Alyson Matheus de Souza

Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2016). Mestre em Antropologia Social pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2019). Membro do Grupo de Estudos Fronteiriços da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Tem interesse pelos seguintes temas: religiosidades, devoção, celebração, cultura popular, patrimônio, arte, cidade e fronteiras nacionais.

Informações coletadas do Lattes em 11/05/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Mestrado em Antropologia Social

2017 - 2019

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Título: Virgem de Urkupia: Festa e devoção entre comerciantes bolivianos de Puerto Quijarro (BO), fronteira Brasil-Bolívia,Ano de Obtenção: 2020
Álvaro Banducci Júnior.Bolsista do(a): Fundação de Apoio e Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do MS, FUNDECT/MS, Brasil.

Especialização em andamento em Ensino de Sociologia

2020 - Atual

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Graduação em Ciências Sociais

2012 - 2016

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Orientador: Antonio Hilário Aguilera Urquiza

Formação complementar

2015 - 2015

Antropologia, Direitos Humanos e Povos Tradicionais. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.

2014 - 2014

Extensão universitária em Saberes Indígenas na Escola. (Carga horária: 144h). , Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.

2013 - 2013

Extensão universitária em Núcleo Interdisciplinar de Direitos Humanos da UFMS. (Carga horária: 800h). , Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.

2012 - 2013

Extensão universitária em Cinema Diversidade e Conflitos Sociais. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia da Religião.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Cultura e festas populares.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Patrimônio cultural.

Organização de eventos

SOUZA, A. M. . VII RAMS - Reunião de Antropologia de Mato Grosso do Sul. 2019. (Outro).

URQUIZA, A. H. A. ; BANDUCCI JUNIOR, A. ; SOUZA, A. M. ; SOARES, Pâmella Rani E. ; RODRIGUES, A. L. C. . Seminário Antropologias Contemporâneas e Fronteiras. 2018. (Outro).

SOUZA, Alyson Matheus . Seminário Antropologias Contemporâneas e Fronteiras PPGAS - UFMS. 2018. (Outro).

SOUZA, Alyson Matheus . VI RAMS ? Reunião de Antropologia de Mato Grosso do Sul: Povos tradicionais na contemporaneidade: cosmologias e territórios. 2017. (Outro).

SOUZA, A. M. . XIII Congresso Internacional de Direitos Humanos: Migração e Direitos Humanos nas Fronteiras. 2016. (Congresso).

SOUZA, A. M. . XII Congresso Internacional de Direitos Humanos - Fronteiras dos Direitos Humanos, Direitos Humanos nas Fronteiras. 2015. (Congresso).

SOUZA, A. M. . Ciclo de Debates e Mostra de Filmes: Memórias do Cinema Regional - MEMOCINE. 2014. (Outro).

SOUZA, A. M. . XI Congresso Internacional de Direitos Humanos - Migração e Tráfico de Pessoas nas Fronteiras. 2014. (Congresso).

SOUZA, A. M. . IX SEMANA DE CIÊNCIAS SOCIAIS. 2014. (Outro).

SOUZA, A. M. . X CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS. 2013. (Congresso).

SOUZA, A. M. . IV RAMS - Reunião de Antropologia de Mato Grosso do Sul. 2013. (Outro).

SOUZA, A. M. . Seminário Brasil e América Latina nos anos 1930: debates e perspectivas. 2013. (Outro).

Participação em eventos

II SEMINÁRIO ANTROPOLOGIAS CONTEMPORÂNEAS E FRONTEIRAS: 'Reflexões em tempos de pandemia. 2020. (Seminário).

II SEMINÁRIO ANTROPOLOGIAS CONTEMPORÂNEAS E FRONTEIRAS: 'Reflexões em tempos de pandemia.Grupo de Trabalho "Religiões, religiosidades, festas e celebrações em tempos de pandemia". 2020. (Seminário).

Mesa Redonda: Religiões afro-brasileiras: diálogo de saberes. 2019. (Outra).

31ª RBA - Reunião Brasileira de Antropologia: Direitos Humanos e Antropologia em ação. 2018. (Outra).

Seminário Antropologias Contemporâneas e Fronteiras PPGAS - UFMS. 2018. (Outra).

XII Jornada de Alunos de Antropologia do PPGA-UFF: Diálogos Étnico-Raciais: embates e construções. 2018. (Outra).

Ciclo de Debates (De)marcando Diferenças. 2017. (Outra).

RELIGIÃO E IDENTIDADE NEGRA: o negro nas religiões afro-brasileiras, no catolicismo e no evangelismo. 2016. (Outra).

FÓRUM DE AÇÕES AFIRMATIVAS. 2015. (Outra).

III CIAEE - Congresso Iberoamericano de Arqueologia, Etnologia e Etno-história. A presença dos indígenas da etnia Kamba no comércio informal de Corumbá-MS e as relações sociais na fronteira. 2015. (Congresso).

II Simpósio de Gênero e Sexualidade: Corpos Vigiados e Laicidade do Estado. 2015. (Simpósio).

XII Congresso Internacional de Direitos Humanos - Fronteiras dos Direitos Humanos - Direitos Humanos nas Fronteiras. Os Kamba em Corumbá-MS e sua presença no comércio informal: um breve resumo etnográfico. 2015. (Congresso).

IX SEMANA DE CIÊNCIAS SOCIAIS. 2014. (Outra).

XI Congresso Internacional de Direitos Humanos - Migração e tráfico de pessoas nas fronteiras. Dinâmica e a mobilidade étnico-social dos Kamba e sua participação no comércio informal na cidade de Corumbá-MS. 2014. (Congresso).

DIVERSIDADE SEXUAL E CRIMINALIZAÇÃO DA HOMO/TRANS/LESBOFOBIA. 2013. (Seminário).

III ENCONTRO ESTADUAL DE CIÊNCIAS SOCIAIS E I SEMANA ACADÊMICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS DA UFGD. 2013. (Encontro).

IV RAMS - Reunião de Antropologia de Mato Grosso do Sul. 2013. (Seminário).

Seminário Brasil e América Latina nos anos 1930: debates e perspectivas. 2013. (Seminário).

V COLOQUIO INTERAMERICANO SOBRE EDUCACIÓN EN DERECHOS HUMANOS - IV PENSAR DERECHOS HUMANOS. 2013. (Congresso).

X CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS. 2013. (Congresso).

Semana de Ciências Sociais/UFMS/2012 - "Mato Grosso do Sul: Política e Conflitos Sociais". 2012. (Encontro).

Curso de Extensão Universitária em Astronomia Básica. 2011. (Outra).

Comissão julgadora das bancas

Mário Teixeira de Sá Júnior

BANDUCCI JUNIOR, A.;SA JUNIOR, M. T.; MENEZES, R. C.. A festa de la & a festa de cá: um estudo antropológico sobre devoção e celebração à Virgem de Urkupina na fronteira Corumbá (BR) - Puerto Guijarro (BO). 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Antropologia Social) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Alvaro Banducci Júnior

BANDUCCI JUNIOR, A.; PEREIRA, A. G. B.; LIMA, R. S. S.. Virgem de Urkupia: festa e devoção entre comerciantes bolivianos de Puerto Quijarro (BO), fronteira Brasil - Bolívia. 2019. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Alvaro Banducci Júnior

BANDUCCI JUNIOR, A.; SA JUNIOR, M. T.; MENEZES, R. de C.. A Festa de Lá e a Festa de Cá: um estudo antropológico sobre devoção e celebração à virgem de Urkupia na fronteira Corumbá (BR) e Puerto Quijarro (BO). 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Antropologia Social) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Alvaro Banducci Júnior

URQUIZA, A.H.A.;BANDUCCI JUNIOR, A.; PRADO, J. H.. Os Kamba em Corumbá: processo migratório e participação no comércio informal. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Antonio Hilario Aguilera Urquiza

AGUILERA URQUIZA, A. H.; BANDUCCI JR., A.; ANDRADE, P. R. P.. Os Kamba em Corumbá: Processo migratório e participação no comércio informal. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Antonio Hilario Aguilera Urquiza

AGUILERA URQUIZA, A. H.. Migrantes Kamba e bolivianos na fronteira Puerto Quijarro/Corumbá: trabalho e comércio informal e as relações sociais na fronteira e na cidade de Corumbá. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Asher Grochowalski Brum Pereira

BANDUCCI JUNIOR, A.; LIMA, R. S. S.;BRUM, Asher. "Virgem de Urkupia": festa e devoção entre comerciantes bolivianos de Puerto Quijarro - Fronteira Brasil-Bolívia. 2019. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Maria Raquel da Cruz Duran

DURAN, M. R. C.; BANDUCCI JUNIOR, A.; MARTIN, A. M.. Entre patrimônios e monumentos: formas de interação da população campo-grandense com o espaço e a memória. 2022. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ensino de Sociologia) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Foi orientado por

Alvaro Banducci Júnior

Virgem de Urkupia: festa e devoção entre comerciantes bolivianos de Puerto Quijarro (BO), fronteira Brasil-Bolívia; 2019; Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Fundação de Apoio e Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do MS; Orientador: Alvaro Banducci Junior;

Alvaro Banducci Júnior

Uma análise da festa da Virgem de Urkupia em Corumbá (BRA) e Puerto Quijarro (BOL) e a devoção de comerciantes bolivianos na fronteira; 2017; Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia; Orientador: Alvaro Banducci Junior;

Andrey Minin Martin

Entre patrimônios e monumentos: formas de interação da população campo-grandense com o espaço de memória; 2022; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ensino de Sociologia) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul; Orientador: Andrey Minin Martin;

Antonio Hilario Aguilera Urquiza

Migrantes Kamba e bolivianos na fronteira Puerto Quijarro/Corumbá: trabalho e comércio informal e as relações sociais na fronteira e na cidade de Corumbá; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul; Orientador: Antonio Hilario Aguilera Urquiza;

Antonio Hilario Aguilera Urquiza

Migrantes Kamba e bolivianos na fronteira Puerto Quijarro/Corumbá: trabalho e comércio informal e as relações sociais na fronteira e na cidade de Corumbá; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Antonio Hilario Aguilera Urquiza;

Produções bibliográficas

  • SOUZA, A. M. ; URQUIZA, A. H. A. . Os Kamba em Corumbá: processo migratório e participação no comércio informal. In: V SIMPÓSIO PARANAENSE DE CIÊNCIAS SOCIAIS - CONECTANDO MUNDOS, REPENSANDO RELAÇÕES, 2016, Toledo. V Simpósio Paranaense de Ciências Sociais - Conectando Mundos, Repensando Relações. Toledo, 2016. v. 01. p. 485-505.

  • SOUZA, A. M. ; URQUIZA, A. H. A. . OS KAMBA EM CORUMBÁ-MS E SUA PRESENÇA NO COMÉRCIO INFORMAL: UM BREVE RESUMO ETNOGRÁFICO. In: XII Congresso Internacional de Direitos Humanos: Fronteiras dos Direitos Humanos, Direitos Humanos nas Fronteiras, 2015, Campo Grande. XII Congresso Internacional de Direitos Humanos: Fronteiras dos Direitos Humanos, Direitos Humanos nas Fronteiras - Caderno de Resumos, 2015. p. 110-110.

  • SOUZA, A. M. ; BANDUCCI JUNIOR, A. . Fazendo a festa na fronteira: uma etnografia sobre a celebração à Virgem de Urkupia em Puerto Quijarro (BO), fronteira com Corumbá (BR). 2019. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SOUZA, A. M. ; BANDUCCI JUNIOR, A. . Comércio e devoção: a venda e as oferendas de alasitas nos pedidos à Virgem de Urkupia no calvario, em Puerto Quijarro (BO). 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • SOUZA, A. M. ; BANDUCCI JUNIOR, A. . A festa de lá e a festa de cá: celebração e devoção à Virgem de Urkupia na fronteira Corumbá (BR) - Puerto Quijarro (BO). 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SOUZA, A. M. ; URQUIZA, A. H. A. . Breve panorama da migração dos Kamba, indígenas bolivianos, para o múnicipio de Corumbá/MS (fronteira Brasil/Bolívia) e sua participação no comércio informal local. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SOUZA, A. M. ; URQUIZA, A. H. A. . Os Kamba em Corumbá-MS e sua presença no comércio informal: um breve resumo etnográfico. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SOUZA, A. M. ; URQUIZA, A. H. A. . A presença dos indígenas da etnia Kamba no comércio informal de Corumbá-MS e as relações sociais na fronteira. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SOUZA, A. M. ; URQUIZA, A. H. A. . MIGRANTES KAMBA NA FRONTEIRA BRASIL/BOLÍVIA: TRABALHO E COMÉRCIO INFORMAL E AS RELAÇÕES SOCIAIS NA FRONTEIRA. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • RODRIGUES, A. L. C. ; SOUZA, A. M. ; URQUIZA, A. H. A. . Dinâmica e a mobilidade étnico-social dos Kamba e sua participação no comércio informal na cidade de Corumbá - MS. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • URQUIZA, A. H. A. ; RODRIGUES, A. L. C. ; MARCHI, W. L. ; SOUZA, A. M. ; LACERDA, K. D. . Resultados da Ação de Extensão 'II Encontro Nacional dos Estudantes Indígenas'. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Projetos de pesquisa

  • 2018 - 2019

    Banho de São João de Corumbá/Ladário - MS: subsídios para registro como patrimônio cultural imaterial brasileiro, Descrição: Este projeto tem como objetivo investigar as celebrações do Banho de São João de Corumbá/Ladário - MS, visando revelar os múltiplos aspectos que envolvem os festejos e devoções do Santo e compreender e evidenciar sua relevância para essas comunidades, bem como para o patrimônio brasileiro. Com levantamento bibliográfico e documental, incursões etnográficas e sistematização da pesquisa de campo, o projeto visa produzir, além de relatório científico e registros audiovisuais, um dossiê de candidatura que irá requerer o registro do Banho de São João de Corumbá/Ladário como patrimônio imaterial do Brasil no Livro das Formas de Expressão. O trabalho envolverá equipe técnica da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, proveniente de distintos campi e de diferentes áreas temáticas, além de outras instituições superiores de ensino e pesquisa do estado de Mato Grosso do Sul. Da mesma forma, o presente instrumento irá incorporar pessoal técnico especializado no campo do audiovisual, teórica e esteticamente sintonizado com as demais equipes, a fim de obter registros imagéticos documentais coerentes com a proposta de trabalho. Espera-se, com a pesquisa, não apenas ampliar o conhecimento sobre o São João de Corumbá-Ladário, tradicional festa religiosa do estado, mas também atender demanda antiga das comunidades locais, promovendo a cultura do povo e conferindo a Mato Grosso do Sul maior destaque no cenário do patrimônio imaterial nacional.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Alyson Matheus de Souza - Integrante / Álvaro Banducci Júnior - Coordenador / Luciana Scanoni Gomes - Integrante / Mário Teixeira de Sá Júnior - Integrante / Marco Aurélio Machado de Oliveira - Integrante / Valdir Aragão do Nascimento - Integrante / Mara Aline Ribeiro - Integrante., Financiador(es): Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - DF - Outra.

  • 2017 - 2019

    Uma análise da festa da Virgem de Urkupia em Corumbá (BRA) e Puerto Quijarro (BOL) e a devoção de comerciantes bolivianos na fronteira, Descrição: Este projeto pretende compreender como se configura a devoção à Virgem de Urkupia pelos comerciantes bolivianos na fronteira Corumbá (BRA)/Puerto Quijarro (BOL). Esta Santa é considerada símbolo da integração nacional na Bolívia e as festas em sua devoção ocorrem dos dois lados da fronteira desde os anos 1970-1980. Durante a realização de outras pesquisas nessa mesma fronteira, foi possível identificar a devoção a essa Virgem pelos comerciantes bolivianos. Sendo o comércio uma das atividades que mais gera renda para a região, busca-se identificar a relação que existe entre a devoção na Virgem e a prática do comércio pelos bolivianos. Essa pesquisa possui cunho antropológico e irá utilizar da pesquisa de campo (PEIRANO, 1992) como sua principal ferramenta de trabalho. Por fim, se propõe com a realização desta pesquisa auxiliar no desenvolvimento das pesquisas sobre as fronteiras de Mato Grosso do Sul, buscando entender os diálogos religiosos, sociais, culturais e econômicos dessa região. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alyson Matheus de Souza - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Apoio e Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do MS - Bolsa.

  • 2014 - 2015

    MIGRANTES KAMBA NA FRONTEIRA BRASIL/BOLÍVIA: TRABALHO E COMÉRCIO INFORMAL E AS RELAÇÕES SOCIAIS NA FRONTEIRA, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Antonio Hilario Aguilera Urquiza em 25/04/2018., Descrição: Este trabalho propõe a discussão e compreensão do trabalho informal realizado pelos bolivianos, particularmente os indígenas da etnia Kamba na fronteira Brasil x Bolívia e as relações criadas a partir desta prática. A realização desta pesquisa irá basear-se em três principais pontos: 1) os fatores que resultam na migração de indígenas da etnia Kamba e bolivianos para a fronteira das cidades Puerto Quijarro (BOL) / Corumbá (BRA) e sua inserção no lado brasileiro da fronteira (Corumbá); 2) as formas de trabalho informal realizadas por estes migrantes indígenas e suas condições de trabalho; 3) e as diferentes relações sociais estabelecidas através do trabalho informal na fronteira. Estas práticas de informalidade são realizadas há bastante tempo nesta região. Um dos objetivos da pesquisa será mostrar a visão destes indígenas e bolivianos a cerca dos trabalhos realizados por eles. Verificar quais as relações estabelecidas e as discriminações geradas neste âmbito serão também análises a serem feitas. Para a efetivação desse trabalho, a pesquisa tomará como base teórico-metodológica a antropologia, assim como o trabalho etnográfico (método de pesquisa antropológica), somados a pesquisa bibliográfica e levantamentos qualitativo e quantitativo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alyson Matheus de Souza - Integrante / Antonio Hilário Aguilera Urquiza - Coordenador.

Prêmios

2015

1 lugar do Prêmio Congresso Internacional dos Direitos Humanos - Modalidade Banner para o trabalho ?Os Kamba em Corumbá-MS e sua presença no comércio informal: um breve resumo etnográfico", Universidade Católica Dom Bosco.

Histórico profissional

Experiência profissional

2014 - 2015

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20

Outras informações:
Bolsista de Iniciação Científica - PIBIC/CNPq/UFMS, com o plano de trabalho "MIGRANTES KAMBA NA FRONTEIRA BRASIL/BOLÍVIA: TRABALHO E COMÉRCIO INFORMAL E AS RELAÇÕES SOCIAIS NA FRONTEIRA".