Juliana Silva Santos

Doutora em Educação e Linguagem pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Mestre em Linguística do Texto e do Discurso/Análise do Discurso pela Faculdade de Letras e graduada em Letras (licenciatura em Português - 2011 e Inglês - 2013) pela mesma instituição. Tem experiência no ensino de língua portuguesa, língua inglesa, revisão em língua portuguesa e em pesquisas do campo dos letramentos, análise do discurso e relações étnico-raciais. Já ministrou disciplinas na graduação e na extensão do curso de Letras da UFMG na área de linguística do texto e do discurso (Introdução aos estudos da linguagem, Análise do Discurso, argumentação). Atualmente, é professora de língua portuguesa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais - IFMG. Estuda principalmente os seguintes temas: letramentos, letramentos acadêmicos, ações afirmativas, cotas raciais, educação para as relações étnico-raciais, Análise do Discurso.

Informações coletadas do Lattes em 03/05/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Educação: Conhecimento e inclusão social, da F

2017 - 2021

Universidade Federal de Minas Gerais
Título: SENTIDOS DE SER E FAZER A UNIVERSIDADE: trajetórias de grupos de militância negra para o pertencimento e a transformação dos letramentos na academia
Maria Lúcia Castanheira. Coorientador: Ana Lúcia Silva Souza. Palavras-chave: letramentos; universidade; relações étnico-raciais; agência; identidades; práticas transformadoras.Grande área: Ciências Humanas

Mestrado em Estudos Lingüísticos

2014 - 2016

Universidade Federal de Minas Gerais
Título: AS COTAS RACIAIS EM UMA PUBLICAÇÃO JORNALÍSTICA UNIVERSITÁRIA:imagens das relações raciais brasileiras,Ano de Obtenção: 2016
Helcira Maria Rodrigues de Lima.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Graduação em Letras - Inglês

2012 - 2013

Universidade Federal de Minas Gerais

Graduação em Letras - Português

2007 - 2011

Universidade Federal de Minas Gerais
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Formação complementar

2010 - 2010

O sujeito do discurso - Patrick Charaudeau.. (Carga horária: 15h). , Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.

2010 - 2010

Problemáticas emergentes da AD-Dominique Mainguene. (Carga horária: 15h). , Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.

2009 - 2009

Narrativas Breves - e outras nem tanto. (Carga horária: 58h). , Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.

2007 - 2007

Extensão universitária em Introdução à Psicoterapia Ericksoniana. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.

2007 - 2007

Para além do pensamento abissal - Boaventura de Sousa Santos. , Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Letramentos.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Letramentos acadêmicos.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Letras.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Tópicos Específicos de Educação.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Análise do Discurso.

Organização de eventos

SANTOS, J. S. . XI Congresso Brasileiro de Pesquisadores/as Negros/as ? XI COPENE. 2020. (Congresso).

CASTANHEIRA, M. L. ; CARVALHO, G. T. ; MATTOS, A. M. A. ; GONCALVES, A. B. ; BLOOME, D. ; MARIZ, L. ; ROCHA, T. C. ; SANTOS, J. S. . VII Colóquio Internacional sobre Letramento e Cultura Escrita. 2019. (Congresso).

SANTOS, J. S. . 1ª Semana de arte e cultura do IFMG/Ibrirté. 2019. .

SANTOS, J. S. . 12ª Semana Afro do IFMG Ouro Preto. 2018. (Outro).

SANTOS, J. S. . II Congresso de Pesquisadores(as) Negros(as) da Região Sudeste. 2018. (Congresso).

Participação em eventos

II SEMINÁRIO DE PESQUISAS DA LINHA EDUCAÇÃO E LINGUAGEM.OS LETRAMENTOS ACADÊMICOS NO CONTEXTO DE GRUPOS DE MILITÂNCIA NEGRA DA UFMG: AGÊNCIA, IDENTIDADE E (RE)CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS. 2019. (Seminário).

II Congresso de Pesquisadores(as) Negros(as) da Região Sudeste. O discurso favorável às cotas raciais em artigos de opinião online de circulação universitária. 2018. (Congresso).

II Congresso de Pesquisadores(as) Negros(as) da Região Sudeste.SUBJETIVIDADE NAS POLÍTICAS PÚBLICAS. POR QUE ISSO AGORA. 2018. (Outra).

VI Encontro do PROGRAMA DIÁLOGOS. 2018. (Encontro).

X Copene. Os Letramentos acadêmicos no contexto das políticas de ações afirmativas para universidades brasileiras: práticas discursivas e (re)construção de identidades. 2018. (Congresso).

VI Colóquio Internacional Sobre Letramento e Cultura Escrita. O LETRAMENTO ACADÊMICO NO CONTEXTO DAS POLÍTICAS DE AÇÕES AFIRMATIVAS PARA AS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS. 2017. (Congresso).

IV Simpósio Internacional sobre Análise do Discurso.Os embates discursivos sobre as relações raciais brasileiras a partir dos argumentos sobre a política de cotas. 2016. (Simpósio).

III Congresso Brasileiro de Retórica. A argumentação na opinião: o discurso sobre o recorte racial das políticas de ações afirmativas na UFMG. 2014. (Congresso).

II SEDiAr: Seminário de Estudos sobre Discurso e Argumentaçãoçã.A ARGUMENTAÇÃO EM TORNO DAS POLÍTICAS DE AÇÕES AFIRMATIVAS DE RECORTE RACIAL NO MOMENTO PRÉ-COTAS: UM OLHAR DA ANÁLISE ARGUMENTATIVA. 2014. (Seminário).

II Simpósio de Língua Portuguesa e Literatura: interseções.Representações da mulher negra em LDs de Português. 2014. (Simpósio).

I Seminário Nacional Afirmação das Diversidades: Relações Étnico-Raciais, Gênero e Inclusão de PNEs.HOMEM DE DEUS QUANTO À IDADE E À RAÇA: UM OLHAR DA ANÁLISE DO DISCURSO PARA UM ARTIGO RELIGIOSO. 2014. (Seminário).

20 semana de iniciação científica.Alunas negras no espaço escolar: imagens e imaginários. 2011. (Outra).

XIª SEVFALE.Alunas negras no espaço escolar: imagens e imaginários. 2011. (Outra).

Fazendo Gênero 9. A legitimação do silêncio no cotidiano da mulher negra brasileira a partir do filme Bendito Fruto. 2010. (Congresso).

IX SEVFALE.A legitimação do silêncio no cotidiano da mulher negra brasileira a partir do filme Bendito Fruto. 2009. (Outra).

Semana do Conhecimento da UFMG.As representações do feminino no cinema brasileiro contemporâneo sob o olhar da Análise do Discurso. 2009. (Outra).

III Simpósio Internacional Sobre Análise do Discurso. 2008. (Simpósio).

Simpósio Internacional Atividades e Afetos. 2008. (Simpósio).

Participação em bancas

SANTOS, J. S.. Presidente da comissão de heteroidentificação Edital 77 2019. 2019.

SANTOS, J. S.. Comissão de heteroidentficação de autodeclaração de candidatos negros- UFMG. 2019. Universidade Federal de Minas Gerais.

SANTOS, J. S.. Comissão de Avaliação de Cotas Raciais do IFMG - Campus Ouro Preto. 2018. Instituto Federal Minas Gerais.

SANTOS, J. S.. Comitê de Inovação, Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão. 2018. Instituto Federal Minas Gerais.

SANTOS, J. S.. Comissão de elaboração e acompanhamento da instrução normativa para apoio financeiro à participação de servidores do IFMG em ações de ensino, pesquisa e extensão no exterior. 2018.

SANTOS, J. S.. O ESTILO NACIONAL PORTUGUÊS EM MINAS GERAIS. 2018.

SANTOS, J. S.. CONVERSATION CLUB. 2018. Instituto Federal Minas Gerais.

SANTOS, J. S.. Elaboração de questões para o processo seletivo cursos técnicos concomitantes IFMG/Ibirité. 2018. Instituto Federal Minas Gerais.

Comissão julgadora das bancas

Naire Jane Capistrano

CAPISTRANO, Naire Jane; CAMPELO, Maria Estela Costa Holanda. Diagnóstico dos níveis de conceptualização da escrita de alfabetizandos: um estudo com crianças do Projeto Curumins de Auta de Souza do município de Extremoz/RN. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Marina Celly Martins Ribeiro de Souza

SOUZA, M. C. M. R.; SANTOS, J. S.. Dor versus analgesia no trabalho de parto: revisão de literatura. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix.

Helcira Maria Rodrigues de Lima

LIMA, H. M. R.; Pimenta, Sônia; JESUS, R. E.. As cotas raciais em uma publicação jornalística universitária: imagens das relações raciais brasileiras. 2016. Dissertação (Mestrado em Estudos Lingüísticos) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Mônica das Graças de Azevedo

SILVA, Mônica das Graças Azevedo. DOR VERSUS ANALGESIA NO TRABALHO DE PARTO. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Centro Universitario Metodista Isabela Hendrix.

Kilvia Maria Albuquerque

SANTO, J. S.;ALBUQUERQUE, K. M.. A adesão do hipertenso e diabético ao hiperdia: um cuidado preciso para o enfermeiro. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Em Serviço de Enfermagem em Saúde da Família) - Escola de Saúde Pública do Ceará.

Leandro Duarte Rust

COELHO, M. F.;RUST, L. D.; BROCHADO, C. C.. Donna Tarasia, Regina Portugalie: um reinado construído pela historiografia (Leão/Portugal, século XII). 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

Rodrigo Ednilson de Jesus

JESUS, Rodrigo Ednilson de. As cotas raciais em uma publicação jornalística universitária: imagens das relações raciais brasileiras.. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Estudos Lingüísticos) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Orientou

Athos Simões Lima

Monitoria de Língua Portuguesa; Início: 2019; Orientação de outra natureza; Instituto Federal Minas Gerais; (Orientador);

Ericles Thiago Aguilar Conceição

As políticas de ações afirmativas no ensino médio técnico: continuidade acadêmica e mercado de trabalho; 2018; Iniciação Científica - Instituto Federal Minas Gerais, Diretoria de Inovação, Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão; Orientador: Juliana Silva Santos;

Foi orientado por

Mariângela de Andrade Paraízo

Gêneros textuais: a crônica; 2011; Orientação de outra natureza; (Letras) - Universidade Federal de Minas Gerais; Orientador: Mariângela de Andrade Paraizo;

Ana Zenilce Moreira

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: ESTUDO DE CASO NO RAMO DA CONSTRUÇÃO CIVIL EM FORTALEZA; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Administração de empresas) - Universidade Estadual do Ceará; Orientador: Ana Zenilce Moreira;

Helcira Maria Rodrigues de Lima

As cotas raciais em uma publicação jornalística universitária: imagens das relações raciais brasileiras; 2014; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Estudos Lingüísticos) - Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Helcira Maria Rodrigues de Lima;

Helcira Maria Rodrigues de Lima

Alunas negras no espaço escolar: imagens e imaginários; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Inglês) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Helcira Maria Rodrigues de Lima;

Helcira Maria Rodrigues de Lima

Os silêncios da aluna negra; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Letras) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Helcira Maria Rodrigues de Lima;

Helcira Maria Rodrigues de Lima

A legitimação do silêncio no cotidiano da mulher negra brasileira a partir do filme ?Bendito Fruto?; ; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Letras) - Universidade Federal de Minas Gerais; Orientador: Helcira Maria Rodrigues de Lima;

Evaldo Balbino da Silva

Análise Prática de Estágio - Português I; 2011; Orientação de outra natureza; (Abi - Letras) - Universidade Federal de Minas Gerais; Orientador: Evaldo Balbino da Silva;

Maria Lucia Castanheira

UNIVERSIDADE PÚBLICA E AMPLIAÇÃO DO CONHECIMENTO: práticas discursivas sobre as políticas de ação afirmativa pelo olhar de professores e aluno; Início: 2017; Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Minas Gerais; (Orientador);

Kilvia Maria Albuquerque

A adesão do hipertenso e diabético ao hiperdia: um cuidado preciso para o enfermeiro; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Em Serviço de Enfermagem em Saúde da Família) - Escola de Saúde Pública do Ceará; Orientador: Kílvia Maria Albuquerque;

Produções bibliográficas

  • SILVA SANTOS, JULIANA . Texto em movimento. Anuário de Extensão do IFMG , v. 3, p. 39, 2020.

  • SANTOS, JULIANA SILVA . O discurso sobre as cotas raciais antes da Lei 12.711/2012: letramentos acadêmicos e a ampliação do acesso ao ensino superior no Brasil. Revista Brasileira de Linguística Aplicada , v. 19, p. 1-28, 2019.

  • SILVA SANTOS, JULIANA ; AMARAL DA SILVA, BÁRBARA . Homem de Deus quanto à idade e à raÃa: um olhar da anÃlise do discurso para um artigo de publicaÃÃo religiosa. Revista Entrepalavras , v. 7, p. 281, 2017.

  • SANTOS, J. S. ; SANTOS, J. S. . ?IDEOLOGIA NA CARTILHA?: O PAPEL DAS EMOÇÕES EM UM TEXTO JORNALÍSTICO DA REVISTA VEJA. Interfacis , v. 2, p. 53-66, 2016.

  • SANTOS, J. S. . O discurso favorável sobre as cotas raciais em artigos de opinião de circulação universitária. Palimpsesto (Rio de Janeiro. Online) , v. 15, p. 592-609, 2016.

  • SANTOS, J. S. . Voz e imagem:uma análise da presença da mulher negra em livros didáticos de língua Portuguesa. Revista Versalete , v. 2, p. 94, 2014.

  • SANTOS, J. S. . REPRESENTAÇÕES DA MULHER NEGRA EM LIVROS DIDÁTICOS DE PORTUGUÊS. CADERNOS CESPUC DE PESQUISA , v. 1, p. 48, 2014.

  • SANTOS, J. S. ; MIRANDA, C. I. D. . O gênero jornalístico e o ensino:reflexões sobre reportagem na mídia impressa e no livro didático. Ao Pé da Letra (UFPE. Impresso) , v. 12.2, p. 1/2, 2011.

  • SANTOS, J. S. . A legitimação do silêncio no cotidiano da mulher negra brasileira a partir do filme Bendito Fruto. Revista ReveLe , v. 2, p. 01, 2011.

  • SANTOS, J. S. ; COLEN, N. S. (Org.) ; JESUS, R. E. (Org.) . Duas décadas de políticas afirmativas na UFMG: debates, implementação e acompanhamento. 1. ed. Rio de Janeiro: UERJ, 2019. v. 9. 142p .

  • SANTOS, J. S. ; COLEN, N. ; JESUS, R. E. . A adoção de ações afirmativas de recorte racial para universidades brasileiras: uma arena de embates discursivos. In: Juliana Silva Santos; Natália Silva Colen; Rodrigo Ednilson de Jesus. (Org.). Duas décadas de políticas afirmativas na UFMG: debates, implementação e acompanhamento. 1ed.Rio de Janeiro: UERJ, 2019, v. 9, p. 59-.

  • SANTOS, J. S. ; SANTOS, G. A. . relações étnico-raciais na literatura brasileira: breves pontamentos. In: Ana Amélia de Paula Laborne; Camila Danielle Dias; Francisco André Silva Mar!ns. (Org.). Desafios e potencialidades na implementação da Lei 10.639/03: formação docente, currículo e cotidiano escolar. 1ed.: , 2017, v. , p. 81-.

  • SANTOS, J. S. . Marias a partir de Maria: representações da mulher negra em Bendito Fruto. In: Helcira Lima. (Org.). Representações do Feminino no Cinema Brasileiro. 1ed.Belo Horizonte: Viva Voz, 2013, v. 1, p. 1-140.

  • SANTOS, J. S. . REPRESENTAÇÃO - A naturalização do racismo. Jornal O Tempo, Belo Horizonte, 08 dez. 2010.

  • SANTOS, J. S. . Artigo premiado discute racismo à brasileira. Boletim UFMG, 02 dez. 2010.

  • SANTOS, J. S. . Os embates discursivos sobre as relações raciais brasileiras a partir dos argumentos sobre a política de cotas. In: IV Simpósio Internacional sobre Análise do Discurso: Discursos e Desigualdades Sociais, 2016, Belo Horizonte. Anais do IV SIAD: Discursos e desigualdades sociais, 2016. p. 1-16.

  • SANTOS, J. S. . REPRESENTAÇÕES DA MULHER NEGRA EM LDS DE PORTUGUÊS. In: II Simpósio de Língua Portuguesa e Literatura: interseções, 2014, Belo Horizonte. Anais Cespuc, 2014.

  • SANTOS, J. S. . : A argumentação na opinião: o discurso sobre o recorte racial das políticas de Ações Afirmativas na UFMG. In: III Congresso Brasileiro de Retórica, 2014, São Paulo. Anais III congresso brasileiro de retórica, 2014.

  • SANTOS, J. S. ; SILVA, B. A. . Homem de Deus quanto à idade e à raça: um olhar da Análise do Discurso para um artigo relegioso. In: 1 Seminário Nacional Afirmação das diversidades, 2015, Belo Horizonte. 1 Seminário Nacional Afirmação das Diversidades - CEFET-MG, 2015.

  • SANTOS, J. S. ; CASTANHEIRA, M. L. ; SOUZA, A. L. S. . Caderno de resumos XI COPENE - Negras escrevivências, interseccionalidades e engenhosidades:. In: XI Congresso Brasileiro de Pesquisadores/as Negros/as ? XI COPENE, 2020, Curitiba. Caderno de resumos XI COPENE - Negras escrevivências, interseccionalidades e engenhosidades, 2020.

  • SANTOS, J. S. ; SILVA SANTOS, JULIANA . OS LETRAMENTOS ACADÊMICOS NO CONTEXTO DE GRUPOS DE MILITÂNCIA NEGRA DA UFMG: AGÊNCIA, IDENTIDADE E (RE)CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS. In: II SEMINÁRIO DE PESQUISAS DA LINHA EDUCAÇÃO E LINGUAGEM, 2019, Belo Horizonte. II Seminário de Pesquisas da Linha Educação e Linguagem: caderno de resumos, 2019.

  • SANTOS, J. S. . A ARGUMENTAÇÃO EM TORNO DAS POLÍTICAS DE AÇÕES AFIRMATIVAS DE RECORTE RACIAL NO MOMENTO PRÉ-COTAS: UM OLHAR DA ANÁLISE ARGUMENTATIVA. In: II Seminário de Estudos sobre Discurso e Argumentação, 2014, Belo Horizonte. Anais II Seminário de Estudos sobre Discurso e Argumentação, 2014.

  • SANTOS, J. S. . A legitmação do silêncio no cotidiano da mulher negra brasileira a partir do Filme Bendito Fruto. In: Fazendo Gênero 9, 2009, Florianópolis. Anais Eletrônicos, 2009.

  • SANTOS, J. S. . breve histórico sobre relações raciais no Brasil: do discurso cientificista às opiniões sobre as cotas raciais. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SANTOS, J. S. ; PIRAGIBE, F. G. . Racismo à brasileira e o sistema de cotas raciais. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SANTOS, J. S. . Os embates discursivos sobre as relações raciais brasileiras a partir dos argumentos sobre a política de cotas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • SANTOS, J. S. . Raça e discurso. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SANTOS, J. S. . Embates discursivos em torno das cotas raciais. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SANTOS, J. S. . Marias a partir de maria: a mulher negra no cinema brasileiro. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SANTOS, J. S. . os operadores argumentativos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SANTOS, J. S. . Representações da mulher negra em LDs de Português. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SANTOS, J. S. ; SILVA, B. A. . HOMEM DE DEUS QUANTO À IDADE E À RAÇA: UM OLHAR DA ANÁLISE DO DISCURSO PARA UM ARTIGO RELIGIOSO. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • SANTOS, J. S. . A ARGUMENTAÇÃO EM TORNO DAS POLÍTICAS DE AÇÕES AFIRMATIVAS DE RECORTE RACIAL NO MOMENTO PRÉ-COTAS: UM OLHAR DA ANÁLISE ARGUMENTATIVA. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • SANTOS, J. S. . A argumentação na opinião: o discurso sobre o recorte racial das políticas de ações afirmativas na UFMG. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SANTOS, J. S. . Alunas negras no espaço escolar: imagens e imaginários. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SANTOS, J. S. . Voz e imagem: uma análise da presença da mulher negra em livros didáticos de Língua Portuguesa. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SANTOS, J. S. . A legitimação do silêncio no cotidiano da mulher negra brasileira a partir do filme Bendito Fruto. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SANTOS, J. S. . A legitimação do silêncio da mulher negra brsileira a partir de Bendito Fruto. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • SANTOS, J. S. . As representações do feminino no cinema brasileiro contemporâneo sob o olhar da Análise do Discurso. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SANTOS, J. S. ; COLEN, N. ; JESUS, R. E. . Duas décadas de políticas afirmativas na UFMG: debates, implementação e acompanhamento, 2019. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

  • SANTOS, J. S. . A legitimação do silêncio no cotidiano da mulher negra brasileira a partir do filme Bendito Fruto. Brasíla 2010 (Capítulo de livro).

Outras produções

SANTOS, J. S. . Comissão Científica do XI Congresso Brasileiro de Pesquisadores/as Negros/as ? XI COPENE. 2020.

SANTOS, J. S. . Programa Opinião Minas. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

SANTOS, J. S. . Tutoria do curso Ressignificando a doença falciforme: a diversidade no contexto escolar. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

SILVA SANTOS, JULIANA ; ALVES, A. N. R. ; Lopes, Michele Alves da Silva ; MACEDO, C. S. C. ; FAUSTINO, M. D. ; AZEVEDO, R. H. C. . Ressignificando a Doença Falciforme: A diversidade no contexto escolar. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - material didático).

SILVA SANTOS, JULIANA ; ALVES, A. N. R. ; Lopes, Michele Alves da Silva ; FAUSTINO, M. D. ; SOARES, C. C. ; AZEVEDO, R. H. C. . Saber para Cuidar: Doença Falciforme na Escola - O descortinar de uma herança. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - material didático).

SANTOS, J. S. . Saber para Cuidar: Doença Falciforme na Escola - O descortinar de uma herança. 2016. (material de apoio).

SANTOS, J. S. . Aula. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

SANTOS, J. S. . Aula. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

SANTOS, J. S. . Revisão de provas do livro 'As quatro partes do mundo: história de uma mundialização' de Serge Gruzinski. 2014. (revisão de provas).

SANTOS, J. S. . Revisão de provas do livro 'Horizontes Latino-Americanos do lazer' de Christianne L. Gomes e Rodrigo Elizalde. 2012. (revisão de provas).

SANTOS, J. S. . Revisão de provas do livro 'A banalidade da corrupção: uma forma de governar o Brasil' de Céli Regina Jardim Pinto. 2011. (Revisão de provas).

SANTOS, J. S. . Revisão de provas do livro'Conversações de artes e ciência' de Cássio E. Viana Hissa (Org.).. 2011. (Revisão de provas).

SANTOS, J. S. . Revisão de provas do livro 'Crítica e coleção' de Eneida Maria de Souza e Wander Melo Miranda. 2011. (Revisão de provas).

SANTOS, J. S. . Revisão de provas do livro 'O sacramento da linguagem: arqueologia do juramento(homo sacer II,3)' de Giorgio Agamben. 2011. (Revisão de provas).

SANTOS, J. S. . Revisão de provas do livro 'Pós-colonialismo, identidade e mestiçagem cultural: a literatura de Wole Soyinka' de Eliana Lourenço de Lima Reis. 2011. (Revisão de provas).

SANTOS, J. S. . Revisão de provas do livro 'Química na cabeça' de Alfredo Luis Mateus. 2011. (Revisão de provas).

SANTOS, J. S. . Revisão de provas do livro 'Sobre a relação das artes plásticas com a natureza' de F.W.J Schelling. 2011. (revisão de provas).

SANTOS, J. S. . Revisão de provas do livro 'Sobre a tradução' de Paul Ricoer. 2011. (revisão de provas).

SANTOS, J. S. . Revisão de provas do livro 'Sobrevivência dos vaga-lumes' de Georges Didi-Huberman. 2011. (revisão de provas).

SANTOS, J. S. . Revisão de provas do livro 'Didática geral' de Rosliene Horta Tavares. 2011. (revisão de provas).

SANTOS, J. S. . Revisão de provas do livro 'Fundamentos de matemática' de Márcia Maria Fusaro Pinto. 2011. (revisão de provas).

SANTOS, J. S. . Revisão de provas do livro 'Fundamentos de Física I' de Wagner Corradi et al. 2010. (Revisão de provas).

Projetos de pesquisa

  • 2018 - 2019

    As políticas de ações afirmativas no ensino médio técnico, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Juliana Silva Santos - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    As políticas de Ação Afirmativa no Ensino Superior: continuidade acadêmica e mundo do trabalho, Descrição: Ao longo da última década, inúmeras experiências de ações afirmativas têm sido colocadas em prática em diferentes instituições de ensino superior no Brasil. Concomitantemente, temos verificado uma crescente produção bibliográfica sobre tais experiências, que nos ajudam a compreender as dimensões concretas da implementação das Ações Afirmativas no Brasil, bem como os impactos pedagógicos, políticos e administrativos que o ingresso de um novo perfil de estudantes tem provocado no interior destas instituições. A presente pesquisa se insere neste contexto e tem como objetivo central avaliar o impacto das ações afirmativas na trajetória acadêmica e profissional de estudantes negros(as) egressos das políticas de reserva de vagas nas seguintes universidades, bem como discutir os principais desdobramentos destas políticas no âmbito acadêmico brasileiro, com ênfase nos aspectos positivos e nas potencialidades de políticas, programas e experiências de Ações Afirmativas. Propõe-se uma reflexão sobre os principais impactos destas políticas nas trajetórias acadêmicas e profissionais de estudantes que tiveram acesso a alguma das diferentes modalidades de Ações Afirmativas no ensino superior.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Juliana Silva Santos - Integrante / Tatiane Consentino Rodrigues - Integrante / Joana Celia dos Passos - Integrante / Rodrigo Ednilson de Jesus - Coordenador / Natália Silva Colen - Integrante / luciana conceição de lima - Integrante / Dyane Brito dos Reis - Integrante / Piedade Videira Lino - Integrante / Wellington Oliveira dos Santos - Integrante / Fernando antônio de Souza Alvarenga - Integrante / Jaqueline de Oliveira e Silva - Integrante / Mariana Marilck Gomes - Integrante / Elane Carneiro de Albuquerque - Integrante.

  • 2017 - Atual

    As políticas de Ação Afirmativa no Ensino Superior: continuidade acadêmica e mundo do trabalho, Descrição: Ao longo da última década, inúmeras experiências de ações afirmativas têm sido colocadas em prática em diferentes instituições de ensino superior no Brasil. Concomitantemente, temos verificado uma crescente produção bibliográfica sobre tais experiências, que nos ajudam a compreender as dimensões concretas da implementação das Ações Afirmativas no Brasil, bem como os impactos pedagógicos, políticos e administrativos que o ingresso de um novo perfil de estudantes tem provocado no interior destas instituições. A presente pesquisa se insere neste contexto e tem como objetivo central avaliar o impacto das ações afirmativas na trajetória acadêmica e profissional de estudantes negros(as) egressos das políticas de reserva de vagas nas seguintes universidades, bem como discutir os principais desdobramentos destas políticas no âmbito acadêmico brasileiro, com ênfase nos aspectos positivos e nas potencialidades de políticas, programas e experiências de Ações Afirmativas. Propõe-se uma reflexão sobre os principais impactos destas políticas nas trajetórias acadêmicas e profissionais de estudantes que tiveram acesso a alguma das diferentes modalidades de Ações Afirmativas no ensino superior.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Juliana Silva Santos - Integrante / Tatiane Consentino Rodrigues - Integrante / Joana Celia dos Passos - Integrante / Rodrigo Ednilson de Jesus - Coordenador / Natália Silva Colen - Integrante / luciana conceição de lima - Integrante / Dyane Brito dos Reis - Integrante / Piedade Videira Lino - Integrante / Wellington Oliveira dos Santos - Integrante / Fernando antônio de Souza Alvarenga - Integrante / Jaqueline de Oliveira e Silva - Integrante / Mariana Marilck Gomes - Integrante / Elane Carneiro de Albuquerque - Integrante.

  • 2013 - 2017

    Ação Afirmativa: ensino, pesquisa e extensão na perspectiva da educação das relações étnico-raciais, Descrição: Descrição: O projeto de pesquisa proposto tem como objetivo realizar uma análise do processo de implementação dos programas de ação afirmativa nas instituições parceiras neste projeto com foco no levantamento e análise das propostas pedagógicas que acompanham o processo de implementação das políticas de ação afirmativa nestas universidades. A análise conjunta e comparativa nas instituições está sendo desenvolvida com o intuito de discutir e investigar se as instituições de ensino superior têm adotado políticas de reestruturação curricular a partir das políticas de ação afirmativa, se estas políticas de acesso têm sido acompanhadas por mudanças curriculares, de pesquisa e extensão. A partir da análise dos procedimentos, dos diferentes projetos políticos educacionais propostos pelas universidades envolvidas, espera-se analisar os diferentes desenhos e seus impactos, possibilitar a troca de experiências e indicar a partir destas análises diretrizes e propostas para que as políticas de ação afirmativa não se limitem a questões relativas ao acesso de estudantes anteriormente excluídos ou com desiguais oportunidades e possibilidades de ingressar nesse nível de ensino, para que essas políticas passem a integrar a cultura universitária, e que possam estar presentes nos diferentes componentes do dia a dia da universidade como indicam todos os documentos normativos da proposta de educação das relações étnico-raciais. O projeto está sendo desenvolvido a partir de um levantamento e análise documental dos desenhos das propostas das instituições envolvidas, análise dos relatórios de acompanhamento das políticas de ação afirmativa nas instituições, entrevistas com os gestores e alunos da graduação das instituições envolvidas: Universidade Federal de São Carlos, Universidade Federal de Minas Gerais, Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e Universidade Federal do Pará.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (4) .. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Juliana Silva Santos - Integrante / Tatiane Consentino Rodrigues - Integrante / Ana Cristina Cruz - Integrante / Valter Silverio - Integrante / Arina Almeida Souza - Integrante / Priscila Martins Medeiros - Integrante / Joana Celia dos Passos - Integrante / Ivan Costa Lima - Integrante / Joseane Silva Dias - Integrante / Yone Maria Gonzaga - Integrante / Natalia Colen - Integrante / Rodrigo Ednilson de Jesus - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Alunas negras no espaço escolar: imagens e imaginários, Descrição: Projeto de pesquisa fruto de uma bolsa de Iniciação Científica recebida em 2011 pelo CNPq, referente ao "6° prêmio construindo a igualdade de gênero". Atividades vinculadas à pesquisa bibliográfica, participação em eventos e produção de textos acadêmicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Juliana Silva Santos - Integrante / Helcira Maria Rodrigues de Lima - Coordenador.

  • 2006 - 2012

    As representações do feminino no cinema brasileiro contemporâneo, Descrição: Descrição: Considerando que o cinema incide sobre a fluidez das identidades e, quando muito não contribui para criá-las, a proposta de pesquisa visa refletir a respeito da construção de imagens do feminino no cinema brasileiro, da denominada fase da ?Retomada?, com destaque para produções voltadas ao século XXI. Isto porque nosso objetivo é propor uma leitura a respeito das imagens que circulam sobre o feminino no cenário brasileiro na atualidade. Evidentemente, não desconsideraremos nas pesquisas a importância das formações sociais e da história, haja vista a necessidade de ser preciso recolocar a questão sob a óptica do papel exercido pelos imaginários sociais nesse processo de representação das mulheres. Nessa perspectiva, visamos, nas trilhas de Michele Perrot e Jean-Jacques Courtine (2008) a uma abordagem que confere destaque ao corpo feminino. ?Não o corpo imóvel com suas propriedades eternas, mas o corpo na história, em confronto com as mudanças do tempo, pois o corpo tem uma história, física, estética, política, ideal e material? (2007:41), da qual buscamos levantar indícios dos lugares destinados às mulheres na sociedade brasileira contemporânea. Partimos do pressuposto de que no corpo encontraremos marcas importantes da herança sócio-cultural reservada às mulheres, bem a construção ou desconstrução de ?identidades? femininas. De acordo com Stuart Hall (2000), no mundo contemporâneo, as identidades tradicionais entraram em colapso, o que modificou as estruturas das sociedades modernas e fragmentou as paisagens culturais de classe, gênero, etnia, raça, nacionalidade, entre outros. Essas mudanças abalaram também as identidades pessoais, a idéia que temos de nós próprios como sujeitos integrados. Essa perda de um ?sentido em si? estável é chamada de deslocamento ou descentração do sujeito, tanto de seu lugar no mundo social e cultural quanto de si mesmos, o que constitui uma crise de identidade. A questão da identidade se esboça, assim, em filigrana. São subjetividades entrelaçadas, pois a maneira como os indivíduos estruturam subjetivamente sua identidade é o que vem ocupar um lugar estratégico. Não há como falar em uma identidade feminina no cinema brasileiro, mas em identidades em processo de construção e de desconstrução. As personagens nos mostram outras vias de leitura sobre o feminino, pois colocam em xeque os lugares pré-determinados para homens e mulheres em nossa sociedade. É exatamente essa identidade em processo que nos interessa para uma leitura acerca das representações sobre o feminino. Assim, partimos do pressuposto de que, nesse espaço discursivo, as relações de poder, ditadas pelas diversas instâncias enunciativas, pelas crenças, pelos costumes, pelos imaginários sócio-discursivos, determinam como se dá esse processo de construção de imagens. Nessa abordagem, faremos uso das contribuições de autores que nos permitirão uma mirada na história das mulheres e do corpo feminino, como Perrot, Courtine e Foucault, além das contribuições advindas do terreno da Análise do Discurso, como Patrick Charaudeau, Ruth Amossy e outros. O projeto revela-se importante para a capacitação dos jovens pesquisadores porque permitirá o acesso a diferentes manifestações linguageiras ? cinema, literatura e história ?, bem como seus desdobramentos na pesquisa acadêmica. Além disso, visa-se ao estabelecimento de relações entre a pesquisa e a vida social, uma vez que se busca um olhar crítico sobre as relações de poder que perpassam os contornos do feminino na sociedade brasileira.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (5) .. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Juliana Silva Santos - Integrante / Helcira Maria Rodrigues de Lima - Coordenador / Bruno Reis Oliveira - Integrante / ALBERGARIA, Jéssica Rejane Silva - Integrante / Allana Mátar de Figueiredo - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

Prêmios

2017

Aprovada em 3 lugar no concurso para docente do Instituto Federal de Minas Gerais em caráter efetivo (61,6), IFMG.

2015

Aprovada no concurso para professor substituto do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, CEFET-MG.

2010

6° prêmio Construindo a Igualdade de Gênero, Secretaria de Políticas Para as Mulheres.

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Letras. , Universidade Federal de Minas Gerais, Pampulha, 31270901 - Belo Horizonte, MG - Brasil, Telefone: (31) 34095000

Experiência profissional

2017 - Atual

INSTITUTO FEDERAL MINAS GERAIS

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor EBTT, Regime: Dedicação exclusiva.

2017 - Atual

Universidade Federal de Minas Gerais

Vínculo: doutoranda, Enquadramento Funcional: doutora

2014 - 2016

Universidade Federal de Minas Gerais

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista CAPES/Demanda Social, Carga horária: 12

Outras informações:
Professora - Análise do Discurso: Faculdade de Letras, UFMG

2013 - 2014

Universidade Federal de Minas Gerais

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: professora, Carga horária: 12

Outras informações:
Professora bolsista do Pronatec/ polo FALE, UFMG

2013 - 2013

Universidade Federal de Minas Gerais

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professora CENEX/FALE, Carga horária: 20

Outras informações:
Professora do curso de extensão da Faculdade de letras, UFMG.

2011 - 2012

Universidade Federal de Minas Gerais

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista CNPq, Carga horária: 20

Outras informações:
Título da pesquisa: "Alunas negras no espaço escolar: imagens e imaginarios". Orientadora: profª Dra. Helcira Maria Rodrigues de Lima. Bolsa de Iniciação Científica relativa ao "6° prêmio construindo a igualdade de gênero", financiada pelo PIBIC - CNPq. O objetivo dessa pesquisa é verificar os discursos e imagens acerca da mulher negra em livros didáticos de Língua Portuguesa - segundo segmento do ensino fundamental (PNLD 2011).

2010 - 2012

Universidade Federal de Minas Gerais

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Bolsista socioeducacional FUMP, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Bolsa socioeducacional financiada pela Fundação Universitária Mendes Pimentel -FUMP para a atividade de revisão de textos na Editora UFMG.

2009 - 2010

Universidade Federal de Minas Gerais

Vínculo: Voluntária, Enquadramento Funcional: Pesquisadora voluntária, Carga horária: 12

Outras informações:
Pesquisadora voluntária do grupo de estudos intitulado as representações do feminino no cinema brasileiro, orientada pela professora Dra. Helcira Maria Rodrigues de Lima.

2009 - 2009

Universidade Federal de Minas Gerais

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 12

Outras informações:
Monitora de língua portuguesa para alunos do 2° ciclo/ ensino fundamental - Centro Pedagógico da UFMG.

Atividades

  • 05/2016

    Pesquisa e desenvolvimento, Faculdade de Educação.,Linhas de pesquisa

  • 05/2013

    Extensão universitária , Faculdade de Letras.,Atividade de extensão realizada, Professora estagiária de língua Inglesa.

  • 01/2012

    Ensino,,Disciplinas ministradas, Língua Inglesa

  • 01/2010

    Estágios , Editora UFMG.,Estágio realizado, Preparação/revisão de textos.

  • 01/2009

    Extensão universitária , Faculdade de Educação.,Atividade de extensão realizada, Hemeroteca Digital- programa Ações Afirmativas na UFMG.

  • 01/2007

    Extensão universitária , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas.,Atividade de extensão realizada, Conexão de Saberes:produção de atividades para o tema direitos humanos e meio-ambiente.

2016 - 2017

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora de Língua Inglesa, Carga horária: 40

Outras informações:
Professora substituta

2016 - 2016

Colegio Santa Maria

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professora de Língua portuguesa e literatura, Carga horária: 12

Outras informações:
Professora de Língua Portuguesa para o ensino médio e fundamental

2011 - 2011

Associação Pré-UFMG

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora de pré-vestibular

2008 - 2010

Associação Pré-UFMG

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Monitora de língua inglesa, Carga horária: 20

2013 - 2013

Escola Fisk de Idiomas

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora de língua inglesa, Carga horária: 12

2012 - 2013

Number One Idiomas

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora de língua inglesa, Regime: Dedicação exclusiva.