Lucas Souza Beppler

Mestrando em Economia do Desenvolvimento na PUCRS. Atualmente trabalhando com modelos EGC e setor público. Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2016).

Informações coletadas do Lattes em 04/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Economia

2017 - Atual

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Orientador: Gustavo Inácio de Moraes;Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Graduação em Ciências Econômicas

2011 - 2016

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Uma avaliação das finanças públicas no Brasil no período 2009-2013 por meio da taxonomia minskyana de posturas financeiras
Orientador: Ronaldo Herrlein Junior

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Macroeconomia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Salão de Ensino UFRGS.Valorização do capital, sistema financeiro e ciclo econômico na abordagem de Karl Marx.. 2015. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Arlei Luiz Fachinello

Moraes, Gustavo Inácio;FACHINELLO, A. L.; FOCHEZATTO, A.. Um novo experimento para os efeitos dos instrumentos de política fiscal na economia brasileira. 2019. Dissertação (Mestrado em Programa de pós-graduação em economia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Eugenio Lagemann

LAGEMANN, E.. Avaliação do setor público agregado brasileiro através da taxonomia minskyana de posturas financeiras no período 2009-2013. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Ronaldo Herrlein Junior

Uma avaliação das finanças públicas no Brasil no período 2009-2013 por meio da taxonomia minskyana de posturas financeiras; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Ronaldo Herrlein Júnior;

Ronaldo Herrlein Junior

Valorizacao do capital, sistema financeiro e ciclo economico nas abordagens de Marx e Minsky; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ronaldo Herrlein Júnior;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • TRINDADE, C. S. ; BEPPLER, L. S. . BARREIRAS AMBIENTAIS E A PRODUÇÃO AGRÍCOLA ORGÂNICA NO RIO GRANDE DO SUL. In: 9º ENCONTRO DE ECONOMIA GAÚCHA, 2018, Porto Alegre. Anais EEG 2018, 2018.

  • BEPPLER, L. S. ; TRINDADE, C. S. ; MORAES, G. I. . CONTRAÇÃO EXPANSIONISTA EM CONTAS PÚBLICAS ? UM NOVO EXERCÍCIO PARA O BRASIL A PARTIR DE UM MODELO EGC. In: XVI Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, 2018, Caruaru. Anais XVI ENABER 2018, 2018.

  • BEPPLER, L. S. ; TRINDADE, C. S. ; MORAES, G. I. . CONTRAÇÃO EXPANSIONISTA EM CONTAS PÚBLICAS ? UM NOVO EXERCÍCIO PARA O BRASIL A PARTIR DE UM MODELO EGC. Revista de Economia Mackenzie , 2019.

  • TRINDADE, C. S. ; BEPPLER, L. S. . BARREIRAS AMBIENTAIS E A PRODUÇÃO AGRÍCOLA ORGÂNICA NO RIO GRANDE DO SUL. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • BEPPLER, L. S. ; TRINDADE, C. S. ; MORAES, G. I. . CONTRAÇÃO EXPANSIONISTA EM CONTAS PÚBLICAS ? UM NOVO EXERCÍCIO PARA O BRASIL A PARTIR DE UM MODELO EGC. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional