Oswaldo Martins Estanislau do Amaral

é graduado em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), mestre em Ciências Sociais na área de Política pela mesma instituição e doutor em Ciência Política pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Em 2008, cumpriu estágio de doutoramento com financiamento da Capes no Latin American Centre (LAC) da University of Oxford. Em 2011 e em 2017, retornou ao LAC como pesquisador-visitante. Em 2014, foi professor-visitante no Instituto de Iberoamérica da Universidad de Salamanca. Em 2015, foi pesquisador-visitante no Kellogg Institute da University of Notre Dame. Desde 2012, é professor do Departamento de Ciência Política da Unicamp. Entre 2013 e 2017, foi coordenador do Grupo de Investigación de Partidos y Sistemas de Partidos en América Latina (Gipsal) da Associação Latinoamericana de Ciência Política (Alacip). Atualmente, é diretor do Centro de Estudos de Opinião Pública (Cesop) da Unicamp.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Ciência Política

2006 - 2010

Universidade Estadual de Campinas
Título: As Transformações na Organização Interna do Partido dos Trabalhadores entre 1995 e 2009
Orientador: em University of Oxford ( Dr. Timothy Power)
com Rachel Meneguello. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Partido dos Trabalhadores; Partidos Políticos - Brasil; PT.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político / Especialidade: Estudos Eleitorais e Partidos Políticos. Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político / Especialidade: Atitude e Ideologias Políticas.

Mestrado em Ciências Sociais

2000 - 2002

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Título: As mudanças no PT: um estudo dos programas de governo de 1989 e 1998,Ano de Obtenção: 2002
Vera Lúcia Michalany Chaia.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Partido dos Trabalhadores; Partidos Políticos - Brasil; Programa de governo - PT; PT.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político / Especialidade: Estudos Eleitorais e Partidos Políticos. Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político / Especialidade: Atitude e Ideologias Políticas.

Graduação em Relações Internacionais

1995 - 1998

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político/Especialidade: Estudos Eleitorais e Partidos Políticos.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional/Especialidade: Relações Internacionais, Bilaterais e Multilaterais.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

BOLOGNESI, B. ; AMARAL, Oswaldo E. do. . GT Partidos e Sistemas Partidários. 2018. (Congresso).

PERISSINOTTO, R. ; HOLLANDA, C. B. ; BOLOGNESI, B. ; AMARAL, Oswaldo E. do. . 11o Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política. 2018. (Congresso).

BOLOGNESI, B. ; AMARAL, Oswaldo E. do. . GT Partidos e Sistemas Partidários. 2017. (Congresso).

BOLOGNESI, B. ; AMARAL, Oswaldo E. do. . GT 21 do 40o Encontro Nacional da Anpocs. 2016. (Congresso).

DIAS, M. R. ; AMARAL, Oswaldo E. do. . GT 27 do 39o Encontro Anual da Anpocs: Partidos e Sistemas Partidários. 2015. (Congresso).

AMARAL, Oswaldo E. do. ; DIAS, M. R. . GT 27 do 38o Encontro Anual da Anpocs. Partidos e Sistemas Partidários. 2014. (Outro).

FREIDENBERG, F. ; AMARAL, Oswaldo E. do. . Simposio Organización de partidos en América Latina. 2013. (Outro).

DIAS, M. R. ; AMARAL, Oswaldo E. do. . ST 08 do 37o Encontro Anual da Anpocs: Partidos e Sistemas Partidários. 2013. (Outro).

POWER, T. J. ; AMARAL, Oswaldo E. do. . The PT from Lula to Dilma: Explaining Changes in the Brazilian Workers' Party. 2012. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Consrevatism and authoritarianism in Brazil.The right-wing voter in Brazil: evidences from recent surveys. 2020. (Seminário).

Political narratives and social imaginaries in Brazil.The right-wing voter in Brazil: evidences from recent surveys. 2020. (Simpósio).

The return of the right in Brazil: Politics and Society.The right-wing voter in Brazil: evidences from recent surveys. 2020. (Seminário).

XIV Congreso Nacional de Ciencia Política - Saap. Os determinantes do voto em Jair Bolsonaro. 2019. (Congresso).

XIV Congreso Nacional de Ciencia Política - Saap. The place of partisanship in contemporary democracies. 2019. (Congresso).

2018: ELECTORAL YEAR IN LATIN AMERICA.The 2018 General Elections in Brazil. 2018. (Seminário).

42 Encontro Nacional da Anpocs.GT Partidos e Sistemas Partidários. 2018. (Encontro).

Partidos políticos y democracia en las ciudades de América Latina.The profile of party members in Brazilian cities and their perceptions about democracy. 2018. (Simpósio).

Rethinking Brazilian Politics: New Directions in Research.Partisans, nonpartisans, and antipartisans: voting behavior in Brazil. 2018. (Seminário).

What is Happening to Democratic Brazil? Old and New Directions for Citizen Participation.The 2018 General Elections in Brazil. 2018. (Seminário).

XI Encontro da ABCP. Os trinta anos da Constituição de 1988. 2018. (Congresso).

9o Congresso Latino-americano de Ciência Política. Los sistemas de partidos en América Latina. 2017. (Congresso).

IV Seminário Internacional de Pesquisa e Extensão em Relações Internacionais.A Dinâmica Relacional entre os Três Poderes no Brasil. 2017. (Seminário).

V Fórum Brasileiro de Pós-Graduação em Ciência Política.Partidos Políticos e Democracia no Brasil. 2017. (Encontro).

10o Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP). Sessão Especial 05: Representação Política e Organização Partidária. 2016. (Congresso).

40o Encontro Nacional da Anpocs.Debatedor do GT 21: Partidos e Sistemas Partidários. 2016. (Encontro).

8 Congresso Internacional do Ceisal. Impactos nacionais sobre as disputas eleitorais para os governos estaduais no Brasil. 2016. (Congresso).

XXXIV International Congress of the Latin American Studies Association. Escolhas conectadas? O impacto da eleição presidencial na decisão dos eleitores no nível subnacional no Brasil. 2016. (Congresso).

1o Seminário Nacional: Partidarismo, Militantismo e Comportamento Eleitoral no Brasil.Os 35 anos de estudos sobre o PT: a organização interna e o papel do partido no sistema partidário. 2015. (Seminário).

39o Encontro Anual da Anpocs.Coodenador do GT Partidos e Sistemas Partidários. 2015. (Encontro).

8o Congresso Latinoamericano de Ciência Política. El impacto de las elecciones de 2014 en el sistema de partidos en Brasil. 2015. (Congresso).

IV Fórum Brasileiro de Pós-Graduação em Ciência Política. Avaliador dos trabalhos do GT1 - Partidos, Eleições e Representação Política. 2015. (Congresso).

V Seminário Discente da Pós-Graduação em Ciência Política da USP.O PSDB na Origem: uma análise do período constituinte. 2015. (Seminário).

XII Congreso Nacional de Ciencia Política. Existe vida? Filiação e participação de alta intensidade nos partidos políticos brasileiros. 2015. (Congresso).

12o Congresso da Brazilian Studies Association. Por dentro das bases partidárias. Uma análise do perfil dos filiados a partidos políticos no estado de São Paulo. 2014. (Congresso).

38o Encontro Anual da Anpocs.A qualidade da democracia em governos de esquerda na América do Sul. 2014. (Encontro).

64th Annual International Conference of the Political Studies Association (PSA). The resemblance of the contenders: Evaluating the profile of the two main Brazilian political parties (PT and PSDB) middle-level elites. 2014. (Congresso).

IX Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política.Identificação partidária no Brasil: Mudanças no eleitorado entre 1989 e 2012. 2014. (Encontro).

XXXII International Congress of the Latin American Studies Association. A semelhança dos adversários: Uma análise do perfil das elites intermediárias (middle-level elites) do PT e do PSDB. 2014. (Congresso).

37o Encontro Anual da Anpocs.Competição e participação políticas nos governos de esquerda em países da América Latina. 2013. (Encontro).

Democratic Brazil Ascendant.The PT in Power, 2003-2013. 2013. (Seminário).

Elites em diferentes escalas: teoria e metodologia no estudos dirigentes.Debatedor da mesa. 2013. (Oficina).

VII Congreso Internacional Ceisal. Implicações do processo de seleção de candidatos na competição partidária: o caso brasileiro. 2013. (Congresso).

36o Encontro Anual da Anpocs.Governos de Esquerda e a Qualidade da Democracia na América Latina: Notas de Pesquisa. 2012. (Encontro).

The PT from Lula to Dilma: Explaining Change in the Brazilian Workers' Party.Whatever Happened to the Radicals? Understanding the Shifts in the PT's Internal Factions. 2012. (Oficina).

VI Congreso Latinoamericano de Ciencia Política. El Sistema de Partidos en Brasil: Estabilidad e Institucionalización. 2012. (Congresso).

VI Congreso Latinoamericano de Ciencia Política. Implicações do processo de seleção de candidatos na distribuição do poder intrapartidário: o caso brasileiro. 2012. (Congresso).

XXX International Congress of the Latin American Studies Association (Lasa). Um partido ainda diferente? O PT e seus vínculos com a sociedade. 2012. (Congresso).

35o Encontro Anual da Anpocs.As transformações nas formas de militância no interior do PT: maior inclusão e menor intensidade. 2011. (Encontro).

Whatever Happened to North-South? IPSA-ECPR Joint Conference. What Happened to the Radicals? Understanding the Shifts in PT?s Internal Factions. 2011. (Congresso).

V Congreso Latinoamericano de Ciencia Política. A organização interna do Partido dos Trabalhadores (PT) no Governo Lula. 2010. (Congresso).

VI Congreso del CEISAL. A Organização Interna do Partido dos Trabalhadores (PT) durante o Governo Lula. 2010. (Congresso).

21st World Congress of Political Science. The Workers' Party during Lula's Government. 2009. (Congresso).

LASA 2009 XXVIII International Congress of the Latin American Studies Association. Rethinking the Brazilian Party System II. 2009. (Congresso).

Citizenship and governance at the margins of state: Latin America between post-conflict and neo-populism. Graduate School of International Development Studies, Roskilde University, Denmark.Still the exception: reviewing the transformations of the Workers' Party in Brazil. 2008. (Oficina).

Séminaire des doctorants, Institut d'Études Politiques, Bordeaux. Le Brésil de Lula.Did the PT change? The transformation of the Workers' Party in Brazil. 2008. (Seminário).

University of Oxford. Brazilian Studies Programme.Explaining Change in Lula's Workers' Party. 2008. (Seminário).

University of Oxford. Department for Continuing Education. Latin America Today..Challenges facing Brazil: democracy, development and international projection. 2008. (Seminário).

1 Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais. 2007. (Encontro).

LASA2007 XXVII International Congress of the Latin American Studies Association. O crescimento institucional e as transformações do Partido dos Trabalhadores. 2007. (Congresso).

3 Congresso Latino-Americano de Ciência Política. As mudanças programáticas do Partido dos Trabalhadores. 2006. (Congresso).

5 Encontro Nacional da Associação Brasileira de Ciência Política. 2006. (Encontro).

Corredor Literário na Paulista.A estrela não é mais vermelha? O Partido dos Trabalhadores e a atual crise brasileira. 2005. (Outra).

Diagnósticos e prognósticos da atual crise brasileira: uma agenda para o futuro.O Partido dos Trabalhadores e a atual crise política brasileira. 2005. (Outra).

Semana Diplomática do curso de Relações Internacionais do Unicentro Belas Artes de São Paulo.A política externa brasileira contemporânea. 2005. (Outra).

4 Encontro Nacional da Associação Brasileira de Ciência Política. 2004. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Henrique dos Santos Cury

MENEGUELLO, R.; GUARNIERI, F.;AMARAL, Oswaldo E. do.. Ninho dos Tucanos: PSDB em São Paulo (1994 - 2018). 2020. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Breno Alves

LEAL, P. R.; ROCHA, M.;AMARAL, Oswaldo E. do.. A criação de novos partidos no Brasil contemporâneo: os casos do PSOL e do PSD. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Juiz de Fora.

Aluno: Barbara Botassio

RIBEIRO, P. F.;AMARAL, Oswaldo E. do.BRAGA, M. S. S.. A DINÂMICA INTERNA DOS PARTIDOS BRASILEIROS NA ALOCAÇÃO DE RECURSOS DO FUNDO PARTIDÁRIO. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos.

Aluno: Delmar Uêdes Matos da Fonseca

FREITAS, V. E. V. S.;AMARAL, Oswaldo E. do.; SOUSA, B. M.. Desenvolvimento organizacional e estratégias eleitorais do Partido Socialismo e Liberdade. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Piauí.

Aluno: Maria Vitória de Almeida

AMARAL, Oswaldo E. do.; VEIGA, L.; MENEGUELLO, Rachel.. Os Efeitos das Condições Socioeconômicas na Participação Política do brasileiro. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Danilo Cesar Fiori

AMARAL, Oswaldo E. do.; SINGER, A. V.; BALBACHEVSKY, E.. Bases Sociais e Interiorização: o Predomínio Eleitoral do PSDB paulista (1994-2014). 2016. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Anna Paula de Moraes Bennech

PERES, P. S.; MORITZ, M. L.;AMARAL, Oswaldo E. do.; KRAUSE, S.. A emergência de novos partidos no Brasil (1979-2015): o arcabouço legal é suficiente para explicar este fenômeno. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Richard de Oliveira Martins

BIANCHI, A.;AMARAL, Oswaldo E. do.; SECCO, L.. A regulamentação do direito de tendências no PT. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Thais Cavalcante Martins

KERBAUY, M. T. M.; RIBEIRO, P. F.;AMARAL, Oswaldo E. do.. Organização e funcionamento da política representativa no município de São Carlos. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos.

Aluno: Amanda Modolin Balestrero

RIBEIRO, P. F.;AMARAL, Oswaldo E. do.; KERBAUY, M. T. M.. Gênese partidária: a formação do Partido Social Democrático (PSD). 2015. Dissertação (Mestrado em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos.

Aluno: IVAN ANSELMO ACUÑA CHAVERRI

BRAGA, M. S. S.; AZEVEDO, F.;AMARAL, Oswaldo E. do.. Poder e conflito na estrutura organizacional do Partido Liberación Nacional da Costa Rica. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos.

Aluno: Fernando Augusto Bizzarro Neto

AMARAL, Oswaldo E. do.BRAGA, M. S. S.; MENEGUELLO, Rachel.. PMDB: organização e desenvolvimento em São Paulo (1994-2010). 2013. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Karen Elaine Barreira

KOERNER, A.; CASTRO, M. F.;AMARAL, Oswaldo E. do.. O STF e os tratados internacionais de direitos humanos: uma análise política das decisões judiciais. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Marcelo Buffa da Fonseca

AMARAL, Oswaldo E. do.; JUSTO, C. R. D. M.;BRAGA, M. S. S.. Perfil e recrutamento do scretariado municipal de São Carlos nas gestões PFL/DEM - PT (1997/2004). 2012. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação em Ciência Política) - Universidade Federal de São Carlos.

Aluno: Rafael de Carvalho Morales

AMARAL, Oswaldo E. do.; NUNES, E.; CHAIA, V.. Institucionalização e formação da coalizão dominante no Partido dos Trabalhadores de 1989 a 2002. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Aluno: Leonardo da Silveira EV

MELLO, C. R.; CAMARA, R.; REIS, B.;AMARAL, Oswaldo E. do.; BOHIGUES, A.. Enfrentando o Establishment: Partidos Desafiantes de Esquerda na América Latina. 2020. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Nerea R

TELLES, H. S.; KARRUZ, A. P.; MIRANDA, G. L.; KRAUSE, S.;AMARAL, Oswaldo E. do.. Garcia. La institucionalización de los sistemas de partidos de América del Sur (2000-2013): Una nueva mirada al concepto y a su institucionalización. 2019. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Gabriela Figueiredo Netto

SPECK, Bruno;AMARAL, Oswaldo E. do.BRAGA, M. S. S.; MARTINS, J. P.. O sistema partidário no Rio de Janeiro: uma análise sobre líderes e partidos políticos. 2019. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

Aluno: José Raulino Chaves Pessoa Junior

AMARAL, Oswaldo E. do.; COSTA, Valeriano;BRAGA, M. S. S.; MENEGUELLO, R.; ABU-EL-HAJ, J.. Articulação entre as instâncias partidárias: os casos do PT, PSDB e MDB no Ceará. 2018. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Bruna Karoline Vasconcelos Oliveira

SPECK, Bruno;BRAGA, M. S. S.; COSTA, Valeriano; SANTANA, L. F.;AMARAL, Oswaldo E. do.. Competição e ciclos políticos nos subsistemas partidários do Nordeste: Um estudo de caso sobre CE, AL, BA. MA e PI. 2017. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: José Roberto Paludo

BORBA, J.; SEIDL, E.; BORGES, T.; CARREIRAO, Y. S.; RIBEIRO, E.;AMARAL, Oswaldo E. do.. Participação de alta intensidade e militantismo dos filiados de base do PT no Brasil. 2017. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Ana Claudia Pedrosa de Oliveira

AMARAL, Oswaldo E. do.; COSTA, Valeriano; PACHECO, R. M.; FRANZESE, C.; MARTINS, H.. Dinâmica política e gestão: partidos de esquerda e a adoção das parcerias com organizações sociais no Brasil. 2016. Tese (Doutorado em Doutorado em Administração Pública e Governo) - Fundação Getúlio Vargas (SP).

Aluno: Carla Guerra Tomazini

SUREL, Y.; COSTA, Valeriano; GOIRAND, C.; PALIER, B.; DABENE, O.; HAUSSENTEUFEL, P.;AMARAL, Oswaldo E. do.. L'État et ses pauvres: la naissance et la montée en puissance des politiques de trasnferts conditionnels au Brésil et au Mexique. 2016. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Université Sorbonne Nouvelle - Paris 3.

Aluno: Amanda Santos Machado

KRAUSE, S.; PERES, P. S.;AMARAL, Oswaldo E. do.; BOLOGNESI, B.; MADEIRA, R.. Recrutamento Partidário de Jovens no RS. 2016. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Vítor Eduardo Veras de Sandes Freitas

MENEGUELLO, Rachel.; KERBAUY, M. T. M.; COSTA, Valeriano;AMARAL, Oswaldo E. do.; MELLO, C. R.. Alianças partidárias nos estados brasileiros: das coligações às coalizões de governo. 2015. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Humberto Meza

TATAGIBA, L.; COSTA, Valeriano;AMARAL, Oswaldo E. do.; ZAREMBERG, G.; SARRIA, A. M.. AUTONOMIA EM MOVIMENTO: ANÁLISE DA TRAJETÓRIA DAS RELAÇÕES DO MOVIMENTO DE MULHERES COM OS PARTIDOS POLÍTICOS NA NICARÁGUA PÓS-REVOLUCIONÁRIA. 2015. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Tatiana Berringer

BOITO JR., A.;AMARAL, Oswaldo E. do.; SALLUM JR, B.; CRUZ, S. V.; SCHUTTE, G. R.. Bloco no poder e política externa nos governos de FHC e Lula. 2014. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Bruno de Castro Rubiatti

INACIO, M.; LEMOS, L.;AMARAL, Oswaldo E. do.; COSTA, Valeriano; MENEGUELLO, R.. Sistemas bicamerais na América Latina: Argentina, Brasil e México. 2014. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Enid Rocha Andrade da Silva

AMARAL, Oswaldo E. do.; COSTA, Valeriano; DAGNINO, E.; TEIXEIRA, M. A.; DELGADO, G. C.. Projetos políticos e arranjos participativos nacionais: os significados e os desdobramentos nos conselhos nacionais. 2013. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Júlia Moretto Amâncio

AMARAL, Oswaldo E. do.; REGO, W. L.; FELTRAN, G.; KUNRATH, M.; TATAGIBA, L.. Dinâmicas políticas microterritoriais: organizações comunitárias e acesso às políticas públicas na periferia de São Paulo. 2013. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Gustavo Biannezzi Cilia

AMARAL, Oswaldo E. do.; MENEGUELLO, R.; KAYSEL, A.. A transição popular na América Latina: análise comparativa de trajetórias partidárias. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Marcela Gimenes Tanaka

AMARAL, Oswaldo E. do.; MENEGUELLO, R.; BOAS, T.. Política, religião e mídia: a formação de preferências do eleitor evangélico. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Guilherme Nafalski

FREITAS, A.; MENEGUELLO, Rachel.;AMARAL, Oswaldo E. do.. DESENVOLVIMENTO PARTIDÁRIO LOCAL NA METRÓPOLE PAULISTANA: O CASO DO PARTIDO DOS TRABALHADORES. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Jeison Giovanni Heller

SPECK, Bruno; MANCUSO, W. P.;AMARAL, Oswaldo E. do.. O elemento da incerteza em Adam Przeworski. Teorias da democracia e financiamento de campanha. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: José Raulino Chaves Pessoa Junior

AMARAL, Oswaldo E. do.; MENEGUELLO, R.;BRAGA, M. S. S.. Federalismo e organização partidária: articulação entre as instâncias partidárias quanto as decisões eleitorais no PT, PSDB e PMDB nas eleições de 2012 e 2014. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Kátia Alves Fukushima

AMARAL, Oswaldo E. do.BRAGA, M. S. S.; KERBAUY, M. T. M.. Qual o sujeito da Democracia na América Latina? Uma análise dos governos de esquerda no Brasil, Chile e Venezuela. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos.

Aluno: Vitor Eduardo Veras de Sandres-Freitas

MENEGUELLO, R.; COSTA, Valeriano;AMARAL, Oswaldo E. do.. ALIANÇAS PARTIDÁRIAS NOS ESTADOS BRASILEIROS: DAS COLIGAÇÕES ÀS COALIZÕES DE GOVERNO (1987-2010). 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Henrique dos Santos Curi

MENEGUELLO, Rachel.;AMARAL, Oswaldo E. do.; GUARNIERI, F.. Ninho dos tucanos: o PSDB em SP (1994-2018). 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Marcos Aurélio Santana

AMARAL, Oswaldo E. do.BRAGA, M. S. S.. A construção da hegemonia da Articulação (1983/1995): uma análise dos Encontros Nacionais e do I Congresso do PT. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos.

Aluno: Octávio Forti Neto

AMARAL, Oswaldo E. do.; COSTA, Valeriano; MENEGUELLO, R.. Partidos Políticos Transnacionais: o caso do partido socialdemocrata e do popular europeu.. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Vinicius Ribeiro de Miranda

AMARAL, Oswaldo E. do.; MENEGUELLO, Rachel.; BIANCHI, A.. Pessimismo da vontade e otimismo da razão: as trajetórias das organizações Convergência Socialista e Democracia Socialista no PT (1978-1992). 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Stefani Espinosa dos Santos

AMARAL, Oswaldo E. do.; HOLZHACKER, D. O.; FERREIRA, M. A.. O sistema educacional Finlandês e o Brasil: Uma análise comparativa e as possibilidades de implementação de algumas práticas.. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Escola Superior de Propaganda e Marketing.

Aluno: Beatriz Esposito; Matheus Bianchi; Pamela Ribeiro

AMARAL, Oswaldo E. do.; FERREIRA, M. A.; HOLZHACKER, D. O.. A extrema direita na Europa: Uma analise dos casos da liga do norte italiana e da frente nacional francesa.. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Escola Superior de Propaganda e Marketing.

Aluno: Daniel Petzenbaum; José Renato Menezes;Manoel Cintra

AMARAL, Oswaldo E. do.; MONTOYA, A.; FERREIRA, M. A.. As estratégias de política externa de Israel: Uma análise comparativa da abordagem do país na questão nuclear do oriente médio.. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Escola Superior de Propaganda e Marketing.

Aluno: Bruna Ribeiro; Mariana Correia

AMARAL, Oswaldo E. do.; CARMO, C. A.; HOLZHACKER, D. O.. O Brasil e a crise de 2008. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Escola Superior de Propaganda e Marketing.

Aluno: Ana Carolina Campos; Juliana Vasconi

MONTOYA, A.;AMARAL, Oswaldo E. do.; PEREIRA, D. C.. Geopolítica chinesa do petróleo na África: o caso do Sudão (1996-2006). 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

Aluno: Gabriel Costa; Marina de Lucca; Matheus Terentin

AMARAL, Oswaldo E. do.; RIEGEL, V.; ANTONIOLI, M. E.. Mídia e democracia: como a democracia norte-americana se relacionou com a liberdade de imprensa na Guerra do Iraque. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Escola Superior de Propaganda e Marketing.

Aluno: Elessandra de Jesus Santana

LEITE, S. F.; SANTOS, J. A.;AMARAL, Oswaldo E. do.. A questão ambiental e o posicionamento brasileiro: Uma análise do Plano Nacional de Mudança. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

Aluno: Rafael Oliveira Saud; Leandro Crevelaro

AMARAL, Oswaldo E. do.; LEITE, S. F.; SANTOS, J. A.. O futebol como instrumento de política externa: O estudo de caso do jogo da paz. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

Aluno: Helouise Schiavinati; Marcela Coronel

AMARAL, Oswaldo E. do.; MONTOYA, A.; PINTO, L. F. S.. Rússia no pós-Guerra Fria: Uma análise da agenda de política externa do governo Putin. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

Aluno: Guilherme Cataneo Fedozzi

RAMOS, J. M. R.; SANTOS, S. G. M.;AMARAL, Oswaldo E. do.. Xenofobia e políticas públicas da França para a imigração: colonizados do passado e imigrantes do presente. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Fundação Armando Álvares Penteado.

Aluno: Rebeca Silva Milanesi

RAMOS, J. M. R.; SANTOS, S. G. M.;AMARAL, Oswaldo E. do.. Construção da identidade nacional brasileira: perspectiva histórica, sua expressão no jornalismo e em algumas manifestações artísticas no campo musical. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Fundação Armando Álvares Penteado.

Aluno: Gabriela Abrahão Mekari

SINHORETTO, J.; RAMOS, J. M. R.;AMARAL, Oswaldo E. do.. O Fórum Social Mundial diante da globalização e do neoliberalismo. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Fundação Armando Álvares Penteado.

Aluno: Bruno Kairalla Silveira

SANTOS, S. G. M.; SINHORETTO, J.;AMARAL, Oswaldo E. do.. O conflito étnico canadense. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Fundação Armando Álvares Penteado.

Aluno: Leonardo Marques Teixeira e Rodrigo Fernandes Brandão

PALACIOS JUNIOR, A. M. C.; PEREIRA, D. C.;AMARAL, Oswaldo E. do.. Autonomia das organizações internacionais: Estudo de caso do PNUD-ONU. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

Aluno: Lucila Penteado Lunardi

HAGE, J. A. A.; LEITE, S. F.;AMARAL, Oswaldo E. do.. A projeção internacional do poder russo no governo de Vladimir Putin. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Trevisan Escola de Negócios.

Aluno: Fernão Carlos Pierazzi Nogueira

SANTOS, S. G. M.; CASAROES, Guilherme.;AMARAL, Oswaldo E. do.. A política externa iraniana pós-Khomeini e o conceito de Public Diplomacy. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Fundação Armando Álvares Penteado.

Aluno: Marco Antonio de Siqueira Garcia

HOLME, O.; CINTRA, Rodrigo.;AMARAL, Oswaldo E. do.. A utilização do cinema na Alemanha nazista como propaganda política. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Fundação Armando Álvares Penteado.

Aluno: Rafael José Fidalgo

CINTRA, Rodrigo.; HOLME, O.;AMARAL, Oswaldo E. do.. Conflitos étnicos no desmembramento da Iugoslávia. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Fundação Armando Álvares Penteado.

Aluno: Bruna da Silva Lima

SINHORETTO, J.; LOSS, Gabrielle;AMARAL, Oswaldo E. do.. Cultura e mundialização: questões identitárias, conflito e cooperação. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Fundação Armando Álvares Penteado.

SPECK, Bruno; KERBAUY, M. T. M.;BRAGA, M. S. S.AMARAL, Oswaldo E. do.; VEIGA, L.. Pesquisador C do Cesop/Unicamp. 2013. Universidade Estadual de Campinas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Maria do Socorro Sousa Braga

BRAGA, M. S. S.; Meneguello, Rachel; COSTA, V. M. F.. A Evolução da Organização interna do Partido dos Trabalhadores entre 1995 e 2009.. 2010. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Maria do Socorro Sousa Braga

Meneguello, Rachel; Rodrigues, Leôncio M.; Singer, Andre; COSTA, V. M. F.;BRAGA, M. S. S.. As Transformações na organização interna do Partido dos Trabalhadores entre 1995 e 2009. 2010. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas.

Vera Lucia Michalany Chaia

CHAIA, VeraMENEGUELLO, R.; ABRUCIO, Fernando Luiz. As Mudanças no PT: um Estudo dos Programas de Governo de 1989 e 1998.. 2002. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontificia Universidade Católica de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Otávio Catelano

A viabilização da novidade: sistemas partidários municipais e entrada de novos partidos; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; (Orientador);

Maria Vitória de Almeida

Por dentro dos municípios: organização local dos partidos e Executivos municipais no estado de São Paulo (1996-2016); Início: 2017; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas; (Orientador);

Gustavo Bianezzi

A Transição Popular na América Latina: análise comparativa de trajetórias partidárias; Início: 2015; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Maria Vitória de Almeida

Os Efeitos das Desigualdades Socioeconômicas no Comportamento Político brasileiro; 2017; Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral;

Richard de Oliveira Martins

A regulamentação do direito de tendências no PT (1986-1992); 2015; Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral;

Monize Arquer Fernandes

Votos, partidos e contexto: uma análise da volatilidade eleitoral nos municípios brasileiros entre 2000 e 2012; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral;

João Paulo Saraiva Leão Vianna

SISTEMA PARTIDÁRIO SUBNACIONAL E COMPETIÇÃO ELEITORAL: O CASO DE RONDÔNIA (1982-2014); 2019; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral;

José Raulino Chaves Pessoa Junior

Articulação entre as instâncias partidárias: os casos do PT, do PSDB e do MDB no Ceará; 2018; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral;

Beatriz Esposito; Matheus Bianchi; Pamela Ribeiro

A extrema direita na Europa: Uma análise dos casos da Liga Norte italiana e da Frente Nacional francesa; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Escola Superior de Propaganda e Marketing; Orientador: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral;

Gabriel Costa; Marina de Lucca; Matheus Terentin

Mídia e democracia: como a democracia norte-americana se relacionou com a liberdade de imprensa na Guerra do Iraque; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Escola Superior de Propaganda e Marketing; Orientador: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral;

Helouise Schiavinati; Marcela Coronel

Rússia no pós-Guerra Fria: Uma análise da agenda de política externa do governo Putin; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Centro Universitário Belas Artes de São Paulo; Orientador: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Rachel Meneguello

As transformações do Partido dos Trabalhadores (1995-2009); 2010; Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Rachel Meneguello;

Vera Lucia Michalany Chaia

As Mudanças no PT: um estudo dos Programas de Governo de 1989 e 1998; 2002; 120 f; Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Vera Lucia Michalany Chaia;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • AMARAL, Oswaldo E. do. . The victory of Jair Bolsonaro according to the Brazilian Electoral Study of 2018. BRAZILIAN POLITICAL SCIENCE REVIEW , v. 14, p. 1-14, 2020.

  • RIBEIRO, P. F. ; AMARAL, Oswaldo E. do. . Party Members and High-Intensity Participation: Evidence from Brazil. Revista de Ciencia Politica , v. 39, p. 489-515, 2019.

  • AMARAL, Oswaldo E. do. ; POWER, T. J. . The PT at 35: Revisiting Scholarly Interpretations of the Brazilian Workers' Party. Journal of Latin American Studies , v. 48, p. 147-171, 2016.

  • AMARAL, Oswaldo E. do. ; TANAKA, M. . Como os brasileiros escolhem os governadores? Desvendando as razões do voto para os executivos estaduais no Brasil em 2014. Opiniao Publica , v. 22, p. 675-701, 2016.

  • AMARAL, Oswaldo E. do. ; RIBEIRO, P. F. . Por que Dilma de novo? Uma análise exploratória do Estudo Eleitoral Brasileiro de 2014. Revista de Sociologia e Política (Online) , v. 23, p. 107-123, 2015.

  • AMARAL, Oswaldo E. do. . As transformações nas formas de militância no interior do PT: maior inclusão e menor intensidade. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso) , v. 28, p. 67-86, 2013.

  • BRAGA, M. S. S. ; AMARAL, Oswaldo E. do. . Implicações do processo de seleção de candidatos na competição partidária: o caso brasileiro. Revista de Sociologia e Política (UFPR. Impresso) , v. 21, p. 33-43, 2013.

  • AMARAL, Oswaldo E. do. . O que sabemos sobre a organização dos partidos políticos: uma avaliação de 100 anos de literatura. Revista Debates (UFRGS) , v. 7, p. 11-32, 2013.

  • AMARAL, Oswaldo E. do. . Ainda conectado: o PT e seus vínculos com a sociedade. Opinião Pública (UNICAMP. Impresso) , v. 17, p. 1-44, 2011.

  • AMARAL, Oswaldo E. do. . Adaptação e resistência: o PT no Governo Lula entre 2003 e 2008. Revista Brasileira de Ciência Política (Impresso) , v. 4, p. 105-134, 2010.

  • AMARAL, Oswaldo E. do. . Amérique latine, les élections contre la démocratie ?. Lusotopie (Paris) , v. 16, p. 250-253, 2009.

  • AMARAL, Oswaldo E. do. . O conceito de bloco no poder e o estudo das relações internacionais. Cadernos Cemarx , v. 4, p. 125-136, 2007.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

AMARAL, Oswaldo E. do. . Reformas políticas en America Latina. 2015.

AMARAL, Oswaldo E. do. ; MENEGUELLO, R. ; SIMONI JR, S. . A Cara da Democracia no Brasil: Satisfação com a Democracia e Conjuntura Política. 2018.

AMARAL, Oswaldo E. do. . Parecer para a Ed. Unesp sobre a publicação de uma obra. 2011.

AMARAL, Oswaldo E. do. ; SIMONI JR, S. . Descrédito nos partidos atinge 8 em 10 brasileiros. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

AMARAL, Oswaldo E. do. ; RIBEIRO, P. F. ; MENEGUELLO, R. . A vida nos partidos políticos. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

AMARAL, Oswaldo E. do. . Programa Melhor para Você da RedeTV. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

AMARAL, Oswaldo E. do. . Entrevista sobre o PT. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

AMARAL, Oswaldo E. do. . Como vota o brasileiro. 2015.

AMARAL, Oswaldo E. do. . Partidos Políticos no Brasil. 2019. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

AMARAL, Oswaldo E. do. ; NOCE, L. A. . O processo eleitoral nos EUA e na Rússia sob a ótica da mídia. 1998 (Iniciação Científica) .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    As bases do sucesso: organização local dos partidos políticos na América Latina, Descrição: Os partidos políticos são o eixo das democracias representativas. Os partidos desempenham nos regimes democráticos ao menos três funções essenciais: (a) estruturam a competição eleitoral escolhendo os candidatos e simplificando a informação para o eleitor; (b) agregam e organizam interesses; (c) Formam governos e conduzem os trabalhos legislativos. Dessa forma, é fundamental compreender o funcionamento dos partidos políticos em todas as suas dimensões: organizativa, eleitoral e governativa. Os objetivos da pesquisa são: (a) Mapear e classificar os tipos de organização local construídas por sete partidos latino-americanos entre suas formações e 2015: Partido dos Trabalhadores (PT, Brasil); Partido da Social-Democracia Brasileira (PSDB, Brasil); Partido pela Democracia (PPD, Chile); União Democrática Independente (UDI, Chile); Partido da Revolução Democrática (PRD, México); Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN, Nicarágua); e Aliança Republicana Nacionalista (Arena, El Salvador). (b) Analisar o impacto de variáveis histórico-contextuais e institucionais sobre as formas de desenvolvimento das organizações locais. Para isso, será utilizada uma estratégia comparativa de investigação que vai combinar técnicas qualitativas e quantitativas. A pesquisa bibliográfica sobre os partidos e países selecionados será combinada com a análise de dados eleitorais e de surveys, com a realização de análises estatísticas descritivas e inferenciais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2

  • 2018 - Atual

    Estrutura organizacional dos partidos políticos brasileiros: uma análise comparada, Descrição: Os partidos políticos do Brasil foram sempre estudados tendo em vista seu desempenho eleitoral, legislativo, sua capacidade de promover o funcionamento do governo, suas bases sociais e eleitorais, sua ideologia ou a organização. Contudo, o estudo das estruturas organizacionais do partidos foi sempre tratado como um apêndice desnecessário dado o baixo desempenho das legendas como instituições políticas. Esta pesquisa tenta preencher esta lacuna mostrando empiricamente que as estruturas organizacionais dos partidos são mais do que assento para as negociações clientelares intra-elites. Para isso dados sobre a quantidade de filiados, idade, complexidade organizacional, número de funcionários, distribuição de recursos, penetração territorial, inflexão organizativa, justaposição parlamentar serão coletados junto aos partidos e aos órgãos de controle. Além disso, através de um banco de dados organizado pelo Political Party DataBase Project será utilizado para comparar o desempenho organizativo de nossos partidos com mais de outros 30 países.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral - Integrante / Bruno Bolognesi - Coordenador / Flavia Babireski - Integrante / Karolina Roeder - Integrante / Giovanna Cruz - Integrante / Yasmin Bicca - Integrante / Amanda Bilicki - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2017 - Atual

    Lideranças partidárias no Brasil contemporâneo, Descrição: Os estudos sobre os partidos políticos no Brasil avançaram muito nos últimos anos. No entanto, ainda há lacunas a serem preenchidas no que toca à organização interna dos partidos e suas relações com as estratégias nas arenas governativa e eleitoral. Este projeto tem dois objetivos centrais: (a) construir um banco de dados inédito sobre quem ocupou cargos nos diretórios nacionais, estaduais e municipais dos partidos políticos brasileiros entre 1996 e 2015; e (b) analisar esses dados a partir de três perspectivas: organizacional, eleitoral e governamental. Para isso, utilizaremos abordagens qualitativas e quantitativas, relacionando informações provenientes de distintos bancos de dados. Com isso, pretendemos elaborar uma análise integrada sobre os partidos políticos e sobre o sistema representativo no Brasil nos últimos vinte anos e fornecer novos elementos empíricos para futuras pesquisas na área. O projeto está sediado no Centro de Estudos de Opinião Pública (Cesop) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e contará com três professores de duas universidades, quatro alunos de pós-graduação e um consultor externo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral - Coordenador / Andréa Freitas - Integrante / Glauco Peres da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 3

  • 2016 - Atual

    INCT Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação, Descrição: O Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação pretende avançar a discussão sobre a democracia brasileira, a sua organização, os hábitos democráticos da população e a organização da mídia no país. O programa do Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação prima pela mobilização e agregação de grupos de pesquisa de quatro instituições principais - UFMG, UERJ, Unicamp e USP - além da participação de pesquisadores da Unb, UFPR, UFPE, UNAMA, IPEA e, internacionalmente, do CES/UC e da UBA. Pesquisadores de reconhecida competência nacional e internacional deverão promover duas atividades no âmbito do Instituto: (1) pesquisas de opinião pública sobre o estado da democracia no Brasil incluindo o legislativo e o judiciário; (2) proposição de aplicação de tecnologias de informação que melhorem a qualidade da democracia no Brasil. O Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação também terá como um dos seus eixos de atuação central a avaliação de como tecnologias de comunicação podem melhorar o desempenho da democracia. Esta parte será realizada em estreita colaboração com o Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES/UC).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (8) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral - Integrante / MENEGUELLO, Rachel. - Integrante / Leonardo Avritzer - Coordenador / Fabiano Santos - Integrante / Marjorie Marona - Integrante / João Feres Jr - Integrante.

  • 2013 - 2018

    Organização e funcionamento da política representativa no Estado de São Paulo (1994 e 2014), Descrição: O objetivo geral deste projeto é analisar a organização e o funcionamento da política representativa no estado de São Paulo entre 1994 e 2014. O projeto está voltado para a compreensão de três dimensões: a) a organizacional, que objetiva identificar a estrutura organizacional dos partidos políticos, a distribuição de poder intrapartidário, as fontes de financiamento e de recrutamento político, bem como as características das elites partidárias e dos filiados; b) a competitiva, que tem como finalidade compreender o padrão de competição no estado e nas regiões intra-estaduais, identificando as bases das forças políticas e suas estratégias eleitorais e de organização; e c) a representativa, que busca analisar os padrões de votação no estado no período, assim como a qualidade da relação entre os eleitores e o sistema de representação em São Paulo. Em termos analíticos, o projeto busca mostrar a importância das variáveis de natureza organizacional para apreender o desenvolvimento dos partidos no estado, e das variáveis contextuais tanto institucionais, quanto estruturais socioeconômicas na compreensão do comportamento eleitoral, abrindo-se para o terreno das abordagens que reconhecem o impacto dos diferentes níveis da realidade social sobre o comportamento político de indivíduos e grupos, sem que isso se contraponha aos parâmetros da racionalidade e do papel das instituições. Em termos metodológicos, o projeto enfatiza a pesquisa empírica e seus objetivos serão atingidos por meio da produção e análise de dados de nível individual obtidos em pesquisas tipo survey, de dados institucionais partidários, organizados a partir de informações a serem coletadas nos próprios partidos, dados eleitorais oficiais obtidos junto ao TSE e TRE-SP, além de dados socioeconômicos organizados pela Fundação Seade e IBGE.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral - Integrante / Valeriano Costa - Integrante / Bruno Speck - Integrante / Rachel Meneguello - Coordenador / Maria do Socorro Sousa Braga - Integrante / Pedro Floriano Ribeiro - Integrante / Maria Teresa Miceli Kerbauy - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6

  • 2012 - 2014

    Governos de esquerda e a qualidade da democracia na América Latina, Descrição: A história recente da política latino-americana pode ser dividida em dois períodos: em um primeiro momento, com o fim de regimes autoritários, deu-se início a processos de democratização, de liberalização econômica e de ascensão do neoliberalismo, que perduraram até meados da década de 1990; e, posteriormente, com a crise do modelo neoliberal, verificou-se o surgimento de novas lideranças políticas, o reaparecimento de movimentos sociais e a reação popular contra reformas em direção ao mercado. Nesse contexto, observou-se o fortalecimento de partidos de esquerda e de centro-esquerda que acabaram chegando ao controle dos Executivos Nacionais de vários países da região. A partir desses pressupostos, o objetivo primordial desta pesquisa é investigar a atuação e os efeitos dos governos de esquerda no Brasil (2003-2010), no Chile (2000-2010), na Bolívia (2006-2010) e na Venezuela (1999-2010) sobre a qualidade da democracia nesses países.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral - Integrante / Maria do Socorro Sousa Braga - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 5

  • 2011 - 2013

    Temas de Representação Política Cesop/Cefor, Descrição: A produção da Ciência Política brasileira no campo da organização da política representativa e dos estudos legislativos é significativa, e trabalhos de referência já estabeleceram bases para o desenvolvimento de investigações acadêmicas. No entanto, uma obra sistematizada sobre temas específicos, analisados sob abordagem nacional e comparada, que ofereça o estado da arte das questões associadas à representação e que tenha a dupla natureza informativa e analítica sobre os processos políticos do Legislativo ainda cabe ser realizada. Este projeto visa suprir esse espaço através da produção de trabalhos que retratem o estado da arte do tratamento de temas específicos, compilados em uma obra única. A obra produzida visa ainda o aperfeiçoamento da formação de alunos em nível de graduação e pós-graduação na área e de profissionais envolvidos nos processos políticos do Poder Legislativo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Oswaldo Martins Estanislau do Amaral - Integrante / Valeriano Costa - Integrante / Bruno Speck - Integrante / Paolo Ricci - Integrante / Sérgio Braga - Integrante / José Álvaro Moisés - Integrante / Leandro Piquet Carneiro - Integrante / Rachel Meneguello - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciências Políticas. , Rua Cora Coralina, 100 - IFCH/DCP, Cid. Universitária - Barão Geraldo, 13083896 - Campinas, SP - Brasil, Telefone: (19) 35211573, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2012 - Atual

    Universidade Estadual de Campinas

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 12/2017

      Direção e administração, Centro de Estudos de Opinião Pública, .,Cargo ou função, Diretor.

    • 08/2014

      Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Metodologia de pesquisa em Ciência Política, Seminário de Dissertação e Tese, Tópicos Especiais em Ciência Política I

    • 08/2012

      Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Política II (Política Brasileira), Política V (Teoria e Pesquisa em Ciência Política), Partidos e sistemas partidários

    • 05/2012

      Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciências Políticas.,Linhas de pesquisa

    • 05/2014 - 08/2017

      Direção e administração, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciências Políticas.,Cargo ou função, Coordenador do Programa de Pós Graduação em Ciência Política.

    • 08/2012 - 04/2014

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, .,Cargo ou função, Membro da Comissão de Graduação do curso de Ciências Sociais.

  • 2018 - Atual

    Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq

    Vínculo: Membro do Comitê Gestor INCT, Enquadramento Funcional: Membro do Comitê Gestor do INCT/Democracia

  • 2017 - 2018

    University of Oxford

    Vínculo: Pesquisador-visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador-visitante, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Pesquisador-visitante no Latin American Centre (LAC) da University of Oxford com financiamento da Fundação de Amparo á Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp)

  • 2015 - 2015

    Kellogg Institute, University of Notre Dame

    Vínculo: Guest Scholar, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Pesquisador-visitante com financiamento da Vice-Reitoria Executiva de Relações Internacionais da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) no âmbito do programa Cooperação Mundial 2015

    Atividades

    • 11/2015 - 12/2015

      Pesquisa e desenvolvimento , Kellogg Institute, University of Notre Dame, .,Linhas de pesquisa

  • 2014 - 2014

    Universidad de Salamanca

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante

    Outras informações:
    Professor e pesquisador visitante no Instituto de Iberoamérica da Universidad de Salamanca. Financiamento Cátedra Santander/Unicamp

    Atividades

    • 11/2014 - 12/2014

      Ensino, Máster en Estudios Latinoamericanos, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Cátedra de Estudios Latinoamericanos I

  • 2011 - 2012

    Escola Superior de Propaganda e Marketing

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 16

  • 2010 - 2011

    Escola Superior de Propaganda e Marketing

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 16

  • 2009 - 2010

    Escola Superior de Propaganda e Marketing

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 12

  • 2009 - 2009

    Escola Superior de Propaganda e Marketing

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 4

    Atividades

    • 02/2009 - 04/2012

      Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Country Studies III: Europa, Política no Brasil Contemporâneo, Teoria das Relações Internacionais

  • 2011 - 2012

    Fundação Armando Álvares Penteado

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 4

  • 2009 - 2011

    Fundação Armando Álvares Penteado

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador, Carga horária: 2

  • 2007 - 2007

    Fundação Armando Álvares Penteado

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador, Carga horária: 4

    Atividades

    • 02/2011 - 02/2012

      Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Relações Internacionais Contemporâneas, Sistema Político Brasileiro

    • 02/2009 - 02/2011

      Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Relações Internacionais Contemporâneas

    • 02/2007 - 12/2007

      Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Política Externa Brasileira I, Evolução das Idéias Políticas e Sociais I

  • 2009 - 2009

    Unicentro Belas Artes de São Paulo

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor 3.3, Carga horária: 8

  • 2007 - 2007

    Unicentro Belas Artes de São Paulo

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor 3.3, Carga horária: 16

  • 2005 - 2007

    Unicentro Belas Artes de São Paulo

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor 3.1, Carga horária: 12

  • 2004 - 2005

    Unicentro Belas Artes de São Paulo

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor 3.1, Carga horária: 8

  • 2004 - 2004

    Unicentro Belas Artes de São Paulo

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor 3.1, Carga horária: 4

    Atividades

    • 02/2009 - 06/2009

      Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Relações Internacionais Contemporâneas I e II

    • 05/2004 - 12/2007

      Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Relações Internacionais Contemporâneas I, Relações Internacionais Contemporâneas II

  • 2007 - 2007

    Universidade Bandeirante de São Paulo

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 6

  • 2006 - 2007

    Universidade Bandeirante de São Paulo

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 9

  • 2005 - 2006

    Universidade Bandeirante de São Paulo

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 15

  • 2004 - 2005

    Universidade Bandeirante de São Paulo

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 16

  • 2003 - 2004

    Universidade Bandeirante de São Paulo

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 12

    Atividades

    • 03/2003 - 06/2007

      Ensino, Ciências Jurídicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ciência Política, Teoria Geral do Estado

  • 2003 - 2004

    Centro Universitário Capital

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 8

    Atividades

    • 02/2003 - 02/2004

      Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Produção e Gerenciamento de Informação em Relações Internacionais, Tópicos em Relações Internacionais

    • 03/2003 - 12/2003

      Direção e administração, .,Cargo ou função, Coordenador do curso de Relações Internacionais.