Andrea Cecilia Dorión Rodas

Possui graduação em Farmácia e Bioquímica pela Universidade Paulista(1993), especialização em Radiation Processing Biomaterials pela University of Lodz(2002), mestrado em Tecnologia Nuclear Básica pelo Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares(1997), doutorado em Tecnologia Nuclear Aplicações pelo Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares(2004), pós-doutorado pela Massachusetts General Hospital(2014), pós-doutorado pela Universidade de São Paulo(2012) e pós-doutorado pelo Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares(2010). Atualmente é Professor Adjunto A da Universidade Federal do ABC. Tem experiência na área de Engenharia Biomédica, com ênfase em Engenharia Médica. Atuando principalmente nos seguintes temas:biomaterias, substituto dermo-epidermico, queratinócitos, quitosana, imobilização de células.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Tecnologia Nuclear Aplicações

1999 - 2004

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares
Título: Desenvolvimento de membranas como compostos dermo-epidérmicos
Orientador: Dra Monica Beatriz Mathor
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: biomaterias; substituto dermo-epidermico; queratinócitos; quitosana; imobilização de células.Grande área: EngenhariasSetores de atividade: Produtos e Processos Biotecnológicos; Desenvolvimento de Novos Materiais.

Mestrado em Tecnologia Nuclear Básica

1994 - 1997

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares
Título: Uso de suportes poliméricos modificados pela radiação ionizante para imobilização de enzimas de uso clínico,Ano de Obtenção: 1997
Olga Zazuco Higa.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Imobilização de enziamas; enxertia por radiação; urease; glicose oxidase; polietileno; ácido acrílico. Grande área: EngenhariasSetores de atividade: Produtos e Processos Biotecnológicos.

Especialização em Radiation Processing Biomaterials

2002 - 2002

University Of Lodz
Título: Radiation-chemical synthesis and characterization of cross-linked hydrophilic polymers
Orientador: Januz Marian Rosiak
Bolsista do(a): International Atomic Energy Agency, IAEA, Austria.

Graduação em Farmácia e Bioquímica

1989 - 1993

Universidade Paulista

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2013 - 2014

Pós-Doutorado. , Massachusetts General Hospital, MGH, Estados Unidos. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências Exatas e da Terra

2011 - 2012

Pós-Doutorado. , Universidade de São Paulo, USP, Brasil. , Grande área: Ciências da Saúde, Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia Celular.

2006 - 2010

Pós-Doutorado. , Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares, IPEN, Brasil. , Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. , Grande área: Engenharias, Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Biomédica.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2009 - 2009

Curso sobre Engenharia Tecidual - Modulo II. (Carga horária: 4h). , Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer, CTI, Brasil.

2009 - 2009

Monitoramento e Regulamentação de Salas Limpas e M. (Carga horária: 8h). , Life Science Users Group, LSGU, Brasil.

2008 - 2008

Extensão universitária em I Curso de citometria de fluxo. (Carga horária: 16h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2008 - 2008

Curso Teórico sobre técnicas cromatográficas. , GE Healthcare, GE HEALTHCARE, Brasil.

2007 - 2007

Boas Práticas de Laboratório. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Medicina Veterinária - USP, FMVZ, Brasil.

2005 - 2005

HUVECs como modelo para ensaio de drogas com ativi. (Carga horária: 15h). , Instituto Butantan, IBU, Brasil.

2001 - 2001

Qualidade e Qualificação Em Biossegurança Para Lab. (Carga horária: 8h). , Expolabor, EXPOLABOR, Brasil.

2000 - 2000

Purificação de água para laboratório. , Millipore, MILLIPORE, Brasil.

2000 - 2000

Comunicação de risco e perigos de armazenagem. , Jundilab, JUNDILAB, Brasil.

1999 - 1999

I Curso de Bioengenharia, Cicatrização e Terapia G. , Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.

1999 - 1999

Qualidade Ambiental - ISO 14.000. (Carga horária: 15h). , Marinha do Brasil, CTMSP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Eue

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Biomédica / Subárea: Engenharia Médica/Especialidade: Biomateriais e Materiais Biocompatíveis.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Citologia e Biologia Celular.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Avaliação e analises toxicológicas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

9o Congresso Latino-Americano de Órgãos Artificiais e Biomateriais. In vitro cell response to lithium disilicate bioactive glass-ceramic. 2016. (Congresso).

Congresso Latino Americano de Orgãos Artificiais e Biomateriais. Testes de citotoxicidade para avaliação in-vitro de biocompósitos de nitreto de silício.. 2016. (Congresso).

Congresso Latino Americano de Orgãos Artificiais e Biomateriais. In vitro dissolution, bioactivity and cytotoxicity of wollastonite-diopside glass-ceramics from preceramic polymers and fillers. 2016. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Bianca Cheregatti Longo

Bertran C A; Bernardes J S;RODAS, A. C. D.. Síntese de scaffolds de vidros bioativos utilizando nanocristais de celulose como template. 2018. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Fabia Leal Lopes de Vasconcellos

KANEKO, T.M.; Oliveira, P G; Silva, V R L;RODAS, A. C. D.. Crio Laser Forese utilizado como um método biofísico na promoção da penetração cutânea da cafeína: Aplicação em modelo ex vivo e in vitro. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de São Paulo.

Aluno: Fernando José Costa Baratéla

RODAS, A. C. D.; Higa, O.Z.; HUI, W. S.. Estudo das propriedades biocompatíveis de arcabouços poliméricos derivados de óleos vegetais para aplicação na engenharia de tecidos. 2015. Dissertação (Mestrado em Tecnologia Nuclear Básica) - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares.

Aluno: Daniele Yoshito

MATHOR, Monica Beatriz; ISAAC, C;RODAS, A. C. D.. Cultivo e Irradiação de Fibroblastos Humanos em Meio de Cultura Enriquicido com Soro Humano para Obtenção de Camada de Sustentação na Cultura de Células da Pele. 2011. Dissertação (Mestrado em Tecnologia Nuclear Básica) - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares.

Aluno: Tiago Luiz de Almeida

MATHOR, Monica BeatrizLOPES, P. S.RODAS, A. C. D.. Desenvolvimento de membrana composta de PVAl e quitosana compatível com o sistema dermo epidérmico. 2009. Dissertação (Mestrado em Tecnologia Nuclear Básica) - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares.

Aluno: Lia de Barros Leite Albuquerque

LOPES, P. S.; MOURA, P. R.;Rodas, Andrea C.D.. Estudos "invitro" e "in vivo" da Plathymenia reticulata Benth. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade de Sorocaba.

Aluno: Amanda de Castro Juraski

PASCHON, V.; Champeau M;RODAS, A. C. D.. Development of Ibuprofen Loaded Chitosan Hydrogels for Controlled Drug Release in Spinal Cord Injury. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC.

Aluno: Carolina Andrea Leiva Dalsin Fiore

Andreo N;LOPES, P. S.RODAS, A. C. D.. Avaliação de segurança e eficácia in vitro em formulação tópica contendo "bubble" de cafeína. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de São Paulo.

Aluno: Julia Vaz Ernesto

Andreo N;LOPES, P. S.RODAS, A. C. D.. Desenvolvimento e avaliação de scaffolds de quitosana reticulados: aplicação como biocurativo ou substituto dermo-epidérmico. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de São Paulo.

Aluno: Raquel Silveira Bertolucci

Andreao M A;LOPES, P. S.RODAS, A. C. D.. Avaliação da segurança e eficácia in vitro da Cuscuta racemosa Mart.. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de São Paulo.

Aluno: [Nome removido após solicitação do usuário]

Kato-Prates, IT; Lombello CB;RODAS, A. C. D.. Avaliação de contaminantes microbiológicos viáveis ema mostras de ar comprimido a alta pressão.. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC.

Aluno: Lucas Tapias de Carvalho

Salinet JL; Nishitani W S;RODAS, A. C. D.. Proposta de um experimento em coração isolado por Langendorff para estudo de fibrilação. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC.

Aluno: Verônica Maria Moysés Martins

LOPES, P. S.; RUAS, G.;RODAS, A. C. D.. Avaliação da formação de biofilme em superfícies poliméricas. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Biotecnologia) - Universidade de Sorocaba.

Aluno: Adriana Della Torre

LOPES, P. S.RODAS, A. C. D.; RUAS, G.. AVALIAÇÃO DA GENOTOXICIDADE DO EXTRATO HIDROALCOÓLICO DE Plathymenia reticulata Benth. FRENTE ÀS CÉLULAS CHO. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Biotecnologia) - Universidade de Sorocaba.

Beppu, Marisa Masumi; POLAKIEWICZ, Bronislaw;Rodas, Andrea C.D.. Obtenção e caracterização de scaffolds de fibroína de seda para aplicação como menisco artificial.. 2012. Fculdade de Engenharia Química _ UNICAMP.

KANEKO, T.M.; Higa, O.Z.;Rodas, Andrea C.D.. Avaliação in vitro da toxicidade de óleos essenciais da flora latino-americana candidatos ao uso em cosméticos. 2011. Faculdade de Ciências Farmacêuticas - USP.

HIGA, Olga ZazucoMATHOR, Monica BeatrizRODAS, A. C. D.. Comportamento das propriedades físico-químicas e biológicas da poli(E-caprolactona) com estrutura linear e estrela. 2009. Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares.

HIGA, Olga Zazuco; CAMILLO, Maria Aparecida Pires;RODAS, A. C. D.. Estudo dos critérios e diretrizes científicos, tecnológicos e regulatórios utilizados na avaliação da biocompatibilidade de biomaterias. 2008. Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares.

BEPPU, M. M.RODAS, A. C. D.; ZAVAGLIA, C. A. C.. Estudo da Esterilização e da Calcificação. 2008. Universidade Estadual de Campinas.

MATHOR, Monica BeatrizLUGÃO, A. B.RODAS, A. C. D.. Desenvolvimento de membranas parcialmente biodegradáveis como compostos dermo-epidérmicos. 2006. Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares.

RODAS, A. C. D.; COELHO, Paulo Rogério Pinto; CAMILLO, Maria Aparecida. Estudo da utilização da terapia por captura neutrônica em lesões cutâneas - desenvolvimento de dendrímeros de poliglicerol incorporado com 10-boro.. 2005. Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Luci Diva Brocardo Machado

MATHOR, M. B.MACHADO, L. D. B.; KAWANO, Y.; PETRI, D. F. S.; HERSON, M. R.. Desenvolvimento de membranas como compostos dermo-epidérmicos. 2004. Tese (Doutorado em Tecnologia Nuclear) - Universidade de São Paulo.

Luci Diva Brocardo Machado

MATHOR, M. B.MACHADO, L. D. B.. Desenvolvimento de substituto dermo-epidérmico. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em Tecnologia Nuclear) - Universidade de São Paulo.

Yoshio Kawano

Mathor, M.B.; Machado, L.D.B.;KAWANO, Y.Petri, D.F.S.; Herson, M.R.. Desenvolvimento de membranas como compostos dermo epidérmicos. 2004. Tese (Doutorado em Tecnologia Nuclear) - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares.

Denise Freitas Siqueira Petri

PETRI, D. F. S.KAWANO, Y.; MACHADO, L. D. B.; HERSON, M. R.; MATHOR, M. B.. Desenvolvimento de membranas como compostos dermo epidérmicos. 2004 - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares.

Maria Helena Bellini

ROMA, M. H.; ROGERO, J. R.;BELLINI, M. H.. Desenvolvimento de membranas como substituto dermo-epidérmico. 2001 - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares.

Jose Roberto Rogero

ROGERO, J. R.. Utilização da Radiação Ionizante na Obtenção de Suportes Poliméricos para Imobilização de Enzimas com Potencial de Uso Clínico. 1997. Dissertação (Mestrado em Tecnologia Nuclear) - Universidade de São Paulo.

MONICA BEATRIZ MATHOR

MATHOR, M. B.MACHADO, Luci D B; KAWANO, Yoshio; PETRI, Denise Freitas Siqueira;HERSON, Marisa Roma. Desenvolvimento de membranas como compostos dermo-epidermicos. 2004. Tese (Doutorado em Tecnologia Nuclear) - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

CAMILA SANTOS CAMPOS

Avaliação toxicológica de biotintas; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Roger Wallace Gouveia de Melo

Avaliação da relação do registro de biosensores para diagnóstco in vitro; Início: 2020; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC; (Orientador);

Cheila Gonçalves de Oliveira

TECNOVIGILÂNCIA NO BRASIL: panorama das notificações de eventos adversos e queixas técnicas de cateteres venosos; 2016; Dissertação (Mestrado em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC, Pro-Reitoria de Pós Graduação UFABC; Orientador: Andrea Cecilia Dorión Rodas;

Amanda Barboza da Rocha

Imunoterapia para tratamento de melanoma; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC; Orientador: Andrea Cecilia Dorión Rodas;

Diego Vinícius Lourenço Santos

Fatores que levam à falha de cabos eletrodos em marcapassos convencionais e cardioversores desfibriladores implantáveis; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC; Orientador: Andrea Cecilia Dorión Rodas;

Sérgio Xavier Soares

Projeto de Biossegurança do Laboratório de Engenharia Genética (Bloco Zeta - 001); 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC; Orientador: Andrea Cecilia Dorión Rodas;

Barbara Zamaro Toledo dos Santos

Avaliação do comportamento celular em superfícies texturizadas; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC; Orientador: Andrea Cecilia Dorión Rodas;

Jandir Telleria Colques

Avaliação da interação de células mesenquimais em materiais poliméricos; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC; Orientador: Andrea Cecilia Dorión Rodas;

Rebecca Cristini Pauluci

ADESÃO E CARACTERIZAÇÃO DE CÉLULAS EPITELIAIS INTESTINAIS EM SCAFFOLDS DE QUITOSANA; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andrea Cecilia Dorión Rodas;

Giovanna Melo Pinto

AVALIAÇÃO IN VITRO DO POTENCIAL FIBRÓTICO DE MATERIAIS IMPLANTÁVEIS; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC; Orientador: Andrea Cecilia Dorión Rodas;

Giovanna Melo Pinto

ADESÃO E CARACTERIZAÇÃO DE CÉLULAS OSTEOBLÁSTICAS EM CERÂMICAS A BASE DE NITRETO; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andrea Cecilia Dorión Rodas;

Rebecca Cristini Pauluci

Adesão e caracterização de células osteoblásticas em biovidros; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Andrea Cecilia Dorión Rodas;

Evandro Ortolani de Oliveira

Avaliação toxicológica in vitro de dispositivos biomédicos; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Biomédica) - Universidade Federal do ABC, Universidade Federal do ABC; Orientador: Andrea Cecilia Dorión Rodas;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Niels Olsen Saraiva Câmara

2013; Universidade Federal de São Paulo,; Niels Olsen Saraiva Câmara;

Martha Simões Ribeiro

2013; Harvard University, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Martha Simões Ribeiro;

Olga Zazuco Higa

Utilização da Radiação Ionizante Na Obtenção de Suportes Poliméricos Para Imobilização de Enzimas Com Potencial de Uso Clinico; ; 1997; Dissertação (Mestrado em Tecnologia Nuclear) - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Olga Zazuco Higa;

Olga Zazuco Higa

2010; Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Olga Zazuco Higa;

MONICA BEATRIZ MATHOR

Desenvolvimento de membranas como compostos dermo-epidérmicos; 2004; 0 f; Tese (Doutorado em Tecnologia Nuclear) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Monica Beatriz Mathor;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • DAGUANO, JULIANA K.M.B. ; MILESI, MARIANA T.B. ; Rodas, Andrea C.D. ; WEBER, ALINE F. ; SARKIS, JORGE E.S. ; HORTELLANI, MARCOS A. ; ZANOTTO, EDGAR D. . In vitro biocompatibility of new bioactive lithia-silica glass-ceramics. Materials Science & Engineering C-Materials for Biological Applications , v. 94, p. 117-125, 2019.

  • AGUIAR, ALINE E. ; DE O. SILVA, MARIANA ; Rodas, Andrea C.D. ; BERTRAN, CELSO A. . Mineralized layered films of xanthan and chitosan stabilized by polysaccharide interactions: A promising material for bone tissue repair. CARBOHYDRATE POLYMERS , v. 207, p. 480-491, 2019.

  • POMAR, C. DIAZ ; MARTINHO, H. ; FERREIRA, F. F. ; GOIA, T. S. ; RODAS, A. C. D. ; SANTOS, S. F. ; SOUZA, J. A. . Synthesis of magnetic microtubes decorated with nanowires and cells. AIP Advances , v. 8, p. 045008, 2018.

  • GUEDES-SILVA, CECILIA CHAVES ; RODAS, ANDREA CECILIA DORION ; SILVA, ANTONIO CARLOS ; RIBEIRO, CHRISTIANE ; CARVALHO, FLÁVIO MACHADO DE SOUZA ; HIGA, Olga Zazuco ; FERREIRA, THIAGO DOS SANTOS . Microstructure, Mechanical Properties and in vitro Biological Behavior of Silicon Nitride Ceramics. MATERIALS RESEARCH , v. 21, p. 1-12, 2018.

  • JURASKI, AMANDA DE CASTRO ; RODAS, ANDREA CECILIA DORION ; ELSAYED, HAMADA ; BERNARDO, ENRICO ; SOARES, VIVIANE OLIVEIRA ; DAGUANO, JULIANA . The In Vitro Bioactivity, Degradation, and Cytotoxicity of Polymer-Derived Wollastonite-Diopside Glass-Ceramics. Materials , v. 10, p. 425-444, 2017.

  • OLIVEIRA, CHEILA GONÇALVES DE ; RODAS, ANDREA CECILIA DORION . Tecnovigilância no Brasil: panorama das notificações de eventos adversos e queixas técnicas de cateteres vasculares. Ciencia & Saude Coletiva , v. 22, p. 3247-3257, 2017.

  • VIANA, OSNIR ; RIBEIRO, MARTHA ; RODAS, ANDRÉA ; REBOUÇAS, JÚLIO ; FONTES, ADRIANA ; SANTOS, BEATE . Comparative Study on the Efficiency of the Photodynamic Inactivation of Candida albicans Using CdTe Quantum Dots, Zn(II) Porphyrin and Their Conjugates as Photosensitizers. Molecules (Basel. Online) , v. 20, p. 8893-8912, 2015.

  • ANDRADE-OLIVEIRA, V. ; AMANO, M. T. ; CORREA-COSTA, M. ; CASTOLDI, A. ; FELIZARDO, R. J. F. ; DE ALMEIDA, D. C. ; BASSI, E. J. ; MORAES-VIEIRA, P. M. ; HIYANE, M. I. ; RODAS, A. C. D. ; PERON, J. P. S. ; AGUIAR, C. F. ; REIS, M. A. ; RIBEIRO, W. R. ; VALDUGA, C. J. ; CURI, R. ; VINOLO, M. A. R. ; FERREIRA, C. M. ; CAMARA, N. O. S. . Gut Bacteria Products Prevent AKI Induced by Ischemia-Reperfusion. Journal of the American Society of Nephrology , v. 26, p. 1877-1888, 2015.

  • VECCHIO, DANIELA ; GUPTA, ASHEESH ; HUANG, LIYI ; LANDI, GIACOMO ; AVCI, PINAR ; RODAS, ANDREA ; HAMBLIN, MICHAEL R. . Bacterial Photodynamic Inactivation Mediated by Methylene Blue and Red Light Is Enhanced by Synergistic Effect of Potassium Iodide. ANTIMICROBIAL AGENTS AND CHEMOTHERAPY , v. 59, p. 5203-5212, 2015.

  • CORREA-COSTA, MATHEUS ; ANDRADE-OLIVEIRA, VINICIUS ; BRAGA, TARCIO T ; CASTOLDI, ANGELA ; AGUIAR, CRISTHIANE F ; ORIGASSA, CLARICE ST ; RODAS, ANDREA CD ; HIYANE, MEIRE I ; MALHEIROS, DENISE MAC ; RIOS, FRANCISCO JO ; JANCAR, SONIA ; CÂMARA, NIELS OS . Activation of platelet-activating factor receptor exacerbates renal inflammation and promotes fibrosis. Laboratory Investigation (Print) , v. 94, p. 455-466, 2014.

  • SILVA, MARIANA F. ; de Moraes, Mariana A. ; Nogueira, Grínia M. ; RODAS, A. C. D. ; Higa, Olga Z. ; BEPPU, M. M. ; Beppu, Marisa M. . Glycerin and ethanol as additives on silk fibroin films: Insoluble and malleable films. Journal of Applied Polymer Science (Print) , v. 128, p. 115-122, 2013.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2015 - Atual

    Desenvolvimento de compósitos cerâmicos do sistema Si3N4SiO2CaO para compatibilidade óssea, Descrição: Dentre os materiais cerâmicos investigados para fins biomédicos, aqueles à base de nitreto de silício têm apresentado grande potencialidade devido à elevada resistência mecânica, relativamente alta tenacidade à fratura e baixa densidade. Entretanto, a biocompatibilidade dessas cerâmicas depende, dentre outros fatores, das características da fase intergranular normalmente presente e necessária para a consolidação dos componentes finais. Assim, o objetivo do presente projeto de pesquisa é contribuir com o desenvolvimento de biocompósitos de nitreto de silício contendo a segunda fase com composição dependente do sistema SiO2CaO. Sílica e cálcia serão adicionadas ao pó inicial de nitreto de silício para que, após o tratamento térmico de sinterização, promovam a consolidação de biocompósitos com elevadas propriedades mecânicas. Além disso, espera-se que os materiais apresentem características bioativas em função da formação de grupos SiOH, durante o contato com os fluidos corpóreos, propiciando a deposição de apatita superficial. A influência da adição de diferentes concentrações dos referidos óxidos sobre os biocompósitos propostos será avaliada quanto à densificação, microestrutura, propriedades mecânicas e bioatividade in vitro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Olga Zazuco Higa - Integrante / Cecília Chaves Guedes e Silva - Coordenador / Christiane Ribeiro - Integrante / Flávio Machado de Souza Carvalho - Integrante / Luis Antonio Genova - Integrante / Thiago dos Santos Ferreira - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Efeito da disfunção mitocondrial na transição epitélio-mesenquimal induzida por hipóxia em células tubulares primárias: Implicações para o entendimento da progressão da doença renal crônica., Descrição: Nos seus estágios finais, a Doença Renal Crônica (DRC) representa um quadro progressivo que leva a um inexorável declínio da função renal. Este declínio é acompanhado por uma fibrose intersticial progressiva e por uma perda celular tanto no compartimento glomerular quanto no tubular. O desenvolvimento da fibrose envolve o processo de transição epitélio-mesenquimal (TEM), onde as células epiteliais renais se diferenciam em células mesenquimais, os miofibroblastos. Classicamente, a TEM é induzida por TGF-, mas também por espécies reativas de oxigênio (ROS) e citocinas pró-inflamatórias, como TNF- e IL-1. Simultaneamente ao processo de agressão tecidual, nos últimos anos tem ficado claro que o órgão acometido é também capaz de montar várias respostas citoprotetoras, ou seja, uma resposta com intuito de limitar os danos. Dentre as várias respostas citoprotetoras, destaca-se a indução da expressão da heme oxigenase-1 (HO-1). O aumento da expressão da HO-1 promove a formação de produtos anti-oxidantes, anti-apoptóticos e imunomoduladores, que interferem na biogênese mitocondrial. A mitocôndria é uma organela presente nas células de todos os tecidos. Elas são as principais responsáveis pela geração de energia celular e, além disso, estão envolvidas em um grande número de processos celulares como sinalizações, diferenciação, morte, controle do ciclo e crescimento celular. Em um desequilíbrio da biogênese mitocondrial, a disfunção mitocondrial, como no caso de uma DRC, ocorre a formação de espécies reativas do oxigênio (ROS) em quantidades que a célula não consegue metabolizar, levando a liberação de mediadores de inflamação como IL-1 e TNF-, em parte pela ativação da expressão do co-ativador de PPARs (lipid-sensing peroxisome proliferator-activated receptors), o PGC-1. Neste trabalho, nós formulamos a hipótese de que a disfunção mitocondrial induzida por hipóxia é responsável, em parte, pelo processo de TEM, via PPAR e PGC-1.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Coordenador / Niels Olsen Saraiva Câmara - Integrante., Financiador(es): Universidade de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2010

    Avaliação da biofuncionalidade in vitro de tecidos biológicos liofilizados, Descrição: A liofilização de tecidos biológicos possibilita uma alternativa para sua preservação permitindo a estocagem destes tecidos, os quais futuramente podem ser utilizados para confecção de novos materiais, com a finalidade de substituição de partes do organismo que não apresentem funções adequadas como no caso de válvulas cardíacas. A manipulação processual destes tecidos, tanto química como física, acarretam modificações estruturais que podem interferir na interação deste tecido, chegando a torná-los não compatíveis, inutilizando o tecido para uma futura aplicação como biomaterial. A verificação da citotoxicidade e biofuncionalidade in vitro destes tecidos, permite avaliar a sua biocompatibilidade e permite direcionar as melhores condições dos processos aplicados aos tecidos que sofrerão liofilização. A biofuncionalidade dos materiais implantados está relacionada ao tipo de células ao qual este ficará em contato, então para material utilizado para confecção de válvulas cardíacas, a verificação da interação destes materiais com células endoteliais (células formadoras dos vasos sanguineos) correspondem ao teste mais próximo das condições in vivo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Olga Zazuco Higa - Coordenador., Financiador(es): Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Cooperação / Universidade de São Paulo - Cooperação / Universidade Estadual de Campinas - Cooperação / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa., Número de produções C, T & A: 4

  • 2005 - 2010

    Liofilização de Tecidos Biológicos: Pesquisa sob o ponto de vista de desenvolvimento de biomateriais, Descrição: O processo de liofilização quando aplicado a tecidos biológicos humano ou animal, permite que estes sejam conservados secos, facilitando a sua manipulação e estocagem, possibilitando esterilização com raios gama ou outros meios que garantam uma esterilização efetiva do material, em especial a eliminação de vírus lentos, para subseqüente utilização como produtos médico-hospitalares (enxertos, próteses, etc.). A liofilização dos tecidos biológicos não altera significativamente as características mecânicas do produto e a sua reconstituição é simples. No estudo da liofilização tem-se uma demonstração interessante das sutilezas das relações da água com os materiais biológicos. É um processo de não-equilíbrio, que quando bem conduzido, está sob controle cinético e envolvem estados vítreos metaestáveis. A sua compreensão está ligada às transições de fase, bem como, aos fenômenos reológicos e estruturais. Embora seja uma tecnologia sofisticada, está longe da maturidade, justificando uma investigação profunda a cada novo produto. Portanto, para seu desenvolvimento e utilização, visando a aplicação final do processo em produtos tecnológicos de ponta, a liofilização demanda uma abordagem multidisciplinar, combinando-se pesquisadores das diversas áreas do conhecimento, biológicas, bioquímicas, exatas e médicas, que integrados numa mesma finalidade podem desvendar todos os objetivos propostos no presente projeto temático.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Olga Zazuco Higa - Integrante / Marina J.S. Maizato - Integrante / Adolfo A. Leirner - Integrante / Ronaldo N.M. Pitombo - Coordenador / Bronislaw Polakiewicz - Integrante / Marisa Masumi Beppu - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Cooperação / Universidade de São Paulo - Cooperação / Universidade Estadual de Campinas - Cooperação., Número de produções C, T & A: 4

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 1997 - 2004

    Cultura de queratinócitos sobre bases poliméricas para utilização como substitutos dermo-epidérmicos, Descrição: O projeto vem colaborar para o desenvolvimento na área de cultivo e manipulação "ex vivo" de células humanas, complementando-se pela interação de duas áreas de pesquisa de ponta, ou seja, o cultivo de células e a utilização de polímeros biocompatíveis. Para tanto, estamos estudando a viabilidade da utilização de polímeros hidrófilos como suporte para cultura de queratinócitos humanos, objetivando a formação "in vitro" de substituto cutâneo definitivo. Até recentemente, as soluções para o revestimento definitivo das feridas seriam a cicatrização espontânea ou a utilização de auto-enxertos de pele parcial retirados de áreas doadoras íntegras ou restauradas, alternativas estas freqüentemente limitadas em pacientes vítimas de queimaduras extensas ou outras patologias cutâneas esfoliativas (ex: epidermólise bulhosa). A possibilidade do cultivo de queratinócitos humanos na forma de epitélio transplantável abriu novas perspectivas de tratamento. No entanto, a fragilidade destes enxertos cultivados direciona a pesquisa científica na busca de estruturas que sirvam de suporte para o cultivo destas células, mimetizando a camada dérmica da pele. Os polímeros da família hidrogel representam fonte de material biocompatível e biodegradável, e a possibilidade de cultivo das células epidérmicas em sua superfície poderá resultar em nova e interessante alternativa terapêutica. Espera-se depreender deste estudo, a viabilidade ou não do uso de polímeros hidrogéis como suporte na cultura de queratinócitos, estabelecendo suas características biológicas e físico-químicas ideais. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Monica Beatriz Mathor - Coordenador / Marisa Roma Herson - Integrante / Ademar Benévolo Lugão - Integrante / Luí Henrique Catalani - Integrante., Financiador(es): Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Cooperação / Ministério da Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 1997 - 2004

    Cultura de queratinócitos sobre bases poliméricas para utilização como substitutos dermo-epidérmicos, Descrição: O projeto vem colaborar para o desenvolvimento na área de cultivo e manipulação "ex vivo" de células humanas, complementando-se pela interação de duas áreas de pesquisa de ponta, ou seja, o cultivo de células e a utilização de polímeros biocompatíveis. Para tanto, estamos estudando a viabilidade da utilização de polímeros hidrófilos como suporte para cultura de queratinócitos humanos, objetivando a formação "in vitro" de substituto cutâneo definitivo. Até recentemente, as soluções para o revestimento definitivo das feridas seriam a cicatrização espontânea ou a utilização de auto-enxertos de pele parcial retirados de áreas doadoras íntegras ou restauradas, alternativas estas freqüentemente limitadas em pacientes vítimas de queimaduras extensas ou outras patologias cutâneas esfoliativas (ex: epidermólise bulhosa). A possibilidade do cultivo de queratinócitos humanos na forma de epitélio transplantável abriu novas perspectivas de tratamento. No entanto, a fragilidade destes enxertos cultivados direciona a pesquisa científica na busca de estruturas que sirvam de suporte para o cultivo destas células, mimetizando a camada dérmica da pele. Os polímeros da família hidrogel representam fonte de material biocompatível e biodegradável, e a possibilidade de cultivo das células epidérmicas em sua superfície poderá resultar em nova e interessante alternativa terapêutica. Espera-se depreender deste estudo, a viabilidade ou não do uso de polímeros hidrogéis como suporte na cultura de queratinócitos, estabelecendo suas características biológicas e físico-químicas ideais. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Monica Beatriz Mathor - Coordenador / Marisa Roma Herson - Integrante / Ademar Benévolo Lugão - Integrante / Luí Henrique Catalani - Integrante., Financiador(es): Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Cooperação / Ministério da Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 1997 - 2004

    Cultura de queratinócitos sobre bases poliméricas para utilização como substitutos dermo-epidérmicos, Descrição: O projeto vem colaborar para o desenvolvimento na área de cultivo e manipulação "ex vivo" de células humanas, complementando-se pela interação de duas áreas de pesquisa de ponta, ou seja, o cultivo de células e a utilização de polímeros biocompatíveis. Para tanto, estamos estudando a viabilidade da utilização de polímeros hidrófilos como suporte para cultura de queratinócitos humanos, objetivando a formação "in vitro" de substituto cutâneo definitivo. Até recentemente, as soluções para o revestimento definitivo das feridas seriam a cicatrização espontânea ou a utilização de auto-enxertos de pele parcial retirados de áreas doadoras íntegras ou restauradas, alternativas estas freqüentemente limitadas em pacientes vítimas de queimaduras extensas ou outras patologias cutâneas esfoliativas (ex: epidermólise bulhosa). A possibilidade do cultivo de queratinócitos humanos na forma de epitélio transplantável abriu novas perspectivas de tratamento. No entanto, a fragilidade destes enxertos cultivados direciona a pesquisa científica na busca de estruturas que sirvam de suporte para o cultivo destas células, mimetizando a camada dérmica da pele. Os polímeros da família hidrogel representam fonte de material biocompatível e biodegradável, e a possibilidade de cultivo das células epidérmicas em sua superfície poderá resultar em nova e interessante alternativa terapêutica. Espera-se depreender deste estudo, a viabilidade ou não do uso de polímeros hidrogéis como suporte na cultura de queratinócitos, estabelecendo suas características biológicas e físico-químicas ideais. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Monica Beatriz Mathor - Coordenador / Marisa Roma Herson - Integrante / Ademar Benévolo Lugão - Integrante / Luí Henrique Catalani - Integrante., Financiador(es): Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Cooperação / Ministério da Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 1997 - 2004

    Cultura de queratinócitos sobre bases poliméricas para utilização como substitutos dermo-epidérmicos, Descrição: O projeto vem colaborar para o desenvolvimento na área de cultivo e manipulação "ex vivo" de células humanas, complementando-se pela interação de duas áreas de pesquisa de ponta, ou seja, o cultivo de células e a utilização de polímeros biocompatíveis. Para tanto, estamos estudando a viabilidade da utilização de polímeros hidrófilos como suporte para cultura de queratinócitos humanos, objetivando a formação "in vitro" de substituto cutâneo definitivo. Até recentemente, as soluções para o revestimento definitivo das feridas seriam a cicatrização espontânea ou a utilização de auto-enxertos de pele parcial retirados de áreas doadoras íntegras ou restauradas, alternativas estas freqüentemente limitadas em pacientes vítimas de queimaduras extensas ou outras patologias cutâneas esfoliativas (ex: epidermólise bulhosa). A possibilidade do cultivo de queratinócitos humanos na forma de epitélio transplantável abriu novas perspectivas de tratamento. No entanto, a fragilidade destes enxertos cultivados direciona a pesquisa científica na busca de estruturas que sirvam de suporte para o cultivo destas células, mimetizando a camada dérmica da pele. Os polímeros da família hidrogel representam fonte de material biocompatível e biodegradável, e a possibilidade de cultivo das células epidérmicas em sua superfície poderá resultar em nova e interessante alternativa terapêutica. Espera-se depreender deste estudo, a viabilidade ou não do uso de polímeros hidrogéis como suporte na cultura de queratinócitos, estabelecendo suas características biológicas e físico-químicas ideais.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Monica Beatriz Mathor - Coordenador / Marisa Roma Herson - Integrante / Ademar Benévolo Lugão - Integrante / Luí Henrique Catalani - Integrante., Financiador(es): Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Cooperação / Ministério da Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 1997 - 2004

    Cultura de queratinócitos sobre bases poliméricas para utilização como substitutos dermo-epidérmicos, Descrição: O projeto vem colaborar para o desenvolvimento na área de cultivo e manipulação "ex vivo" de células humanas, complementando-se pela interação de duas áreas de pesquisa de ponta, ou seja, o cultivo de células e a utilização de polímeros biocompatíveis. Para tanto, estamos estudando a viabilidade da utilização de polímeros hidrófilos como suporte para cultura de queratinócitos humanos, objetivando a formação "in vitro" de substituto cutâneo definitivo. Até recentemente, as soluções para o revestimento definitivo das feridas seriam a cicatrização espontânea ou a utilização de auto-enxertos de pele parcial retirados de áreas doadoras íntegras ou restauradas, alternativas estas freqüentemente limitadas em pacientes vítimas de queimaduras extensas ou outras patologias cutâneas esfoliativas (ex: epidermólise bulhosa). A possibilidade do cultivo de queratinócitos humanos na forma de epitélio transplantável abriu novas perspectivas de tratamento. No entanto, a fragilidade destes enxertos cultivados direciona a pesquisa científica na busca de estruturas que sirvam de suporte para o cultivo destas células, mimetizando a camada dérmica da pele. Os polímeros da família hidrogel representam fonte de material biocompatível e biodegradável, e a possibilidade de cultivo das células epidérmicas em sua superfície poderá resultar em nova e interessante alternativa terapêutica. Espera-se depreender deste estudo, a viabilidade ou não do uso de polímeros hidrogéis como suporte na cultura de queratinócitos, estabelecendo suas características biológicas e físico-químicas ideais.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Monica Beatriz Mathor - Coordenador / Marisa Roma Herson - Integrante / Ademar Benévolo Lugão - Integrante / Luí Henrique Catalani - Integrante., Financiador(es): Ministério da Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Cooperação., Número de produções C, T & A: 2

  • 1997 - 2004

    Cultura de queratinócitos sobre bases poliméricas para utilização como substitutos dermo-epidérmicos, Descrição: O projeto vem colaborar para o desenvolvimento na área de cultivo e manipulação "ex vivo" de células humanas, complementando-se pela interação de duas áreas de pesquisa de ponta, ou seja, o cultivo de células e a utilização de polímeros biocompatíveis. Para tanto, estamos estudando a viabilidade da utilização de polímeros hidrófilos como suporte para cultura de queratinócitos humanos, objetivando a formação "in vitro" de substituto cutâneo definitivo. Até recentemente, as soluções para o revestimento definitivo das feridas seriam a cicatrização espontânea ou a utilização de auto-enxertos de pele parcial retirados de áreas doadoras íntegras ou restauradas, alternativas estas freqüentemente limitadas em pacientes vítimas de queimaduras extensas ou outras patologias cutâneas esfoliativas (ex: epidermólise bulhosa). A possibilidade do cultivo de queratinócitos humanos na forma de epitélio transplantável abriu novas perspectivas de tratamento. No entanto, a fragilidade destes enxertos cultivados direciona a pesquisa científica na busca de estruturas que sirvam de suporte para o cultivo destas células, mimetizando a camada dérmica da pele. Os polímeros da família hidrogel representam fonte de material biocompatível e biodegradável, e a possibilidade de cultivo das células epidérmicas em sua superfície poderá resultar em nova e interessante alternativa terapêutica. Espera-se depreender deste estudo, a viabilidade ou não do uso de polímeros hidrogéis como suporte na cultura de queratinócitos, estabelecendo suas características biológicas e físico-químicas ideais.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Monica Beatriz Mathor - Coordenador / Marisa Roma Herson - Integrante / Ademar Benévolo Lugão - Integrante / Luí Henrique Catalani - Integrante., Financiador(es): Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação - Auxílio financeiro / Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Cooperação., Número de produções C, T & A: 2

  • 1997 - 2004

    Cultura de queratinócitos sobre bases poliméricas para utilização como substitutos dermo-epidérmicos, Descrição: O projeto vem colaborar para o desenvolvimento na área de cultivo e manipulação "ex vivo" de células humanas, complementando-se pela interação de duas áreas de pesquisa de ponta, ou seja, o cultivo de células e a utilização de polímeros biocompatíveis. Para tanto, estamos estudando a viabilidade da utilização de polímeros hidrófilos como suporte para cultura de queratinócitos humanos, objetivando a formação "in vitro" de substituto cutâneo definitivo. Até recentemente, as soluções para o revestimento definitivo das feridas seriam a cicatrização espontânea ou a utilização de auto-enxertos de pele parcial retirados de áreas doadoras íntegras ou restauradas, alternativas estas freqüentemente limitadas em pacientes vítimas de queimaduras extensas ou outras patologias cutâneas esfoliativas (ex: epidermólise bulhosa). A possibilidade do cultivo de queratinócitos humanos na forma de epitélio transplantável abriu novas perspectivas de tratamento. No entanto, a fragilidade destes enxertos cultivados direciona a pesquisa científica na busca de estruturas que sirvam de suporte para o cultivo destas células, mimetizando a camada dérmica da pele. Os polímeros da família hidrogel representam fonte de material biocompatível e biodegradável, e a possibilidade de cultivo das células epidérmicas em sua superfície poderá resultar em nova e interessante alternativa terapêutica. Espera-se depreender deste estudo, a viabilidade ou não do uso de polímeros hidrogéis como suporte na cultura de queratinócitos, estabelecendo suas características biológicas e físico-químicas ideais.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Monica Beatriz Mathor - Coordenador / Marisa Roma Herson - Integrante / Ademar Benévolo Lugão - Integrante / Luí Henrique Catalani - Integrante., Financiador(es): Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - Auxílio financeiro / Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Cooperação., Número de produções C, T & A: 2

  • 1997 - 2004

    Cultura de queratinócitos sobre bases poliméricas para utilização como substitutos dermo-epidérmicos, Descrição: O projeto vem colaborar para o desenvolvimento na área de cultivo e manipulação "ex vivo" de células humanas, complementando-se pela interação de duas áreas de pesquisa de ponta, ou seja, o cultivo de células e a utilização de polímeros biocompatíveis. Para tanto, estamos estudando a viabilidade da utilização de polímeros hidrófilos como suporte para cultura de queratinócitos humanos, objetivando a formação "in vitro" de substituto cutâneo definitivo. Até recentemente, as soluções para o revestimento definitivo das feridas seriam a cicatrização espontânea ou a utilização de auto-enxertos de pele parcial retirados de áreas doadoras íntegras ou restauradas, alternativas estas freqüentemente limitadas em pacientes vítimas de queimaduras extensas ou outras patologias cutâneas esfoliativas (ex: epidermólise bulhosa). A possibilidade do cultivo de queratinócitos humanos na forma de epitélio transplantável abriu novas perspectivas de tratamento. No entanto, a fragilidade destes enxertos cultivados direciona a pesquisa científica na busca de estruturas que sirvam de suporte para o cultivo destas células, mimetizando a camada dérmica da pele. Os polímeros da família hidrogel representam fonte de material biocompatível e biodegradável, e a possibilidade de cultivo das células epidérmicas em sua superfície poderá resultar em nova e interessante alternativa terapêutica. Espera-se depreender deste estudo, a viabilidade ou não do uso de polímeros hidrogéis como suporte na cultura de queratinócitos, estabelecendo suas características biológicas e físico-químicas ideais.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Monica Beatriz Mathor - Coordenador / Marisa Roma Herson - Integrante / Ademar Benévolo Lugão - Integrante / Luí Henrique Catalani - Integrante., Financiador(es): Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Cooperação / Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 1997 - 2004

    Cultura de queratinócitos sobre bases poliméricas para utilização como substitutos dermo-epidérmicos, Descrição: O projeto vem colaborar para o desenvolvimento na área de cultivo e manipulação "ex vivo" de células humanas, complementando-se pela interação de duas áreas de pesquisa de ponta, ou seja, o cultivo de células e a utilização de polímeros biocompatíveis. Para tanto, estamos estudando a viabilidade da utilização de polímeros hidrófilos como suporte para cultura de queratinócitos humanos, objetivando a formação "in vitro" de substituto cutâneo definitivo. Até recentemente, as soluções para o revestimento definitivo das feridas seriam a cicatrização espontânea ou a utilização de auto-enxertos de pele parcial retirados de áreas doadoras íntegras ou restauradas, alternativas estas freqüentemente limitadas em pacientes vítimas de queimaduras extensas ou outras patologias cutâneas esfoliativas (ex: epidermólise bulhosa). A possibilidade do cultivo de queratinócitos humanos na forma de epitélio transplantável abriu novas perspectivas de tratamento. No entanto, a fragilidade destes enxertos cultivados direciona a pesquisa científica na busca de estruturas que sirvam de suporte para o cultivo destas células, mimetizando a camada dérmica da pele. Os polímeros da família hidrogel representam fonte de material biocompatível e biodegradável, e a possibilidade de cultivo das células epidérmicas em sua superfície poderá resultar em nova e interessante alternativa terapêutica. Espera-se depreender deste estudo, a viabilidade ou não do uso de polímeros hidrogéis como suporte na cultura de queratinócitos, estabelecendo suas características biológicas e físico-químicas ideais.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Monica Beatriz Mathor - Coordenador / Marisa Roma Herson - Integrante / Ademar Benévolo Lugão - Integrante / Luí Henrique Catalani - Integrante., Financiador(es): Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Cooperação / Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 1997 - 2004

    Cultura de queratinócitos sobre bases poliméricas para utilização como substitutos dermo-epidérmicos, Descrição: O projeto vem colaborar para o desenvolvimento na área de cultivo e manipulação "ex vivo" de células humanas, complementando-se pela interação de duas áreas de pesquisa de ponta, ou seja, o cultivo de células e a utilização de polímeros biocompatíveis. Para tanto, estamos estudando a viabilidade da utilização de polímeros hidrófilos como suporte para cultura de queratinócitos humanos, objetivando a formação "in vitro" de substituto cutâneo definitivo. Até recentemente, as soluções para o revestimento definitivo das feridas seriam a cicatrização espontânea ou a utilização de auto-enxertos de pele parcial retirados de áreas doadoras íntegras ou restauradas, alternativas estas freqüentemente limitadas em pacientes vítimas de queimaduras extensas ou outras patologias cutâneas esfoliativas (ex: epidermólise bulhosa). A possibilidade do cultivo de queratinócitos humanos na forma de epitélio transplantável abriu novas perspectivas de tratamento. No entanto, a fragilidade destes enxertos cultivados direciona a pesquisa científica na busca de estruturas que sirvam de suporte para o cultivo destas células, mimetizando a camada dérmica da pele. Os polímeros da família hidrogel representam fonte de material biocompatível e biodegradável, e a possibilidade de cultivo das células epidérmicas em sua superfície poderá resultar em nova e interessante alternativa terapêutica. Espera-se depreender deste estudo, a viabilidade ou não do uso de polímeros hidrogéis como suporte na cultura de queratinócitos, estabelecendo suas características biológicas e físico-químicas ideais.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Monica Beatriz Mathor - Coordenador / Marisa Roma Herson - Integrante / Ademar Benévolo Lugão - Integrante / Luí Henrique Catalani - Integrante., Financiador(es): Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Cooperação / Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 1997 - 2004

    Cultura de queratinócitos sobre bases poliméricas para utilização como substitutos dermo-epidérmicos, Descrição: O projeto vem colaborar para o desenvolvimento na área de cultivo e manipulação "ex vivo" de células humanas, complementando-se pela interação de duas áreas de pesquisa de ponta, ou seja, o cultivo de células e a utilização de polímeros biocompatíveis. Para tanto, estamos estudando a viabilidade da utilização de polímeros hidrófilos como suporte para cultura de queratinócitos humanos, objetivando a formação "in vitro" de substituto cutâneo definitivo. Até recentemente, as soluções para o revestimento definitivo das feridas seriam a cicatrização espontânea ou a utilização de auto-enxertos de pele parcial retirados de áreas doadoras íntegras ou restauradas, alternativas estas freqüentemente limitadas em pacientes vítimas de queimaduras extensas ou outras patologias cutâneas esfoliativas (ex: epidermólise bulhosa). A possibilidade do cultivo de queratinócitos humanos na forma de epitélio transplantável abriu novas perspectivas de tratamento. No entanto, a fragilidade destes enxertos cultivados direciona a pesquisa científica na busca de estruturas que sirvam de suporte para o cultivo destas células, mimetizando a camada dérmica da pele. Os polímeros da família hidrogel representam fonte de material biocompatível e biodegradável, e a possibilidade de cultivo das células epidérmicas em sua superfície poderá resultar em nova e interessante alternativa terapêutica. Espera-se depreender deste estudo, a viabilidade ou não do uso de polímeros hidrogéis como suporte na cultura de queratinócitos, estabelecendo suas características biológicas e físico-químicas ideais.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Monica Beatriz Mathor - Coordenador / Marisa Roma Herson - Integrante / Ademar Benévolo Lugão - Integrante / Luí Henrique Catalani - Integrante.Financiador(es): Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - Auxílio financeiro / Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Cooperação., Número de produções C, T & A: 2

  • 1997 - 2004

    Cultura de queratinócitos sobre bases poliméricas para utilização como substitutos dermo-epidérmicos, Descrição: O projeto vem colaborar para o desenvolvimento na área de cultivo e manipulação "ex vivo" de células humanas, complementando-se pela interação de duas áreas de pesquisa de ponta, ou seja, o cultivo de células e a utilização de polímeros biocompatíveis. Para tanto, estamos estudando a viabilidade da utilização de polímeros hidrófilos como suporte para cultura de queratinócitos humanos, objetivando a formação "in vitro" de substituto cutâneo definitivo. Até recentemente, as soluções para o revestimento definitivo das feridas seriam a cicatrização espontânea ou a utilização de auto-enxertos de pele parcial retirados de áreas doadoras íntegras ou restauradas, alternativas estas freqüentemente limitadas em pacientes vítimas de queimaduras extensas ou outras patologias cutâneas esfoliativas (ex: epidermólise bulhosa). A possibilidade do cultivo de queratinócitos humanos na forma de epitélio transplantável abriu novas perspectivas de tratamento. No entanto, a fragilidade destes enxertos cultivados direciona a pesquisa científica na busca de estruturas que sirvam de suporte para o cultivo destas células, mimetizando a camada dérmica da pele. Os polímeros da família hidrogel representam fonte de material biocompatível e biodegradável, e a possibilidade de cultivo das células epidérmicas em sua superfície poderá resultar em nova e interessante alternativa terapêutica. Espera-se depreender deste estudo, a viabilidade ou não do uso de polímeros hidrogéis como suporte na cultura de queratinócitos, estabelecendo suas características biológicas e físico-químicas ideais.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Andrea Cecilia Dorión Rodas - Integrante / Monica Beatriz Mathor - Coordenador / Marisa Roma Herson - Integrante / Ademar Benévolo Lugão - Integrante / Luí Henrique Catalani - Integrante., Financiador(es): Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Cooperação / Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2010

Melhor trabalho de Pós-Graduação - Nível Doutorado - Apresentação Oral, XV Semana Farmacêutica de Ciência e Tecnologia..

2006

2o. Melhor poster do dia 10 de Agosto de 2006, IV Congresso Latino Americano de Órgãos Artificiais e Biomateriais.

2005

Poster Highly Commended: Keratinocytes Culture on Chitosan Membranes, 4th World Congress on Tissue Banking.

2001

1o. colocado -Trabalho técnico científico, Associação Brasileira de Cosmetologia.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do ABC, Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas. , Rua Santa Adélia, Vila São Pedro, 09210170 - Santo André, SP - Brasil, Telefone: (11) 49967940

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2014 - Atual

    Universidade Federal do ABC

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto A, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 06/2014

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas, .,Linhas de pesquisa

  • 2011 - 2013

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: colaborador, Carga horária: 40

  • 2006 - 2011

    Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

    Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: Pesquisador voluntário, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 08/2003 - 12/2003

      Extensão universitária , Federal, Divisão de Ensino.,Atividade de extensão realizada, Programa de Aperfeiçoamento no Ensino - PAE, disciplina: Efeitos Biológicos da Radiação.

    • 04/1992 - 02/1994

      Estágios , Federal, Radiobiologia.,Estágio realizado, Estágio de Iniciação Tecnológica com bolsa RAE/CNPq, sob supervisão da Dra. Olga Zazuco Higa, com o projeto: Imobilização de enzimas em suportes poliméricos..

  • 2011 - 2012

    E.E Virgíla Rodrigues Alves de Carvalho Pinto

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Educação Básica I, Carga horária: 18

    Outras informações:
    Aulas para de química para o 2o e 3o Anos do Ensino Médio.

Propriedade Intelectual

Patentes (1)

Tipo Título Data depósito
INVENTOR Membrana de hidrogel e processo de preparação da dita membrana 12/07/2004