Adrian Gurza Lavalle

É Professor Doutor do Departamento de Ciência Política da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP) e pesquisador do Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão de Estudos da Metrópole (CEM) e do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP), onde é coordenador do Núcleo de Pesquisa Democracia e Ação Coletiva (NDAC). É Editor-Chefe da Brazilian Political Science Review e membro titular do Comitê Acadêmico de Ciências Sociais do CNPq (2017-2020). Foi conselheiro titular da Área de Humanidades no Comitê Consultivo do SciELO (2017-2018), Editor-Chefe da Revista Brasileira de Ciências Sociais (RBCS), Diretor de Publicações e membro da Diretoria Executiva da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS) (2015-2018), bem como Diretor Científico do CEBRAP (2008-2010). Foi professor convidado do Centro de Estudios Políticos y Constitucionales (2012), Madri, do Centre for the Study of Democratic Institutions (2013) -University of British Columbia, Vancouver, e da Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales (FLACSO; 2017), México. Realizou pós-doutorado no Institute of Development Studies - (2005), doutorado em Ciência Política -Universidade de São Paulo (2001), mestrado em Sociologia -Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM) (1994), e graduação em Ciencia Política y Administración Pública, também na UNAM (1991). Tem experiência na área de Sociologia Política e atua principalmente nos seguintes temas: associativismo, sociedade civil, instituições participativas, institucionalização sócio-estatal, teoria democrática e teorias da representação. Seus últimos livros são "Controles democráticos no electorales y regímenes de rendición de cuentas en el Sur Global: México, Colombia, Brasil, China y Sudáfrica" (organizado em co-autoria com Ernesto Isunza, Oxford: Peter Lang Ltd, 2018), "Intermediation and Representation in Latin America - Actors and Roles Beyond Elections" (organizado em co-autoria com Gisela Zaremberg e Valeria Guarneros-Mesa: Plalgrave Macmillan, 2017); "O papel da teoria política contemporânea - Justiça, Constituição, Democracia e Representação" (organizado em coautoria com Álvaro de Vita e Cícero Araújo, São Paulo: Alameda, 2015).

Informações coletadas do Lattes em 03/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Ciência Política

1996 - 2001

Universidade de São Paulo
Título: Espaço e vida públicos: reflexões teóricas e sobre o pensamento brasileiro
Lúcio Felix Kowarick. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Espaço público; Ethos público; Sociedade Civil; Pensamento político-social no Brasil; Associativismo; Público configuração do. Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política. Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia do Conhecimento.

Mestrado em Sociologia

1992 - 1994

Universidad Nacional Autonoma de Mexico
Título: Lo público como categoría constitutiva de la modernidad,Ano de Obtenção: 1997
Orientador: Prof. Dr. Felix Hoyo Arana
Palavras-chave: Esfera pública; Espaço público; Sociedade Civil; Estado; Mídia; Público configuração do. Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Fundamentos da Sociologia / Especialidade: Teoria Sociológica.

Especialização em Programa de Formação de Quadros Profissionais

1999 - 2001

Centro Brasileiro de Análise e Planejamento
Título: O vigoroso modelo da sociedade civil miúda
Orientador: Fernando Limongi

Graduação em Ciencia Política y Administración Pública

1985 - 1991

Universidad Nacional Autonoma de Mexico
Título: El proyecto modernizador estatal, la reestructuración de lo público y el caso CONASUPO
Orientador: Prof. Rodolfo Jiménez Guzmán

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2004 - 2005

Pós-Doutorado. , Institute of Development Studies, University of Sussex, IDS, Inglaterra. , Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Essentials of Applied Data Analysis. (Carga horária: 40h). , Summer School: Concepts and Methods in Political Science - IPSA-USP, IPSA-USP, Brasil.

2014 - 2014

Introduction to Network Analysis using Pajek. (Carga horária: 80h). , Summer School: Concepts and Methods in Political Science - IPSA-USP, IPSA-USP, Brasil.

2011 - 2011

Análise de Dados Qualitativos. (Carga horária: 24h). , Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Centro de Estudos da Metrópole, INCT CEM, Brasil.

2002 - 2002

Introdução ao geoprocessamento. (Carga horária: 20h). , Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados, SEADE, Brasil.

1995 - 1995

Extensão universitária em Desafios das ciências sociais. (Carga horária: 20h). , Univerisidad Iberoamericana, UIA, México.

1995 - 1995

Extensão universitária em Cultura e Mal-estar na Modernidade. (Carga horária: 20h). , Univerisidad Iberoamericana, UIA, México.

1994 - 1994

Extensão universitária em Metodologia para Ciencias Sociais. (Carga horária: 12h). , Univerisidad Iberoamericana, UIA, México.

1994 - 1994

Extensão universitária em Capacitação em Direitos Humanos. (Carga horária: 12h). , Univerisidad Iberoamericana, UIA, México.

1994 - 1994

Educação superior e modernização. (Carga horária: 30h). , Univerisidad Iberoamericana, UIA, México.

1993 - 1993

Introdução Geral à Didatica. (Carga horária: 40h). , Universidad Nacional Autónoma de México, UNAM, México.

1993 - 1993

Formação para a Integração Axiológica. (Carga horária: 30h). , Univerisidad Iberoamericana, UIA, México.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Italiano

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente.

Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia Política.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Ação Coletiva.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

GALDEANO, A. P. ; Gurza Lavalle, A. . Encontro Com Rio Com o Mar Opinião Popular: estratégias de pesquisa-ação. 2019. (Outro).

Gurza Lavalle, A. ; ISUNZA, E. ; ALMEIDA, D. C. R. ; VELASQUEZ, F. ; GOLDFRANK, B. . El Futuro de las Inovaciones democráticas en América Latina. 2018. (Congresso).

Gurza Lavalle, A. ; MAZA, G. L. . Civil Society and Social Movements (programação de área temática do XXXVI Congresso Anual da LASA. 2018. (Congresso).

ALMEIDA, D. C. R. ; OXHORN, P. ; ZAREMBERG, G. ; GUARNEROS-MESA, V. ; Gurza Lavalle, A. . "Intermediation and Representation in Latin America. Actors and Roles Beyond Elections" sessão de debate e lançamento de livro. 2018. (Congresso).

Gurza Lavalle, Adrian ; Córdova, G. R. . Semana SciELO 20 Anos - GT A relevância Relevância Histórica, Acadêmica e Social dos Periódicos SciELO. 2018. (Outro).

SANTOS, F. ; PIETRAFESA, E. ; MARIANO, R. ; Gurza Lavalle, Adrian . XLII Encontro Anual da ANPOCS. 2018. (Congresso).

Gurza Lavalle, Adrian ; Wihby, R. . Concurso ANPOCS de obras científicas e teses universitárias em ciências sociais. 2018. (Concurso).

Gurza Lavalle, A. ; ROSA, M. C. ; Barberia, L. G. ; Lima, A. C. S. ; Fernandes, L. M. R. ; Darch, C. ; Carlotto, M. C. . Aferindo a qualidade dos periódicos no Brasil e a geopolítica do conhecimento. 2018. (Congresso).

Carlos, E ; ROMAO, W. M. ; ISUNZA, E. ; Tatagiba L. ; Silva M K ; Lüchmann L ; Gurza Lavalle, A. . III Encontro Internacional Participação, Democracia e Políticas Públicas. 2017. (Congresso).

Faria C F ; Gurza Lavalle, A. . Os sentidos da democracia: tensões entre prática e teoria. 2017. (Outro).

SANTOS, F. ; MARIANO, R. ; PIETRAFESA, E. ; Gurza Lavalle, Adrian . XLI Encontro Anual da ANPOCS. 2017. (Congresso).

Gurza Lavalle, Adrian . Colóquio Novas mudanças, experiências e estratégias no campo da editoração científica nas ciências sociais. 2017. (Outro).

Carlos, E ; Gurza Lavalle, Adrian ; Szwako J. ; Dowbor, M. . Seminário Rio Doce: Sem Rio Sem Mar. 2017. (Outro).

Gurza Lavalle, A. ; Silva, W. A. E. . Concurso ANPOCS de obras científicas e teses universitárias em ciências sociais. 2017. (Concurso).

RAMALHO, J. R. ; Couto C ; PIETRAFESA, E. ; Gurza Lavalle, A. . XL Encontro Anual da ANPOCS. 2016. (Congresso).

Gurza Lavalle, A. . Os desafios da Editoração Científica no campo das Ciências Sociais. 2016. (Outro).

BRINGEL, B. ; Gurza Lavalle, A. . 50 Anos da Revista Dados: Trajetórias das Ciências Sociais e da Editoração Científica no Brasil. 2016. (Outro).

Gurza Lavalle, Adrian ; Silva, W. A. E. . Concurso ANPOCS de obras científicas e teses universitárias em ciências sociais. 2016. (Concurso).

ROMAO, W. M. ; Tatagiba L. ; Wampler B ; Silva M K ; Gurza Lavalle, A. . Participação, Democracia e Políticas Públicas - Aproximando agendas e agentes. 2015. (Congresso).

Carlos, E ; Dowbor, M. ; Gurza Lavalle, A. . Workshop: Participação, movimentos sociais, organizações civis e políticas públicas: inovações na análise da institucionalização. 2015. (Congresso).

ZAREMBERG, G. ; ISUNZA, E. ; FELTRAN, G. ; Gurza Lavalle, A. . Gobernanza, violencia y participación: hacia la construcción de agendas ente México y Brasil. 2015. (Outro).

RAMALHO, J. R. ; Couto C ; PIETRAFESA, E. ; Gurza Lavalle, A. . XXIX Encontro Anual da ANPOCS. 2015. (Congresso).

Gurza Lavalle, A. . As políticas para a publicação científica: perspectivas para os periódicos de ciências sociais (Sessão Especial). 2015. (Outro).

PIETRAFESA, E. ; Gurza Lavalle, A. . Internacionalização da produção e circulação do conhecimento: luzes e sombras. 2015. (Outro).

Gurza Lavalle, Adrian ; Loro, G. C. C. . Concurso ANPOCS de obras científicas e teses universitárias em ciências sociais. 2015. (Concurso).

Baud I ; Gurza Lavalle, A. . Configuring Urban Development Strategies: What can we learn from Capital Cities, Fringe Cities and regional Hubs?. 2014. (Congresso).

FREHSE, F. ; Gurza Lavalle, A. . Ciclo de Reflexões Desafios Atuais do Debate no Espaço Público. 2014. (Outro).

Gurza Lavalle, A. ; Amâncio, J. . Panel na LASA: Más allá de la democracia desde abajo: Actores y política públçica en Brasil. 2012. (Congresso).

Gurza Lavalle, A. ; Carlos, E ; Dowbor, M. . Mesa Movimentos sociais e instituições participativas: efeitos organizacionais, relacionais e discursivas nos padrões de ação coletiva, no II Seminário Discente da Pós-Graduação em Ciência Política da USP. 2012. (Outro).

Gurza Lavalle, A. ; D´Avila Filho P . GT - Controles democráticos e legitimidade ANPOCS XXXVI Encontro Anual. 2012. (Outro).

Gurza Lavalle, A. ; Vita, A. ; Araujo, C. ; ASUMPCAO, S. R. ; PETRONI, L. . II Colóquio Internacional de Teoria Política - Teoria Contemporânea. 2012. (Congresso).

Gurza Lavalle, A. . Oficina Internacional Organizações civis, Estado e Redes. 2011. (Outro).

Gurza Lavalle, A. ; Szwako J. ; Riscado P. . GT Participação política e Movimentos sociais no II Forum Brasileiro de Pós-graduação em Ciência Política. 2011. (Outro).

Gurza Lavalle, A. ; D´Avila Filho P . GT - Controles democráticos e legitimidade ANPOCS XXXV Encontro Anual. 2011. (Outro).

Ebrahim A ; Gurza Lavalle, A. ; Coelho V S ; Larraoude E . Creating Systemic Change Workshop. 2010. (Outro).

Gurza Lavalle, A. . Panel na LASA: Sociedade Civil e Instituições Políticas en los nuevos contextos postransición. 2010. (Congresso).

Gurza Lavalle, A. ; DAVILA FILHO, P. . Seminário Temático na ANPOCS: Legitimidade democrática, representação e participação. 2010. (Congresso).

Gurza Lavalle, A. ; Sydenstricker Neto J ; Porto de Oliveira O ; Serafim, L. . Chance to Susitain Workshop: City growth and the sustainability Challenge. 2010. (Outro).

Joshi, A. ; Houtzager, P. P. ; Gurza Lavalle, A. . Seminar Modes of Public Service delivery, Collective Action and Societal regulation. HC/IDS, Dehli, Índia. 2007. (Outro).

Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. ; Joshi, A. . Workshop When Poor Demands Better Services. IDS/CEBRAP, São Paulo. 2006. (Outro).

Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. . A reforma dos serviços públicos e os atores sociais. IDS/CEBRAP, São Paulo. 2006. (Outro).

Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. ; Venegas L . Seminario Internacional Paticipacíón y Representación en las Democracias Contemporáneas: Conexiones entre atores políticos, organizaciones civiles y ciudadanos - Ciudad de México y São Paulo. INAH/CEBRAP/IDS, Cidade do México. 2005. (Outro).

Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. ; Ferraz J V . Centre for the Future State Annual Meeting. IDS/CEBRAP, São Paulo. 2005. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

A Interação Estado e Sociedade nas Políticas Públicas: Desafios da Agenda de Pesquisa sobre Participação e Democracia no Brasil.Participação institucional e políticas públicas: ideias para o debate. 2019. (Seminário).

Democracia à brasileira - Cebrap 50 anos.As relações entre sociedade civil e Estado no Brasil pós-transição. 2019. (Seminário).

Diálogos sobre Participação na Fundação Tide Setubal.Panorama da participação social no Brasil. 2019. (Seminário).

IV Seminário Conjunto do CEPID-CEM.Conselhos e Regimes Subnacionais Padrões Decisórios em municípios de grande porte. 2019. (Seminário).

IX Seminário Discente do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política.Instrumentos de Políticas Públicas. 2019. (Seminário).

Participación, información y movilización en conflictos neo-extractivos y ambientales en el marco de los acuerdos de Escazú.Participación, información y acceso a la justicia en desastres ambientales. 2019. (Seminário).

Seminário Nacional de acompanhamento técnico de Projetos da chamada 06/2016 CAPES-FAPEMIG-FAPES-CNPq-ANA.Implementação de tecnologia social de governança participativa para políticas públicas de recuperação da Bacia do Rio Doce no Espírito Santo. 2019. (Seminário).

Sociologia Debate: Brumadinho, capitalismo e meio ambiente.O Desastre da Barragem de Fundão: Considerações gerais para lançar um olhar muito oblíquo sobre Brumadinho. 2019. (Seminário).

Circulação e difusão de idéias - VIII Seminário Discente do Programa de Pós-graduação em Ciência Política.Circulação e difusão de idéias. 2018. (Seminário).

Controles democráticos? Instituições e participação na democracia contemporânea. Comentários sobre participação e democracia: a diversidade das agendas de pesquisa. 2018. (Congresso).

Democracy Beyond Institutional Orders.Commentaries to Anja Mihr. 2018. (Seminário).

Efetividade da Participação e Efeitos de Movimentos Sociais nas Políticas Públicas: Interfaces e Desafios Metodológicos - XI Encontro da ABCP. Especificação Institucional e Regimes de Normatização. 2018. (Congresso).

GT25 Políticas Públicas - XLII Encontro Anual da ANPOCS. Os conselhos nas políticas públicas: padrões decisórios, especificação institucional e resiliência. 2018. (Congresso).

IV Seminário Conjunto do CEPID-CEM.Conselhos e padrões decisórios em cinco municípios. 2018. (Seminário).

Participação, Ativismo e Protestos: Participação e Sistema Econômico - XI Encontro da ABCP. Debatendo Participação e Sistema Econômico. 2018. (Congresso).

São Paulo Advanced School of Social Sciences.Studying political confrontation in comparative perspective: approaches and empirical findings. 2018. (Outra).

Teoria Democrática e Representação: Paradigma e Debates -XI Encontro da ABCP. Debatenndo Teoria Democrática e Representação: Paradigma e Debates. 2018. (Congresso).

XXXI Reunião Brasileira de Antropologia - RBA. Editoração Científica e Diretrizes do SciELO. 2018. (Congresso).

XXXVI Congresso Internacional da Associação de Estudos Latino-Americanos (LASA ? Latin American Studies Association. Movimentos sociais e políticas públicas: Institucionalização de demandas e novas categorias de análise. 2018. (Congresso).

69 Reunião Anual da SBPC: Desafio dos periódicos brasileiros das ciências humanas e sociais.Desafio dos periódicos brasileiros das ciências humanas e sociais: avaliação e gestão. 2017. (Encontro).

Avaliação: Gestão e Utilidade em uma Sociedade em Transformação.Controle Social - Condições de sua Efetividade. 2017. (Seminário).

Colóquio América Latina: tensões e práticas.Tensões e práticas na conjuntura latino-americana. 2017. (Simpósio).

Democracias em Crise? Experiências Europeias e Latino-Americanas.Definition and theory: What is a crisis of democracy?. 2017. (Simpósio).

Desastre no Rio Doce: impactos, mobilizações e políticas de reparação no Espírito Santo.Desastre no Rio Doce: impactos, mobilizações e políticas de reparação no Espírito Santo. 2017. (Outra).

III Colóquio Cidades: Experimentações Sociais e Criatividade Política.O perfil (não territorial) da participação no Brasil. 2017. (Simpósio).

III Encontro Internacional Participação, Democracia e Políticas Públicas.Institucionalização, Movimentos Sociais e Domínios de Agência. 2017. (Encontro).

III SEMINÁRIO CONJUNTO DO CEPID-CEM.Desigualdades: política e políticas. 2017. (Seminário).

O que dizer sobre as desigualdades? III Seminário CEM-CEPID.Entre a descoberta e a invenção do sentido: a evolução dos conselhos e a literatura. 2017. (Seminário).

Seminário Discente Prpgrama de Pós-Graduação em Sociologia.Sociologia Politica e Conflito. 2017. (Seminário).

Seminarios de coyuntura latinoamericana: Perspectivas de la participación y giro a la derecha en Brasil.Perspectivas de la participación y giro a la derecha en Brasil. 2017. (Seminário).

Corporativismo Revisitado.Institucionalização no Brasil pós-transição: neocorporativismo? Ou...... 2016. (Seminário).

II Seminário Conjunto CEM/Cepid.Uma mirada de fora: conselhos nas redes da sociedade civil". 2016. (Seminário).

II Simpósio Internacional de Ética e Filosofia Política: Reprsentação Polítiaca.Além da representação política e do clientelismo: para uma linguagem da inermediação. 2016. (Seminário).

I Semana Acadêmica de Ciência Política (SACP) - UFPI.A final o que fazem os conselhos e quando o fazem. 2016. (Seminário).

Iternational Seminar on Policy DIffusion.Social Participation and Policy Diffusion. 2016. (Seminário).

Panel "Blackness, Racism and Representation in Latin America" (XXXIV LASA Congress)). The Acces of the indigenous and Black Movemens to the HIV/AIDS Policy Arena in Brazil. 2016. (Congresso).

Particpação e controles democráticos não eleitorias.Seminário Discente do Programa de Pós-graduação em Ciência Política. 2016. (Seminário).

Paths of Inequalities: How has Brazil changed in the last 50 years.Inequality and Political Participation. 2016. (Seminário).

ST Controle, participação e efetividade democrática (40 Encontro Anual da ANPOCS). Comentários sobre o debate contemporâneo da efetividade. 2016. (Congresso).

X Encontro da ABCP: Como se determina o Fator de Impacto e uma Revista Científica?.Avanços e pendências no uso do fator de impacto. 2016. (Encontro).

X Encontro da Associação Brasiliera de Ciência Política - Participação política em múltiplos espaços: avaliando as possibilidades e limites.Participação política em múltiplos espaços: avaliando as possibilidades e limites. 2016. (Encontro).

1o Congresso Nacional de CIências Sociais. Domínios de agência: entre o pluralismo e o neocorporativismo. 2015. (Congresso).

A América Latina dos Sociólogos.Comentários à Apresentação de José Maurício Domíngues. 2015. (Outra).

Fóruns Permanentes: Qual a reforma política? Condições, limites e alternativas para melhorar a política no Brasil.Qual a reforma política? Condições, limites e alternativas para melhorar a política no Brasil. 2015. (Seminário).

Gobernanza, violencia y participación: hacia la construcción de agendas entre México y Brasil.Instituciones participativas en Brasil: cómo compararlas?. 2015. (Oficina).

III Congresso Latinoamericano y Caribeño de Ciencias Sociales. Después de todo, que tipos de Consejos hay en Brasil y qué es lo que hacen?. 2015. (Congresso).

Participação, Democracia e Políticas Públicas - Aproximando agendas e agentres.Apropriação, operação e ciclo de vidas dos conselhos gestores de políticas. 2015. (Encontro).

Participação, Democracia e Políticas Públicas - Aproximando agendas e agentres.Teoria democrática contemporânea. 2015. (Encontro).

Pesquisa em foco: Conselhos e associações no Brasil.Conselhos, Associações e desigualdade no Brasil. 2015. (Outra).

Programa de Mestrado e Doutorado em Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas de São Paulo.Conselhos gestores de políticas: padrões de expansão, decisão e ciclo de vida. 2015. (Seminário).

Seminário Centro de Estudos da Metrópole/Cepid: O que fazem os Conselhos e quando o fazem:.O que fazem os Conselhos e quando o fazem: padrões decisórios e ciclos de vida. 2015. (Seminário).

Seminario internacional sobre políticas públicas comparadas para la instrumentación de mecanismos de participación ciudadana en México y América Latina de.Instituciones Participativas en Brasil: tres dimensiones de la institucionalización. 2015. (Seminário).

Seminarios de investigación del CIDE.Consejos gestores de políticas y organizaciones de la sociedad civil en Brasil. Cuestiones de la agenda pos-participativa.. 2015. (Seminário).

Seminários do CEBRAP: Padrões decisórios dos conselhos gestores de políticas.Padrões decisórios dos conselhos gestores de políticas. Uma análise comparatativa. 2015. (Seminário).

Trajetórias das desigualdades - Como o Brasil mudou nos últimos cinquenta anos.Conselhos, Associações e Desigualdade. 2015. (Outra).

V Reunião Anual do SciELO: As amrmadilhas que restringem o impacto dos periódicos no Brasil.Comentários sobre a presentação do Dr. Félix de Moya Anegón. 2015. (Encontro).

Workshop: Participação, movimentos sociais, organizações civis e políticas públicas: inovações na análise da institucionalização.Domínio de agencia, pluralismo e neocorporativismo. 2015. (Oficina).

XXXIII LASA International Congress - Precariedades. Exclusiones. Emergencias. Brokers in social movement networks: deiferent roles, similar dilemmas. 2015. (Congresso).

XXXIII LASA International Congress - Precariedades. Exclusiones. Emergencias. Participatory policies in Brazil: Empirical and Theoretical Approaches to the Study of State-Society interactions and Polítical Effects. 2015. (Congresso).

XXXIX Encontro Anual da ANPOCS - Controles Democráticos. Control democrático o democratización del control?: innovación democrática en Brasil y México en perspectiva histórica comparada. 2015. (Congresso).

2o Simpósio Nacional sobre Democracia e Desigualdades.Participação e Desigualdade Política. 2014. (Simpósio).

ABCP - AT Participação Política. Comentários sobre a perspectiva sistêmica deliberativa.. 2014. (Congresso).

CEM-CEPID International Advisory Committee.Councils and extra-parlamentary representation. 2014. (Oficina).

Colóquio justiça, virtude e democracia - Representação Política.Participação, Representação e Política Indireta. 2014. (Simpósio).

Configuring Urban Development Strategies - 14th Eadi General Conference Responsible Development in a Polycentric World. Guarulhos: a Fringe City and its Development Strategies. 2014. (Congresso).

Escola de Altos Estudos CAPES: Seminário Internacional Sociedade Civil, Democracia e Contestação.Perspectivas contemporâneas sobre a democracia na América Latina: os casos do México e Brasil. 2014. (Seminário).

IV Encontro Internacional de Ciências Sociais: Espaços Públicos, Identidades e Diferenças.Democracia e Sociedade Civil na América Latina. 2014. (Encontro).

IV Seminário Discente da Pós-graduação em Ciência Política da USP.Formação metodológica e uso de técnicas na formação em ciência política. 2014. (Seminário).

IV Seminário Nacional - Movimentos Sociais e Participação no Brasil: Diálogos Transversais.Sociedade civil e participação institucional. 2014. (Seminário).

IX Encontro da ABCP - 1964-2010 Autoritarismo, democracia e direitos humanos. Conselhos, associações e desigualdade. 2014. (Congresso).

Re-Defining Citizenship in Contemporary Development Discourse - 14th Eadi General Conference Responsible Development in a Polycentric World. Re-Defining Citizenship in Contemporary Development Discourse. 2014. (Congresso).

Reframing North South Partnership - 14th Eadi General Conference Responsible Development in a Polycentric World. Reframing North South Partnership. 2014. (Congresso).

Seminário 1964: 50 anos depois.A democracia brasileira hoje. 2014. (Seminário).

Seminário Internacional PPCIS 20 Anos.Representação e representatividade: um paradoxo renitente. 2014. (Seminário).

XXXII International Congress of the Latin American Studies Association. Más allá de la Representación y del Clientelismo: hacia un lenguaje de la intermediación política. 2014. (Congresso).

XXXVIII Encontro Anual da ANPOCS. Afinal o que fazem os conselhos e quando o Fazem _ Padrões decissórios. 2014. (Congresso).

Cities against Poverty: Local Agency and Federal induction.Agência Local e Indução Federal: a Política de Habitação. 2013. (Oficina).

Controles democráticos no electorales y regimen de rendición de cuentas.Controles Democráticos no electorales en Brasil. 2013. (Oficina).

Encontro Internacional Participação, Democracia e Políticas Públicas: aproximando agendas e agentesendas e agentes.O Debate avançou: dos estudos da ação coletiva ao impacto institucional das interações sócio-estatais. 2013. (Simpósio).

International Seminar Urban Chances, City Growth and the Sustainability Challenge.Ruling Parties and Democratic Governance in Brazil. 2013. (Oficina).

Political Science Graduate Seminnars: Third Order Civil Organization and Councils in Brazil.Third Order Civil Organization and Councils in Brazil. 2013. (Seminário).

XXXI LASA Congress: Towards a New Social Contract?. Local governance without Autonomy? Decentralization, Poverty and Local Agency in Brazil. 2013. (Congresso).

2nd ISA Forum of Sociology. An outside view: Councils in Brazilian structure of participatory governance. 2012. (Congresso).

Governança pública brasileira: pensando a gestão pública e a participação social.Crise das instâncias de participação institucionalizadas: os conselhos e o sistema de conferências. 2012. (Outra).

I Ciclo Internacional de Seminários Afro Latinos - Américas compartilhadas.O cenários da inovação democrática e do controle social na América Latina. 2012. (Seminário).

II Colóquio Internacional de Teoria Política - Teoria Política Contemporãnrea.Representação e crítica democrática. 2012. (Simpósio).

International Forum: Urban Chances, City Growth and the Sustainability Challenge.Participation and descentralization. 2012. (Seminário).

Mesa Redonda no XXXVI Congresso da ANPOCS: Governança Democrática e Accountability no Estado Brasileiro. Governança Democrática e Accountability no Estado Brasileiro. 2012. (Congresso).

Oficina Política e Sistema Nacionais de Participação.Oficina Política e Sistema Nacionais de Participação. 2012. (Oficina).

Oportunidades urbanas ante el desafío de la sostenibilidad.Participación social y descentralización en la gestión de las ciudades. 2012. (Seminário).

Seminarios de Investigación del Centro de Estudios Políticos y Constitucionales.Oleadas de cambio en la sociedad civil latinoamericana. 2012. (Seminário).

Critical Theory Conference.Comments on Olivier Voirol's Critical Theory and Social Research. 2011. (Outra).

Debates na Ciência Política Contemporânea: Participação e a trama da crítica democrática.Participação e a trama da crítica democrática. 2011. (Seminário).

European Association of Development Research and Training Institutes' Conference. Brazil: The rolel of urban governance institutions in reducing poverty. 2011. (Congresso).

II Simpósio de Ciências Sociais - Subalternidades, Trânsitos e Cenários.Subalternidade e inclusão política: Apreensões da teoria política contemporânea sobre democracia e iguladade. 2011. (Simpósio).

IPSA/ECPR Whatever Happened to North-South?. Boundary Crossings: Activism in State and Society. 2011. (Congresso).

IPSA/ECPR Whatever Happened to North-South?. Waves of change within civil Society in Latin América. 2011. (Congresso).

Oportunidades Urbanas: crescimento das cidades e o desafio da sustentabilidade.Conflitos e governança democrática: resultados preliminares do estudo de caso em Guarulhos. 2011. (Oficina).

República e democracia no Brasil contemporâneo.Sociedade civil e democracia. 2011. (Seminário).

Rethinking Development in an age of Sacarcity and uncertainty. Mobilizing Social Groups Knowledge in participatory Governance Processes in Sao Paulo. 2011. (Congresso).

Seminário ONGs em debate -UERJ/NIED.Ondas de mudança na sociedade civil em Latino-américa - Crítica ao diagnóstico da Onguização. 2011. (Seminário).

Semminário de la Red de Análisis de Prácticas Participativas.Instituciones y actores de rendición de cuentas en Méxcio y Brasil: una perspectiva de dispositivos. 2011. (Simpósio).

Teoria democrática, Representação e Participação Política. Escola do Legislativo.Governo Representativo, Pluralização da Representação Política e Representatividade. 2011. (Seminário).

Urban Opportunities - Urban Growth and the Sustainability Challenge' - Annual Meetings.Combining fiscal decentralisation, participatory budgeting and inclusive development: supporting sustainable development policies, monitoring and implementation. 2011. (Encontro).

XV Congresso Brasiliero de Sociologia - SBS. Domínios de Agência e. 2011. (Congresso).

18o Simpósio Internacional de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo.Particpação: o remédio certo para o Brasil?. 2010. (Simpósio).

7o Encontro da ABCP.Sociedade Civil e Instituições Políticas Estratégias Relacionais em Duas Cidades Latino- Americanas. 2010. (Encontro).

7o Encontro da ABCP.A nova Institucionalidade democrática: o papel do Estado e novas formas de articular representação e participação. 2010. (Encontro).

A efetividade das instituições participativas no Brasil: perspectivas, estratégias metodológicas e resultados.Desafios da avaliação e estratégias possíveis. 2010. (Oficina).

Brown International Advanced Research Institutes: Development and Inequality in the Global South.New Civil Organizations Change Trends in Civil Society in Urban Latin America. 2010. (Seminário).

Brown International Advanced Research Institutes: Inequality and the Urban Question.Inequality and the Urban Question. 2010. (Seminário).

Ciclo de Seminários sobre Metodologia.Agência e estrutura nos planos da teoria e da explicação nas ciências sociais. 2010. (Seminário).

Democracia no limite - Quatro maneiras de ir além do óbvio na política.Participação e representação: limites da democracia como técnica de governo. 2010. (Outra).

International Seminar Metropolis and Inequalities.Political Institutions and Civil Society Organizations in two Latin American Metropolises. 2010. (Seminário).

IUPERJ: A democracia brasileira entre representação e participação.Comentários sobre a pequisa: as conferências nacionais e o experimentalismo democrático brasilieiro. 2010. (Seminário).

Pluralização da Representação Política e Sociedade Civil.Pluralização da Representação Política e Sociedade Civil. 2010. (Outra).

Seminário Internacional: Conceitos, Métodos e Técnicas de Pesquisa em Ciência Política.Mixing methods: epistemological muddle, alternative research design or a new era of research. 2010. (Seminário).

Seminario Internacional: Processos e Atores Latino-americanos de Participação Política.Sociologia Relacional, Análise de Redes e Sociedade Civil. 2010. (Seminário).

Summer School on Interdependent Inequalities in Latin America.Socio-political inequalities. 2010. (Outra).

Urban Chances - City growth and the sustainability challenge. Comparing fast growing cities in growing economies.Participatory Governance and Public Spending. 2010. (Oficina).

X Congresso da BRASA. Political Institutions and Civil Organizations in Two Latin American Cities: A Relational Approach. 2010. (Congresso).

XXIX International Congress of LASA. Los agentes colectivos del control social. La doble faz de la accountability societal: Ciuda de México y São Paulo. 2010. (Congresso).

XXXIV Congres Anual da ANPOCS. Aspectos Teóricos da Legitimidade, Participação e Representação Democrática. 2010. (Congresso).

IPSA Congress: Global Dsicontent? Dilemmas of Change. Political Representation and Civil Society in Sao Paulo and Mexico City: A Relational Aproach. 2009. (Congresso).

IPSA Congress: Global Dsicontent? Dilemmas of Change. Comentários sobre a perspectiva sistêmica deliberativa.. 2009. (Congresso).

LASA Congress: Rethinking Inequalities. odalidades de representación y legitimidade en los consejos gestores de políticas de São Paulo. 2009. (Congresso).

Ocifina IPEA: Estado, Políticas Públicas e Democracia.O estatuto político da sociedade civil. 2009. (Oficina).

Seminário da Pós-graduação em Sociologia Política - UFSC.A construção política das sodiedades civis. 2009. (Seminário).

Seminário do Observatório de Inovação e Competitividade - IEA-USP.Sociedades Civis: comparações entre São Paulo e Cidade do México. 2009. (Seminário).

Seminário Intermediário da ABCP: A Ciência Política e a Interdisciplinariedade - Instituições, organizações, cultura e racionalidade nas pesquisas contemporâneas.Innovação democrática: participação, representação e accountability. 2009. (Seminário).

Sétima Semana de Ciências Sociais - "Se essa Rua Fosse Minha" - FAFICH-UFMG.As dimensões constitutivas do espaço público. 2009. (Simpósio).

XXXIII Encontro Anual da ANPOCS. Arenas da política contemporânea no Brasil local. 2009. (Congresso).

6o Encontro da ABCP, Campinas, UNICAMP.Toeria política. 2008. (Encontro).

6o Encontro da ABCP. Campinas, UNICAMP.Representação e cognição no pensamento polítco. 2008. (Encontro).

Management Committee Meeting of the Development Research Centre for the Future State. Institute of Development Studies, Sussex University.Comments on research proposals. 2008. (Encontro).

Mesa redonda: Desafios teóricos e políticos da representação nas experiências participativas. Campinas, UNICAMP.Participação, representação e soceidade civil. 2008. (Oficina).

Seminário contraloría social en México: hacia una cultura de la legalidad. Cd. do México, Clube de France.La rendición de cuentas en Brasil - Un panorama institucional y de la innovación democrática. 2008. (Seminário).

Seminário de teoria política: representação e construção política da socieade civil. São Paulo, USP.Representação e construção política da socieade civil. 2008. (Seminário).

Seminário nacional movimientos sociales e novos sentidos da política. Salvador, UFBa.Sociedade civil e reforma da democraia: participação, representação e accountability. 2008. (Seminário).

Simpósio Internacional de Iniciación Científica de la USP. São Paulo, USP.Pensadores da poítica e história brasileiras. 2008. (Simpósio).

V Simpósio dos Pós-Graduandos em Ciência Política. São Paulo, USP.Comentários sobre participação e representação nos conselhos gestores de políticas. 2008. (Simpósio).

XXXII Encontro Anual da ANPOCS. MInas Gerais, Caxambu. Representaçao, informação e cultura política. 2008. (Congresso).

Centre for The Future State Anual Meeting. Institute of Development Studies, Sussex University.Modes of Service Delivery and Colective Action. 2007. (Encontro).

Management Committee Meeting of the Development Research Centre for the Future State. Institute of Development Studies, Sussex University.Comments on Research Proposals. 2007. (Oficina).

Seminar Modes of Public Service delivery, Collective Action and Societal regulation. Delhi, Habitat Center.India Preliminary Findings. 2007. (Seminário).

Workshop on Accountability and Representation: Policy Making as Civic Negociation. Cambridge, Harvard University, Busines School.Challenges of Accountability and Representation. 2007. (Oficina).

Workshop Rrepresentação, Gênero e Mídia. Brasília, UBr.Pluralização da representação, Mídia e Sociedade Civil. 2007. (Oficina).

XXVII Latin American Studies Association Congress. Montreal. Representación y Participación: claves y límites de la democracia en América Latina. 2007. (Congresso).

XXXI Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-graduação em Ciências Sociais. Minas Gerais, Caxambu. Democracy, accountability, citizens and civil society - Positive theory and empirical findings. 2007. (Congresso).

XXXI Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-graduação em Ciências Sociais. Minas Gerais, Caxambu. Democracia em 3D: Sociologia, Economia, Direito. 2007. (Congresso).

5o Encontro da Associação Brasileira de Ciênica Política. Belo Horizonte, UFMG.Collective Actors, States and Policy: Comparisons across Brazil and Mexico. 2006. (Encontro).

III Congresso Latinoamericano de Ciênicia Política: Democracia e Desigualdades. Campinas, UNICAMP. La Representación ed la Sociedad Civil en el Sistema Político en México y en Brasil. 2006. (Congresso).

III Congresso Latinoamericano de Ciênicia Política: Democracia e Desigualdades. Campinas, UNICAMP. Desafios Metodológicos de Pesquisa sobre Inovações Institucionais Participativas. 2006. (Congresso).

III Congresso Latinoamericano de Ciênicia Política: Democracia e Desigualdades. Campinas, UNICAMP. Variedades de Sociedad Civil: la construcción política de las organizaciones civiles. 2006. (Congresso).

Rethinking Popular Representation - Network of Cotextual Politics in Developing Countries. Oslo.Rethinking Popular Representation. 2006. (Simpósio).

Seminario Internacional: A disputa pela Cosntrução Democrática na América Latina. Campinas, UNICAMP, IFCH.Sociedade Civil e Redes: Protagonismos, e afinidades no Seio das Organizações Ciivis. 2006. (Seminário).

Seminario Internacional: Control Social y democracia en América Latina: rendición de cuentas, proyectos políticos y sociedad civil. Cidade do Mèxico -CIESAS, UV, IFAI, PROFECO, SFP.América Latina: sociedad civil, proyectos políticos y democracia. 2006. (Seminário).

VII Annual Global Development Conference: At the nexus of global change. São Petesburgo. Signposts to more effective states: Responding to governance challenges in developing countries. VII Annual Global Development Conference: At the nexus of global change, São Petesburgo,. 2006. (Congresso).

XXX Encontro Anual da Associação Brasileira de Pós-graduação em Ciências Sociais. Minas Gerais, Caxambu. Os Bastidores da Sociedade Civil. 2006. (Congresso).

XXX Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-graduação em Ciências Sociais. Minas Gerais, Caxambu. Associational Life and Citizenship: Constrasting Realities in São Paulo and México City. 2006. (Congresso).

Ação e instituição: os movimentos sociais diante do Estado. Instituto do Legislativo Paulista da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo.Ação e instituição: os movimentos sociais diante do Estado.. 2005. (Outra).

Oficina: Modelos de Democracia, participação e sociedade civil. Campinas, UNICAMP.Modelos de Democracia, participação e sociedade civil: discussões conceituais à luz da realidade brasileira. Oficina, UNICAMP, Campinas,. 2005. (Oficina).

Palestra Espaço Cultural CPFL. Campinas.Agir e instituir - os movimentos sociais diante do Estado. Seminário A política no século XXI, Espaço Cultural CPFL, Campinas,. 2005. (Seminário).

Paticipacíón y Representación en las Democracias Contemporáneas. Ciudad de México, INAH-DEH.Paticipacíón y Representación en las Democracias Contemporáneas: Conexiones entre Atores Políticos, organizaciones civiles y ciudadanos - Ciudad de México y São Paulo. Seminário, Dirección de Estudios Históricos del INAH, Mexico,. 2005. (Seminário).

Seminário OBREAL: Cohesión Social en la agenda UE - Al. Concreciones y convergencias en una perspectiva andina. Lima.Diferencias étnicas y desigualdades sociales.. 2005. (Seminário).

The future of democracy and political representation. Ciudad de México, INAH-DEH.The future of democracy and political representation. Seminário Drección de Estudos Históricos del INAH, México,. 2005. (Seminário).

XXIX Encontro Anual da ANPOCS. Minas Gerais, Caxambu.A nova representação política, organizações civis e instituições políticas - lições do Brasil. XXIX Encontro Anual da ANPOCS, Caxambu,. 2005. (Encontro).

DRC for the Future State Findings. East Bride, UK, DFID.Connecting State and Society: Participation and Representation of People Living in Poverty. Department for International Development, East Kilbride,. 2004. (Seminário).

IDS Seminar Series.Connecting State and Socirty: Civil Society, Participatory Policy Institutions and the Representation os the Poor. IDS Seminar Series, Sussex Universtity,. 2004. (Seminário).

Seminário Movimentos Sociais, Participação e Democracia.Movimentos sociais, Estado e mercado: a esfera pública no novo milênio.. 2004. (Seminário).

WorkShop IDS-CEBRAP: Spaces for Change.Representation within Civil Society. 2004. (Oficina).

Seminar at Watson Institute: São Paulo's new participatory spaces.Who participates: evidences from São Paulo's new participatory spaces.. 2003. (Outra).

Seminário do Núcleo de Estudos sobre Movimentos Sociais.Analise de Redes e Movimentos Sociais. 2003. (Seminário).

Seminário do Núcleo de Estudos sobre Movimentos Sociais, NEMOS-PUC, SP,.O Debate sobre a Sociedade CIvil nos Anos 1990. Seminário,. 2003. (Seminário).

Seminário Mídia e democracia, NEAMP-PUC, CESOP-UNICAMP, SP,.Mídia e teoria do espaço público. 2003. (Seminário).

Seminário Movimentos Sociais em São Paulo, NEMOS-PUC, SP.Redes de Movimentos Sociais na cidade de São Paulo. 2003. (Outra).

XXVII Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS. Das bordas ao coração do sistema político:atores sociais, representatividades emergentes e representação democrática. XXVII Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS, Caxambu,. 2003. (Congresso).

A concepção do espaço público no Brasil.A rapsódia do ethos: a concepção do espaço público no Brasil. Seminário, IFICH-UNICAMP, Campinas,. 2002. (Seminário).

IDS Seminar Series, Sussex University.Civil society and participation on new democratis politics. 2002. (Seminário).

II Conferência Internacional CEBRAP-ILAS.Práticas associtivas na Região Metropolitana de São Paulo. 2002. (Outra).

Seminario Internacional Sociedade civil e espaços público no Brasil, UNICAMP, Campinas,.Sociedadecivil, associativismo e societabilidade: desafios para repensar a ação social. 2002. (Seminário).

Simpósio America Latina: Ruptruras e Continuidades na Contemporaneidade, PUC, SP,Ruptruras e Continuidades na Contemporaneidade.América Latina e o Pensamento Social. 2002. (Simpósio).

XXVI Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS. Pressupostos da cidadania moderna: igualdade como homogeneidade e como eqüidade, XXVI Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS, Caxambu,. 2002. (Congresso).

XXV Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS. A identidade nacional pelo avesso: a desigualdade social no Brasil e a formação de um ethos público. 2001. (Congresso).

Palestra, Fac. Soc. PUC.A Transição Democrática no México: um Espelho Possível para América Latina.. 2000. (Outra).

Seminário, CEBRAP.As eleições no México. 2000. (Seminário).

Ciclo de Conferências no Atelier, FAU, SP.A Construção do Espaço Público.. 1999. (Outra).

I Simpósio de Pós-graduandos em Ciência Política.A cidade de Deus? Societabilidade na Região Metropolitana de São Paulo.. 1999. (Simpósio).

Seminário de teoria política, FFLCH, USP.Reexaminando o Espaço Público.. 1999. (Seminário).

Debate: Pra Onde Vai a Pós, Associação de pós-graduandos da USP.As transformações na universidade - A experiência mexicana.. 1996. (Outra).

Palestra, Núcleo de Análise Interdisciplinar de Políticas e Estratégias - USP.O Conflito de Chiapas.. 1996. (Outra).

Palstra, UEL.O Exercito Zapatista de Libertação Nacional.. 1996. (Outra).

Seminário, UEM.Os Homens sem Rosto - o Levante Zapatista no México. ,. 1996. (Seminário).

Coloquio de Administración Pública y Ciencia Política - Transformaciones, Tendencias y Desafíos del Siglo XXI.Realidade Atual e Perspectivas da Administração Pública Mexicana.. 1995. (Simpósio).

III Convención Internacional de Trabajo Social. Análise Crítica da Sociedade Civil.. 1995. (Congresso).

XX Congreso de la Asociación Latinoamericana de Sociología - ALAS. O Público e a Transição à Democracia. 1995. (Congresso).

Oficina: Direitos Humanos, UIA.Os direitos humanos no México - Uma aproximação contextual.. 1994. (Oficina).

O Político Hoje: a Política e a Ética.Uma dicotomização perigosa: a política a a ética.. 1994. (Seminário).

Palestra, UIA.A Revalorização do Público perante o privado.. 1994. (Outra).

Processos Eleitorais e Democracia.Processos Eleitorais e Democracia.. 1994. (Outra).

Seminário, ENEP-A/UNAM.Modernidade e Pós-modernidade: Aspectos Constitutivos da Sociedade Contemporânea.. 1994. (Seminário).

Seminário: Desenvolvimento e Pesquisa em Políticas Sociais, UNAM.Epistemologa, metodologia e técnicas - Respostas para a formulação de projetos de pesquisa.. 1994. (Seminário).

Seminário: Transformações Contemporâneas do Espaço Público, UIA.O público, o político, a política e a transição democrática.. 1994. (Seminário).

Seminário de Políticas Públicas Alternativas no México, CIIH/UNAM.Políticas de Estado e políticas públicas na área social. 1994. (Seminário).

Coloquio de Otoño: A Administração Pública e seu Exercício Profissional no Estado Contemporâneo. Lo Público: un Descuido de la Administración Pública. 1993. (Congresso).

Missão e Prospectiva da Universidade: Convite para o Diálogo Permanente.Ser e afazer universitário - para um compromiso perante a mudança social.. 1993. (Encontro).

O Neoliberalismo: Bases Filosóficas e Políticas e Conseqüências Econômicas e Sociais.Bases Filosóficas e Políticas. 1993. (Seminário).

Youth Shaping the Future.Youth and Employment in Mexico. 1993. (Outra).

Fair North American Free Trade Agreement and Education.The struggle in Mexico for Accessible Education and a Fair North American Free Trade Agreement. 1992. (Outra).

Grassroots Perspectives on the North American Free Trade Agreement.Grassroots Movements and Education in Mexico. 1992. (Outra).

Modelos de Financiamento das Instituições de Educação Superior no México.Financiamento e Educação Superior no México. 1992. (Outra).

Nafta and Grassroots Participation in the Struggle for Just Development in Mexico.Nafta and education in Mexico.. 1992. (Outra).

The Impact of the Free Trade Agreement and the Struggle for Accessible Education.Struggle for Accessible Education in Mexico. 1992. (Outra).

Tercer Congreso Nacional de Sociología. A modernização como Modelo de Mediação Simbólica. 1991. (Congresso).

XVIII Congreso de la Asociación Latinoamericana de Sociología - ALAS. O Sujeito Esquecido. XVIII Congreso de la Asociación Latinoamericana de Sociología. 1991. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Rafael Adílio Silveira

Gurza Lavalle, A.; RIBEIRO, E. A.; AMEIDA, C. C. R.; SILVA, R.. O impacto da participação na política municipal de assistência social brasileira: a influência do contexto estadual. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Maringá.

Aluno: Allison Haley dos Santos

Gurza Lavalle, A.; GONÇALVES, V. C.; Serafim, L.. A efetividade das decisões do Conselho Nacional de Saúde: mecanismos e agenda governamental. 2018. Dissertação (Mestrado em Gestão Pública e Cooperação Internacional) - Universidade Federal da Paraíba.

Aluno: Natália Sayuri Suzuki

KENKEL, K. M.;Gurza Lavalle, A.; ONUKI, I.. Unmik. Sobre o papel de representação das operações de paz e sua produção de legitimidade. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Ana Kelson Batinga de Mendonça

SEGURADO, R.;Gurza Lavalle, A.; Nunes E. A representação política: trajetórias e polissemias. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Aluno: EDUARDO ALVES LAZZARI

MENEGUELLO, R.;Gurza Lavalle, A.; MOISES, J. A.. Por que os brasileiros não confiam em partidos políticos?. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Thiago de Miranda Queiroz Moreira

CUNHA, L. G. S.;Gurza Lavalle, A.; Arantes R. A criação da Defensoria Pública nos estados: conflitos institucionais e corporativos no processo de uniformização de acesso à justiça. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Larissa Meneses dos Santos

Gurza Lavalle, A.; GALVÃO, A.; Tatagiba L.. A liderança como relação: experiências de liderança no movimento de moradia em São Paulo. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Natália Sayuri Suzuki

KENKEL, K. M.;Gurza Lavalle, A.; ONUKI, I.. Unmik. Sobre o papel de representação das operações de paz e sua produção de legitimidade. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Eduardo Lopes Seino

Werle, D.;Gurza Lavalle, A.; Araujo, C.. Projetos de cidadania diferenciada: negros e indígenas na ANC de 1987-88. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Simón Martí Colombas

Couto C; CURADO, I.;Gurza Lavalle, A.. Power Relations in a Brazilian Favela. 2014. Dissertação (Mestrado em Gestão Internacional) - Fundação Getúlio Vargas - SP.

Aluno: Vinícius Augusto Guerra Spira

Peixoto, F. A.; PEDROSIAN, A. A.;Gurza Lavalle, A.. Desafios do acolhimento e práticas espaciais: os Centros Educacionais Unificados (CEUS) de São Paulo. 2014. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Ana Leonardo Nassar de Oliveira

Büllow M v; Abers R N;Gurza Lavalle, A.. Ação coletiva na redução das emissões de carbono por desmatamento e degradação: a atuação da sociedade civil brasileira entre 2005-2010. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

Aluno: Padro Henrique Gonçalves de Oliveira Ribeiro

NEVES, M. C. P.; MENDES, R. O. B.;Gurza Lavalle, A.. Entre eclusas e espelhos: a esfera pública vista a partir de uma leitura crítica de Niklas Luhmann e de debates contemporâneos. 2012 - Faculdade de Direito da USP (SP).

Aluno: Gabriela Ribeiro Cardoso

BORBA, J.; Lüchmann L;Gurza Lavalle, A.; Sa e Silva, F. S. E.. O legado da 1a Conferência nacional de Segurança Pública e as Concepções de Representação Política na CONASP. 2012. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: FRANCESCA CRICELLI

Araujo, C.; Nogueira M.A.;Gurza Lavalle, A.. Uma Abordagem Estético-dramatúrgica para a representação política. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Cintia Ebner Melchior

Couto C; Pacheco Regina S.; Camata R.;Gurza Lavalle, A.. Participação política para além do voto - A iniciativa popular de Lei e o caso do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral. 2011. Dissertação (Mestrado em Gestão em Políticas Públicas) - Fundação Getúlio Vargas - SP.

Aluno: Rafael Ventura Abreu

Reis E.;Gurza Lavalle, A.. Parcerias entre Estado e sociedade civil: velhas questões para uma nova dinâmica. 2011. Dissertação (Mestrado em Pós-graduação em Sociologia e Antropologia) - Instituto de Filosofia e Ciências Sociais/UFRJ.

Aluno: Barbara Cristina Mota Johas

Werle, D.;Gurza Lavalle, A.. O conceito de democracia deliberativa em Habermas. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Maíra Rodrigues

Marques, E.; Cunha, P. Jose Marcus;Gurza Lavalle, A.. Mudança na segregação espacial en Campinas e influência sobre as redes sociais de pobres urbanos. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Rafael Barros Soares

Marques, E.; Farah, M.;Gurza Lavalle, A.. Pobreza, segregação e redes sociais: um estudo sobre o impacto da remoção do moradors da favela de Guinle, Gurulhos/SP. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Domitila Costa Cayres

Scherer-Warren I; Lüchmann L;Gurza Lavalle, A.. Sociedade civil e Estado: a autonomia revisitada. 2009. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Violeta Sarti Caldeira

Couto C; Silva A. Ana; Arantes R;Gurza Lavalle, A.. Política, direito e representação de interesses coletivos pela via judicial: vinte anos de ação civil pública. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Aluno: Ronaldo Tadeu de Souza

Gurza Lavalle, A.; Chaia, M.. Análise da teoria democrática contemporânea: um estudo crítico sobre Joseph Schumpeter. 2008. Dissertação (Mestrado em Programa de Estudos Pós Graduados em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Aluno: Joao Carlos Amoroso Botelho

Gurza Lavalle, A.. A instabilidade democrática na América Latina do século XXI: os casos da Argentina e da Venezuela. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Aluno: Daniel Tojeira Cara

Gurza Lavalle, A.. Estrutura teórica e importância analítica do conceito de sociedade civil e sua aplicação no Brasil. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Mauro Victoria Soares

Gurza Lavalle, A.. Teoria competitiva da democracia - Processo e substância. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Gonzalo Berrón

Gurza Lavalle, A.. Sobre a identidade política. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Tatiana de Amorim Gomes da Silva

Gurza Lavalle, A.. O enigma da esfinge. Indefinição entre o público e o privado: A relação dos conselheiros de direitos (2000-2002) com o fundo municipal dos direitos da criança e do adolescente de São Paulo. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Aluno: Guilherme Gitahy de Figueiredo

Gurza Lavalle, A.. A guerra e o espetáculo - A estratégia do Exército Zapatista de Libertação Nacional. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Ailton de Souza

MARTELLI, C.;Gurza Lavalle, A.; Tatagiba L.; Teixeira, A. C.;ROMAO, W. M.. O potencial democrático do associativismo comunitário nas instituições participativas: um estudo de caso sobre os Conselhos Regionais de Campo Grande. 2018. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Fernanda Vick Soares de Sena

ALMEIDA, D. C. R.;Gurza Lavalle, A.; PEREZ, M. A.; OLIVEIRA, G. H. J.. Conferências Nacionais de Educação e as dinâmicas participativas na Lei Federal no 13.005/2014. 2018 - Faculdade de Direito da USP (SP).

Aluno: Rafael de Souza

Silva M K; ROSA, M. C.;Gurza Lavalle, Adrian; SALLUM JR, B.; Alonso. A.. Cenários de protesto: mobilização e espacialidade no ciclo de confronto de junho de 2013. 2018. Tese (Doutorado em Sociologia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Rony Gleison da Silva Coelho

Gurza Lavalle, A.; PERES, U.;ROMAO, W. M.; Tatagiba L.; Dagnino, E.. Os desafios da reconstrução de pedaços da cidade por meio dos conselhos participativos municipais das subprefeituras de São Paulo. 2017. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Cristiano das Neves Bodart

GOHN, M. G. M.;ROMAO, W. M.Gurza Lavalle, A.; Comin, A.; SALLUM JR, B.. Atuação dos partidos políticos e dos movimentos sociais na construção e manutenção de um espaço institucionalizado de participação social. 2016. Tese (Doutorado em Sociologia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Fernando do Amaral Nogueira

BOSE, M.;Gurza Lavalle, A.; Bertero C. O.; Spink P; Aquino M. Gestão da relação entre associação e associados: três casso brasilieros. 2014 - Fundação Getúlio Vargas (SP).

Aluno: Flavia Mateus rios

da Silva, M. A. M.; Silvério V.R.;Gurza Lavalle, A.; Alonso. A.; Guimarães A.S.A.. Elite política negra no Brasil: relação entre movimento social, partidos políticos e estado. 2014. Tese (Doutorado em Sociologia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Renato Francisquini Teixeira

MAIA, R. C. M.; MELO, R. S.;Gurza Lavalle, A.; LIMA, V. A.; Vita, A.. Democracia, liberdade de expressão e o valor equitativo das llberdades comunicativas. 2014. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Gabriela de Brelàz

Aquino M; Couto C;Gurza Lavalle, A.. O processo de institucionalização da participação na Câmara Municipal de São Paulo: uma análise das audiências públicas do orçamento (1990-2010). 2012. Tese (Doutorado em Administração Pública e Governo) - Fundação Getúlio Vargas - SP.

Aluno: José Szawako

Tatagiba L.; Dagnino, E.; Pinto C R;Gurza Lavalle, A.; Rodriguez C Z. 'Del otro lado de la vereda': luta feminista e construção democrática no Paraguai pós-ditatorial (1989-2008). 2012. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: San Romanelli Assumpção

Vita, A.; ALMEIDA, M. M. M.; PINZANI, A.; Araujo, C.;Gurza Lavalle, A.. Justiça e gênero sob uma perspectiva metropolitana. 2012. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Débora Cristina Rezende de Almeida

Avritzer L; Silva R; Mendonça; Faria C F;Gurza Lavalle, A.. Repensando representação política e legitimidade democrática: entre a unidade e a pluralidade. 2011. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Renato Almeida de MOraes

Silva J P; Andrews C;Gurza Lavalle, A.. Ética procedimental e racionalidade da ação: uma leitura crítica da teoria política de Jürgen Habermas. 2010. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Olivia Cristina Perez

Arretche, M.; Cortes S;Gurza Lavalle, A.; Coelho V S; Marques, E.. A representação em arenas extraparlamentares: os conselhos gestores de políticas públicas. 2010. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Wagner de Melo Romão

Comin, A.; Nogueira M.A.; Couto C;Gurza Lavalle, A.; Singer A.. Nas franjas da sociedade política: estudo sobre o orçamento participativo. 2010. Tese (Doutorado em Sociologia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Luciana Andressa Martins de Souza

Noronha E.; Kerbauy M.T.; Goulart J.; Ribeiro J.F.;Gurza Lavalle, A.. Do local para o nacional: o orçamento participativo e as novas práticas políticas petistas. 2010. Tese (Doutorado em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos.

Aluno: Rúrion Soares Melo

Nobre M; Frateschi A Y; Werle, D.;Gurza Lavalle, A.. Sentidos da emancipação: para além da antinomia revolucção versus reforma. 2009. Tese (Doutorado em Filosofia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Júlio César Casarin Barroso

Vita, A.; Alves H; Lopes Reinaldo J; Araujo, C.;Gurza Lavalle, A.. Democracia e liberdade de expressão - Contribuições para uma interpretação política da liberdade de palavra. 2009. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Gonzalo Berrón

Luis Fernando Ayerbe; José Maria Gómez; Rafael Duarte Villa; Rossana Rocha Reis;Gurza Lavalle, A.. Identidades e estratégias sociais na area transnacional. O caso do movimento social contra o livre comércio nas Américas. 2008. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Ciência Política) - Fac. de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP.

Aluno: Maria do Carmo Alves de Albulquerque

Dagnino, E.; Paz, R. D. O.; Scchiffer, S.;Gurza Lavalle, A.. A participação da sociedade na redefinição de políticas de direitos. Os direitos da infância e o direito a moradia em países do Cone Sul na virada para o século XXI. 2008. Tese (Doutorado em PROLAN) - Programa de Integração Latino-Americana.

Aluno: Mauro Victoria Soares

Vita, A.; Werle, D.; Cohn, G.;Gurza Lavalle, A.; Alves H. Democracia, deliberação e razão pública - Recomendações igualitárias para a democracia liberal. 2008. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Ciência Política) - Universidade de São Paulo - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências H.

Aluno: Mariane Campelo Koslinski

Gurza Lavalle, A.. Um estudo sobre ONGs e suas relações de accountability. 2007. Tese (Doutorado em IFCS) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Regina Claudia Laisner

Kowarick, L.; Kerbauy M.T.; Goulart J.; Araujo, C.;Gurza Lavalle, A.. Poder local e experiências participativas: a implantação do orçamento participativo em São Paulo e Piracicaba (SP) numa perspectiva comparada. 2005. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Christina Windsor Andrews

Gurza Lavalle, A.. Reificação e legitimidade - Habermas como metateoria das ´policy sciences´. 2003. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Ivan Souza Vieira

RICCI, P.; FRIEDMAN, F.;Gurza Lavalle, A.. A vida à beira mar: sociedade e estado na formação da orla do rio de janeiro (1922-1945). 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Taymi Milán Paradela

Gurza Lavalle, A.; FONTAINE, G.; NARVAEZ, I.. La relación entre Transparencia y Accountability. Un enfoque realista de causalidad a partir del análisis de políticas comparadas en el ámbito de las compras públicas en Argentina, Brasil y México (2000-2017). 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Departamento de Asuntos Públicos) - Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales - Ecuador.

Aluno: Marcus Vinícius Rios Barreto

SCHWARCZ, L. M.;Gurza Lavalle, A.; MONTERO, P.. Malunguinho: O ativismo juremeiro nas terras do Catucá. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Antropologia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Telma Hoyler

Gurza Lavalle, A.; BONDUKI, N.; Marques, E.. Como se governa a cidade? Vereadores, políticas públicas e territórios na cidade de São Paulo. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Gisele Heloise Barbosa

Gurza Lavalle, A.; Braga, MS; Kerbauy M.T.. Instituição Participativa e Mobilidade Urbana: Estudo de caso do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito de São Paulo - Brasil. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos.

Aluno: Stefanie Tomé Schmitt

Leopoldi, M. A.;Gurza Lavalle, A.; Mancuso, W. P.. Quem influencia? A participação política do empresariado nos órgãos colegiados do Executivo Federal. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Ailton de Souza

Tatagiba L.;Gurza Lavalle, A.ROMAO, W. M.. Associativismo e efetividade democrática: os efeitos das associações de moradores nas instituições participativas de Mato Grosso do Sul. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Barbara Regina Vieira Lopes

Kerbauy M.T.;Gurza Lavalle, A.; BALBACHEVSKY, E.. Sustentando a continuidade da mudança: o processo de negociação da Lei de Inovação 2002-2004. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Otávio Dias Souza Ferreira

TEIXEIRA, A.;Gurza Lavalle, A.; MELO, R. S.. A construção democrática e o sistema prisional de São Paulo: a perspectiva da sociedade civil e dos direitos humanos (1995-2015). 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Carolina Requena

Loureiro, Maria Rita;Gurza Lavalle, A.; Marques, E.. Estado e capitais do urbano: a estruturação da mobilidade metropolitana e o funcionamento da política. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Lucas Petroni

Vita, A.; KUNTZ, R. N.;Gurza Lavalle, A.. A moralidade da igualdade: autoridade democrática e justiça social. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Raissa Wihby

REPA, L. S.;Gurza Lavalle, A.; Vita, A.. Quem é bem-vindo? Uma proposta normativa para a admissão dos imigrantes. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Erika Maria Barrantes

Briceño RJR;Gurza Lavalle, A.; Nunes de Oliveira J S A. Cohesión social y democracia, nueva formulación para la construcción del desarrollo en un mundo globalizado. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Relações Internacionais) - Instituto de Relações Internacioanais.

Aluno: Martín Freigedo Peláez

ZAREMBERG, G.; GOLDFRANK, B.; MIDAGLIA, C.;Gurza Lavalle, A.. Descentralización, innovación democrática y participación ciudadana en Uruguay a partir de la incorporación de los municipios como nivel de gobierno al sistema político nacional. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciencia Política) - Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales - México.

Aluno: Renata S

Araujo, C.; Cardos, S.;Gurza Lavalle, A.. Schevisbiski. A "obra" da ideologia na relação entre democracia e totalitarismo em Clalude Lefort. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Flavia Mateus rios

Guimarães A.S.A.;Gurza Lavalle, A.; Silvério V.R.. Elite política Negra no Brasil (1982-2010). 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Terra Friedrich Budini

REIS, R. R.;Gurza Lavalle, A.; MELLO, F. C.. Participação social e política externa: o caso do Mercosul. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Júlia Moretto Amânico

Costa V M F; Tatagiba L.;Gurza Lavalle, A.. Interações sócio-estatais e construção de cidadania: repertórios de ação coletiva na luta de organizações comunitárias pelos acesso a políticas públicas na periferia de São Paulo. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Lizandra Serafim

Dagnino, E.;Gurza Lavalle, A.; Tatagiba L.. A participação no governo Lula: a incorporação de pautas do FNRU nas políticas públicas do ministério das cidades (2003-2010). 2011 - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Renato Francisquini

Mendonça; Vita, A.;Gurza Lavalle, A.. Liberdade de expressão e as condições para uma esfera pública democrática. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Alessandra Maia Terra de Faria

D´Avila Filho P; Werneck Vianna L.J.; Santo-Sé;Gurza Lavalle, A.. A política narrada pelos seus representantes: representação política, conflito e participação social. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Aluno: San Romanelli Assumpção

Vita, A.; Araujo, C.;Gurza Lavalle, A.. Desigualdade de gênero e justiça global na teoria política internacional. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: José Eduardo León Szwako

Dagnino, E.; Tatagiba L.;Gurza Lavalle, A.. "Del otro lado de la vereda": Construção democratica e organizações feministas no Paraguai pós-ditatorial. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Mauro Victoria Soares

Araujo, C.;Gurza Lavalle, A.. O governo da razão: argumentação pública e as bases morais da democracia. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-graduação em Ciência Política) - Fac. de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP.

Aluno: Julio Cesar Casarin Barroso Silva

Araujo, C.;Gurza Lavalle, A.. Democracia e Liberdade de Expressão - Contribuições para uma Interpretação Política da Liberdad de Palavra. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-graduação em Ciência Política) - Fac. de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP.

Aluno: Maria do Carmo Alves de Albulquerque

Arretche, M.;Gurza Lavalle, A.. Participação Cidadã no Cone Sul: Novos Espaços de Influência da Sociedade Civil em Políticas Sociais - Limites e alcance democráticos. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em PROLAN) - Programa de Integração Latino-Amerocana.

Aluno: Fabiana Alves Rodrigues

SAAD, M.;Gurza Lavalle, A.; Arantes R. A efetividade do sistema de justiça federal no controle da corrupção política. Novidades, dilemas e perspectivas. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Lilian Sendrett

ASUMPCAO, S. R.;Gurza Lavalle, A.; Vita, A.. Justiça Tributária: eficiência ou equidade?. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Allison Haley dos Santos

Gurza Lavalle, Adrian; CARNEIRO, V.; Serafim, L.. Conselho Nacional de Saúde: Fatores Incidentes entre A Deliberação e a Agenda Governamental. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Administração) - Universidade Federal da Paraíba.

Aluno: Bruno Martins Pessoa

Arantes R;Gurza Lavalle, A.; SPECK, B. W.. Cassação de Prefeitos em São Paulo. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Hannah Maruci Aflalo

HOLLANDA, C. B.;Gurza Lavalle, A.. Representação e verdade no Código Eleitoral de 1932. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Natalia Nahas Carneiro Maia Calfat

SILVA, G. P.;Gurza Lavalle, A.. O modelo consociativo para sociedades plurireligiosas: reflexões e aprendizados sobre a experiência confessional libanesa. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Maria Camila Florêncio da Silva

Loureiro, Maria Rita;Gurza Lavalle, A.; Farah, M. Capacidade inclusiva das conferências nacionais na formação da agenda de políticas para as mulheres. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Doutorado em Administração Pública e Governo) - Fundação Getúlio Vargas (SP).

Aluno: Ana Kelson Batinga de Mendonça

Nunes E;Gurza Lavalle, A.. A representação política e as mudanças societárias: uma revisão histórica para a compreensão da representação no Brasil. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Aluno: Thiago de Miranda Queiroz Moreira

SADEK, M. T.;Gurza Lavalle, A.; Arantes R. Duas décadas de construção institucional - A formação da defensoria pública nos estados. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Eduardo Seino

Werle, D.;Gurza Lavalle, A.Araujo, Cicero. Justiça e cidadania: negros e indígenas na anc de 1987-88. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Natália Sayuri Suzuki

MEDEIROS, M.;Gurza Lavalle, A.; ONUKI, I.. UNMIK e sua legitimidade: A representação política da operação de peacekeeping da ONU no governo interino de Kosovo (1999-2008). 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: José Fernando Queiroz

TADDEI, R. R.;Gurza Lavalle, A.; COMPARATO, B. K.. Projetos ambientalistas em Ubatuba: circulação de capital social entre o Estado, ONGs e as populações tradicionais. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em CIÊNCIAS SOCIAIS) - Universidade Federal de São Paulo.

Aluno: Rony Gleison da Silva Coelho

SPECK, B. W.; Costa V M F;Gurza Lavalle, A.. Participação e representação de associações civis na Iniciativa Legislativa no nível federal: um estudo de caso da Comissão Permanente de Legislação Participativa da Câmara do Deputados (2001-2011). 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Camila Rocha

Singer A.; VENTURI, G.;Gurza Lavalle, A.. Encontros e desencontros entre petismo e lulismo - Classe, ideologia e voto em um bairro da periferia de SP. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Raissa Wihby Ventura

Vita, A.; MOULIN, C.;Gurza Lavalle, A.. A cidadania como um problema de justiça: uma análise preliminar a partir do ponto de vista cosmopolita. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Aluno: Padro Henrique Gonçalves de Oliveira Ribeiro

NEVES, M. C. P.; VILLAS BOAS FILHO, O. V.;Gurza Lavalle, A.. A esfera pública vista a partir de uma leitura crítica de Niklas Luhmann. 2011 - Faculdade de Direito da USP (SP).

Aluno: Carlo Romani

Diegues, A. C.;Gurza Lavalle, A.. 'O mar não tá para peix' - Conflitos sócio-ambientais na Baixada Santista. 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Programa de Formação de Quadros Profissionais) - Centro Brasileiro de Análise e Planejamento.

Aluno: Patrícia Snat'Anna

Gurza Lavalle, A.. Arte e moda - Um breve estudo sobre as conseqüências do objeto-vestuário em um museu de arte. 2003. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Programa de Formação de Quadros Profissionais) - Centro Brasileiro de Análise e Planejamento.

Aluno: Gulherme Gitahy Figuieredo

Gurza Lavalle, A.. A guerra e o espatáculo: as origens e transformações na estratégia do EZLN. 2002. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Programa de Formação de Quadros Profissionais) - Centro Brasileiro de Análise e Planejamento.

Aluno: Ana Laura Rodrigues Ferreira Ferrari

Gurza Lavalle, A.; BORTOLUCI, J. H.; Couto C. O populismo é uma ameaça á democracia liberal?. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação Getúlio Vargas (SP).

Aluno: Juliana Westman Del Poente

RODRIGUES, M. M. A.;Gurza Lavalle, A.. Participação e Segurança Pública: Estudo de Caso do Conseg Centro. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Políticas Públicas) - Escola de Artes, Ciências e Humanidades.

Aluno: Juliana Westman Del Poente

Gurza Lavalle, A.; RODRIGUES, M. M. A.. Participação e segurança pública: estudo de caso do Conseg Centro. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Gestão de Políticas Públicas) - Escola de Artes, Ciencias e Humanidades da Universidade de Sao Paulo.

Aluno: Déborah Coelho de Oliveira

Gurza Lavalle, A.; Araujo, C.. Participação, Representação e República em Jean-Jacques Rousseau e Alexis de Tocqueville. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Bárbara M

Araujo, C.;Gurza Lavalle, A.. Johas.Democracia Deliberativa: uma Ampliação Efetiva da participação Política. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Mayumi Cursino de Moura Hirye

Gurza Lavalle, A.. Lugares públicos: planejamento na área do PRIH Barra Funda. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Roberto Olguin Estrada

Gurza Lavalle, A.. El arte como fenómeno sociológico. 1994 - ENEP Acatlan - UNAM.

Aluno: Eduardo Rosales Herrera

Gurza Lavalle, A.. Crisis y hegemonía del Estado Mexicano. 1991 - ENEP Acatlan - UNAM.

Marques, E.; Rodrigues JC; Reis, B.; Ribeiro C.A.C.;Gurza Lavalle, A.. Concurso Público para Provimento de um cargo de Professor Doutor na USP-DCP. 2011. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Zaverucha J;Gurza Lavalle, A.; Zimerman A. Concurso Público Contratação de professor: Instituições políticas e Processo Decisório. UFABC. 2009. Universidade Federal do ABC.

Manoel Cabral de Castro; Chiappetta, A; Schritzmeyer, A. L. P.; Rossana Rocha Reis;Gurza Lavalle, A.. Concurso Público Professor Doutor na Area Soceidades Complexas, Multiculturalismo e Direitos. EACH-USP. 2008. Escola de Artes, Ciencias e Humanidades da Universidade de Sao Paulo.

Reis, B.;Gurza Lavalle, A.. Concurso Público Professor Adjunto de Teoria Polítca. UNIFESP. 2008. Universidade Federal de São Paulo.

Gurza Lavalle, A.. 5a Edição do Prêmio Milton Santos. Câmara Vereadors SP. 2008. Câmara Municipal de São Paulo.

Benton, Allyson; Jackson, Patrick;Gurza Lavalle, A.. 9th IPSA USP Summer School best poster prize. 2018. Summer School: Concepts and Methods in Political Science - IPSA-USP.

Gurza Lavalle, A.. XLVII Reunião do Coimtê Consultivo SciELO Brasil. 2016. Programa SiciELO da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

Gurza Lavalle, A.. Concurso Brasileiro ANPOCS de Obras Científicas e Teses Universitárias em Ciências Sociais. 2013. Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais.

Gurza Lavalle, A.. Comissão Científica do Encontro Internacional: Participação, Democracia e Políticas Públicas. 2013. UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA.

Gurza Lavalle, A.; Souza L.A.. Banca de Ascensão de Classe na Carreira de Professor (Profa. Raquel Kritsch). 2010. Universidade Estadual de Londrina.

Moore M.; Joshi, A.; Mejía, A.A.; Cheema A.; Swaminathan P.; McCormick D.; Schmitz H.;Gurza Lavalle, A.. Management Committee Meeting of the Development Research Centre for the Future State. Institute of Development Studies, Sussex University. 2009. Institute of Development Studies, University of Sussex.

Nunes de Oliveira J S A; Carneiro P L;Gurza Lavalle, A.. Banca de selação de candidatos à pós-graduação em Ciência Política. FFLCH-USP. 2009. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Cunill Grau N; Ziccardi C A;Gurza Lavalle, A.. XXII Concurso del CLAD: La participación de los ciudadanos en la gestión pública. CLAD. 2009. Centro Latino Americano de Administración para el Desarrollo.

Marques, E.; Arretche, M.;Gurza Lavalle, A.. Banca de seleção de candidatos a pós-doutorado. CEPID CEM-Cebrap. 2008. Centro de Estudos da Metrópole.

Gurza Lavalle, A.. Consejo consultivo del Centro de Contaloría Social. CIESAS. 2007. Centro de Investigaciones y Estudios Superiores en Antropologia Social.

Marques, E.; Lima, M.;Gurza Lavalle, A.. Banca de seleção de candidatos a pós-doutorado. CEPID, CEM-Cebrap. 2006. Centro de Estudos da Metrópole.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Gildo Marcal Bezerra Brandao

LAVALLE, A. G.;BRANDAO, G. M. B.. Espaço e Vida Públicos: reflexões teóricas e sobre o pensamento brasileiro. 2001. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

Maria Ligia Coelho Prado

PRADO, Maria Ligia C.; COHN, Gabriel; KOWARICK, Lúcio Félix Frederico. A configuração do espaço público no Brasil. 1999. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

Evelina Dagnino

DAGNINO, E.; KOWARICK, L.; COHN, G.; NOGUEIRA, M. A.; BRANDAO, G. M.. Espaço e vida públicos: reflexões teóricas e sobre o pensamento brasileiro?.. 2001. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de São Paulo.

Marco Aurélio Nogueira

NOGUEIRA, Marco Aurélio. Espaço e vida públicos: reflexões teóricas e sobre o pensamento brasileiro. 2001. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

Leonardo Avritzer

AVRITZER, L.; KOWARICK, L.. Espaço e vida Públicos: reflexões teóricas e sobre o pensamento brasileiro. 2001. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Ana Laura Rodrigues Ferreira Ferrari

Populistas no poder: a abordagem ideacional e a ação governamental populista; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Júlia Gimenes de Menezes

Governos E Violência Contra As Mulheres na América Latina; Início: 2017; Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Matheus Del' Arco Pinzan

As ocupações artísticas no centro de São Paulo e governança na área da cultura: intersecções entre o poder público e o associativismo civil; Início: 2017; Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Fernando Peres Rodigues

Centralização federal e capacidades administrativas subnacionais: como é executada a descentralização das políticas públicas; Início: 2019; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Bruno Grisotto Vello

Inovação democrática e accountability: conselhos em regimes de controles das políticas públicas; Início: 2019; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Beatriz Rodrigues Sanchez

O movimento feminista e suas relaçãoe com o Congresso; Início: 2017; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Natália Suzuki

Sociedade civil e trabalho escravo no Basil; Início: 2017; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP; (Orientador);

Carlos G Torrealba M

"NO queremos bozal de arepa": las comunas como espacios de contestación Estado-Sociedad en la Venezuela después de Chavez; Início: 2017; Tese (Doutorado em Ciencia Política) - Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales - México, Consejo Nacional de Ciencia y Tecnología (Conacyt); (Coorientador);

Carla de Paiva Bezerra

Transformaçõs no ideário da participação no PT; Início: 2015; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP; (Orientador);

Hellen Guicheney Almeida Castro

Conselhos Gestores de Políticas Públicas: um olhar sistemático sobre suas decisões em perspectiva comparada; Início: 2014; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Guilherme De Jesus Vidal

Sem Rio Sem Mar: governança, o Ministério Público e capacidades estatais no desastre socioambiental da Bacia do Rio Doce no Espírito Santo; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Ciências Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Carla Baranzini egydio

Sem Rio Sem Mar: governança, instrumentos extrajudiciais e o desastre socioambiental da Bacia do Rio Doce no Espírito Santo; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Ciências Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP; (Orientador);

Caio Filipe Ribeiro Freitas

Sem Rio, Sem Mar: governança, organizações da Sociedade Civil e o desastre socioambiental da Bacia do Rio Doce no Espírito Santo; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Ciências Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP; (Orientador);

Giordana Tereza Brolio de Carvalho

Sem Rio Sem Mar: governança, movimentos sociais e o desastre socioambiental da Bacia do Rio Doce no Espírito Santo; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Ciências Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP; (Orientador);

Beatriz Rodrigues Sanchez

A representação feminina e os projeto de lei no Brasil; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP,; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Bruno Vello

Conselhos gestores de políticas e integração federativa vertical; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Roberta Corradi Astolfi

Deliberação e o conselho Estadual de Direitos Humanos; 2014; Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP,; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Anibal Renan Martinot Chaim

Teoria política e associações - A origem das torcidas organizadas no Brasil; 2014; Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Fernando Peres Rodigues

Efetividade das instituições participativas: os conselhos municipais de habitação; 2014; Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Jessica Voigt Quintino Pereira

Participação digital: Análise de experiências participativas por meio da internet no estado do Rio Grande do Sul; 2013; Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Natália Salgado Bueno

Participação Política e Raça em Perspectiva Comparada: Evidências de Belo; 2011; Dissertação (Mestrado em Posgraduação em Ciência Política) - Universidade de São Paulo - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências H, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Carla de Paiva Bezerra

Democracia e Participação: A experiência das conferências de assistência social no Brasil; 2011; Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP,; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Ligia Daher

A política nacional de segurança pública do governo lula: uma análise à luz dos mecanismos de cooperação intergovernamental; 2010; Dissertação (Mestrado em Pós-graduação em Ciência Política) - Fac; de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP,; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Marcel de Souza Gomes

O Forum Social Mundial: Redes, conflitos e estabiliade; 2009; Dissertação (Mestrado em Posgraduação em Ciência Política) - Universidade de São Paulo - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências H,; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Juana Magdalena Kweitel

As organizações de direitos humanos nas transicões para a democracia na América Latina: elementos para o debate sobre a transparencia; 2007; Dissertação (Mestrado em Pós-graduação em Ciência Política) - Fac; de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP,; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Maíra Rodrigues

Implementando a participação: interações estatais e sócioestatais no Programa Córrego Limpo da Sabesp; 2016; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Camila Rocha de Oliveira

Endireitando a sociedade civil: a atuação da direita na sociedade civil latino-americana; 2014; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Anibal Renan Martinot Chaim

Sociedade civil e torcidas organizadas de futebol na diradura milita; 2014; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Osmany Porto de Oliveira

As dinâmicas da circulação internacional de técnicas de governança participativa: um estudo a partir da ação das elites brasileiras; 2013; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP,; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Martín Freigedo Peláez

?Potr qué unos más y otros menos? Los incentivos para crear mecanismos de innovación democrática en los municipios uruguayos; 2013; Tese (Doutorado em Ciencia Política) - Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales - México,; Coorientador: Adrian Gurza Lavalle;

Euzeneia Carlos

Movimentos sociais e instituições participativas: efeitos organizacionais, relacionais e discursivos; 2012; Tese (Doutorado em Pós-graduação em Ciência Política) - Universidade de São Paulo - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências H, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Monika Weronika Dowbor da Silva

A arte da Institucionalização - Estratégias do movimento sanitarista (1970-2008); 2012; Tese (Doutorado em Pós-graduação em Ciência Política) - Universidade de São Paulo - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências H,; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

José Veríssimo Romão Neto

2017; Centro de Estudos da Metrópole, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Adrian Gurza Lavalle;

Gabriela Martínez Sainz

2017; Centro Brasileiro de Análise e Planejamento - CEBRAP (SP),; Adrian Gurza Lavalle;

Maíra Rodrigues

2017; Centro Brasileiro de Análise e Planejamento - CEBRAP (SP), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Adrian Gurza Lavalle;

Patrícia Tavares de Freitas

2016; Centro de Estudos da Metrópole, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Adrian Gurza Lavalle;

Moisés Kooper

2016; Centro de Estudos da Metrópole, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Adrian Gurza Lavalle;

Jaqueline Garza Placencia

2016; Centro de Estudos da Metrópole, Consejo Nacional de Ciencia y Tecnología (Conacyt); Adrian Gurza Lavalle;

Luciana Andressa Martins de Souza

2015; Centro Brasileiro de Análise e Planejamento - CEBRAP (SP), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Adrian Gurza Lavalle;

José Eduardo León Szwako

2013; Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Centro de Estudos da Metrópole, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Adrian Gurza Lavalle;

Wagner de Melo Romão

2011; Centro de Estudos da Metrópole,; Adrian Gurza Lavalle;

Maria Carolina Borin

Análise sobre a alocação de recursos dentro do Programa do Orçamento Participativo; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Natalia Navarro dos Santos

A reconfiguração da administração pública e a reforma gerencial sob a ótica da governança e da participação e controle social; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Rosilene Wanseto

Participação e representação - Velhas e novas práticas políticas; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Fernanda de Andrade Santos

Ser ou não ser? Eis a questão! O dilema da representatividade das organizações civis nos espaçõs públicos institucionalizados; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Felipe José de Oliveira Duch

A eleição americana de 2000: Dúvidas, falhas e conseqüências; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Graziela Castello

Organizações Civis e Representações Política; 2003; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Gabirela Leyva

La enicidad en la nueva orden mundial; 1996; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Univerisidad Iberoamericana; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Jorge Aviña

La obra de arte como crítica de la cultura contemporanea; 1994; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Sociologia) - Universidad Nacional Autónoma de México; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Ariana Monteiro Alves

Representação Extraparlamentar e Conselhos Gestores em Fortaleza: Padrões Decisórios; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Augusto Totoli Rovina Salgado

Representação Extraparlamentar e Conselhos Gestores em municípios Médios: Padrões Decisórios; 2016; Iniciação Científica - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Ricardo de Almeida Marchiori

Representação Extraparlamentar e Conselhos Gestores em Goiânia: Padrões Decisórios; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Felipe de Souza Salvador

Opinião pública e sistema político na obra de Niklas Luhmann; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Felipe de Souza Salvador

Opinião pública e sistema político na obra de Niklas Luhmann; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Anibal Renan Martinot Chaim

Teoria política e associações - A origem das torcidas organizadas no Brasil; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Lívia Regina de Souza Roncolato

Formas de Representação nos Conselhos Setoriais de Políticas Públicas de São Paulo; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade de São Paulo, Banco Santander; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Felipe José de Oliveira Duch

Vitória da minoria no sistema eleitoral americano; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, CEPE; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Fernanda Cernea

Redes temáticas de pobreza e organizações civis na Cidade do México; 2007; Iniciação Científica - Centro de Estudos da Metrópole, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Anna Gabriela Valente

A Formação do Indivíduo Moderno à Luz da Metodologia de Norbert Elias; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Joana Varon Ferraz

O terceiro setor no Brasil: o Marco legal; 2003; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, CEPE; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Carolina Bascuñan

A politica de asssitencia e os menor em conflito com a lei, uma comparação entre Brasil e México; 2017; Orientação de outra natureza - Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales - México; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Isadora Cruxen

A mobilização social em São no contexto da crise da água; 2016; Orientação de outra natureza - Massachusetts Institute of Technology; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Dionisio Zabaleta Solís

Estructuración y cambio de los instrumentos de gobernanza local: una comparación de trayectorias en la política urbana del DF y SP; 2014; Orientação de outra natureza; (Ciência Política) - CEntro de Investigación y Docencia Económica (CIDE - México), Consejo Nacional de Ciencia y Tecnología (Conacyt); Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Thiago Greghi

Redes de Organizações civis e Conselhos gestores de políticas; 2012; Orientação de outra natureza - Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Centro de Estudos da Metrópole; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Jessica Voigt Quintino Pereira

Organizações Civis - Estado, Intermediação e População Carente; 2012; Orientação de outra natureza - Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Centro de Estudos da Metrópole, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Paula Berbert

Orientador da Rede do INCT de Estudos da Metrópole; 2010; Orientação de outra natureza - Centro de Estudos da Metrópole, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Adrian Gurza Lavalle;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Lívia Regina de Souza Roncolato

Formas de Representação nos Conselhos Setoriais de Políticas Públicas de São Paulo; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em ciencias sociais) - Universidade de São Paulo, Banco Santander; Orientador: Lívia Regina de Souza Roncolato;

Lucio Felix Frederico Kowarick

Espaço e Vida Pública: reflexões teóricas e sobre o pensamento brasileiro; 2001; 0 f; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo,; Orientador: Lucio Felix Frederico Kowarick;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • Gurza Lavalle, A. . First-Order Claims: Representing Blacks within Health Care Policies in Brazil. Representation , p. 1-19, 2019.

  • Gurza Lavalle, A. ; Carlos, E ; Dowbor, M. ; Szwako J. . Movimentos sociais, institucionalização e domínios de agência. Textos para Discussão CEM (Online) , v. 19, p. 01-40, 2017.

  • Gurza Lavalle, Adrian . Más allá de la paradoja en Pitkin: por una concepción dual de la representación. Andamios , v. 14, p. 123-157-157, 2017.

  • Gurza Lavalle, A. ; Voigt J ; Serafim, L. . O que Fazem os Conselhos e Quando o Fazem? Padrões Decisórios e o Debate dos Efeitos das Instituições Participativas. Dados (Rio de Janeiro) , v. 59, p. 609-650, 2016.

  • LAVALLE, ADRIAN GURZA ; SZWAKO, JOSÉ . Sociedade civil, Estado e autonomia: argumentos, contra-argumentos e avanços no debate. Opinião Pública (UNICAMP) , v. 21, p. 157-187, 2015.

  • Gurza Lavalle, A. ; ISUNZA, E. . Representación y participación en la crítica democrática. Desacatos (CIESAS) , v. 49, p. 10-27, 2015.

  • Gurza Lavalle, A. ; Szwako J. . Derroteros y avances de la participación en Brasil. Entrevista con Pedro Pontual. Desacatos (CIESAS) , v. 49, p. 170-179, 2015.

  • Gurza Lavalle, A. ; ZAREMBERG, G. . Más allá de la representación y del clientelismo: hacia un lenguaje de la intermediación política11Este artículo es producto del diálogo dentro del grupo de trabajo dedicado a pensar la participación en el marco del proyecto -Tras los hilos de Teseo: comparando circuitos de representación para el acceso a derechos ciudadanos en América Latina-. (Proyecto especial Ford-LASA / séptimo ciclo). Los au. Revista Mexicana de Ciencias Políticas y Sociales , v. 59, p. 19-49, 2014.

  • Gurza Lavalle, A. ; ROMAO, W. M. ; ZAREMBERG, G. . Partidos políticos e innovación democrática: más allá de purezas y perversiones11Este artículo es producto del diálogo dentro del grupo de trabajo dedicado a pensar la participación en el marco del proyecto -Tras los hilos de Teseo: comparando circuitos de representación para el acceso a derechos ciudadanos en América Latina-. (Proyecto especial Ford/lasa. Séptimo ciclo). Los autores agradecen el. Revista Mexicana de Ciencias Políticas y Sociales , v. 59, p. 21-53, 2014.

  • Gurza Lavalle, A. . ONGs, Representação e Direitos Humanos. Sur. Revista Internacional de Direitos Humanos (Impresso) , v. 11, p. 310-323, 2014.

  • Gurza Lavalle, A. . NGOs, Human Rights and Representation. Sur. Revista Internacional de Direitos Humanos (Impresso) , v. 11, p. 293-304, 2014.

  • LAVALLE, ADRIAN GURZA ; SZWAKO, JOSÉ . Origens da Política Nacional de Participação Social: Entrevista com Pedro Pontual. Novos Estudos CEBRAP (Impresso) , v. 99, p. 91-104, 2014.

  • Gurza Lavalle, A. ; ZAREMBERG, G. . Para além da representação e do clientelismo: para uma linguagem da intermediação política. Pensamiento Propio , v. 19, p. 23-62, 2014.

  • Gurza Lavalle, A. ; Büllow M v . Sociedade civil e institucionalização da intermediação: Brokers diferentes, dilemas semelhantes. Política & Sociedade (Online) , v. 13, p. 125-165, 2014.

  • Gurza Lavalle, A. ; Sydenstricker Neto J ; Andrade J ; Vitale D. ; Braathen E. ; BATATA, A. . Urban Chances in Brazil - Cities Report: Guarulhos, Salvador and Rio de Janeiro. Chance to Sustain Working Papers , v. 1, p. 1-38, 2013.

  • Gurza Lavalle, A. ; Isunza Vera, Ernesto ; Arquitetura da participação e controles democráticos no Brasil e no México. Novos Estudos CEBRAP (Impresso) , v. 92, p. 105-121, 2012.

  • Gurza Lavalle, A. . O estatuto político da sociedade civil: evidências da Cidade do México e de São Paulo. TEXTOS PARA DISCUSSÃO CEPAL/IPEA , v. 28, p. 7-40, 2011.

  • Gurza Lavalle, A. ; Bueno, N. S. . Waves of Change Within Civil Society in Latin America: Mexico City and Sao Paulo. Politics & Society , v. 39, p. 415-450, 2011.

  • Gurza Lavalle, A. . Após a particpação: nota introdutória. Lua Nova (Impresso) , v. 84, p. 13-24, 2011.

  • Gurza Lavalle, A. ; ISUNZA, E. . A trama da crítica democrática: da participação à representação e à accountability. Lua Nova (Impresso) , v. 84, p. 95-140, 2011.

  • Houtzager, Peter P. ; Gurza Lavalle, A. . Civil Society s Claims to Political Representation in Brazil. Studies in Comparative International Development , v. 45, p. 43-77, 2010.

  • Gurza Lavalle, A. ; Bueno, N. S. . Civil society organizations in two Latin American metropolises. Textos para Discussão CEM (Online) , v. 2010, p. 01-52, 2010.

  • Houtzager, P. P. ; Gurza Lavalle, A. . Participatory Governance and the Challenge of Assumed Representation in Brazil. IDS Working Paper , v. 09, p. 02-33, 2009.

  • Gurza Lavalle, A. ; Castello, G. . Sociedade civil, representação e a dupla face da accountability: Cidade do México e São Paulo. Caderno CRH (UFBA. Impresso) , v. 21, p. 67-86, 2008.

  • Gurza Lavalle, A. ; Castello, G. ; Bichir, R. . Atores periféricos na sociedade civil: redes e centralidades de organizações em São Paulo. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso) , v. 23, p. 73-96, 2008.

  • Gurza Lavalle, A. ; Lavalle, Adrian Gurza . O debate sobre a representação política no Brasil: nota introdutória. Caderno CRH (UFBA. Impresso) , v. 21, p. 9-12, 2008.

  • Gurza Lavalle, A. ; Castello, G. ; Bichir M. Renata . Redes y Capacidad de Acción en la Sociedad Civil. El caso de São Paulo, Brasil. Redes, Revista Hispana para el Análisis de Redes Sociales , v. 12, p. 1-38, 2007.

  • Gurza Lavalle, A. ; Castello, G. ; Bichir, R. . Protagonistas na Sociedade Civil - Redes e Centralidades de Organizações Civis em São Paulo. Dados (Rio de Janeiro. Impresso) , v. 50, p. 465-497, 2007.

  • Gurza Lavalle, A. . Contextual Politics of Service Delivery Reforms: Lessons from Delhi, Mexico City and São Paulo Comparison. IDS Bulletin (Brighton. 1984) , v. 38, p. 18-26, 2007.

  • Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. ; Castello, G. . Political representation and civil organisations: new forms of mediation and the challenges for legitimacy. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso) , v. 3, p. 1-31, 2007.

  • Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. ; Castello, G. . Representação Política e Organizações Civis: Novas Instancias de Mediação e os Desafios da Legitimidade. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso) , v. 21, n.60, p. 43-66, 2006.

  • Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. ; Castello, G. . Democracia, Pluralização da Representação e Sociedade Civil. Lua Nova (Impresso) , v. 67, n.67, p. 49-103, 2006.

  • Gurza Lavalle, A. ; Lavalle, Adrián Gurza ; Araujo, Cicero . O futuro da representação: nota introdutória. Lua Nova (Impresso) , v. 67, p. 9-14, 2006.

  • Gurza Lavalle, A. . As dimensões constitutivas do espaço público - Uma abordagem pré-teórica para lidar com a teoria. Espaço & Debates , São Paulo, v. 25, n.46, p. 33-44, 2005.

  • Gurza Lavalle, A. ; Acharya, A. ; Houtzager, P. P. . Beyond Comparative Anecdotalism: Lesson on Civil Society and Participation from São Paulo, Brazil. World Development , Estados Unidos, no prelo, v. 33, n.6, p. 951-964, 2005.

  • Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. ; Castello, G. . In Whose name - Political representation and civil organizatios in Brazil. IDS Working Papers, Sussex, v. 249, p. 1-62, 2005.

  • Gurza Lavalle, A. ; Castello, G. . As benesses desse mundo - Associativismo Religioso e inclusão socioeconômica. Novos Estudos. CEBRAP , São Paulo, v. 68, n.n. 68, p. 73-93, 2004.

  • Gurza Lavalle, A. ; Castello, G. ; Bichir M. Renata . Quando novos atores saem de cena - Continuidades e mudanças na centralidade dos movimentos sociais. Politica & Sociedade , Florianópolis, v. 5, n.n. 2, p. 35-54, 2004.

  • Acharya, Arnab ; Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, Peter P. . Civil Society Representation in the Participatory Budget and Deliberative Councils of São Paulo, Brazil. IDS Bulletin (Brighton. 1984) , v. 35, p. 40-48, 2004.

  • Gurza Lavalle, A. . Sem Pena nem gloria: o debate da sociedade civil nos anos 1990. Novos Estudos. CEBRAP , CEBRAP. São Paulo, v. 66, n.66, p. 91-110, 2003.

  • Gurza Lavalle, A. . Cidadania, igualdade e diferença. Lua Nova (Impresso) , Sâo Paulo, v. 59, n.59, p. 75-94, 2003.

  • Houtzager, P. P. ; Gurza Lavalle, A. ; Acharya, A. . Who participates? Civil society and the new democratic politics in São Paulo, Brazil. Intitute of Development Sudies: Working Papers , Sussex, v. 210, p. 1-72, 2003.

  • Houtzager, P. P. ; Harris, J. ; Collier, R. ; Gurza Lavalle, A. . Rights, representation and the poor: comparing large developing democracies. LSE Working paper series , Londres, v. 02, n.31, p. 1-12, 2002.

  • Gurza Lavalle, A. . La sociedad civil: disputa simbólica y transformaciones de la acción social en Brasil. Veredas. Revista de pensamiento sociológico , UAM - Xochimilco, v. 3, n.4-5, p. 239-253, 2002.

  • Gurza Lavalle, A. . Habermas: a virtualização da publicidade. Margem (PUCSP) , São Paulo, v. 16, n.16, p. 65-82, 2002.

  • Gurza Lavalle, A. . A longa transição - Eleições e regime político no México. Novos Estudos. CEBRAP , São Paulo, v. 58, n.58, p. 5-28, 2000.

  • Gurza Lavalle, A. . Crítica ao modelo da nova sociedade civil. Lua Nova (Impresso) , São Paulo, v. 47, n.47, p. 121-135, 1999.

  • Gurza Lavalle, A. . El programa de investigación de Jürgen Habermas: una lectura reconstructiva. Metapolitica: revista trimestral de teoria y ciencia de la politica , Ciudad de México, v. 3, n.9, p. 145-157, 1999.

  • Gurza Lavalle, A. . Incitación para recuperar el futuro - Una lectura de la razón esperanzada de Ernst Bloch. Cadernos de Filosofia Alemã , São Paulo, v. 3, n.3, p. 21-44, 1997.

  • Gurza Lavalle, A. . Hombres de letras - El pensamiento político social del México posrevolucionario. Revista de História (USP) , São Paulo, v. 137, n.137, p. 25-41, 1997.

  • Gurza Lavalle, A. . A humildade do universal: Habermas no espelho de Rawls. Lua Nova (Impresso) , v. 42, p. 145-182, 1997.

  • Gurza Lavalle, A. . Paradojas de la sociedad civil a la Mexicana. Etcétera, Ciudad de México, v. 209, p. 16-26, 1995.

  • Gurza Lavalle, A. . 21 de agosto: la tentación de explicar. Topodrilo, Ciudad de México, v. 36, p. 19-25, 1994.

  • Gurza Lavalle, A. . Lo público: un descuido de la administración pública. Estudios Políticos, Ciudad de México, v. 5, p. 137-148, 1994.

  • Gurza Lavalle, A. . Elogio de lo público a la desmemoria de los tiempos. Coyuntura, Ciudad de México, v. 49, p. 36-44, 1994.

  • Gurza Lavalle, A. . Chiapas: los gritos del Mexico profundo. Análisis de la Realidad Mexicana, Ciudad de México, v. 17, p. 28-35, 1994.

  • Gurza Lavalle, A. . Jóvenes y empleo en México: el efecto tijera. Topodrilo , v. 34, n.34, p. 34-37, 1994.

  • Gurza Lavalle, A. . Chiapas: arcaicos modernizadores. Coyuntura, v. 44/45, p. 3-10, 1994.

  • Gurza Lavalle, A. . Ensayo crítico sobre Ciencia, Clase y Sociedad de Goran Therborn. Sociología y Política, Ciudad de México, v. 4, p. 46-50, 1994.

  • Gurza Lavalle, A. . Repensar la educuación: tres ejes reestructuradores y un panorama desolador. Coyuntura, Ciudad de México, v. 32/33, p. 42-50, 1993.

  • Gurza Lavalle, A. . La Europa del Este: el extravío de la razón y la razón esperanzada de Ernst Bloch. Revista, Ciudad de México, v. 31, p. 78-85, 1993.

  • Gurza Lavalle, A. . Cotracrítica de lo público. Coyuntura, Ciudad de México, v. 37, p. 32-40, 1993.

  • Gurza Lavalle, A. . Pierre Bourdieu: en la busqueda de la mediación. Topodrilo , Ciudad de México, v. 25, p. 44-49, 1992.

  • Gurza Lavalle, A. ; Moreno, G. ; Morene E ; Marentes, G. . Del fraude a la defraudación. La Jornada Semanal, v. 99, p. 15-25, 1991.

  • Gurza Lavalle, A. ; Moreno, G. ; Morene E ; Marentes, G. . Siete tesis sobre las elecciones en Morelos. Coyuntura, Ciudad de México, v. 14, p. 22-31, 1991.

  • Gurza Lavalle, A. ; Mendez I . La corriente democratizadora: viabilidad histórica o viabilidad política. Ollinmecah, v. 1, p. 5-10, 1988.

  • ISUNZA, E. (Org.) ; Gurza Lavalle, A. (Org.) . Controles democráticos no electorales y regímenes de rendición de cuentas en el Sur Global: México, Colombia, Brasil, China y Sudáfrica. 1a. ed. Oxford: Peter Lang Ltd, International Academic Publishers; New edition, 2018. 330p .

  • ZAREMBERG, G. (Org.) ; GUARNEROS-MESA, V. (Org.) ; Gurza Lavalle, A. (Org.) . Intermediation and Representation in Latin America - Actors and Roles Beyond Elections. 1a. ed. London: Palgrave, 2017. v. 2000. 211p .

  • ISUNZA, E. (Org.) ; Gurza Lavalle, A. (Org.) . El control democrático del Estado en Latinoamérica. 1. ed. Ciudad de México: Desacatos, 2015. 205p .

  • Gurza Lavalle, A. ; Vita, A. (Org.) ; Araujo, C. (Org.) . O papel da teoria política contemporânea - Justiça, constituição, democracia e representação. 1. ed. São Paulo: Alameda, 2015. v. 1000. 447p .

  • Gurza Lavalle, A. . O Horizonte da política - Questões emergentes e agendas de pesquisa. 1a. ed. São Paulo: UNESP, 2012. v. 1000. 383p .

  • Gurza Lavalle, A. . El horizonte de la política - Brasil y la agenda contemporánea de investigación en el debate internacional. México: CIESAS, 2011. 382p .

  • Gurza Lavalle, A. . Após a particpação. São Paulo: CEDEC, 2011. v. 84. 364p .

  • ISUNZA, E. (Org.) ; Gurza Lavalle, A. (Org.) . La innovación democrática en América Latina. Tramas y nudos de la representación, la participación y el control social. México: CIESAS-Universidad Veracruzana, 2010. v. 2000. 445p .

  • Houtzager, P. P. (Org.) ; Joshi, A. (Org.) ; Gurza Lavalle, A. (Org.) . Accountability - State reform and social Accountability. Brighton: IDS, 2008. 110p .

  • Gurza Lavalle, A. ; Araujo, C. (Org.) . Representação política no Brasil. 1. ed. Salvador: Cadernos CRH, UFBa, 2008. v. 700. 111p .

  • Gurza Lavalle, A. ; Araujo, C. (Org.) . O futuro da representação. São Paulo: Lua Nova, CEDEC, 2006. 269p .

  • Gurza Lavalle, A. . Vida pública e identidade nacional - Leituras Brasileiras.. São Paulo: Editora Globo., 2004. 208p .

  • Gurza Lavalle, A. . Estado, sociedad y medios - Reivindicación de lo Público.. Ciudad de México: Plaza y Valdés/ UIA, 1998. 277p .

  • Gurza Lavalle, A. . La reestructuración de lo público - El caso Conasupo.. Ciudad de México: Uiversidad Nacional Autónoma de México -UNAM/ENEP-A, 1994. 163p .

  • ZAREMBERG, G. ; ISUNZA, E. ; Gurza Lavalle, A. . The Gattopardo Era: Innovation and Representation in Mexico in Post-Neoliberal Times. In: Tulia G. Falleti and Emilio Parrado (eds). (Org.). Latin America Since the Left Turn. 1aed.Pennsylvania: University of Penn Press, 2018, v. , p. 55-89.

  • Gurza Lavalle, A. ; BARONE, L. S. . Councils, Associations, and Inequality. In: Marta Arretche. (Org.). Paths of Inequality in Brazil. A Half-Century of Changes. 1ed.Suiça: Springer, Wilson CEnter, UNESP, FAPESP, 2018, v. , p. 25-46.

  • Gurza Lavalle, A. ; Carlos, E ; GUICHENEY, H. ; Dowbor, M. . Brasil. El predomino de los controles institucionales mixtos en un régimen político abierto. In: Ernesto Isunza Vera; Adrian Gurza Lavalle. (Org.). Controles democráticos no electorales y regímenes de rendición de cuentas en el Sur Global: México, Colombia, Brasil, China y Sudáfrica. 1aed.Oxford: Peter Lang Ltd, International Academic Publishers, 2018, v. , p. 45-100.

  • ISUNZA, E. ; Gurza Lavalle, A. . Develando cauces recurrentes. Los controles democráticos no electorales como prácticas de resignificación en la construcción democrática. In: Ernesto Isunza; Adrian Gurza Lavalle. (Org.). Controles democráticos no electorales y regímenes de rendición de cuentas en el Sur Global: México, Colombia, Brasil, China y Sudáfrica. 1aed.Oxford: Peter Lang Ltd, International Academic Publishers, 2018, v. , p. 1-44.

  • Isunza Vera, Ernesto ; Gurza Lavalle, A. . Hacia una caracterización de los regímenes de rendición de cuentas: una comparación arquitectónica de la participación e innovación democrática en México y Brasil. In: José Luis Calva. (Org.). La Agenda 3.0 de la Democracia en México. 1aed.México: Juan Pablos Editor, 2018, v. 15, p. 183-208.

  • ZAREMBERG, G. ; Gurza Lavalle, A. ; GUARNEROS-MESA, V. . Introduction: Beyond Elections: Representation Circuits and Political Intermediation. In: Gisela Zaremberg, Valeria Guarneros-Mesa, Adrian Gurza Lavalle. (Org.). Intermediation and Representation in Latin America - Actors and Roles Beyond Elections. 1aed.London: Palgrave, 2017, v. 2000, p. 1-30.

  • ROMAO, W. M. ; Gurza Lavalle, A. ; ZAREMBERG, G. . Political Intermediation and Public Policy in Brazil: Councils and Conferences in the Policy Spheres of Health and Women?s Rights. In: Zaremberg, Gisela, Guarneros-Meza, Valeria, Gurza Lavalle, Adrian. (Org.). Intermediation and Representation in Latin America - Actors and Roles Beyond Elections. 1aed.London: Palgrave Macmillan, 2017, v. , p. 31-51.

  • ZAREMBERG, G. ; Gurza Lavalle, A. ; GUARNEROS-MESA, V. . Conclusions and Future Research Agenda. In: Zaremberg, Gisela, Guarneros-Meza, Valeria, Gurza Lavalle, Adrian. (Org.). Intermediation and Representation in Latin America - Actors and Roles Beyond Elections. 1aed.London: Palgrave MAcmillan, 2017, v. , p. 181-199.

  • Gurza Lavalle, A. . Participação (des)igualdade política e democracia. In: Luis Felipe Miguel. (Org.). Desigualdades e democracia - O debate da teoria política. 1aed.Sao Paulo: Editora Unesp, 2016, v. , p. 171-202.

  • Gurza Lavalle, A. ; Büllow M v . Institutionalized Brokers and Collective Actors: Different Types, Similar Challenges. In: Federico M. Rossi, Marisa von Bülow. (Org.). Social Movement Dynamics: New Perspectives on Theory Research from Latin America. 1aed.Surrey: Ashgate, 2015, v. , p. 157-180.

  • Gurza Lavalle, Adrian . Representatividade e representação democrática - Falso problema ou dualidade constitutiva. In: Gurza Lavalle, A.; Vita, A. de; Araújo, C.. (Org.). O papel da teoria política contemporânea - Justiça, constituição, democracia e representação. 1ed.São Paulo: Alameda, 2015, v. , p. 291-320.

  • Gurza Lavalle, A. ; Barone S.L. . Conselhos, Associações e Desigualdade. In: Marta Arretche. (Org.). Trajetórias das desigualdades - Como o Brasil mudou nos últimos cinquenta anos. 1aed.São Paulo: UNESP/ CEM, 2015, v. , p. 51-76.

  • Isunza Vera, Ernesto ; Gurza Lavalle, Adrian . Controles democráticos, participación y representación. In: Diana Guillén; Alejandro Monsiváis Carrillo. (Org.). La representación política de cara al futuro: desafíos para la participación e inclusión democráticas en México. 1ed.Tijuana, México: EL Colégio de la Frontera Norte, 2014, v. , p. 47-73.

  • Gurza Lavalle, A. ; Bueno, N. S. . A tese da ONG-uização e as mudanças na sociedade civil na América Latina: Cidade do México e São Paulo. In: Elisa P. Reis. (Org.). ONGs - Novos vínculos entre a sociedade e o Estado. 1ed.Rio de Janeiro: 7 Letras, 2013, v. , p. 281-328.

  • Gurza Lavalle, A. ; Bueno, N. S. . Waves of Change within Civil Society in Latin America: Mexico City and São Paulo. Jean. Democratization: Theories, Methods and Historical Perspectives. 1aed.UK: Sage, 2013, v. IV, p. 235-272.

  • Gurza Lavalle, A. ; ISUNZA, E. . Participação e controle social. In: Ivo, Anete Brito Leal (Coord).. (Org.). Dicionário temático desenvolvimento e questão social: 81 questões contemporâneas. 1ed.São Paulo: Annablume, 2013, v. , p. 349-358.

  • Gurza Lavalle, A. ; Castello, G. ; Bichir, R. . Movimentos sociais e articuladoras no associativismo do século XXI. In: Kowarick, Lúcio; Marques, Eduardo. (Org.). São Paulo: novos percursos e atores. Sociedade, cultura e política. 1aed.São Paulo: Editora 34 e CEM, 2012, v. , p. 253-275.

  • Gurza Lavalle, A. ; Bueno, N. S. . Sociedade civil e intermediação política - Associações de bairro e ONGs em duas metrópoles latino-americanas. In: Eduardo Marques. (Org.). Redes sociais no Brasil - Sociabilidade, organizações civis e políticas públicas. 1aed.Belo Horizonte: Fino Traço e Centro de Estudos da Metrópole, 2012, v. , p. 173-210.

  • Gurza Lavalle, A. . O horizonte da política. In: Gurza Lavalle A.. (Org.). O Horizonte da política - Questões emergentes e agendas de pesquisa. 1aed.São Paulo: UNESP, 2012, v. , p. 9-20.

  • Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, Peter P. ; Castello, G. . A construção política das sociedades civis. In: Gurza Lavalle A.. (Org.). O Horizonte da política - Questões emergentes e agendas de pesquisa. 1aed.São Paulo: UNESP, 2012, v. , p. 185-259.

  • ISUNZA, E. ; Gurza Lavalle, A. . Arquitectura de la participación e innovación democrática: una comparación México-Brasil. In: Consejo nacional de Universitarios. (Org.). !Sí se puede! Caminos al desarrollo con equidad. 1aed.: , 2012, v. 16, p. 67-89.

  • Gurza Lavalle, A. . Civil Society Representation in São Paulo. Accountability Trhough Public Opinion - From Inertia to Public Actioon. Washington: World Bank, 2011, v. , p. 389-401.

  • Gurza Lavalle, A. ; Bichir, R. ; Castello, G. . El campo de la acción social 20 años después: Movimientos Sociales y articuladoras en Sao Paulo. In: Lúcio Kowarick e Eduardo Marques. (Org.). São Paulo Miradas Cruzadas: Sociedad , política y cultura. Quito: Olacchi, 2011, v. , p. -.

  • Gurza Lavalle, A. . Participação: valor, utilidade, efeitos e causa. In: Pires, Roberto. (Org.). Efetividade das instituições participativas no Brasil: Estrategias de avaliação. Brasília: IPEA, 2011, v. 7, p. 33-42.

  • Gurza Lavalle, A. . El horizonte de la política. In: Gurza Lavalle, Adrian. (Org.). El horizonte de la política - Brasil y la agenda contemporánea de investigación en el debate internacional. México: CIESAS, 2011, v. , p. 13-24.

  • Gurza Lavalle, A. . La construcción política de las sociedades civiles. El horizonte de la política - Brasil y la agenda contemporánea de investigación en el debate internacional. México: CIESAS, 2011, v. , p. 207-268.

  • Houtzager, P. P. ; Gurza Lavalle, A. . The Paradox of Civil Society Representation: Constructing New Forms of Democratic Legitimacy in Brazil. In: Olle Törnquist; Neil Webster; Kristian Stokke. (Org.). Rethinking Popular Representation. Inglaterra: Palgrave Macmillan, 2010, v. , p. -.

  • Gurza Lavalle, A. ; ISUNZA, E. . Precisiones conceptuales para el debate contemporáneo sobre la innovación democrática. In: Izunza E; Gurza Lvalle A.. (Org.). La innovación democrática en América Latina. Tramas y nudos de la representación, la participación y el control social. México: CIESAS-Universidad Veracruzana, 2010, v. , p. 17-82.

  • Gurza Lavalle, A. ; Castello, G. . Los agentes colectivos del control social. La doble faz de la accountability societal: Ciudad de México y São Paulo. In: Izunza E; Gurza Lavalle A.. (Org.). La innovación democrática en América Latina. Tramas y nudos de la representación, la participación y el control social. México: CIESAS-Universidad Veracruzana, 2010, v. , p. 407-445.

  • Gurza Lavalle, A. . O Estatuto Político da Sociedade Civil: Evidências da Cidade do México e de São Paulo. In: Fabio de Sá e Silva; Felix Garcia Lopez; Roberto Rocha C. Pires. (Org.). Fortalecimento do Estado, das Instituições e da Democracia: Instituições e Democracia. Brsília: IPEA, 2010, v. 9, p. 505-539.

  • Castello, G. ; Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. . Organizações civis e representação polítca em instituições participativas no Brasil. In: Cornwall A e Schattan C V. (Org.). Movos espaços democráticos - Perspectivas internacionais. São Paulo: Esfera Pública, CItizen DRC, Cebrap, 2009, v. , p. 139-157.

  • Gurza Lavalle, A. ; Castello, G. ; Bichir M. Renata . The Backstage of Civil Society: Protagonisms, Networks, and Affinities Beween Civil Organizations in São Paulo. IDS Working Paper. Brghton, UK: IDS, 2008, v. 299, p. 01-65.

  • Castello, G. ; Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. . Civil organizations and political representation in Brazil?s participatory institutions.. In: Andrea Cornwall e Vera Schattan P. Coelho. (Org.). Spaces for Change? The Politics of Participation in New Democratic Arenas. Londres: Zeed Books, 2007, v. , p. 114-130.

  • Houtzager, P. P. ; Acharya, A. ; Gurza Lavalle, A. . Associations and the Exercise of Citizenship in New Democracies. Evidence from São Paulo and Mexico City. IDS Working Paper. Brighton: IDS, 2007, v. 285, p. 01-58.

  • Gurza Lavalle, A. . La forma de la sociología informal: cognición y epistemología.. In: DELGADO, Cesar. (Org.). Ensenar y pensar la complejidad. La obra de Alfredo Gutiérrez. Cidade do México: Plaza e Valdés /UIA,, 2006, v. , p. 55-69.

  • Costa, S. ; Gurza Lavalle, A. . Cohesión social y coexistencia intercultural en América Latina. In: Julio Cotler. (Org.). La cohesión social en la agenda de América Latina y de la Unión Europea. Lima: Instituto de Estudios Peruanos Ediciones, 2006, v. , p. 247-279.

  • Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. ; Acharya, A. . Lugares e atores da democracia - Arranjos institucionais participativos e sociedade civil em São Paulo.. In: SCHATAN, Vera e NOBRE, Marcos. (Org.). Participação e deliberação - Teoria democrática e experiências institucionais no Brasil contemporâneo. São Paulo: Editora 34., 2004, v. , p. 343-367.

  • Houtzager, P. P. ; Gurza Lavalle, A. ; Acharya, A. . Atores da sociedade civil e atores políticos: participação nas novas políticas democráticas em São Paulo.. In: AVRITZER, Leonardo. (Org.). A Participação em São Paulo. São Paulo: UNESP, 2004, v. , p. 257-322.

  • Houtzager, P. P. ; Gurza Lavalle, A. . Who participates? Civil society and the new democratic politics in São Paulo, Brazil. IDS Working Paper. Brighton: Institute of Development Studies, 2003, v. 210, p. 1-72.

  • Gurza Lavalle, A. . Por uma utopía ao alcance da mão: contracrítica antineoliberal do espaço público.. In: Carcanholo, Reinaldo; Malaguti Manoel L.. (Org.). A quem pertence o amanhã - Esaios sobre o neoliberalismo. São Paulo: Loyola, 1997, v. , p. 141-154.

  • Gurza Lavalle, A. . Los misterios del orden social: de lo público, lo político, la política y la transición democrática.. In: Salinas, Dario Figureido. (Org.). Problemas y perspectivas de la democracia en América Latina. Ciudad de México: Triana/ UIA, 1997, v. , p. 67-86.

  • Gurza Lavalle, A. . La aparición de los derechos humanos en México: una aproximación contextual.. In: Torres, Hector Morales Gil de la. (Org.). Derechos humanos: dignidad y conflicto. CIudad de México: Universidad Iberoamericana - UIA, 1996, v. , p. 41-54.

  • Gurza Lavalle, A. . Sem ativismo, sem balbúrdia, sem o ouro. Folha de São Paulo - Caderno ilustrísima, São Paulo, p. 7 - 7, 12 maio 2019.

  • Gurza Lavalle, A. . A participação e suas instituições: um tema ausente nas eleições?. NEXO, 07 set. 2018.

  • Gurza Lavalle, A. ; BARONE, L. S. . Conselhos, associações e desigualdades territoriais. Le Monde Diplomatique Brasil - Caderno: ' A Desigualdade em Movimento', Sao Paulo, p. 6 - 7, 09 jan. 2017.

  • Vitale D. ; Gurza Lavalle, A. . Participatory Governance and Social Protest in Brazil. Chance to Sustain Opinion Papers Sereis, Europa, 15 jul. 2014.

  • Gurza Lavalle, A. ; Serafim, L. ; Porto de Oliveira O . What makes participatory experiences successful?. Chance to Sustain Policy Brief Sereis, União Europeia, 15 set. 2011.

  • Gurza Lavalle, A. . Uma viagem à vera: Veríssimo no México. Cult, São Paulo, 01 mar. 1999.

  • Gurza Lavalle, A. . Paisagens e pós-modernidade no Cone Sul. Jornal de Rsenhas/ Folha de São Paulo, Sao Paulo, 11 out. 1997.

  • Gurza Lavalle, A. . De lo público, lo politico y la política. Etcétera, Ciudad de México, p. 20 - 26, 30 jan. 1997.

  • Gurza Lavalle, A. . Conasupo: espejo de una modernización que no fué. Perfil de La Jornada en el campo, Ciudad de México, p. 8 - 10, 27 jun. 1995.

  • Gurza Lavalle, A. . Oda erótica en pentagrama: perdiciones para llevar. Lumpen Ilustrado, Ciudad de México, 01 maio 1995.

  • Gurza Lavalle, A. . El porvenir expropiado. Libero, Ciudad de México, , v. 1, 01 abr. 1995.

  • Gurza Lavalle, A. . UNAM: recuperar el futuro. Coyuntura, Ciudad de México, , v. 27, 01 ago. 1992.

  • Gurza Lavalle, A. ; Ortiz, O. ; Gatell, H. ; Ortega, S. . UNAM: falacias contra la gratuidad. Coyuntura, Ciudad de México, , v. 26, 01 jul. 1992.

  • Gurza Lavalle, A. . UNAM: fin de la estrategia sin batallas. Motivos, Ciudad de México, 15 jun. 1992.

  • Gurza Lavalle, A. . UNAM: análisis de un conflicto anunciado. Coyuntura, 01 abr. 1992.

  • Gurza Lavalle, A. ; Moreno, G. ; Marentes, G. . Las democracias no comunes. Voz Crítica, Querétaro, 01 fev. 1992.

  • Gurza Lavalle, A. . La marcha del esgano. Coyuntura, Ciudad de México, 01 jun. 1991.

  • Gurza Lavalle, A. ; Laurell, A. C. . PRD: la política en el filo de la navaja. Coyuntura, Ciudad de México, , v. 62.

  • Gurza Lavalle, A. . La rendición de cuentas en Brasil - Un panorama institucional y de la innovación democrática. In: Seminário Contraloria social en México: hacia una cultura de la legalidad, 2008, Cidade do México. Conferencias del seminario Contraloria social en México: hacia una cultura de la legalidad, 2008.

  • Gurza Lavalle, A. . Diversificación de la democracia y Pluralización de la representación. In: Latin American StudiesAssociation Congress, 2007, Montreal. ANAIS LASA 2007. Pittsburgh: LASA, 2007.

  • Gurza Lavalle, A. . Societabilidade e associativismo - As práticas de consociação na Região Metropolitana de São Paulo. In: I Simpósio de pós-graduandos em ciência política, 2001, São Paulo. Trilhas e traços. São Paulo: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, 1999.

  • Gurza Lavalle, A. . Youth and employment in Mexico. In: Youth Shaping the future, 1993, Seul. Youth Shaping the future. Seul: Korean National Commission for UNESCO, 1993.

  • Houtzager, P. P. ; Gurza Lavalle, A. . Democracy, accountability, citizens and civil society - Positive theory and empirical findings. In: XXXI Encontro Anual da ANPOCS - Programa e Resumos, 2007, Caxambu. Programa e Resumos. São Paulo: ANPOCS, 2007.

  • Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. ; Castello, G. . A nova representação política, organizações civis e instituições políticas - Lições do Brasil. In: XXIX Encontro Anual da ANPOCS 2005, 2005, Caxanbú, Minas Gerais. Programa e Resumo. São Paulo: ANPOCS, 2005.

  • Gurza Lavalle, A. . Movimentos sociais, Estado e mercado: a esfera pública no novo milênio. In: Movimentos Sociais, participação e democracia, 2004, Florianópolis. Movimentos sociais, Estado e mercado: a esfera pública no novo milênio, 2004.

  • Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. ; Castello, G. . Das bordas ao coração do sistema político: atores sociais, representatividades emergentes e representação democrática. In: XXVII Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais, 2003, Caxanbú, Minas Gerais. XVII Encontro Anual da ANPOCS -Programa e Resumos. São Paulo: ANPOCS, 2003.

  • Gurza Lavalle, A. . Pressupostos da cidadania moderna: igualdade como homogeneidade e como eqüidade. In: XXVI Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais, 2002, Caxambú. XXVI Encontro Anual da ANPCS - Programa e Resumos. São Paulo: ANPOCS, 2002.

  • Gurza Lavalle, A. . A identidade nacional pelo aveso: a desigualdade social no Brasil e a formação de um ethos público. In: XXV Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais, 2001, Caxambu, Minas Gerais. XXVI Encontro Anual da ANPOCS - Programa e Resumos. São Paulo: ANPOCS.

  • Gurza Lavalle, A. . Análise Critica da Sociedade Civil. In: III Convención internacional de trabajo Social, 1995, Ciudad de México. Sociedad civil y trabajo social. Ciudad de México: Facultad de Trabajo Social, UNAM, 1995.

  • Gurza Lavalle, A. . Ser y hacer universitario: compromiso frente al cambio social. In: Misión y prospectiva: una invitación al diálogo permanente, 1993, Ciudad de México. Misión y prospectiva: una invitación al diálogo permanente. Ciudad de México: Universidad Iberoamericana, 1993.

  • Gurza Lavalle, A. ; Rodrigues M ; GUICHENEY, H. . Agência local e indução federal - A operação da política municipal de habitação em Recife e Curitiba. Revista de Sociologia e Política , 2019.

  • Szwako J. ; Gurza Lavalle, A. . Seeing Like a Social Movement.Institucionalização simbólica e capacidades estatais cognitivas. NOVOS ESTUDOS CEBRAP (ONLINE) , 2019.

  • Szwako J. ; Gurza Lavalle, A. . O Debate avançou: dos estudos da ação coletiva ao impacto institucional das interações sócio-estatais. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • Gurza Lavalle, A. ; Bueno, N. S. . Waves of change within civil Society in Latin América. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Gurza Lavalle, A. . A Construção dos Domínios de Agência - Uma Perspectiva Teórica para a Análise da relação entre Associativismos e Instituições Politicas. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Gurza Lavalle, A. ; Porto de Oliveira O ; Serafim, L. . Guarulhos as Best Case - Mapping participatory Governance Structure and social Conflicts. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • Gurza Lavalle, A. ; Bueno, N. S. . Civil Society Organizations in Two Latin American Meropolises. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • Gurza Lavalle, A. ; Bueno, N. S. . Instituições Políticas e Organizações Civis em duas Metrópoles Latino-Americanas - Uma abordagem relacional. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Gurza Lavalle, A. ; Bueno, N. S. . Sociedade Civil e Instituições Políticas Estratégias Relacionais em Duas Cidades Latino- Americanas. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Gurza Lavalle, A. ; Castello, G. . Los agentes colectivos del control social. La doble faz de la accountability societal: Ciuda de México y São Paulo. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Gurza Lavalle, A. . Sociologia Relacional, Análise de Redes e Sociedade Civil. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • Gurza Lavalle, A. ; Bueno, N. S. . Political Representation and Civil Society in Sao Paulpo and Mexico City: A Relatioonal Aproach. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • Gurza Lavalle, A. ; Roncolato, L. . Representação nos conselhos gestores de São Paulo. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Gurza Lavalle, A. . O estatuto político da sociedade civil: velhos e novos domínios de agência. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • ISUNZA, E. ; Gurza Lavalle, A. . Innovação democrática: participação, representação e accountability. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • Gurza Lavalle, A. . Representação Política e sociedade civil. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • Gurza Lavalle, A. . Pluralização institucional da democracia. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • Gurza Lavalle, A. . Democracy, accountability, citizens and civil society. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Gurza Lavalle, A. . Analise de redes da sociedade civil em São Paulo. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. . ?En nombre de quién? Nuevas formas de representación. 2005. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • Gurza Lavalle, A. . Los misterios del orden social: de lo público, lo político, la política y la transición democrática. 1991. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Gurza Lavalle, A. . La modernización como modelo de mediación. 1991. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Gurza Lavalle, A. . Institucionalização e mobilização. Belo Horizonte, 2016. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

  • Gurza Lavalle, A. . Edição digital e renovação da RBCS. São Paulo, 2016. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

  • Gurza Lavalle, A. ; Vita, A. ; Araujo, C. . Apresentação de 'O papel da teoria política contemporânea'. São Paulo, 2015. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

  • ISUNZA, E. ; Gurza Lavalle, A. . El control democrático del Estado en Latinoamérica. Ciudad de México, 2015. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

  • Gurza Lavalle, A. . Inovações analíticas para entender atores e instituições no Brasil contemporâneo. Chapecó, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

  • Isunza Vera, Ernesto ; Gurza Lavalle, A. . Develando cauces recurrentes. Los controles democráticos no electorales como prácticas de resignificación en la construcción democrática. México: Centro de Contraloría Social y Estudios de la Construcción Democrática-CIESAS, 2013 (Coletânea).

  • Gurza Lavalle, A. ; Carlos, E ; Dowbor, M. ; GUICHENEY, H. . Brasil: controles democráticos no electorales. México: Centro de Contraloría Social y Estudios de la Construcción Democrática-CIESAS, 2013 (Coletânea).

  • Gurza Lavalle, A. . Organizações Civis - Estado, Intermediação e População Carente. São Paulo: Centro de Estudos da Metrópole, 2013 (Policy Brief).

  • Gurza Lavalle, A. . Civil organizations: intermediation, State and underprivileged population. São Paulo: Centro de Estudos da Metrópole, 2013 (Policy Brief).

  • Gurza Lavalle, A. . Na pátria da democracia 'pós-participativa'. São Paulo: Le monde diplomatique - Brasil, 2012 (Entrevista).

  • Gurza Lavalle, A. . Developing specific structures is needed for the development of oportunities. Brasília: B.Bice, 2011 (Entrevista).

  • Gurza Lavalle, A. ; Porto de Oliveira O ; Serafim, L. . What makes participatory experiences successful?. Berlin: EADI, 2011 (Policy Brief).

  • Gurza Lavalle, A. ; Serafim, L. ; Porto de Oliveira O ; Hordijk M ; Takano G ; Sridharan N . Participatory Governance, Inclusive Development and Decentralization in the Global South. Literature Review. Alçemanha: EADI, 2011 (Revisao tecnica).

  • Marques, E. ; Gurza Lavalle, A. ; Moya, M. E. ; Moura F ; Hervaisseau H . Entrevista concedida por Lucio Kowarick. In: Monterior P. e Moura F. (orgs). Retratos de Grupo. São Paulo: Cosac-Naify, 2009 (Entrevista).

  • Gurza Lavalle, A. . Entrevista com Adrian Gurza Lavale. SÃO pAULO: Divercidade no 13, 2007 (Entrevista).

  • Gurza Lavalle, A. . Entrevista: Ingrediente da receita contra MP: mobilização da sociedade 2005 (Entrevista ao Jornal Diário do Comércio).

  • Gurza Lavalle, A. . Entrevista: Notícias ruins de Brasília influenciam negativamente 2005 (Entrevista).

  • Gurza Lavalle, A. . Editor Convidado: Dossiê Espaço Público: o Conceito e o Político. São Paulo: Espaço e Debates, no 46. NERU, 2005 (Coordenção).

  • Gurza Lavalle, A. . Revisao tecnica: Os Ultimos cidadaos. De Peter Houtzager. São Paulo: Globo, 2004 (Revisao tecnica).

  • Gurza Lavalle, A. . Os últimos cidadãos. De Peter Houtzager. São Paulo, 2004. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

  • Gurza Lavalle, A. . Editor Convidado: Dossiê Mexico: Continuidade e Ruptura. Novos estudos, No. 58, CEBRAP, 2000 (Coordenção).

  • Gurza Lavalle, A. . México: continuidade e ruptura. São Paulo, 2000. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

  • Gurza Lavalle, A. . Centralidad en São Paulo. De Heitor Frugoli Jr.. Santiago: Eure - Revista Latinoamericana de Estudios Urbano Regionales, 2000. (Tradução/Outra).

  • Gurza Lavalle, A. ; Matzkin, K. . México 1999-2000: contexto econômico e estrategias eleitorais. De Alejandro Álvarez Bejar. São Paulo: Lua Nova, 2000. (Tradução/Artigo).

  • Gurza Lavalle, A. ; Matzkin, K. . Bentham: el utilitarismo y la filosofía política moderna. De Cícero Araújo. Buenos Aires: Clacso/ Eudeba/ UBA, 2000. (Tradução/Artigo).

  • Gurza Lavalle, A. ; Matzkin, K. . Tocqueville y la pasión bien comprendida. De Gabriel Cohn. Buenos Aires: Clacso/ Eudeba/ UBA, 2000. (Tradução/Artigo).

  • Gurza Lavalle, A. ; Matzkin, K. . Espinosa: poder y libertad. De Marilena Chaui. Buenos Aires: Clacso/ Eudeba / UBA, 2000. (Tradução/Artigo).

  • Gurza Lavalle, A. ; Matzkin, K. . Thomas Hobbes o la paz contra el clero. De Renato Janine Ribeiro. Buenos Aires: Clacso/ Eudeba/ UBA, 2000. (Tradução/Artigo).

  • Gurza Lavalle, A. ; Matzkin, K. . Galaxias de comunicação: o legado sociológico de Luhmann. De Javier Torres Nafarrate. São Paulo: Lua Nova, 2000. (Tradução/Artigo).

  • Gurza Lavalle, A. . Brasil. Una Cartografía de la Injusticia. De Emir Sader. Cidade do México: Memoria, 1998. (Tradução/Artigo).

  • Gurza Lavalle, A. . Coletânea: Deslimitación. El otro conocimiento y la sociología infomal. De Alfredo Gutiérrez. Ciudad de México: UIA, Plaza y Valdés, 1996 (Coletânea).

  • Gurza Lavalle, A. . Coordenção: Deslimitación. El otro conocimiento y la sociología Informal. De Alfredo Gutiérrez. México: UIA/ Plaza y Valdés, 1996 (Coordenção).

  • Gurza Lavalle, A. . Deslimitación. El otro conocimiento y la sociología Informal. De Alfredo Gutiérrez. Ciudad de México, 1996. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

  • Gurza Lavalle, A. ; Campos, M. . Entrevista a Alain Touraine: Crisis política, no económica.. Ciudad de México: Libero, 1995.

  • Gurza Lavalle, A. ; Laurell, A. C. ; Boltivnik, J. ; Garavito, R. ; Mussot, L. ; Guerrero, A. . Seminário de debate: La problemática de la política social en México. Ciudad de México: Instituto de Estudios de la Revolución Democrática/ Coyuntura, 1995 (Seminário de debate).

  • Gurza Lavalle, A. ; Gutierrez, A. . Antología del pensamiento político y social de México. Material didâtico. Ciudad de México: Univerisdad Iberoamericana, 1994 (Coletânea).

  • Gurza Lavalle, A. ; Gutierrez, A. . Antología del pensamiento político y social de México. Ciudad de México, 1994. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

ZAREMBERG, G. ; ISUNZA, E. ; Gurza Lavalle, A. . Informe país sobre la calidad de la ciudadanía en México. 2014.

Gurza Lavalle, A. ; PIMENTEL, M. . Os efeitos para a população da ode de Bolsonaro à ditadura Link para matéria: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2019/03/27/Os-efeitos-para-a-popula%C3%A7%C3%A3o-da-ode-de-Bolsonaro-%C3%A0-ditadura © 2019 | Todos os direitos deste material são reservados ao NEXO JORNAL LTDA., conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibi. 2019. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

Gurza Lavalle, A. ; Charleaux, J. P. . Como uma promessa de vaga no STF para Moro mexe na política Link para matéria: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2019/05/13/Como-uma-promessa-de-vaga-no-STF-para-Moro-mexe-na-pol%C3%ADtica © 2019 | Todos os direitos deste material são reservados ao NEXO JORNAL LTDA., conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida.. 2019. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

Gurza Lavalle, A. ; REI, J. . ?Puede la izquierda brasileña sobrevivir a Lula?. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, A. ; ABRAHAO, J. ; CORSALETTE, C. . Por que é difícil renovar o Congresso: de nomes a práticas. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, A. ; TEIXEIRA, M. . Conservadorismo chega às ruas e polariza sociedades. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, A. ; VIEIRA, A. L. . Violência política no México expõe luta do narcotráfico por municípios. 2018. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

Gurza Lavalle, A. ; FUSER, I. . Geopolítica com Igor Fuser - México vai às urnas, esquerda é favorita. 2018.

Gurza Lavalle, A. ; VIEIRA, A. L. . México vai às urnas após campanha eleitoral mais sangrenta da história. 2018. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

Gurza Lavalle, A. . Uma campanha sangrenta. 2018. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

Gurza Lavalle, Adrian ; NASSIF, L. . Especial Eleições 2018 - Luis Nassif recebe os cientistas políticos Andre Siger e Adrian Lavalle. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, Adrian ; Charleaux, J. P. . O que é ativismo. E por que é um perigo ?acabar? com ele. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, Adrian ; Moreno, S. . Casos de violência nestas eleições refletem intolerância e preocupam. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, Adrian ; Mendoça, P. ; Rollemberg, M. . Diálogos na USP: Especialistas discutem o papel atual das ONGs na sociedade. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, A. ; PIVA, M. . Entrevista Adrian Lavalle sobre AMLO no Programa Brasil Latino. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, A. ; HOYLER, T. ; ROSA, G. ; MINARELLI, G. ; CAMPOS, P. . Intervalos - Diálogos com a ciência política. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, A. ; BRITO, G. . Cheque em Branco? Adrian Gurza Lavalle fala sobre instâncias de participação. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, A. ; OLIVEIRA, A. . O impacto da greve não é imediato, mas alinhou setores da população que estavam dispersos. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

NASSIF, L. ; Gurza Lavalle, Adrian . Sala de visitas de Luis Nassif: o lulismo à luz da crise política atual. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, A. ; Re R. . Partidos vão fomentar polarização nas redes sociais nas eleições. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, A. ; Re R. . Faltam estímulos para mobilização de rua contra Temer. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, A. . Sem Fronteiras: A Prisão do narcotraficante El Chapo y os efeitos do mercado de drogas. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, Adrian . Seminários Cebrap - O tema do debate foi: 'Padrões decisórios dos conselhos gestores de políticas. Uma análise comparativa'. 2015.

Gurza Lavalle, A. ; MARQUES, F. ; FILHO, C. . A mobilidade dos movimentos sociais Análise das redes de organizações da sociedade civil contraria tese da ?onguização?. 2014.

Gurza Lavalle, A. . Conversa sobre política: As possibilidades de iniciativa popular. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Gurza Lavalle, A. . Há uma crise nas instâncias de participação social no Brasil??. 2012.

Gurza Lavalle, A. . Democracia, Representação e Redes Sociais. 2019; Tema: Efeitos das redes sociais sobre a representação política e a democracia. (Site).

Gurza Lavalle, Adrian ; Voigt J . Base de dados Resoluções de Conselhos em Guarulhos (2007-2011). 2018. (Base de dados publicada em github).

Gurza Lavalle, A. . Livro submetido a Editora do Colegio de la Frontera Norte (Elusiva legitimidad -- Deficiencias democráticas e insatisfacción política en México). 2017. (Parecerista ad hoc de Editora).

Gurza Lavalle, A. ; Bueno, N. S. . Base de dados publcada em Harvard Dataserve: Replication Data for 'Waves of Change Within Civil Society in Latin America: Mexico City and São Paulo'. 2016. (Base de dados publcada em Harvard Dataserve).

Gurza Lavalle, A. . Por el derecho a la ciudad. Diálogos entre academia, movimientos sociales y sociedad civil. 2015. (Parecerista ad hoc de Editora).

ZAREMBERG, G. ; ISUNZA, E. ; Gurza Lavalle, A. . Ciudadanía y redes personales y organizacionales. 2014. (Relatório de pesquisa).

Gurza Lavalle, A. . Parecerista ad hoc da FAPESP para o Conselho do Program de Bolsas Dra. Ruth Cardoso Columbia University. 2012. (Parecerista ad hoc).

Gurza Lavalle, A. . Parecerista ad hoc da FAPESP de Assessoria para Bolsa de Doutorado. 2012. (Parecerista ad hoc).

Gurza Lavalle, A. . Parecerista ad hoc da CAPES concessão de auxílio financeiro para participação de congresso no exterior. 2012. (Parecerista ad hoc).

Gurza Lavalle, A. . Parecerista ad hoc do CNPq para apoio à partcipação em eventos científicos no exterior. 2012. (Parecerista ad hoc).

Gurza Lavalle, A. . Parecerista ad hoc da CAPES para estágio pós-doutoral no exterior. 2012. (Parecerista ad hoc).

Gurza Lavalle, A. . Parecerista ad hoc CAPES evento no exterior. 2012. (Parecerista ad hoc).

Gurza Lavalle, A. ; Porto de Oliveira O ; Serafim, L. ; Hordijk M ; Takano G ; Sridharan N . Participatory Governance, Inclusive Development and Decentralization in the Global South. 2011. (Relatório de pesquisa).

Gurza Lavalle, A. ; Porto de Oliveira O ; Serafim, L. ; Voigt J . Guarulhos as Best Case - Mapping participatory Governance Structure and social Conflicts. 2011. (Relatório de pesquisa).

Gurza Lavalle, A. . Parecerista ad hoc da FAPESP para o Conselho do Program de Bolsas Dra. Ruth Cardoso Columbia University. 2011. (Parecerista ad hoc).

Gurza Lavalle, A. ; Lima, M. ; Montinho L . Policy Processes in Brazil: HIV/AIDS Policy & the Black Movement. 2010. (Relatório de pesquisa).

Gurza Lavalle, A. ; Bueno, N. S. . Ecologias Organizacionais da Sociedade Civil em duas Metrópoles de Latino-américa. 2010. (Relatório de pesquisa).

Gurza Lavalle, A. . Parecerista ad hoc da FAPESP para bolsista de mestrado. 2010. (Parecerista ad hoc).

Gurza Lavalle, A. . Parecerista ad hoc da FAPESP para o Conselho do Program de Bolsas Dra. Ruth Cardoso Columbia University. 2010. (Parecerista ad hoc).

Gurza Lavalle, A. ; Pavez, T. ; Bueno, N. S. ; Dias Cielci, E. . Base de Dados Opinião pública em Foco :ensino profissionalizante e qualificação profissional. 2010. (Base de dados publicada pelo Consórcio de Informações Sociais).

Gurza Lavalle, A. ; Pavez, T. ; Bueno, N. S. ; Dias Cielci, E. . Base de dados Opinião Pública em Foco: sistema público e privado de saúde. 2010. (Base de dados publicada pelo Consórcio de Informações Sociais).

Gurza Lavalle, A. ; Pavez, T. ; Toledo D ; Dias Cielci, E. . Base de Dados Opinião Pública em Foco : avanços e desafios dos serviços públicos online. 2010. (Base de dados publicada pelo Consórcio de Informações Sociais).

Gurza Lavalle, A. ; Dias Cielci, E. ; Pavez, T. ; Bueno, N. S. ; Marigonda, J. C. . Boletim Politicas Públicas em Foco: Avaliação do sistema de Saúde. 2009. (Projeto de comunicação e incidência em políticas públicas).

Gurza Lavalle, A. ; Dias Cielci, E. ; Pavez, T. ; Toledo D ; Marigonda, J. C. . Boletim Políticas Públicas em foco: Governo Eltrônico. 2009. (Projeto de comunicação e incidência em políticas).

Gurza Lavalle, A. ; Dias Cielci, E. ; Pavez, T. ; Bueno, N. S. ; Marigonda, J. C. . Boletim Políticas Públicas em Foco: Governo Interativo. 2009. (Projeto de comunicação e incidência em políticas).

Gurza Lavalle, A. ; Almeida, R. M. ; Comin, A. ; Torres G.H. ; Komatzu, B. . Associativismo e redes sociais -- Condições e determinantes de acesso a políticas sociais para a população de baixa renda. 2008. (Relatório de pesquisa).

Gurza Lavalle, A. ; Pavez, T. ; Bueno, N. S. ; Dias Cielci, E. ; Torres G.H. ; Marigonda, J. C. . Boletim Politicas Públicas em Foco: Educação Profissionalizante. 2008. (Projeto de comunicação e incidência em políticas públicas).

Gurza Lavalle, A. . Parecerista ad hoc da FAPESP bolsista de mestrado. 2008. (Parecerista ad hoc).

Gurza Lavalle, A. . Parecerista ad hoc da FAPESP. 2007. (Parecerista ad hoc).

Gurza Lavalle, A. ; Scuarccialupi, L. ; Borges, T. ; C. Torres . Policy influence strategy. 2006. (Projeto de comunicação e incidência em políticas).

Houtzager, P. P. ; Gurza Lavalle, A. ; Castello, G. . Citizens and States in the Post-Reform Period: Direct, Contentious, and Detached Relations in São Paulo and México City. 2005. (Relatório de pesquisa).

Gurza Lavalle, A. ; Houtzager, P. P. ; Castello, G. . The Political Construction of Civil Organisations: A Comparative Analysis of São Paulo and México City. 2005. (Relatório de pesquisa).

Houtzager, P. P. ; Gurza Lavalle, A. . The Puzzle of the Polity: Citizens, Collective Actors, and State in Large Developing Democracies. 2005. (Relatório de pesquisa).

Comin, A. ; Gurza Lavalle, A. ; Almeida, R. M. . Desenvolvendo mecanismo de inclusão na nova ordem metropolitana. 2002. (Relatório de pesquisa).

Calderon, L. ; Luján, N. ; Gurza Lavalle, A. ; Quintar, A. . Participación y ciudadanía en la Ciudad de México: una perspectiva comparada con América Latina. 2001. (Relatório de pesquisa).

Kowarick, L. ; Moya, M. E. ; Gurza Lavalle, A. ; Gattai, M. . São Paulo 2000: problemas estruturais da metropole - Pobreza, moradia, idosos, violência urbana: a exclusão social na Região Metropolitana de São Paulo. 2000. (Relatório de pesquisa).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    Implementação de tecnologia social de governança participativa para políticas públicas de recuperação da Bacia do Rio Doce no Espírito Santo, Descrição: Consiste em implementar tecnologia social de governança participativa e diagnosticar os padrões de governança emergentes no contexto gerado pelo desastre no Rio Doce, identificando as implicações desses padrões para as políticas de reconstrução das comunidades afetadas. A implementação da tecnologia de governança visa a fomentar a elaboração coletiva das soluções para os problemas e a geração de informações de qualidade com intuito de subsidiar as agências governamentais na tomada de decisões relativas a setores de políticas públicas diretamente implicados. Na medida em que este processo for conduzido de forma participativa aumentam as chances de diversos segmentos da sociedade civil inserir propostas de solução de problemas e de influenciar a agenda política, engendrando padrões de ação de governança democrática. No plano analítico, argumentamos que o desastre socioambiental de Mariana define uma ?conjuntura crítica?, uma circunstância específica de disputa contenciosa que facilita a ação de atores capazes de introduzir novas ideias, modelos ou políticas alterando a trajetória das instituições. Nesta perspectiva busca-se compreender os processos de mudança institucional mediante a investigação dos padrões de interação e ações emergentes entre o Estado e a sociedade civil na produção de inovação institucional voltada a solução de problemas enfrentados pelos afetados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Coordenador / Monika Dowbor - Integrante / José Szwako - Integrante / Euzeneia Carlos - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Implementação de tecnologia social de governança participativa para políticas públicas de recuperação da Bacia do Rio Doce no Espírito Santo, Descrição: Consiste em implementar tecnologia social de governança participativa e diagnosticar os padrões de governança emergentes no contexto gerado pelo desastre no Rio Doce, identificando as implicações desses padrões para as políticas de reconstrução das comunidades afetadas. A implementação da tecnologia de governança visa a fomentar a elaboração coletiva das soluções para os problemas e a geração de informações de qualidade com intuito de subsidiar as agências governamentais na tomada de decisões relativas a setores de políticas públicas diretamente implicados. Na medida em que este processo for conduzido de forma participativa aumentam as chances de diversos segmentos da sociedade civil inserir propostas de solução de problemas e de influenciar a agenda política, engendrando padrões de ação de governança democrática. No plano analítico, argumentamos que o desastre socioambiental de Mariana define uma ?conjuntura crítica?, uma circunstância específica de disputa contenciosa que facilita a ação de atores capazes de introduzir novas ideias, modelos ou políticas alterando a trajetória das instituições. Nesta perspectiva busca-se compreender os processos de mudança institucional mediante a investigação dos padrões de interação e ações emergentes entre o Estado e a sociedade civil na produção de inovação institucional voltada a solução de problemas enfrentados pelos afetados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Coordenador / Monika Dowbor - Integrante / José Szwako - Integrante / Euzeneia Carlos - Integrante.

  • 2013 - Atual

    A política na sociedade civil - Estruturas de governança participativa, produção decisória e ecologias organizacioanais,, Descrição: O projeto se desdobra em três flancos de trabalho, articulados no plano analítico pela crítica às caracterizações de uma política da sociedade civil como pré-política ou dotada de características distintivas e moralmente superiores em relação àquelas que animam a política tradicional. Em contraposição, propôs-se o estudo sistemático da política na sociedade civil, evitando caracterizações deduzidas aprioristicamente da teoria. O primeiro flanco aborda as estruturas de governança participativa, objetivando indagar o papel das organizações civis que não ocupam cadeiras nos conselhos, mas possuem interesses nas políticas passíveis de serem afetadas pelas decisões dos conselhos. O segundo flanco foca a produção decisória dos conselhos. E, por fim, o terceiro flanco abordar o modo de operação da heterogeneidade da sociedade civil de uma perspectiva demográfica ou populacional, caracterizando as ecologias organizacionais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Coordenador., Financiador(es): (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2013 - Atual

    Political Inequality and Extra-parliamentary Representation, Descrição: This project aims to answer three questions: What do councils actually take decisions on? Are there decision patterns that match the territorial inequality (clusters of councils)? Are there councils less likely to influence policy because of their decision patterns, thus less effective for the groups they grant representation? The scope of the first phase of this project is mainly descriptive and aims at establishing basic facts. For instance, council can produce no effects (of reducing political inequality or others) if they are not active decision-makers, but there is no systematic description of this very basic output of councils. Additionally, it is possible to ask how the variation of decision patterns across councils and municipalities relate to the conditions posited by literature as conducive to higher effectiveness of participatory institutions. Although this project is not concerned with causal assessment, the selection of bigger municipalities will assure internal variation for testing literature hypothesized favorable conditions. By focusing on decisions as councils? primarily output we purposely avoid causal statements on welfare or wellbeing outcomes or on actual policy effects of councils, because those statements pose remote causality chains on something we still know little about. We are aware this choice implies that we cannot asses directly the effects of councils on political inequality, but within the current state of arts it seems not feasible to make such assessment at an aggregated level.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Coordenador / Jessica Voigt - Integrante / Hellen Guicheney - Integrante / Fernando Peres Rodrigues - Integrante.

  • 2012 - 2013

    Tras los hilos de Teseo: comparando circuitos de representación para el acceso a derechos ciudadanos en América Latina, Descrição: PROYECTO ESPECIAL FORD-LASA - SÉPTIMO CICLO Este proyecto propone construir un marco común de conocimiento aplicable sobre los diferentes tipos de intermediación que utilizan ciudadanas y ciudadanos para acceder a derechos. Como Teseo en el laberinto de Creta, los y las ciudadanas se encuentran ante diferentes alternativas de intermediación a las que pueden acudir para garantizar derechos. En otras palabras, en este proyecto nos proponemos compartir conocimiento de diferentes investigaciones en curso para comparar nuevos y viejos circuitos de representación y construcción de ciudadanía/acceso a servicios públicos/protección de derechos. En cuanto a la comparación, especialmente nos interesa comparar circuitos clásicos de intermediación, como el electoral y el corporativo, con otros novedosos, basados en la participación a través de organizaciones tanto civiles como populares.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Ernesto Isunza - Integrante / Gisela Zaremberg - Coordenador / Wagner de Melo Romão - Integrante / Philip Oxhorn - Integrante / Graciela Bensusán - Integrante / Francisco Valdés Ugalde - Integrante / Felipe Hevia - Integrante., Financiador(es): Latin American Studies Association - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2014

    Urban Chances - City growth and the sustainability challenge. Comparing fast growing cities in growing economies, Descrição: The main issue examined is how governments and citizens in cities with differing patterns of urban economic growth make use of participatory spatial knowledge management to direct urban governance towards more sustainable development (SD). Participatory spatial knowledge management is the main concept used to study this issue, as it reflects a strategic resource, to which all stakeholders can contribute in urban governance processes. It includes expert knowledge and several forms of non-expert knowledge, such as sector (practice-based) and social (community-based) knowledge. Participatory processes of urban planning and management can strategically elicit these forms of spatially disaggregated knowledge, not usually included in top-down, expert-driven models of urban governance and planning. Utilizing participatory spatial knowledge can make urban governance and planning more effective and accountable, by incorporating varieties of knowledge. However, the success of such approaches depends on external political and economic conditions. A legal framework providing fiscal decentralisation and funding is a strategic support. The influence of various external political, environmental and economic conditions has not yet been analysed much locally and certainly not comparatively across different socio-political contexts, although such conditions are strategic, given the inherent trade-offs and potential conflicts in combining environmental, social and economic goals (within SD). , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (2) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Coordenador / Lizandra Serafim - Integrante / Osmany Porto de Oliveira - Integrante / Julia Andrade - Integrante / Denise Vitale - Integrante., Financiador(es): União Europeia - Senventh Framework Proframme - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2013

    A Política na Sociedade Civil - Construção de Capacidades, Novas Funções e Modus Operandi, Descrição: Qual é o estatuto político da sociedade civil nas democracias? Ou melhor: existe, no campo das teorias da sociedade civil, um estatuto político específico para as organizações civis em relação à democracia, passível de especificação teórica independente do contexto? A resposta é sim, pelo menos do ponto de vista das literaturas mais influentes no campo das teorias da sociedade civil nos anos 1990. Paradoxalmente, essa compreensão acabou por animar caracterizações despolitizadas da sociedade civil no sentido de eclipsar suas relações com as instituições políticas e obstar a reflexão sobre a própria política na sociedade civil (civil society politics). Assim, filões de questões sociológica e politologicamente relevantes ainda aguardam tratamento sistemático, a despeito da posição de destaque do tema ?sociedade civil? nas literaturas acadêmica e de intervenção em políticas públicas. Pouco sabemos das disputas pela construção dos atores da sociedade civil, dos conflitos entre esses atores pelo acesso a recursos públicos, das ambições e divergências quanto à forma e alcances de sua incidência sobre o Estado, bem como dos fatores que subjazem às suas capacidades de atuação política e forma de operação ou funcionamento . Assume-se, nesta agenda de trabalho, que indagações cognitivamente proveitosas a respeito da política na sociedade civil exigem não apenas distinções capazes de capturar os interesses, práticas e atores envolvidos na construção e reprodução da sociedade civil, mas, sobretudo, distinções que escapem do registro normativo e autonomista que têm caracterizado as compreensões mais influentes da sociedade civil nos últimos anos. Em se tratando de tais compreensões, tudo se passa como se as práticas dos seus atores fossem pré-políticas ou, no melhor dos casos, como se houvesse ?duas políticas?, aquela da sociedade civil e aquela das instituições políticas tradicionais, seus atores profissionais e os grupos de interesse organizados. O encontro das lógicas ineren. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Coordenador / Livia Roncolato - Integrante / Monika Dowbor - Integrante / Natália Salgado Bueno - Integrante / Osmany Porto de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2010 - 2013

    Cities against poverty: Brazilian experiences, Descrição: In Brazil one can now observe a ?combined and uneven? social development: Reduced poverty, but also extreme inequality. On one hand, the share of ?extremely poor? ? those living below the official poverty line ? was reduced in Brazil from 28.2 percent in 2003 to 22.5 percent four years later. This can to a large extent be explained by policies at the federal level, like the cash transfer program (?Bolsa-Familia?) expanded by the Lula government since 2003. On the other hand, extreme inequality persists. The poorest one-fifth of Brazil's 182 million people account for only 2.4 percent of the national income. The wealthiest 10 percent of the population are 50 times richer than the poorest 10 percent. Brazil is no. two in a world ranking of income inequality. Brazil's northeast region contains the single largest concentration of rural poverty in Latin America . These regional inequalities produce constant migration from rural to urban areas, and today the majority of Brazil?s population are living in cities with more than 100 000 inhabitants. A large part of the urban population lives in the favelas, the stigmatised and distressed neighbourhoods which exacerbate the social inequality within the metropolitan areas. Crime, violence and insecurity are main themes in the Brazilian mass media, who more often than not relate these public ?bads? to the favelas, while in academic circles it is discussed to what extent crime is rooted in the structures of poverty, inequality and citizenship. This project aims at knowing more about the Brazilian cities as the key sites for poverty reduction, wealth redistribution, and political-social inclusion of the poor.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Gianpaolo Baiocchi - Integrante / Felix Sanchez - Integrante / Einar Braathen - Coordenador / Maira Rodrigues - Integrante.

  • 2010 - 2011

    Governança Democrática no Brasil Contemporâneo: Estado e Sociedade na Construção de Políticas Públicas Redes, Organizações Civis e Estado no Brasil, Descrição: O objetivo geral do projeto é aprofundar a compreensão das formas de relacionamento entre Estado e sociedade no Brasil, em especial da relação entre entidades da sociedade civil que interagem com o Estado mediante a prestação de serviços e/ou atuação na esfera pública. Seus objetivos específicos são: a) identificar e analisar os padrões de alocação das parcerias e convênios entre Estado e entidades da sociedade civil; b) avaliar as implicações que potenciais padrões de interação entre Estado e organizações civis tem produzido na ecologia e rede das organizações civis; c) identificar quais as conseqüências dessas hierarquias e estratégias para o acesso às instituições políticas, principalmente àquelas incumbidas de formular, implantar e gerir políticas públicas. Por outras palavras, a parceria entre o Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) e o IPEA tem como tema central diagnosticar e compreender as implicações da a articulação entre organizações da chamada sociedade civil e o Estado. Isto, pois apesar da inegável importância adquirida pela noção de sociedade civil tanto na literatura especializada quanto nas práticas e políticas de instituições públicas e organismos internacionais, pouco sabemos das disputas pela construção dos atores da sociedade civil, dos conflitos entre esses atores pelo acesso a recursos públicos, das ambições e divergências quanto à forma e alcances de sua incidência sobre o Estado, bem como dos fatores que subjazem às suas capacidades de atuação e incidência sobre tomadas de decisões e políticas públicas. Por outro lado, igualmente limitado é o conhecimento disponível a respeito dos padrões de seletividade do Estado na definição de parcerias com a sociedade civil e na alocação de recursos públicos entre seus diversos atores, bem como escasso é o conhecimento sobre os tipos de interdependência construídos e dos efeitos dessas interdependências para a capacidade de atuação do próprio Estado.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Coordenador / Ma. Encarnación Moya - Integrante / Natália Salgado Bueno - Integrante / Maira Rodrigues - Integrante / Paula Berbert - Integrante / Thiago Greghi - Integrante / Leonardo Sangali Barone - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Civil organizations as intermediaries between the State and low income groups, Descrição: The main goal of the project is to investigate the internal dynamics of civil society and the relationship between civil society organizations and the State - more specifically, the formers? role as intermediaries between under-privileged strata and political institutions by means of a bi-national comparison (São Paulo and Mexico City). So far, our main findings go against the conventional wisdom on civil society and its relationship with the State. Firstly, scholars and policy makers often portray civil society in Latin America as a displacement of traditional actors (e.g. service non-profit) and protest actors (e.g. social movements) by new actors (?NGO-ization?). In the first phase of our project, we argue that this is an inaccurate depiction of change within civil society, by showing through network analysis that civil society has diversified and modernized in both cities, so that different types of actors are relevant and have specific and different roles beyond the traditional ones (self-help and non-profit relief). We concluded this phase in 2010 with the publication of a working paper , the submission of a paper to a leading international journal in political science (which is currently under revise and resubmit) and a manuscript?s submission to another international journal. Secondly, conventional wisdom also often assumes the increasing roles of advocacy NGOs as civil society political intermediaries as a trend related to the progressive detachment of political parties from their social milieus and to state legitimacy deficits. In the second phase, our findings show that such understanding is flawed, by showing that political parties, NGOs and territorially-based organizations have clear and specific patterns of connections among them which indicate that both political parties and civil organizations rely on each other to access the state and connect state and society. We have presented our preliminary findings in two scientific meetings in 2010.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Coordenador / Natália Salgado Bueno - Integrante / Maira Rodrigues - Integrante / Paula Berbert - Integrante / Thiago Greghi - Integrante.

  • 2009 - 2012

    As organizações civis como intermediárias, Descrição: O objetivo principal do projeto é investigar a dinâmica interna da sociedade civil e a relação entre as organizações da sociedade civil e o Estado - mais especificamente, o papel dessas organizações como intermediárias entre aos estratos menos favorecidos da população e as instituições políticas. Isto, por meio de uma comparação bi-nacional (São Paulo e Cidade do México) e lançando mão de análise de redes.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Coordenador / Elisa Maria da Conceicao Pereira Reis - Integrante / Ernesto Isunza Vera - Integrante / Maria Encarnación Moya Recio - Integrante / Maira Rodrigues - Integrante / Leonardo Sangali Barone - Integrante / Thiago Greghi - Integrante / Jessica Voigt Quintino Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 15 / Número de orientações: 2

  • 2009 - 2011

    Creating Systemic Change: Solutions to Poverty through Accountable & Representative Policy Processes, Descrição: Global public problems ? in poverty, health, education, environment and social inclusion ? pose deep systemic challenges. They are systemic in two key respects: a) they cannot be solved by scientific and management innovation alone, but require responses that are simultaneously economic, social, and political; and, b) the ?scaling up? of solutions involves multiple actors in the public, private, and nonprofit sectors, acting over long time horizons. In their efforts to create systemic solutions to poverty, many civil society organizations (CSOs) are thus trying to influence actors much bigger than themselves: governments, inter-governmental organizations (IGOs), and corporations. They are doing this by inserting themselves directly into policymaking, regulation, and implementation at national and global levels, in order to leverage change that has broad impact. The growing forays by civil society organizations into policy domains pose two related challenges in democratic societies. The first is about accountability. CSOs have raised concerns about public sector problems of corruption and transparency, democratic deficits, inadequate systems of checks and balances, poor oversight and performance, and inefficiency. At the same time, CSOs themselves are increasingly being challenged on the grounds of their legitimacy in speaking for the poor ? that is, on the question of whom they represent. This problem of representation is especially thorny when CSOs seek entry to policy arenas (as compared to their involvement in service delivery projects), ostensibly the domain of elected representatives in democratic societies. This research project develops country cass studies in three continents: Asia (India and Bangladesh), Africa (Soudh Africa and Uganda) and America Latina (Bolivia and Brazil). , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Marcia Lima - Integrante / Vera Schattan Coelho - Integrante / Alnoor Ebrahim - Coordenador / Laura Montinho - Integrante / Peter Spink - Integrante / Mario Aquino - Integrante / Eliane Barbosa da Conceição - Integrante / Silvia Aguião Rodrigues - Integrante / Marcus Vinícius Peinado Gomes - Integrante / Flavia Rios - Integrante.

  • 2006 - 2009

    Organizações Civis e Redes Temáticas de Pobreza em São Paulo e Cidade do México, Descrição: Um aspecto pouco estudado no campo das políticas públicas destinadas a combater a pobreza é o funcionamento da miríade de organizações civis que, com a redefinição das formas e papel da intervenção pública, têm assumido o papel de intermediários entre diferentes agências púbicas e as populações beneficiárias. O assunto, no entanto, merece maior atenção, pois para além de certos ?consensos fáceis? acerca de virtualidades positivas da conjugação entre descentralização da prestação de serviços públicos e participação social na gestão dos mesmos, pouco sabemos hoje acerca do modus operandi ? política de alianças, obtenção e execução de recursos ? das organizações civis dedicadas a gerir verbas públicas destinada à mitigação da pobreza. O projeto se propõe a examinar comparativamente, na cidade do México e em São Paulo, as redes de organizações que atuam no campo da pobreza, quer na administração local e/ou focal de programas, quer no desenho e/ou supervisão de políticas ou na intervenção direta com financiamento privado. Para tanto, a análise de redes será utilizada para explorar as informações relacionais dos bancos de dados de organizações civis produzidos na pesquisa ?Direitos, representação e camadas populares? ? CEBRAP/ IDS.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Coordenador / Graziela Castello - Integrante / Renata Bichir - Integrante / Fernanda Cernea - Integrante / Natália Salgado Bueno - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2006 - 2008

    Redes de Sociabilidade e Produção da Pobreza em Micro-contextos Urbanos, Descrição: Nos últimos anos tornou-se consenso crescente a relevância das dinâmicas societárias para a compreensão das diversas configurações que a pobreza assume dentro de uma mesma sociedade. O projeto visa contribuir à compreensão da reprodução de pobrezas urbanas mediante análise comparativa e quantitativa em diferentes contextos de pobreza (Bairro da Paz em Salvador e Cidade Tiradentes em São Paulo), isolando e analisando os efeitos diferenciados (i) dos repertórios das relações interpessoais inscritas na esfera da sociabilidade primária e da família extensa; (ii) dos padrões de comportamento pautados em regras de reciprocidade e interações baseadas na confiança; e (iii) das práticas de consociação de interesses e participação em associações, inclusive as de caráter religioso.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Coordenador / Alvaro Comin - Integrante / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Bruno Komatzu - Integrante / Haroldo Gama Torres - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2007

    Governança e ação coletiva: fundamentos da responsividade. Comparações entre São Paulo, México e Dehli, Descrição: A pesquisa trata de um estudo comparativo internacional que examina como as mudanças na capacidade das camadas populares de se organizarem e influenciarem ações públicas são afetadas e afetam as mudanças nos padrões de provisão de serviços. Para identificar essas mudanças, bem como sua eficácia na distribuição de serviços públicos, serão comparados processos de reformas na provisão de serviços públicos (service delivery reform) relacionados à distribuição de serviços e aos padrões de interação entre Estado e atores sociais em quadro grandes regiões metropolitanas: Cidade do México, Delhi e São Paulo, no período de 1985 a 2005.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Peter P. Houtzager - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Livia Roncolato - Integrante / Monika Dowbor - Coordenador / Lizandra Serafim - Integrante / Julia Amâncio - Integrante / Henrique Frey - Integrante / Delana Corassa - Integrante / Lucas Gespin - Integrante / Renato Eliseo - Integrante / Mariel Deak - Integrante., Financiador(es): Centre for the Future State, Institute of Development Studies - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2005

    Formas de representação nos conselhos deliberativos de políticas públicas em São Paulo, Descrição: Este projeto investiga e problematiza a emergência das formas de representação em três conselhos municipais de políticas públicas de São Paulo. Nos dias de hoje, há um reconhecimento de que a eficácia dos espaços participativos institucionalizados ? em termos de aumento do número e diversidade de atores que participam e têm voz ativa na definição das políticas, de habilidade para tornar efetiva as decisões políticas etc. - dependem de inúmeros fatores, tais como regras internas de funcionamento destes espaços, critérios de estabelecimento de quem participa, níveis de organização da sociedade e recursos materiais e humanos disponíveis para os participantes. Entretanto, a ênfase nos critérios, bases e qualidade da participação tem obliterado uma questão fundamental: a participação nesses espaço é, na verdade, representação mediada por entidades civis. Problematizar as formas de representação que emergem em espaços como os conselhos de políticas públicas é crucial para entender e avaliar as oportunidades e limites que estes espaços proporcionam para a ampliação da democracia. Para caracterizar configurações adquiridas pelo exercício de representações serão entrevistados conselheiros da população de três conselhos municipais de São Paulo: Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselho Municipal de Habitação e Conselho Municipal de Saúde. A pesquisa objetiva responder uma pergunta geral: . o que significa representação em cada um desses espaços?. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Coordenador / Graziela Castello - Integrante / Livia Roncolato - Integrante / Lizandra Serafim - Integrante / Ana Claudia Teixeira - Integrante / Fernanda Santos - Integrante., Financiador(es): Centre for the Future State, Institute of Development Studies - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1

  • 2001 - 2006

    Associativismo, representação de interesses e camadas populares. Comparações entre Latino-américa e Índia, Descrição: Quais os efeitos produzidos pelos extensos processos de liberalização econômica e globalização nas capacidades das classes populares em se organizar, alcançar representação política e resolver problemas sociais de caráter coletivo? Encontra-se amplamente difundida a idéia de uma mudança histórica nas formas tradicionais de representação política acessíveis a esses setores sociais, fragilizando os padrões de representação característicos do século XX, cuja lógica foi estabelecida em torno do mundo do trabalho (relações sociais, organizações sindicais e partidos políticos). Tal fragilização, e a correspondente perda de centralidade nas lutas pela ampliação dos direitos econômicos e sociais, coincide com perceptíveis mudanças provindas de novos padrões de representação impulsionados por redes de atores sociais que têm sido genericamente aglutinados sob o nome de ?sociedade civil?. Esta investigação constitui o primeiro estudo sistemático, de caráter comparativo internacional, sobre organizações populares locais e participação política em cidades e regiões que têm sido afetadas de diversas formas pelo processo de liberalização ocorrido nos últimos anos. O trabalho, realizado mediante surveys de grande escala com cidadãos e organizações, concentram parte substancial de sua atenção na classe média baixa e trabalhadora, e em segmentos urbanos pobres. O propósito central do projeto é indagar como as mudanças ocorridas no Estado e no mundo do trabalho têm alterado as formas pelas quais os habitantes das cidades analisadas (i) se organizam para realizar demandas ao Estado e para resolver problemas de forma coletiva ou individual, (ii) projetam suas reivindicações no nível nacional ou local e (iii) usam as principais arenas de reivindicação, a saber, o sistema político, o sistema institucional das relações de trabalho e a sociedade civil. As cidades se encontram em três paises que podem ser denominados de ?large developing democracies?: São Paulo ? Brasil; Cidade do. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Peter P. Houtzager - Coordenador / Arnab Acharya - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Pedro Kapitango - Integrante / Sandra Pupo - Integrante., Financiador(es): Centre for the Future State, Institute of Development Studies - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante.Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

  • 2002 - 2003

    Desenvolvendo mecanismos de inclusão na nova ordem metropolitâna: Associativismo e microfundamentos da exlusão-inclusão social, Descrição: Intensas transformações no mundo do trabalho estimularam o debate político e intelectual acerca da emergência de novas formas de pobreza, cuja particularidade, enfoques e orientações teóricas à margem, residiria na corrosão das formas de incorporação social via mercado de trabalho que se tornaram dinâmica dominante ao longo do século XX. A despeito de aventadas intensamente na literatura dos últimos anos, as conseqüências de exclusão geradas pelas transformações no mundo do trabalho não são imediatas e sequer dependem apenas da vulnerabilidade dos indivíduos no mercado de trabalho. Esta linha de pesquisa parte do pressuposto de as tendências de exclusão/inclusão social não serem cabalmente compreensíveis se reduzidas ao plano das dinâmicas econômicas e seu efeitos sobre os indivíduos, desconsiderando outros âmbitos como fontes de solidariedade ou integração social. É bem conhecido que no mundo moderno a integração e a incorporação social foi articulada mediante combinações diversas de: i) expansão do mercado e vinculação pelo assalariamento, pelo consumo e pelos benefícios materiais e simbólicos atrelados a categoria trabalho; ii) institucionalização da solidariedade social de índole política, cristalizada em órgãos e políticas públicas de intervenção e regulação social, ou seja, vinculação pelo direito; iii) permanência ou emergência de formas de solidariedade de índole societária, alimentadas por redes de sociabilidade e por práticas associativas com diversos graus de institucionalização e abrangência. Em sociedades caracterizadas por histórias de deficiências e precariedades nos alcances dos primeiros expedientes de integração, a retração do Estado e a crise do emprego agravam sem dúvida agravam os problemas de exclusão já existentes; entretanto, e como mecanismo de compensação, é nessas sociedades que o terceiro componente costuma ser mais desenvolvido. Assim, a hipótese que orienta a parte da pesquisa realizada por este pesquisador é a de que as redes d. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Alvaro Comin - Coordenador / Ronaldo R. M. de Almeida - Integrante / Claudio Amitrano - Integrante / Graziela Castello - Integrante / Tiaraju D'Almeida - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2014

Finalista do Premio Jabuti 2014. Livro: Dicionario Desenvolvimento e Questão Social (Ivo, Anete Brito Leal - Org) . Verbete "Participação e Controle Social", Câmara Brasileira do Livro.

2005

Team Resident at Bellagio Foundation, Bellagio Foudation.

2001

Distinçâo e Louvor à tese de doutorado, Universidade de São Paulo.

1997

Distinção e Louvor à tese de Mestrado, Univerisidad Nacional Autónoma de México.

1991

Distinção e Louvor à disertação de graduação, Universidad Nacional Autónoma de México.

1989

Prêmio Melhor Ensaio acerca da Problemática Universitária Atual, Universiad Nacional Autónoma de México.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Fac. de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Departamento de Ciencia Politica. , Luciano Gualberto 315, sala 2047, USP, Butantã, 04015902 - São Paulo, SP - Brasil, Telefone: (011) 30312269, Ramal: 217, Fax: (011) 30913780, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2017 - Atual

    Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP

    Vínculo: , Enquadramento Funcional:

  • 2016 - 2018

    Comitê Consultivo do SciELO

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Conselheiro Titular, Carga horária: 0

  • 2015 - 2016

    Conselho Consultivo do Centro de Referência Memórias Reveladas

    Vínculo: Conselheiro Suplente, Enquadramento Funcional: Conselheiro Suplente

  • 2016 - Atual

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Titular da Comissão Coordenadora da Pós

  • 2012 - Atual

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Doutor 2, Carga horária: 40

  • 2014 - 2017

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador de Seminários da Pós-graduação, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2016 - 2016

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Membro de Comissão Processante (FFLCH)

  • 2014 - 2016

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Suplente da Comissão Coordenadora da Pós

  • 2010 - 2013

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Titular da Comissão Coordenadora da Pós, Carga horária: 1

  • 2007 - 2013

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Coordenador de Seminários da Pós-graduação, Carga horária: 2

  • 2007 - 2012

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 1998 - 1998

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor PAEP, Carga horária: 8

    Atividades

    • 01/2014

      Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas.,Atividade realizada, Coordenador de Seminários da Pós-Graducação em Ciência Política.

    • 03/2008

      Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Associações e Teoria Normativa, Participação e Incidência em Políticas:- Problemas teórico e experiências na América Latina, Participação e Inovação Demcorática, Sociedade Civil e Instituições Políticas em Perspectiva Teórico-metodológica , Teoria e Metodologia em Ciência Política, Teoria Política Contemporânea

    • 02/2007

      Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Associações e Democracia, Ciência Política I, Cultura Política, O que é Representação Política?

    • 02/2007 - 01/2013

      Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas.,Atividade realizada, Coordenador de Seminários da Pós-Graducação em Ciência Política.

    • 02/1998 - 12/1998

      Ensino, Ciência Política, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ciência política I, Ciência Política II

  • 2015 - Atual

    Centro Brasileiro de Análise e Planejamento - CEBRAP (SP)

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro do Comitê Executivo, Carga horária: 1

  • 2010 - Atual

    Centro Brasileiro de Análise e Planejamento - CEBRAP (SP)

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coord. do Núcleo Democracia e Ação Coletiva, Carga horária: 2

  • 2004 - Atual

    Centro Brasileiro de Análise e Planejamento - CEBRAP (SP)

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro da Câmara de Pesquisadores, Carga horária: 0

  • 2002 - Atual

    Centro Brasileiro de Análise e Planejamento - CEBRAP (SP)

    Vínculo: Sem Vínculo, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 0

  • 2008 - 2010

    Centro Brasileiro de Análise e Planejamento - CEBRAP (SP)

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Diretor Científico, Carga horária: 4

  • 1999 - 2001

    Centro Brasileiro de Análise e Planejamento - CEBRAP (SP)

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Membro: Programa de Formação de Quadros Prof, Carga horária: 16

    Atividades

    • 01/2015

      Direção e administração, Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, .,Cargo ou função, Membro do Comitê Executivo.

    • 03/2007 - 12/2010

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, .,Cargo ou função, Membro do Comitê de Gerenciamento do Development Research Centre for the Future State, do Institute of Development Studies.

    • 03/2008 - 05/2009

      Outras atividades técnico-científicas , Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, Centro Brasileiro de Análise e Planejamento.,Atividade realizada, Implementação e Direção do Boletim Políticas Públicas em Foco.

    • 01/2007 - 06/2008

      Outras atividades técnico-científicas , Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, Centro Brasileiro de Análise e Planejamento.,Atividade realizada, Disenho e supervisao do projeto Policy Influence.

    • 01/2007 - 12/2007

      Outras atividades técnico-científicas , Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, Centro Brasileiro de Análise e Planejamento.,Atividade realizada, Coordenador de Seminários.

  • 2015 - Atual

    Centro de Estudos da Metrópole

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Principal CEM- EPID-II, Carga horária: 8

  • 2013 - Atual

    Centro de Estudos da Metrópole

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador de Projeto CEM-CEPID-II

  • 2009 - Atual

    Centro de Estudos da Metrópole

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador-coordenador de projeto (INCT/CEM)

    Outras informações:
    Financiadoras: CNPq e Fapesp

  • 2006 - 2012

    Centro de Estudos da Metrópole

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador de Projeto CEM-CEPID-I

  • 2001 - 2002

    Centro de Estudos da Metrópole

    Vínculo: Auxiliar de Pesquisa, Enquadramento Funcional: Colaborador, Carga horária: 20

    Atividades

    • 04/2009

      Pesquisa e desenvolvimento , Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Estudos da Metrópole, .,Linhas de pesquisa

    • 01/2008

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Estudos da Metrópole, .,Cargo ou função, Membro do Conselho Diretor.

    • 11/2001 - 05/2002

      Outras atividades técnico-científicas , Centro de Estudos da Metrópole, Centro de Estudos da Metrópole.,Atividade realizada, Georeferenciamento do Cadastro Geral de Empresas.

  • 2013 - 2014

    University of British Columbia - Centre for the Study of Democratic Inst...

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador visitante, Carga horária: 40

  • 2012 - 2012

    Centro de Estudios Políticos y Constitucionales

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor do Master em Direito Contitucional

  • 2012 - Atual

    Centro de Contraloría Social y estudios de la construcción democrática

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Conselhiero, Carga horária: 1

  • 2007 - 2010

    Development Research Centre for the Future State -DRC-FS

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro do Management Committee, Carga horária: 0

  • 2001 - 2007

    Development Research Centre for the Future State -DRC-FS

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador de Projeto, Carga horária: 4

  • 2017 - 2017

    Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales - México

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Convidado

  • 2012 - 2013

    Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales - México

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador em Projeto de Pesquisa, Carga horária: 5

    Outras informações:
    Projetos de pesquisa: Tras los hilos de Teseo: comparando circuitos de representación para el acceso a derechos ciudadanos en América Latina

  • 2019 - Atual

    Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro Comitê de Assessoramento Institucional, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Membro do Comitê de Assessoramento Institucional da ANPOCS

  • 2014 - 2018

    Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Editor-chefe da RBCS

  • 2014 - 2018

    Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro da Diretoria Executiva

  • 2014 - 2018

    Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Diretor de Publicações

  • 2009 - 2012

    Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador do GT Controles Democráticos

  • 2004 - 2006

    Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Carrera, Carga horária: 40

  • 2002 - 2004

    Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Assistente Doutor, Carga horária: 40

    Atividades

    • 02/2002 - 12/2006

      Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Teorias do Espaço Público, América Latina, Ciência Política IX: Teorias da Representação Política, Ciencia Política VIII: Temas atuais de Teoria Política Contemporânea, Ciência Política X: Teorias da Cidadania, Comunicação Política

    • 08/2005 - 06/2006

      Direção e administração, Faculdade de Ciências Sociais da PUC/SP, .,Cargo ou função, Vice-chefe do Departamento de Politica.

  • 2002 - 2002

    Centro Universitário Asunçâo- Seminário Paulopolitano

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Carga horária: 4

  • 2001 - 2002

    Centro Universitário Asunçâo- Seminário Paulopolitano

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Mestre, Carga horária: 4

    Atividades

    • 01/2002 - 03/2002

      Ensino, Filosofia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Filosofia política e social

    • 07/2001 - 12/2001

      Ensino, Filosofia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Filosofia política e social

  • 1995 - 1995

    Univerisidad Iberoamericana

    Vínculo: Contratos temporários, Enquadramento Funcional: Profesor de Asignatura A, Carga horária: 16

  • 1992 - 1994

    Univerisidad Iberoamericana

    Vínculo: Contratos temporarios, Enquadramento Funcional: Profesor de Asignatura B, Carga horária: 16

    Atividades

    • 01/1995 - 12/1995

      Ensino, Sociologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução ao problema social

    • 01/1995 - 12/1995

      Ensino, Ciência Política, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução as ciencências sociais, Política, administração e desenvolvimento

    • 03/1992 - 12/1994

      Ensino, Ciência Política, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Pensamento político e social do México, Política, administração e desenvolvimento

    • 03/1992 - 12/1994

      Ensino, Sociologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução ao problema social

  • 1992 - 1995

    Universidad Nacional Autonoma de Mexico

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Profesor de Asignatura A, Carga horária: 8

  • 1991 - 1992

    Universidad Nacional Autonoma de Mexico

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Ayudante de Profesor B, Carga horária: 8

    Atividades

    • 08/1993 - 08/1995

      Ensino, Sociologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Estrategias Teórico-metodológicas de Pesquisa, Sociologia do Conhecimento

    • 05/1992 - 08/1993

      Ensino, Ciencia Politica y Administración Pública, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Metodologia das Ciências Sociais, Teoría da Administração Pública II

    • 08/1991 - 04/1992

      Ensino, Ciencia Politica y Administración Pública, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Metodologia das Ciências Sociais

  • 1990 - 1991

    Almacenes Nacionales de Depósito

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Funcionário público do setor bancário, Carga horária: 48, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    ANDSA foi a principal empresa pública mexicana de intervenção do Estado na área de armacenagem, tanto para produtos agrícolas quanto para bens de capital e mercadorias de índole publica ou privada, assim como para vinculação de mecanismos (títulos) financeiros e fiscais a bens passíveis de armacenagem. Fuções do cargo: Desenhar políticas públicas de integração de serviços financeiros, fiscais e logísticos aos serviços de armacenagem.

    Atividades

    • 01/1990 - 01/1991

      Direção e administração, Departamento de Enlace de Servicios, .,Cargo ou função, Jefe del Departamento de Enlace de Servicios.

  • 1989 - 1989

    Compañía Nacional de Subsistencias Populares

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Funcionário público de empresa estatal, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    A CONASUPO foi, ao longo de quse meio século, a principal autarquia do Estado mexicano na área de políticas sociais.

    Atividades

    • 01/1989 - 12/1989

      Serviços técnicos especializados , Distribuidora e Impulsora Comercial Conasupo, .,Serviço realizado, Cargo: Subcoordinador de projetos. Função: avaliação de políticas públicas para a distribuição e comercialização de produtos de consumo popular.

  • 2014 - Atual

    FGV Direito, Centro de pesquisa Aplicada

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Conselheiro do Conselho Consultivo

  • 2017 - Atual

    (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Comitê Acadêmico de Ciências Sociais CS/CS

    Outras informações:
    Membro do Comitê Acadêmico de Antropologia, Arqueologia, Ciência Política, Direito, Relações Internacionais e Sociologia - CA/CS, escolhido pelo Conselho Deliberativo (CD) do CNPq,

  • 2015 - Atual

    (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Pq 1C, Carga horária: 20

  • 2012 - 2015

    (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Pq 1D, Carga horária: 20

  • 2010 - 2012

    (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Pq 2, Carga horária: 20

  • 2017 - 2018

    Latin American Studies Association

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Chair of Track 6. 6.Civil Soc & Soc. Mov.