Marcelo Buras

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Paraná (2009) e mestrado em Construção Civil pela Universidade Federal do Paraná, com ênfase em geotecnia experimental e tema de dissertação: instrumentação com base na tecnologia de fibra óptica distribuída (2013). Tem experiência na área de engenharia civil e geotecnia, atuando principalmente em temas relacionados a ensaios geotécnicos de laboratório; ensaios geotécnicos de campo; estabilidade de taludes; barragens de terra; melhoramento de solos através de técnicas de injeções; fundações; desmonte de rocha com utilização de explosivos e materiais alternativos; instrumentação convencional; instrumentação e programação de ensaios de laboratório; instrumentação com base na tecnologia de fibra óptica a partir de redes de Bragg, OTDR (Optical Time Domain Reflectometer), BOTDR (Brillouin Optical Time Domain Reflectometer), BOTDA (Brillouin Optical Time Domain Analysis) e sistemas distribuídos com retroespalhamentos de Raman e Brillouin. Atualmente é pesquisador Pleno do Lactec.

Informações coletadas do Lattes em 01/02/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Construção Civil

2011 - 2013

Universidade Federal do Paraná
Título: Instrumentação geotécnica com base em novas tecnologias,Ano de Obtenção: 2013
Alessander Christopher Morales Kormann.Palavras-chave: instrumentação; fibra ótica; geotecnia; mecânica dos solos; estabilidade; talude. Grande área: EngenhariasGrande Área: Engenharias / Área: Engenharia Civil / Subárea: Geotécnica / Especialidade: Mecânicas dos Solos. Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Civil / Subárea: Geotécnica / Especialidade: Obras de Terra e Enrocamento. Setores de atividade: Construção; Obras de infra-estrutura; Serviços especializados para construção.

Graduação em Engenharia Civil

2005 - 2009

Universidade Federal do Paraná

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Lê Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Civil / Subárea: Geotécnica.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Civil / Subárea: Geotécnica/Especialidade: Mecânicas dos Solos.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Civil / Subárea: Geotécnica/Especialidade: Obras de Terra e Enrocamento.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Civil / Subárea: Geotécnica/Especialidade: Fundações e Escavações.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

NASCIMENTO, N. A. ; BURAS, M. ; Figueira, I. F. R. ; SILVEIRA, R. M. . Seminário Tecnológico de Geotecnia. 2013. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

24th International Conference on Optical Fibre Sensors. 2015. (Congresso).

Comitê Técnico Científico (CTC) de Instrumentação.Instrumentação geotécnica com base na tecnologia de fibra óptica distribuída. 2015. (Simpósio).

III Workshop - International Society of Explosives Engineers. 2015. (Simpósio).

X Simpósio de Prática de Engenharia Geotécnica da Região Sul.Medidores de nível d água com base na tecnologia de fibra óptica. 2015. (Simpósio).

Mesa Redonda - Geotecnia e Desastres Naturais: Experiência e Situação no RJ, PR e SC.. 2011. (Encontro).

V Seminário de Tecnologia Estratégicas Brasil-Itália. 2011. (Seminário).

COBRAMSEG - XV Congresso Brasileiro de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica. 2010. (Congresso).

16° EVINCI (Encontro de Iniciação Científica da UFPR) e 1° EINTI (Encontro de Iniciação Tecnológica da UFPR).Melhoramento de solos aplicados a obras de fundações. 2008. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Cristian Ossandon

BURAS, M.; SILVEIRA, R. M.. Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil: Análise dos Resíduos de uma Obra de Arte Especial. 2014 - Universidade Positivo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Luiz Russo Neto

KORMANN, Alessander Morales; Silveira, R. M.;Russo Neto, L.; TEIEIRA, S. H. C.. Aplicação de sensores distribuídos de fibra óptica em um modelo experimental para monitoramento de massas. 2005. Dissertação (Mestrado em Construção Civil) - Universidade Federal do Paraná.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Carlos Diego do Valle Pedroso

MELHORAMENTO DA CAPACIDADE DE SUPORTE DE SOLOS SUBMETIDOS À ESFORÇOS DE TRAÇÃO ATRAVÉS DE MISTURAS COM CAL; Início: 2014; Dissertação (Mestrado profissional em MESTRADO PRODETEC) - Institutos Lactec; (Coorientador);

Guilherme Secchi de Lima

Análise de estabilidade e de fluxo de uma encosta natural instrumentada com equipamentos de fibra ótica; Início: 2014; Dissertação (Mestrado profissional em MESTRADO PRODETEC) - Institutos Lactec; (Coorientador);

Ane Lis Marocki

Instalação de um Medidor de Nível D'água com Base na Tecnologia de Fibra Óptica para Monitoramento de Nível Freático de uma Encosta Natural; Início: 2014; Iniciação científica (Graduando em Engenharia Civil) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Nicolle Cleto Wengerkiewicz

Ensaios Triaxiais Drenados em um Solo Amostrado nas Margens do Reservatório da UHE Santa Clara - Candói/PR; Início: 2014; Iniciação científica (Graduando em Engenharia Civil) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Pontifícia Universidade Católica do Paraná; (Orientador);

Joubert Weigert Favaro

Desenvolvimento de um equipamento geotécnico para a medição do grau de saturação dos solos; Início: 2013; Iniciação científica (Graduando em Engenharia Ambiental) - Institutos Lactec, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Gustavo Boeff Wilhelms

Testes geotécnicos de laboratório com a tecnologia de fibra óptica; Início: 2014; Orientação de outra natureza; Institutos Lactec; (Orientador);

Jordana Furman

Monitoramento de barragens de terra com a tecnologia de fibra óptica; Início: 2014; Orientação de outra natureza; Universidade Federal do Paraná; (Orientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Alessander Christopher Morales Kormann

Aplicação de sensores distribuídos de fibra óptica em um modelo experimental para monitoramento de movimento de massa; 2013; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação Em Construção Civil Ppgc) - Universidade Federal do Paraná,; Orientador: Alessander Christopher Morales Kormann;

Rodrigo Moraes da Silveira

Aplicação de Sensores Distribuído de Fibra Óptica em um Modelo Experimental para Monitoramento de Movimentos de Massa; 2012; Dissertação (Mestrado em Construção Civil) - Universidade Federal do Paraná,; Coorientador: Rodrigo Moraes da Silveira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • PEDROSO, C. D. V. ; BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; JOLANDEK, M. A. ; SILVA, A. S. . Ensaios e testes laboratoriais com misturas de solo com cal e cimento visando a análise de esforços de tração em fundações de torres de linhas de transmissão a partir do método Grenoble. Revista Fundações e Obras Geotécnicas , v. 5, p. 48-55, 2015.

  • BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; ROCHA, R. . Testes de laboratório para o monitoramento de encostas naturais com a tecnologia de fibra óptica. Revista Técnico Científica - CreaPR , v. 1, p. 1-5, 2014.

  • CHEGATTI, SCHIRLENE ; SOARES, SEBASTIÃO ROBERTO ; GONÇALVES, MAILYN KAFER ; BURAS, MARCELO ; SILVEIRA, RODRIGO MORAES DA . AVALIAÇÃO DO TEOR DE BENTONITA EM AREIAS DESCARTADAS DE FUNDIÇÃO EM FUNÇÃO DO COEFICIENTE DE CONDUTIVIDADE HIDRÁULICA. Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração (Impresso) , v. 10, p. 146-152, 2013.

  • BURAS, M. ; FAVARO, J. W. ; PRETTO, J. H. F. ; SILVEIRA, R. M. ; CARVALHO, L. F. R. . Monitoramento geotécnico através da tecnologia de fibra óptica para avaliação das deformações de uma encosta da Serra do Mar catarinense. In: XIX Congresso Brasileiro de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica, 2018, Salvador. XIX Congresso Brasileiro de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica, 2018.

  • BURAS, M. ; DYCK, E. ; PRETTO, J. H. F. ; FAVARO, J. W. ; SILVEIRA, R. M. ; SEARA, R. W. . Monitoramento da velocidade de fluxo subsuperficia de uma barragem de terra com o uso da tecnologia. In: XIX Congresso Brasileiro de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica, 2018, Salvador. XIX Congresso Brasileiro de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica, 2018.

  • BURAS, M. ; PRETTO, J. H. F. ; CARVALHO, L. F. R. ; SILVEIRA, R. M. . Medidor de nível d'água com base na tecnologia distribuída de fibra óptica utilizando-se o método do aquecimento. In: VII Conferência Brasileira sobre Estabilidade de Encostas, 2017, Florianópolis. VII Conferência Brasileira sobre Estabilidade de Encostas, 2017.

  • BURAS, M. ; KLEINA, M. S. M. ; MEDEIROS, B. L. ; PIROLLI, C. . Apresentação de resultados de calibração de cabos de fibra óptica utilizados para monitoramento de fluxo. In: Comitê Brasileiro de Barragens, 2017, Belo Horizonte. XXXI - Seminário Nacional de Grandes Barragens - SNGB, 2017.

  • JAREK, A. ; BURAS, M. ; SOUZA, S. S. ; LACERDA, L. A. . Aplicação do método dos elementos de contorno na determinação do arranjo bidimensional para desagregação de rochas com argamassa expansiva. In: Aplicação do método dos elementos de contorno na determinação do arranjo bidimensional para desagregação de rochas com argamassa expansiva, 2016, Belo Horizonte. Aplicação do método dos elementos de contorno na determinação do arranjo bidimensional para desagregação de rochas com argamassa expansiva, 2016.

  • FAVARO, J. W. ; BURAS, M. ; OLDRA, T. F. G. ; TSCHOKE, D. O. ; PRETTO, J. H. F. ; SILVEIRA, R. M. ; SILVA, A. S. . Análise dos parâmetros de resistência ao cisalhamento de solos a partir de misturas com cimento. In: X Simpósio de Prática de Engenharia Geotécnica da Região Sul, 2015, Maringá. X Simpósio de Prática de Engenharia Geotécnica da Região Sul, 2015.

  • FURMAN, J. ; BURAS, M. ; BROCKELD, C. ; PRETTO, J. H. F. ; SEARA, R. W. ; SILVEIRA, R. M. . Análise de Fluxo e de Estabilidade da Barragem de Terra da UHE Colider. In: X Simpósio de Prática de Engenharia Geotécnica da Região Sul, 2015, Maringá. X Simpósio de Prática de Engenharia Geotécnica da Região Sul, 2015.

  • WENGERKIEWICZ, N. C. ; SILVA, M. C. ; JARENKOW, G. L. ; PRETTO, J. H. F. ; BURAS, M. . Abordagem sobre a correção de área do corpo de prova na fase de cisalhamento de ensaios triaxiais CID e CIU. In: X Simpósio de Prática de Engenharia Geotécnica da Região Sul, 2015, Maringá. X Simpósio de Prática de Engenharia Geotécnica da Região Sul, 2015.

  • MAROCKI, A. L. ; SILVEIRA, F. M. ; BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . Medidores de nível d?água com base na tecnologia de fibra óptica. In: X Simpósio de Prática de engenharia Geotécnica da Região Sul, 2015, Maringá. X Simpósio de Prática de engenharia Geotécnica da Região Sul, 2015.

  • PEDROSO, C. D. V. ; BURAS, M. ; JOLANDEK, M. A. ; SILVEIRA, R. M. . Prova de Carga em Escala Reduzida para Adaptação do Método Grenoble em Fundações de Linhas de Transmissão Reforçadas com Cal e com Cimento Submetidas a Esforços de Tração. In: XVII Congresso Brasileiro de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica, 2014, Goiânia. XVII Congresso Brasileiro de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica, 2014.

  • BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; KORMANN, A. C. M. ; ROCHA, R. P. . Elementos de Ancoragem para Cabos Sensores de Fibra Óptica Integrantes de um Sistema para Monitoramento de Movimentos Superficiais de Encostas. In: VI Conferência Brasileira de Encostas - COBRAE 2013, 2013, Angra dos Reis. VI Conferência Brasileira de Encostas - COBRAE 2013, 2013.

  • Daru, R. L. ; SILVEIRA, R. M. ; HAINOSZ, F. S. ; BURAS, M. . Propagação de Ondas de Ruptura e Plano de Ações Emergenciais - UHE Barra do Braúna. In: XX Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, 2013, Bento Gonçalvez. XX Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, 2013.

  • JAREK, A. ; BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; ROCHA, R. P. . Improving DTS Spatial Resolution for Detection of Infiltration in Concrete Face Rockfill Dams. In: 6TH INTERNATIONAL CONFERENCE ON DAM ENGINEERING, 2010, LIsboa. 6TH INTERNATIONAL CONFERENCE ON DAM ENGINEERING, 2010. In: 6TH INTERNATIONAL CONFERENCE ON DAM ENGINEERING, 2011, Lisboa. 6TH INTERNATIONAL CONFERENCE ON DAM ENGINEERING, 2011.

  • BURAS, M. ; GONZÁLEZ A. A. M. ; GOSLAR, K. M. ; NASCIMENTO, N. A. ; FARIAS, M. M. ; GAZDA, M. . AVALIAÇÃO DA MASSA DE SOBRECARGA NA FASE EXPANSÃO DO ENSAIO ÍNDICE DE SUPORTE CALIFÓRNIA. In: ENTECA 2011, 2011. VIII Encontro Tecnológico da Engenharia Civil e Arquitetura, 2011.

  • BURAS, M. ; SILVA FILHO, H. M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. ; LACERDA, L. A. . Metodologia para abertura de valas para postes de grandes dimensões em terrenos rochosos. In: IX Citenel, 2017. Citenel.

  • BURAS, M. . Melhoramento de solos aplicados a obras de fundações. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; FAVARO, J. W. ; DYCK, E. . RET EC 11058 2019 - Otimização Multiobjetivo de Recursos Energéticos Distribuídos visando Sustentabilidade e Confiabilidade em Microrredes Isoladas incluindo Sistema de Armazenamento de Energia com Baterias. 2019.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; JAREK, A. . RET EC 10984 2019 - Visita de campo realizada na Usina Hidrelétrica de Teles Pires. 2019.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. ; FAVARO, J. W. ; MEDEIROS, B. L. . RET DVPE 4485 2018 - Ensaios de laboratório - P&D 6491-0313/2013. 2018.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. ; FAVARO, J. W. . RET DVPE 7886 2017 - Instalação dos quadros elétricos provisórios e monitoramento óptico - P&D 6491-0313/2013. 2018.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. ; FAVARO, J. W. . RET EC 9357 - Calibração docabo de fibra óptica em laboratório para medidas de velocidades de fluxo em barragens - P&D 6491-0313/2013. 2018.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. ; FAVARO, J. W. . Relatório Técnico 6 - P&D - ANP Título do projeto: P&D ANÁLISE DE RISCO DE ESCORREGAMENTOS DE TALUDES, UTILIZANDO INSTRUMENTAÇÃO GEOTÉCNICA DE FIBRA ÓPTICA E MODELAGEM INTERATIVA (Processo 2014/00442-6). 2018.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. ; FAVARO, J. W. . Relatório Técnico 5 - P&D - ANP Título do projeto: P&D ANÁLISE DE RISCO DE ESCORREGAMENTOS DE TALUDES, UTILIZANDO INSTRUMENTAÇÃO GEOTÉCNICA DE FIBRA ÓPTICA E MODELAGEM INTERATIVA (Processo 2014/00442-6). 2017.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. ; FAVARO, J. W. . Relatório Técnico 4 - P&D - ANP Título do projeto: P&D ANÁLISE DE RISCO DE ESCORREGAMENTOS DE TALUDES, UTILIZANDO INSTRUMENTAÇÃO GEOTÉCNICA DE FIBRA ÓPTICA E MODELAGEM INTERATIVA (Processo 2014/00442-6. 2017.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . Relatório técnico DOT 8257 - Relatório de inspeção técnica nos berços do trecho 1 do conduto da PCH Boa Vista II. 2017.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . RT LAME 8454 2017 - Relatório de acompanhamento de atividade de controle de qualidade - Agosto/17. 2017.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . RT LAME 8453 2017 - Relatório de acompanhamento de atividade de controle de qualidade - Junho-Julho/17. 2017.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . RT LAME 6582/2016 - Relatório técnico de injenções e provas de carga em fundações superficiais, inserido no contesto do P&D 2866-0310-2012. 2016.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . RT LAME 6577/2016 - Relatório técnico de ensaios de laboratório com amostras do estado do Paraná, inserido no contesto do P&D 2866-0310-2012. 2016.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . RT LAME 6569/2016 - Procedimento para injeção de calda de cimento visando a melhoria da capacidade de suporte do solo. 2016.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . RT LAME 6561/2016 - Relatório técnico de prova de carga em placa inserida em contesto de P&D 2866-0310-2012. 2016.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. ; JAREK, A. ; Luiz Alkimin de Lacerda . RT LAME 5677/2016 - Análise numérica: parte 2 - Modelagem numérica bidimensional do campo de deformações de um maciço rochoso provocado por argamassa expansiva - P&D Aneel 6585-1402/2014. 2016.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . RT LAME 5647/2016 - Método de instalação, monitoramento e análise de resultados de monitoramento de encosta com tecnologia de FO. 2016.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . RT LAME 5209 2016 - Atividades em sítio experimental - P&D Aneel 6585-1402/2014. 2016.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . RELATÓRIO FINAL DE EXECUÇÃO E AVALIAÇÃO DE TESTES DE DETONAÇÃO DE ROCHAS. 2016.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . RET DVPE 5884 2016 R1 - Metodologia de execução de fundações de postes em terreno rochoso - P&D Aneel 6585-1402/2014. 2016.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. ; BRAGANCA, M. D. G. P. . RET DVPE 4587 2015 R1 - Licenciamento Ambiental - P&D Aneel 6585-1402/2014. 2016.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. ; JAREK, A. . RET DVPE 5482 2016 - Análise numérica parte 1 - P&D Aneel 6585-1402/2014. 2016.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . RT LAME 5451/2016 - Procedimentos de investigação geotécnica simplificado - P&D Aneel 6585-1402/2014. 2016.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; Figueira, I. F. R. . RT LAME 004 2014 - Monitoramento da erosão e do assoreamento das bordas dos reservatórios da UHE Santa Clara e da UHE Fundão. 2015.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; Figueira, I. F. R. . RET DVPE 3937 2015 - Monitoramento da erosão e do assoreamento das bordas dos reservatórios da UHE Santa Clara e da UHE Fundão. 2015.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; Figueira, I. F. R. . RET DVPE 3507 2015 - Monitoramento da erosão e do assoreamento das bordas dos reservatórios da UHE Santa Clara e da UHE Fundão. 2015.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; Figueira, I. F. R. . RET DVPE 4744 2015 - Monitoramento da erosão e do assoreamento das bordas dos reservatórios da UHE Santa Clara e da UHE Fundão. 2015.

BURAS, M. ; PRETTO, J. H. F. ; SILVEIRA, R. M. ; LACERDA, L. A. . RET DVPE 3955 2015 - Descrição dos testes de laboratório com os sensores ópticos P-01, ASC-01 e TP-02 da Sylex. 2015.

PRETTO, J. H. F. ; BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. . RET DVPE 4017 2015 - Relatório técnico pertinente as atividades de campo no contexto do P&D 2866-0310/2012 - DESENVOLVIMENTO E APLICAÇÃO DE PROTOTIPO PARA MELHORAMENTO DE SOLOS ATRAVES DE INJEÇÕES. 2015.

PRETTO, J. H. F. ; BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. . RET DVPE 4485 2015 - Relatório técnico de ensaios de caracterização, permeabilidade e resistência de amostras de solo indeformadas e deformadas. 2015.

PRETTO, J. H. F. ; BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. . RET DVPE 4602 2015 - Ensaios de prova de carga em amostrador SPT. 2015.

BURAS, M. ; SILVEIRA, RODRIGO MORAES DA ; Figueira, I. F. R. ; LACERDA, L. A. . RET DVPE 4605 2015 - Relatório sobre monitoramentos dos movimentos superficiais a partir de dados de fibra óptica instalada na encosta Olapa. 2015.

BURAS, M. ; PRETTO, J. H. F. ; LACERDA, L. A. ; MEDEIROS, B. L. ; SILVEIRA, R. M. . RET DVPE 4613 2015 - Relatório técnico da instrumentação óptica DTS da barragem da UHE Colíder. 2015.

SILVEIRA, R. M. ; BURAS, M. ; PRETTO, J. H. F. ; Luiz Alkimin de Lacerda . RET DVPE 4733 2015 - Monitoramento de escorregamentos de taludes utilizando instrumentação geotécnica de fibra óptica e modelagem interativa (processo 2014/00442-6). 2015.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . RET DVPE 4611 2015 - Relatório técnico da instrumentação óptica DTS da barragem da UHE Colíder. 2015.

BURAS, M. ; Figueira, I. F. R. ; PRETTO, J. H. F. ; SILVEIRA, R. M. . RET DVPE 3736 2015 - Visita técnica realizada na linha de transmissão Frei Paulo-Carira-SE e Pocinhos-PB - P&D Aneel 6585-1402/2014. 2015.

Figueira, I. F. R. ; SOARES, M. A. ; LACERDA, L. A. ; JAREK, A. ; SILVEIRA, R. M. ; BURAS, M. ; FAGGION, P. L. ; NADAL, C. A. . Levantamento geológico - estrutural da região e entorno da barragem da uhe mauá, uma abordagem inovadora para o monitoramento geodésico nos pontos de risco. 2015.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . DT 311179/2011-8 - Verificação Experimental de Instrumentação Geotécnica com Base na Tecnologia de Fibra Óptica. 2015.

BURAS, M. ; Figueira, I. F. R. ; LACERDA, L. A. ; JAREK, A. . Desenvolvimento e avaliação de instrumentação geotécnica com base em tecnologia de fibra óptica - Protótipos para instalação em campo. 2015.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. ; LACERDA, L. A. ; JAREK, A. ; BRONHOLO, J. L. ; BRAGANCA, M. D. G. P. . RET DVPE 4848 2015 - Ensaios de laboratório ? Compressão uniaxial, módulo estático de elasticidade e análise da microscopia eletrônica de varredura da rocha - P&D Aneel 6585-1402/2014. 2015.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . RET DVPE 4613 2015 R1 - Análise de fluxo - P&D 6491-0313/2013. 2015.

SILVEIRA, R. M. ; BURAS, M. ; Figueira, I. F. R. . RT LAME 005 2014 - Monitoramento da erosão e do assoreamento das bordas dos reservatórios da UHE Santa Clara e da UHE Fundão. 2014.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; Figueira, I. F. R. . RT LAME 007 2014 - Monitoramento da erosão e do assoreamento das bordas dos reservatórios da UHE Santa Clara e da UHE Fundão. 2014.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; Figueira, I. F. R. . RT LAME 3032 2014 - Monitoramento da erosão e do assoreamento das bordas dos reservatórios da UHE Santa Clara e da UHE Fundão. 2014.

JAREK, A. ; LACERDA, L. A. ; BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. . RT LAME 009 2014 - Relatório sobre a Viabilidade do uso de sensores DTSS para desenvolvimento de piezômetro. 2014.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; PRETTO, J. H. F. . RT LAME 3188 2014 - Análise técnica de terraplanagem. 2014.

SILVEIRA, R. M. ; BURAS, M. ; Figueira, I. F. R. . RT LAME 002 2013 - Monitoramento da erosão e do assoreamento das bordas dos reservatórios da UHE Santa Clara e da UHE Fundão. 2013.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; Figueira, I. F. R. . RT LAME 009 2013 - Monitoramento da erosão e do assoreamento das bordas dos reservatórios da UHE Santa Clara e da UHE Fundão. 2013.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; Figueira, I. F. R. . RT LAME 013 2013 - Monitoramento da erosão e do assoreamento das bordas dos reservatórios da UHE Santa Clara e da UHE Fundão. 2013.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; Figueira, I. F. R. . RT LAME 018 2013 - Monitoramento da erosão e do assoreamento das bordas dos reservatórios da UHE Santa Clara e da UHE Fundão. 2013.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; Figueira, I. F. R. . RT LAME 004 2013 - Inspeção de Campo Referente a Erosão e Instabilidade de Taludes da UHE Cavernoso II. 2013.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; Figueira, I. F. R. . RT LAME 020 2012 - Monitoramento da erosão e do assoreamento das bordas dos reservatórios da UHE Santa Clara e da UHE Fundão. 2012.

Figueira, I. F. R. ; LACERDA, L. A. ; SILVEIRA, R. M. ; BURAS, M. . Desenvolvimento de metodologia para avaliação, quantificação e controle a baixo custo de erosão em bordas de reservatório. 2011.

BURAS, M. ; SILVEIRA, R. M. ; Chamecki, P. M. . Curso sobre Barragens de Terra, Terra e Enrocamento e Enrocamento com Face de Concreto - Prof. Paulo Cruz Curso. 2012. (Curso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Metodologia Baseada em utilização de Materiais sintéticos à base de aditivos orgânicos para melhoramento da dissipação de surtos atmosféricos em linhas de transmissão de energia elétrica, Descrição: As linhas de transmissão (LT) representam grande importância no desenvolvimento das cidades devido à sua disponibilidade e à grande quantidade de energia transportada. No Brasil normalmente são aéreas e extensas somando, somente na COPEL, 2.173,5 km de extensão. Expostas às diversas condições climáticas atravessam regiões com alto índice de descargas atmosféricas, responsáveis por mais de 70% dos desligamentos intempestivos e perturbações diversas do sistema de transmissão (VISACRO FILHO, 2005). Através dos dados da BRASILDAT e satélites da NASA, recentemente o INPE concluiu que nos próximos anos o índice de incidência de raios no Brasil, já considerado como maior do mundo com 60 milhões de raios ano, aumentará devido ao aquecimento global, expondo as LTs ainda mais aos surtos atmosféricos. A densidade média de raios no Paraná é elevada, em torno de 8 descargas km2 ano (ONS 2011). Assim, é essencial o correto dimensionamento do sistema de aterramento de LTs, visando proteger a instalação dos efeitos térmicos, mecânicos e elétricos envolvidos. Este sistema constitui um caminho de baixa resistência elétrica para a corrente de descarga fluir ao solo com segurança. A ionização do solo, sua resistividade e a corrente do surto envolvidas, causam o comportamento não-linear da impedância de aterramento, dificultando a dissipação da corrente de descarga, causando o desligamento da LT. É sabido que somente os contrapesos como sistemas de aterramentos de torres, por si só, não atendem adequadamente a dissipação de grandes quantidades de energias para o solo, devido ao efeito de ionização do solo existente durante surtos de energias em altas frequências advindas das descargas atmosféricas. Ocorre também que, quando as fundações metálicas, como o aterramento de uma torre permanecem sob solo, ficam expostas aos efeitos de corrosão, ou que, ao longo do tempo, podem causar sua queda. O solo não pode ser tratado como se tivesse recursos uniformes. São médias de grandes variações laterais e verticais de propriedades físicas e químicas, como nível de compactação, teor de amostragem e de sais, e quais são refletidas na determinação de resistividade. Visando otimizar a configuração do sistema de aterro para melhor dissipação dos surtos atmosféricos e realizar a proteção catódica para reduzir a degradação das estruturas metálicas enterradas, o presente projeto tem por objetivo estudar a instalação de poços redutores providos de material despolarizante junto ao sistema de aterramento das estruturas de transmissão em áreas de alta resistividade e com densidade reduzida de descargas atmosféricas, seus custos de instalação e incertezas, bem como a proteção contra torres contra corrosão.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Isabella Françoso Rebutini Figueira - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Integrante / Amanda Jarek - Integrante / Betina Lepretti Medeiros - Coordenador / José Maurílio da Silva - Integrante / Joubert Weigert Favaro - Integrante / Orlando Stein Junior - Integrante / Eduardo Garotti Orlowski - Integrante / Márcio Tonetti - Integrante / Ricardo da Veiga - Integrante / Diogo Biasuz Dahlke - Integrante / Amanda Carolina Mikos Dangui - Integrante / Estefano Poletto da Silva - Integrante / Henry Leonardo Lopez Salamanca - Integrante / Marcio dos Santos - Integrante / Paulo Ribeiro Tavares - Integrante / Reginaldo Likes - Integrante / Alexandre Tachibana Dos Santos - Integrante / Juliane De Melo Rodrigues Cancado - Integrante / Bruna Gomes Dias - Integrante.

  • 2018 - Atual

    DESENVOLVIMENTO DE SENSORES BRILLOUIN PARA APLICAÇÃO GEOTÉCNICA, Descrição: Este projeto tem o objetivo de aproveitar a tecnologia DTSS instalada em uma das 4 encostas atravessadas por dutos, operados pela Transpetro, localizadas em SC, PR, SP e RJ, as quais foram objeto de estudo de P&Ds anteriores (Lactec/Petrobras) para medidas subsuperficiais de movimentos de massa incluindo medidas piezométricas e de nível d'água, a partir de um único cabo óptico. Também estão previstos testes de fluência e verificação dos parâmetros de calibração dos cabos ópticos atualmente utilizados, assim como a nacionalização de cabos utilizados como elementos sensores.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador / Joubert Weigert Favaro - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Sistema para Gestão da Informação e de Ações para Planos de Segurança de Barragens, Descrição: A presente proposta contempla o desenvolvimento de um sistema interdisciplinar de causa e efeito para a solução de problemas relacionados a segurança estrutural e operacional de barragens considerando o que a Lei de Segurança de Barragens (lei n°12.334) estabelece. O desenvolvimento proposto se refere a um sistema de apoio à decisão [método de análise hierárquica - (Analytic Hierarchy Process - AHP)] baseada em análises de risco em tempo real e conhecimento coletivo, apoiando a tomada de decisão, integrando vários sistemas de gestão existentes nas organizações (tais como SAP - DMS, SAP Contabilidade, SAP PM,SIGOC, SGT2, Solón, Ágil e etc), gerando um plano de segurança de barragens, conforme exigência da resolução 696/2015, além de sinalizar também os perfis de acesso diferenciados permitindo o acompanhamento de vários níveis hierárquicos. Trata-se de uma ferramenta multicritério que leva em consideração os julgamentos dos diversos agentes envolvidos no processo de gestão da segurança de barragens, possibilitando elencar as prioridades da aplicação dos recursos disponíveis.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador / Rubem Luiz Daru - Integrante / Amanda Jarek - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Integrante / Betina Lepretti Medeiros - Integrante / Rosana de F. Colaço Gilbertoni - Integrante / Luiz Gustavo Forte Westin - Integrante., Financiador(es): Neoenergia - Outra.

  • 2015 - Atual

    Análise de Risco de Escorregamentos de Taludes, Utilizando Instrumentação Geotécnica de Fibra Óptica e Modelagem Interativa, Descrição: Assim como os projetos anteriores (P&Ds) com fibra óptica desenvolvidos em parceria entre os Institutos Lactec e a PETROBRAS/CENPES, o presente projeto continuará a pesquisa e o desenvolvimento da aplicação de sensores intrínsecos de fibras ópticas para identificação de problemas de instabilidade em obras lineares instaladas no entorno de encostas da Serra do Mar e/ou Serra Geral. Os dados obtidos através do monitoramento com fibras ópticas permitirão a interação com um modelo computacional, idealizando uma forma de gerenciar riscos de rupturas de encostas onde se encontram instaladas obras lineares que percorrem as encostas da Serra do Mar e da Serra Geral, desde o litoral do Rio de Janeiro até o Sul do Brasil, bem como de aprimorar e calibrar permanentemente o modelo. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador / Isabella Françoso Rebutini Figueira - Integrante / Amanda Jarek - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Integrante / Mariana d'Orey Gaivão Portella Bragança - Integrante / Betina Lepretti Medeiros - Integrante / Jeferson Luiz Bronholo - Integrante / Carlos Eduardo Felsky Filho - Integrante / William Cesar Farias - Integrante / José Henrique Ferronato Pretto - Integrante / Alexandre Albarello Costa - Integrante / Orlando Stein Junior - Integrante / Diogo Muller Miranda - Integrante.

  • 2014 - 2018

    Desenvolvimento de metodologia alternativa para fundação de linhas de distribuição em terrenos com condições geológico-geotécnicos extremas, Descrição: O projeto consistem em estudar, elaborar e testar metodologias alternativas para fundações de grandes postes em terrenos com a ocorrência de perfis rochosos. Ainda, o projeto objetiva elaborar um manual que permitirá a sua utilização visando a implementação de soluções prática de engenharia, bem como facilitar a transmissão das informações aos responsáveis pela execução de obras vinculadas a linhas de transmissão. Será ainda desenvolvido um aplicativo para obtenção de informações e atualização de dados/informações de campo, por meio de dispositivos móveis. Este aplicativo terá comunicação com um banco de dados que poderá ser atualizado em qualquer tempo e pela Energisa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Marcelo Buras - Coordenador / Rodrigo Moraes da Silveira - Integrante / Paulo Roberto Chamecki - Integrante / Isabella Françoso Rebutini Figueira - Integrante / Amanda Jarek - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Integrante / Mariana d'Orey Gaivão Portella Bragança - Integrante / Jeferson Luiz Bronholo - Integrante / Karla Monteiro Fagundes - Integrante / Carlos Eduardo Felsky Filho - Integrante / Jacke Hains Muniz de Souza - Integrante / Valdevan dos Santos - Integrante / Diogo Muller de Miranda - Integrante / William Cesar Farias - Integrante / José Henrique Ferronato Pretto - Integrante.

  • 2014 - 2018

    Monitoramento de Obras de Terra através de Fibras Óticas, Descrição: O monitoramento de barragens e diques de terra com utilização de instrumentos de auscultação é uma ferramenta importante para avaliar as condições de segurança dessas obras, pois mostram o seu comportamento ao longo do tempo. As análises dos registros desses instrumentos fornecem dados necessários para avaliar as condições de fluxo de água interno no maciço, bem como para realização de futuras análises de estabilidade e deformação, porém restringem-se a condição limite de um determinado ponto. Muito frequentemente, são especificados níveis de alerta com base em registros de instrumentação, servindo como parâmetro de decisão para ações emergenciais. Por essas razões, é importante que a instrumentação de uma barragem seja bem projetada, instalada e acompanhada ao longo da sua vida útil. Dada à importância da estrutura de uma barragem, objetiva-se por meio do desenvolvimento deste projeto incorporar ao sistema de monitoramento convencional um novo tipo sensor que possibilitará além da avaliação, a quantificação distribuída e não pontual do fluxo de água interno no maciço. Diferentemente dos instrumentos comumente utilizados no monitoramento de barragem, que se restringem a determinação pontual dos parâmetros que estimam avaliar, o monitoramento com fibra ótica se destaca por sua abrangência e consequentemente representatividade, além de se tratar de um sensor imune às ações eletromagnéticas. Destaca-se nesta pesquisa a interação entre atividades de campo e de laboratório, onde modelos laboratoriais serão desenvolvidos para calibração dos sensores de fibra ótica a serem introduzidos no interior de barragens de terra. A infraestrutura implantada em laboratório além de atender as necessidades do projeto, servirá também para a calibração de diferentes tipos de sensores de fibra ótica submetidos a diferentes condições impostas por diferentes materiais que os envolvam, em qualquer pesquisa ou serviço futuro que venha a ser desenvolvido nesta área... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Buras - Coordenador / Amanda Jarek - Integrante / Rafael Petronilho de Oliveira Rocha - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Integrante / Roberto Pettres - Integrante / Roberto Werneck Seara - Integrante / Betina Lepretti Medeiros - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de metodologia para diagnóstico e reparo de estrutura em concreto com manifestações patológicas por ataque de íons sulfato, Descrição: Manifestações patológicas resultantes de reações químicas de substâncias ácidas em estruturas de concreto de cimento Portland vêm ganhando destaque na literatura, em função das suas principais aplicações: dutos de águas de despejo industrial e de esgoto doméstico, construções civis em solos com águas subterrâneas, bem como barragens de estações de tratamento de esgoto [1]. Dentre os principais reagentes estudados têm-se os compostos à base de sulfato, cujo grau de ataque ou periculosidade é função direta do porte da estrutura, tipo de cimento, relação água/cimento, dosagem e conformação, teor e fase química do contaminante, do tempo e das condições de sua exposição [2]. Segundo descrito no manual do ACI [2], as principais consequências ao concreto são as gerações de etringita, taumasita e gipsita que resultam, normalmente, em expansão interna e, consequentemente, na formação de trincas com perda significativa de resistência mecânica. A degradação do concreto pode, também, ser consequente de outro tipo de ataque químico, sem necessariamente causar a expansão, mas, promover a solubilização dos íons cálcio dos compostos hidratados como da alita e belita, por reação substitutiva [3]. Na literatura, há diversos artigos relacionando o ataque por íons sulfato em concreto [3-7] e poucos os métodos de mitigação de seus efeitos em estruturas já agredidas. Por isso, na presente proposta estão sendo consideradas investigações e ações para o desenvolvimento e a seleção de metodologias de rápida detecção da evolução do ataque de sulfato no concreto convencional (CCV) e em concreto compactado com rolo. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Marcelo Buras - Coordenador / Isabella Françoso Rebutini Figueira - Integrante / Amanda Jarek - Integrante / GONÇALVES, MAILYN KAFER - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Integrante / Mariana d'Orey Gaivão Portella Bragança - Integrante / Kleber Franke Portella - Integrante / Betina Lepretti Medeiros - Integrante / Kelly Jacqueline Campos Brambilla - Integrante / Jeferson Luiz Bronholo - Integrante / Karla Monteiro Fagundes - Integrante / Rafael Arnecke - Integrante / Camila Marçal Gobi - Integrante / José Maurílio da Silva - Integrante / Marcos Alberto Soares - Integrante / Isabela Cristina de Oliveira - Integrante / Bruna Godke - Integrante / Eduardo Pereira - Integrante / Lucas Maier - Integrante / Hudson Goto - Integrante / Kassia dos Santos - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Sistema de Qualidade Aplicado à Segurança e Durabilidade de Concreto da Barragem UHE Fundão, Descrição: Diferentes técnicas analíticas vêm sendo utilizadas para investigar ou determinar o desempenho ou o estado quanto à degradação de estruturas de concreto, tais como: inspeção visual; microscopia óptica e eletrônica de varredura; tomografia computadorizada de raios X; análises físicoquímicas das fases; cromatografia iônica; espectroscopia no infravermelho; microssonda analítica de raios X; ensaios de resistência mecânica, análises termodiferenciais, etc.; e, principalmente, por instrumentação de barragem, o qual inclui os piezômetros, as fibras ópticas, etc. A particularidade desta investigação e que a diferencia de outros estudos está centrada no desenvolvimento e teste de metodologias para o diagnóstico e reparo de manifestações patológicas na estrutura de concreto da barragem da UHE Fundão, ocasionadas por lixiviação, percolação e ataques químicos, do tipo alcalino, ou mesmo por íons sulfato e cloretos, consequentes dos próprios insumos ou externos a obra, a fim de prolongar manutenções não programadas e melhorar os procedimentos e os materiais de reparo pelo emprego da tecnologia de nanomateriais. Finalmente, e em destaque nesta investigação, está previsto o desenvolvimento e estudo da tecnologia de plasma a frio sobre os insumos, de forma a modificar suas superfícies (na zona de transição na interface agregado/pasta - ZTI) para aumento da sua compatibilidade com a argamassa ou pasta de cimento Portland e a produção paralela de nanomateriais para melhorar a resistência mecânica e de aderência final do concreto e dos materiais de reparo. Em termos de viabilidade técnica, esta nova pasta será trabalhada em conjunto com o material comercial à base de resina poliuretânica, tanto em laboratório quanto em campo, sendo monitoradas pela tecnologia de fibras ópticas, cuja adaptação ao sistema de medida de desempenho da interface substrato| material de reparo, de forma in-situ, também terá seu diferencial inovador. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Amanda Jarek - Integrante / Mariana d'Orey Gaivão Portella Bragança - Integrante / Kleber Franke Portella - Coordenador / Betina Lepretti Medeiros - Integrante / Kelly Jacqueline Campos Brambilla - Integrante / Jeferson Luiz Bronholo - Integrante / Karla Monteiro Fagundes - Integrante / Rafael Arnecke - Integrante / Camila Marçal Gobi - Integrante / Sérgio Costa Filho - Integrante.

  • 2013 - 2016

    Desenvolvimento e aplicação de protótipo para melhoramento de solos através de injeções, Descrição: Linhas de transmissão e distribuição de energia elétrica caracterizam-se por ser implantadas em grandes extensões lineares e, certamente, em locais com a ocorrência de diferentes tipos de perfis geotécnicos. Tipicamente procura-se resolver a fundação das inúmeras torres de apoio dos cabos com fundação do tipo direta (sapatas ou radiers). Se necessário, maiores profundidades para assentamento da fundação devem ser utilizadas, caso de solos superficiais menos resistentes e/ou mais compressíveis, tornando assim a solução profunda. Muitas vezes essas maiores profundidades significam custos também substancialmente maiores do que os de fundação direta, tanto na quantidade de materiais necessários quanto pela menor facilidade executiva. Assim, um processo de melhoramento de solos no seu estado natural, ou seja sem remoção e substituição por material de melhor qualidade e em melhor estado (por exemplo bem compactado), seguramente é de grande interesse. Há algumas técnicas conhecidas para este objetivo, porém as que preconizam reforço com inserções normalmente esbarram no equipamento necessário e no alto custo exemplo é a técnica do jet grout . A tentativa que se pretende fazer através deste projeto é no sentido de desenvolver um equipamento portátil, de pequeno porte e peso, que possa ser transportado e operado por duas pessoas com facilidade, levando-se em conta condições de difíceis acesso e trabalho em locais ermos. A ideia está centrada na possível generalização dos tipos de solos, cobrir uma profundidade máxima de 4 metros e melhorar as condições naturais do perfil geotécnico com solos de consistência e campacidade mediana, quanto à resistência ao cisalhamento, permeabilidade e compressibilidade. Injeções de cal, cimento e poliuretano rígido deverão ser testadas pelo equipamento a ser desenvolvido, tanto em fase de protótipo laboratorial quanto em fase experimental de campo. A validação do procedimento será feita mediante levantamento de dados anteriores e posteriores às injeções, em termos de resistência (a ser aumentada), permeabilidade e compressibilidade (ambas a serem diminuídas), caso se antecipe sucesso no resultado a ser alcançado. Ensaios de laboratório em amostras indeformadas a serem coletadas nos locais de teste e provas de carga diretas nos terrenos de fundação previstos, deverão fornecer esses dados de fundamental importância... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador / Paulo Roberto Chamecki - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Integrante.

  • 2012 - 2015

    Diagnóstico da Corrosão em Torres de Linhas de Transmissão Utilizando Análises de Laboratório e de Campo e, Otimização na Convivência com Correntes de Desequilíbrio Circulantes em Linha de Transmissão, Descrição: 1. Banco de dados de medidas elétricas e físico-químicas com tratamento matemáticos por função dose resposta. 2. Instalação de poço redutor em torre estaiada. 3. Fazer proteção catódica em torre autoportante. 4. Escrever patente do PC Diagnóstico ... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Integrante / Amanda Jarek - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Integrante / Kleber Franke Portella - Integrante / Kelly Jacqueline Campos Brambilla - Integrante / José Maurílio da Silva - Coordenador / Princia Aparecida Morais Pereira - Integrante / Fernando Sergio Castro de Azevedo - Integrante.

  • 2012 - 2014

    Desenvolvimento e avaliação de instrumentação geotécnica com base em tecnologia de fibra ótica protótipos para instalação em campo, Descrição: O presente projeto tem por objetivo a aplicação de instrumentos a base de fibra ótica para avaliação da segurança e estabilidade em encostas naturais. Serão empregados instrumentos e conceitos de monitoramento desenvolvidos no LACTEC, que tem por base a tecnologia de medições distribuidas com fibras óticas - sistemas DTS e DTSS. São previstas instalações subsuperficiais visando a detecção de movimento de zonas instáveis e instalações profundas para análise de pressão e quantificação de água na encosta. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (3) . , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador / Amanda Jarek - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Integrante / Mariana d'Orey Gaivão Portella Bragança - Integrante / Betina Lepretti Medeiros - Integrante / Markus Aufleger - Integrante.

  • 2011 - 2015

    Levantamento Geológico-Estrutural da Região e Entorno da Barragem da UHE Mauá, uma Abordagem Inovadora para o Monitoramento Geodésico nos Pontos de Risco, Descrição: Acidentes causados por rompimento de barragens comumente são decorrentes de processos de desenvolvimento gradual em consequência a descontinuidades que se criam no corpo da barragem ou em suas ombreiras e podem ocorrer, também, devido às forças tectônicas como o acomodamento do substrato rochoso causado pela pressão do reservatório. A região onde está se instalando a barragem da UHE Mauá encontra-se numa região de cruzamento de fraturas geológicas com direção NW, de movimentações verticais e fraturas NE com movimentos sub-horizontais (transcorrentes). O mapeamento das fraturas presentes na região através da identificação dos principais esforços tectônicos atuantes, aliado ao monitoramento constante da estrutura, permitirá a avaliação e, consequentemente, a prevenção de acidentes através de mitigações pontuais. Este estudo prevê uma abordagem inovadora de monitoramento geodésico durante e após o período de formação do reservatório, conjugado aos levantamentos geológico-estruturais na região da barragem, criando uma ferramenta que pode ser utilizada em novos empreendimentos de geração hidráulica... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Integrante / Isabella Françoso Rebutini Figueira - Coordenador / Amanda Jarek - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Integrante / Betina Lepretti Medeiros - Integrante / Marcos Alberto Soares - Integrante / José Henrique Ferronato Pretto - Integrante / Pedro Luis FaggioN - Integrante / Carlos Aurélio Nadal - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Verificação Experimental de Instrumentação Geotécnica com Base na Tecnologia de Fibra Ótica (DT31179/2011-8), Descrição: O presente projeto visa verificar experimentalmente os equipamentos de instrumentação geotécnica com características inovadoras e em desenvolvimento conjuntamente pelo Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (LACTEC) e a PETROBRAS/Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (CENPES). Os equipamentos de instrumentação serão utilizados, após a conclusão desta proposta, para monitorar o comportamento de encostas instáveis da Serra do Mar ou da Serra Geral, por onde passam a linhas de dutos da PETROBRAS. Trata-se de um medidor de nível d?água e um de piezômetro com base na tecnologia de fibra ótica. Esta pesquisa complementa os objetivos de continuidade do projeto de pesquisa que visava à avaliação da possibilidade de utilização da tecnologia de fibra ótica para fins geotécnicos... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador / Isabella Françoso Rebutini Figueira - Integrante / Amanda Jarek - Integrante / Rafael Petronilho de Oliveira Rocha - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Integrante / Mariana d'Orey Gaivão Portella Bragança - Integrante / Kleber Franke Portella - Integrante / Betina Lepretti Medeiros - Integrante / Mailyn Kaffer Gonçalvez - Integrante / RENATO ROCHA - Integrante.

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de metodologia para avaliação, quantificação e controle a baixo custo de erosão em bordas de reservatório, Descrição: A erosão do entorno do reservatório ocasiona a aceleração da degradação da mata ciliar, comprometendo a piscicultura e os habitats aquáticos e causando sérios danos ambientais, além de afetar a operação das usinas hidrelétricas, caso intensifique o assoreamento do reservatório e atinja a tomada d'água ou mesmo aumente as áreas alagadas a montante devido ao incremento do remanso. Os estudos sobre erosão de borda de reservatório nas usinas brasileiras ainda estão em fase de amadurecimento. O reflorestamento é uma das ações que vem sendo realizadas com intuito de recuperar e proteger essas bordas. Este projeto visa elaborar uma metodologia de avaliação de potencial de erodibilidade de margens de reservatórios de usinas hidrelétricas, correlacionando esse potencial com as informações das variáveis topográficas, climatólogicas e pedológicas da região. Os mapas de erodibilidade possibilitarão a identificação dos locais mais suscetíveis à erosão e as respectivas medidas preventivas ou remediadoras a serem tomadas, e as simulações de diferentes cenários de cobertura do solo das bordas de reservatório permitirão fazer análise para identificar a eficiência de diferentes projetos de mata ciliar e confrontar com a situação atual. Esse estudo permitirá apontar algumas medidas de controle que, se adotadas, irão aumentar a segurança da população ribeirinha e diminuir os riscos de danos ambientais e operacionais. o aspecto inovador da metodologia a ser desenvolvida consiste em acoplar diferentes tecnologias de avaliação da erosão no entorno de reservatórios, sendo estas: ferramentas de campo (coletas e ensaios de laboratório) e ferramentas matemáticas (modelo computacional). o resultado esperado é um ganho na performance do modelo matemático utilizado. nas simulações será considerado um modelo prontamente disponível e que atenda aos objetivos do projeto e às características da região modelada. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Integrante / Rubem Luiz Daru - Integrante / Isabella Françoso Rebutini Figueira - Coordenador.

  • 2009 - 2011

    Instrumentos de monitoramento com fibras óticas para aplicação em barragens de concreto, Descrição: Barragens de enrocamento com face de concreto são naturalmente seguras e estáveis, haja vista a concepção construtiva das mesmas. Entretanto, para o bom desempenho desse tipo de estrutura a laje de concreto na face de montante tem um papel fundamental. E garantir o bom comportamento da laje é uma tarefa cada vez mais difícil com o aumento da altura das barragens, em virtude dos maiores deslocamentos e deformações as quais a laje de concreto estará sujeita. Movimentos de abertura e fechamento das juntas verticais e movimentos relativos entre as lajes e o plinto, durante a construção e o enchimento do reservatório, são naturalmente esperados. Da mesma forma, infiltrações de água são esperadas. Se as infiltrações ocorrem em quantidade acima do esperado, inspeções e medidas corretivas devem ser efetuadas. Vislumbra-se desenvolver um sistema de monitoramento com fibras óticas que permitam uma avaliação abrangente contínua e confiável durante o período construtivo e operacional do empreendimento. Durante a fase de enchimento do reservatório, a instrumentação deverá ser especialmente útil por indicar uma visão imediata dos locais críticos, minimizando, portanto, o tempo para eventuais intervenções.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Integrante / Amanda Jarek - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Coordenador / Paulo Alexandre Oliveira - Integrante / Eduardo Garotti Orlowski - Integrante / Roberta Boszczowski - Integrante / Liliane Marconcin - Integrante., Financiador(es): Queiroz Galvão Exploração e Produção - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2011

    Instrumentos de monitoramento com fibras óticas para aplicação em barragens de concreto, Descrição: Barragens de enrocamento com face de concreto são naturalmente seguras e estáveis, haja vista a concepção construtiva das mesmas. Entretanto, para o bom desempenho desse tipo de estrutura a laje de concreto na face de montante tem um papel fundamental. E garantir o bom comportamento da laje é uma tarefa cada vez mais difícil com o aumento da altura das barragens, em virtude dos maiores deslocamentos e deformações as quais a laje de concreto estará sujeita. Movimentos de abertura e fechamento das juntas verticais e movimentos relativos entre as lajes e o plinto, durante a construção e o enchimento do reservatório, são naturalmente esperados. Da mesma forma, infiltrações de água são esperadas. Se as infiltrações ocorrem em quantidade acima do esperado, inspeções e medidas corretivas devem ser efetuadas. Vislumbra-se desenvolver um sistema de monitoramento com fibras óticas que permitam uma avaliação abrangente contínua e confiável durante o período construtivo e operacional do empreendimento. Durante a fase de enchimento do reservatório, a instrumentação deverá ser especialmente útil por indicar uma visão imediata dos locais críticos, minimizando, portanto, o tempo para eventuais intervenções... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador / Isabella Françoso Rebutini Figueira - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Integrante / Amanda Jarek - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Desenvolvimento e Avaliação de Instrumentação Geotécnica com Base em Tecnologia de Fibra Ótica, Descrição: Fibras ópticas são usadas como sensores de duas formas distintas. Elas podem ser usadas estritamente como meio de transporte de um sinal registrado pelo sensor até um receptor remoto, ou podem ser usadas como meio sensor, para que nela seja impressa a informação, neste caso, determinando a variação da grandeza e transportando a informação. No primeiro caso trata-se de um sensor extrínseco e num segundo caso, configura-se um sensor intrínseco. O presente projeto fará o desenvolvimento da aplicação de sensores intrínsecos de fibra ótica em problemas geotécnicos. Atualmente, um grande número de tipos de sensor de fibra óptica que abrangem a medição de várias grandezas está sendo pesquisado. O sensor mais difundido e de técnica melhor desenvolvida são os baseados em Redes de Bragg. A determinação da grandeza através deste sensor é pontual. Além das Redes de Bragg, existem os métodos de medição distribuída, que também fazem parte do escopo deste projeto. O método DFOT Medição distribuída da temperatura, utiliza emissor laser baseado no princípio ótico de Raman (DTS). E o método DFOST- Medição distribuída da temperatura e deformação, utilizada emissor laser baseado no princípio ótico de Brilloin (DTSS). A aplicação em campo das técnicas distribuídas de monitoramento de deformações ainda está em fase de desenvolvimento. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador / Paulo Roberto Chamecki - Integrante / Isabella Françoso Rebutini Figueira - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Integrante.

  • 2004 - 2010

    Melhoria e Tratamento de Solos: Aplicações em Fundações de Torres de Transmissão, Descrição: Ao longo de uma linha de transmissão, terrenos com diferentes composições podem ser encontrados, tais como argilas, areias e pedregulhos. Matéria orgânica pode se fazer presente. As condições de acesso e de execução das fundações nas linhas de transmissão muitas vezes são adversas, dificultando a utilização de soluções que envolvam o uso de argamassa ou concreto. Assim, o uso dos solos presentes no sítio de implantação da estrutura - estabilizados no próprio local mediante uma mistura com agentes ativos - pode se constituir em uma alternativa atraente para as fundações de linhas de transmissão.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcelo Buras - Coordenador / Paulo Roberto Chamecki - Integrante / Roberta Bomfim Boszczowski - Integrante / Alessander Christopher Morales Kormann - Integrante / Claudia Claumann da Silva - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2011 - 2015

    Verificação Experimental de Instrumentação Geotécnica com Base na Tecnologia de Fibra Ótica (DT31179/2011-8), Descrição: O presente projeto visa verificar experimentalmente os equipamentos de instrumentação geotécnica com características inovadoras e em desenvolvimento conjuntamente pelo Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (LACTEC) e a PETROBRAS/Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (CENPES). Os equipamentos de instrumentação serão utilizados, após a conclusão desta proposta, para monitorar o comportamento de encostas instáveis da Serra do Mar ou da Serra Geral, por onde passam a linhas de dutos da PETROBRAS. Trata-se de um medidor de nível d água e um de piezômetro com base na tecnologia de fibra ótica. Esta pesquisa complementa os objetivos de continuidade do projeto de pesquisa que visava à avaliação da possibilidade de utilização da tecnologia de fibra ótica para fins geotécnicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador.

  • 2011 - 2015

    Verificação Experimental de Instrumentação Geotécnica com Base na Tecnologia de Fibra Ótica (DT31179/2011-8), Descrição: O presente projeto visa verificar experimentalmente os equipamentos de instrumentação geotécnica com características inovadoras e em desenvolvimento conjuntamente pelo Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (LACTEC) e a PETROBRAS/Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (CENPES). Os equipamentos de instrumentação serão utilizados, após a conclusão desta proposta, para monitorar o comportamento de encostas instáveis da Serra do Mar ou da Serra Geral, por onde passam a linhas de dutos da PETROBRAS. Trata-se de um medidor de nível d água e um de piezômetro com base na tecnologia de fibra ótica. Esta pesquisa complementa os objetivos de continuidade do projeto de pesquisa que visava à avaliação da possibilidade de utilização da tecnologia de fibra ótica para fins geotécnicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador.

  • 2011 - 2015

    Verificação Experimental de Instrumentação Geotécnica com Base na Tecnologia de Fibra Ótica (DT31179/2011-8), Descrição: O presente projeto visa verificar experimentalmente os equipamentos de instrumentação geotécnica com características inovadoras e em desenvolvimento conjuntamente pelo Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (LACTEC) e a PETROBRAS/Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (CENPES). Os equipamentos de instrumentação serão utilizados, após a conclusão desta proposta, para monitorar o comportamento de encostas instáveis da Serra do Mar ou da Serra Geral, por onde passam a linhas de dutos da PETROBRAS. Trata-se de um medidor de nível d água e um de piezômetro com base na tecnologia de fibra ótica. Esta pesquisa complementa os objetivos de continuidade do projeto de pesquisa que visava à avaliação da possibilidade de utilização da tecnologia de fibra ótica para fins geotécnicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador.

  • 2011 - 2015

    Verificação Experimental de Instrumentação Geotécnica com Base na Tecnologia de Fibra Ótica (DT31179/2011-8), Descrição: O presente projeto visa verificar experimentalmente os equipamentos de instrumentação geotécnica com características inovadoras e em desenvolvimento conjuntamente pelo Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (LACTEC) e a PETROBRAS/Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (CENPES). Os equipamentos de instrumentação serão utilizados, após a conclusão desta proposta, para monitorar o comportamento de encostas instáveis da Serra do Mar ou da Serra Geral, por onde passam a linhas de dutos da PETROBRAS. Trata-se de um medidor de nível d água e um de piezômetro com base na tecnologia de fibra ótica. Esta pesquisa complementa os objetivos de continuidade do projeto de pesquisa que visava à avaliação da possibilidade de utilização da tecnologia de fibra ótica para fins geotécnicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador.

  • 2011 - 2015

    Verificação Experimental de Instrumentação Geotécnica com Base na Tecnologia de Fibra Ótica (DT31179/2011-8), Descrição: O presente projeto visa verificar experimentalmente os equipamentos de instrumentação geotécnica com características inovadoras e em desenvolvimento conjuntamente pelo Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (LACTEC) e a PETROBRAS/Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (CENPES). Os equipamentos de instrumentação serão utilizados, após a conclusão desta proposta, para monitorar o comportamento de encostas instáveis da Serra do Mar ou da Serra Geral, por onde passam a linhas de dutos da PETROBRAS. Trata-se de um medidor de nível d água e um de piezômetro com base na tecnologia de fibra ótica. Esta pesquisa complementa os objetivos de continuidade do projeto de pesquisa que visava à avaliação da possibilidade de utilização da tecnologia de fibra ótica para fins geotécnicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador.

  • 2011 - 2015

    Verificação Experimental de Instrumentação Geotécnica com Base na Tecnologia de Fibra Ótica (DT31179/2011-8), Descrição: O presente projeto visa verificar experimentalmente os equipamentos de instrumentação geotécnica com características inovadoras e em desenvolvimento conjuntamente pelo Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (LACTEC) e a PETROBRAS/Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (CENPES). Os equipamentos de instrumentação serão utilizados, após a conclusão desta proposta, para monitorar o comportamento de encostas instáveis da Serra do Mar ou da Serra Geral, por onde passam a linhas de dutos da PETROBRAS. Trata-se de um medidor de nível d água e um de piezômetro com base na tecnologia de fibra ótica. Esta pesquisa complementa os objetivos de continuidade do projeto de pesquisa que visava à avaliação da possibilidade de utilização da tecnologia de fibra ótica para fins geotécnicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador.

  • 2011 - 2015

    Verificação Experimental de Instrumentação Geotécnica com Base na Tecnologia de Fibra Ótica (DT31179/2011-8), Descrição: O presente projeto visa verificar experimentalmente os equipamentos de instrumentação geotécnica com características inovadoras e em desenvolvimento conjuntamente pelo Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (LACTEC) e a PETROBRAS/Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (CENPES). Os equipamentos de instrumentação serão utilizados, após a conclusão desta proposta, para monitorar o comportamento de encostas instáveis da Serra do Mar ou da Serra Geral, por onde passam a linhas de dutos da PETROBRAS. Trata-se de um medidor de nível d água e um de piezômetro com base na tecnologia de fibra ótica. Esta pesquisa complementa os objetivos de continuidade do projeto de pesquisa que visava à avaliação da possibilidade de utilização da tecnologia de fibra ótica para fins geotécnicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador.

  • 2011 - 2015

    Verificação Experimental de Instrumentação Geotécnica com Base na Tecnologia de Fibra Ótica (DT31179/2011-8), Descrição: O presente projeto visa verificar experimentalmente os equipamentos de instrumentação geotécnica com características inovadoras e em desenvolvimento conjuntamente pelo Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (LACTEC) e a PETROBRAS/Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (CENPES). Os equipamentos de instrumentação serão utilizados, após a conclusão desta proposta, para monitorar o comportamento de encostas instáveis da Serra do Mar ou da Serra Geral, por onde passam a linhas de dutos da PETROBRAS. Trata-se de um medidor de nível d água e um de piezômetro com base na tecnologia de fibra ótica. Esta pesquisa complementa os objetivos de continuidade do projeto de pesquisa que visava à avaliação da possibilidade de utilização da tecnologia de fibra ótica para fins geotécnicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Marcelo Buras - Integrante / Rodrigo Moraes da Silveira - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Institutos Lactec, Diretor Superintendente - DS, Diretoria de Operações Tecnológicas - DOT. , BR 116 - km 98 s/nº - LAME, Jardim das Américas, 81531-980 - Curitiba, PR - Brasil - Caixa-postal: 19067, Telefone: (41) 33616200, Ramal: 6899, Fax: (41) 33616007, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2009 - 2010

    Fugro In Situ Geotecnia

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 25

    Outras informações:
    Estagiário - Laboratório de solos com foco nos ensaios especiais de geotecnia, elaboração de relatórios técnicos, cálculo de ensaios e análise de resultados.

  • 2010 - Atual

    Institutos Lactec

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2009

    Institutos Lactec

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 25

  • 2010 - 2010

    Engefoto Engenharia e Aerolecantamentos

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Engenheiro de Transportes (Geotécnico), Carga horária: 45, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 02/2010 - 05/2010

      Serviços técnicos especializados , PETROBRAS, .,Serviço realizado, Coordenação de equipes de campo de ensaios geotécnicos para avaliação e elaboração de projeto executiva para implatanção de gasoduto. PETROBRAS, Obra [898/10]..

Propriedade Intelectual

Patentes (1)

Tipo Título Data depósito
INVENTOR Permemetro de parede flexível 25/04/2013