Mariana Prado Marmorato

Possui Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio de Técnico em Informática (2011) pela ETEC Lauro Gomes, graduação em Ciências Biológicas - modalidade médica, pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP/EPM (2016) e mestrado em Ciências pelo Programa de Alergia e Imunopatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - FMUSP (2019).

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Alergia e Imunopatologia

2017 - 2019

Universidade de São Paulo
Título: Caracterização da expansão de plasmoblastos e dos anticorpos deles derivados após a vacinação com 17DD e infecção natural pelo vírus da febre amarela selvagem,Ano de Obtenção: 2019
Esper Georges Kallás.Coorientador: Cássia Gisele Terrassani Silveira. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: Febre Amarela; Vacina contra a febre amarela; Linfócitos B; Imunidade humoral; Região variável de imunoglobulina; Anticorpos monoclonais. Grande área: Ciências Biológicas

Graduação em Ciências Biológicas - Modalidade Médica

2013 - 2016

Universidade Federal de São Paulo
Título: Papel dos receptores para peptídeos formilados e do peptídeo mimético da Anexina A1 na alergia ocular experimental
Orientador: Cristiane Damas Gil
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Ensino Médio (2º grau)

2009 - 2011

Etec Lauro Gomes

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

II Bioinformatics Workshop: Approaches in Genomics. (Carga horária: 9h). , Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, FMUSP, Brasil.

2018 - 2018

How to study Immunometabolism. (Carga horária: 4h). , Sociedade Brasileira de Imunologia, SBI, Brasil.

2018 - 2018

Produção Oral: comunicações acadêmicas. (Carga horária: 16h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2017 - 2017

Como aumentar o impacto das publicações. (Carga horária: 7h). , Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, FMUSP, Brasil.

2016 - 2016

Carreira Científica na Indústria Farmacêutica: Quais as Oportunidades para. (Carga horária: 3h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2016 - 2016

Mercado de medicina diagnóstica: cenário atual e perspectivas. (Carga horária: 3h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2016 - 2016

Introdução a Imaginologia. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2016 - 2016

Conceitos e Inovações em Imunologia. (Carga horária: 8h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2016 - 2016

Imunogenética: A influência do prognóstico das doenças infecciosas. (Carga horária: 6h). , Universidade Federal do Triângulo Mineiro, UFTM, Brasil.

2015 - 2015

Diagnóstico Imunológico de Doenças Infecciosas. (Carga horária: 7h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2015 - 2015

Imunologia de Transplante. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2014 - 2014

XXIX Curso de Hemoterapia. (Carga horária: 10h). , Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.

2014 - 2014

Perfusão Extracorpórea. (Carga horária: 4h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2014 - 2014

Epigenética. (Carga horária: 3h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2014 - 2014

Empreendedorismo. (Carga horária: 3h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2014 - 2014

Visita Monitorada. (Carga horária: 3h). , Fundação Parque Zoológico de São Paulo, FPZSP, Brasil.

2012 - 2012

Análise Forense de DNA. (Carga horária: 8h). , Renova Cursos, RENOVA, Brasil.

2010 - 2011

Técnico em Informática. (Carga horária: 1620h). , ETEC Lauro Gomes, ETECLG, Brasil.

2009 - 2010

Web-Designer e Computação Gráfica. (Carga horária: 120h). , APM ETEC Lauro Gomes, APM ETECLG, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Alemão

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Histologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

MARMORATO, M. P. . XIII Curso Avançado de Patogênese do HIV. 2018. (Congresso).

MARMORATO, M. P. ; Marques, D.F. ; Simionato, N.M. ; Cardoso, T. O. ; Souza, M. Z. ; Ferreira, L. G. A. ; Nunes, Y. C. . XIV Curso de Inverno da Biomedicina. 2016. (Outro).

MARMORATO, M. P. . Visita Monitorada ao Curso de Biomedicina UNIFESP - EPM. 2016. (Outro).

MARMORATO, M. P. . Evento Comemorativo dos 50 anos do curso de Ciências Biomédicas. 2016. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

19º Encontro Nacional de Biomedicina.Papel dos receptores para peptídeos formilados e do peptídeo mimético da Anexina A1 na alergia ocular experimental. 2016. (Encontro).

Evento Comemorativo de 50 anos do Curso de Biomedicina da UNIFESP/EPM.Centro Acadêmico Leal Prado (CALP). 2016. (Outra).

XIII Encontro Mineiro de Biomedicina.INVESTIGAÇÃO DA ANEXINA A1 EM MODELO EXPERIMENTAL DE HIPERSENSIBILIDADE TIPO I. 2016. (Encontro).

XIV Curso de Inverno da Biomedicina UNIFESP.Aula Teórica de Imunologia. 2016. (Outra).

XIV Curso de Inverno da Biomedicina UNIFESP.Aula Teórica e Prática de Biologia Celular e Histologia. 2016. (Outra).

XVIII Congress of the Brazilian Society for Cell Biology. INVOLVEMENT OF THE ANNEXIN A1-FPR ANTI-INFLAMMATORY SYSTEM IN THE OCULAR ALLERGY. 2016. (Congresso).

18º Encontro Nacional de Biomedicina. 2015. (Encontro).

17º Encontro Nacional de Biomedicina. 2014. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Ho Yeh LI

Moro, Ana Maria; Coelho, VPCV;Ho, Yeh-Li. Caracterização de anticorpos específicos para o vírus da febre amarela em indivíduos aultos infectados ou vacinados com 17DD. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Alergia e Imunopatologia) - Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Ana Freitas Ribeiro

KALLAS, E. G.; MORO, A. M.;RIBEIRO, A.F.; SANTOS, K. S.. Caracterização da expansão de plasmoblastos e dos anticorpos deles derivados após a vacinação com 17DD e infecção natural pelo vírus da febre amarela selvagem. 2019 - Faculdade de Medicina - Universidade de São Paulo.

Cristiane Damas Gil

GIL, C. D.; Ribeiro, S.P.; Levin, A.S.. INVESTIGAÇÃO DO ENVOLVIMENTO DO SISTEMA ESPLÊNICO NA IMUNOPATOGÊNESE DA FEBRE AMARELA. 2021. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Alergia e Imunopatologia) - Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Ana Maria Moro

MORO, A.M.SANTOS, KEITY SOUZA; RIBEIRO, A. F.; KALLAS, E.. Caracterização da expansão de plasmoblastos e dos anticorpos deles derivados após a vacinação com 17DD e infecção natural pelo vírus da febre amarela selvagem. 2019. Dissertação (Mestrado em Alergia e Imunopatologia) - Universidade de São Paulo.

Ana Maria Moro

MORO, A.M.. Caracterização de anticorpos específicos para o vírus da febre amarela em indivíduos adultos infectados ou vacinados com 17DD. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Alergia e Imunopatologia) - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Cristiane Damas Gil

PAPEL DOS RECEPTORES PARA PEPTÍDEOS FORMILADOS E DO PEPTÍDEO MIMÉTICO DA ANEXINA A1 NA ALERGIA OCULAR; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas - Modalidade Médica) - Universidade Federal de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Cristiane Damas Gil;

Cristiane Damas Gil

ESTUDO DA EXPRESSÃO DO RECEPTOR TIPO 2 PARA PEPTÍDEOS FORMILADOS E SUA RELAÇÃO COM A PROTEÍNA ANEXINA 1 EM MODELO EXPERIMENTAL DE CONJUNTIVITE ALÉRGICA; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas - Modalidade Médica) - Universidade Federal de São Paulo, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica; Orientador: Cristiane Damas Gil;

Cristiane Damas Gil

Técnicas Básicas em Histologia; 2014; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas - Modalidade Médica) - Universidade Federal de São Paulo; Orientador: Cristiane Damas Gil;

Monica Levy Andersen

Drogas de Abuso: uso, abuso e dependência; 2015; Orientação de outra natureza; (Ciências biológicas (modalidade médica)) - Universidade Federal de São Paulo; Orientador: Monica Levy Andersen;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • MARMORATO, MARIANA PRADO ; GIMENES, ALEXANDRE DANTAS ; ANDRADE, FRANS EBERTH COSTA ; OLIANI, SONIA MARIA ; GIL, CRISTIANE DAMAS . Involvement of the annexin A1-Fpr anti-inflammatory system in the ocular allergy. EUROPEAN JOURNAL OF PHARMACOLOGY , v. 842, p. 298-305, 2019.

  • KALLAS, ESPER G ; D'ELIA ZANELLA, LUIZ GONZAGA F A B ; MOREIRA, CARLOS HENRIQUE V ; BUCCHERI, RENATA ; DINIZ, GABRIELA B F ; CASTIÑEIRAS, ANNA CARLA P ; COSTA, PRISCILLA R ; DIAS, JULIANA Z C ; MARMORATO, MARIANA P ; SONG, ALICE T W ; MAESTRI, ALVINO ; BORGES, IGOR C ; JOELSONS, DANIEL ; CERQUEIRA, NATALIA B ; SANTIAGO E SOUZA, NATHÁLIA C ; MORALES CLARO, INGRA ; SABINO, ESTER C ; LEVI, JOSÉ EDUARDO ; AVELINO-SILVA, VIVIAN I ; HO, YEH-LI . Predictors of mortality in patients with yellow fever: an observational cohort study. LANCET INFECTIOUS DISEASES , v. 19, p. 750-758, 2019.

  • PAQUIN-PROULX, DOMINIC ; COSTA, PRISCILLA R. ; TERRASSANI SILVEIRA, CASSIA G. ; MARMORATO, MARIANA P. ; CERQUEIRA, NATALIA B. ; SUTTON, MATTHEW S. ; O?CONNOR, SHELBY L. ; CARVALHO, KARINA I. ; NIXON, DOUGLAS F. ; KALLAS, ESPER G. . Latent Mycobacterium tuberculosis Infection Is Associated With a Higher Frequency of Mucosal-Associated Invariant T and Invariant Natural Killer T Cells. Frontiers in Immunology , v. 9, p. 1394, 2018.

  • MARMORATO, M. P. ; PEDRENO-LOPEZ, N. ; DEHEINZELIN, J. R. ; MAGNANI, D. M. ; BAILEY, V. K. ; COSTA, P. R. ; ZANELLA, L. G. F. A. B. D. ; MOREIRA, C. H. V. ; BUCCHERI, R. ; DINIZ, G. B. F. ; CASTINEIRAS, A. C. P. ; AVELINO-SILVA, V. I. ; CERQUEIRA, N. B. ; SILVEIRA, C. G. T. ; HO, Y. ; WATKINS, D. I. ; KALLAS, E. G. . Characterization of the plasmablast expansion and reactivity after 17DD vaccination and wild type yellow fever infection. In: XLIII Congress of the Brazilian Society of Immunology, 2018, Ouro Preto. ABSTRACT BOOK, 2018. p. 50-50.

  • MARMORATO, M. P. ; Gimenes, A.D. ; Rocha, T.B.L. ; Oliani, S.M. ; Gil, C.D. . Involvement of the annexin-A1-FPR anti-inflammatory system in the ocular allergy. In: XVIII Congress of The Brazilian Society for Cell Biology, 2016, São Paulo. XVIII Congresso da Sociedade Brasileira de Biologia Celular, 2016. p. 50-50.

  • ROCHA, T. B. L. ; MELLO-BOSNIC, C. ; MARMORATO, M. P. ; Oliani, S.M. ; Gil, C.D. . Exogenous galectin-1 alleviates allergic inflammation in rodent models of conjunctivitis. In: XVIII Congress of The Brazilian Society for Cell Biology, 2016, São Paulo. XVIII Congresso da Sociedade Brasileira de Biologia Celular, 2016. p. 50-50.

  • MARMORATO, M. P. ; Gimenes, A.D. ; Andrade, F. E. C. ; Gil, C.D. . Papel dos receptores para peptídeos formilados e do peptídeo mimético da Anexina A1 na alergia ocular experimental. In: 19º Encontro Nacional de Biomedicina, 2016, Botucatu. 19º Encontro Nacional de Biomedicina. Botucatu: Universidade Estadual Paulista, 2016. v. 8. p. 72-72.

  • ROCHA, T. B. L. ; MARMORATO, M. P. ; GIL, C. D. . Efeito da administração intraperitoneal e ocular da galectina-1 na conjuntivite alérgica experimental. In: XXX Reunião Anual da FeSBE, 2015, São Paulo. XXX Reunião Anual da FeSBE. São Paulo: Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, 2015. v. 30. p. 38-38.

  • MARMORATO, M. P. ; Gimenes, A.D. ; Rocha, T.B.L. ; Gil, C.D. . Papel da anexina A1 endógena e exógena na conjuntivite alérgica: Avaliação dos mastócitos e do receptor FPR2. In: XXX Reunião Anual da FeSBE, 2015, São Paulo. XXX Reunião Anual da FeSBE. São Paulo: Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, 2015. v. 30. p. 38-38.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - 2019

    Caracterização da expansão de plasmoblastos e dos anticorpos deles derivados após a vacinação com 17DD e infecção natural pelo vírus da febre amarela selvagem, Descrição: A febre amarela (FA) é uma arbovirose que ainda representa um problema de saúde pública no Brasil, onde se notificou um surto recente com 1376 casos confirmados e taxa de letalidade de 35%. A vacina antiamarílica é altamente eficaz, conferindo imunidade protetora contra o vírus da febre amarela (YFV), provavelmente pela indução de anticorpos (Abs) neutralizantes. Apesar da eficácia da vacina estar bem estabelecida, a cobertura vacinal ainda é deficiente e não existe um tratamento específico para FA. Desta forma, o uso de Abs neutralizantes na prevenção e no tratamento pode representar uma estratégia promissora de enfrentamento da doença. O objetivo deste projeto foi caracterizar a cinética de expansão da população de plasmoblastos (PBs) circulantes e o repertório de Abs monoclonais deles derivados presentes no sangue periférico de pacientes com febre amarela ou que receberam a vacina 17DD.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Mariana Prado Marmorato - Coordenador / Esper Georges Kallas - Integrante / Cássia Gisele Terrassani Silveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 2015 - 2016

    PAPEL DOS RECEPTORES PARA PEPTÍDEOS FORMILADOS E DO PEPTÍDEO MIMÉTICO DA ANEXINA A1 NA ALERGIA OCULAR EXPERIMENTAL, Descrição: A conjuntivite alérgica (CA) representa uma doença complexa do sistema imune envolvendo uma resposta inflamatória e consequente desordens oculares, podendo levar à diminuição da acuidade visual e cegueira. Nos tratamentos das inflamações intra-oculares, em geral, são os glicocorticóides os medicamentos administrados cujos efeitos colaterais estimulam buscas por novas estratégias terapêuticas. Nesse aspecto, a proteína anexina A1 (ANXA1) atua como um potente mediador endógeno das ações anti-inflamatórias que podem ser ativadas por receptores para peptídeos formilados (fpr). Contudo, a expressão da ANXA1 e de seus receptores fpr em tecidos oculares normais e inflamados tem sido pouco explorada. Desse modo, analisaremos em um modelo experimental de CA murino, a expressão dos receptores fpr1 e fpr2 e sua relação com a proteína ANXA1. Camundongos machos Balb/c serão imunizados nos dias 0 e 7, por via subcutânea, com ovalbumina (OVA; 5 µg) e nos dias 14, 15 e 16, receberão instilação direta no saco conjuntival de 250 µg de OVA em 10 µl de salina estéril. Outro grupo de animais sensibilizados serão pré-tratados i.p. nos dias 14 a 16 com o peptídeo mimético da ANXA1 (Ac2-26; 100 µg/animal) ou com Boc2 (10 g/animal), antagonista dos receptores Fprs, diluídos em 0,1 mL de salina. Os animais controles receberão apenas salina. Após 24 horas do último desafio com OVA, os animais serão anestesiados, submetidos à punção cardíaca para obtenção de sangue e, posteriormente, eutanasiados por deslocamento cervical para retirada dos olhos, pálpebras e baço. Os estudos serão realizados por meio de: dosagem de IgE anti-ovalbumina por ELISA no sangue; análises morfológica e quantitativa dos mastócitos e eosinófilos nas conjuntivas palpebrais; imuno-histoquímica para detectar a expressão dos fpr1 e fpr2 nas pálpebras; Western blotting para detectar a expressão dos fprs, das quinases envolvidas na via MAPK, protease 6 dos mastócitos e peroxidase eosinofílica nos macerados de olhos e baço. Os resultados contribuirão para o melhor entendimento da participação dos receptores fprs e sua relação com a ANXA1 nos processos inflamatórios oculares alérgicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) . , Integrantes: Mariana Prado Marmorato - Coordenador / Alexandre Dantas Gimenes - Integrante / Cristiane Damas Gil - Integrante / Frans Eberth Costa Andrade - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 2014 - 2015

    ESTUDO DA EXPRESSÃO DO RECEPTOR TIPO 2 PARA PEPTÍDEOS FORMILADOS E SUA RELAÇÃO COM A PROTEÍNA ANEXINA 1 EM MODELO EXPERIMENTAL DE CONJUNTIVITE ALÉRGICA, Descrição: A conjuntivite alérgica (CA) representa uma doença complexa do sistema imune envolvendo uma resposta inflamatória e consequente desordens oculares, podendo levar à diminuição da acuidade visual e cegueira. Nos tratamentos das inflamações intra-oculares, em geral, são os glicocorticóides os medicamentos administrados cujos efeitos colaterais estimulam buscas por novas estratégias terapêuticas. Nesse aspecto, a proteína anexina A1 (ANXA1) atua como um potente mediador endógeno das ações anti-inflamatórias que podem ser ativadas por receptores para peptídeos formilados (fpr). Contudo, a expressão da ANXA1 e de seus receptores fpr em tecidos oculares normais e inflamados tem sido pouco estudada. Desse modo, analisamos em um modelo experimental de CA, a expressão do fpr2 e sua relação com a proteína ANXA1 em modelo experimental de CA em camundongos. Animais selvagens e nocautes para ANXA1 (ANXA1-/-) foram imunizados nos dias 0 e 7, por via subcutânea, com ovalbumina (OVA; 5 µg) e nos dias 14, 15 e 16, receberam instilação direta no saco conjuntival de 250 µg de OVA em 10 µl de salina estéril. Outro grupo de animais sensibilizados foram pré-tratados i.p. nos dias 14 a 16 com o peptídeo Ac2-26 (região N-terminal da ANXA1; 100 µg por animal), diluído em 0,1 mL de salina. Os animais controles receberam apenas salina. Após 24 horas do último desafio com OVA, os animais foram anestesiados, submetidos à punção cardíaca para obtenção de sangue e coleta do lavado peritoneal e, posteriormente, sacrificados por deslocamento cervical para enucleação dos olhos e retirada do baço. Os estudos foram realizados por meio de: dosagem de IgE anti-ovalbumina por ELISA no sangue; análises morfológica e quantitativa dos mastócitos do lavado peritoneal; imuno-histoquímica e Western blotting para detectar a expressão endógena do fpr2 nos olhos e baço. Os resultados contribuiram para o melhor entendimento da participação do fpr2 e sua relação com a ANXA1 nos processos inflamatórios oculares alérgicos e poderão indicar o mecanismo de ação da ANXA1 nos processos inflamatórios oculares alérgicos e proporcionar novas alternativas terapêuticas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Mariana Prado Marmorato - Coordenador / Alexandre Dantas Gimenes - Integrante / Tamires Barbosa Lucena da Rocha - Integrante / Cristiane Damas Gil - Integrante., Financiador(es): Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - Bolsa.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2016 - 2017

Universidade Federal de São Paulo

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Iniciação Científica/FAPESP, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Projeto de Iniciação Científica (bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP): Papel dos receptores para peptídeos formilados e do peptídeo mimético da Anexina A1 na alergia ocular experimental.

2014 - 2015

Universidade Federal de São Paulo

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Iniciação Científica/CNPq, Carga horária: 40

Outras informações:
Projeto de Iniciação Científica (bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq): Estudo da expressão do receptor tipo 2 para peptídeos formilados e sua relação com a proteína Anexina 1 em modelo experimental de conjuntivite alérgica.

Atividades

  • 11/2015 - 11/2016

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro Acadêmico Leal Prado (CALP), .,Cargo ou função, Presidente.

  • 11/2014 - 11/2015

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro Acadêmico Leal Prado (CALP), .,Cargo ou função, Coordenadora de Divulgação.

  • 11/2013 - 05/2014

    Estágios , Departamento de Morfologia, .,Estágio realizado, Técnicas Básicas em Histologia (carga horária: 90h).

2017 - 2019

Universidade de São Paulo

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Mestrado/FAPESP, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Dissertação de Mestrado (bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP): Caracterização da expansão de plasmoblastos e dos anticorpos deles derivados após a vacinação com 17DD e infecção natural pelo vírus da febre amarela selvagem.