Rayane Sorrentino Ribeiro

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal na Universidade Federal Rural Do Rio de Janeiro - Seropédica/RJ. Atua na coleta em apneia e scuba de organismos, triagem de material, em especial crustáceos da Ordem Amphipoda. Atualmente analisa ingestão e retenção de contaminação microplástica em organismos bentônicos, inclusive análise de adsorção de metais e poluentes orgânicos nos Amphipoda. É colaboradora no Laboratório de Crustacea na Faculdade de Formação de Professores (FFP) UERJ. Mestre em Zoologia pelo Programa de Pós-Graduação em Diversidade Animal da Universidade Federal da Bahia. Atuou na triagem de material, identificação dos Amphipoda e taxonomia dos Lysianassóideos. Bacharel em Ciências Biológicas, com ênfase em Biotecnologia no Centro Universitário de Volta Redonda/RJ.

Informações coletadas do Lattes em 02/02/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Biologia Animal

2017 - Atual

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Título: Introdução de poluentes orgânicos e aditivos contaminantes na cadeia trófica marinha através da ingestão de microplásticos por Amphipoda (Crustacea: Peracarida),
André Resende de Senna. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Amphipoda; Taxonomy; Microplástico.Grande área: Ciências Biológicas

Doutorado interrompido em 2017 em BIOTECNOLOGIA MARINHA

2017 - Interrompido

Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira
Título: Introdução de poluentes orgânicos e aditivos contaminantes na cadeia trófica marinha através da ingestão de microplásticos por Amphipoda (Crustacea: Peracarida),
Orientador: Ricardo Coutinho
Coorientador: André Resende de Senna. Ano de interrupção: 2017Grande área: Ciências Biológicas

Mestrado em Diversidade Animal

2015 - 2017

Universidade Federal da Bahia
Título: Superfamília Lysianassoidea Dana, 1849 (Amphipoda: Gammaridea) da Província Biogeográfica Sudoeste Tropical,Ano de Obtenção: 2017
André Resende de Senna.Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, FAPESB, Brasil. Grande área: Ciências Biológicas

Graduação em Ciências Biológicas

2011 - 2014

Centro Universitário de Volta Redonda, UniFOA
Título: Uma nova espécie e primeiro registro do gênero Shoemakerella Pirlot, 1936 (Crustacea: Amphipoda: Lysianassidae) no Brasil
Orientador: André Barbosa Vargas

Curso técnico/profissionalizante

2008 - 2010

IFRJ- Campus Nilo Peçanha

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

Comunicação de Causas na Prática. (Carga horária: 10h). , Instituto de Tecnologia e Sociedade, ITS Rio, Brasil.

2012 - 2012

Curso de Mergulho Básico. , Deep Trip, DT, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Zoologia Aplicada/Especialidade: Conservação das Espécies Animais.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Taxonomia dos Grupos Recentes.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SORRENTINO, R. ; SANTANA, A. ; ADRIANO, A. ; BORGES, C. ; CHAGAS, C. ; SABINO, D. ; SAMPAIO, D. ; OLIVEIRA, F. ; KASPER, G. ; RESENDE, G. ; HENRIQUE, H. ; NOVAIS, M. ; ATILA, M. ; CAMPOS, R. ; OLIVEIRA, S. ; MOURA, S. ; SANTANA, T. ; BATISTA, V. . VII Curso de Verão em Diversidade Animal. 2016. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Objetivos do Desenvolvimento Sustentável ? Reunião Magna 2019 ? Academia Brasileira de Ciências. 2019. (Outra).

Desbravando as Ciências do Mar -10 anos do PPG-OCN da UERJ.Nova espécie e primeiro registro do gênero Parschisturella Andres, 1983 (Amphipoda:Lysianassoidea:Uristidae) para a Argentina. 2018. (Outra).

I Encontro Sul Fluminense de Ensino de Ciências e Biologia. 2018. (Encontro).

X Congresso Brasileiro sobre Crustáceos. RETENÇÃO DE CONTAMINAÇÃO MICROPLÁSTICA EM AMPHIPODA (CRUSTACEA:PERACARIDA). 2018. (Congresso).

XI Jornada de Ciência e Tecnologia.Minicurso de Sistemática de Crustacea. 2018. (Outra).

33º Semana de aniversário do IEAPM. APLICATIVO DO SISTEMA PELÁGICO. 2017. (Exposição).

VII Congresso de Oceanografia. NOVAS ESPÉCIES E NOVOS REGISTROS DE LYSIANASSOIDEA DANA, 1849 (AMPHIPODA) DO NORDESTE BRASILEIRO. 2016. (Congresso).

VII Curso de Verão em Diversidade Animal.Formações recifais e comunidades coralíneas no Brasil. 2016. (Outra).

VIII Congresso Brasileiro sobre Crustáceos. NOVA ESPÉCIE DO GÊNERO Boca LOWRY & STODDART, 1997 (AMPHIPODA: LYSIANASSOIDEA: ARISTIIDAE) ASSOCIADA A ECOSSISTEMA DE CORAIS MESOFÓTICOS PARA O SUDOESTE DE PORTO RICO, MAR DO CARIBE. 2014. (Congresso).

XXX Congresso Brasileiro de Zoologia. Uma nova família, gênero e espécie da superfamília Lysianassoidea Dana, 1849 (Amphipoda) para o sudeste do Brasil. 2014. (Congresso).

XXX Congresso Brasileiro de Zoologia. Primeiro registro de Trischizostoma longirostre Chevreux, 1919 (Crustacea: Amphipoda) para a Cordilheira Meso-Atlântica Sul. 2014. (Congresso).

IV Congresso Brasileiro de Biologia Marinha. - Um novo gênero e espécie da subfamília Lysianassinae Dana, 1849 (Crustacea: Amphipoda: Lysianassidae) para as águas do Brasil.. 2013. (Congresso).

VI Colóquio Técnico Científico do UniFOA.DIVERSIDADE E ECOLOGIA DE COMUNIDADES DE LYSIANASSOIDEA, HADZIOIDEA EPHOZOCEPHALIDAE (AMPHIPODA) NA BACIA DE CAMPOS, RJ. 2012. (Outra).

VII Congresso Brasileiro sobre Crustáceos. DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DE TAXOCENOSES DE AMPHIPODA EM DIFERENTES HABITATS NA BACIA DE CAMPOS / RJ. 2012. (Congresso).

VII Congresso Brasileiro sobre Crustáceos. DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL E TEMPORAL DOS LYSIANASSOIDEA (AMPHIPODA) DO PROJETO MBT. 2012. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Paulo Roberto de Amoretty

VARGAS, A. B.;AMORETTY, P. R.; Gomes, A. Uma nova espécie e primeiro registro do gênero Shoemakerella Pirlot, 1936 (Crustacea: Amphipoda: Lysianassidae) no Brasil. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário de Volta Redonda.

André Barbosa Vargas

VARGAS, André Barbosa; AMORETTY, P.; GOMES, A.. Uma nova espécie e primeiro registro do gênero Shoemakerella Pirlot, 1936 (Crustacea: Amphipoda: Lysianassidae) no Brasil. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário de Volta Redonda.

Andre Resende de Senna

SENNA, A. R.SOUZA-FILHO, J. F.; CALOR, A. R.. Superfamília Lysianassoidea Dana, 1849 (Amphipoda: Gammaridea) da Província Biogeográfica Atlântico Sudoeste Tropical. 2017. Dissertação (Mestrado em Diversidade Animal) - Universidade Federal da Bahia.

Anderson Gomes

VARGAS, A. B.; AMORETTY, P. R.;GOMES, A.. UMA NOVA ESPECIE E PRIMEIRO REGISTRO DO GENERO Shoemakerella pirlot, 1936 (CRUSTACEA: AMPHIPODA: LYSIANASSIDAE) NO BRASIL. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas - Licenciatura Ou Bacharelado) - Centro Universitário de Volta Redonda.

Jesser Fidelis de Souza Filho

Souza-Filho, J. F.SENNA, A. R.; CALOR, A. R.. SUPERFAMÍLIA LYSIANASSOIDEA DANA, 1849 (AMPHIPODA: GAMMARIDEA) DA PROVÍNCIA BIOGEOGRÁFICA ATLÂNTICO SUDOESTE TROPICAL. 2017. Dissertação (Mestrado em Diversidade Animal) - Universidade Federal da Bahia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Andre Resende de Senna

Introdução de poluentes orgânicos e aditivos contaminantes na cadeia trófica marinha através da ingestão de microplásticos por Amphipoda (Crustacea: Peracarida); Início: 2017; Tese (Doutorado em Biologia Animal) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Andre Resende de Senna

Superfamília Lysianassoidea Dana, 1849 (Amphipoda: Gammaridea) da Província Biogeográfica Atlântico Sudoeste Tropical; 2017; Dissertação (Mestrado em Diversidade Animal) - Universidade Federal da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; Orientador: André Resende de Senna;

Andre Resende de Senna

Sistemática e diversidade da família Alicellidae (Crustacea: Amphipoda: Lysianassoidea) na Bacia de Campos, Rio de Janeiro; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário de Volta Redonda, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: André Resende de Senna;

Andre Resende de Senna

Sistemática e diversidade dos Lysianassoidea da costa sudeste brasileira (Crustacea: Malacostraca: Amphipoda); 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário de Volta Redonda; Orientador: André Resende de Senna;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SORRENTINO, RAYANE ; MORAES, ELIENAI E.B. ; SENNA, ANDRÉ R. . Four new species of Lysianassidae Dana, 1849 (Crustacea: Amphipoda) From Northeastern Brazilian coast. ZOOTAXA (ONLINE) , v. 4585, p. 1, 2019.

  • SORRENTINO, R. ; SOUZA-FILHO, J. ; SENNA, ANDRÉ R. . A new species of Stephonyx (Amphipoda, Amphilochida, Lysianassoidea) from Brazil. ZOOTAXA (ONLINE) , v. 4388, p. 537-546, 2018.

  • SORRENTINO, R. ; ALVES, J. ; JOHNSSON, R. ; SENNA, A. R. . A new species of Cyphocarididae (Crustacea, Amphipoda, Lysianassoidea) from off the northeastern Brazilian coast. Zootaxa (Auckland. Print) , v. 4161, p. 345-356, 2016.

  • QUADRA, A. ; SORRENTINO, R. ; SENNA, A. R. ; SEREJO, C. S. . First record of Eurythenes thurstoni Stoddart & Lowry, 2004 (Crustacea: Amphipoda: Lysianassoidea) from the South Mid-Atlantic Ridge. Latin American Journal of Aquatic Research , v. 42, p. 376-380, 2014.

  • SORRENTINO, R. ; SENNA, A. R. ; LOWRY, J. K. . A new species and first record of the genus Shoemakerella Pirlot, 1936 (Crustacea: Amphipoda: Lysianassidae) from Brazil. Zootaxa (Auckland. Print) , v. 3784, p. 484-492, 2014.

  • SENNA, A. R. ; SORRENTINO, R. ; CHATTERJEE, T. ; SCHIZAS, N. V. . A new species of Boca Lowry & Stoddart, 1997 (Amphipoda: Lysianassoidea: Aristiidae) from a mesophotic coral ecosystem off Puerto Rico, Caribbean Sea. Zootaxa (Auckland. Print) , v. 3884, p. 429, 2014.

  • SENNA, ANDRÉ R. ; SORRENTINO, RAYANE ; MACHADO, ANGELINA N. S. ; TORRENT, PAULA . A new species of Melita Leach, 1814 (Amphipoda: Hadzioidea: Melitidae) from Patos Lagoon, southern Brazil. Nauplius , v. 20, p. 125-135, 2012.

  • SORRENTINO, R. ; SENNA, A. R. . RETENÇÃO DE CONTAMINAÇÃO MICROPLÁSTICA EM AMPHIPODA (CRUSTACEA:PERACARIDA). In: X Congresso Brasileiro sobre Crustáceos, 2018, Recife. Livro de Resumos do X Congresso Brasileiro sobre Crustáceos, 2018. p. 012.

  • SENNA, A. R. ; SORRENTINO, R. ; CHATTERJEE, T. ; SCHIZAS, N. V. . NOVA ESPÉCIE DO GÊNERO Boca LOWRY & STODDART, 1997 (AMPHIPODA: LYSIANASSOIDEA: ARISTIIDAE) ASSOCIADA A ECOSSISTEMA DE CORAIS MESOFÓTICOS PARA O SUDOESTE DE PORTO RICO, MAR DO CARIBE. In: VIII Congresso Brasileiro sobre Crustáceos, 2014, Bonito. Anais Online CBC 2014 - VIII Congresso Brasileiro Sobre Crustáceos, 2014.

  • SORRENTINO, RAYANE . Contaminação orgânica e microplástica em ambiente marinho. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SORRENTINO, R. . Filogeografia. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SORRENTINO, RAYANE . Microplásticos no oceano e nos organismos. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SORRENTINO, R. . Filogeografia. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2014 - Atual

    SISTEMÁTICA E DIVERSIDADE DE AMPHIPODA (CRUSTACEA: PERACARIDA) NA BAÍA DE TODOS OS SANTOS, BAHIA, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) André Resende de Senna em 16/07/2018., Descrição: Descrição: Edital Universal 14/2014, Processo 459241/2014-1. Os Amphipoda, são muito diversos e abundantes em todos os ambientes marinhos. Quando comparado a outros grupos taxonômicos, no entanto, pouco se conhece de sua diversidade em águas brasileiras. Os anfípodos são crustáceos peracáridos, caracterizados por apresentarem o abdomem dividido em metassoma, com três somitos, e urossoma, também com três somitos e carregando três pares de urópodos. A superordem Peracarida é amplamente distribuída por todo o planeta, sendo conhecida desde picos de montanhas até fossas abissais do mar profundo, com espécies registradas em todos os ambientes aquáticos do mundo, tais como riachos, cavernas, manguezais, florestas, costões rochosos, recifes de corais e fontes hidrotermais. A ordem Amphipoda é muito diversa e abundante, agrupando aproximadamente 8.000 espécies em quatro subordens. Apesar disso, muito pouco ainda é conhecido sobre sua diversidade de espécies no Brasil. Observa-se a existência de enormes lacunas de conhecimento acerca da Biodiversidade dos Peracarida no Brasil. Para o Estado da Bahia, por exemplo, são registradas apenas 24 espécies de Amphipoda. É necessária a realização de um grande estudo faunístico e taxonômico para que se possa ter uma ideia mais realista da diversidade de espécies desses grupos para o Estado da Bahia. Este projeto tem como objetivo principal realizar um estudo taxonômico dos Amphipoda (Crustacea: Peracarida) da Baía de Todos os Santos (BTS), no estado da Bahia, ampliando o conhecimento e descrevendo sua diversidade de espécies, com base em material proveniente de campanhas a serem realizadas nesta localidade. Serão realizadas coletas em costões rochosos, comunidades coralíneas, recifes de corais e naufrágios da Baía de Todos os Santos. O material coletado servirá de base para a formação uma coleção de referência de Amphipoda para a área de estudo, além de ampliar significativamente a coleção de Crustacea Peracarida do Museu de Zoologia da Universidade Federal da Bahia.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rayane Sorrentino Ribeiro - Integrante / André Resende de Senna - Coordenador / Luiz Felipe de Andrade - Integrante / Liz Silvany - Integrante.

  • 2012 - 2013

    SISTEMÁTICA E DIVERSIDADE DA FAMÍLIA ALICELLIDAE (CRUSTACEA: AMPHIPODA: LYSIANASSOIDEA) NA BACIA DE CAMPOS, RIO DE JANEIRO, Descrição: A ordem Amphipoda faz parte da superordem Peracarida, a qual é caracterizada pela presença de lacinia mobilis nas mandíbulas e pela presença de oostegitos na face interna das coxas dos apêndices torácicos, também denominados pereópodos. Os oostegitos são responsáveis pela formação do marsúpio, no qual os ovos serão incubados até o nascimento de jovens, similares aos adultos, porém de tamanho reduzido e sem apresentar os caracteres sexuais secundários. Este tipo de desenvolvimento embrionário é denominado desenvolvimento direto. Amphipoda é um grupo muito diverso e abundante em todos os ambientes marinhos, desde águas rasas até o mar profundo, em todos os oceanos do planeta. Muito pouco, no entanto, se conhece de sua diversidade em águas brasileiras. A ordem Amphipoda é suportada como grupo monofilético pela sinapomorfia presença de três pares de urópodos, e é subdividida em quatro subordens Gammaridea, Corophiidea, Ingolfiellidea e Hyperiidea. A superfamília Lysianassoidea está posicionada dentro da subordem Gammaridea e é caracterizada por ser um grupo de anfípodos calinoforados, com o primeiro artículo do pedúnculo da antena 1 alargado, e com o gnatópodo 2 apresentando o ísquio alongado e o própodo em forma de punho. Este projeto tem como objetivo principal ampliar o conhecimento da diversidade de Amphipoda Lysianassoidea do Brasil, em especial a família Alicellidae, com base em material proveniente de campanhas oceanográficas na Bacia de Campos, no âmbito do Projeto Habitats, coordenado pelo Centro de Pesquisas Leopoldo Américo Miguez de Mello, Petróleo Brasileiro S/A (CENPES/PETROBRAS).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Rayane Sorrentino Ribeiro - Integrante / André Resende de Senna - Coordenador., Financiador(es): Sociedade Brasileira de Carcinologia - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Bolsa.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Reitoria, Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde. , Rodovia BR-465, Ecologia, 23891000 - Seropédica, RJ - Brasil, Telefone: (021) 00000000, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional