Larissa Lazarin Dorta

Cursando Bacharelado em Química pela Universidade Estadual de Londrina. Experiência na produção de biocombustíveis em desenvolvimento no Laboratório de Fluorescência e Ressonância Paramagnética Eletrônica.

Informações coletadas do Lattes em 09/04/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em quimica bacharelado

2012 - 2017

Universidade Estadual de Londrina
Título: Caracterização e ativação de biocarvão de pirólise de resíduo agroindustrial
Orientador: Carmen Luisa Barbosa Guedes
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Ensino Médio (2º grau)

1998 - 2009

Colégio Mãe de Deus

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2012 - 2012

Bioenergia e os Biocombustíveis. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Alemão

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Encontro Nacional dos Estudantes de Química. 2014. (Encontro).

IV Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação.Imobilização de lipase em biocarvão ativado quimicamente. 2014. (Encontro).

XXII Encontro Anual de Iniciação Científica.CARACTERIZAÇÃO DE CARVÃO PROVENIENTE DE PIRÓLISE RÁPIDA DE SERRAGEM DE EUCALIPTO. 2013. (Encontro).

XXIX Semana da Química e VI Jornada da pós graduação. 2013. (Outra).

XXVIII Semana da Química e V Jornada de Pós-Graduação em Química. 2012. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Helder Rodrigues da Silva

ANDRADE, M. M.; BAUMI, J.;SILVA, H. R.. Caracterização de Biocarvão da Pirólise de Resíduo Agroindustrial. 2016.

Jonathan Baumi

BAUMI, J.; SILVA, H. R.; ANDRADE, M. M.. Caracterização de Biocarvão da Pirólise de Resíduo Agroindustrial. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química) - Universidade Estadual de Londrina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Carmen Luisa Barbosa Guedes

Caracterização de Biocarvão da Pirólise de Resíduo Agroindustrial; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Química) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Carmen Luisa Barbosa Guedes;

Carmen Luisa Barbosa Guedes

SORçãO DE LIPASE EM BIOCARVãO DE PIRóLISE; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Carmen Luisa Barbosa Guedes;

Carmen Luisa Barbosa Guedes

SORÇÃO DE LIPASE EM BIOCARVÃO DE PIRÓLISE; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Bacharelado Química Habilitação Tecnológica) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Carmen Luisa Barbosa Guedes;

Carmen Luisa Barbosa Guedes

ATIVAÇÃO QUÍMICA DE CARVÃO PIROLÍTICO DERIVADO DE BIOMASSA LIGNOCELULÓSICA; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Bacharelado Química) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Carmen Luisa Barbosa Guedes;

Carmen Luisa Barbosa Guedes

IMOBILIZAÇÃO DE LIPASE EM CARVÃO ATIVADO DE PIRÓLISE; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Bacharelado Química) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária - PIBIC; Orientador: Carmen Luisa Barbosa Guedes;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • DORTA, L. L. ; ANDRADE, M. M. ; GUEDES, C. L. B. ; BOFINGER, M. R. . Imobilização de lipase em biocarvão ativado quimicamente. In: IV Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação, 2014, Guarapuava. Anais do IV EAITI, 2014.

  • DORTA, L. L. ; BOFINGER, M. R. ; ANDRADE, M. M. ; GUEDES, C. L. B. . Caracterização de carvão proveniente da pirólise rápida da serragem de eucalipto. In: XXII Encontro Anual de Iniciação Científica, 2013, Foz do Iguaçú. Anais do XXII EAIC, 2013.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2015 - Atual

    Obtenção de biodiesel a partir de óleo residual utilizando lipase imobilizada em biocarvão pirolítico, Descrição: Com o aumento na demanda de petróleo, sua possível escassez e custo associado a preocupações políticas e ambientais sobre o uso de combustíveis fósseis, surgem a necessidade de desenvolver um processo econômico e energético para produção sustentável de combustíveis. O biodiesel é um combustível derivado de fontes renováveis, como óleos vegetais e gorduras animais, compostos por triacilgliceróis, uma opção como fonte renovável de energia com potencial para substituir o diesel de petróleo. A metodologia de obtenção deste biocombustível utiliza geralmente a catálise básica, entretanto, devido a alguns inconvenientes como a difícil recuperação do glicerol e reações paralelas, buscaram-se novas alternativas de produção. Foi então observado que a catálise enzimática, utilizando lipases é específica e permite a fácil recuperação do glicerol. Atualmente, os custos do emprego da lipase na transesterificação para a produção de biodiesel ainda são elevados. Isto se deve a barreiras no processo, como a possível perda da enzima por desativação perante o álcool e o glicerol, presentes na mistura de reação. Diversas técnicas têm sido desenvolvidas para minimizar estes efeitos, como a imobilização da enzima, que permite a sua reutilização, separação de produtos do meio reacional de forma fácil e ainda, muitas vezes, melhora a eficiência catalítica da enzima. Uma opção vantajosa é a imobilização em um suporte de baixo custo como o biocarvão, um resíduo de pirólise, que após ativação, permite a imobilização da enzima por adsorção devido à grande área superficial e grupos funcionais presentes. Para contribuir com a redução de custos, a enzima será produzida por um fungo previamente selecionado como produtor de lipases a partir de condição otimizada utilizando um resíduo agroindustrial, a torta de soja, somente com adição de água. E, ainda, a utilização de óleo de cozinha residual como matéria prima para produção de biodiesel ao invés de óleo vegetal, contribuirá para a diminuição do custo final do processo. Outra ferramenta muito útil que será utilizada com o intuito de diminuir os custos de produção é o planejamento fatorial, através da avaliação de variáveis que influenciam na síntese de biodiesel. O desenvolvimento deste projeto visa à adição de valor agregado aos resíduos industriais torta de soja, carvões de pirólise e óleo residual. Estas iniciativas proporcionarão o desenvolvimento de novos processos biotecnológicos para a produção de biodiesel e possibilidade de novas patentes e publicações.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Larissa Lazarin Dorta - Integrante / Matheus Rodrigues Bofinger - Integrante / Milena Martins Andrade - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional