Renata dos Santos Silva

Doutora (2017) e Mestre (2012) em Ciências pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo pelo Programa de Pós Graduação Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres (FMVZ/USP). Graduada em Ciências Biológicas (licenciatura e bacharel) pelo Centro Universitário FIEO (2007).Possui Iniciação Científica na área de Zoologia dos Vertebrados (Herpetologia). Docente das disciplinas de Anatomia descritiva e comparada; Fisiologia Animal; Ética e legislação e Cuidados com animais de laboratório na Faculdade Método de São Paulo.

Informações coletadas do Lattes em 07/05/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres

2013 - 2017

Universidade de São Paulo
Título: Papel da insulina sobre a esteroidogenese no corpo lúteo canino
Orientador: em University of Saskatchewan ( Suraj Unniappan)
com Paula de Carvalho Papa. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Mestrado em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres

2010 - 2012

Universidade de São Paulo
Título: Insulina e captação de glicose em corpo lúteo canino,Ano de Obtenção: 2012
Paula de Carvalho Papa.

Graduação em Ciências Biológicas

2004 - 2007

Centro Universitário Fieo
Título: Ocupação de micro-habitats por Physalaemus cuvieri (Amphibia, Anura, Leptodactylidae) do Parque Chico Mendes, Osasco (SP)
Orientador: Miriam Mitsue Hayashi

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 -

WORKSHOP DE REDAÇÃO CIENTÍFICA INTERNACIONAL. (Carga horária: 16h). , Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, FMVZ/ USP, Brasil.

2018 - 2018

Um olhar para o professor à luz da Inteligência Emocional. (Carga horária: 6h). , Faculdade Método de São Paulo, FAMESP, Brasil.

2018 - 2018

O aluno com dificuldades de aprendizagem. (Carga horária: 6h). , Faculdade Método de São Paulo, FAMESP, Brasil.

2015 - 2015

Extensão universitária em Formação de Recursos Humanos em Neurocoências. (Carga horária: 40h). , Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, FMVZ/ USP, Brasil.

2015 - 2015

Extensão universitária em Curso de Estatística Experimental. (Carga horária: 40h). , Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, FMVZ/ USP, Brasil.

2015 - 2015

Extensão universitária em Biosafety. (Carga horária: 40h). , University of Saskatchewan, U of S, Canadá.

2015 - 2015

Extensão universitária em Estatística experimental e análise de dados. (Carga horária: 40h). , Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, FMVZ/ USP, Brasil.

2015 - 2015

Pensamiento Científico. (Carga horária: 20h). , Coursera, C, Estados Unidos.

2015 - 2015

Método Lógico para Redação Científica. (Carga horária: 8h). , Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, FMVZ/ USP, Brasil.

2015 - 2015

Introduction to Communication Science. (Carga horária: 20h). , Coursera, C, Estados Unidos.

2015 - 2015

FÓRUM DE PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS. (Carga horária: 15h). , Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, FMVZ/ USP, Brasil.

2014 - 2014

Extensão universitária em Curso de Estatística Experimental. (Carga horária: 46h). , Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, FMVZ/ USP, Brasil.

2014 - 2014

Extensão universitária em Animal Behaviour and Welfare. (Carga horária: 120h). , Coursera, C, Estados Unidos.

2014 - 2014

Extensão universitária em Animal Behaviour. (Carga horária: 32h). , Coursera, C, Estados Unidos.

2013 - 2013

Extensão universitária em Introdução à Biologia Molecular Básica e Aplicada. (Carga horária: 40h). , Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, FMVZ/ USP, Brasil.

2013 - 2013

Extensão universitária em III Curso de Bioinformática. (Carga horária: 20h). , Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.

2013 - 2013

Princípios básicos da Sinalização Celular. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.

2012 - 2012

Workshop for Authors Publishing Scientific Papers. (Carga horária: 40h). , Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, FMVZ - USP, Brasil.

2011 - 2012

Extensão universitária em Curso de Editoriação Científica. (Carga horária: 40h). , Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, FMVZ - USP, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em Reconhecimento de Animais Peçonhentos. (Carga horária: 8h). , Instituto Butantan, IBU, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em Insetos venenosos. (Carga horária: 4h). , Instituto Butantan, IBU, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em Vamos falar de Evolução. (Carga horária: 5h). , Instituto Butantan, IBU, Brasil.

2011 - 2011

Biologia de Anfíbios avançado. (Carga horária: 4h). , Instituto Butantan, IBU, Brasil.

2008 - 2008

Extensão universitária em Métodos de estudos ecológicos de anfíbios no BR. (Carga horária: 12h). , XXVII Congresso Brasileiro de Zoologia, CBZ, Brasil.

2007 - 2007

Extensão universitária em Preparação via seca e úmida de aves e mamíferos. (Carga horária: 15h). , Centro Universitário FIEO, UNIFIEO, Brasil.

2006 - 2006

Extensão universitária em Ecologia de aves. (Carga horária: 23h). , Centro Universitário FIEO, UNIFIEO, Brasil.

2006 - 2006

Extensão universitária em Biologia de Anfíbios. (Carga horária: 4h). , Instituto Butantan, IBU, Brasil.

2006 - 2006

Extensão universitária em Biologia e controle de morcegos. (Carga horária: 40h). , Centro Universitário FIEO, UNIFIEO, Brasil.

2006 - 2006

Extensão universitária em Visita noturno - comportamento animal. (Carga horária: 4h). , Fundação Parque Zoológico de São Paulo, FPZSP, Brasil.

2006 - 2006

Atividades de Preparação Via Seca de vertebrados. (Carga horária: 6h). , Centro Universitário FIEO, UNIFIEO, Brasil.

2005 - 2006

Montagem de coleção de entomofauna, Osasco (SP). , Centro Universitário FIEO, UNIFIEO, Brasil.

2005 - 2005

Extensão universitária em Práticas de Campo de Vertebrados. (Carga horária: 32h). , Centro Universitário FIEO, UNIFIEO, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

HAYASHI, M. M. ; SILVA, RS . Trilha noturna de vertebrados. 2007. (Exposição).

SILVA, RS ; BALDINATO, E. ; OSTINOWSKY, A. V. . Aquecimento global: poderá haver um futuro para a espécie humana neste planeta?. 2007. (Outro).

HAYASHI, M. M. ; SILVA, RS . Defesa primária e secundária de anfíbios anuros. 2006. (Exposição).

Ferraz, M. V. ; SILVA, RS . XIX Semana Cultural.Formigas criadoras de fungos / Coleção de insetos.. 2006. (Exposição).

HAYASHI, M. M. ; SILVA, RS . Morfologia externa e interna de anfíbios. 2005. (Exposição).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

?O Estado da Arte da Oncologia Veterinária e Perspectivas Futuras?.. 2016. (Seminário).

Curso de Redação Científica Internacional. 2016. (Seminário).

XXX Reunião Anual da SBTE. ?ANÁLISE DA EXPRESSÃO DIFERENCIAL DE COMPONENTES DA CASCATA DE SINALIZAÇÃO DA INSULINA NO CORPO LÚTEO CANINO APÓS SEQUENCIAMENTO DE RNA?. 2016. (Congresso).

4° Work Shop Internacional: genômica aplicada à pecuária. 2014. (Outra).

Reunião Científica Anual Instituto Butantan. 2014. (Exposição).

SSR (Society for the Study of Reproduction). Apoptosis Markers and 17b-estradiol Receptors in the Corpus Luteum of Non-pregnant Bitches. 2013. (Congresso).

XXVIII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE).Avaliação da vascularização do pâncreas de camundongos diabéticos após terapia gênica com VEGFA. 2013. (Outra).

VI Thematic Symposium "New Frontiers in Aplied Physiology". 2012. (Simpósio).

XI SIMPÓSIO DE BIOSSEGURANÇA E DESCARTES LABORATORIAIS. 2012. (Simpósio).

14a Semana Temática da Biologia. 2011. (Outra).

XIII Reunião Científica Anual do Instituto Butantan.Building of meanings by the visually impaired person in a Science museum. 2011. (Outra).

XXII Simpósio de Pós-Graduação em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres."Expression of insulin receptors in the corpus luteum of the bitch during diestrus". 2011. (Simpósio).

XXI Simpósio de Pós-Graduação em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres.Expression of insulin receptors in the corpus luteum of the bitch during diestrus. 2011. (Simpósio).

"Simpósio CRBio-01 / Instituto Butantan: O papel do Biólogo na Saúde e na Biotecnologia e Produção". 2010. (Simpósio).

I Encontro Internacional de Ensino em Anatomia do ICB/USP. 2010. (Encontro).

Simpósio CRBio-01 / Instituto Butantan: O Papel do Biólogo na Saúde e na Biotecnologia e Produção. 2010. (Simpósio).

XII Reunião Científica Anual Instituto Butantan -Biotecnologia e Inovação em Saúde Pública. 2010. (Encontro).

XX Simpósio de Pós-Graduação em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres."Expression of insulin receptors in the corpus luteum of the during diestrus". 2010. (Simpósio).

XI Reunião Científica Anual Instituto Butantan.Museu de Microbiologia and the dissemination of microorganism diversity. 2009. (Outra).

XI Reunião Científica Anual Instituto Butantan. 2009. (Outra).

XXVII Congresso Brasileiro de Zoologia. 2008. (Congresso).

XXVII Congresso Brasileiro de Zoologia. Ocupação de micro-habitats por anfíbios anuros no Parque Chico Mendes, Osasco,SP .. 2008. (Congresso).

12o Seminário de comemoração do dia internacional de proteção da Camada de Ozônio: 20 anos do protocolo de Montreal. 2007. (Seminário).

6a Conferência municipal de produção mais limpa. 2007. (Outra).

VI Semináio de Iniciação Científica.Biologia de anfíbios anuros no Parque Chico Mendes, Osasco, SP.. 2007. (Seminário).

VI Seminário de Iniciação Ciêntífica.Biologia de anfíbios anuros no Parque Chico Mendes, Osasco, SP.. 2007. (Seminário).

I Simpósio Biologia, Química, Farmácia, "Ciência das emoções". 2006. (Simpósio).

V Semiário de Iniciação Ciêntifica.Biologia de anfíbios anuros no Parque Chico Mendes, Osasco, SP.. 2006. (Seminário).

V Seminário de Iniciação Científica.Biologia de anfíbios anuros no Parque Chico Mendes, Osasco, SP.. 2006. (Seminário).

X Encontro "Perspectivas do Ensino de Biologia" e I Encontro da Sociedade Brasileira de Ensino de Biologia. 2006. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Mariana Caldeira Barbosa

BARBOSA, M. C.; SAVELLI, H. B. G.; Castro, F. R. A Importância dos Indicadores de Qualidade na Gestão. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Produção) - Faculdade Pitágoras de Governador Valadares.

Daniela Tomie Furuya

LOPES, M. D.; PAPA, P. C.;FURUYA, D.T.. Papel da insulina sobre a esteroidogênese e o transporte de glicose no corpo lúteo canino. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres) - Universidade de São Paulo.

Adriana Lira Rufino de Lucena

FREITAS, F. F. Q.LUCENA, A. L. R.SILVA, P. E.. Higienização das mãos: a prática entre acadêmicos de enfermagem e medicina. 2013.

Valmir Alves Ventura

VENTURA, V. A.. A busca pela qualidade e excelencia no atendimento ao cliente em instituições bancárias. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração de Empresas) - Universidade Nove de Julho.

Priscila Viau Furtado

VIAU, P.. Papel da Insulina sobre a esteroidogênese no corpo lúteo canino. 2017 - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Universidade de São Paulo.

Danila Barreiro Campos

PAPA, Paula de Carvalho; MACHADO, Ubiratan Fabris;CAMPOS, Danila Barreiro. Insulina e captação de glicose no corpo lúteo canino. 2012. Dissertação (Mestrado em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres) - Universidade de São Paulo.

Paula de Carvalho Papa

PAPA, Paula de CarvalhoCAMPOS, D. B.MACHADO, Ubiratan Fabres. Insulina e captação de glicose no corpo lúteo canino. 2012. Dissertação (Mestrado em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo.

Paula de Carvalho Papa

PAPA, P. C.; LOPES, M. D.. Papel da insulina sobre a esteroidogênese e o transporte de glicose no corpo lúteo canino. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestre) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo.

Liza Margareth Medeiros de Carvalho Sousa

PAPA, P.; MACHADO, U. F.;SOUSA, L. M. M. C.; LOPES, M.D.; WILTBANK, M. C.. Papel da insulina sobre a esteroidogênese no corpo lúteo canino. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo.

Liza Margareth Medeiros de Carvalho Sousa

SOUSA, L. M. M. C.; DERUSSI, A.A.P.; LOPES, M.D.; Furuyia, D.. Papel da insulina sobre a esteroidogênese e o transporte de glicose no corpo lúteo canino. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Anatomia Animal) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo.

Eliane Paim

CARVALHO, Ana Maria;PAIM, Eliane. Dependência química nas empresas. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Graduação em Administração) - Centro Universitário Serra dos Órgãos.

ANA AUGUSTA PAGNANO DERUSSI

LOPES, M.D.;DERUSSI, A. A. P.; PAPA, P.. Papel da insulina sobre a esteroidogenese e o transporte de glicose no corpo luteo canino. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em mestrado) - USP.

Sulce Neide de Lima Papineanu

PAPINEANU, S. N. L.. Boas e Más práticas no uso de memes em propagandas. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Publicidade e Propaganda) - Centro Universitário SENAC - CAMPUS Santo Amaro.

Maria Dolores Wirts Braga

BRAGA, M. D. W.. Aspectos relevantes a respeito da Lei n. 8.666. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade Fapan.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Marisa Vianna Ferraz

Programa Institucional de Monitoria para as Disciplinas de Zoologia dos Invertebrados I e II; 2005; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Centro Universitário FIEO, Fundação Instituto de Ensino para Osasco/SP; Orientador: Marisa Vianna Ferraz;

MIRIAM MITSUE HAYASHI

Ocupação de micro-habitat por Physalaemus cuvieri no Parque Chico Mendes, Osasco, São Paulo; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biologicas) - Centro Universitário FIEO; Orientador: Míriam Mitsue Hayashi;

MIRIAM MITSUE HAYASHI

Biologia de Anfíbios anuros do Parque Chico Mendes, Osasco, São Paulo; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biologicas) - Centro Universitário FIEO, UNIFIEO; Orientador: Míriam Mitsue Hayashi;

Gisele Molinari Fessore

Gestão e liderança; 2004; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Administração Geral) - Faculdades Santa Rita de Cássia; Orientador: Gisele Molinari Fessore;

Fabiana Ferraz Queiroga Freitas

Higienização das mãos: a prática entre acadêmicos de enfermagem e medicina; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem Nova Esperança Ltda; Orientador: Fabiana Ferraz Queiroga Freitas;

Jeová Rocha de Mendonça

"Corpo e alma livres": uma leitura do conto The Story of an Hour, de Kate Chopin; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras - Inglês) - Universidade Federal da Paraíba; Orientador: Jeová Rocha de Mendonça;

Maria Dolores Wirts Braga

Aspectos relevantes a respeito da Lei n; 8; 666; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito Fapan; Orientador: Maria Dolores Wirts Braga;

Liliana Lyra Jubilut

Refúgio e Arte: retratos nas artes visuais (Grafite) (Iniciação Científica de Ensino Médio); 2018; Iniciação Científica - Universidade Católica de Santos; Orientador: Liliana Lyra Jubilut;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SANTOS, A. C. ; OLIVEIRA, G. B. ; VIANA, D. C. ; OLIVEIRA, F. D. ; SILVA, RS ; RICI, R. E. G. ; ASSIS-NETO, A. C. ; OLIVEIRA, M. F. . Development and morphological changes in the vaginal closure membrane throughout gestation in (Rodentia: Caviidae). Microscopy Research and Technique (Print) , v. 79, p. 359-364, 2016.

  • SOUSA, LIZA MARGARETH ; SILVA, RENATA ; FONSECA, VANESSA ; LEANDRO, RAFAEL ; DI VINCENZO, THIAGO ; ALVES-WAGNER, ANA BÁRBARA ; MACHADO, UBIRATAN FABRES ; PAPA, PAULA . Is the canine corpus luteum an insulin-sensitive tissue?. Journal of Endocrinology , v. -, p. JOE-16-0173, 2016.

  • DOS SANTOS, AMILTON CESAR ; VIANA, DIEGO CARVALHO ; OLIVEIRA, GLEIDSON BENEVIDES ; SILVA, RENATA SANTOS ; OLIVEIRA, MOACIR FRANCO ; ASSIS-NETO, ANTÔNIO CHAVES . Follicular development and morphological changes in the vaginal epithelium during the estrous cycle of Galea spixii . Microscopy Research and Technique (Print) , v. 69, p. 1, 2016.

  • SALVADORI, MARIA LETÍCIA BAPTISTA ; BIANCHI, PEDRO KASTEIN FARIA DA CUNHA ; LIPHAUS, BERNADETE DE LOURDES ; SOUSA, ÉRIKA ZOLCSÁK ; SILVA, RENATA SANTOS ; KFOURY JUNIOR, JOSÉ ROBERTO . Influência do estrógeno e do interferon γ sobre a expressão da indoleamina-2,3-dioxigenase em cultura de células de placenta e embriões de ratas Wistar. Pesquisa Veterinária Brasileira (Online) , v. 35, p. 795-800, 2015.

  • SALVADORI, MARIA LETÍCIA BAPTISTA ; DA CUNHA BIANCHI, PEDRO KASTEIN FARIA ; GEBRIM, LUIZ HENRIQUE ; SILVA, RENATA SANTOS ; KFOURY, JOSÉ ROBERTO . Effect of the association of 1-methyl-DL-tryptophan with paclitaxel on the expression of indoleamine 2,3-dioxygenase in cultured cancer cells from patients with breast cancer. Medical Oncology (Northwood) , v. 32, p. 232-248, 2015.

  • PAPA, P. C. ; SOUSA, L. M. M. C. ; SILVA, RS ; FATIMA, L.A. ; FONSECA, V. U. ; AMARAL, V. C. ; HOFFMANN, B. ; ALVES-WAGNER, A. B. ; MACHADO, U. F. ; KOWALEWSKI, M. P. . Glucose transporter 1 expression accompanies hypoxia sensing in the cyclic canine CL. Reproduction , v. 147, p. 81/, 2014.

  • FATIMA, L.A. ; EVANGELISTA, M. C. ; SILVA, RS ; CARDOSO, A. P. M. ; BARUSELLI, P. ; PAPA, P. C. . FSH up-regulates angiogenic factors in luteal cells of buffaloes. Domestic Animal Endocrinology , v. 45, p. 224-237, 2013.

  • Ferraz, M. V. ; WILL, S. E. A. L. ; POLICENA, V. A. ; SILVA, RS ; SOUSA, B. A. ; OSTINOWSKY, A. V. . Uma coleção de referência para a entomofauna de três parques do Município de Osasco (SP).. Revista UNIFIEO , v. 06, p. 55-75, 2008.

  • SILVA, RS . Biologia de anfíbios anuros do Parque Chico Mendes, Osaco, São Paulo. Revista PIBIC (Osasco. Impresso) , v. 04, p. 07-18, 2007.

  • WILL, S. E. A. L. ; FAVARON, P. O. ; PAVEZ, M. A. ; FLORENTINO, L. C. ; SOARES, D. ; OLIVEIRA, F. C. ; MIGLINO, M. A. ; ALCANTARA, D. ; MAMIZUKA, E. M. ; SILVA, RS ; CUCCOVIA, I. M. ; A.MARIA, D. ; GOMES, L. F. . ?Bactericidal silver nanoparticles present an antiangiogenic effect in the Chorioallantoic Membrane Model (CAM)?. ?Science against microbial pathogens: communicating current research and technological advances?. 13ed.: FORMATEX RESEARCH CENTER, 2011, v. 1, p. 219-227.

  • SILVA, RS ; BONFIM NETO, A. ; MENDES, G. P. ; FONSECA, V. U. ; PAPA, P. C. . Apoptosis Markers and 17b-estradiol Receptors in the Corpus Luteum of Non-pregnant Bitches. In: SSR's 46th Annual Meeting, 2013, Montréal, Québec. Reproductive Health: Nano to Global, 2013.

  • Sousa, L.M.M.C. ; SILVA, RS ; FONSECA, V. U. ; FATIMA, L.A. ; DIAS, C.C. ; MACHADO, U. F. ; KOWALEWSKI, M. P. ; BOOS, A. ; PAPA, P. C. . Is insulin a signal molecule regulating corpus luteum life span in the bitch?. In: 17th International Congress on Animal Reproduction (ICAR), 2012, Vancouver. Is insulin a signal molecule regulating corpus luteum life span in the bitch?, 2012.

  • PAPA, P. C. ; KOWALEWSKI, M. P. ; Sousa, L.M.M.C. ; FATIMA, L.A. ; SILVA, RS ; DIAS, C.C. ; BOOS, A. . ?Corpus luteum and diestrus in the bitch: a study model for hormonal-dependent metabolic alterations?. In: SSR (Society for the Study of Reproduction). Biology, 2011, Portland. Corpus luteum and diestrus in the bitch: a study model for hormonal-dependent metabolic alterations, 2011.

  • SILVA, RS ; BIZERRA, A. F. ; CIZAUSKAS, JBV ; PEREIRA, F. F. ; JESUS, M. C. ; TINO DE FRANCO, M. ; INGLEZ, G. C. . Building of meanings by the visually impaired person in a Science museum. In: XIII Reunião Científica anual do Instituto Butantan, 2011, São Paulo. Instituto Butantan 110 Anos: Um olhar para o Futuro, 2011.

  • SILVA, RS ; VIEIRA, J. L. ; PEREIRA, F. F. ; BARBOSA, L. S. ; MORAES, J. L. ; INGLEZ, G. C. . Educational activities and dissemination of scientific concepts undertaken by the Microbiology Museum in 2011. In: XIII Reunião Científica anual do Instituto Butantan, 2011, São Paulo. Instituto Butantan 110 Anos: Um olhar para o Futuro, 2011.

  • BIZERRA, A. F. ; CIZAUSKAS, JBV ; SILVA, RS ; PEREIRA, F. F. ; VIEIRA, J. L. ; JESUS, M. C. ; TINO DE FRANCO, M. ; INGLEZ, G. C. . Wxpographic resources and learning discussions in the traveling exhibition "The Great Epidemics". In: XIII Reunião Científica anual do Instituto Butantan, 2011, São Paulo. Instituto Butantan 110 Anos: Um olhar para o Futuro, 2011.

  • FONSECA, F. P. ; SILVA, RS ; VIEIRA, J. L. ; BARBOSA, L. S. ; JESUS, M. C. ; INGLEZ, G. C. ; TINO DE FRANCO, M. . Studies undertaken by the Microbiology Museum concerning the viability of a science laboratory at the Instituto Butantan base in the Amazon. In: XII Reunião Científica Anual Instituto Butantan - Biotecnologia e Inovação em Saúde Pública, 2010, São Paulo. XII Reunião Científica Anual Instituto Butantan - Biotecnologia e Inovação em Saúde Pública, 2010.

  • SILVA, RS ; VIEIRA, J. L. ; FONSECA, F. P. ; BARBOSA, L. S. ; JESUS, M. C. ; INGLEZ, G. C. ; TINO DE FRANCO, M. . New educational and scientific dissemination activities by the Microbiology Museum in 2009/2010. In: XII Reunião Científica Anual Instituto Butantan - Biotecnologia e Inovação em Saúde Pública, 2010, São Paulo. XII Reunião Científica Anual Instituto Butantan - Biotecnologia e Inovação em Saúde Pública, 2010.

  • HENRIQUE, B. C. ; IMPARATO, B. A. ; PEREIRA, F. F. ; GONCALVES, G. ; SILVA, RS ; INGLEZ, G. C. ; TINO DE FRANCO, M. ; BIZERRA, A. F. . Museu de Microbiologia and the dissemination of microorganism diversity. In: XI Reunião Científica Anual Instituto Butantan, 2009, São Paulo. XI Reunião Científica Anual Instituto Butantan, 2009.

  • SILVA, RS ; HAYASHI, M. M. . Ocupação de micro-habitas por anfíbios anuros do Parque Chico Mendes, Osasco, São Paulo. In: XXVII Congresso Brasileiro de Zoologia, 2008, Curitiba. Caderno de Resumos CBZ 2008, 2008.

  • SILVA, RS ; HAYASHI, M. M. . Biologia de anfíbios anuros do Parque Chico Mendes, Osasco, SP.. In: VI Semináio de Iniciação Científica, 2007, Osasco. Resumos VI SEMIC, 2007.

  • SILVA, RS ; PAPA, P. C. . Expression of insulin receptors in the corpus luteum of the bitch during diestrus. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SILVA, RS ; PEREIRA, F. F. ; INGLEZ, G. C. . Building of meanings by the visually impaired person in a Science museum. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SILVA, RS ; TINO DE FRANCO, M. . Expographic resources and learning discussions in the traveling exhibition "The Great Epidemics". 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SILVA, RS ; INGLEZ, G. C. . Educational activities and dissemination of scientific concepts undertaken by the Microbiology Museum in 2011. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SANTOS SILVA, R. ; PAPA, P. C. . "Expression of insulin receptors in the corpus luteum of the bitch during diestrus". 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SILVA, RS ; TINO DE FRANCO, M. . Studies undertaken by the Microbiology Museum concerning the viability of a science laboratory at the Instituto Butantan base in the Amazon. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SILVA, RS ; TINO DE FRANCO, M. . New educational and scientific dissemination activities by the Microbiology Museum in 2009/2010. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SILVA, RS ; TINO DE FRANCO, M. . Museu de Microbiologia and the dissemination of microorganism diversity. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SILVA, RS ; HAYASHI, M. M. . Ocupação de micro-habitats por anfíbios anuros no Parque Chico Mendes, Osasco,SP. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • SILVA, RS . Biologia de anfíbios anuros no Parque Chico Mendes, Osasco, SP. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SILVA, RS . Biologia de anfíbios anuros no Parque Chico Mendes, Osasco, SP. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

SILVA, RS . Noções Básicas de higiene por meio de Práticas de Microbiologia. 2013. .

SILVA, RS . Controle populacional de quirópteras em áreas urbanas. 2013. .

SANTOS SILVA, R. . " Estratégias para o Ensino de Microbiologia nos Ensinos Fundamental e Médio". 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SILVA, RS . Noções Básicas de higiene por meio de Práticas de Microbiologia. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SILVA, RS ; PEREIRA, F. F. ; IMPARATO, B. A. ; VIEIRA, J. L. . Estratégias para o Ensino de Microbiologia para os Ensinos Fundamental e Médio. 2009. .

SILVA, RS ; HENRIQUE, B. C. ; VIEIRA, J. L. ; PEREIRA, F. F. . Noções de Higiene através de práticas de Microbiologia. 2009. .

SILVA, RS ; PEREIRA, F. F. ; HENRIQUE, B. C. ; IMPARATO, B. A. ; CASADEI, K. ; VIEIRA, J. L. . Ferramentas Didáticas em Microbiologia para os Ensinos Fundamental e Médio I. 2008. .

CASADEI, K. ; VIEIRA, J. L. ; PEREIRA, F. F. ; HENRIQUE, B. C. ; IMPARATO, B. A. ; SILVA, RS . Ferramentas Didáticas em Microbiologia para os Ensinos Fundamental e Médio. 2008. .

SILVA, RS ; CASADEI, K. ; HENRIQUE, B. C. ; IMPARATO, B. A. ; VIEIRA, J. L. ; PEREIRA, F. F. . Ferramentas Didáticas em Microbiologia para os Ensinos Fundamental e Médio II. 2007. .

VIEIRA, J. L. ; SILVA, RS ; IMPARATO, B. A. ; HENRIQUE, B. C. ; CASADEI, K. ; PEREIRA, F. F. . Noções de Higiene através de práticas de Microbiologia. 2007. .

PEREIRA, F. F. ; IMPARATO, B. A. ; HENRIQUE, B. C. ; CASADEI, K. ; VIEIRA, J. L. ; SILVA, RS . Ferramentas Didáticas em Microbiologia para os Ensinos Fundamental e Médio. 2006. .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2014 - Atual

    Sinalização da insulina no corpo lúteo bovino e canino sob influência de concentrações altas e baixas de 17β-Estradiol, Descrição: O objetivo desse projeto é caracterizar o mecanismo de ação da insulina para captação de glicose e esteroidogênese de acordo com as variações cíclicas de 17β-estradiol (E2) no corpo lúteo (CL) cíclico e gestacional na espécie canina e cíclico na bovina, e nesta espécie resultante ou não de tratamentos com eCG. Para tal, no experimento (exp.) 1 serão utilizadas 16 vacas e/ou novilhas (Bos taurus taurus), as quais serão sincronizadas e tratadas com propilenoglicol para aumento da insulina circulante. No exp. 2, novilhas taurinas serão sincronizadas e tratadas com 400 UI de eCG, 3d após a ovulação. No exp. 1, após suplementação com propilenoglicol em dias estratégicos (antes da ovulação ou durante o desenvolvimento luteal), os corpos lúteos serão avaliados por ultrassonografia e posteriormente biopsiados em D7 e D14 do ciclo estral, respectivamente. O procedimento de biopsia luteal também será conduzido no exp. 2. A expressão gênica global será determinada através do sequenciamento de RNA (RNAseq), a partir do qual serão selecionados genes diferencialmente expressos relacionados às vias de sinalização da insulina para validação por qPCR, western blotting e imuno-histoquímica. No exp. 3, amostras de CL provenientes de vacas cíclicas, tratadas ou não com eCG e previamente analisadas por microarranjo, serão validadas para genes da sinalização insulínica da maneira já descrita acima. No exp. 4, 24 cadelas serão castradas na fase de diestro (dias 10 a 60 após a ovulação) e no exp. 5, 18 cadelas gestantes serão castradas nas fases inicial, intermediária e final da gestação. Os CLs serão coletados e também submetidos a RNA-seq e validações. Após obtenção dos resultados provenientes da análise gênica global, avaliaremos in vitro os efeitos da insulina em células luteínicas bovinas (exp. 6) e caninas (exp.7) cultivadas e submetidas a diferentes concentrações de E2. A verificação do papel funcional dos genes selecionados será realizada pela técnica de RNAi e as amostras de cultivo também submetidas ao RNA-seq e posterior validações. As análises de RNA-seq serão realizadas através do alinhamento das sequências geradas (reads) contra o genoma bovino e canino, respectivamente, as quais serão convertidas em transcritos, cujo nível de expressão será estimado através do índice RPKM (reads/Kb/Million). Os dados do sequenciamento serão publicados na biblioteca do NCBI (Sequence Read Arquives - SRA). Após as validações, os resultados obtidos serão testados, através do programa GraphPad Prism 5.0 (GraphPad Software, EUA), de acordo com sua homogeneidade e normalidade e apresentados como média ± EPM. Diferenças de p ≤ 0,05 serão consideradas significativas. Assim, a presente proposta pretende, além de desvendar o papel da insulina na função do CL, revisitar os mecanismos de regulação do CL nas duas espécies abordadas, uma vez que os experimentos de RNA-seq abrirão novas perspectivas de compreensão global deste fenômeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata dos Santos Silva - Integrante / Paula de Carvalho Papa - Coordenador.

  • 2013 - Atual

    Papel da insulina sobre a esteroidogênese e o transporte de glicose no corpo lúteo canino, Descrição: O presente estudo visa caracterizar os genes regulados pela insulina no CL canino ao longo do diestro e identificar a diferença de respostas das células luteínicas após estimulo insulínico em fases distintas do diestro. Hipotetizamos que a insulina desempenhe um papel fundamental na regulação da esteroidogênese, e consequentemente nas funções das células luteínicas. Para testar esta hipótese, fêmeas não prenhes serão submetidas à ovariosalpingohisterectomia a cada 10 dias entre os dias 10 e 60 (n=4/ grupo) após a ovulação (po). O sangue será coletado antes da anestesia para avaliações hormonais (P4, E2 e insulina) e metabólicas (glicose). Os corpos lúteos (CLL) coletados serão utilizados para posterior avaliação dos genes regulados pela insulina através da estratégia de sequenciamento de RNA (RNA-seq) além de validação por PCR em tempo real, e protéica por western blotting e imuno-histoquímica. Nos experimentos in vitro, através de cultivo celular seguido da técnica de RNA-seq identificaremos a diferença de respostas das células luteínicas após estímulo insulínico em dois momentos do diestro (20 e 40 dias po), períodos que apresentam aumento hormonal de progesterona (P4) e estradiol (E2) respectivamente. Os dados obtidos pela técnica serão analisados utilizando o software CASAVA 1.8.2, para análise dos dados brutos, seguido dos programas FastQC TopHat v.2.0.1 e Bowtie v. 0.12.8 para visualização e mapeamento dos ?reads? em relação ao genoma referência, além da análise dos termos GO (gene ontology) para identificação dos processos biológicos e funções moleculares da rede de genes diferencialmente expressos entre os momentos de tratamento. Os dados de validação serão analisados estatisticamente através do programa GraphPad Prism 5, sendo consideradas diferenças significativas quando p<0,05.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata dos Santos Silva - Coordenador / Paula de Carvalho Papa - Integrante.

  • 2012 - Atual

    O papel do 17B-estradiol no processo luteolítico de cadelas não prenhes, Descrição: O corpo lúteo é uma glândula endócrina temporária, que passa por um processo de desenvolvimento, manutenção e regressão, atingindo atividade secretória plena quando sua formação está completa. O perfil esteroidogênico difere ao longo do diestro, sendo que há regência da progesterona (P4) na fase inicial de desenvolvimento, valores decrescentes de P4 e crescentes de 17²-estradiol (E2) na fase de manutenção e concentrações mais altas de E2 no diestro são verificadas no dia 40 pós-ovulação (p.o.). No entanto, os mecanismos envolvidos na regulação da função e da vida útil do corpo lúteo não foram, até o momento, completamente elucidados, observando-se particularidades entre as espécies. Tem-se especial interesse na fase de luteólise, ou regressão do corpo lúteo, como preferem alguns autores ao se referirem às cadelas não-prenhes, momento em que, diferentemente de outras espécies, a luteólise não é regida por ação de prostaglandinas. Hipotetiza-se que o estradiol seja um dos desencadeadores do processo de luteólise na cadela não-prenhe e que suas oscilações ao longo do diestro sejam determinantes para alterações metabólicas importantes como o estabelecimento de resistência insulínica. Para testar esta hipótese 24 fêmeas não prenhes serão submetidas à ovariohisterectomia nos dias 10, 20, 40, 60, 80 e 100 (n=4 por grupo) pós ovulação. O sangue será coletado antes da anestesia para avaliações hormonais, P4, E2, insulina, prolactina, LH e GH, e metabólicas,glicose . Parte dos corpos lúteos coletados será congelada em nitrogênio líquido para posterior avaliação gênica pelos protocolos de microarranjo e validação por PCR em tempo real, e protéica por western blotting. Para imunohistoquímica os CL serão fixados em parafolmaldeído a 4%. E parte das amostras será transportada em tampão fosfato para cultivo celular e realização dos tratamentos com E2 e/ou bloqueadores de seus receptores, para posterior avaliação de expressão dos genes envolvidos com apoptose, proliferação, esteroidogênese, em especial os receptores para E2 e P4. As amostras processadas para análise pela técnica de microarranjo definirão outros possíveis fatores envolvidos na indução da regressão do CL e também na instalação das alterações metabólicas. Serão validados ao menos 4 genes relativos à regressão do CL e 4 às alterações metabólicas por PCR em tempo real, assim como as respectivas proteínas codificadas pelos genes expressos diferencialmente por western blotting e imuno-histoquímica. Os dados serão analisados através do programa estatístico Minitab®, sendo consideradas diferenças significativas quando p<0,05.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata dos Santos Silva - Integrante / Paula de Carvalho Papa - Coordenador / Liza M. M. C. Sousa - Integrante / VANESSA U. FONSECA - Integrante.

  • 2010 - 2012

    Insulina e captação de glicose em corpo lúteo canino, Descrição: O diestro é a fase luteínica na cadela caracterizada pelo aumento de progesterona (P4) sérica na primeira metade e por flutuações de 17β-estradiol (E2) na segunda metade. O corpo lúteo (CL) é uma glândula endócrina temporária, que passa por um processo de desenvolvimento, manutenção e regressão, atingindo atividade secretória plena quando sua formação está completa. A insulina é o hormônio anabólico essencial para a manutenção da homeostase de glicose e do crescimento e diferenciação celular, sendo secretado pelas células β pancreáticas. A sinalização intracelular da insulina começa com a sua ligação a um receptor de membrana específico, o que desencadeia uma série de ações metabólicas. Sabe-se que uma das consequências desta ligação é a translocação de transportadores de glicose 4 (GLUT4; gene SLC2A4) para que ocorra a captação de glicose. Nosso grupo demonstrou a expressão de GLUT4 no corpo lúteo de cadelas, expressão esta regulada diferencialmente ao longo do diestro. A presença deste transportador levou-nos a hipotetizar que a insulina seja importante para regulação da função luteínica. Para testar tal hipótese, utilizamos imuno-histoquímica para localizar o receptor de insulina (RI) e outros fatores regulatórios (NFKB e IL6) de GLUT4 no CL canino durante o diestro (dias 10 a >70 pós-ovulação, po) e western blotting para quantificar estas proteínas; investigamos a expressão gênica dos fatores acima mencionados por PCR em tempo real; e por fim, analisamos os efeitos da insulina sobre a expressão gênica de RI e SLC2A4 em células luteínicas nos dias 20 e 40 po e também sobre a captação de glicose destas células. No presente estudo, observou-se que o corpo lúteo canino expressa as proteínas do RI, NFKB e IL6 de maneira distinta ao longo do diestro. A expressão do RNAm do RI apresentou maior expressão nos dias 20 e 70, e diminuição no dia 40. O NFKB apresentou maior expressão no dia 40, enquanto o IL6 apresentou maior expressão do dia 10 ao 40. Observou-se correlação negativa entre o gene RI e os níveis de insulina (r = -0,69; P = 0,006) e positiva com SLC2A4 (r = 0,89; P = 0,01) em todo o diestro, enquanto o IL6 correlacionou-se de maneira positiva com o RI apenas na primeira metade (r = 0,96; P <0,0001) e o NFKB, negativamente com o RI nos dias 30, 40 e 50 (r = -0,57 P <0,05). Após a adição de insulina no meio de cultivo, observou-se que as expressões gênicas de RI e SLC2A4 se comportaram de maneira oposta de acordo com a fase do diestro estudada: células do dia 20 po apresentaram um aumento desta expressão e do dia 40 um declínio. Por fim, através da captação de glicose, observou-se que as células luteínicas caninas são capazes de responder à insulina, aumentando a captação na ordem de 4 vezes (basal: 2,05 ± 0,8; insulina: 5,73 ± 0,5; valor de P <0,01 em cpm/ug proteína; basal: 79,6 ± 35,3; insulina: 212,5 ± 34,5, valor de P <0,05 em cpm/106 células). Esses resultados apontam a insulina, bem como o IL6 e o NFKB como fatores importantes que desempenham um papel na função do CL canino e trazem o CL para o grupo de tecidos que respondem ao estímulo insulínico aumentando a expressão de GLUT4 e consequentemente a captação de glicose. Além disso, estes eventos parecem sofrer controle adicional pelos hormônios esteróides.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata dos Santos Silva - Coordenador / Paula de Carvalho Papa - Integrante.

  • 2010 - 2012

    O PAPEL DO 17b-ESTRADIOL NO PROCESSO LUTEOLÍTICO DE CADELAS NÃO PRENHES, Descrição: O corpo lúteo é uma glândula endócrina temporária, que passa por um processo de desenvolvimento, manutenção e regressão, atingindo atividade secretória plena quando sua formação está completa. O perfil esteroidogênico difere ao longo do diestro, sendo que há regência da progesterona (P4) na fase inicial de desenvolvimento, valores decrescentes de P4 e crescentes de 17²-estradiol (E2) na fase de manutenção e concentrações mais altas de E2 no diestro são verificadas no dia 40 pós-ovulação (p.o.). No entanto, os mecanismos envolvidos na regulação da função e da vida útil do corpo lúteo não foram, até o momento, completamente elucidados, observando-se particularidades entre as espécies. Tem-se especial interesse na fase de luteólise, ou regressão do corpo lúteo, como preferem alguns autores ao se referirem às cadelas não-prenhes, momento em que, diferentemente de outras espécies, a luteólise não é regida por ação de prostaglandinas. Hipotetiza-se que o estradiol seja um dos desencadeadores do processo de luteólise na cadela não-prenhe e que suas oscilações ao longo do diestro sejam determinantes para alterações metabólicas importantes como o estabelecimento de resistência insulínica. Para testar esta hipótese 24 fêmeas não prenhes serão submetidas à ovariohisterectomia nos dias 10, 20, 40, 60, 80 e 100 (n=4 por grupo) pós ovulação. O sangue será coletado antes da anestesia para avaliações hormonais, P4, E2, insulina, prolactina, LH e GH, e metabólicas,glicose . Parte dos corpos lúteos coletados será congelada em nitrogênio líquido para posterior avaliação gênica pelos protocolos de microarranjo e validação por PCR em tempo real, e protéica por western blotting. Para imunohistoquímica os CL serão fixados em parafolmaldeído a 4%. E parte das amostras será transportada em tampão fosfato para cultivo celular e realização dos tratamentos com E2 e/ou bloqueadores de seus receptores, para posterior avaliação de expressão dos genes envolvidos com apoptose, proliferação, esteroidogênese, em especial os receptores para E2 e P4. As amostras processadas para análise pela técnica de microarranjo definirão outros possíveis fatores envolvidos na indução da regressão do CL e também na instalação das alterações metabólicas. Serão validados ao menos 4 genes relativos à regressão do CL e 4 às alterações metabólicas por PCR em tempo real, assim como as respectivas proteínas codificadas pelos genes expressos diferencialmente por western blotting e imuno-histoquímica. Os dados serão analisados através do programa estatístico Minitab®, sendo consideradas diferenças significativas quando p<0,05.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata dos Santos Silva - Integrante / Paula de Carvalho Papa - Coordenador.

  • 2006 - 2008

    Uma coleção de referência para a entomofauna de três parques do Município de Osasco (SP)., Descrição: Os insetos representam cerca de 70% das espécies animais conhecidas, sendo, portanto, o maior grupo existente atualmente. Coleções de insetos e levantamentos entomológicos, quando elaboradas seguindo técnicas adequadas de coleta, de montagem e de preservação constituem fonte importante de informação para o meio científico. Neste trabalho objetivamos identificar a fauna entomológica presente em alguns parques do Município de Osasco (SP). Para tal, foram feitas coletas sistemáticas em três parques públicos: Parque Chico Mendes, Parque Clovis Assaf e Parque Dionísio Álvares Matheos. Para cada área de coleta estabelecida foram realizadas quatro coletas ao longo do ano, nos meses de março, junho, setembro e dezembro. Foram utilizados métodos de coleta manual, com rede entomológica e com pinça, e também colocadas armadilhas com iscas de sardinha crua. Em laboratório, o material foi identificado no nível da Ordem, montado, etiquetado e incluído em banco de dados com as seguintes informações: número de registro do exemplar e identificação taxonômica (Ordem), identificador, local e data de coleta e nome do coletor. A coleção foi montada em caixas entomológicas de madeira com tampo de vidro. O material estudado neste projeto totalizou 2.210 exemplares distribuídos entre as seguintes Ordens: Hymenoptera, Coleoptera, Diptera, Orthoptera, Lepidoptera, Hemiptera, Homoptera, Blattariae, Odonata, Isoptera, Siphonaptera, Mantodea, Grillotalpoidea, Dermaptera, Thysanura, Neuroptera, Phasmida, Phthiraptera, Megaloptera, Protura e Psocoptera.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata dos Santos Silva - Integrante / marisa vianna ferraz - Coordenador / vinicius augusto policena - Integrante / BEvenido amado Sousa - Integrante / alessandra valério ostinowsky - Integrante.

  • 2005 - 2007

    Ocupação de micro-habitats por Physalaemus cuvieri (Amphibia, Anura, Leptodactylidae) do Parque Chico Mendes, Osasco (SP), Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata dos Santos Silva - Coordenador / Miriam Mitsue Hayashi - Integrante.

  • 2005 - 2006

    Biologia de Anfíbios anuros do Parque Chico Mendes, Osasco, São Paulo, Descrição: O levantamento das espécies de anfíbios anuros do Parque Chico Mendes, município de Osasco (46º46?52?W / 23º34?23?S), São Paulo, foi realizado no período de agosto de 2006 a julho de 2007, das 17h00 à meia noite ou até o amanhecer. Foram identificados os locais de maior ocorrência, tipos de habitats, atividades horária e anual e coletados dados biométricos para compreensão do papel dos anfíbios no local e a interferência dos demais organismos vegetais e animais na dinâmica populacional deste grupo animal. Foram registradas no parque 152 exemplares, classificados dentro de quatro espécies, duas pertencentes a família Bufonidae, como Chanus crucifer (71 exemplares) e Chanus ictericus (55); uma a família Leptodactylidae, como Physalaemus cuvieri (24) e uma a família Hylidade, como Dendropsophus minutus (2). Na estação chuvosa ocorreu maior número de vocalizações e registros, assim como as primeiras horas de coleta, demonstrando uma preferência por períodos com temperatura e umidade mais altas. Algumas alterações físicas na área de estudo provocaram deslocamento de Physalaemus cuvieri do seu habitat original e a ocupação em poças temporárias de água. Predadores, como patos, e armadilhas para aracnídeos provocaram a morte de alguns exemplares e a contaminação da água, favoreceu o aparecimento de tumores cutâneos em outros. Nesta área, o impacto da interferência humana foi observada de forma intensa e os anfíbios foram os principais organismos prejudicados. A sobrevivência em parques, manchas verdes em cidades, requer condições mínimas para manutenção de algumas espécies, como os anuros. Além disso, nota-se que a participação dos visitantes é fundamental para minimizar alguns dos impactos causados e contribuir para a manutenção da fauna e flora local.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata dos Santos Silva - Coordenador / Miriam Mitsue Hayashi - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2013

Prêmio Jovem Michel Jamra / SBIC, XXVIII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE).

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia. , Av. Prof. Dr. Orlando Marques Paiva, 87, Butantã, 05508270 - São Paulo, SP - Brasil, Telefone: (011) 30911315

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2014 - 2014

    Prefeitura Municipal de São Paulo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Educadora, Carga horária: 6

    Outras informações:
    Ministrei curso sobre ?Controle populacional de quirópteras em áreas urbanas? pela Prefeitura do Município de Osasco, SP.

  • 2014 - 2014

    Prefeitura Municipal de São Paulo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Educadora, Carga horária: 6

    Outras informações:
    - Ministrei palestras sobre educação ambiental em escolas publicas do Estado de São Paulo pelo projeto SOS Ambiental.

  • 2014 - 2014

    Prefeitura Municipal de São Paulo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Educadora, Carga horária: 6

    Outras informações:
    - Ministrei curso de cuidados com animais silvestres. Fundação Parque Zoológico de São Paulo.

  • 2014 - 2014

    Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitora Voluntário, Carga horária: 6

    Outras informações:
    Colaboração como monitora da disciplina VCI 215 ? Anatomia Aplicada.

  • 2014 - 2014

    Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitor Voluntário, Carga horária: 6

    Outras informações:
    - Monitora Voluntário pelo Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE) na disciplina: Anatomia Descritiva dos Animais Domésticos II ? VCI-124

  • 2013 - 2013

    Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitora Voluntário, Carga horária: 6

    Outras informações:
    Colaboração como monitora da disciplina VCI 215 ? Anatomia Aplicada

  • 2010 - Atual

    Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pós Graduação, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2008 - 2012

    Escola Estadual Profa Neuza de Oliveira Prévide

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professora PIB II, Carga horária: 20

  • 2014 - 2014

    Instituto Butantan

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitora

    Outras informações:
    Colaboração nas atividades didáticas desempenhadas durante o evento ?Férias no Butantan?.

  • 2013 - 2014

    Instituto Butantan

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Educadora, Carga horária: 10

    Outras informações:
    - Colaboração na preparação do curso ?Estratégias para o Ensino de Microbiologia nos Ensinos Fundamental e Médio?.

  • 2013 - 2013

    Instituto Butantan

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Educadora

    Outras informações:
    Ministrei palestra sobre ?Noções Básicas de higiene por meio de Práticas de Microbiologia? pelo Instituto Butantan.

  • 2005 - 2012

    Instituto Butantan

    Vínculo: Educadora, Enquadramento Funcional: Educadora Instituto Butantan, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Educadora nas áreas de Educação e Microbiologia. Atendimento ao público escolar e espontâneo. Orientações de atividades pedagógicas voltadas para Microbiologia realizadas no laboratório interativo e na exposição de longa duração no Museu de Microbiologia para diferentes públicos. Tutoria de monitores voluntários. Participação em eventos externos a Instituição como Feiras da Saúde e Cidadania.

    Atividades

    • 10/2005 - 10/2010

      Extensão universitária , Museu de Microbiologa, .,Atividade de extensão realizada, Noções de higiene através de práticas de Microbiologia.

    • 10/2005 - 07/2010

      Ensino,,Disciplinas ministradas, Ação dos agentes físicos e químicos sobre os microrganismos, Bactérias, Fungos, Noções gerias do mundo dos micrrganismos;, Oficina de DNA

    • 10/2005 - 07/2010

      Extensão universitária , Museu de Microbiologa, .,Atividade de extensão realizada, Curso: "Ferramentas Didáticas em Microbiologia para os Ensinos Fundamental e Médio".

  • 2005 - 2007

    Centro Universitário Fieo

    Vínculo: Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Pesquisadora, Carga horária: 10, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2005 - 2005

    Centro Universitário Fieo

    Vínculo: Monitora, Enquadramento Funcional: Monitora, Carga horária: 3

    Outras informações:
    Atividades de Monitoria no Programa Institucional de Monitoria (PIM) . Aulas complementares de Zoologia dos Invertebrados I e II para alunos do 1° ano de graduação de Ciências Biológicas.

  • 2006 - 2006

    Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitora, Carga horária: 1

    Outras informações:
    Monitora do evento promovido pela FEUSP: X Encontro " Perspectivas do Ensino de Biologia" e I Encontro Regional da Sociedade Brasileira de Ensino de Biologia (MT/MS/SP) com o tema "Histórias e Percursos da Biologia no Currículo".

  • 2017 - Atual

    Faculdade Método de São Paulo

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Professora das disciplinas: - Anatomia descritiva e comparada - Fisiologia Animal - Ética e legislação - Cuidados com animais de laboratório