Luana Moraes Campos

Médica formada pela Faculdade de Medicina de Botucatu (3 lugar da turma) da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP). Médica Dermatologista, com residência médica reconhecida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, realizada na Dermatologia da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP. Durante a graduação participou de diversos congressos médicos, simpósios médicos e ligas acadêmicas. Também foi bolsista CNPq do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica/PIBIC e bolsista FAPESP. Mestrado no programa de Fisiopatologia em Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Botucatu (CAPES 5) com o projeto de pesquisa "Desenvolvimento e validação de inventário para avaliação da aparência da face de mulheres ocidentais adultas (Facial Skin Appearance Inventory - FSAI)". Premiada em 2 lugar na categoria mini-comunicação no 73 Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia com relato "Paniculite supurativa não infecciosa desencadeada por mesoterapia com desoxicolato". Foi contemplada com beca para a 38 Reunião Anual dos Dermatologistas Latino americanos (RADLA 2020). Até o momento participou de diversos congressos da área de Dermatologia (como RADESP, CILAD, Teraderm, MIA, Jornada multisserviços). Participou do curso i-Thread Hands On em novembro de 2020 sobre fios de PDO. Participa de congressos todos os anos. Atualmente trabalha em clínica dermatológica especialmente com cosmiatria e foi preceptora voluntária do Hospital Sírio Libanês (2022).

Informações coletadas do Lattes em 29/01/2024

Acadêmico

Formação acadêmica

Especialização - Residência médica

2018 - 2021

Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP
Residência médica em: DermatologiaNúmero do registro: . Bolsista do(a): SES, SES/SP, Brasil.

Ensino Médio (2º grau)

2006 - 2008

Liceu São Paulo

Formação complementar

2020 - 2020

i-THREAD Hands On em fios de pdo. (Carga horária: 6h). , Thread Academy Latam, TAL, Brasil.

2016 - 2017

CURSO EM MEDICINA DE EMERGÊNCIA - UPDATE COURSE IN EMERGENCY MEDICINE. (Carga horária: 140h). , Editora Manole, EM, Brasil.

2016 - 2016

Estágio Optativo em Pediatria - Julho de 2016. (Carga horária: 96h). , Università degli Studi di Roma La Sapienza, UNIROMA, Itália.

2014 - 2014

II Curso de Clínica Psiquiátrica- II Psychiatry Clinical Course. (Carga horária: 60h). , Editora Manole, EM, Brasil.

2014 - 2014

Curso de Fundoscopia - Fundus Examination Course. (Carga horária: 12h). , Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, FMB - UNESP, Brasil.

2014 - 2014

Introdução à Metodologia Científica -Introduction to Scientific Methodology. (Carga horária: 16h). , Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, FMB - UNESP, Brasil.

2014 - 2014

Monitoria em Semiologia Médica I - Teaching Assistant in Clinical Semiology. (Carga horária: 160h). , Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, FMB - UNESP, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Italiano

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Pouco.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Medicina.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica/Especialidade: Dermatologia.

Participação em eventos

11 Teraderm da Sociedade Brasileira de Dermatologia. 2019. (Congresso).

24ª RADESP 2019 - Reunião Anual dos Dermatologistas do Estado de São Paulo & DERMATOAGE. 2019. (Congresso).

5 Simpósio de Cosmiatria & Tecnologias e IV Jornada Multisserviços. 2019. (Congresso).

74 Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. 2019. (Congresso).

Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele 2019.Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele. 2019. (Outra).

IV CURSO DE DERMATOSCOPIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU. 2019. (Outra).

11 Simpósio de Cosmiatria e Laser da SBD e 23ª Radesp. 2018. (Congresso).

3ª RDP ? Jornada Multisserviços, Avanços em Dermatologia e Dermatoscopia. 2018. (Congresso).

73 Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia. 2018. (Congresso).

Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele 2018.Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele 2018. 2018. (Outra).

III CURSO DE DERMATOSCOPIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU. 2018. (Outra).

XXII CONGRESSO IBERO LATINOAMERICANO DE DERMATOLOGIA (CILAD). 2018. (Congresso).

24 CONGRESSO MÉDICO ACADÊMICO DE BOTUCATU. 2015. (Congresso).

23 CONGRESSO MÉDICO ACADÊMICO DE BOTUCATU (CMAB). 2014. (Congresso).

COURSE: CLINICAL TERMINOLOGY FOR INTERNATIONAL AND U.S.A STUDENTS.Universidade de - COURSERA. 2014. (Outra).

IX CONGRESSO DE ONCOLOGIA DE BOTUCATU. 2014. (Congresso).

IX CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM EMERGÊNCIAS CLÍNICAS. 2014. (Outra).

22 CONGRESSO MÉDICO ACADÊMICO DE BOTUCATU (CMAB). 2013. (Congresso).

21 CONGRESSO MÉDICO ACADÊMICO DE BOTUCATU (CMAB). 2012. (Congresso).

XI MARATONA DE SALVAMENTO. 2012. (Outra).

Comissão julgadora das bancas

Hélio Amante Miot

MIOT, HELIO A.; ABBADE, L.P.F.; POLLO, C. F.. Desenvolvimento e validação de inventário para autoavaliação da aparência da pele da face de mulheres adultas ocidentais. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em Fisiopatologia em clínica médica) - Faculdade de Medicina de Botucatu Unesp.

Carolina Okada Zerbini Guimarães

Miot H A; LEMOS, A. C. C. E.; Bagatin E; POLLO, C. F.;GUIMARAES, C. O. Z.. Desenvolvimento e validação de inventário para autoavaliação da aparência da pele da face de mulheres adultas. 2021. Dissertação (Mestrado em Medicina) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Gabriela Roncada Haddad

MIOT, HA; ABBADE, L. P. F.; POLLO, C.;HADDAD, GR. Desenvolvimento e validação de inventário para autoavaliação da aparência da pele da face de mulheres adultas brasileiras. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em Fisiopatologia em Clínica Médica) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Camila Fernandes Pollo

MIOT, H. A.; LEMOS, A. C. C. E.; BAGATIN, E.;POLLO, C.F.; GUIMARAES, C. O. Z.. Desenvolvimento e validação de inventário para autoavaliação da aparência da pele da face de mulheres adultas ocidentais.. 2021. Dissertação (Mestrado em Fisiopatologia em Clínica Médica) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Camila Fernandes Pollo

MIOT, H. A.; ABBADE, L. P. F.;POLLO CF,. Desenvolvimento e validação d inventário para autoavaliação da aparência da pele da face de mulheres adultas ocidentais.. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em Fisiopatologia em Clínica Médica) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Ediléia Bagatin

BAGATIN, EMIOT, H.A.; LEMOS, A. C. C. E.. Desenvolvimento e validação de inventário para autoavaliação da aparência da pele da face de mulheres adultas. 2020. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho ? Campus de Botucatu.

Foi orientado por

Hélio Amante Miot

Desenvolvimento e validação de inventário para avaliação da aparência da face de mulheres adultas; 2019; Dissertação (Mestrado em Fisiopatologia em clínica médica) - Faculdade de Medicina de Botucatu Unesp,; Orientador: Hélio Amante Miot;

Sumaia Inaty Smaira

Psiquiatria e Cinema; 2015; Orientação de outra natureza; (Medicina) - Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, Pro Reitoria de Graduação da UNESP; Orientador: Sumaia Inaty Smaira;

Albina rodrigues Torres

Ideação Suicida em Estudantes de Medicina: Prevalência e preditores; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; Orientador: Albina Rodrigues Torres;

Albina rodrigues Torres

Sintomas obsessivo-compulsivos em pacientes alcoolistas: prevalência e fatores associados; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Albina Rodrigues Torres;

Eliana Goldfarb Cyrino

Alfabetização de adultos com temas de saúde; 2012; Orientação de outra natureza; (graduação) - Faculdade de Medicina de Botucatu, Pro Reitoria de Extensão Universitária; Orientador: Eliana Goldfarb Cyrino;

Alessandro Ferrari Jacinto

Transtorno mental comum em familiares cuidadores de idosos com demência; 2015; Iniciação Científica - Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, FAPESP; Orientador: Alessandro Ferrari Jacinto;

Produções bibliográficas

  • HADDAD JUNIOR, VIDAL ; CAMPOS, LUANA MORAES ; HADDAD, GABRIELA RONCADA ; ROSSETTO, ANA LETÍCIA ; ROSSETTO, ANDRÉ LUIZ . Aseptic Folliculitis in Freshwater and Marine Fishermen. The International Journal of Occupational and Environmental Medicine , v. 11, p. 210-212, 2020.

  • CAMPOS, LUANA MORAES ; MIOT, LUCIANE DONIDA BARTOLI ; MARQUES, MARIÂNGELA ESTHER ALENCAR ; MIOT, HÉLIO AMANTE . Case for diagnosis. Noninfectious suppurative panniculitis induced by mesotherapy with deoxycholate. ANAIS BRASILEIROS DE DERMATOLOGIA , v. 94, p. 754-756, 2019.

  • HOSSNE, ROGÉRIO SAAD ; SASSAKI, LIGIA YUKIE ; BAIMA, JULIO PINHEIRO ; MEIRA JÚNIOR, JOSÉ DONIZETI DE ; CAMPOS, LUANA MORAES . ANALYSIS OF RISK FACTORS AND POSTOPERATIVE COMPLICATIONS IN PATIENTS WITH CROHN?S DISEASE. ARQUIVOS DE GASTROENTEROLOGIA (ONLINE) , v. 55, p. 252-257, 2018.

  • YOSHIMI, NICOLI TAMIE ; CAMPOS, LUANA MORAES ; SIMÃO, MARIA ODETE ; TORRESAN, RICARDO CEZAR ; TORRES, ALBINA RODRIGUES . Social anxiety symptoms in alcohol-dependent outpatients: prevalence, severity and predictors. Jornal Brasileiro de Psiquiatria , v. 65, p. 117-126, 2016.

  • CAMPOS, LUANAMORAES ; YOSHIMI, NICOLITAMIE ; SIMÃO, MARIAODETE ; TORRESAN, RICARDOCEZAR ; TORRES, ALBINARODRIGUES . Obsessive-compulsive symptoms among alcoholics in outpatient treatment: Prevalence, severity and correlates. Psychiatry Research (Print) , v. 229, p. 401-409, 2015.

  • CAMPOS, LUANA MORAES ; DE RÉ, MARIANA RIGHETTO ; LACERDA, PRISCILA NERI ; MIOT, HÉLIO AMANTE . Case for diagnosis. Small vessel vasculitis (anti-proteinase 3 positive), fever, hemoptysis, and lung cavitation in an adult. ANAIS BRASILEIROS DE DERMATOLOGIA , 2021.

  • CAMPOS, LUANA MORAES ; FERREIRA, CESAR AUGUSTO ZAGO ; DE RÉ, MARIANA RIGHETTO ; MARQUES, SILVIO ALENCAR . Aggressive tumors in a patient with immunosuppression HIV-induced. JAAD Case Reports , 2021.

  • CAMPOS, L. M. ; HADDAD, G. R. ; AMORIM, V. A. ; MALZONI, M. L. ; ABBADE, L. P. F. . Rare case of eccrine poroma in recessive dystrophic epidermolysis bullosa. International Journal of Dermatology , 2021.

  • CAMPOS, L. M. ; GARBER, L. E. F. M. ; PENHA, M. A. ; AMORIM, V. A. ; MALZONI, M. L. ; HADDAD, G. R. . Histiocitose de células de Langerhans restrita à pele: relato de caso atípico.. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAMPOS, L. M. ; LIMA, P. B. ; CALADO, J. O. A. ; AMORIM, V. A. ; MALZONI, M. L. ; HADDAD, G. R. . Poroma écrino em paciente com epidermólise bolhosa distrófica recessiva. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAMPOS, L. M. ; DIAS, J. F. A. ; ALVARES, B. A. ; GARBER, L. E. F. M. ; ARRUDA, G. O. ; ABBADE, L. P. F. . Micobacteriose atípica cutânea em paciente com lúpus eritematoso sistêmico. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAMPOS, L. M. ; ALVARES, B. A. ; RE, M. R. ; VALENTIM, F. O. ; Miot, L. D. B. ; Miot, H. A. . Ulceração cutânea como sinal de toxicidade pelo metotrexato. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAMPOS, L. M. ; LIMA, P. B. ; DIAS, J. F. A. ; ALVARES, B. A. ; CAGNON, G. V. ; Miot, H. A. . Vasculite cutânea associada a doença inflamatória intestinal. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RE, M. R. ; GARBER, L. E. F. M. ; VALENTIM, F. O. ; CAMPOS, L. M. ; ABBADE, L. P. F. ; MARQUES, S. A. . Linfoma de células do manto variante blastóide: infiltração cutânea. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RE, M. R. ; CAMPOS, L. M. ; ALVARES, B. A. ; LACERDA, P. N. ; FLORENCIO, L. C. ; MIOLA, A. C. ; Miot, H. A. . Leishmaniose cutânea disseminada em paciente imunocompetente. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CARVALHO, L. P. ; CAMPOS, L. M. ; ABBADE, L. P. F. . Hemangioma verrucoso: relato de caso raro e exuberante. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • DIAS, J. F. A. ; LIMA, P. B. ; CAMPOS, L. M. ; HADDAD JUNIOR, V. . Síndrome da pele escaldada estafilocócica do adulto em paciente com psoríase em uso de infliximabe. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • DIAS, J. F. A. ; LIMA, P. B. ; CAMPOS, L. M. ; CARVALHO, L. P. ; VALENTIM, F. O. ; MARQUES, S. A. . Carcinoma sebáceo extraocular: apresentação atípica. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LIMA, P. B. ; ALVARES, B. A. ; CAMPOS, L. M. ; Miot, H. A. . Gota tofácea crônica cutânea de manifestação atípica. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Miot, H. A. ; Miot, L. D. B. ; Marques, M. E. A. ; CAMPOS, L. M. . Paniculite supurativa não infecciosa desencadeada por mesoterapia com desoxicolato. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PUCCI, G. A. P. ; CAGNON, G. V. ; LIMA, P. B. ; CAMPOS, L. M. ; Miot, H. A. . Leucemia cutis de início abrupto desvelando estágio terminal de leucemia mieloide aguda. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CAMPOS, LUANAMORAES ; TORRES, A. R. ; LIMA, M. C. P. ; RAMOS-CERQUEIRA, A. T. A. . Ideação suicida em estudantes de medicina: Prevalência e preditores. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MEIRA JUNIOR, J. D. ; HOSSNE, R. S. ; CAMPOS, L. M. . Análise dos fatores de risco e complicações peri-operatórias em pacientes portadores de doenças inflamatórias intestinais. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TORRES, A. R. ; CAMPOS, L. M. ; TORRESAN, R. C. ; SIMAO, M. O. ; YOSHIMI, N. T. . Sintomas obsessivo-compulsivos em alcoolistas em tratamento ambulatorial: prevalência e fatores associados. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TORRES, A. R. ; YOSHIMI, N. T. ; TORRESAN, R. C. ; SIMAO, M. O. ; CAMPOS, L. M. . Fobia social em alcoolistas em tratamento ambulatorial: prevalência e fatores associados. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TORRES, A. R. ; CAMPOS, L. M. ; TORRESAN, R. C. ; SIMAO, M. O. ; YOSHIMI, N. T. . Sintomas obsessivo-compulsivos em alcoolistas em tratamento ambulatorial: prevalência e fatores associados. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Desenvolvimento e validação de inventário para avaliação da aparência da face de mulheres ocidentais adultas Facial Skin Appearance Inventory - FSAI, Descrição: Resumo Introdução: A busca por boa aparência, pela manutenção da jovialidade e combate ao envelhecimento são demandas do coletivo. Apesar da aparência ser um aspecto subjetivo, torna-se necessário criar métodos objetivos, como o desenvolvimento de questionário que quantifique e avalie os aspectos da aparência antes e após procedimentos médicos, segundo o ponto de vista das percepções do paciente. Objetivos: Desenvolvimento e validação de um instrumento para avaliação da aparência da face de mulheres ocidentais adultas. Materiais e Métodos: Estudo do tipo metodológico, o qual após aprovação pelo comitê de ética e pesquisa da FMB - UNESP, será desenvolvido projeto. Inicialmente, na fase qualitativa, serão entrevistados 5 especialistas em Dermatologia e 10 mulheres ocidentais adultas voluntárias e concordantes (entre 18 e 70 anos) a partir da pergunta norteadora ?O que você percebe na face de mulheres adultas que indica sinais de uma aparência desfavorável. Após será desenvolvido instrumento preliminar composto pelos itens resultantes da análise quantitativa das entrevistas, que será avaliado por 10 pacientes e por 5 dermatologistas, quanto a pertinência das afirmações, quanto a qualidade da escrita/semântica. Após, este instrumento será aplicado a 100 pacientes que vão avaliar os itens quanto a sua percepção de aparência da face. O questionário será reduzido a partir da análise da teoria de resposta ao item, baseado nas curvas de informatividade dos itens e então ainda será aplicado a 20 pacientes em um intervalo de 24 horas a 72 horas para verificar sua consistência interna. E por último, será aplicado a 20 pacientes que se submeteram a procedimentos cosmiátricos para avaliar a sua responsividade / sensibilidade à mudança. Resultados esperados: Espera-se desenvolver um inventário multidimensional, válido, estável e que possa favorecer o entendimento dos médicos quanto aos objetivos dos procedimentos que levam a melhora da aparência, como permitir quantificar o efeito dos procedimentos que são instituídos nestes pacientes. Objetivos a) Avaliar a percepção de especialistas sobre os elementos que são percebidos por eles que influenciam na aparência da pele da face. b) Avaliar a percepção de pacientes do sexo feminino sobre os elementos que são percebidos por eles que influenciam na aparência da pele da face. c) Desenvolvimento de um instrumento para avaliação da aparência da face de mulheres ocidentais adultas. d) Validação de um instrumento para avaliação da aparência da face de mulheres ocidentais adultas. Justificativa Desenvolver e validar um instrumento que favorecerá o entendimento dos médicos, especialmente os dermatologistas, quanto aos objetivos dos procedimentos que levam a melhora da aparência da face de mulheres ocidentais e permitir quantificar o efeito desses procedimentos que são instituídos nestes pacientes, assim como avaliar o grau de satisfação dos pacientes. Relevância É possível desenvolver e validar um inventário para avaliação da aparência da face de mulheres ocidentais adultas? Unitermos:Inquéritos e Questionários; - Aparência Física; - Medidas de Associação ou Exposição; - Risco ou Desfecho; - Pesquisa Qualitativa. Recrutamento Número de participantes (sujeitos):168 Local de recrutamento de participantes:Ambulatório de Dermatologia Material Permanente Estrutura física do ambulatório (mesas e cadeiras) Material de Consumo Papeis de escritório (inventário impresso, termos de consentimento). , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Luana Moraes Campos - Integrante / HÉLIO AMANTE MIOT - Coordenador / Marilia Formentini Scotton Jorge - Integrante.

  • 2015 - 2016

    Ideação Suicida em Estudantes de Medicina: Prevalência e preditores, Descrição: O objetivo do presente projeto é estimar a prevalência de ideação suicida (IS) em estudantes de medicina da FMB-UNESP e investigar a associação desse desfecho (IS) com características sociodemográficas, aspectos da vida acadêmica, sintomas psicopatológicos e tratamento psicológico ou psiquiátrico. Trata-se de um estudo transversal, descritivo e analítico, que é um subprojeto do projeto: Condições de Vida e Saúde dos Estudantes de Medicina da Faculdade de Medicina de Botucatu (análise de dados secundários). A amostra do estudo será composta por 475 estudantes do primeiro ao sexto ano do curso de medicina (população alvo: 550 alunos; taxa de resposta: 86,4%). Os dados foram coletados entre maio e junho de 2011. Utilizou-se um questionário de autopreenchimento incluindo perguntas sobre características sociodemográficas, situação acadêmica e social do aluno, diversas manifestações psicopatológicas (sintomas depressivos, de ansiedade social, obsessivo-compulsivos, insatisfação com a imagem corporal, transtorno mental comum, uso problemático de álcool), tratamento psicológico e/ou psiquiátrico e uso de psicofármacos. Os instrumentos estruturados foram o Beck Depression Inventory, o Social Phobia Inventory (SPIN), o Obsessive-Compulsive Inventory - Revised (OCI-R), o Body Shape Questionnaire (BSQ), o Self Reporting Questionnaire (SRQ), o Alcohol Use Disorder Test (AUDIT) e a Escala de Apoio Social (EAS). O desfecho, ou seja, presença de ideação suicida (IS) foi considerado positivo para os alunos que responderam o item 9 do BDI diferente de zero. As variáveis explanatórias serão comparadas nos dois grupos de alunos (com e sem IS) através de análises bivariadas, seguidas de regressão logística para obtenção de associações livres de confundimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Luana Moraes Campos - Integrante / Albina Rodrigues Torres - Coordenador / Maria Cristina Pereira Lima - Integrante / Ana Teresa de Abreu Ramos-Cerqueira - Integrante.

  • 2015 - 2016

    Transtorno Mental Comum em Familiares Cuidadores de Pacientes com Demência, Descrição: O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial. Segundo Carvalho & Garcia (2003), nos dias de hoje, o cenário da população brasileira tem se modificado, pois, até então, tínhamos uma população predominantemente jovem e, com o declínio da fecundidade, o ritmo de crescimento anual do número de nascimentos entrou em decadência, o que fez com que se iniciasse um processo contínuo de estreitamente da base da pirâmide etária, consequentemente, de envelhecimento da população. A partir dessas premissas, considera-se que, com o avançar da idade, aumentam as chances de determinadas doenças, como as doenças cardíacas, alguns tipos de câncer, dentre outros. Dentre as doenças comuns em idosos, verifica-se a demência, sendo essa dividida em quatro tipos: demência de alzheimer, demência frontotemporal, demência dos corpúsculos de Lewy e demência vascular (Almeida, 2012). O termo demência deriva do latim "de-mentis" (perder a mente) e, ao longo da história da medicina, foi usado de diversas maneiras, sempre em relação à perda da razão e da memória (Goldfarb, 2006). Em famílias onde existe um idoso com demência, é comum os familiares se sentirem enganados ou manipulados pelo paciente quando este recebe o diagnóstico, porém, a pessoa que se demência sofre de angústia, já a família, nega a gravidade da situação e sofre com a incerteza e a sentença de irreversibilidade (Goldfarb, 2006). Portanto, destaca-se a importância do cuidado da família na promoção da integração do idoso uma vez que o cuidador é também filho, esposa (o), irmã (o), enquanto o idoso executa o papel correspondente, contrariamente ao que acontece em uma instituição, em que ele é apenas o receptor de um cuidado profissional. Diante disso, o presente trabalho tem por objetivo identificar o transtorno mental comum em familiares cuidadores de idosos com diagnóstico de demência. Segundo Santos (2002), transtorno mental comum (TMC) refere-se à situação de saúde onde um indivíduo não preenche os critérios formais para diagnósticos de depressão e/ou ansiedade segundo as classificações DSM-IV (Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders - Fourth Edition) e CID-10 (Classificação Internacional de Doenças - 10a Revisão), porém apresenta sintomas proeminentes que trazem uma incapacitação funcional comparável pior do que quadros crônicos já bem estabelecidos. Trata-se de um estudo exploratório, com dados primários, de caráter transversal.. Aluna de graduação com bolsa IC FAPESP de processo 2015/06560-3 com vigência 01/08/2015 a 31/07/2016. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) . , Integrantes: Luana Moraes Campos - Integrante / Alessandro Ferrari Jacinto - Coordenador / Evelise Saia Rodolpho - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 2014 - 2015

    Análise dos fatores de risco e complicações peri-operatórias em pacientes portadores de doenças inflamatórias intestinais, Descrição: Em pacientes com doenças inflamatórias intestinais (DII) o índice de complicações pós-operatórias é maior do que em outras ressecções intestinais por outras doenças benignas. Considerando-se que tais complicações afetam sobremaneira a qualidade de vida dos pacientes, a prevenção e o manejo de tais complicações constituem importante fator no tratamento desses pacientes. A literatura apresenta índices que variam de 5 a 35% para tais complicações e relacionando à diversos fatores de risco, tais como: baixos níveis séricos de albumina, uso de corticóides e outras medicações no pré-operatório, presença de abscessos ou fístulas, tempo de evolução da doença e seu fenótipo, idade, recidivas, desnutrição, duração dos sintomas, perda de peso. Apesar desses e de outros inúmeros fatores, há ainda controvérsias na literatura quanto aos que realmente estariam associados e relacionados a estas complicações. No presente trabalho, temos como objetivos principal analisar a taxa de complicações peri-operatórais em pacientes portadores de DII submetidos ao tratamento cirúrgico acompanhado no ambulatório de DII do Hospital das Clinicas da da Faculdade de Medicina de Botucatu, bem como identificar os fatores de risco associados as complicações, comparar as complicações entre os portadores de Doença de Crohn e Retocolite, comparar os resultados encontrados com os dados da literatura e de acordo com os resultados encontrados implantar protocolos visando diminuir estas taxas de complicações.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Luana Moraes Campos - Integrante / José Donizeti de Meira Júnior - Integrante / Rogério Saad Hossne - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 2012 - 2014

    Fobia social em alcoolistas em tratamento ambulatorial: prevalência e fatores associados, Descrição: Vários estudos têm apontando altos índices de comorbidade de transtornos por uso de álcool em portadores de transtornos ansiosos em geral e de ansiedade social ou fobia social (FS) em particular. Acredita-se que alguns portadores de FS usam o álcool como automedicação , ou seja, para diminuir a ansiedade e a inibição que sentem em situações sociais, vindo a desenvolver dependência. Apesar de em geral implicar em pior prognóstico, por pior resposta ao tratamento e maiores chances de recaída da dependência, a FS costuma ser subdiagnosticada em alcoolistas. Objetivo geral: Avaliar a prevalência de sintomas de FS em pacientes que estão em tratamento para dependência de álcool no ambulatório da FMB-Unesp. Objetivos específicos: 1) comparar a prevalência de FS em homens e mulheres alcoolistas em tratamento e 2) comparar pacientes com e sem FS em relação a vários fatores sociodemográficos e clínicos. Método: estudo transversal, tendo como população alvo todos os pacientes adultos em tratamento no ambulatório para dependência de álcool da FMB entre abril e setembro de 2013, e que livremente concordarem em participar do estudo. Instrumentos de avaliação: 1) Questionário para obtenção de dados sociodemográficos e clínicos; 2) Social Phobia Inventory (SPIN) para avaliar a presença e a gravidade dos sintomas de ansiedade social; 3) Short Alcohol Dependence Data (SADD), para avaliar a gravidade da dependência do álcool; e 4) Beck Depression Inventory (BDI) para avaliar sintomas depressivos, potenciais confundidores. Análise dos dados: O desfecho principal será analisado como variável contínua (pontuação na SPIN) e dicotômica (escore >=19 na SPIN indicando provável FS). Análises bivariadas da associação entre o desfecho e variáveis de exposição serão seguidas de regressão (logística e/ou linear), quando indicada, para obtenção de estimativas de associação livres de confusão. Nível de significância estatística adotado: p < 0,05.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Luana Moraes Campos - Integrante / Albina Rodrigues Torres - Coordenador / Maria Odete Simão - Integrante / Ricardo Cezar Torresan - Integrante / Nicoli Tamie Yoshimi - Integrante.

  • 2012 - 2014

    Sintomas obsessivo-compulsivos em alcoolistas em tratamento ambulatorial: prevalência e fatores associados, Descrição: A literatura sobre abuso e dependência de substâncias psicoativas em pacientes com transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) é escassa, particularmente estudos sobre comorbidade de TOC em indivíduos recebendo tratamento para transtornos por uso de substâncias. Sintomas obsessivo-compulsivos (SOC) muitas vezes passam despercebidos nesses indivíduos e a falta de identificação e tratamento específico para tais sintomas pode ser um fator de pior prognóstico do alcoolismo, aumentando as chances de recaída. Objetivo geral: Estimar a prevalência de sintomas sugestivos de TOC em alcoolistas em tratamento ambulatorial no HC da FMB - Unesp, assim como avaliar fatores associados à ocorrência de provável TOC nessa população. Objetivos específicos: 1) Comparar a prevalência de provável TOC em homens e mulheres alcoolistas em tratamento; 2) Comparar pacientes com e sem provável TOC em relação a diversos fatores sociodemográficos e clínicos. Método: estudo transversal, tendo como população alvo todos os pacientes adultos em tratamento no ambulatório para dependência de álcool da FMB entre abril e setembro de 2013, e que livremente concordarem em participar. Instrumentos de avaliação: 1) Questionário para obtenção de dados sociodemográficos e clínicos; 2) Obsessive-Compulsive Inventory- Revised Version (OCI-R) para avaliar a presença e a gravidade dos SOC; 3) Short Alcohol Dependence Data (SADD), para avaliar a gravidade da dependência do álcool; e 4) Beck Depression Inventory (BDI) para avaliar sintomas depressivos, potenciais confundidores. Análise dos dados: O desfecho principal será analisado como variável contínua (pontuação na escala OCI-R) e dicotômica (escore >=27 na OCI-R indicando provável TOC). Análises bivariadas da associação entre o desfecho e variáveis de exposição serão seguidas de regressão (logística e/ou linear), quando indicada, para obtenção de estimativas de associação livres de confusão. Nível de significância estatística adotado: p < 0,05. Orientadora: Albina Rodrigues Torres. Aluna Bolsista CNPq de Iniciação Científica: Luana Moraes Campos. Bolsa CNPq: Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica/PIBIC. Processo: 120097/2013-3. Modalidade - Categoria: Iniciação Científica - IC . Vigência: De 01/08/2013 a 31/07/2014.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Luana Moraes Campos - Integrante / Albina Rodrigues Torres - Coordenador / Maria Odete Simão - Integrante / Ricardo Cezar Torresan - Integrante / Nicoli Tamie Yoshimi - Integrante.

Prêmios

2019

Beca para Dermatologistas Jovens no XXXVIII RADLA Paraguai em 2020, RADLA - Reunião Anual de Dermatologistas Latino-Americanos.

2018

2 lugar na categoria mini-comunicação com trabalho científico intitulado "Paniculite Supurativa Não Infecciosa Desencadeada por Mesoterapia com Desoxicolato", 73 Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

2015

Menção Honrosa pelo trabalho apresentado na modalidade Tema Livre intitulado "Análise dos fatores de risco e complicações pós-operatórias em pacientes portadores de doenças inflamatórias intestinais", XIV Semana Brasileira do Aparelho Digestivo (SBAD).

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, Faculdade de Medicina de Botucatu. , Avenida Professor Mário Rubens Guimarães Montenegro, Unesp Campus de Botucatu, 18618687 - Botucatu, SP - Brasil, Telefone: (14) 38116000

Experiência profissional

2018 - Atual

Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP

Vínculo: Medica Residente, Enquadramento Funcional: Residente de Dermatologia, Regime: Dedicação exclusiva.

2012 - 2017

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: Graduação em Medicina, Enquadramento Funcional: Estudante, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 03/2014 - 12/2014

    Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.,Atividade realizada, Membro da Liga de Dermatologia - Member of Dermatology League.

  • 03/2014 - 12/2014

    Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.,Atividade realizada, Membro da Liga de Clínica Médica - Member of the Clinical Medicine League.

  • 03/2014 - 12/2014

    Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.,Atividade realizada, Diretora da Liga de Anestesiologia - Director of the Anesthesiology League.

  • 03/2014 - 03/2014

    Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.,Atividade realizada, Diretora Clínica da Liga de Neurociências de Botucatu - Director of Neurosciences Clinical League.

  • 03/2013 - 12/2013

    Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.,Atividade realizada, Membro da Liga de Neurociências- Member of Neuroscience League.

  • 03/2012 - 12/2012

    Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.,Atividade realizada, Membro da Liga de Saúde Mental - Member of the Mental Health League ( Psychiatry).

  • 03/2012 - 12/2012

    Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.,Atividade realizada, Membro da Liga do Coração - Member of the Heart League (Cardiology).

2015 - 2016

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluna de iniciação científica

2013 - 2014

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluna de iniciação científica