Arnaldo do Carmo Neto

Possui ensino-medio-segundo-grau pela E.E. Armel Miranda(2011). Atualmente é da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Línguas Estrangeiras Modernas.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Letras - Português e Inglês

2012 - Atual

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Ensino Médio (2º grau)

2009 - 2011

E.E. Armel Miranda

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Línguas Estrangeiras Modernas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Vanessa Hagemeyer Burgo

O PAPEL DOS MARCADORES ?HEDGES? DA LÍNGUA INGLESA EM ENTREVISTAS; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Português e Inglês) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Vanessa Hagemeyer Burgo;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2013 - Atual

    TRANSPARÊNCIA E OPACIDADE: INFLUÊNCIA DAS LÍNGUAS EM CONTATO NO PORTUGUÊS EUROPEU E BRASILEIRO, Descrição: Compreendendo transparência como uma relação direta entre forma e significado, o propósito deste projeto é investigar as variedades européia e brasileira do português, sob o escopo da Gramática Discursivo-Funcional GDF (HENGEVELD & MACKENZIE, 2008), com a finalidade de estabelecer até que ponto o fenômeno das línguas em contato pode contribuir para a transparência de uma dada língua. Levando em conta que o português de Portugal se desenvolveu em contexto de relativo isolamento, enquanto o português do Brasil, em contexto de longo contato histórico com outras línguas, nossa hipótese inicial é que o português brasileiro é, a priori, mais transparente que o português de Portugal. Para atingir o objetivo da pesquisa, mapearemos o sistema linguístico das duas variedades, utilizando critérios advindos da GDF que demonstrem relações de transparência entre os níveis e dentro dos níveis postulados pela teoria, no intuito de determinar e sistematizar propriedades transparentes e opacas entre essas duas variedades. O universo de investigação será constituído tanto por ocorrências reais de uso extraídas do corpus oral organizado pelo Centro de Linguística da Universidade de Lisboa, em parceria com a Universidade de Toulouse-le-Mirail e a Universidade de Provença-Aix-Marselha, de onde serão extraídas as ocorrências do português de Portugal, quanto pelos inquéritos que compõem o Corpus Mínimo compartilhado do PGPF (Projeto de Gramática do Português Falado), que constitui uma amostragem do material coletado pelo Projeto da Norma Urbana Culta (NURC)/Brasil, de onde serão extraídas as ocorrências referentes à variedade brasileira.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Arnaldo do Carmo Neto - Coordenador / Augusto César Gonçales Zanotto - Integrante / Joceli Catarina Stassi Sé - Integrante.

  • 2013 - Atual

    LÍNGUAS EM CONTATO À LUZ DA GDF: TRANSPARÊNCIA NO PORTUGUÊS BRASILEIRO, Descrição: Compreendendo transparência como uma relação direta entre forma e significado, o propósito deste projeto é investigar a variedade brasileira do português, sob o escopo da Gramática Discursivo-Funcional GDF (HENGEVELD & MACKENZIE, 2008), com a finalidade de estabelecer até que ponto o fenômeno das línguas em contato pode contribuir para a transparência de uma dada língua. Levando em conta que o português do Brasil se desenvolveu em contexto de longo contato histórico com outras línguas, nossa hipótese inicial é que o português brasileiro é uma língua transparente. Para atingir o objetivo da pesquisa, mapearemos o sistema linguístico dessa variedade, utilizando critérios advindos da GDF que demonstrem relações de transparência dentro do Nível Morfossintático postulado pela teoria, no intuito de determinar e sistematizar propriedades transparentes e opacas dessa variedade. O universo de investigação será constituído pelos inquéritos que compõem o Corpus Mínimo compartilhado do PGPF (Projeto de Gramática do Português Falado), que constitui uma amostragem do material coletado pelo Projeto da Norma Urbana Culta (NURC)/Brasil, de onde serão extraídas as ocorrências referentes à variedade brasileira.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Arnaldo do Carmo Neto - Integrante / Augusto César Gonçales Zanotto - Integrante / Joceli Catarina Stassi Sé - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    PROCESSOS DE FORMULAÇÃO DO TEXTO FALADO: O USO DE RECURSOS LINGUÍSTICO-PRAGMÁTICOS EM ENTREVISTAS E SUAS FUNÇÕES SOCIOINTERACIONAIS, Descrição: O foco de interesse desta pesquisa é o estudo da organização textual-interativa da língua falada e suas relações com o contexto social, visando a evidenciar as estratégias que os falantes dispõem para alcançar seus propósitos comunicativos ao formularem seus textos. O objetivo deste projeto, portanto, é estudar os processos de construção do texto falado, a fim de assinalar, de forma contrastiva, os recursos linguístico-pragmáticos empregados nas línguas inglesa e portuguesa, tais como as correções, as repetições, as hesitações, os truncamentos, as inserções, os marcadores conversacionais, entre outros, observando suas funções em dado contexto de produção oral. O arcabouço teórico está fundamentado, principalmente, nos conceitos da Análise da Conversação, e o corpus obtido em situação real de interação, ou seja, os textos não são lidos, mas formulados em tempo real, no momento de execução. Para tanto, serão utilizadas entrevistas com falantes de língua inglesa e portuguesa, bem como gravações extraídas de programas de televisão, rádio e internet. Como segundo procedimento, haverá a transcrição e posterior análise dos dados. Por meio deste estudo, espera-se verificar a língua em uso, vista sob uma perspectiva social e comunicativa que concebe a linguagem como processo de interação. Vale ressaltar que, por meio desse viés de análise, os andaimes da construção do texto falado se tornam mais visíveis.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Arnaldo do Carmo Neto - Coordenador / Vanessa Hagemeyer Burgo - Integrante / Augusto César Gonçales Zanotto - Integrante / Ana Beatriz Maehashi Ferreira - Integrante / Fábio Franco - Integrante / Ingridy Inara Perico - Integrante / Danielle Leite Daniel - Integrante / Adriana Venega Sales - Integrante / André Luiz dos Santos - Integrante / Carmen Lúcia Milito Douran - Integrante / Henrique Neri - Integrante / João Vieira da Silva Neto - Integrante / Junior dos Santos Silva - Integrante / Maria Izabel Gerstemberger de Oliveira - Integrante / Michele Ester de Moura Campos Furlan - Integrante / Nayra Modesto dos Santos Nunes - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2012 - Atual

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Vínculo: , Enquadramento Funcional: