Lais Alves da Gama

Graduação em Agronomia (2012) pela Universidade Federal do Amazonas, MBA - Perícia, Auditoria e Gestão Ambiental no Instituto de Pós-graduação - IPOG (2014), Mestrado (2015) e Doutorado (2019) em Agronomia Tropical pela Universidade Federal do Amazonas. Experiência na área de Agronomia com ênfase em fitotecnia, atuando principalmente nos seguintes temas: Manejo ecológico de plantas espontâneas e manejo de cultivos tropicais. Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM) - Campus Tefé, na área de Agroecologia. Coordenadora de Pós-graduação, Pesquisa e Inovação e Coordenadora do Curso Técnico em Agroecologia.

Informações coletadas do Lattes em 24/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em AGRONOMIA TROPICAL

2015 - 2019

Universidade Federal do Amazonas
Título: Plantas de cobertura no manejo sustentável das invasoras e na produtividade do guaranazeiro (Paullinia cupana var. Sorbilis (Mart.) Ducke).
SÔNIA MARIA FIGUEIREDO ALBERTINO. Coorientador: FIRMINO JOSÉ DO NASCIMENTO FILHO. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Mestrado em AGRONOMIA TROPICAL

2013 - 2015

Universidade Federal do Amazonas
Título: INOCULAÇÃO DE RIZOBACTÉRIAS EM SEMENTES E PLÂNTULAS PARA PRODUÇÃO DE MUDAS DE GUARANAZEIRO,Ano de Obtenção: 2015
JOSÉ FERREIRA DA SILVA.Coorientador: SÔNIA MARIA FIGUEIREDO ALBERTINO. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Grande área: Ciências Agrárias

Especialização em MBA Perícia, Auditoria e Gestão Ambiental

2012 - 2014

Instituto de Pós-Graduação e Graduação
Título: Logística reversa de embalagens de agrotóxicos: percepção dos agricultores no município de Manaus-AM.

Graduação em AGRONOMIA

2006 - 2012

Universidade Federal do Amazonas
Título: Propagação vegetativa de camu-camu a partir de estacas extraídas por meio de ramos de diferentes posições da planta e concentrações de ácido naftaleno acético
Orientador: Kaoru Yuyama

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

TREINAMENTO OPERACIONAL DO ANALISADOR DE FOTOSSÍNTESE LI-6800. (Carga horária: 24h). , ALÉM MAR COMERCIAL E INDUSTRIAL S.A, ALÉM MAR, Brasil.

2010 - 2010

Introduction to Strategic Sustainable Development. (Carga horária: 32h). , Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.

2010 - 2010

Estratégias de Ensinagem em Botânica. (Carga horária: 12h). , Sociedade Botânica do Brasil - DF, SBB, Brasil.

2010 - 2010

Fisiologia, Qualidade e Pós - Colheita de Frutas. (Carga horária: 12h). , Sociedade Brasileira de Fruticultura, SBF, Brasil.

2008 - 2008

Agricultura Orgânica. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.

2008 - 2008

Cultivo de plantas medicinais na Amazônia. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.

2007 - 2007

Classificação e Armazenamento de Grãos. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.

2006 - 2006

Agroecologia. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia/Especialidade: Produção de Mudas.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia/Especialidade: Produção e Beneficiamento de Sementes.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Agroecologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

SILVA, J. F. ; GAMA, L. A. . (61ª) Annual Meeting of the InterAmerican Society for Tropical Horticulture. 2015. (Congresso).

GAMA, L. A. . 61 Congresso Nacional de Botânica. 2010. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Simposio Nacional sobre Plantas Daninhas em Sistemas de Produdução Agricola. IV Simposio Internacional de de Pt Daninhas da da Amazonia.DINÂMICA POPULACIONAL DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA MANDIOCA, EM MANAUS-AM. 2015. (Simpósio).

III Workshop HRAC-BR. 2014. (Outra).

XXIX Congresso Brasileiro de Ciência de Plantas Daninhas. Sorção de Diuron em terra preta de índio. 2014. (Congresso).

XXXIII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. Avaliação de mudas de camu-camu de diferentes acessos do rio Javri (AM) e do rio Jamari (RO).. 2011. (Congresso).

21 Congresso Brasileiro de Fruticultura. Produção de mudas de pupunheira em diferentes estádios de plantulas, submetida a ummesmo tipo de solo, com diferentes concentrações de adubação e volume do substrato. 2010. (Congresso).

61 Congresso Nacional de Botânica. Propagação vegetativa de camu-camu retiradas de diferentes posições da planta em dois períodos, submetidas a diferentes concentrações de ácido naftaleno acético(ANA).. 2010. (Congresso).

I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade da Amazônia. 2010. (Seminário).

V Encontro de Avicultura. 2010. (Encontro).

61ª Reunião Anual da SBPC. Propagação vegetativa de camu-camu extraídas dos ramos de diferente posição da planta e concentrações de ANA.. 2009. (Congresso).

XI SEMANA DE AGRONOMIA DA UFAM - 'O engenheiro Agrônomo e a produção rural na Amazônia'. 2008. (Seminário).

X SEMANA DE AGRONOMIA DA UFAM;Agricultura no Amazonas - Desenvolvimento e Sustentabilidade. 2007. (Seminário).

IX SEMANA DE AGRONOMIA DA UFAM; Agronomia- UFAM : 30 anos no Amazonas. 2006. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Laiana Sherly Gomes Torres

SILVA, JOSÉ FERREIRA DA;GAMA, L.A.; PINTO, E. S.. Supressão de Plantas Daninhas com Plantas de Cobertura em Pomar de Citros. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Karla Gabrielle Dutra Pinto

ALBERTINO, S. M. F.; SILVA, J. F.;GAMA, L. A.. Indução do enraizamento do guaranazeiro por rizobactéria promotora de crescimento. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Géssica Aline Nogueira dos Santos

GAMA, L. A.; AGUIAR, L.; SILVA, J. F.. Período de florescimento de espécies de cobertura nas condições de Iranduba. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Cheines de Lima Serrulha

GAMA, L. A.; ALBERTINO, S. M. F.; PINTO, E. S.. COMPETIÇÃO DE PLANTAS DANINHAS SOBRE O DESENVOLVIMENTO FOLIAR E A PRODUÇÃO DE MANDIOCA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em AGRONOMIA) - Universidade Federal do Amazonas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Bianca Galúcio Pereira Araújo

YUYAMA, Kaoru; Gama, D. F. O;Pereira, B.G.. Propagação vegetativa de camu-camu a partir de estacas extraídas por meio de ramos de diferentes posições da planta e concentrações de ácido naftaleno acético. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas.

Maria Rosangela Malheiros Silva

FIGUEIREDO, S. M. A.; ATROCH, E.;SILVA, M. R. M.; SANTOS, L. P.; MARTINS, A. L. U.. Plantas de cobertura no manejo sustentável das infestantes e na produtividade do guaranazeiro (Paullinia cupana var. sorbilis (Mart.) Ducke).. 2019. Tese (Doutorado em Agronomia Tropical) - Universidade Federal do Amazonas.

Ayrton Luiz Urizzi Martins

ALBERTINO, S. M. F.; ATROCH, E.; SILVA, M. R. M.; SANTOS, L. P.;MARTINS, A. L. U.. PLANTAS DE COBERTURA NO MANEJO SUSTENTÁVEL DAS INFESTANTES E NA PRODUTIVIDADE DO GUARANAZEIRO (Paullinia cupana var. sorbilis (MART.) DUCKE). 2019. Tese (Doutorado em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas.

Daniel Felipe de Oliveira Gentil

YUYAMA, K.;GENTIL, D. F. O.; PEREIRA, B.G.. Propagação vegetativa de camu-camu a partir de estacas extraídas por meio de ramos de diferentes posições da planta e concentrações de ácido naftaleno acético. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas.

José Ferreira da Silva

SILVA, J.F.; HIDALGO, A. F.; ATROCH, E. M. A. C.. Inoculação de Rizobacterias em sementes e plântulas para produção de mudas de guaranazeiro. 2015. Dissertação (Mestrado em Agronomia Tropical) - Universidade Federal do Amazonas.

José Ferreira da Silva

Silva, J.F.ALBERTINO, S. M. F.; PEREIRA, J. O.. Indução do enraizamento do guaranazeiro por Rizobactérias promotoras de crescimento. 2014. Dissertação (Mestrado em Agronomia Tropical) - Universidade Federal do Amazonas.

Ari de Freitas Hidalgo

SILVA, J. F.; Atroch, E. M. C.;HIDALGO, A. F.; BENTES, J. L. S.; SOUZA, L. S. A. E.. INOCULAÇÃO DE RIZOBACTÉRIAS EM SEMENTES PARA PRODUÇÃO DE MUDAS DE GUARANAZEIRO. 2015. Dissertação (Mestrado em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Gabriela Frazão da Silva

Farmácias vivas: O cultivo e uso de plantas medicinais na comunidade rural da Missão Boca de Tefé; ; Início: 2019 - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas; (Orientador);

ALESSANDRO CARDOSO DE BRITO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO (TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA); 2019; Orientação de outra natureza - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas; Orientador: Lais Alves da Gama;

RAILSON ARAÚJO PEREIRA

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO (TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA); 2019; Orientação de outra natureza - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas; Orientador: Lais Alves da Gama;

Michel Felipe Sales do Nascimento

A autogestão em cooperativa de produtores de vassouras de garrafa pet (Projeto de conclusão de curso técnico); 2019; Orientação de outra natureza; (Administração) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas; Orientador: Lais Alves da Gama;

Sara Cruz Pinheiro

(Colaborador de IC) Plantas de cobertura no manejo de infestantes em plantio de guaranazeiro; 2017; Orientação de outra natureza; (AGRONOMIA) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Lais Alves da Gama;

Marcelo Ferreira Reis

(Colaborador em IC) Fitossociologia e banco de sementes de plantas infestantes em plantio de guaranazeiro; 2017; Orientação de outra natureza; (AGRONOMIA) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Lais Alves da Gama;

Marcelo Ferreira Reis

(Colaborador em IC) LIXIVIAÇÃO DO DIURON EM SOLOS CULTIVADOS COM GUARANAZEIRO; 2016; Orientação de outra natureza; (AGRONOMIA) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Lais Alves da Gama;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

KAORU YUYAMA

Propagação vegetativa de camu-camu a partir de estacas extraidas por meio de ramos de diferentes posições de plantas e concentrações de ANA; ; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Kaoru Yuyama;

KAORU YUYAMA

Avaliação de mudas de camu-camu (Myrciaria dubia (H; B; K; ) McVaugh - Myrtaceae) proveniente de diferentes acessos do Rio Javari (AM) e rio Jamari (RO); 2011; Iniciação Científica - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Kaoru Yuyama;

KAORU YUYAMA

11) PRODUÇÃO DE MUDAS DE PUPUNHEIRA EM DIFERENTES ESTÁDIOS DE PLÂNTULAS, SUBMETIDA A UM MESMO TIPO DE SOLO, COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE ADUBAÇÃO E VOLUME DO SUBSTRATO; 2010; Iniciação Científica - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Fundação de Amaparo de Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Kaoru Yuyama;

KAORU YUYAMA

Efeito de diferentes tamanho deplântulas no crescimento de mudas de pupunheiras (Bactris gasipaes Kunth); 2009; Iniciação Científica - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Kaoru Yuyama;

KAORU YUYAMA

Propagação vegetativa de camu-camu a partir de estacas extraidas por meio de ramos de diferentes posições da planta e concentração de ANA; ; 2008; Iniciação Científica - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Kaoru Yuyama;

José Ferreira da Silva

Uso de fitohormonios no enraizamento de estacas de guarana; 2015; Dissertação (Mestrado em Agronomia Tropical) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: José Ferreira da Silva;

Sônia Maria Figueiredo Albertino

Indução do enraizamento do guaranazeiro por rizobactéria promotora de crescimento; 2013; Dissertação (Mestrado em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas,; Coorientador: Sonia Maria Figueiredo Albertino;

Sônia Maria Figueiredo Albertino

Plantas de cobertura no manejo sustentável das invasoras e na produtividade do guaranazeiro; 2017; Tese (Doutorado em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Sonia Maria Figueiredo Albertino;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • GAMA, LAIS ALVES DA ; PINTO, KARLA GABRIELLE DUTRA ; LEITE, BRUNA NOGUEIRA ; GONÇALVES, GERLANDIO SUASSUNA ; PEREIRA, JOSÉ ODAIR ; SILVA, JOSÉ FERREIRA DA ; ALBERTINO, SÔNIA MARIA FIGUEIREDO . Rizobacteria Isolated in the Amazon and Its Influence on the Growth of Guarana Seedlings. Journal of Agricultural Science , v. 11, p. 428, 2019.

  • GONÇALVES, G.S. ; CARVALHO, J.E.B. ; GARCIA, M.V.B. ; GAMA, L.A. ; AZEVEDO, C.L.L.L. ; SILVA, J.F. . Periods of Weed Interference on Orange Tree Crops. PLANTA DANINHA , v. 36, p. 1-9, 2018.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Seleção de Espécies Florestais Amazônicas para Fitorremediação de Solos Contaminados com Metais Pesados, Descrição: Resíduos sólidos dispostos de maneira inadequada, sem qualquer forma de manejo e tratamento poluem o solo, alterando suas características físicas, químicas e biológicas. Em vistas a atender a legislação nacional sobre o manejo de resíduos sólidos, os municípios do interior do Amazonas em breve deverão desativar áreas atualmente destinadas para o despejo de resíduos sólidos, os lixões. Como nesses locais não é feito o depósito apenas de lixo doméstico, mas também lixo eletrônico e resíduos hospitalares, químicos e industriais, o impacto ambiental é alto, principalmente pela presença de metais pesados. Entre os metais mais comumente encontrados em casos de contaminação de solo e que apresentam sérios riscos à saúde humana e ao ambiente destacam-se Cd, Pb, Co, Cu, Hg, Ni e Zn. Dessa forma, devem ser implementadas medidas para a recuperação das áreas de lixões que serão desativados. Nesse caso a recuperação de áreas degradas não se limita em apenas recompor a vegetação e as relações que ela envolve, mas em imobilizar os metais pesados de modo que não circulem pelo novo ecossistema e não entrem na cadeia alimentar. A fitorremediação é uma alternativa para extrair metais pesados do solo baseado na seletividade, natural ou desenvolvida, que algumas espécies vegetais exibem a determinados tipos de compostos. Tendo em vista que é escasso o conhecimento da capacidade de espécies florestais nativas da região amazônica em hiperacumular metais pesados, se faz necessário e urgente avaliar essa habilidade para a revegetação de áreas contaminadas pela deposição de resíduo sólido a céu aberto, com a intenção de reabilitar esses locais. Esse estudo tem como objetivo investigar a resposta de espécies florestais nativas submetidas à diferentes concentrações de metais pesados no solo. Para isso, propomos um experimento em casa de vegetação para avaliar a sobrevivência, crescimento (produção de biomassa) e acúmulo de metais pesados combinados (Cu, Zn e Pb) em diferentes órgãos (raízes, caule e folhas) de plantas jovens de seis espécies de árvores nativas da região amazônica de dois grupos sucessionais (pioneiras e não pioneiras). Os resultados deste projeto irão contribuir para o aprofundamento do conhecimento fisiológico de diferentes espécies nativas de interesse comercial submetidas a estresse ambiental. Espera-se detectar espécies com potencial para fitorremediação, capazes de absorver e acumular grandes quantidades de metais pesados em seus tecidos, para indicação em programas de recuperação de áreas degradas. No aspecto socioambiental, os resultados esperados na proposta promoverão uma alternativa viável e barata para a recuperação de áreas de lixões desativados, viabilizando a valorização e o aproveitamento social e/ou econômico, uma vez que as espécies estudadas são de interesse comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Lais Alves da Gama - Integrante / Flávia Camila Schimpl - Coordenador / Adamir da Rocha Nina Junior - Integrante / João Henrique Frota Cavalcanti - Integrante / Natasha Veruska dos Santos Nina - Integrante / Rebeca Patrícia Omena Garcia - Integrante / Gessica Aline Nogueira dos Santos - Integrante / Milena Dantas Ribeiro - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    Plantas de cobertura no manejo sustentável das invasoras e na produtividade do guaranazeiro (Paullinia cupana var. Sorbilis (Mart.) Ducke)., Descrição: O manejo inadequado e a falta de conhecimento sobre os fatores que influenciam na qualidade do solo vêm gerando a degradação de muitos solos agrícolas no trópico úmido, em condições de temperaturas e precipitações intensas. As avaliações de degradação desses solos precisam ser ampliadas levando em consideração as respostas das plantas ao longo do seu ciclo de vida. Pesquisas realizadas na região amazônica comprovam que práticas como o preparo mecanizado e a saturação dos solos com nutrientes solúveis, seguindo a recomendação para os solos do centro-sul, não são adequadas à região e por isso não garantem a sustentabilidade dos agroecossistemas. Portanto, existe a necessidade de se desenvolver tecnologias alternativas para o sistema de produção, que sejam economicamente viáveis e sustentáveis, utilizando os recursos naturais, valorizando a qualidade de vida do homem e a proteção ambiental. Entretanto, os principais entraves para a produção do guaraná no Amazonas são: Problemas fitossanitários, envelhecimento dos guaranazais, e a carência de pesquisa voltadas para o ecossistema amazônico sobre o uso correto do solo, manejo de coberturas vegetais e controle de plantas invasoras, além do alto custo dos insumos. O objetivo é avaliar o efeito das plantas de cobertura do solo na supressão de plantas invasoras, nos atributos do solo e na produtividade do guaranazeiro. O projeto será realizado em uma gleba de 15 hectares de propriedade da AMBEV S.A localizada no município de Maués-AM, deste total será utilizado uma área de 1 ha para a condução deste experimento. As plantas de guaranazeiro serão da cultivar da BRS-Maués com idade de 5 anos, em produção, conduzidas a pleno sol, em espaçamento de 5mx5m..O delineamento experimental será de blocos ao acaso, com quatro repetições e sete tratamentos. Cada unidade experimental consistira em 400 m2. Os tratamentos consistirão em: T1 ? Brachiaria ruziziensis, T2- Pennisetum glaucum, T3- Canavalia ensiformis, T4- Desmodium ovalifolium, T5 ? Espécies invasoras, T6 ? Espécies invasoras com roçada e T7 ? Capina manual.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lais Alves da Gama - Integrante / JOSÉ FERREIRA DA SILVA - Integrante / SÔNIA MARIA FIGUEIREDO ALBERTINO - Coordenador / DANIEL OSCAR PEREIRA SOARES - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Produção de mandioca com manejo sustentável de plantas infestanteS, Descrição: O crescimento exponencial da população mundial a partir de meados do século passado fomentou a necessidade de uma rápida ampliação da produção de alimentos, promovendo a introdução de um modelo de produção baseado no monocultivo e no uso intensivo de insumos agrícolas industrializados, principalmente dos agrotóxicos. Entretanto, atualmente há grande preocupação quanto à utilização desses produtos, uma vez que o seu mau uso pode promover o aumento da degradação dos recursos naturais, bem como provocar intoxicações alimentares pela contaminação dos produtos e subprodutos agrícolas, o que constitui um dos principais problemas relacionados à segurança alimentar e proteção ambiental. Nesse sentido, torna-se importante a adoção de estratégias que visem a produção sustentável de alimentos, levando em consideração aspectos ambientais, sociais e econômicos, de modo a promover alimentação digna e de qualidade, direito fundamental inerente à dignidade da pessoa protegido pela Constituição Federal. Entre os sistemas de produção adotados no estado do Amazonas, a mandiocultura apresenta grande importância histórica, social e econômica, constituindo importante fonte alimentar humana e animal, principalmente entre as populações de baixa renda. A cultura da mandioca possui grande rusticidade e adaptabilidade, sendo possível seu cultivo mesmo em solos ácidos, com baixa fertilidade e potencial produtivo, razão pela qual, devido ao aumento da demanda por alimentos, a mandioca exerce 2 papel fundamental no combate a fome. A farinha de mandioca constitui um dos principais ingredientes na dieta das populações das regiões Norte e Nordeste do país, isto porque apresenta elevado valor energético e nutricional. Entretanto seu uso não se restringe a fabricação da farinha, como também ao consumo ?in natura?, à indústria cosmética e de biodiesel. Entretanto, as plantas infestantes constituem o principal fator de limitação da produção dos mandiocais. O uso de plantas de cobertura do solo é um método bastante eficiente no controle das plantas infestantes e contribui para a conservação dos recursos naturais, promovendo a diminuição dos riscos de contaminação humana e ambiental, pela redução do número de aplicações de herbicidas, produzindo alimentos de forma sustentável com maior qualidade e segurança. O estudo será conduzido no período de 2016 a 2018. O delineamento experimental adotado será em blocos casualizados, com 5 tratamentos e 5 repetições. Os tratamentos serão: duas espécies de plantas de cobertura (Brachiaria ruziziensis e Desmodium ovalifolium), controle químico com herbicida, capina com enxada e o tratamento controle sem capina das plantas infestantes. As características agronômicas avaliadas serão: a biometria e a produtividade da parte aérea e radicular e a qualidade das raízes será determinada em função da análise química de resíduos de agrotóxicos. Com relação as plantas de cobertura do solo, serão avaliadas a taxa de decomposição dos tecidos vegetais e porcentagem de cobertura do solo. Os atributos químicos e físicos (densidade e porosidade) do solo serão avaliados em função das plantas de cobertura. Espera-se com o presente trabalho contribuir para o aumento da segurança alimentar, redução dos custos de produção e aumento da produtividade dos mandiocultivos regionais. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Lais Alves da Gama - Integrante / JOSÉ FERREIRA DA SILVA - Integrante / SÔNIA MARIA FIGUEIREDO ALBERTINO - Coordenador / DANIEL OSCAR PEREIRA SOARES - Integrante.

  • 2010 - 2011

    Avaliação de mudas de Camu-camu (Myrciaria dubia (H.B.K.) McVaugh-Myrtacea) provenientes de diferentes acessos do Rio Javari (Am) e do Rio Jamari (RO)., Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Lais Alves da Gama - Integrante / Kaoru Yuyama - Coordenador / Mauro da Silva Alves - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Produção de mudas de pupunheira em diferentes estádios de plântula, submetida a um mesmo tipo de solo, diferentes concentrações de adubação e volume do substrato., Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Lais Alves da Gama - Integrante / Kaoru Yuyama - Coordenador / Mauro da Silva Alves - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2008 - 2010

    Grupo de pesquisa em camu-camu, Descrição: Sob o ponto de vista agronômico, o camu-camu está em fase de domesticação, pois grande parte dos produtos existente é de extrativismo, de frutos colhidos na beira dos rios e lagos da bacia Amazônica, pelos ribeirinhos e comunidades indígenas. O mercado de polpa é promissor, principalmente, por empresas japonesas, que compram a matéria prima (polpa) e transformam em outros produtos como: bebidas, sorvete, drinks, vinagre, entre outros. Havia uma empresa que importava matéria prima (polpa) do Peru que, atualmente, está interessada no produto brasileiro devido a qualidade e mercado futuro. Como esta espécie ocorre em toda bacia Amazônica, a variabilidade genética é muito grande no Brasil, que engloba todos os estados da região Norte, mais os estados de Goiás e Mato Grosso. A planta desenvolve em solos pobres com alta acidez, porém, quando é cultivado em solo de terra firme, visando agronegócio, é fundamental estudos de melhoramento e seleção de variedades adaptadas às condições edafoclimáticas da região, bem como, fertilidade do solo e produção de fruto e teor de acido ascórbico, práticas culturais e controles fitossanitários, assim como o processamento de frutos. A produção em terra firme possibilita mais de uma safra por ano (em ambiente natural apenas uma vez ao ano) com frutos de alta qualidade (ácido ascórbico acima de 2000mg/100 g de polpa e a mesma de coloração vermelha viva). A principal diferença entre o camu-camu e acerola, ambas ricas em ácido ascórbico, é que a acerola tem mais vitamina C em fruto verde que é facilmente volatilizado com a variação ambiental, enquanto que o camu-camu tem maior teor no fruto maduro e a estabilidade da vitamina C é grande, pois pode ser guardado no freezer por três anos, permanecendo os teores nas mesmas condições. A colheita de camu-camu natural ocorre no período de enchentes do rio, muitas vezes é necessário antecipar a colheita (fruto verde) caso contrário, ocorre a perda total dos frutos. Enquanto que no cultivo. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Lais Alves da Gama - Integrante / Kaoru Yuyama - Integrante / Mauro da Silva Alves - Integrante / Bianca Galúcio Pereira - Integrante / Lucia K O Yuyama - Coordenador / Jaime P L Aguiar - Integrante / Elaine Cristian de Sousa Coelho - Integrante.

  • 2008 - 2009

    Propagação vegetativa de camu-camu a partir de estacas extraídas por meio dos ramos de diferentes posições da planta e concentrações de ANA., Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Lais Alves da Gama - Integrante / Kaoru Yuyama - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas, INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS. , Rua João Estéfano, São José, 69552555 - Tefé, AM - Brasil, Telefone: (92) 996245997

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2019 - Atual

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor EBTT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 02/2020

    Ensino,,Disciplinas ministradas, Agroecologia, Introdução a Agroecologia, Fundamentos de Ecologia

  • 01/2020

    Direção e administração, INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS, .,Cargo ou função, Coordenadora do curso Técnico em Agroecologia.

  • 09/2019

    Direção e administração, INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS, .,Cargo ou função, Coordenadora de Pós-graduação, Pesquisa e Inovação.

  • 06/2019 - 12/2019

    Ensino,,Disciplinas ministradas, Agroecologia, Associativismo e Cooperativismo, Economia solidária, associativismo e cooperativismo

2013 - Atual

Universidade Federal do Amazonas

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestranda, Regime: Dedicação exclusiva.

2010 - 2011

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

Vínculo: Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

2009 - 2010

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

Vínculo: Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

2008 - 2009

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

Vínculo: Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.