Viridiana santana Ferreira Leitão

Possui graduação em Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1997), mestrado em Bioquímica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000) e doutorado em Bioquímica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003). Participou de três missões científicas internacionais em projetos de colaboração entre o Brasil e a Europa, Alemanha (2003 e 2005) e Suécia (2008). Foi responsável pela nucleação e estruturação do Laboratório de Biocatálise do Instituto Nacional de Tecnologia, órgão do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, do qual é a pesquisadora responsável até o presente. Possui colaboração no Brasil com a Universidade Federal do Rio de Janeiro, com a Universidade Federal de Juiz de Fora, com a EMBRAPA e com a FIOCRUZ. No exterior possui projeto de colaboração com a Universidad de La Frontera - Chile, missão de colaboração científica realizada em janeiro de 2018 . Tem desenvolvido projetos na área de energias renováveis, incluindo a produção de etanol a partir de resíduos lignocelulósicos e também a produção biológica de hidrogênio utilizando diferentes resíduos agroindustriais brasileiros. Atua também em projetos que utilizam enzimas ou micro-organismos para a degradação de compostos orgânicos poluentes. Assim sendo, as atividades desenvolvidas pela pesquisadora compreendem estudos de conversão de materiais renováveis para a obtenção de biocombustíveis ou de bioprodutos. A pesquisadora coordenou um projeto EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) em parceria com a empresa Oxiteno S.A para o desenvolvimento de rotas enzimáticas para síntese de especialidades químicas; este projeto recebeu o Prêmio Kurt Politzer de Tecnologia em 2015. É professora permanente do Programa de Pós-graduação em Bioquímica do Instituto de Química da UFRJ, conceito 6 na CAPES. Em 2013/2014 coordenou as atividades de Planejamento Estratégico Tecnológico em Química Verde no INT/MCTIC. Desde 1997 faz parte do comitê organizador do Seminário Brasileiro de Tecnologia Enzimática, quando os mesmos são realizados no Rio de Janeiro, que já vai para a XIII edição em 2018.Fez parte do comitê organizador do VII Encontro da Escola Brasileira de Química Verde realizado em outubro de 2017 no Instituto Nacional de Tecnologia. Atualmente coordena dois projetos em parceria com empresas, um com parceria EMBRAPII com a empresa Global Saúde do Brasil. Já na área de petróleo e biocombustíveis possui uma parceria com a empresa Sinochem.

Informações coletadas do Lattes em 01/02/2020

Já conhece o escavador?