. ; Ichihara,Maria Yuri ; BARRETO, M. L. . Assessing the accuracy of probabilistic record linkage of social and health databases in the 100 million Brazilian cohort. 10.23889/ijpds.v1i1.276. , v. 1, p. 256, 2017.

  • ICHIHARA, M. Y. T. ; RODRIGUES, L. C. ; SANTOS, C. A. S. T. ; TEIXEIRA, M. D. G. L. C. ; BARRETO, M. L. . Risk factors for hospital admission of Brazilian children with non-rotavirus diarrhoea: a case control-study. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene , v. 159, p. 454-461, 2015.

  • Maria Y.T.Ichihara ; Laura C. Rodrigues ; Carlos A.S. Teles Santos ; Maria da Glória L.C. Teixeira ; Sandra R. de Jesus ; Sheila M. Alvim de Matos ; José P. Gagliardi Leite ; Maurício L. Barreto ; ICHIHARA, Maria Yury . Effectiveness of rotavirus vaccine against hospitalized rotavirus diarrhea: A case-control study. Vaccine (Guildford) , v. 32, p. 2740-2747, 2014.

  • BARRETO, MAURICIO L. ; PILGER, Daniel ; PEREIRA, SUSAN M. ; GENSER, BERND ; CRUZ, ALVARO A. ; CUNHA, SERGIO S. ; SANT?ANNA, CLEMAX ; HIJJAR, MIGUEL A. ; ICHIHARA, MARIA Y. ; RODRIGUES, LAURA C. . Causes of variation in BCG vaccine efficacy: Examining evidence from the BCG REVAC cluster randomized trial to explore the masking and the blocking hypotheses. Vaccine (Guildford) , v. 32, p. 3759-3764, 2014.

  • ICHIHARA, MARIA YURY T ; RODRIGUES, LAURA C ; TELES SANTOS, CARLOS ANTONIO S ; CRUZ TEIXEIRA, MARIA DA GLORIA L ; DE JESUS, SANDRA R ; DE MATOS, SHEILA M ALVIM ; LEITE, JOSÉ P GAGLIARDI ; BARRETO, MAURICIO L . Effectiveness of rotavirus vaccine against hospital admission for rotavirus diarrhoea in Brazilian children: a case-control study. Lancet (British edition) , v. 384, p. S16, 2014.

  • ROSE, TATIANA LUNDGREN ; MARQUES DA SILVA, MARCELLE FIGUEIRA ; GOMÉZ, MARIELA MARTINÉZ ; RESQUE, HUGO REIS ; ICHIHARA, MARIA YURY TRAVASSOS ; VOLOTÃO, EDUARDO DE MELLO ; LEITE, JOSÉ PAULO GAGLIARDI . Evidence of Vaccine-related Reassortment of Rotavirus, Brazil, 2008-2010. Emerging Infectious Diseases (Online) , v. 19, p. 1843-1846, 2013.

  • GÓMEZ, MARIELA MARTÍNEZ ; DA SILVA, MARCELLE FIGUEIRA MARQUES ; ZELLER, MARK ; HEYLEN, ELISABETH ; MATTHIJNSSENS, JELLE ; ICHIHARA, MARIA YURI TRAVASSOS ; ROSE, TATIANA LUNDGREN ; DE MELLO VOLOTÃO, EDUARDO ; LEITE, JOSE PAULO GAGLIARDI . Phylogenetic analysis of G1P[6] group A rotavirus strains detected in Northeast Brazilian children fully vaccinated with Rotarix-. Infection, Genetics and Evolution (Print) , v. 19, p. 395-402, 2013.

  • PEREIRA, SUSAN M ; BARRETO, MAURICIO L ; PILGER, Daniel ; CRUZ, ALVARO A ; SANT'ANNA, CLEMAX ; HIJJAR, MIGUEL A ; ICHIHARA, MARIA Y ; SANTOS, ANDREIA C ; GENSER, BERND ; RODRIGUES, LAURA C . Effectiveness and cost-effectiveness of first BCG vaccination against tuberculosis in school-age children without previous tuberculin test (BCG-REVAC trial): a cluster-randomised trial. LANCET INFECTIOUS DISEASES , v. 12, p. 300-306, 2012.

  • BARRETO, MAURICIO L. ; PEREIRA, SUSAN M. ; PILGER, Daniel ; CRUZ, ALVARO A. ; CUNHA, SERGIO S. ; SANT?ANNA, CLEMAX ; ICHIHARA, MARIA Y. ; GENSER, BERND ; RODRIGUES, LAURA C. . Evidence of an effect of BCG revaccination on incidence of tuberculosis in school-aged children in Brazil: Second report of the BCG-REVAC cluster-randomised trial. Vaccine (Guildford) , v. 29, p. 4875-4877, 2011.

  • CUNHA, SÉRGIO S. ; ALEXANDER, NEAL ; BARRETO, MAURICIO L. ; PEREIRA, EMILIA S. ; DOURADO, INÊS ; DE FÁTIMA MAROJA, MARIA ; ICHIHARA, YURY ; BRITO, SILVANA ; PEREIRA, SUSAN ; RODRIGUES, LAURA C. . BCG Revaccination Does Not Protect Against Leprosy in the Brazilian Amazon: A Cluster Randomised Trial. PLoS Neglected Tropical Diseases (Online) , v. 2, p. e167, 2008.

  • BARRETO, M. L. ; CUNHA, S. S. ; PEREIRA, S. M. ; GENSER, B ; Hijjar, M.A. ; ICHIHARA, Maria Yury ; BRITO, S. C. ; DOURADO, M. I. C. ; Cruz,A.A ; SANTANNA, C ; RODRIGUES, L. C. . Neonatal BCG protection against tuberculosis lasts for 20 years in Brazil. The International Journal of Tuberculosis and Lung Disease , v. 9, p. 1171-1173, 2005.

  • RODRIGUES, LAURA C ; PEREIRA, SUSAN M ; CUNHA, SERGIO S ; GENSER, BERND ; ICHIHARA, Maria Yury ; DE BRITO, SILVANA C ; HIJJAR, MIGUEL A ; DOURADO, INES ; CRUZ, ALVARO A ; SANT'ANNA, CLEMAX ; BIERRENBACH, ANA LUIZA ; BARRETO, MAURICIO L . Effect of BCG revaccination on incidence of tuberculosis in school-aged children in Brazil: the BCG-REVAC cluster-randomised trial. Lancet (British edition) , v. 366, p. 1290-1295, 2005.

  • CUNHA, S. S. ; DOURADO, M. I. C. ; BARRETO, M. L. ; ALEXANDER, M. L. ; PEREIRA, S. M. ; ICHIHARA, Maria Yury ; Pereira, E ; PEDROSA, V ; MAROJA, F ; RIBAS, C ; RODRIGUES, L. C. . Design of the leprosy component of the Brazilian BCG revaccination trial for assessing BCG effectiveness agains leprosy in schoolchildren. International Journal of Leprosy and other Mycobacterial Diseases , v. 72, p. 8-15, 2004.

  • DOURADO, M. I. C. ; RIOS, M. H. ; PEREIRA, S. M. ; CUNHA, S. S. ; ICHIHARA, Maria Yury ; GOES, J. C. ; RODRIGUES, L. C. ; BIERRENBACH, A. L. ; BARRETO, M. L. . Rates of adverse reactions to first and second doses of BCG vaccination:results of a large community trial in Brazilian schoolchildren. The International Journal of Tuberculosis and Lung Disease , v. 7, p. 399-402, 2003.

  • PEREIRA, S. M. ; BIERRENBACH, A. L. ; DOURADO, M. I. C. ; BARRETO, M. L. ; ICHIHARA, Maria Yury ; Hijjar, M.A. ; RODRIGUES, L. C. . Sensibilidade e especificidade da leitura da catriz vacinal em Manaus. Revista de Saúde Pública (Online) , v. 37, p. 254-259, 2003.

  • BIERRENBACH, A. L. ; CUNHA, S. S. ; BARRETO, M. L. ; PEREIRA, S. M. ; DOURADO, M. I. C. ; ICHIHARA, Maria Yury ; BRITO, S. C. ; RODRIGUES, L. C. . Tuberculin reactivity in a population of schoolchildren with high BCG vaccination coverage. Revista Panamericana de Salud Pública / Pan American Journal of Public Health , v. 13, p. 285-293, 2003.

  • BARRETO, MAURICIO L ; RODRIGUES, LAURA C ; CUNHA, SERGIO S ; PEREIRA, SUSAN ; HIJJAR, MIGUEL A ; ICHIHARA, Maria Yury ; DE BRITO, SILVANA C ; DOURADO, INES . Design of the Brazilian BCG-REVAC trial against tuberculosis. Controlled Clinical Trials (Cessou em 2004. Foi desdobrado em dois: ISSN 1740-7745 Clinical Trials (London. Print)) , v. 23, p. 540-553, 2002.

  • PEREIRA, S. M. ; DOURADO, M. I. C. ; BARRETO, M. L. ; CUNHA, S. S. ; ICHIHARA, Maria Yury ; Hijjar, M.A. ; GOES, J. C. ; RODRIGUES, L. C. . Sensitivity and specificity of BCG scar as an indicator of neonatal BCG vaccination. The International Journal of Tuberculosis and Lung Disease , v. 05, p. 1067-1070, 2001.

  • DOURADO, M. I. C. ; NORONHA, C. V. ; ALCÂNTARA, N. ; ICHIHARA, Maria Yury ; LOUREIRO, S. . Epidemiologia da leishmaniose tegumentar americana e suas relações com a lavoura e o garimpo em localdiade do Estado da Bahia(Brasil). Revista de Saúde Pública / Journal of Public Health , São Paulo, v. 23, n.1, p. 2-8, 1989.

  • COSTA, M. C. N. ; MENEZES, G. M. S. ; ICHIHARA, Maria Yury ; LIMA, M. E. C. ; ANJOS, C. F. D. ; BOUREAU, A. B. ; DIAS, C. R. ; SILVA, G. A. P. . Avaliação de centros de saúde em Salvador, 1980. Revista Baiana de Saúde Pública , Salvador, v. 11, n.1, p. 7-17, 1984.

  • ICHIHARA, MY ; RAMOS, D. O. ; Nery, Joilda Silva ; Pescarini J ; Machado, DB ; Flávia Jôse Oliveira ; BARRETO, M. L. . Programa de Transferência de Renda Condicionada e seus efeitos na saúde: impactos do Programa Bolsa Família. In: Iara Azevedo Vitelli Viana; Mary Kawauchi; Thiago Varanda Barbosa. (Org.). Bolsa Família 15 Anos (2003-2018). 1ed.Brasília: Enap, 2018, v. 1, p. 313-334. 1. ed. Brasilia: Enap, 2018. v. 1. 530p .

  • ICHIHARA, Maria Yury . Tuberculose-Abandono e ineficiência dos serviços. Tema- RADIS, Rio de Janeiro, p. 17 - 17.

  • PINTO, CLICIA ; PITA, ROBESPIERRE ; BARBOSA, GEORGE ; ARAUJO, BRUNO ; BERTOLDO, JURACY ; SENA, SAMILA ; REIS, SANDRA ; FIACCONE, ROSEMEIRE ; AMORIM, LEILA ; ICHIHARA, MARIA YURI ; BARRETO, MAURICIO ; BARRETO, Marcos ; DENAXAS, SPIROS . Probabilistic Integration of Large Brazilian Socioeconomic and Clinical Databases. In: 2017 IEEE 30th International Symposium on ComputerBased Medical Systems (CBMS), 2017, Thessaloniki. 2017 IEEE 30th International Symposium on Computer-Based Medical Systems (CBMS), 2017. p. 515.

  • ICHIHARA, Maria Yury ; PEREIRA, S. M. ; CUNHA, S. S. ; BARRETO, M. L. ; XAVIER, I. ; RODRIGUES, L. . Avaliação da vigilância epidemiológica da tuberculose-a qualidade da informação-dados preliminares. In: IV Congresso Brasileiro de Epidemiologia, 1998, Rio de Janeiro. Livro de Resumos-EPIRIO 98. Rio de Janeiro: ABRASCO, 1998. v. 1. p. 102-102.

  • DO RAMOS. ; P REBOUCAS ; FJ OLIVEIRA ; A Ferreira ; C TEIXEIRA ; SV KATIKIREDDI ; ML BARRETO ; A LEYLAND ; R DUNDAS ; ICHIHARA, Maria Yury . Variable selection and data reduction for the development of a small area deprivation index for health research in Brazil. In: Society for Social Medicine 62nd Annual Scientific Meeting, 2018, Glasgow. Journal of Epidemiology & Community Health. London: Jech, 2018. v. 72. p. A51-A52.

  • A Ferreira ; D RAMOS ; P REBOUCAS ; F OLIVEIRA ; C TEIXEIRA ; Katikireddi, S. V. ; SV KATIKIREDDI ; M BARRETO ; A LEYLAND ; R DUNDAS ; ICHIHARA, MY ; MY ICHIHARA . Area deprivation measures in Brazil: a scoping review. In: Society for Social Medicine 62nd Annual Scientific Meeting, 2018, Glasgow. Journal of Epidemiology & Community Health. London: JECH, 2018. v. 72. p. A62-A62.

  • DOURADO, M. I. C. ; SANTOS, AC ; CUNHA, S. S. ; ICHIHARA, Maria Yury ; CHAVES, E ; GOES, V ; LOUREIRO, S. . Custo e efetividade da vacina contra influenza. In: VII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2003, Brasilia. Livro de Resumos, 2003.

  • DOURADO, M. I. C. ; CUNHA, S. S. ; ICHIHARA, Maria Yury ; Pinto, Lorene L ; Maurício L. Barreto ; RODRIGUES, LAURA C . . Avaliação da efetividade da vacina anti-influenza contra infecções respiratórias agudas em indivíduos com idade de 60 anos e mais em Salvador, Bahia. In: VII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2003, 2003, Brasilia. Ciência e Saúde Coletiva. Abrasco: Abrasco, 2003. v. 8. p. 334-334.

  • SANT'ANNA, A.M. ; DOURADO, M. I. C. ; PEREIRA, S. M. ; ICHIHARA, Maria Yury ; BARRETO, M. L. ; CUNHA, S. S. ; BIERRENBACH, A. L. ; RODRIGUES, L. C. . Avaliação das etapas evolutivas da lesão da cicatriz vacinal após a segunda dose de BCG em idade escolar. In: V Congresso Brasileiro de Epidemiologia, 2002, Curitiba. V Congresso Brasileiro de Epidemiologia, 2002.

  • ICHIHARA, Maria Yury ; AQUINO, EM . Fatores de risco na ocorrencia de mortes neonatais precoces em Salvador,1998. In: V Congresso Brasileiro de Epidemiologia, 2002, Curitiba. Livro de Resumos, 2002.

  • ICHIHARA, Maria Yury ; AQUINO, EM . Qualidade do preenchimento da declaração de óbito infantil, Salvador, 1998. In: V Congresso Brasileiro de Epidemiologia, 2002, Curitiba. Livro de Resumos, 2002.

  • SILVA, NM ; ICHIHARA, Maria Yury ; AQUINO, EM . Avaliação da qualidade das informações do Sistema de Nascidos Vivos, Salvador, 1998. In: V Congresso Brasileiro de Epidemiologia, 2002, Curitiba. Livro de Resumos, 2002.

  • SILVA, NM ; AQUINO, EML. ; ICHIHARA, MARIA YURY TRAVASSOS . Avaliação da qualidade das informações do sistema de nascidos vivos. In: XX Seminário Estudantil de Pesquisa, 2002, Salvador. II Seminário de Pesquisa e Pós-graduação XX Seminário Estudantil de Pesquisa-Resumos. Salvador: UFBa, 2002. v. 1. p. 142-142.

  • ICHIHARA, Maria Yury . Mortalidade proporcional por causas em menores de 7 dias em Salvado-Bahia, 1980-1991. In: IV Congresso Brasileiro de Epidemiologia, 1998, Rio de Janeiro. Livro de Resumos- EPIRIO-98. Rio de Janeiro: ABRASCO, 1998. v. 1. p. 340-340.

  • BARRETO, M. L. ; PEREIRA, S. M. ; CUNHA, S. S. ; AIUB, M. ; LOURDES, M. ; ICHIHARA, Maria Yury ; RODRIGUES, L. . Avaliação da Eficácia da segunda dose da vacina BCG em escolares. Metodologia e aspectos operacionais. In: IV Congresso Brasileiro de Epidemiologia, 1998, Rio de Janeiro, 1998.

  • ICHIHARA, Maria Yury . Avaliação da Assistência ao parto e ao recém-nascido em Salvador-Bahia, 1993. In: IV Congresso Brasileiro de Epidemiologia, 1998, Rio de Janeiro. Livro de Resumos- EPIRIO-98. Rio de Janeiro: Abrasco, 1998. v. 1. p. 362-362.

  • PEREIRA, S. M. ; DOURADO, I. C. ; BARRETO, M. L. ; CUNHA, S. S. ; MASCARENHAS, F. L. ; ICHIHARA, Maria Yury ; RODRIGUES, L. . Validação da cicatriz vacinal com indicador de vacinação com BCG. Dados preliminares. In: IV Congresso Brasileiro de Epedidemiologia, 1998, Rio de Janeiro. Livro de Resumos- EPIRIO-98. Rio de Janeiro: ABRASCO, 1998. v. 1. p. 245-245.

  • ICHIHARA, Maria Yury . Mortalidade neonatal precoce em Salvador, Bahia, 1993. In: III Congresso Brasileiro, II Congresso Ibero-americano, I Congresso Latino-americano de Epidemiologia, 1995, Salvador. EPID 95 Epidemiologia-Resumos. Salvador: ABRASCO, 1995. v. 1. p. 5-5.

  • LOPES, Adriana E. ; Gouveia, Edilane L ; Itaparica, Ana Luisa M ; ICHIHARA, MARIA YURY T ; Prata, Pedro R . Qualidade da assistencia ao recém-nascido: um estudo sobre seus efeitos na mortalidade neonatal precoce. In: XIV Seminário Estudantil de Pesquisa-PIBIC, 1995, Salvador. XIV Seminário Estudantil de Pesquisa-PIBIC. Salvador: UFBa, 1995. v. 1. p. 45-45.

  • Joilda Silva Nery ; Anna Ramond ; Julia Moreira Pescarini ; André Alves ; Agostino Strina ; ICHIHARA, Maria Yury ; Maria Lucia Fernandes Penna ; Liam Smeeth ; Laura C. Rodrigues ; Maurício L. Barreto ; Elizabeth B Brickley . Socioeconomic determinants of leprosy new case detection in the 100 Million Brazilian Cohort: a population-based linkage study. Lancet Global Health , 2019.

  • ICHIHARA, Maria Yury . 100 million Brazilian Cohort: linking administrative data for research and policy making. 2019. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • ICHIHARA, MY ; Mauricio Barreto. . 100 million Brazilian Cohort: the experience of data linkage. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, Maria Yury . Desafios na construção sobre Deprivation Index no Brasil. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • ICHIHARA, MY . Criação de um índice de privação em pequenas áreas para o estudo da mortalidade no Brasil. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • ICHIHARA, MY . Cidacs- Plataforma de dados integrados para pesquisa em saúde. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • ICHIHARA, Maria Yury . Plataforma de pesquisa-Cidacs. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Andrea Ferreira ; ICHIHARA, Maria Yury ; Dandara Ramos ; Poliana Rebouças ; Flávia Jôse Oliveira ; Camila Teixeira ; Katikireddi, S V ; Dundas, R ; Maurício L. Barreto ; Leyland, AH . Area deprivation measures in Brazil: A Scoping Review. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Dandara Ramos ; ICHIHARA, Maria Yury ; Poliana Rebouças ; Flávia Jôse Oliveira ; Andrea Ferreira ; Camila Teixeira ; Anderson Freitas ; Katikireddi, S V ; Maurício L. Barreto ; Leyland, AH ; Dundas, R . Variable selection and data reduction for the development of a small area deprivation index for health research in Brazil. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, Maria Yury . Utilização de dados de monitoramento das condicionalidades do Programa Bolsa Família na avaliação de impacto de políticas sociais. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • ICHIHARA, Maria Yury . 5ª OFICINA DE TRABALHO DA PLATAFORMA DE VIGILÂNCIA DE LONGO PRAZO PARA A ZIKA E MICROCEFALIA NO ÂMBITO DO SUS (PLATAFORMA ZIKA). 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, Maria Yury . Desafios para análise de determinantes socioambientais e de impacto de políticas públicas na saúde. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, M. Y. T. ; BARRETO, MAURICIO L . Implantação, potencialidades e desafios do centro de integração de dados e conhecimentos para saúde-CIDACS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • ICHIHARA, Maria Yury . Bases de dados integradas- Cidacs. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, Maria Yury . Marco Regulatório para privacidade e tratamento de dados pessoais- Experiência do Cidacs. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • Ichihara,Maria Yuri . Exploração em Grandes Bases de Dados. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • ICHIHARA, YURY ; Mauricio L Barreto ; Laura C. Rodrigues ; STRINA, A. ; AQUINO, R. ; BARRETO, M. . Data protection issues: legal and ethics aspects. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • ICHIHARA, MY ; RODRIGUES, L. C. ; Carlos A.S. Teles Santos ; Maria da Glória L.C. Teixeira ; Sandra R. de Jesus ; Sheila M. Alvim de Matos ; José P. Gagliardi Leite ; Maurício L. Barreto . Efetividade da VORH na prevenção de internação por diarréia causada por rotavirus no Brasil:um estudo caso controle. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, MARIA YURI TRAVASSOS . Efetividade da VORH na prevenção de internação por diarréia causada por rotavirus no Brasil: um estudo caso-controle. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, MY ; RODRIGUES, L. C. ; Maurício L. Barreto ; Carlos A.S. Teles Santos . Effectiveness of rotavirus oral monovalent vaccine in preventing rotavirus hospital admission with acute diarrhea in Brazilian children. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, Maria Yury ; BARRETO, M. L. . Avaliação da efetividade da VORH na prevenção das diarreias agudas graves em crianças menores de 2 anos no Brasil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, MY . Efetividade da vacinação de rotavirus no Brasi. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, MY . Convênios com municípios para ações de saneamento básico- FUNASA. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, MY . Política de Inclusão Social-PAC Quilombola. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, MY . Metodologia de Diagnóstico das Comunidades Quilombolas. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, Maria Yury . Assistência Farmacêutica para a Atenção à Saúde dos Povos Indígenas. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • ICHIHARA, MY . Gestão e Organização da Atenção Indígena na Bahia. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, Maria Yury . Epidemiologia e Saúde Indígena na Bahia. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, Maria Yury . Responsabilidade Intergestores para o controle da Qualidade da Água. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • BARRETO, M. L. ; RODRIGUES, L. C. ; PEREIRA, S. M. ; CUNHA, S. S. ; DOURADO, I. C. ; ICHIHARA, Maria Yury ; Hijjar, M.A. ; BRITO, S. C. . Avaliação da eficácia da revacinação com a vacina BCG. 2003. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • DOURADO, M. I. C. ; SANTOS, AC ; CUNHA, S. S. ; ICHIHARA, Maria Yury ; CHAVES, E ; GOES, V ; LOUREIRO, S. . Custo efetividade da vacina contra influenza. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ICHIHARA, Maria Yury . Situação da Mortalidade Neonatal Precoce. 2002. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SANT'ANNA, A.M. ; DOURADO, M. I. C. ; PEREIRA, S. M. ; ICHIHARA, Maria Yury ; Mauricio L Barreto ; CUNHA, S. S. ; BIERRENBACK, A. L. ; RODRIGUES, L. C. . Avaliação das etapas evolutivas da lesão da cicatriz vacinal após a segunda dose de BCG em idade escolar. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SANTOS, L. A. ; ICHIHARA, Maria Yury ; Maurício L. Barreto ; DOURADO, M. I. C. ; PEREIRA, S. M. . Comparando e descrevendo modelos preditivos para o diagnóstico de tuberculose pulmonar. 2002. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SANTOS, L. A. ; ICHIHARA, Maria Yury ; CUNHA, S. S. ; BRITO, S. C. ; PEREIRA, S. M. ; DOURADO, M. I. C. . Modelo preditivo de diagnóstico de tuberculose em escolares de 7 a 18 anos. 2001. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • BARRETO, M. L. ; CUNHA, S. S. ; DOURADO, I. C. ; PEREIRA, S. M. ; ICHIHARA, Maria Yury ; Hijjar, M.A. ; BRITO, S. C. ; RODRIGUES, L. C. . Estudo de Revacinação com BCG:situação atual. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • ICHIHARA, Maria Yury . Política de Saúde e Descentralização da FNS. 1997. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ICHIHARA, Maria Yury . Situação de Controle das Leishmaniorses. 1986. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • ICHIHARA, MY . Integração interinstitucional no programa de controle do Calazar. 1986. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • ICHIHARA, Maria Yury . Problema das Leishmanioses no Estado da Bahia. 1985. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • DOURADO, M. I. C. ; SANTOS, AC ; CUNHA, S. S. ; ICHIHARA, Maria Yury ; CHAVES, E ; LOUREIRO, S. ; GOES, V . Custo efetividade da vacina contra influenza. Brasilia: Ministerio da Saúde, 2007 (Livro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

Ryan Hafen ; Anisha Gururaj ; Mary White ; Liliana Cabral ; ICHIHARA, Maria Yury ; RCR Silva ; Moreno Rodrigues ; André Alves ; Natanael Silva ; Elisalvo Ribeiro ; Luan Menezes ; Shirin Golchi ; Grace Hsu ; Thomas Peppard ; Sergey Feldman ; J Hathaway ; Joshua Southerland ; Kent Morgan . Rally 11A: Descriptive Analysis of CADU-SINASC Dataset. 2018.

ICHIHARA, Maria Yury . Lei de Tratamento de dados pessoais. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

ICHIHARA, Maria Yury ; Maria da Glória L.C. Teixeira . Avaliação da efetividade da vacina oral monovalente contra rotavírus humano (VORH) na prevenção de diarréias agudas graves causadas por esse agente em crianças de 4 a 24 meses no Brasil. 2010. (Relatório de pesquisa).

ICHIHARA, Maria Yury . Webnar GCE-Ciência de dados para saúde matern0-infantil no Brasil. 2018 (Webnar) .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    NIHR Global Health Research Group on Social Policy and Health Inequalities led by the University of Glasgow, Descrição: O Brasil tem um histórico de uso de políticas de bem-estar para aliviar a pobreza. A avaliação rigorosa dessas políticas pode ajudar a determinar "o que funciona" para melhorar a saúde em todos os LMICs. Esta é uma oportunidade, na medida em que muitos LMICs pensam em desenvolver e reformar a política de bem-estar social. O Brasil também possui dados sociais e de saúde de alta qualidade com alta cobertura populacional e com o potencial de vincular dados adicionais de outras fontes. Esta combinação ímpar de existência de políticas de bem-estar e de dados com os quais elas podem ser avaliadas faz do Brasil um país ideal para uma cooperação neste projeto. A coorte de 100 milhões (100M) no Brasil reúne os dados de segurança social (pagamentos para o bem-estar e outros apoios governamentais) com dados sobre desfechos de saúde e de doenças infecciosas para 114 milhões de pessoas no Brasil. O objetivo é adicionar dados para permitir a pesquisa SDH sobre a crescente epidemia de doenças não-transmissíveis (NCDs) nos LMICs. Pretende-se abordar muitos dos objetivos de desenvolvimento sustentável (SDGs) e o monitoramento do progresso em direção a estes. Pretende-se, também, explorar as oportunidades oferecidas pela coorte 100M recém-criada. Primeiro, expandir o elenco de dados disponíveis, permitindo que uma maior variedade de SDH seja estudada. Em segundo lugar, realizar estudos experimentais naturais para avaliar os impactos em saúde e equidade de políticas específicas. Terceiro, construir capacidade de pesquisa no Brasil e Glasgow University para garantir que este trabalho seja sustentável. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maria Yury Travassos Ichihara - Integrante / Laura C Rodrigues - Integrante / Maurício L. Barreto - Coordenador / Leila Amorim - Integrante / Rosimeire Fiaccone - Integrante / Srinivasa Vittal Katikireddi - Integrante / Alastair H Leiland - Integrante / Deborah Carvalho Malta - Integrante / Rita de Cássia Ribeiro Silva - Integrante / Ruth Dundas - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Develop an area-based deprivation index and describe inequalities in mortality for the population of Brazil, Descrição: Os dados disponíveis no nível do setor censitário incluem dados demográficos (idade, sexo, etnia), características socioeconômicas (educação, renda) e amenidades (acesso a água potável, infra-estrutura de saneamento, tipo de moradia). Uma medida de privação será criada usando a redução de dimensão, identificando os itens únicos correlacionados com a mortalidade. As taxas de mortalidade por pequena área serão calculadas (usando registros de óbitos e dados censitários) e medidas de desigualdade socioeconômica e étnica para o Brasil estimadas com base nessas áreas. O índice de privação será anexado à coorte de 100 milhões, ampliando o leque de análises possíveis e tornando-se amplamente disponível.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (4) . , Integrantes: Maria Yury Travassos Ichihara - Integrante / Ruth Dundas - Coordenador / Andrea Ferreira - Integrante / Dandara Ramos - Integrante / Poliana Rebouças - Integrante / Flávia Jôse Oliveira - Integrante / Camila Teixeira - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Impacto do Programa Minha Casa MInha Vida em desfechos em saúde: tuberculose, hanseníase, prematuridade, hospitalização por diarreia na infancia e mortalidade/hospitalização por doenças cardiocerebrovasculares e, Descrição: Um Programa Habotacional (HP) pode proporcionar segurança em função do imóvel, visto se tratar de um marcador de condição socioeconômica, e assim, contribui para a redução das preocupações, do estresse e da ansiedade, reduzindo os efeitos adversos desses sintomas na saúde dos indivíduos, e consequentemente poderá se traduzir em uma estratégia social de redução de episódios cardiocerebrovasculares. Além disso, pode reduzir o número de membros da família que mora no mesmo domicílio (crowding), o que está positivamente associado à redução da taxa de detecção de hanseníase e tuberculose. A PH pode contribuir ainda para um melhor acesso aos serviços de saúde e inclusão no Programa de Saúde da Família, aumentando potencialmente a detecção precoce de problemas que envolvem o nascimento (prematuridade) e o melhor prognóstico de doenças transmissíveis e não transmissíveis. Ademais, tem sido demonstrado que boas condições de moradia, associadas ao acesso a saneamento adequado, têm o potencial de melhorar os indicadores de saúde, como a incidência de diarréia e outras doenças relacionadas à pobreza (BOCCIA 2011, PONNIGHAUS 1994, BARRETO 2007). Contudo, poucas evidências foram geradas sobre o impacto desta política sobre as condições de saúde das famílias beneficiadas. Trata-se de uma coorte dinâmica de indivíduos beneficiados pelo Programa Minha Casa Minha Vida, com registros no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), de 2007 a 2015). Para realização deste estudo, utilizará como fonte de dados os registros administrativos disponíveis do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), SIH (Sistemas de Informação Hospitalar), SINAN (Sistema de Informação de Agravos de Notificação), SINASC (Sistema de Nascidos Vivos), Sistema de Mortalidade (SIM) entre outras bases.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maria Yury Travassos Ichihara - Coordenador / Maurício L. Barreto - Integrante / Mauro Sanchez - Integrante / Srinivasa Vittal Katikireddi - Integrante / Alastair H Leiland - Integrante / Rosemeire Fiaccone - Integrante / Andrea Ferreira - Integrante / Camila Teixeira - Integrante / Rita da Silva Ribeiro - Integrante / Liam Smeeth - Integrante / Aline Rocha - Integrante / Nivea Bispo - Integrante / Julia Pescarini - Integrante / Rodrigo Oliveira - Integrante.

  • 2016 - Atual

    Plataforma de vigilância de longo prazo para a Zika e Microcefalia no âmbito do SUS, Descrição: A infecção pelo vírus Zika e, principalmente, as manifestações neurológicas a ele relacionadas, se constitui num quadro bastante complexo e com pouco conhecimento acumulado.Esse problema de saúde pública representará um grave problema de saúde pública no país por alguns anos, assim, acompanhar suas consequências para orientar políticas públicas que garantam qualidade de vidas aos indivíduos que sofreram algumas manifestações neurológicas a ele relacionadas. O objetivo geral do projeto é constituir uma plataforma integração de conhecimentos das coorte epidemiológica (coorte Zika/microcefalia) c/ diferentes bases de dados da saúde (Sinasc/Nutrisisvan/SIM/SIH/SIASUS) e do desenvolvimento social (Cadúnico/PBC) para acompanhamento de longo prazo das condições de vida da população acometida com microcefalia e pelo Zika Vírus.São as metas do projeto: Monitoramento em forma de Coorte epidemiológica da população acometida pelo Zika Vírus e microcefalia com vistas ao acompanhamento sistemático Longitudinal(Meta 1);Realizar Prospecção das iniciativas de pesquisa, controle e tratamento de arboviroses relacionados com a tríplice epidemia como (Zika Vírus/Dengue/Chikungunha)(Meta 2). Fortalecer propostas de colaboração/cooperação na rede do complexo produtivo da saúde (ICT/ empresas) propostas(Meta 3);acesso a informações de saúde pública e pessoais (sigilosas, confidenciais e abertas) definindo em protocolos e registros das ações em âmbito do cuidado farmacêutico (Meta 4); e, desenvolver BD de evidências cientificas seguindo os preceitos de openscience e opendata desenvolvidas. (Meta 5).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maria Yury Travassos Ichihara - Integrante / Maria da Glória L.C.Teixeira - Integrante / Maurício L. Barreto - Coordenador / Gerson Penna - Integrante / Wanderson Kleber de Oliveira - Integrante / Paula Xavier dos Santos - Integrante / Wagner de Jesus Martins - Integrante / Jose Agenor Alvares da Silva - Integrante / Moreno Rodrigues - Integrante / Juliane Oliveira - Integrante / Bethania Araujo - Integrante / Ricardo Sampaio - Integrante / Márcia Mota - Integrante / Enny Paixao - Integrante.

  • 2016 - Atual

    AVALIAÇÃO DO IMPACTO DE POLITICAS PÚBLICAS SOCIAIS NA SAÚDE: COORTE DE 100 MILHÕES DE BRASILEIROS, Descrição: Este projeto tem como objetivo geral investigar os determinantes sociais da saúde e avaliar efeitos de políticas e programas sociais na saúde da população brasileira, gerando conhecimentos que sejam úteis em processos de tomada de decisões no campo das políticas sociais, especialmente relacionadas à redução da pobreza e das desigualdades sociais no Brasil. Seus objetivos específicos são: 1) realizar estudos e pesquisas sobre a determinação social da saúde da população brasileira; 2) produzir evidências científicas para subsidiar tomadas de decisão e ações relacionadas as políticas da área social, estimulando o desenvolvimento de métodos no campo da avaliação dos impactos de políticas sociais; e 3) disseminar o conhecimento científico no campo da avaliação dos impactos de políticas sociais e fomentar a formação de redes nacionais e internacionais no campo da avaliação de políticas sociais. Na perspectiva de alcançar os objetivos propostos, o projeto é constituído por subprojetos que farão análises utilizando a Coorte de 100 Milhões de Brasileiros, conforme as seguintes Linhas de Pesquisa: 1) Desigualdades sociais e de saúde na população brasileira, com foco nas mediações econômicas, sociais, políticas e culturais e as relações entre instituições, políticas públicas e participação da sociedade na perspectiva da cidadania; 2) Determinação social e impacto de políticas públicas na saúde materno-infantil e crescimento e desenvolvimento, podendo-se eventualmente estender para a infância tardia, adolescência e idade adulta; 3) Determinação social e impacto de políticas públicas na ocorrência de doenças da pobreza com objetivo de oferecer argumentos à implantação de intervenções sociais - além de, e em sinergia com, as intervenções biomédicas - promover o seu controle; 4) Determinação social e impacto de políticas públicas na violência em saúde; 5) Abordagens metodológicas na avaliação de impacto de políticas públicas, com a finalidade de comparar e desenvolver metodologias de análise estatísticas e pareamento que estimem de forma consistente o efeito causal de estudos de intervenção como também avaliar o controle do viés devido ao confundimento presente em estudos não experimentais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maria Yury Travassos Ichihara - Integrante / Mauricio Lima Barreo - Coordenador.

  • 2014 - 2015

    Avaliação do Impacto do Programa Bolsa Família nas doenças infecciosas ligadas à pobreza nos municípios brasileiros, Descrição: Embora as doenças infecciosas ligadas à pobreza representem um importante problema de saúde pública no Brasil, poucos estudos têm avaliado o impacto de programas de transferência de renda para redução da pobreza, como o Programa Bolsa Família (PBF), sobre a morbimortalidade por estas doenças. No momento, existe a disponibilidade de dados socioeconômicos, de morbimortalidade e de cobertura das intervenções a nível ecológico, o que permite uma oportunidade de avaliação do efeito do PBF na ocorrência de um amplo número de agravos ligados à pobreza, utilizando-se metodologias robustas. OBJETIVOS: desta pesquisa foi avaliar o impacto do Programa Bolsa Família na incidência de doenças relacionadas a pobreza como a AIDS, sífilis congênita, leishmaniose visceral, tuberculose e hanseníase no Brasil, no período de 2004 até 2012. Os resultados oriundos das investigações do presente projeto podem contribuir potencialmente para formulação de políticas e ações de saúde que atuem sobre os determinantes do desenvolvimento da doença ligadas a pobreza. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maria Yury Travassos Ichihara - Integrante / Mauricio Lima Barreto - Integrante / Maria Ines Costa Dourado - Integrante / Carlos Antonio Souza Teles Santos - Coordenador / Agostino Strina - Integrante / Joilda Nery - Integrante / Davide Rasella - Integrante / Daiane Borges Machado - Integrante / Marcio Santos Natividade - Integrante / Luciana Lobato Cardim - Integrante / Deborah Daniela Madureira - Integrante / Enny Santos da Paixão - Integrante.

  • 2008 - 2012

    Avaliação da efetividade da VORH no Brasil, Descrição: A vacina VORH foi introduzida no Programa Nacional de Imunização em março de 2006. Considerando a variação da eficácia da vacina encontrada em vários ensaios comunitários a Secretaria de Vigilância da Saúde/Ministério da Saúde elegeu como prioridade a realização do estudo da efetividade da vacina VORH entre as crianças brasileiras. Foi conduzido um estudo caso-controle de base hospitalar localizados nas 5 macro-Regiões brasileiras e pertencentes ao Sistema de Vigilância das Diarréias Agudas causadas por Rotavirus.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Maria Yury Travassos Ichihara - Integrante / Maria da Glória L.C.Teixeira - Coordenador / Mauricio Lima Barreo - Integrante.

  • 2002 - 2003

    Custo efetividade da vacina contra influenza, Descrição: Desde 1999, o Ministério da Saúde através do Programa Nacional de Imunizações iniciou a vacinação contra influenza em forma de campanhas anuais dirigida para a população de 60 anos e mais, objetivando o controle de algumas doenças respiratórias nessa população. Neste contexto, ressalta-se que o Brasil é um país de grandes dimensões com variações no clima e sub populações com diferentes padrões de morbidade e mortalidade. O impacto de uma campanha de vacinação contra influenza, em termos da relação entre efetividade e custos, pode ser diverso para cada estado e aquém da expectativa de impacto que justifica o emprego da vacina em campanhas. Este projeto teve como objetivo estimar o custo efetividade de duas estratégias de controle de infecções respiratórias agudas em Salvador, no ano de 2002: (1) não vacinar a população idosa e tratar todos os casos e (2) vacinar a população idosa e tratar todos os casos. Metodologia: A efetividade vacinal foi estimada através da metodologia denominada ?screening?, comparando-se a cobertura vacinal de toda a população com a proporção de casos que foram vacinados. A estimativa de custos será realizada através dos procedimentos de contabilidade de custos por apropriação dos recursos utilizados. Foram levantados os custos relacionados à aplicação ou não da vacina influenza, correspondendo a diferentes estratégias, assim como os custos relacionados ao tratamento hospitalar da influenza. A análise de custo efetividade é aqui entendida como a relação entre recursos utilizados (custos) e resultados obtidos na redução da taxa de internamentos por pneumonia e outras doenças respiratórias agudas (efetividade). As estratégias estão sendo comparadas em termos de unidades naturais - custo por internamento evitado. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Maria Yury Travassos Ichihara - Integrante / Maria Inês Costa Dourado - Coordenador / Sebastião Loureiro - Integrante / Andreia Costa - Integrante / CUNHA, SERGIO S - Integrante.

  • 2000 - 2002

    Monitoramento da mortalidade neonatal, Descrição: O estudo sobre o Monitoramento da Mortalidade Neonatal, foi parte das atividades do Programa de Implantação do Sistema de Referência para Gestação de Alto Risco, implementado através de convênio entre o Ministério da Saúde e a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia no período de dezembro de 1999 a junho de 2002.Considerando a necessidade de se conhecer a ocorrência da mortalidade neonatal em Salvador, foram propostos os seguintes objetivos: analisar os fatores de risco maternos e fetais na ocorrência dos óbitos neonatais precoces e uma avaliação da qualidade da assistência neonatal prestada às crianças que morreram nos primeiros sete dias. Foram coletados 1411 óbitos infantis residentes em Salvador, Destes, 75,9% (1053) foram conhecidos através do Centro de Informações de Saúde/SESAB; 18,1% (256) através dos cartórios e 6,0% (85) nos serviços de saúde. Encontrou-se 71,7% (1011) óbitos neonatais e 25,8% (364) óbitos pós- neonatais, não sendo possível classificar 2,6% (36) deles, pois não tinham datas de nascimento ou de óbito. Entre os óbitos neonatais, 86,1 % (871) morreram na primeira semana de vida e apenas 12,4% (125) eram óbitos neonatais tardios, havendo 1,5% (15) dos óbitos que não foram classificados segundo dias de vida por não terem hora de nascimento ou de óbito. Do total de 1011 óbitos neonatais foram localizados 739 (73,1%) prontuários médicos nos hospitais e maternidades que prestaram atendimento ao parto e ao recém-nascido. Dos prontuários localizados 671 (90,2%) eram óbitos neonatais precoces e 67 (9,2%) neonatais tardios, existindo 4 sem hora ou data de nascimento ou óbito. Vinculou-se 817 óbitos infantis (64,9%) do total de 1259 óbitos ocorridos no mesmo ano à população de nascidos-vivos de 1998. Comparando-se a informação entre óbitos vinculados e não vinculado, verificou-se haver um maior número de dados ignorados entre àqueles últimos para a maioria dos campos da DN. Assim, entre os óbitos não vinculados ao SINASC (442-31,3%) havia ausência de dados como data de nascimento (7,9%), nome da mãe (14%), idade da mãe (74,0%) gravidez (37,3%), peso ao nascer (31,2%), tipo de parto (29,4%) e tipo de gravidez (37,3%), sendo muito maiores em relação àquelas ao grupo de óbitos vinculados, apesar das diferenças só serem significantes para a variável gravidez (p<0,005). Os resultados do estudo apoiaram a recomendação de melhorias no sistema de informação de mortalidade e de nascimentos, na qualidade das informações nos prontuários dos serviços de saúde e na organização da assistência perinatal em Salvador.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maria Yury Travassos Ichihara - Coordenador / Estela Maria Aquino - Integrante.

  • 1999 - 2002

    Avaliação de impacto da vacina contra-influenza na redução de internamentos por infecção respiratória aguda, Descrição: rata-se de um projeto com o ojjetivo de avaliar o impacto (efetividade) da vacina anti-influenza na prevenção de infecção respiratória aguda em indivíduos com idade de 60 anos ou mais; Desenho de investigação: estudo caso-controle pareado, com casos incidentes de maio a outubro de 2000, residentes na cidade de Salvador, Bahia. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Maria Yury Travassos Ichihara - Integrante / Maria Ines Costa Dourado - Coordenador / Laura C Rodrigues - Integrante / Maurício L. Barreto - Integrante / CUNHA, SERGIO S - Integrante.

  • 1997 - 2003

    Avaliação da Eficácia da segunda dose da vacina BCG em escolares (REVAC-BCG), Descrição: BCG é uma vacina de utilização controversa. Sua eficácia tem variado de local para local na proteção da forma pulmonar da doença, mas tem sido alta e constante para meningites e outras formas de doença primária. A OMS recomenda que a BCG deva ser administrada a todas as crianças no primeiro mês de vida em países com alta incidência de tuberculose e sua utilização repetida de BCG tem mostrado efeito protetor contra a hanseníase. O único dado existente obtido de um estudo controlado conduzido no Malawi sobre a proteção oferecida pela segunda dose de BCG em tuberculose não mostrou efeito protetor, porem neste pais a proteção dada pela BCG neonatal é baixa. Devido à escassez de informações, a OMS não tem recomendado revacinação. Esta posição fundamenta-se em que os estudos sobre a segunda dose de BCG são insuficientes, inexistindo ensaios prospectivos, controlados, sobre a eficácia de uma segunda dose. No Brasil, em 1994, a comissão nacional de controle de tuberculose reuniu-se com alguns especialistas para analisar a vacinação.O projeto Revac-BCG, ensaio comunitário randomizado sobre o efeito da revacinação BCG em escolares sobre a tuberculose, envolveu cerca de 350.000 indivíduos em Salvador e Manaus, cujos resultados contribuíram para a retirada da revacinação BCG em escolares do calendário vacinal.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maria Yury Travassos Ichihara - Integrante / Susan Martins Pereira - Integrante / Sergio Souza Cunha - Integrante / Laura C Rodrigues - Integrante / Hijjar, Miguel Aiub - Integrante / BRITO, SILVANA - Integrante / DOURADO, INES - Integrante / Mauricio Lima Barreo - Coordenador.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2006

Prêmio Imprensa em reconhecimento às atividades realizadas em 2006, TV Programa Hélio Henrique.

2005

Top of Mind Brazil de Consagração Pública Brasileira. Categoria:outas atividades relacionadas com atenção à saúde", INBRAP.

2003

Moção de reconhecimento, 1a Conferência Municipal de Saúde do município de Santo Amaro.

1998

Menção honrosa, ABRASCO.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Instituto Gonçalo Moniz, Centro de Integração de Dados e Conhecimento para Saúde. , Rua Mundo,121, Trobogy, 41745715 - Salvador, BA - Brasil, Telefone: (71) 991272982

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2016 - Atual

Centro de Dados e Conhecimentos para a Saúde

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2015 - Atual

FIOCRUZ-Instituto Gonçalo Moniz

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Servidor público cedido, Carga horária: 40

Outras informações:
Cessão em 30.12.2015 (DOU Seção 2 no 249, pag 31) e ratificada em 15.09.2016 (DOU, Seção 2- Edição Extra no 178 A, pag 34. conforme os procedimento de Gestão de pessoal cedido ao Sistema Único de Saúde. Esta cessão deveu-se ao desenvolvimento atividades de gestão e pesquisa no Projeto Coorte de 100 milhões de brasileiros, sob a coordenação de Prof Mauricio Lima Barreto. Atualmente, é substituta da coordenação do Centro de integração de Dados e Conhecimentos para saúde (CIDACS) inaugurado em 07.12.2016, vinculado a Diretoria do Instituto Gonçalo MOniz.

Atividades

  • 12/2018

    Outras atividades técnico-científicas , Centro de Integração de Dados e Conhecimento para Saúde/ Fiocruz Bahia, Centro de Integração de Dados e Conhecimento para Saúde/ Fiocruz Bahia.,Atividade realizada, Membro do Advisory and HealthGroup - Social Policy and Health Inequalities Project.

  • 12/2016

    Direção e administração, Centro de Integração de Dados e Conhecimento para Saúde/ Fiocruz Bahia, .,Cargo ou função, Substituta responsável do Cidacs.

  • 12/2016

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Integração de Dados e Conhecimento para Saúde/ Fiocruz Bahia, .,Linhas de pesquisa

2014 - Atual

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

Vínculo: Avaliador externo, Enquadramento Funcional: Sem vínculo

Outras informações:
Avaliadora para credenciamento e recredenciamento de escolas de Governo que ofertam cursos de pós-graduação Lato Sensu Portaria n° 649, de julho de 2014, e Portaria Nº 348, de 5 de agosto de 2015, que trata da nomeação de avaliadores das escolas de governo, selecionados e capacitados pelo INEP, que passam a integrar o Banco de Avaliadores do Sistema de Avaliação de Escolas de Governo - SAEG.

2010 - 2011

Secretaria de Saúde do Estado da Bahia

Vínculo: Servid públ-Cargo de confiança, Enquadramento Funcional: Diretora Geral, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Exerceu cargo de confiança no período de 19 de julho de 2010 a 02 de maio de 2011.

Atividades

  • 07/2010 - 05/2011

    Direção e administração, Diretoria Geral, .,Cargo ou função, Diretora.

2009 - 2011

Escola de Governo/Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca/Fiocruz

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador

Outras informações:
Membro do grupo docente responsável pela construção da matriz curricular do Curso de Especialização em Formação Docente na Área de Vigilância da Saúde, particularmente em seu eixo Vigilância da Saúde Acompanhamento pedagógico relativo às questões de Epidemiologia de alunos dos estados da BA, PA, SE, PE, MG, ES, MT, MG, PR, SC e RS na Especialização em Formação Docente na Área de Vigilância da Saúde.

2014 - Atual

Instituto de Saúde Coletiva

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador

2008 - 2015

Instituto de Saúde Coletiva

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Servidor público cedido, Carga horária: 40

2011 - 2015

Secretaria de Vigilância à Saúde/Ministério da Saúde

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Pesquisadora no Centro Colaborador/ISC/UFBa, Carga horária: 40

Outras informações:
Servidora ficou à disposição do Centro Colaborador/ISC/UFBa para apoiar as pesquisas prioritárias do SUS no âmbito da Secretaria de Vigilância da Saúde/Ministério da Saúde Deu continuidade ao estudo "Avaliação da efetividade da vacina oral contra rotavírus humano (VORH) nas Regiões Brasileiras"

2008 - 2010

Secretaria de Vigilância à Saúde/Ministério da Saúde

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Servidor público cedido, Carga horária: 40

Outras informações:
Apoio ao estudo de "Avaliação das capacidades básicas de vigilância epidemiológica para atender ao Regulamento Sanitário Internacional" e Avaliação da efetividade da vacina oram contra rotavirus humano (VORH) no Brasil "

Atividades

  • 04/2008

    Pesquisa e desenvolvimento , Secretaria de Vigilância à Saúde/Ministério da Saúde, .,Linhas de pesquisa

2003 - 2007

fundação nacional de saúde

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenadora Regional, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Delegada prestadora na VI Conferência Estadual deSaúde- 03 a 05.11.2003, Salvador-Bahia Delegada prestaora da 12a. Conferência Nacional de Saúde-07 a 11.12.2003-Brasília Delegada prestadoa da 4a. Conferência Nacional de Saúde Indígena, 27 a 31.03.2006-Rio Quente, Goiás Membro do Conselho Estadual de Saúde representando o Ministério da Saúde- Publicação DOU 18.02.2003 Membro do Comitê Consultivo da Política Nacional deAtenção à Saúde Indígena, representando os Coordenadores Regionais da FUNASA Membro do Grupo de Trabalho para elaboração de proposta de integração do sistema de informação em saúde indígena (SIASI) com o sistema de informação da atenção básica (SIAB) Membro do Grupo deTrabalho para acompanhamento da implementação do Modelo de Atenção à Saúde Indígena Participação da Oficina de trabalho em Saúde Indígena para apresentação em protocolos de pesquisa- 06 e 07.04.2006 Participação em oficina sobre Agenda de Pesquisas Avaliativas dos Subsistemas de Saúde Indigena-06 e 07.10.2004, OPAS/OMS- Brasília Participação no I Seminário Nacional deEstdos e Pesquisas em Saúde dos Povos Indígenas- 24 a26.11.2004 Participação no 6o. Encontro Nacional de Procuradores Federais da FUNASA, 29.11 a 01.12.2006 Participação na Oficina sobre Fundação Estatal. X Congresso Latino-americano de Medicina Social, IV Congresso Brasileiro de Ciência Sociais e Humanas em Saúde e XIV Congresso of the International Association of Health Policy-13 a 18.07.2007

Atividades

  • 05/2006 - 10/2007

    Outras atividades técnico-científicas , Fundação Nacional de Saúde, Fundação Nacional de Saúde.,Atividade realizada, Membro do Grupo de Trabalho para Acompanhamento da implementação do Modelo de Atenção à Saúde Indigena.

  • 06/2004 - 10/2007

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Fundação Nacional de Saúde, .,Cargo ou função, Membro do Comitê Consultivo da Politica Nacional de Saúde Indigena.

  • 01/2003 - 10/2007

    Direção e administração, Fundação Nacional de Saúde, .,Cargo ou função, Coordenadora Regional.

  • 01/2003

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Fundação Nacional de Saúde, .,Cargo ou função, Conselheira do Conselho Estadual de Saúde representando o Ministério da Saúde.

1997 - 2003

Universidade Federal da Bahia

Vínculo: Cessão, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Pesquisadora do grupo de pesquisa de doenças transmissíveis e nutrição em saúde Coordenadora técnica do projeto de pesquisa "Avaliação da eficácia da segunda dose da vacina BCG em escolares de Salvador e Manaus" Pesquisadora nos projetos "Avaliação do impacto da vacina influenza em idosos com 60 anos e mais" Consultora na pesquisa sobre "Análise situacional do atendimento obstétrico e neonatal na cidade de Salvador, Bahia" (UNICEF) Coordenadora da Pesquisa "Monitoramento da mortalidade neonatal na Bahia", Ministério da Saúde/ISC/UFBa/Secretaria de Saúde do Estado da Bahia

Atividades

  • 11/1997 - 01/2003

    Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Saúde Coletiva, .,Linhas de pesquisa

  • 02/1998 - 06/1998

    Treinamentos ministrados , Instituto de Saúde Coletiva, .,Treinamentos ministrados, Coordenadora do trabalho prático do Curso Epidemiologia em Serviços de Saúde

1991 - 1997

Fundação Nacional de Saúde - Presidência

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Médica, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Médica do Serviço de Planejamento da Coordenação Regional da FSESP Delegada da Fundação Nacional de Saúde na IX Conferência Nacional deSaúde- 09 a 11.09.1991-Salvador Delegada da III Conferência Estadal de Saúde para a Conferência Nacional de Saúde-07 e 08.10.1991 Delegada na IX Conferência Nacional de Saúde- 09 a 14.08.1992-Brasília Delegada da Coordenação Regional da Fundação Nacional de Saúde no Seminário Nacional "A Fundação Nacional deSaúde e a Reforma Administrativa do Ministerio da Saúde- 22 a 2.09.1993- Brasília Delegada da 10a. Conferência Nacioal de Saúde- 02a 06.09.1996 Membro da Comissão Organizadora do III Congresso Brasileiro, II Congresso Ibero-americano, I Congresso Latino-americano de Epidemiologia - 24 a 28.04.1995-Salvador-Bahia

Atividades

  • 04/1991 - 05/2000

    Direção e administração, Coordenação Regional da Bahia, Serviço de Planejamento.,Cargo ou função, Diretora do Serviço de Planejamento.

  • 04/1991 - 05/2000

    Serviços técnicos especializados , Coordenação Regional da Bahia, Serviço de Planejamento.,Serviço realizado, Programação, avaliação e orçamentação das atividades de saúde.

1986 - 1991

Fundação Serviços Especiais de Saúde Pública

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Médica, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Coordenadora do Núcleo de Planejamento da Assessoria de Planejamento da Presidênca da FSESP- 1986-1988 Médica do Núcleo de Planejamento-responsável pelo acompanhamento da execução de convênios entre a FSESP e prefeituras Diretora do Serviço de Planejamento da Coordenação Regional da FSESP na Bahia- 1990-1991 Membro da Comissão Organizadora da II Conferência Estadal deSaúde-CONFERES/Ba-15 a 17.12.1988 Delegada da Fundação Nacional deSaúde na IX Conferência Nacional de Saúde-Etapa Salvador-09 a 11.09.1991

Atividades

  • 11/1990 - 04/1991

    Direção e administração, Coordenação Regional da Bahia, Serviço de Planejamento.,Cargo ou função, Diretora do Serviço de Planejamento.

  • 05/1988 - 04/1991

    Serviços técnicos especializados , Coordenação Regional da Bahia, Serviço de Planejamento.,Serviço realizado, Acompanhamento de execução de convênios, programação e avaliação de atividades de saúde.

  • 08/1986 - 09/1988

    Direção e administração, Presidência, Assessoria de Planejamento.,Cargo ou função, Coordenadora do Núcleo de Planejamento.

  • 08/1986 - 05/1988

    Serviços técnicos especializados , Presidência, Assessoria de Planejamento.,Serviço realizado, Desenvolvimento de metodologias de planejamento, avaliação e implementação de diretrizes institucionais.

1984 - 1986

Superintendencia de Campnhas de Saúde Pública

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Médica, Carga horária: 40

Outras informações:
Médica sanitarista do Programa de Controle da Doença de Chagas Coordenadora do Programa de Controle das Leishmanioses no Estado da Bahia- implantação do programa no Estado. Implantou o Programa de Controle das Leishmanioses na Bahia e o laboratório de imunofluorescência canina em Feira de Santana. Articulou com a Secretária de Saúde do Estado a notificação compulsória das Leishmanioses na Bahia

Atividades

  • 07/1984 - 08/1986

    Direção e administração, Coordenação Regional da Bahia, Setor Técnico Sede.,Cargo ou função, Coordenadora do Programa de Controle das Leishmanioses na Bahia.

  • 07/1984 - 08/1986

    Serviços técnicos especializados , Coordenação Regional da Bahia, Setor Técnico Sede.,Serviço realizado, Planejamento e coordenação das atividades de controle das leishmanioses na Bahia.

  • 01/1985 - 01/1985

    Treinamentos ministrados , Coordenação Regional da Bahia, Setor Técnico Sede.,Treinamentos ministrados, Treinamento de guardas e inspetores de endemias

  • 01/1985

    Pesquisa e desenvolvimento , Coordenação Regional da Bahia, Setor Técnico Sede.,Linhas de pesquisa