Alany Ingrid Ribeiro

Doutora na área de concentração de química orgânica (Produtos naturais) pela UFSCar. Possuí graduação em licenciatura Química pela mesma instituição (UFSCar), onde desenvolveu dois projetos de iniciação científica; a busca de inibidores da fotossíntese e o estudo da variação do perfil químico de Citrus com greening e sadios visando obter informações sobre mecanismo de defesa, onde adquiriu o conhecimento e prática em equipamentos como : HPLC-UV/DAD, RMN e CG-MS. Desenvolveu o projeto de Mestrado (2015), vinculado à rede SISBIOTA - "Bioprospecção de fungos sapróbios no PPBIO/ semi-árido nordestino para o controle de doenças infecciosas em plantas: indução de resistência", com alvo no isolamento de substância com atividade antifúngica frente à fungos patógenos de Citrus, aonde aprofundou o conhecimento em técnicas analíticas de preparo de amostras (SPE), separação, isolamento e identificação de metabólitos secundários.

Informações coletadas do Lattes em 04/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Programa de Pós Graduação em Química-UFSCar

2015 - 2019

Universidade Federal de São Carlos
Título: ?Estudo Químico dos Fungos Stachybotrys levispora e Curvularia inaequalis: O Uso Moduladores Químicos e Epigenéticos para a Obtenção de Novos Metabólitos Secundários?
Maria Fátima das Graças Fernandes da Silva. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Mestrado em Programa de Pós Graduação em Química-UFSCar

2013 - 2015

Universidade Federal de São Carlos
Título: Estudo químico do fungo Memnoniella levispora: desenvolvimento de eliciadores de resistência em citros,Ano de Obtenção: 2015
Maria Fátima das Graças Fernandes da Silva.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: fungos sapróbios.Grande área: Ciências Exatas e da TerraSetores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.

Graduação em LICENCIATURA EM QUIMICA

2009 - 2012

Universidade Federal de São Carlos
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2013 - 2013

Curso básico de micologia. (Carga horária: 9h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2009 - 2009

Espectrometria de Massas Aplicada a Microbiologia?. (Carga horária: 9h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica/Especialidade: Química dos Produtos Naturais.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Ciência de Alimentos/Especialidade: Avaliação e Controle de Qualidade de Alimentos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Simpósio Internacional BIOTA Micro-organismos. 2014. (Simpósio).

III WORKSHOP SOBRE AVALIAÇÃO INICIAL DE DESEMPENHO.ESTUDO DO PERFIL QUÍMICO DE CITRUS COM GREENING, VISANDO OBTER INFORMAÇÕES SOBRE MECANISMO DE DEFESA. 2012. (Encontro).

Universidade Aberta.Universidade Aberta. 2012. (Outra).

BCNP - Brazilian Conference on Naturals Products. 2011. (Congresso).

UNIVERSIDADE ABERTA.UNIVERSIDADE ABERTA. 2011. (Outra).

I WORKSHOP SOBRE AVALIAÇÃO INICIAL DE DESEMPENHO. 2009. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Rodrigo Facchini Magnani

MAGNANI, R. F.RODRIGUES FILHO, Edson; SILVA, M. F. G. F.. Estudo Químico do Fungo Memnoniella levispora em Meio de Cenoura-Milho. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Química Orgânica) - Departamento de Química UFSCar.

Moacir Rossi Forim

DA SILVA, M. F. G. F.RODRIGUES FILHO, E.FORIM, M. R.. Estudo Químico dos fungos Stachybotrys levispora e Curvularia inaequalis: o uso de moduladores químicos e epigenéticos para a obtenção de novos metabólitos secundários. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós Graduação em Química-UFSCar) - Universidade Federal de São Carlos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Ueleton Americo Rocha

Estudo químico do Co-cultivo dos fungos Stachybotrys levispora e Curvularia inaequalis frente ao fungo Leucoagaricus gongylophorus; Início: 2016; Iniciação científica (Graduando em Química) - Universidade Federal de São Carlos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Adriele Ribeiro Dos Santos

Estudo químico do fungo Stachybotrys levispora: O emprego de precursores para a obtenção de novos metabólitos; Início: 2016; Iniciação científica (Graduando em Química) - Universidade Federal de São Carlos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; (Orientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Maria Fátima das Graças Fernandes da Silva

O uso de moduladores químicos e epigenéticos no fungo memnoniella levispora : busca por novos metabólitos secundários; Início: 2015; Tese (Doutorado em Programa de Pós Graduação em Química-UFSCar) - Universidade Federal de São Carlos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Maria Fátima das Graças Fernandes da Silva

Estudo Químico do Fungo Memnoniella levispora: Busca por Metabólitos Secundários Inibidores da P; nicotianae; 2015; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação em Química-UFSCar) - Universidade Federal de São Carlos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria Fatima das Gracas Fernandes da Silva;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • LEMES, BRUNO BRITO ; DA SILVA MIGUÊZ, LILIAN ; SANTOS, REBECA LOPES ; DA ROCHA BASTOS SERAFIM, JOÃO CARLOS ; FIGUEIREDO, JULIANA MEDRADO RIBEIRO ; TAVARES, ISLAM FARIAS ; DE GODOI PEREIRA, MADSON ; DE JESUS MARQUÊS, EDSON ; DA SILVA RAMOS, FLORISVALDO ; EL-BACHÁ, RAMON SANTOS ; RIBEIRO, ALANY INGRID ; DAS GRAÇAS FERNANDES DA SILVA, MARIA FÁTIMA ; DE SOUZA NETA, LOURDES CARDOSO . Two new prenylated isoflavones from Deguelia costata. Phytochemistry Letters , v. 30, p. 181-185, 2019.

  • BELLETTE, B. S. ; RAMIM, L. Z. ; PORTO, D. S. ; RIBEIRO, A. I. ; FORIM, M. R. ; ZUIN, V. G ; SILVA, J. B. F. ; SILVA, M. F. G. F. . An environmentally friendly procedure to obtain flavonoids from Brazilian Citrus waste. JOURNAL OF THE BRAZILIAN CHEMICAL SOCIETY , v. 29, p. 1123-1129, 2018.

  • RIBEIRO, A. I. ; COSTA, E. S. ; THOMASI, S. S. ; BRANDAO, D. ; VIEIRA, P. C. ; SILVA, J. B. F. ; FORIM, M. R. ; FERREIRA, A. G. ; PASCHOLATI, S. F. ; SILVA, M. F. G. F. . io- and Chemicalcontrol of Sclerotinia sclerotiorum using Stachybotrys levispora and its secondary metabolite griseofulvin. JOURNAL OF AGRICULTURAL AND FOOD CHEMISTRY , v. 66, p. 7627-7632, 2018.

  • BELLETTE, B. S. ; PORTO, D. S. ; RAMIM, L. Z. ; RIBEIRO, A. I. ; FORIM, M. R. ; SILVA, J. B. F. ; SILVA, M. F. G. F. ; ZUIN, V. G . EXTRACTION AND IDENTIFICATION OF FLAVANOID GLYCOSIDES AND POLYMETHOXYLATED FLAVONES FROM BRAZILIAN CITRUS WASTE. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, A. I. ; THOMASI, S. S. ; COSTA, E. S. ; PASCHOLATI, S. F. ; SILVA, J. B. F. ; VIEIRA, P. C. ; SILVA, M. F. G. F. . CHEMISTRY OF STACHYBOTRYS LEVISPORA AND SPECULATIONS ON THE BIOCONTROL OF SCLEROTINIA SCLEROTIORUM IN SOYBEAN. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, A. I. ; SILVA, J. B. F. ; SILVA, M. F. G. F. . Rapid identification of Phenylspirodrimanes from Stachybotrys levispora by UPLC-ESI-QTOF-MS technique. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, A. I. ; SILVA, J. B. F. ; SILVA, M. F. G. F. . Identification of minority Compounds from Stachybotrys levispora by UPLC-ESI-QTOF technique. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, A. I. ; SILVA, M. F. G. F. . Identification of Griseofulvin and some derivates by LC-SPE-NMR from new species of saprophyte fungus. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, A. I. . Exibição e discussão de propostas para controle Biorracional de insetos pragas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • RIBEIRO, A. I. . Estudo químico do fungo Memnoniella levispora: desenvolvimento de eliciadores de resistência em citros. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • RIBEIRO, A. I. ; SILVA, M. F. G. F. . Metabólitos Secundários produzidos pelo fungo Memnoniella Levispora. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, A. I. ; SILVA, M. F. G. F. . Chemical profile of Memnoniella Levispora fungus in different cultura medium.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, A. I. ; BELLETTE, B. S. ; SILVA, M. F. G. F. . Quantification of coumarins from Citrus roots: Resistence Mechanism against Huanlongbing. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, A. I. ; BELLETTE, B. S. ; SILVA, M. F. G. F. . ESTUDO DO PERFIL QUÍMICO DE CITRUS COM GREENING, VISANDO OBTER INFORMAÇÕES SOBRE MECANISMO DE DEFESA. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • RIBEIRO, A. I. ; SILVA, M. F. G. F. . ESTUDO DA VARIAÇÃO DO PERFIL QUÍMICO DE CITRUS COM GREENING E SADIOS, VIISANDO OBTER INFORMAÇÕES SOBRE MECANISMO DE DEFESA. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, A. I. ; ALMEIDA, D. ; SANTO, V. R. ; SOUZA, G. B. . Comparação entre métodos de rotina: via seca e via úmida (sistema aberto) com via úmida em tubos de PFA (sistema fechado). 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, A. I. ; SILVA, M. F. G. F. ; BELLETTE, B. S. . Estudo da variação do perfil químico de citrus com greening e sadios, visando obter informações sobre mecanismo de defesa. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, A. I. ; SILVA, M. F. G. F. ; VEIGA, T. A. M. . Busca por Candidatos a Herbicidas inibidores da Fotossíntese. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SOARES, M. ; RIBEIRO, A. I. ; VEIGA, T. A. M. ; SILVA, M. F. G. F. . Triterpenos Inibidores da Fotossíntese em Cloroplastos de Espinafre. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, A. I. ; FORIM, M. R. ; COSTA, E. S. ; THOMASI, S. S. ; ALI, A. ; VIEIRA, P. C. ; SILVA, J. B. F. ; FERREIRA, A. G. ; PASCHOLATI, S. F. ; SILVA, M. F. G. F. . Bio- and Chemicalcontrol of Sclerotinia sclerotiorum and white mold of soybean using Stachybotrys levispora and its secondary metabolite griseofulvin. Journal of agriculture and food Chemistry - ACS publications, 2017 (Artigo Submetido).

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de São Carlos, Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia. , Rodovia Washington Luís, km 235 , LABORATORIO DE PRODUTOS NATURAIS, SP-310, 13565905 - São Carlos, SP - Brasil, Telefone: (16) 33518093, Fax: (16) 33612081

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2012 - 2013

    Embrapa Pecuária Sudeste

    Vínculo: ESTÁGIO, Enquadramento Funcional: ESTAGIÁRIA, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Área de Pesquisa e Desenvolvimento - Laboratório de Nutrição Animal

  • 2010 - Atual

    Universidade Federal de São Carlos

    Vínculo: Graduanda, Enquadramento Funcional: Bolsista-graduação, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    O Brasil é um dos países que mais tem destaque no mercado mundial de suco de laranja. Atualmente, o estado de São Paulo detém mais de 80% da produção mundial de laranja e suco de laranja concentrado. A cada ano a citricultura brasileira, principalmente a paulista sofre grandes prejuízos com as doenças que afetam as diversas variedades de citros. Depois de muitas doenças, como Cancro Cítrico, Clorose Variegada dos Citros, Morte Súbita e Pinta Preta, agora existe uma nova, e que está trazendo desastrosos prejuízos para a citricultura brasileira. Essa doença é o Huanglongbing (HLB), mais conhecido por ?greening?, é a mais importante e destrutiva doença da citricultura mundial. Originária na china em 1919, chegou ao Brasil recentemente, em 2004, no município de Araraquara (SP). O HLB não provoca a morte das plantas, as quais, com o passar dos anos, tornam-se debilitadas e improdutivas. O HLB não tem cura, uma vez adquirida, não tem como ser tratada. Dessa maneira, essas fitopatogenias são responsáveis por grandes prejuízos anuais na agricultura, sendo então necessários estudos que tragam uma melhor compreensão das interações envolvidas entre as plantas de espécies de Citrus com os seus respectivos fitopatógenos. Por isso, o objetivo geral deste projeto é estudar a patogenia de HLB nos Citrus e buscar inibidores no combate ao desenvolvimento da doença através do mecanismo de defesa da própria planta.

  • 2013 - 2015

    Universidade Federal de São Carlos

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestranda, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Dentre as várias doenças que atacam os citros em todo o mundo, a gomose, causada por espécies do gênero Phytophthora se encontra entre as mais importantes. As espécies mais comuns são P. nicotianae e P. citrophthora . É importante lembrar que, como Phytophthora spp. produzem estruturas de resistência, a eliminação desse patógeno dos solos é extremamente difícil. Assim, a exclusão é o principal método de controle. O controle curativo dessa doença, também pode ser realizado com fungicidas utilizando-se fosetil-Al ou fosfitos . No entanto, aplicação indiscriminada de fungicidas nos pomares além de favorecer a seleção de linhagens resistentes do patógeno aos ingredientes ativos aumenta o risco de contaminação ambiental e à saúde dos agricultores e consumidores. Nesse contexto, as buscas por estratégias alternativas para a redução e uso racional de defensivos se mostram urgentes, e envolve o controle biológico e a indução de resistência em plantas. Os fungos sapróbios têm recebido uma atenção especial como indutores de resistência e/ou agentes tradicionais de controle biológico. Estudos apontam a presença de uma ampla diversidade de espécies fúngicas na região do semi-árido nordestino e este conhecimento traz a possibilidade da identificação de fungos benéficos às plantas cultivadas no que se refere ao fenômeno de controle biológico e/ou indução de resistência em plantas que necessitam de estudos mais aprimorados