Ricardo Sposina Sobral Teixeira

Professor Adjunto A da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Possui graduação em Ciências Biológicas - Modalidade Médica pela UNIRIO (2004). Realizou iniciação cientifica na Fiocruz (2001-2004) e na UNIRIO (2003-2004) e foi bolsista DTI-CNPq no Instituto Nacional de Tecnologia - INT (2005-2007). Possui doutorado (2010) pelo programa de Pós-graduação em Bioquímica do Instituto de Química da UFRJ (2006-2010). Realizou pós-doutorado no Laboratório de Tecnologia Enzimática e Laboratório Bioetanol da UFRJ (2010-2014). Atuou em atividades de pesquisa na Universidade de Kobe (2009), durante o doutorado, e no Biomass Refinery Research Center do National Institute of Advanced Industrial Science and Technology (AIST), Japão (2011), durante o pós-doutorado. Foi professor visitante do Programa de Pós-graduação em Bioquímica (Conceito CAPES 6) do Departamento de Bioquímica do IQ/UFRJ (2014-2016) e professor colaborador na UNIGRANRIO (2017-2018). Tem experiência na área de Bioquímica, com ênfase em Tecnologia Enzimática, principalmente nos seguintes temas: produção, purificação e caracterização de enzimas hidrolíticas, pré-tratamento e hidrólise de biomassas lignocelulósicas para produção de etanol de segunda geração e bioprodutos.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Bioquímica

2006 - 2010

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Título: Produção, purificação e caracterização química e bioquímica de xilanases expressadas pelo fungo Aspergillus awamori.
Elba Pinto da Silva Bon. Coorientador: Edivaldo Ximenes Ferreira Filho. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Aspergillus; xilanase; Produção de enzimas; Purificação e caracterização; bioetanol.Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Tecnologia enzimática. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Química de Macromoléculas / Especialidade: Proteínas. Setores de atividade: Produtos e Processos Biotecnológicos.

Graduação em Ciências Biológicas - Modalidade Médica

2000 - 2004

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Título: Estudo de Parâmetros Físicos e Químicos na Água da Chuva na Cidade do Rio de Janeiro
Orientador: Alcides Wagner Serpa Guarino

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2010 - 2014

Pós-Doutorado. , Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil. , Grande área: Ciências Biológicas

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2009 - 2009

Agrobiotechnology. , Kobe University, U.KOBE*, Japão.

2005 - 2005

PCR em tempo real. (Carga horária: 20h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - RJ, EMBRAPA, Brasil.

2001 - 2001

Biossegurança. (Carga horária: 40h). , Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Enzimologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biotecnologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Microbiologia Industrial e de Fermentação.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

Silva, A. S. ; Freire, D. M. G. ; Oliveira, E. M. M. ; Andreaus, J. ; Gottschalk, L. M. F. ; Ferrara, M. A. ; CERULLO, M. A. S. ; SOUZA, M. F. ; SPOSINA, R. S. T. ; Almeida, R. V. ; Ferreira-Leitão, V. S. . XI SEMINÁRIO BRASILEIRO DE TECNOLOGIA ENZIMÁTICA. 2014. (Congresso).

Bon, E. P. S. ; Freire, D. M. G. ; Oliveira, E. M. M. ; Torres, F. A. ; Gottschalk, L. M. F. ; Ferrara, M. A. ; SPOSINA, R. S. T. ; Almeida, R. V. ; Coelho, R. R. R. ; Ferreira-Leitão, V. S. . IX SEMINÁRIO BRASILEIRO DE TECNOLOGIA ENZIMÁTICA. 2010. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

BRAGFOST 2019.From biomass to bio-based products: development of biotechnological processes. 2019. (Simpósio).

Workshop de Economia Circular - Parque Tecnológico - UFRJ. 2019. (Outra).

XXIII Biosemana da UFRJ.Revisor de resumos e avaliador de pôster. 2019. (Encontro).

9° Semana de Integração Acadêmica da UFRJ.Avaliador da sessão de apresentação de pôster - Manganês. 2018. (Encontro).

Apresentação dos novos docentes IQ-UFRJ.Trajetória acadêmica e profissional: atividades de pesquisa em processamento de biomassa. 2018. (Encontro).

Workshop UFRJ-AMBEV.Desenvolvimento de tecnologia enzimática para conversão de biomassa lignocelulósica em bioprodutos. 2018. (Oficina).

Rio + 20 - Conferências das Nações Unidas sobre desenvolvimento sustentável.Etanol 2G, biocombustível sem competir com alimentos. 2012. (Outra).

XVIII Simpósio Nacional de Bioprocessos - Sinaferm.Membro do Comitê Científico. 2011. (Simpósio).

VIII Seminário Brasileiro de Tecnologia Enzimática.Production, purification and chemical characterization of a B-xylanase from Aspergillus awamori.. 2008. (Seminário).

Ciclo de Seminários Terças Tecnológicas. 2006. (Seminário).

VII Seminário Brasileiro de Tecnologia Enzimática - ENZITEC 2006. 2006. (Seminário).

Ciclo de Seminários Terças Tecnológicas. 2005. (Seminário).

Ciclo de Seminários Terças Tecnológicas - Química Verde. 2005. (Seminário).

Metodologias Cromatográficas: Fundamentos e Aplicações.. 2005. (Outra).

Seminário Internacional de Biotecnologia Industrial - Biotecnologia e Tratamento Ambiental. 2005. (Seminário).

I Encontro das Comissões Internas de Biosegurança da Fiocruz. Manipulação de Produtos químicos.. 2003. (Seminário).

I Encontro das Comissões Internas de Bissegurança da Fiocruz. Manutenção e calibração de pipetas.. 2003. (Seminário).

II Semana de Integração Acadêmica da UNIRIO e VI Feira de Extensão.Monitoria da disciplina de Química Geral - Atividades Práticas de Laboratório. 2003. (Outra).

II Semana de Integração Acadêmica da UNIRIO e VI Feira de Extensão..Estudo de espécies químicas na água da chuva da cidade do Rio de Janeiro.. 2003. (Outra).

Curso de Sensibilização e Informação em Biossegurança. 2001. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Adriana María Frias De La Cruz

SPOSINA, R. S. T.; MURILLO, W.; VALENCIA, J. W. A.. Aplicación biotecnológica de holocelulasas producidas por basidiomicetos aislados de madera en descomposición para la bioconversion de residuos de palma de aceite y cacao. 2017. Dissertação (Mestrado em Biología) - Universidad Del Atlantico.

Aluno: Jorge Alexander Rojas Vargas

SPOSINA, R. S. T.. Impacto del tratamiento químico alcalino en el cisco del café para su uso como biorefuerzo. 2017. Dissertação (Mestrado em Maestría en Desarrollo Sostenible y Medio Ambiente) - Universidad de Manizales.

Aluno: Maria Fernanda dos Santos Mota

SPOSINA, R. S. T.Gottschalk, L. M. F.; RIBEIRO, B. D.. Avaliação de processos para extração de compostos bioativo de microalga comercial Chlorella sp.. 2017. Dissertação (Mestrado em ENGENHARIA de Processos Quimicos e Bioquimicos) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: [Nome removido após solicitação do usuário]

Ferrara, M. A.SPOSINA, R. S. T.; Oliveira, E. M. M.; SOUZA, M. C.. Avaliação das propriedades bioquímicas e fisíco-quimicas da enzima asparaginase produzida por Pichia pastoris recombinante. 2015. Dissertação (Mestrado em Gestão, pesquisa e desenvol. na ind. farmacêutica) - Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: Marcus Vinicius de Castro Lima

Ferrara, M. A.SPOSINA, R. S. T.; LOPEZ, R. E. S.; SOUZA, M. C.. Obtenção de antivenenos com elevada atividade específica pela Fundação Ezequiel Dias. 2015. Dissertação (Mestrado em Gestão, pesquisa e desenvol. na ind. farmacêutica) - Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: Raquel de Sousa Paredes

Bon, E. P. S.; PINHEIRO, A. S.;Ferreira-Leitão, V. S.SPOSINA, R. S. T.Freitas, S. P.. Produção de xilanase, b-glicosidase, b-xilosidase e b-arabinofuranosidase por Aspergillus awamori utilizando a fração hemicelulósica resultante do tratamento hidrotérmico do bagaço de cana-de-açúcar.. 2012. Dissertação (Mestrado em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Raul Alves de Oliveira

MELO, A. C. A.; ALVES, T. L. M.;Freitas, S. P.; Bom, C. D. A.;SPOSINA, R. S. T.Ferrara, M. A.. Recuperação de enzima no processo de hidrólise enzimática do bagaço de cana-de-açúcar. 2012. Dissertação (Mestrado em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Lorena Barbosa Varjão

Nascimento, R.P.SPOSINA, R. S. T.; Kamida, H.M.. Produção e caracterização de celulases produzidas por micro-organismos isolados em ambientes Baianos. 2011. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aluno: Patrícia Maia Pereira

Delgado, I.F.;Gottschalk, L. M. F.; Sette, L.D.;SPOSINA, R. S. T.. Avaliação do potencial de fungos na degradação do herbicida atrazina. 2011. Dissertação (Mestrado em Vigilância Sanitária) - Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: Adriana Karla Goulart

CALADO, V. M. A.; BARBOSA, A. P.; LIFSCHIZ, S.; LEITE, L. F.; SECCHI, A. R.;TEIXEIRA, R. S. S.. Banco de dados para comparação, a análise e a identificação de melhorias das tecnologias de pré-tratamento, hidrólise enzimática e conversão das biomassas lignocelulósicas. 2020. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Felipe Tadeu Fiorini Gomide

ALVES, T. L. M.;Bon, E. P. S.; SECCHI, A. R.; LARENTIS, A. L.;SPOSINA, R. S. T.. Modelagem da reação de hidrólise enzimática de substrato celulósico. 2019. Tese (Doutorado em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Felipe Moura Knopp

Bon, E. P. S.; PINHEIRO, A. S.; SIANI, A. C.; Almeida, R. V.;SPOSINA, R. S. T.. Produção de ácido perílico a partir de limoneno utilizando a levedura Yarrowia lipolytica: otimização e aplicação do processo para a bioconversão do óleo essencial de laranja. 2018. Tese (Doutorado em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Raquel de Sousa Paredes

Bon, E. P. S.; Oliveira, E. M. M.; OLIVEIRA, F. M. B.; MASUDA, C. A.;SPOSINA, R. S. T.. Melhoramento genético de levedura Saccharomyces cerevisiae visando a fermentação da fração hemicelulósica obtida pelo tratamento hidrotérmico do bagaço de cana-de-açúcar. 2016. Tese (Doutorado em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: LÍLIA CALHEIROS DE OLIVEIRA BARRETTO

SPOSINA, R. S. T.; MEDRONHO, R. A.; COUTO, M. A. P. G.;Freitas, S. P.; PEREIRA, C. A. M.; CARNELOSSI, M. A. G.. Microencapsulamento de compostos fenólicos extraídos de resíduo do processamento de caju.. 2015. Tese (Doutorado em ENGENHARIA de Processos Quimicos e Bioquimicos) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Rondinele de Oliveira Moutta

Bon, E. P. S.; SILVA, S. S.; Souto Maior, A.M.; Almeida, R. V.;SPOSINA, R. S. T.. Resposta comparativa do processamento de misturas de bagaço e palha de cana-de-açúcar via pré-tratamento ácido ou hidrotérmico seguido de hidrólise enzimática. 2014. Tese (Doutorado em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Franknairy Gomes Silva

Freire, D. M. G.; GUTARRA, M. L. E.;SPOSINA, R. S. T.. Produção de hidrogênio em reator contínuo termofílico a partir da fração hemicelulósica da hidrólise de resíduos lignocelulósicos. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Bernardo Alves Cinelli

Freire, D. M. G.; ALVES, T. L. M.;SPOSINA, R. S. T.; FERRAZ, H. C.. Produção de etanol acoplada a processos de separação por membranas. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Engenharia Química (PEQ) / COPPE/UFRJ) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: [Nome removido após solicitação do usuário]

Oliveira, E. M. M.;SPOSINA, R. S. T.; SOUZA, M. C.; Siani, A.C.; LOPEZ, R. E. S.. Avaliação das propriedades bioquímicas e físico-químicas da enzima asparaginase produzida por Pichia pastoris recombinante. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Gestão, pesquisa e desenvol. na ind. farmacêutica) - Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: Marcus Vinicus de Castro Lima

Ferrara, M. A.SPOSINA, R. S. T.; LOPEZ, R. E. S.; SOUZA, M. C.. Obtenção de antivenenos com elevada atividade específica pela Fundação Ezequiel Dias. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Gestão, pesquisa e desenvol. na ind. farmacêutica) - Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: Jonatha da Costa Borges

PINTO, T. Q. S.;SPOSINA, R. S. T.. Diabetes militu tipo I associado ao gene sirt1. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade do Grande Rio.

Aluno: Gabrielle Tomé Cordeiro

Neves, B. C.; SANTOS, E. O.;SPOSINA, R. S. T.. Expressão heteróloga e caracterização funcional da xilose isomerase de Burkholderia cenocepacia. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas: Biofísica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Sharon De Queiroz Silva

TEIXEIRA, R. S. S.. Microencapsulamento por spray dryer da B-glicosidase de Aspergillus awamori. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas: Biotecnologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Karina Meireles de Souza

BARBOSA, J. V.;SPOSINA, R. S. T.. Desenvolvimento de tecnologia para gestão de insumos laboratoriais e hospitalares. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade do Grande Rio.

Aluno: EDNA FERREIRA DE SOUZA

SPOSINA, R. S. T.; GUTARRA, M. L. E.. Aproveitamento de resíduo da produção de óleo de palma para a produção de xaropes de pentose e glicose. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas: Biotecnologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: EVANDRO DA SILVA NASCIMENTO, MARIANA SOUTO DA SILVA FERREIRA

SPOSINA, R. S. T.; CORDEIRO, N. M.. Atividade antitumoral do metabólito criptoficina advindo de cianobactérias. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade do Grande Rio.

Aluno: Paullo Victor Gomes da Silva

SPOSINA, R. S. T.; CORDEIRO, N. M.. Validação intralaboratorial do ácido trans,trans-mucônico urinário por extração em fase sólida e análise em HPLC-UV. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade do Grande Rio.

Aluno: Douglas Viller Vieira regis

CUNHA, M. M. L.;SPOSINA, R. S. T.; GUTARRA, M. L. E.. Estudo das condições de cultivo de cepa de fungo filamentoso do gênero Penicillium para produção de celulases por fermentação submersa. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas: Biotecnologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Ingrid Santos Miguez e Taísa Nogueira Morais

SPOSINA, R. S. T.; SERVULO, E. F. C.; ROCHA, V. A. L.. Pré-tratamento do bagaço de cana-deaçúcar com líquidos iônicos para produção de xaropes de glicose. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Bioprocessos) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Victória Pedrosa Souza da Silva

SPOSINA, R. S. T.; GUTARRA, M. L. E.; GODOY, M.. Seleção de fungos filamentos e produção de - mananases por fermentação em estado sólido com a biomassa residual do açaí (Euterpe oleracea). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas: Biotecnologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Barbara de Oliveira Gomes e Suellen Martins dos Santos Ramos

SPOSINA, R. S. T.; CORDEIRO, N. M.; LIMA, W. P.. Atuação do Biomédico Microbiologista no diagnóstico, prevenção e controle das infecções hospitalares causadas por microrganismos MDR. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade do Grande Rio.

Aluno: Rafaella E

SPOSINA, R. S. T.; SANTOS, D. C.; SILVA, P. V. C.. F. Castro, Tania I. A. Silva Thaiane A. F. Lima.Importância da análise do perfil lipídico no tratamento de ultrassom focado de alta potência e eletrolipólise. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade do Grande Rio.

Aluno: Michel Quintal Nunes

SPOSINA, R. S. T.FERREIRA-LEITÃO, VIRIDIANA S.; AMARAL, P. F. F.. Hidrólise de biomassa vegetal para produção de lipases por Yarrowia lipolytica. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Bárbara Cristina Cardozo

SPOSINA, R. S. T.; GUTARRA, M. L. E.; GODOY, M.. Estudo das condições de cultivo para produção de celulases por fermentação em estado sólido. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas: Biotecnologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Mônica Pires Gravina de Oliveira

Coelho, R. R. R.;SPOSINA, R. S. T.. Utilização de co-cultivo para produção de xilanases visando aplicação na geração de bioetanol. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas: Microbiologia e Imunologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Mônica Pires Gravina de Oliveira

SPOSINA, R. S. T.; Coelho, R. R. R.. Utilização de co-cultivo para produção de xilanases visando aplicação na geração de bioetanol. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas: Microbiologia e Imunologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

SPOSINA, R. S. T.; CONTE JUNIOR, C. A.; ALMEIDA, E. L.. Processo seletivo para indicação de dissertação e tese do Programa de Pós-graduação em Ciências de Alimentos ao prêmio medalha Octavio Augusto Ceva Antunes - edição 2019. 2019. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

TEIXEIRA, R. S. S.. 41° Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica e 10° Semana de Integração Acadêmica. 2019. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

TEIXEIRA, R. S. S.. XXIII BioSemana UFRJ. 2019. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

TEIXEIRA, R. S. S.; FREITAS, R. H. C. N.; SILVA, C. R. S.; AMADO, R. S.. 40° Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica e 9° Semana de Integração Acadêmica. 2018. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Maria Antonieta Ferrara

Ferreira Filho, E.X.;Perales, JonasFerreira-Leitão, ViridianaFerrara, Maria Antonieta. Produção, purificação e caracterização química e bioquímica de xilanase de Aspergillus awamori. 2010. Tese (Doutorado em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Rodrigo Volcan Almeida

Ferreira Filho, E.X.; Freitas, S.P.; LEITAO, V. S. F.;ALMEIDA, R. V.. PRODUÇÃO, PURIFICAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA E BIOQUÍMICA DE XILANASES DE ASPERGILLUS AWAMORI. 2010. Tese (Doutorado em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Viridiana santana Ferreira Leitão

BON, E. P. S.; Ferreira Filho, E. X.;Ferreira-Leitao V; Freitas, S.; Almeida, R. V. Produção, Purificação e Caracterização Química e Bioquímica de Xilanases de Aspergillus awamori. 2010. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Bioquímica) - Instituto de Química - UFRJ.

Edwin Gonzalo Azero Rojas

Azero, Edwin Gonzalo Rojas; GUARINO, Alcides Wagner Serpa; OLIVEIRA, Vinícius de. Estudo de parâmetros físicos e químicos na água da chuva da cidade do Rio de Janeiro.. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Daniel Oluwagbotemi Fasheun

Produção biológica de hidrogênio a partir do hidrolisado da cana-de-açúcar e avaliação sequencial da produção de metano ou eletricidade; ; Início: 2019; Tese (Doutorado em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Coorientador);

Michelle Ramos Cavalcante Fortunato

Caracterização de estruturas lignocelulósicas de bagaço de cana-de-açúcar pré-tratado por RMN de Sólidos de 13C; Início: 2020; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; (Orientador);

Bernardo Fonseca Matias

Prospecção e produção de proteases de fungos filamentosos; Início: 2020; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; (Orientador);

Francinaldo Silva Tomaz

Produção, purificação e caracterização de mananases de Aspergillus niger; Início: 2020; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; (Orientador);

Marcelle Silveira Alencar

Pré-tratamento contínuo de biomassa de Agave tequilana utilizando uma extrusora dupla-rosca; Início: 2020; Iniciação científica (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Stephano Soares Rempel

Produção, purificação e caracterização de endoglucanases de Aspergillus awamori; Início: 2020; Iniciação científica (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; (Orientador);

Felipe Gonçalves Belo de Lima

Análise do secretoma do fungo Aspergillus awamori: bioprospecção por enzimas acessórias à hidrólise de biomassas lignocelulósicas; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; (Orientador);

Luis Carlos Rodriguez Pacheco

Aplicación biotecnológica de enzimas de basidiomicetos para la bioconversión de residuos de palma de aceite y cacao; 2015; Dissertação (Mestrado em Biologia) - Universidade del Atlantico,; Coorientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Otto cruz nunes

Prospecção de fungos do gênero Aspergillus produtores de mananases; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade do Grande Rio; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Nathany P

Filgueiras, Alessandra B; Barros, Tereza Fonseca; A influência da obesidade na deficiência de vitamina D; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade do Grande Rio; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Karina Paola Santana Medina

Caracterización de la actividad hidrolítica de Aspergillus niger Tiegh proveniente de una zona rehabilitada en la mina El Cerrejón, La Guajira Colombia; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biologia) - Universidad Del Atlantico; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Rafaella E

F; Castro, Tania I; A; Silva e Thaiane A; F; Lima; Importância da análise do perfil lipídico no tratamento de ultrassom focado de alta potência e eletrolipólise; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade do Grande Rio; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Dandara Leal Ribeiro Bastos

Pré-tratamento e hidrólise enzimática do resíduo da produção de polpa de açaí; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas: Biotecnologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Miguel Sartori Panaro

Pré-tratamento da biomassa de cana-de-açúcar com moinho de bolas em meio seco e meio úmido; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Maristela Duarte Fujimoto

Pré-tratamento de bagaço de cana-de-açúcar por extrusão de dupla-rosca; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Química Industrial) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Vanusa Rocha Mascarenhas do Carmo

Prospecção de fungos do gênero Aspergillus produtores de mananases; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade do Grande Rio; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Paula Aguiar de Oliveira

Purificação de enzimas celulolíticas produzidas por Aspergillus awamori; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Caroline Dib Da Silva

Produção, purificação e caracterização de enzimas Beta-glicosidase secretada pelo fungo Aspergillus awamori; ; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Liza Fernandes Moutinho

Otimização do meio de cultivo para a produção de -glicosidase pelo fungo Aspergillus awamori; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia de Bioprocessos) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Caroline Dib Da Silva

Caracterização de enzimas hidrolíticas de Trichoderma reesei RUTC30 e Aspergillus awamori; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Pedro Henrique Reis de Souza Jatahy

Estudo da hidrólise enzimática do bagaço e palha de cana-de-açúcar; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Julián Osvaldo Sánchez Lara

Enzymatic hydrolysis of ball milled pretreated Agave tequeliana bagasse at high solid loading; 2019; Orientação de outra natureza - Universidad Nacional Autónoma de Mexico; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Tiago Guedes de Oliveira

Biologia do Triatoma brasiliensis Neiva 1911, proveniente de Jaguaruana, Ceará/Brasil, na primeira geração (F1) de laboratório; Observações sobre a influência de diferentes fontes alimentares na quantidade de sangue ingerido, nas ecdises, fecundidade e mortalidade; ; 2002; 0 f; Orientação de outra natureza - Fundação Oswaldo Cruz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ricardo Sposina Sobral Teixeira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Elba Pinto da Silva Bon

Produção, purificação e caracterização química e bioquímica de xilanases de Aspergillus awamori; 2010; Tese (Doutorado em Bioquímica) - Instituto de Química da UFRJ, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Elba Pinto da Silva Bon;

Elba Pinto da Silva Bon

Purificação E caracterização de xilanases e cellulases; 2010; Instituto de Química da UFRJ, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Elba Pinto da Silva Bon;

Viridiana santana Ferreira Leitão

Obtenção de enzimas de interesse industrial a partir de resíduos agroindustriais; 2007; Orientação de outra natureza - Instituto Nacional de Tecnologia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Viridiana Santana Ferreira Leitao;

Edivaldo Ximenes Ferreira Filho

Caracterização de beta-glucosidase de Aspergillus awamori; 2007; Tese (Doutorado em Bioquímica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Edivaldo Ximenes Ferreira Filho;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • DA SILVA, AYLA SANT?ANA ; ESPINHEIRA, ROBERTA PEREIRA ; Teixeira, Ricardo Sposina Sobral ; de Souza, Marcella Fernandes ; FERREIRA-LEITÃO, VIRIDIANA ; BON, ELBA P. S. . Constraints and advances in high-solids enzymatic hydrolysis of lignocellulosic biomass: a critical review. Biotechnology for Biofuels , v. 13, p. 58, 2020.

  • DE LIMA, ANNA CRISTINA PINHEIRO ; BASTOS, DANDARA LEAL RIBEIRO ; CAMARENA, MARIELLA ALZAMORA ; BON, ELBA PINTO SILVA ; CAMMAROTA, MAGALI CHRISTE ; Teixeira, Ricardo Sposina Sobral ; GUTARRA, MELISSA LIMOEIRO ESTRADA . Physicochemical characterization of residual biomass (seed and fiber) from açaí (Euterpe oleracea) processing and assessment of the potential for energy production and bioproducts. BIOMASS CONVERSION AND BIOREFINERY , v. 1, p. 11, 2019.

  • KUSTER MORO, MARIANA ; Sposina Sobral Teixeira, Ricardo ; SANT?ANA DA SILVA, AYLA ; DUARTE FUJIMOTO, MARISTELA ; ALBUQUERQUE MELO, PRÍAMO ; RESENDE SECCHI, ARGIMIRO ; PINTO DA SILVA BON, ELBA . Continuous pretreatment of sugarcane biomass using a twin-screw extruder. Industrial Crops and Products (Print) , v. 97, p. 509-517, 2017.

  • DA SILVA, AYLA SANT?ANA ; MOLINA, JAVIER FREDDY ; Teixeira, Ricardo Sposina Sobral ; VALDIVIESO GELVES, LUIS G. ; BON, ELBA P. S. ; FERREIRA-LEITÃO, VIRIDIANA S. . Synthesis of disaccharides using -glucosidases from Aspergillus niger, A. awamori and Prunus dulcis. BIOTECHNOLOGY LETTERS , v. 1, p. 1, 2017.

  • FACCHINETTI DE CASTRO GIRÃO, LUCIANA ; GONÇALVES DA ROCHA, SURZA LUCIA ; SOBRAL, RICARDO SPOSINA ; DINIS ANO BOM, ANA PAULA ; FRANCO SAMPAIO, ANDRÉ LUIZ ; GODINHO DA SILVA, JOSÉ ; FERRARA, MARIA ANTONIETA ; PINTO DA SILVA BON, ELBA ; PERALES, JONAS . Saccharomyces cerevisiae asparaginase II, a potential antileukemic drug: Purification and characterization of the enzyme expressed in Pichia pastoris. Protein Expression and Purification (Print) , v. 120, p. 118-125, 2016.

  • RODRIGUES, M. A. ; TEIXEIRA, R. S. S. ; FERREIRA-LEITÃO, VIRIDIANA S ; Bon, E. P. S. . Untreated Chlorella homosphaera biomass allows for high rates of cell wall glucan enzymatic hydrolysis when using exoglucanase-free cellulases. Biotechnology for Biofuels , v. 8, p. 25, 2015.

  • Teixeira, Ricardo Sposina Sobral ; SILVA, AYLA SANT?ANA DA ; JANG, JAE-HYUK ; KIM, HAN-WOO ; ISHIKAWA, KAZUHIKO ; ENDO, TAKASHI ; LEE, SEUNG-HWAN ; BON, ELBA P.S. . Combining biomass wet disk milling and endoglucanase/-glucosidase hydrolysis for the production of cellulose nanocrystals. Carbohydrate Polymers , v. 128, p. 75-81, 2015.

  • TEIXEIRA, RICARDO SS ; SILVA, AYLA S ; MOUTTA, RONDINELE O ; FERREIRA-LEITÃO, VIRIDIANA S ; BARROS, RODRIGO RO ; FERRARA, MARIA ; BON, ELBA PS . Biomass pretreatment: a critical choice for biomass utilization via biotechnological routes. BMC Proceedings , v. 8, p. O34, 2014.

  • Gottschalk, L. M. F. ; Paredes, R. S. ; TEIXEIRA, R. S. S. ; Silva, A. S. ; Bon, E. P. S. . Efficient production of lignocellulolytic enzymes xylanase, -xylosidase, ferulic acid esterase and -glucosidase by the mutant strain Aspergillus awamori 2B.361 U2/1. Brazilian Journal of Microbiology (Impresso) , v. 44, p. 569-576, 2013.

  • DA SILVA, AYLA SANT'ANA ; Teixeira, Ricardo Sposina Sobral ; ENDO, TAKASHI ; BON, ELBA PINTO DA SILVA ; LEE, SEUNG-HWAN . Continuous pretreatment of sugarcane bagasse at high loading in an ionic liquid using a twin-screw extruder. Green Chemistry (Print) , v. 15, p. 1991-2001, 2013.

  • Pereira, P. M. ; TEIXEIRA, R. S. S. ; OLIVEIRA, M. A. L. ; Silva, M. ; Ferreira-Leitão, V. S. . Optimized Atrazine Degradation by Pleurotus ostreatus INCQS 40310: an Alternative for Impact Reduction of Herbicides Used in Sugarcane Crops. Journal of Microbial & Biochemical Technology , v. 01, p. 1-8, 2013.

  • TEIXEIRA, R. S. S. ; Silva, A. S. ; KIM, H. ; ISHIKAWA, K. ; ENDO, TAKASHI ; LEE, SEUNG-HWAN ; BON, ELBA PINTO DA SILVA . Use of cellobiohydrolase-free cellulase blends for the hydrolysis of microcrystalline cellulose and sugarcane bagasse pretreated by either ball milling or ionic liquid [Emim][Ac]. Bioresource Technology , v. 149, p. 551-555, 2013.

  • Teixeira, Ricardo Sposina Sobral ; SILVA, AYLA SANTANA DA ; FERREIRA-LEITÃO, VIRIDIANA S. ; BON, ELBA PINTO DA SILVA . Amino acids interference on the quantification of reducing sugars by the 3,5-dinitrosalicylic acid assay mislead carbohydrase activity measurements. Carbohydrate Research (Chicago, Ill.. Print) , v. 363, p. 33-37, 2012.

  • Pereira, L. T. C. ; Pereira, L. T. C. ; Sposina Sobral Teixeira, Ricardo ; Bon, E. P. S. ; Pereira Freitas, Suely . Sugarcane bagasse enzymatic hydrolysis: rheological data as criteria for impeller selection. Journal of Industrial Microbiology & Biotechnology , v. 38, p. 901-907, 2011.

  • Siqueira, F. G. ; Siqueira, A. G. ; Siqueira, E. G. ; Carvalho, M. A. ; Peretti, B. M. P. ; Jaramillo, M. D. J. ; TEIXEIRA, R. S. S. ; Dias, E. S. ; Félix, C. R. ; Ferreira Filho, E. X. . Evaluation of holocellulase production by plant-degrading fungi grown on agro-industrial residues. Biodegradation (Dordrecht) , v. 21, p. 815-824, 2010.

  • Teixeira, Ricardo Sposina Sobral ; Siqueira, F. G. ; Souza, Marcelo Valle de ; Ferreira Filho, E. X. ; Bon, E. P. S. . Purification and characterization studies of a thermostable ?-xylanase from Aspergillus awamori. Journal of Industrial Microbiology & Biotechnology , v. 37, p. 1041-1051, 2010.

  • Oliveira, T. G. ; Carvalho-Costa, F. A. ; Gomes, T. F. ; Sarquis, Otília ; Sposina, Ricardo ; Lima, M. M. . Developmental and reproductive patterns of Triatoma brasiliensis infected with Trypanosoma cruzi under laboratory conditions. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso) , v. 105, p. 1057-1060, 2010.

  • Teixeira, Ricardo Sposina S. ; Pereira, Patrícia Maia ; Ferreira-Leitão, V. S. . Extraction and Application of Laccases from Shimeji Mushrooms (Pleurotus ostreatus) Residues in Decolourisation of Reactive Dyes and a Comparative Study Using Commercial Laccase from Aspergillus oryzae. ENZYME RESEARCH (ONLINE) , v. 2010, p. 1-8, 2010.

  • Sarquis, Otília ; Sposina, Ricardo ; Oliveira, T. G. ; Mac Cord, J. R. ; Cabello, P. H. ; Borges-Pereira, J. ; Lima, M. M. . Aspects of peridomiciliary ecotopes in rural areas of Northeastern Brazil associated to triatomine (Hemiptera, Reduviidae) infestation, vectors of Chagas disease. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso) , Rio de Janeiro, v. 101, n.2, p. 143-147, 2006.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

Bon, E. P. S. ; Gottschalk, L. M. F. ; Ferrara, M. A. ; Eleutherio, E. C. A. ; Pereira, M. D. ; Ferreira Filho, E. X. ; Silva, A. S. ; TEIXEIRA, R. S. S. ; Moreira, L. R. S. ; Webb, C. . ENZYME COMPOSITION FROM TRICHODERMA REESEI ANDASPERGILLUS AWAMORI. 2009.

TEIXEIRA, R. S. S. ; SALUM, T. F. C. ; GESTINARE, L. M. S. ; JESUS, P. B. . Produção de etanol de segunda geração via hidrólise enzimática da biomassa da cana-de-açúcar. 2012. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

TEIXEIRA, R. S. S. ; VALENCIA, J. W. A. . Tecnologías para el Aprovechamiento de Biomasa. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2020 - Atual

    Da prospecção à formulação de enzimas fúngicas hidrolíticas envolvidas no processamento de biomassas vegetais, Descrição: A biomassa proveniente de florestas, culturas energéticas ou agricultura tem potencial para ser transformada em produtos de base biológica comercializáveis e, assim, substituir gradualmente as fontes fósseis. A avaliação de diferentes tipos de biomassa é de grande importância, pois a tecnologia de processamento deve ser adaptada à composição estrutural específica e aos produtos-alvo. Normalmente, é necessário um primeiro passo de pré-tratamento para tornar seus compostos mais acessíveis para os próximos estágios, que podem envolver enzimas e microrganismos. Embora essas etapas tenham sido exaustivamente estudadas, ainda existem barreiras e limites à conversão de biomassa em larga escala para produzir combustíveis, produtos químicos e energia. Cada biomassa requer o processamento por diferentes tipos de pré-tratamento e requer o uso de diferentes enzimas agindo sinergicamente para hidrolisar sua fração de polissacarídeos em produtos como monossacarídeos, oligossacarídeos e nanocristais de celulose, que podem ser usados como plataforma para outros produtos. Um dos principais desafios desse processo está relacionado a produção de altos níveis das enzimas-alvo a baixo custo e ao desenvolvimento de misturas enzimáticas mais eficientes na hidrólise de biomassas em condições de alta carga de sólidos. Assim, o desenvolvimento da tecnologia enzimática, desde a etapa de prospecção à formulação enzimática, é necessário para garantir a implementação e viabilidade econômica do processo de conversão de biomassa. Adicionalmente, seria estratégico investir neste conhecimento, pois não existem empresas brasileiras produtoras de enzimas hidrolíticas. O proponente, que ingressou recentemente como professor no Laboratório de Bioetanol da UFRJ, possui experiência no processamento de biomassa através de processos físicos ou hidrotérmicos, seguidos de sua hidrólise enzimática, com enzimas fúngicas prospectadas, produzidas, caracterizadas e formuladas em laboratório.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Coordenador., Financiador(es): FAPERJ - Auxílio financeiro.

  • 2019 - Atual

    Análise do secretoma do fungo Aspergillus awamori: bioprospecção por enzimas acessórias à hidrólise de biomassas lignocelulósicas, Descrição: Aspergillus awamori é um fungo filamentoso de reconhecida importância no processo de hidrólise da biomassa da cana-de-açúcar, vital para a produção de bioetanol, uma vez que secreta enzimas celulolíticas, hemicelulolíticas e acessórias. Uma mistura enzimática formulada com enzimas produzidas por fungos dos gêneros Trichoderma e Aspergillus vem sendo empregada com sucesso, no Laboratório Bioetanol (LB) da Universidade Federal do Rio de Janeiro, para a hidrólise enzimática de biomassas lignocelulósicas. No entanto, o conhecimento da composição do secretoma e a identificação de enzimas acessórias provenientes do A. awamori, além da compreensão do sinergismo complexo entre os vários tipos de enzimas, ainda é limitado. O objetivo deste estudo é entender melhor a composição do secretoma de A. awamori, com foco nas enzimas acessórias a hidrólise de biomassa, como esterases e enzimas oxidativas, para estabelecer uma relação entre o secretoma e sua eficiência hidrolítica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Coordenador / Fabio Cesar S. Nogueira - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2017 - Atual

    Avaliação do processo de liquefação da biomassa lignocelulósica na hidrólise enzimática com alto conteúdo de sólidos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Ayla Sant Ana da Silva em 03/07/2017., Descrição: Atualmente, o processamento da biomassa via hidrólise enzimática é um método amplamente aceito pela academia e pela indústria para despolimerização da biomassa lignocelulósica em açúcares, fato que vem sendo confirmado pela implantação da rota de hidrólise enzimática em diversas plantas comerciais de produção de etanol celulósico no mundo. No entanto, apesar de a tecnologia já estar sendo experimentada em escala comercial, existem inúmeros desafios que ainda precisam ser avaliados. Um importante desafio está relacionado com o baixo entendimento sobre os fenômenos que ocorrem na hidrólise enzimática com alto conteúdo de sólidos, já que até recentemente grande parte dos estudos avaliou a hidrólise em condições com baixos conteúdos de sólidos, menores que 10%. No entanto, a hidrólise com baixos teores de sólidos é inviável do ponto de vista industrial, porque resulta em produtos diluídos e em maior gasto com capital, se tornando necessário conduzir processos com alto conteúdo de sólidos, preferencialmente superior a 20%. Nas condições com alto conteúdo de sólidos, no entanto, ocorre a diminuição dos rendimentos de conversão da celulose em glicose, devido à alta viscosidade dos materiais fibrosos, que dificulta o desempenho das enzimas. Por isso, preparações enzimáticas que contenham enzimas eficientes para promover a hidrólise parcial nas primeiras horas do processo de hidrólise, chamada de etapa de liquefação, podem melhorar significativamente a transferência de massa em condições com alto conteúdo de sólidos através da rápida fluidificação da mistura. Estabelecer o impacto de cada aspecto na etapa de liquefação é essencial, já que em escalas industriais a rápida fluidificação da biomassa pode se traduzir em uma grande economia de energia. Nesse contexto, a presente proposta tem o objetivo de explorar aspectos inerentes à etapa de liquefação da biomassa lignocelulósica através do estudo do comportamento reológico dos hidrolisados de biomassa submetidos a hidrólise com preparados enzimáticos comerciais e formulados em laboratório, além de avaliar quais enzimas desempenham um papel essencial nessa etapa, correlacionando o efeito observado com a caracterização bioquímica de enzimas selecionadas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Coordenador / Marcella Fernandes de Souza - Integrante.

  • 2016 - Atual

    Processamento de biomassas amazônicas para a produção de açúcares por hidrólise enzimática, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Ayla Sant Ana da Silva em 31/01/2018., Descrição: O presente projeto tem como objetivo explorar o aproveitamento de resíduos provenientes da exploração de frutos amazônicos, com enfoque no estudo do processamento de sementes de açaí e na avaliação preliminar de outros resíduos amazônicos potenciais, como a semente de bacuri e a casca de cacau, através da avaliação do seu processamento individualizado ou de misturas dos mesmos por técnicas de pré-tratamento tradicionais e de vanguarda e sua hidrólise enzimática a açúcares simples. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Coordenador / Maria Antonieta Peixoto Gimenes Couto - Integrante.

  • 2011 - 2014

    Utilização de planejamento estatístico na otimização do processo de degradação do herbicida atrazina por Pleurotus ostreatus (E-26/111.306/2011), Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Viridiana Santana Ferreira Leitao em 29/01/2013., Descrição: A atrazina é um dos herbicidas mais utilizados na cultura da cana-de-açúcar, milho e soja. Sua estrutura química é constituída por um anel triazínico substituído com cloro, etilamina e isopropilamina, oferecendo certa recalcitrância a degradação biológica no ambiente. A crescente demanda mundial por etanol faz com que ocorra um aumento significativo no uso de herbicidas e outros insumos usados na cultura da cana. Estima-se que as vendas de agroquímicos para cana devem dobrar no país nos próximos anos, alcançando US$ 1 bilhão. Diante o exposto, fica evidente a necessidade de desenvolver tecnologias mais limpas capazes de serem aplicadas na remediação de solos e águas contaminadas. O presente projeto tem como objetivo a otimização da degradação do herbicida atrazina pelo fungo Pleurotus ostreatus. Neste contexto, será realizado um planejamento experimental a fim de maximizar os percentuais de degradação e definir as melhores condições para a atuação deste fungo. Essa importante ferramenta estatística já foi utilizada em estudos anteriores realizados pelo nosso grupo, possibilitando o aumento dos níveis de degradação da atrazina em 1,7 vezes e proporcionado uma diversificação nos produtos formados. Desta forma, com pequenos ajustes no meio de cultivo foi possível passar de 39 para 65% de degradação de atrazina (10 mg/L) . A continuidade deste estudo tem como proposta a utilização de planejamento estatístico para a otimização de alguns parâmetros do meio de cultivo que podem resultar no aumento significativo dos percentuais degradação deste herbicida e também dos derivados observados na primeira fase do estudo. Os produtos de degradação obtidos nas diferentes condições estudadas serão monitorados por cromatografia líquida de alta eficiência. De forma complementar, serão realizados também estudos de otimização do meio de cultivo para produção de enzimas extracelulares responsáveis pela degradação de herbicidas e outros compostos ambientalmente recalcitrantes. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Coordenador / Patrícia Maia Pereira - Integrante / Manuela da Silva - Integrante / Maria Cristina Silva - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 3

  • 2010 - 2013

    Research on sustainable biofuel production from lignocellulosic biomass resources, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Elba Pinto da Silva Bon em 04/02/2013., Descrição: Este é um projeto de colaboração entre a UFRJ e o centro de pesquisa japonês Biomass Technology Research Center (BTRC) do National Institute of Advanced Industrial Science and Technology (AIST). O projeto recebe financiamento da Japan International Cooperation Agency (JICA), para o lado brasileiro, e do Japan Science Foundation (JST), para o grupo japonês. O projeto tem como objetivo estudar as etapas em desenvolvimento do processo de produção de etanol de biomassa, especialmente dos diferentes pré-tratamentos da biomassa que não agridam o meio ambiente, e a pesquisa para o desenvolvimento sustentável de biocombustíveis, com emissão zero de carbono, através da hidrólise e fermentação do resíduo de biomassa e análise e avaliação do ciclo de vida dos processos de produção de biocombustíveis sob o ponto de vista da eficiência energética e impacto ambiental.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (1) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante / Takashi Endo - Integrante / Seung-Hwan Lee - Integrante / Kinya Sakanishi - Integrante / Shinichi Yano - Integrante / Akinori Matsushika - Integrante., Número de produções C, T & A: 10

  • 2009 - Atual

    BIOETANOL 2 - Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Elba Pinto da Silva Bon em 21/09/2016., Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Maria Antonieta Ferrara - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante.

  • 2007 - 2012

    Produção de Etanol de 2ª Geração a Partir da Biomassa da Cana-de-açúcar em Escala Piloto: Pré-tratamento, Produção de Enzimas, Hidrólise Enzimática e Fermentação Alcoólica. Projeto CNPq 552338/2007-9, Descrição: Aumento de escala do processo de produção de etanol de biomassa da cana-de-açúcar, envolvendo as etapas de produção de enzimas, pré-tratamento da biomassa, hidrólise enzimática e fermentação alcoólica, do estágio atual de desenvolvimento em escala de bancada (1litro) para escala piloto (100 litros). Este projeto esta sendo desenvolvido em colaboração com a empresa Dedini S/A Indústria de Base (www.dedini.com.br/en/organization.htm). , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Maria Antonieta Ferrara - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Felipe Moura Knopp - Integrante / Artur Boechat Andrade - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / André Luiz Moraes de Castro - Integrante / Gabriel Ribeiro Delgado - Integrante / Bibiano Winter Afonso - Integrante / Rafael Bessa da Costa - Integrante / Leticia Protector - Integrante / Hugo Silva Reis - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Frederico Augusto Vieira de Castro - Integrante / Leonardo Vilela - Integrante / Jonas Nolasco Junior - Integrante / João Rafael Perroni Ciambelli - Integrante / Ademilson Aparecido de Oliveira - Integrante / Celina Kiyomi Yamakawa - Integrante / Helio Gabardo Filho - Integrante / Guilherme Marengo Ferreira - Integrante / Paulo Eduardo Mantelatto - Integrante / Andrew Macrae - Integrante / Leonardo Tupi Caldas Pereira - Integrante / Lucas Tupi Caldas Pereira - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 3

  • 2006 - 2010

    Projeto Bioetanol - Produção de etanol por hidrólise enzimática da biomassa da cana de açúcar - Convênio FINEP no. 01-06-004700, Descrição: Este projeto visa o desenvolvimento de tecnologia para a produção de etanol de biomassa da cana-de-açúcar (bagaço e palha), utilizando hidrólise enzimática da biomassa pré-tratada. Esta tecnologia resultará na intensificação da produção de álcool por hectare, em contraste com a simples expansão da lavoura de cana, o que permitirá o aumento de produção nas regiões mais competitivas, reduzindo riscos econômicos e ambientais, além de minimizar a necessidade de investimentos importantes em infra-estrutura e em logística. O desenvolvimento da produção de etanol do bagaço da cana de açúcar, via hidrólise enzimática, na forma aqui proposta, é especialmente favorecido no Brasil, que já detém a tecnologia de produção do etanol mais barato do mundo. A produção de bioetanol não será independente do processo tradicional, e sim complementar ao mesmo. O hidrolisado do bagaço (excedente de 4.7 x 106 ton de bagaço seco / ano), será misturado ao caldo da cana ou ao melaço, inserindo-se ao processo tradicional nas etapas subseqüentes de fermentação e destilação do etanol. A implementação desta tecnologia poderá aumentar, em até 12% a produção de etanol (1.7 x 106 m3 ethanol / ano) considerando apenas a utilização dos atuais 10% excedentes do bagaço. Existe previsão do aumento na disponibilidade de bagaço com a otimização energética das usinas e a proibição da queima da palha disponibilizará grandes quantidades desta biomassa a ser processada da forma proposta neste projeto; neste contexto existe grande demanda atual e por esta tecnologia. É fundamental a disponibilidade de enzimas de baixo custo, eficientes e desenvolvidas para as matérias-prima-alvo, a biomassa da cana. Apesar de existirem no mercado celulases e xilanases industriais e com alta atividade, os biocatalizadores são importados e de alto custo. A sua utilização significaria dependência tecnológica em uma etapa fundamental do processo, justificando o desenvolvimento da produção destas enzimas neste projeto.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Mallú Lobão - Integrante / Maria Antonieta Ferrara - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Rodrigo Fonseca de Souza - Integrante / Felipe Moura Knopp - Integrante / Artur Boechat Andrade - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Leonardo Tupi Caldas Pereira - Integrante / Lucas Tupi Caldas Pereira - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 7

  • 2005 - 2007

    Obtenção de enzimas a partir de resíduos agro-indústriais, Descrição: A aplicação ambiental de enzimas é uma tecnologia em desenvolvimento bastante promissora, entretanto o alto custo destes biocatalisadores tem impedido a sua ampla aplicação. Neste contexto, temos estudado a obtenção de oxidases a partir do resíduo ligninocelulósico da produção de cogumelo shimeji, fornecido pela Toyobo do Brasil... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Coordenador / Úrsula de Souza Rodrigues da Silva - Integrante / Minoru Takahashi - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Toyobo do Brasil Ltda - Cooperação / Universidade Federal do Rio de Janeiro - Cooperação., Número de produções C, T & A: 4

  • 2004 - 2007

    Degradação Enzimática de Corantes da Indústria Têxtil, Descrição: O presente projeto visa a aplicação de enzimas oxidativas, lacases e peroxidases, no descoramento/degradação de corantes utilizados na indústria têxtil... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Coordenador / Michelle Reis da Silva - Integrante / Patrícia Maia Pereira - Integrante., Financiador(es): Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Cooperação., Número de produções C, T & A: 3

  • 2001 - 2005

    Levantamento de triatomíneos e da infecção por Trypanosoma cruzi, em localidades da zona rural de Jaguaruana, Estado do Ceará, e prevalência da infecção chagásica entre moradores e animais domésticos e silvestres da região: Estudos epidemiológicos, Descrição: Este trabalho é parte de um projeto de pesquisa desenvolvido na zona rural da cidade de Jaguaruana/Ceará, cujas casas ainda apresentam considerável grau de infestação. Tem como objetivo investigar a infestação de triatomíneos nas unidades domiciliares (UDs) e em carnaubeiras situadas a mais de 200 m das casas, de localidades situadas próximas à sede, para avaliar, sob o ponto de vista demográfico, epidemiológico e etiológico, a ocorrência de possíveis casos de doença de Chagas na região.. , Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Marli Maria Lima - Coordenador / Otília Sarquis - Integrante / Taís Ferreira Gomes - Integrante / Érica Paulino Tex - Integrante / Fernanda Correa Azevedo - Integrante / Carolina Fausto de Souza Coutinho - Integrante / Tiago Guedes de Oliveira - Integrante / José Roberto Mac Cord - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11 / Número de orientações: 1

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2010 - Atual

    PROETHANOL 2G - INTEGRATION OF BIOLOGY AND ENGINEERING INTO AN ECONOMICAL AND ENERGY-EFFICIENT 2G BIOETHANOL, Descrição: Projeto em parceria com a União Européia (FP7). O consórcio Brasileiro é coordenado pela UFRJ com o financiamento do CNPq e da FAPERJ. Tendo na sua composição 6 universidades (UFRJ, UFSC, UFPE, UFMG, FURB e UFRB), 1 instituto de pesquisa (INT-MCT) e 2 empresas (BIOMM e KL-Energy). Estão envolvidos pesquisadores de seis estados brasileiros de 3 diferentes regiões (Sul, Sudeste e Nordeste). O consórcio europeu é coordenado pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia de Portugal (LNEG) e conta com a participação de dez instituições, distribuídas em seis países: Bélgica (Universidade de Gent), Dinamarca (Universidade Técnica da Dinamarca, INBICON A/S, Holm Christensen BioSystemer), Alemanha (Instituto Fraunhofer), Espanha (CIEMAT), Suécia (Universidade de Lund) e Suíça (Green Value e Universidade de Lausanne). O projeto abrange o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a produção de bioetanol de segunda geração, a partir de palha de trigo (equipe européia) e palha e bagaço de cana-de-açúcar (equipe brasileira). As atividades de pesquisa e desenvolvimento estão concentradas nas seguintes áreas: pré-tratamento do material lignocelulósico, tecnologias de conversão para obtenção de bioetanol de segunda geração (2G), tecnologias de conversão (usando materiais derivados do bioprocesso) para a geração de electricidade e outros produtos de valor agregado, integração do processo e avaliação da sustentabilidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Luciano Villela - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Rodrigo Pires do Nascimento - Integrante / Ana Maria Souto Maior - Integrante / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas BIOETANOL 2 (Ref. FINEP 1421-08), Descrição: Desenvolvimento da tecnologia de produção de enzimas celulolíticas e acessórias visando o seu uso para a produção de etanol de biomassa. Estes estudos serão realizados de forma integrada ao estudo das etapas envolvidas na produção de etanol de biomassa (pré-tratamento da biomassa, sua hidrólise enzimática e fermentação alcoólica dos xaropes de biomassa), considerando a sua interdependência. Os experimentos serão realizados em escala pré-piloto.Os laboratórios envolvidos são: Laboratório de Tecnologia Enzimática do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Profª Elba P.S. Bon; Laboratório de Investigação de Fatores de Estresse (LIFE) do Instituto de Química/ UFRJ, coordenado pela Profª Elis Cristina Araújo Eleuthério; Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Bianca Neves; Laboratório de Química de Proteinas do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pelo Professor Gilberto Domont; Laboratório de Biotecnologia de Actinomicetos do Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes /UFRJ, coordenado pela Professora Rosalie Reed Coelho; Laboratório de Processos Enzimáticos do Departamento de Engenharia Química da Escola de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Suely Pereira Freitas; Instituto Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ, coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa; Laboratório de Catálise do INT, com a participação da doutora Viridiana Santana Ferreira-Leitão; Laboratório de Biologia Molecular e Biotecnologia de Leveduras (LBMBL) / UFSC sob coordenação do Prof. Boris U. Stambuk. A participação da empresa BIOMM neste projeto favorecerá a avaliação das ações de C&T sob o ponto de vista industrial, favorecendo o desenvolvimento de um processo exeqüível em nível industrial, coordenado pelo doutor Luciano Villela.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Luiz Pinguelli Rosa - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - Atual

    PROETHANOL 2G - INTEGRATION OF BIOLOGY AND ENGINEERING INTO AN ECONOMICAL AND ENERGY-EFFICIENT 2G BIOETHANOL, Descrição: Projeto em parceria com a União Européia (FP7). O consórcio Brasileiro é coordenado pela UFRJ com o financiamento do CNPq e da FAPERJ. Tendo na sua composição 6 universidades (UFRJ, UFSC, UFPE, UFMG, FURB e UFRB), 1 instituto de pesquisa (INT-MCT) e 2 empresas (BIOMM e KL-Energy). Estão envolvidos pesquisadores de seis estados brasileiros de 3 diferentes regiões (Sul, Sudeste e Nordeste). O consórcio europeu é coordenado pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia de Portugal (LNEG) e conta com a participação de dez instituições, distribuídas em seis países: Bélgica (Universidade de Gent), Dinamarca (Universidade Técnica da Dinamarca, INBICON A/S, Holm Christensen BioSystemer), Alemanha (Instituto Fraunhofer), Espanha (CIEMAT), Suécia (Universidade de Lund) e Suíça (Green Value e Universidade de Lausanne). O projeto abrange o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a produção de bioetanol de segunda geração, a partir de palha de trigo (equipe européia) e palha e bagaço de cana-de-açúcar (equipe brasileira). As atividades de pesquisa e desenvolvimento estão concentradas nas seguintes áreas: pré-tratamento do material lignocelulósico, tecnologias de conversão para obtenção de bioetanol de segunda geração (2G), tecnologias de conversão (usando materiais derivados do bioprocesso) para a geração de electricidade e outros produtos de valor agregado, integração do processo e avaliação da sustentabilidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Luciano Villela - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Rodrigo Pires do Nascimento - Integrante / Ana Maria Souto Maior - Integrante / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas BIOETANOL 2 (Ref. FINEP 1421-08), Descrição: Desenvolvimento da tecnologia de produção de enzimas celulolíticas e acessórias visando o seu uso para a produção de etanol de biomassa. Estes estudos serão realizados de forma integrada ao estudo das etapas envolvidas na produção de etanol de biomassa (pré-tratamento da biomassa, sua hidrólise enzimática e fermentação alcoólica dos xaropes de biomassa), considerando a sua interdependência. Os experimentos serão realizados em escala pré-piloto.Os laboratórios envolvidos são: Laboratório de Tecnologia Enzimática do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Profª Elba P.S. Bon; Laboratório de Investigação de Fatores de Estresse (LIFE) do Instituto de Química/ UFRJ, coordenado pela Profª Elis Cristina Araújo Eleuthério; Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Bianca Neves; Laboratório de Química de Proteinas do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pelo Professor Gilberto Domont; Laboratório de Biotecnologia de Actinomicetos do Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes /UFRJ, coordenado pela Professora Rosalie Reed Coelho; Laboratório de Processos Enzimáticos do Departamento de Engenharia Química da Escola de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Suely Pereira Freitas; Instituto Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ, coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa; Laboratório de Catálise do INT, com a participação da doutora Viridiana Santana Ferreira-Leitão; Laboratório de Biologia Molecular e Biotecnologia de Leveduras (LBMBL) / UFSC sob coordenação do Prof. Boris U. Stambuk. A participação da empresa BIOMM neste projeto favorecerá a avaliação das ações de C&T sob o ponto de vista industrial, favorecendo o desenvolvimento de um processo exeqüível em nível industrial, coordenado pelo doutor Luciano Villela.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Luiz Pinguelli Rosa - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - Atual

    PROETHANOL 2G - INTEGRATION OF BIOLOGY AND ENGINEERING INTO AN ECONOMICAL AND ENERGY-EFFICIENT 2G BIOETHANOL, Descrição: Projeto em parceria com a União Européia (FP7). O consórcio Brasileiro é coordenado pela UFRJ com o financiamento do CNPq e da FAPERJ. Tendo na sua composição 6 universidades (UFRJ, UFSC, UFPE, UFMG, FURB e UFRB), 1 instituto de pesquisa (INT-MCT) e 2 empresas (BIOMM e KL-Energy). Estão envolvidos pesquisadores de seis estados brasileiros de 3 diferentes regiões (Sul, Sudeste e Nordeste). O consórcio europeu é coordenado pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia de Portugal (LNEG) e conta com a participação de dez instituições, distribuídas em seis países: Bélgica (Universidade de Gent), Dinamarca (Universidade Técnica da Dinamarca, INBICON A/S, Holm Christensen BioSystemer), Alemanha (Instituto Fraunhofer), Espanha (CIEMAT), Suécia (Universidade de Lund) e Suíça (Green Value e Universidade de Lausanne). O projeto abrange o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a produção de bioetanol de segunda geração, a partir de palha de trigo (equipe européia) e palha e bagaço de cana-de-açúcar (equipe brasileira). As atividades de pesquisa e desenvolvimento estão concentradas nas seguintes áreas: pré-tratamento do material lignocelulósico, tecnologias de conversão para obtenção de bioetanol de segunda geração (2G), tecnologias de conversão (usando materiais derivados do bioprocesso) para a geração de electricidade e outros produtos de valor agregado, integração do processo e avaliação da sustentabilidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Luciano Villela - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Rodrigo Pires do Nascimento - Integrante / Ana Maria Souto Maior - Integrante / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas BIOETANOL 2 (Ref. FINEP 1421-08), Descrição: Desenvolvimento da tecnologia de produção de enzimas celulolíticas e acessórias visando o seu uso para a produção de etanol de biomassa. Estes estudos serão realizados de forma integrada ao estudo das etapas envolvidas na produção de etanol de biomassa (pré-tratamento da biomassa, sua hidrólise enzimática e fermentação alcoólica dos xaropes de biomassa), considerando a sua interdependência. Os experimentos serão realizados em escala pré-piloto.Os laboratórios envolvidos são: Laboratório de Tecnologia Enzimática do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Profª Elba P.S. Bon; Laboratório de Investigação de Fatores de Estresse (LIFE) do Instituto de Química/ UFRJ, coordenado pela Profª Elis Cristina Araújo Eleuthério; Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Bianca Neves; Laboratório de Química de Proteinas do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pelo Professor Gilberto Domont; Laboratório de Biotecnologia de Actinomicetos do Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes /UFRJ, coordenado pela Professora Rosalie Reed Coelho; Laboratório de Processos Enzimáticos do Departamento de Engenharia Química da Escola de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Suely Pereira Freitas; Instituto Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ, coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa; Laboratório de Catálise do INT, com a participação da doutora Viridiana Santana Ferreira-Leitão; Laboratório de Biologia Molecular e Biotecnologia de Leveduras (LBMBL) / UFSC sob coordenação do Prof. Boris U. Stambuk. A participação da empresa BIOMM neste projeto favorecerá a avaliação das ações de C&T sob o ponto de vista industrial, favorecendo o desenvolvimento de um processo exeqüível em nível industrial, coordenado pelo doutor Luciano Villela.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Luiz Pinguelli Rosa - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - Atual

    PROETHANOL 2G - INTEGRATION OF BIOLOGY AND ENGINEERING INTO AN ECONOMICAL AND ENERGY-EFFICIENT 2G BIOETHANOL, Descrição: Projeto em parceria com a União Européia (FP7). O consórcio Brasileiro é coordenado pela UFRJ com o financiamento do CNPq e da FAPERJ. Tendo na sua composição 6 universidades (UFRJ, UFSC, UFPE, UFMG, FURB e UFRB), 1 instituto de pesquisa (INT-MCT) e 2 empresas (BIOMM e KL-Energy). Estão envolvidos pesquisadores de seis estados brasileiros de 3 diferentes regiões (Sul, Sudeste e Nordeste). O consórcio europeu é coordenado pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia de Portugal (LNEG) e conta com a participação de dez instituições, distribuídas em seis países: Bélgica (Universidade de Gent), Dinamarca (Universidade Técnica da Dinamarca, INBICON A/S, Holm Christensen BioSystemer), Alemanha (Instituto Fraunhofer), Espanha (CIEMAT), Suécia (Universidade de Lund) e Suíça (Green Value e Universidade de Lausanne). O projeto abrange o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a produção de bioetanol de segunda geração, a partir de palha de trigo (equipe européia) e palha e bagaço de cana-de-açúcar (equipe brasileira). As atividades de pesquisa e desenvolvimento estão concentradas nas seguintes áreas: pré-tratamento do material lignocelulósico, tecnologias de conversão para obtenção de bioetanol de segunda geração (2G), tecnologias de conversão (usando materiais derivados do bioprocesso) para a geração de electricidade e outros produtos de valor agregado, integração do processo e avaliação da sustentabilidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Luciano Villela - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Rodrigo Pires do Nascimento - Integrante / Ana Maria Souto Maior - Integrante / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas BIOETANOL 2 (Ref. FINEP 1421-08), Descrição: Desenvolvimento da tecnologia de produção de enzimas celulolíticas e acessórias visando o seu uso para a produção de etanol de biomassa. Estes estudos serão realizados de forma integrada ao estudo das etapas envolvidas na produção de etanol de biomassa (pré-tratamento da biomassa, sua hidrólise enzimática e fermentação alcoólica dos xaropes de biomassa), considerando a sua interdependência. Os experimentos serão realizados em escala pré-piloto.Os laboratórios envolvidos são: Laboratório de Tecnologia Enzimática do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Profª Elba P.S. Bon; Laboratório de Investigação de Fatores de Estresse (LIFE) do Instituto de Química/ UFRJ, coordenado pela Profª Elis Cristina Araújo Eleuthério; Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Bianca Neves; Laboratório de Química de Proteinas do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pelo Professor Gilberto Domont; Laboratório de Biotecnologia de Actinomicetos do Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes /UFRJ, coordenado pela Professora Rosalie Reed Coelho; Laboratório de Processos Enzimáticos do Departamento de Engenharia Química da Escola de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Suely Pereira Freitas; Instituto Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ, coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa; Laboratório de Catálise do INT, com a participação da doutora Viridiana Santana Ferreira-Leitão; Laboratório de Biologia Molecular e Biotecnologia de Leveduras (LBMBL) / UFSC sob coordenação do Prof. Boris U. Stambuk. A participação da empresa BIOMM neste projeto favorecerá a avaliação das ações de C&T sob o ponto de vista industrial, favorecendo o desenvolvimento de um processo exeqüível em nível industrial, coordenado pelo doutor Luciano Villela.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Luiz Pinguelli Rosa - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - Atual

    PROETHANOL 2G - INTEGRATION OF BIOLOGY AND ENGINEERING INTO AN ECONOMICAL AND ENERGY-EFFICIENT 2G BIOETHANOL, Descrição: Projeto em parceria com a União Européia (FP7). O consórcio Brasileiro é coordenado pela UFRJ com o financiamento do CNPq e da FAPERJ. Tendo na sua composição 6 universidades (UFRJ, UFSC, UFPE, UFMG, FURB e UFRB), 1 instituto de pesquisa (INT-MCT) e 2 empresas (BIOMM e KL-Energy). Estão envolvidos pesquisadores de seis estados brasileiros de 3 diferentes regiões (Sul, Sudeste e Nordeste). O consórcio europeu é coordenado pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia de Portugal (LNEG) e conta com a participação de dez instituições, distribuídas em seis países: Bélgica (Universidade de Gent), Dinamarca (Universidade Técnica da Dinamarca, INBICON A/S, Holm Christensen BioSystemer), Alemanha (Instituto Fraunhofer), Espanha (CIEMAT), Suécia (Universidade de Lund) e Suíça (Green Value e Universidade de Lausanne). O projeto abrange o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a produção de bioetanol de segunda geração, a partir de palha de trigo (equipe européia) e palha e bagaço de cana-de-açúcar (equipe brasileira). As atividades de pesquisa e desenvolvimento estão concentradas nas seguintes áreas: pré-tratamento do material lignocelulósico, tecnologias de conversão para obtenção de bioetanol de segunda geração (2G), tecnologias de conversão (usando materiais derivados do bioprocesso) para a geração de electricidade e outros produtos de valor agregado, integração do processo e avaliação da sustentabilidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Luciano Villela - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Rodrigo Pires do Nascimento - Integrante / Ana Maria Souto Maior - Integrante / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas BIOETANOL 2 (Ref. FINEP 1421-08), Descrição: Desenvolvimento da tecnologia de produção de enzimas celulolíticas e acessórias visando o seu uso para a produção de etanol de biomassa. Estes estudos serão realizados de forma integrada ao estudo das etapas envolvidas na produção de etanol de biomassa (pré-tratamento da biomassa, sua hidrólise enzimática e fermentação alcoólica dos xaropes de biomassa), considerando a sua interdependência. Os experimentos serão realizados em escala pré-piloto.Os laboratórios envolvidos são: Laboratório de Tecnologia Enzimática do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Profª Elba P.S. Bon; Laboratório de Investigação de Fatores de Estresse (LIFE) do Instituto de Química/ UFRJ, coordenado pela Profª Elis Cristina Araújo Eleuthério; Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Bianca Neves; Laboratório de Química de Proteinas do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pelo Professor Gilberto Domont; Laboratório de Biotecnologia de Actinomicetos do Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes /UFRJ, coordenado pela Professora Rosalie Reed Coelho; Laboratório de Processos Enzimáticos do Departamento de Engenharia Química da Escola de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Suely Pereira Freitas; Instituto Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ, coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa; Laboratório de Catálise do INT, com a participação da doutora Viridiana Santana Ferreira-Leitão; Laboratório de Biologia Molecular e Biotecnologia de Leveduras (LBMBL) / UFSC sob coordenação do Prof. Boris U. Stambuk. A participação da empresa BIOMM neste projeto favorecerá a avaliação das ações de C&T sob o ponto de vista industrial, favorecendo o desenvolvimento de um processo exeqüível em nível industrial, coordenado pelo doutor Luciano Villela.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Luiz Pinguelli Rosa - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - Atual

    PROETHANOL 2G - INTEGRATION OF BIOLOGY AND ENGINEERING INTO AN ECONOMICAL AND ENERGY-EFFICIENT 2G BIOETHANOL, Descrição: Projeto em parceria com a União Européia (FP7). O consórcio Brasileiro é coordenado pela UFRJ com o financiamento do CNPq e da FAPERJ. Tendo na sua composição 6 universidades (UFRJ, UFSC, UFPE, UFMG, FURB e UFRB), 1 instituto de pesquisa (INT-MCT) e 2 empresas (BIOMM e KL-Energy). Estão envolvidos pesquisadores de seis estados brasileiros de 3 diferentes regiões (Sul, Sudeste e Nordeste). O consórcio europeu é coordenado pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia de Portugal (LNEG) e conta com a participação de dez instituições, distribuídas em seis países: Bélgica (Universidade de Gent), Dinamarca (Universidade Técnica da Dinamarca, INBICON A/S, Holm Christensen BioSystemer), Alemanha (Instituto Fraunhofer), Espanha (CIEMAT), Suécia (Universidade de Lund) e Suíça (Green Value e Universidade de Lausanne). O projeto abrange o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a produção de bioetanol de segunda geração, a partir de palha de trigo (equipe européia) e palha e bagaço de cana-de-açúcar (equipe brasileira). As atividades de pesquisa e desenvolvimento estão concentradas nas seguintes áreas: pré-tratamento do material lignocelulósico, tecnologias de conversão para obtenção de bioetanol de segunda geração (2G), tecnologias de conversão (usando materiais derivados do bioprocesso) para a geração de electricidade e outros produtos de valor agregado, integração do processo e avaliação da sustentabilidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Luciano Villela - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Rodrigo Pires do Nascimento - Integrante / Ana Maria Souto Maior - Integrante / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas BIOETANOL 2 (Ref. FINEP 1421-08), Descrição: Desenvolvimento da tecnologia de produção de enzimas celulolíticas e acessórias visando o seu uso para a produção de etanol de biomassa. Estes estudos serão realizados de forma integrada ao estudo das etapas envolvidas na produção de etanol de biomassa (pré-tratamento da biomassa, sua hidrólise enzimática e fermentação alcoólica dos xaropes de biomassa), considerando a sua interdependência. Os experimentos serão realizados em escala pré-piloto.Os laboratórios envolvidos são: Laboratório de Tecnologia Enzimática do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Profª Elba P.S. Bon; Laboratório de Investigação de Fatores de Estresse (LIFE) do Instituto de Química/ UFRJ, coordenado pela Profª Elis Cristina Araújo Eleuthério; Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Bianca Neves; Laboratório de Química de Proteinas do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pelo Professor Gilberto Domont; Laboratório de Biotecnologia de Actinomicetos do Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes /UFRJ, coordenado pela Professora Rosalie Reed Coelho; Laboratório de Processos Enzimáticos do Departamento de Engenharia Química da Escola de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Suely Pereira Freitas; Instituto Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ, coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa; Laboratório de Catálise do INT, com a participação da doutora Viridiana Santana Ferreira-Leitão; Laboratório de Biologia Molecular e Biotecnologia de Leveduras (LBMBL) / UFSC sob coordenação do Prof. Boris U. Stambuk. A participação da empresa BIOMM neste projeto favorecerá a avaliação das ações de C&T sob o ponto de vista industrial, favorecendo o desenvolvimento de um processo exeqüível em nível industrial, coordenado pelo doutor Luciano Villela.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Luiz Pinguelli Rosa - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - Atual

    PROETHANOL 2G - INTEGRATION OF BIOLOGY AND ENGINEERING INTO AN ECONOMICAL AND ENERGY-EFFICIENT 2G BIOETHANOL, Descrição: Projeto em parceria com a União Européia (FP7). O consórcio Brasileiro é coordenado pela UFRJ com o financiamento do CNPq e da FAPERJ. Tendo na sua composição 6 universidades (UFRJ, UFSC, UFPE, UFMG, FURB e UFRB), 1 instituto de pesquisa (INT-MCT) e 2 empresas (BIOMM e KL-Energy). Estão envolvidos pesquisadores de seis estados brasileiros de 3 diferentes regiões (Sul, Sudeste e Nordeste). O consórcio europeu é coordenado pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia de Portugal (LNEG) e conta com a participação de dez instituições, distribuídas em seis países: Bélgica (Universidade de Gent), Dinamarca (Universidade Técnica da Dinamarca, INBICON A/S, Holm Christensen BioSystemer), Alemanha (Instituto Fraunhofer), Espanha (CIEMAT), Suécia (Universidade de Lund) e Suíça (Green Value e Universidade de Lausanne). O projeto abrange o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a produção de bioetanol de segunda geração, a partir de palha de trigo (equipe européia) e palha e bagaço de cana-de-açúcar (equipe brasileira). As atividades de pesquisa e desenvolvimento estão concentradas nas seguintes áreas: pré-tratamento do material lignocelulósico, tecnologias de conversão para obtenção de bioetanol de segunda geração (2G), tecnologias de conversão (usando materiais derivados do bioprocesso) para a geração de electricidade e outros produtos de valor agregado, integração do processo e avaliação da sustentabilidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Luciano Villela - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Rodrigo Pires do Nascimento - Integrante / Ana Maria Souto Maior - Integrante / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas BIOETANOL 2 (Ref. FINEP 1421-08), Descrição: Desenvolvimento da tecnologia de produção de enzimas celulolíticas e acessórias visando o seu uso para a produção de etanol de biomassa. Estes estudos serão realizados de forma integrada ao estudo das etapas envolvidas na produção de etanol de biomassa (pré-tratamento da biomassa, sua hidrólise enzimática e fermentação alcoólica dos xaropes de biomassa), considerando a sua interdependência. Os experimentos serão realizados em escala pré-piloto.Os laboratórios envolvidos são: Laboratório de Tecnologia Enzimática do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Profª Elba P.S. Bon; Laboratório de Investigação de Fatores de Estresse (LIFE) do Instituto de Química/ UFRJ, coordenado pela Profª Elis Cristina Araújo Eleuthério; Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Bianca Neves; Laboratório de Química de Proteinas do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pelo Professor Gilberto Domont; Laboratório de Biotecnologia de Actinomicetos do Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes /UFRJ, coordenado pela Professora Rosalie Reed Coelho; Laboratório de Processos Enzimáticos do Departamento de Engenharia Química da Escola de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Suely Pereira Freitas; Instituto Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ, coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa; Laboratório de Catálise do INT, com a participação da doutora Viridiana Santana Ferreira-Leitão; Laboratório de Biologia Molecular e Biotecnologia de Leveduras (LBMBL) / UFSC sob coordenação do Prof. Boris U. Stambuk. A participação da empresa BIOMM neste projeto favorecerá a avaliação das ações de C&T sob o ponto de vista industrial, favorecendo o desenvolvimento de um processo exeqüível em nível industrial, coordenado pelo doutor Luciano Villela.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Luiz Pinguelli Rosa - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - Atual

    PROETHANOL 2G - INTEGRATION OF BIOLOGY AND ENGINEERING INTO AN ECONOMICAL AND ENERGY-EFFICIENT 2G BIOETHANOL, Descrição: Projeto em parceria com a União Européia (FP7). O consórcio Brasileiro é coordenado pela UFRJ com o financiamento do CNPq e da FAPERJ. Tendo na sua composição 6 universidades (UFRJ, UFSC, UFPE, UFMG, FURB e UFRB), 1 instituto de pesquisa (INT-MCT) e 2 empresas (BIOMM e KL-Energy). Estão envolvidos pesquisadores de seis estados brasileiros de 3 diferentes regiões (Sul, Sudeste e Nordeste). O consórcio europeu é coordenado pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia de Portugal (LNEG) e conta com a participação de dez instituições, distribuídas em seis países: Bélgica (Universidade de Gent), Dinamarca (Universidade Técnica da Dinamarca, INBICON A/S, Holm Christensen BioSystemer), Alemanha (Instituto Fraunhofer), Espanha (CIEMAT), Suécia (Universidade de Lund) e Suíça (Green Value e Universidade de Lausanne). O projeto abrange o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a produção de bioetanol de segunda geração, a partir de palha de trigo (equipe européia) e palha e bagaço de cana-de-açúcar (equipe brasileira). As atividades de pesquisa e desenvolvimento estão concentradas nas seguintes áreas: pré-tratamento do material lignocelulósico, tecnologias de conversão para obtenção de bioetanol de segunda geração (2G), tecnologias de conversão (usando materiais derivados do bioprocesso) para a geração de electricidade e outros produtos de valor agregado, integração do processo e avaliação da sustentabilidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Luciano Villela - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Rodrigo Pires do Nascimento - Integrante / Ana Maria Souto Maior - Integrante / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas BIOETANOL 2 (Ref. FINEP 1421-08), Descrição: Desenvolvimento da tecnologia de produção de enzimas celulolíticas e acessórias visando o seu uso para a produção de etanol de biomassa. Estes estudos serão realizados de forma integrada ao estudo das etapas envolvidas na produção de etanol de biomassa (pré-tratamento da biomassa, sua hidrólise enzimática e fermentação alcoólica dos xaropes de biomassa), considerando a sua interdependência. Os experimentos serão realizados em escala pré-piloto.Os laboratórios envolvidos são: Laboratório de Tecnologia Enzimática do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Profª Elba P.S. Bon; Laboratório de Investigação de Fatores de Estresse (LIFE) do Instituto de Química/ UFRJ, coordenado pela Profª Elis Cristina Araújo Eleuthério; Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Bianca Neves; Laboratório de Química de Proteinas do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pelo Professor Gilberto Domont; Laboratório de Biotecnologia de Actinomicetos do Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes /UFRJ, coordenado pela Professora Rosalie Reed Coelho; Laboratório de Processos Enzimáticos do Departamento de Engenharia Química da Escola de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Suely Pereira Freitas; Instituto Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ, coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa; Laboratório de Catálise do INT, com a participação da doutora Viridiana Santana Ferreira-Leitão; Laboratório de Biologia Molecular e Biotecnologia de Leveduras (LBMBL) / UFSC sob coordenação do Prof. Boris U. Stambuk. A participação da empresa BIOMM neste projeto favorecerá a avaliação das ações de C&T sob o ponto de vista industrial, favorecendo o desenvolvimento de um processo exeqüível em nível industrial, coordenado pelo doutor Luciano Villela.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Luiz Pinguelli Rosa - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - Atual

    PROETHANOL 2G - INTEGRATION OF BIOLOGY AND ENGINEERING INTO AN ECONOMICAL AND ENERGY-EFFICIENT 2G BIOETHANOL, Descrição: Projeto em parceria com a União Européia (FP7). O consórcio Brasileiro é coordenado pela UFRJ com o financiamento do CNPq e da FAPERJ. Tendo na sua composição 6 universidades (UFRJ, UFSC, UFPE, UFMG, FURB e UFRB), 1 instituto de pesquisa (INT-MCT) e 2 empresas (BIOMM e KL-Energy). Estão envolvidos pesquisadores de seis estados brasileiros de 3 diferentes regiões (Sul, Sudeste e Nordeste). O consórcio europeu é coordenado pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia de Portugal (LNEG) e conta com a participação de dez instituições, distribuídas em seis países: Bélgica (Universidade de Gent), Dinamarca (Universidade Técnica da Dinamarca, INBICON A/S, Holm Christensen BioSystemer), Alemanha (Instituto Fraunhofer), Espanha (CIEMAT), Suécia (Universidade de Lund) e Suíça (Green Value e Universidade de Lausanne). O projeto abrange o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a produção de bioetanol de segunda geração, a partir de palha de trigo (equipe européia) e palha e bagaço de cana-de-açúcar (equipe brasileira). As atividades de pesquisa e desenvolvimento estão concentradas nas seguintes áreas: pré-tratamento do material lignocelulósico, tecnologias de conversão para obtenção de bioetanol de segunda geração (2G), tecnologias de conversão (usando materiais derivados do bioprocesso) para a geração de electricidade e outros produtos de valor agregado, integração do processo e avaliação da sustentabilidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Luciano Villela - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Rodrigo Pires do Nascimento - Integrante / Ana Maria Souto Maior - Integrante / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas BIOETANOL 2 (Ref. FINEP 1421-08), Descrição: Desenvolvimento da tecnologia de produção de enzimas celulolíticas e acessórias visando o seu uso para a produção de etanol de biomassa. Estes estudos serão realizados de forma integrada ao estudo das etapas envolvidas na produção de etanol de biomassa (pré-tratamento da biomassa, sua hidrólise enzimática e fermentação alcoólica dos xaropes de biomassa), considerando a sua interdependência. Os experimentos serão realizados em escala pré-piloto.Os laboratórios envolvidos são: Laboratório de Tecnologia Enzimática do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Profª Elba P.S. Bon; Laboratório de Investigação de Fatores de Estresse (LIFE) do Instituto de Química/ UFRJ, coordenado pela Profª Elis Cristina Araújo Eleuthério; Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Bianca Neves; Laboratório de Química de Proteinas do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pelo Professor Gilberto Domont; Laboratório de Biotecnologia de Actinomicetos do Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes /UFRJ, coordenado pela Professora Rosalie Reed Coelho; Laboratório de Processos Enzimáticos do Departamento de Engenharia Química da Escola de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Suely Pereira Freitas; Instituto Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ, coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa; Laboratório de Catálise do INT, com a participação da doutora Viridiana Santana Ferreira-Leitão; Laboratório de Biologia Molecular e Biotecnologia de Leveduras (LBMBL) / UFSC sob coordenação do Prof. Boris U. Stambuk. A participação da empresa BIOMM neste projeto favorecerá a avaliação das ações de C&T sob o ponto de vista industrial, favorecendo o desenvolvimento de um processo exeqüível em nível industrial, coordenado pelo doutor Luciano Villela.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Luiz Pinguelli Rosa - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - Atual

    PROETHANOL 2G - INTEGRATION OF BIOLOGY AND ENGINEERING INTO AN ECONOMICAL AND ENERGY-EFFICIENT 2G BIOETHANOL, Descrição: Projeto em parceria com a União Européia (FP7). O consórcio Brasileiro é coordenado pela UFRJ com o financiamento do CNPq e da FAPERJ. Tendo na sua composição 6 universidades (UFRJ, UFSC, UFPE, UFMG, FURB e UFRB), 1 instituto de pesquisa (INT-MCT) e 2 empresas (BIOMM e KL-Energy). Estão envolvidos pesquisadores de seis estados brasileiros de 3 diferentes regiões (Sul, Sudeste e Nordeste). O consórcio europeu é coordenado pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia de Portugal (LNEG) e conta com a participação de dez instituições, distribuídas em seis países: Bélgica (Universidade de Gent), Dinamarca (Universidade Técnica da Dinamarca, INBICON A/S, Holm Christensen BioSystemer), Alemanha (Instituto Fraunhofer), Espanha (CIEMAT), Suécia (Universidade de Lund) e Suíça (Green Value e Universidade de Lausanne). O projeto abrange o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a produção de bioetanol de segunda geração, a partir de palha de trigo (equipe européia) e palha e bagaço de cana-de-açúcar (equipe brasileira). As atividades de pesquisa e desenvolvimento estão concentradas nas seguintes áreas: pré-tratamento do material lignocelulósico, tecnologias de conversão para obtenção de bioetanol de segunda geração (2G), tecnologias de conversão (usando materiais derivados do bioprocesso) para a geração de electricidade e outros produtos de valor agregado, integração do processo e avaliação da sustentabilidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Luciano Villela - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Rodrigo Pires do Nascimento - Integrante / Ana Maria Souto Maior - Integrante / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas BIOETANOL 2 (Ref. FINEP 1421-08), Descrição: Desenvolvimento da tecnologia de produção de enzimas celulolíticas e acessórias visando o seu uso para a produção de etanol de biomassa. Estes estudos serão realizados de forma integrada ao estudo das etapas envolvidas na produção de etanol de biomassa (pré-tratamento da biomassa, sua hidrólise enzimática e fermentação alcoólica dos xaropes de biomassa), considerando a sua interdependência. Os experimentos serão realizados em escala pré-piloto.Os laboratórios envolvidos são: Laboratório de Tecnologia Enzimática do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Profª Elba P.S. Bon; Laboratório de Investigação de Fatores de Estresse (LIFE) do Instituto de Química/ UFRJ, coordenado pela Profª Elis Cristina Araújo Eleuthério; Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Bianca Neves; Laboratório de Química de Proteinas do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pelo Professor Gilberto Domont; Laboratório de Biotecnologia de Actinomicetos do Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes /UFRJ, coordenado pela Professora Rosalie Reed Coelho; Laboratório de Processos Enzimáticos do Departamento de Engenharia Química da Escola de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Suely Pereira Freitas; Instituto Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ, coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa; Laboratório de Catálise do INT, com a participação da doutora Viridiana Santana Ferreira-Leitão; Laboratório de Biologia Molecular e Biotecnologia de Leveduras (LBMBL) / UFSC sob coordenação do Prof. Boris U. Stambuk. A participação da empresa BIOMM neste projeto favorecerá a avaliação das ações de C&T sob o ponto de vista industrial, favorecendo o desenvolvimento de um processo exeqüível em nível industrial, coordenado pelo doutor Luciano Villela.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Luiz Pinguelli Rosa - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - Atual

    PROETHANOL 2G - INTEGRATION OF BIOLOGY AND ENGINEERING INTO AN ECONOMICAL AND ENERGY-EFFICIENT 2G BIOETHANOL, Descrição: Projeto em parceria com a União Européia (FP7). O consórcio Brasileiro é coordenado pela UFRJ com o financiamento do CNPq e da FAPERJ. Tendo na sua composição 6 universidades (UFRJ, UFSC, UFPE, UFMG, FURB e UFRB), 1 instituto de pesquisa (INT-MCT) e 2 empresas (BIOMM e KL-Energy). Estão envolvidos pesquisadores de seis estados brasileiros de 3 diferentes regiões (Sul, Sudeste e Nordeste). O consórcio europeu é coordenado pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia de Portugal (LNEG) e conta com a participação de dez instituições, distribuídas em seis países: Bélgica (Universidade de Gent), Dinamarca (Universidade Técnica da Dinamarca, INBICON A/S, Holm Christensen BioSystemer), Alemanha (Instituto Fraunhofer), Espanha (CIEMAT), Suécia (Universidade de Lund) e Suíça (Green Value e Universidade de Lausanne). O projeto abrange o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a produção de bioetanol de segunda geração, a partir de palha de trigo (equipe européia) e palha e bagaço de cana-de-açúcar (equipe brasileira). As atividades de pesquisa e desenvolvimento estão concentradas nas seguintes áreas: pré-tratamento do material lignocelulósico, tecnologias de conversão para obtenção de bioetanol de segunda geração (2G), tecnologias de conversão (usando materiais derivados do bioprocesso) para a geração de electricidade e outros produtos de valor agregado, integração do processo e avaliação da sustentabilidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Luciano Villela - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Rodrigo Pires do Nascimento - Integrante / Ana Maria Souto Maior - Integrante / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas BIOETANOL 2 (Ref. FINEP 1421-08), Descrição: Desenvolvimento da tecnologia de produção de enzimas celulolíticas e acessórias visando o seu uso para a produção de etanol de biomassa. Estes estudos serão realizados de forma integrada ao estudo das etapas envolvidas na produção de etanol de biomassa (pré-tratamento da biomassa, sua hidrólise enzimática e fermentação alcoólica dos xaropes de biomassa), considerando a sua interdependência. Os experimentos serão realizados em escala pré-piloto.Os laboratórios envolvidos são: Laboratório de Tecnologia Enzimática do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Profª Elba P.S. Bon; Laboratório de Investigação de Fatores de Estresse (LIFE) do Instituto de Química/ UFRJ, coordenado pela Profª Elis Cristina Araújo Eleuthério; Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Bianca Neves; Laboratório de Química de Proteinas do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pelo Professor Gilberto Domont; Laboratório de Biotecnologia de Actinomicetos do Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes /UFRJ, coordenado pela Professora Rosalie Reed Coelho; Laboratório de Processos Enzimáticos do Departamento de Engenharia Química da Escola de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Suely Pereira Freitas; Instituto Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ, coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa; Laboratório de Catálise do INT, com a participação da doutora Viridiana Santana Ferreira-Leitão; Laboratório de Biologia Molecular e Biotecnologia de Leveduras (LBMBL) / UFSC sob coordenação do Prof. Boris U. Stambuk. A participação da empresa BIOMM neste projeto favorecerá a avaliação das ações de C&T sob o ponto de vista industrial, favorecendo o desenvolvimento de um processo exeqüível em nível industrial, coordenado pelo doutor Luciano Villela.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Luiz Pinguelli Rosa - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante.Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - Atual

    PROETHANOL 2G - INTEGRATION OF BIOLOGY AND ENGINEERING INTO AN ECONOMICAL AND ENERGY-EFFICIENT 2G BIOETHANOL, Descrição: Projeto em parceria com a União Européia (FP7). O consórcio Brasileiro é coordenado pela UFRJ com o financiamento do CNPq e da FAPERJ. Tendo na sua composição 6 universidades (UFRJ, UFSC, UFPE, UFMG, FURB e UFRB), 1 instituto de pesquisa (INT-MCT) e 2 empresas (BIOMM e KL-Energy). Estão envolvidos pesquisadores de seis estados brasileiros de 3 diferentes regiões (Sul, Sudeste e Nordeste). O consórcio europeu é coordenado pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia de Portugal (LNEG) e conta com a participação de dez instituições, distribuídas em seis países: Bélgica (Universidade de Gent), Dinamarca (Universidade Técnica da Dinamarca, INBICON A/S, Holm Christensen BioSystemer), Alemanha (Instituto Fraunhofer), Espanha (CIEMAT), Suécia (Universidade de Lund) e Suíça (Green Value e Universidade de Lausanne). O projeto abrange o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a produção de bioetanol de segunda geração, a partir de palha de trigo (equipe européia) e palha e bagaço de cana-de-açúcar (equipe brasileira). As atividades de pesquisa e desenvolvimento estão concentradas nas seguintes áreas: pré-tratamento do material lignocelulósico, tecnologias de conversão para obtenção de bioetanol de segunda geração (2G), tecnologias de conversão (usando materiais derivados do bioprocesso) para a geração de electricidade e outros produtos de valor agregado, integração do processo e avaliação da sustentabilidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Luciano Villela - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Rodrigo Pires do Nascimento - Integrante / Ana Maria Souto Maior - Integrante / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas BIOETANOL 2 (Ref. FINEP 1421-08), Descrição: Desenvolvimento da tecnologia de produção de enzimas celulolíticas e acessórias visando o seu uso para a produção de etanol de biomassa. Estes estudos serão realizados de forma integrada ao estudo das etapas envolvidas na produção de etanol de biomassa (pré-tratamento da biomassa, sua hidrólise enzimática e fermentação alcoólica dos xaropes de biomassa), considerando a sua interdependência. Os experimentos serão realizados em escala pré-piloto.Os laboratórios envolvidos são: Laboratório de Tecnologia Enzimática do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Profª Elba P.S. Bon; Laboratório de Investigação de Fatores de Estresse (LIFE) do Instituto de Química/ UFRJ, coordenado pela Profª Elis Cristina Araújo Eleuthério; Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Bianca Neves; Laboratório de Química de Proteinas do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pelo Professor Gilberto Domont; Laboratório de Biotecnologia de Actinomicetos do Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes /UFRJ, coordenado pela Professora Rosalie Reed Coelho; Laboratório de Processos Enzimáticos do Departamento de Engenharia Química da Escola de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Suely Pereira Freitas; Instituto Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ, coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa; Laboratório de Catálise do INT, com a participação da doutora Viridiana Santana Ferreira-Leitão; Laboratório de Biologia Molecular e Biotecnologia de Leveduras (LBMBL) / UFSC sob coordenação do Prof. Boris U. Stambuk. A participação da empresa BIOMM neste projeto favorecerá a avaliação das ações de C&T sob o ponto de vista industrial, favorecendo o desenvolvimento de um processo exeqüível em nível industrial, coordenado pelo doutor Luciano Villela.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Luiz Pinguelli Rosa - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - Atual

    PROETHANOL 2G - INTEGRATION OF BIOLOGY AND ENGINEERING INTO AN ECONOMICAL AND ENERGY-EFFICIENT 2G BIOETHANOL, Descrição: Projeto em parceria com a União Européia (FP7). O consórcio Brasileiro é coordenado pela UFRJ com o financiamento do CNPq e da FAPERJ. Tendo na sua composição 6 universidades (UFRJ, UFSC, UFPE, UFMG, FURB e UFRB), 1 instituto de pesquisa (INT-MCT) e 2 empresas (BIOMM e KL-Energy). Estão envolvidos pesquisadores de seis estados brasileiros de 3 diferentes regiões (Sul, Sudeste e Nordeste). O consórcio europeu é coordenado pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia de Portugal (LNEG) e conta com a participação de dez instituições, distribuídas em seis países: Bélgica (Universidade de Gent), Dinamarca (Universidade Técnica da Dinamarca, INBICON A/S, Holm Christensen BioSystemer), Alemanha (Instituto Fraunhofer), Espanha (CIEMAT), Suécia (Universidade de Lund) e Suíça (Green Value e Universidade de Lausanne). O projeto abrange o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a produção de bioetanol de segunda geração, a partir de palha de trigo (equipe européia) e palha e bagaço de cana-de-açúcar (equipe brasileira). As atividades de pesquisa e desenvolvimento estão concentradas nas seguintes áreas: pré-tratamento do material lignocelulósico, tecnologias de conversão para obtenção de bioetanol de segunda geração (2G), tecnologias de conversão (usando materiais derivados do bioprocesso) para a geração de electricidade e outros produtos de valor agregado, integração do processo e avaliação da sustentabilidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Luciano Villela - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Rodrigo Pires do Nascimento - Integrante / Ana Maria Souto Maior - Integrante / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas BIOETANOL 2 (Ref. FINEP 1421-08), Descrição: Desenvolvimento da tecnologia de produção de enzimas celulolíticas e acessórias visando o seu uso para a produção de etanol de biomassa. Estes estudos serão realizados de forma integrada ao estudo das etapas envolvidas na produção de etanol de biomassa (pré-tratamento da biomassa, sua hidrólise enzimática e fermentação alcoólica dos xaropes de biomassa), considerando a sua interdependência. Os experimentos serão realizados em escala pré-piloto.Os laboratórios envolvidos são: Laboratório de Tecnologia Enzimática do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Profª Elba P.S. Bon; Laboratório de Investigação de Fatores de Estresse (LIFE) do Instituto de Química/ UFRJ, coordenado pela Profª Elis Cristina Araújo Eleuthério; Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Bianca Neves; Laboratório de Química de Proteinas do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pelo Professor Gilberto Domont; Laboratório de Biotecnologia de Actinomicetos do Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes /UFRJ, coordenado pela Professora Rosalie Reed Coelho; Laboratório de Processos Enzimáticos do Departamento de Engenharia Química da Escola de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Suely Pereira Freitas; Instituto Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ, coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa; Laboratório de Catálise do INT, com a participação da doutora Viridiana Santana Ferreira-Leitão; Laboratório de Biologia Molecular e Biotecnologia de Leveduras (LBMBL) / UFSC sob coordenação do Prof. Boris U. Stambuk. A participação da empresa BIOMM neste projeto favorecerá a avaliação das ações de C&T sob o ponto de vista industrial, favorecendo o desenvolvimento de um processo exeqüível em nível industrial, coordenado pelo doutor Luciano Villela.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Luiz Pinguelli Rosa - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa., Número de produções C, T & A: 11

  • 2010 - Atual

    PROETHANOL 2G - INTEGRATION OF BIOLOGY AND ENGINEERING INTO AN ECONOMICAL AND ENERGY-EFFICIENT 2G BIOETHANOL, Descrição: Projeto em parceria com a União Européia (FP7). O consórcio Brasileiro é coordenado pela UFRJ com o financiamento do CNPq e da FAPERJ. Tendo na sua composição 6 universidades (UFRJ, UFSC, UFPE, UFMG, FURB e UFRB), 1 instituto de pesquisa (INT-MCT) e 2 empresas (BIOMM e KL-Energy). Estão envolvidos pesquisadores de seis estados brasileiros de 3 diferentes regiões (Sul, Sudeste e Nordeste). O consórcio europeu é coordenado pelo Laboratório Nacional de Energia e Geologia de Portugal (LNEG) e conta com a participação de dez instituições, distribuídas em seis países: Bélgica (Universidade de Gent), Dinamarca (Universidade Técnica da Dinamarca, INBICON A/S, Holm Christensen BioSystemer), Alemanha (Instituto Fraunhofer), Espanha (CIEMAT), Suécia (Universidade de Lund) e Suíça (Green Value e Universidade de Lausanne). O projeto abrange o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a produção de bioetanol de segunda geração, a partir de palha de trigo (equipe européia) e palha e bagaço de cana-de-açúcar (equipe brasileira). As atividades de pesquisa e desenvolvimento estão concentradas nas seguintes áreas: pré-tratamento do material lignocelulósico, tecnologias de conversão para obtenção de bioetanol de segunda geração (2G), tecnologias de conversão (usando materiais derivados do bioprocesso) para a geração de electricidade e outros produtos de valor agregado, integração do processo e avaliação da sustentabilidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Viridiana Santana Ferreira-Leitão - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Luciano Villela - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Rodrigo Pires do Nascimento - Integrante / Ana Maria Souto Maior - Integrante / Bóris Juan Carlos Ugarte Stambuk - Integrante / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2009 - Atual

    Escalonamento da produção de enzimas celulolíticas e acessórias e sua utilização na hidrólise da biomassa da cana e outras biomassas pré-tratadas BIOETANOL 2 (Ref. FINEP 1421-08), Descrição: Desenvolvimento da tecnologia de produção de enzimas celulolíticas e acessórias visando o seu uso para a produção de etanol de biomassa. Estes estudos serão realizados de forma integrada ao estudo das etapas envolvidas na produção de etanol de biomassa (pré-tratamento da biomassa, sua hidrólise enzimática e fermentação alcoólica dos xaropes de biomassa), considerando a sua interdependência. Os experimentos serão realizados em escala pré-piloto.Os laboratórios envolvidos são: Laboratório de Tecnologia Enzimática do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Profª Elba P.S. Bon; Laboratório de Investigação de Fatores de Estresse (LIFE) do Instituto de Química/ UFRJ, coordenado pela Profª Elis Cristina Araújo Eleuthério; Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Bianca Neves; Laboratório de Química de Proteinas do Instituto de Química/UFRJ, coordenado pelo Professor Gilberto Domont; Laboratório de Biotecnologia de Actinomicetos do Instituto de Microbiologia Professor Paulo de Góes /UFRJ, coordenado pela Professora Rosalie Reed Coelho; Laboratório de Processos Enzimáticos do Departamento de Engenharia Química da Escola de Química/UFRJ, coordenado pela Professora Suely Pereira Freitas; Instituto Internacional de Mudanças Globais/COPPE/UFRJ, coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa; Laboratório de Catálise do INT, com a participação da doutora Viridiana Santana Ferreira-Leitão; Laboratório de Biologia Molecular e Biotecnologia de Leveduras (LBMBL) / UFSC sob coordenação do Prof. Boris U. Stambuk. A participação da empresa BIOMM neste projeto favorecerá a avaliação das ações de C&T sob o ponto de vista industrial, favorecendo o desenvolvimento de um processo exeqüível em nível industrial, coordenado pelo doutor Luciano Villela.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ricardo Sposina Sobral Teixeira - Integrante / Rodrigo da Rocha Olivieri de Barros - Integrante / Leda Maria Fortes Gottschalk - Integrante / Raul Alves de Oliveira - Integrante / Rosalie Reed Rodrigues Coelho - Integrante / Elis Cristina Araújo Eleutherio - Integrante / Suely Pereira Freitas - Integrante / Marcos Dias Pereira - Integrante / Bianca Cruz Neves - Integrante / Gilberto Barbosa Domont - Integrante / Raquel de Sousa Paredes - Integrante / Luiz Pinguelli Rosa - Integrante / Elba Pinto da Silva Bon - Coordenador / Ayla Sant'Ana da Silva - Integrante., Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa., Número de produções C, T & A: 11

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2019

Destaque da Sessão na 41° Jornada Giulio Massarani de Iniciação CIentífica no IQ - UFRJ (orientador do aluno destaque - Felipe G. B. de Lima), Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ.

2018

Patrono dos formandos em Biomedicina (2017/02) da UNIGRANRIO, UNIGRANRIO.

2012

Melhor Trabalho da Sessão de Apresentação de Painéis IQP14 (co-orientador), UFRJ - XXXIII Jornada de Iniciação Ciêntífica Giulio Massaranii.

2011

Melhor Trabalho da Sessão de Apresentação de Painéis IQP6 (co-orientador), UFRJ - XXXIII Jornada de Iniciação Ciêntífica Giulio Massaranii.

2007

Prêmio SIMBIO Jovem Pesquisador (co-autor), III SIMBIO - Simpósio de Biotecnologia em Etanol e Biodiesel.

2002

Menção Honrosa (Co-orientador/Provoc), FIOCRUZ.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Química, Departamento de Bioquímica. , Av. Pedro Calmon, S/N - Bloco P, P4 - Lab. Bioetanol, Cidade Universitária, 21941596 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil, Telefone: (21) 32096590, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2004 - 2005

Fundação Oswaldo Cruz

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador, Carga horária: 20

2001 - 2003

Fundação Oswaldo Cruz

Vínculo: Bolsista FAPERJ, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20

Atividades

  • 01/2001 - 12/2005

    Pesquisa e desenvolvimento , Instituto Oswaldo Cruz, Departamento de Biologia.,Linhas de pesquisa

  • 01/2001 - 12/2003

    Estágios , Instituto Oswaldo Cruz, Departamento de Biologia.,Estágio realizado, ESTUDOS BIONÔMICOS DE Triatoma brasiliensis Neiva, 1911 (HEMIPTERA: REDUVIIDAE) DE JAGUARUANA - CEARÁ, BRASIL , INFECTADOS COM A CEPA CE-4 DE Trypanosoma cruzi, EM CONDIÇÕES DE LABORATÓRIO..

2003 - 2004

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 15

2003 - 2003

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitor de Química Geral e Inorgânica

2003 - 2003

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitor de Química Analítica

2002 - 2002

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitor de Microbiologia

Atividades

  • 07/2003 - 08/2004

    Estágios , Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Departamento de Ciências Naturais.,Estágio realizado, ESTUDO DE PARÂMETROS FÍSICOS E QUÍMICOS NA ÁGUA DA CHUVA NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO..

2005 - 2007

Instituto Nacional de Tecnologia

Vínculo: Bolsista DTI - CNPq, Enquadramento Funcional: Técnico de nível superior, Carga horária: 40

Outras informações:
Atividades de Pesquisa e Desenvolvimento na área de Meio Ambiente com enfase em Biotecnologia aplicada ao Meio Ambiente

Atividades

  • 06/2005 - 06/2007

    Pesquisa e desenvolvimento , Divisão de Meio Ambiente, .,Linhas de pesquisa

  • 06/2005 - 06/2005

    Serviços técnicos especializados , Divisão de Meio Ambiente, .,Serviço realizado, Análises microbiológicas de água e papel para clientes do setor público e privado.

2007 - 2008

Universidade de Brasília, UnB

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estudante convidado

Outras informações:
Doutorado em Bioquímica na UFRJ sob a coorientação do Prof. Edivaldo Ximenes Ferreira Filho da UnB, parte dos experimentos realizados na UnB no período de novembro a dezembro de 2007 e maio a novembro de 2008.

Atividades

  • 07/2007 - 11/2008

    Pesquisa e desenvolvimento , Istituto de Ciências Biológicas, .,Linhas de pesquisa

2009 - 2009

Kobe University

Vínculo: JICA trainee, Enquadramento Funcional: Guest student, Carga horária: 40

Outras informações:
Agrobiotechnology course (2009) Laboratory of Applied Microbiology

2011 - 2011

National Institute of Advanced Industrial Science and Technology

Vínculo: JICA trainee, Enquadramento Funcional: Guest researcher

Outras informações:
Research on ethanol production from sugarcane wastes (pretreatment technology).

Atividades

  • 08/2011 - 12/2011

    Pesquisa e desenvolvimento , Biomass Technology Research Center, .,Linhas de pesquisa

2018 - Atual

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto A, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2014 - 2016

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante do PPGBq, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Professor visitante do Programa de Pós-graduação em Bioquímica (Conceito CAPES 6)

2011 - 2014

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: Pós-doutorando - bolsa COPPETEC, Carga horária: 40

2010 - 2011

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: Pós-doutorando - bolsa DTI-1 CNPq, Carga horária: 40

2006 - 2010

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Vínculo: Estudante de Doutorado, Enquadramento Funcional: Doutorando - bolsa CAPES, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 08/2019

    Ensino, Educação Física, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, IQB122 ? Bioquímica - Educação Física (EFA)

  • 08/2018

    Ensino, Abi - Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, IQB-201 - BIOQUÍMICA BÁSICA I , IQB-202 - BIOQUÍMICA BÁSICA II

  • 08/2018

    Ensino, Abi - Engenharia Química, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, BIOQUÍMICA BÁSICA ? EQZ

  • 11/2015

    Ensino, Abi - Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, IQB-201 - BIOQUÍMICA BÁSICA I

  • 03/2015

    Ensino, Química, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, IQB477 BIOQUÍMICA ? LQ (Licenciatura e Bacharelado)

  • 05/2014

    Ensino, Bioquímica, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, IQB 710 - Tecnologia Enzimática da Biomassa, IQB 833 - Seminários II

  • 06/2006

    Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Química, .,Linhas de pesquisa

  • 05/2014 - 12/2014

    Ensino, Engenharia Química, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, IQB 248 - BIOQUÍMICA EQ

  • 05/2014 - 12/2014

    Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, IQB 202 ? Bioquímica Básica II

2017 - 2018

Universidade do Grande Rio

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor colaborador, Carga horária: 40

Atividades

  • 02/2017 - 07/2018

    Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Biomedicina Ciência e Profissão , Ciências da Saúde II - Bioquímica, Empoderamento profissional: o desenvolvimento do pensamento científico, Estágio Supervisionado em Biomedicina I e II, Integração Metabólica, Metabolismo Biológico - Bioquímica, Trabalho de Conclusão de Curso I e II

Propriedade Intelectual

Patentes (1)