Eder Marques da Silva

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. É Mestre em Ciências Biológicas, Genética CAPES 6 pela UNESP, BOTUCATU . Como experiência internacional, passou um período na Universidade Politécnica de Valência durante seu doutorado e também passou um período na North Carolina University durante seu segundo pós doutorado. Tem experiência na área de Biologia e Genética Molecular de Plantas, Genômica Funcional de Plantas com Enfase em ncRNA (i.e. microRNAs e siRNAs) Fisiologia Vegetal, and Patologia de Plantas. Atualmente atua como pós doutorando no Centro de Energia Nuclear na Agricultura - (CENA - USP).

Informações coletadas do Lattes em 27/05/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Ciências Biológicas AC.: Genética

2012 - 2016

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: Caracterização funcional da via miR159/SlyGAMYB-like ao longo do processo de frutificação em tomateiro (Solanum Lycopersicum)
Orientador: em Universitat Politècnica de València ( Izabel Lopez Diaz)
com Fabio Tebaldi Silveira Nogueira. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: Gema lateral; Transgênicos; ncRNA.Grande área: Ciências Biológicas

Mestrado em Ciência Biológica AC.: Genética

2009 - 2011

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: Isolamento e caracterização de marcadores de DNA associados ao sexo e de segmentos de DNA repetitivo em espécies do gênero Brycon (Characidae, Bryconinae),Ano de Obtenção: 2011
ADRIANE PINTO WASKO.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: DNA Satélites; DNA Repetitivo; RAPD; Marcador molecular.

Aperfeiçoamento em Genética Molecular Vegetal

2011 - 2012

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Título: Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.).. Ano de finalização: 2012
Orientador: Fábio T. S. Nogueira
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Graduação em Ciências Biológicas

2005 - 2008

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
Título: AVALIAÇÃO DA EXPOSIÇÃO DE AVES NATIVAS A EFEITOS GENOTÓXICOS EM ÁREAS URBANAS
Orientador: PROF. Dr. LUIZ EDUARDO APARECIDO GRASSI
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Pós-doutorado

2017

Pós-Doutorado. , CENA-USP, CENA, Brasil. , Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

2016 - 2017

Pós-Doutorado. , Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, ESALQ, Brasil.

Formação complementar

2019 -

Programação de sistemas. (Carga horária: 200h). , Microlins Profissionalizando o País, Microlins, Brasil.

2019 - 2019

From gene to trait: An introduction to an advanced Biotechnology pipeline. (Carga horária: 40h). , Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.

2019 - 2019

Treinamento de programação em Python. (Carga horária: 24h). , Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, ESALQ, Brasil.

2014 - 2014

International Course on Plant Development. (Carga horária: 30h). , CENA-USP, CENA, Brasil.

2010 - 2010

Genética Forense. (Carga horária: 3h). , Sociedade Brasileira de Genética, SBG, Brasil.

2010 - 2010

DNAs Satélites. (Carga horária: 3h). , Sociedade Brasileira de Genética, SBG, Brasil.

2010 - 2010

PCR EM TEMPO REAL, PIROSEQUENCIAMENTO. (Carga horária: 8h). , QIAGEN, QIAGEN, Brasil.

2009 - 2009

INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS APLICADAS A BIOL. MOLECULAR. (Carga horária: 18h). , UNISCIENCE, UNI, Brasil.

2008 - 2008

Extensão universitária em ECOLOGIA E BIODIVERSIDADE. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2008 - 2008

BIOLOGIA MOLECULAR APLICA À ENTOMOLOGIA. , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2008 - 2008

Técnicas de Despesca e manejo de tilápias. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2008 - 2008

CONTROLE MICROBIANO DE INSETOS PRAGA. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2008 - 2008

INICIAÇÃO A GENÔMICA. (Carga horária: 6h). , Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.

2008 - 2008

Toxicologia da Reprodução. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2008 - 2008

Metodos e Modelos de Restauração Ecologica. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2008 - 2008

ESTUDOS DA FAUNA E FLORA DO PANTANAL MS. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2007 - 2007

Extensão universitária em Criação e Manejo de Peixes Ornamentais. (Carga horária: 24h). , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2007 - 2007

Monitoramento de Riachos de Cabeceira. (Carga horária: 8h). , Instituto de Meio Ambiente de Dourados, IMAM, Brasil.

2007 - 2007

Prevenção e Diagnóstico da Dengue. , Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.

2007 - 2007

Epidemiologia de doenças emergentes. , Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.

2007 - 2007

Citogenética de Peixes. (Carga horária: 6h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2007 - 2007

Citogenética Clássica, Molecular e Map. do Genoma. (Carga horária: 6h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2006 - 2006

Noções Básicas Para Sanidade Em Psicultura. (Carga horária: 8h). , Secretaria de Meio Ambiente de Dourados, SMAD, Brasil.

2006 - 2006

Microbiologia do Solo. (Carga horária: 8h). , Universidade Católica Dom Bosco, UCDB, Brasil.

2006 - 2006

A tecnologia do DNA recombinante e os Organismos G. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2006 - 2006

BIOECOLOGIA DA FORMIGA-LEÃO(Neuroptera: Myrmeleont. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.

2005 - 2005

Introdução à Biologia Molecular e Extração de Dna. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.

2005 - 2005

Biologia de Animais Peçonhentos. (Carga horária: 8h). , Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.

2005 - 2005

Mudanças Climáticas e Contaminção do Meio Ambiente. (Carga horária: 8h). , Secretaria de Meio Ambiente de Dourados, SMAD, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Ecogenotoxicidade.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia Animal.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Animal.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Vegetal.

Organização de eventos

SILVA, E. M. . XI Workshop de Genética. 2011. (Congresso).

SILVA, EDER M . Venha conhecer o IB. 2010. .

SILVA, E. M. . Experimentando Genética. 2010. (Exposição).

SILVA, E. M. . SEMANA DA BIOLOGIA: INTEGRAÇÃO DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA. 2008. (Outro).

Participação em eventos

International Sympposium miRNA. 2012. (Simpósio).

XI Workshop de Genética. 2011. (Outra).

56 Congresso Brasileiro de Genética. 2010. (Congresso).

XIII Semana da Bio Instituto de Biociências.ESTUDO SOBRE CARACTERIZAÇÃO E CONTAGEM DIFERENCIAL DE CÉLULAS DA SÉRIE BRANCA E MICRONÚCLEO EM Zenaida Auriculata, (Columbifomes, columbidae). 2009. (Outra).

60ª REUNIÃO ANUAL DA SBPC - SOCIEDADE BRASILEIRA PARA O PROGRESSO DA CIÊNCIA. 2008. (Congresso).

SEMANA DA BIOLOGIA UFGD. 2008. (Outra).

XI WORKSHOP de PLANTAS MEDICINAIS. 2008. (Outra).

VIII Semana do Meio Ambiente XI Eco-Dourados. 2007. (Participações em eventos/Outra).. 2007. (Outra).

VII WORKSHOP DE GENÉTICA. 2007. (Outra).

XIII Semana de Enfermagem UEMS e a III Semana Integrada UEMS/UNIGRAN. 2007. (Outra).

Biotecnologias na Reprodução Animal 3h. 2006. (Outra).

II ENEBIO MS. 2006. (Encontro).

VII Semana do Meio Ambiente X Eco-Dourados. 2006. (Outra).

I ENEBIO MS. 2005. (Encontro).

Polinização Apícola.. 2005. (Outra).

VI SEMANA DO MEIO AMBIENTE E IX ECO-DOURADOS. 2005. (Outra).

Participação em bancas

Aluno: GABRIEL LASMAR DOS REIS

CHALFUN JUNIOR, A.; OLIVEIRA, R. R.; BENEDITO, V. A.; SILVA, S. C.;SILVA, EDER M. MICRORNAS RELATED WITH ANTHOCYANIN BIOSYNTHESIS PATHWAY IN TOMATO. 2020. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia Vegetal) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: KELLEN KAUANNE PIMENTA DE OLIVEIRA

CHALFUN JUNIOR, A.; LIMA, A. A.; PINHEIRO , C.;SILVA, EDER M; SOUZA, K. R. D.. MICRORNAS DE CAFEEIRO RESPONSIVOS À ELEVAÇÃO DE TEMPERATURA COMO FERRAMENTA PARA O MELHORAMENTO GENÉTICO. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Biotecnologia Vegetal) - Universidade Federal de Lavras.

Aluno: Eloísa Vendemiatti

MOURA, D. S; VITORELLO, V. A.;SILVA, EDER MARQUES. Caracterização genética e molecular do desenvolvimento de tricomas glandulares tipos IV e VI em tomateiro (Solanum lycopersicum cv. Micro-Tom) e estudo da participação destas estruturas na resistência a artrópodes. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Fisiologia e bioquímica de plantas) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz.

Aluno: Diêgo Armando Pinheiro Brito

PERES, LAZARO E P; BARBOSA, N. E.;SILVA, EDER M. The role of miR156-targeted SQUAMOSA PROMOTER BINDING PROTEINs in the control of shoot branching in Solanum lycopersicum L.. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Fisiologia e bioquímica de plantas) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz.

Aluno: Tobias Pereira de Morais

GRASSI, L.E.A.SILVA, E. M.; LIMA, A. C. S.. Aspectos da Variabilidade Genética em Uma Variedade Selvagem de Zea mays L.. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciênicias Biológicas) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Aluno: Fernando Alves de Oliveira

GRASSI, L.E.A.SILVA, E. M.; LIMA, A. C. S.. FREQUÊNCIA DE MICRONÚCLEO E ALTERAÇÕES NUCLEARES EM ERITRÓCITOS DE Astyanax Bimaculatus (LINNAEUS, 1758) PARA ESTUDO DE GENOTOXICIDADE EM AMBIENTE AQUÁTICO. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Aluno: Débora dos Santos Silva

GRASSI, L.E.A.SILVA, E. M.; GALETTI, V. S.; TORRES, V. O.. CONTAGEM DIFERENCIAL DE ELEMENTOS DA SÉRIE BRANCA EM CICLÍDEOS DAS ESPÉCIES Aequidens plagiozonatus e Apistograma borelli.. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Aluno: Cristiane Rocha Vicente

GRASSI, L.E.A.SILVA, E. M.; GALETTI, V. S.; TORRES, V. O.. A VIABILIDADE DO USO DE Achatina fulica COMO FONTE DE PROTEÍNA ANIMAL. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

SILVA, EDER M. 27o Simpósio Internacional de Iniciação Científica e Tecnológica da USP. 2019. CENA-USP.

Comissão julgadora das bancas

Luiz Eduardo Aparecido Grassi

GRASSI, L. E. A.; BEZERRA, C.M.P.;BERTI, A. P.. Avaliação da exposição de aves nativas a efeitos genotóxicos em áreas urbanas. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Guaracy Tadeu Rocha

WASKO, A. P.;ROCHA, Guaracy Tadeu. Isolamento e caracterização de marcadores de DNA associados ao sexo e de segmento de DNA repetitivo em espécies do gênerop Brycon. 2011. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas) - Instituto de Biociências, UNESP, Botucatu.

Patricia Pasquali Parise Maltempi

WASKO, A. P.; ROCHA, G. R.;PARISE-MALTEMPI, P. P.. Isolamento e caracterização de marcadores de DNA associados ao sexo e de segmento de DNA repetitivo em espécies do gênero Brycon (Characidae, Bryconidae). 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Genética)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Guilherme Targino Valente

NOGUEIRA, F. T.; ALMEIDA, LFR;VALENTE, G T. Superexpressão do microRNA159 induz alteração do desenvolvimento floral e promove a formação de frutos partenocárpicos em tomateiro (Solanum lycopersicum cv Micro Tom). 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Biológicas (Genética)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Patrícia Pintor dos Reis

NOGUEIRA, F. T. S.; CARRER, H.; CANO, M. I. N.;REIS, P. P.; ZSOGON, A.. Caracterização funcional da via miR159/SlyGAMYB-like ao longo do processo de fruitificação em tomateiro. 2016. Tese (Doutorado em Ciencias Biologicas (Genetica)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Adriane Pinto Wasko

Wasko, A.P.; SILVA, M. D. P.; BENINE, R. C.. Isolamento e caracterização de marcadores de DNA associados ao sexo e de segmentos de DNA repetitivo em espécies do gênero Brycon (Characidae, Bryconinae). 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Ciencias Biologicas (Genetica)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Alessandra Paim Berti

BERTI, A. P.GRASSI, L. E. A.; Bezerra, C.M.P.. Avaliação da exposição de aves nativas a efeitos genotóxicos em áreas urbanas. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Orientou

Rafael M

do Carmo; Avaliação da Possível Relação do Módulo miR156/SlSBP e Citocinina na Interação entre Moniliophthora perniciosa e Solanum lycopersicum (cv Micro-Tom): Consequências para a resistência e susceptibilidade; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Biologia na agricultura) - CENA-USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Lucas Melotto Romero de Oliveira

Estudo funcional do gene candidato à rota de produção de citocinina tRNA ISOPENTENYL TRANSFERASE (tRNA IPT) do patógeno Moniliophtora perniciosa via expressão heteróloga em tomateiro; Início: 2022 - CENA-USP; (Orientador);

Gyanlucca Massaru Martins

Análise funcional do gene SlUACA potencialmente associado à resistência à Moniliophthora perniciosa, caudador da doença Vassoura-de-bruxa em cacaueiro, do tomateiro (Solanum lycopersicum) cv 'Micro-Tom'; Início: 2020 - CENA-USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Bruna Marques de Queiroz

Avaliação funcional da possível contribuição da via regulada pelo microRNA156 na patogênese de Moniliophthora perniciosa em tomateiro; 2019; Iniciação Científica - CENA-USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Eder Marques da Silva;

Debora Brussolo Bidoia

CAMPUS DE BOTUCATUINSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS - DEPARTAMENTO DE GENÉTICAGeração e caracterização de plantas transgênicas de tomateiro Micro Tom (Solanumlycopersicum) super expressando do precursor do microRNA 159; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Eder Marques da Silva;

Foi orientado por

Luiz Eduardo Aparecido Grassi

Avaliação da exposição a efeitos genotóxicos em aves nativas de áreas urbanas; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Unviersidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Luiz Eduardo Aparecido Grassi;

Guaracy Tadeu Rocha

Estágio Docência em Evolução; 2013; Orientação de outra natureza; (Pós Graduação em Ciências Biológicas AC Genética) - Instituto de Biociências, UNESP campus de Botucatu; Orientador: Guaracy Tadeu Rocha;

Guilherme Targino Valente

Citogenética Molecular em Ciclídeos; 2007; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; Orientador: Guilherme Targino Valente;

Adriane Pinto Wasko

Identificação e caracterização de segmentos de DNA sexo-específicos e de DNAs repetitivos em espécies do gênero Brycon (Characidae, Bryconinae); 2011; Dissertação (Mestrado em Ciencias Biologicas (Genetica)) - Universidade Estadual Paulista, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Adriane Pinto Wasko;

Adriane Pinto Wasko

Monitoria junto a curso de extensão "Experimentando Genética 2010"; 2010; Orientação de outra natureza; (PPG Ciências Biológicas (Genética)) - Universidade Estadual Paulista; Orientador: Adriane Pinto Wasko;

William Fernando Antonialli Junior

Caracterização e contagem diferencial de células da série branca e micronúcleo em Zenaida auiculata; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: William Fernando Antonialli Junior;

Claudineia Helena Recco

E-COMMERCE NA QUALIDADE DE SERVIÇO AO CONSUMIDOR E SUAS FUNÇÕES; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Engenharia da Qualidade Integrada) - Universidade Nove de Julho; Orientador: Claudineia Helena Recco;

Alex Tadeu Ferreira

Técnicas Básicas em Laboratório de Genética Molecular; 2007; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul; Orientador: Alex Tadeu Ferreira;

Cesar Martins

Isolamento e caracterização de marcadores de DNA associados ao sexo e de segmentos de DNA repetitivo em espécies do gênero Brycon (Characidae, Bryconinae); 2011; Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Genética)) - Instituto de Biociências, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Cesar Martins;

Fabio Tebaldi Silveira Nogueira

Caracterização funcional da via miR159/SlyGAMYB-like ao longo do processo de frutificação em tomateiro (Solanum lycopersicum L; ); 2016; Tese (Doutorado em Ciencias Biologicas (Genetica)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Fabio Tebaldi Silveira Nogueira;

Fabio Tebaldi Silveira Nogueira

2016; Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz,; Fabio Tebaldi Silveira Nogueira;

Produções bibliográficas

  • PASCHOAL, D. ; COSTA, J. L. ; SILVA, E. M. ; SILVA, F. B. ; CAPELIN, D. ; OMETTO, V. ; ARICETTI, J. A. ; CARVALHO, G. G. ; PIMPINATO, R. F. ; OLIVEIRA, R. F. ; CARRERA, E. ; LOPEZ-DIAZ, I. ; ROSSI, M. L. ; TORNISIELO, V. ; CALDANA, C. ; RIANO-PACHON, D. M. ; CESARINO, I. ; TEIXEIRA, P. J. ; FIGUEIRA, A. . Infection by Moniliophthora perniciosa reprograms Micro-Tom physiology, establishes a sink and increases secondary cell wall synthesis. JOURNAL OF EXPERIMENTAL BOTANY , v. erac057, p. erac057, 2022.

  • DA SILVA, EDER M. ; NOGUEIRA, FABIO T.S. . Guarding tomato fruit setting in adverse temperatures through the miRNA166-SlHB15A regulatory module. Molecular Plant , v. 14, p. 1046-1048, 2021.

  • COSTA, JULIANA L. ; PASCHOAL, DANIELE ; SILVA, EDER M. ; SILVA, JAMILLE S. ; CARMO, RAFAEL M. ; CARRERA, ESTHER ; LÓPEZ'DÍAZ, ISABEL ; ROSSI, MÔNICA L. ; FRESCHI, LUCIANO ; MIECZKOWSKI, PIOTR ; PERES, LAZARO E. P. ; TEIXEIRA, PAULO J. P. L. ; FIGUEIRA, ANTONIO . Moniliophthora perniciosa , the causal agent of witches broom disease of cacao, interferes with cytokinin metabolism during infection of MicroÂ-Tom tomato and promotes symptom development. NEW PHYTOLOGIST (ONLINE) , v. 231, p. 365-381, 2021.

  • BARSOTTINI, MARIO RO ; PIRES, BÁRBARA A ; VIEIRA, MARIA L ; PEREIRA, JOSÉ GC ; COSTA, PAULO CS ; SANITÁ, JAQUELINE ; CORADINI, ALESSANDRO ; MELLO, FELLIPE ; MARSCHALK, CIDNEI ; SILVA, EDER M ; PASCHOAL, DANIELE ; FIGUEIRA, ANTONIO ; RODRIGUES, FÁBIO HS ; CORDEIRO, ARTUR T ; MIRANDA, PAULO CML ; OLIVEIRA, PAULO SL ; SFORÇA, MAURÍCIO L ; CARAZZOLLE, MARCELO F ; ROCCO, SILVANA A ; PEREIRA, GONÇALO AG . Synthesis and testing of novel alternative oxidase (AOX) inhibitors with antifungal activity against Moniliophthora perniciosa (Stahel), the causal agent of witches? broom disease of cocoa, and other phytopathogens. PEST MANAGEMENT SCIENCE , v. V00, p. xx, 2018.

  • SILVA, GERALDO F F ; SILVA, EDER M ; CORREA, JOAO P O ; VICENTE, MATEUS H ; JIANG, NAN ; NOTINI, MARCELA M ; JUNIOR, AIRTON C ; DE JESUS, FREDERICO A ; CASTILHO, POLLYANNA ; CARRERA, ESTHER ; LOPES-DIAZ, IZABEL ; GROTEWOLD, ERICH ; PERES, LAZARO E P ; NOGUEIRA, FABIO T S . Tomato floral induction and flower development are orchestrated by the interplay between gibberellin and two unrelated microRNA-controlled modules. NEW PHYTOLOGIST , v. V, p. 1-17, 2018.

  • CORREA, JOÃO PAULO DE OLIVEIRA ; SILVA, EDER M. ; NOGUEIRA, FABIO T. S. . Molecular Control by Non-coding RNAs During Fruit Development: From Gynoecium Patterning to Fruit Ripening. Frontiers in Plant Science , v. 9, p. 1, 2018.

  • DA SILVA, EDER MARQUES ; SILVA, GERALDO FELIPE FERREIRA E ; BIDOIA, DÉBORA BRUSSOLO ; DA SILVA AZEVEDO, MARIANA ; DE JESUS, FREDERICO ALMEIDA ; PINO, LILIAN ELLEN ; PERES, LÁZARO EUSTÁQUIO PEREIRA ; CARRERA, ESTHER ; LÓPEZ-DÍAZ, ISABEL ; NOGUEIRA, FABIO TEBALDI SILVEIRA . microRNA159-targeted SlGAMYB transcription factors are required for fruit set in tomato. PLANT JOURNAL , v. 92, p. 95-109, 2017.

  • LIRA, BRUNO S. ; GRAMEGNA, GIOVANNA ; TRENCH, BRUNA A. ; ALVES, FREDERICO R.R. ; SILVA, EDER M. ; SILVA, GERALDO F.F. ; THIRUMALAIKUMAR, VENKATESH P. ; LUPI, ALESSANDRA C.D. ; DEMARCO, DIEGO ; PURGATTO, EDUARDO ; NOGUEIRA, FABIO T.S. ; BALAZADEH, SALMA ; FRESCHI, LUCIANO ; ROSSI, MAGDALENA . Manipulation of a Senescence-Associated Gene Improves Fleshy Fruit Yield. PLANT PHYSIOLOGY , v. 175, p. 77-91, 2017.

  • MOREA, E. G. O. ; SILVA, E. M. ; SILVA, G. F. F. ; VALENTE, G. T. ; ROJAS, C. H. B. ; VINCENTZ, M. ; NOGUEIRA, F. T. S. . Functional and evolutionary analyses of the miR156 and miR529 families in land plants. BMC Plant Biology (Online) , v. 16, p. 16-40, 2016.

  • MIRALHA, D. ; Saldanha, Luiz Leonardo ; SILVA, E. M. ; NOGUEIRA, F. T. ; Dokkedal, Anne Ligia ; Santos, Catarina ; Rolim , L F . Leaves extracts of Myrcia guianensis (Aubl.) DC. affect growth and gene expression related with root development in sorghum.. Allelopathy Journal , v. 35, p. 1, 2015.

  • MIRALHA, D. ; SILVA, E. M. ; Saldanha, Luiz Leonardo ; SCHLEY, T. R. . ; RODRIGUES, T. M. ; DOKKEDAL, S. A. L. ; NOGUEIRA, F. T. S. ; Rolim , L F . Flavonoids modify root growth and modulate expression of SHORT-ROOT and HD-ZIP III. Journal of Plant Physiology (Print) , v. xx, p. xx, 2015.

  • SILVA, GERALDO FELIPE FERREIRA E ; SILVA, EDER MARQUES ; AZEVEDO, MARIANA DA SILVA ; GUIVIN, MIKE ANDERSON CORAZON ; RAMIRO, DANIEL ALVES ; FIGUEIREDO, CASSIA REGINA ; CARRER, HELAINE ; PERES, LÁZARO EUSTÁQUIO PEREIRA ; NOGUEIRA, FABIO TEBALDI SILVEIRA . microRNA156-targeted SPL/SBP-box transcription factors regulate tomato ovary and fruit development. Plant Journal (Print) , v. 1, p. n/a-n/a, 2014.

  • BERTI, A. P. ; SILVA, E. M. ; GRASSI, L.E.A. . Avaliação ecotoxicológica da qualidade da água em Astyanax bimaculatus. Cadernos de Agroecologia , v. 9, p. 1-12, 2014.

  • ORTIZ-MOREA, F. A. ; VICENTINI, R. ; SILVA, G. F. F. ; SILVA, E. M. ; CARRER, H. ; RODRIGUES, A. P. ; NOGUEIRA, F. T. S. . Global analysis of the sugarcane microtranscriptome reveals a unique composition of small RNAs associated with axillary bud outgrowth. Journal of Experimental Botany , v. 1, p. 120, 2013.

  • SILVA, E. M. ; Wong M. S. ; MARTINS, C. ; WASKO A. P. . Screening and characterization of sex-specific DNA fragments in the freshwater fish matrinchã, Brycon amazonicus (Teleostei: Characiformes: Characidae). Fish Physiology and Biochemistry , v. 38, p. 1487-1496, 2012.

  • SILVA, E. M. ; SILVA, P. E. M. ; SANTIAGO, E. F. ; DALOSO, D. M . Fluorescência da clorofila-a e variação da simetria como ferramentas de investigação de plantas sob estresse. Idesia , v. 29, p. 45-52, 2011.

  • SILVA, P. E. M. ; SANTIAGO, E. F. ; DALOSO, D. M ; SILVA, EDER MARQUES ; SILVA, J. O. . Treatments to break dormancy in Sesbania virgata (Cav.) Pers seeds. Idesia , v. 29, p. 39, 2011.

  • BERTI, A. P. ; GRASSI, L.E.A. ; SILVA, E. M. ; SILVEIRA, M. J. . A IMPORTÂNCIA DA GENÉTICA ECOTOXICOLÓGICA. SaBios (Faculdade Integrado de Campo Mourão. Online) , v. v.4,n, p. p.52-55, 2009.

  • SILVA, E. M. ; MOREA, E. G. O. ; BARRERA, C. H. ; Nogueira F. S. T. . MicroRNAs e desenvolvimento vegetal. In: Tiago Campos Pereira. (Org.). Introdução ao mundo dos microRNAs .. 1ed.São Carlos: Cubo, 2015, v. , p. 1-342.

  • NOGUEIRA, F. T. S. ; SILVA, E. M. . Tomate sem semente é inovação da Esalq-USP.. Diário Oficial Poder Executivo - Seção I, 16 ago. 2017..

  • SILVA, P. E. M. ; SANTIAGO, E. F. ; DALOSO, D. M ; SILVA, E. M. . Estabilidade do Desenvolvimento de Glycine max (L.) Merrill. sob Estresse por Radiação Ultravioleta.. In: In: II Encontro de Iniciação Científica - ENIC - UEMS/UFGD, 2008, Dourados. II Econtro de Iniciação Científica - ENIC - UEMS/UFGD, 2008., 2008.

  • SILVA, E. M. ; GRASSI, L.E.A. . Caracterização e contagem diferencial das Células da Série Branca e Micronúcleo em Zenaida auriculata (Colubiforme, columbidae). In: ENIC - ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA, 2007, DOURADOS. 1 ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA UFGD/UEMS, 2007.

  • SILVA, P. E. M. ; SILVA, J. O. ; FRANGIOTTI, J. I. ; SANTIAGO, E. F. ; OLIVEIRA, M. T. ; SILVA, E. M. . Efeito da escarificação química no comportamento germinativo de passiflora nitida. In: In: Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC, 2008, Campinas. In: Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC 2008., 2008.

  • Carnevali, T. de O. ; SILVA, E. M. ; GRASSI, L.E.A. ; ANTONIALI JUNIOR, W. F. . ANALISE DE ALGUNS ASPECTOS ALIMENTARES DE Bufo ictericus (ANURA, BUFONIDAE) EM CONDIÇÕES LABORATORIAIS.. In: Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC, 2008, 2008, Campinas. Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC, 2008, Campinas., 2008.

  • Carnevali, T. de O. ; SILVA, E. M. ; GRASSI, L.E.A. ; ANTONIALI JUNIOR, W. F. . Analise de alguns aspectos do comportamento de Bufo ictericus (Anura, Bufonidae).. In: 60ª Reunião Anual da SBPC, 2008, Campinas SP. 60ª Reunião Anual da SBPC, 2008.

  • AMARAL, T. S. ; GRASSI, L.E.A. ; CORREA, Fábio Ederson Lopes ; SILVA, E. M. . Biologia de Gymnotus carapo (Teleostei, Gymnotidae). In: 1 CONGRESSO BRASILEIRO DE PRODUÇÃO DE PEIXES NATIVOS DE AGUA DOCE, 2007, DOURADOS. Embrapa Agropecuária Oeste e da Embrapa Pantanal., 2007.

  • QUEIROZ, B. M. ; PASCHOAL, D. ; CARMO, R. M. ; FIGUEIRA, A. V. O. ; SILVA, EDER M . Moniliophtora perniciosa represses the SPL/SBP box transcription factors to reduce the immune response in tomato. In: Simpósio Brasileiro de Biologia Molecular de Plantas, 2019, Campos do Jordão. Simpósio Brasileiro de Biologia Molecular de Plantas, 2019.

  • CARMO, R. M. ; QUEIROZ, B. M. ; PASCHOAL, D. ; FIGUEIRA, A. V. O. ; SILVA, EDER M . miR156 overexpression represses immune response against Moniliophthora perniciosa. In: 65 Congresso Brasileiro de Genética, 2019. 65 Congresso Brasileiro de Genética, 2019.

  • PASCHOAL, D. ; SILVA, EDER M ; JA, A. ; Mieckowski P ; TEIXEIRA, P. ; FIGUEIRA, A. V. O. . nfection of tomato ?Micro-Tom? shoots by Moniliophthora perniciosa, the causal agent of cacao Witches? broom disease, induces root malformation. In: 65 Congresso Brasileiro de Genética, 2019, Águas de Lindóia. 65 Congresso Brasileiro de Genética, 2019.

  • SILVA, G. F. F. ; AZEVEDO, M. S. ; SILVA, E. M. ; GUIVIN, M. C. ; FIGUEIREDO, C. R. ; RAMIRO, D. A. ; PERES, L. E. P. ; NOGUEIRA, F. T. S. . THE MIR156 NODE REGULATE FRUIT DEVELOPMENT AND DETERMINACY IN TOMATO. In: IV Simpósio Brasileiro de Genética Molecular de Plantas, 2013, Bento Gonçalves. IV Simpósio Brasileiro de Genética Molecular de Plantas, 2013.

  • Silva, Jésica R. ; SILVA, E. M. ; WASKO A. P. . ISOLAMENTO E CARACTERIZAÇÃO DO ELEMENTO RETROTRANSPONÍVEL REX 3 NO GENOMA DE Brycon orbignyanus. In: XIX Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2011, Manaus. XIX Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2011.

  • MORAIS, T. P. ; GRASSI, L.E.A. ; ANATER, M. J. N. ; OLIVEIRA, F. A. ; SILVA, E. M. . Produção de variedades de hortaliças e espécies de interesse em alimentação humana em sistema semifechado. In: III Seminário de Extensão Universitária da Região Centro-Oeste, 2010, Cuiabá. Produção de variedades de hortaliças e espécies de interesse em alimentação humana em sistema semifechado. Cuibá, 2010.

  • OLIVEIRA, F. A. ; GRASSI, L.E.A. ; BARROS, M. C. ; MORAIS, T. P. ; ANATER, M. J. N. ; SILVA, E. M. . Técnicas de levantamento faunístico e florístico e alternativas de licenciamento ambiental para pequenas áreas. In: III Seminário de Extensão Universitária da Região Centro-Oeste, 2010, Cuiabá. Extensão, Conhecimento e Direitos Humanos, 2010.

  • BARROS, M. C. ; GRASSI, L.E.A. ; OLIVEIRA, F. A. ; MORAIS, T. P. ; ANATER, M. J. N. ; SILVA, E. M. . Produção de mudas de espécies frutíferas arbóreas nativas para recuperação de pequenas áreas e recomposição de reserva legal. In: III Seminário de Extensão Universitária da Região Centro-Oeste, 2010, Cuiabá. Extensão, Conhecimento e Direitos Humanos, 2010.

  • GRASSI, L.E.A. ; OLIVEIRA, F. A. ; MORAIS, T. P. ; SILVA, D. A. ; SILVA, E. M. . TÉCNICAS DE MANEJO E PRODUÇÃO DE MUDAS PARA PEQUENAS ÁREAS. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EXTENSÃO, 2009, DOURADOS. CONGRESSO BRASILEIRO DE EXTENSÃO, 2009.

  • SILVA, E. M. ; CORREA, Fábio Ederson Lopes ; ANATER, M. J. N. ; GRASSI, L.E.A. . ESTUDO SOBRE CARACTERIZAÇÃO E CONTAGEM DIFERENCIAL DE CÉLULAS DA SÉRIE BRANCA E MICRONÚCLEO EM Zenaida Auriculata, (Columbifomes, columbidae).. In: XIII Semana da Bio Instituto de Biociências, 2009, Botucatu. SEMANA DA BIO UNESP BOTUCATU, 2009.

  • SILVA, P. E. M. ; DALOSO, D. M ; SILVA, E. M. ; Carnevali, T. de O. ; Bueno, B. . Efeito da Radiação Ultravioleta Sobre o Vigor de Sementes de Glycine max var.BRS 129. In: In: 59 Congresso Nacional de Botânica, 2008, Natal - RN., 2008, Natal. In: 59 Congresso Nacional de Botânica,, 2008.

  • BERTI, A. P. ; GRASSI, L.E.A. ; SILVA, E. M. . Avaliação do Potencial Genotóxico da água em tanque de cultivo de Astyanax bimaculatus, pelo Teste de Micronúcleo. In: In: IX Encontro Paranaense de Genética UFPR, 2008, Curitiba. CD ROOM IX Encontro Paranaense de Genética UFPR. : 2008., 2008, Curitiba. CD ROOM IX Encontro Paranaense de Genética UFPR. : 2008..

  • Catelani, T ; SILVA, P. E. M. ; Carnevali, T. de O. ; SILVA, E. M. . Efeito de Diferentes Substratos na Emergência e Vigor de Plântulas de Girassol... In: In: 59 Congresso Nacional de Botânica, 2008, Natal RN. 59 Congresso Nacional de Botânica, 2008.

  • SILVA, E. M. ; GRASSI, M. F. O. M. ; GRASSI, L.E.A. . A importância da utilização de documentários como recurso didático no ensino de ciências. In: SEMANA DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, 2008, DOURADOS. INTEGRAÇÃO E POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA, 2008.

  • SILVA, D. A. ; MORAIS, T. P. ; OLIVEIRA, F. A. ; SILVA, E. M. ; GRASSI, L.E.A. . PRODUÇÃO DE MUDAS DE ESPÉCIES ARBÓREAS NATIVAS E MANEJO APLICADO EM REPOVOAMENTO PARA PEQUENAS ÁREAS: DADOS PRELIMINARES.. In: SEMANA DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, 2008, DOURADOS. INTEGRAÇÃO E POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA, 2008.

  • BERTI, A. P. ; GRASSI, L.E.A. ; SILVA, E. M. . Estudo de genotoxicidade da água através do bioindicador Astyanax bimaculatus. In: Encontro Maringaense de Biologia e XXIII Semana de Biologia, 2008, Maringá-PR., 2008, Maringá. As faces do Desenvolvimento Sustentável, 2008.

  • SILVA, P. E. M. ; SILVA, J. O. ; OLIVEIRA, M. T. ; SILVA, E. M. . Efeito do ácido acético no comportamento germinativo de Pimentão (Capsicum anuum L.). In: Semana da biologia, 2008, Dourados. Semana da biologia: Integração e Popularização da Ciência, 2008.

  • SILVA, P. E. M. ; SILVA, J. O. ; SANTIAGO, E. F. ; SILVA, E. M. ; DALOSO, D. M . Efeito da radiação ultravioleta na produção de biomassa de Glycine max var. BRS 239. In: Semana da Biologia, 2008, Dourados. Semana da biologia: Integração e Popularização da Ciência, 2008.

  • CORREA, Fábio Ederson Lopes ; SILVA, E. M. ; SILVA, P. E. M. ; MATTOS ; FLORES, K. S. . Aplicação de jogos de Bingos Educativos em turmas do Ensino Fundamental em Dourados. In: Semana da Biologia UFGD, 2008, DOURADOS. SEMANA DA BIOLOGIA UFGD: INTEGRAÇÃO E POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA, 2008.

  • CORREA, Fábio Ederson Lopes ; SILVA, E. M. ; MATTOS ; FLORES, K. S. ; SILVA, P. E. M. . Efeito da adubação com extrato de Illes Paraguariensis na emergência e desenvolvimento de plântulas de Glycine max (L.) Merr. var. BRS 239. In: SEMANA DA BIOLOGIA UFGD, 2008, DOURAODS. SEMANA DA BIOLOGIA UFGD INTEGRAÇÃO E POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA, 2008.

  • AMARAL, T. S. ; GRASSI, L.E.A. ; SILVA, E. M. . Regeneração caudal de Gymnotus carapo (Teleostei, Gymnotidae) em condições de cultivo. In: XVII Congresso Brasileiro de Ictiologia, 2007, Itajaí - Santa Catarina. Anais do XVII Congresso Brasileiro de Ictiologia, 2007.

  • AMARAL, T. S. ; GRASSI, L.E.A. ; SILVA, E. M. . Taxa de crescimento de Brachyhypopomus sp (Teleostei gymnotidae) mantidos em cativeiro. In: XVII Congresso Brasileiro de Ictiologia, 2007, Itajaí - Santa Catarina. Anais do XVII Congresso Brasileiro de Ictiologia, 2007.

  • SILVA, EDER M . Avaliação funcional de pequenos RNAs na interação entre plantas x patógenos com foco em vassoura de bruxa. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • SILVA, EDER M . Functional analysis of small-non- coding RNAs during the interaction of Moniliophtora perniciosa x tomateiro. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • SILVA, EDER M . MicroRNAs em Plantas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SILVA, E. M. . Contribuição da via miR159/slyGAMYB1 na brotação lateral e formação de frutos em tomateiro micro tom(Solanum lycopersicum). 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SILVA, E. M. ; CORREA, Fábio Ederson Lopes ; OLIVEIRA, F. A. ; LIMA, A. C. S. . A UTILIZAÇÃO DE DOCUMENTÁRIOS NO ENSINO DE CIÊNCIAS, NO ENSINO FUNDAMENTAL. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SILVA, E. M. ; GRASSI, L.E.A. . Caracterização e contagem diferencial das Células da Série Branca e Micronúcleo em Zenaida auriculata (Colubiforme, columbidae). 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções

SILVA, E. M. . Isolation and characterization of DNA markers associated with sex and repetitive DNA in the Brycon genus (Characidae, Bryconinae).. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

SILVA, E. M. . EXPERIMENTANDO GENÉTICA. 2010. (MONITOR DE MINI-CURSO).

SILVA, E. M. . Venha conhecer o Instituto de Biociencias. 2010. (PARTICIPANTE).

SILVA, E. M. . CITOGENÉTICA MOLECULAR EM PEIXES DO GÊNERO Brycon - Palestra ministrada. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

SILVA, E. M. . TOXICOLOGIA DA REPRODUÇÃO (MONITOR). 2008. (MONITOR DE MINI-CURSO).

SILVA, E. M. . MONTAGEM E MANEJO DE VIVEIRO PARA PRODUÇÃO DE MUDAS DE ESPÉCIES ARBÓREAS. 2008. (PARTICIPANTE).

SILVA, E. M. . RECUPERAÇÃO AMBIENTAL EM ÁREA DESTINADA A REFLORESTAMENTO DO CAMPUS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL. 2008. (PARTICIPANTE).

SILVA, E. M. . MANEJO DE COLMÉIAS. 2007. (PARTICIPANTE).

SILVA, E. M. . INSTALAÇÃO DE SISTEMA DE CULTIVO SEMI-FECHADO. 2007. (PARTICIPANTE).

SILVA, E. M. . COLETA DE PEIXES. 2007. (PARTICIPANTE).

SILVA, E. M. . INSTALAÇÃO E MANEJO DE RECINTO DE REPRODUÇÃO DE ENFÍBIOS. 2006. (PARTICIPANTE).

SILVA, E. M. . MONTAGEM E MANEJO DE VIVEIRO DE AVES. 2006. (PARTICIPANTE).

SILVA, E. M. . MONTAGEM E MANEJO DE TANQUES DE PISCICULTURA. 2006. (PARTICIPANTE).

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Avaliação funcional da possível contribuição da via regulada pelo microRNA156 na patogênese de Moniliophthora perniciosa em tomateiro, Descrição: A ?vassoura-de-bruxa?, uma doença causada pelo basidiomiceto Moniliophthora perniciosa [syn. Crinipellis perniciosa (Stahel) Singer; Marasmiaceae], é a mais significativa enfermidade do cacaueiro (Theobroma cacao). Moniliophthora perniciosa pode infectar uma variedade de hospedeiros, não se restringindo somente ao cacaueiro, fazendo com que seus isolados sejam classificados em três biótipos, C, L e S. O biótipo-C infecta de maneira geral o cacaueiro, e os gêneros próximos a essa espécie. Já biótipo-S coloniza membros da família Solanaceae, assim, o biótipo-S de M. perniciosa é também capaz de colonizar o tomateiro (S. lycopersicum). Trabalhos prévios demonstraram que a cultivar miniatura, ?Micro-Tom? MT, se mostrou um modelo adequado no estudo da interação com M. perniciosa, apresentando sintomas característicos de hipertrofia, hiperplasia caulinar e formação de vassouras, que também são característicos do cacaueiro infectado, colocando tomateiro como modelo adequado para trabalhos de genômica funcional visando entender melhor via moleculares associadas a interação entre M. perniciosa x hospedeiro. Pequenos RNAs não codificantes possuem participação importante na interação entre plantas e patógenos. Esses RNAs regulatórios endógenos de 20-25 nt não codificam proteínas e são agrupados em geral em duas grandes classes: RNAs de interferência (siRNAs) e microRNAs (miRNAs). Estes atuam frequentemente ativando PTI e ETI e também podem agir modulando a atividade de genes que também são relevantes na interação entre plantas e patógenos específicos. Atualmente, não há descrição de dados moleculares e nem dados funcionais relacionados à interação entre vassoura de bruxa e seus hospedeiros. Portanto, este projeto possui por objetivo avaliar o perfil transcricional de pequenos RNAs não codificantes (microtranscriptômica) durante a interação entre S. lycopersicum x M. perniciosa biótipo-S e caracterizar funcionalmente tais vias, utilizando o tomateiro cv. ?Micro-Tom? como modelo genético, visando identificar vias reguladas por pequenos RNAs que possam estar relacionadas a mecanismos de defesa ou suscetibilidade à ?vassoura de bruxa?. A caracterização destas vias poderá contribuir não somente para o melhor entendimento dos mecanismos associados à interação, mas também ter potenciais aplicações no melhoramento de cacaueiro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Coordenador / Bruna Marques de Queiroz - Integrante / Antonio Vargas de Oliveira Figueira - Integrante / Danielle Paschoal - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Caracterização funcional de vias orquestradas por pequenos RNAs na interação entre Moniliophthora perniciosa x Solanum lycopersicum: Consequências para a patogênese e susceptibilidade, Descrição: Resumo A ?vassoura-de-bruxa?, uma doença causada pelo basidiomiceto Moniliophthora perniciosa [syn. Crinipellis perniciosa (Stahel) Singer; Marasmiaceae], é a mais significativa enfermidade do cacaueiro (Theobroma cacao). Moniliophthora perniciosa pode infectar uma variedade de hospedeiros, não se restringindo somente ao cacaueiro, fazendo com que seus isolados sejam classificados em três biótipos, C, L e S. O biótipo-C infecta de maneira geral o cacaueiro, e os gêneros próximos a essa espécie. Já biótipo-S coloniza membros da família Solanaceae, assim, o biótipo-S de M. perniciosa é também capaz de colonizar o tomateiro (S. lycopersicum). Trabalhos prévios demonstraram que a cultivar miniatura, ?Micro-Tom? MT, se mostrou um modelo adequado no estudo da interação com M. perniciosa, apresentando sintomas característicos de hipertrofia, hiperplasia caulinar e formação de vassouras, que também são característicos do cacaueiro infectado, colocando tomateiro como modelo adequado para trabalhos de genômica funcional visando entender melhor via moleculares associadas a interação entre M. perniciosa x hospedeiro. Pequenos RNAs não codificantes possuem participação importante na interação entre plantas e patógenos. Esses RNAs regulatórios endógenos de 20-25 nt não codificam proteínas e são agrupados em geral em duas grandes classes: RNAs de interferência (siRNAs) e microRNAs (miRNAs). Estes atuam frequentemente ativando PTI e ETI e também podem agir modulando a atividade de genes que também são relevantes na interação entre plantas e patógenos específicos. Atualmente, não há descrição de dados moleculares e nem dados funcionais relacionados à interação entre vassoura de bruxa e seus hospedeiros. Portanto, este projeto possui por objetivo avaliar o perfil transcricional de pequenos RNAs não codificantes (microtranscriptômica) durante a interação entre S. lycopersicum x M. perniciosa biótipo-S e caracterizar funcionalmente tais vias, utilizando o tomateiro cv. ?Micro-Tom? como modelo genético, visando identificar vias reguladas por pequenos RNAs que possam estar relacionadas a mecanismos de defesa ou suscetibilidade à ?vassoura de bruxa?. A caracterização destas vias poderá contribuir não somente para o melhor entendimento dos mecanismos associados à interação, mas também ter potenciais aplicações no melhoramento de cacaueiro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eder Marques da Silva - Coordenador / Daniele Paschoal - Integrante / Paulo Teixeira - Integrante / Antonio Figueira - Integrante / Rafael Monteiro do Carmo - Integrante.

  • 2012 - 2016

    Avaliação da contribuição da via de regulação do gene GAMYB1 pelo microRNA159 no desenvolvimento de órgãos laterais e formação de frutos em tomateiro Micro-Tom (Solanum Lycopersicum), Descrição: A formação e brotação de gemas axilares/laterais são consideradas um fator relevante para a determinação da arquitetura vegetal, afetando tanto a biomassa foliar como o número de inflorescências. A transição do estádio dormente para o estádio ativo de desenvolvimento de gemas laterais constitui um fenômeno altamente complexo e coordenado, e inclui uma rede de interação entre uma série de fatores, tais como a alteração na produção e percepção de fitohormônios (auxina, citocinina, giberelina e estrigolactonas), resposta a condições ambientais (temperatura e luminosidade) e modificações na expressão de determinados genes. Todos esses fatores atuam não somente na formação e desenvolvimento dos ramos laterais mas também na plasticidade vegetal. Nos últimos anos, pesquisas têm sido direcionadas visando elucidar o papel de genes na formação e desenvolvimento de gemas axilares nas mais diversas espécies vegetais. O ácido giberélico (GA), quando biologicamente ativo, é um importante regulador associado a uma série de fatores relacionados ao crescimento e desenvolvimento, incluindo germinação de sementes, elongamento do caule, expansão de folha, início do desenvolvimento de frutos, flor, sementes, e também de gemas axilares, após a quebra de dormência dessas gemas laterais. O fator de transcrição GAMYB, cuja expressão é induzida por GA, foi primeiramente descrito em células de aleurona de cereais. Desde então tem-se estudado o papel desse gene em uma série de processos fisiológicos de extrema importância. Interessantemente, o gene GAMYB é alvo de regulação pós-transcricional pelo microRNA miR159. MiRNAs são uma classe de pequenos RNAs não codantes endógenos (20-22 nt), e um bom exemplo de pequenos RNAs que regulam pós transcricionalmente genes de animais e plantas. A expressão do miR159 em gemas axilares sugere fortemente que este possui um papel importante nos processos de diferenciação destes tecidos. Com base em todas as informações já descritas sobre a atuação do GAMYB. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador / Debora Brussolo Bidoia - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Isolamento e caracterização de marcadores de DNA associados ao sexo e de segmentos de DNA repetitivo em espécies do gênero Brycon (Characidae, Bryconinae), Descrição: As espécies do gênero Brycon (Characidae, Bryconinae), popularmente conhecidas como matrinchãs, piracanjubas, pirapitingas, piraputangas e piabanhas, apresentam grande porte e carne de excelente qualidade, estando incluídas entre os peixes de maior importância comercial no Brasil. Devido a estas características e também ao fato de estoques naturais de algumas espécies do grupo estarem sofrendo um declínio acentuado em diferentes sistemas hidrográficos brasileiros, seu cultivo em estações de piscicultura tem se mostrado um empreendimento relevante, tanto do ponto de vista comercial quanto conservacionista. Entretanto, estudos genéticos no gênero Brycon ainda são escassos, especialmente considerando-se o grande número de espécies deste grupo de peixes. Deste modo, este trabalho tem como objetivo ampliar os dados genéticos acerca destes animais, através do isolamento e caracterização de DNAs satélites em Brycon cephalus (matrinchã da Amazônia) e Brycon orbignyanus (piracanjuba), duas das espécies do gênero que apresentam maior interesse comercial. As análises serão realizadas através de digestão enzimática de DNA total, clonagem de fragmentos de DNA de interesse e posterior caracterização das seqüências de DNA repetitivo isoladas, através de seqüenciamento nucleotídico, hibridação em membrana e hibridadação ?in situ? cromossômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / ADRIANE PINTO WASKO - Coordenador.

  • 2008 - 2008

    AVALIAÇÃO DA EXPOSIÇÃO DE AVES NATIVAS A EFEITOS GENOTÓXICOS EM ÁREAS URBANAS, Descrição: As áreas urbanas oferecem risco de contaminação por poluentes, que podem acarretar efeitos genotóxicos com prejuízo á conservação de espécies nativas. A contagem de freqüência de micronúcleos pode ser utilizadas como indicadores de genotoxidade. Para a determinação da freqüência de micronúcleo será utilizada uma adaptação da metodologia proposta por SCHIMID (1975).Os animais serão capturados no município de Dourados/MS, em estações climáticas distintas, verão e inverno, através de arapucas. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Coordenador / LUIZ EDUARDO APARECIDO GRASSI - Integrante / Luciana Gonçalves de Azevedo - Integrante.

  • 2006 - 2007

    CARACTERIZAÇÃO E CONTAGEM DIFERENCIAL DE CÉLULAS DA SÉRIE BRANCA E MICRONÚCLEO EM Zenaida auriculata, (Columbifomes, columbidae)., Descrição: A Caracterização e contagem diferencial das células da série branca em Zenaida auriculata é importante para avaliar as condições sanitárias e fisiológicas dessas aves, a contagem de freqüência de micronúcleos podem ser utilizadas como indicadores de genotoxidade. A contagem das células da série branca será efetuada através do processo de esfregaço de sangue, que será executado imediatamente após a coleta, para a coloração se utilizará o corante Leishman (comercial). Para a determinação da freqüência de micronúcleo será utilizada uma adaptação da metodologia proposta por SCHIMID (1975).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Coordenador / LUIZ EDUARDO APARECIDO GRASSI - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

Projetos de desenvolvimento

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Estabelecimento de protocolo de hibridização in situ, para análise de microRNAs e seus genes-alvo em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)., Descrição: RNAs de baixo peso molecular (20-27 nucleotídeos, nt), incluindo microRNAs (miRNAs), regulam transcricionalmente ou pós-transcricionalmente a expressão de genes endógenos, modelando o transcriptoma e a produção de proteínas. A clonagem de populações de RNAs regulatórios possibilitou a identificação de miRNAs conservados e específicos em espécies vegetais, embora estudos em plantas de importância econômica sejam ainda incipientes. A maioria dos miRNAs em plantas regula negativamente genes associados a distintos aspectos do desenvolvimento. Vários membros de famílias gênicas envolvidas em mecanismos de formação e brotamento de gemas laterais são alvos de regulação por miRNAs, sugerindo que esses RNAs regulatórios estão envolvidos nesse aspecto do desenvolvimento vegetal. A brotação de gemas laterais em cana-de-açúcar é um fator importante para a germinação e arquitetura dos ramos laterais, afetando tanto a biomassa foliar quanto o número de inflorescências. Portanto, a identificação e caracterização de microRNAs e seus genes-alvo poderão contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos associados ao desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar, e a técnica de hibridização in situ irá extender nosso conhecimento com relação ao acúmulo, localização e expressão específica de miRNAs e também seus respectivos papéis durante o desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eder Marques da Silva - Integrante / Fábio T. S. Nogueira - Coordenador.

Prêmios

2019

Orientador do trabalho miR156 overexpression represses immune response against Moniliophthora perniciosa in tomato, Mensção honrosa no 65 Congresso Brasileiro de Genética(setembro/2019).

2019

Menção honrosa no trabalho Infection of tomato Micro-Tom shoots by Moniliophthora perniciosa, the causal agent of cacao Witches broom disease, induces root malformation, 65 Congresso Brasileiro de Genética(setembro/2019).

Histórico profissional

Endereço profissional

  • CENA-USP, Piracicaba. , AC Piracicaba, Centro, 13400970 - Piracicaba, SP - Brasil - Caixa-postal: 96, Telefone: (19) 34294733, URL da Homepage:

Experiência profissional

2018 - Atual

CENA-USP

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2009 - 2009

Centro Educacional Vitória

Vínculo: PROFESSOR, Enquadramento Funcional: PROFESSOR, Carga horária: 12

Outras informações:
PROFESSOR VOLUNTÁRIO NO CURSO DE TÉCNICO EM QUIMICA

2008 - 2008

Universidade Federal da Grande Dourados

Vínculo: Aluno especial, Enquadramento Funcional: ALUNO, Carga horária: 2

Outras informações:
ALUNO ESPECIAL DA DISCIPLINA DE MORFOFISIOLOGIA CELULAR NO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLOGICAS/BACHARELADO 68H

2012 - 2016

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: PÓS GRADUANDO, Enquadramento Funcional: DOUTORANDO, Carga horária: 40

2012 - 2012

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: MONITOR DE DISCIPLINA, Enquadramento Funcional: MONITOR DE DISCIPLINA, Carga horária: 30

Outras informações:
AULA MINISTRADA DE INTRODUÇÃO À BIOINFORMÁTICA, DENTRO DA DISCIPLINA DE TÉCNICAS EM ENGENHARIA GENÉTICA, SOBRE A SUPERVISÃO DO PROF. Dr. FÁBIO T. S. NOGUEIRA.

2011 - 2012

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: ESTÁGIO DE APERFEIÇOAMENTO, Enquadramento Funcional: Treinamento técnico, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2011 - 2011

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: ALUNO, Enquadramento Funcional: ALUNO ESPECIAL

Outras informações:
ALUNO ESPECIAL DA DISCIPLINA: RNAs não Codantes e seus Papéis na Regulação do Genoma de Animais e Vegetais.

2011 - 2011

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: ALUNO, Enquadramento Funcional: ALUNO ESPECIAL

Outras informações:
ALUNO ESPECIAL DA DISCIPLINA: Conservation Genetics.

2009 - 2011

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: Aluno de pós graduação, Enquadramento Funcional: Aluno de mestrado em Genética, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2007 - 2007

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Estágiário

Outras informações:
Estágio Voluntário Realizado no Laboratório de Biologia e Genética de Peixes do Departamento de Morfologia UNESP. Sob. Orientações do Prof. Dr. Cesar Martins Co-orientação do Mestrando Guilherme T. Valente.

2006 - 2007

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Inicação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

2005 - 2005

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Vínculo: ESTAGIÁRIO, Enquadramento Funcional: ESTAGIÁRIO, Carga horária: 12

Outras informações:
ESTÁGIO REALIZADO NO LAB. DE ZOOBOTÂNICA NO PERÍODO MATUTINO COM BOLSA DO PALNO DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

Atividades

  • 05/2008

    Extensão universitária , Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão.,Atividade de extensão realizada, ORIENTAÇÃO E EDUCAÇÃO SEXUAL NA ESCOLA.

  • 05/2008 - 11/2008

    Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Monitoria da disciplina de FISIOLOGIA ANIMAL sob. orientação do prof. Dr. LUIZ EDUARDO AP. GRASSI.

  • 03/2006 - 11/2006

    Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Monitoria da Disciplina de Biologia Celular e Molecular. Sob. Orientação da Prof. Msc Maria Aparecida Martins

2018 - 2018

North Carolina State University

Vínculo: Visiting Scholar/Pós doutorand, Enquadramento Funcional: Pós doutorando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.