Lígia Mitie Ikeda

Médica graduada pela Faculdade de Medicina de Botucatu, da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Residência médica em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP. Título de especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO). Mestrado em Tocoginecologia pela Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP. Especialização em Ultrassonografia em Ginecologia e Obstetrícia pela Universidade Estadual de Campinas - Unicamp.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado profissional em Tocoginecologia

2018 - 2020

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: Análise dos grupos de pacientes submetidas a parto cesáreo no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu a partir de uma classificação de Robson modificada, Ano de Obtenção: 2020
Orientador: Prof. Dr. Leandro Gustavo de Oliveira
Coorientador: Prof. Dr. Joélcio Francisco Abbade. Palavras-chave: Cesárea; Classificação Robson.Grande área: Ciências da SaúdeSetores de atividade: Atividades de atenção à saúde humana.

Especialização - Residência médica

2016 - 2019

Faculdade de Medicina de Botucatu - FMB Unesp
Residência médica em: Ginecologia e ObstetríciaNúmero do registro: . Bolsista do(a): Ministério da Educação e Cultura, MEC, Brasil.

Especialização em Ultrassonografia em Ginecologia e Obstetrícia

2019 - 2020

Universidade Estadual de Campinas
Título: Biophysical profile test for antepartum fetal assessment
Orientador: Prof. Dr João Renato Bennini Júnior

Ensino Médio (2º grau)

2005 - 2007

Colégio São José de Bastos

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2013 - 2013

Intensive Care unit. (Carga horária: 160h). , Klinik Donaustauf, KLINIK, Alemanha.

2012 - 2013

Extensão universitária em Monitoria de Obstetrícia. (Carga horária: 400h). , Faculdade de Medicina de Botucatu - FMB Unesp, FMB, Brasil.

2012 - 2012

Extensão universitária em Liga da Cirurgia de Botucatu. , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2012 - 2012

Visita Especializada en Salud Pública Atención Primaria de Salud. , Universidad de Ciencias Médicas Serafín Ruiz de Zárate de Villa Clara, UCMVC, Cuba.

2011 - 2012

Extensão universitária em Liga do Trauma de Botucatu. , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em Estágio no Departamento de Oncologia Pediátrica. (Carga horária: 40h). , Fundação Pio XII, FPXII, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em Programa de Prevenção do Câncer Ginecológico. (Carga horária: 40h). , Hospital Amaral Carvalho, HAC, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em Estágio no Departamento de Digestivo Alto. (Carga horária: 40h). , Fundação Pio XII, FPXII, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em Liga de Dermatologia de Botucatu. , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2010 - 2011

Extensão universitária em Liga do Câncer de Botucatu. , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2010 - 2010

Extensão universitária em Programa de Prevenção do Melanoma. (Carga horária: 40h). , Hospital Amaral Carvalho, HAC, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Projeto Médicos da Alegria. (Carga horária: 120h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

IKEDA, L. M. . 20º Congresso Médico Acadêmico de Botucatu. 2011. (Congresso).

IKEDA, L. M. . Noite de Ingresso às Ligas do Câncer, de Dermatologia e da Saúde Sexual e Reprodutiva. 2011. (Outro).

IKEDA, L. M. . Curso de Emergências Dermatológicas. 2011. (Outro).

IKEDA, L. M. . Noite de Atualização Dermatológica. 2011. (Outro).

IKEDA, L. M. . 5º Congresso das Ligas Acadêmicas de Botucatu. 2011. (Congresso).

IKEDA, L. M. . VII Congresso de Oncologia de Botucatu. 2010. (Congresso).

IKEDA, L. M. . XIX Congresso Médico Acadêmico de Botucatu. 2010. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

XXIII Congresso Paulista de Ginecologia e Obstetrícia. 2018. (Congresso).

I Curso de Emergências em Obstetrícia. 2017. (Outra).

XXII Congresso Paulista de Ginecologia e Obstetrícia. 2017. (Congresso).

1 Curso Teórico-Pratico de oncoplástica mamária de Botucatu e 1 Encontro de residentes de Mastologia de Botucatu. 2016. (Encontro).

23 Congresso Médico Acadêmico de Botucatu (CMAB). Resultados Maternos, Obstétricos e Perinatais em Gestações complicas por Doença Materna. 2014. (Congresso).

Curso Avançado de Emergências Pediátricas (CAEP). 2014. (Outra).

IX Curso de Atualização em Emergências Clínicas. 2014. (Outra).

Principais Causas de Cegueira - Diagnóstico e Tratamento. 2014. (Outra).

Suporte Avançado de Vida em Cardiologia - ACLS. 2014. (Outra).

VII Desafio Diagnóstico. 2014. (Outra).

XIV Curso de Atualização em Clínica Médica. 2014. (Outra).

Dia Mundial Do Rim. 2013. (Outra).

V Desafio Diagnóstico. 2013. (Outra).

21 Congresso Médico Acadêmico de Botucatu. 2012. (Congresso).

ATLS - Advanced Trauma Life Support. 2012. (Outra).

I Desafio Diagnóstico. 2012. (Outra).

II Desafio Diagnóstico. 2012. (Outra).

III Desafio Diagnóstico. 2012. (Outra).

Jornada de Saúde Mental e Cirurgia Plástica. 2012. (Outra).

Oficina de Práticas Cirúrgicas. 2012. (Oficina).

Simpósio Acadêmico de Clínica Médica de Botucatu. 2012. (Simpósio).

Simpósio de Educação Médica. 2012. (Simpósio).

20 Congresso Médico Acadêmico de Botucatu. 2011. (Congresso).

5 Congresso das Ligas Acadêmicas de Botucatu. A Atuação da Liga do Câncer de Botucatu na formação acadêmica de futuros profissionais da área de saúde.. 2011. (Congresso).

Curso de Capacitação em Álcool e Drogas. 2011. (Outra).

IV Encontro de Ex-alunos, Alunos e Amigos FMB.. 2011. (Encontro).

McDiaFeliz. Participação Voluntária na realização das atividades da loja. 2011. (Outra).

Noite de Ingresso da Liga do Trauma de Botucatu. 2011. (Outra).

Noite de Ingresso das Ligas do Câncer, de Dermatologia e da Saúde Sexual e Reprodutiva. 2011. (Outra).

Oficina de Anfitriões e Padrinhos. 2011. (Oficina).

Palestra de Biocurativos - Terapia Celular em Feridas Crônicas. 2011. (Outra).

XII Feira de Saúde de Botucatu.. 2011. (Feira).

XXIV Congresso Nipo-Brasileiro de Estudantes de Medicina. 2011. (Congresso).

48 Congresso Brasileiro de Educação Médica - COBEM. Territorialização: o conceito de saúde-doença trabalhado através do conhecimento do território.. 2010. (Congresso).

7 Congresso Paulista de Educação Médica - CPEM. 2010. (Congresso).

Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele. 2010. (Outra).

Curso de Gestão do Cuidado na Atenção Básica. 2010. (Outra).

I Curso de Atualização em Ciência, Racionalidade, Vida e Saúde. 2010. (Outra).

Jornada de Otorrinopediatria. 2010. (Outra).

McDiaFeliz. Participação Voluntária na realização das atividades da loja. 2010. (Outra).

Noite de Ingresso às Ligas do Câncer e Dermatologia de Botucatu. 2010. (Outra).

VIII Congresso do Trauma de Botucatu. 2010. (Congresso).

Workshop de Relações Internacionais da Faculdade de Medicina de Botucatu. 2010. (Outra).

XI Feira de Saúde de Botucatu.Cadastro de Doadores de Medula Óssea e Prevenção do Câncer de Mama e do Colo do útero.. 2010. (Feira).

XIX Congresso Médico Acadêmico de Botucatu. 2010. (Congresso).

Curso de Ingresso às Ligas Acadêmicas de Dermatologia e Pediatria. 2009. (Outra).

Curso de Ingresso do Projeto Médicos da Alegria. 2009. (Outra).

Noite de Ingresso às Ligas do Câncer, Geriatria e Gerontologia e Pneumologia. 2009. (Outra).

VIII Maratona de Salvamento. 2009. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

VERA THEREZINHA MEDEIROS BORGES

OLIVEIRA, L. G.;BORGES, V. T. M.; COSTA, R. A. A.. Análise dos grupos de pacientes submetidas a parto cesáreo a partir de uma classificação de Robson modificada. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Tocoginecologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Eliana Aguiar Petri Nahas

De Oliveira L; BORGES, V. T.; COSTA, R. A. A.;ABBADE, J. F.NAHÁS, E A P. Análise dso grupos de pacientes submetidas a parto cesáreo a partir de uma classificação de Robson modificada. 2019.

Roberto Antonio de Araujo Costa

OLIVEIRA, L. G.;COSTA, R. A. A.; PEREIRA, M. N.. Análise dos grupos de pacientes submetidas a parto cesáreo na maternidade do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu a partir de uma classificação de Robson modificada. 2020. Dissertação (Mestrado em Tocoginecologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Roberto Antonio de Araujo Costa

OLIVEIRA, L. G.;BORGES, V. T. M.R.A.A. Costa. Análise dos grupos de pacientes submetidas a parto cesáreo a partir de uma classificação de Robson modificada. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Leandro Gustavo de Oliveira

Análise dos grupos de pacientes submetidas a parto cesáreo a partir de uma classificação de Robson modificada; Início: 2018; Dissertação (Mestrado em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; (Orientador);

Izildinha Maestá

Resultados maternos, obstétricos e perinatais em gestações complicadas por doença materna; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Izildinha Maestá;

Izildinha Maestá

Avaliação do Programa de Hierarquização da Assistência ao Parto e Recém-Nascido no Município de Botucatu, 2011; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Humana) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Pró-Reitoria de Extensão Universitária; Orientador: Izildinha Maestá;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - 2020

    Análise dos grupos de pacientes submetidas a parto cesáreo na Maternidade do Hospital das Clínicas da Facudade de Medicina de Botucatu a partir de uma classificação de Robson Modificada, Descrição: Introdução: A classificação de Robson tem sido utilizada para avaliação das taxas de cesáreas no mundo. Recomenda-se que cada localidade adapte a classificação original de acordo com suas necessidades. Objetivos: Analisar os casos de cesáreas realizadas na Maternidade do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu utilizando uma classificação baseada nos 10 grupos de Robson, modificada a partir da inclusão de subgrupos e analisar os resultados a partir das recomendações estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde. Métodos: Foi um estudo prospectivo com pacientes admitidas para assistência ao parto, no período de 01 de junho 2018 e 31 de maio de 2019. Uma planilha foi desenhada para a coleta dos dados e a classificação dos grupos foi elaborada a partir da classificação de Robson, modificada pela inclusão de subgrupos com métodos de indução e momento da indicação da cesárea. Resultados: Foram analisados 1823 partos, sendo 810 (44%) cesáreos. Houve 35,6% de primigestas, 19,5% de uma cesárea prévia e 15,4% de prematuros. O grupo 5, com maior número, teve 435 pacientes (23,8%), seguido do grupo 3, 422 (23,1%) e do grupo 1, 316 (17,3%). O grupo 5 teve maior número de cesáreas, 305 (37,6%). O grupo 2 teve 128 (15,8%). As iterativas totalizaram 19%. Indução do trabalho de parto teve 55,0% de sucesso. Entre pacientes com comorbidades, 60,5% tiveram cesárea. Comorbidades obstétricas mais frequentes foram: pré-eclâmpsia (12,7%), diabetes gestacional (8,4%) e restrição de crescimento fetal (5,7%). Dentre os diagnósticos clínicos, hipertensão arterial crônica (7,1%) e obesidade (4%). As cesáreas por impossibilidade de garantir a vitalidade fetal compreenderam 18,9%. Cesáreas a pedido constituíram 14,1%. Conclusão: Como primeira análise baseada na classificação de Robson, ela permitiu ampliar nossa visão quanto aos casos de partos cesáreos em geral e quanto àqueles relacionados à indução do trabalho de parto nesta maternidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Lígia Mitie Ikeda - Coordenador / Leandro Gustavo de Oliveira - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Resultados maternos, obstétricos e perinatais em gestação complicada por doença materna, Descrição: Objetivos. O propósito deste estudo é avaliar os resultados maternos, obstétricos e perinatais de gestações complicadas por doença materna, no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP (HC-FMB), em 2011. Métodos. Estudo retrospectivo com levantamento dos resultados maternos e perinatais de 1.745 partos realizados no HC-FMB, entre janeiro e dezembro de 2011. Dados maternos e perinatais foram obtidos dos livros de registro de partos e nascimentos e de prontuários médicos. Todas as gestantes que deram a luz no HC-FMB, no período do estudo foram incluídas, com exceção daquelas com partos gemelares. Foram investigadas as doenças maternas hemorrágicas, hipertensão arterial, infecção intra-uterina, diabete, doenças sexualmente transmissíveis e drogadição. A ocorrência de cesárea, baixo peso ao nascer, macrossomia, óbitos fetais, neonatais precoces e perinatais, foram analisadas separadamente de acordo com a presença ou ausência de cada doença materna estudada. A associação entre doenças maternas essas variáveis foi estimada pelos testes não-paramétricos de Qui-quadrado ou exato de Fisher. Resultados. Segundo resultados observados as doenças maternas mais prevalentes foram: hipertensão arterial (19%) e diabete mellitus (6%), seguidas por drogadição (1,2%), doenças sexualmente transmissíveis (1%) e cardiopatia (1%). Observou-se que um número expressivo de pacientes apresentou uma das doenças maternas estudadas (35% das pacientes), ratificando se tratar de um centro de referência. A ocorrência de cesárea duplicou com a presença de doença materna (63,1% versus 31,2%), especialmente quando analisadas a hipertensão e o diabete. A presença de doença materna influenciou a ocorrência de baixo peso ao nascer (28,3% versus 14,7%), especialmente se analisadas a hipertensão arterial, a infecção intra-uterina e a hemorragia. Drogadição e cardiopatia também mostraram resultado com significância estatística para o baixo peso ao nascer. Macrossomia relacionou-se apenas ao diabete. Enquanto óbito fetal ocorreu em maior porcentagem em pacientes com drogadição (10,5% versus 1,4%), o óbito neonatal precoce foi mais freqüente naquelas com infecção intra-uterina (33% versus 1,5%), que repercutiu significativamente na mortalidade perinatal (50% versus 3%). Conclusão. Os resultados mostram que as doenças maternas têm repercussão sobre os resultados obstétricos e perinatais, levando ao aumento de cesáreas e ocorrência de baixo peso ao nascer, além de estar relacionadas ao óbito fetal e neonatal quando estudadas separadamente. Dessa forma, o atendimento diferenciado e o controle adequado das patologias estudadas podem levar a diminuição dos desfechos desfavoráveis.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Lígia Mitie Ikeda - Integrante / Izildinha Maesta - Coordenador / Guilherme de Oliveira Arruda - Integrante / Amanda de Bona Silveira - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Hierarquização da assistência ao parto e recém-nascido no município de Botucatu, Descrição: Trata-se de trabalho relacionado à extensão, ensino e assistência ao parto e recém-nascido hierarquizada em níveis de atenção secundária e terciária, envolvendo acadêmicos de Medicina, médicos residentes e docentes de Obstetrícia e Neonatologia. Teve início em 1995, com financiamento da Fundação Kellog e continua com financiamento atual por parcerias (PROEX, Faculdade de Medicina de Botucatu, Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo). A avaliacao dos resultados relacionados ao periodo de 1995 a 2006 mostrou efetividade do Programa de Hierarquizacao: ao longo dos anos, houve aumento do numero de partos no secundario, reducao da ocorrencia de cesareas no secundario e diminuicao da taxa de mortalidade perinatal nos dois niveis de atencao. Alem disso, tornaram-se equiparaveis as causas diretas e indiretas de morte materna. O estudo dos resultados relacionados ao trienio 2007-08-09 tambem evidenciou que a atencao obstertrica e neonatal estao integradas num sistema hierarquizado com adequada definicao dos niveis secundario e terciario. Importante observacao no trienio 2007-08-09 foi a mudanca das causas de morte materna, sendo que as causas obstetricas indiretas (nao diretamente relacionadas a gravidez/parto/puerperio) sobrepujaram as causas diretas (aquelas resultantes de complicações obstétricas do estado gestacional, de intervenções, omissões, tratamento incorreto ou de uma seqüência de eventos resultantes de qualquer uma dessas situações). Melhores indices foram observados no secundario: menor porcentual de cesarea, baixa taxa de mortalidade perinatal e nehuma morte materna. Isto pela disponibilidade do terciário, de aceitar as solicitações de encaminhamentos de gestantes/parturientes com gestacao de alto risco. No ano de 2010, houve funcionamento parcial do Programa de Hierarquizacao devido a complicações administrativas. Isto tornou necessária a transferência de uma parcela de gestantes/parturientes do secundario para o terciário. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Lígia Mitie Ikeda - Coordenador / Izildinha Maesta - Integrante / Guilherme de Oliveira Arruda - Integrante / Amanda de Bona Silveira - Integrante., Financiador(es): PROEX - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2012

    Pet Vigilância em Saúde Tracoma, Descrição: Pesquisa de fatores de risco relacionados com o tracoma no meio ambiente no município de Botucatu. Pretende-se analisar fatores ambientais relacionados com o Tracoma, a partir de casos positivos, diagnosticados em inquérito em escolares no Município. Objetivo: Avaliar a localização espacial das moradias dos acometidos; Pesquisar nos domicílios georeferenciados os fatores de risco que podem estar associados com a manutenção da doença no Município de Botucatu. Metodologia: A partir dos casos de Tracoma detectados nas escolas, devem ser visitados os domicílios das crianças afetadas. A visita seguirá a agregação espaço-temporal. As coordenadas geográficas (latitudes e longitudes) das residências dos casos serão captadas com um Sistema de Posicionamento Global (GPS) e serão transferidos para um banco de dados, posteriormente analisados em um sistema SIG, utilizando os softwares Terra Cluster, TerraView 3.6.0 e MapiInfo 10.0. Os entrevistadores no domicílio devem ainda levantar dados relativos a identificação dos acometidos, condições de moradia, saneamento básico, tratamento do lixo, tempo de moradia e procedência dos moradores, percepção dos habitantes acerca da doença, ocorrência de casos da doença em familiares, naturalidade e história da migração, acesso aos serviços de saúde, queixas oculares e tratamentos oftalmológicos anteriores, número de crianças na casa, número de pessoas que dormem no mesmo quarto, hábitos de higiene da família, tipo de esgoto, animais na casa ou nas proximidades, presença de moscas, condições de pavimentação da rua, hábitos e situação socioeconômica das famílias. Os dados serão analisados pelo programa "Statistical Package for the Social Sciences" - SPSS, versão 18.0, agrupados em classes para facilitar a tabulação, com análises descritivas, univariadas e multivariadas. Para todos os testes será fixado o nível de significância máximo de 5%, com prevalência e erro padrão estimados por meio do intervalo de 95% de confiança para a proporção de. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) . , Integrantes: Lígia Mitie Ikeda - Integrante / Roberta Lilian Fernandes de Sousa - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2019

Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia, Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2013 - 2014

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista PIBIC

Outras informações:
Projeto 800132/2013-0: Resultados maternos, obstétricos e perinatais em gestações complicadas por doença materna

2012 - 2013

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista PROEX da Monitoria de Obstetrícia

Outras informações:
Atividades da monitoria - 20 horas aula / teórica (urgência/emergência obstétrica; assistência ao trabalho de parto e parto; puerpério); 400 horas aula/ prática (plantões na maternidade, centro-obstétrico e pronto-atendimento obstétrico do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP

2010 - 2012

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista do Programa PET Vigilância em Saúde, Carga horária: 8

Outras informações:
PET Vigilância em Saúde (PET-SAUDE/VS DO MS - Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Portaria n7, de 25 de maio de 2010), no período de março de 2010 a junho de 2012, perfazendo um total de 384 horas trabalhadas. Tema: PROJETO PET - SAÚDE/TRACOMA

Atividades

  • 09/2017

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .,Cargo ou função, Representante suplente discente dos Médicos Residentes no Conselho do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia..

  • 03/2012 - 03/2013

    Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .,Cargo ou função, Tesoureira da Liga de Cirurgia de Botucatu.

  • 03/2012 - 12/2012

    Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Liga do Trauma de Botucatu.,Cargo ou função, Vice-presidente da Liga do Trauma de Botucatu.

  • 03/2012 - 12/2012

    Extensão universitária , Faculdade de Medicina de Botucatu, .,Atividade de extensão realizada, Projeto de Extensão Universitária Hierarquização da Assistência ao Parto e Recém Nascido no Município de Botucatu - Pró Reitoria de Extensão Universitária (Proex).

  • 04/2011 - 04/2012

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .,Cargo ou função, Representante Discente do Departamento de Neurologia, Psicologia e Psiquiatria..

  • 02/2011 - 02/2012

    Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .,Cargo ou função, Diretora da Frente Clínica da Liga do Câncer de Botucatu.

  • 04/2010 - 02/2011

    Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Liga do Câncer de Botucatu.,Cargo ou função, Membro Colaborador.

  • 11/2010 - 11/2010

    Extensão universitária , Faculdade de Medicina de Botucatu, .,Atividade de extensão realizada, Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele.

  • 08/2010 - 08/2010

    Extensão universitária , Faculdade de Medicina de Botucatu, .,Atividade de extensão realizada, Voluntária no McDiaFeliz.

  • 03/2009 - 12/2009

    Extensão universitária , Faculdade de Medicina de Botucatu, .,Atividade de extensão realizada, Projeto Médicos da Alegria - Departamento de Extensão Universitária do Centro Acadêmico Pirajá da Silva (CAPS) da FMB.

2015 - 2016

Força Aérea Brasileira

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: 2 Tenente Médica, Carga horária: 30