Priscylla Marcelly Vilanova Oliveira

Graduada no curso de Bacharelado em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Feira de Santana, participa do Grupo de Pesquisa em Zoonoses e Saúde Pública- UEFS, desde o período 2013; Experiência na área de Parasitologia, com ênfase em Zoonoses, principalmente estudos relacionados a Toxocaríase ,Toxoplasmose, ancilostomídeos e variáveis ambientais. Atualmente é Mestranda do Programa de Pós Graduação em Modelagem e Ciências da Terra e do Ambiente, UEFS, e desenvolve pesquisa sobre a influência dos constituintes do solo e variáveis do tempo atmosférico na presença de ovos de Toxocara spp em solos de propriedades rurais de Feira de Santana.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Modelagem em Ciências da Terra e do Ambiente

2020 - Atual

Universidade Estadual de Feira de Santana
Título: Avaliação da influência dos constituintes do solo e variáveis do tempo atmosférico na presença e viabilidade de ovos de Toxocara spp em amostras de solos de propriedades rurais de Feira de Santana, BA,Orientador:
Aristeu Vieira da Silva.Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, FAPESB, Brasil. Palavras-chave: Toxocara spp; Contaminação; Clima; Composição Química.

Graduação em Ciências Biológicas

2012 - 2020

Universidade Estadual de Feira de Santana

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Extensão universitária em Summe Class UEFS 2018 - Field Epidemiology. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, Brasil.

2017 - 2017

Palestra sobre Toxicologia Forense. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, Brasil.

2017 - 2017

Estudos Epidemiológicos Espaciais no QGIS. (Carga horária: 24h). , Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, Brasil.

2016 - 2016

Extensão universitária em Analise de Dados Epidemiológicos coom EpiInfo 7 e BioEstat 5. (Carga horária: 16h). , Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, Brasil.

2016 - 2016

II minicurso de Interpretação de Exames Laboratoriais. (Carga horária: 20h). , Faculdade Pitágoras de Feira de Santana, FPFS, Brasil.

2014 - 2014

Atendimento Identificação de Vítimas de Desastres. (Carga horária: 24h). , Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, Brasil.

2014 - 2014

Curso Internacional de Balística Forense. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, Brasil.

2013 - 2013

1º Simpósio de Entomologia Cultural. (Carga horária: 30h). , Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, Brasil.

2011 - 2011

VI Treinamento de Capelania Evangélica Hospitalar. (Carga horária: 60h). , Hospital Geral Clériston Andrade, HGCA, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Parasitologia.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Zoologia.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Geologia/Especialidade: Geologia Ambiental.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

XXIII Seminário de Iniciação Científica da UEFS.Dificuldades na amplificação na amplificação de DNA de Toxocara a a partir de ovos de parasito. 2019. (Seminário).

XXII Seminário de Iniciação Científica.Avaliação da associação entre os constituintes do solo e a presença e viabilidade de ovos de Toxocara spp. 2018. (Seminário).

XXI Seminário de Iniciação Cientifica.esquisa de Toxoplasma gondii em mamíferos silvestres de duas áreas do Estado da Bahia.. 2017. (Seminário).

Curso Preparatório Para Atendimento e Identificação de Vítimas de Desastres. 2014. (Outra).

XVIII Seminário de Iniciação Científica.Pesquisa de cádmio, zinco, chumbo e cobre em ostras Crassostrea de estuários do litoral da Bahia.. 2014. (Seminário).

I Simpósio Brasileiro de Entomologia Cultural. 2013. (Simpósio).

XVII Seminário de Iniciação Científica.Atividades de Vigilância, Controle e Prevenção da Raiva Animal e Humana Desenvolvidas pelo Centro de Controle de Zoonoses deFeira de Santana- BA. 2013. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Aristeu Vieira da Silva

Avaliação da influência dos constituintes do solo e varáveis do tempo atmosférico na presença e viabilidade de ovos de Toxocara spp em amostras de solos de propriedades rurais de Feira de Santana, BA; Início: 2020; Dissertação (Mestrado profissional em Modelagem em Ciências da Terra e do Ambiente) - Universidade Estadual de Feira de Santana, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; (Orientador);

Aristeu Vieira da Silva

Avaliação da associação entre os constituintes do solo e a presença e viabilidade de ovos de Toxocara spp; ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Feira de Santana, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Aristeu Vieira da Silva;

Aristeu Vieira da Silva

Análise da concentração de metais pesados em tecidos de ostras (Crassostrea sp); 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Feira de Santana, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Aristeu Vieira da Silva;

Simone Souza de Oliveira

Agentes zoonóticos em animais silvestres e vetores associados no Estado da Bahia; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS; Orientador: Simone Souza de Oliveira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • VON SOHSTEN, ADRIANA LEBRAM ; VIEIRA DA SILVA, ARISTEU ; RUBINSKY-ELEFANT, GUITA ; FREITAS SANTANA, ILMARA SIMONY ; CORREIA, JOELANDE ESQUIVEL ; ALVES DA CRUZ, LUCIARA ; MONTEIRO RIBEIRO SANTOS, ELLEN ; VILANOVA OLIVEIRA, PRISCYLLA MARCELLY . Chickens bred extensively as sentinels from soil contamination by Toxocara. EXPERIMENTAL PARASITOLOGY , v. 211, p. 107852, 2020.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - Atual

    Pesquisa de fatores associados à incidência de toxocaríase e toxoplasmose humana em comunidade rural (Resolução CONSEPE 078/2016), Descrição: A toxocaríase humana é um complexo de manifestações patológicas, que pode variar de uma forma assintomática a quadros oculares e neurológicos, frequentemente subdiagnosticada, constituindo-se de uma enfermidade parasitária negligenciada. Os cães e gatos, hospedeiros dos parasitos do gênero Toxocara, eliminam ovos para o ambiente, os quais podem ficar viáveis por longos períodos, contaminando o solo, água e vegetais. A ingestão destes ovos pelo homem e outros animais pode levar a infecção e eventuais formas clínicas de variada gravidade. A epidemiologia da infecção humana e animal está melhor estabelecida em ambientes urbanos, mas o ambiente rural reúne uma série de características que permite acreditar em elevadas taxas de infecção nas diferentes populações. Em trabalho anterior, nossa equipe detectou a presença de anticorpos anti-Toxocara em cerca de 90% de frangos criados extensivamente em propriedades rurais, demonstrando uma provável contaminação elevada do solo, e consequentemente, um risco elevado de infecção para outros animais e para o ser humano. Outra enfermidade de natureza parasitária, a toxoplasmose, também pode causar casos graves de doença ocular ou neurológica no ser humano, bem como abortamentos e sérias manifestações neonatais. Apesar de ter no gato seu hospedeiro definitivo, cães e aves criadas extensivamente também podem ser afetados, participando do ciclo de transmissão do agente, podendo ser indicadores da contaminação ambiental pelo parasito e do risco de infecção do ser humano. Desta forma, este trabalho pretende investigar a presença de anticorpos anti-Toxocara e anti-Toxoplasma em humanos, cães e frangos em propriedades rurais, bem como a presença de ovos de Toxocara em fezes de cães e no solo, realizando coletas quadrimestrais durante um período de pelo menos 24 meses. Os humanos serão triados pelo ELISA para detecção de anticorpos anti-Toxocara e anti-Toxoplasma, e formados dois grupos, sendo um inicialmente soropositivo e outro de soronegativos. Estes individuos terão soro sanguineo coletado a cada quatro meses durante o projeto. Da mesma forma serão coletados os soros de todos os cães e de pelo menos 10% dos frangos da propriedade. Amostras de solo serão coletadas para recuperação de ovos de Toxocara, e também para determinação de suas propriedades físicoquímicas. Dos cães serão recuperadas as fezes para detecção de ovos de Toxocara spp. Dados epidemiológicos de humanos, cães e aves serão recuperados em questionários estruturados específicos, a cada quatro meses, de forma a estabelecer associações entre estes dados e as taxas de prevalência para cães, frangos e humanos, bem como para a taxa de incidência em humanos. A influência das características do solo e da cobertura vegetal sobre a recuperação de ovos de Toxocara também será investigada. Os ovos de Toxocara spp recuperados do solo e das fezes de cães terão seu DNA extraído e avaliado pela técnica de high resolution melting - realtime PCR para discriminação da espécie de Toxocara. Ainda em humanos e cães serão realizados o hemograma para verificar-se a contagem diferencial de leucócitos, avaliando-se a eosinofilia como um marcador acessório das infecções parasitárias. Esperamos determinar neste trabalho quais são as características biológicas, ambientais e epidemiológicas relacionadas a incidência da toxocaríase humana e a prevalência da toxocaríase canina e aviária nas propriedades rurais avaliadas... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Priscylla Marcelly Vilanova Oliveira do Nascimento - Integrante / Aristeu Vieira da Silva - Coordenador / Kathleen de Almeida Ferreira - Integrante / Vamilton Alvares Santarem - Integrante / Adriana Lebram von Söhsten - Integrante / Taise Cristina Santa Barbara Silva Queiroz - Integrante / Ediclei Lima do Carmo - Integrante / Joelande Esquivel Correia - Integrante / Eddy José Francisco de Oliveira - Integrante / Rafaela dos Anjos Pinheiro Bogoevich Morais - Integrante / Simone Souza de Oliveira - Integrante / Selma Santa Barbara da Silva Gomes - Integrante / Luciara Alves da Cruz - Integrante / Taise Bomfim de Jesus - Integrante / Alany Santos Oliveira Rocha - Integrante / aline moraes bergossi - Integrante / cinthia dorea sena prates - Integrante / daniela carneiro lopes carlos - Integrante / guita rubinsky-elephant - Integrante / lia fernandes - Integrante / Washington de Jesus Santanna da Franca Rocha - Integrante / Ellen Monteiro Ribeiro Santos - Integrante / Alice Dias Bastos - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - Auxílio financeiro / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

  • 2014 - Atual

    Agentes zoonóticos em animais silvestres e vetores associados no Estado da Bahia, Descrição: No mundo todo, no Brasil, e no Estado da Bahia de um modo especial, o estudo de zoonoses parasitárias em animais selvagens ainda é restrito. Desta forma, a pesquisa de agentes zoonóticos, principalmente os parasitários, entre animais selvagens em diferentes biomas no Estado da Bahia, por métodos moleculares, é importante e urgente. Objetiva-se com a realização deste projeto detectar e caracterizar, em nível molecular, os seguintes parasitos: Toxoplasma gondii, Leishmania, Trypanosoma cruzi, Giardia, Cryptosporidium e Toxocara em animais silvestres no estado da Bahia e, identificar os carrapatos que estão associados com esses animais e as espécies de Ricketisia que estejam nesses ectoparasitos. A pesquisa se concentrará na mesorregião Sul Baiano e na mesorregião do Recôncavo Baiano (Serra da Jibóia), onde num período de 18 meses serão coletados animais e carrapatos associados. Os animais serão coletados em armadilhas, sofrerão eutanásia e amostras de sangue e tecidos serão coletadas. No caso dos quirópteros, os mesmos serão capturados, terão eventuais carrapatos coletados, terão os dados biométricos registrados e serão então liberados. Após a taxidermia dos animais coletados, os mesmos serão depositados nas coleções da Universidade Estadual de Feira de Santana e da Universidade Estadual de Santa Cruz. Os carrapatos coletados serão identificados até o táxon espécie e no DNA extraído destes animais será realizada a pesquisa de riquétsias. Dos animais vertebrados serão coletados encefálo e coração, fígado e baço, e o contéudo gastro-intestinal. Todas as amostras serão adequadamente conservadas até a realização dos exames para detecção de enteroparasitos ou parasitos teciduais. As amostras de conteúdo intestinal serão submetidas aos métodos de Willis e Faust para detecção de enteroparasitos. Das amostras de sangue será obtido o soro, do qual se realizará a detecção de anticorpos anti-Toxoplasma pelo método de aglutinação direta. Dos tecidos e do contéudo intestinal será extraído o DNA total, utilizando-se kits comerciais apropriados para cada tipo de amostra. DNA de Toxoplasma gondii será pesquisado pela técnica de Nested-PCR para o gene B1, seguido de PCR quantitativo em tempo real para determinação da carga parasitária na amostra. No caso de Toxoplasma gondii, as amostras de tecido serão também processadas para bioprova em camundongos, e as cepas isoladas serão genotipadas utilizando-se a nested-PCR seguida de RFLP para 12 marcadores genéticos. A pesquisa de DNA de Leishmania, Trypanosoma e Toxocara serão realizadas no DNA das amostras de tecido, utilizando-se a PCR em tempo real para os genes descritos na literatura para cada um dos agentes, enquanto que nas amostras de DNA extraídas do contéudo intestinal, Cryptosporidium e Giardia serão pesquisados também pela PCR em tempo real para os genes descritos na literatura para cada um dos agentes. As amostras positivas serão purificadas com Exo-SAP-IT ou similares e submetidas ao sequenciamento através do Big Dye Terminator Cycle Sequencing Kit em sequenciador automático de DNA. As sequências obtidas serão editadas no programa BIOEDIT, sendo os trechos de baixa qualidade excluídos da análise ou refeitos com primers adicionais de correção. Posteriormente, será realizado o alinhamento das sequências utilizando o algoritmo de alinhamento múltiplo no programa MUSCLE. As sequências obtidas serão depositadas no GenBank. O número de sítios variáveis, conservados e parcimoniosamente informativos, assim como a composição de nucleotídeo para cada matriz de dados alinhada das diferentes regiões utilizadas no estudo foi obtido através do programa MEGA6. As relações filogenéticas reconstruídas sob o critério ótimo de Máxima Parcimônia (MP); Neighbor-Joining (NJ); e Máxima Verossimilhança (MV) análises sob o critério Bayesian-likelihood.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Priscylla Marcelly Vilanova Oliveira do Nascimento - Integrante / Aristeu Vieira da Silva - Coordenador / Jadson Nascimento Borges - Integrante / George Rêgo Albuquerque - Integrante / Taise Cristina Santa Barbara Silva Queiroz - Integrante / Ediclei Lima do Carmo - Integrante / Alexandre Dias Munhoz - Integrante / Joelande Esquivel Correia - Integrante / Banca Mendes Maciel - Integrante / Eddy José Francisco de Oliveira - Integrante / Hermes Ribeiro Luz - Integrante / João Luiz Horácio Faccini - Integrante / Martín Roberto del Valle Alvarez - Integrante / Rafaela dos Anjos Pinheiro Bogoevich Morais - Integrante / Téo Veiga de Oliveira - Integrante / Simone Souza de Oliveira - Integrante / Ellen Monteiro Ribeiro - Integrante.

  • 2012 - 2014

    Avaliação da presença de Achatina fulica Bowdich, 1822 (Gastropoda: Pulmonata) e estudo dos helmintos e protozoários associados, em Feira de Santana, Bahia, Descrição: O gastrópode Achatina fulica (BOWDICH, 1822), também conhecido como caramujo africano, é um molusco terrestre que está envolvido na transmissão dos nematóides Angiostrongylus cantonensis e Angiostrongylos costaricensis, causadoras da meningoencefalite eosinofílica e da angiostrongilíase abdominal ambas no ser humano. Além disso, essa espécie pode atuar na qualidade de vetor biológico ou paratênico de protozoários de caráter zoonótico com Giardia intestinalis e Cryptosporidium parvum, que têm sido encontrados infectando animais de diferentes espécies e humanos. Com o objetivo de avaliar a ocorrência e os aspectos parasitários de A. fulica, será realizada uma pesquisa no município de Feira de Santana, Bahia- Brasil, durante o período de 2012-2013. Os moluscos serão coletados no perímetro urbano do município, e durante a coleta também serão realizadas observações dos locais onde os moluscos estiverem presentes, especialmente sobre condições antrópicas. Os animais encontrados serão transportados para o laboratório da UEFS, onde serão mensurados e mantidos para o processamento de amostras de fezes para a detecção de Giardia e Cryptosporidium, e partes dessas amostras serão congeladas para posterior avaliação molecular através da técnica de PCR para a identificação de Giardia intestinalis e Cryptosporidium parvum, após esse procedimento os animais serão submetidos à eutanásia para pesquisar as lavras de nematódeos de interesse médico e veterinário.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Priscylla Marcelly Vilanova Oliveira do Nascimento - Integrante / Patrícia Hercília Arcanjo de Almeida - Integrante / Aristeu Vieira da Silva - Coordenador / Sofia Aline Amaral Santos - Integrante / Luana Maria Silva de Macêdo e Marques Guerra - Integrante / Jadson Nascimento Borges - Integrante / Kathleen de Almeida Ferreira - Integrante.

  • 2012 - 2014

    Pesquisa de Protozoários de Interesse Zoonótico em ostras Crassostrea rhizophorae da Baía de Todos os Santos Bahia, Descrição: A saúde da população humana tem sofrido o impacto da precariedade ou ausência de um sistema de esgotamento sanitário que ocasionam uma série de problemas ambientais que comprometem importantes corpos hídricos com a presença de microrganismos patogênicos em suas águas. Além disso, o carreamento de excrementos de diferentes animais em córregos que se destinam a corpos hídricos maiores aumentam também a disponibilidade de microrganismos patogênicos e/ ou formas infectantes de alguns protozoários de interesse zoonótico, como Giardia intestinalis e Cryptosporidium parvum que têm sido encontrados infectando animais de diferentes espécies e humanos. Ostras são moluscos bivalves que possuem hábito alimentar filtrador, capazes de absorver microorganismos presentes na água e acumular em seus tecidos, servindo assim como bioindicadores da insalubridade da água e potenciais transmissores de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTAs) o que constitui um sério problema de saúde pública. Com isso, me proponho a pesquisar cistos de Giardia intestinalis e oocistos de Cryptosporidium parvum em ostras, oriundas de algumas áreas de influência da Baia de Todos os Santos (BTS), por serem estes protozoários de interesse zoonótico causadores de infecções gastrointestinais em seres humanos e em animais de diferentes espécies. As ostras serão coletadas e levadas em caixas térmicas até o Laboratório de Pesquisa Experimental (LAPEX), onde serão lavadas, mensuradas, abertas e retiradas das mesmas as brânquias e tecidos intestinais, os quais serão pesados e conservados congelados, para análise molecular futura. A fim de isolar os genótipos dos parasitos nas brânquias e em tecidos intestinais de ostras nativas e/ou cultivadas nesta região utilizar-se-á a técnica molecular de PCR quantitativa em tempo real, visando analisar se ostras da espécie Crassostrea rizhophorae nativas e/ou produzidas em algumas áreas de influência da BTS, podem ser vistos como reservatórios de cistos de Giardia intestinalis.... Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Priscylla Marcelly Vilanova Oliveira do Nascimento - Integrante / Patrícia Hercília Arcanjo de Almeida - Integrante / Aristeu Vieira da Silva - Coordenador / Sofia Aline Amaral Santos - Integrante / Luana Maria Silva de Macêdo e Marques Guerra - Integrante / Kathleen de Almeida Ferreira - Integrante.

  • 2012 - 2012

    Detecção de Toxoplasma gondii, Sarcocystis hominisuis e Toxocara canis em produtos cárneos comercializados em feiras livres de Feira de Santana, BA, e genotipagem das cepas de T. gondii isoladas, Descrição: Toxoplasma gondii, Sarcocystis hominisuis e Toxocara canis são parasitos que podem afetar o ser humano e animais, podendo estes últimos constituir-se reservatórios da infecção. No homem a toxoplasmose normalmente cursa de forma assintomática, mas pode representar sério risco a saúde e à vida de indivíduos infectados pela via congênita ou nos imunocomprometidos, com manifestações clínicas que vão do abortamento ao comprometimento ocular e neurológico, em graus variados. O parasito pode ser encontrado em sua forma encistada, em vísceras e musculatura de aves, suínos e ovinos. S. hominisuis pode ser encontrado nas vísceras e musculatura de suínos, e no homem promove doença entérica. T. canis é um parasito do cão e gato, mas a ingestão de ovos embrionados em solo contaminado ou de vísceras de hospedeiros paratênicos pode ser responsável por quadros graves de doenças hepática, ocular e neurológica no homem. Dada a prevalência elevada e impacto clínico da infecção pelo Toxoplasma, bem como pela ausência de estudos nacionais com relação ao papel dos produtos cárneos na veiculação de S. suihominis e Toxocara, este estudo visa verificar a ocorrência destes parasitos em amostras de tecidos de frangos, suínos e ovinos comercializados em feiras livres no município de Feira de Santana, BA. Para tanto, frangos vivos terão seu sangue colhido para ser submetido à detecção de anticorpos anti-T. gondii, e dos positivos e 10% dos negativos, amostras de tecidos (fígado, coração, baço, cérebro e musculatura esquelética) serão submetidos à bioprova em camundongos para isolamento do parasito. Anticorpos anti-T. gondii serão pesquisados também em amostras de sobrenadante dos tecidos das aves, suínos e ovinos. As amostras de tecidos de aves, suínos e ovinos serão submetidas a digestão em solução de ácido clorídrico a 0,5% para pesquisa de larvas de Toxocara canis, e as amostras de tecidos suíno preparadas e submetidas à pesquisa de Sarcocystis. Todas as amostras de tecidos serão submetidas.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Priscylla Marcelly Vilanova Oliveira do Nascimento - Integrante / Patrícia Hercília Arcanjo de Almeida - Integrante / Aristeu Vieira da Silva - Coordenador / Luana Maria Silva de Macêdo e Marques Guerra - Integrante / Jadson Nascimento Borges - Integrante / Kathleen de Almeida Ferreira - Integrante / Maria Vilmária Fontes Carvalho - Integrante / Rodrigo da Costa Silva - Integrante / Vamilton Alvares Santarem - Integrante / Luis Fernando Pita Gondim - Integrante / Silvane Maria Braga dos Santos - Integrante / Helio Langoni - Integrante / George Rêgo Albuquerque - Integrante / Adriana Lebram von Söhsten - Integrante / Guita Rubinsky Elefant - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2013 - Atual

    Universidade Estadual de Feira de Santana

    Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estágio Voluntário, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Estágio Voluntário no Laboratório de Análises Clínicas- UEFS

  • 2018 - 2019

    Universidade Estadual de Feira de Santana

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica - PIBIC/ CNPq, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Titulo do Plano de Trabalho: Determinação da sensibilidade analítica da reação em cadeia pela polimerase para detecção de DNA de Toxocara em amostras de solo.

  • 2017 - 2018

    Universidade Estadual de Feira de Santana

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica- PIBIC/CNPq, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Titulo do Plano de Trabalho: Avaliação da associação entre os constituintes do solo e a presença e viabilidade de ovos de Toxocara spp. Titulo do Projeto de Pesquisa do Orientador: Pesquisa de fatores associados à incidência de toxocaríase e toxoplasmose humana em comunidade rural.

  • 2016 - 2017

    Universidade Estadual de Feira de Santana

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica - PROBIC UEFS, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Titulo do Plano de Trabalho: Pesquisa de Toxoplasma gondii em mamíferos silvestres de duas áreas do Estado da Bahia.

  • 2013 - 2014

    Universidade Estadual de Feira de Santana

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica- PIBIC-AF, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Titulo do Plano de Trabalho: Análise da concentração de metais pesados em tecidos de ostras(Crassostrea sp). Título do Projeto do Orientador: Utilização de ostras (Crassostrea rhizhophorae) como biomarcadores de patógenos de interesse em saúde pública.