Ursula Paula Reno Soci

Ursula atualmente faz estágio de Pós Doutoramento pela Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo. Concluiu seu primeiro estágio de pós doutoramento pela Universidade Nove de Julho, no Laboratório de Fisiologia Translacional, na área de Biologia Molecular e Fisiologia Clássica. Fez Doutorado em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e é graduada em Educação Física pela Universidade de São Paulo, tendo desenvolvido seus estudos de Iniciação Científica e de Doutorado no Laboratório de Bioquímica e Biologia Molecular da Atividade Motora na Escola de Educação Física e Esporte da USP, sempre com ênfase em Bioquímica do Exercício e Biologia Molecular. Atualmente, sua área de atuação abrange os seguintes temas de pesquisa e interesse: exercício e treinamento físico, genética, microRNAs, músculo esquelético e cardíaco, hipertrofia, doenças cardiovasculares, educação física adaptada, esteróides anabolizantes, angiogênese e doping.

Informações coletadas do Lattes em 29/10/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Fisiopatologia Experimental

2010 - Atual

Faculdade de Medicina USP
Título: PERFIL DE MICRORNAS EXPRESSOS NO CORAÇÃO DE RATOS NORMOTENSOS TREINADOS: INVESTIGAÇÃO DO POTENCIAL TERAPÊUTICO EM RATOS ESPONTANEAMENTE HIPERTENSOS,
Orientador: Edilamar Menezes de Oliveira
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Doutorado em Fisiopatologia Experimental

2010 - 2015

Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Título: Perfil de microRNAs expressos no coração de ratas normotensas treinadas e seu potencial terapêutico na hipertensão arterial
Edilamar Menezes de Oliveira. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Colágeno; expressão gênica; Hipertensão; Hipetrofia Cardíaca; microRNAS.

Graduação em Bacharelado em Educação Física

2003 - 2008

Escola de Educação Física e Esporte - USP
Título: EFEITOS DA ASSOCIAÇÃO DO TREINAMENTO FÍSICO DE NATAÇÃO AO USO DE ESTERÓIDES ANABOLIZANTES NA CAPILARIZAÇÃO DE MÚSCULO ESQUELÉTICO DE RATOS NORMOTENSOS
Orientador: Edilamar Menezes de Oliveira
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2016

Pós-Doutorado. , Universidade de São Paulo, USP, Brasil. , Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. , Grande área: Ciências da Saúde

2015

Pós-Doutorado. , Universidade Nove de Julho, UNINOVE, Brasil. , Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2011 - 2011

Metodologia da Pesquisa. (Carga horária: 15h). , Escola de Educação Física e Esporte - USP, EEFE - USP, Brasil.

2010 - 2010

Bioinformática para anélise da expressão gênica. (Carga horária: 40h). , Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, FM-USP, Brasil.

2007 - 2008

Escrever projetos para publicação e financiamento. (Carga horária: 4h). , Federação das Sociedades de Biologia Experimental, FeSBE, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Educação Física.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

31 Congresso de Cardiologia do Estado da Bahia. Aspectos Fisiologicos e Moleculares sobre Treinamento Físico aplicado à Cardiologia. 2019. (Congresso).

Experimental Biology. MicroRNA Profile in trained female rats and its therapeutic potential in hypertension-induced cardiac fibrosis. 2018. (Congresso).

IUPS. MICRORNA PROFILE IN SWIMMING TRAINED FEMALE RATS AND ITS THERAPEUTIC POTENTIAL IN SPONTANEOUSLY HYPERTENSIVE RATS. 2017. (Congresso).

FESBE 2013. The expression of Myomirs in Physiological cardiac hypertrophy induced by aerobic swimming training. 2013. (Congresso).

IV Congresso de Iniciação Científica USP-UNESP-UNICAMP. 2012. (Congresso).

IX Fórum de Pesquisa em Exercício Físico e Reabilitação Cardiovascular.Apresentação de grupos de Pesquisa. 2012. (Outra).

MicroRNA 2012 International Symposium.MicroRNA-208a is involved in regulation of cardiac hypertrophy induced by aerobic training in rats. 2012. (Simpósio).

XXXIII SOCESP. Papel dos microRNAs 208a na hipertrofia cardíaca induzida por treinamento físico aeróbio. 2012. (Congresso).

1st International Symposium of Exercise Physiology and Molecular Biology. 2011. (Simpósio).

III Congresso de Iniciação Científica USP-UNESP-UNICAMP. Bioquímica do Exercício: Adaptações morfológicas e metabólicas cardíacas e musculares esqueléticas promovidas pelo treinamento físico aeróbico. 2011. (Congresso).

Seminário Internacional: Exercício, Estresse Oxidativo e Claudicação do Laboratório de Hemodinâmica da Atividade Motora. 2011. (Seminário).

Seminário Internacional: Exercício Estresse Oxidativo e Claudicação do Laboratório de Hemodinâmica da Atividade Motora ção. 2011. (Seminário).

XV Simpósio Brasileiro de Fisiologia Cardiovascular.ENVOLVIMENTO DOS MICRORNAS 29A E 29C NO AUMENTO DA COMPLACÊNCIA VENTRICULAR EM HIPERTROFIA CARDÍACA INDUZIDA POR TREINAMENTO FÍSICO AERÓBICO EM RATOS NORMOTENSOS. 2011. (Simpósio).

XXXII Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo. MicroRNAs-29 Estão envolvidos no aumento da complecência ventricular na hipertrofia cardíaca de ratos submetidos ao treinamento físico aeróbio. 2011. (Congresso).

XXXI Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo. Papel do MicroRNas 29A e 29C na Melhora de Função Ventricular Promovida pelo treinamento aeróbico em ratos normotensos. 2010. (Congresso).

Federação de Sociedades de Biologia Experimental. Esteróide Anabolizante Prejudica Respostas Cardiovasculares Induzidas peo Trainamento Físico da Natação em Ratos Normotensos. 2009. (Congresso).

Investigação Jovem na Universidade do Porto. Associative effects of anabolic steroids and swimming training on skeletal muscle angiogenesis in normotensive rats. 2009. (Congresso).

16.o Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP - SIICUSP. Efeitos da associação do treinamento físico de natação ao uso de esteróides anabolizantes na capilarização de músculo esquelético de ratos normotensos. 2008. (Congresso).

I Congresso de iniciação científica EEFE-USP e FEF- Unicamp. Esteróide Anabolizante prejudica o fluxo sanguíneo e angiogênese no músculo esquelético de ratos normotensos. 2008. (Congresso).

Federação de Sociedades de Biologia Experimental. O uso de esteróide anabolizante diminui a capilarização do músculo sóleo re ratos submetidos ao treinamento de Natação. 2005. (Congresso).

VIII Simpósio Brasileiro de Fisiologia Cardiovascular. 2004. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: ARTHUR JORGE SIQUEIRA NETO

FRANCA, C. N.; NOVO, N. F.;Soci, Ursula Paula Renó. Impactos do treinamento intervalado de alta intensidade de curta e longa duração. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade de Santo Amaro.

Aluno: Ricardo Itria

FRANCA, C. N.; de Souza, P. C.;Soci, U. P. R.. Avaliação de Alunos Ingressantes Quanto a Força e Resistência do Core em um Instituto de Treinamento Personalizado, Ensino e Pesquisa de São Paulo. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade de Santo Amaro.

Aluno: Ricardo Itria

Soci, U. P. R.; de Souza, P. C.; FRANCA, C. N.. Avaliação de Alunos Ingressantes Quanto a Força e Resistência do Core em um Instituto de Treinamento Personalizado, Ensino e Pesquisa de São Paulo. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências da Saúde) - Universidade de Santo Amaro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Luciana dos Reis Vasques

VASQUES, L. R.; IRIGOYEN, M. C.; LACCHINI, S.. Expressão de microRNAs expressos no coração de ratos normotensos treinados: investigação do potencial terapêutico em ratos espontaneamente hipertensos. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Fisiopatologia Experimental) - Universidade de São Paulo.

Fernanda Roberta Roque Redondo

OLIVEIRA, EMIRIGOYEN, MC; LACCHINI, S.; ROQUE, FR; NEVES, V. J.. Perfil de microRNAs expressos no coração de ratas normotensas treinadas e o potencial terapêutico na hipertensão arterial. 2015. Tese (Doutorado em Fisiopatologia Experimental) - Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Silvia Lacchini

ROQUE, F. R.; Neves, VJ;LACCHINI, S; Irigoyen, Maria Cláudia;OLIVEIRA, Edilamar Menezes de. Perfil dos microRNAs expressos no coração de ratas normotensas e o potencial terapêutico na hipertensão arterial. 2015. Tese (Doutorado em Ciências (Fisiopatologia Experimental)) - Universidade de São Paulo.

Maria Claudia Costa Irigoyen

Irigoyen, M.C.Oliveira, EM. . Perfil de microRNAs expressos no coração de ratas normotensas treinadas e o potencial terapêutico na hipertensão arterial.. 2014. Tese (Doutorado em Fisiopatologia Experimental) - Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo.

Vander José das Neves

OLIVEIRA, E. M.; LACCHINI, S.; ROQUE, F. R.;IRIGOYEN, M. C.NEVES, V. J.. Perfil de microRNAs expressos no coração de ratas normotensas treinadas e o potencial terapêutico na hipertensão arterial. 2015. Tese (Doutorado em Medicina (Ciências Médicas)) - Universidade de São Paulo.

MARCELO ALVES DA SILVA MORI

OLIVEIRA, E. M.; NEVES, V. J.; KIMURA, E. T.;Mori, Marcelo A; LACCHINI, S.; CACERES, V. M.; REDONDO, F. R. R.; TROMBETTA, I. C.; IRIGOYEN, M. C. C.; GALANTE, P. A. F.. Perfil de microRNAs expressos no coração de ratas normotensas treinadas e o potencial terapêutico na hipertensão arterial. 2015. Tese (Doutorado em Fisiopatologia Experimental) - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Edilamar Menezes de Oliveira

EFEITOS DA ASSOCIAÇÃO DO TREINAMENTO FÍSICO DE NATAÇÃO AO USO DE ESTERÓIDES ANABOLIZANTES NA CAPILARIZAÇÃO DE MÚSCULO ESQUELÉTICO DE RATOS NORMOTENSOS; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Universidade de São Paulo; Orientador: Edilamar Menezes de Oliveira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • 2018 Fernandes, Tiago ; CASAES, LILIAN ; SOCI, ÚRSULA ; SILVEIRA, ANDRE ; GOMES, JOÃO ; BARRETTI, DIEGO ; ROQUE, FERNANDA ; OLIVEIRA, EDILAMAR . Exercise Training Restores the Cardiac Microrna-16 Levels Preventing Microvascular Rarefaction in Obese Zucker Rats. Obesity Facts , v. 11, p. 15-24, 2018.

  • 2017 GOMES, JOÃO LUCAS PENTEADO ; Fernandes, Tiago ; SOCI, URSULA PAULA RENO ; SILVEIRA, ANDRÉ CASANOVA ; BARRETTI, DIEGO LOPES MENDES ; NEGRÃO, CARLOS EDUARDO ; OLIVEIRA, EDILAMAR MENEZES . Obesity Downregulates MicroRNA-126 Inducing Capillary Rarefaction in Skeletal Muscle: Effects of Aerobic Exercise Training. Oxidative Medicine and Cellular Longevity , v. 2017, p. 1-9, 2017.

  • 2017 SILVEIRA, ANDRÉ C. ; Fernandes, Tiago ; SOCI, ÚRSULA P. R. ; GOMES, JOÃO L. P. ; BARRETTI, DIEGO L. ; MOTA, GLÓRIA G. F. ; NEGRÃO, CARLOS EDUARDO ; Oliveira, Edilamar M. . Exercise Training Restores Cardiac MicroRNA-1 and MicroRNA-29c to Nonpathological Levels in Obese Rats. Oxidative Medicine and Cellular Longevity , v. 2017, p. 1-12, 2017.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - Atual

    MicroRNas circulantes como biomarcadores de cardiotoxicidade e potencial terapeutico no cancer de mama, Descrição: O câncer é uma das principais causas de mortalidade no mundo, e entre todos os tipos existentes, o câncer de mama e de próstata são os mais incidentes. Grande esforço tem sido realizado para sua detecção precoce, bem como o aprimoramento de tratamentos antineoplásicos e desenvolvimento de novas terapias. Algumas terapias já existentes são realizadas por agentes cardiotóxicos, como as antraciclinas, que podem levar a danos irreparáveis nos cardiomiócitos e à doenças cardíacas (15). Por outro lado, terapias não farmacológicas como o treinamento físico tem sido empregados eficientemente como coadjuvantes ao tratamento de diferentes tipos de câncer. Os mecanismos moleculares pelos quais a cardiotoxicidade ocorre pelo uso das antraciclinas têm sido tópico de grande debate. Muitos mecanismos moleculares já foram estudados como a proteólise de titinas, o estresse oxidativo, dano ao DNA, mutação mitocondrial, alteração do mecanismo de cálcio e ativação da isoforma ¨b¨ da topoisomerase (16), entretanto muito ainda há para ser elucidado sobre o tema, como mecanismos pós-transcricionais regulados por microRNAs (miRNAs). Os miRNAs são RNAs de fita simples de 17?25 nucleotídeos, que exercem efeitos regulatórios pós-transcricionais ligando-se à região 3? não traduzida de RNAs mensageiros (RNAm)-alvo, o que permite a redução dos níveis protéicos de seus genes-alvo (1). Em mamíferos, os miRNAs regulam diversos processos celulares fisiológicos e patológicos como a proliferação, apoptose, diferenciação celular, hematopoiese, secreção de hormônios, além de atuarem no desenvolvimento e funcionamento muscular esquelético e cardíaco. São demonstradas alterações na expressão de miRNAs em diversas doenças humanas, como o câncer e as cardiovasculares (6, 7). Entre as doenças cardiovasculares, grande destaque vem sendo dado aos miRNAs codificados nos genes de proteínas sarcoméricas, como o das miosinas de cadeia pesada (MCP) α-MCP, β-MCP e MCP-7b que hospedam respectivamente os miRNAs-208a, -208b e -499. Estes miRNAs são biomarcadores em lesões cardíacas agudas e crônicas, além de serem investigados como moléculas com potencial terapêutico em diversas doenças como obesidade, hipertensão e hipertireoidismo (8-13). Dados ainda não publicados do nosso laboratório mostram que o treinamento físico aeróbio diminui a expressão desses miRNAs no coração de ratos saudáveis e obesos, o que induz a um aumento na relação α-MCP/β-MCP e a melhora de função cardíaca. Realmente, a deleção do íntron contendo o miRNA-208a em camundongos inibe a transcrição de β-MCP, já que a consequente supressão da expressão do miRNA-208a induz maior expressão em seus RNAm alvos, que exercem função repressora em zonas promotoras do gene β-MCP, proteína que aumenta de expressão em situações de estresse cardíaco (14,15). A proposta deste estudo é investigar miRNAs envolvidos na cardiotoxicidade, abrindo perspectivas para melhor compreensão a respeito de mecanismos moleculares que tenham potencial como terapias adjuvantes, e de novos marcadores de estresse cardíaco em pacientes submetidos a terapia com doxorrubicina. Em um primeiro momento será realizado um estudo in vitro, no qual será modulada a expressão do miRNA-208a em cultura de células musculares cardíacas e realizadas análises histológicas, moleculares para investigar o efeito preventivo e terapêutico do miRNA-208a e seus alvos. Na segunda fase do estudo serão estudados o efeito da doxorrubicina na função, estrutura e no conteúdo de miRNA-208a cardíaco e circulante em modelo animal de câncer de mama. Além disso, o potencial terapêutico e preventivo do miRNA-208a in vivo serão testados, a exemplo do que ocorre com o treinamento físico, através da inibição do miRNA-208a com uso de antisense LNA (locked nucleic acid), no modelo animal transgênico de câncer de mama MMTV-PyMT tratados com doxorrubicina, através de análises moleculare. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ursula Paula Renó Soci - Integrante / Edilamar Menezes de Oliveira - Coordenador.

  • 2016 - Atual

    Câncer e Coração: Novos paradigmas de diagnóstico e tratamento, Descrição: Apesar do ininterrupto desenvolvimento de novos medicamentos para o tratamento do câncer, a taxa de sobrevivência continua baixa, especialmente naqueles pacientes em estágio avançado da doença.A maioria dos pacientes com metástase vai a óbito num período de três anos. Observações recentes mostram, também, que as novas terapêuticas aumentam a susceptibilidade para doenças cardiovasculares, o que torna o tratamento do paciente com câncer ainda mais desafiador. Disfunção cardíaca por cardiotoxicidade atinge de 10-15% das pacientes com câncer de mama que são submetidas à quimioterapia. Alterações cardíacas associadas à disfunção autonômica têm sido recentemente documentadas em pacientes submetidos à radioterapia para o tratamento de linfoma.Ganho de peso, resistência à insulina e hiperglicemia, dislipidemia e hipertensão arterial são frequentes em pacientes submetidos a bloqueio androgênico ou orquiectomia cirúrgica para tratamento de adenocarcinoma de próstata. Portanto, a busca por novas alternativas de tratamento para o paciente com câncer, quer para a cura da própria doença, quer para eliminar os efeitos colaterais representa um grande desafio.A inatividade física é uma característica muito frequente em pacientes oncológicos. A condição debilitante da doença, o tratamento muito agressivo e o estado psicológico do paciente contribuem para o baixo nível de atividade física em pacientes com câncer. Por outro lado, estudos envolvendo um elevado número de indivíduos são unânimes em mostrar uma relação significativa entre o grau de aptidão física e a taxa de sobrevivência, independentemente da presença de doenças. Estes conhecimentos sugerem que o exercício físico pode ser uma conduta adjuvante no tratamento do câncer. De fato, estudos recentes mostram que o treinamento físico melhora a capacidade física e a qualidade de vida em pacientes com câncer. O nosso objeto de investigação é a identificação de mecanismos moleculares e autonômicos envolvidos nas alterações cardiovasculares provocadas pelo câncer ou quimioterapia e radioterapia utilizados no tratamento dessa doença. Não menos importantes serão os estudos focados em novos paradigmas terapêuticos fundamentados em princípios celulares e moleculares, medicamentos e exercício físico para o tratamento da doença cardiovascular associada ao câncer, com especial atenção na toxicidade do músculo cardíaco e músculo esquelético.Para alcançar esses propósitos, serão desenvolvidos 21 estudos em três áreas: Cardio/Oncologia, Oncologia e Cardiologia.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ursula Paula Renó Soci - Integrante / Edilamar Menezes de Oliveira - Integrante / Carlos Eduardo Negrao - Coordenador / Anamaria Camargo - Integrante / Roger Chammas - Integrante / Patricia Brum - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Impacto do treinaento físico aeróbico, resistido ou combinado em modelos experimetais de disfunções cardiometabólicas associadas à privação dos hormônios ovarianos, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ursula Paula Renó Soci - Integrante / Angelis, Katia De - Coordenador.

  • 2010 - 2014

    EXPRESSÃO DE microRNAS NO CORAÇÃO DE RATOS NORMOTENSOS SUBMETIDOS A DIFERENTES VOLUMES DE TREINAMENTO FÍSICO AERÓBICO E SEU POTENCIAL TERAPÊUTICO NA HIPERTENSÃO, Descrição: A hipertrofia cardíaca (HC) constitui-se num dos principais mecanismos de adaptação do coração em face de uma sobrecarga de trabalho. Entretanto, existem diferenças no tipo de HC quando o coração é submetido a uma sobrecarga fisiológica ou patológica, que por suas características levam à modulação gênica, resultando na expressão ou re-expressão de diferentes genes, gerando por consequência características fenotípicas e funcionais diferentes entre si, podendo ser classificadas, de modo geral, como hipertrofia concêntrica e excêntrica. Foi recentemente atribuído aos microRNAs (miRNAs), inclusive para cardiomiócitos, o papel de regulação pós-transcricional na expressão gênica em diferentes tipos celulares. Os miRNAs são uma pequena seqüências de núcleotídeos que consistem em uma classe de RNA não codificante, descobertos na década de 80, e embora, muitos miRNAs sejam altamente expressos no coração, o seu papel nos processos gênicos fisio-patológicos ainda não estão claros, principalmente no tocante à responsividade ao treinamento físico aeróbico. Assim, esse projeto tem como objetivos traçar o perfil de miRNAs expressos na HC fisiológica induzida pelo treinamento físico (TF) e selecioná-los para tratamento da HC patológica em animal espontaneamente hipertenso (SHR). Para isso, os animais serão divididos em 3 grupos: (C) controle, (T1) treinado pelo protocolo 1, (T2) treinado pelo protocolo 2. T1: Treinamento 60 min, 1x/dia, 5dias/sem/10 semanas, com 5% de sobrecarga. T2: o mesmo de T1 até a 8ª sem, na 9ª sem 2x/dia e na 10ª sem 3x/dia. No final do TF os animais serão sacrificados, o RNA será extraído e traçado o perfil de miRNAs expressos no coração. Uma vez que, o TF promove remodelamento cardíaco com efeitos benéficos sobre o sistema cardiovascular, serão selecionados os miRNAs com expressão diferencial comparados aos controles e analisados seus genes alvos. Baseados nos genes alvo, os miRNAS considerados mais importantes no processo de remodelamento cardíaco com o TF serão inibidos e/ou superexpressos no coração de animais SHR com HC patológica, usando oligonucleotídeos quimicamente modificados e técnicas de sense e/ou antisense com objetivos de reverter o processo patológico. Assim, realizaremos uma abordagem de terapia gênica sobre a HC patológica, através da modulação da expressão de alguns miRNAs selecionados a partir de uma HC fisiológica, no coração do animal hipertenso. Será analisada a função cardíaca nos animais hipertensos, após o tratamento, por ecocardiografia, teste máximo em esteira e consumo máximo de O2, expressão gênica de marcadores patológicos e expressão de proteínas envolvidas no remodelamento cardíaco. Este estudo tem potencial para abrir perspectivas futuras para terapia gênica com miRNAs no tratamento clínico de pacientes com HC patológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ursula Paula Renó Soci - Integrante / Roque, F. R. - Integrante / Phillips, M. I. - Integrante / Fernandes, Tiago - Integrante / Edilamar Menezes de Oliveira - Coordenador / Stephano Melo - Integrante.

  • 2010 - 2013

    PERFIL DE MICRORNAS EXPRESSOS NO CORAÇÃO DE RATOS NORMOTENSOS TREINADOS: INVESTIGAÇÃO DO POTENCIAL TERAPÊUTICO EM RATOS ESPONTANEAMENTE HIPERTENSOS, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ursula Paula Renó Soci - Coordenador.

  • 2007 - 2008

    Efeitos da associação do treinamento físico de natação ao uso de esteróides anabolizantes na capilarização de músculo esquelético de ratos normotensos, Descrição: Aborda sobre os efeitos da associação do treinamento físico ao uso excessivo de esteróides anabolizantes sobre a saúde vascular e no músculo esquelético de ratos. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ursula Paula Renó Soci - Coordenador / Roque, F. R. - Integrante / Oliveira, E. M. - Integrante / Maria Cláudia Irigoyen - Integrante / Katia de Angelis - Integrante / Tiago Fernandes - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2004 - 2007

    Efeitos do uso de esteróide anabolizante associado ao treinamento físico de natação sobre o fluxo sanguíneo para o miocárdio de ratos normotensos, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Ursula Paula Renó Soci - Integrante / Roque, F. R. - Coordenador / Oliveira, E. M. - Integrante / Maria Cláudia Irigoyen - Integrante / Katia de Angelis - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2015

1º Lugar-Prêmio Melhor Pesquisa Básica- João Lucas Penteado, XVI Simpósio de Educação Física da SOCESP., Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo.

2014

1o Lugar em pesquisa Básica - Prêmiio Eduardo Krieger - 3a autora - "Treinamento físico restaura a expressão do miRNA-29c cardíaco diminuindo o colágeno e prevenindo a hipertrofia cardíaca patológica, XXII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão.

2013

Primeiro Lugar no Prêmio Melhor Pesquisa Básica, XIV Simpósio de Educação Física da Sociedade de Cardiologia do Estado de Sâo Paulo.

2012

1o Lugar no prêmio Melhor Pesquisa Básica - Professor Dr. Cantídio de Moura Campos - Papel do microRNA-208a na hipertrofiia cardíaca induzida por treinamento físico aeróbio, Sociedade Paulista de Cardiologia - XXXIII - SOCESP.

2011

Melhor Pesquisa Básica - Área médica - MicroRNAs-29 estão envolvidos no aumento da complacência ventricular na hipertrofia cardíaca de Ratos submetidos ao trein. físico aeróbico - tema selecionado, Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de Sâo Paulo.

2011

Menção Honrosa - Prêmio Pesquisa Básica - MicroRNA 208 está envolvido na regulação da Expressão Gênica de Beta-MHC em Hipertrofia Cardíaca Induzida Pelo Treinamento Físico Aeróbico, Departamento de Educação Fìsica e Esporte - SOCESP - XII Simpósio de Educação Física em Cardiologia.

2011

MENÇÃO HONROSA - ENVOLVIMENTO DOS MICRORNAS 29AE 29C NO AUMENTO DA COMPLACÊNCIA VENTRICULAR EM HIPERTROFIA CARDÍACA INDUZIDA POR TREINAMENTO AERÓBIO - Painel, XV Simpósio Brasileiro de Fisiologia Cardiovascular.

2011

Menção Honrosa - Segunda Autora - MicroRNAs 133a and 133b are modulated by aerobic training in Spontaneusly Hypertensive Rats, FESBE 2011.

2010

Menção Honrosa - FESBE - 2010 - Painel: Papel dos MicroRNAs 29A e 29C na melhora de função ventricular promovida pelo treinamento aeróbico em ratos normotensos. Por Marco Amadeu, Federação de Sociedades de Biologia Experimental -.

2009

Viagem ao Congresso - Investigação Jovem na Universidade do Porto - Portugal, PIBIC-CNPQ.

2008

Mérito Universitário - Prêmio de Melhor Trabalho Acadêmico de MonografIa, ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE DA USP.

2008

Menção Honrosa, 16.o SIICUSP - Simpósio de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Nove de Julho, UNINOVE - Vergueiro. , Rua Vergueiro 235/249, Liberdade, 01504001 - São Paulo, SP - Brasil, Telefone: (11) 33859067

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional