Renato Trevisan

Graduado em Agronomia pela Universidade Federal de Pelotas (1992), Mestrado (1999) e Doutorado (2003) em Ciências, na área de Fruticultura de Clima Temperado pela mesma instituição. Foi bolsista Recém-Doutor/CNPq (2003 a 2006) e Especialista Visitante/CNPq (2007-2008) na Embrapa Clima Temperado. Assessor Científico da Revista Brasileira de Fruticultura, Brasileira de Agrociência, Scientia Agrícola. Atualmente é professor na UFSM/Politécnico, responsável pela disciplina de Produção e Mudas Florestais no Curso Técnico em Meio Ambiente, pela disciplina de Fruticultura de Espécies Nativas e Exóticas no curso de Engenharia Florestal e pela disciplina de Produção de Frutíferas Nativas no curso de gestão Ambienta.l Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fruticultura de Clima Temperado, atuando principalmente nos seguintes temas: fitotecnia, manejo e tratos culturais, frutas de caroço, pequenas frutas, propagação e produção de mudas frutíferas nativas.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Agronomia

2000 - 2003

Universidade Federal de Pelotas
Título: Avaliação da qualidade de pêssegos cv. Maciel, em função do manejo fitotécnico
Dr Flavio Gilberto Herter. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Coloração; Epiderme; consumidor; Prunus persica.Grande área: Ciências AgráriasGrande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Fruticultura de Clima Temperado. Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Manejo e Tratos Culturais. Setores de atividade: Produção Vegetal.

Mestrado em Agronomia

1997 - 1999

Universidade Federal de Pelotas
Título: Raleio Químico em Pessegueiro (Prunus persica) (L.) Batsch) Cv. BR-2,Ano de Obtenção: 1999
Orientador: Dr João Luiz Carvalho Faria
Palavras-chave: raleio; ácido naftalenoacético; óleo mineral; Prunus persica.Grande área: Ciências AgráriasGrande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia. Setores de atividade: Produção Vegetal.

Graduação em Engenharia Agronomica

1987 - 1992

Universidade Federal de Pelotas

Curso técnico/profissionalizante

1983 - 1986

Conjunto Agrotécnico Visconde da Graça

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2003 - 2006

Pós-Doutorado. , Embrapa Clima Temperado, EMBRAPA*, Brasil. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências Agrárias, Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Produção de Mudas. , Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Manejo e Tratos Culturais.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2020 - 2020

Sistemas Agroflorestais para pequenas propriedades do semiárido brasileiro. (Carga horária: 16h). , EMBRAPA Caprinos e ovinos, EMBRAPA, Brasil.

2018 - 2018

Identificação de espécies arbóreas da floresta ombrófila mista em contato c. (Carga horária: 30h). , Práticas em Botânica Comércio e Serviços de Consultoria Ambiental LT, CPB, Brasil.

2018 - 2018

Calagem, adubação estado nutricional de frutíferas: avanços e perspectivas. (Carga horária: 32h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2013 - 2013

Capacitação de Docentes para Produção de Material. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2012 - 2012

Capacitação de Docentes para Produção de Material. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2012 - 2012

Capacitação de Docentes para Produção de Material. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2007 - 2007

Metodologia da Formação profissional Rural. (Carga horária: 48h). , Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.

2006 - 2006

Produção de Morango Amora Preta Framboesa e Mirtil. (Carga horária: 16h). , Associação dos Municípios do Centro Sul do Paraná, AMCESPAR, Brasil.

2005 - 2005

Capacitação de Multiplicadores Em Fruticultura Mor. (Carga horária: 16h). , Embrapa Clima Temperado, EMBRAPA*, Brasil.

2005 - 2005

Redação Científica Internacional. (Carga horária: 4h). , Embrapa Clima Temperado, EMBRAPA*, Brasil.

2004 - 2004

Curso de Produção Integrada de Morango (Pimo). (Carga horária: 14h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2004 - 2004

Curso Sobre Produção de Pequenas Frutas. (Carga horária: 24h). , Emater, EMATER/CNPUV, Brasil.

2002 - 2002

Extensão universitária em Estágio Formação Pedagógica. (Carga horária: 42h). , Conjunto Agrotécnico Visconde da Graça, CAVG, Brasil.

2001 - 2002

Formação Pedagógica de Docentes. (Carga horária: 800h). , Centro Federal de Educação Tecnológica e Pelotas, CEFET-RS, Brasil.

1997 - 1997

Paisagismo Princípios Básicos. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

1996 - 1996

Extensão universitária em Piscicultura. (Carga horária: 40h). , Universidade de Passo Fundo, UPF, Brasil.

1996 - 1996

Cultivo de Bonsai. (Carga horária: 8h). , Universidade de Passo Fundo, UPF, Brasil.

1992 - 1992

Extensão universitária em Plasticultura. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

1992 - 1992

Manejo de Plantas Daninhas. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

1992 - 1992

Receituário Agronômico. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

1992 - 1992

Intensivo Sobre Mecanização Agrícola. (Carga horária: 32h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

1989 - 1989

Extensão universitária em Apicultura. (Carga horária: 52h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

1986 - 1986

Conservação do Solo e da Água. (Carga horária: 32h). , Conjunto Agrotécnico Visconde da Graça, CAVG, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Italiano

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia/Especialidade: Fruticultura de Clima Temperado.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Frutíferas nativas.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia/Especialidade: Produção de Mudas.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia/Especialidade: Manejo e Tratos Culturais.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fisiologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

MANFIO, . J. ; Monteiro, A.B. ; Luis Alberto Cadoná ; SILVA, C. M. ; Werner, K.C.G. ; BOTEGA, L. R. ; DELLA FLORA, L.P ; Pedroso, M.N.C. ; Zatta, N. ; Kalsing, R.M.S. ; TREVISAN, R. ; Kalinoski, S.F. ; Albarelo, S. . II Mostra Regional de Ciências. 2014. (Outro).

TREVISAN, R. . I Mostra Regional de Ciências. 2013. (Outro).

TREVISAN, R. . Seminário Realidade Regional e perfil Profissional do Técnico em Agropecuária. 2013. (Outro).

MANFIO, . J. ; TREVISAN, R. ; SILVA, C. M. . III Mostra de Ciências. 2012. (Outro).

TREVISAN, R. ; Arlindo Jesus Prestes de Lima ; Adriana Soares Pereira ; COUTINHO, c. de M, . I Seminário de Ensino Superior, Pesquisa e Extensão. 2010. (Outro).

TREVISAN, R. . 27ª Feira do Livro de Frederico Westphalen. 2009. (Outro).

HERTER, Flávio Gilberto ; RASEIRA, Maria Do Carmo Bassolds ; WREGE, Marcos S ; CAMELATTO, Darcy ; GOMES, Fernabdo Rogério Costa ; LEITE, Gabriel Bernause ; CIDADIM, I. ; GONÇALVES, Emerson Dias ; TREVISAN, R. . II International Workshop: Temperature Fruit Trees Adaptation in Subtropical Areas. 2005. (Outro).

ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa ; RASEIRA, Maria Do Carmo Bassols ; TREVISAN, R. ; GONÇALVES, Emerson Dias . II Simpósio Nacional do Morango - I Encontro da Pequenas Frutas e Frutas Nativas do Mercosul. 2004. (Outro).

HERTER, Flávio Gilberto ; TREVISAN, R. ; RODRIGUES, Alexandre Couto ; CAMELATTO, Darcy ; PEREIRA, Ivan dos Santos ; WREGE, Marcos S ; VERÍSSIMO, Valtair ; CHAVARRIA, Geraldo . Workshop Sobre Abortamento de Gemas Florais em Pereira. 2003. (Outro).

HERTER, Flávio Gilberto ; RASEIRA, Maria Do Carmo Bassols ; WREGE, Marcos S ; CAMELATTO, Darcy ; SILVEIRA, Carlos Augusto Posser da ; TREVISAN, R. ; RODRIGUES, Alexandre Couto . International Workshop: Temperature Fruit Trees Adaptation in Subtropical Areas. 2002. (Outro).

TREVISAN, R. ; GONÇALVES, Emerson Dias ; RUFATO, L. ; BUSO, Lucia Helena ; CIDADIM, I. ; FERRI, Valdecir Carlos ; DUTRA, L. . I Congresso da Pós-Graduação em Ciências Agrárias- UFPEL. 1997. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

2 FRUSUL - Simpósio de Fruticultura da Região Sul.Características biometrias de frutos de guabiroba-do- mato. 2019. (Simpósio).

IX Fórum Internacional de Gestão Ambiental. 2019. (Outra).

Seminário Internacional Sobre Recuperação de áreas Degradadas - Bioma pA Pampa e Regiões dos Campos Sulinos. 2019. (Seminário).

Desafios ambientais da atualidade: retrocessos na legislação e nas políticas píblicas. 2018. (Outra).

Nitrogen nutrition in fruit trees (15N labelled fertilizers). 2018. (Outra).

VIII Encontro sobre pequenas frutas e frutas nativas do Mercosul.Germinação in vitro de sementes de Acca sellowiana em função de diferentes diâmetros dos frutos. 2018. (Encontro).

32ª Jornada Acadêmica Integrada.RELAÇÃO NO DIÂMETRO DE FRUTOS NA GERMINAÇÃO IN VITRO DE SEMENTES DE Acca sellowiana. 2017. (Outra).

32ª Jornada Acadêmica Integrada.PROPAGAÇÃO DE CORTICEIRA-DO-BANHADO POR MINIESTAQUIA. 2017. (Outra).

III Semana Acadêmica do Técnico em Meio Ambiente. 2017. (Outra).

I Seminário Práticas Sustentáveis, Agroecologia e Biodiversidade. 2017. (Seminário).

SIMPROFRUTI - Ciclo de Palestras do I Simpósio Internacional sobre Avanços na Propagação de Fruteiras.Ciclo de Palestras do I Simpósio Internacional Sobre Avanços na Propagação de Futeiras. 2017. (Simpósio).

VII Fórum Internacional de Gestão Ambiental. 2017. (Outra).

1 Work Shop de Compostos Bioativos e Qualidade de alimentos. 2016. (Outra).

31 Jornada Acadêmica Integrada.Análise da qualidade de frutos de pessegueiro Cv. Precocinho. 2016. (Outra).

I Forum "Políticas Municipais para o desenvolvimento da produção e consumo sustentável de alimentos orgânicos. 2016. (Outra).

I Seminário Dinâmico de Formação. 2016. (Seminário).

I Seminário Unificado em Defesa da Educação Pública. 2016. (Seminário).

VII Encontro sobre Pequenas Frutas e Frutas Nativas do Mercosul. 2016. (Encontro).

30ª Jornada Acadêmcica Integrada.Incidência de Rhizopus stolonifer em quatro estádios de maturação de frutos de pessegueiros submetidos a tratamentos alternativos. 2015. (Outra).

I Simpósio Brasil Sul de Fruticultura.Análise de produtividade de vitis vinifera Merlot com diferentes tipos de podas, na região noroeste do estado do Rio Grande do Sul. 2015. (Simpósio).

VI Encuentro Latinoamericano Prunus Sin Fronteras.Incidência de patógenos na colheita de frutos de pessegueiros submetidos a tratamentos alternativos. 2015. (Encontro).

VIII Simpósio Brasileiro de Engenharia Ambiental.Avaliação da qualidade de vermicomposto, das condições morfológicas, físicas e químicas das minhocas e do solo submetidas a diferentes insumos agropecuários. 2015. (Simpósio).

VI Encontro sobre pequenas frutas e frutas do Mercosul. 2014. (Encontro).

XXIII Congresso Brasileiro de Fruticultura. Avaliação de algumas características fenológicas e produtivas de oito cultivares de pessegueiro, em Frederico Westphalen, RS. 2014. (Congresso).

28ª Jornada Acadêmica Integrada.Avaliação da estabilidade microbiológica e físico-química de suco e néctar de laranja pasteurizado durante o armazenamento. 2013. (Outra).

I Mostra Regional de Ciências.Composteira orgânica: uma alternativa ecológica para as propriedades rurais. 2013. (Outra).

I Mostra Regional de Ciências.Cochonilha do tronco (Hemiberlesia Lataniae), uma pequena praga que causa grandes impactos para os produtores de uva. 2013. (Outra).

I Mostra Regional de Ciências.Mosca das frutas: um pequeno inseto que causa grandes perdas de insetos na região.. 2013. (Outra).

I Mostra Regional de Ciências.Desenvolvimento de mudas de guabijuzeiro submetidas a substratos com diferentes fontes de fertilizantes.. 2013. (Outra).

Seminário Realidade Regional e Perfil Profissional do Técnico em Agropecuária. 2013. (Seminário).

VI Congresso Latinoamericano e XII Congresso Brasileiro de Higienistas de alimentos. Avaliação Sensorial e Microbiológica de Frutas Desidratadas por Diferentes Métodos. 2013. (Congresso).

VIII Congresso Brasileiro de Agroecologia. A experiência prática do grupo de agroecologia e extensão Kaiowá. 2013. (Congresso).

3 Seminário de Gestão Ambiental na Agropecuária. 2012. (Seminário).

II Semana Acadêmica de Alimentos.Fruticultura:Colheita e Pós-colehita. 2012. (Outra).

XXII Congresso Brasileiro de Fruticultura. Qualidade pré e pós-colheita de pêssegos cultivar Maciel, na região do Médio Alto Uruguai, RS. 2012. (Congresso).

XXII Congresso Brasileiro de Fruticultura. Influência da Temperatura e do Substrato na germinação de sementes de butiazeiro. 2012. (Congresso).

26ªJornada Acadêmica Integrada.Alterações físico-químicas associadas a diferentes períodos de refrigeração de pêssegos. 2011. (Outra).

26ª Jornada Acadêmica Integrada.Uso da adubação fosfatada e potássica na qualidade de pêssegos na região de Frederico Westphalen, RS. 2011. (Outra).

I Simpósio de Melhoramento e Propagação Vegetativa de Plantas. 2011. (Simpósio).

XXVI Encontro de Professores e I Congresso Nacional de Ensino Agrícola. 2011. (Encontro).

25ª Jornada Acadêmica Integrada - UFSM.Comportamento de cultivares de morangueiro(Fragaria x ananassa) na região de Frederico Westphalen, RS.. 2010. (Outra).

25ª Jornada Acadêmica Integrada - UFSM.Influência do áido Indolbutírico e do substrato no enraizamento de estacas de acerola. 2010. (Outra).

2Seminário Municipal de Citricultura. 2010. (Seminário).

Anais 32ª Jornada Acadêmica Integrada.RELAÇÃO NO DIÂMETRO DE FRUTOS NA GERMINAÇÃO IN VITRO DE SEMENTES DE Acca sellowiana. 2010. (Outra).

I Seminário de Ensino Superior, Pesquisa e Extensão. 2010. (Seminário).

XXI Congresso Brasileiro de Fruticultura. Comportamento de cultivares de morangueiro na região de Frederico Westphalen, RS. 2010. (Congresso).

Sexta Mostra de Educação Profissional.Sexta Mostra de Educação Profissional. 2009. (Outra).

IV Simpósio Nacional do Morango e III Encontro sobre Pequenas Frutas.IV Simpósio Nacional do Morango e III Encontro sobre Pequenas Frutas. 2008. (Simpósio).

I° Simpósio de Olivicultura no Sul do Brasil. 2007. (Simpósio).

IV Seminário Brasileiro sobre Pequenas Frutas.Ouvite. 2007. (Seminário).

Workshop Abortamento Floral em Pereia. 2007. (Outra).

3 Seminario de Producción y Comercialización de Arándanos.3 Seminario de Producción y Comercialización de Arándanos. 2006. (Seminário).

3 Simpósio Nacional do Morango e 2 Encontro Sobre Pequenas Frutas Nativas do Mercosul.Participante e poster. 2006. (Simpósio).

XIX Congresso Brasileiro de Fruticultura. XIX Congresso Brasileiro de Fruticultura. 2006. (Congresso).

1 Congreso Latinoamericano de Arándanos y otros Berries. 1 Congreso Latinoamericano de Arándanos y otros Berries. 2005. (Congresso).

3 Simposio Internacional del Arándano.3 Simposio Internacional del Arándano. 2005. (Simpósio).

Encontro Nacional de Fruticultura de Clima Temperado. 2005. (Encontro).

II Workshop Internacional Adaptação de Frutíferas de Clima Temperado em áreas Subtropicais.II Workshop Internacional Adaptação de Frutíferas de Clima Temperado em áreas Subtropicais. 2005. (Simpósio).

Simpósio Brasileiro de recursos Genéticos de Frutas e Hortaliças.Simpósio Brasileiro de recursos Genéticos de Frutas e Hortaliças. 2005. (Simpósio).

X Congreso Nacional de Hortifruticultura. X Congreso Nacional de Hortifruticulrura. 2005. (Congresso).

2 Simpósio nacional do morango, 1 Encontro de pequenas frutas e nativas do mercosul.2 Simpósio nacional do morango 1Encontro de pequenas frutas e nativas do mercosul. 2004. (Simpósio).

II Seminário Brasileiro sobre Pequenas Frutas.II Seminário Brasileiro sobre Pequenas Frutas. 2004. (Seminário).

IV MERCOFRUT. 2004. (Encontro).

Seminário de Fruticultura. 2004. (Seminário).

VII ENFRUTE. 2004. (Encontro).

Workshop Sobre Produção e Certificação de Mudas. 2004. (Outra).

XVIII Congresso Brasileiro de Fruticultura Tecnologia Competitividade Sustentabilidade. XVIII Congresso Brasileiro de Fruticultura. 2004. (Congresso).

XXIV Reunião da Comissão Brasileira de Pesquisa de Aveia. 2004. (Outra).

5Simpósio Latino Americano de Ciência dos Alimentos.5 Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos. 2003. (Simpósio).

III Seminário de Vitivinicultura da metade sul do RS.III Seminário de Vitivinicultura da Metade Sul do RS. Um novo horizonte para o sul do Rio Grande. 2003. (Seminário).

V MERCOFRUT.V MERCOFRUT 2003. 2003. (Encontro).

Workshop sobre abortamento de gemas florais em pereira.Workshop sobre abortamento de gemas florais em pereira. 2003. (Encontro).

. 3 Congreso Iberoamaricano de Tecnología Postcosecha y Agroexportaciones; 53 Congresso Agronómico de Chile; 3 Congreso de La Sociedade Chilena de Fruticultura. 2002. (Congresso).

4 Fórum de Fruticultura da Metade Sul do RS e I Encontro Internacional de Fruticultura.4 Fórum de Fruticultura da metade sul do RS. 2002. (Encontro).

4 Mercofrut.4 MERCOFRUT. 2002. (Encontro).

International Workshpo Temperature Fruit Trees Adaptation in Subtropical Areas.International Workshop Temperature Fruit Trees Adaptation in Subtropical Areas. 2002. (Simpósio).

IV Seminário Brasileiro de Produção Integrada de Frutas.IV Seminário Brasileiro de Produção Integrada de Frutas. 2002. (Seminário).

Encontro Nacional de Fruticultura de Clima Temperado.IV ENFRUTE 2001. 2001. (Encontro).

II Seminário sobre produção integrada de frutas da metade sul.II Seminário sobre Produção Iintegrada de Frutas na Metade Sul- Projeto Implementação da Produção Integrada de Pêssegos no Estado do Rio Grande do Sul. 2001. (Seminário).

Mercofrut 2001.3 MERCOFRUT 2001. 2001. (Encontro).

XII Congresso Brasileiro de Agrometeorologia; III Reunião Latino-Americana de Agrometeorologia. XII Congresso Brasileiro de Agrometeorologia - III Reunião Latino-Americana de Agrometeorologia. 2001. (Congresso).

XXVIII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. XXVIII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. 2001. (Congresso).

Congresso Brasileiro de Fruticultura. XVI Congresso Brasileiro de Fruticultura. 2000. (Congresso).

ENFRUTE: Encontro nacional de Fruticultura de Clima Temperado.III ENFRUTE - 2000. 2000. (Encontro).

II Seminário de Produção Integrada de Frutas.II Seminário de Brasileiro de Produção Integrada de Frutas. 2000. (Seminário).

3 Encontro de aperfeiçoamento técnico científico.3 Encontro de aperfeiçoamento técnico científico: Tecnologias em Frutíferas de Clima Temperado. 1999. (Encontro).

ENFRUTE; Encontro nacional de Fruticultura de Clima Temperado.II ENFRUTE 1999. 1999. (Encontro).

Sistema Integrado de Manejo da Produção Agrícola Sustentável.SIMPAS - Sistema Integrado de Manejo da Produção Agrícola Sustentável. 1998. (Seminário).

XV Congresso Brasileiro de Fruticultura. XV Congresso Brasileiro de Fruticultura. 1998. (Congresso).

I Congresso de Pós-Graduação em Ciências Agrárias. I Congresso de Pós-Graduação em Ciências Agrárias. 1997. (Congresso).

Paisagismo: Princípios Básicos.Curso de Paisagismo: Princípios Básicos. 1997. (Outra).

Seminário do Conesul de Semeadura Direta de Arroz Irrigado.Seminário do Conesul de Semeadura Direta de Arroz Irrigado. 1992. (Seminário).

Simpósio de Bovinocultira.I Simpósio em Bovinocultura de Leite da Região Sul. 1990. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Tatiane Lais Pires Andreolla

REINIGER, L.R.S.; CURTTI, A.R.;TREVISAN, R.. Rizogênese in vitro e aclimatização de plantas micropropagadas de Peltophorum dubium (Sprengel) Taubert. 2019. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Mhaiandry Benedetti Rodrigues

BISOGGNIN, D. A.; SALDANHA, C. W.;TREVISAN, R.. Enraizamento de ministacas e parâmetros de validação de ipê-roxo para a propagação vegetativa. 2019. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Isadora Bischoff Nunes

Wagner, A. Jr; DONAZZOLO, J.;TREVISAN, R.; WENDT, S. N.. Caracterização da qualidade de frutos de araçazeiro vermelho (Psidium cattleianum Sabine) em Verê e Dois Vizinhos - Paraná,. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação em Agroecossistemas) - Universidade Federal Tecnológica do Paraná.

Aluno: Priscila Monalisa Marchi

ANTUNES, L. E. C.VIZZOTTO, M.RASEIRA, M.C.B.HERTER, Flávio GilbertoTrevisan, Renato. Propagação e caracterização da produção e qualidade de frutas de cultivares de framboeseira cultivadas com cobertura plástica sobre o dossel. 2015. Dissertação (Mestrado em Fruticultura de Clima Temperado) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: Paulo Roberto Kuhn

KULSHINSKY, S.M.; GOMES, César Bauer; MUNIZ, M.F.B.;TREVISAN, R.. Diversidade da nematofauna em pomares de videira em declínio e agressividade de populações de mesocriconema xenoplax em porta-enxertos de vittis spp. Prunus pérsica e outras espécies. 2015. Dissertação (Mestrado em programa de PG-Agronomia - Agricultura e Ambiente) - Centro de Educação Superior Norte do Rio Grande - UFSM.

Aluno: Vanessa Fernandes Araujo

ANTUNES, Luis Eduardo CorrêaTrevisan, Renato; Clenio Nailton Pillon; Schwengber , J.E.; Picolotto Luciano. Utilização de subprodutos de xisto na produção e qualidade de morangos. 2011. Dissertação (Mestrado em Fruticultura de Clima Temperado) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: Michél Aldrigi Gonçalves

ANJOS, Sergio Delmar dos;ANTUNES, Luis Eduardo CorrêaTREVISAN, R.; Picolotto Luciano; Helbing Vilson Eduardo; SHUCH, Márcia. Tipo e época de poda na produção e qualidade de pêssegos. 2011. Dissertação (Mestrado em Fruticultura de Clima Temperado) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: André Luis Kulkamp de souza

SHUCH, Márcia;HERTER, Flávio GilbertoTREVISAN, R.; MAUCH, C.R.. Diferentes formas de propagação e intensidades de poda no desempenho a campo de mirtileiros do grupo rabbiteye. 2011. Dissertação (Mestrado em Fruticultura de Clima Temperado) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: Nelson Alexandre Zarth

TREVISAN, R.; BRAIDA, J.A.; KIYOTA, N.. Caracterização e análise da cadeia vitivinicultura no Sudoeste do Paraná. 2011. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Aluno: Daiana Finkenauser

ANTUNES, L.E.C.TREVISAN, R.; SHUCH, Márcia; Newton Alex Mayer;HERTER, Flávio Gilberto. Produção de amoreira-preta em diferentes densidades de plantio. 2010. Dissertação (Mestrado em Fruticultura de Clima Temperado) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: Silvia Carpenedo

TREVISAN, R.VIZZOTTO, M.; MAUCH, C.R.;HERTER, Flávio Gilberto. Produção e qualidade das frutas de diferentes cultivares de morangueiro. 2010. Dissertação (Mestrado em Fruticultura de Clima Temperado) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: Gisely Corrêa de Moura

FACHINELLO, J. C.TREVISAN, R.VIZZOTTO, M.; REISSER JÚNIOR, Carlos. Cobertura de solo, níves de nitrogênio no desenvolvimento e qualidade de mirtilos. 2009. Dissertação (Mestrado em Fruticultura de Clima Temperado) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: Juçara Ferri

ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa; DAMIANI Claudia Roberta; RUFFATO, A. R.;TREVISAN, R.. Micropropagação e desenvolvimento vegetativo de mirtilo. 2008. Dissertação (Mestrado em Fruticultura de Clima Temperado) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: Ivan dos Santos Pereira

CIDADIM, I.;FACHINELLO, J. C.HERTER, Flávio Gilberto; NACHTIGAL, J. C.;TREVISAN, R.. Adubação de pré-plantio no crescimento, produção e qualidade de amoreira-preta (Rubus sp).. 2008. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: Doralice Lobato de Oliveira Fischer

Bianchi, Valmor João; GIACOBBO, Clevison Luis; NACHIGAL, J. C.;TREVISAN, R.. Produção de mudas de mirtilo através de estacas lenhosas, semi-lenhosas e miniestacas. 2007. Dissertação (Mestrado em Fruticultura de Clima Temperado) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: Nathalia Pimentel

PIMENTEL, N.; BISOGGNIN, D. A.; GIMENES, E. S.; LAZAROTTO, M.; MANTOVANI, N. C.;TREVISAN, R.. Enraizamento de miniestacas e qualidade das mudas de Ilex paraguariensis. 2020. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Silvia Machado dos Santos Rabaiolli

REINIGER, L.R.S.; CURTTI, A.R.; HEINZMANN, B. M.; MANFIO, C.E.;TREVISAN, R.. Propagação Vegetativa e análise da diversidade molecular em Handroanthus chrysotrichus (Mart. Ex DC) J. Mattos. 2019. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Karina Guollo

TREVISAN, R.; BOTELHO, R. V.; ESTEVAN, D. A.; FELIPPI, M.; WAGNER JUNIOR, A.. Biologia floral e reprodutiva de guabijuzeiro, sete capoteiro e ubajaizeiro. 2019. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Agronomia) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Aluno: Cristiano Hössel

TREVISAN, R.; DOTTO, M.; CASALI, C. A.; CIDADIM, I.; WAGNER JUNIOR, A.. Crescimento de jabuticabeiras açu produzidas em diferentes intensidades luminosas e cultivadas em distintas condições de acidez do solo. 2019. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Agronomia) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Aluno: Chaiane Goveia Milech

RASEIRA, Maria Do Carmo Bassolds;CARPENEDO, Silvia; Herter, Flavio Gilberto;ANTUNES, Luis Eduardo CorrêaTREVISAN, R.. Estimativas da necessidade em frio de quatro cultivares de pessegueiro por métodos biológicos. 2019. Tese (Doutorado em Agronomia - Fitotecnia (Fruticultura de Clima temperado)) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: Cláudia Burin

BISOGNIN, D. A.; SADANHA, C. W.; GIMENES, E. S.; TABALDI, L. A.;TREVISAN, R.. Seleção de clones de canjerana (Cabrela canjerana) para a propagação por miniestaquia. 2018.

Aluno: Keli Cristina Fabiane

Wagner, A. Jr; LUCHETA, Luciano;Trevisan, Renato; Mazaro, S.M.. Seleção e divergência genética de pessegueiros e nectarineiras e suscetibilidade a danos por frio, na Estación Experimental de Aula Dei (CSIC). 2016. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal Tecnológica do Paraná.

Aluno: Wolmar Trevisol

FAVARIN, J.L.; COSTA, J.D.; FILHO, V.R.; MELO, A.M.T.;TREVISAN, R.. Morfologia e fenologia do porongo: produtividade e qualidade da cuia. 2013. Tese (Doutorado em Agronomia) - Escola Superior de Agricultura Luis de Queiroz.

Aluno: Luciane Nolasco Leitzke

ANTUNES, L.E.C.; SILVEIRA, Carlos Augusto Posser da;RASEIRA, M.C.B.TREVISAN, R.; Rogério Oliveira de Sousa; Picolotto Luciano. Diferentes estratégias de desenvolvimento de mudas e manejo nutricional de plantas de mirtileiro (Vaccinium spp). 2011. Tese (Doutorado em Agronomia - Fitotecnia (Fruticultura de Clima temperado)) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: Nara Cristina Ristow

ANTUNES, L.E.C.FACHINELLO, J. C.RASEIRA, M.C.B.; Newton Alex Mayer;TREVISAN, R.. Multiplicação de mirtilo (Vaccinium spp) por estaquia. 2009. Tese (Doutorado em Agronomia - Fitotecnia (Fruticultura de Clima temperado)) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: Ana Celí Rodrigues sa Silva

ARAÚJO, Tânia Beatriz Gamboa; SCHIEDECK, Gustavo; LAGO, José Carlos; RECH, Eliane;TREVISAN, R.. Qualidade de pêssegos ametista em sistema orgânico de produção com diferentes coberturas e compostos orgânicos. 2006. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: Vinícius Spolar Fantinel

MUNIZ, M.F.B.; ITAKO, A.T.; CIOTTA, M. N.; LAZAROTTO, M.;TREVISAN, R.. Influência do silício no controle de Colletotrichum sp. agente causal da antacnose e na qualidade de sementes de Acca sellowiana. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Charlene Moro Stefanel

REINIGER, L.R.S.; CURTTI, A.R.; MANFIO, C.E.; GOLLE, D.P.;TREVISAN, R.. Propagação vegetativa in vitro e análise da diversidade genética em Eugenia involucrata DC. (Myrtaceae). 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Cláudia Burin

BISOGGNIN, D. A.; FIOR, C. S.; TABALDI, L. A.; FLEIG, F. D.;TREVISAN, R.. Seleção de clones de Canjerana (Cabralea canjerana) para a propagação por miniestaqui. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Elisane Schwartz

FACHINELLO, J. C.; FERRI, Valdecir Carlos; RUFFATO, A. R.;TREVISAN, R.. Conservação de sementes, produção de mudas e estabelecimento a campo de butiazeiro. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia - Fitotecnia (Fruticultura de Clima temperado)) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: Cláudia Carabajal de Azeredo

REINIGER, L.R.S.; ZIEGLER, A.C. da. F;TREVISAN, R.. Multiplicação in vitro de Eugenia involucrata. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Lucas Graciolli Savian

MUNIZ, M.F.B.; WALKER, C.;TREVISAN, R.. Caracterização e controle Biológico de Colletotrichum sp associado à Juglans regia. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Eric Porto Gindri

GINDRI, E. P.; BRANDELERO, C.;TREVISAN, R.. Análise da produção e da operação de colheita semi-mecanizada da nogueira-pecã. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Joane Helena Maggioni

BISOGGNIN, D. A.; LENCINA, K. H.;TREVISAN, R.. Micropropagação in vitro de Solanum tuberosum e estabelecimento de microjardim clonal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Mônique Andressa Longhi Silva

Oscar Agustín Torres Figueredo; BETTO, J.;Trevisan, Renato. Estágio Supervisionado em Engenharia Florestal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Centro de Educação Superior Norte do Rio Grande - UFSM.

Aluno: Bruna Martins Parode

Trevisan, Renato; Laer, A. E. V.; SILVA, P. T.. Manejo de Gado Leiteiro e Qualidade do Leite. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação de Tecnologia em Alimentos) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen.

Aluno: Janaína de Borba Braga

TREVISAN, R.; Laer, A. E. V.. Assessoria Industrial em Planta de Abate e processamento de Suínos. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação de Tecnologia em Alimentos) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen.

Aluno: Claudiana Grolli

TREVISAN, R.. Planta de Abate e Processamento de Aves. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação de Tecnologia em Alimentos) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen.

Aluno: Daiane Michele Mayer

TREVISAN, R.; MULLER, D.R.; Monego M. A.. Tecnologia e pós-colheita de hortaliças. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Alimentos) - Colégio Agrícola de Frederico Westphalen - Universidade Federal de Santa Ma.

Aluno: Rivael Vaz da Silva

PERRANDO, E.R.; CANTARELLI, E.B.;TREVISAN, R.. Planejamento de atividades no setor de Silvicultura do Colégio Agrícola de Frederico Westphalen, RS. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enganharia Florestal) - Centro de Ensino Superior do Norte do Rio Grande do Sul.

Aluno: julio Cesar Orlandi

SCMIDT D.;TREVISAN, R.; TEIXEIRA, P. T L.. Estágio Supervisionado em Agronomia II. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

LOVATTO, M. T.; ROSA, . P.;Trevisan, Renato. Banca examinadora da Seleção Pública para Professor substituto na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos. 2016. Politécnico da Universidade Federal de Santa Maria.

Trevisan, Renato; LENH, C. R.; MULLER, G. A.; DELLA FLORA, L.P. Banca Examinadora de Provas de desempenho didático e de títulos para Seleção Pública para professor Substituto/temporário. 2015. Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia - Farroupilha.

PEREIRA, O. J.; Gubert, J.E.; Poglia, R; MANFIO, . J.;Trevisan, Renato. Seleção Pública de professor substituto na área de Ciências Exatas da Terra. 2013. Colégio Agrícola de Frederico Westphalen - Universidade Federal de Santa Ma.

TREVISAN, R.; Werner V.; Knob, M.J.; Fortunato, R.P.; MULLER, D.R.. Banca examinadora do Concurso Público para Docentes, Edital n59, área de Engenharia Agrícola, carreira EBTT. 2013. Colégio Agrícola De Frederico Westphalen-Universidade Federal de Santa Mari.

WASTOWSKI, A.D.; ROSA, C. S.; GIACOMELLI, S.R.;TREVISAN, R.. Professor de Ensino 3° Grau, área de Ciência e Tecnologia de Alimentos. 2009. Colégio Agrícola de Frederico Westphalen - Universidade Federal de Santa Ma.

WASTOWSKI, A.D.; Eliane Pereira dos Santos; GIACOMELLI, S.R.;TREVISAN, R.. Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Colégio Agrícola de Frederico Westphalen - Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos. 2009. Universidade Federal de Santa Maria.

Trevisan, Renato. Relatório de Estágio de conclusão de curso na área de Assitência Técnica a pequenos Produtores. 2016. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen.

Trevisan, Renato; JOVINO, M.; SANTOS, M. I.. Banca Examinadora de estágio de Conclusão de Curso: Máquinas Agrícolas. 2016. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen.

Trevisan, Renato. Relatório de Estágio Curricular supervisionado na área de Fruticultura. 2016. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen.

TREVISAN, R.. Banca Examinadora de estágio de Conclusão de Curso: Manejo de Frangos de Corte. 2015. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen.

Trevisan, Renato. Banca Examinadora de estágio de Conclusão de Curso: Pragas dos citros. 2015. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen.

Trevisan, Renato; ZACHI, R.; CARINI, J. C.. Banca Examinadora de estágio de Conclusão de Curso: Olericultura. 2015. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen.

TREVISAN, R.; ZACHI, R.; CARINI, J. C.. Banca Examinadora de estágio de Conclusão de Curso: Avicultura. 2015. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen.

TREVISAN, R.; ZACHI, R.; CARINI, J. C.. Banca Examinadora de estágio de Conclusão de Curso: Caprinocultura. 2015. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen.

Trevisan, Renato; JOVINO, M.; SANTOS, M. I.. Banca Examinadora de estágio de Conclusão de Curso: Cunicultura. 2015. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen.

TREVISAN, R.; MULLER, D.R.; BOTEGA, L. R.. Relatório de Estágio de Conclusão de Curso: Fruticultura e Caprinocultura. 2013. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frederico Westphale.

MULLER, D.R.; BOTEGA, L. R.;TREVISAN, R.. Relatório de Estágio de Conclusão de Curso: "Cunicultura e Agroindústria Vegetal". 2013. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frederico Westphale.

MULLER, D.R.; BOTEGA, L. R.;TREVISAN, R.. Relatório de Estágio de Conclusão de Curso: Bovinocultura. 2013. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frederico Westphale.

MULLER, D.R.; BOTEGA, L. R.;TREVISAN, R.. Relatório de Estágio de Conclusão de Curso: Jardinocultura. 2013. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frederico Westphale.

MULLER, D.R.; BOTEGA, L. R.;TREVISAN, R.. Relatório de Estágio de Conclusão de Curso: Fruticultura e Bovinocultura. 2013. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frederico Westphale.

ROSA,da V. P. V; SILVA, L. H.; LOVATTO, M. T.;TREVISAN, R.. Professior Adjunto I. 2011. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen.

CORCINI, A.L.M.;TREVISAN, R.; DONICHT, P.A.M.M.. Professor Substituto. 2011. Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen.

TREVISAN, R.; MULLER, D.R.; DELLA FLORA, L.P. Professor substituto. 2010. Colégio Agrícola De Frederico Westphalen-Universidade Federal de Santa Mari.

DELLA FLORA, L.P; MULLER, D.R.;TREVISAN, R.. Seleção para professor na área de Economia e Administração Rural.. 2009. Colégio Agrícola de Frederico Westphalen - Universidade Federal de Santa Ma.

Scremin S.M.B.; Andrade, A. M.H. de;TREVISAN, R.. Concurso público para professor substituto na área de Física. 2008. Colégio Agrícola Frederico Westphalen - Universidade Federal de Santa Maria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Jorge Adolfo Silva

HERTER, Flávio Gilberto; RASEIRA, Maria Do Carmo Bassols; ANTUNES, Luís Eduardo Corrêa;SILVA, J. A.ROMBALDI, Cesar Valmor. Avaliação da qualidade de pêssego em função de manejo fitotécnico. 2003. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas.

Luis Eduardo Correa Antunes

HERTER, F. G.;ANTUNES, L. E. C.; COUTINHO, Enilton Fick;RASEIRA, Maria Do Carmo Bassols. Manejo fitotecnico de plantas de pessegueiro visando melhor coloração de frutas. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas.

Cesar Valmor Rombaldi

ROMBALDI, C. V.; HERTER, Flavio; NIENOW, Alexandre; RASEIRA, Maria Bassols. Avaliação de qualidade de pêssego, cv Maciel, em função do manejo fototécnico. 2003. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas.

Odair Alberton

ALBERTON, O; MAGALHAES, H. M.; BONETT, L. P.. Produtividade de milho (Zea mays L.) utilizando duas aplicações de fungicida. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade Paranaense.

Maria do Carmo Bassols Raseira

HERTER, F. G.; NIENOW, Alexandre Augusto;Raseira, Maria do Carmo BassolsANTUNES, Luis Eduardo Corrêa; SILVA, Jorge Adolfo; ROMBALDI, Cesar Valmor. Avaliação da qualidade de pêssego, cultivar Maciel, em função do manejo fitotécnico.. 2003. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas.

Alexandre Augusto Nienow

HERTER, F. G.;NIENOW, A. A.; RASEIRA, M. C. B.; ROMBALDI, C. V.; SILVA, J. A.. Avaliação da qualidade do pêssego cv. Maciel, em função do manejo fitotécnico. 2003. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Paulo Roberto Kuhn

Fruticultura: Pós colheita em pêssegos; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Centro de Ensino Superior do Norte do Rio Grande do Sul; Orientador: Renato Trevisan;

Renato Trevisan

Propagação do Guabijuzeiro (Myrcianthes Punges) pelo método de estaquia; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino) - Colégio Agrícola De Frederico Westphalen-Universidade Federal de Santa Mari; Orientador: Renato Trevisan;

Mateus Piovesan

Estágio Curricular Supervisionado na área de Fruticultura; 2016; Orientação de outra natureza; (Técnico subsequente em Agropecuária) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen; Orientador: Renato Trevisan;

Rafael Pessotto

Estágio Curricular Supervisionado na área de Fruticultura; 2016; Orientação de outra natureza; (Técnico subsequente em Agropecuária) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen; Orientador: Renato Trevisan;

Caroline Fagundes

Assistência Técnica a pequenos agricultores; 2016; Orientação de outra natureza; (Técnico subsequente em Agropecuária) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen; Orientador: Renato Trevisan;

Vinicius C

Crespan; Relatório de Estágio de conclusão de curso na área de Fruticultura; 2015; Orientação de outra natureza; (Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen; Orientador: Renato Trevisan;

Yasmin Zanette

Relatório de Estágio de conclusão de curso na área de Fruticultura; 2015; Orientação de outra natureza; (Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen; Orientador: Renato Trevisan;

Tayline A

Tranquilo; Relatório de Estágio de conclusão de curso na área de Fruticultura; 2015; Orientação de outra natureza; (Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen; Orientador: Renato Trevisan;

Gustavo A

Ritter; Relatório de Estágio de conclusão de curso na área de Fruticultura; 2015; Orientação de outra natureza; (Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen; Orientador: Renato Trevisan;

Eduardo A

Dieckow; Relatório de Estágio de conclusão de curso na área de Fruticultura; 2015; Orientação de outra natureza; (Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen; Orientador: Renato Trevisan;

Rodolfo Manoel Cezar

Relatório de Estágio de conclusão de curso na área de Fruticultura; 2015; Orientação de outra natureza; (Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen; Orientador: Renato Trevisan;

Nitriane D

Favero; Relatório de Estágio de conclusão de curso na área de Fruticultura; 2015; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen; Orientador: Renato Trevisan;

Charles C

Sartori; Relatório de Estágio de conclusão de curso na área de Fruticultura; 2015; Orientação de outra natureza; (Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen; Orientador: Renato Trevisan;

Mateus Trevisan

Relatório de Estágio de conclusão de curso na área de Fruticultura; 2015; Orientação de outra natureza; (Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen; Orientador: Renato Trevisan;

Leonardo Felimberti

Relatório de Estágio de conclusão de curso na área de Fruticultura; 2015; Orientação de outra natureza; (Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio) - Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen; Orientador: Renato Trevisan;

Carine Cocco

Estágio Supervisionado II; 2014; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Renato Trevisan;

Charlote Wink

Estágio Supervisionado II; 2011; Orientação de outra natureza; (Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Renato Trevisan;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Enilton Fick Coutinho

Avaliação na qualidade de pêssego cv; Maciel, em função do manejo fitotécnico; 2003; Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Enilton Fick Coutinho;

José Carlos Fachinello

Raleio químico em pessegueiro (Prunus persica L; Batsch; ), Cv; BR 2; ; 1999; Dissertação - Universidade Federal de Pelotas,; Coorientador: Jose Carlos Fachinello;

João Gilberto Corrêa da Silva

Raleio químico em pessegueiro (Prunus persica) (L; ) Batsch) cv; BR-2; 1999; Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: João Gilberto Corrêa da Silva;

Luis Eduardo Correa Antunes

2004; Embrapa Clima Temperado, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Luis Eduardo Correa Antunes;

Luis Eduardo Correa Antunes

Avaliação de cultivares e seleções avançadas de amora-preta e mirtilo para as condições edafoclimáticas da região Sul do Rio Grande do Sul; 2007; Orientação de outra natureza - Embrapa Clima Temperado, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Luis Eduardo Correa Antunes;

Sérgio Roberto Martins

Produção de olerícolas em estufa plástica ma região de Pelotas(RS); ; 1991; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sergio Roberto Martins;

Renato Trevisan

Propagação do Guabijuzeiro (Myrcianthes Punges) pelo método de estaquia; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino) - Colégio Agrícola De Frederico Westphalen-Universidade Federal de Santa Mari; Orientador: Renato Trevisan;

FLAVIO GILBERTO HERTER

Avaliação da qualidade de frutas através de práticas culturais em pêssegos cultivar Maciel; 2003; 110 f; Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Flavio Gilberto Herter;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • GONÇALVES, E.D. ; MONTEIRO, V. F. C. ; MAYER, N. A. ; MOURA, P. H. A. ; ALVARENGA, A. A. ; ANTUNES, L. E. C. ; TREVISAN, R. ; PADUA, J. G. . Desempenho de pessegueiro -BRS Libra? autoenraizado e enxertado sobre porta-enxertos clonais em Minas Gerais. REVISTA BRASILEIRA DE CIENCIAS AGRARIAS , v. 14, p. 1-9, 2019.

  • FONTANA, D.F. ; KULSHINSKY, S.M. ; TREVISAN, R. ; PINHEIRO, M.V.M. ; DIEL, M.I. ; OTHERO, M.P. . Manejo de contro de patógenosdurante o desenvolvimento e na pós colheita de frutos de pessegueiro. Cultura Agronômica , v. 27, p. 124, 2018.

  • FONTANA, D. C. ; KULSHINSKY, S.M. ; TREVISAN, R. ; SCMIDT D. ; CARON, B.O. ; PINHEIRO, M.V.M. ; PRETTO, M.M. ; DIEL, M.I. . Uso de vegetais no controle alternativo da podridão parda do pessegueiro. REVISTA CULTIVANDO O SABER , v. 10, p. 148, 2017.

  • PIAS, O. H. C. ; LOWE, M. A. ; DAMIAN, J. M. ; SANTI, A. L. ; TREVISAN, R. . Componentes de rendimento e produtividade de híbridos de milho em função de doses de NPK e de deficit hídrico em estádios fenológicos críticos. REVISTA DE CIÊNCIAS AGROVETERINÁRIAS , v. 16, p. 422, 2017.

  • Kuhn, Paulo Roberto ; KULSHINSKY, S.M. ; Bellé, C. ; TREVISAN, R. ; GOMES, C. . Suscetibilidade de espécies frutíferas, forrageiras e daninhas a duas populações de Mesocriconema xenoplax. Nematropica , v. 45, p. 198-204, 2015.

  • FRIGHETTO, J. M. ; SANTI, A. L. ; PIAS, O. H. C. ; TREVISAN, R. ; CORASSA, G. M. ; DAMIAN, J. M. ; SIMON, D. H. . Produtividade e qualidade físico-química de laranjas 'Valência' da região Norte do Rio Grande do Sul: mapeamento e correlação entre variáveis. Pesquisa Agropecuária Gaúcha , v. 20, p. 25-32, 2014.

  • TREVISAN, R. ; HAIDUK, F. ; LAZZARETTI, M. ; BETTO, J. ; BERTIN, R. . A experiência prática do Grupo de Agroecologia e Extensão Kaiowá. Cadernos de Agroecologia , v. 8, p. 1-5, 2013.

  • ANTUNES, L. E. C. ; PAGOT, E. ; PEREIRA, Jose Francisco Martins ; TREVISAN, R. ; GONÇALVES, Emerson Dias ; VIZZOTTO, M. . Aspectos técnicos da cultura do mirtileiro. Informe Agropecuário (Belo Horizonte) , v. 33, p. 7-16, 2012.

  • GONÇALVES, Emerson Dias ; PIMENTEL, R. M. A ; LIMA, L. C. O. ; CASTRICINI, A ; ZAMBON, C. R ; ANTUNES, L. E. C. ; TREVISAN, R. . Manutenção da qualidade pós-colheita das pequenas frutas. Informe Agropecuário (Belo Horizonte) , v. 33, p. 17-23, 2012.

  • TREVISAN, R. ; PIANA, Clause Fátima de Brum ; TREPTOW, Rosa de Oliveira ; GONÇALVES, Emerson Dias ; ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa . Perfil e preferências do consumidor de pêssego (Prunus persica) em diferentes regiões produtoras no Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso) , v. 32, p. 90-100, 2010.

  • ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa ; GONÇALVES, Emerson Dias ; Trevisan, Renato . Fenologia e produÃÃo de cultivares de amoreira-preta em sistema agroecolÃgico. Ciência Rural (UFSM. Impresso) , v. 40, p. 1929-1933, 2010.

  • RISTOW, Nara Cristina ; ANTUNES, L.E.C. ; SHUCH, Márcia ; TREVISAN, R. ; CARPENEDO, Silvia . Crescimento de plantas de mirtilo a partir de mudas micropropagadas. Revista Brasileira de Fruticultura , v. 31, p. 210-215, 2009.

  • Couto, Marcelo ; ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa ; CARPENEDO, Silvia ; Trevisan, Renato . Crescimento de plantas micropropagadas de amoreira-preta. Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso) , v. 31, p. 792-797, 2009.

  • RISTOW, Nara Cristina ; CARPENEDO, Silvia ; TREVISAN, R. ; ANTUNES, L.E.C. . Response of Diferent levels of NPK on strawberry production. Acta Horticulturae , v. 842, p. 287-290, 2009.

  • TREVISAN, R. ; HERTER, Flávio Gilberto ; CHAVARRIA, Geraldo ; VERÍSSIMO, Valtair ; ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa . índice de necrose em primódios florais de pereira. Revista Brasileira de Agrociencia (UFPEL) , v. 13, p. 169-174, 2008.

  • Trevisan, Renato ; GONÇALVES, Emerson Dias ; GONÇALVES, Rafael da Silva ; ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa ; Herter, Flavio Gilberto ; TREVISAN, R. . Influência do plástico branco, poda verde e amino quelant-K na qualidade de pêssegos 'Santa Áurea'. Bragantia (São Paulo, SP. Impresso) , v. 67, p. 243-247, 2008.

  • ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa ; GONÇALVES, Emerson Dias ; RISTOW, Nara Cristina ; CARPENEDO, Silvia ; Trevisan, Renato ; TREVISAN, R. . Fenologia, produção e qualidade de frutos de mirtilo. Pesquisa Agropecuária Brasileira , v. 43, p. 1011-1015, 2008.

  • TREVISAN, R. ; FRANZON, Rodrigo Cezar ; FRITSCHE NETO, R. ; GONÇALVES, R.S. ; GONÇALVES, E.D. ; ANTUNES, L.E.C. . Enraizamento de estacas herbáceas de mirtilo: influência da lesão na base e do ácido indolbutírico. Ciência e Agrotecnologia , v. 32, p. 402-406, 2008.

  • FRANZON, Rodrigo Cezar ; GONÇALVES, R.S. ; RASEIRA, M.C.B. ; TREVISAN, R. . Propagação da pitangueira através da enxertia de garfagem. Revista Brasileira de Fruticultura , v. 30, p. 488-491, 2008.

  • ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa ; GONÇALVES, Emerson Dias ; TREVISAN, R. . Alterações de compostos fenólicos e pectina em pós-colheita de frutos de amora-preta. Revista Brasileira de Agrociência , Pelotas, RS, v. 12, n.1, p. 57-61, 2006.

  • ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa ; GONÇALVES, Emerson Dias ; TREVISAN, R. . Alterações da atividade da poligalacturonase e pectinametilsterase em amora-preta (Rubus spp) durante o armazenamento. Revista Brasileira de Agrociência , v. 12, n.1, p. 63-66, 2006.

  • VERÍSSIMO, Valtair ; Herter, Flavio Gilberto ; RODRIGUES, Alexandre Couto ; Trevisan, Renato ; MARAFON, Anderson Carlos ; TREVISAN, R. . Níveis de cálcio e boro de gemas florais de pereira (Pyrus sp.) no sul do Brasil. Revista Brasileira de Fruticultura , Jaboticabal, SP, v. 28, n.1, p. 28-31, 2006.

  • GONÇALVES, Emerson Dias ; TREVISAN, R. ; COSTA, Tatiane Scilewski da ; ZANATTA, Jocemar Francisco ; PIANA, Clause Fátima de Brum ; SILVA, Jorge Adolfo ; ROMBALDI, César Valmor . Armazenamento refrigerado de caqui Fuyu (Diospyrus kaki) em atmosfera modificada em filme de polietileno. Revista Brasileira de Agrociência , Pelotas, RS, v. 12, n.2, p. 187-190, 2006.

  • Trevisan, Renato ; HERTER, Flávio Gilberto ; COUTINHO, Enilton Fick ; GONÇALVES, Emerson Dias ; Silveira, Carlos Augusto Posser ; Freire, Cláudio José da Silva ; TREVISAN, R. . Uso de poda verde, plásticos refletivos, antitranspirante e potássio na produção de pêssegos. Pesquisa Agropecuária Brasileira , Brasília, v. 41, p. 1485-1490, 2006.

  • TREVISAN, R. ; TREPTOW, Rosa de Oliveira ; GONÇALVES, Emerson Dias ; ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa ; HERTER, Flávio Gilberto . Atributos de qualidade considerados pelo consumidor de Pelotas/RS, na compra de pêssego in natura. Revista Brasileira de Agrociência , v. 12, p. 371-374, 2006.

  • TREVISAN, R. ; TREPTOW, Rosa de Oliveira ; GONÇALVES, Emerson Dias ; ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa ; HERTER, Flávio Gilberto . Influência do manejo fitotécnico na qulaidade sensorial de pêssegos (Prunus persica (L.) Batsch) Cv. Maciel. Revista Brasileira de Agrociência , v. 12, p. 409-414, 2006.

  • TREVISAN, R. ; GONÇALVES, Emerson Dias ; ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa ; HERTER, Flávio Gilberto . Influência de práticas culturais na melhoria da qualidade de pêssegos. Revista Brasileira de Agrociencia (UFPEL) , v. 12, p. 491-494, 2006.

  • ANTUNES, L.E.C. ; TREVISAN, R. ; GONÇALVES, E.D. ; FRANZON, Rodrigo Cezar . Produção extemporânea de amora-preta. Revista Brasileira de Fruticultura , v. 28, p. 430-434, 2006.

  • Trevisan, Renato ; CHAVARRIA, Geraldo ; Herter, Flavio Gilberto ; GONÇALVES, Emerson Dias ; RODRIGUES, Alexandre Couto ; VERÍSSIMO, Valtair ; PEREIRA, Ivan dos Santos ; TREVISAN, R. . Raleio de gemas florais para a redução do abortamento em pereira (Pyrus pyrifolia) na região de Pelotas-RS. Revista Brasileira de Fruticultura , Jaboticabal, SP, v. 27, n.3, p. 504-506, 2005.

  • Trevisan, Renato ; GONÇALVES, Emerson Dias ; COUTINHO, Enilton Fick ; TREVISAN, R. . Qualidade de pêssegos em pomares conduzidos de forma convencional e integrada. Ciência Rural , Santa Maria, RS, v. 34, n.6, p. 1747-1751, 2004.

  • GONÇALVES, Emerson Dias ; Trevisan, Renato ; SILVA, Jorge Adolfo ; Rombaldi, Cesar Valmor ; TREVISAN, R. . Estudo da variabilidade genética e escurecimento epidérmico em caqui 'Fuyu' (Diospyrus kaki) após armazenamento refrigerado. Revista Brasileira de Fruticultura , Jaboticabal, v. 26, n.3, p. 555-557, 2004.

  • TREVISAN, R. ; GONÇALVES, Emerson Dias ; GARDIN, J. P. ; VERÍSSIMO, Valtair ; HERTER, Flávio Gilberto . Teores de açúcares em plantas de pereira (Pyrus serotina REHDER) NAK., cv. Nijisseiki submetidas à desfolha total e poda de gema no final do ciclo de crescimento. Revista Brasileira de Agrociência , Pelotas, v. 9, n.2, p. 117-119, 2003.

  • TREVISAN, R. ; PEREIRA, Ivan dos Santos ; HERTER, Flávio Gilberto . Variação da amplitude térmica do solo em pomar de pessegueiro cultivado com aveia preta (Avena sp.) e em sistema convencional.. Revista Brasileira de Agrociência , Pelotas, RS., v. 8, n.2, p. 123-125, 2002.

  • GARDIN, J. P. ; BACARIN, M. ; TREVISAN, R. ; VERÍSSIMO, Valtair ; HERTER, Flávio Gilberto . Determination of the sugar levels in buds and branches of pears Housui and Nijisseiki, during the phase that precedes flowering, in Pelotas-RS and São Joaquim-SC, Brazil. Acta Horticulturae , Bélgica, v. 1, n.587, p. 363-368, 2002.

  • HERTER, Flávio Gilberto ; CAMELATTO, Darcy ; TREVISAN, R. ; VERÍSSIMO, Valtair ; GARDIN, J. P. . The effects of spur pruning and defoliation in the autumn on the flower bud abortion of pear tree cv. Nijisseiki in Pelotas, RS, Brazil. Acta Horticulturae , Bélgica, v. 1, n.587, p. 369-380, 2002.

  • VERÍSSIMO, Valtair ; GARDIN, J. P. ; HERTER, Flávio Gilberto ; TREVISAN, R. ; SILVA, J. B. . Morphological and physical parameters of flower buds of trees of two japanese pear cultivars grow at three different areas of southern Brazil, and their relationship with flower bud abortion intensity. Acta Horticulturae , Belgium, v. 1, n.587, p. 381-387, 2002.

  • TREVISAN, R. ; MATTOS, Maria Laura Turino ; HERTER, Flávio Gilberto . Atividade microbiana em solo ARGISSOLO VERMELHO-AMARELO DISTRÓFICO TÍPICO coberto com aveia preta (avena sp) no outono, em pomar de pessegueiro. Revista Científica Rural , Bagé, RS, v. 7, n.2, p. 83-89, 2002.

  • TREVISAN, R. ; FARIA, J. L. C. ; FACHINELLO, J. C. ; SILVA, J. G. C. . Raleio químico em pessegueiro (prunus persica ( L). Basth). Revista Científica Rural , Bagé, RS, v. 5, n.1, p. 49-55, 2000.

  • TREVISAN, R. ; SCHWARTZ, E. ; KERSTEN, E. . Capacidade de Enraizamento de Estacas de Ramos de Pessegueiros (Prunus persicab ( L). Bastch) de Diferentes Cultivares. Revista Científica Rural , Bagé, RS, v. 5, n.1, p. 29-33, 2000.

  • RUFATO, L. ; TREVISAN, R. ; GONÇALVES, Emerson Dias ; ROSSI, Andrea de ; BUSO, Lucia Helena ; KERSTEN, E. . Uso de potássio e álcool etílico no preparo de soluções de ácido indolbutírico para o enraizamento de estacas de pessegueiro cv. Br2.. Revista Brasileira de Fruticultura , Jaboticabal, SP, v. 22, n.33, p. 413-415, 2000.

  • RUFATO, L. ; BUSO, Lucia Helena ; TREVISAN, R. ; ROSSI, Andrea de ; GUARDA, Vanderléia da Cássia ; KERSTEN, E. . Influência de gemas floríferas no enraizamento de estacas lenhosas de pessegueiro Br2 tratadas com diferentes concentrações de AIB. Revista Brasileira de Fruticultura , Jaboticabal, SP, v. 22, n.2, p. 297-299, 2000.

  • TREVISAN, R. ; RUFATO, L. ; SCHWARTZ, E. ; GONÇALVES, Emerson Dias . Influência da adubação foliar em pessegueiro em relação ao teor de macro e micro nutrientes. Revista Científica Rural , Bagé, RS, v. 4, n.1, p. 64-69, 1998.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

TREVISAN, R. . Uso de praticas culturais na melhoria da qualidade de pêssegos de dupla finalidade. 2004.

TREVISAN, R. ; BORDIN, R. . Poda Verde em Videira. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

TREVISAN, R. . Melhoria da qualidade de frutos de pessegueiros de dupla finalidade cultivados em clima subtropical Ref. Proc.: 304172/2003-0. 2007. (Relatório de pesquisa).

TREVISAN, R. . Uso de práticas culturais na melhoria da qualidade de pêssegos de dupla finalidade Ref. Proc.: 04/0579-0. 2006. (Relatório de pesquisa).

HERTER, Flávio Gilberto ; WREGE, Marcos S ; RASEIRA, Maria Do Carmo Bassolds ; GONÇALVES, Emerson Dias ; TREVISAN, R. ; VERÍSSIMO, Valtair ; CIDADIM, I. ; LEITE, Gabriel Bernause . II International Workshop: Temperate Fruit Trees Adaptation in Subtropical Areas. 2005. (Editoração/Anais).

RASEIRA, Maria Do Carmo Bassols ; ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa ; TREVISAN, R. ; GONÇALVES, Emerson Dias . Palestras II Simpósio nacional do morango; I Encontro de pequenas frutas e frutas nativas do Mercosul. 2004. (Editoração/Coletânea).

RASEIRA, Maria Do Carmo Bassols ; ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa ; TREVISAN, R. ; GONÇALVES, Emerson Dias . Espécies frutíferas natívas do Sul do Brasil. 2004. (Editoração/Coletânea).

ANTUNES, Luis Eduardo Corrêa ; RASEIRA, Maria Do Carmo Bassols ; GONÇALVES, Emerson Dias ; TREVISAN, R. . Resumos II Simpósio nacional do morango; I Encontro de pequenas frutas e frutas nativas do mercosul. 2004. (Editoração/Coletânea).

TREVISAN, R. . Cultura do pessegueiro. 2004 (Aulas para curso técnico) .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    PRODUÇÃO DE MUDAS E IMPLANTAÇÃO DE ESPÉCIES FLORESTAIS DE FRUTÍFERAS NATIVAS, Descrição: As frutíferas nativas que antes eram usadas para sombra, refúgio de pássaros e embelezamento dos jardins, hoje despertam outros olhares como fonte de alimentos saudáveis, incremento na renda de agricultores familiares e manutenção dos remanescentes de matas. O cultivo destas frutíferas está associado à produção diversificada de outros alimentos presentes nas unidades de produção familiar, bem como, constituir de uma maneira adequada à preservação do meio ambiente e da recuperação de áreas degradadas. Nesse sentido, a qualidade de mudas destas espécies, bem como o desenvolvimento, é determinante para atender a essa demanda e produção diversificada. O trabalho tem por objetivo avaliar a eficiência na produção de mudas, sexuada e assexuadamente, das mais variadas espécies de frutíferas nativas e posteriori, acompanhar o desenvolvimento das mudas produzidas quando levadas a campo. Com isso, espera-se esclarecer e entender a melhor forma de propagação dessas espécies seja por semente ou assexuadamente, bem como, é esperada uma conscientização da necessidade de plantio de espécies nativas para a recuperação de áreas degradadas próximas a nascentes e riachos com base na preservação do meio ambiente e a diversidade das espécies florestais de frutíferas nativas que podem ser utilizadas na alimentação devido as suas características nutricionais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Renato Trevisan - Coordenador / CLAUDIA DAS NEVES COSTA - Integrante / SIS SAMARA RUSCHEL PASQUALI - Integrante / MAURÍCIO VICENTE MOTTA TRATSCH - Integrante / MAURO CIELO RECH - Integrante / PATRICIA SABINO DA SILVA - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Compostagem de resíduos orgânicos e produção de fertilizante, Descrição: O descarte inapropriado de resíduos orgânicos vem a tempos assombrando o setor público, pois o seu descarte inadequado implica em problemas sanitários, com a contaminação do solo, água e ar, além da propagação de insetos, roedores e vetores de doenças. A compostagem é um processo eficiente de tratamento e transformação dos resíduos orgânicos das mais diversas fontes, transformando os resíduos em um material estável, rico em nutrientes e seguro, que pode ser utilizado para adubação de plantas. Os resíduos orgânicos serão encaminhados para o setor de compostagem, onde passaram por esse processo, gerando um composto de qualidade que poderá ser aplicado como fertilizante nas áreas verdes do colégio Politécnico da UFSM. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renato Trevisan - Coordenador / MAURÍCIO VICENTE MOTTA TRATSCH - Integrante / HAZAEL SORANZO DE ALMEIDA - Integrante / VITOR SALBEGO VIDIKIM - Integrante.

  • 2016 - 2017

    PRODUÇÃO DE MUDAS DE Erythrina crista-galli L. ATRAVÉS DE MINIESTACAS, Descrição: A Erythrina crista-galli, pertence à família das Fabaceae. É uma árvore que ocorre em terrenos úmidos, embora tolere também terrenos drenados, o que a permite ser utilizada em paisagismo devido às características ornamentais do caule, das folhas e das flores, bem como o seu uso em áreas degradadas. Mesmo ela frutificando todos os anos, as sementes, além de serem dormentes, são atacadas por brocas, o que diminui a sua germinação. A produção assexuada de mudas de espécies florestais tem ao longo dos anos evoluído, sendo que, a miniestaquia, é uma dessas alternativas positivas, pois resulta no aumento dos índices de enraizamento, vigor radicular e velocidade de enraizamento. Sendo assim, o trabalho será conduzido na casa de vegetação climatizada do Núcleo de Melhoramento e Propagação Vegetativa de Plantas, localizado junto ao Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), com o objetivo de apresentar metodologias para a produção de mudas de Erythrina crista-galli L. por miniestaquia e a partir e propágulos obtidos através de podas nas plantas matrizes nos minijardins, observando os efeitos do tamanho das miniestacas, do uso ou não de regulador de crescimento para o enraizamento e no desenvolvimento das mudas, bem como, verificar o manejo e nutrição das plantas matrizes e o número de coletas de miniestacas após cada poda realizada. Espera-se se obter índices acima de 80% de enraizamento com o uso da técnica de miniestaquia.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Renato Trevisan - Coordenador / MÔNICA BRUCKER KELLING - Integrante / MAURO CIELO RECH - Integrante / GABRIEL DE ARAUJO LOPES - Integrante / RAFAELLA RICHTER ANTUNES - Integrante / DILSON ANTONIO BISOGNIN - Integrante.

  • 2014 - 2015

    CONTROLE ALTERNATIVO DE PODRIDÃO PARDA DO PESSEGUEIRO AVALIADO EM PRÉ E PÓS- COLHEITA - PROBIC/FAPERGS/UFSM, Descrição: A região sul do Brasil é responsável pela maior parte do pêssego (Prunus persica L. Batsch) produzido hoje no país. A produção brasileira de pêssego na safra 2006-2007 atingiu 280.875,84 toneladas, produzidas em uma área de 27.370 hectares, sendo o RS responsável por 53% da produção brasileira. A baixa produtividade brasileira quando comparada a outros países produtores se deve a vários fatores, dentre eles estão às doenças, destacando-se a podridão parda e a ferrugem, responsáveis por danos econômicos consideráveis. A podridão parda, causada pelo fungo Monilinia fructicola (Wint.) Honey, é considerada a principal doença das rosáceas de caroço, tanto na fase pré-colheita como na pós-colheita. No Rio Grande do Sul, a doença já foi responsável por perdas de até 25% dos frutos de pessegueiro destinados à industrialização. Os principais sintomas dessa doença são a queima das flores, cancros e lesões nos ramos e podridões nos frutos. Assim, os prejuízos econômicos da podridão parda podem ocorrer desde a floração, estendendo-se até as fases de pré e pós-colheita dos frutos. Como não há registros de variedades resistentes, as práticas culturais de controle são fundamentais, como a eliminação de fontes de inoculo representadas por ramos doentes e frutos mumificados. O controle químico deve ser feito utilizando um sistema de pulverizações que proteja a planta nas fases críticas da cultura, como o florescimento e a pré-colheita. Devido à necessidade de pulverizar as plantas próximo da colheita há riscos de colher frutos com resíduos dos pesticidas. As características do manejo da cultura e a demanda do mercado consumidor têm direcionado a pesquisa para obtenção de novos e efetivos métodos de controle. Recentemente, são encontradas pesquisas que reportam a utilização de produtos não fungicidas, como os extratos vegetais, o uso de microrganismos antagônicos, produtos como os fosfitos com o efeito de estimular o sistema de auto defesa da planta contra os patógenos. A busca por essas novas alternativas tem ligação com a necessidade de se diminuir o número de aplicações com fungicidas, para se evitar problemas de contaminação ambiental, resíduos nos frutos e o surgimento de resistência dos patógenos aos ingredientes ativos, bem como estabelecer métodos integrados de controle de doenças. Nesse contexto, justifica-se a realização de trabalhos de pesquisa sobre controles alternativos da podridão parda em pessegueiro, bem como a integração de métodos de controle, visando atingir uma maior eficiência e fornecer alternativas ao produtor.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Renato Trevisan - Coordenador / Stela Maris Kulshinsky - Integrante / Daniela Cristina Fontana - Integrante.

  • 2014 - 2015

    COCHONILHA DO TRONCO DA VIDEIRA (Hemiberlesia lataniae): CICLO DE VIDA (BIOLOGIA) NA VARIEDADE NIÁGARA BRANCA, NO TERRITÓRIO DO MÉDIO ALTO URUGUAI, DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL - PIBIC/CNPq/UFSM, Descrição: A fruticultura é uma das alternativas de renda para a agricultura familiar no Rio Grande do Sul e, nos últimos anos, as frutíferas de clima temperado vêm se destacando na região do Médio Alto Uruguai, pois a região apresenta condições favoráveis para o cultivo. Dentre as possibilidades de produção de frutíferas, a cultura da videira vem se destacando por apresentar condições climáticas favoráveis e por antecipação da colheita, se comparada com a região tradicional do RS, na serra. Na região, a viticultura possui uma área 1391,09ha e a variedade Niágara possui uma área plantada de 588,4ha. As propriedades agrícolas caracterizam-se por ser de pequeno e médio porte, outra característica da região é de ocupar as ultimas posições do PIB no estado, e a viticultura foi bastante difundida na região na década de 90 quando aconteceu a diversificação das propriedades rurais, saindo da monocultura que predominava na época, e se tornando uma importante fonte de renda aos pequenos e médios agricultores. Entretanto, determinados problemas característico de cada cultura, vem se observando também na vitivinicultura da região, dentre estes, as pragas da videira. Dentre as pragas que ocorrem na videira, na região, a cochonilha do tronco deve receber um cuidado especial. Esta cochonilha tem sido observada em grande parte destes vinhedos nas regiões produtoras, principalmente com a variedade Niágara, que quando infestada pela praga, tem apresentado redução de produtividade e em casos mais graves até a morte de plantas. Praticamente não existem informações sobre a biologia destas cochonilhas na cultura da videira o que dificulta o estabelecimento de medidas de controle. As cochonilhas infestam de forma agregada os ramos velhos da parreira, localizando-se abaixo do ritidoma. As recomendações de controle atuais não estão tendo eficácia no controle desta praga, e o ciclo de vida deste inseto é pouco estudado, desta forma torna-se difícil a elaboração planejamento de medidas de controle eficazes. O trabalho tem como objetivo descrever o ciclo de vida da praga cochonilha do tronco da videira na região do Médio Alto Uruguai do Rio Grande do Sul. Estudando os instares do inseto, época reprodução, quantidade de insetos que cada fêmea pode produzir, local aonde se fixam, relacionar o desenvolvimento com o clima local, tempo em que o inseto leva para atingir a fase adulta e o tempo que leva para se reproduzir.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Renato Trevisan - Coordenador / Roberto Bordin - Integrante.

  • 2013 - 2015

    Núcleo de Estudo em Agroecologia e Extensão Kaiowá CAFW/UFSM, Descrição: O Brasil vem ao longo da sua história alicerçando sua economia na agricultura, porém esta agricultura encontra nos incentivos desenvolvimentistas protagonizados pela Revolução Verde, fundamentações que se voltam para a sobreposição do homem sobre a natureza, e não o convívio que busca a harmonia entre agricultura e meio ambiente. A agricultura camponesa vem construindo ao logo de séculos estratégias de reprodução familiar e geração de renda, através da conservação e utilização da biodiversidade e da agrobiodiversidade existentes em seu habitat. O melhoramento de sementes tradicionais e locais, criação de animais com características adaptadas ao meio em que vivem, manejo alternativo de doenças e pragas e a propagação e/ou extrativismo de frutas, plantas medicinais e resinas são realizados em arranjos produtivos baseados no conhecimento dos agricultores (as). Com a Revolução Verde essa dinâmica sofreu consideráveis modificações através da mecanização excessiva, utilização de agrotóxicos, utilização de fertilização sintética e plantio de sementes híbridas, práticas implantadas em sistemas de monocultivos, além da seguinte disseminação dos transgênicos ou organismos geneticamente modificados (OGM?s), que configuram-se como técnica que ataca novamente toda a diversidade de sementes tradicionalmente produzida pelos camponeses, através do risco de não perpetuação das sementes tradicionais e/ou contaminação por cruzamento com os OGM?s. Há uma investida muito grande, principalmente sobre os países subdesenvolvidos, da promoção de uma agricultura baseada na associação do latifúndio, na atuação das corporações transnacionais, da mídia e dos incentivos estatais. Dessa maneira há uma eliminação dos instrumentos de resistência dos camponeses como as sementes crioulas e a diversidade de cultivos e sua submissão as grandes transnacionais de insumos agrícolas, como a indústria de agrotóxicos. Alguns exemplos disso são a liberação do uso de sementes transgênicas, a contaminação do. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Renato Trevisan - Integrante / Luis Alberto Cadoná - Coordenador / Arlindo Jesus Prestes de Lima - Integrante / José Eduardo Gubert - Integrante / Oscar Agustín Torres Figueredo - Integrante., Financiador(es): Centro de Educação Superior Norte-RS - Outra.

  • 2013 - 2014

    AVALIAÇÃO DA INCIDÊNCIA DE Monilinia fructicola (Wint.) E MONITORAMENTO DA MOSCA-DAS-FRUTAS, Anastrepha fraterculus (Wied.) e Ceratitis capitata (Diptera:Tephritidae), EM DIFERENTES CULTIVARES DE PESSEGUEIRO [Prunus persica (L.) Batsch], Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renato Trevisan - Coordenador / Alexandre Couto Rodrigues - Integrante / Adriana Desirré Zecca - Integrante / Stela Maris Kulshinsky - Integrante / Vitor Cazarotto Sartori - Integrante / ELITON FICANHA - Integrante.

  • 2013 - 2014

    SELEÇÃO DE ÁRVORES MATRIZES E COLETA DE SEMENTES DE ESPÉCIES NATIVAS FLORESTAIS EM FREDERICO WESTPHALEN, RS, Descrição: EDITAL 036/2013 Segunda Chamada PIBIC/CNPq/UFSM O trabalho tem como objetivo geral selecionar e indicar os indivíduos ideais (árvores matrizes) a se fazer a coleta de sementes visando à produção de mudas arbóreas com diversidade genética. Metas: a) Identificar no mínimo dez plantas matrizes de cada espécie no local e que produzam sementes de alta qualidade; b) Ter a disposição grandes lotes de sementes para atender a demanda de produção de mudas florestais na instituição e região; c) Conscientizar os alunos dos cursos e a comunidade local, da importância da preservação das florestas através de visitas técnicas guiadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Renato Trevisan - Coordenador / Alexandre Couto Rodrigues - Integrante / Adriana Tominho Salomoni - Integrante / Joane Helena Maggiono - Integrante / Jorge Severo Laux - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    PROPAGAÇÃO ASSEXUADA POR ESTACAS E MINIESTACAS DA CORTICEIRA DO BANHADO (Erythrina crista-galli L.) -, Descrição: EDITAL N 037/2013 Segunda Chamada PROBIC/FAPERGS/UFSM OBJETIVO Este trabalho tem como objetivo avaliar a produção de mudas de Erythrina crista-galli por diferentes tipos de estacas, lenhosas, herbáceas e miniestacas, utilizando diferentes doses de AIB e substrato, em diferentes épocas do ano. METAS a) Identificar no mínimo duas formas de propagação eficiente da Erythrina crista-galli; b) Estabelecer a melhor época para a produção de mudas via propagação assexuada da Erythrina crista-galli; c) Estabelecer a melhor dose de AIB para o maior percentual de estacas enraizadas de Erythrina crista-galli;. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Renato Trevisan - Coordenador / Adriana Desirré Zecca - Integrante / ADRIANA TOURINHO SALAMONI - Integrante / Joane Helena Maggiono - Integrante / Dienifer Heckler - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2012 - 2013

    DESENVOLVIMENTO INICIAL DA GUAJUVIRA (Cordia americana) E DA NOGUEIRA-PECAN (Carya illinoensis) IMPOSTAS A UM CONSORCIAMENTO FLORESTAL, Descrição: Plantios florestais consorciados podem ser mais produtivos que plantios simples. No consórcio, as árvores de cada espécie apresentam diferenças no desenvolvimento fenológico, na conformação da copa, no sistema radicular e na exigência nutricional. Nesta situação, as plantas de diferentes espécies podem complementar-se na captação de radiação solar, de água e de nutrientes, resultando numa movimentação diferenciada de nutrientes no solo em comparação com um plantio simples. A Guajuvira (Cordia americana) ocorre de forma natural no norte e nordeste da Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai, sendo que no Brasil sua ocorrência é muito extensa, sendo utilizada na arborização urbana, na recuperação de áreas degradas como espécie pioneira, na construção civil e nas indústrias madeireira e moveleira. A nogueira-pecan (Carya illinoensis Wang. K.) é uma espécie originária do sudeste dos Estados Unidos da América, em uma faixa que vai do sul do estado de Howa e Indiana do Sul até o Texas e o Mississipi. Introduzida no Brasil de forma significativa durantes os anos 70, é hoje uma frutífera de grande valor e alta procura que vem sendo uma boa alternativa de agregação de renda nas pequenas e médias propriedades do Estado. Nesse sentido, nesta primeira fase do trabalho, serão utilizados dois tratamentos: (T1) consistirá no espaçamento de 5,0 m entre linhas e 5,0 m entre plantas, e o outro tratamento (T2), consistirá no espaçamento de 4,0 m entre linhas e 4,0 m entre plantas para o consórcio entre a C. americana e C. illinoensis. Nesta fase do trabalho, serão disponibilizadas as plantas, adubação orgânica e química. As variáveis analisadas serão: altura da planta e o diâmetro do colo e avaliação de pragas e doenças. Ao final do primeiro ano do experimento será aberta uma trincheira para verificar visualmente o desenvolvimento radicular das duas espécies estudadas. Sendo assim, o trabalho tem por objetivo avaliar o desenvolvimento inicial, da C. americana e C. illinoensis submetidos. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Renato Trevisan - Coordenador / ADRIANA TOURINHO SALAMONI - Integrante / JOANE HELENA MAGGIONI - Integrante.

  • 2012 - 2013

    AVALIAÇÃO DE ALGUMAS CARACTERÍSTICAS FENOLÓGICAS E PRODUTIVAS DE DIFERENTES CULTIVARES DE PESSEGEUIRO, EM FREDERICO WESTPHALEN, RS, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Renato Trevisan - Coordenador / Adriana Zecca - Integrante / Paulo Roberto Kuhn - Integrante.

  • 2012 - 2012

    GELEIA DE MANGA COM SUBSTITUIÇÃO DO AÇÚCAR CRISTAL POR AÇÚCAR MASCAVO, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Renato Trevisan - Integrante / Ana Eucares von Laer - Integrante / MAGDA AITA MONEGO - Coordenador / VANESSA PIRES DA ROSA - Integrante / MIRIELE KATIUSCIA DA ROCHA BUENO - Integrante.

  • 2012 - 2012

    II Mostra de Ciências do Colégio Agrícola de Frederico Westphalen, Descrição: O presente projeto objetiva a realização da III Mostra de Ciências do Colégio Agrícola de Frederico Westphalen. A Mostra é um evento anual consolidado que passou a fazer parte do calendário escolar da instituição devido a sua potencialidade pedagógica interdisciplinar e pelo incentivo a iniciação cientitífica dos alunso dos Cursos Técnicos e do Ensino Superior. Na edição de 2011 o evento recebeu um número superior a mil vissitantes entre estudantes da rede municipal e estadual, pais e da comunidade. Por meio deste projeto pretende-se ampliar a participação e a visitação. Os recursos serão utilizados para viabilizar a exposição e apresentação de cem trabalhos de pesquisa de alunos do CAFW e de outras escolas da região. Ao final os resumos dos trabalhos apresentados serão disponibilizados para pesquisa em uma página eletrônica do evento. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renato Trevisan - Integrante / JAIRO JOSE MANFIO - Coordenador / CASSIANA MARQUES DA SILVA - Integrante / SANDRO ALBARELLO - Integrante / MAIRA GIOVENARDI - Integrante / LUCIANE FIGUEIREDO POKULAT - Integrante / CLÁUDIA LETÍCIA DE CASTRO DO AMARAL - Integrante / LEONARDO DA ROCHA BOTEGA - Integrante / MARCIO GIOVANE TRENTIN BISOGNIN - Integrante / CARLOS EDUARDO SCHAEDLER - Integrante / DENISE DE QUADROS - Integrante / AMANDA BACKER - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Fenologia, produção e qualidade dos frutos de cultivares de pessegueiro (Prunus persica l. bastch) em Frederico Westphalen ? RS, Descrição: O Estado do Rio Grande do Sul é o maior produtor de pêssegos do Brasil. Apesar disso, existem dificuldades de adaptação de algumas cultivares as condições de inverno subtropical ocorrentes em algumas regiões, a qual, caracteriza-se por apresentar condições climáticas variáveis, principalmente no que se refere ao acúmulo de frio hibernal. Aliado a isso, algumas regiões apresentam grande oscilação de temperatura, o que implica em problemas na floração e brotação, caracterizando um fenômeno conhecido por erratismo, provável situação na região do médio alto Uruguai, que se caracteriza por temperaturas elevadas no período de inverno. Nesse intuito, o trabalho tem como objetivo avaliar em nove cultivares de pessegueiro, dados fenológicos relacionados à época de floração, diâmetro de tronco, volume de copa, maturação, peso médio dos frutos, produção por planta e produtividade por hectare, no intuito de oferecer subsídios para o estabelecimento de novos plantios com novas cultivares de pessegueiro de baixa exigências de frio na região de Frederico Westphalen, RS. O trabalho será desenvolvido no pomar didático do CAFW-UFSM no período de abril a dezembro de 2011. As variáveis analisadas serão: fenologia, início da brotação, floração, início da maturação, relação gemas floríferas/vegetativas, diâmetro do tronco e volume da copa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Renato Trevisan - Coordenador / Adriana Zecca - Integrante / Lisandra Pinto Della Flora - Integrante / Cesar de Morais Coutinho - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal de Santa Maria - Bolsa.

  • 2011 - 2012

    Avaliação de diferentes métodos de desidratação de frutas, Descrição: A desidratação é um método que garante melhor conservação das frutas, devido à remoção de grande parte da água livre dos vegetais. Além disso, proporciona inúmeras vantagens, como concentração de nutrientes, redução de peso e volume, redução dos custos com embalagens, transporte e armazenamento, entre outras vantagens. A presente pesquisa tem por objetivo avaliar diferentes métodos de desidratação de frutas da época cultivadas no setor de fruticultura do Colégio Agrícola de Frederico Westphalen e frutas comercializadas em Frederico Westphalen ? RS. Além disso, este trabalho visa verificar a aceitabilidade dos consumidores frente aos diferentes processos de desidratação de frutas, bem como estimar a intenção de compra dos mesmos e avaliar a concentração de solução hipertônica mais adequada para imersão e impregnação das frutas, quanto à estabilidade microbiológica. Para atingir esses objetivos serão realizados diferentes tratamentos de desidratação, onde o padrão corresponderá a desidratação de frutas por convecção e os tratamentos testes serão realizados a partir de uma primeira desidratação através de imersão e impregnação em solução hipertônica (de diferentes concentrações), seguida de secagem em estufa com convecção de ar. Após a realização deste trabalho, pretende-se determinar a metodologia mais adequada para elaborar frutas desidratadas, como um produto aceitável e seguro. Estes resultados serão de grande valia para padronizar este processo no setor de Agroindústria Vegetal do Colégio Agrícola de Frederico Westphalen.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Renato Trevisan - Integrante / Ana Eucares von Laer - Coordenador / Magda Aita Monego - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Avaliação da aceitabilidade de iogurt de beterraba, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Renato Trevisan - Coordenador / Magda Aita Monego - Integrante / Ana Eucares Vonn Laer - Integrante.

  • 2010 - 2012

    Tecnologias para produção de frutas de caroço, Descrição: O projeto será desenvolvido através de ações de cooperação entre as entidades participantes, através de seus pesquisadores e extensionistas, numa ação conjunta e participativa. As unidades da Embrapa (Clima Temperado e Uva e Vinho) possuem estrutura física e de pessoal para execução das principais atividades descritas nesta proposta. As Ufs e a OEPAs complementarão as atividades em que as unidades da Embrapa não possuem competência ou estrutura para realização da atividade, ou que estejam fisicamente distante das zonas de produção de frutas de caroço. No plano de ação 1 (PA1) serão realizadas atividades vinculadas a gestão do projeto, e através de reunião de equipe se fará a organização dos resultados obtidos e das eventuais dificuldades na execução da proposta, para tomada de decisão quanto as soluções para superação de possíveis obstáculos, que por ventura se anunciem. Assim como articular, junto ao PA8, ações que possam levar às informações geradas na proposta, a seu tempo, ao setor produtivo. A execução do PA2 será de fundamental importância estratégica, pois a partir deste a maior parte das informações de manejo das culturas serão geradas e serão base para as investigações planejadas nas atividades que compõem os PAs 3, 4 e 5. O PA4 fará a identificação e caracterização das principais pragas que podem interferir economicamente no sistema, assim como identificação da entomofauna benéfica à produção. Da mesma forma as atividades planejadas no PA2, PA3 e PA5 fornecerão produtos que serão caracterizados no PA6 e PA7, e de forma conjunta com o PA8 levadas ao conhecimento da cadeia produtiva de frutas de caroço. As atividades de validação serão realizadas através do PA 8, o qual será encarregado da transferência das tecnologias geradas a partir dos planos de ação e atividades desenvolvidos nesta proposta. Os produtores envolvidos com atividades do projeto, terão diretamente contato com os resultados gerados. Os demais clientes participarão de dias de campo e reuniõ. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renato Trevisan - Integrante / João Peterson Gardin - Integrante / José Carlos Fachinello - Integrante / Emerson Dias Gonçalves - Integrante / Maria Laura Turino Mattos - Integrante / Rufino Fernando Flores Cantillano - Integrante / Luis Eduardo Corrêa Antunes - Coordenador / Bernardo Ueno - Integrante / Carlos Reisser Júnior - Integrante / Ana Cristina Krolow - Integrante / Márcia Vizzotto - Integrante / Newton Alex Mayer - Integrante / João C. M. Madail - Integrante / Gilmar A.B. Marodin - Integrante / Amércio Wagner Júnior - Integrante.

  • 2008 - 2012

    Tecnologias de produção de pequenas frutas para as condições edafoclimáticas do sul do Rio Grande do Sul, Descrição: Projeto CNPq 470671/2007-6 Resumo: A introdução de novas espécies e cultivares à fruticultura se faz de suma importância em vista das constantes demandas do mercado consumidor por frutas exóticas e de qualidade. Poucos trabalhos de melhoramento genético estão sendo realizados em pequenas frutas (mirtilo, amora-preta e morango, entre outras), no Brasil. O único programa, em atividade, é liderado pela Embrapa Clima Temperado (Dra. Maria do Carmo Bassols Raseira é a líder), onde desde junho de 2002 nos inserimos na equipe de pesquisa. Nosso trabalho fitotécnico dá suporte ao programa, onde procuraremos avaliar aspectos produtivos, propagativos e melhores formas de condução das plantas, visando subsidiar as tomadas de decisão deste programa e gerar informações para o sistema produtivo. No caso do morangueiro não há no Brasil equipes consolidadas na pesquisa. A Embrapa Clima Temperado, que já possuiu programa de melhoramento entre 1980 e 2000, está retomando as pesquisa com esta rosácea. Desde dezembro de 2004, lideramos o projeto de Implementação da Produção Integrada de Morango no Rio Grande do Sul e Sul de Minas (CNPq 480012040), cujo objetivo fim é disponibilizar informações para produção de um produto de qualidade, com rentabilidade econômica e respeitando o ambiente, a saúde do produtor e disponibilizando um produto de qualidade aos consumidores (no qual me incluo), para que possam adquirir uma fruta sem resíduos químicos e biológicos, e de adequada manipulação na pré e pós-colheita. Pudemos identificar uma série de lacunas na pesquisa durante este período. Em nossa área de atuação (manejo fitotécnico) identificamos a ausência de variedades adaptadas e validadas nos diferentes sistemas de produção, hoje adotados; a inexistência de recomendações de adubação atualizadas, uma vez que as recomendações Estaduais foram baseadas em trabalhos produzidos no exterior ou em resultados desenvolvidos no Brasil a pelo menos 2 décadas atrás, com variedades com potencial de produ. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Renato Trevisan - Integrante / Flávio Gilberto Herter - Integrante / Ivan dos Santos Pereira - Integrante / Maria do Carmo Bassols Raseira - Integrante / Nara Cristina Ristow - Integrante / Luis Eduardo Corrêa Antunes - Coordenador / Carlos Reisser Júnior - Integrante / José Francisco Martins Pereira - Integrante / Silvia Carpenedo - Integrante / Gisely Corrêa - Integrante / Juçara Ferri - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2008

    Avaliação agronômica de cultivares e seleções avançadas de mirtilo e amora-preta nas condições do Sul do Rio Grande do Sul (CNPq- 471914/2004-5, Descrição: Projeto aprovadopelo CNPq, Edital Universal (471914/2004-5) . O valor aprovado foi de R$ 24.000,00 mil reais, para dois anos de execução do projeto. Objetivos: Identificar entre as cultivares e seleções de amora-preta e mirtilo aquela(s) que melhor se adapta(m) as condições edafoclimáticas do Sul do Rio Grande do Sul; Caracterizar as cultivares e seleções desenvolvidas na Embrapa Clima Temperado quanto ao seu crescimento, fenologia, produção, propagação, qualidade dos frutos e sistemas de condução mais adequados; Indicar potenciais genótipos de amora-preta e mirtilo para as condições de clima temperado do Sul do Brasil.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Renato Trevisan - Integrante / Flávio Gilberto Herter - Integrante / Emerson Dias Gonçalves - Integrante / Maria do Carmo Bassols Raseira - Integrante / Marcos S Wrege - Integrante / Luis Eduardo Corrêa Antunes - Coordenador / Claudio Jose da Silva Freire - Integrante / Bernardo Ueno - Integrante / Carlos Reisser Júnior - Integrante / Luis Suita de Castro - Integrante / José Francisco Martins Pereira - Integrante / Bonifasio Nakasu - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2007

    Avaliação de seleções e variedades de uvas sem sementes na região de Pelotas (Embrapa Macro Programa 3), Descrição: A produção brasileira de uvas de mesas tem evoluído significativamente nos últimos anos, embora ainda não seja suficiente para atender o mercado interno e gerar excedentes exportáveis em volume e qualidade compatíveis com o potencial de exploração existente. O interesse por uvas sem sementes, no mercado nacional e internacional, tem representado uma nova alternativa para a cadeia de frutas desta espécie. A metade Sul do Rio Grande do Sul, mais especificamente a região da Campanha vêem se consolidando na produção de uvas viniferas para produção de vinhos de qualidade. Na Serra do Sudeste, a família Owatari, a 30 anos, cultiva espécies frutíferas no município de Canguçu-RS, tendo no cultivo da uva 'Itália' seu principal produto. Em 2001 foi iniciado projeto de observação, com o plantio de porta enxertos de videira na área do produtor, sendo que em 2003 foram enxertada seleções avançadas do programa de melhoramento genético de videiras da Embrapa Uva e Vinho. Os objetivos principais deste projeto são de adequar tecnologias à produção de uvas apirênicas, verificar a influência de diferentes porta-enxertos às variedades apirênicas, instalar duas novas áreas de observação na região em estudo e indicar melhores zonas de produção de uva de mesa na Região Sul do Rio Grande do Sul. As atividades previstas para serem desenvolvidas, no sentido de atenderem os objetivos do projeto, contemplam ações de zoneamento das cultivares de uva de mesa, introdução e seleção de cultivares sem semente, estudos de relação enxerto/porta-enxerto, suscetibilidade de porta-enxertos a nematóides e instalação de novas áreas de observação. As atividades relacionadas as pesquisas de campo serão desenvolvidas junto a um produtor no Município de Canguçu, em parreiral enxertado em 2003. Duas novas áreas serão implantadas, uma em Pelotas e outras em Piratini (RS). As demais atividades serão realizadas nas dependências da Embrapa Clima Temperado. Espera-se com os resultados obtidos contribuir para o des. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Renato Trevisan - Integrante / Emerson Dias Gonçalves - Integrante / Luis Eduardo Corrêa Antunes - Coordenador / Claudio Jose da Silva Freire - Integrante / Bernardo Ueno - Integrante / Carlos Reisser Júnior - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2006

    Contribuição à inserção de pequenas frutas no Sistema Produtivo da região Sul do Rio Grande do Sul (FAPERGS 04/0668.7), Descrição: Objetivo Geral Disponibilizar tecnologias de cultivo de amora-preta e mirtilo, visando à diversificação da propriedade agrícola e o desenvolvimento da fruticultura na região Sul do Rio Grande do Sul. Objetivo Específico Testar cultivares e seleções avançadas de amora-preta adaptadas às condições edafo-climáticas do Sul do Brasil, que produzam frutas de tamanho grande, com bom teor de sólidos solúveis, sabor mais doce e cujas plantas sejam de porte ereto e preferencialmente, sem espinhos; Testar cultivares e seleções de mirtilo com alta produção de frutos, de bom tamanho e qualidade; Caracterizar cultivares e seleções de amora-preta e mirtilo quanto ao seu crescimento, fenologia e produção; Realizar a caracterização molecular das variedades e seleções de amora preta e mirtilo utilizando as técnicas de PCR, RAPD e Microssatélites; Identificar entre as cultivares e seleções de amora-preta e mirtilo aquela(s) que melhor se adapta(m) as condições edafo-climáticas de Pelotas e Morro Redondo; Indicar o período mais adequado de armazenamento, sob refrigeração, para frutos das principais variedades e seleções de amora-preta e mirtilo; Caracterizar frutos de amora-preta e mirtilo quanto aos aspectos nutraceuticos; Obter informações que permitam viabilizar a produção comercial de mudas, seja in vitro ou ex vitro de mirtilo e amora-preta, de alta qualidade fitotécnica, sanidade fitossanitária e com identidade genética; Organizar sistemas de indexação de viroses para amora-preta e mirtilo, por meio de testes de diagnose acessíveis aos produtores da Região Sul; Elaborar produtos de qualidade à base de amora-preta, através da adoção de técnicas facilmente exequíveis, como alternativa ao aproveitamento e aumento do valor agregado desta fruta na região sul do Estado.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Renato Trevisan - Integrante / Emerson Dias Gonçalves - Integrante / Maria do Carmo Bassols Raseira - Integrante / Luis Eduardo Corrêa Antunes - Coordenador / Claudio Jose da Silva Freire - Integrante / Bernardo Ueno - Integrante / Carlos Reisser Júnior - Integrante / César Bauer Gomes - Integrante / Luis Suita de Castro - Integrante / Márcia Shuch - Integrante / Sergio Delmar dos Anjos - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2006

    Pesquisa e desenvolvimento em fruteiras de clima temperado no sul do Brasil, Descrição: Diversos trabalhos de pesquisa vem sendo conduzidos pelo grupo, destacando-se o melhoramento genético e os conhecimentos básicos em fisiologia relacionados a adaptação das principais frutíferas de clima temperado às condições do Sul do Brasil. Nesta região os invernos são irregulares o que faz com que a fisiologia de algumas fases do desenvolvimento sejam de dificil entendimento, especialmente a da dormência. No que se refere ao melhoramento, destacando-se as prunóideas e as pequenas frutas (com enfoque no morangueiro e na amora-preta), o objetivo é a criação de cultivares de baixa exigência em frio, resistentes a doenças e com boa produtividade de frutas que apresentem boa aparência, firmeza de polpa e sabor equilibrado. O grupo também realiza pesquisas no sentido de obter um produto limpo, onde o recurso natural tem grande importância e a saúde dos consumidores e dos produtores seja preservada. A pesquisa básica especialmente relacionada a bioquímica e a citogenética tem sido utilizada como ferramenta muito importante nos projetos de pesquisa realizados pelo grupo. Neste sentido, marcadores moleculares e análise de izoenzimas têm contribuído na identificação de material genético, garantindo, assim, a qualidade do mesmo. A integração com outros grupos de pesquisas internacionais é um dos pontos fortes do grupo, dentre eles instituições dos Estados Unidos, da França, do Japão e da Espanha, além dos países do Mercosul e outras instituições brasileiras. Bons resultados têm sido obtidos a partir deste relacionamento. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Renato Trevisan - Integrante / Flávio Gilberto Herter - Integrante / Darcy Camelatto - Integrante / Emerson Dias Gonçalves - Integrante / Idemir Cidadim - Integrante / Maria do Carmo Bassols Raseira - Coordenador / Marcos S Wrege - Integrante / Luis Eduardo Corrêa Antunes - Integrante / Claudio Jose da Silva Freire - Integrante / Bernardo Ueno - Integrante / Carlos Reisser Júnior - Integrante / César Bauer Gomes - Integrante / Luis Suita de Castro - Integrante / Angela Diniz Campos - Integrante / Joel Figueiredo Fortes - Integrante / José Francisco Martins Pereira - Integrante / Roberto Pedroso Oliveira - Integrante / Rosa Lía Brabieri - Integrante.

  • 2004 - 2005

    Uso de práticas culturais na melhoria da qualidade de pêssegos de dupla finalidade (Processo: 04/0579.9), Descrição: Na comercialização de frutas para o consumo in natura, deve-se considerar características de qualidade como: tamanho, sabor, aroma, ausência de resíduos químicos, procedência e aspecto visual das frutas. O Projeto tem como objetivo desenvolver práticas culturais para melhorar a qualidade de frutos de pessegueiro de dupla finalidade produzidos na região sul do Rio Grande do Sul.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Renato Trevisan - Coordenador / Flávio Gilberto Herter - Integrante / Emerson Dias Gonçalves - Integrante / Maria do Carmo Bassols Raseira - Integrante / Rosa de Oliveira Treptow - Integrante / Luis Eduardo Corrêa Antunes - Integrante / Claudio Jose da Silva Freire - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2006

    Melhoria da qualidade de frutos de pessegueiros e dupla finalidade cultivados em clima subtropical (CNPq 304172/03-0), Descrição: Uma das conseqüências marcantes da globalização da economia sobre o mercado de frutas está relacionada à exigência do consumidor em relação aos aspectos qualitativos das frutas, além da avaliação dos impactos ambientais ocorridos durante e posteriormente à fase de produção. Na comercialização de frutas para o consumo in natura, considera-se, características qualitativas como tamanho, sabor, aroma, estado fitossanitário, ausência de resíduos químicos, procedência e aspecto visual da fruta. Muitas destas características são específicas de cada cultivar, porém, algumas delas podem ser melhoradas através do uso de práticas culturais ou técnicas adequadas, executadas na pré-colheita. O projeto de pesquisa teve como objetivo desenvolver práticas de manejo com o intuito de melhorar a qualidade de frutos de pessegueiros e verificar o comportamento do consumidor no momento da compra de pêssegos in natura. Os trabalhos foram desenvolvidos em pomares comerciais na região de Pelotas (RS) nas safras de 2004/2005, 2005/2006 e 2007. Com os resultados obtidos de acordo com os trabalhos desenvolvidos no período de execução do projeto, pode-se concluir que os consumidores de pêssego de um modo geral atribuem o sabor como motivo da compra de pêssegos, preferem frutas com epiderme amarela-avermelhada, de tamanho médio a grande, de polpa amarela com sabor doce a doce ácido, textura macia a tenra e de regular a muito suculento. O uso de plásticos refletivos, poda verde e suplementações de potássio, podem melhorar a coloração vermelha das frutas em algumas cultivares ou seleções, bem como aumentar o tamanho das frutas e melhorar o teor de açúcares e acidez.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Renato Trevisan - Coordenador / Flávio Gilberto Herter - Integrante / Emerson Dias Gonçalves - Integrante / Maria do Carmo Bassols Raseira - Integrante / Rosa de Oliveira Treptow - Integrante / Enilon Fick Coutinho - Integrante / Luis Eduardo Corrêa Antunes - Integrante / Claudio Jose da Silva Freire - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 9

  • 2003 - 2006

    Avaliação agronômica e qualidade pós-colheita de frutas das cultivares e seleções avançadas de amora-preta e mirtilo nas condições edafo-climáticas da região Sul do Rio Grande do Sul Processo 304168/03-3, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Renato Trevisan - Integrante / Emerson Dias Gonçalves - Coordenador / Maria do Carmo Bassolds Raseira - Integrante / Luis Eduardo Corrêa Antunes - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2010

Primeiro lugar na Mostra de Ciências, Arte e Cultura do CAFW com o Trabalho " Influência do AIB e do substrato no enraizamento de estacas de acerola", CAFW-UFSM.

2010

Terceiro lugar na Mostra de Ciência, Arte e cultura do CAFW, com o trabalho "Método de quebra de dormência em sementes de Flanboyant", CAFW-UFSM.

2010

'Professor Amigo" da turma de formandos do Ensino técnico em Agropecuária, concomitante ao Ensino Médio, CAFW-UFSM.

2009

Paraninfo da Turma de formandos do curso Técncio em Agropécuária, Universidade Federal de Santa Maria, ColégioAgrícola de Frederico Westphalen.

2008

Patrono da turma de formandos do curso Técncio em Agropecuária, Universidade Federal de Santa Maria, Colégio Agrícola de Frederico Westphalen.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Santa Maria, Universidade Federal de Santa Maria. , Av. Roraima, 1000/Prédio 70, Camobi, 97105140 - Santa Maria, RS - Brasil, Telefone: (55) 32209420, Ramal: 264, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2016 - Atual

Universidade Federal de Santa Maria/Politécnico

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor carreira EBTT, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 08/2019

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Politécnico/UFSM, .,Cargo ou função, Presidente da Comissão de Pesquisa - Ordem de serviço n 007/2019.

  • 03/2018

    Outras atividades técnico-científicas , Politécnico/UFSM, Politécnico/UFSM.,Atividade realizada, Responsável pelo Setor de Espécies Nativas e Práticas Ambientais - SENPA - Ordem de serviço n 003/2018.

2008 - 2016

Universidade Federal de Santa Maria/Colégio Agrícola de Frderico Westphalen

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor carreira EBTT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 12/2014

    Outras atividades técnico-científicas , Universidade Federal de Santa Maria, Universidade Federal de Santa Maria.,Atividade realizada, Comitê de Iniciação Científica; Inovação Tecnológica e Desenvolvimento e do Programa de Iniciaç~çaio Científica do HSM, período 2014/2015. Portaria N. 74.023 sw 22 de dezembro de 2014.

  • 04/2014

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Cargo ou função, Comissão para acompanhar o Estágio Probatório da servidora Kátia Zardo - SIAPE 2697894, docente EBTT. Portaria n 030/2014.

  • 10/2013

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Cargo ou função, Membro do Colegiado do Curso Técnico em Agropecuária Subsequente. Portaria n 056/2013.

  • 01/2013

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Cargo ou função, Comissão de estudo para elaboração da nova proposta do Projeto Político Pedagógico do Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio. Portaria n 011/2013..

  • 05/2011

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Cargo ou função, Membro do Colegiado do Departamento de Graduação, Pós-graduação e pesquisa.

  • 09/2014 - 11/2014

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Cargo ou função, Comissão responsável pela elaboração do Plano Político-Pedagógico do Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio. Portaria n 067/2014.

  • 09/2014 - 11/2014

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Cargo ou função, Comissão para elaboração do Plano Pedagógico do Curso Técnico em Agropecuária ao Ensino Médio, de acordo com as normativas/diretrizes da Reitoria do Instituto Federal Farroupilha -IFF.

  • 03/2011 - 11/2013

    Pesquisa e desenvolvimento , Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Linhas de pesquisa

  • 09/2013 - 10/2013

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Cargo ou função, Comissão de apoio e suporte ao andamento e realizações dos concursos públicos para docentes do CAFW/UFSM. Portaria n 046/2013.

  • 10/2011 - 10/2013

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Cargo ou função, Membro e Presidente do Colegiado do Curso Técncio em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio.

  • 05/2008 - 10/2013

    Direção e administração, Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Cargo ou função, Coordenador do Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio.

  • 05/2008 - 10/2013

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Cargo ou função, Membro do Conselho Diretor da instituição.

  • 08/2011 - 08/2013

    Direção e administração, Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Cargo ou função, Membro nato do Colegiado do Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio.

  • 12/2012 - 04/2013

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Cargo ou função, Comissão para elaboração da nova proposta do Projeto Político Pedagógico do Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio. Portaria n 011/2013.

  • 03/2011 - 03/2013

    Direção e administração, Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Cargo ou função, Coordenador de Pesquisa. Portaria n 13/2011.

  • 07/2011 - 12/2011

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegio Agrícola de Frederico Westphalen CAFW-UFSM, .,Cargo ou função, Comissão para implantação da Modaliadde de Ensino a Distância (EAD) no Colégio Agrícola de Frederico Westphalen.

2007 - 2008

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Vínculo: Especialista visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40

Outras informações:
Especialista visitante

2003 - 2006

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Vínculo: Bolsista recém-doutor-CNPq, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40

Outras informações:
Pesquisador Bolsista Recém-doutro, Bolsista CNPq

Atividades

  • 12/2004

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Pesquisa Agropecuária de Clima Temperado, Pelotas.,Linhas de pesquisa

1994 - 1995

ERNESTO PIAZZA E FILHOS LTDA

Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Engenheiro Agrônomo, Carga horária: 40

Atividades

  • 09/1994 - 05/1995

    Serviços técnicos especializados , Empresa Privada, .,Serviço realizado, Engenheiro Agrônomo.

1996 - 1996

Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Recenseador populacional e agropecuário, Carga horária: 30

Atividades

  • 08/1996 - 10/1996

    Serviços técnicos especializados , Recenseador Populacional e Agropecuário, Paraí Rs.,Serviço realizado, Recenseador populacional e agropecuário.

1995 - 1995

Insumos Agrícolas

Vínculo: Agrônomo, Enquadramento Funcional: Engenheiro Agrônomo, Carga horária: 40

Atividades

  • 06/1995 - 11/1995

    Serviços técnicos especializados , Empresa Privada, .,Serviço realizado, Engenheiro Agrônomo.

1992 - 1993

Universidade Federal de Pelotas

Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Bolsista - PIBIC/CNPq/UFPel, Carga horária: 8

Outras informações:
Projeto desenvolvido na "Produção de olerícolas e estufas plásticas na região de Pelotas".

Atividades

  • 08/1992 - 07/1993

    Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel.,Atividade realizada, Bolsista do PIBIC/CNPq/UFPel.