Anita Jocelyne Marsaioli

Possui graduação em Engenharia Quimica pela Universidade Federal do Paraná (1969), mestrado em Química pela Universidade Estadual de Campinas (1974) e doutorado em Química pela Universidade Estadual de Campinas (1978). Atualmente é professor adjunto da Universidade Estadual de Campinas e professor titular da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Química, com ênfase em Química dos Produtos Naturais, atuando principalmente nos seguintes temas: rmn, biocatalise, orchidaceae,RMN e Opiliões. INDICE H=27

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Química

1974 - 1978

Universidade Estadual de Campinas
Título: ALCALOIDES ISOQUINOLÍNICOS: ISOLAMENTO ,SÍNTESE E RMN DE C-13
Orientador: ADERBAL FARIAS MAGALHÃES
Palavras-chave: ALCALOIDES ISOQUINOLÍNICOS; RRRMN DE CARBONO-13.Grande área: Ciências Exatas e da TerraGrande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica / Especialidade: Síntese Orgânica. Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica / Especialidade: Estrutura, Conformação e Estereoquímica. Setores de atividade: Fabricação de Produtos Químicos.

Mestrado em Química

1970 - 1974

Universidade Estadual de Campinas
Título: Estudo Fitoquímico do Schinus terebenthifolius Raddii,Ano de Obtenção: 1974
Orientador: Jayr de paiva Campello
Palavras-chave: triterepenos; ácido echinoico.Grande área: Ciências Exatas e da Terra

Graduação em Engenharia Quimica

1965 - 1969

Universidade Federal do Paraná

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

1988 - 1988

Pós-Doutorado. , Universität Hamburg, UH, Alemanha. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências Exatas e da Terra

1985 - 1985

Pós-Doutorado. , University of California System, UC System, Estados Unidos. , Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. , Grande área: Ciências Exatas e da Terra

1978 - 1978

Pós-Doutorado. , Centre National de la Recherche Scientifique, CNRS, França. , Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. , Grande área: Ciências Exatas e da Terra

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Italiano

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.

Francês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Alemão

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica/Especialidade: Química dos Produtos Naturais.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica/Especialidade: Síntese Orgânica.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica/Especialidade: Físico-Química Orgânica.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: geoquimica organica.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Biocatalysis.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica/Especialidade: Ressonância Magnética Nuclear.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

MARSAIOLI, A . 5th Brazilian conference on Natural Products XXXI meeting on micromolecular evolution and systematics and ecology. 2015. (Congresso).

CABRAL, S. M. ; Marsaioli, Anita Jocelyne . ISMAR. 2013. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

1 Brazilian Symposium on sustainable chemistry.Biocatalysis and skin microorganisms. 2018. (Simpósio).

IUPAC 2017. Biocatalysis and Green Chemistry can save the world. 2017. (Congresso).

Workshop FAPESP- GSK Butantan.Biocatálise e Quimica Verde podem melhorar o nosso mundo. 2017. (Oficina).

39ª Reunião Anual da SBQ - Sociedade Brasileira de Química. Ciclo(Pro-Leu): a 2,5-dicetopiperazina da comunicação compartilhada entre a Enterobacter sakazakii e Bacillus cereus. 2016. (Congresso).

EUROMAR. As far as enantiomeric discrimination of 2-alkyl-5-methyl-2-pyrroline goes. 2016. (Congresso).

II Simposio Latinoaericano de Biocatálisis y biotransformaciones (SILABB II) VII encuentro Regional de Biocatálisis y Biotransformaciones. Finding a PET degrading microorganism: a practical fluorescence based screening. 2016. (Congresso).

auremn. Eavesdropping molecules? talk with NMR. 2015. (Congresso).

Biotrans 2015. From microorganism isolation and enzymatic screening to a multienzymatic pathway in cancer cells. 2015. (Congresso).

comemoração do IQ.40 anos seguindo a rota da química dos produtos naturais e suas enzimas. 2013. (Outra).

Enzitec. How Green is Green Chemistry. 2012. (Congresso).

13th Nuclear Magnetic Resonance Users Meeting.. "Understanding Enzyme Promiscuity And Reverse Micellar System By 1H NMR,. 2011. (Congresso).

34a Reunião Anual / Sociedade Brasileira de Química. Recompensas florais de Malpighiaceae do cerrado. 2011. (Congresso).

34a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química. "Implementação de nova metodologia para monitoramento da modulação da atividade catalítica de proteínas fosfatases". 2011. (Congresso).

33a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Quimíca.. A Química construíndo um futuro mehlor.. 2010. (Congresso).

29 Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química. Estudo da Topologia de Agregados lipídicos com Anestésicos Locais: Aplicação de técnicas de RMN. 2006. (Congresso).

IX Jornada Brasileira de Ressonância Magnética. Estudo da Topologia de Anestésicos Locais em Ressonância Magnética Nuclear - RMN. 2006. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Guilherme de Souza Alves

Produção de biossurfactantes por Bacillus licheniformis e investigação da configuração absoluta da lichenisina A; Início: 2019; Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Katherine Leycee Romero Orejon

SINTESE DE ALCALOIDES PIRROLIDINICOS E PIPERIDINICOS APLICANDO REAÇÕES ENZIMÁTICAS EM CASCATA; Início: 2018; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Matheus Rodrigues Bofinger

Síntese de peptídeos em fase sólida para produção de biossurfatantes; Início: 2015; Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

José Eraldo do Nascimento fontes

Reações de Maillard e suas aplicações; Início: 2014; Tese (Doutorado em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Charlene Souza dos Anjos

Início: 2019; Universidade Estadual de Campinas;

Gredson Keiff

Início: 2019; Universidade Estadual de Campinas;

FABIO NASARIO

Início: 2018; Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico;

Yasmin Raquel Lopes

Metabólitos de Pestalotiopsis; Início: 2017; Iniciação científica (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Katherine Leycee Romero Orejon

Geoquímica orgânica aplicada aos betumes das rochas do poço estratigráfico da b; 2017; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

JOnas Costa

TRIAGEM DE MONOAMINA OXIDASE E TRANSAMINASE EM FUNGOS ISOLADOS DA PELE HUMANA; 2016; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

André Luiz Affonso Medice Silva

Retenção de fragrâncias em cabelos caucasianos virgens e descoloridos; 2015; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Symrise; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Jonas Henrique Costa

Triagem de Monoaminoxidase e Transaminase; 2014; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Maria Lair Sabóia de Oliveira Lima

Bioprospecção e investigação do perfil enzimático e enantiosseletico de micro-organismos de rejeitos de minas de cobre (PA); 2013; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

THIAGO INACIIO BARROS LOPES

AVALIAÇÃO DO PERFIL DE ÁCIDOS GRÁXOS EM PACIENTES COM SOBREPESO TRATADOS COM ORLISTATE USANDO CG-EM E AVALIAÇÃO DO PERFIL DE PLASMA POR RMN DE 1H; 2012; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

FELIPE C WOULTERS

SEMIOQUIMICOS DE OPILIOES DA FAMILIA GONYLEPTIDEAE; 2012; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Bruna Zucoloto da Costa

Versatilidade Enzimática: Triagem, Promiscuidade e Inibição; 2011; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Célio Fernando Figueiredo Angolini

Estudo da Microbiota e da Biodegradação de Petróleo de Bacias Brasileiras e sua implicação nos parâmetros de biodegradação; 2010; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Lucas Gelain Martins

Técnicas de RMN de 1H Aplicadas à Metabolômica de Theobroma cacao e às Interações Proteinas-Ligantes; 2009; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Simone Moraes Mantovani

APLICAÇÃO DE TRIAGEM DE ALTO DESEMPENHO NA INVESTIGAÇÃO DAS ATIVIDADES ENZIMÁTICAS E ENANTIOSSELETIVAS DE MICRORGANISMOS BRASILEIROS; 2007; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Adriana Pianaro

Ecologia química de abelhas brasileiras: Melipona rufiventris, Melipona scutellaris, Plebeia droryana, Nannotrigona testaceicornis, Tetragonisca angustula e Centris trigonoides; ; 2007; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Armando Mateus Pomini

Semioquímicos produzidos por bactérias fitopatogênicas e opiliões brasileiros; 2006; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Mirele Sanches Fernandes Lapis

Contribuição à química das recompensas florais de guttiferae (Clusia) e orchidaceae (Maxillariinae); 2005; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Eduardo Mattoso

Estudo de fragrâncias amadeiradas da Amazônia; 2005; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Ricardo Batista Borges

Aplicação de RMN para investigar associações supramoleculares e síntese de um auxiliar quiral; ; 2001; 113 f; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Sérgio Antonio Fernandes

Aplicação de RMN em rearranjo de Claisen - Sergio Antonio Fernandes; 2001; 151 f; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

MARIZA GOMES DOS REIS

A CONTRIBUIÇÃO DA QUIMICA PARA O ESTUDO DE ORCHIDACEAE; 2000; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

LUIS ALBERTO BERALDO DE MORAES

Uso de Beta Pineno Na Sintese de Produtos Naturais e Na Obtenção de Sintons Quirais; 1995; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Valéria Bittencourt de Lima

Ressonancia Magnetica Nuclear de Alguns Derivados Ciclodecanicos; 1994; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Vilma Nurnberg

Estudo Fitoquimico de Baccharis Myriocephalla e Uso de Beta-Pineno Para A Obtenção de Orto-Mentanos; 1994; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

ANDRE LUIS MELEIRO PORTO

A Quimica das Interações Ecologicas de Clusia e Seus Polinizadores; 1994; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Lídia Regina Nascimento

Estudo Fitoquimico da Baccharis Caprariaefolia; 1991; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Carmen Lucia Queiroga

Isolamento dos Componentes do Oleo Essencial de Vassoura; ; 1989; Dissertação - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Maria Amélia C

ORTELLADO; Estudo Sobre Alcaloides Diterpenicos; 1986; Dissertação - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Angela R

ARAUJO; Isolamento e Identificacao de Alcaloides Indolicos de Peschiera Campestris Rizz; ; 1986; Dissertação - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Adriana del Carmen Escalona Gower

Isolamento e Identificacao de Alcaloides Indolicos da Peschiera Campestris; 1986; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Antonio B

CARVALHO; Viabilizacao da Sintese Quiral do Stipodiol; 1983; Dissertação - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

MARY ANN F

LEITE; Utilizacao de Substratos Quirais Na Determinacao da Configuracao Absoluta de Produtos Naturais; ; ; ; ; 1983; Dissertação - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Maria Helena Sarragiotto

Isolamento e Sintese de Alcaloides Eritrinicos; 1981; Dissertação - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

DOMINGOS S

DE MIRANDA; Sintese Estereosseletivas do Ent-13(16), 14-Espongiadien-12l-Ol e do Isocopalano; ; ; ; ; 1981; Dissertação - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Matheus Rodrigues Bofinger

Sintese de Peptídeos em fase Sólida aplicada a produtos Naturais de Importância biológica; 2019; Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Michel Ricardo de Barros Chaves

Biodegradação : Efeitos no petróleo do campo de Miranga - BA e no polímero plástico PET; 2018; Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Maria Lair Sabóia de Oliveira Lima

SONDAS FLUORESCENTES: SÍNTESE, CARACTERIZAÇÃO E APLICAÇÕES BIOLÓGICAS; 2017; Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Bruna Zucoloto da Costa

Processos biocatalíticos aplicando epóxido hidrolases, óxido redutases e transaminases; 2015; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, FUNDAÇÃO DE APOIO AOS PESQUISADORES DO ESTADO DE SAO PAULO; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Thiago Inácio Barros Lopes

Thiago Inacio Barros Lopes; 2015; Tese (Doutorado em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Lucas Gelain Martins

Metodologias de RMN de H aplicadas na caracterização estrutural e termodinâmica de complexos supramoleculares orgânicos; 2014; Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Francine de Souza Alves da Fonseca

Ecologia Química da Família Phloeidae e Oxirredutases de Bacillus safensis isolado de Petróleo; 2013; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Daniele Fernanda de Oliveira Rocha

Estdo de semioquímicos de Opiliôes da família Gonyleptideae: Caracterização e, Síntese e biossintese; 2013; Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Adriana Pianaro

Ecologia química de Melipona quadrifasciata Lepeletier, Scaptotrigona aff; depilis Moure e Solenopsis saevissima Smith; 2012; Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

CARLA PORTO SILVA

POTENCIAL ENZIMATICO DA MICROBIOTA DA PELE HUMANA E SUA AÇAO SOBRE INSUMOS DE FRAGRANCIAS; 2012; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Muhammmad Abdul Haleem

Química das recompensas florais de Krameriaceae e Malpighiaceae do Cerrado; 2012; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Third World Academy of Science; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Francisca Diana da Silva Araújo

Aspectos da Ecologia Química de Enterobacter sakazakii (Cronobacter spp; ), Epicoccum nigrum e Tetragonisca angustula; 2012; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Maria Lair Sabóia de Oliveira Lima

Aplicação biotecnológica de microorganismos de minas de cobre; 2012; Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Simone Moraes Mantovani

Desracemização enzimática de dióis e trióis; 2011; Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Tiago Inacio Barros Lopes

RMN e metaboloma sanguíneo; 2010; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Georgiana Feitosa da Cruz

Biodegradação aerobia e anaeróbia de petroleo do Campo Pampo sul, Bacia de Campos RJ; 2009; Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Luis Fernando Cabeça

Topologia de Complexos Formados entre Drogas/Ciclodextrinas/Lipossomas/ Células, Aplicando Técnicas de Ressonância Magnética Nuclear - RMN; 2009; Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Armando M

Pomini; Acil-Homosserina Lactonas Produzidas pelas Bactérias Fitopatogênicas Pantoea anantis e Methylobacterium mesophilicum e Defesa Química no Opolião Hoplobunus mexicanus; 2009; Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Francine Fonseca

Biodegradação de compostos aromatico de petroleo; 2009; Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Daniele Fernanda de Oliveira Rocha

Estudo de semioquímicos de opiliões: caracterização, síntese e biossíntese; 2009; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Lucimar Pinheiro

Multibiorreações e suas aplicações para as sínteses de compostos enantiomericamente puros; 2006; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Lu Shi Chen

Triagem de Alto Desempenho na detecção de atividade de epoxido-hidrolases e monooxigenases utilizando células integras; 2006; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Isis Martins Figueiredo

Técnicas de RMN Recentes Aplicadas às interações proteina-ligante e à metabonômica; 2006; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Suzan Pantaroto de Vasconcellos

Atividades Enzimáticas e de Biodegradação de Microrganismos do Petróleo da Bacia de Campos (Pampo Sul); 2006; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Mariza Gomes Reis

Caracteres químicos em estudos de filogenia e biologia de polinização de espécies oncidiinae (Orchidaceae); 2005; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Adriana Flach

Ecologia química de Maxilariinae, Spathodea campanulata e Meliponiinae; 2005; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Luiz Antonio Mendonça Alves da Costa

Reações de oxidação e hidrólise por microrganismos nos métodos de biocatálise e bioremediação; 2005; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Sérgio Antonio Fernandes

Tecnicas de RMN 1H aplicadas a complexos supramoleculares de calixarenos quirais envolvendo reconhecimento quiral e reduções assimétricas; 2005; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Beatriz Bicalho

Prospecção de antibióticos e biocatalisadores (haloperoxidases e BV monooxigenases) em microrganismos; 2003; 132 f; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

SAMISIA M

F; MACHADO; Contribuições à química das recompensas florais de Clusia e Tovomitopsis (Guttiferae); 2002; 214 f; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

ANDRE LUIS MELEIRO PORTO

Isolamento e Seleção de Microrganismos Brasileiros para reações de Biocatálise e Produção de Metabólitos; 2002; 393 f; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Paulo C

de L; Nogueira; Contribuição à Quimica dos Compostos Voláteis e Interações com Organismos Receptores; 2002; 231 f; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

REGINA A C GONÇALVES

Intermediários sintéticos versáteis, enantiomericamente puros, obtidos por biocatálise; 2002; 0 f; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

CLAUDIO AUGUSTO G ALCANTARA

Clusia - Cultura de tecidos e importancia do seu latex na sobrevivência das espécies-; 2001; 0 f; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Ubiratan Flores da Silva

Moléculas Orgânicas Voláteis: Papel das mesmas em Ecologia química, caminhos de fragmentação em espectrometria de massas e síntese; 2001; 0 f; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Antônio Laverde Júnior

Estudos de RMN aplicados à Quimica supramolecular e discriminação enantiomérica; 2001; 0 f; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Clara Megumi Tanaka

Constituintes Químicos de cinco espécies de Echinodorus grandiflorus e avaliação do beta-pineno como substrato para obtenção de quirons mais elaborados; 2000; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Denise Cristina Rodrigues

Biomarcadores Ácidos da Bacia de Sergipe-Alagoas e Estudos Sintéticos de Esteranos Monoaromáticos; 2000; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Gelson da Conceição

Síntese Formal enantiosseletiva do (-) Disidiolídio e Outros Estudos Sintéticos Envolvendo Vinilcicloexenos; 2000; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

D

S; DE MIRANDA; Estudos Sintétivcos para a Obtenção de Derivados do Biciclo[4; 4; 0]Deceno, via Reações de Diels Alder; 1999; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

PERICLES BARRETO ALVES

Detalhes Sobre A Historia Geologica da Bacia de Sergipe Alagoas A Partir de Biomarcadores Acidos e Sintese de Biomarcadores; 1997; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Cecília Maria de Oliveira

Aspectos Químicos da Polinização de espécies do Gênero Clusia e Síntese da (+)-cis-nortailoriona e 7S-isotiociano-7,8-di-hidro-a- bisaboleno; 1997; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Mary Ann Foglio

Um Estudo Quimico da Artemisia Annua L; Aclimatada No Brasil; 1996; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Lídia Regina Nascimento

Detalhes da Historia Geologica do Campo Albacora-Bacia de Campos A Partir de Biomarcadores Acidos; 1996; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Cleuza Conceição da Silva

Uma Metodologia Eficiente Para Isotiocianatos; 1995; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Vera Lúcia Ferracini

Estudo dos Oleos Essenciais de Baccharis do Cerrado; 1995; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Carmen Lucia Queiroga

Obtençao de Sesquiterpenos do Tipo Biciclo[6; 3; 0; 0]Undecano e Biciclo[4; 4; 0]Decano; ; 1994; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Lúcia Maria Cunha Rebouças

Acidos Naftenicos de Petroleos do Campo Albacora; 1992; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Vera Lucia Garcia

Viabilidade de Obtencao de Substratos Quirais A Partir do Lanosterol e Estudo Fitoquimico da Baccharis Eleagnoides; 1991; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Adriana del Carmen Escalona Gower

Sintese de Indolossesquiterpenos; 1990; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Maria Helena Sarragiotto

Estudos de Rotas Sinteticas Visando A Obtencao de Terpenos Nitrogenados; ; 1987; Tese - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

LUCIA HELENA BAPTISTELLA

Sintese de Acucares Fluorados; ; 1987; Tese - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico,; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Charlene Souza dos Anjos

2019; Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Anita Jocelyne Marsaioli;

FABIO NASARIO

2018; Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Anita Jocelyne Marsaioli;

José Matheus Bonatto

2017; Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Anita Jocelyne Marsaioli;

José Matheus Bonatto

2017; Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Anita Jocelyne Marsaioli;

Bruna Zucoloto da Costa

2015; Universidade Estadual de Campinas, FUNDAÇÃO DE APOIO AOS PESQUISADORES DO ESTADO DE SAO PAULO; Anita Jocelyne Marsaioli;

Bruna Zucoloto da Costa

2015; UNIversidade Estadual de Campinas iNSTITUTO DE QUÍMICA, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Anita Jocelyne Marsaioli;

Caroline da Costa Silva Gonçalves

2012; Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Anita Jocelyne Marsaioli;

Francisca Diana da Silva Araújo

Identificação de micro-organismos isolados de rejeitos de minas por espectrometria de massas; 2012; Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Anita Jocelyne Marsaioli;

Dávila de Souza Zampieri

2012; Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Anita Jocelyne Marsaioli;

Caroline da Costa Silva Gonçalves

2010; Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Anita Jocelyne Marsaioli;

Cintia Milagre

2008; Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Anita Jocelyne Marsaioli;

Cíntia Duarte de Freitas Milagre

Hidrolases e monooxigenases - triagem de alto desempenho e RMN aplicada as interações supramoleculares entre enzima-ligante; 2007; Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Anita Jocelyne Marsaioli;

Luciana G

DE OLIVEIRA; 2007; Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Anita Jocelyne Marsaioli;

RENATO CAGNON

2006; Universidade Estadual de Campinas, FUNDAÇÃO DE APOIO AOS PESQUISADORES DO ESTADO DE SAO PAULO; Anita Jocelyne Marsaioli;

Luciana Gonzaga de Oliveira

Síntese de Sondas Fluorogênicas para Triagem de Atividade ezimática em microrganismos; 2005; Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Anita Jocelyne Marsaioli;

Marisa Nogueira

1998; Universidade Estadual de Campinas, FUNDAÇÃO DE APOIO AOS PESQUISADORES DO ESTADO DE SAO PAULO; Anita Jocelyne Marsaioli;

RAUL RIVEROS

1989; Universidade Estadual de Campinas, FUNDAÇÃO DE APOIO AOS PESQUISADORES DO ESTADO DE SAO PAULO; Anita Jocelyne Marsaioli;

Lucas Said Sousa

Comunicação bacteriana e identificação de dicetopiperadinas em quorum-sensing de enterobacter; 2015; Iniciação Científica - Universidade Estadual de Campinas; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Julia Nogueira Bezerra

Síntese de alfa-hidroxi-cetonas; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Bárbara Valente Melanda

Síntese de padrões de biomarcadores derivados do adamantano; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Raphael Ricci

Síntese de padrões; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Serviço de Apoio ao Estudande - UNICAMP; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

DeMario M

Butts; Erythralina -Alcaloide eritrinico da casca de Erythrina mulungu para validar extratos comerciais; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, National Science foundation - Fapesp; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Cintia Harumi Maruiama

Composição química dos ninhos de abelhas solitaria; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, FUNDAÇÃO DE APOIO AOS PESQUISADORES DO ESTADO DE SAO PAULO; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Raphael Pedro Ricci

Síntese de ésteres encontrados em Meliponíneos; ; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Campinas, Serviço de Apoio ao Estudande - UNICAMP; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Cristina aparecida Villaverde

Triagem enzimatica de uma Biblioteca genômica e ensaios de biocatálise convencional; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Cintia Harumi Maruiama

Composição química dos ninhos de abelhas solitaria; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Gierde Marson

Diacilglicerois em óleos florais; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Celio Angolini

Síntese e desracemização de 1,2,4 butanotriol por biotransformação; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Pedro Luis Rocha da Cruz

Caracterização de acil-homosserina lactonas produzidas por Methylobacterium mesophilicum em meio de cultura contendo glucose; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Morgana Gleibe Lúcio

Síntese de sondas fluorogênicas para a triagem de atividade enzimática em microrganismos e biocatálise convencional; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Célio Fernando Figueiredo Angolini

Determinação da Estereoquímica Absoluta de Epóxidos; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Morgana Gleibe Lúcio

Avaliação da atividade de hidrolases e monooxigenases em células normais e tumorais por sondas fluorescentes; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

MILENA s FEUERHARMEL

TRIAGEM DE ATIVIDADE CATALÍTICA; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

LETICIA B FILIER

ISOLAMENTO DE METABÓLITOS SECUNDÁRIOS DE FUNGOS; 2006; Iniciação Científica - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

DIEGO SENATORE

COMPOSIÇÃO DAS MEMBRANAS DE BACTERIAS DE PETROLEO; 2005; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

JULIA PEDRONI

COMPOSIÇÃO QUÍMICA DE NINHOS E CERAS DE MELIPONINIOS; 2004; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Liliane Girotto Cabrini

CORRELAÇÃO ENTRE BIOMARCADORES E MICROORGANISMOS DOS PETROELSO DA b; DE cAMPOS; 2003; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Marcela E

Zacharias; Contrôle químico do farelo de arroz submetido a diferentes processos industriais visando a diminuição da atividade de lipases; 2001; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Anita Jocelyne Marsaioli;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • FONTES, J. E. N. ; RODRIGUEZ-CATURLA, M. Y. ; SANTANA, A. S. ; Lopes, T.I.B. ; MARSAIOLI, A. J. . Foodomics and storage monitoring of three meat cuts by 1 H NMR. CONCEPTS IN MAGNETIC RESONANCE PART A , v. 47A, p. e21474, 2019.

  • MALAFATTI-PICCA, LUSIANE ; DE BARROS CHAVES, MICHEL RICARDO ; DE CASTRO, ALINE MACHADO ; VALONI, ÉRIKA ; OLIVEIRA, V. M. ; MARSAIOLI, A. J. ; DE FRANCESCHI DE ANGELIS, DEJANIRA ; ATTILI-ANGELIS, DERLENE . Hydrocarbon-associated substrates reveal promising fungi for poly (ethylene terephthalate) (PET) depolymerization. BRAZILIAN JOURNAL OF MICROBIOLOGY , v. xx, p. yy, 2019.

  • TEIXEIRA, JOYCE ; QUEIROZ, ANA CAROLINA ; VEIGA, JAMILLE ; LEÃO, KAMILA ; CONTRERA, FELIPE ; DOMINGUES, FELIPE ; FONTES, JOSÉ ERALDO ; LOPES, THIAGO ; MARSAIOLI, ANITA ; Menezes, Cristiano . Soy extract as protein replacement to feed Melipona flavolineata Friese (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). JOURNAL OF APICULTURAL RESEARCH , v. 59, p. 1-11, 2019.

  • CAMARA, CLAUDIO A.G. DA ; Marsaioli, Anita J. ; BITTRICH, Volker . Chemical constituents of apolar fractions from fruit latex of twelve Clusia species (Clusiaceae). ANAIS DA ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS (ONLINE) , v. 90, p. 1919-1927, 2018.

  • RIBEIRO, MARILENE D. M. MORSELLI ; MING, CHIU CHIH ; LOPES, THIAGO I. B. ; GRIMALDI, RENATO ; Marsaioli, Anita J. ; GONÇALVES, LIRENY AP. G. . Enzymatic synthesis of structured lipids from liquid and fully hydrogenated high oleic sunflower oil. INTERNATIONAL JOURNAL OF FOOD PROPERTIES , v. 21, p. 702-716, 2018.

  • COSTA, BRUNA ; GALMAN, JAMES ; SLABU, IUSTINA ; FRANCE, SCOTT ; MARSAIOLI, ANITA ; TURNER, NICHOLAS JOHN . Synthesis of 2,5-disubstituted pyrrolidine alkaloids via a one-pot cascade using transaminase and reductive aminase biocatalysts. ChemCatChem , v. 10, p. 4733-4738, 2018.

  • MEDICE, A. ; LOURENCO, C. ; Gasparin R. ; NAKANO, A. ; MARSAIOLI, A. J. . Fragrance Retention in Virgin and Bleached Caucasian Hair. JOURNAL OF COSMETIC SCIENCE , v. 69, p. 363, 2018.

  • DA FONSECA, FRANCINE ; SALOMÃO, ADRIANA ; VASCONCELLOS-NETO, JOÃO ; LOPES, THIAGO ; MARSAIOLI, ANITA . Volatile Compounds from the Bark Bugs Phloea subquadrata and Phloeophana longirostris (Heteroptera: Phloeidae). Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , v. 00, p. 1-6, 2017.

  • BOFINGER, MATHEUS R. ; DE SOUSA, LUCAS S. ; FONTES, JOSÉ E. N. ; Marsaioli, Anita J. . Diketopiperazines as Cross-Communication Quorum - Sensing Signals between Cronobacter sakazakii and Bacillus cereus . ACS Omega , v. 2, p. 1003-1008, 2017.

  • CHAVES, MICHEL ; LIMA, MARIA ; MALAFATTI'PICCA, LUSIANE ; DE ANGELIS, DERLENE ; DE CASTRO, ALINE ; VALONI, ÉRIKA ; MARSAIOLI, ANITA . A Practical Fluorescence-Based Screening Protocol for Polyethylene Terephthalate Degrading Microorganisms. JOURNAL OF THE BRAZILIAN CHEMICAL SOCIETY , v. 1, p. 1, 2017.

  • DANTAS, MARIA DAYANNE DE A. ; TENÓRIO, HUMBERTO DE ARAÚJO ; LOPES, THIAGO INÁCIO B. ; PEREIRA, HUGO JUAREZ V. ; Marsaioli, Anita J. ; FIGUEIREDO, ISIS M. ; SANTOS, JOSUÉ CARINHANHA CALDAS . Interactions of tetracyclines with ovalbumin, the main allergen protein from egg white: Spectroscopic and electrophoretic studies. INTERNATIONAL JOURNAL OF BIOLOGICAL MACROMOLECULES , v. 102, p. 505-514, 2017.

  • LIMA, MARIA ; CHAVES, MICHEL ; DO NASCIMENTO, RENATO ; GONÇALVES, CAROLINE ; MARSAIOLI, ANITA . Simultaneous Multienzymatic Screening with Fluorogenic Probes. JOURNAL OF THE BRAZILIAN CHEMICAL SOCIETY , v. 1, p. 1, 2017.

  • COSTA, JONAS HENRIQUE ; COSTA, Bruna Zucoloto da ; DE ANGELIS, DERLENE ATTILI ; MARSAIOLI, A. J. . Monoamine oxidase and transaminase screening: biotransformation of 2-methyl-6-alkylpiperidines by Neopestalotiopsis sp. CBMAI 2030. APPLIED MICROBIOLOGY AND BIOTECHNOLOGY , v. 101, p. 6061-6070, 2017.

  • ARAUJO, F. D. S. ; SANTOS, C. F. ; MARSAIOLI, A. J. ; IMPERATRIZ-FONSECA, V. L. . Cuticular hydrocarbons profiles and putative sources of sex pheromones in queens of Tetragonisca angustula (Hymenoptera: Apidae: Meliponini). TRENDS IN ENTOMOLOGY , v. 13, p. 79-93, 2017.

  • RIBEIRO, M. M. M. ; CHIU, M. ; Lopes, T.I.B. ; GRIMALDI, RENATO ; MARSAIOLI, A. J. ; GONCALVES, L. A. G. . Synthesis of structured lipids containing behenic acid from fully hydrogenated Crambe abyssinica oil by enzymatic interesterification. JOURNAL OF FOOD SCIENCE AND TECHNOLOGY-MYSORE , v. 54, p. 1146-1157, 2017.

  • FONSECA, FRANCINE S. A. DA ; MEDEIROS, MARÍLIA ; SALOMÃO, ADRIANA T. ; VASCONCELLOS-NETO, JOÃO ; Marsaioli, Anita J. . ( )-4-Oxo-2-hexenal Dimers in the Scent Glands of the Bark Bug (Heteroptera, Phloeidae). Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , v. 27, p. 1459-1464, 2016.

  • LOPES, THIAGO I.B. ; RIBEIRO, MARILENE D.M.M. ; MING, CHIU C. ; GRIMALDI, RENATO ; GONÇALVES, LIRENY A.G. ; Marsaioli, Anita J. . Comparison of the regiospecific distribution from triacylglycerols after chemical and enzymatic interesterification of high oleic sunflower oil and fully hydrogenated high oleic sunflower oil blend by carbon-13 nuclear magnetic resonance. Food Chemistry , v. 212, p. 641-647, 2016.

  • LOPES, THIAGO I.B. ; GELONEZE, Bruno ; Pareja, José C. ; CALIXTO, ANTÔNIO R. ; FERREIRA, MÁRCIA M.C. ; MARSAIOLI, A. J. . -Omics- Prospective Monitoring of Bariatric Surgery: Roux-En-Y Gastric Bypass Outcomes Using Mixed-Meal Tolerance Test and Time-Resolved H NMR-Based Metabolomics. OMICS: Journal of Integrative Biology , v. 20, p. 415-423, 2016.

  • COSTA, B.Z. ; RODRIGUES, V.D. ; OLIVEIRA, V. M. ; OTTOBONI, L.M.M. ; MARSAIOLI, A. J. . Enzymatic potential of heterotrophic bacteria from a neutral copper mine drainage. Brazilian Journal of Microbiology (Impresso) , v. 00, p. xx-yy, 2016.

  • MARTINS, LAERCIO ; ANGOLINI, CÉLIO ; DA CRUZ, GEORGIANA ; MARSAIOLI, ANITA . Characterization of Acidic Compounds in Brazilian Tar Sand Bitumens by LTQ Orbitrap XL: Assessing Biodegradation Using Petroleomics. JOURNAL OF THE BRAZILIAN CHEMICAL SOCIETY , v. 28, p. 848-857, 2016.

  • GONÇALVES, CAROLINE C.S. ; COSTA, Bruna Zucoloto da ; LIMA, MARIA L.S.O. ; FIORITO, GIOVANNA F. ; RUIZ, ANA LÚCIA T.G. ; DE OLIVEIRA, SILVIA B.P. ; BARBOSA, GUILHERME O. ; DE CARVALHO, HERNANDES F. ; MARSAIOLI, A. J. . Enzymatic profiling in prostate and breast cancer cells: phosphate hydrolysis and alcohol oxidation. TETRAHEDRON , v. 72, p. 7235-7240, 2016.

  • SIGRIST, RENATA ; DA COSTA, BRUNA ZUCOLOTO ; Marsaioli, Anita Jocelyne ; DE OLIVEIRA, LUCIANA GONZAGA . Nature-Inspired Enzymatic Cascades to Build Valuable Compounds. Biotechnology Advances , v. 33, p. 394, 2015.

  • Angolini, Célio F. F. ; CAPILLA, RAMSÉS ; Marsaioli, Anita J. . Petroleum Biodegradation Effects on Polar Acidic Compounds and Correlation with Their Corresponded Hydrocarbon Fractions. Energy & Fuels (Print) , v. 29, p. 4886-4892, 2015.

  • HALEEM, M. A. ; CAPELLARI, S. C. ; SYMPSON, B. B. ; MARSAIOLI, ANITA . Pterandric Acid - its Isolation, Synthesis and Stereochemistry. Natural Product Communications , v. 10, p. 99-102, 2015.

  • DA FONSECA, FRANCINE S.A. ; Angolini, Célio F.F. ; ARRUDA, MARCO A. ZEZZI ; JUNIOR, CÍCERO A.L. ; SANTOS, CLELTON A. ; SARAIVA, ANTONIO M. ; PILAU, EDUARDO ; SOUZA, ANETE P. ; LABORDA, PRIANDA R. ; DE OLIVEIRA, PATRÍCIA F.L. ; DE OLIVEIRA, VALÉRIA M. ; REIS, FRANCISCO DE ASSIS M. ; Marsaioli, Anita J. . Identification of oxidoreductases from the petroleum Bacillus safensis strain. Biotechnology Reports , v. 8, p. 152-159, 2015.

  • Menezes, Cristiano ; VOLLET-NETO, AYRTON ; MARSAIOLI, ANITAJOCELYNE ; ZAMPIERI, DAVILA ; FONTOURA, ISABELACARDOSO ; LUCHESSI, AUGUSTODUCATI ; IMPERATRIZ-FONSECA, VERALUCIA . A Brazilian Social Bee Must Cultivate Fungus to Survive. Current Biology , v. 25, p. 2851-2855, 2015.

  • Angolini, Célio F. F. ; PILAU, EDUARDO J. ; LOPES-OLIVEIRA, PATRÍCIA F. ; Garcia, Isabel N. S. ; GOZZO, FÁBIO C. ; OLIVEIRA, V. M. ; MARSAIOLI, A. J. . Classification and Identification of Petroleum Microorganisms by MALDI-TOF Mass Spectrometry. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , v. 26, p. 513-520, 2015.

  • LOPES, THIAGO I.B. ; GELONEZE, Bruno ; Pareja, José C. ; CALIXTO, ANTONIO R. ; FERREIRA, MÁRCIA M.C. ; MARSAIOLI, A. J. . Blood Metabolome Changes Before and After Bariatric Surgery: A 1 H NMR-Based Clinical Investigation. OMICS: Journal of Integrative Biology , v. 19, p. 150414133239000-327, 2015.

  • MARTINS, LUCAS ; ARRAIS, MONICA ; DE SOUZA, ALEXANDRE ; MARSAIOLI, ANITA . 1 H NMR studies of binary and ternary dapsone supramolecular complexes with different drug carriers: EPC liposome, SBE- -CD and -CD. Magnetic Resonance in Chemistry , v. 52, p. n/a-n/a, 2014.

  • GONÇALVES, CAROLINE DA COSTA SILVA ; Marsaioli, Anita Jocelyne . MONITORING ENZYMATIC ACTIVITIES WITH FLUOROGENIC PROBES. Química Nova (Impresso) , v. 37, p. 1028-1036, 2014.

  • LIMA, MARIA L. S. O. ; Gonçalves, C. C. S. ; BARREIRO, JULIANA C. ; CASS, QUEZIA B. ; MARSAIOLI, A. J. . High Throughput Enzymatic Enantiomeric Excess: Quick-. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , v. 26, p. 319-324, 2014.

  • LOPES, T. I. B. ; MARTINS, L. G. ; NAGASSAKI, S. ; GELONEZE, B. ; MARSAIOLI, A. J. . Orlistat-Induced Modulation of Plasma Metabolites Independent of Weight Loss in Overweight Females. Journal of Chemistry and Chemical Engineering , v. 7, p. 547-555, 2013.

  • ROCHA, D. F. O. ; WOUTERS, F. C. ; ZAMPIERI, D. S. ; BROCKSOM, T. J. ; MACHADO, G. ; MARSAIOLI, A. J. . Harvestman Phenols and Benzoquinones: Characterisation and Biosynthetic Pathway. Molecules (Basel. Online) , v. 18, p. 11429-11451, 2013.

  • DOURADO, M. N. ; BOGAS, A. C. ; POMINI, A. M. ; ANDREOTE, F. D. ; QUECINE, M. C. ; MARSAIOLI, A. J. ; ARAUJO, W. L. . Methylobacterium-plant interaction genes regulated by plant exudate and quorum sensing molecules. Brazilian Journal of Microbiology (Impresso) , v. 44, p. 1331-1339, 2013.

  • ROCHA, D. F. O. ; WOUTERS, F. C. ; MACHADO, G. ; MARSAIOLI, A. J. . First Biosynthetic pathway of 1-hepten-3-one in Iporangaia pustulosa (Opiliones). Scientific Reports , v. 3, p. 3156, 2013.

  • LOPES, T. I. B. ; RIMLAND, C. A. ; NAGASSAKI, S. ; GELONEZE, B. ; MARSAIOLI, A. J. . A Chemometric Model Applied to Fatty Acid Determination in Blood. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , p. 1599, 2013.

  • GONCALVES, C. C. S. ; MARSAIOLI, A. J. . Fatos e tendências da biocatálise. Química Nova (Impresso) , v. 36, p. 1587-1590, 2013.

  • LOPES-OLIVEIRA, P. F. ; VASCONCELLOS, S. P. ; ANGOLINI, C. F. F. ; da Cruz, G. F. ; MARSAIOLI, A. J. ; SANTOS NETO, E. V. ; OLIVEIRA, V. M. . Taxonomic Diversity and Biodegradation Potential of Bacteria Isolated from Oil Reservoirs of an Offshore Southern Brazilian Basin. Journal of Petroleum & Environmental Biotechnology , v. 03, p. 132, 2013.

  • BELOTI, L. ; COSTA, B. Z. ; TOLEDO, M. A. S. ; SANTOS, C. A. ; CRUCELLO, A. ; FAVARO, M. T. P. ; SANTIAGO, A. S. ; MENDES, J. S. ; MARSAIOLI, A. J. ; SOUZA, A. P. . A novel and enantioselective epoxide hydrolase from Aspergillus brasiliensis CCT 1435: Purification and characterization. Protein Expression and Purification (Print) , v. 91, p. 175-183, 2013.

  • WOUTERS, F. C. ; ROCHA, D. F. O. ; GONCALVES, C. C. S. ; MACHADO, G. ; MARSAIOLI, A. J. . Additional Vinyl Ketones and Their Pyranyl Ketones in Gonyleptid Harvestmen (Arachnida: Opiliones) Suggest These Metabolites Are Widespread in This Family. Journal of Natural Products (Print) , v. 76, p. 1559-1564, 2013.

  • MARSAIOLI, A. J. ; MILAGRE, C. D. F. ; CABECA, L. F. ; ALMEIDA, W. P. . -lactam antibiotics epitope mapping with STD NMR spectroscopy: a study of drug-human serum albumin interaction. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , p. 403+/-, 2012.

  • ARAUJO, F. D. S. ; ESPER, L. M. R. ; KUAYE, A. Y. ; SIRCILI, M. P. ; MARSAIOLI, A. J. . N-Acyl-homoserine Lactones from Enterobacter sakazakii (Cronobacter spp.) and Their Degradation by Bacillus cereus Enzymes. Journal of Agricultural and Food Chemistry , v. 60, p. 585-592, 2012.

  • ARAUJO, F. D. S. ; FAVARO, L. C. L. ; ARAUJO, W. L. ; OLIVEIRA, F. L. ; APARICIO, R. ; MARSAIOLI, A. J. . Epicolactone - Natural Product Isolated from the Sugarcane Endophytic Fungus Epicoccum nigrum. European Journal of Organic Chemistry (Print) , v. 2012, p. 5225-5230, 2012.

  • da CRUZ, G. F. ; MARSAIOLI, A. J. . Processos naturais de biodegradação do petróleo em reservatórios. Química Nova (Impresso) , v. 35, p. 1628-1634, 2012.

  • PIANARO, A. ; Fox, E. G. P. ; Bueno, O. C. ; MARSAIOLI, A. J. . Rapid configuration analysis of the solenopsins. Tetrahedron: Asymmetry (Print) , v. 23, p. 635-642, 2012.

  • ROCHA, D. F. O. ; HAMILTON, K. ; GONCALVES, C. C. S. ; MACHADO, G. ; MARSAIOLI, A. J. . 6-Alkyl-3,4-dihydro-2 H -pyrans: Chemical Secretion Compounds in Neotropical Harvestmen. Journal of Natural Products (Print) , v. 74, p. 658-663, 2011.

  • FARIA, A. V. ; MACEDO Jr, F. C. ; MARSAIOLI, A. J. ; FERREIRA, M. M. C. ; CENDES, F. . Classification of brain tumor extracts by high resolution H MRS using partial least squares discriminant analysis. Brazilian journal of medical and biological research , v. 44, p. 149-164, 2011.

  • CABECA, L. F. ; POMINI, A. M. ; CRUZ, P. R. ; MARSAIOLI, A. J. . Binding Events of (S)-N-(3-Oxo-octanoyl)-homoserine Lactone with Agrobacterium tumefaciens Mutant Cells Studied by Saturation Transfer Difference NMR. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , v. 22, p. 702-708, 2011.

  • CABECA, L. F. ; FIGUEIREDO, I. M. ; de PAULA, E. ; MARSAIOLI, A. J. . Prilocaine-cyclodextrin-liposome: effect of pH variations on the encapsulation and topology of a ternary complex using 1H NMR. Magnetic Resonance in Chemistry , v. 49, p. 295-300, 2011.

  • CAPPELLARI, S. C. ; HALEEM, M. A. ; MARSAIOLI, A. J. ; TIDON, R. ; SIMPSON, B. B. . Pterandra pyroidea: a case of pollination shift within Neotropical Malpighiaceae. Annals of Botany (Print) , v. 107, p. 1323-1334, 2011.

  • MILAGRE, C. D. F. ; CABECA, L. F. ; MARTINAS, L. G. ; MARSAIOLI, A. J. . STD NMR spectroscopy: a case study of fosfomycin binding interactions in living bacterial cells. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , v. 22, p. 286-291, 2011.

  • da Cruz, G. F. ; VASCONCELLOS, S.P. ; ANGOLINI, C. F. F. ; DELLAGNEZZE, B. M. ; GARCIA, I. N. S. ; de OLIVEIRA, V. M. ; SANTOS NETO, E. V. ; MARSAIOLI, A. J. . Could petroleum biodegradation be a joint achievement of aerobic and anaerobic microrganisms in deep sea reservoirs?. AMB Express , v. 1, p. 47, 2011.

  • VASCONCELLOS, S. P. ; DELLAGNEZZE, B. M. ; WIELAND, A. ; KLOCK, J. ; NETO, E. V. S. ; MARSAIOLI, A. J. ; OLIVEIRA, V. M. ; MICHAELIS, W. . The potential for hydrocarbon biodegradation and production of extracellular polymeric substances by aerobic bacteria isolated from a Brazilian petroleum reservoir. World Journal of Microbiology & Biotechnology , v. 27, p. 1513-1518, 2011.

  • VASCONCELLOS, S. P. ; ANGOLINI, C. F. F. ; GARCIA, I. N. S. ; DELLAGNEZZE, B. M. ; SILVA, C. C. ; MARSAIOLI, A. J. . Screening for hydrocarbon biodegraders in a metagenomic clone library derived from Brazilian petroleum reservoirs. Organic Geochemistry , v. 41, p. 675-681, 2010.

  • VASCONCELLOS, S. P. ; ANGOLINI, C. F. F. ; GARCIA, I. N. S. ; DELLAGNEZZE, B. M. ; SILVA, C. C. ; MARSAIOLI, A. J. ; SANTOS NETO, E. V. ; OLIVEIRA, V. M. . Reprint of: Screening for hydrocarbon biodegraders in a metagenomic clone library derived from Brazilian petroleum reservoirs. Organic Geochemistry , v. 41, p. 1067-1073, 2010.

  • POMINI, A. M. ; MACHADO, G. ; PINTO-DA-ROCHA, R. ; MACÍAS-ORDONEZ, R. ; MARSAIOLI, A. J. . Lines of defense in the harvestman Hoplobunus mexicanus (Arachnida: Opiliones): Aposematism, stridulation, thanatosis, and irritant chemicals. Biochemical Systematics and Ecology , v. 38, p. 300-308, 2010.

  • da CRUZ, G. F. ; ANGOLINI, C. F. F. ; SANTOS NETO, E. V. ; Loh, W. ; MARSAIOLI, A. J. . Exopolymeric substances (EPS) produced by petroleum microbial consortia. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , v. 21, p. 1517-1523, 2010.

  • da CRUZ, G. F. ; ANGOLINI, C. F. F. ; de OLIVEIRA, L. G. ; LOPES, P. F. ; de VASCONCELLOS, S. P. ; CRESPIM, E. ; de OLIVEIRA, V. M. ; NETO, E. V. S. ; MARSAIOLI, A. J. . Searching for monooxygenases and hydrolases in bacteria from an extreme environment. Applied Microbiology and Biotechnology , v. 87, p. 319-329, 2010.

  • Mantovani, S. M. ; de OLIVEIRA, L. G. ; MARSAIOLI, A. J. . Esterase screening using whole cells of Brazilian soil microorganisms. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , v. 21, p. 1484-1489, 2010.

  • MARTINS, L. G. ; MARSAIOLI, A. J. ; FIGUEIREDO, I. M. ; EFRAIM, P. ; PEZOA-GARCIA, N. H. . 1H NMR spectroscopy applied to the cocoa evaluation of Theobroma cacao clones. Annals of Magnetic Resonance , v. 9, p. 21-29, 2010.

  • MARTINS, L. G. ; FIGUEIREDO, I. M. ; MARSAIOLI, A. J. ; EFRAIM, P. ; PEZOA-GARCIA, H. . 1H NMR spectroscopy applied to the cocoa evaluation of Theobroma cacao clones. Annals of Magnetic Resonance , v. 9, p. 21-29, 2010.

  • PIANARO, A. ; MENEZES, C. ; KERR, W. E. ; SINGER, R. B. ; PATRICIO, E. F. L. R. A. ; MARSAIOLI, A. J. . Stingless Bees: Chemical Differences and Potential Functions in Nannotrigona testaceicornis and Plebeia droryana Males and Workers. Journal of Chemical Ecology , v. 35, p. 1117-1128, 2009.

  • PINHEIRO, L. ; OLIVEIRA, L. G. ; MARSAIOLI, A. J. . Assessing the absolute configuration of (7S,8R)-()-epoxyjasmone. Journal of Molecular Catalysis. B, Enzymatic (Print) , v. 60, p. 133-137, 2009.

  • CABECA, L. F. ; PICKHOLZ, M. ; PAULA, E. ; MARSAIOLI, A. J. . LiposomePrilocaine Interaction Mapping Evaluated through STD NMR and Molecular Dynamics Simulations. Journal of Physical Chemistry. B , v. 113, p. 2365-2370, 2009.

  • POMINI, A. M. ; CRUZ, P. L. R. ; GAI, C. ; ARAÚJO, W. L. ; MARSAIOLI, A. J. . Long-Chain Acyl-Homoserine Lactones from Methylobacterium mesophilicum: Synthesis and Absolute Configuration. Journal of Natural Products (Print) , v. 72, p. 2125-2129, 2009.

  • DOS SANTOS, D. A. P. ; BRAGA, P. A. C. ; SILVA, M. F. G. F. ; FERNANDES, J. B. ; VIEIRA, P. C. ; MAGALHAES, A. F. ; MAGALHAES, E. G. ; MARSAIOLI, A. J. ; MORAES, V. R. S. ; RATTRAY, L. ; CROFT, S. . Anti-African trypanocidal and antimalarial activity of natural flavonoids, dibenzoylmethanes and synthetic analogues. Journal of Pharmacy and Pharmacology , v. 61, p. 257-266, 2009.

  • de VASCONCELLOS, S. P. ; CRESPIM, E. ; da CRUZ, G. F. ; SENATORE, D. B. ; SIMIONI, K. C. M. ; NETO, E. V. S. ; MARSAIOLI, A. J. ; de OLIVEIRA, V. M. . Isolation, biodegradation ability and molecular detection of hydrocarbon degrading bacteria in petroleum samples from a Brazilian offshore basin. Organic Geochemistry , v. 40, p. 574-588, 2009.

  • Mantovani, S. M. ; ANGOLINI, C. F. F. ; MARSAIOLI, A. J. . Mechanistic investigation of the Candida albicans CCT 0776 stereoinversion system and application to obtain enantiopure secondary alcohols. Tetrahedron: Asymmetry (Print) , v. 20, p. 2635-2638, 2009.

  • ARANTES, L. M. ; SCARELLI, C. ; MARSAIOLI, A. J. ; de PAULA, E. ; FERNANDES, S. A. . Proparacaine complexation with -cyclodextrin and p -sulfonic acid calix[6]arene, as evaluated by varied 1 H-NMR approaches. Magnetic Resonance in Chemistry , v. 47, p. 757-763, 2009.

  • MANTOVANI, S ; DEOLIVEIRA, L ; MARSAIOLI, A. J. . Whole cell quick E for epoxide hydrolase screening using fluorescent probes. Journal of Molecular Catalysis. B, Enzymatic (Print) , v. 52-53, p. 173-177, 2008.

  • CABECA, L. F. ; FERNANDES, S. A. ; de PAULA, E. ; MARSAIOLI, A. J. . Topology of a ternary complex (proparacaine--cyclodextrin-liposome) by STD NMR. Magnetic Resonance in Chemistry , v. 46, p. 832-837, 2008.

  • DA CRUZ, G. F. ; DOS SANTOS, E. V. ; MARSAIOLI, A. J. . Petroleum degradation by aerobic microbiota from the Pampo Sul Oil Field, Campos Basin, Brazil. Organic Geochemistry , v. 39, p. 1204-1209, 2008.

  • CHEN, L. S. ; Mantovani, S. M. ; OLIVEIRA, L. G. ; DUARTE, M. C. T. ; MARSAIOLI, A. J. . 1,2-Octanediol deracemization by stereoinversion using whole cells. Journal of Molecular Catalysis. B, Enzymatic (Print) , v. 54, p. 50-54, 2008.

  • POMINI, A. M. ; MARSAIOLI, A. J. . Absolute Configuration and Antimicrobial Activity of Acylhomoserine Lactones. Journal of Natural Products (Print) , v. 71, p. 1032-1036, 2008.

  • PINHEIRO, L. ; MARSAIOLI, A. J. . Microbial monooxygenases applied to fragrance compounds. Journal of Molecular Catalysis. B, Enzymatic (Print) , v. 44, p. 78-86, 2007.

  • PIANARO, A. ; FLACH, A. ; PATRICIO, E. F. L. R. A. ; NOGUEIRA-NETO, P. ; MARSAIOLI, A. J. . Chemical Changes Associated with the Invasion of a Melipona scutellaris Colony by Melipona rufiventris Workers. Journal of Chemical Ecology , v. 33, p. 971-984, 2007.

  • FIGUEIREDO, I. M. ; MARSAIOLI, A. J. . Mapeamento das interações proteína-ligante através de técnicas de RMN de H utilizando detecção do ligante. Química Nova (Impresso) , v. 30, p. 1597-1605, 2007.

  • FERNANDES, S. A. ; CABECA, L. F. ; MARSAIOLI, A. J. ; de PAULA, E. . Investigation of tetracaine complexation with beta-cyclodextrins and p-sulphonic acid calix[6]arenes by nOe and PGSE NMR. Journal of Inclusion Phenomena and Macrocyclic Chemistry (Print) , v. 57, p. 395-401, 2007.

  • REIS, M. G. ; FARIA, A. D. ; SANTOS, I. A. ; AMARAL, M. C. E. ; MARSAIOLI, A. J. . Byrsonic Acid-the Clue to Floral Mimicry Involving Oil-Producing Flowers and Oil-Collecting Bees. Journal of Chemical Ecology , v. 33, p. 1421-1429, 2007.

  • POMINI, A. M. ; PACCOLA-MEIRELLES, L. D. ; MARSAIOLI, A. J. . Acyl-Homoserine Lactones Produced by Pantoea sp. Isolated from the -Maize White Spot- Foliar Disease. Journal of Agricultural and Food Chemistry , v. 55, p. 1200-1204, 2007.

  • de SOUZA, A. O. ; GALETTI, F. C. S. ; SILVA, C. L. ; BICALHO, B. ; PARMA, M. M. ; FONSECA, S. F. ; MARSAIOLI, A. J. ; TRINDADE, A. C. L. B. ; GIL, R. P. F. ; BEZERRA, F. S. ; ANDRADE-NETO, M. ; de OLIVEIRA, V. M. . Antimycobacterial and cytotoxicity activity of synthetic and natural compounds. Química Nova (Impresso) , v. 30, p. 1563-1566, 2007.

  • SOUZA, A. O. ; GALETTI, F. C. S. ; SILVA, C. L. ; BICALHO, B. ; PARMA, M. M. ; FONSECA, S. F. ; MARSAIOLI, A. J. ; TRINDADE, A. C. L. B. ; GIL, R. P. F. ; BEZERRA, F. S. ; ANDRADE-NETO, M. ; OLIVEIRA, M. C. F. . Antimycobacterial and cytotoxicity activity of synthetic and natural compounds. Química Nova (Impresso) , v. 30, p. 1563-1566, 2007.

  • REIS, M. G. ; SINGER, Rodrigo B. ; GONCALVES R ; MARSAIOLI, A. J. . The chemical composition of Phymatidium delicatulum and P-tillandsioides (Orchidaceae) floral oils. Natural Product Communications , v. 1, p. 757-761, 2006.

  • ZUCKERMAN-SCHPECTOR, J. ; COELHO DCS ; TANAKA, C. M. A. ; MARSAIOLI, A. J. . Crystal structure of 2-chloro-2-(chloromethyl)-5-(1-hydroxy-isopropyl)cyclohexane-1-ol, C10H18Cl2O2. Zeitschrift fur Kristallographie. New Crystal Structures , v. 221, p. 537-538, 2006.

  • MARSAIOLI, A. J. ; FIGUEIREDO, I. M. ; GARCIA, N. H. P. ; PEREIRA, N. R. ; EFRAIM, Priscila ; MARSAIOLI JR, Antonio ; RODRIGUES, N. R. . 1 H NMR, a Rapid Method to Monitor Organic Acids during Cupuassu ( Theobroma grandiflorum Spreng) Processing. Journal of Agricultural and Food Chemistry , v. 54, p. 4102-4106, 2006.

  • POMINI, A. M. ; ARAÚJO, W. L. ; MARSAIOLI, A. J. . Structural Elucidation and Biological Activity of Acyl-homoserine Lactones from the Phytopathogen Pantoea ananatis Serrano 1928. Journal of Chemical Ecology , v. 32, p. 1769-1778, 2006.

  • FLACH, A. ; MARSAIOLI, A. J. ; SINGER, R. B. ; AMARAL, M. C. E. ; MENEZES, C. ; KERR, W. E. ; BATISTA-PEREIRA, L. G. ; CORREA, A. G. . Pollination by Sexual Mimicry in Mormolyca ringens: A Floral Chemistry that Remarkably Matches the Pheromones of Virgin Queens of Scaptotrigona sp.. Journal of Chemical Ecology , v. 32, p. 59-70, 2006.

  • SICARD, R. ; CHEN, L. S. ; MARSAIOLI, A. J. ; REYMOND, J. L. . A Fluorescence-Based Assay for Baeyer-Villiger Monooxygenases, Hydroxylases and Lactonases. Advanced Synthesis & Catalysis (Print) , v. 347, p. 1041-1050, 2005.

  • FERNANDES, S. A. ; NACTHIGAL, F. F. ; LAZZAROTTO, M. ; FUJIWARA, F. Y. ; MARSAIOLI, A. J. . ?Non-covalent synthesis? of a chiral host of calix[6]arene and enantiomeric discrimination. Magnetic Resonance in Chemistry , v. 43, p. 398-404, 2005.

  • MACHADO, G. ; CARRERA, P. C. ; POMINI, A. M. ; MARSAIOLI, A. J. . Chemical Defense in Harvestmen (Arachnida, Opiliones): Do Benzoquinone Secretions Deter Invertebrate and Vertebrate Predators?. Journal of Chemical Ecology , v. 31, p. 2519-2539, 2005.

  • MACEDO Jr, F. C. ; MARSAIOLI, A. J. . Total structural assignment and absolute configuration of terreinol by13C and1H NMR. Magnetic Resonance in Chemistry , v. 43, p. 251-255, 2005.

  • RODRIGUES, D. C. ; VASCONCELLOS, S.P. ; ALVES, P. B. ; de ABREU, B. A. ; de OLIVEIRA, V. M. ; MANFIO, G. P. ; NETO, E. V. S. ; MARSAIOLI, A. J. . Relationship between cyclohexyl-alkanoic acids and the acidothermophilic bacterium Alicyclobacillus spp.: Evidence from Brazilian oils. Organic Geochemistry , v. 36, p. 1443-1453, 2005.

  • POMINI, A. M. ; MANFIO, G. P. ; ARAÚJO, W. L. ; MARSAIOLI, A. J. . Acyl-homoserine Lactones from Erwinia psidii R. IBSBF 435 T , a Guava Phytopathogen ( Psidium guajava L.). Journal of Agricultural and Food Chemistry , v. 53, p. 6262-6265, 2005.

  • MARSAIOLI, A. J. ; REIS, M. G. ; PASARIN, E. R. ; SILVA, U. F. ; AMARAL, M. C. E. . Pollinator attraction devices (floral fragrances) of some Brazilian orchids. ARKIVOC , USA, v. 6, p. 103-111, 2004.

  • SINGER, R. B. ; FLACH, A. ; KOEHLER, S. ; MARSAIOLI, A. J. ; AMARAL, M. C. E. . Sexual Mimicry in Mormolyca Ringens (Lindl.) Schltr. (Orchidaceae: Maxillariinae). Annals of Botany (Print) , Inglaterra, v. 93, n.6, p. 755-762, 2004.

  • GONÇALVES, R. A. C. ; PORTO, A. L. M. ; PINHEIRO, L. ; CAGNON, J. R. ; MANFIO, G. P. ; MARSAIOLI, A. J. . Multibioreaction methodology for Baeyer-Villiger monooxygenase monitoring. Food Technology and Biotechnology , v. 42, p. 355-361, 2004.

  • ABREU, I. N. ; REIS, M. G. ; MARSAIOLI, A. J. ; MAZZAFERA, P. . Essential oil composition ofHypericum brasiliense choise. Flavour and Fragrance Journal (Print) , v. 19, p. 80-82, 2004.

  • FLACH, A. ; DONDON, R. ; SINGER, R. B. ; KOEHLER, S. ; AMARAL, M. C. E. ; MARSAIOLI, A. J. . The Chemistry of Pollination in Selected Brazilian Maxillariinae Orchids: Floral Rewards and Fragrance. Journal of Chemical Ecology , v. 30, p. 1045-1056, 2004.

  • ABREU, I. N. ; PORTO, A. L. M. ; MARSAIOLI, A. J. ; MAZZAFERA, P. . Distribution of bioactive substances from Hypericum brasiliense during plant growth. Plant Science (Limerick) , v. 167, p. 949-954, 2004.

  • BICALHO, B. ; CHEN, L. S. ; GROGNUX, J. ; REYMOND, J. L. ; MARSAIOLI, A. J. . Studies on whole cell fluorescence-based screening for epoxide hydrolases and Baeyer-Villiger monoxygenases. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , v. 15, p. 911-916, 2004.

  • MACEDO Jr, F. C. ; PORTO, A. L. M. ; MARSAIOLI, A. J. . Terreinol--a novel metabolite from Aspergillus terreus: structure and 13C labeling. Tetrahedron Letters , v. 45, p. 53-55, 2004.

  • SETTE, L. D. ; COSTA, L. A. M. A. ; MARSAIOLI, A. J. ; MANFIO, G. P. . Biodegradation of alachlor by soil streptomycetes. Applied Microbiology and Biotechnology , v. 64, p. 712-717, 2004.

  • BITTRICH, V. ; AMARAL, M. C. E. ; MACHADO, S. M. F. ; MARSAIOLI, A. J. . Floral Resin of Tovomitopsis sadanhae (Guttiferae) and 7-epi-nemorosone structural revision. Zeitschrift fur Naturforschung. C, A Journal of Biosciences , v. 58, n.9/10, p. 643-648, 2003.

  • NOGUEIRA, M. A. ; MAGALHAES, E. G. ; MAGALHAES, A. F. ; BILOTI, D. N. ; LAVERDE JR., A. ; PESSINE, F. B. T. ; KOHN, L. K. ; ANTONIO, M. A. ; MARSAIOLI, A. J. . A novel sunscreen agent depicting antimelanoma activity. Il Farmaco (Pavia) , Itália, v. 58, n.11, p. 1163-1169, 2003.

  • BICALHO, B. ; GONÇALVES, R. A. P. ; ZIBORDI, A. P. M. ; MANFIO, G. P. ; MARSAIOLI, A. J. . Antimicrobial compounds of fungi vectored by Clusia spp. (Clusiaceae) pollinating bees. Zeitschrift für Naturforschung. C, A Journal of Biosciences , Tübingen, Germany, v. 58, n.9/10, p. 746-751, 2003.

  • SANTOS, L. S. ; FERNANDES, S. A. ; PILLI, R. A. ; MARSAIOLI, A. J. . A novel asymmetric reduction of dihydro--carboline derivatives using calix[6]arene/chiral amine as a host complex. Tetrahedron: Asymmetry (Print) , v. 14, p. 2515-2519, 2003.

  • REIS, M. G. ; de FARIA, A. D. ; do AMARAL, M. C. E. ; MARSAIOLI, A. J. . Oncidinol-a novel diacylglycerol from Ornithophora radicans Barb. Rodr. (Orchidaceae) floral oil. Tetrahedron Letters , v. 44, p. 8519-8523, 2003.

  • GOZZO, F. C. ; FERNANDES, S. A. ; RODRIGUES, D. C. ; EBERLIN, M. N. ; MARSAIOLI, A. J. . Regioselectivity in Aromatic Claisen Rearrangements. Journal of Organic Chemistry , v. 68, p. 5493-5499, 2003.

  • RODRIGUES, D. C. ; MEIJERE, A. ; MARSAIOLI, A. J. . An Alternative Synthetic Access to cis-4a-Methyloctahydrophenanthrene, a Biomarker of Sergipe-Alagoas Basin Petroleum in Brazil. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , v. 13, p. 664-668, 2002.

  • LAVERDE JR, A. ; da CONCEICAO, G. J. A. ; QUEIROZ, S. C. N. ; FUJIWARA, F. Y. ; MARSAIOLI, A. J. . An NMR tool for cyclodextrin selection in enantiomeric resolution by high-performance liquid chromatography. Magnetic Resonance in Chemistry , v. 40, p. 433-442, 2002.

  • PORTO, A. L. M. ; CASSIOLA, F. ; DIAS, S. L. P. ; JOEKES, I. ; GUSHIKEN, Y. ; RODRIGUES, J. A. R. ; MORAN, P. J. S. ; MANFIO, G. P. ; MARSAIOLI, A. J. . Aspergillus terreus CCT 3320 immobilized on chrysotile or cellulose/TiO2 for sulfide oxidation. Journal of Molecular Catalysis. B, Enzymatic (Print) , v. 19-20, p. 327-334, 2002.

  • PORTO, A. L. M. ; CASSIOLA, Flávia ; DIAS, Silvio L P ; JOEKES, Inés ; GUSHIKEN, Yoshitaka ; RODRIGUES, José Augusto Rosário ; MORAN, Paulo José Samenho ; MARSAIOLI, A. J. . Aspergillus terreus CCT 3320 Immobilized on Chrysotile and Cellulose/TiO2 for Sulfide Oxidation. Journal of Molecular Catalysis. B, Enzymatic , Holanda, v. 19-20, p. 327, 2002.

  • NOGUEIRA, R. T. ; SHEFERD, G. J. ; LAVERDE JR., A. ; MARSAIOLI, A. J. ; IMAMURA, P. M. . Clerodane-type diterpenes from seed pods of 'Hymenaea courbaril var. stilbocarpa'. Phytochemistry , Londres, Grã-Bretanha, v. 58, n.8, p. 1153-1157, 2001.

  • de OLIVEIRA, C. M. ; da SILVA, C. C. ; COLLINS, C. H. ; MARSAIOLI, A. J. . Controlling factors determining the selective HSCN addition to double bonds and their application to the synthesis of 7-isothiocyano-7,8-alpha-dihydro-bisabolene. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , v. 12, p. 661-666, 2001.

  • de MIRANDA, D. S. ; CONCEIÇÃO, G. A. ; ZUKERMAN-SCHPECTOR, J. ; GUERRERO, M. C. ; SCHUCHARDT, U. ; PINTO, A. C. ; REZENDE, C. M. ; MARSAIOLI, A. J. . Synthesis of rearranged unsaturated drimane derivatives. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , v. 12, p. 391-402, 2001.

  • NOGUEIRA, P. C. L. ; BRITTRICH, V. ; SHEPHERD, G. J. ; LOPES, A. V. ; MARSAIOLI, A. J. . The ecological and taxonomic importance of flower volatiles of Clusia species (Guttiferae). Phytochemistry , v. 56, p. 443-452, 2001.

  • de CONTI, R. M. ; RODRIGUES, J. A. R. ; MORAN, P. J. S. ; MANFIO, G. P. ; MARSAIOLI, A. J. . Microbial reduction of cyclohexanones. Journal of Molecular Catalysis. B, Enzymatic (Print) , v. 11, p. 233-236, 2001.

  • RODRIGUES, D. C. ; FERNANDES, S. A. ; MARSAIOLI, A. J. . Predicting the Claisen rearrangement regioselectivity of allylindanyl and allyltetrahydronaphthalenyl ether derivatives by1H NMR experiments. Magnetic Resonance in Chemistry , v. 38, p. 970-974, 2000.

  • PORTO, A. L. M. ; MACHADO, S. M. F. ; de OLIVEIRA, C. M. A. ; BITTRICH, V. ; AMARAL, M. C. E. ; MARSAIOLI, A. J. . Polyisoprenylated benzophenones from Clusia floral resins. Phytochemistry , v. 55, p. 755-768, 2000.

  • REIS, M. G. ; de FARIA, A. D. ; BITTRICH, V. ; AMARAL, M. C. E. ; MARSAIOLI, A. J. . The chemistry of flower rewards -- Oncidium (Orchidaceae). Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , v. 11, p. 600-608, 2000.

  • RODRIGUES, D. C. ; KOIKE, L. ; REIS, F. A. M. ; ALVES, H. P. ; CHANG, H.K. ; TRINDADE, L. A. ; MARSAIOLI, A. J. . Carboxylic acids of marine evaporitic oils from Sergipe-Alagoas Basin, Brazil. Organic Geochemistry , v. 31, p. 1209-1222, 2000.

  • BORGES, R. B. ; LAVERDE JR., A. ; PORTO, A. L. M. ; MARSAIOLI, A. J. . HR-DOSY and sulfoxide enantiomeric discrimination by cyclodextrin. Journal of Spectroscopy , v. 14, p. 203-213, 2000.

  • MARSAIOLI, A. J. ; DEGTEREV, I. A. ; NOGUEIRA, P. C. L. ; VERCESI, A. E. . Microsomal metabolism of quinifuryl - a nitrofurylethenyl-quinolone antiseptic possessing antitumor activityin vitro. European Journal of Drug Metabolism and Pharmacokinetics , v. 24, p. 15-22, 1999.

  • LAVERDE JR., A. ; CONCEICAO, G. J. A. ; SCHIRMER, H. ; PILLI, R. A. ; MEIJERE, A. ; MARSAIOLI, A. J. . Limitations in Determining Enantiomeric Excess of Alcohols by 31P NMR of the Phosphonate Derivatives. Journal of the Brazilian Chemical Society , São Paulo, Brasil, v. 10, n.4, p. 293-298, 1999.

  • SILVA, U. F. ; BORBA, E. L. ; SEMIR, J. ; MARSAIOLI, A. J. . A simple solid injection device for the analyses of Bulbophyllum (Orchidaceae) volatiles. Phytochemistry , Grã-Bretanha, v. 50, n.1, p. 31-34, 1999.

  • NASCIMENTO, L. R. ; REBOUCAS, L. M. C. ; KOIKE, L. ; REIS, F. A. M. ; SOLDAN, A. L. ; CERQUEIRA, J. R. ; MARSAIOLI, A. J. . Acidic Biomarkers from Albacora oils, Campos Basin, Brazil. Organic Geochemistry , Inglaterra, v. 30, p. 1175-1191, 1999.

  • LOPES, J. A. D. ; SANTOS NETO, E. V. ; MELLO, M. R. ; KOIKE, L. ; MARSAIOLI, A. J. ; REIS, F. A. M. . 3-Alkyl and 3-Carboxyalkyl-steranes in marine evaporitic oils of the Potiguar Basin. Brazil. Chemical Geology , Inglaterra, v. 158, p. 1-20, 1999.

  • CAGNON, J. R. ; PORTO, A. L. M. ; MARSAIOLI, A. J. ; MANFIO, G. P. ; EGUCHI, S. Y. . First evaluation of the Brazilian microorganisms biocatalytic potential. Chemosphere (Oxford ) , Oxford, UK, v. 38, n.10, p. 2237-2242, 1999.

  • CAGNON, J. R. ; MARSAIOLI, A. J. ; RIATTO, V. B. ; PILLI, R. A. ; MANFIO, G. P. ; EGUCHI, S. Y. . Microbial screening for the enantiospecific production of alkyl esters of 4-chloro-3-hydroxybutanoic acid. Chemosphere (Oxford ) , Oxford, UK, v. 38, n.10, p. 2243-2246, 1999.

  • de OLIVEIRA, C. M. ; PORTO, A. L. M. ; BITTRICH, V. ; MARSAIOLI, A. J. . Two polyisoprenylated benzophenones from the floral resins of three Clusia species. Phytochemistry , v. 50, p. 1073-1079, 1999.

  • COSTA, M. ; TANAKA, C. M. A. ; IMAMURA, P. M. ; MARSAIOLI, A. J. . Isolation and synthesis of a new clerodane from Echinodorus grandiflorus. Phytochemistry , v. 50, p. 117-122, 1999.

  • NOGUEIRA, P. C. L. ; MARSAIOLI, A. J. ; AMARAL, M. C. E. ; BITTRICH, V. . The fragrant floral oils of tovomita species. Phytochemistry , v. 49, p. 1009-1012, 1998.

  • NURNBERG, V. ; FUJIWARA, F. Y. ; MARSAIOLI, A. J. . Total NMR chemical shift assignments of baccharis oxide via 2D-INADEQUATE. Magnetic Resonance in Chemistry , v. 36, p. 766-768, 1998.

  • TANAKA, C. M. A. ; SARRAGIOTTO, M. H. ; ZUKERMAN-SCHPECTOR, J. ; MARSAIOLI, A. J. . A cembrane from Echinodorus grandiflorus. Phytochemistry , v. 44, p. 1547-1549, 1997.

  • de OLIVEIRA, C. M. ; FERRACINI, V. L. ; FOGLIO, M. A. ; MEIJERE, A. ; MARSAIOLI, A. J. . Detection, synthesis and absolute configuration of (+)-nortaylorione, a new terpene from Artemisia annua. Tetrahedron: Asymmetry (Print) , v. 8, p. 1833-1839, 1997.

  • de OLIVEIRA, C. M. A. ; PORTO, A. M. ; BITTRICH, V. ; MARSAIOLI, A. J. . Floral resins of clusia spp.: Chemical composition and biological function. Tetrahedron Letters , v. 37, p. 6427-6430, 1996.

  • OLMO, L. R. V. ; SILVA, M. F. G. F. ; VIEIRA, P. C. ; FERNANDES, J. B. ; MARSAIOLI, A. J. ; PINHEIRO, A. L. ; VILELA, E. F. . Rearranged limonoids from Khaya senegalensis. Phytochemistry , v. 42, p. 831-837, 1996.

  • QUEIROGA, C. L. ; FERRACINI, V. L. ; MARSAIOLI, A. J. . Three new oxygenated cadinanes from Baccharis species. Phytochemistry , v. 42, p. 1097-1103, 1996.

  • FERRACINI, V. L. ; PARAIBA, L. C. ; LEITÃO FILHO, H. F. ; da SILVA, A. G. ; NASCIMENTO, L. R. ; MARSAIOLI, A. J. . Essential Oils of Seven Brazilian Baccharis Species. The Journal of Essential Oil Research , v. 7, p. 355-367, 1995.

  • da SILVA, C. C. ; ALMAGRO, V. ; ZUKERMAN-SCHPECTOR, J. ; CASTELLANO, E E ; MARSAIOLI, A. J. . An Easy Route to (-)-10(R)-Isothiocyanoaromadendrane and (-)-10(S)-Isothiocyanoalloaromadendrane. Journal of Organic Chemistry , v. 59, p. 2880-2881, 1994.

  • MARSAIOLI, A. J. ; FUJIWARA, F. Y. ; FOGLIO, M. A. ; SHARAPIN, N. ; ZHANG, J. S. . Proton and carbon-13 NMR and conformation in solution of some amorphanes (quinghaosu derivatives). Magnetic Resonance in Chemistry , v. 32, p. 583-590, 1994.

  • da SILVA, C. C. ; ALMAGRO, V. ; MARSAIOLI, A. J. . A direct route to terpene isothiocyanates. Tetrahedron Letters , v. 34, p. 6717-6720, 1993.

  • KOIKE, L. ; REBOUÇAS, L. M. C. ; REIS, F. A. M. ; MARSAIOLI, A. J. ; RICHBOW, H. H. ; MICHAELIS, W. . Naphtenic acids from crude oils of Campos Basin. Organic Geochemistry , Inglaterra, v. 18, p. 851-860, 1992.

  • FUJIWARA, F. Y. ; REHDER, V. G. ; MARSAIOLI, A. J. . Spectroscopic analysis of 3-acetoxy-8-hydroxy-8,11-epoxy-8,9-seco-6,11-cyclolanostane-7,9-dione. Magnetic Resonance in Chemistry , v. 30, p. 500-506, 1992.

  • MARSAIOLI, A. J. ; QUEIROGA, C. L. ; FUKAI, A. . Composition of the Essential Oil of Vassoura. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso) , v. 1, n.3, p. 105-109, 1990.

  • MARSAIOLI, A. J. ; REHDER, V. L. G. ; LEITAO FILHO, H. F. . Isolation and 13 C nmr of Polyacetylenes from Baccharis eleagnoides. Journal of Natural Products (Print) , v. 53, n.30, p. 692-695, 1990.

  • FUJIWARA, F. Y. ; REHDER, V. G. L. ; MARSAIOLI, A. J. . Estudos Espectroscópicos de RMN de 1H e 13C de Derivados 8,9-seco-lanostano. Química Nova (Impresso) , v. 13, p. 266-272, 1990.

  • MARSAIOLI, A. J. ; NURNBERG, V ; SARRAGIOTTO, M H ; CASTELLANO, E E . Envisaging an old reaction from a new point of view. Journal of Organic Chemistry , Estados Unidos, v. 54, p. 5838-5839, 1989.

  • BAPTISTELLA, L. H. B. ; dos SANTOS, J. F. ; BALLABIO, K. C. ; MARSAIOLI, A. J. . 1,8-Diazabicyclo[5.4.0]undec-7-ene as a Mild Deprotective Agent for Acetyl Groups. Synthesis (Stuttgart) , v. 1989, p. 436-439, 1989.

  • CASTELLANO, E E ; ZUKERMAN-SCHPECTOR, J. ; REHDER, V. G. L. ; MARSAIOLI, A. J. . Structures of some lanosterol derivatives. Acta Crystallographica. Section C, Crystal Structure Communications , v. 45, p. 966-970, 1989.

  • SARRAGIOTTO, M. H. ; GOWER, A. E. ; MARSAIOLI, A. J. . Synthesis of an enantiomerically pure indolosesquiterpene. Journal of the Chemical Society-Perkin Transactions 1 , p. 559-562, 1989.

  • WENKERT, E. ; MARSAIOLI, A. J. ; MOELLER, P. D. R. . Formal total synthesis of rosefuran and elbanolide. Journal of Chromatography (Print) , v. 440, p. 449-453, 1988.

  • ORTELLADO, M. A. A. C. ; MARSAIOLI, A. J. . Synthesis And C-13 Nmr Study Of Some Podocarpic Acid Derivatives.. Journal of Chemical Research. Synopses (Print) , v. 25, n.XXX, p. 324-325, 1987.

  • LEITE, M. A. F. ; SARRAGIOTTO, M. H. ; IMAMURA, P. M. ; MARSAIOLI, A. J. . Absolute configuration of drim-9(11)-en-8-ol from Aspergillus oryzae. Journal of Organic Chemistry , v. 51, p. 5409-5410, 1986.

  • GOWER, A. E. ; PEREIRA, B. D. ; MARSAIOLI, A. J. . Indole alkaloids from Peschiera campestris. Phytochemistry , v. 25, p. 2908-2910, 1986.

  • BAPTISTELLA, L. H. B. ; MARSAIOLI, A. J. ; IMAMURA, P. M. ; CASTILLON, S. ; OLESKER, A. ; LUKACS, G. . Synthesis Of Methyl-3-Acetamido-4-0benzoyl-2,3,6-Trideoxi-2-Furano-Beta-L- Mannopiranoside Protected C-2 Fluoro Anal. Acosamine. Carbohydrate Research (Chicago, Ill.. Print) , v. 152, p. 310-315, 1986.

  • CASTELLANO, E. E. ; OLIVEIRA, M. A. ; BAPTISTELLA, L. H. B. ; MARSAIOLI, A. J. ; CASTILLON, S. ; LUKACS, G. . Methyl 2,6-anhydro-3-azido-4-O-benzoyl-3-deoxy--D-idopyranoside, a new 2,5-dioxabicyclo[2.2.2]octane derivative. Acta Crystallographica. Section C, Crystal Structure Communications , v. 42, p. 758-760, 1986.

  • ARAUJO, A. R. ; KASCHERES, C ; FUJIWARA, F. Y. ; MARSAIOLI, A. J. . Catharinensine, an oxindole alkaloid from Peschiera catharinensis. Phytochemistry , v. 23, p. 2359-2363, 1984.

  • SARRAGIOTTO, M. H. ; da COSTA, P. A. ; MARSAIOLI, A. J. . Synthesis of the C-11 Oxygenated Erythrina Alkaloids. Heterocycles (Sendai) , v. 22, p. 453, 1984.

  • ARAUJO, A. R. ; MARSAIOLI, A. J. ; KASCHERES, C. ; FUJIWARA, F. . Confirmação estrutural da catarinensina por transformações químicas. Ciência e Cultura (SBPC) , Brasil, v. 34, p. 498-501, 1982.

  • KOIKE, L. ; MARSAIOLI, A. J. ; REIS, F. A. M. ; BICK, I. R. C. . 13C NMR Spectroscopy And Conformational Analysis Of The Daphnoline-Repandine Class Of Bisbenzylisoquinoline. Journal of Organic Chemistry , USA, v. 47, p. 4351-4353, 1982.

  • ARAUJO, A. R. ; MARSAIOLI, A. J. ; NIELSEN, L. T. . Estudo fitoquímico de Peschiera catharinensis. Ciência e Cultura (SBPC) , Brasil, v. 33, p. 446-448, 1981.

  • SARRAGIOTTO, M. H. ; MARSAIOLI, A. J. . Erysotrine- N -oxide and erythrartine- N -oxide, two novel alkaloids from Erythrina mulungu . Canadian Journal of Chemistry (Print) , v. 59, p. 2771-2775, 1981.

  • BARATA, L. E. S. ; MARSAIOLI, A. J. ; VALENTE, L. ; OLISKER, A. ; LUKACS, A. ; THANG, T. T. . A stereospecific synthesis of vinelose. Carbohydrate Research (Chicago, Ill.. Print) , v. 90, p. 326-328, 1981.

  • de MIRANDA, D. S. ; BRENDOLAN, G. ; IMAMURA, P. M. ; SIERRA, M. G. ; MARSAIOLI, A. J. ; RUVEDA, E. A. . Stereoselective synthesis of the enantiomer of the novel marine diterpene isoagatholactone, ent-13(16),14-spongiadien-12.alpha.-ol, and the parent hydrocarbon isocopalane from methyl isocopalate. Journal of Organic Chemistry , v. 46, p. 4851-4858, 1981.

  • KOIKE, L. ; MARSAIOLI, A. J. ; REIS, F. A. M. . Proton And Carbon-13 Nuclear Magnetic Ressonance Spectroscopy And Conformational Aspects Of The Curine Class Of Bis(Benzylisoquinoline) Alkaloids. Journal of Organic Chemistry , USA, v. 46, p. 2385-2389, 1981.

  • MARSAIOLI, A. J. ; MAGALHÃES, A. F. ; RUVEDA, E. A. ; REIS, F. A. M. . 13C NMR analysis of some oxoaporphine alkaloids. Phytochemistry , INGLATERRA, v. 19, p. 995-997, 1980.

  • ZINNER, K. ; MARTINELLI, C. V. ; DURAN, N. ; MARSAIOLI, A. J. ; CILENTO, G. . A new source of carbon oxides in biochemical systems. Implications regarding dioxetane intermediates. Biochemical and Biophysical Research Communications (Print) , v. 92, p. 32-37, 1980.

  • KOIKE, L. ; MARSAIOLI, A. J. ; RUVEDA, E. A. ; REIS, F. A. M. ; BICK, I. R. C. . Stereochemical Aspects and 13C NMR Spectroscopy Of The Berbamine Class Of Bisbenzylisoquinoline Alkaloids. Tetrahedron Letters , INGLATERRA, v. 20, p. 3765-3768, 1979.

  • MARSAIOLI, A. J. ; REIS, F. A. M. ; MAGALHÃES, A. F. ; RUVEDA, E. A. ; KUCK, A. M. . 13C NMR analysis of aporphine alkaloids. Phytochemistry , v. 18, p. 165-169, 1979.

  • MARSAIOLI, A. J. ; GOTTLIEB, O. R. ; MAGALHÃES, A. F. ; MAGALHÃES, E. G. ; MAIA, J. G. S. . Oxoaporphine alkaloids from Duguetia eximia. Phytochemistry , v. 17, p. 837-838, 1978.

  • MARSAIOLI, A. J. ; ALVARENGA, M. A. ; BRAZ FILHO, R. ; GOTTLIEB, O. R. ; MAGALHÃES, A. F. ; MAGALHÃES, E. G. ; MARQUES, R. ; MORAES, A. A. . Dihydroisocoumarins and phthalide from wood samples infested by fungi-. Phytochemistry , v. 17, p. 511-516, 1978.

  • MARSAIOLI, A. J. ; RUVEDA, E. A. ; REIS, F. A. M. . 13C NMR spectral analysis of some isoquinoline alkaloids. Phytochemistry , INGLATERRA, v. 17, p. 1655-1658, 1978.

  • IMAMURA, P. M. ; MARSAIOLI, A. J. ; BARATA, L. E. S. ; RUVEDA, E. A. . 13C NMR spectral analysis of eperuane diterpenes. Phytochemistry , v. 16, p. 1842-1844, 1977.

  • MARSAIOLI, A. J. ; LEITÃO FILHO, H. F. ; CAMPELLO, J. P. . Diterpenes in the bark of Hymenea coubaril. Phytochemistry , v. 14, p. 1882-1883, 1975.

  • MARSAIOLI, A. J. ; CAMPELLO, J. P. . Terebenthifolic acid and bauerenone: New triterpenoid ketones from Schinus terebenthifolius. Phytochemistry , v. 14, p. 2300-2302, 1975.

  • MARSAIOLI, A. J. ; CAMPELLO, J. P. . Triterpenes of Schinus terebenthefolius. Phytochemistry , v. 13, p. 659-660, 1974.

  • MARSAIOLI, A. J. ; SARRAGIOTTO, M. H. ; COSTA, P. A. . Syntesis of the C11 oxigenated erythrina alkaloids. Heterocycles , v. 22, p. 453, 1982.

  • MARSAIOLI, A. J. ; KOIKE, L. ; REIS, F. A. M. . Proton and C13 NMR spectroscopy. Journal of Organic Chemistry , Estados Unidos, v. 46, p. 2385, 1981.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

Marsaioli, Anita Jocelyne . Divisão de Organica da Sociedade Brasileira de química. 2013.

Marsaioli, Anita Jocelyne . Conselho Nacional Pesquisa (CNPq). 2013.

Marsaioli, Anita Jocelyne . CAPES. 2012.

Marsaioli, Anita Jocelyne . FAPESP. 1990.

MARSAIOLI, A. J. ; CASSIOLA,, Flavia Maria ; JOEKES, Inês ; PORTO, André Luiz Meleiro . Processo de Obtenção de microrganismos Aspergillus terreus, Rhizopus oryzae, Pseudomonas oleovorans e Serratia rubidae imobilizaados em crisotila para aplicação em processos biocataliticos e biotecnologicos. 2002.

MARSAIOLI, A. J. ; i, Regina Aparecida Correia Gonçalves, ; GONÇALVES, José Eduardo ; GUSHIKEM, Yoshitaka . Imobilização de Serratia rubidaea CCT 5732 em óxido misto de Silício - Titânio: Atividade Catalítica e Estabilidade da Imobilização. 2001.

MARSAIOLI, A. J. . Anita Jocelyne Marsaioli, Marisa Alves Nogueira, Francisco T. Pessini, Débora N. Biloti, Luciana K. Kohn, Márcia A. Antônio, João Ernesto Carvalho, Aderbal F. Magalhães e Eva G. Magalhães- Obtenção de novos derivados de Dibenzoilmetano que apresentam atividade antineoplásica e de aplicação potencial como protetores solares. Patente INPI número 6583-8 data 22.12.00. 2000.

MARSAIOLI, A. J. . Iobilização de Serratia rubidaea CCT 5732 em óxido misto de Silício - Titânio: Atividade Catalítica e Estabilidade da Imobilização. 2001 (PATENTE) .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2011 - Atual

    Produtos Microbianos Aplicados a Biotecnologia, Descrição: O projeto visa a prospecção de micro-organismos e produtos microbianos (enzimas, biosurfactantes e de-emulsificantes) isolados de tanques de rejeitos de mineração de resíduos oleosos de ferrovias, com potencial aplicação na indústria química orgânica e em processos industrias que envolvam floculação, formação e quebra de emulsões. Para tal, a equipe de trabalho reúne pesquisadores com experiências nas áreas de biocatálise, química orgânica sintética, genética molecular, estrutura de proteínas, engenharia de materias e geologia, além de vários alunos que irão empregar suas respectivas competências para o desenvolvimento de novas biotecnologias.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Coordenador / Francisco A. M. Reis - Integrante / Cândico A. V. Moura - Integrante / Ronaldo A. P. Nagem - Integrante / Vera L. dos Santos - Integrante / Armindo Santos - Integrante., Financiador(es): (FAPESP) FUNDAÇÃO DE APOIO AOS PESQUISADORES DO ESTADO DE SAO PAULO - Auxílio financeiro / Vale S.A. - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2010 - Atual

    Potencial enzimático de minas de Ferro , Cobre e Ouro, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Coordenador.

  • 2009 - 2012

    Modernização do Laboratório de RMN do IQ-UNICAMP-, Descrição: Aquisição de um espectrometro de RMN de 600 MHz para experimentos em solução. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Coordenador / Roberto Rittner - Integrante / Claudio Tormena - Integrante., Financiador(es): FUNDAÇÃO DE APOIO AOS PESQUISADORES DO ESTADO DE SAO PAULO - Auxílio financeiro.

  • 2005 - Atual

    Programa CINAPCE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Fernando Cendes em 13/03/2013., Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Fernando Cendes - Coordenador., Financiador(es): FUNDAÇÃO DE APOIO AOS PESQUISADORES DO ESTADO DE SAO PAULO - Auxílio financeiro.

  • 1980 - Atual

    síntese e biocatálise, Descrição: As sínteses elaborada no grupo tem como objetivo confirmar estruturas isoladas dentro da linha de pesquisa dos produtos naturais ou visa implantar metodologias de síntese. Estudos de Rotas Sintéticas Visando Obtenção de Terpenos Nitrogenados" Maria Helena Sarragiotto - 28/08/87 Estudos Sintéticos para a Obtenção de Derivados do Biciclo[4.4.0]Deceno, via Reações de Diels -Alder- Domingos Sávio de Miranda - 5/11/99 Uma Metodologia Eficiente para Isotiocianatos- Cleuza Conceição da Silva - 28 de Abril 1995 Síntese Formal enantiosseletiva do (-) Dididiolídio e Outros Estudos Sintéticos Envolvendo Vinilcicloexenos Gelson da Conceição - CNPq Setembro 29/09/2000. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (8) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Coordenador / CLARA MEGUMI TANAKA - Integrante / VERA LUCIA GARCIA - Integrante / Gelson da Conceição - Integrante / MARIA HELENA SARRAGIOTTO - Integrante / Lucia Helena B. Baptistella - Integrante / Domingos Sávio de Miranda - Integrante / Carmen Lucia Queiroga - Integrante / Cecilia M de Oliveira - Integrante / Ubiratan Flores - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 66 / Número de orientações: 26

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2010 - Atual

    FASE 2- Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Descrição: Equipamentos para o desenvolvimento do projeto anterior Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservat. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2008 - 2012

    Estudo multidisciplinar de biodegradaçõa, Descrição: Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservatório, análise geoquímica (orgânica e inorgânica) dos óleo. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2006 - 2012

    Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Projeto certificado pela empresa Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz em 11/03/2013., Descrição: O projeto envolveu a reforma dos laboratórios de Geoqupimica Organica e Metagenômica com a aquisição de equipamentos de grande porte como HPLC-LTQ-Orbitrap da thermofinnighan. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / FRANCISCO DE ASSIS MACHADO REIS - Coordenador / Valeria Maia de Oliveira - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2010 - Atual

    FASE 2- Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Descrição: Equipamentos para o desenvolvimento do projeto anterior Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservat. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2008 - 2012

    Estudo multidisciplinar de biodegradaçõa, Descrição: Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservatório, análise geoquímica (orgânica e inorgânica) dos óleo. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2006 - 2012

    Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Projeto certificado pela empresa Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz em 11/03/2013., Descrição: O projeto envolveu a reforma dos laboratórios de Geoqupimica Organica e Metagenômica com a aquisição de equipamentos de grande porte como HPLC-LTQ-Orbitrap da thermofinnighan. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / FRANCISCO DE ASSIS MACHADO REIS - Coordenador / Valeria Maia de Oliveira - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo. . , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2010 - Atual

    FASE 2- Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Descrição: Equipamentos para o desenvolvimento do projeto anterior Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservat. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2008 - 2012

    Estudo multidisciplinar de biodegradaçõa, Descrição: Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservatório, análise geoquímica (orgânica e inorgânica) dos óleo. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2006 - 2012

    Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Projeto certificado pela empresa Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz em 11/03/2013., Descrição: O projeto envolveu a reforma dos laboratórios de Geoqupimica Organica e Metagenômica com a aquisição de equipamentos de grande porte como HPLC-LTQ-Orbitrap da thermofinnighan. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / FRANCISCO DE ASSIS MACHADO REIS - Coordenador / Valeria Maia de Oliveira - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2010 - Atual

    FASE 2- Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Descrição: Equipamentos para o desenvolvimento do projeto anterior Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservat. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2008 - 2012

    Estudo multidisciplinar de biodegradaçõa, Descrição: Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservatório, análise geoquímica (orgânica e inorgânica) dos óleo. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2006 - 2012

    Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Projeto certificado pela empresa Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz em 11/03/2013., Descrição: O projeto envolveu a reforma dos laboratórios de Geoqupimica Organica e Metagenômica com a aquisição de equipamentos de grande porte como HPLC-LTQ-Orbitrap da thermofinnighan. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / FRANCISCO DE ASSIS MACHADO REIS - Coordenador / Valeria Maia de Oliveira - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2010 - Atual

    FASE 2- Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Descrição: Equipamentos para o desenvolvimento do projeto anterior Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservat. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2008 - 2012

    Estudo multidisciplinar de biodegradaçõa, Descrição: Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservatório, análise geoquímica (orgânica e inorgânica) dos óleo. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2006 - 2012

    Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Projeto certificado pela empresa Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz em 11/03/2013., Descrição: O projeto envolveu a reforma dos laboratórios de Geoqupimica Organica e Metagenômica com a aquisição de equipamentos de grande porte como HPLC-LTQ-Orbitrap da thermofinnighan. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / FRANCISCO DE ASSIS MACHADO REIS - Coordenador / Valeria Maia de Oliveira - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2010 - Atual

    FASE 2- Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Descrição: Equipamentos para o desenvolvimento do projeto anterior Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservat. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2008 - 2012

    Estudo multidisciplinar de biodegradaçõa, Descrição: Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservatório, análise geoquímica (orgânica e inorgânica) dos óleo. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2006 - 2012

    Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Projeto certificado pela empresa Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz em 11/03/2013., Descrição: O projeto envolveu a reforma dos laboratórios de Geoqupimica Organica e Metagenômica com a aquisição de equipamentos de grande porte como HPLC-LTQ-Orbitrap da thermofinnighan. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / FRANCISCO DE ASSIS MACHADO REIS - Coordenador / Valeria Maia de Oliveira - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2010 - Atual

    FASE 2- Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Descrição: Equipamentos para o desenvolvimento do projeto anterior Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservat. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2008 - 2012

    Estudo multidisciplinar de biodegradaçõa, Descrição: Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservatório, análise geoquímica (orgânica e inorgânica) dos óleo. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2006 - 2012

    Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Projeto certificado pela empresa Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz em 11/03/2013., Descrição: O projeto envolveu a reforma dos laboratórios de Geoqupimica Organica e Metagenômica com a aquisição de equipamentos de grande porte como HPLC-LTQ-Orbitrap da thermofinnighan. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / FRANCISCO DE ASSIS MACHADO REIS - Coordenador / Valeria Maia de Oliveira - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2010 - Atual

    FASE 2- Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Descrição: Equipamentos para o desenvolvimento do projeto anterior Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservat. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2008 - 2012

    Estudo multidisciplinar de biodegradaçõa, Descrição: Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservatório, análise geoquímica (orgânica e inorgânica) dos óleo. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2006 - 2012

    Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Projeto certificado pela empresa Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz em 11/03/2013., Descrição: O projeto envolveu a reforma dos laboratórios de Geoqupimica Organica e Metagenômica com a aquisição de equipamentos de grande porte como HPLC-LTQ-Orbitrap da thermofinnighan. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / FRANCISCO DE ASSIS MACHADO REIS - Coordenador / Valeria Maia de Oliveira - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2010 - Atual

    FASE 2- Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Descrição: Equipamentos para o desenvolvimento do projeto anterior Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservat. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2008 - 2012

    Estudo multidisciplinar de biodegradaçõa, Descrição: Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservatório, análise geoquímica (orgânica e inorgânica) dos óleo. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2006 - 2012

    Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Projeto certificado pela empresa Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz em 11/03/2013., Descrição: O projeto envolveu a reforma dos laboratórios de Geoqupimica Organica e Metagenômica com a aquisição de equipamentos de grande porte como HPLC-LTQ-Orbitrap da thermofinnighan. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / FRANCISCO DE ASSIS MACHADO REIS - Coordenador / Valeria Maia de Oliveira - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2010 - Atual

    FASE 2- Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Descrição: Equipamentos para o desenvolvimento do projeto anterior Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservat. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2008 - 2012

    Estudo multidisciplinar de biodegradaçõa, Descrição: Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservatório, análise geoquímica (orgânica e inorgânica) dos óleo. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2006 - 2012

    Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Projeto certificado pela empresa Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz em 11/03/2013., Descrição: O projeto envolveu a reforma dos laboratórios de Geoqupimica Organica e Metagenômica com a aquisição de equipamentos de grande porte como HPLC-LTQ-Orbitrap da thermofinnighan. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2010 - Atual

    FASE 2- Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Descrição: Equipamentos para o desenvolvimento do projeto anterior Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservat. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2008 - 2012

    Estudo multidisciplinar de biodegradaçõa, Descrição: Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservatório, análise geoquímica (orgânica e inorgânica) dos óleo. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2006 - 2012

    Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Projeto certificado pela empresa Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz em 11/03/2013., Descrição: O projeto envolveu a reforma dos laboratórios de Geoqupimica Organica e Metagenômica com a aquisição de equipamentos de grande porte como HPLC-LTQ-Orbitrap da thermofinnighan. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / FRANCISCO DE ASSIS MACHADO REIS - Coordenador / Valeria Maia de Oliveira - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2010 - Atual

    FASE 2- Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Descrição: Equipamentos para o desenvolvimento do projeto anterior Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservat. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2008 - 2012

    Estudo multidisciplinar de biodegradaçõa, Descrição: Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservatório, análise geoquímica (orgânica e inorgânica) dos óleo. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2006 - 2012

    Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Projeto certificado pela empresa Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz em 11/03/2013., Descrição: O projeto envolveu a reforma dos laboratórios de Geoqupimica Organica e Metagenômica com a aquisição de equipamentos de grande porte como HPLC-LTQ-Orbitrap da thermofinnighan. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / FRANCISCO DE ASSIS MACHADO REIS - Coordenador / Valeria Maia de Oliveira - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2012 - Atual

    FASE 2- Estudo multidisciplinar de biodegradação, Descrição: Em reunião Realizada dia 09 de agosto de 2012 com o Dr. Eugênio Vaz dos Santos Neto,foi definido que o Campo de Miranga, Bacia do Recôncavo seria a área de estudos e que um esforço seria feito para obter uma amostra do pre-sal na Bacia de Santos. A amostragem em Miranga foi feita, mas a amostra não chegou ainda na UNICAMP, estando previsto sua chegada dia 28-02-2013. Ficou acertado a continuidade das pesquisas com amostras de campos da Bacias Potiguar e Campos e são estes os resultados que serão relatados por grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante.

  • 2010 - Atual

    FASE 2- Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Descrição: Equipamentos para o desenvolvimento do projeto anterior Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservat. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2008 - 2012

    Estudo multidisciplinar de biodegradaçõa, Descrição: Compreender e interpretar a biodegradação é uma questão importante na indústria do petróleo, porque é um dos mais frequentes processos pós-genéticos que influenciam a qualidade do petróleo bruto. A biodegradação modifica as propriedades físicas e químicas do petróleo impactando significativamente sobre a produção e o refino. Este é um tema bastante pesquisado pelos grupos de geoquímica de Universidades e Empresas. As vias bioquímicas utilizadas pelos micro-organismos durante a biodegradação do óleo são objeto de discussões e pesquisas e o Grupo de Geoquímica da UNICAMP, em colaboração com o CENPES, tem importante contribuição (Cruz et al, 2008) Os efeitos da biodegradação sobre a composição molecular são relativamente bem conhecidos entretanto vários fatores geológicos podem dificultar a interpretação do significado relativo de cada processo. Adicionalmente a alteração da composição relativa de biomarcadores em óleos, o que dificulta sua caracterização e avaliação de parâmetros relacionados à evolução, origem térmica e de migração. A não biodegradação é obviamente a outra face da compreensão do estudo da biodegradação. Geralmente, são considerados como inibidores da biodegradação os agentes que possam inibir o desenvolvimento dos micro-organismos, como fatores físicos, químicos, entre outros. Entre estes fatores, o mais citado é a temperatura, entretanto observamos ausência de biodegradação, além do pré-sal, em outras Bacias, em especial a do Recôncavo, onde a temperatura dos reservatórios é relativamente baixa. É preciso levar em conta a alta resistência e a capacidade de adaptação dos micro-organismos, os quais sobrevivem em ambientes muitas vezes bastante inóspitos. Por que nestas condições não se verifica a biodegradação? Faz-se necessário analisar todos os fatores suscetíveis de contribuir para a preservação desses óleos, tais como: temperatura; pressão; salinidade; natureza química das rochas reservatório, análise geoquímica (orgânica e inorgânica) dos óleo. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / Valeria Maia de Oliveira - Integrante / Francisco A. M. Reis - Coordenador.

  • 2006 - 2012

    Ampliação das infraestruturas analíticas em química metagenômica e biocatalítica, Projeto certificado pela empresa Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz em 11/03/2013., Descrição: O projeto envolveu a reforma dos laboratórios de Geoqupimica Organica e Metagenômica com a aquisição de equipamentos de grande porte como HPLC-LTQ-Orbitrap da thermofinnighan. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Anita Jocelyne Marsaioli - Integrante / LUZIA KOIKE - Integrante / FRANCISCO DE ASSIS MACHADO REIS - Coordenador / Valeria Maia de Oliveira - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2015

trabalho em capa de revista vol. 26, No. 2, 2015, p. 209-402, JBCS.

2014

premio Inovação, UNICAMP.

2013

Membro da academia Brasileira de Ciências, Academia Brasileira de Ciencias.

2012

Artigo escolhido como capa de revista European journal of Organic Chemistry, vol. 2012, issue 27, p. 5099-5405 (http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/ejoc.201290072/abstract), Wiley-VCH Verlag GmbH & Co. KGaA, Weinheim.

2012

CAPA DE REVISTA, EUROPEAN JOURNAL OF ORGANIC CHEMISTRY Edição: 27 Páginas: 5225-5230 Publicado: SEP 2012.

2011

Prêmio Marie Curie, Sociedade Brasileira de Química.

2011

capa de revista, Journal of the Brazilian Chemical Society.

2001

premio governador do estado ( menção honrosa), .

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Química, Departamento de Química Orgânica. , Instituto de Quimica / UNICAMP, Barão Geraldo, 13084-971 - Campinas, SP - Brasil - Caixa-postal: 6154, Telefone: (19) 35213067, Fax: (19) 35213023, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 1970 - Atual

    Universidade Estadual de Campinas

    Vínculo: RDIDP, Enquadramento Funcional: PROFESSOR ADJUNTO, Carga horária: 40

  • 1970 - Atual

    Universidade Estadual de Campinas

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 08/1984

      Ensino, Química, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, QUIMICA ORGANICA AVANÇADA, RESSONANCIA MAGNETICA NUCLEAR, QUIMICA DE PRODUTOS NATURAIS, FISICO-QUIMICA ORGANICA, METODOS ESPECTROSCOPICOS, SINTESE ORGANICA

    • 08/1978

      Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Química, Departamento de Química Orgânica.,Linhas de pesquisa

    • 07/2003 - 07/2006

      Direção e administração, Universidade Estadual de Campinas, .,Cargo ou função, diretora do CPQBA.

    • 03/2001 - 07/2003

      Direção e administração, Universidade Estadual de Campinas, .,Cargo ou função, vice diretora do CPQBA.

    • 09/1978

      Serviços técnicos especializados , Instituto de Química, Departamento de Química Orgânica.,Serviço realizado, RESPONSAVEL PELOS SERVIÇO DE RMN.

    • 01/1986

      Direção e administração, Instituto de Química, Departamento de Química Orgânica.,Cargo ou função, VICE COORDENADOR DA POS-GRADUAÇÃO.

Propriedade Intelectual

Patentes (3)