Marcos Antônio Sinésio da Silva

Marcos Antônio Sinésio da Silva é Técnico em Aquicultura pela Universidade Federal da Paraíba (2011). Graduado em Zootecnia pela Universidade Federal da Paraíba (2017). Mestrando em Zootecnia pela Universidade Federal da Paraíba (2017). Tem experiência na área de Aquicultura, com ênfase em Piscicultura, Carcinicultura e Ranicultura. Atualmente desenvolve trabalhos na área de Histologia, Histoquímica, Imunohistoquímica e Iminofluorescência, atuando principalmente na área de morfofisiologia, proliferação e morte celular do intestino delgado dos animais domésticos e silvestres.

Informações coletadas do Lattes em 02/02/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Zootecnia

2017 - Atual

Universidade Federal da Paraíba
Orientador:Ricardo Romão Guerra.Coorientador: Marino Eugênio de Almeida Neto. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Graduação em Zootecnia

2012 - 2017

Universidade Federal da Paraíba

Curso técnico/profissionalizante em Aquicultura

2011 - 2011

Universidade Federal da Paraíba

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Criação de camarão em Biofloco. (Carga horária: 6h). , Aquaciência 2016, AQUACIÊNCIA, Brasil.

2016 - 2016

Treinamento Técnico em Anatomia e Microscopia. (Carga horária: 160h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2014 - 2014

Minicurso de Formulação de Ração. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.

2014 - 2014

III Workshop na Produção de Ruminantes. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.

2013 - 2013

Minicurso de Reprodução de Camarões Marinhos. (Carga horária: 5h). , Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Zootecnia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Aquaciência. 2016. (Congresso).

DIA DO ZOOTECNISTA. 2015. (Encontro).

Simpósio de Aquicultura. 2015. (Simpósio).

Simpósio de Produção e Nutrição de Animais Não Ruminantes. 2015. (Simpósio).

XXV Congresso Brasileiro de Zootecnia. 2015. (Congresso).

IX Simpósio Paraibano de Zootecnia. 2014. (Simpósio).

XXII Encontro de Iniciação Científica.AVALIAÇÃO DO COEFICIENTE DE DIGESTIBILIDADE DO FARELO DE PALMA FORRAGEIRA PARA TILÁPIA DO NILO COM ADIÇÃO DE PREBIÓTICOS. 2014. (Encontro).

I Fim de Semana Zootécnico. 2013. (Encontro).

SIMPEQ. I Simpósio de Recursos Pesqueiros da Paraíba. 2013. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Ricardo Romão Guerra

Morfometria do tegumento em juvenis do camarão de água doce Macrobrachium rosenbergii e camarão marinho Litopenaeus vannamei; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal da Paraíba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ricardo Romão Guerra;

Ricardo Romão Guerra

MORFOMETRIA DO TEGUMENTO DE JUVENIS DO CAMARÃO DE ÁGUA DOCE MACROBRACHIUM ROSENBERGII, DE ACORDO COM OS ESTÁGIOS DO CICLO DE MUDA; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Zootecnia) - Universidade Federal da Paraíba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ricardo Romão Guerra;

Ricardo Romão Guerra

IDENTIFICAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO HISTOLÓGICA DOS TIPOS DE CÉLULAS ENCONTRADA NO TECIDO EPITELIAL DO HEPATOPÂNCREAS DO CAMARÃO DE ÁGUA DOCE (MACROBRACHIUM ROSENBERGII); 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Zootecnia) - Universidade Federal da Paraíba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ricardo Romão Guerra;

Ricardo Romão Guerra

Morfometria do tegumento de juvenis do camarão de água doce Macrobrachium rosenbergii, de acordo com os estágios do ciclo de muda; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Zootecnia) - Universidade Federal da Paraíba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ricardo Romão Guerra;

Ricardo Romão Guerra

Morfometria ruminal da cordeiros Santa Inês submetidos a restrição alimentar seguida de realimentação; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Zootecnia) - Universidade Federal da Paraíba; Orientador: Ricardo Romão Guerra;

Marino Eugênio de Almeida Neto

Policultivo da tilápia do nilo (Oreochromis niloticus) com o camarão de água doce (Macrobrachium rosenbergii), na região do brejo paraibano; ; 2014; Orientação de outra natureza; (Técnico em Aquicultura) - Universidade Federal da Paraíba; Orientador: Marino Eugênio de Almeida Neto;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SILVA, M. A. S. ; ALMEIDA NETO, M. E. ; RAMIRO, B. O. ; SANTOS, I. T. F. ; Guerra, R. R. . Histomorphologic characterization of the hepatopancreas of freshwater prawn Macrobrachium rosenbergii (De Man, 1879). ARQUIVO BRASILEIRO DE MEDICINA VETERINARIA E ZOOTECNIA , v. 10, p. 120, 2018.

  • SILVA, A. C. D. ; SILVA, E. F. A. ; SILVA, M. A. S. ; FAVORETTO, S. M. ; BEZERRA, I. A. ; SCOFIELD, A. ; CERQUEIRA, V. D. ; GUERRA, M. V. S. F. ; Guerra, R. R. . Presence of the Loop of Henle in the nephron of the yellow-footed tortoise (Geochelone denticulata Linnaeus, 1766). Australian Journal of Basic and Applied Sciences , v. 10, p. 120-123, 2016.

  • SILVA, M. A. S. ; ALMEIDA NETO, M. E. ; E. F. Alves da Silva ; RAMIRO, B. O. ; SANTOS, I. T. F. ; Guerra, R. R. . Morfometria dos túbulos hepatopancreáticos do camarão de água doce Macrobrachium rosenbergii (De Man, 1879). In: XXVI Congresso Brasileiro de Zootecnia, Zootec 2016, 2016, Santa Maria. Anais do XXVI Congresso Brasileiro de Zootecnia, Zootec 2016, 2016.

  • SILVA, M. A. S. ; E. F. Alves da Silva ; SANTOS, M. S. ; COSTA, H. C. ; SILVA, R. Q. ; MEDEIROS, A. N. ; SILVA, A. M. A. ; Guerra, R. R. . Morfometria ruminal de cabritos aleitados com diferentes dietas líquidas associado com o kefir.. In: XXVI Congresso Brasileiro de Zootecnia, Zootec 2016, 2016, Santa Maria. Anais do XXVI Congresso Brasileiro de Zootecnia, Zootec 2016, 2016.

  • NOBREGA, P. T. ; RIBEIRO, N. L. ; SILVA, A. C. R. ; RIBEIRO, L. O. ; SILVA, G. B. ; BELTRAO, L. G. C. ; FREIRE, L. F. S. ; SILVA, E. F. A. ; SILVA, M. A. S. ; Costa, R. G . Feeding behavior and performance of Santa Ines sheep housed in different installations. In: Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia - SBZ, 2016, Gramado. Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia - SBZ, 2016.

  • M, A. G. ; C, O. A. ; D, M. T. D. ; A F, P. L. ; A F, P. ; L S, A. J. ; P, S. C. A. ; CD, S. A. ; E. F. Alves da Silva ; SILVA, M. A. S. ; L A, S. A. . CARACTERISTICAS MORFOLÓGICAS DO INTESTINO DE SUÍNOS SUBMETIDOS À RESTRIÇÃO ALIMENTAR QUALITATIVA. In: VIII Fórum Internacional de Suinocultura - PorkExpo 2016, 2016, Foz do Iguaçu - PR. VIII Fórum Internacional de Suinocultura, 2016.

  • E. F. Alves da Silva ; SILVA, M. A. S. ; Dias da Silva, A. C. ; Lima, H. B. ; Costa, R. G ; Guerra, R. R. . Morfometria Ruminal e Intestinal de Cordeiros Santa Inês Submetidos à Restrição Alimentar Seguida de Realimentação. In: XXV Congresso Brasileiro de Zootecnia, 2015, Fortaleza. Anais do XXV Congresso Brasileiro de Zootecnia, 2015.

  • Guerra, R. R. ; ALMEIDA NETO, M. E. ; SILVA, M. A. S. ; E. F. Alves da Silva ; RAMIRO, B. O. ; SANTOS, I. T. F. ; Dias da Silva, A. C. . Características Histológicas do Hepatopâncreas do Camarão de Água doce (Macrobrachium rosenbergii). In: 52a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, 2015, Belo Horizonte. Anais da 52a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, 2015.

  • AMORIM, M. L. C. M. ; SARAIVA, E. P. ; PIMENTA FILHO, E. C. ; Guerra, R. R. ; FONSECA, V. F. C. ; ALMEIDA, M. E. V. ; PINHEIRO, A. C. ; SILVA, M. A. S. . Variação anual na área de glândula sudorípara de ovinos Morada Nova e Sem Padrão Racial Definido no semiárido brasileiro. In: I Workshop Internacional de Biometeorologia ?Interação Animal, Homem e Ambiente?, 2015, Jaboticabal- SP. I Workshop Internacional de Biometeorologia ?Interação Animal, Homem e Ambiente?, 2015.

  • Guerra, R. R. ; E. F. Alves da Silva ; SILVA, M. A. S. ; Dias da Silva, A. C. ; Lima, H. B. ; Costa, R. G . Desempenho, morfometria intestinal e ruminal de ovinos Santa Inês submetidos a restrição alimentar e realimentação. In: 52a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, 2015, Belo Horizonte. Anais da 52a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, 2015.

  • SILVA, M. A. S. ; ALMEIDA NETO, M. E. ; Guerra, R. R. ; RAMIRO, B. O. ; SANTOS, I. T. F. ; SILVA, F. B. . Morfometria do tegumento de juvenis do camarão de água doce Macrobrachium rosenbergii, de acordo com os estágios do ciclo de muda. In: Aquaciência, 2016, Belo Horizonte - MG. Aquaciência, 2016.

  • SILVA, M. A. S. ; ALMEIDA NETO, M. E. ; Guerra, R. R. ; RAMIRO, B. O. ; SANTOS, I. T. F. ; SILVA, F. B. . Morfometria do tegumento de juvenis do camarão de água doce Macrobrachium rosenbergii, de acordo com os estágios do ciclo de muda. In: Aquaciência, 2016, Belo Horizonte - MG. Aquaciência, 2016.

  • SILVA, M. A. S. ; ALMEIDA NETO, M. E. ; Guerra, R. R. ; RAMIRO, B. O. ; SANTOS, I. T. F. ; SILVA, F. B. . AVALIAÇÃO DA DURAÇÃO DOS ESTÁGIOS DO CICLO DE MUDA EM JUVENIS DO CAMARÃO DE ÁGUA DOCE Macrobrachium rosenbergii, ATRAVÉS DO MÉTODO DA SETOGÊNESE. In: Aquaciência, 2016, Belo Horizonte- MG. Aquaciência, 2016.

  • ALMEIDA NETO, M. E. ; RAMIRO, B. O. ; SANTOS, I. T. F. ; SILVA, F. B. ; SILVA, M. A. S. . Percentual de Músculo Abdominal de camarões de água doce Macrobrachium rosenbergii cultivados em viveiros escavados, de acordo com sua massa corpórea. In: Aquaciência, 2016, Belo Horizonte - MG. Aquaciência.

  • ALMEIDA NETO, M. E. ; SANTOS, I. T. F. ; SILVA, M. A. S. ; RAMIRO, B. O. ; SILVA, F. B. . Avaliação da atividade da protease digestiva tripsina em hepatopâncreas de juvenis do macrobrachium rosenbergii, de acordo com os períodos diurnos e noturnos. In: Aquaciência, 2016, Belo Horizonte - MG. Aquaciência, 2016.

  • ALMEIDA NETO, M. E. ; SILVA, M. A. S. ; RAMIRO, B. O. ; SANTOS, I. T. F. ; SILVA, F. B. . DESCRIÇÃO DO MÉTODO DA SETOGÊNESE PARA DETERMINAR ESTÁGIOS DO CICLO DE MUDA, NO CAMARÃO DE ÁGUA DOCE MACROBRACHIUM ROSENBERGII.. In: XIII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CARCINICULTURA E X SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE AQUICULTURA, REALIZADOS DURANTE A XIII FEIRA NACIONAL DO CAMARÃO (XIII FENACAM), 2016, Fortaleza - CE. XIII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CARCINICULTURA E X SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE AQUICULTURA, REALIZADOS DURANTE A XIII FEIRA NACIONAL DO CAMARÃO (XIII FENACAM), 2016.

  • ALMEIDA NETO, M. E. ; RAMIRO, B. O. ; SANTOS, I. T. F. ; SILVA, M. A. S. ; SILVA, F. B. . ÍNDICE HEPATOSSOMÁTICO DE CAMARÕES DE ÁGUA DOCE MACROBRACHIUM ROSENBERGII CULTIVADOS EM VIVEIROS ESCAVADOS DO BREJO PARAIBANO, DE ACORDO COM SEU DESENVOLVIMENTO ONTOGENÉTICO. In: XIII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CARCINICULTURA E X SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE AQUICULTURA, REALIZADOS DURANTE A XIII FEIRA NACIONAL DO CAMARÃO (XIII FENACAM), 2016, Fortaleza - CE. XIII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CARCINICULTURA E X SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE AQUICULTURA, REALIZADOS DURANTE A XIII FEIRA NACIONAL DO CAMARÃO (XIII FENACAM), 2016.

  • ALMEIDA NETO, M. E. ; SILVA, M. A. S. ; RAMIRO, B. O. ; MAGALHAES, J. A. . Desempenho de policultivo entre tilápias (Oreochromis niloticus) e camarões de água doce (Macrobrachium rosenbergii) em Bananneiras/PB, região do brejo paraibano.. In: VI Congresso Brasileiro da Sociedade Brasileira de Aquicultura e Biologia Aquática (AQUAciência)., 2014, Foz do Iguaçu - PR. VI Aquaciência, 2014.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

SILVA, M. A. S. . Engorda de Tilápia do nilo em policultivo com o camarão de água doce Macrobrachium rosenbergii. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - 2017

    MORFOMETRIA DO TEGUMENTO DE JUVENIS DO CAMARÃO DE ÁGUA DOCE MACROBRACHIUM ROSENBERGII, DE ACORDO COM OS ESTÁGIOS DO CICLO DE MUDA, Descrição: O presente estudo descreveu a morfometria de camadas do tegumento de M. rosenbergii, de acordo com os estágios do ciclo de muda. O trabalho ocorreu no Laboratório de Carcinicultura da UFPB, em Bananeiras-PB. Dos viveiros foram retirados 8 camarões com 9,3 + 1,4g de cada estágio do ciclo de muda, classificados pela setogênese em A, B, C, D0, D1, D2 ou D3, somando 56 animais analisados. O protocolo histológico padrão foi realizado no segundo segmento abdominal e a morfometria do tegumento foi obtida pelo programa Motic Image Plus 2.0 e analisadas com o Graph Prism 6.0. Assim, foram descritas as camadas epicutícula, camada calcificada, epiderme e tecido conjuntivo. A espessura da camada calcificada e da epiderme variaram de acordo com o ciclo de muda. A calcificada teve a menor espessura (6,4 + 1,6 μm) no estágio A, chegando ao pico no estágio C (39,3 + 11,6 μm), diminuindo em seguida. Com a epiderme foi o inverso, com máximo nos estágios A (44,0 + 8,4 μm) e D3 (44,6 + 12,0 μm), chegando ao mínimo no estágio C (27,2 + 9,5 μm). Esses resultados destacam os intensos processos fisiológicos ocorridos no tegumento do rosenbergii nos momentos pré e pós-muda.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Marcos Antônio Sinésio da Silva - Integrante / Marino Eugênio de Almeida Neto - Coordenador / Bianca de Oliveira Ramiro - Integrante / Ricardo Romão Guerra - Integrante / IIana Talita Fernandes Santos - Integrante.

  • 2015 - 2016

    IDENTIFICAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO HISTOLÓGICA DOS TIPOS DE CÉLULAS ENCONTRADA NO TECIDO EPITELIAL DO HEPATOPÂNCREAS DO CAMARÃO DE ÁGUA DOCE (MACROBRACHIUM ROSENBERGII), Descrição: Objetivou-se com o presente estudo descrever os tipos de células encontradas no tecido epitelial do hepatopâncreas do camarão de água doce Macrobrachium rosenbergii. Para tanto, foram utilizados 10 animais com o peso médio de 25.55 ± 0.72g. Os mesmos foram anestesiados e tiveram o hepatopâncreas coletado. As amostras da porção medial do órgão foram fixadas em formol a 10% e submetidos ao protocolo histológico padrão e coloração com hematoxilina-eosina e periodic acid Schiff + alcian blue. Os tipos celulares e as características histológicas foram determinados e avaliadas com o programa de captura de imagens digitais Motic Image Plus 2.0. Observou-se que o hepatopâncreas da espécie estudada é semelhante aos demais da ordem decápoda, ou seja, é constituído por um conjunto de túbulos. Sendo, o epitélio dos túbulos formado por cinco tipos de células: E (indiferenciadas), células F (fibrilar), células B (vesicular), células R (reabsorção) e células M (basal). Os túbulos hepatopancreático é revestido por um epitélio pseudo-estratificado e possuem um conjunto de túbulos de fundo cego que se conectam ao tubo digestivo principal, sendo divididos em três porções (proximal, média e distal). As medidas do comprimento e largura dos túbulos foram de 419,64+69,09 e 117,42+16,99, respectivamente. Quanto a porcentagem de cada tipo celular (B, E, F, M e R) foram as seguintes: na região proximal 40% B, 20% F, 6,7% M, 33,3% R; porção média de 45,4% B, 18,2% F, 9,1% M, 27,3% R e porção distal de 36,4% E, 27,2% B, 18,2% F, 9,1% M, 9,1% R. As diferentes proporções celulares estão relacionadas aos diferentes estágios de maturação das células pelos túbulos. Desta forma, cada tipo celular realiza funções específicas no hepatopâncreas, tais como: renovação do epitélio, síntese de proteína, absorção de nutrientes, armazenamento de glicogênio e armazenamento de nutrientes, respectivamente. No entanto, mais estudos são necessários para avaliar o desenvolvimento das células ao longo dos túbulos hepatopancreáticos, principalmente, correlacionando as mesmas com os estágios do ciclo de muda.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Marcos Antônio Sinésio da Silva - Integrante / Marino Eugênio de Almeida Neto - Coordenador / Bianca de Oliveira Ramiro - Integrante / Ricardo Romão Guerra - Integrante / IIana Talita Fernandes Santos - Integrante.

  • 2014 - 2015

    MORFOMETRIA RUMINAL DE CORDEIROS SANTA INÊS SUMETIDOS À RESTRIÇÃO ALIMENTAR SEGUIDA DE REALIMENTAÇÃO, Descrição: objetivou-se com o presente trabalho avaliar a morfologia ruminal de ovinos Santa Inês submetidos a restrição alimentar seguido de realimentação. Foram utilizados 48 animais distribuídos em 6 tratamentos. Os animais do 1° e 4° tratamento foram alimentandos ad libitum durante todo o experimento, os do 2° e 3° tratamento foram alimentados ad libitum até os 20 kg de peso, em seguida, submetidos a restrição de 25 e/ou 40% do consumo, o 5° e o 6° tratamento foram alimentados ad libitum até os 25 kg de peso, em seguida, foram submetidos ao mesmo protocolo de restrição. Após a restrição, os animais voltaram a alimentação ad libitum. O tempo de restrição para os grupos 20 e 25 kg foram de 4 e 7 semanas, respectivamente. No final do experimento os animais foram abatidos, coletado fragmentos do rúmen e fixados em formol à 10%, em seguida submetidos ao processamento histológico padrão e coloração com hematoxilina-eosina. As análises morfométricas foram realizadas no Motic Image Plus 2.0. No presente estudo foi possível observar alterações na morfologia do rúmen, principalmente nos animais submetidos a restrição de 40%, assim, o plano de restrição e realimentação levaram a uma maior altura de papila e camada muscular ruminal dos animais. Desta forma, a restrição seguida de realimentação melhorou as características morfológicas do rúmen, com maior área de absorção, o que provavelmente levou a uma maior absorção dos ácidos graxos voláteis pelo epitélio ruminal. No entanto, é necessário mais estudos para avaliar um possível ganho compensatório em períodos de realimentação maior do que o usado no presente estudo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Marcos Antônio Sinésio da Silva - Integrante / Hugo Batista Lima - Integrante / Roberto Germano Costa - Coordenador / Ricardo Romão Guerra - Integrante / Eudes Fernando Alves da Silva - Integrante.

  • 2013 - 2014

    AVALIAÇÃO DO COEFICIENTE DE DIGESTIBILIDADE DO FARELO DE PALMA FORRAGEIRA PARA TILÁPIA DO NILO COM ADIÇÃO DE PREBIÓTICOS, Descrição: Objetivou-se com o presente estudo avaliar o coeficiente de digestibilidade aparente (CDA) dos nutrientes, proteína bruta (PB) e matéria seca (MS) do farelo de palma forrageira, com a inclusão de quatro níveis crescente do probiótico Actigen® (0,00%; 0,04%; 0,08%; 0,12%) para a tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) em crescimento (100 g + 10 g.). As tilápias, revertidas sexualmente, foram distribuídas em quatro caixas de fibra de vidro de 310 litros de volume útil, mantidas com temperatura e aeração constante, sendo distribuídos 15 peixes/tratamento. As rações teste foram compostas de 30% do farelo de palma e 70% da ração referência. Para avaliar a digestibilidade foi utilizado o método indireto, adicionando o óxido de cromo a 0,2% da ração como indicador, os peixes passaram por um período de 7 dias de adaptação e 9 de coletas de fezes. Durante o experimento, os parâmetros de qualidade de água se mantiveram na faixa ideal para o crescimento da espécie, o coeficiente de digestibilidade aparente das rações testadas foi calculado com base no teor do óxido de cromo nas amostras de fezes, por análise de espectrofotometria de absorção atômica. Dentre os níveis de inclusão avaliados, os melhores valores CDA para matéria seca e proteína bruta foram com 0,04% do prebiótico na dieta.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Marcos Antônio Sinésio da Silva - Coordenador / Marcelo Luis Rodrigues - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2016

Melhor Resumo na Área de Aquicultura no Congresso Brasileiro de Zootecnia, ZOOTEC.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2016 - Atual

    Universidade Federal da Paraíba

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de graduação, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Bolsista de Iniciação Científica PIBIC/CNPq/UFPB

  • 2015 - 2016

    Universidade Federal da Paraíba

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de graduação, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Bolsista de Iniciação Científica PIBIC/CNPq/UFPB

  • 2014 - 2015

    Universidade Federal da Paraíba

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de graduação, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Bolsista de Iniciação Científica Voluntário PIVIC/CNPq/UFPB

  • 2013 - 2014

    Universidade Federal da Paraíba

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de graduação, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Bolsista de Iniciação Científica PIBIC/CNPq/UFPB

  • 2016 - 2016

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Aluno visitante, Enquadramento Funcional: Estudante de graduação, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Treinamento técnico no em anatomia e microscopia no laboratório da Universidade de São Paulo USP-FMVZ

  • 2015 - 2015

    Guaraves Guarabira Aves

    Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Aluno de graduação, Carga horária: 40