Mailson Gusmão Melo

O conjunto da história substitui um bibelô bizarro, o povo-criança, por outro bibelô, também bizarro, mas de um modo diferente; esse caleidoscópio não se assemelha às figuras sucessivas de um desenvolvimento dialético, não se explica por um progresso da consciência, nem, aliás, por um declínio, nem pela luta de dois princípios, o desejo e a repressão: cada bibelô deve sua forma bizarra ao lugar que lhe deixaram as práticas contemporâneas entre as quais se moldou (VEYNE, 1998:263-264).

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em História

2012 - 2014

Universidade Federal do Maranhão
Título: um sujeito histórico, vários personagens: representações historiográficas sobre Manuel Beckman.,Ano de Obtenção: 2014
João Batista Bitencourt.Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa ao Desenvolv. Científico e Tecnológico - MA, FAPEMA, Brasil.

Especialização em História do Brasil

2011 - 2012

Faculdades Integradas de Jacarepaguá
Título: As metamorfoses de Manoel Beckman
Orientador: Nelson Jakimczyk Baptista

Graduação em História

2006 - 2010

Universidade Federal do Maranhão
Título: DO INFERNO AO PARAISO: representações historiográficas sobre Manoel Beckman.
Orientador: João Batista Bitencourt

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: História.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Simpósio de História em estudos amazônicos: gentes, território e cultura nono Pará e Maranhão.João Filipe Bettendorff: a revolta de Beckman. 2013. (Simpósio).

V Encontro Internacional de História Antiga e Medieval do Maranhão: Sonhos, mitos e heróis: memória e identidade..O Bárbaro é o outro: Germânia de Publius Cornélio Tácito. 2013. (Encontro).

V encontro estadual de história-ANPUH/MA.OS FRANCESES CHEGARAM AO PARAISO?: Claude D'Abbeville descreve a Ilha do Maranhão.. 2012. (Encontro).

XII Encontro Humanístico.A Sociedade enquanto instituição imaginada culturalmente: um estudo sobre Manoel Beckman. 2012. (Encontro).

I jornada pergaminho maranhense: desafios da pesquisa em História do Maranhão.. 2010. (Outra).

IX Encontro Humanistico: identidades. 2009. (Encontro).

Caravana UNE Saúde, Educação e Cultura. 2008. (Outra).

Simpósio Balaiada 170 Anos. 2008. (Simpósio).

VIII Encontro Humanístico. 2008. (Outra).

II Foro de Ciências Sociais e Humanas. 2007. (Outra).

II fórum de História. 2007. (Outra).

VII Econtro Humanistico: mini-curso "Arqueologia no Maranhão". 2007. (Encontro).

VII encontro Humanístico. 2007. (Encontro).

VII Encontro Humanístico.O Homem entre o sagrado e o Mercado. 2007. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Alírio Carvalho Cardoso

CARDOSO, Alírio; BITENCOURT, João. B.;CHAMBOULEYRON, Rafael. Um sujeito histórico, vários personagens: representações historiográficas sobre Manoel Beckman. 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História (PPGHIS)) - Universidade Federal do Maranhão.

Marcelo Cheche Galves

BITENCOURT, João Batista; CAMPOS, Marize Helena de;GALVES, Marcelo Cheche. DO INFERNO AO PARAÍSO: REPRESENTAÇÕES HISTORIOGRÁFICAS SOBRE MANOEL BECKMAN. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Maranhão.

Antonia da Silva Mota

Alírio Cardoso; BITENCOURT, J. B.;MOTA, Antonia da Silva.. Um sujeito histórico, vários personagens: representações historiográficas sobre Manoel Beckman. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em História Social) - Universidade Federal do Maranhão.

RAFAEL IVAN CHAMBOULEYRON

BITTENCOURT, J. B.;CARDOZO, AlirioCHAMBOULEYRON, Rafael. Um sujeito histórico, vários personagens: representações historiográficas sobre Manuel Beckman. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Maranhão.

João Batista Bitencourt

MOTA, A. S.; CARDOSO, A. C.;BITENCOURT, J. B.. Um sujeito histórico, vários personagens: representações historiográficas sobre Manoel Beckman. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal do Maranhão.

João Batista Bitencourt

BITENCOURT, J. B.; MA,; GALVES, M. C.. Do inferno ao paraíso: representações historiográficas sobre Manoel Beckman. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal do Maranhão.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

João Batista Bitencourt

Um sujeito histórico, vários personagens: representações historiográficas sobre Manoel Beckman; 2014; Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Maranhão, Fundação de Amparo à Pesquisa ao Desenvolv; Científico e Tecnológico - MA; Orientador: Joao Batista Bitencourt;

João Batista Bitencourt

Do inferno ao paraíso: representações historiográficas sobre Manoel Beckman; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Federal do Maranhão; Orientador: Joao Batista Bitencourt;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • MELO, M. G. . Do inferno ao paraíso: representações historiográficas sobre Manoel Beckman. In: Estevão C. de Rezende Martins, Helena Mollo. (Org.). Desafios e caminhos da teoria e da história da historiografia: 2012. 1ed.mariana: sbthh, 2015, v. 1, p. 100-152.

  • MELO, M. G. . JOÃO FRANCISCO LISBOA E O JORNAL DE TÍMON: Apontamentos, Notícias e Observações para servirem à História do Maranhão.. In: João Batista Bitencourt; Marcelo Cheche Galves. (Org.). Historiografia Maranhense: dez ensaios sobre os historiadores e seus tempos.. 1ed.São Luís: Café e Lápis; Editora UEMA, 2014, v. 1, p. 15-34.

  • MELO, M. G. . 0S FRANCESES CHEGARAM AO PARAÍSO?: Claude D'Abbeville descreve a Ilha do Maranhão.. In: Em tempos de 400 anos: comemorações, esquecimento e contradições., 2012, São Luis. OS FRANCESES CHEGARAM AO PARAÍSO: Claude de D'Abbeville descreve a Ilha do Maranhão., 2012.

  • MELO, M. G. . JOÃO FILIPE BETTENDORFF: A REVOLTA DE MANOEL BECKMAN. In: I SIMPÓSIO DE HISTÓRIA EM ESTUDOS AMAZÔNICOS: GENTES, TERRITÓRIO E CULTURA NO PARÁ E MARANHÃO., 2013, São Luís. I SIMPÓSIO DE HISTÓRIA EM ESTUDOS AMAZÔNICOS. São Luís: gráfica universitária/ufma, 2013.

  • MELO, M. G. . O BÁRBARO É O OUTRO:GERMÂNIA DE PUBLIUS CORNÉLIO TÁCITO.. In: V Encontro Internacional de História Antiga e Medieval do Maranhão; Sonhos Mitos e Heróis-Memória e Identidade., 2013, São Luís. História Antiga e Medieval. São Luís: EDUEMA, 2013.

  • MELO, M. G. . A SOCIEDADE ENQUANTO INSTITUIÇÃO IMAGINADA CULTURALMENTE: um estudo sobre Manoel Beckman.. In: XII Encontro Humanistico: patrimônio, memória e contemporaneidade., 2012, São Luis. ciências humanas, 2012. v. 10.

  • MELO, M. G. ; Igor Pinheiro Guedes . O HOMEM ENTRE O SAGRADO E O MERCADO.. In: VII encontro humanistico, 2007, São Luis. Ciências Humanas em Revista (UFMA). sao luis: edufma, 2007. v. 5.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2013

Vencedor do concurso de monografias na área de História da Historiografia Brasileira., Sociedade Brasileira de Teoria e História da Historiografia..

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2015 - Atual

Prefeitura de Paço do Lumiar

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor do 6º ao 9º ano

2012 - 2015

colégio paralelo

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Ensino Médio

2011 - 2012

Colégio Aprovação

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Ensino Fundamental 6º ao 9º ano

2011 - 2011

Colégio São Francisco de Assis

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Ensino Fundamental - 6º ao 9º ano

2016 - Atual

Governo do Estado do Maranhão

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: PROFESSOR DE HISTÓRIA, Carga horária: 40